GABARITO COMENTADO SEGUNDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GABARITO COMENTADO SEGUNDA"

Transcrição

1 SEGUNDA 05/01/2015 língua estrangeira língua portuguesa ora PoIs, manoel! re da ção confira o gabarito comentado também em nosso site:

2 ESPANHOL A partícula SI, sem acento é uma Conjunção de Condição..O vocabulo menear pode ser entendido pelo contexto como mexer, pois o poema coloca que Vale más callarse, amigos, y no menear la cuestión. Questão de acentuação. A alternativa I está incorreta, pois más é uma palavra com acento diferencial e não oxítona. Alternativa II incorreta, pois não são hiatos e sim oxítonas. Alternativa III correta pois as palavras são proparoxítonas esdrújulas pelas regras de plural em espanhol. O oposto do adverbio de lugar lejos (longe) é cerca (perto). A conjunção adversativa pero une idéias opostas, assim como a Conjunção concessiva aunque, embora em contextos distintos na maioria das vezes, porém nesta alternativa a relação é semântica. O no de corazón; colocado após a conjunção pero retrata esta noção de sequência de acontecimentos contrários, porém não adversos na ação de insultar de verdade, segundo o texto. O verbo vendrás é o futuro Perfecto do verbo Venir Questão de nexo lingüístico, completada pela razão do autor estar dando um exemplo de que no mundo anglo-saxão ainda existem revistas sobre contos, o que não acontece no mundo hispano-americano, colocado nas últimas linhas do texto. Na segunda lacuna há uma menção de autores, um elenco citado, um autor após o outro. Após a leitura atenta do poema a questão 51 pede de acordo com o EU lírico quais alternativas estariam corretas. Na alternativa I, a resposta é positiva, pois nas linhas 12 e 13 do texto colocam por fuera no es de noche, por dentro ya oscureció manifestando uma simpatia a união entre brancos espanhóis e negros africanos. Na alternativa II, também correta manifestadas nas linhas 22 e 23 do poema, onde coloca que há títulos Nobres em espanhóis que em algum momento se miscigenaram. Na alternativa III, manifestadas as respostas nas linhas 37 a 42, onde se coloca Pasearemos de brazo como uma confi rmação da aceitação da cultura afrodescendente por parte dos espanhóis. Todas corretas. A palavra suelen, do verbo soler, signifi ca costumam em português. Questão de locução, onde exige do candidato a releitura de parte do texto, se os editores fogem do livros de contos, porque não vende este tipo de obra, percebemos que eles estão decididos a não apostarem em tal gênero. Questão interpretativa de atenção e retorno mútuo ao texto. Na afi rmação I, segundo o texto não há infl uência de contos para muitos escritores hispanoamericanos, e sim para escritores argentinos. Na afi rmação II, não há menção no texto que os escritores argentinos escrevem contos com mesmos temas e características dos escritores anglo-saxões. Na alternativa III, única correta segundo o texto, está explícita nas linhas 43 a 50 do texto. Questão de referência nominal, onde ao retornar ao texto percebemos que tal ambiente é o mundo anglo-saxão, onde os escritores podem escrever o gênero que querem.

3 Questão de referência nominal, o possessivo SU remete no texto ao cuentista, esta questão está ligada à semântica da questão 62, afi nal, os escritores podem escrever o gênero que querem no seu país. País de quem? Destes escritores. Questão de estrutura comparativa. Na afi rmação I, pode-se substituir como por similares a, bastando voltar ao texto e ver a não mudança de sentido do texto. Na afi rmação II, não caberia a substituição, pois a estrutura...igual que autor... não é correta em língua espanhola. Na afi rmação III, o contexto permanece comparativo se trocarmos tan...como, por tan...cuanto. Questão de Heterogenérica, o substantivo modista pode ser colocado no masculino em espanhol e português (costureira), o substantivo leche em espanhol é feminino e a palavra arte em singular usa o artigo el diante quando está em singular. Questão de verbo, Pretérito Indefi nido, onde o plural de hizo é hicieron Questão de vocabulário, onde bastaria voltar ao texto e compreender que relucir é sobresalir no contexto. Questão de nexo lingüístico, completada pelo sentido dos parágrafos do texto que serão unidos. Segundo o texto, para Sandra Troncoso narcisista es la persona o personas que creen que todo gira en torno de ellas essa é uma idéia negativa colocada pelo autor como exemplo que logo após, na linha 15 do texto coloca que podemos ter todos características narcisistas em dose mais leves, atenuando e inclusive colocando como ponto positivo do caráter das pessoas. Essa adversidade, assim como a das linhas 32 fenómeno preocupante a 35 tú dices a ti mismo que te gusta, expôem adversidade de contextos. A primeira afi rmação é correta, porém não consta no texto, a segunda afi rmação repete o mesmo. A terceira afi rmação é o próprio tema do texto, colocado e discutido e a última e quarta afi rmação não concorda com o que diz o texto, onde a maioria dos usuários das redes são adolescentes e adultos jóvens. Questão de plural, onde a palavra simples em espanhol possui sua forma singular simple Ex.: es muy simple. O singular de rasgos é rasgo (característica) e o plural de dosis é dosis, pois palavras tônicas na segunda ou terceira sílabas e acabadas em S em espanhol não fl exionam. Questão de vocabulário em contexto, onde a palavra cúspide no contexto é o cume, o cúmulo, o máximo do exibicionismo, seu antônimo é ocaso, ou seja, aquilo que não aparece. Questão de referência nominal, onde o pronome les se refere às fotos onde estão as pessoas. Ponerles me gustan a las fotos.... Questão de locução em contexto, franca necesidad no texto está sendo usada com ironia por Carla Padilla, ou seja a pessoa colocar curtir na própria foto é uma verdadeira bobagem. Questão de interpretação semântica, onde o leitor do texto deve entender a intenção do autor de colocar que um Selfi e é o controle total sobre a propria imagem, procurando o ângulo perfeito e retocando a foto antes de publicá-la. Questão de vocabulário em contexto, onde a palavra acota pode ser substituida, em espanhol por señala, ou seja destaca a autora Carla Padilla. Observar que no texto a palavra acota vem em seguida de uma citação entre aspas.

4 INGLÊS O fragmento original é formado por ARTIGO + SUBSTANTIVO + ADVÉRBIO DE NEGAÇÃO + VERBO NO PARTICÍPIO. A mesma estrutura é encontrada na alternativa C. As alterações propostas nos números II e III cortariam a sequência lógica das frases, o que não ocorreria se aplicada a alteração proposta em I. I doubted if I should ever come back é uma frase em discurso indireto que, em discurso direto, seria Shall I ever come back?. Assim, a única alternativa que mantém a mesma função do verbo modal (previsão de futuro hipotético) é a número I. A conjunção hence tem, aqui, ideia de tempo futuro, o que exclui as alternativas A, B e E. A preposição after necessita de complemento, o que exclui a alternativa C. O poema é altamente metafórico (o que exclui as alternativas A, D e E) e compara a vida à tomada de estradas sem tom de lamentação (o que exclui a alternativa C). A alternativa E mantém o tempo verbal da frase original e é iniciada por um pronome relativo adequado. O eu lírico não demonstra precipitação nas tomadas de escolhas da vida, o que torna a afi rmação II incorreta. Trata-se da defi nição mais englobadora com relação ao panorama teórico apresentado no texto. As alternativas I e III são eliminadas por serem categóricas demais, com palavras como responsabiliza, crítica e doutrina, conceitos não expostos no texto. A expressão wanted wear poderia ser traduzida como com falta de uso, ou sem uso. Orientalism é formada por radical e dois sufi xos => Orient / al / ism. O mesmo acontece em Hopelessness => Hope / less / ness. Somente a alternativa D obedece a ambas as colocações based on/based upon e authority over.

5 Apenas therefore tem a mesma função de conjunção conclusiva da palavra thus. As duas primeiras informações não condizem com o texto, ao passo que as duas últimas parafraseiam ideias originais. Humanities é a forma plural de humanity. Phenomen é a forma plural de phenomenon. Approaches é a forma plural de approach. A frase em I apresenta verbo no plural para sujeito no singular, e a frase em III está no tempo verbal Presente Contínuo, o que exclui as duas afi rmações. A tradução de odd é esquisito, assim como unusual. A palavra lowbrow signifi ca sem sofi sticação, assim como unsophisticated. Por fi m, nascent signifi ca nascente, emergente, assim como emerging. No contexto, brute não apresenta carga semântica de juízo de valor, assim como concreta. Pelo uso uso correto do pronome relativo which, que retoma ideias expostas anteriormente, em posição de aposto, entre vírgulas. Apenas a alternativa E apresenta os referenciais corretos. A expressão or lack thereof poderia ser traduzida por mesmo que haja falta de. As alternativas I e II são muito categóricas e fazem afi rmações inexatas com relação ao texto, evidentes em trechos como not studied, no specifi c methodology e many years. Todas as frases se utilizam de estruturas diferentes para parafrasear a mesma ideia da frase original. A expressão given signifi ca dado, exposto, levando-se em consideração, assim como considering. Doubtlessly é um sinônimo de certainly, e give way to é um sinônimo de yield.

6 LÍNGUA PORTUGUESA As duas primeiras ocorrências do que (linhas 15 e 16) não necessitam de preposição, na linha 20, o pronome relativo que exige preposição em função da palavra necessidade (linha 21), da mesma forma, na linha 59, o pronome cuja exige a preposição para, uma vez que há ideia de fi nalidade no segmento frasal. A alternativa II está incorreta porque lhe recupera fl oresta americana e a substituição não é possível. A alternativa III está incorreta porque o sentido de respectivos remete à ideia de cada um dos emissários e não de mutualidade. Nesse sentido, apenas I está correta A questão é de sinonímia, e a alternativa A está correta, uma vez que a palavra avilta pode ser substituída por degrada no contexto em que é empregada. As outras alternativas estão incorretas, evasão é sinônimo de fuga, soçobrar é afundar, encetado é começado e carece é necessita. A primeira substituição está incorreta, não é possível substituir Ainda assim (concessão) por Destarte (causal ou conclusiva). A segunda está incorreta, Então tem sentido conclusivo e Não obstante, concessiva. A terceira também está incorreta, a expressão Uma vez encetado (concessão) não pode ser substituída por Quando fosse encetado (tempo). A quarta substituição está correta, Mas e Contudo são nexos adversativos A questão é de compreensão de texto; mais especifi camente, ela avalia a capacidade do aluno de caracterizar sinteticamente a ideia de cada parágrafo. A resposta correta é a alternativa E porque o conteúdo está expresso nas linhas 55 a 61. A afi rmativa I é falsa porque colocar-nos diante exige a preposição de, portanto não ocorre crase e a afi rmativa III também é incorreta porque não ocorre crase antes de uma (a uma). Questão de ortografi a. A substituição dos travessões por parênteses nas linhas é possível por se tratar de um comentário do autor ao texto. I e II estão erradas porque não se separa com vírgula sujeito e predicado, mesmo que oracionais. I está correta, o advérbio insidiosamente reforça o caráter das ilusões. II está correta, todos os verbos no infi nitivo são complementos do verbo permite e o segmento apresenta paralelismo sintático.iii está correta porque a expressão ora...ora indica alternância. A possibilidade de reescrita que está correta e preserva o sentido original da passagem do texto é apenas a I. Na II, a expressão neste mesmo lugar refere-se a desaparecimento. Na II, faltou a preposição de no segmento... pranteará o desaparecimento que eu poderia ter visto e o que me escapou.. Apenas a afi rmação III tem suporte no texto (linhas 45 a 50). As expressões Longe disso! (linha 06) e toque fi nal (l.17) apresentam linguagem de caráter popular, informal, utilizada no cotidiano. Nas demais, aparece linguagem formal e, na E, pela barriga é linguagem fi gurada. As duas palavras indicadas são substantivos. Fazendo-se a transposição das vozes verbais, o objeto direto na voz ativa passa a ser sujeito na passiva e o sujeito passa a ser agente da passiva. O verbo marcou transforma-se na locução (verbo ser + particípio). Os verbos da afi rmativa I estão no Pretérito Perfeito do Indicativo. A afi rmativa II está incorreta porque há outros tempos verbais, como Pretérito Perfeito e Pretérito Imperfeito dosubjuntivo. Na afi rmativa III as formas verbais não estão no mesmo tempo.

7 Alterações (duas) : verbos tomaram e improvisaram passam para a terceira pessoa do singular. O articulador e (linha 31) tem valor adversativo nesse contexto e por isso pode ser substituído por mas. A questão é de compreensão global de texto; mais especifi camente, ela avalia a capacidade do aluno de caracterizar sinteticamente a totalidade do seu conteúdo. A resposta correta é a E porque a ideia perpassa o texto e os diferentes modos de inclusão na literatura estão expressos no terceiro parágrafo. Na afi rmação II, a palavra estrangeiro não tem a mesma acepção nas duas ocorrências, na primeira, signifi ca o desconhecido. A expressão seu campo refere-se ao campo das disciplinas. Essa situação refere-se à ideia do período anterior (l. 01 a 03), lhe recupera A literatura, essa visão refere-se ao fragmento anterior (l. 27 a 29) e que recupera visão prosaica. complexidade: acréscimo de sufi xo a adjetivo, formando substantivo. defi nição: substantivo formado a partir do verbo com acréscimo de sufi xo. insuportáveis: prefi xo de negação mais sufi xo formador de adjetivo a partir do verbo. obras-primas: composição por justaposição. - Vírgulas das linhas 31 e 32 marcam elipse. - Dois pontos de linha 35 marca uma síntese e a inserção de um argumento de destaque. - Vírgula da linha 49 marca a separação de orações com sujeitos diferentes. REDAÇÃO Embora se saiba que a prova de redação da UFRGS não segue um padrão temático, como ocorre em outros concursos, o tema proposto surpreendeu à medida que a expectativa era por temas sociais, por temas que envolvessem fatos da atualidade ou mesmo polêmicos. Ao propor a escrita de um texto sobre o que é amizade nos dias de hoje,a universidade solicita uma refl exão mais introspectiva, subjetiva, semelhante à tendência temática adotada nos anos A grande difi culdade ao redigir sobre um tema aparentemente fácil é produzir um texto original, consistente e que fuja do senso comum. Ademais, é importante observar que havia três comandos para a produção do texto solicitado: expressar a sua opinião sobre o que caracteriza a amizade nos dias atuais; apresentar argumentos que justifiquem o ponto de vista assumido; e organizar esses argumentos em um texto dissertativo. Em síntese, não bastava fi car no plano da conceituação, o texto deveria conter estratégias argumentativas que sustentassem a defi nição adotada sobre amizade nos dias atuais (o ponto de vista). Nesse sentido, muitos candidatos induzidos pelo texto que introduzia a temática podem ter direcionado a redação para a dicotomia amizades reais/ amizades virtuais, ou mesmo dado ênfase a essa questão, limitando a abordagem de outras perspectivas argumentativas possíveis. Há de se ressaltar que o tema não vinculava a amizade às redes sociais, e sim solicitava que o candidato expressasse sua opinião a respeito da amizade nos dias de hoje. A questão da conectividade era uma das discussões apontadas que poderia ser usada na argumentação, mas não é o tema da prova. Assim, lançar mão de outras questões inerentes à amizade no mundo atual e fazer uso de recursos como metáforas, analogias, citações e exemplos diversos (literatura, artes plásticas, música, cinema, entre tantos outros) é uma estratégia argumentativa necessária para produzir um texto diferenciado e de qualidade. Terá um bom escore o texto que não se limitar a uma tese comum, a redação que propor uma discussão mais abrangente sobre o tema proposto. A afi rmação I está incorreta porque o uso da primeira pessoa do plural provoca o envolvimento do leitor. A afi rmação II está correta porque os termos indicados estão relacionados semanticamente As alternativas I e IIIestão corretas. A alternativa II está incorreta porque o futuro do pretérito indica també uma possibilidade.

8 R O H L E M E R MAIO A R u t U R t S infrae! DO ESTADO O Equiláttero é referência como Curso Pré-Superior. A maior e melhor estrutura no Estado com um time de professores de alto nível, que prepara os alunos para a aprovação nos vestibulares mais concorridos do país. Venha conhecer o conteúdo, a equipe, a estrutura e o nível de aprovação do Equiláttero, SUPERIOR até no nome. 6 andares de estrutura Excelente time de professores Salas climatizadas Palco para shows, palestras e eventos Organização de viagens para vestibulares Auxílio Psicológico Lousas digitais em todas as salas Wi-Fi Zone Sala de estudos Biblioteca Cozinha equipada para uso comum Cantina Armários individuais Estacionamento exclusivo no prédio /equilattero Rua Vereador Mário Pezzi, 661 Caxias do Sul - RS - Central de Matrículas (54)

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Inglesa

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Inglesa Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Língua Inglesa 51. Alternativa (B) A questão exigia compreender que a road do texto não era de fato uma estrada; era necessário perceber que road era uma metáfora

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Língua Portuguesa Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Língua Portuguesa COMENTÁRIO GERAL: a prova compôs-se de três textos dois breves ensaios (artigo cuja temática é universal) e uma crônica. O conhecimento solicitado

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica

Questão 01 Interpretação de texto. Questão 02 Acentuação gráfica COMENTÁRIOS E RESPOSTAS À PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO PARA AGENTE ADMINSITRATIVO AUXILIAR PORTO ALEGRE DO CONCURSO DA FUNDAÇÃO ESTADUAL DE PROTEÇÃO E PESQUISA EM SAÚDE FEPS PROVA REALIZADA

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013

Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso do DETRAN RS pela FUNDATEC Concurso ocorrido no dia 25 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Crase. No trecho... não existem referências

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA...

PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... Sumário PARTE 1 FONÉTICA CAPÍTULO 1 FONÉTICA... 3 1.1. Fonema...3 1.2. Classificação dos fonemas...4 1.3. Encontros vocálicos...5 1.4. Encontros consonantais...5 1.5. Dígrafos...6 1.6. Dífono...7 1.7.

Leia mais

Lição 4 Avaliação na EAD

Lição 4 Avaliação na EAD Estudo e Aprendizado a Distância 89 Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car a fi nalidade de um objetivo de aprendizagem; identifi car o conceito de avaliação da aprendizagem;

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de:

2º ANO CONTEÚDO ROCESSO SELETIVO 2016. O aluno deverá demonstrar habilidades de: 2º ANO de: reconhecer letras; reconhecer sílabas; estabelecer relação entre unidades sonoras e suas representações gráficas; ler palavras; ler frases; localizar informação explícita em textos; reconhecer

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10.

Gabarito de Inglês. Question 6. Question 1. Question 7. Question 2. Question 8. Question 3. Question 9. Question 4. Question 10. Question 1 Question Question LETRA: E Fácil Question 4 LETRA: A Fácil Question 5 Gabarito de Inglês Question 6 LETRA: D Difícil Question 7 LETRA: A Média Question 8 LETRA: C Difícil Question 9 Question

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: alternativa

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS

PORTUGUÊS PARA CONCURSOS PORTUGUÊS PARA CONCURSOS Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética Fonema Letra Sílaba Número de sílabas Tonicidade Posição da sílaba tônica Dígrafos Encontros consonantais Encontros vocálicos Capítulo 2

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14

Sumário. Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 Sumário Apresentação - 1. a edição /13 Apresentação - 2 edição /14 1 Variação lingüística / 15 1.1 Os níveis de linguagem / 17 1.1.1 O nível informal /17 1.1.2 O nível semiformal /1 7 1.1.3 O nível formal/18

Leia mais

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é

Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é Caro aluno! O CURSO AVANÇADO DE PORTUGUÊS (FGV) está voltado para o concursando que se destina a realizar as provas da banca FGV. Nossa estratégia é que o aluno NÃO DECORE NADA em Língua Portuguesa. Se

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO CONCURSO PÚBLICO 01/2011 RESPOSTA AOS RECURSOS DA PROVA DE REDAÇÃO Inscrição: 15602625057-3 (Liminar) - MANTIDA de dissertação, cujos critérios de análise estavam descritos no edital de abertura que rege

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é?

Curso de Aperfeiçoamento Linguístico: o que é? Curso de Aperfeiçoamento Linguístico. A gramática é um ponto de (des)encontro mesmo entre quem a estuda. Hífen, vírgula, acentos só não movem guerras porque são muito pequenos para isso, mas mal colocados,

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS

ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E POSSIBILIDADES DE RESPOSTAS ATIVIDADES DISCURSIVAS 2 E NED Núcleo de Estudos Dirigidos ED 2/ED Comunicação e Expressão /2012/2 Prof. Cleuber Cristiano de Sousa ATIVIDADE DISCURSIVA 2 Habilidade: ED 2: Compreender e expressar Temáticas

Leia mais

COMO FORMATAR MONOGRAFIA E TCC

COMO FORMATAR MONOGRAFIA E TCC TEXTO COMPLEMENTAR AULA 2 (15/08/2011) CURSO: Serviço Social DISCIPLINA: ORIENTAÇÕES DE TCC II - 8º Período - Turma 2008 PROFESSORA: Eva Ferreira de Carvalho Caro acadêmico, na Aula 2, você estudará Áreas

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2

SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 SEE/AC - SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO ACRE - PROFESSOR P2 RESPOSTAS AOS RECURSOS Cargo: ART - PROFESSOR P2 / ARTE Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA (LPO) 5 - Gab.:V B 5 - Gab.:W C 5 - Gab.:X D 8 - Gab.:V

Leia mais

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal.

Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 1. A legenda mais apropriada para a charge é: A poluição é uma arma que pode matar. Uma chaminé esfumaçante em forma de arma apontada contra a cabeça só pode colocar a poluição como uma arma letal. 02.

Leia mais

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33.

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. Disciplina: Português Período: 1º Unidade 1 Eu me comunico Linguagem : formal e informal Variação regional de vocabulário Usando diferentes linguagens Ortografia: L e U,A/AI; E/I; O/OU; Usando diferentes

Leia mais

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA PRIMEIRA PARTE: CONCORDÂNCIA NOMINAL I. Regra Geral II. Casos Particulares I) Regra Geral: Exemplo:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO

PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANEJAMENTO ANUAL DE ESPANHOL ENSINO MÉDIO Docente: Breno Soler Longo Ano: 2013 Introdução: O Espanhol é o segundo idioma mais falado no mundo e é a língua nativa de 7% da população

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Recreio I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer a Escola e inscrever seus filhos para o processo

Leia mais

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS

PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS PED LÍNGUA PORTUGUESA ORIENTAÇÕES ACADÊMICAS Prezado aluno, O maior diferencial deste projeto pedagógico é o desenvolvimento da autonomia do estudante durante sua formação. O currículo acadêmico do seu

Leia mais

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática

O verbo O verbo. www.scipione.com.br/radix. Prof. Erik Anderson. Gramática O verbo O verbo O que é? Palavra variável em pessoa, número, tempo, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que se passa no tempo. Pode exprimir: Ação Estado Mudança de estado Fenômeno natural

Leia mais

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana.

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. 25.2 Conteúdo: Gênero dissertativo-argumentativo. Habilidade: Reconhecer a tese defendida em um texto. (D19) REVISÃO A REDAÇÃO DO ENEM 1 Domínio da

Leia mais

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER

CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER CAPÍTULO 9: CONCORDÂNCIA DO VERBO SER Vejamos os exemplos de concordância do verbo ser: 1. A cama eram (ou era) umas palhas. Isto são cavalos do ofício. A pátria não é ninguém: são todos. (Rui Barbosa).

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO

LÍNGUA PORTUGUESA PROF. ALBERTO MENEGOTTO COMENTÁRIOS À PROVA DO TJRS OFICIAL DE JUSTIÇA Questão 01 Crase As três lacunas devem ser preenchidas exclusivamente com artigos definidos femininos. Observe-se cada caso: na primeira lacuna, o verbo contemplar

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG T exto dissertativo: ponto de vista acerca de um tema Profa. Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br Algumas perguntas O quê? Por quê? Para quê?

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 27 com base no texto 1 TEXTO 1. Entre o espaço público e o privado

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 27 com base no texto 1 TEXTO 1. Entre o espaço público e o privado LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 27 com base no texto 1 TEXTO 1 Entre o espaço público e o privado 5 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26

Leia mais

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto.

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Pré-texto Capa Folha de Rosto Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Resumo Sumário Texto

Leia mais

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto.

QUESTÃO 1 Ortografia e parônimos. QUESTÃO 2 Semântica e interpretação de texto. Comentários e respostas às questões da prova de Língua Portuguesa do concurso da Polícia Civil para Escrivão e Inspetor de Polícia pela FDRH Concurso ocorrido no dia 18 de agosto de 2013 QUESTÃO 1 Ortografia

Leia mais

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR RESENHA Neste capítulo, vamos falar acerca do gênero textual denominado resenha. Talvez você já tenha lido ou elaborado resenhas de diferentes tipos de textos, nas mais diversas situações de produção.

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

ENEM - 2014 DICAS - SUGESTÕES

ENEM - 2014 DICAS - SUGESTÕES ENEM - 2014 DICAS - SUGESTÕES ENEM - 2014 Desde 2010, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobra dos candidatos conhecimentos em língua estrangeira. Na prova de inglês, não existe mistério: questões

Leia mais

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro Olimpíada de LP Escrevendo o futuro QUATRO GÊNEROS EM CARTAZ: OS CAMINHOS DA ESCRITA Cristiane Cagnoto Mori 19/03/2012 Referências bibliográficas RANGEL, Egon de Oliveira. Caminhos da escrita: O que precisariam

Leia mais

Problemas Notacionais da Língua

Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Problemas Notacionais da Língua Neste encontro, analisaremos algumas particularidades que nossa língua apresenta e, muitas vezes, devem ter deixado você com dúvidas. É muito

Leia mais

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar

Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA Modelo matemático prevê gols no futebol Moacyr Scliar PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O FUTEBOL E A MATEMÁTICA

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR CORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 058/2013 COGEPS PUBLICAÇÃO DO DA ANÁLISE DOS RECURSOS CONTRA OS S DA PROVA ESCRITA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO ESPECIAL 2013 PARA

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO BARREIRO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015

ESTADO DO PARANÁ MUNICÍPIO DE PORTO BARREIRO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EDITAL Nº 002/2015 REALIZAÇÃO: OBJETIVA CONCURSOS LTDA MARINEZ BALDIN CROTTI, Prefeita Municipal de Porto Barreiro/PR, por meio da Secretaria de Administração

Leia mais

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López FUNDAMENTACIÓN: IDIOMA: PORTUGUÊS CONTENIDO TEMÁTICO Llevando en consideración las directrices del Marco Europeo Común de Referencia, el examen será encuadrado en un nivel Intermedio Superior. En este

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA

O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA O ENSINO DA GRAMÁTICA DE LÍNGUA INGLESA COM BASE NA GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA EM SALA DE AULA Michael Gouveia de Sousa Júnior Universidade Estadual da Paraíba E-mail: mikesousajunior@gmail.com Dione

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas.

Língua Portuguesa. O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. Língua Portuguesa O texto abaixo serve de base para as questões de 16 a 20. Leia-o atentamente. Depois, responda às perguntas. O rápido e grande avanço observado no ambiente da produção, por meio do surgimento

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo

LÍNGUA PORTUGUESA INTERATIVIDADE FINAL DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES AULA. AULA: 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo : 23.1 Conteúdo: Texto dissertativo-argumentativo Habilidades: Perceber como se organizam os parágrafos de um texto dissertativo-argumentativo. Texto dissertativo O texto dissertativo é um tipo de texto

Leia mais

Assinale a alternativa correta. a) De acordo com o texto, algumas civilizações e cidades desapareceram: ( ) pelo excesso de água.

Assinale a alternativa correta. a) De acordo com o texto, algumas civilizações e cidades desapareceram: ( ) pelo excesso de água. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2011 Prova bimestral 4 o Bimestre 4 o ano Língua portuguesa Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia um trecho do texto jornalístico,

Leia mais

O resumo Se procurares num dicionário o verbo resumir encontrarás uma definição semelhante a esta: dizer em poucas palavras o que se disse ou escreveu mais extensivamente; condensar. Sendo uma forma de

Leia mais

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Este capítulo visa a orientar a elaboração de artigos científicos para os cursos de graduação e de pós-graduação da FSG. Conforme a NBR 6022 (2003, p. 2),

Leia mais

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 367. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 367 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS- continuação 10.º e 11.º Anos (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

CONEXÃO ESCOLAR CONEXÃO ESCOLAR

CONEXÃO ESCOLAR CONEXÃO ESCOLAR CONEXÃO ESCOLAR CONEXÃO ESCOLAR ESCOPO PROJETO CONEXÃO ESCOLAR Promover o enriquecimento do vocabulário do aluno nos 3 idiomas mais relevantes para sua formação escolar e profissional: Língua Portuguesa,

Leia mais

Vestibular UFRGS Resolução da Prova de Espanhol

Vestibular UFRGS Resolução da Prova de Espanhol Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Espanhol 51. Alternativa (E) I - A leitura atenta do texto permite compreender que o eu lírico faz uma exaltação à união dos brancos espanhóis e dos negros africanos.

Leia mais

Lição 4 A Revisão do Texto

Lição 4 A Revisão do Texto Redação Técnica 65 Ao fi nal desta lição, esperamos que você possa: reconhecer alguns cuidados para a revisão de um texto; reconhecer os vícios de linguagem mais frequentes. Conteúdo desta lição: Técnicas

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÍNDICE Pronomes...2 Pronomes Pessoais...2 Pronomes de Tratamento...3 Pronomes Possessivos...3 Pronomes Demonstrativos...3 Pronomes Indefinidos...4 Pronomes Relativos...4 Pronomes

Leia mais

Biblioteca Escolar. O Dicionário

Biblioteca Escolar. O Dicionário O Dicionário O que é um dicionário? Livro de referência onde se encontram palavras e expressões de uma língua, por ordem alfabética, com a respetiva significação ou tradução para outra língua e ainda,

Leia mais

Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014

Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014 Escreva seu futuro nas Faculdades Integradas - 4ª edição - ano 2014 Justificativa Procurando manter um canal de comunicação entre a Instituição de Ensino Superior e as escolas de Educação Básica, bem promover

Leia mais

INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA

INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA Profa. Ms. Rose Romano Caveiro CONCEITO E DEFINIÇÃO É um conjunto de abordagens, técnicas e processos utilizados pela ciência para formular e resolver problemas

Leia mais

Curso FIC Espanhol Intermediário

Curso FIC Espanhol Intermediário Curso FIC Espanhol Intermediário Descrição do Curso O Curso tem como objetivo o desenvolvimento de habilidades intermediárias de compreensão, conversação, leitura e escrita da língua espanhola, com o intuito

Leia mais

Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público. Profa. Msc. Leila Márcia Elias

Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público. Profa. Msc. Leila Márcia Elias Como escrever um bom Relato de Experiência em Implantação de Sistema de Informações de Custos no setor público O que é Relato de Experiência? Faz parte dos gêneros pertencentes ao domínio social da memorização

Leia mais

Classes Gramaticais: Pronome

Classes Gramaticais: Pronome Classes Gramaticais: Pronome Conceito É a palavra que representa uma pessoa do discurso. Pode se referir a um substantivo ou simplesmente substituí-lo. Ex.: Maria, vi os teus lábios, mas não os beijei.

Leia mais

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015

Ano Letivo 2014/2015. Introdução INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS. 1ª e 2ª Fase. Prova 16 2015 Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 1ª e 2ª Fase Prova 16 2015 9ºAno/3.º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita/Oral Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas

Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Redação no ENEM: considerações preliminares e propostas passadas Neste texto, vamos delinear o que se espera do participante do ENEM na situação específica de produção de textos. Para isso, nada melhor

Leia mais

CRASE. Entregue o documento à advogada.

CRASE. Entregue o documento à advogada. CRASE A crase é a fusão de duas vogais da mesma natureza. Sua representação se dá por meio do chamado acento grave sobre a letra a, tornando acentual esta vogal. Assim, o acento grave é o sinal que indica

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ANO: 6º anos PROFESSOR(A):

Leia mais

Sistema Verbal da Língua Portuguesa

Sistema Verbal da Língua Portuguesa Sistema Verbal da Língua Portuguesa Segundo Celso Cunha em seu livro Nova Gramática do Português Contemporâneo, verbo é uma palavra de forma variável que exprime o que se passa, ou seja, um acontecimento

Leia mais

A TEORIA DA PROPOSIÇÃO APRESENTADA NO PERIÉRMENEIAS: AS DIVISÃO DAS PRO- POSIÇÕES DO JUÍZO.

A TEORIA DA PROPOSIÇÃO APRESENTADA NO PERIÉRMENEIAS: AS DIVISÃO DAS PRO- POSIÇÕES DO JUÍZO. A TEORIA DA PROPOSIÇÃO APRESENTADA NO PERIÉRMENEIAS: AS DIVISÃO DAS PRO- POSIÇÕES DO JUÍZO. Ac. Denise Carla de Deus (PIBIC/CNPq/UFSJ 2000-2002) Orientadora: Prof. Dra. Marilúze Ferreira Andrade e Silva

Leia mais

Guia do professor. Introdução

Guia do professor. Introdução Guia do professor Introdução Essa atividade oferece aos professores do Ensino Fundamental II, de Língua Espanhola e de Língua Portuguesa, novos recursos didáticos em forma de módulos, pois eles podem vir

Leia mais

Prova de Português Comentada NCE

Prova de Português Comentada NCE Estado de Mato Grosso (MT) Auditoria Geral do Estado (AGE) - 2005 Nível Superior Prova de Português Comentada NCE Texto: EDUCAÇÃO: O FUTURO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS José Henrique Vilhena Folha de São Paulo

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo 2014/2015 Ensino Secundário - 1ª e 2ª Fase Disciplina de ESPANHOL (INICIAÇÃO BIENAL) - 375 Informação Prova de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

1 Introdução. 1.1 Apresentação do tema

1 Introdução. 1.1 Apresentação do tema 1 Introdução 1.1 Apresentação do tema Segundo Basílio (1987), as principais funções do léxico são a representação conceitual e o fornecimento de unidades básicas para a construção dos enunciados. Para

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM

OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Disciplina Curso Profª Série REDACÃO Ensino Médio Silvia Zanutto 3º Lembre-se: ESTUDO APROVAÇÃO SUCESSO OS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO para a REDAÇÃO do ENEM Aluno,LEIA COM ATENÇÃO! Na redação, o ENEM avalia

Leia mais

RESENHA DE COHESION IN ENGLISH,

RESENHA DE COHESION IN ENGLISH, BORBA, Valquíria C. Machado. Resenha de Cohesion in English, de Halliday & Hassan. Revista Virtual de Estudos da Linguagem ReVEL. V. 4, n. 6, março de 2006. ISSN 1678-8931 [www.revel.inf.br]. RESENHA DE

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais