Manual. S.I.A Sistema Integrado de Avaliação. PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual. S.I.A Sistema Integrado de Avaliação. PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares)"

Transcrição

1 Manual S.I.A Sistema Integrado de Avaliação PARÂMETROS PE (Parâmetros Curriculares)

2 S.I.A Sistema Integrado de Avaliação Introdução O S.I.A. (Sistema Integrado de Avaliação) é o sistema desenvolvido pelo para auxiliar no controle dos processos de trabalho de todos os projetos realizados pelo Caed. Objetivo Específico Através da utilização do S.I.A. (Sistema Integrado de Avaliação), especificamente do Módulo de Operadores, que será feito todo o controle da equipe de campo que trabalhará na execução dos projetos: CADASTRO, ALOCAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DAS ATIVIDADES. CADASTRO: Todas as pessoas que exercerão alguma atividade no projeto deverão ser devidamente cadastradas no S.I.A., remuneradas ou não. ALOCAÇÃO: É o processo em que se define o cargo, o local e o horário nos quais a pessoa cadastrada irá exercer sua atividade. CONFIRMAÇÃO DAS ATIVIDADES: Após a realização do projeto, todas as atividades devidamente alocadas no S.I.A deverão ser confirmadas. ATENÇÃO! Somente após a realização desses três procedimentos: CADASTRO, ALOCAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DAS ATIVIDADES, o processamento dos pagamentos será iniciado. O Projeto Configuração e Hierarquia Para o Parâmetros-PE (Parâmetros Curriculares) foi especificada a seguinte estrutura hierárquica: Instituições: Tipo Caed G.R.E Grupos Descrição Coordenação do Projeto Regionais do Estado que participarão do Projeto Grupos de Encontro Cargo Alocação Horário Acesso ao Sistema Limite de Alocações p/ Instituição Representante G.R.E G.R.E Fins de Semana Sim 1 Monitores Grupos Fins de Semana Sim - Professor Grupo Fins de Semana Sim 80 Suporte Caed Integral Sim - Coordenação Caed Caed Integral Sim - Página 1

3 Acessando o S.I.A para realização do Cadastro 1 Para acessar o sistema, basta digitar na barra de endereço do seu browser (Mozilla Firefox) o endereço do S.I.A.: 2 Após a abertura da página o usuário deverá informar o número do seu CPF e clicar no botão PRÓXIMO. Observações Importantes: O número do CPF deve ser do próprio usuário que está se cadastrando. O número do CPF deve ser um número válido. Página 2

4 3 A tela para o preenchimento dos dados será apresentada: Observações Importantes: Os campos com fundo amarelo são obrigatórios. Não utilize letras com acentos, cedilha ou apóstrofe. Informe corretamente seus dados, principalmente os dados bancários e o número do PIS/PASEP/NIS. A senha informada nos campos de Senha será usada para a alteração das informações e para acesso ao S.I.A, por isso memorize-a. Página 3

5 Alterando os dados de cadastramento 1 Acesse o link da inscrição Pública: 2 Informe o CPF e a Senha na tela apresentada: 3 Faça as Alterações necessárias nos dados e clique em SALVAR. Página 4

6 Acessando o S.I.A ATENÇÃO! O S.I.A é homologado apenas para utilização através do Mozilla Firefox. Portanto, caso não possua esse browser instalado no seu computador, ao acessar o endereço do sistema, ele mostrará um link, para que seja feito o download desse navegador e posterior instalação. 1 Para acessar o sistema, digite, na barra de endereço do seu browser (Mozilla Firefox), o endereço do S.I.A.: 2 Após o carregamento da página, você deverá fazer o seu login no sistema; para isso, digite o login e a senha nos campos indicados. Atenção! O login sempre será o nº do CPF do operador cadastrado sem a máscara. OBS.: Caso tenha esquecido sua senha, o sistema ainda possui uma funcionalidade que gera uma nova senha e a envia para o informado. Para isso, clique no link abaixo: Esqueci minha senha Página 5

7 Utilizando o Sistema Todo usuário cadastrado no S.I.A possui um perfil pré-determinado que lhe dará acesso apenas às funcionalidades referentes a ele. Definindo o Projeto A primeira ação a ser realizada no S.I.A é a seleção do PROJETO ATUAL, ou seja, o projeto no qual se deseja trabalhar. Para isso, selecione o projeto no campo Projeto Atual, conforme a ilustração abaixo: Realizando o CADASTRO A opção CADASTRO OPERADOR WIZARD será utilizada para realização do CADASTRO E ALOCAÇÃO dos operadores que trabalharão no Projeto. ATENÇÃO! É extremamente importante que todos os dados obrigatórios sejam informados corretamente, para que a realização do pagamento dos operadores remunerados seja efetuada sem maiores transtornos. Sugerimos a utilização do formulário padrão do CAEd para solicitação dos dados cadastrais aos operadores. 1 Acessando o Cadastro Operador Wizard: para iniciar os cadastros, clique no menu Organização e, em seguida, na opção CADASTRO OPERADOR WIZARD. 2 Fazendo um Cadastro: a primeira informação a ser fornecida ao sistema é o número do CPF. ATENÇÃO! O CPF informado deverá, obrigatoriamente, ser um CPF válido. MUITO CUIDADO PARA NÃO TROCAR O CPF DE OPERADOR. DESSA MANEIRA O PAGAMENTO NÃO SERÁ EFETIVADO, E A CORREÇÃO DESSA TROCA SE DÁ POR UM PROCEDIMENTO ALTAMENTE DEMORADO E BUROCRÁTICO. a) Informe o número do CPF e clique no botão PRÓXIMO. b) Selecione a característica de pagamento do operador, ou seja, selecione a opção DEPÓSITO BANCÁRIO, ORDEM DE PAGAMENTO, ou SEM PAGAMENTO, caso ele exerça uma função que não será remunerada. Página 6

8 b.1) Sem Pagamento: Se o operador a ser cadastrado não for exercer uma atividade remunerada, basta que o usuário marque a opção SEM PAGAMENTO, dessa forma a tela exibirá somente os campos Nome, Telefone, e Senha para o preenchimento obrigatório, além da tela de Alocação. Página 7

9 b.2) Depósito Bancário: Ao clicar na opção Depósito Bancário, o sistema abrirá a tela para informação dos dados bancários do operador. ATENÇÃO! O tipo de conta cadastrada deve, obrigatoriamente, ser uma CONTA CORRENTE. O operador tem que ser o TITULAR da Conta Outros tipos de conta, como Conta Poupança, Conta Salário ou Conta Conjunta, NÃO DEVEM SER INFORMADAS. Tenha muito CUIDADO ao preencher essas informações; se existir qualquer erro o pagamento NÃO SERÁ REALIZADO. b.3) Ordem de Pagamento: Ao clicar na opção Ordem de Pagamento, não será necessária a informação dos dados bancários, e o operador a ser cadastrado receberá o seu pagamento através de uma Ordem de Pagamento disponibilizada em qualquer agência do Banco do Brasil. ATENÇÃO! No caso dos pagamentos através de Ordem de Pagamento, os operadores deverão ficar atentos ao prazo de saque dessas ordens. Todos os coordenadores são avisados desses prazos, e todo operador receberá um informando a disponibilização do pagamento e o prazo para o saque. Página 8

10 c) Preencha os dados solicitados para a realização do cadastro do operador. ATENÇÃO! O cadastro não será confirmado até que todos os campos obrigatórios sejam preenchidos corretamente. O campo PIS/PASEP/NIT/INSS é obrigatório, deverá ser válido e pertencer ao operador que está sendo cadastrado, caso contrário, além de o cadastro não ser confirmado, o operador não receberá pelo trabalho executado. O campo CEP deve ser do município onde reside o operador; caso haja erro nessa informação, o pagamento não será executado. O campo é muito importante, será através dele que o Caed fará toda a comunicação direta com o operador, como por exemplo, o aviso de liberação de pagamento. Caso o operador não possua , utilizar o e- mail do seu coordenador direto no projeto. Página 9

11 d) Para concluir o cadastro, clique no botão SALVAR. 3 Fazendo a Alocação: a alocação dos operadores é a ação, obrigatória, que vincula o operador no cargo, local e horário onde serão exercidas suas atividades no projeto. Essa ação será realizada através da tela: CADASTRO OPERADOR WIZARD, seguindo os passos abaixo: a) Clique no botão ALOCAR, localizado no canto esquerdo da tela, conforme figura abaixo: A tela, abaixo, será exibida: b) Após a exibição da tela Alocações Operador, selecione o Cargo do Operador, clicando na seta abaixo da caixa de seleção Atividade, e clique sobre o Cargo. Ex.: Monitor c) Em seguida, selecione o fim de semana no qual o Monitor exercerá sua atividade clicando na seta abaixo da caixa de seleção e no horário disponibilizado. d) Após a seleção do horário, defina o local onde o operador irá trabalhar clicando no botão ; a tela Selecionar Local será exibida. Ex.: Selecione a Regional e o Grupo de participação do Monitor e) Clique no botão ADICIONAR. Ao finalizar as alocações, elas serão carregadas para a tela do cadastro, conforme a figura abaixo. 4 Excluindo uma Alocação: caso identifique que a alocação foi feita de maneira errada, o sistema permitirá a exclusão da alocação: a) Na tela de Alocações, clique no botão REMOVER que aparece à frente da alocação, conforme figura abaixo: Página 10

12 Consultando as Alocações Realizadas Para consultar as alocações realizadas iremos utilizar a tela CONSULTAR ALOCAÇÃO. a) Para Realizar uma consulta de Alocações que já foram realizadas, basta acessar o menu Organização e opção Consultar Alocação. A tela abaixo será exibida. b) Informe a seleção desejada, que poderá ser: por Atividade de Avaliação, CPF, Operador (nome) ou ainda pelo Local de Alocação. c) Clique no botão PESQUISAR para que o sistema mostre a seleção. Página 11

13 Realizando as ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO A ação de REALIZAR ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO é a confirmação que a atividade alocada para determinado Operador foi realizada devidamente, capacitando o mesmo para o recebimento, caso o seu cargo seja remunerado. ATENÇÃO! É extremamente importante que todas as alocações sejam CONFIRMADAS, ou seja, tenham suas ATIVIDADES REALIZADAS corretamente, para que a realização do pagamento para os operadores remunerados seja efetuada. 1 Acessando a opção REALIZAR ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO: para acessar a tela para confirmar as atividades alocadas, clique no menu ORGANIZAÇÃO, na opção REALIZAR ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO. 2 Confirmando as Atividades: ao clicar na opção REALIZAR ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO, a tela abaixo será exibida. 2.1 Confirmando as Atividades Individualmente Para confirmar as atividades operador por operador, siga os passos abaixo: a) Selecione a opção Pendente no campo Realizado. b) Clique no botão, para abrir a tela de operadores. Página 12

14 c) Digite o número do CPF ou o Nome do Operador na tela e clique em Pesquisar, conforme figura abaixo: c) Clique sobre o nome do Operador na listagem. e) Clique no botão PESQUISAR. f) Marque o Check Box do campo Realizado à frente da alocação. Página 13

15 g) Clique no botão GRAVAR para confirmar. 2.1 Confirmando as Atividades em Grupos abaixo: Para confirmar as atividades em grupos separados por Local de Alocação ou Cargo, siga os passos a) Nos Filtros de Trabalho, selecione apenas opção Pendente no campo Realizado. b) Se quiser especificar o local de alocação, selecione o Local clicando no botão, ou o cargo, e, em seguida, clique em PESQUISAR. b) Marque os Check Box do campo Realizado ou Não Realizado à frente das alocações. c) Clique em Gravar Página 14

16 Observações: 1 - Clicando no Check Box abaixo do título da listagem Realizado ou Não Realizado, todas as alocações da tela serão marcadas ou desmarcadas. 2 Para alguns projetos existe a avaliação da atividade, ou seja, o coordenador avaliará o trabalho dos operadores sob sua responsabilidade; para isso, ele utilizará o campo Nota e definirá qual o conceito para cada operador. ATENÇÃO! O procedimento de REALIZAR ATIVIDADES DE ALOCAÇÃO é obrigatório para o processamento dos pagamentos dos operadores remunerados; caso não seja realizado, os pagamentos NÃO SERÃO PROCESSADOS. Emitindo os RELATÓRIOS Para cada ação realizada no S.I.A existe um relatório para a conferência dos lançamentos. Os relatórios disponíveis do módulo de Controle de Operadores são: Relatório de Operador: relatório que listará os operadores cadastrados no S.I.A. Relatório de Alocações: relatório que listará os operadores e onde foram alocados para a realização da atividade. Relatório de Atividades Realizadas: o relatório de trabalhos listará os operadores, onde foram alocados e se a realização das atividades foram executadas. 1 Acessando os Relatórios: para acessar os relatórios, basta clicar no menu ORGANIZAÇÃO e clicar sobre a opção do relatório que se deseja emitir. 1.1 Relatório de Operador: este relatório permite ao usuário visualizar os operadores cadastrados no sistema. Este relatório possui dois tipos: Operadores não Alocados e Operadores Alocados. Página 15

17 1.1.1 Emitindo o Relatório de Operadores Não Alocados: a) Clique no Menu Organização opção Relatório de Operador. b) Marque a opção Operadores não Alocados. O sistema abrirá na tela os filtros possíveis que poderão ser utilizados. c) Na caixa Filtros básicos de operadores, informe o CPF ou o Nome do operador que deseja visualizar no relatório ou deixe em branco, caso queira visualizar todos os operadores cadastrados e não Alocados. d) Será possível também realizar uma pesquisa pelo Estado e Município do cadastro do operador, dessa maneira, informe selecionando nas combos de Estado e Município. e) Marque a opção Pesquisar em todos os projetos, caso queira localizar o operador independente do projeto onde ele foi cadastrado; ou deixe desmarcado, caso queira visualizar os operadores cadastrados apenas no projeto atual. f) Na caixa Filtros de operadores sem alocação, informe se deseja visualizar os operadores cadastrados através do cadastro wizard, marque a opção Operadores sem Inscrição Pública, ou os operadores cadastrados através da Inscrição Pública, marcando a opção Operadores com Inscrição Pública. g) Clique em um dos links abaixo para exibir o relatório. Página 16

18 1.1.2 Emitindo o Relatório de Operadores Alocados: a) Clique no Menu Organização opção Relatório de Operador. b) Marque a opção Operadores Alocados. O sistema abrirá na tela os filtros possíveis que poderão ser utilizados. c) Na caixa Filtros básicos de operadores, informe o CPF ou o Nome do operador que deseja visualizar no Relatório ou deixe em branco, caso queira visualizar todos os operadores cadastrados e não Alocados. d) Marque a opção Pesquisar em todos os projetos, caso queira localizar o operador independente do projeto onde ele foi cadastrado, ou deixe desmarcado, caso queira visualizar os operadores cadastrados apenas no projeto atual. e) Na caixa Filtros de operadores com alocação, informe o cargo e o local de alocação que deseja pesquisar, ou deixe os campos em branco para visualizar todos os operadores alocados em algum cargo e em todos os locais. f) Clique em um dos links abaixo para exibir o relatório. 1.2 Relatório de Alocações: esse relatório permite ao usuário visualizar as alocações realizadas para os operadores: a) Clique no Menu Organização, opção Relatório de Alocações. b) Defina o Nome ou o CPF do Operador, caso queira identificar as alocações de um operador específico. Deixe em branco, caso queria visualizar um grupo de operadores. c) Defina o Local no qual deseja visualizar as alocações clicando no botão do campo local e defina o tipo de instituição. d) Marque os cargos em que deseja visualizar as alocações na caixa Atividades de avaliação. Página 17

19 e) Marque os horários nos quais deseja visualizar as alocações realizadas, na caixa Horário. f) Clique em um dos links abaixo para exibir o relatório. 1.3 Relatório de Atividades Realizadas: esse relatório permite ao usuário visualizar se alocações realizadas para os operadores já foram confirmadas ou não: a) Clique no Menu Organização, opção Relatório de Atividades Realizadas. b) Selecione o status da atividade no campo Realizado. c) Se desejar visualizar as atividades de um operador específico, clique no botão para abrir a janela de seleção de Operadores. d) Se desejar visualizar um grupo de operadores, deixe o campo Operador em branco. e) Informe o local da alocação onde deseja visualizar as atividades alocadas clicando no botão. f) Defina o cargo das atividades que deseja visualizar no campo Cargo. a) Clique em um dos links abaixo para exibir o relatório. Página 18

20 Trocando a SENHA O sistema permite que todos os usuários possam trocar as suas senhas a qualquer momento utilizando a opção de Alterar Senha. 1 Acessando o menu SISTEMA: para que o usuário troque sua senha, ele deverá primeiro clicar no menu SISTEMA e clicar sobre a opção ALTERAR SENHA. a) Na tela de Alterar Senha, informe: a Senha Atual, a Nova Senha e confirme a nova senha no campo Confirmação. b) Clique no botão ALTERAR. Página 19

MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA

MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA Sistema de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PESSOA FÍSICA Revisão 03 / Outubro 2017 Índice "! #$% %&' (%! " ) " *$)$$, %+, -%& Introdução O Módulo Pessoa Física é um conjunto de páginas web que permitem

Leia mais

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES WWW.CRICOSTARICA.COM.BR Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. OBJETIVO DESTE DOCUMENTO... 3 2. CADASTRANDO-SE NO WEBSITE... 4 3. ACESSANDO O SISTEMA... 6 4. ALTERANDO MEUS

Leia mais

MANUAL DE USUÁRIO. Versão 1.0 Servidor

MANUAL DE USUÁRIO. Versão 1.0 Servidor MANUAL DE USUÁRIO Versão 1.0 Servidor SUMÁRIO 1. Acesso ao Sistema... 4 1.1. Acesso (LOGIN)... 5 1.2. Cadastro... 6 2. Sistema 2.1. Visão Inicial... 10 2.2. Itens do Menu de Navegação... 11 2.3. Informações

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA Cartório 24 Horas INTRODUÇÃO A Extranet Cartório 24 Horas permite a solicitação de qualquer tipo de Certidão junto aos Cartórios e outros órgãos de todos os estados Brasileiros.

Leia mais

Conferência Municipal / Intermunicipal

Conferência Municipal / Intermunicipal Conferência Municipal / Intermunicipal Sistema de Conferência - Eventos - 1 - 1. Sumário 1. Sumário... 3 2. Configurações Recomendadas... 4 3. Objetivos... 5 4. Solicitar Acesso... 6 5. Menu de Acesso...

Leia mais

Apêndices. 1.1 Apêndice A: Manual do Usuário Acessando o Sistema

Apêndices. 1.1 Apêndice A: Manual do Usuário Acessando o Sistema Manual do Usuário Apêndices 1.1 Apêndice A: Manual do Usuário 1.1.1 Acessando o Sistema A aplicação está disponível e pode ser acessada pelo endereço www2.bcc.unifalmg.edu.br/ahp. A tela inicial da aplicação

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR. Versão MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL EXPORTADOR Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 3 2. Acessando o sistema... 4 3. Mensagem encaminhada pelo sistema.... 4 4. Emitindo um novo

Leia mais

Manual do Professor da Faculdade de São Roque

Manual do Professor da Faculdade de São Roque 1 Manual do Professor da Faculdade de São Roque 2 Sumário ACESSANDO O NOVO PORTAL UNIESP...3 Selecionando o Contexto...4 Tela inicial no novo Portal...6 QUADRO DE HORÁRIOS...6 DIÁRIO DE CLASSE...6 MINHAS

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: RELATÓRIO TRIMESTRAL VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 22/03/2013 1.0 Criação do documento Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

MANUAL. Assunto (o que é) Objetivo (porquê) Público-Alvo (para quem) Natureza (como)

MANUAL. Assunto (o que é) Objetivo (porquê) Público-Alvo (para quem) Natureza (como) Assunto (o que é) Manual de Acesso e Cadastro para Ficha de Inscrição do Concurso Agrinho 2017. Objetivo (porquê) Auxiliar nas dúvidas no preenchimento da Ficha de Inscrição do Concurso Agrinho 2017. Público-Alvo

Leia mais

versão /10/14

versão /10/14 versão 11.82-16/10/14 ACESSANDO O PORTAL ACADÊMICO Manual do Professor Para acessar o Portal Acadêmico da PUC-SP, digite em seu browser o endereço Será necessário utilizar as informações de login e senha

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE USO DO SISTEMA GED

MANUAL BÁSICO DE USO DO SISTEMA GED ÍNDICE MANUAL BÁSICO DE USO DO SISTEMA GED ACESSO PESQUISA 1. ACESSANDO 2. TELA INICIAL 3. ALTERANDO SUA SENHA 4. TELA DE PESQUISA 5. RESULTADOS DA PESQUISA 6. DOCUMENTO 7. AJUDA // NO FINAL DESTE MANUAL

Leia mais

Manual do Professor da Faculdade

Manual do Professor da Faculdade 1 Manual do Professor da Faculdade Barão de Piratininga 2 Sumário ACESSANDO O NOVO PORTAL UNIESP...3 Selecionando o Contexto...4 Tela inicial no novo Portal...6 QUADRO DE HORÁRIOS...6 DIÁRIO DE CLASSE...6

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho Professor

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho Professor Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro do Plano de Trabalho Professor 4 de Novembro de 04 Fluxo do Processo O Plano de Trabalho é o instrumento em que estão descritos os objetivos,

Leia mais

SARESP Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS

SARESP Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS SARESP 2010 Manual do Sistema Integrado do Saresp - SIS Sumário 3 INTRODUÇÃO 5 AGENTE VUNESP 5 Acesso ao Sistema 5 Atualização de Cadastro 6 Alocação de Fiscais 7 Visualização e Manutenção da Alocação

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema de Inscrições. 6º Rio do Sul em Dança

Manual de Utilização do Sistema de Inscrições. 6º Rio do Sul em Dança Manual de Utilização do Sistema de Inscrições 6º Rio do Sul em Dança 2 Sumário 1. Cadastro de Grupo, Usuário e Senha de Acesso.... 3 2. Instalação do Sistema de Inscrições... 4 3. Acesso ao Sistema de

Leia mais

Manual Coleção Interativa Papel Professor Versão 2.5.3

Manual Coleção Interativa Papel Professor Versão 2.5.3 Manual Coleção Interativa Papel Professor / 33 Manual Coleção Interativa Papel Professor Versão 2.5.3 Manual Coleção Interativa Papel Professor 2/ 33 Manual Coleção Interativa ACESSAR A COLEÇÃO INTERATIVA...

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-14 Última Atualização 15/07/2016 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela.

1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela. Receptivo Como iniciar um atendimento? 1 Após realizar login, clique sobre o item de menu [Receptivo] que está localizado no topo da tela. 2 O sistema exibirá os quadros de avisos, ocorrências e eventos.

Leia mais

Coordenação de Curso dentro

Coordenação de Curso dentro SIGAA Manual de Usuário Coordenação de Cursos Lato Sensu O Módulo Lato Sensu no SIGAA possibilita o gerenciamento das atividades acadêmicas dos cursos do tipo Especialização existentes na Instituição.

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Grupo de Banco de IBILCE UNESP GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Grupo de Banco de Título Nome do Arquivo

Leia mais

PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR

PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR PROGRAMA ESPECIAL DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE PROFESSORES PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL 2016 MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) TUTOR Neste manual você encontrará tutoriais para as ferramentas

Leia mais

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC.

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. É recomendado a utilização do browser Google Chrome e Firefox por questões de compatibilização

Leia mais

DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP

DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE PRODUTIVIDADE - SAP MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.2 Este manual tem por objetivo

Leia mais

SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Centro de Informática CPD. SIMAR Sistema de Compras de Materiais

SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Centro de Informática CPD. SIMAR Sistema de Compras de Materiais SIMAR UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Centro de Informática CPD SIMAR Sistema de Compras de Materiais SISTEMA DE COMPRAS DE MATERIAIS Manual de Funcionalidades do Sistema SIMAR. SUMÁRIO SISTEMA DE COMPRAS DE

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

Índice. Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento. Apresentação Home. Parte II. Nota Premiada. Cadastro. Entrar. Sorteio. Dúvidas.

Índice. Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento. Apresentação Home. Parte II. Nota Premiada. Cadastro. Entrar. Sorteio. Dúvidas. Nota Premiada Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 Apresentação Home Cadastro Entrar Sorteio Realizados A realizar Dúvidas Fale Conosco Legislação

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO PEDAGÓGICA Manual do Professor

SISTEMA DE GESTÃO PEDAGÓGICA Manual do Professor SISTEMA DE GESTÃO PEDAGÓGICA Manual do Professor SISTEMA DE GESTÃO PEDAGÓGICA Versão 1.0 1. Cadastro no sistema - Acesse o sistema pelo endereço: http://www.professor.ms.gov.br. - Clique no link na parte

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação 10/Abril/2011 Aplicado

Leia mais

CONTEÚDO Acesso ao sistema...2 Controle de Aplicação Tela de Autenticação...3 MENU DE OPÇÕES DO SISTEMA Cadastro do Colaborador...

CONTEÚDO Acesso ao sistema...2 Controle de Aplicação Tela de Autenticação...3 MENU DE OPÇÕES DO SISTEMA Cadastro do Colaborador... FREQUENCI CONTEÚDO Acesso ao sistema...2 Controle de Aplicação Tela de Autenticação...3 MENU DE OPÇÕES DO SISTEMA Cadastro do Colaborador...4 COORDENADOR ESTADUAL Alocar Coordenador de Polo...5 COORDENADOR

Leia mais

LISTAR MEMORANDOS RECEBIDOS

LISTAR MEMORANDOS RECEBIDOS Sistema Módulo Perfil Papel LISTAR MEMORANDOS RECEBIDOS Essa funcionalidade permite ao usuário consultar a lista de memorandos eletrônicos recebidos por ele no sistema, bem como realizar operações relacionadas

Leia mais

SISTEMA DO ORGANOGRAMA DA UFF. Manual do Usuário

SISTEMA DO ORGANOGRAMA DA UFF. Manual do Usuário SISTEMA DO ORGANOGRAMA DA UFF Manual do Usuário Março 2008 Sumário 1. Introdução... 3 2. Requisitos Necessários... 3 3. Consultas Públicas... 4 4. Acesso às Funcionalidades de Cadastro... 10 2 1. Introdução

Leia mais

Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale.

Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale. Bem-vindo ao Manual de Navegação do Portal do Fornecedor Vale. Treinamento para o Perfil Administrador Fornecedor Desenvolvido por Vale e Accenture I 2016 1. Introdução ao Perfil Administrador 2. Configuração

Leia mais

Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3

Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3 Manual GA, Papel Professor / 37 Manual Gerenciador de Aprendizagem Papel Professor Versão 2.5.3 Manual GA, Papel Professor 2/ 37 Manual Gerenciador de Aprendizagem ACESSAR O GERENCIADOR DE APRENDIZAGEM...

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão 2.18 1 Sumário 1 Instalação do AFV...3 2 Configurações do AFV...4 3 Recebendo as tabelas...6 4 Consultando clientes...6 5 Consultando

Leia mais

MANUAL DO PORTAL ALUNO

MANUAL DO PORTAL ALUNO MANUAL DO PORTAL ALUNO http://portal.ibta.edu.br Sumário 1. Acesso... 3 1.1. Esqueci Minha Senha... 4 2. Contexto... 7 2.1. Alterar Contexto... 8 3. Contrato / Comunicados... 9 4. Menu Acadêmico... 10

Leia mais

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Portal de Emissão de Nota Fiscal de Serviço 1º Modulo: Cadastro no Sistema SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ACESSO... 3 1. REALIZANDO CADASTRO NO SISTEMA... 4 1.1 Pessoa Física... 5

Leia mais

MANUAL USUÁRIO. Manual do Usuário Empresa Data: 15/12/2014 Versão: 001

MANUAL USUÁRIO. Manual do Usuário Empresa Data: 15/12/2014 Versão: 001 1 MANUAL DO USUÁRIO 1 2 Í N D I C E Configuração Principal Acesso ao Sistema 3 Instalação do Java 3 Configuração do modo de exibição de compatibilidade 6 Acesso principal ao Sistema da Autogestão Sepaco

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

SisMédio Passo a Passo para os Diretores

SisMédio Passo a Passo para os Diretores SisMédio Passo a Passo para os Diretores PASSO 1 Acesse simec.mec.gov.br, utilizando sempre o navegador Mozilla Firefox. Digite seu CPF e senha nos campos indicados. ATENÇÃO! a) Se você já é usuário do

Leia mais

Sistema NFS-e. 03/2010 Versão 1.3. EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A.

Sistema NFS-e. 03/2010 Versão 1.3. EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A. Sistema NFS-e 03/2010 Versão 1.3 EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A. Para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, o usuário deverá acessar a aplicação através do site da prefeitura clicando no

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo SIGA Versão 3.6A Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário Erro!

Leia mais

Sumário Introdução Solicitação de Acesso Efetuar Login Esqueci a senha Alterar dados Cadastrais Alterar senha Criação de Usuários do Fornecedor

Sumário Introdução Solicitação de Acesso Efetuar Login Esqueci a senha Alterar dados Cadastrais Alterar senha Criação de Usuários do Fornecedor MANUAL DO USUÁRIO 1 Sumário Introdução 3 Solicitação de Acesso 3 Efetuar Login 9 Esqueci a senha 10 Alterar dados Cadastrais 10 Alterar senha 11 Criação de Usuários do Fornecedor 12 Termo de Responsabilidade

Leia mais

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário

SAC Sistema de Acompanhamento de Concessões Manual do Usuário 70040-020 Brasília - DF SAC Manual do Usuário Sumário Assunto PÁGINA 1. Objetivos do Manual 3 2. Perfil do Usuário 3 2.1 Coordenador Institucional 3 3. Acesso ao Sistema SAC 3 3.1 Endereço de acesso 3

Leia mais

Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição.

Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. Leia com bastante atenção cada item abaixo para facilitar o seu cadastramento e não perder o prazo de inscrição. ITEM 1: Caso já possua o cadastro juntamente ao Centro de Integração Empresa Escola de Minas

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE MEDIADORES JUDICIAIS E CONCILIADORES CCMJ

CADASTRO NACIONAL DE MEDIADORES JUDICIAIS E CONCILIADORES CCMJ CADASTRO NACIONAL DE MEDIADORES JUDICIAIS E CONCILIADORES CCMJ Manual do Usuário APRESENTAÇÃO O Cadastro Nacional de Mediadores Judiciais e Conciliadores CCMJ, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça,

Leia mais

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores

Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores. Manual Balcão de Negócios para Usuários Administradores Manual Balcão de Negócios para AmazonIT Soluções em Tecnologia da Informação amazonit@amazonit.com.br (92) 3216-3884 3884 1 Funcionamento do Balcão de Negócios 2 Como entrar no balcão Para entrar no balcão

Leia mais

1. ACESSO PÁGINA PRINCIPAL Botões Logoff MENU GERAL Dados Cadastrais Consulta Financeira...

1. ACESSO PÁGINA PRINCIPAL Botões Logoff MENU GERAL Dados Cadastrais Consulta Financeira... Página 1 de 19 SUMÁRIO 1. ACESSO... 3 2. PÁGINA PRINCIPAL... 4 2.1 Botões... 4 2.2 Logoff... 4 3. MENU GERAL... 5 3.1 Dados Cadastrais... 5 2.2 Consulta Financeira... 5 3.3 Parcelas... 5 3.4 Comprovante

Leia mais

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1 Manual de Instruções Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e 1 1. Cadastro de Novo Prestador de Serviço. Quando o usuário acessar o sistema de NFS-e Sapitur ISSQN, vai

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

MANUAL Sistema de Gerenciamento do Processo Seletivo (PRS) Programa de Aprendizagem Profissional Comercial MÓDULO EMPRESA

MANUAL Sistema de Gerenciamento do Processo Seletivo (PRS) Programa de Aprendizagem Profissional Comercial MÓDULO EMPRESA MANUAL Sistema de Gerenciamento do Processo Seletivo (PRS) Programa de Aprendizagem Profissional Comercial MÓDULO EMPRESA Índice 1. Apresentação...- 3-2. Etapas do processo...- 3-3. Acesso ao sistema para

Leia mais

Proweb. Registro de Ferramentas. Por que devo fazer o REGISTRO DE TITULARIDADE da minha ferramenta?

Proweb. Registro de Ferramentas. Por que devo fazer o REGISTRO DE TITULARIDADE da minha ferramenta? Proweb Registro de Ferramentas Por que devo fazer o REGISTRO DE TITULARIDADE da minha ferramenta? Com o Programa de Registro de Titularidade você terá mais segurança em casos de roubo ou perda da sua ferramenta

Leia mais

MANUAL Pedidos On-Line

MANUAL Pedidos On-Line MANUAL Pedidos On-Line ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 O QUE É PEDIDOS ON-LINE... 3 QUEM PODE UTILIZAR... 3 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA ACESSO... 4 ACESSANDO O PEDIDOS ON-LINE... 5 COMO REGISTRAR UM PEDIDO... 7

Leia mais

Manual de Utilização - FacGTO

Manual de Utilização - FacGTO Manual de Utilização - FacGTO Nesta parte, iremos disponibilizar um manual de utilização do FacGTO. 1 Objetivo: O módulo FacGTO, objetiva simplificar o processo de autorização de tratamentos odontológicos,

Leia mais

Vetor On-line - VOL Manual do Usuário da Plataforma. Versão On-line

Vetor On-line - VOL Manual do Usuário da Plataforma. Versão On-line Vetor On-line - VOL Manual do Usuário da Plataforma Versão On-line Sumário Apresentação da plataforma Vetor On-line (VOL)... 3 1º Acesso... 4 Tela Inicial... 6 Consultando as instruções específicas de

Leia mais

SFA Sistema de Fortalecimento das Aprendizagens - SFA Manual Módulo do Professor Versão 01

SFA Sistema de Fortalecimento das Aprendizagens - SFA Manual Módulo do Professor Versão 01 Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco Secretaria Executiva de Gestão da Rede Gerência Geral de Tecnologia da Informação e Comunicação SFA Sistema de Fortalecimento das Aprendizagens - SFA Manual

Leia mais

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet

Carnê de Pagamento. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Carnê de Pagamento Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2015-2017 ControleNaNet

Leia mais

Protocolo Eletrônico ( Acesso Externo )

Protocolo Eletrônico ( Acesso Externo ) EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS VICE-PRESIDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO VIPAD Protocolo Eletrônico ( Acesso Externo ) Guia de Cadastro do Usuário Externo Solicitação de Acesso Setembro / 2017 [ Versão

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012.

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012. ITQ InPrint Cobrança Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012 http://www.itquality.com.br Sumário Introdução...2 Características do Sistema...3 Antes de Instalar...3 Instalando o Sistema...3 Acessando

Leia mais

Sumário 1 Primeiros Passos Acessando o Sistema Conhecendo a tela Inicial... 4

Sumário 1 Primeiros Passos Acessando o Sistema Conhecendo a tela Inicial... 4 Este manual tem como objetivo auxiliar os correspondentes na digitação e acompanhamento de propostas do produto Consignado, digitadas junto ao Banco Daycoval. A seguir, veremos o passo a passo para a digitação

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL SISTEMA DIGINOTA NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22

MANUAL OPERACIONAL SISTEMA DIGINOTA NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22 NOTA FISCAL DE SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO MODELO 21/22 Manual operacional do sistema DigiNota, Este documento tem por objetivo, mostrar as funcionalidades e operações do sistema DigiNota para emissões de notas

Leia mais

Gerenciador de Processos

Gerenciador de Processos IBILCE UNESP 2012 GUIA DO USUÁRIO Gerenciador de Processos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio IBILCE - UNESP2012 Controle do Documento Título Nome do Arquivo Autor(es) GBD Guia do Usuário GePrOC

Leia mais

MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC

MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC 1º PASSO: Acesse o Site do Sistema PIBIC, www.pibic.ufpa.br, preferencialmente pelo navegador Firefox Irá aparecer está tela abaixo: 2º PASSO Clique no menu Seleção PIBIC

Leia mais

Manual de Operação do Portal Acadêmico SENAI-BA

Manual de Operação do Portal Acadêmico SENAI-BA Manual de Operação do Portal Acadêmico SENAI-BA Este manual tem como objetivo auxiliar o docente na utilização do Portal Acadêmico, permitindo o acesso as rotinas acadêmicas através de ambiente WEB, flexibilizando

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL Manual de orientação do Sistema de Requisição de Recibos Anuais SRA Versão 1.0 Sumário Apresentação do sistema... 3 Requisitos do sistema... 3 Cadastrar uma senha para acessar

Leia mais

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD. Manual do Usuário

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD. Manual do Usuário Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - SEMAD Manual do Usuário SISEMAnet Sistema Integrado de Meio Ambiente Módulo 1 Portal Submódulo Portal de Segurança Módulo Externo Versão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE GESTÃO DE SERVIÇOS Versão 1.1 26/09/2016

Leia mais

SIPAC MANUAL DE UTILIZAÇÃO REQUISIÇÃO DE MATERIAL

SIPAC MANUAL DE UTILIZAÇÃO REQUISIÇÃO DE MATERIAL SIPAC MANUAL DE UTILIZAÇÃO REQUISIÇÃO DE MATERIAL Sumário 1. Acessando Portal UFGNet...3 1.1 Realizando login...3 2. Acessando o módulo de Requisição de Material...4 2.1 Cadastrar Requisição...4 2.1.1

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos IBILCE UNESP 2014 GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Resumo de Alterações Alteração Feita Responsável Data Documento

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

Avante Instruções de Acesso ao AVANT Aluno STM

Avante Instruções de Acesso ao AVANT Aluno STM Instruções de Acesso ao AVANT Aluno STM Sumário 1. Acessando o AVANT... 3 2. Efetuar Login no AVANT.... 4 2.1 Digitar Usuário... 4 2.2 Selecionar Escola... 5 2.3 Digitar Senha... 5 3. Tela de Boas Vindas

Leia mais

Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo:

Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA. Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: Manual da Turma Virtual: FREQUENCIA Para acessar a turma virtual com o perfil Docente, siga o caminho indicado abaixo: MENU ALUNOS LANÇAR FREQUÊNCIA Esta funcionalidade tem o objetivo de registrar as frequências

Leia mais

Manual de utilização sistema Comtele SMS

Manual de utilização sistema Comtele SMS Manual de utilização sistema Comtele SMS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA SMS COMTELE Login... 3 Dashboard... 4 Envio instantâneo... 5 Requisições de envio instantâneo para contatos ou grupos.... 5 Agendamento

Leia mais

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola

Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Dupla Regência Manual para a Administração da Escola Versão 1.0 Conteúdo Administração da Escola Cenário de Uso I Central de Vagas... 4 1. Cadastro de Vagas... 4 2. Consultar vagas cadastradas... 5 3.

Leia mais

Manual Busca XML Contador

Manual Busca XML Contador BUSCA XML CONTADOR Manual Busca XML Contador O Busca XML Contador é uma ferramenta utilizada para gerenciar arquivos* recebidos por e- mail** através do Busca XML Cliente, onde possibilita a exportação

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULO PROFESSOR Página 1 de 21 MANUAL DO USUÁRIO MÓDULO PROFESSOR Montes Claros/MG 2014 Página 2 de 21 Sumário de Informações do Documento Documento: Número de páginas: 21 MANUAL_20140822_REV_0.docx Versão Data Mudanças

Leia mais

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP

SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI SISTEMA UNIFICADO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SUAP MÓDULO

Leia mais

Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias

Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias 1 Treinamento do Sistema SIGRH Módulo Férias Perfil: Solicitação de agendamento de férias Maceió, setembro de 2012. 2 Histório de versões Versão 1.0-14/09/2012 Descrição: Versão inicial 3 Conteúdo 1.Conhecendo

Leia mais

Guia do Usuário. Portal Web: Foxwin-Acesso. Assunto: Guia do Usuário Portal Web. Produto: Foxwin-Acesso. Versão Doc.: 1.0

Guia do Usuário. Portal Web: Foxwin-Acesso. Assunto: Guia do Usuário Portal Web. Produto: Foxwin-Acesso. Versão Doc.: 1.0 Guia do Usuário Portal Web: Foxwin-Acesso Assunto: Guia do Usuário Portal Web Produto: Foxwin-Acesso Versão Doc.: 1.0 Data: 26/09/2017 ÍNDICE 1. Introdução ao Portal Web... 1 2. Solicitação do 1º acesso...

Leia mais

Tutorial para utilização do Sistema

Tutorial para utilização do Sistema Tutorial para utilização do Sistema Orfeu versão 1.0 Elaborado por: Informática Sistemas e Projeto Processo EACH, em maio de 2012 Antonio Carlos de O. Macedo Luísa Adib Dino 1. PREFÁCIO Este tutorial fornece

Leia mais

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000

Sumário REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO - REP-1000 Versão 1.04 Março de 2010. Sumário As informações contidas neste manual estão sujeitas a alterações sem prévio aviso e não representam compromisso por parte do fabricante. As imagens aqui reproduzidas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Av. Prof. Moraes Rego, 1235, Cidade Universitária, Recife PE, CEP: Fone: (81)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO Av. Prof. Moraes Rego, 1235, Cidade Universitária, Recife PE, CEP: Fone: (81) Sistema Módulo Perfil Papel PAINEL DE MEMORANDOS Essa funcionalidade centraliza algumas operações do módulo de protocolo que possuem relação com memorandos eletrônicos. O objetivo é tornar ágil o acesso

Leia mais

O beneficiário deve informar seu número da carteira AMS e senha, já previamente cadastrados, e clicar no botão Entrar.

O beneficiário deve informar seu número da carteira AMS e senha, já previamente cadastrados, e clicar no botão Entrar. 01.12345678.00 Marque a opção Demais usuários. O beneficiário deve informar seu número da carteira AMS e senha, já previamente cadastrados, e clicar no botão Entrar. Caso seja seu primeiro acesso, será

Leia mais

EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA

EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA EMISSÃO DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA VERSÃO 30.0.61 13 ÍNDICE 1. Pré-requisitos para emissão da Nota Fiscal Eletrônica... 3 2. Cadastros Iniciais... 3 2.1. Cadastro da Empresa... 3 2.2. Controle de Séries

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA PEDIDOS DE ESTOQUE Desenvolvido por Coordenadoria de Sistemas de Gestão Este material tem como objetivo auxiliar os usuários do Sistema de Almoxarifado a efetuar pedidos de

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)

Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br

Leia mais

TUTORIAL ESPORTE DA ESCOLA

TUTORIAL ESPORTE DA ESCOLA Portal do Projeto PST Brasil em Convênio com o Ministério do Esporte - Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social TUTORIAL ESPORTE DA ESCOLA ORIENTAÇÕES DE CADASTRO: Coordenadores

Leia mais

Tutorial RM. academico.unipe.br PROFESSOR

Tutorial RM. academico.unipe.br PROFESSOR Tutorial RM academico.unipe.br PROFESSOR UNIPE.BR Este tutorial irá ajudá-lo (a) no acesso ao sistema educacional do Unipê. PInicialmente, acesse o Portal da Instituição (www.unipe.br) ou diretamente o

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 23 Índice ÍNDICE... 2 1.

Leia mais

Manual de Apoio. Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental. Versão Janeiro /01/ :43

Manual de Apoio. Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental. Versão Janeiro /01/ :43 Manual de Apoio Cadastro de Solicitação de Licenciamento Ambiental Versão Janeiro.0 07 4/0/07-09:43 SOL - Solicitação Online de Licenciamento O empreendedor cadastra uma solicitação no SOL incluindo: Entrada

Leia mais

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Recibos Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2016 - ControleNaNet Conteúdo

Leia mais

Orientações ao Administrador Regional

Orientações ao Administrador Regional Orientações ao Administrador Regional Antes de iniciarmos a Formação do Administrador Regional é importante lembrarmos que o mesmo deverá ser cadastrado por um Administrador Geral (SEDUC). Para realizar

Leia mais

Unimed de Araraquara Coop. De Trabalho Médico Manual XML TISS Unimedara

Unimed de Araraquara Coop. De Trabalho Médico Manual XML TISS Unimedara 1. Acesso ao Sistema Em seu navegador web digite: http://www.unimedara.com.br e clique no ícone do portal TISS como segue a imagem abaixo ou acesse http://tiss.unimedara.com.br:28081/htz/pages/welcome/welcome.jsf.

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para Agendamento de Relatório Manual Professor

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para Agendamento de Relatório Manual Professor Coordenação de Estágio Integrado Instruções para Agendamento de Relatório Manual Professor 14 de Novembro de 2014 Acesso ao Sistema Ao efetuar o login no (SGE), clique o menu Estágio Obrigatório (1) para

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal

TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal TUTORIAL Comissão Julgadora Municipal Na 4ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, os textos selecionados pela Comissão Julgadora Municipal deverão ser enviados para a etapa estadual

Leia mais

Financeiro Controle de Cheque

Financeiro Controle de Cheque Financeiro Controle de Cheque 1 Objetivo O controle de cheques é importante para o controle financeiro da empresa. É possível também visualizar todas as situações que envolvem os cheques (depositado, devolvido,

Leia mais

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND.

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. 1 LIBERAÇÃO DE USUÁRIOS DO ESCRITÓRIO: 1.1- Acesse o menu ATENDIMENTO, opção CONTROLE, opção USUÁRIOS e clique em USUÁRIOS DO

Leia mais

WEB Manual Operacional

WEB Manual Operacional WEB Manual Operacional http://www.flickr.com/photos/70419528@n08/sho Crediário WEB Manual Operacional Setembro 2014 Sumário 1. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 2.1. ALTERANDO A SENHA...

Leia mais