EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 006/2014. Tipo: MENOR PREÇO RECIBO. (Assinatura)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 006/2014. Tipo: MENOR PREÇO RECIBO. (Assinatura)"

Transcrição

1 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 006/2014 Tipo: MENOR PREÇO Objeto: Fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software de um Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) e demais SOLUÇÕES DE APOIO, para todos os ambientes computacionais previstos, com entrega do código fonte, exclusivamente para o SIGRH, e de todas as suas integrações implementadas, transferíveis a qualquer tempo, incluindo as ferramentas, funções e bibliotecas utilizadas no seu desenvolvimento, parametrização e customização, além da prestação de serviços para implantação, capacitação, operacionalização, garantia, manutenção e suporte técnico para toda a SOLUÇÃO, conforme especificações constantes neste EDITAL e seus ANEXOS. RECIBO A Empresa CNPJ n., retirou Edital de pregão nº. /2014 e deseja ser informada de quaisquer alterações, respostas a esclarecimentos e impugnações pelo ., aos / / (Assinatura) OBS.: ESTE RECIBO DEVERÁ SER REMETIDO À COMISSÃO DE LICITAÇÃO PELOS S: PARA EVENTUAIS COMUNICAÇÕES AOS INTERESSADOS, QUANDO NECESSÁRIO. 1

2 Sumário EDITAL DE LICITAÇÃO PREÂMBULO OBJETO DAS DEFINIÇÕES E INTERPRETAÇÕES DO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS E DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO DO CADASTRO DAS PROPOSTAS COMERCIAIS DA HABILITAÇÃO DA SESSÃO DO PREGÃO E DO JULGAMENTO DA PROVA DE CONCEITO DOS RECURSOS DA ADJUDICAÇÃO E DA HOMOLOGAÇÃO DA CONTRATAÇÃO DA GARANTIA CONTRATUAL DA SUBCONTRATAÇÃO DO PAGAMENTO DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS DISPOSIÇÕES GERAIS ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO II MODELO DE PROPOSTA COMERCIAL ANEXO II-B PLANILHA DE QUANTITATIVOS E PREÇOS UNITÁRIOS ANEXO III TERMO DE CONFIDENCIALIDADE ANEXO IV MODELO DE AVALIAÇÃO E REAÇÃO ANEXO V MODELOS DE DECLARAÇÕES ANEXO VI MINUTA DO CONTRATO

3 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 006/2014 3

4 1 - PREÂMBULO O ESTADO DE MINAS GERAIS, por intermédio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG/MG, realizará a licitação na modalidade pregão eletrônico, em sessão pública, através do site para fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software de um Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) e demais SOLUÇÕES DE APOIO, para todos os ambientes computacionais previstos, com entrega do código fonte, exclusivamente para o SIGRH, e de todas as suas integrações implementadas, transferíveis a qualquer tempo, incluindo as ferramentas, funções e bibliotecas utilizadas no seu desenvolvimento, parametrização e customização, além da prestação de serviços para implantação, capacitação, operacionalização, garantia, manutenção e suporte técnico para toda a SOLUÇÃO, conforme especificações constantes neste EDITAL e seus ANEXOS. Este pregão será regido pela Lei Federal nº , de 21 de junho de 1993, Lei Federal nº , de 17 de julho de 2002, Lei Complementar nº. 123, de 14 de dezembro de 2006, Lei Estadual nº , de 10 de janeiro de 2002, Lei Estadual nº , de 18 de setembro de 2001 e pelos Decretos Estaduais nº , de 19 de abril de 2008, nº , de 27 de janeiro de 2012, nº , de 03 de outubro de 2007, nº , de 16 de maio de 1996, nº , de 02 de fevereiro de 2009, pela Resolução Conjunta SEPLAG / JUCEMG nº. 6419, de 30 de novembro de 2007, pela Resolução SEPLAG nº. 058, de 30 de novembro de 2007, com suas alterações posteriores, e Resolução SEPLAG nº 009, de 16 de fevereiro de O pregão será realizado pelo Pregoeiro Gustavo Henrique Campos dos Santos e Equipe de Apoio designados através da resolução nº. 63, de 15 de julho do ano de A abertura da sessão de pregão terá início no dia 13 de março de 2014, às 09:00 horas Todas as referências de tempo no Edital, no aviso e durante a sessão pública, observarão obrigatoriamente o horário de Brasília - DF e, dessa forma, serão registradas no sistema e na documentação relativa ao certame. 4

5 2 - OBJETO 2.1 A presente licitação tem por objeto o fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software de um Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) e demais SOLUÇÕES DE APOIO, para todos os ambientes computacionais previstos, com entrega do código fonte, exclusivamente para o SIGRH, e de todas as suas integrações implementadas, transferíveis a qualquer tempo, incluindo as ferramentas, funções e bibliotecas utilizadas no seu desenvolvimento, parametrização e customização, além da prestação de serviços para implantação, capacitação, operacionalização, garantia, manutenção e suporte técnico para toda a SOLUÇÃO, conforme especificações constantes neste EDITAL e seus ANEXOS. 3 - DAS DEFINIÇÕES E INTERPRETAÇÕES 3.1 Nos documentos componentes deste EDITAL as palavras terão os significados descritos no capítulo 2 - Definições e interpretações do Anexo I Termo de Referência deste EDITAL, exceto quando o texto indicar especificamente de outra maneira. 4 - DO PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS E DA IMPUGNAÇÃO DO ATO CONVOCATÓRIO 4.1 Os pedidos de esclarecimentos, referentes ao processo licitatório, poderão ser realizados por qualquer pessoa, inclusive licitante, e deverão ser enviados ao (a) Pregoeiro (a), até o 5º (quinto) dia após a publicação do aviso do Edital. 4.2 Os pedidos de esclarecimento deverão ser encaminhados ao Pregoeiro, por escrito, por meio dos s Nos pedidos de esclarecimentos encaminhados, os interessados deverão se identificar (CNPJ, nome empresarial e nome do representante que pediu esclarecimentos, se pessoa jurídica e CPF para pessoa física) e disponibilizar as informações para contato (endereço completo, telefone, fax e ) Os esclarecimentos serão prestados pelo Pregoeiro, por escrito, por meio de àqueles que enviaram solicitações de retirada do EDITAL. 5

6 4.3 Qualquer pessoa, inclusive licitante, poderá impugnar os termos do presente EDITAL até o 5º (quinto) dia após a publicação do aviso do mesmo, cabendo ao (a) Pregoeiro (a) decidir sobre a impugnação no prazo de 24 (vinte e quatro) horas O interessado deverá apresentar instrumento de impugnação dirigido ao Pregoeiro, a ser protocolizado junto ao Setor de Protocolo da Cidade Administrativa Tancredo Neves, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Bairro Serra Verde Prédio: Gerais 1º Andar, A/C Gustavo Henrique - estação: 1087, no horário de 08h00min (oito) às 17h00min (dezessete) horas, observado o prazo previsto no subitem 4.3. deste ato convocatório, fundamentando o alegado e, se for o caso, juntar as provas que se fizerem necessárias Acolhida a petição contra o ato convocatório, a decisão será comunicada aos interessados. 4.4 Os pedidos de impugnações e esclarecimentos, bem como as respectivas respostas, serão divulgados pelo Pregoeiro no Portal de Compras por meio do endereço As respostas aos pedidos de impugnações e esclarecimentos aderem a este EDITAL tal como se dele fizessem parte, vinculando a Administração e os licitantes. 4.5 Qualquer modificação no EDITAL exige divulgação pelo mesmo instrumento de publicação em que se deu o texto original, reabrindo-se o prazo inicialmente estabelecido, exceto quando, inquestionavelmente, a alteração não afetar a formulação das propostas. 5 - DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 5.1 Poderão participar da presente licitação pessoas jurídicas legalmente autorizadas a atuarem no ramo pertinente ao objeto desta licitação, que atendam a todas as exigências contidas neste EDITAL. 5.2 Não poderão participar da presente licitação as empresas que: Encontrarem-se em situação de falência, concordata, recuperação judicial ou extrajudicial, concurso de credores, dissolução, liquidação ou empresas estrangeiras que não funcionem no País. 6

7 5.2.2 Estiverem suspensas para licitar e contratar com a Administração Pública Forem declaradas inidôneas para licitar e contratar com a Administração Pública Federal, Estadual ou Municipal Possuam como diretores, responsáveis técnicos ou sócios, servidor, empregado ou ocupante de cargo comissionado do Governo do Estado de Minas Gerais ou que tenham tido vínculo há menos de 180 (cento e oitenta) dias anteriores à data da publicação deste Edital Não atendam ao estipulado na cláusula É vedado a qualquer pessoa, física ou jurídica, representar mais de um licitante na presente licitação. 5.4 Cada licitante apresentará uma só proposta de acordo com as exigências deste EDITAL. 5.5 O licitante arcará integralmente com todos os custos de preparação e apresentação de sua proposta, independente do resultado do procedimento licitatório. 5.6 A participação no certame implica aceitar todas as condições estabelecidas neste EDITAL. 5.7 É admitida a participação de empresas reunidas em consórcio O consórcio deverá comprovar a sua existência por meio de compromisso público ou particular de constituição de consórcio, devidamente registrado em cartório de registro de títulos e documentos, subscrito pelas consorciadas, no qual deverão constar, obrigatoriamente, cláusulas que estabeleçam: Designação do CONSÓRCIO e sua composição; Empreendimento que constitui o objeto do CONSÓRCIO; A indicação da empresa LÍDER RESPONSÁVEL PELO CONSÓRCIO, que deverá ter amplos poderes para representar o consórcio perante o CONTRATANTE, para fins de consultas e apresentação de soluções de contrato a ser firmado, dar quitação, responder administrativa e judicialmente, inclusive receber notificação, intimação e citação; 7

8 A obrigação das empresas consorciadas de contratar com o CONTRATANTE, nas condições estabelecidas neste EDITAL e seus ANEXOS; Prazo de duração do CONSÓRCIO, que deve coincidir, no mínimo, com o prazo contratual, acrescido de 03 (três) meses; bem como o endereço do CONSÓRCIO e o foro competente para dirimir eventuais demandas entre as partes; Definição das obrigações e responsabilidade de cada consorciada e das prestações específicas (participação), em relação ao objeto da presente Licitação; indicando as normas sobre recebimento de receitas e partilhas de resultado, os percentuais de pagamentos, por serviço realizado, destinados à cada uma das sociedades consorciadas; A responsabilidade solidária das consorciadas pelos atos praticados em consórcio, na fase de licitação e da execução do contrato a ser firmado, inclusive pelas obrigações de ordem fiscal, trabalhista, previdenciária e administrativa; A obrigação das integrantes do consórcio de promover, antes da assinatura do contrato a ser firmado, a efetivação da constituição e respectivo registro do consórcio no competente órgão oficial, nos termos do compromisso assumido, cuja comprovação se fará no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da notificação para a assinatura do contrato; As empresas consorciadas não poderão participar de mais de um consórcio ou de forma isolada As empresas consorciadas serão solidariamente responsáveis pelas obrigações do consórcio nas fases da licitação e durante a vigência do contrato No consórcio de empresas brasileiras e estrangeiras, a liderança caberá, obrigatoriamente, à empresa brasileira Antes da celebração do contrato, deverá ser promovida a constituição e o registro do consórcio, nos termos do compromisso de constituição de consórcio. 8

9 5.7.6 Durante a vigência do contrato a ser firmado, o CONSÓRCIO não poderá ter sua composição e/ou constituição alterada ou modificada sem a prévia e expressa comunicação e anuência da CONTRATANTE. 5.8 É admitida a participação de empresas estrangeiras As empresas estrangeiras deverão ter, na data da licitação, representação legal no Brasil com poderes expressos para receber citação e responder administrativa ou judicialmente Tratando-se de representante de empresa estrangeira, deverá ser apresentada uma procuração, devidamente traduzida por tradutor juramentado, com indicação expressa de poderes, para, em nome da representada, receber citação e responder administrativa e/ou judicialmente, bem como formular lances, negociar preços, interpor recursos e desistir de sua interposição e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame Os atestados, declarações e certificados internacionais deverão ser traduzidos por tradutor juramentado. 6 - DO CADASTRO 6.1 Para acesso ao sistema eletrônico, o fornecedor deverá cadastrar-se, nos termos do Decreto /2012, por meio do site na opção Cadastro de Fornecedores, no prazo mínimo de 03 (três) dias úteis antes da data da sessão do pregão Cada fornecedor deverá credenciar, no mínimo, um representante para atuar em seu nome no sistema, sendo que o representante receberá uma senha eletrônica de acesso. 6.2 O fornecimento da senha é de caráter pessoal e intransferível, sendo de inteira responsabilidade do fornecedor e de cada representante qualquer transação efetuada, não podendo ser atribuídos ao provedor ou ao gestor do sistema eventuais danos decorrentes do uso indevido da senha, ainda que utilizada indevidamente por terceiros. 9

10 6.2.1 O fornecedor se responsabiliza por todas as transações realizadas em seu nome, assumindo como firmes e verdadeiras as propostas e os lances efetuados por seu representante, sendo que o credenciamento do representante do fornecedor implicará responsabilidade pelos atos praticados e a presunção de capacidade técnica para a realização das transações, sob pena da aplicação de penalidades. 6.3 Informações complementares a respeito do credenciamento serão obtidas no site ou pela Central de Atendimento aos Fornecedores LigMinas telefone 155 (para Capital ou cidades do interior de Minas Gerais) ou (31) (para outras localidades e celular). 6.4 O fornecedor que desejar obter os benefícios previstos no Capítulo V da Lei Complementar Federal nº. 123/06, disciplinados no Decreto Estadual nº /07 e pela Resolução SEPLAG nº. 6419/2007, deverá comprovar a condição de Microempresa ou de Empresa de Pequeno Porte, no momento do seu credenciamento no Cadastro Geral de Fornecedores - CAGEF, conforme item 5.1, com a apresentação de: Se inscrito no Registro Público de Empresas Mercantis, a declaração de enquadramento arquivada ou a certidão simplificada expedida pela Junta Comercial, ou equivalente, da sede da Microempresa ou da Empresa de Pequeno Porte; Se inscrito no Registro Civil de Pessoas Jurídicas, a declaração de enquadramento arquivada ou a Certidão de Breve Relato do Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, ou equivalente, da sede da Microempresa ou da Empresa de Pequeno Porte; Na hipótese de o Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas não emitir o documento mencionado no item deste artigo, nos termos da Lei Complementar Federal n 123/06, deverá ser apresentada, perante o CAGEF, declaração de porte feita pelo representante da empresa, sob as penas da lei, mediante a comprovação dessa circunstância. 10

11 7 - DAS PROPOSTAS COMERCIAIS 7.1 O licitante deverá encaminhar a proposta por meio do site até a data e horário marcados para abertura da sessão, após o preenchimento do formulário eletrônico, com manifestação em campo próprio do Portal de Compras - MG de que tem pleno conhecimento e que atende às exigências de habilitação e demais condições da proposta comercial previstas no Edital e seus anexos Caso a Microempresa ou a Empresa de Pequeno Porte apresente restrições na documentação relativa à comprovação de regularidade fiscal deverá declarar, no campo próprio do Portal de Compras - MG, que atende às demais exigências da habilitação. 7.2 Todas as condições estabelecidas serão tacitamente aceitas pelo proponente no ato do envio de sua proposta comercial. 7.3 O prazo de validade da proposta será de 60 (sessenta) dias contados da data de abertura da sessão pública estabelecida no preâmbulo deste EDITAL Até a abertura da sessão, o licitante poderá retirar ou substituir a proposta anteriormente encaminhada. 7.4 As propostas deverão apresentar preço unitário e global, sendo vedada imposição de condições ou opções, somente admitidas propostas que ofertem apenas um preço O preço global proposto deverá atender à totalidade da quantidade exigida, não sendo aceitas aquelas que contemplem apenas parte do objeto. 7.5 Nos preços propostos deverão estar incluídos todos os tributos, encargos sociais, financeiros e trabalhistas, taxas, frete até o destino e quaisquer outros ônus que porventura possam recair sobre o fornecimento do objeto da presente licitação, os quais ficarão a cargo única e exclusivamente da contratada. 7.6 Todos os preços ofertados deverão ser apresentados em moeda corrente nacional, em algarismos com duas casas decimais após a vírgula. 11

12 7.7 Os fornecedores estabelecidos no Estado de Minas Gerais ficam isentos do ICMS, conforme dispõem o art. 6º e o item 136, da Parte I, do Anexo I, do Decreto nº , de 13 de dezembro de 2002, e suas alterações posteriores Os fornecedores mineiros deverão informar nas propostas enviadas, pelo sistema eletrônico, os preços sem a dedução relativa à isenção do ICMS A classificação das propostas, a etapa de lances e o julgamento serão realizados a partir dos preços sem a dedução do ICMS, inclusive para os fornecedores mineiros. 7.8 O licitante declarado vencedor deverá enviar, juntamente com os documentos de habilitação, a proposta comercial adequada aos valores finais ofertados durante a sessão do pregão O licitante mineiro, declarado vencedor, deverá informar na proposta comercial os preços com o ICMS e os preços resultantes de sua dedução O disposto no subitem anterior não se aplica as empresas mineiras enquadradas como Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte optantes pelo regime do Simples Nacional, que deverão apresentar em suas propostas apenas os preços com ICMS As Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte mineiras de que trata o subitem anterior, deverão anexar em suas propostas comerciais a ficha de inscrição estadual na qual conste a opção pelo Simples Nacional, podendo o pregoeiro, na sua falta, consultar a opção por este regime através do site: 8 - DA HABILITAÇÃO Para fins de contratação, será exigida do licitante a comprovação das condições de habilitação consignadas neste Edital. 8.1 REGULARIDADE JURÍDICA: Documento de identificação, com foto, do responsável pelas assinaturas das propostas comerciais, das declarações constantes no Anexo V Modelos de declarações e demais documentos exigidos neste EDITAL e CONTRATO. 12

13 Se for o caso, apresentar procuração conferindo poderes ao(s) responsável(s) pela empresa para praticar atos junto à Administração Pública Registro empresarial na Junta Comercial, no caso de empresário individual Ato constitutivo, estatuto ou contrato social e suas alterações posteriores ou instrumento consolidado, devidamente registrado na Junta Comercial, em se tratando de sociedades empresárias ou cooperativas e, no caso de sociedade de ações, acompanhado de documentos de eleição ou designação de seus administradores Ato constitutivo devidamente registrado no Registro Civil de Pessoas Jurídicas tratando-se de sociedade não empresária, acompanhado de prova da diretoria em exercício Decreto de autorização, em se tratando de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no País, e ato de registro ou autorização para funcionamento expedido pelo Órgão competente, quando a atividade assim o exigir. 8.2 REGULARIDADE FISCAL E TRABALHISTA: Prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda CNPJ Prova de inscrição no Cadastro de Contribuintes do Estado, relativo à sede do licitante, pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o objeto do certame Prova de regularidade perante as Fazendas Estadual e Municipal da sede do licitante e à Fazenda Estadual de Minas Gerais; Se o fornecedor não estiver inscrito no cadastro de contribuintes do Estado de Minas Gerais deverá comprovar a inexistência de débitos relativos a tributos estaduais em Minas Gerais por meio de Certidão de Débito Tributário CDT, que poderá ser solicitada pelo site 13

14 8.2.4 Certificado de Regularidade perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS Certificado de Situação Regular perante o Sistema de Seguridade Social INSS Prova de inexistência de débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação de certidão negativa, nos termos do Título VII-A da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei nº , de 1º de maio de A comprovação da regularidade fiscal deverá ser efetuada mediante a apresentação das competentes certidões negativas de débitos, ou positivas com efeitos de negativas. 8.3 QUALIFICAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA: Certidão negativa de falência, concordata, recuperação judicial e extrajudicial expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica, ou de execução patrimonial, expedida pelo distribuidor do domicílio da pessoa física, emitida nos últimos 06 (seis) meses Balanço Patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício, já exigíveis e apresentados na forma da lei, que comprovem a boa situação financeira da empresa ou balanço de abertura, no caso de empresa recém-constituída, vedada sua substituição por balancetes ou balanços provisórios, mas admitida a sua atualização por índices oficiais. No caso de Microempresas ou Empresas de Pequeno Porte, o balanço patrimonial poderá ser substituído pela última declaração de imposto de renda da pessoa jurídica A composição da boa situação financeira da empresa será verificada por meio do cálculo do índice contábil da empresa a ser entregue, considerando-se habilitadas as licitantes que apresentarem os Índices de Liquidez Geral (LG), Solvência Geral (SG) e Liquidez Corrente (LC), maiores ou iguais a 01 (um), extraídos das seguintes fórmulas: (ATIVO CIRCULANTE+REALIZÁVEL A LONGO PRAZO) LG=

15 (PASSIVO CIRCULANTE + EXIGÍVEL A LONGO PRAZO) (ATIVO TOTAL) SG= (PASSIVO CIRCULANTE + EXIGÍVEL A LONGO PRAZO) (ATIVO CIRCULANTE) LC= (PASSIVO CIRCULANTE) No caso de o Licitante apresentar resultado inferior a 1 (um), em qualquer um dos índices apresentados no item 8.3.3, o mesmo deverá apresentar comprovação de Capital Social integralizado ou o valor do patrimônio líquido mínimo de 5% sobre o valor do lance vencedor. 8.4 QUALIFICAÇÃO TÉCNICA: Comprovação de aptidão e qualidade do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) ofertado para desempenho de atividade pertinente e compatível com as características e quantidades do objeto da licitação através da apresentação de 01 (um) atestado de desempenho atual ou anterior, fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, nacional ou internacional, comprobatório da operação e do processamento em folha de pagamentos de, no mínimo, (vinte e cinco mil) empregados e/ou servidores ativos e inativos Comprovação de aptidão para desempenho de atividade pertinente e compatível com as características e quantidades do objeto da licitação através da apresentação de 01 (um) atestado de desempenho atual ou anterior, fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, nacional ou internacional, comprobatório da capacidade técnica para desempenho dos SERVIÇOS de implantação do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) ofertado (mesmo fabricante e nome comercial de mercado que o software ofertado, admitindo-se outras versões): 15

16 Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, migração de dados legados, testes, treinamento e suporte pós-implantação para organizações cujo escopo de operação do software tenha compreendido o processamento em folha de pagamentos de, no mínimo, (vinte e cinco mil) empregados e/ou servidores ativos e inativos Comprovação de experiência para desempenho dos SERVIÇOS de implantação das SOLUÇÕES DE APOIO ofertadas (mesmo fabricante e nome comercial de mercado que o software ofertado, admitindo-se outras versões) ou congêneres (software distinto mas que atenda igualmente ao escopo dos requisitos destacados no item 5.1 do Anexo I Termo de Referência), por meio da apresentação de atestado, em nome do Licitante, emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, nacional ou estrangeiro, comprovando a execução de serviços de características semelhantes, em complexidade tecnológica e operacional, compreendendo no mínimo: Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS (SMEPN) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE INTEGRAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS (SIDS) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE EXTRAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO, CARGA E QUALIDADE DE DADOS (SEDQ) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE INTELIGÊNCIA DE DADOS (SAID). 16

17 Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CHAMADOS (SGCH) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS (SGBD) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CONTEÚDO CORPORATIVO (SGCC) Análise, desenho, especificação, instalação, configuração, adequação do software à realidade da organização, testes, treinamento e suporte pósimplantação para a SOLUÇÃO DE APOIO DE PRODUÇÃO DE TREINAMENTOS (SAPT) Para fins de comprovação técnica, serão aceitos apenas os atestados de projetos finalizados ou em andamento, realizados com qualidade, com duração mínima de 03 (três) meses completos O(s) atestado(s) solicitado(s), deverá(ão) obrigatoriamente conter: Razão social e dados de identificação da instituição emitente (CNPJ, endereço, telefone, fax); Data de início (Dia, mês e ano); da prestação dos serviços Data de término (Dia, mês e ano) da prestação dos serviços para contratos já encerrados ou, quando se tratar de contratos em andamento, data prevista para término. Projetos em andamento só serão considerados se os mesmos já possuirem o tempo mínimo de execução; 17

18 Descrição do escopo dos serviços prestados pelo Licitante, de forma a comprovar as experiências específicas nos domínios indicados nos subitens 8.4.1, e 8.4.3; Esta descrição deverá conter dados que permitam o amplo entendimento dos trabalhos realizados, bem como aferir o grau de sua compatibilidade, semelhança ou afinidade com o objeto licitado e com os domínios de qualificação técnica aqui apresentados; Nome, cargo/função, telefone e de pessoa de contato por parte da sociedade atestante, isto é, do cliente tomador dos serviços; Data de emissão do atestado; Assinatura da pessoa de contato por parte da sociedade atestante Não será permitido o somatório de Atestados para a comprovação das experiências específicas nos domínios indicados nos subitens 8.4.1, e Não será permitida a apresentação de atestados emitidos em nome de empresas do mesmo grupo econômico da Licitante; Entende-se que fazem parte de um mesmo grupo econômico as empresas que não sejam matriz ou filial do Licitante e que tenham diretores, acionistas (com mais de 5% de participação) ou representantes legais comuns e as que dependam econômica ou financeiramente de outra empresa ou a subsidiem e empresas sujeitas a uma mesma estrutura global, incluindo compartilhamento global de conhecimento, governança e política corporativas Não será permitida a apresentação de atestados emitidos pelo próprio Licitante; 8.5 DECLARAÇÕES: Para a qualificação técnica, além do previsto no item 8.4, o licitante ainda deverá apresentar declaração, emitida pelo próprio licitante, de que: 18

19 Disponibilizará, caso venha a ser contratado, equipe qualificada para a condução dos serviços, a qual deverá atender aos requerimentos apresentados no item 10 do Anexo I Termo de Referência A SOLUÇÃO ofertada atende a, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) da totalidade dos requisitos técnicos (conforme item do Anexo I) e funcionais (conforme item do Anexo I) do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos, de, e 100% (cem por cento) dos desses requisitos atendidos de, ou customizada com recursos nativos ou customizado para a ferramenta, conforme modelo constante no Anexo V Modelos de declarações Declaração de que o licitante não é declarado inidôneo para licitar e contratar com o Poder Público ou suspenso do direito de licitar ou contratar com a Administração Pública. Conforme modelo contido no Anexo V Modelos de declarações deste Edital Declaração de que o licitante não possui, em seu quadro, trabalhadores menores de 18 anos realizando trabalho noturno, perigoso ou insalubre, e que em nenhuma hipótese emprega trabalhadores menores de 16 anos, salvo na condição de aprendiz, na forma da lei. Conforme modelo contido no Anexo V Modelos de declarações deste Edital. 8.6 DISPOSIÇÕES GERAIS DA HABILITAÇÃO: O licitante que possuir o Certificado de Registro Cadastral (CRC) emitido pela Unidade Cadastradora da Secretária de Estado de Planejamento e Gestão SEPLAG poderá apresentá-lo como substituto de documento dele constante, exigido para este certame, desde que este esteja com a validade em vigor no CRC. Caso o documento constante no CRC esteja com a validade expirada, tal não poderá ser utilizado, devendo ser apresentado documento novo com a validade em vigor Serão analisados no CRC somente os documentos exigidos para este certame, sendo desconsiderados todos os outros documentos do CRC, mesmo que estejam com a validade expirada. 19

20 8.6.2 Os documentos exigidos para habilitação poderão ser apresentados em original ou por qualquer processo de cópia autenticada por cartório competente ou em cópia simples acompanhada do respectivo original para ser autenticada pelo pregoeiro ou por membro de sua equipe de apoio, no momento da análise dos documentos de habilitação Para fins de habilitação, a verificação pelo órgão promotor do certame nos sítios oficiais de órgãos e entidades emissores de certidões constitui meio legal de prova A Administração não se responsabilizará pela eventual indisponibilidade dos meios eletrônicos, no momento da verificação. Ocorrendo essa indisponibilidade e não sendo apresentados os documentos necessários para verificação, o licitante será inabilitado O não atendimento de qualquer das condições aqui previstas provocará a inabilitação do licitante vencedor Quando a participação se der por meio de consórcio, cada empresa consorciada deverá apresentar a documentação de habilitação exigida no ato convocatório Para fins de regularidade jurídica, é também necessária a apresentação do compromisso de constituição do consórcio, nos termos do item Os documentos comprobatórios da regularidade fiscal deverão ser apresentados por cada uma das empresas consorciadas Os índices financeiros exigidos no item deste Edital (Liquidez Geral, Solvência Geral e Liquidez Corrente) deverão ser atendidos individualmente por cada licitante integrante do consórcio É admitido o somatório do patrimônio líquido das empresas consorciadas, na proporção de suas respectivas participações no consórcio As exigências constantes dos subitens e poderão ser comprovadas por qualquer das consorciadas, não sendo admitido o 20

21 somatório de atestados das empresas consorciadas para atendimento dos quantitativos indicados nos itens A desqualificação de qualquer pessoa jurídica integrante de consórcio acarretará a automática inabilitação do consórcio Em se tratando de licitante empresa estrangeira, as exigências de habilitação serão atendidas mediante documentos equivalentes no seu país de origem, autenticados pelos respectivos consulados e traduzidos por tradutor juramentado Quaisquer valores apresentados em moeda estrangeira para atendimento do disposto neste Edital, em especial, aqueles contidos no balanço patrimonial e demais demonstrações contábeis, serão convertidos para o real (R$) à taxa de câmbio comercial para venda, divulgada pelo Banco Central do Brasil, à data de realização da sessão. O Licitante deverá explicitar, em impresso próprio, a(s) taxa(s) de câmbio, correspondente(s) data(s) e outras informações pertinentes e necessárias às conversões. 9 - DA SESSÃO DO PREGÃO E DO JULGAMENTO 9.1 No horário indicado no Preâmbulo deste Edital o Pregoeiro iniciará a sessão pública do pregão eletrônico com a análise das propostas comerciais As propostas comerciais serão analisadas verificando o atendimento a todas as especificações e condições estabelecidas neste Edital e seus Anexos, sendo imediatamente desclassificadas aquelas que estiverem em desacordo. 9.2 DOS LANCES: O pregoeiro divulgará através do Portal de Compras - MG, o resultado da análise de propostas e convidará os licitantes a apresentarem lances por meio do sistema eletrônico, observado o horário estabelecido e as regras de aceitação dos mesmos Durante o transcurso da sessão pública, serão divulgados, em tempo real, o valor e horário do menor lance apresentado pelos licitantes bem como todas as mensagens trocadas no chat do sistema, sendo vedada a identificação do fornecedor. 21

22 9.2.3 Durante toda a sessão de lances, o sistema permitirá que o licitante cubra o seu próprio lance e não obrigatoriamente o de menor valor da sessão. Neste caso, será considerado como lance vencedor apenas o de menor valor Serão aceitos dois ou mais lances de mesmo valor, desde que sejam de fornecedores diferentes. Neste caso, a ordem de classificação seguirá a ordem cronológica de recebimento dos lances Caso o proponente não realize lances, será considerado o valor da proposta comercial apresentada, para efeito da classificação final No caso de desconexão com o pregoeiro, no decorrer da etapa competitiva do pregão, o sistema eletrônico permanecerá acessível aos licitantes para a recepção dos lances. O pregoeiro, quando possível, dará continuidade à sua atuação no certame, sem prejuízo dos atos realizados Quando a desconexão persistir por tempo superior a 10 (dez) minutos, a sessão do pregão será suspensa. A sessão terá reinício somente após comunicação expressa aos participantes O pregoeiro divulgará o início do tempo randômico, cuja duração será de 05 (cinco) até 30 (trinta) minutos, aleatoriamente determinado pelo sistema eletrônico, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances Cabe ao licitante acompanhar as operações no sistema eletrônico durante a sessão pública do pregão, ficando responsável pelo ônus decorrente da perda de negócios diante da inobservância de qualquer mensagem emitida pelo sistema ou de sua desconexão. 9.3 DO JULGAMENTO O critério de julgamento será o de MENOR PREÇO GLOBAL OFERTADO, obtido de acordo com o Anexo II Modelo de proposta comercial Encerrada a etapa de lances, o Pregoeiro examinará a aceitabilidade da melhor oferta, quanto ao objeto e valor, decidindo motivadamente a respeito. 22

23 Caso não sejam realizados lances, será verificada a conformidade entre a proposta de menor preço e o valor estimado da contratação Caso haja apenas uma proposta, esta será aceita desde que atenda a todos os termos do Edital e que seu preço seja compatível com o valor estimado da contratação Aceita a oferta de menor preço, o sistema identificará o licitante detentor da melhor oferta, que deverá comprovar de imediato sua habilitação mediante encaminhamento de cópia da documentação discriminada no item de habilitação e da proposta comercial atualizada com os valores obtidos no pregão, através de fax ou informados pelo pregoeiro Considera-se inaceitável, para todos os fins aqui dispostos, a proposta que não atender às exigências fixadas neste Edital ou apresentar preços manifestamente inexequíveis Caso o pregoeiro entenda que o preço é inexequível, deverá estabelecer prazo para que o licitante demonstre a exequibilidade de seu preço Para demonstração da exequibilidade do preço ofertado, serão admitidos: a) Planilha de custos elaborada pelo licitante; b) Documento que comprove contratação em andamento com preços semelhantes; Verificada a inexequibilidade do preço, o pregoeiro poderá convocar os licitantes detentores das ofertas imediatamente superiores, na ordem de classificação, para apresentação da documentação e proposta comercial Se a melhor proposta ou lance não for aceitável ou se o licitante não atender às exigências habilitatórias, serão convocados os demais licitantes, na ordem de classificação, para exame de seus documentos de habilitação, até a apuração de uma proposta que atenda ao Edital Após a apuração da melhor proposta válida, observada a classificação das propostas até o momento, será assegurado às Microempresas ou Empresas de 23

24 Pequeno Porte o direito de preferência à contratação, observadas as seguintes regras: O pregoeiro convocará a Microempresa ou a Empresa de Pequeno Porte detentora da melhor proposta dentre aquelas que estejam na situação de empate, ou seja, cujos valores sejam iguais ou superiores até 5% (cinco por cento) em relação ao valor apresentado pelo proponente vencedor, para que apresente novo lance, inferior, ao melhor lance, no prazo de 5 (cinco) minutos, sob pena de preclusão do direito de preferência Realizado novo lance, nos termos do subitem anterior, o pregoeiro examinará a aceitabilidade deste, quanto ao objeto e valor, decidindo motivadamente a respeito Sendo aceitável a nova oferta de preço, a confirmação das condições habilitatórias da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte obedecerá ao procedimento previsto no item a) Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 2 (dois) dias úteis, prorrogável por igual período, para a devida e necessária regularização. b) A não regularização da documentação, no prazo deste item, implicará a decadência do direito à contratação. c) Se houver a necessidade de abertura do prazo para a Microempresa ou a Empresa de Pequeno Porte regularizar sua documentação fiscal, o pregoeiro deverá suspender a sessão de pregão para o lote específico e registrar no chat que todos os presentes ficam, desde logo, intimados a comparecer no dia e horário informados no site para a retomada da sessão de pregão do lote em referência Se a Microempresa ou a Empresa de Pequeno Porte não apresentar proposta de preços ou não atender às exigências de habilitação, o pregoeiro convocará as pequenas empresas remanescentes que estiverem 24

25 na situação de empate prevista no subitem , na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito Constatado o atendimento das exigências fixadas no Edital, a Microempresa ou a Empresa de Pequeno Porte será declarada vencedora, sendo-lhe adjudicado o objeto do certame Caso não haja Microempresa ou Empresa de Pequeno Porte dentro da situação de empate ou não ocorra a apresentação de novo lance ou não sejam atendidas às exigências documentais de habilitação, será declarado vencedor o licitante originalmente detentor da melhor oferta O disposto neste item somente se aplicará quando a melhor oferta válida não tiver sido apresentada por Microempresa ou por Empresa de Pequeno Porte Após a aplicação do critério de desempate, se houver, o pregoeiro poderá negociar com o autor da melhor oferta com vistas à redução do preço; Constatado o atendimento pleno às exigências editalícias, o pregoeiro declarará o licitante vencedor provisório do certame, que deverá encaminhar a documentação de habilitação original, ou cópia autenticada, e a proposta comercial no prazo máximo de 02 (dois) dias, para o seguinte endereço: Setor de Protocolo da Cidade Administrativa Tancredo Neves, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Bairro Serra Verde Prédio: Gerais 1º Andar, estação Tendo em vista o critério de julgamento do Pregão é pelo valor global e em face da execução do contrato ser empreitada por preço unitário, o Licitante deverá apresentar, em conjunto com sua Proposta Comercial, Planilha escrita referente ao mesmo valor objeto da adjudicação com o preenchimento do Anexo II-B Planilha de Quantitativos e Preços Unitários para cada um dos preços unitários Verificada a regularidade da documentação o pregoeiro convocará o vencedor provisório a realizar a PROVA DE CONCEITO, conforme diretrizes apresentadas no item 10 -DA PROVA DE CONCEITO. 25

26 Será declarado vencedor o Licitante que apresentar o menor preço global exequível, que cumprir todos os requisitos de habilitação e tiver a solução ofertada aprovada na PROVA DE CONCEITO Verificado o pleno atendimento ao Edital e seus Anexos, o pregoeiro adjudicará o objeto do certame ao licitante vencedor Caso o licitante declarado vencedor seja empresa mineira, serão utilizados os valores com dedução do ICMS para a adjudicação e homologação do certame, exceto quando optante pelo simples nacional O sistema gerará ata circunstanciada da sessão, na qual estarão registrados todos os atos do procedimento e as ocorrências relevantes, disponível para consulta no site DA PROVA DE CONCEITO 10.1 Declarado provisoriamente o vencedor do Certame, o Pregoeiro irá suspender a sessão pública para realização de PROVA DE CONCEITO (POC). A prova visa averiguar de forma prática em laboratório, que a SOLUÇÃO ofertada atende aos requisitos funcionais e técnicos especificados no item Requisitos Técnicos e Funcionais da SOLUÇÃO do ANEXO I A POC ocorrerá exclusivamente para o SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS (SIGRH). Ou seja, as soluções de apoio não serão contemplados na prova de conceito, haja vista que as SOLUÇÕES DE APOIO são acessórias ao SIGRH Durante a recepção técnica da SOLUÇÃO, as SOLUÇÕES DE APOIO serão atestadas pela CONTRATANTE quanto à sua aderência aos requisitos listados no item 5.1 do ANEXO I A prova ocorrerá nas dependências da CONTRATANTE, em Belo Horizonte, em endereço a ser divulgado quando do ato de convocação da POC As datas e local de realização da POC e da retomada da sessão serão informadas na própria sessão pública e publicadas no sítio da licitação e no Diário Oficial do Estado. 26

27 10.4 A prova será convocada com antecedência mínima de 02 (dois) dias úteis da data agendada para a sua realização A Prova terá duração máxima de até 15 (quinze) dias úteis (conforme cronograma divulgado juntamente com a lista de requisitos) para a demonstração de até 100 (cem) requisitos funcionais e tecnológicos, os quais serão selecionados aleatoriamente e divulgados no ato de convocação da POC Os requisitos funcionais e tecnológicos passíveis de demonstração são aqueles classificados como OBRIGATÓRIO DE FORMA NATIVO PARAMETRIZADO, conforme item 5.1 do Anexo I Termo de Referência Qualquer interessado poderá acompanhar a realização da PROVA DE CONCEITO, sendo que durante a prova somente poderão se manifestar a equipe da Contratante e a licitante respondente a Prova, os demais interessados poderão se manifestar por escrito durante a fase de recursos A prova será executada e julgada pelos membros da Equipe de Apoio da Licitação, com base em scripts de teste desenvolvidos para conduzir e subsidiar as decisões acerca da Prova de Conceito, e deverá contar com o apoio de até 3 (três) técnicos nomeados pelo Licitante, os quais deverão ter vínculo empregatício com o mesmo Será concedida uma única oportunidade de aplicação da PROVA DE CONCEITO por Licitante Poderá o Licitante, durante a sessão, a partir da solicitação da Equipe de Apoio da Licitação, preparar a nova demonstração, sendo vedado qualquer tipo de customização do SIGRH A data e local da divulgação do atendimento dos requisitos será informada por e publicada no sítio da licitação e no Diário Oficial do Estado Se, durante a PROVA DE CONCEITO, e limitado a 10% (dez por cento) do total de requisitos selecionados para a PROVA DE CONCEITO, a Equipe de Apoio da Licitação julgar que a demonstração de atendimento de determinado requisito foi insatisfatória, poderá, caso manifeste interesse, o Licitante refazer a demonstração destes requisitos de forma a sanar as dúvidas apontadas pela Equipe de Apoio da Licitação. 27

28 Essa demonstração, complementar, limitada a 10% (dez por cento) do total de requisitos selecionados para a PROVA DE CONCEITO deverá ser realizada no mesmo dia (das 9h as 17h) e local da divulgação acerca do atendimento aos requisitos selecionados É vedado qualquer tipo de customização do SIGRH para fins de demonstração complementar Toda a infraestrutura de hardware e software necessária para demonstração do atendimento aos requisitos é de responsabilidade do Licitante, assim como as massas de dados necessárias para a demonstração Todos os componentes de hardware e software disponibilizados para a realização da POC deverão ser disponibilizados exclusivamente no ambiente local, sendo vedados quaisquer tipos de conexão e/ou acesso remoto aos equipamentos dedicados à POC Uma vez iniciada a POC é vedado ao Licitante a instalação ou atualização de qualquer componente de hardware e software dedicados à POC A Solução instalada para realização da Prova de Conceito deverá ficar disponível até o encerramento da fase de julgamento Cabe à CONTRATANTE apenas a disponibilização do local para realização da prova prática de conceito O SIGRH será considerado reprovado nas seguintes condições: Não comparecimento para execução da prova na data e hora marcada; Não atendimento (total ou parcial) de algum item constante dos requisitos funcionais e técnicos selecionados para avaliação do SIGRH, durante a Prova de Conceito Caberá à CONTRATANTE pronunciar-se sobre a conformidade do SIGRH com os requisitos exigidos, da referida Prova e será divulgado em ato público. 28

29 Será desclassificada a proposta do licitante que tiver amostra rejeitada ou não entregá-la no prazo estabelecido Em caso de desclassificação da proposta vencedora serão solicitadas as amostras do segundo colocado e assim sucessivamente obedecida à ordem de classificação das licitantes DOS RECURSOS 11.1 Declarado o vencedor, os licitantes poderão em até 10 (dez) minutos manifestar motivadamente, por meio eletrônico em campo próprio, a intenção de recorrer O pregoeiro negará admissibilidade ao recurso quando interposto sem motivação ou fora do prazo estabelecido A falta de manifestação imediata e motivada da intenção de recorrer dos licitantes importará decadência do direito de recurso Admitido o recurso será concedido o prazo de 3 (três) dias úteis para apresentação de suas razões Os demais licitantes ficarão automaticamente intimados a apresentar contrarrazões no prazo de 3 (três) dias úteis, contados do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista dos autos A apresentação das razões de recurso e das contrarrazões, assim como documentos complementares, será efetuada obrigatoriamente mediante protocolo junto ao Setor de Protocolo da Cidade Administrativa Tancredo Neves, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Bairro Serra Verde Prédio: Gerais 1º Andar, estação 1087, no horário de 08h00min (oito horas) às 17h00min (dezessete horas), observados os prazos previstos no item As razões de recurso e as contrarrazões também deverão ser anexadas eletronicamente em local indicado no Portal de Compras - MG Os recursos e contrarrazões de recurso devem ser endereçados ao pregoeiro, que poderá: Motivadamente, reconsiderar a decisão; 29

30 Motivadamente, manter a decisão, encaminhando o recurso para a autoridade competente, conforme art. 8º do Decreto nº / Não serão conhecidos os recursos quando não forem apresentadas as razões ou estas forem apresentadas fora dos prazos estabelecidos Os recursos terão efeito suspensivo e seu acolhimento importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento, exceto quando manifestamente protelatórios ou quando o pregoeiro reconsiderar sua decisão Os recursos deverão ser decididos no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados do encerramento do prazo para apresentação de contrarrazões As decisões de eventuais recursos serão divulgadas mediante publicação no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais DA ADJUDICAÇÃO E DA HOMOLOGAÇÃO 12.1 O Pregoeiro adjudicará o objeto da licitação ao licitante vencedor, quando inexistir recurso ou quando reconsiderar sua decisão, com a posterior homologação do resultado pela autoridade competente Decididos os recursos porventura interpostos e, constatada a regularidade dos atos procedimentais pela autoridade competente, esta adjudicará o objeto ao licitante vencedor e homologará o procedimento licitatório DA CONTRATAÇÃO 13.1 Encerrado o procedimento licitatório, o representante legal do licitante declarado vencedor será convocado para firmar o termo de contrato, conforme minuta do Anexo VI Minuta do Contrato O adjudicatário deverá comprovar a manutenção das condições de habilitação para assinar o termo de contrato ou instrumento equivalente Caso o adjudicatário não apresente situação regular no ato da assinatura do termo de contrato ou instrumento equivalente, ou recuse-se a assiná-lo, serão convocados os licitantes remanescentes, observada a ordem de classificação. 30

31 13.2 Na hipótese de convocação dos licitantes remanescentes no pregão, o licitante deverá manter sua última proposta registrada, podendo negociar este preço, não havendo necessidade de cobrir o preço da proposta mais vantajosa, conforme disposto no art. 18, 2º, do Decreto nº / O representante legal do licitante que tiver apresentado a proposta vencedora deverá assinar o termo de contrato ou instrumento equivalente, dentro do prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis a contar do recebimento da comunicação, através de fax, carta postal ou Qualquer solicitação de prorrogação de prazo para assinatura do termo de contrato ou instrumento equivalente, decorrentes desta licitação, somente será analisada se apresentada antes do decurso do prazo para tal e devidamente fundamentada DA GARANTIA CONTRATUAL 14.1 Após a assinatura do contrato, e para que o mesmo tenha eficácia, o licitante vencedor deverá prestar garantia correspondente a 10% (dez por cento) sobre o valor da contratação, em conformidade com o disposto nos 2º e 3º do art. 56 da Lei Federal nº / A garantia prestada será liberada após a execução do contrato, conforme dispõe o 4º do art. 56 da Lei Federal nº 8.666/ A não prestação de garantia equivale à recusa injustificada para a contratação, caracterizando descumprimento total da obrigação assumida, ficando a adjudicatária sujeita às penalidades legalmente estabelecidas A garantia prestada pela contratada responderá por todas as suas obrigações decorrentes da Contratação, inclusive as multas que a ela venham a ser aplicadas DA SUBCONTRATAÇÃO 15.1 O Licitante, sem prejuízo das responsabilidades contratuais e legais, poderá subcontratar o fornecimento das licenças de uso de software das SOLUÇÕES DE APOIO e os respectivos serviços de implantação, suporte técnico e manutenção, incluindo o fornecimento de novas versões, conforme estabelecido no Anexo I Termo de Referência, conforme condições estabelecidas neste EDITAL e seus ANEXOS. 31

32 A subcontratação não poderá exceder a 30% (trinta por cento) do valor global do CONTRATO Não será permitida a subcontratação de empresa que esteja participando como LICITANTE isolada ou em um CONSÓRCIO; 15.2 A subcontratação, mesmo autorizada pela CONTRATANTE, não exime a futura CONTRATADA das obrigações decorrentes do CONTRATO, permanecendo a mesma como única responsável perante a CONTRATANTE A futura CONTRATADA responderá por todos os atos da SUBCONTRATADA DO PAGAMENTO 16.1 O pagamento será efetuado através do Sistema Integrado de Administração Financeira - SIAFI/MG, por meio de ordem bancária emitida por processamento eletrônico, a crédito do beneficiário em um dos bancos credenciados pelo Estado, nos prazos e condições estabelecidos no item 11 do Anexo I Como comprovante de despesa será aceito o Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (Danfe) ou as primeiras vias da Nota Fiscal, conforme o caso O pagamento da Nota Fiscal fica vinculado a prévia conferência pelo gestor As Notas Fiscais que apresentarem incorreções serão devolvidas à CONTRATADA e o prazo para o pagamento passará a correr a partir da data da reapresentação do documento, considerado válido pelo CONTRATANTE O pagamento fica condicionado à regularidade da CONTRATADA perante o CAGEF, garantindo a manutenção dos requisitos de habilitação previstos no Edital Na hipótese de irregularidade no CAGEF, a CONTRATADA deverá regularizar sua situação perante o cadastro. O prazo para pagamento será interrompido, reiniciando a contagem a partir da data de sua regularização Informações complementares e orientações operacionais a respeito do faturamento eletrônico serão fornecidas pela Central de Atendimento aos 32

33 Fornecedores LigMinas telefone 155 (para Capital ou cidades do interior de Minas Gerais) ou (31) (para outras localidades e celular) A despesa decorrente desta licitação correrá por conta da(s) dotação(s) orçamentária(s): DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 17.1 A recusa do adjudicatário em assinar o contrato, dentro do prazo estabelecido pelo CONTRATANTE, bem como o atraso e a inexecução parcial ou total do contrato caracterizam descumprimento das obrigações assumidas e permitem a aplicação das seguintes sanções pelo CONTRATANTE: advertência escrita - comunicação formal de desacordo quanto à conduta do fornecedor sobre o descumprimento de contratos e outras obrigações assumidas, e a determinação da adoção das necessárias medidas de correção; Multa, conforme os limites máximos estabelecidos pelo Decreto Estadual nº /2012; ,3% (três décimos por cento) por dia, até o trigésimo dia de atraso, sobre o valor do fornecimento não realizado; % (dez por cento) sobre o valor da nota de empenho ou do contrato, em caso de recusa do adjudicatário em efetuar o reforço de garantia; % (vinte por cento) sobre o valor do fornecimento não realizado, no caso de atraso superior a 30 (trinta) dias, ou entrega de objeto com vícios ou defeitos ocultos que o torne impróprio ao uso a que é destinado, ou diminuam-lhe o valor ou, ainda, fora das especificações contratadas; Suspensão temporária do direito de licitar e de contratar com a Administração Pública Estadual, por prazo não superior a dois anos, de acordo com o art. 87 da Lei nº 8.666/93 e no art. 38, inciso III, do Decreto Estadual nº / Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação do fornecedor perante a própria autoridade que aplicou a 33

34 penalidade, que será concedida sempre que o contratado ressarcir a Administração Pública pelos prejuízos resultantes de sua ação ou omissão, de acordo com o art. 87 da Lei nº 8.666/93 e o art. 38, inciso IV, do Decreto Estadual nº / São consideradas situações caracterizadoras de descumprimento total ou parcial das obrigações contratuais: Não atendimento às especificações técnicas relativas a bens, serviços ou obra prevista em contrato ou instrumento equivalente; Retardamento imotivado de fornecimento de bens, da execução de obra, de serviço ou de suas parcelas; Paralisação do serviço ou de fornecimento de bens, sem justa causa e prévia comunicação à Administração Pública Estadual; Entrega de mercadoria falsificada, furtada, deteriorada, danificada ou inadequada para o uso, como se verdadeira ou perfeita fosse; Alteração de substância, qualidade ou quantidade da mercadoria fornecida; Prestação de serviço de baixa qualidade A sanção de multa poderá ser aplicada cumulativamente às demais sanções previstas no item A multa será descontada da garantia do contrato e/ou de pagamentos eventualmente devidos pela CONTRATADA As sanções relacionadas nos itens e também poderão ser aplicadas àquele que: Deixar de apresentar documentação exigida para o certame; Apresentar declaração ou documentação falsa; Ensejar o retardamento da execução do objeto da licitação; Não mantiver a proposta; 34

35 Falhar ou fraudar a execução do futuro contrato; Comportar-se de modo inidôneo; Cometer fraude fiscal A aplicação das sanções observará o devido processo administrativo, respeitando-se a ampla defesa e o contraditório de acordo com o disposto na Lei Estadual nº /2002 e no Decreto Estadual nº / As sanções relacionadas nos itens e serão obrigatoriamente registradas no Cadastro de Fornecedores Impedidos de Licitar e Contratar com a Administração Pública Estadual - CAFIMP DISPOSIÇÕES GERAIS 18.1 Este Edital deverá ser lido e interpretado na íntegra, e após encaminhamento da proposta não serão aceitas alegações de desconhecimento É facultado ao Pregoeiro ou à Autoridade Superior em qualquer fase do julgamento promover diligência destinada a esclarecer ou complementar a instrução do processo e a aferição do ofertado, bem como solicitar a elaboração de pareceres técnicos destinados a fundamentar as decisões É vedado ao licitante retirar sua proposta ou parte dela após aberta a sessão do pregão O objeto do contrato decorrente da presente licitação poderá sofrer acréscimos ou supressões conforme previsto no parágrafo 1º do art. 65 da Lei 8.666/ O pregoeiro no julgamento das propostas e da habilitação poderá relevar omissões puramente formais e sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas, dos documentos e de sua validade jurídica, mediante despacho fundamentado, acessível a todos os interessados, sendo possível a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo A presente licitação somente poderá ser revogada por razão de interesse público decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, ou anulada, no todo ou em 35

36 parte, por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer escrito e devidamente fundamentado Este Edital encontra-se disponível gratuitamente no site ou poderá ser obtido junto a SEPLAG/SPGF/DLA na Cidade Administrativa Tancredo Neves, Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Bairro Serra Verde Prédio: Gerais 2º Andar, estação 1087, mediante pagamento de R$ 30,08 (trinta reais e oito centavos), para cobrir os custos com sua reprodução, e será fornecido mediante a apresentação do comprovante de pagamento do documento de arrecadação estadual, devidamente autenticado por banco credenciado pelo Estado de Minas Gerais para receber tal pagamento. 36

37 18.8 Este Edital possui 373 páginas numeradas, sendo: Índice do Edital: página 2; Normas da Licitação: páginas 4 a 37; Anexo I Termo de Referência: páginas 38 a 345; Anexo II Modelo de proposta comercial: páginas 346 a 346; Anexo II-B Planilha de Quantitativos e Preços Unitários: páginas 349 a Anexo III Termo de Confidencialidade: páginas 350 a 353; Anexo IV Modelo de avaliação e reação: páginas 354 a 354; Anexo V Modelos de declarações: páginas 355 a 358; Anexo VI Minuta do Contrato: páginas 359 a 373. Belo Horizonte, 21 de fevereiro de Fernanda de Siqueira Neves Subsecretária de Gestão de Pessoas 37

38 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA A seguir, apresenta-se o escopo dos SERVIÇOS a serem prestados e da SOLUÇÃO a ser fornecida pela CONTRATADA com a enumeração de algumas etapas, atividades, tarefas e obrigações importantes a serem consideradas. Estas pretendem nortear os produtos a serem fornecidos e o trabalho a ser realizado, mas não tem a pretensão de esgotar o assunto, ao contrário, no decorrer dos SERVIÇOS, a CONTRATADA deverá apontar melhorias, adequações e demais questões que julgue pertinentes, com base em sua experiência ou especificidade do mercado e setor, à otimização dos trabalhos e à maximização dos resultados entregues à CONTRATANTE. 38

39 Sumário 1 OBJETO CARACTERIZAÇÃO DO OBJETO DEFINIÇÕES E INTERPRETAÇÕES CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICO E JUSTIFICATIVA PARA A CONTRATAÇÃO SITUAÇÃO ATUAL RESULTADOS DO DIAGNÓSTICO DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS DO ESTADO NOVO MODELO DE RECURSOS HUMANOS DO ESTADO ABRANGÊNCIA ORGANIZACIONAL DO NOVO MODELO OBRIGAÇÕES GERAIS DAS PARTES INSTRUÇÕES GERAIS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATADA OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES DA CONTRATANTE ESCOPO DA SOLUÇÃO REQUISITOS TÉCNICOS E FUNCIONAIS DA SOLUÇÃO INFRAESTRUTURA DE OPERAÇÃO MÉTRICAS DE DIMENSIONAMENTO DA SOLUÇÃO ESCOPO DOS SERVIÇOS GESTÃO INTEGRADA PLANEJAMENTO ANÁLISE DESENHO INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E CONSTRUÇÃO TESTES ENTREGA E OPERAÇÃO ASSISTIDA SUPORTE PÓS-CONVERSÃO ESTABILIZAÇÃO DA SOLUÇÃO GARANTIA, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO DO FABRICANTE DA SOLUÇÃO GARANTIA, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO DA SOLUÇÃO IMPLANTADA GESTÃO DA MUDANÇA MATRIZ DE ALOCAÇÃO DE RESPONSABILIDADES BANCO DE HORAS CRONOGRAMA REFERENCIAL PREVISÃO DE ATIVAÇÃO DAS LICENÇAS DE SOFTWARE DA SOLUÇÃO EQUIPE REFERENCIAL CONDIÇÕES GERAIS EQUIPE MÍNIMA PERFIS EXIGIDOS PROCEDIMENTOS DE ENTREGA, ACEITE E PAGAMENTO FORNECIMENTO DE LICENÇAS DE SOFTWARE DA SOLUÇÃO SERVIÇOS DE GARANTIA, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO DO FABRICANTE DA SOLUÇÃO SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DA SOLUÇÃO SERVIÇOS DE GARANTIA, MANUTENÇÃO E SUPORTE TÉCNICO DA SOLUÇÃO IMPLANTADA SERVIÇOS DE GESTÃO DA MUDANÇA DA SOLUÇÃO IMPLANTADA

40 11.6 SERVIÇOS EM REGIME DE BANCO DE HORAS MODELO DE GOVERNANÇA OBJETIVOS DISPOSIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS DE EXECUÇÃO DO CONTRATO PRAZO DO CONTRATO LOCAL E HORÁRIO DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS COMUNICAÇÃO DE DADOS PARA UNIDADE EXTERNA DA CONTRATADA

41 1 Objeto O objeto da presente contratação consiste no fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software de um Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) e demais SOLUÇÕES DE APOIO, para todos os ambientes computacionais previstos, com entrega do código fonte, exclusivamente para o SIGRH, e de todas as suas integrações implementadas, transferíveis a qualquer tempo, incluindo as ferramentas, funções e bibliotecas utilizadas no seu desenvolvimento, parametrização e customização, além da prestação de serviços para implantação, capacitação, operacionalização, garantia, manutenção e suporte técnico para toda a SOLUÇÃO, conforme especificações constantes neste EDITAL e seus ANEXOS. 1.1 Caracterização do Objeto Constitui objeto a ser licitado a contratação, em lote único, dos produtos e serviços abaixo apresentados: Figura 1 Escopo da Contratação Os subitens abaixo detalham o escopo do objeto: 1. Fornecimento de Licenças de uso de Software do SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS (SIGRH) A SOLUÇÃO contratada deverá englobar o fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software, transferível a qualquer tempo, para o SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS, de acordo com os requisitos apresentados neste ANEXO, e incluindo os seguintes grupos funcionais e de macroprocessos: a) Ação Judicial b) Acidente de Trabalho e Doença Ocupacional c) Aposentadoria d) Aposentadoria por Invalidez 41

42 e) Avaliação Ambiental f) Avaliação de Desempenho g) Averbação de Tempo h) Benefícios i) Cadastro Básico j) Cadastro Básico de Saúde Ocupacional k) Cálculo de Folha de Pagamento l) Cargos e Salários m) CIPA n) Conhecimentos, Habilidades e Competência o) Consignações p) Dependentes q) Desenvolvimento de Pessoas r) Desligamento s) Direitos do Servidor t) Equipamento de Proteção u) Estágio Probatório e Adaptação v) Estrutura Organizacional w) Exame Ocupacional x) Férias y) Férias Prêmio z) Frequência aa) Histórico Funcional bb) Ingresso cc) Legislação dd) Licença ee) Licença Médica ff) Movimentação gg) Pensão hh) Pensão Alimentícia ii) Portal jj) Previdência kk) Promoção à Saúde ll) Quadro de Pessoal mm) Recrutamento, Seleção e Concurso nn) Recuperação / Reabilitação do servidor oo) requisitos técnicos 2. Fornecimento de Licenças de uso de Softwares das SOLUÇÕES DE APOIO A SOLUÇÃO contratada deverá englobar, além do SIGRH, o fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software, transferível a qualquer tempo, das SOLUÇÕES DE APOIO, de acordo com as especificações constantes neste ANEXO, para cada uma das FERRAMENTAS especificadas abaixo: 42

43 a) SOLUÇÃO DE APOIO DE MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS (SMEPN): A FERRAMENTA de modelagem e execução dos processos de negócios deverá possibilitar a análise e desenho, documentação, armazenagem e inventário, implementação, automação, execução e monitoramento de processos de negócios complexos, de maneira integrada com a SOLUÇÃO, permitindo assim que as demandas das áreas de negócio sejam integradas à plataforma de tecnologia de maneira mais ágil e eficaz. b) SOLUÇÃO DE APOIO DE INTEGRAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS (SIDS): A FERRAMENTA para integração de dados, sistemas externos e SISTEMAS LEGADOS deverá possibilitar a integração e troca de mensagens entre as diferentes ferramentas da SOLUÇÃO, bem como com os SISTEMAS LEGADOS. c) SOLUÇÃO DE APOIO DE EXTRAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO, CARGA E QUALIDADE DE DADOS (SEQD): O processo de Extração, Transformação e Carga de Dados (Extract, Transform, Load ETL) deverá envolver a extração de dados de fontes externas, a transformação dos mesmos para atender às necessidades de negócios e sua posterior carga na solução ofertada. Já o processo de Qualidade de Dados tem o objetivo de consolidar em uma fonte consistente, saneada, enriquecida e íntegra as informações contidas em vários bancos de dados. d) SOLUÇÃO DE APOIO DE INTELIGÊNCIA DE DADOS (SAID): A FERRAMENTA de inteligência de dados permitirá identificar, coletar, organizar, relacionar, analisar, compartilhar e monitorar informações produzidas e geridas geridas pela SOLUÇÃO, de modo a identificar padrões de comportamento e fazer projeções, suportando os processos gerenciais e a tomada de decisão. e) SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CHAMADOS (SGCH): A FERRAMENTA de gestão de chamados e serviços de RH deverá promover a eficiência, padronização e efetividade na a abertura, registro, evolução, entrega e gestão em tempo real de demandas relacionadas ao RH, permitindo a construção e o uso de scripts de atendimento, roteamento de chamados, banco de soluções, e demais funcionalidades associadas. f) SOLUÇÃO DE APOIO DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS (SGBD): A FERRAMENTA de banco de dados permitirá o armazenamento dos dados utilizados por cada um dos diversos softwares objeto deste ANEXO. g) SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CONTEÚDO CORPORATIVO (SGCC): A FERRAMENTA de GESTÃO DE CONTEÚDO CORPORATIVO deverá possibilitar a gestão, organização, armazenagem, publicação e compartilhamento de conteúdos corporativos, nos seus diversos formatos, tais como cópias digitalizadas, arquivos de 43

44 texto, planilhas, apresentações, áudios e vídeos. Seu objetivo principal é possibilitar a criação, captura, armazenamento, versionamento, indexação, gestão, limpeza, distribuição, publicação, pesquisa e arquivamento dos conteúdos produzidos no âmbito dos processos de Recursos Humanos do Estado, consistindo em documentos gerados pelos sistemas e processos de RH, documentos existentes nas pastas funcionais e de saúde ocupacional dos servidores e conteúdo corporativo em geral. h) SOLUÇÃO DE APOIO DE PRODUÇÃO DE TREINAMENTOS (SAPT): A FERRAMENTA de Produção de Treinamentos deverá possibilitar a criação, edição, gerenciamento e monitoramento de treinamentos, tutoriais, documentos de ajuda, manuais de instruções e simulações para acelerar e facilitar o aprendizado de todo o corpo técnico da CONTRATANTE no uso da SOLUÇÃO. 3. Serviços de garantia, manutenção e suporte técnico da SOLUÇÃO A CONTRATADA deverá fornecer serviços de garantia, manutenção e suporte técnico a todos os softwares da SOLUÇÃO ofertada, o que inclui todo o conjunto de atividades relacionadas à manutenção, assistência técnica, solução de dúvidas e atualizações, conforme especificações constantes neste ANEXO. Será responsabilidade da CONTRATADA comunicar e disponibilizar à CONTRATANTE todas as revisões, atualizações, correções, lançamentos, versões, ajustes temporários de programação e aprimoramento (coletivamente as Atualizações ) da solução ofertada, tão logo estas atualizações estejam aptas a serem disponibilizadas aos clientes. 4. Serviços de Implantação da SOLUÇÃO A CONTRATADA deverá prestar serviços de implantação da solução ofertada, compreendendo, mas não se limitando a: Plano do projeto, incluindo a realização de um seminário para apresentar, disponibilizar e acordar com a contratante a metodologia de implementação do software, papéis e responsabilidades, produtos, atividades e prazos, governança; Elaboração do projeto tecnológico da infraestrutura de processamento e armazenagem de dados necessários para operacionalização da solução, na plataforma indicada pela CONTRATANTE; Análise e revisão dos requisitos e processos de negócio; Desenho técnico e funcional da solução; Integração, em parceria com a CONTRATANTE, da solução ofertada com outros sistemas de informação da CONTRATANTE; Construção, parametrização e customização da SOLUÇÃO para atender aos requisitos da CONTRATANTE; Planejamento, execução e controle de testes da solução ofertada; Migração, em parceria com a CONTRATANTE, de dados dos SISTEMAS LEGADOS para a solução ofertada; Elaboração e implantação de modelo de informações e inteligência de dados para suporte ao processo decisório e gerencial; 44

45 Transferência de conhecimentos e capacitação para a equipe indicada pela CONTRATANTE; Gestão da mudança ao longo de toda execução do contrato; Elaboração e suporte à execução do plano de implantação e de seu plano de contingência; Suporte pós-conversão e operação assistida. 5. Serviços de Treinamento e Capacitação A CONTRATADA deverá fornecer serviços de treinamento e capacitação da equipe técnica e dos usuários finais da SOLUÇÃO indicados pela CONTRATANTE, de modo a possibilitar o uso efetivo de toda a SOLUÇÃO contratada e a independência destes para manuseá-la e configurá-la, envolvendo os aspectos de desenvolvimento, administração, operação e produção. 45

46 2 Definições e interpretações Para os fins de interpretação do Edital e seus ANEXOS, exceto quando o contexto não permitir, as seguintes definições aplicam-se às respectivas expressões: AÇÃO DE DESTINAÇÃO: transferência, eliminação ou recolhimento de documento. AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO: ambiente utilizado pelos desenvolvedores para realizar testes modulares, parametrizações, customizações e configurações dos softwares. AMBIENTE DE HOMOLOGAÇÃO: ambiente de teste, onde são realizados os testes que exigem maior integração com o ambiente de produção. Neste ambiente ocorrem testes integrados e a validação final das parametrizações e customizações realizadas no AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO. AMBIENTE DE PRODUÇÃO: ambiente em que a solução está implantada, ou seja, onde os usuários finais acessam o software. As parametrizações e customizações somente estarão disponíveis neste ambiente após terem sido alteradas no AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO e devidamente testadas no AMBIENTE DE HOMOLOGAÇÃO. A separação em três ambientes visa reduzir o risco de modificação acidental além de garantir a integridade dos softwares, só permitindo modificações no ambiente de produção que já tenham sido bem desenvolvidas e testadas. AMBIENTE DE TESTE DE CARGA: ambiente de teste, onde são realizados os testes para verificar o limite de dados processados pelo software. AMBIENTE DE TREINAMENTO: ambiente de teste, onde são realizados os treinamentos dos USUÁRIOS da SOLUÇÃO. Neste uma cópia idêntica do AMBIENTE DE PRODUÇÃO opera com um universo reduzido de dados ANÁLISE: consolidação de informações em formato customizado, com objetivo de estudo ou demonstração de um assunto específico. ANEXO: cada um dos documentos anexos ao CONTRATO ANS: Acordo de Nível de Serviço. ARCHIVING: tipo de armazenamento de dados que utiliza técnicas de compressão, normalmente destinado a dados que não estão em uso ou que ficarão sem acesso por um longo período. ATIVIDADE RELACIONADA ou CORRELATA: qualquer atividade, projeto ou empreendimento associado ao objeto da contratação. BACKUP: Copia de segurança de dados, para que possam ser recuperados posteriormente. BATCH: processamento ou transferência de informações em lote entre sistemas ou módulos via execução de programa, que, normalmente, é agendada (não acontece online). BIBLIOTECA: é uma coleção ou um repositório lógico e estruturado de subprogramas utilizados no desenvolvimento de software. As BIBLIOTECAS provém serviços e programas independentes, compartilhados de forma modular por diversos SOFTWARES. BPM: Busisness Processes Managenment - referência a uma ferramenta de gestão de processos de negócios. BROKER: transferência online de informações entre sistemas ou módulos via conexão direta (através da rede interna) entre origem e destino. 46

47 CASO FORTUITO (ou FORÇA MAIOR): evento imprevisível, inevitável e irresistível, que afeta a execução contratual, tal como, sem se limitar a, inundações, tremores de terra, guerras, em consonância com o disposto no parágrafo único do artigo 393 do Código Civil Brasileiro. CHAMADO, CHAMADO TÉCNICO ou INCIDENTE: dúvida ou solicitação de serviço de suporte, manutenção ou garantia aberto pelo usuário da SOLUÇÃO. CHECK IN/OUT: Check-in - devolução de documento digital que havia sido emprestado anteriormente. Check-out - empréstimo e bloqueio automático do documento digital para que o usuário ao qual o documento foi emprestado possa alterá-lo. CHECKPOINT: ponto de checagem. No contexto deste documento, deve ser considerado como o último ponto onde foi realizado o COMMIT. CLASSE: É um agrupamento de UNIDADES DE ARQUIVAMENTO que compartilham uma característica comum. CLIENT: é a instância cliente, no contexto de uma FERRAMENTA que tenha a arquitetura clienteservidor. COLD: No contexto do RESTORE, caracteriza o RESTORE executado com o servidor de banco de dados offline. COMITÊ DE GOVERNANÇA: órgão composto por representantes da CONTRATANTE e da CONTRATADA, nos termos no ANEXO I, responsável pela fiscalização, coordenação, integração, disciplina e controle dos esforços das PARTES voltados à adequada execução dos SERVIÇOS. COMMIT: ação que torna permanente uma certa quantidade de alterações que estavam sendo testadas/validadas. CONTRATO: é o CONTRATO de prestação dos SERVIÇOS DATA DE PUBLICAÇÃO: é a data de publicação do CONTRATO no diário oficial, que ocorrerá somente mediante apresentação da garantia contratual pela CONTRATADA, e é a data em que o CONTRATO tornar-se-á eficaz. DB2 CONNECT: transferência de informações entre sistemas ou módulos via aplicativo IBM DB2 Connect. DESIGNADA: Órgão, Entidade ou empresa terceirizada pela CONTRATANTE indicada para realizar, supervisionar ou fiscalizar, em todo ou em parte, a execução dos SERVIÇOS. DESKEW: Funcionalidade que permite remover distorções de imagens que foram capturadas com desalinhamento. DESPECKLE: Funcionalidade que permite remover manchas de imagens capturadas, como as manchas causadas por poeira e amassados, por exemplo. DOC / DOCx: Trata-se um tipo de extensão de arquivos eletrônicos comumente utilizada para armazenamento de texto e imagens, gerados pelo sistema Word. DOCUMENTOS DIGITAIS: Documentos digitalizados que não mantêm versão física ou que versão original é digital. DOCUMENTOS FÍSICOS: Documentos que mantêm a versão original física. DOSSIÊ: Subtipo de uma UNIDADE DE ARQUIVAMENTO. DRAG AND DROP: característica de uma funcionalidade que trona possível a criação e edição de objetos e informações a partir do clicar e arrastar do apontador do mouse. 47

48 DRILL DOWN: no contexto de avaliar informações de relatórios, é descer um nível de informação sumarizada para um nível de informação detalhada. DRILL THROUGH: no contexto de avaliar informações de relatórios, é mudar o formato avaliação sem mudar a granularidade da informação analisada. DRILL UP: no contexto de avaliar informações de relatórios, é o movimento contrário ao DRILL DOWN, saindo de um nível mais granular para um nível mas sumarizado de informação. ECM: sigla em inglês da expressão Enterprise Content Management. Refere-se à Gestão de Conteúdo Empresarial; meio formal pelo qual se organizam e arquivam os documentos e demais conteúdos ligados aos processos de uma organização. Contempla as fases de criação/captura, armazenamento, versionamento, indexação, gestão, limpeza, distribuição, publicação, pesquisa e arquivamento, relacionando os conteúdos com processos de negócio, tais como documentos funcionais, ofícios, planilhas, documentos de texto, imagens, vídeos, entre outros. Basicamente, ECM são FERRAMENTAS e estratégias que permitem a gestão de uma organização da informação não estruturada, sempre que a informação existir. EDITAL o caderno que divulga as condições e exigências para a participação de interessados na Licitação, que regulamenta o objeto e define os parâmetros que regerão a futura contratação. Nada se pode exigir ou decidir além ou aquém do Edital. As cláusulas do Edital é que indicarão os requisitos para a: forma e bases das Propostas, habilitação dos Licitantes e os documentos a apresentar; o critério de julgamento e os fatores a considerar; minuta do futuro contrato a ser firmado com o Licitante vencedor. A SABESP e os Licitantes ficam sempre vinculados aos termos ou ao permitido no Edital, quanto ao procedimento, às Propostas, ao julgamento, à documentação e ao contrato. EQUIPE DE APOIO grupo de pessoas oficialmente designadas, com a função de prestar a necessária assessoria ao Pregoeiro em suas tarefas. ETL: sigla em inglês para a expressão Extract, Transform, Load (extração, transformação e carga de dados). Quando utilizado em referência a um sistema / FERRAMENTA / SOLUÇÃO, refere-se ao software cuja função é a extração, transformação conforme regras de negócio e carga de dados de diversos sistemas, geralmente em um repositório de dados ou um armazém de dados. EVENTOS DE NEGÓCIOS: Resultados obtidos através das execução de etapas dos processos de negócios. FATOR DE AJUSTE DO PAGAMENTO: número adimensional, calculado com base no resultado aputrado para os INDICADORES DE QUALIDADE, que incide sobre o valor de pagamento apurado para o perído de referência, conforme estabelecido no item 11. FERRAMENTA ou SOFTWARE: é um programa de computador, composto por uma série de instruções lógicas, que devem ser interpretadas e executadas por um processador ou uma máquina virtual FILESYSTEM: Sistema que determina como arquivos são armazenados. FTP: sigla em inglês para a expressão File Transfer Protocol. Refere-se ao protocolo para transferência de informações entre sistemas por envio de arquivos através de servidor interno. FULL-TEXT RETRIVAL: Técnica de busca que examina todas a palavras de um documento. FUNÇÃO: é uma parte menor de um SOFTWARE ou FERRAMENTA, que contém uma sequência de instruções específicas que descrevem uma tarefa a ser realizada por um computador. GRUPO (de documentos): Nível de agrupamento de ITENS DOCUMENTAIS, do PLANO DE 48

49 CLASSIFICAÇÃO, situado entre CLASSE e UNIDADE DE ARQUIVAMENTO. GRUPO (de usuários): Agrupamento de usuários que mantém características em comum (e.g. usuários com o mesmo perfil de acesso a determinado sistema). HTML: Trata-se da extensão de arquivos de texto formatados para exibição de conteúdo em navegadores de Internet. ICR: Intelligent Character Recognition - Evolução da OCR, que permite o reconhecimento de escrita a mão. INCREMENTAL: No contexto de BACKUP, cada execução de backup incremental cria uma cópia de segurança apenas de arquivos que foram alterados ou que são novos, em comparação com o último backup incremental. INDICADOR DE QUALIDADE: representação númerica, adimensional, da qualidade dos SERVIÇOS prestados pela CONTRATADA, conforme especificações constantes no item 11. ITEM DOCUMENTAL: Menor unidade arquivística (arquivo, documento, conteúdo) intelectualmente indivisível. JOB: de instruções de computador executadas em conjunto. JPEG: Trata-se de uma extensão de arquivos eletrônicos utilizados armazenameno de imagens. comumente para o KPI: Key Performance Indicator, define indicadores de desempenho ou qualidade, usados para monitorar o desemprenho de processos em nível gerencial. LICITANTE ou PROPONENTE pessoa que apresenta Proposta e Documentos de Habilitação para a consecução do objeto desta Licitação. LIDER DE CONSÓRCIO - empresa do ramo de tecnologia da informação, estabelecida no Brasil, sendo responsável pela integração plena de todas as ações que compõe o objeto desta licitação e acompanhamento do sistema e avaliação de resultados. É atribuição da Líder, assegurar que todos os softwares e serviços fornecidos e aplicados atendam plenamente as especificações. A Líder de consórcio é o único canal de interlocução junto a SEPLAG/MG com relação aos aspectos de gerenciamento das atividades. LOG DE OPERAÇÕES DO SGCC: arquivo mantido pelo sistema gerador que contém o registro das operações efetuadas em cada uma das funcionalidades utilizadas. Neste arquivo são encontrados (mas não somente) o identificador do usuário responsável pela alteração ou a identificação do sistema ser for o caso de operação sem intervenção de usuário; a data, a hora, o dia, o mês e o ano de execução da operação; o tipo de operação efetuada (geralmente criação, alteração ou exclusão); a tela do sistema ou funcionalidade de integração que disparou a operação e o código do registro alterado; a identificação do documento, alteração efetuada no documento e as modificações efetuadas na estrutura de indexação dos documentos. LOG DE OPERAÇÕES: arquivo mantido pelo sistema gerador que contém o registro das operações efetuadas em cada uma das funcionalidades utilizadas. Neste arquivo são encontrados (mas não somente) o identificador do usuário responsável pela alteração ou a identificação do sistema ser for o caso de operação sem intervenção de usuário; a data, a hora, o dia, o mês e o ano de execução da operação; o tipo de operação efetuada (geralmente criação, alteração ou exclusão); a tela do sistema ou funcionalidade de integração que disparou a operação e o código do registro alterado. LOGON: Autenticação para acesso a uma ferramenta/sistema, normalmente por verificação de nome de usuário e senha. 49

50 MAINFRAME: referência a ambiente computacionais de plataforma alta. Um mainframe pode ser considerado um computador de grande porte, dedicado normalmente ao processamento de um volume grande de informações. MENSAGENS: chamadas entre as integrações da SOLUÇÃO, independente do tipo de integração ou protocolo de comunicação utilizado. METADADO: Dados estruturados que descrevem e permitem encontrar, gerenciar, compreender e/ou preservar documentos, objetos ou informações armazenadas em um sistema. NEWSLETTERS: Distribuição regular de conteúdo, destinada a usuários cadastrados em lista ou site. OCR: Optical Characte Recognition - Funcionalidade que permite a um programa o reconhecimento óptico de caracteres. ODT: Trata-se de Extensão de arquivos eletrônicos utilizados para armazenamento de textos e imagens gerados por ferramentas de produção de textos que adotam o padrão da norma internacional ISO/IEC É o tipo de extensão adotado pelo sistema aberto de produção de textos BrOffice. ONLINE: No contexto do RESTORE, caracteriza o RESTORE executado com o servidor de banco de dados online. ORDEM DE SERVIÇO e ORDEM DE FORNECIMENTO: documento emitido pela CONTRATANTE autorizando a execução parcial ou total dos SERVIÇOS e o fornecimento e ativação das LICENÇAS, respectivamente. PAPEL: Caracteriza um ator de acordo com suas atividades em relação aos processos de negócios. PARTES: a CONTRATANTE, e os demais órgãos, entidades ou organizações indicadas por esta como parte interessada ou usuária da SOLUÇÃO e do CONTRATO, e a CONTRATADA, representado pela empresa ou consórcio de empresas à qual o OBJETO foi adjudicado. PDF: Trata-se de um tipo de extensão de arquivos eletrônicos comumente utilizada para armazenamento de texto e imagens. PERFIL: Atribuição que define as permissões de acessos (a sistemas ou funcionalidades possuam mecanismos de autenticação) de uma usuário. PIVOTING: no contexto de BI, é o equivalente a "girar" o cubo para uma nova perspectiva de análise. PLANO DE CLASSIFICAÇÃO: O plano de classificação é o instrumento utilizado para classificar todo e qualquer documento de arquivo. O plano de classificação é um esquema de distribuição de documentos em classes, de acordo com métodos de arquivamento específicos, elaborado a partir do estudo das estruturas e funções de uma instituição e da análise do arquivo por ela produzido. PLANO DE PROJETO: É um documento a ser confeccionado pela CONTRATADA e validado pela CONTRATANTE no início da prestação dos SERVIÇOS, e atualizado sempre que necessário ao longo do CONTRATO, e que tem como objetivo equalizar o entendimento, os objetivos e o modus operandi acerca do desenvolvimento do PROJETO. Deve ser utilizado como uma fonte de informação e de instruções do projeto para os membros diretamente envolvidos e deve conter a confirmação dos objetivos e expectativas, o plano de escopo, recursos, tempo, riscos, documentação e conhecimento, qualidade, comunicação e integração. PNG: Trata-se de uma extensão de arquivos eletrônicos utilizados comumente para o armazenameno de imagens. POC: Prova de Conceito teste prático no qual se avalia a aderência real da SOLUÇÃO aos requisitos 50

51 técnicos e funcionais especificados. PORTAL: no contexto do objeto deste edital, considerar como a ferramenta do SIGRH que permite a gestão, desenvolvimento e implantação de portais web. PORTLETS: no contexto do objeto deste edital, considerar portlets como elemento de um portal. POWER CENTER: ferramenta de transferência de informações entre sistemas ou módulos da empresa Informática. PREGOEIRO servidor oficialmente designado pela autoridade competente, cuja atribuição inclui, dentre outras, o recebimento das Propostas e lances, a análise de sua aceitabilidade e sua classificação, bem como a habilitação e adjudicação do objeto do certame ao Licitante vencedor. PRESTADORES DE SERVIÇOS: funcionários prestadores de serviços contratados para execução de ATIVIDADES RELACIONADAS QD: Qualidade de Dados. RANKING: ordenação de registros por classificação relativa aos próprios registros. REQUISITO OBRIGATÓRIO DE FORMA CUSTOMIZADA COM RECURSOS NATIVOS: requisito da SOLUÇÃO que pode ser atendido por meio da composição de funcionalidades originais utilizando APIs (Application Programming Interface) do mesmo fabricante da FERRAMENTA. Em caso de mudança de versão, release ou migração de ambiente operacional, a funcionalidade deverá continuar ativa, com os mesmos recursos, não sendo necessária customização ou criação de script. REQUISITO OBRIGATÓRIO DE FORMA CUSTOMIZADA PARA A FERRAMENTA: requisito da SOLUÇÃO que pode ser atendido por meio de customização de funcionalidades para a FERRAMENTA. REQUISITO OBRIGATÓRIO DE FORMA NATIVA PARAMETRIZADA: requisito da SOLUÇÃO que deve ser atendido por meio das funcionalidades originais da FERRAMENTA ou pela parametrização de funcionalidades. Não é permitido nenhum tipo de customização ou criação de script para atendimento a este tipo de requisito. Em caso de mudança de versão, release ou migração de ambiente operacional, a funcionalidade deverá continuar ativa, com os mesmos recursos, não sendo necessária customização ou criação de script. RESTORE: Recuperar dados que foram salvos por BACKUP. RGPS: Regime Geral de Previdência Social. Trata-se do sistema de previdência gerido pelo Governo Federal através do INSS Instituto Nacional do Seguro Social, aberto a todos os trabalhadores brasileiros. RH: Recursos Humanos. RPPS: Regime Próprio de Previdência Social. Trata-se do sistema de previdência de caráter contributivo, estabelecido em cada ente federativo, que assegura, por lei, a servidor titular de cargo efetivo, os benefícios de aposentadoria e pensão por morte previstos no art. 40 da Constituição Federal. RSS: Really Simple Syndication - Tecnologia que permite a usuários inscritos o acesso a informações que são atualizadas regularmente. SAID: SOLUÇÃO DE APOIO DE INTELIGÊNCIA DE DADOS. SAPT: SOLUÇÃO DE APOIO DE PRODUÇÃO DE TREINAMENTOS SCRIPT DE ATENDIMENTO: documento que contém a descrição dos passos a serem executados (e a respectiva ordem de execução) por uma central de atendimento na resolução de chamados por ela recebidos. 51

52 SCRIPT: Roteiro. SEPLAG: Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SEQD: SOLUÇÃO DE APOIO DE EXTRAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO, CARGA E QUALIDADE DE DADOS. SERVIÇOS: atividades de apoio à execução do objeto deste Termo de Referência, incluindo os serviços de implantação, manutenção e treinamento da SOLUÇÃO ofertada. SESMT: É o acrônimo para Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Trata-se da equipe de profissionais da saúde e segurança do trabalho que atuam nas empresa de forma a definir e monitorar o cumprimento das políticas de segurança no trabalho e saúde ocupacional. SGBD: SOLUÇÃO DE APOIO DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS SGCC: SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CONTEÚDO CORPORATIVO SGCH: SOLUÇÃO DE APOIO DE GESTÃO DE CHAMADOS SIDS: SOLUÇÃO DE APOIO DE INTEGRAÇÃO DE DADOS E SISTEMAS SIGRH: Acrônimo para "Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos". SINGLE SIGN-ON: Característica do sistema que permite ao usuário ter acesso a suas funcionalidades, efetuando apenas um autenticação. SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS (SIGRH): solução que englobará e suportará todos os processos de gestão de Recursos Humanos do estado de Minas Gerais. SISTEMAS LEGADOS: sistemas atualmente utilizados pela CONTRATANTE, apresentados no item 3.2.2, e que serão substituídos, facilitados ou integrados, total ou parcialmente, pela SOLUÇÃO objeto deste EDITAL. SLICE AND DICE: no contexto de BI, diminuir dimensão (slice) ou camada (dice) dos cubos. SMEPN: SOLUÇÃO DE APOIO DE MODELAGEM E EXECUÇÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS SNMP: Simple Network Management Protocol - Protocolo de redes da camada de aplicação, geralmete usado para gestão de redes. SOLUÇÃO DE APOIO: todos os softwares de apoio listados como parte do objeto deste Edital incluindo as FERRAMENTAS de Modelagem e Execução de Processos de Negócios, Integração de Dados e Sistemas, Extração (ETL - Extract, Transform and Load) e Qualidade de Dados, Inteligência de Dados, Gestão de Chamados e Serviços de RH, Banco de Dados, ECM (Enterprise Content Management) e Produção de Treinamentos. SOLUÇÃO IMPLANTADA: versão final da SOLUÇÃO após concluído todo o conjunto de parametrizações, customizações e desenvolvimentos ocorridos ao longo da prestação dos SERVIÇOS de forma a atender os requisitos e necessidades da CONTRATANTE. SOLUÇÃO: todos os sistemas que compõem o objeto deste Edital, incluindo o SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS e a SOLUÇÃO DE APOIO. SPLIT: Técnica utilizada na troca de mensagens entre sistemas que permite que a mensagem original seja dividida em fragmentos menores que podem ser enviados para mais de um sistema de destino e também podem ser preparados para execução em paralelo, aumentando o desempenho da aplicação. 52

53 SUBCONTRATADA empresa que poderá ser indicada pelo LICITANTE para o fornecimento das licenças de software, qualificada e avaliada durante a fase de habilitação do processo licitatório. SUPERVISÃO: equipe de supervisores nomeada pela CONTRATANTE, com poderes para fiscalizar continuamente a execução dos SERVIÇOS, assessorando a CONTRATANTE na identificação de eventuais vícios e desvios aos projetos e especificações SYSLOG: Padrão utilizado em redes de IP para transmissão de mensages de log. TABELA DE TEMPORALIDADE E DESTINAÇÃO: A tabela de temporalidade e destinação é um instrumento arquivístico que determina prazos de guarda tendo em vista a transferência, recolhimento e eliminação de documentos. TERMO DE INICIALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS: Termo de acordo de início do projeto, assinado entre as PARTES, dando validade ao PLANO DE PROJETO, às equipes e aos entendimentos equalizados. TRANSAÇÃO: sequência de processamentos esxecutada por uma FERRAMENTA. TXT: Trata-se da extensão de arquivos de texto primitivos gerados por editores de texto presentes na maior dos sistemas de operação de computadores pessoais. UDDI: Universal Description Discovery and Integration - Mecanismo para registro e localização de aplicações do tipo Web Services. UNIDADE DE ARQUIVAMENTO: Configuração de armazenamento de arquivos ou ITEM DOCUMENTAL, que mantém alguma afinidade significativa para a camada de negócios, definido pelo PLANO DE CLASSIFICAÇÃO. Uma unidade de arquivamento pode ser um dossiê, processo ou pasta em que estejam reunidos documentos sob o mesmo código de classificação, como, por exemplo, as folhas de ponto de determinado ano, relatórios de atividades de um período específico ou atas de reunião. UNIDADE DE LICENCIAMENTO: unidade de fornecimento e ativação das licenças de uso de SOFTWARE da SOLUÇÃO e seus compontentes. UNIDADE FUNCIONAL ou UNIDADE DE LOTAÇÃO: É a unidade institucional formal, definida em lei específica, da Administração Direta ou Indireta do Governo do Estado de Minas Gerais à qual um servidor, ou grupo de servidores, está lotado, ou vinculado. USUÁRIOS DE AUTOSSERVIÇOS: o conjunto de servidores ativos, inativos e dependentes que farão uso do portal de autosserviço da SOLUÇÃO e não terão acesso direto às FERRAMENTAS. USUÁRIOS e USUÁRIOS FINAIS: o conjunto dos funcionários, servidores e PRESTADORES DE SERVIÇO cujas atribuições requerem o uso e acesso da SOLUÇÃO. VIEW: Uma visão (view), no contexto das FERRAMENTAS de bancos de dados é um objeto que, diferentemente de tabelas, não são objetos físicos, ou seja, não ocupam espaço em disco. Elas são, basicamente, uma consulta previamente definida e otimizada, sobre o banco de dados origem. VOLUME: Subdivide, em uma ou mais unidades, um ELEMENTO DE ARQUIVAMENTO. WEB SERVICES: acionamento de aplicativo via internet para transferência de informações entre sistemas ou módulos também via internet. Ao contrário da integração via arquivos BATCH, este meio de integração tem reflexos imediatos no sistema origem, ou seja, qualquer requisição feita será processada e uma resposta será enviada ao sistema cliente no mesmo momento. Este meio de integração está disponível apenas durante o mesmo período no qual o próprio sistema está acessível ao usuário na web. WHAT-IF ANALYSIS: Equivalente à análise de sensibilidade, é um estudo onde é analisada a reação 53

54 de um modelo a determinadas condições de entrada. WORKFLOW: Fluxo de atividades, documentado utilizando metodologia específica para este fim, que pode representa parte ou o todo de um processo de negócios. XLS / XLSx: Trata-se da extensão de arquivos de planilhas eletrônicas geradas pelo sistema Excel. XML: extensible Markup Language. É um padrão de descrição de dados mundialmente aceito e amplamente utilizado para troca de informações entre sistemas e armazenamento. ZERO CLIQUE: Termo utilizado para se referir a operações realizadas por sistemas sem a necessidade de interação humana. 54

55 3 Contextualização 3.1 Histórico e Justificativa para a Contratação O MASP, Modernização da Administração dos Serviços e Sistema de Pessoal, é um dos projetos sustentadores do Plano Plurianual de Ações Governamentais do quadriênio , e tem como objetivo central promover a valorização do servidor público estadual através da modernização da área e dos serviços de Recursos Humanos aumentando a capacidade de inovação, a produtividade e a qualidade dos serviços prestados pelo governo. Esta iniciativa soma-se a outras ações que a SEPLAG implantou recentemente ou que estão em processo de implantação, voltadas para a otimização e modernização institucional e, em específico, da área de recursos humanos. Parte componentes do Programa Governo Eficiente, que tem como objetivo aumentar a capacidade de inovação, produtividade e qualidade para que o avanço na gestão chegue aos usuários finais, o MASP tem papel fundamental na sustentação da estratégia governamental. Gestão pública efetiva e próxima da sociedade Rede de Governo Integrado, Eficiente e Eficaz Mobilização para o Desenvolvimento Mineiro Programa Descomplicar Minas Inova Programa Governo Eficiente Cidade Administrativa Projeto Referência Movimento Minas Implantação de UAI Inovação na Gestão Pública Minas Fácil Virtual MASP Governo Digital Operação e Manutenção da Cidade Administrativa Des. do Ambiente de Cidadania em MG por meio das UAI Minas Legal Figura 2 Rede de Governo Integrado, Eficiente e Eficaz Os principais motivadores do projeto MASP estão relacionados à saturação e ao desgaste do atual modelo em atender às novas e constantes pressões por um modelo e serviços de RH mais eficientes, eficazes e focados na geração de valor para o servidor e para o Estado. Os Órgãos e Entidades da administração pública enfrentam os mais diversificados tipos de problemas: desde a piora acelerada do nível dos serviços prestados pela área de recursos humanos, a perdas financeiras resultantes da ineficiência e inacurácia dos processos, à baixa qualidade dos dados, e à possibilidade de ocorrência de fraudes e erros na folha de pagamento. O modelo atual acaba sobrecarregando excessivamente os servidores de RH com atividades puramente transacionais, não restando tempo adequado para dedicar às atividades estratégicas, como a implementação das políticas de recursos humanos, atrair e reter talentos, mapear e desenvolver capacidades, monitorar e incentivar o desempenho e um ambiente positivo. 55

56 Concebido como um grande programa de transformação, o MASP é composto por uma série de iniciativas interdependentes e complementares, ilustradas pela Figura 2: REDESENHO DE PROCESSOS RECENSEAMENTO COM IDENTIFICAÇÃO BIOMÉTRICA ADEQUAÇÃO DAS FERRAMENTAS E SISTEMAS DE RECURSOS HUMANOS SANEAMENTO DE DADOS DIGITALIZAÇÃO DAS PASTAS FUNCIONAIS REVISÃO E MODERNIZAÇÃO DO MODELO DE RH Iniciativas das ondas de ações Estruturação, atualização e renovação Figura 3 Componentes do MASP A primeira fase do projeto, iniciada em novembro de 2012 e com término previsto para o início de 2014, realizada mediante a contratação de uma consultoria especializada, através da Concorrência n.º 004/2011, compreendeu a prestação de serviços de consultoria para o diagnóstico, mapeamento, proposição de melhorias, desenho e implantação de novos processos administrativos para a área de administração de pessoal do governo do Estado de Minas Gerais, com aplicação de modelo de inteligência de dados para as informações que suportam a execução destes processos, configurando um novo modelo de gestão da vida funcional do servidor do Estado de Minas Gerais, os quais servem como direcionamento e base para o desenvolvimento das próximas ações, quais sejam a realização do recenseamento e a digitalização das pastas funcionais dos servidores, a implantação da nova SOLUÇÃO de recursos humanos e a transformação da área de RH do Estado. O objeto do contrato 1.260/2012 consistiu na execução de três principais frentes de trabalho: (i) (ii) Frente 1 Otimização de processos, pessoas e sistemas (concluído) Os objetivos desta frente são a realização do mapeamento e diagnóstico da situação atual da área de RH e a proposição de um novo modelo com a revisão de processos, papéis e responsabilidades e requisitos de sistemas informatizados. O principal produto desta frente é a confecção de um modelo de RH alinhado às melhores práticas de mercado, que prevê a padronização, integração e otimização de todos os processos de gestão de pessoas, além da implantação dos conceitos de central de atendimento com autosserviço, centro de serviços compartilhados, centro de excelência e parcerios de RH, além de outros componentes complementares. Frente 2 Recenseamento e Digitalização (concluído) Os objetivos desta frente são o desenvolvimento da metodologia de compras estratégicas para o levantamento dos requerimentos internos, análise do 56

57 mercado fornecedor potencial, análise dos custos atuais e futuros e a proposição de um modelo de contratação dos serviços e da infraestrutura para digitalização e gestão eletrônica de documentos relativos à vida funcional do servidor e do recadastramento e enriquecimento dos dados cadastrais dos servidores, com a coleta e dados biométricos e biográficos, além da emissão de uma carteira única de identidade funcional. (iii) Frente 3 Desenvolvimento de modelo de inteligência de dados (concluído) O objetivo desta frente é o desenvolvimento do modelo e dos processos de gestão da qualidade dos dados dos sistemas de gestão de pessoas do estado. Dentre os produtos desta frente se destacam a definição de regras de negócio e rotinas para análise da massa de dados gerenciada pelos sistemas de gestão de RH do Governo do Estado. Estas ações visam o monitoramento de inconsistências, incoerências, dados nulos ou em duplicidade e possíveis fraudes e erros que serão tratados de forma automática ou manual, conforme o caso. Outro produto importante será a criação de uma nova arquitetura de dados, eficiente, inteligente, transparente e aderente às várias regras de negócio e à toda legislação aplicável. 3.2 Situação Atual O modelo de RH atual do Estado pode ser considerado híbrido, com parte das atribuições e atividades centralizadas na SUGESP, que é a unidade máxima de recursos humanos do Estado e a unidade responsável por processamento dos pagamentos, e parte descentralizada nas unidades setoriais de recursos humanos dos Órgãos e Entidades do Estado. Conforme ilustrado na Figura 4, o modelo híbrido requer dos órgãos a operação de estruturas regionais e centrais de operação de forma a dar capilaridade ao atendimento e serviços de RH, principalmente nos órgãos de presença local, como os dos sistemas de Saúde, Educação e Segurança. 57

58 Escolas SRE RH Central Educação Unidades Setoriais Seg. Publ. RH Central Seg. Publ. SUGESP- SEPLAG 1. Estratégia de Gestão de Pessoas 3. Carreira & Sucessão 4. Desempenho 5. Desenvolvimento 6. Remuneração & Benefícios Demais Unidades Setoriais de RH Desc. Demais RH Desc. 2. Provisão 7. Relações Sindicais 8. Administração de Pessoal 9. Folha de Pagamento 10. Desligamento 11. Perícia Médica e Saúde Ocupacional 12. Suporte à Gestão de Pessoas Unidades de RH Centralizadas Figura 4 Modelo de Gestão da Vida Funcional do Servidor do Estado de Minas Gerais Segundo levantamento recente da, o Estado de Minas Gerais conta com cerca de (seis mil) servidores na área de RH, distribuídos em cerca de 120 unidades de Recursos Humanos, sendo a maior parte deles contingente alocado na estrutura da Secretaria de Educação e suas 47 Superintendências Regionais. Os principais papéis desempenhados por estes profissionais estão relacionados às atividades de e atendimento e administração de pessoal, como taxação de lançamentos na folha, atualização cadastral, progressão e promoção, aposentadoria, entre outros. Os profissionais atuam em todos os processos, havendo aqueles que se dedicam às atividades de início de tratamento das informações quando um servidor solicita um serviço (como, por exemplo, na solicitação de um pedido de aposentadoria) como aqueles que atuam no decorrer do atendimento, processando informações que completarão a entrega do que é solicitado. Basicamente, a localização destes profissionais está no interior do Estado de Minas Gerais, principalmente através das SREs (Superintendências Regionais de Ensino - em número de 47), para o caso de atendimento de professores, que respondem por grande parte da solicitação de serviços de administração de recursos humanos cerca de 66% dos servidores do Estado são vinculados à Secretaria de Educação) e DRHs (Departamentos de Recursos Humanos, cerca de 67 unidades no Estado). Ainda existem outras unidades do Estado que, por trabalhar de forma descentralizada (como é o caso do DER - Departamento de Estradas de Rodagem, SEF - Secretaria de Estado da Fazenda, FHEMIG - Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, entre outros), necessitam de manter servidores para dar tratamento aos processos de RH, mesmo que a formalização do processo se dê na unidade central do Órgão ou Entidade, haja vista a dificuldade de deslocamento do 58

59 interessado até a unidade de processamento, que em sua maioria está localizada em Belo Horizonte, na Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais. Os demais profissionais de RH (cerca de 300 pessoas) encontram-se na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte. A CONTRATADA deverá interagir com essa equipe e quando for o caso com outras correlatas para que as informações sejam mais abrangentes e detalhadas. Por se tratar de uma unidade Central de Administração de Pessoal os processos não se limitam à estrutura organizacional da SEPLAG, sendo assim serão envolvidas outras Secretarias. Caberá à equipe do Projeto, planejar o modelo de atuação e envolver os demais atores, que serão convocados pela SEPLAG, conforme a necessidade de cada processo. As reuniões e entrevistas serão realizadas preferencialmente na Cidade Administrativa. As reuniões serão realizadas em Belo Horizonte A - SUGESP A (SUGESP) da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG) tem por finalidade coordenar a formulação, a execução, a avaliação, a orientação técnica e o controle, em nível central, de políticas públicas voltadas para a gestão de recursos humanos de órgãos e entidades da administração pública direta, autárquica e fundacional, sendo de sua atribuição: I. propor políticas e diretrizes relativas à gestão de recursos humanos e promover mecanismos II. III. IV. que garantam a valorização do servidor; planejar e supervisionar a gestão da atividade de perícia médica, em consonância com as políticas vigentes de saúde ocupacional; coordenar a execução do pagamento de pessoal, a concessão de direitos e benefícios e demais atividades relacionadas à vida funcional do servidor da administração direta, autárquica e fundacional, desde o seu ingresso até a sua aposentadoria; conduzir o processo de negociação entre o governo e representantes dos servidores públicos civil e militar, subsidiando as decisões governamentais; V. gerir a carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental - EPPGG, VI. garantindo a alocação estratégica e o desenvolvimento de seus servidores; e projetar e monitorar, estatisticamente, as despesas e encargos de pessoal da administração direta, autárquica e fundacional, com vistas a subsidiar deliberações da CCGPGF e demais decisões governamentais. Neste sentido, a SUGESP é a unidade do Governo do Estado responsável por implantar, gerir, supervisionar e operacionalizar o novo modelo, políticas, sistemas, estruturas e organização de recursos humanos. E sob a sua responsabilidade que está sendo conduzido o projeto MASP e as transformações em curso. 59

60 Para o desenvolvimento das suas atividades a SUGESP conta com cinco estruturas (dois Núcleos e três Superintendências) e uma Assessoria subordinadas a ela, conforme detalhado no Organograma abaixo: Organograma da SUGESP SEPLAG Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão SUGESP Subsecretaria de Gestão de Pessoas ARS Assessoria de Relações Sindicais NGCEPPGG Núcleo de Gestão da Carreira de EPPGG NEADP Núcleo de Estatística e Acompanhamento da Despesa de Pessoal SCAP Superintendência Central de Adm. de Pessoal SCPMSO Superintendência Central de Pericia Medica e Saúde Ocupacional SCPRRH Superintendência Central de Politica de Recursos Humanos DCCTA Diretoria Central de Contagem de tempo e Aposentadoria DCPM Diretoria Central de Perícia Médica DCPR Diretoria Central de Provisão DCGDS Diretoria Central de Gestão dos Direitos do Servidor DCSO Diretoria Central de Saúde Ocupacional DCCR Diretoria Central de Carreiras e Remuneração DCOP Diretoria Central de Orientação de Pessoal DCSTA Diretoria Central de Suporte Técnico- Administrativo DCGD Diretoria Central de Gestão do Desempenho DCPPP Diretoria Central de Processamento do Pagamento de Pessoal DCGDES Diretoria Central de Gestão do Desenvolvimento do Servidor DCSPP Diretoria Central de Supervisão do Processo de Pessoal DCGCFC Diretoria Central de Gestão de Cargos e Funções de Confiança GAP Gerência de Assuntos Previdenciários Figura 5 Organograma da SUGESP 60

61 Todos os processos centralizados relacionados à Gestão de Pessoas do Estado de Minas Gerais são responsabilidades e são executados por estas estruturas. Os papéis e responsabilidades destas podem ser vistos abaixo: SUGESP - A SUGESP tem por finalidade coordenar a formulação, a execução, a avaliação, a orientação técnica e o controle, em nível central, de políticas públicas voltadas para a gestão de recursos humanos de órgãos e entidades da administração pública direta, autárquica e fundacional. ARS Assessoria de Relações Sindicais A ARS tem por finalidade assegurar o assessoramento ao Subsecretário de Gestão de Pessoas em matérias pertinentes às relações de trabalho, no âmbito da administração direta, autárquica e fundacional. NGCEPPGG - Núcleo de Gestão da Carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental O NGCEPPGG tem por finalidade gerir, apoiar a alocação e promover a gestão da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, pautado pelos princípios da impessoalidade, razoabilidade e moralidade, com base na meritocracia. NEADP - Núcleo de Estatística e Acompanhamento da Despesa de Pessoal O NEAPD tem por finalidade analisar, projetar e monitorar estatisticamente as despesas e encargos financeiros de pessoal civil e militar da administração direta, autárquica e fundacional. SCAP - Superintendência Central de Administração de Pessoal A SCAP tem por finalidade promover a orientação normativa, a supervisão técnica e o controle da execução das atividades de administração de pessoal da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo estadual. SCPMSO - Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional A SCPMSO tem por finalidade gerir as atividades de perícias médicas e a política de saúde ocupacional dos servidores da administração pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo. SCPRH - Superintendência Central de Política de Recursos Humanos A SCPRH tem por finalidade formular e gerir a política de gestão de pessoas da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo SISTEMAS LEGADOS relacionados à Gestão de Pessoas O Governo de Minas trabalha, neste momento, com cerca de 30 sistemas e ferramentas que suportam as suas atividades relacionadas à Gestão de Pessoas. Alguns desses sistemas foram analisados em alto nível com o objetivo de compreender os papéis que desempenham na gestão de pessoas e quais os benefícios e dificuldades existentes na sua operação e manutenção. 61

62 Legenda GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Na Figura 6 Mapa de Sistemas Corporativos, são apresentados os principais sistemas em uso pelo Estado. Há também um código de cores que identifica a arquitetura funcional de integração e a expectativa de sistemas a serem substituídos, integrados ou facilitados pela SOLUÇÃO. Sistemas Corporativos SISOR SIAD SISAD SERPRO Receita Federal SKILLO 33 ADSeg ACFWeb GEPEM Instituiçõ es externas (FUNDEP / CESPE) SIGEC OP SISAP FIPA Portal do servidor Controle de folha Outros Sistemas Consig Web IPSEMG DAE, e- Turmalina, SICON SIAFI GDRAIS FISCAP COMPREV Ghost SIGED / SIPRO SIPA DiárioWeb Trinunais de Justiça GRP DB2 Conect View Broker FTP (txt) Web Services Power Center Importação de arquivos Online Mista Batch Sistemas a serem integrados ou facilitados pela Solução Sistemas a serem substituídos pela Solução Figura 6 Mapa de Sistemas Corporativos Este mapa e seus relacionamentos são o resultado de um estudo preliminar conduzido pela CONTRATANTE e que deverão ser confirmados pela CONTRATADA durante a fase de planejamento e análise do projeto de implantação da SOLUÇÃO, etapas 6.2 e 6.3 deste Anexo. 62

63 A integração da SOLUÇÃO com os SISTEMAS LEGADOS remanescentes da CONTRATANTE deverá ser endereçada por meio da criação de interfaces sistêmicas, permitindo a troca de informações geradas por e para esses SISTEMAS LEGADOS, conforme detalhados no item 5.1 deste Anexo. Na Tabela 1 SISTEMAS LEGADOS são apresentados os sistemas que compõem o mapa de ferramentas que atualmente suportam a área e os processos de Recursos Humanos do Estado e a trativa preliminar proposta: Tabela 1 SISTEMAS LEGADOS Sistemas / Entidades Descrição Tratamento preliminar proposto ADSeg - Sistemas de Administração Descentralizada de Segurança É o sistema onde são cadastrados e mantidos os usuários dos sistemas corporativos do estado. Utilizado pelos Sistemas Corporativos para cadastramento de usuários, grupos de usuários, transações e terminais. Integrar à SOLUÇÃO SISOR - Sistema Orçamentário Sistemas de Instituições externas Controle de Folha Outros Sistemas Constitui uma aplicação WEB que contempla o módulo de elaboração da proposta orçamentária antes disponível no sistema SIAFI. O SISOR tem como objetivo disponibilizar para o seu Gestor (Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária SCPPO / SEPLAG) e para os seus usuários (Unidades Orçamentárias do Estado de Minas Gerais) um aplicativo que permite: - executar a tarefa de planejamento do orçamento anual; - ajustar o orçamento estadual ao orçamento federal; - prover as alterações necessárias para contemplar e atender a Lei de Responsabilidade Fiscal. Entidade que consome dados constantes no SISAP, mediante interface através de importações de arquivos, visando a obtenção / comprovação de informações obrigatórias como informações de um concurso e de resultado de um concurso. Aplicativos que se interfaceiam com o Módulo de Consignações a fim de obterem informações referentes à margem consignada, informações pessoais, funcionais e financeiras do servidor, resultado de processamento e envio de valor de desconto na folha. Integrar à SOLUÇÃO Integrar à SOLUÇÃO Integrar à SOLUÇÃO SISAD Sistema de Sistema utilizado no registro das avaliações de Substituir pela 63

64 Sistemas / Entidades Descrição Tratamento preliminar proposto Avaliação de Desempenho SKILLO desempenho e envio das notas ao SISAP, para fins de cálculo de benefícios como prêmio de produtividade e progressão. Sistema responsável por realizar o controle e a avaliação de desempenho dos servidores da Secretaria da Fazenda. SOLUÇÃO Integrar à SOLUÇÃO GEPEM Sistema de Gestão de Perícias e Exames Médicos Ocupacionais Sistema atualmente em desenvolvimento que automatizará os processos de perícias e exames médicos, o prontuário de saúde ocupacional do servidor, bem como suas integrações com os processos de administração de pessoal, tais como licenças, ajustamentos, aposentadoria por invalidez, entre outros. Substituir pela SOLUÇÃO SIGECOP Sistema de Gestão de Concurso Público Sistema responsável pela gestão dos concursos públicos e os processos de chamamento e nomeação dos servidores aprovados. Substituir pela SOLUÇÃO Consig Web Sistema utilizado para controle das consignações dos servidores do estado. Possui relação com o SISAP, dado que os descontos devem ser processados na geração da folha de pagamento. Integrar à SOLUÇÃO SISAP Sistema de Administração de Pessoal Sistema responsável pelos processos de administração de pessoal, tais como: ingresso e desligamento, movimentações funcionais, pagamento de pessoal, eventos funcionais, benefício, informações curriculares, publicações, quadro de vagas, agenda médica e relatórios gerenciais e operacionais. Substituir pela SOLUÇÃO SIAD - Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços Este sistema corporativo tem o objetivo de apoiar a gestão de bens e serviços e é composto por vários módulos: Módulo de água e energia Módulo alienação de veículos e materiais Módulo compras Módulo fornecedores Módulo frota Módulo cadastro de materiais e serviços Módulo cotação eletrônica de preços Módulo material de consumo Estoque Integrar à SOLUÇÃO 64

65 Sistemas / Entidades Descrição Tratamento preliminar proposto Módulo contratos Módulo material permanente Patrimônio Módulo Licitanet Módulo registro de preços SERPRO (RAIS Relação Anual de Informações Sociais) Entidade que consome dados constantes no SISAP, mediante interface através de importações de arquivos, visando a obtenção / comprovação de informações obrigatórias como dados pessoais, funcionais e financeiros dos servidores. Integrar à SOLUÇÃO Receita Federal (DIRF - Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte, GFIP - Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social) Entidade que consome dados constantes no SISAP, mediante interface através de importações de arquivos, visando a obtenção / comprovação de informações obrigatórias como dados pessoais, funcionais e financeiros dos servidores. Integrar à SOLUÇÃO ACFWeb Sistema utilizado para suportar o processo de análise da legalidade do acúmulo de cargos e funções dos servidores do Estado Substituir pela SOLUÇÃO FIPA Folha de Instrução dos Processos de Aposentadoria Sistema de geração de formulários utilizados nos processos de análise de aposentadoria dos servidores do Estado. Substituir pela SOLUÇÃO Portal do Servidor Portal web utilizado para publicação e consulta de dados pessoais, funcionais e financeiros dos servidores, acesso a autoserviços como impressão do contra-cheque e alteração de dados de contato, além da publicação de informativos, formulários e conteúdos de recursos humanos. Substituir pela SOLUÇÃO IPSEMG (DAE Documento de Arrecadação Estadual, e- Entidade que consome e disponibiza dados para o SISAP, mediante interface através de importações de arquivos, visando a obtenção / comprovação de informações obrigatórias como dados pessoais, funcionais, financeiros Integrar à SOLUÇÃO 65

66 Sistemas / Entidades Descrição Tratamento preliminar proposto Turmalina, SICON) SIAFI - Sistema Integrado de Administração Financeira Sistema Integrado de Gestão Governamental (GRP) Sistema Integrado de Gestão Governamental (GRP) - Sistema de Segurança Corporativa (SSC) GDRAIS Ministério do Trabalho e Emprego e previdenciários dos servidores. Implantado em 1994 através do Decreto nº de , de utilização obrigatória pelos órgãos do Poder Executivo Estadual, tendo como objetivo geral, buscar a gestão eficiente dos recursos públicos do Estado, mediante a integração automatizada dos processos de elaboração e execução orçamentária, administração e execução financeira, registros contábeis e gest ão do patrimônio público. Está sendo conduzido pelo Estado o Projeto GRP Minas, vislumbrando o desenvolvimento de uma solução sistêmica própria, única, integrada e padronizada, construída sob medida e composta por um conjunto de aplicações que possibilitam operacionalizar, de forma racional e automatizada, todos os processos corporativos da gestão pública do Estado de Minas Gerais, em substituição às soluções atualmente adotadas. O GRP Minas encontra-se em fase de desenvolvimento e deverá substituir os demais sistemas próprios do Estado. A SOLUÇÃO deverá prever interfaces compatíveis com a plataforma e arquitetura do GRP Minas, que deverá ser o sistema central do Estado para gestão das informações governamentais. Sistema de Segurança Corporativo, parte integrante do GRP, recém-desenvolvido para as aplicações do Governo do Estado. Gerador de Declaração da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS. Integrar à SOLUÇÃO Integrar à SOLUÇÃO Integrar à SOLUÇÃO Não há integração com os sistemas da CONTRATANTE. 66

67 Sistemas / Entidades Descrição Tratamento preliminar proposto É alimentado manualmente 1. FISCAP Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais COMPREV - INSS Ghost SIGED e SIPRO SIPA Sistema Integrado de Processamento de Atos - Casa Civil Sistema web para análise e para homologação, pelo TCE- MG, das aposentadorias publicadas pelo Estado. Sistema de compensação previdenciária entre os regimes próprios de previdência e o regime geral (INSS). É utilizado quando o servidor faz uso dos tempos de contribuição do regime geral e do regime próprio para obter a aposentadoria. Sistema utilizado para cruzar a base de dados de óbitos do SISOBINET (Sistema de Controle de Óbitos do Dataprev) com a base de dados de servidores do SISAP. Também é utilizado para acompanhamento dos pagamentos de débitos deixados pelo servidor. Sistemas corporativos do Governo do Estado de MG para protocolar e acompanhar a tramitação de documentos físicos dentro das unidades funcionais do Governo. Sistema para elaboração e tramitação eletrônica de atos de competência do Governador e dos Secretários de Estado, como a nomeação e exoneração de cargos comissionados. O sistema inclui a produção do ato, o encaminhamento para assinatura eletrônica da autoridade e a geração do gabarito para publicação no Minas Gerais Não há integração com os sistemas da CONTRATANTE. É alimentado manualmente1. Não há integração com os sistemas da CONTRATANTE. É alimentado manualmente1. Substitur pela SOLUÇÃO Não há integração com os sistemas da CONTRATANTE. É alimentado manualmente1. Integrar à SOLUÇÃO 1 Ainda que não haja uma integração sistêmica entre os sistemas, a CONTRATADA deverá parametrizar a SOLUÇÃO de forma que o esforço para inserção ou consulta manual de dados nesses sistemas seja minimizado. 67

68 Sistemas / Entidades (Diário Oficial). Descrição Tratamento preliminar proposto Diário Web Imprensa Oficial Sistemas de Pesquisa e Processamento Judicial dos Tribunais de Justiça Sistema web da Imprensa Oficial para publicação de matérias, atos e demais extratos no Minas Gerais (Diário Oficial). O sistema permite o cadastro do texto da matéria, bem como a definição da disposição da informação e definição do período em que a publicação ocorrerá. Sistemas web para consulta processual de ações judiciais. Integrar à SOLUÇÃO Não há integração com os sistemas da CONTRATANTE. É alimentado manualmente1. Descrição das Integrações: 01 - Vaga para concurso Atualizações de status do servidor Liberações de vagas Atualizações de status da vaga Desligamento Informações de um concurso Informações de resultado de um concurso Dados pessoais do servidor Dados pessoais do servidor via armazém SISAP Notas, período e faixa das avaliações Níveis de Instituição dos órgãos do estado Nota e período da avaliação Dados do servidor (dados pessoais, cargos e admissões) Margem consignada Informações pessoais, funcionais e financeiras do servidor Resultado de processamento Envio de valor de desconto na folha Margem consignada Informações pessoais, funcionais e financeiras do servidor Resultado de processamento Envio de valor de desconto na folha Informações pessoais, funcionais e financeiras do servidor Validações MASP ativa. 68

69 24 - Informações de contracheque Alterações de dados cadastrais (nome, endereço e ) Dados do servidor (histórico funcional falta, afastamentos e progressões) Validações de acesso Dados pessoais do servidor Dados pessoais, funcionais e financeiros do servidor Dados pessoais, funcionais e financeiros do servidor Dados pessoais, funcionais e financeiros do servidor Candidatos nomeados Dados da vida funcional de servidores da Secretaria da Fazenda Dados processados na Folha de Pagamento. 35 Dados e informações Previdenciárias. Descrição dos sistemas a serem substituídos: A seguir é apresentada a relação de sistemas corporativos a serem substituídos pela SOLUÇÃO e posteriormente descontinuados, quando da conclusão dos SERVIÇOS, de acordo com levantamentos e estudos realizados pela CONTRATANTE no ano de SISAP Atribuição: Gestão de administração de pessoal Fornecedor: Prodemge Início Operação: 1998 Tecnologia: Mainframe Âmbito do Sistema: ingresso e desligamento, movimentações funcionais, pagamento de pessoal, eventos funcionais, benefício, informações curriculares, publicações, quadro de vagas, agenda médica e relatórios gerenciais e operacionais (armazém). Histórico: O desenvolvimento do Sistema de Administração de Pessoal do Estado de Minas Gerais SISAP, cujo gestor é a SEPLAG, foi estabelecido pelo Decreto nº de 25/08/1995. As construções das funcionalidades são organizadas em sistemas integrados, em plataformas distintas, contendo o Concurso Público (SIGECOP) e a Avaliação de Desempenho dos Servidores Públicos (SISAD). O sistema foi desenvolvido na plataforma mainframe, em linguagem Natural e banco de dados DB2 e ADABAS. Possui módulos desenvolvidos nas plataformas cliente/servidor, PHP/JAVA, ASP, PL/SQL, Power Center, JEE (com Java 1.4), utilizando os frameworks Struts e Hibernate, IDE Eclipse; Apache Ant e SGBD Oracle. A integração dos módulos acontece através da ferramenta Broker e existem processos internos de carga para alimentação de outros sistemas do Governo. Objetivos: tratar de maneira unificada as informações necessárias à Administração de Pessoal do Estado, manter uma base de dados única e compartilhada por todas as instituições da Administração Direta e Indireta, Autarquias e Fundações, aperfeiçoar a sistemática da execução do processamento da folha de pagamento do Estado e da respectiva programação orçamentária. Servidor de Aplicação: 69

70 Sistema operacional: IBM / ZOS 1.11 Tipo servidor: Mainframe Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: DB2 / ADABAS (Auditoria) Tipo servidor: Mainframe Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: 352 Gb DB2 68 Gb ADABAS 1,16 Gb VSAM Taxa de Crescimento: 2,43% a.a. Quantidade de tabelas: 546 DB2 10 ADABAS Número de cadastros (PF e PJ): Número de pessoas (inclui, mas não se limita a servidores ativos, inativos e pensionistas): Servidores ativos: Interfaces de entrada: Sistema Tipo Informação movimentada SIGECOP BROKER Nomeação Online Online/ BATCH ADSEG BROKER Dados de acesso Online SISAD BROKER Nota, período e faixa da avaliação Online / BATCH Portal do servidor Consig Web DB2 CONNECT FTP Atualização de informações pessoais Informações pessoais, funcionais e financeiras do servidor Online BATCH Interfaces de saída: Sistema IPSEMG (DAE, e-turmalina, SICON) Tipo FTP, BROKER Arquivos Informação movimentada Dados pessoais, funcionais e financeiros Receita Federal (DIRF, Envio de arquivos Dados pessoais, BATCH Online/ BATCH BATCH Online (SICON- Concessão de pensão) 70

71 Sistema Tipo Informação movimentada Online/ BATCH GFIP) funcionais,financeiros Serpro (RAIS) Envio de Arquivos Dados pessoais,funcionais e financeiros BATCH SIAD (Sistema de Aministração de materiais) Chamada Direta Dados pessoais e funcionais dos motoristas do Estado Online SKILLO FTP Dados pessoais e funcionais BATCH SISAD BROKER Dados funcionais do servidor Online SISAD Atribuição: Sistema de Avaliação de Desempenho usado para registrar as notas das avaliações de desempenho dos servidores do estado. Fornecedor: Prodemge Início Operação: 2004 Tecnologia: Java Web Âmbito do Sistema: cadastro da avaliação de desempenho individual do servidor e da avaliação especial de desempenho do servidor em período de estágio probatório; disponibilização das informações para consulta pelos servidores, órgãos e entidades envolvidas. Objetivos: cadastrar todas as informações pertinentes ao processo de avaliação de servidores e Órgãos. Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Linux Enterprise Tipo servidor: dedicado Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: Oracle 10g Tipo servidor: Compartilhado com SIGECOP e RH Minas Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: 250Gb Taxa de Crescimento:5 a 10% a.a Quantidade de tabelas:

72 Quantidade de avaliações: Documentos: (volume maior PGDI Plano de Gestão de Desempenho Individual metas para o ano) Interfaces de entrada: Sistema SISAP Armazém SISAP SISOR Tipo BROKER POWER CENTER View Informação movimentada Dados funcionais do servidor Dados pessoais do servidor Nível de Instituição dos órgão do estado Online / BATCH Online BATCH BATCH ADSEG BROKER Dados de acesso Online Interfaces de saída: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH SISAP BROKER Nota, período e faixa da avaliação Online / BATCH SKILLO Arquivos.txt enviados via ftp Nota e período da avaliação BATCH SIGECOP Atribuição: Gestão de concursos públicos. Fornecedor: Prodemge Início Operação: 2008 Tecnologia: Java Web Âmbito do Sistema: O Sistema de Gestão de Concursos Públicos SIGECOP tem, como principal objetivo, servir de ferramenta de auxílio à gestão de processos concursais que ocorram no âmbito da Administração Direta e Indireta de Minas Gerais, repercutindo sobre o nível de integração dos vários agentes envolvidos e sobre o aumento de transparência dos procedimentos componentes desses processos. Objetivos: auxiliar o processo de gestão de concurso público e de nomeação do servidor. Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Linux 72

73 Tipo servidor: Compartilhado Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: Oracle 10 g (RAC) Tipo servidor: Compartilhado (SISAD / RHMinas) Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: 1.6 Gb Taxa de Crescimento: depende dos concursos abertos Quantidade de tabelas: 129 Dados armazenados relevantes: quantidade de candidatos aprovados / lista de espera para as vagas Interfaces de entrada: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH ADSEG BROKER Dados de acesso Online SISAP BROKER/Arquivo Vagas para concursos Instituições externas (FUNDEP/CESPE) SISAP txt BROKER Informações de resultado de um concurso Atualização de status do servidor (nomeação, posse e exercício) Online (se n < 300)/ BATCH (n > 300) N/A Online SISAP BROKER Liberação de Vagas Online SISAP SISAP BROKER BROKER Atualização de status da vaga (exoneração / falecimento / demissão) Desligamento (torna sem efeito o ato de nomeação) Online Online Interfaces de saída: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH Instituições externas (FUNDEP/CESPE) Pdf/txt Informações de um concurso N/A 73

74 Sistema Tipo Informação movimentada SISAP Txt Candidatos nomeados BATCH Online / BATCH ACF Web Atribuição: Gestão de acúmulo de cargos. Fornecedor: Prodemge Início Operação: 2011 Tecnologia: Java Web Âmbito do Sistema: suportar o processo de análise do acúmulo de cargos e funções dos servidores do estado. Objetivos: documentar todos os passos do processo de Verificação da Licitude de Acúmulo de Cargos. Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Linux Tipo servidor: Dedicado Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: Oracle 10g Tipo servidor: Dedicado Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: 2,7 Gb Taxa de Crescimento: de acordo com os processos 200Mbytes/ano processos/mês (estimado) Quantidade de tabelas: 54 Dados armazenados relevantes: já registrados 87 mil processos Interfaces de entrada: Sistema SISAP Tipo BROKER Informação movimentada Dados do servidor (dados pessoais, cargos e admissões) Online / BATCH Online ADSEG BROKER Dados de acesso Online 74

75 Interfaces de saída: Portal do servidor Atribuição: Portal utilizado para consulta de dados pessoais, funcionais e financeiros dos servidores. Fornecedor: Prodemge Início Operação: 2008 Tecnologia: PHP interface Java inteação com Mainframe Âmbito do Sistema: consultas que permitem que um servidor autenticado acesse dados pessoais, funcionais, informe de rendimentos, contracheque, entre outras. Objetivos: permitir que o servidor obtenha informações e documentos diversos que são insumos para processos executados fora do portal. O portal também contém orientações para acesso aos principais sistemas corporativos utilizados no estado (que não estão integrados ao portal). Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Linux 64 bits Tipo servidor: Dedicado Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: Oracle 10g e DB2 (dados SISAP) Tipo servidor: Compartilhado (outros sistemas que não são SEPLAG) e acesso ao banco do SISAP Volumetria (em maio/2013): Média de visitas / dia e Máximo de visitas /dia Volume de dados: 512 MB Taxa de Crescimento: irrelevante Quantidade de tabelas: 15 Dados armazenados relevantes: não possui, as informações do servidor estão no SISAP Interfaces de entrada: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH SISAP BROKER Informações pessoais, funcionais e Online 75

76 financeiras do servidor ADSEG BROKER Dados de acesso Online SISAP BROKER Validação de MASP do servidor está ativa para permitir acesso ao portal Online SISAP DB2 CONNECT Informações do contracheque Online Interfaces de saída: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH SISAP DB2 CONNECT Atualização de informações pessoais Online FIPA Atribuição: Gestão de formulários utilizados nos processos de aposentadoria. Fornecedor: Prodemge Início Operação: 2009 Tecnologia: Web - ASP /Mainframe NATURAL DB2 Âmbito do Sistema: Sistema web usado pela DCCTA para impressão das Folhas de Instrução do Processo de Aposentadoria. Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Windows Server 2003 Standard 32 bits Tipo servidor: Compartilhado com sistemas de outros clientes Servidor de Banco de Dados (em maio/2013): Gerenciador de banco de dados: DB2 Tipo servidor: Dedicado (SISAP) Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: Utiliza dados SISAP Taxa de Crescimento: Utiliza dados SISAP Quantidade de tabelas: Utiliza as tabelas do SISAP Dados armazenados relevantes: não salva dados, apenas leitura 76

77 Interfaces de entrada: Sistema SISAP Tipo BROKER Informação movimentada Dados do servidor (histórico funcional faltas, progressões, afastamentos) Online / BATCH Online ADSEG BROKER Dados de acesso Online Interfaces de saída: Ghost Atribuição: Sistema de acompanhamento de óbitos. Fornecedor: DCSPP / NEADP SEPLAG/MG Início Operação: 2008 Tecnologia: Microsoft Access Âmbito do Sistema: Ferramenta utilizada pela DCSPP para identificação imediata de servidores falecidos e para acompanhamento do pagamento de vencimentos deixados ou para a restituição de pagamentos indevidos. Servidor de Aplicação: Sistema operacional: Windows Tipo servidor: PC/ Desktop Volumetria (em maio/2013): Volume de dados: Utiliza dados SISAP e SISOBINET Interfaces de entrada: Sistema Tipo Informação movimentada Online / BATCH SISAP Manual Dados do servidor (nome, filiação, RG, CPF) Batch SISOBINET Manual Dados nacional de óbitos Batch Interfaces de saída: 0 77

78 3.3 Resultados do Diagnóstico da Área de Recursos Humanos do Estado Ao final da fase de diagnóstico de processos, pessoas e sistemas, os estudos apontaram não somente a necessidade de intervenções e melhorias pontuais nos processos, pessoas e sistemas da folha e da administração de pessoal, mas uma completa transformação em toda a cadeia de valor, na organização e no sistema de Recursos Humanos do Estado, que encontravam-se fragilizados por sistemas defasados, práticas e processos sem capacidade de agregar valor, pessoas com uma grande carência por capacitação adequada e uma organização departamental com zonas cinzentas, conforme ilustra a figura abaixo: Fonte: Relatório de Diagnóstico do Projeto MASP Figura 7 Resultados do diagnóstico de processos, pessoas e sistemas de RH do Estado Em relação ao tema Geração de Valor, verificou-se durante o diagnóstico que a área de RH não está alinhada com a estratégia do Governo e não é envolvida nos Comitês Executivos, nem nas tomadas de decisão da Alta Gestão, impossibilitando a mobilização prévia para adequações a eventuais mudanças antes que as decisões sejam publicadas e passem a ter validade. Foi constatado também que a área de RH busca implementar novas práticas, processos e programas, mas muitas vezes estes não estão alinhados com a necessidade e a estratégia do Governo. Além disso, sob o aspecto da execução dos serviços percebeu-se que o RH executa os Serviços básicos de Administração de Pessoal, mas nem sempre com alta qualidade e, na maioria das vezes, não cumpre com os prazos de prestação de serviços acordados com os servidores, candidatos e pensionistas. Do ponto de vista da Organização, constatou-se após o diagnóstico que a estrutura do modelo atual de RH do Estado é uma mistura de estrutura descentralizada com grande parte das competências ainda centralizadas. O resultado é uma execução pulverizada mas com um intenso trabalho de conferência, correção e validação central, resultando em enorme retrabalho e zonas cinzentas, o que acaba prejudicando a qualidade do atendimento e a acuracidade dos lançamentos. 78

79 Além disso, foi detectado que os recursos envolvidos nos processos possuem pouca especialização, uma vez que uma mesma pessoa executa tanto atividades estratégicas e táticas, quanto operacionais e de atendimento. Fonte: Relatório de Diagnóstico do Projeto MASP Figura 8 Diagnóstico de sistemas e ferramentas de RH do Estado Especificamente no tema Tecnologia, verificou-se ao longo da execução da etapa de diagnóstico que a atual plataforma tecnológica de gestão de pessoas e administração de pessoal do Estado, composta por cerca de 30 sistemas, apresenta baixa aderência funcional e um esgotamento tecnológico que acaba por resultar em baixa automação de processos, baixa qualidade dos dados inseridos, usabilidade restrita e baixa capacidade de inteligência de dados, conforme ilustra a Figura 8. Os resultados deste estudo reforçaram os apontamentos feitos pelo Projeto GRP Minas, ocorrido em , o qual apontou para a necessidade de substituição da plataforma tecnológica de recursos humanos. Dentre as principais conclusões acerca da plataforma tecnológica, destaca-se que: Grande parte das atividades é executada de forma manual, sem utilização de sistema, sendo que apenas as mais críticas e essenciais são automatizadas; Existência de inúmeras oportunidades de automatização das tarefas por meio de sistema, como por exemplo, relatórios mais complexos, fluxo de aprovações automático, entre outros; 79

80 Existência de um controle básico de acesso aos dados e às funcionalidades do sistema, por meio de usuários e senhas, porém este controle é feito de forma descentralizada, sendo específico para cada sistema; Há um processo básico de cadastro e liberação de acesso para novos usuários, porém não existe um controle de validade dos acessos, de forma que, uma vez criado o acesso, este permanece por tempo indeterminado, ou é excluído apenas de forma manual; Existência da percepção de que as informações não estão completamente registradas no sistema ou são de baixa qualidade. Em função disso, há muita dependência de registros físicos e / ou são necessárias constantes conferências; Existência de manuais básicos de acesso aos sistemas, mas sem garantia de versão atualizada. Entretanto, não há documentos detalhados por perfis. Exemplos: taxador, administrador de segurança, entre outros; As consultas ocorrem de maneira manual, em controles paralelos, e os dados estão dispersos e segmentados; Há grande esforço de produção de dados para análise, sendo necessário, freqüentemente, recorrer à área de tecnologia da PRODEMGE. Em relação aos Processos, as principais observações mostraram que: O modelo atual sobrecarrega os RHs setoriais com inúmeras atividades, muitas de cunho estritamente transacional; O nível de automação e integração dos fluxos dos processos é baixo; Existem problemas de falta de mão de obra qualificada, alta rotatividade e falta de uma estrutura de procedimentos padrão, orientações e serviço de suporte adequado (ágil e assertivo); Na SCAP a grande maioria dos processos recebidos (taxação, aposentadoria, acúmulos, outros) possui um volume elevado de erros (em alguns casos, até de 90% dos processos recebidos); Há excesso de passivos de pessoal, quer por incorreções de lançamentos e instrução dos processos, quer pela divergência de regras e instruções; Muitos órgãos executam as atividades sem critérios padronizados, ou não as executam até que haja um parecer formal da SEPLAG; A regra, se existe, muitas vezes não é conhecida ou não é implementada pela ponta. Assim, tendo em vista a incapacidade do projeto provocar as transformações necessárias através de evoluções pontuais do modelo vigente, foi aprovado pelo comitê executivo e gestor do projeto a completa reestruturação da área, incluindo a substituição da ferramenta de RH, de forma que esta seja capaz de suportar os novos processos e práticas desenhadas, e um amplo programa de transformação organizacional da área de RH. 80

81 3.4 Novo Modelo de Recursos Humanos do Estado Concluída a etapa de diagnóstico e validado o direcionamento do programa de transformação para o RH do Estado, passou-se à fase de desenho do modelo futuro de todos os processos relacionados a área de Gestão de Pessoas do Estado de Minas Gerais, resultando na produção e documentação de cerca de 270 processos e subprocessos que compõe a cadeia de valor do RH, conforme ilustrado na Figura 10: 81

82 1. Estratégia de Gestão de Pessoas 2. Provisão 3. Carreira & Sucessão 4. Desempenho 5. Desenvolvimento 6. Remuneração & Benefícios 10. Desligamento 3.1 Plano de Cargos e Carreira 3.2 Plano de Sucessão 4.1 Revisão de Competências 4.2 Contrato de Desempenho 5.1 Integração 5.2 Planejamento do Desenvolvim. 6.1 Plano de Remuneração 6.2 Mudança na Estrutura Organizacional 3.3 Inclusão Profissional 4.3 Avaliação de Desempenho 5.3 Gestão do Desenvolvim. 5.5 Gestão da Cultura Organização 6.3 Orçamento de RH 6.4 Definição dos Direitos do Servidor 2.1 Planejamento da Provisão 10.1 Exoneração 2.2 Gestão da Provisão 7. Relações Sindicais Negociações Interlocução com Sindicais Entidades Rep. e Órgãos 7.2 Negociação Sindical 10.2 Aposentadoria 2.3 Alocação e Realocação 8. Administração de Pessoal 8.1 Admissão 8.8 Ações Judiciais 8.2 Férias 8.9 Manutenção de Informações e Pastas 8.3 Movimentação de Pessoal e Alterações de Proventos 8.10 Atendimentos e Orientações 8.4 Administração dos Direitos do Servidor 8.11 Pensão Alimentícia 8.5 Licenças e Afastamentos 8.12 Advertências e Fiscalizações 8.6 Declarações 8.13 Pensões Especiais 8.7 Controle de Frequência 8.14 Evolução 9. Folha de Pagamento 9.1 Folha de Pagamento 9.2 Contabilização 9.3 Provisões 9.4 Recolhimentos e Consignações 9.5 Relatórios Legais 9.6 Cálculos Diversos 9.7 Transferência Bancária 11. Perícia Médica e Saúde Ocupacional 11.1 Definição de Estratégia de PMSO 11.2 Qualidade de Vida no Trabalho 11.3 Exames Médicos Ocupacionais 11.4 Recuperação / Reabilitação do servidor 11.5 Monitoramento do Ambiente de Trabalho 12. Suporte à Gestão de Pessoas 12.1 Gestão de Relacionamento 12.2 Gestão da Performance 12.3 Gestão da Documentação 12.4 Gestão da Qualidade 12.5 Melhoria Contínua 12.6 Gestão de Novas Demandas 12.7 Suporte em Tecnologia 12.8 Suporte Jurídico 12.9 Gestão de Contatratos Figura 9 Cadeia de Valor dos Macroprocessos de Gestão de Pessoas do Estado de Minas Gerais 82

83 Para cada um dos processos mapeados na cadeia de valor do RH, foram desenvolvidos 4 principais produtos: (1) a ficha descritiva dos processos, apontando sua taxonomia e hierarquia na cadeia de valor, suas entradas, saídas, clientes, fornecedores, legislação, entre outras informações correlatas; (2) os fluxos, contendo o diagrama visual do processo, em notação BPMN, das atividades e tarefas de cada processo; (3) o plano de atividades, contendo os procedimentos e instruções operacionais de cada processo; e (4) os requisitos requisitos funcionais para que um sistema fosse capaz de suportar o novo processo desenhado, além da lista de GAP entre o processo futuro e o atual, apontando lacunas em pessoas, sistemas, práticas e metodologias, processos e organização, conforme ilustra a Figura 10: Definições Gerais do Processo (DEF) Plano de Atividades (PLA) Fluxos (FLU) GAPs e Requisitos Funcionais (GAP) Figura 10 Produtos entregues na etapa de desenho do novo modelo de RH O novo modelo de RH do Estado foi desenhado de forma a tangibilizar os resultados esperados pela administração, quais sejam: Possuir informações funcionais confiáveis, atualizadas e disponíveis em tempo real; Permitir a ampliação do portfólio de autosserviços; Permitir a automação e virtualização de processos e procedimentos (menor geração de papel e tramitação de processos físicos); Permitir a segmentação de atividades por área e por processo; Possuir processos definidos, controlados e transparentes do início ao fim; 83

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Subsecretaria de Gestão de Pessoas EDITAL DE LICITAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Subsecretaria de Gestão de Pessoas EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 006/2014 Tipo: MENOR PREÇO Objeto: Fornecimento em caráter definitivo, não exclusivo, de licenças de uso de software de um Sistema Integrado de Gestão

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 13 / 2012 Tipo: Menor Preço

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 13 / 2012 Tipo: Menor Preço EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 13 / 2012 Tipo: Menor Preço Objeto: Registro de Preços para contratação de serviços de APOIO TÉCNICO EM DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE INFORMAÇÕES FUNDADOS

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS LICITAÇÃO/JUCEMG EMPREITADA POR PREÇO UNITÁRIO MENOR PREÇO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 11 - PROCESSO 2251003 000029/2012 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA ARMADA EDITAL RECIBO A Empresa Retirou

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compras nº 2331032/0000027/2014 Regime: Fornecimento de Bens Tipo: MENOR PREÇO

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compras nº 2331032/0000027/2014 Regime: Fornecimento de Bens Tipo: MENOR PREÇO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compras nº 2331032/0000027/2014 Regime: Fornecimento de Bens Tipo: MENOR PREÇO Objeto: Aquisição de pesos padrão novos de classes E2, F1e M1,

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS LICITAÇÃO/JUCEMG - MENOR PREÇO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 27/2013 - PROCESSO 2251003 000099/2013 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTOBOY EDITAL RECIBO A Empresa retirou este

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS PLANEJAMENTO Nº. 160/2013 Tipo: Menor Preço

EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS PLANEJAMENTO Nº. 160/2013 Tipo: Menor Preço EDITAL DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS PLANEJAMENTO Nº. 160/2013 Tipo: Menor Preço Objeto: Registro de preços para Locação de veículos automotores para transporte de pessoas e pequenas

Leia mais

Tipo: MENOR PREÇO RECIBO. A Empresa CNPJ n. , retirou Edital de Pregão nº. / e deseja ser informada de quaisquer alterações,

Tipo: MENOR PREÇO RECIBO. A Empresa CNPJ n. , retirou Edital de Pregão nº. / e deseja ser informada de quaisquer alterações, EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 155/2011 Regime: Fornecimento de Bens Tipo: MENOR PREÇO Objeto: Cordão para crachás e similares: poliéster, com prendedor (argola) acompanhado de roller

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Regime: Serviços

EDITAL DE LICITAÇÃO. Regime: Serviços EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 27/2014 Processo de Compra: 1271005/0027/2014 Regime: Serviços Tipo: MENOR PREÇO Objeto: SERVIÇOS DE IMPRESSÃO DE CARTÕES EM PVC COM FORNECIMENTO DE

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 059/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 301/15 ECM 6191

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 059/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 301/15 ECM 6191 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 059/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 301/15 ECM 6191 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 TERMO DE PARTICIPAÇÃO DO EDITAL 20114150 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 06/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 06/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 06/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Objeto: AQUISIÇÃO DE IMPRESSOS GRÁFICOS PERSONALIZADOS. RECIBO A Empresa CNPJ n., retirou Edital

Leia mais

FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO

FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 77/2014 Regime: FORNECIMENTO DE BENS Tipo: MENOR PREÇO GLOBAL Processo: 2281314000077/2014 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA CONTRATAÇÃO DE MÃO-DE-OBRA

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 095/15 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 544/15 ECM 9524

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 095/15 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 544/15 ECM 9524 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 095/15 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 544/15 ECM 9524 Objeto: AQUISIÇÃO DE APARELHOS TELEFÔNICOS, DE APARELHOS DE AUDIOCONFERÊNCIA E DE LICENÇAS

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR PREÇO LOTE ÚNICO

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR PREÇO LOTE ÚNICO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR PREÇO LOTE ÚNICO Objeto: Serviços de avaliação com elaboração de laudo técnico dos Imóveis da FAPEMIG.

Leia mais

Tomada de Preços n.º 015/2010

Tomada de Preços n.º 015/2010 Tomada de Preços n.º 015/2010 Procedimento Administrativo n.º 0848/2010 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: global Regime de execução: empreitada por preço unitário Objeto: Contratação

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE COMPRAS, CONTRATOS E CONVÊNIOS

ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE COMPRAS, CONTRATOS E CONVÊNIOS Pregão Eletrônico nº 18/2012 Página 1 de 19 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO Nº 18/2012 Tipo: ELETRÔNICO Processo nº: 1261347-149/2012 Objeto: Aquisição de bandeiras, mastros e pedestais. RECIBO

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.

INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com. 1/7 INFORMAÇÕES AOS FORNECEDORES SEJA NOSSO FORNECEDOR REGULAMENTO PARA EMISSÃO DO CRC COCEL (parte integrante do site www.cocel.com.br) INFORMAÇÕES I. O interessado na inscrição no Cadastro de Fornecedores

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compra N 2331032 00009/2014 Regime: Prestação de Serviços Tipo: MENOR PREÇO

EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compra N 2331032 00009/2014 Regime: Prestação de Serviços Tipo: MENOR PREÇO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Processo de compra N 2331032 00009/2014 Regime: Prestação de Serviços Tipo: MENOR PREÇO Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 001/2012 Regime: Prestação de Serviços. Tipo: < MENOR PREÇO >

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 001/2012 Regime: Prestação de Serviços. Tipo: < MENOR PREÇO > EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 001/2012 Regime: Prestação de Serviços Tipo: < MENOR PREÇO > Objeto: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LIMPEZA DE CAIXAS D ÁGUA E DE DEDETIZAÇÃO DAS UNIDADES

Leia mais

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL

AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL AVISO DE LICITAÇÃO DATASUL Pregão Eletrônico nº 16111/2008 Processo n 6111/2008 OBJETO: 76J-00323 - Office Enterprise 2007 Sngl OLP INÍCIO DE RECEBIMENTO DE PROPOSTAS: 02/05/2008 às 11 horas. LIMITE PARA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA DO SUL Estado do Rio Grande do Sul Rua do Comércio, 124 IPIRANGA DO SUL RS EDITAL DE LICITAÇÃO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade...: Tomada de Preços Número...: 008/2014 Número da Modalidade: 003/2014 Data de Abertura da Licitação...: 20/02/2014 Data de Abertura das Propostas..: 14/03/2014 Horário...:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 61/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 335/15 ECM 6682 RECIBO. A Empresa CNPJ n.

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 61/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 335/15 ECM 6682 RECIBO. A Empresa CNPJ n. EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 61/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 335/15 ECM 6682 Objeto: Aquisição de notebooks para a sede da CODEMIG. RECIBO A Empresa CNPJ

Leia mais

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS LICITAÇÃO/JUCEMG EMPREITADA POR PREÇO UNITÁRIO MENOR PREÇO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 04/2014 - PROCESSO 2251003 000008/2014 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MOTOBOY EDITAL RECIBO

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2014 Regime: Fornecimento Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Objeto: Aquisição de Ativos de Rede No-break e Rack, conforme itens: Lote Item Descrição Qtde

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria de Infraestrutura MINUTA EDITAL DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N. MINUTA INTERNACIONAL N. 01/2013 PROCESSO N.º 0900130000453 A SECRETARIA DE INFRAESTRUTURA DO ESTADO DA BAHIA - SEINFRA, com sede na Avenida Luiz Viana Filho, 4ª Avenida, nº 440, Centro Administrativo da

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 031/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 205/15 ECM 4751

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 031/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 205/15 ECM 4751 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 031/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 205/15 ECM 4751 Objeto: AQUISIÇÃO DE APARELHOS CELULARES TIPO SMARTPHONE, COM SISTEMA OPERACIONAL IOS

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 046/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 249/15 ECM 5294

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 046/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 249/15 ECM 5294 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 046/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 249/15 ECM 5294 Objeto: Aquisição de Scanner de Microfilmagem para a CODEMIG. RECIBO A Empresa

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 009/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 009.003067.12.2 O DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE torna público para conhecimento

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 174/2011 Planejamento: 174/2011 Objeto: REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA DE MICROCOMPUTADORES E

EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 174/2011 Planejamento: 174/2011 Objeto: REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA DE MICROCOMPUTADORES E EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 174/2011 Planejamento: 174/2011 Objeto: REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRA DE MICROCOMPUTADORES E NOTEBOOKS RECIBO A Empresa retirou este Edital de licitação

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 009/2012. Tipo:

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 009/2012. Tipo: <MENOR PREÇO> EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 009/2012 Regime: Fornecimento de Bens Tipo: Objeto: Contratação de empresa especializada na fabricação e fornecimento de Pesos Padrão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 2351053-01/2015. Regime: Concessão onerosa de uso de espaço público.

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 2351053-01/2015. Regime: Concessão onerosa de uso de espaço público. EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO PRESENCIAL Nº. 2351053-01/2015 Regime: Concessão onerosa de uso de espaço público Tipo: MAIOR PREÇO Objeto: CONCESSÃO ADMINISTRATIVA DE USO DE ESPAÇOS FÍSICOS (Art.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO

Prefeitura Municipal de Antonina do Norte GOVERNO MUNICIPAL CNPJ n 07.594.500/0001-48 EDITAL CONVOCATÓRIO EDITAL CONVOCATÓRIO CONVITE Nº 2013.02.18.2 1.0 EDITAL 1.1 Órgão: SECRETARIA MUNICIPAL DE AÇÃO SOCIAL 1.2 Modalidade: CONVITE 1.3 Tipo de Licitação: Menor preço Global 1.4 Torna público para conhecimento

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 2351053-10/2014 Regime: Prestação de serviços. Tipo: MENOR PREÇO

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 2351053-10/2014 Regime: Prestação de serviços. Tipo: MENOR PREÇO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 2351053-10/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR PREÇO Objeto: Contratação de locação de veículos leves pelo regime de diária de viagem e

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO PE 009/2015 FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO/ALIMENTAÇÃO PROCESSO Nº 5071004000012/2015

PREGÃO ELETRÔNICO PE 009/2015 FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO/ALIMENTAÇÃO PROCESSO Nº 5071004000012/2015 1 PREGÃO ELETRÔNICO PE 009/2015 FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO/ALIMENTAÇÃO PROCESSO Nº 5071004000012/2015 1- EDITAL DE LICITAÇÃO Preâmbulo/Informações Específicas Informações Gerais 2- MODELOS - Modelo

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

Objeto: REGISTRO DE PREÇOS DE MATERIAL MÉDICO ATADURAS E CAMPOS.

Objeto: REGISTRO DE PREÇOS DE MATERIAL MÉDICO ATADURAS E CAMPOS. EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS - PLANEJAMENTO N º 242/2012 Tipo: MENOR PREÇO Objeto: REGISTRO DE PREÇOS DE MATERIAL MÉDICO ATADURAS E CAMPOS. ÍNDICE 1 PREÂMBULO

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 09/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR VALOR GLOBAL ANUAL

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 09/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR VALOR GLOBAL ANUAL EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 09/2014 Regime: Prestação de serviços Tipo: MENOR VALOR GLOBAL ANUAL Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ARMAZENAGEM,

Leia mais

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0 PREGÃO PE - 31/2015 - SULGÁS A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - SULGÁS torna público, através de seu Pregoeiro designado, que realizará licitação por meio da utilização de recursos de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa CNPJ n. , com endereço completo. telefone/fax. , retirou Edital de Pregão nº. / e

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa CNPJ n. , com endereço completo. telefone/fax. , retirou Edital de Pregão nº. / e EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 099/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 581/15 ECM 10.314 Objeto: CONTRATAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO CONTRA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 027/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 170/15 ECM 4190

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 027/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 170/15 ECM 4190 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 027/2015 Regime: Prestação de Serviços Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 170/15 ECM 4190 Objeto: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE MICROFILMAGEM CONVENCIONAL

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 01/2015.

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N.º 01/2015. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO, ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 53/2013

PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 53/2013 PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 53/2013 O - IFBA, por intermédio de seu Pregoeiro, designado pela Portaria nº 61 de 16 de julho de 2013, torna público que fará realizar licitação, pelo

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Processo nº 000177-04.91/12-8

PREGÃO ELETRÔNICO Processo nº 000177-04.91/12-8 PREGÃO ELETRÔNICO PE - 23/12 - SULGÁS A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - SULGÁS torna público, através de seu Pregoeiro designado, que realizará licitação por meio da utilização de recursos

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: Pregão Eletrônico nº 32/2012. Tipo: Menor Preço Objeto: SERVIÇOS DE REFORMA E ADAPTAÇÃO DE BENS IMÓVEIS RECIBO

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: Pregão Eletrônico nº 32/2012. Tipo: Menor Preço Objeto: SERVIÇOS DE REFORMA E ADAPTAÇÃO DE BENS IMÓVEIS RECIBO EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: Pregão Eletrônico nº 32/2012 DADOS DO PROCESSO DE COMPRA: Código da Unidade de Compra: 1320045 Número do Processo: 10 Ano do Processo: 2012 Tipo: Menor Preço Objeto: SERVIÇOS

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 79/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 419/15 ECM 7894

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 79/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 419/15 ECM 7894 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 79/2015 Tipo: MENOR PREÇO POR LOTE Processo Interno Nº 419/15 ECM 7894 Objeto: Aquisição de licenças de software Microsoft, Symantec e Fortinet para

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

DATA E HORA DA ABERTURA DA SESSÃO PÚBLICA: 16/07/2009 às 09:00hs

DATA E HORA DA ABERTURA DA SESSÃO PÚBLICA: 16/07/2009 às 09:00hs EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO n 99/2009 PROCESSO n 001.0250.000.292/2009 OFERTA DE COMPRA Nº 090121000012009OC00510 ENDEREÇO ELETRÔNICO: www.bec.sp.gov.br ou www.bec.fazenda.sp.gov.br DATA DO INÍCIO DO PRAZO

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO PE 002/2010

PREGÃO ELETRÔNICO PE 002/2010 1 ÍNDICE ESTE CADERNO DE LICITAÇÃO CONTÉM AS INSTRUÇÕES PARA PREPARO DAS PROPOSTAS DOS INTERESSADOS E É COMPOSTO DE: PREGÃO ELETRÔNICO PE 002/2010 FORNECIMENTO DE SOFTWARES 1- EDITAL DE LICITAÇÃO INFORMAÇÕES

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 TIPO: MENOR PREÇO A Associação Paulista dos Criadores de Suínos APCS - SP, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa retirou este Edital de licitação e deseja ser informada de qualquer alteração pelo e-mail ou pelo fax:.

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa retirou este Edital de licitação e deseja ser informada de qualquer alteração pelo e-mail ou pelo fax:. EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO N.º 016/2008 Tipo: MENOR PREÇO Processo n.º: 207102200055/2008 Objeto: Aquisição de monitor de vídeo para computador LCD 17 e Memória para computador RECIBO

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Departamento Estadual de Trânsito do Amapá Comissão Permanente de Licitação

Governo do Estado do Amapá Departamento Estadual de Trânsito do Amapá Comissão Permanente de Licitação EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO SRP Nº 003/2015-DETRAN/AP CPL/DETRAN/AP Modalidade: Pregão Forma: Eletrônico n 003/2015-CPL/DETRAN/AP N da Licitação: 599454 O DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO AMAPÁ DETRAN/AP,

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES. 1.2. Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

Contrato de Apoio Técnico - Operacional

Contrato de Apoio Técnico - Operacional Este Contrato estabelece os termos e condições para disponibilização do sistema informatizado PREGÃO.NET, pela Oriens Tecnologia Ltda., com sede na Av. do Contorno nº 3505, sala 802, na cidade de Belo

Leia mais

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ)

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) LEVIT COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS TECNOLÓGICOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, devidamente

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 CONSULTORIA EM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EMPRESARIAL O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO RS/SC CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA 3ª REGIÃO CONVITE Nº 05/2013 SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL O Conselho Regional de Biologia 3ª Região, através da Comissão Permanente de Licitações, convida V.S.a. a apresentar

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa, CNPJ n.º. , retirou este Edital de licitação e deseja ser informada de

EDITAL DE LICITAÇÃO RECIBO. A Empresa, CNPJ n.º. , retirou este Edital de licitação e deseja ser informada de EDITAL DE LICITAÇÃO Unidade de Compra - Código: 2320310 Número do Processo: 166 Ano do Processo: 2014 Modalidade/nº: Pregão Eletrônico nº 166/2014 Objeto: Contratação de Empresa para Prestação de Serviços

Leia mais

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT

QUANT UND PREÇO/LT 01 ÓLEO DIESEL 3.726,50 LT MODALIDADE: CARTA CONVITE Nº 003/2009 EXPEDIDA EM: 27/01/2009 TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO POR ITEM REPARTIÇÃO INTERESSADA: SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRA- ESTRUTURA E LOGÍSTICA FUNDAMENTO LEGAL: REGIDA

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

Câmara Municipal De Natividade Da Serra

Câmara Municipal De Natividade Da Serra DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A INCRIÇÃO NO REGISTRO CADASTRAL (Em conformidade com os artigos 28 a 31 da Lei Federal Nº 8.666/93 e demais alterações posteriores): PESSOA JURÍDICA 1 - Documentação Relativa

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 039/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 201/15 ECM 4758

EDITAL DE LICITAÇÃO. Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 039/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 201/15 ECM 4758 EDITAL DE LICITAÇÃO Modalidade: PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 039/2015 Tipo: Menor Preço Processo Interno Nº 201/15 ECM 4758 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇO TRANSPORTE PARA REALIZAÇÃO DE

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais