Novidades SOLIDWORKS 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Novidades SOLIDWORKS 2013"

Transcrição

1 Novidades SOLIDWORKS 2013

2 Conteúdo Avisos legais Bem-vindo ao SolidWorks Destaques:...13 Principais aprimoramentos...13 Para obter mais informações Interface do usuário...16 Personalizar barras de atalho...16 Acesso mais fácil às ferramentas Resolução de problemas e Administrativa...17 Árvore de projeto do FeatureManager...18 Favoritos da árvore de projeto do FeatureManager...18 Visualização da árvore de projeto do FeatureManager...18 Subpastas na árvore de projeto do FeatureManager...19 Rolagem por guias do CommandManager Fundamentos do SolidWorks...21 Application Programming Interface (API)...21 Controlar o lembrete salvar...22 Documentação...22 Ajuda > Ajuda...22 Tutoriais de Estudos de Movimento...22 Interface do usuário dos tutoriais SolidWorks...23 Equações...23 Entrada direta de equações...23 Suporte aprimorado para unidades de medida...26 Manipulação de vistas...27 Caixa de diálogo Orientação...27 Atualização de vistas padrão sem o uso da caixa de diálogo Orientação...30 Visualizar rotação...30 Seletor de vista...31 Ferramenta Medir...32 Medição em Modo ponto a ponto...33 Medição da distância entre dois círculos...34 Abrir arquivos - Botões de filtro rápido...35 Abrir Montagens de nível superior

3 Contents Interoperabilidade com lançamento anterior...35 Buscar opções do SolidWorks...38 Selecionar uma versão do SolidWorks quando um arquivo é aberto...38 Sons do SolidWorks...38 Adicionar sons a eventos no SolidWorks...39 Inicialização do SolidWorks...39 Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas Administração...40 Conversão de arquivos para o SolidWorks Interoperabilidade entre SolidWorks 2012 SP5 e SolidWorks Salvar e restaurar configurações do usuário...41 Painel do administrador SolidWorks CAD...41 Fluxo de trabalho básico do painel de administrador CAD Instalação...44 Método de exportação instalar e desinstalar usando a opção editor Montagens...45 Visualização de montagem...45 Propriedades adicionais disponíveis...45 Cores para Grupo idêntico...46 Qualidade da imagem do componente...46 Excluir componentes ocultos...46 Importar e exportar configurações...46 Romper todas as referências externas ao mesmo tempo...47 Excluir componentes de submontagens...47 Componentes derivados...47 Envelopes...48 Criar um Envelope a partir de um componente...48 Criar um envelope enquanto um componente é inserido...49 Alterar a aparência de um envelope...51 Ocultar e exibir envelopes...52 Transformar envelopes em componentes regulares...53 Outras alterações para envelopes...53 Múltiplas vistas explodidas por configuração...54 Adicionar múltiplas vistas explodidas...54 Copiar vistas explodidas...56 Inserir componentes...56 Profundidade melhorada na inserção de componentes...56 Inserir múltiplos componentes...57 Detecção de interferência...60 Excluir Componentes

4 Contents Filtrar representações de rosca...61 Grandes montagens...62 Revisão de projeto grande...62 Gerenciar dados de configuração...63 Omitir reconstruir depois de editar componentes...64 Configurações do SpeedPak...64 Propriedades de massa em montagens...64 Ponto de centro de massa em montagens...64 Propriedades personalizadas de inércia em montagens...65 Encaixes em submontagens espelhadas...66 Substituir componentes...66 Selecionar submontagem na área de gráfico...66 Instantâneos...66 Instantâneos em montagens resolvidas...66 Instantâneos em inspeções...66 Recursos de montagem de corte de varredura CircuitWorks...68 Importar e exportar recursos de arquivos ECAD...68 Explorar Camadas, traços, áreas preenchidas e vias Configurações...77 Tabelas de Projeto...77 Configurar materiais em uma tabela de projeto...77 Validação de dados em tabelas de projeto...78 Seleção simplificada para Exibir estados e configurações...78 Gerenciar dados de configuração...78 SpeedPak...82 Desabilitar o círculo gráfico SpeedPak...82 Criação do SpeedPak a partir da montagem pai...82 PropertyManager do SpeedPak...86 Atualizar Submontagem SpeedPaks a partir da montagem pai...86 Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas SolidWorks Costing...87 Converter furos perfurados simples em bolsos fresados...87 Peças multicorpos...87 Examinar os Templates de Costing para peças multicorpo...88 Avaliar o custo de uma peça multicorpo...89 Avaliar o custo de um corpo em uma peça multicorpo...90 Peças torneadas...91 Avaliar o custo de uma peça torneada...91 Interface do usuário

5 Contents Recursos de volume...95 Calcular o custo de um recurso de volume Desenhos e detalhamento...97 Balões...97 A funcionalidade balão automático funciona em balões existentes...97 Aprimoramentos do balão automático Opções Campo de texto em balões Dimensões Adicionar dimensões a dimensões de referência Tolerância importada e dimensões de precisão paramétrica com o modelo Setas aprimoradas em dimensões de raio Controle aprimorado de linhas de extensão e dimensão Inserir dimensões com tolerâncias Dimensões de linha de chamada ISO para raio e diâmetro Raio, diâmetro, chanfro e melhorias de linha de chamada curva de chamada de furo Centro de massa referência em desenhos Vistas de desenho Converter vista de desenho para esboço Vistas explodidas múltiplas Novos tipos de borda para vistas de padrão plano Interface ferramenta do usuário - nova seção Salvar vista de desenho como arquivo DXF ou DWG Suporte de desenho SpeedPak Camadas Marcas de centro e linhas de centro atribuídas a camadas Acesso melhorado à função camada Outras anotações Nota de exibição atrás da página Suporte de símbolo de pino-guia GTOL permite Notação embaixo da estrutura de controle de recurso Aprimoramentos no Símbolo de solda JIS Conectar Propriedade da lista de corte a Anotações Opção Anotação em bloco Nuvem de revisão Aprimoramento de notas de dobra de chapa metálica Marcações do SolidWorks edrawings visíveis no SolidWorks Usar a roda do mouse para fazer zoom ao editar um campo de texto Nome personalizados de rótulos de vista Tabelas Bloco de célula aprimorado em tabelas SolidWorks Dimensionamento aprimorado de colunas de tabelas

6 Contents 11 edrawings edrawings e edrawings Pro para ipad Vistas explodidas Salvar e enviar arquivos em instalações edrawings de 64-bit Visualização estereográfica Suporte de versão para Mac e PowerPC SolidWorks Enterprise PDM Ferramenta de Administração Notificações de estado em atraso Transições paralelas de fluxo de trabalho Lista Usado Recentemente Atualização do Editor do fluxo de trabalho File Explorer e o suplemento SolidWorks Melhorias na guia Lista de materiais Fechar arquivos SolidWorks no Check In Aprimoramentos nas guias Contém e Onde usado Destaque de seleção de linha completa no Windows Explorer Atualização do Editor de notificações Especificação de quantidade para referências de arquivo criadas manualmente Pop de informações do usuário Variáveis independentes de versão Links favoritos do Windows Explorer SolidWorks Flow Simulation Modo comparar configuração Plotagem de erosão Algoritmo de simplificação de superfície com espaçamento igual Arvore de recursos aprimorada Manipulação aprimorada de geometria Condensação em baia temperatura Modo de estudo paramétrico Plotagens do edrawings aprimoradas Importar/Exportar Importar aprimoramentos de desempenho Exibição do modelo Aparências Adicionar aparências Copiar e colar aparências AparÊncias novas e aprimoradas

7 Contents Arredondando as arestas agudas em uma aparência Escalonar aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques PhotoView Janela Renderização final Opções do PhotoView Usar Aparências Modo no SolidWorks Estudos de Movimento Tutoriais de Estudos de Movimento Peças e recursos Barra de ferramenta seleção de borda disponível para filetes Suporte aprimorado para saliências na montagem Criar a saliência na montagem Suporte aprimorado para extrudados finos Selecionar contornos múltiplos para extrudados finos Aprimoramento para inserir roscas cosméticas Aprimoramentos para o Revisor de peça Marcar corpos ou superfícies relacionadas em peças multicorpo Inserir furos de cavilha com o assistente de perfuração Conectar um modelo defeature ao original Propriedades de massa em peças Propriedades personalizadas de inércia em peças Caixa de diálogo Propriedades de massa Ponto no centro da massa Modificar geometria com a ferramenta Intersect Criar geometria a partir de sólidos, superfícies e planos Recursos de biblioteca multicorpo Selecionar condições finais para recursos de extrusão Exibir corpos ocultos Troca de configurações mais inteligente Transferir propriedades personalizadas Variar padrões de dimensão Variação de espaçamento e dimensões em todas as instâncias Modificar as dimensões de uma instância Restauração de instâncias ao seu estado original Soldagens Caixas delimitadoras Criar Caixas Delimitadoras Plásticos SolidWorks Otimização de peça de plástico e projeto de molde de injeção

8 Contents 19 Rota Ferramenta auto rota suporta roteamento alinhado a geometria existente Criar desenhos para rotas de tubulação flexível Aprimoramento da penetração de tubo Suporte aprimorado para exportar dados de tubulação rígida/flexível Aprimoramento para rotas niveladas Melhorias para rotas de cabo plano Adicionar inclinações para rotas de tubo Adicionar uma inclinação Suporte para tubulação flexível em arquivos P&ID Verificação de validação para o auxiliar do componente de rota Chapa metálica Notas de dobra Ferramentas de conformação Peças multicorpos SolidWorks Simulation Vigas Contato Detecção automática de conjuntos de contato Detectar faces interferentes Bordas de casca para junção de viga Geração de malha incremental Interface Mensagens de erro Sensores em Estudos de Projeto Avaliação de um projeto de puxador baseado em material Resultados Fator de segurança para corpos selecionados Plotagens de entidades selecionadas Resultados de casca: Armazenamento de resultados Sensores Definir um sensor transiente Submodelagem Princípios de submodelagem Estudo de submodelagem para um recipiente sob pressão Geração de esboço Curvas Cênicas Dimensões

9 Contents 23 Sustainability Impacto ambiental de peças pintadas Exportar configurações para um estudo SolidWorks Sustainability Impacto financeiro de escolhas materiais Visualizar impacto financeiro Usar Encontrar semelhante para reduzir custos Atribuir impacto financeiro a um material personalizado Melhor consistência de cálculo Metodologia de Avaliação de Impacto TRACI Unidades na metodologia TRACI Usar TRACI para avaliar sustentabilidade Selecionar unidades na caixa de diálogo Localizar semelhante SolidWorks Workgroup PDM Limitar exportação para arquivos no esquema de revisão atual Gerenciamento de Serviço do Vault

10 Avisos legais , Dassault Systèmes SolidWorks Corporation, uma empresa da Dassault Systèmes S.A., 175 Wyman Street, Waltham, Massachusetts USA. Todos os direitos reservados. As informações e o software discutidos neste documento estão sujeitos a modificações sem aviso e não constituem compromissos da Dassault Systèmes SolidWorks Corporation (DS SolidWorks). Nenhum material pode ser reproduzido ou transmitido sob qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, para qualquer finalidade, sem a expressa permissão por escrito da DS SolidWorks. O software discutido neste documento é fornecido sob licença e poderá ser utilizado ou copiado apenas de acordo com os termos da licença. Todas as garantias fornecidas pela DS SolidWorks referentes a software e documentação estão estabelecidas no Contrato de Licença, e nada que estiver declarado ou implícito neste documento ou seu conteúdo deve ser considerado ou julgado como modificações ou alterações de quaisquer termos, incluindo as garantias, do contrato de licença. Avisos de patentes O software CAD mecânico 3D SolidWorks é protegido pelas patentes americanas ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; ; , , e patentes estrangeiras (p.ex., EP B1 e JP ). O software edrawings é protegido pelas patentes americanas e , e pela patente canadense Patentes pendentes nos EUA e no exterior. Marcas comerciais e nomes de produtos dos produtos e servidos SolidWorks SolidWorks, 3D PartStream.NET, 3D ContentCentral, edrawings e o logotipo edrawings são marcas comerciais registradas da DS SolidWorks, e FeatureManager é uma marca registrada de co-propriedade da DS SolidWorks. CircuitWorks, FloXpress, PhotoWorks, TolAnalyst e XchangeWorks são marcas comerciais da DS SolidWorks. FeatureWorks é marca comercial registrada da Geometric Ltd. SolidWorks 2013, SolidWorks Enterprise PDM, SolidWorks Workgroup PDM, SolidWorks Simulation, SolidWorks Flow Simulation, edrawings, edrawings Professional e SolidWorks Sustainability são nomes de produtos da DS SolidWorks. Outras marcas ou nomes de produtos são marcas comerciais ou registradas de seus respectivos proprietários. SOFTWARE PARA COMPUTADOR COMERCIAL - PROPRIETáRIO O Software é um item comercial segundo a definição do termo em 48 C.F.R (OUT 1995), consistindo em software comercial para computador e documentação de software comercial conforme a utilização dos termos em 48 C.F.R (SET 1995) sendo fornecido 10

11 ao Governo dos EUA (a) para aquisição por órgãos civis ou em seus respectivos nomes, em conformidade com as políticas estabelecidas em 48 C.F.R ; ou (b) para aquisição por unidades do departamento de Defesa dos EUA ou em seus respectivos nomes, em conformidade com as políticas estabelecidas em 48 C.F.R (JUN 1995) e (JUN 1995). Na eventualidade de receber uma solicitação de qualquer agência do Governo dos EUA para fornecer o Software com direitos além daqueles estabelecidos acima, você deverá notificar a DS SolidWorks sobre o escopo da solicitação e a SolidWorks terá cinco (5) dias úteis para, segundo seu exclusivo critério, aceitar ou rejeitar tal solicitação. Contratante/fabricante: Dassault Systèmes SolidWorks Corporation, 175 Wyman Street, Waltham, Massachusetts EUA. Avisos sobre direitos autorais dos produtos SolidWorks Standard, Premium, Professional e Education Partes deste software Siemens Product Lifecycle Management Software Inc. Todos os direitos reservados. This work contains the following software owned by Siemens Industry Software Limited: D-Cubed 2D DCM Siemens Industry Software Limited. Todos os direitos reservados. D-Cubed 3D DCM Siemens Industry Software Limited. Todos os direitos reservados. D-Cubed PGM Siemens Industry Software Limited. Todos os direitos reservados. D-Cubed CDM Siemens Industry Software Limited. Todos os direitos reservados. D-Cubed AEM Siemens Industry Software Limited. Todos os direitos reservados. Partes deste software Geometric Ltd. Partes deste software Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. Partes deste software incorporam o PhysX by NVIDIA, Partes deste software Luxology, LLC. Todos os direitos reservados, patentes pendentes. Partes deste software DriveWorks Ltd. Copyright Adobe Systems Inc. e seus licenciadores. Todos os direitos reservados. Protegido pelas patentes nos EUA ; ; ; ; ; ; patentes pendentes. Adobe, o logotipo Adobe, Acrobat, o logotipo Adobe PDF, Distiller e Reader são marcas registradas ou marcas comerciais da Adobe Systems Inc. nos EUA e em outros países. Para obter mais informações sobre direitos autorais, consulte Ajuda > sobre o SolidWorks. Avisos sobre direitos autorais dos produtos SolidWorks Simulation Partes deste software 2008 Solversoft Corporation. PCGLSS Computational Applications e System Integration, Inc. Todos os direitos reservados. Avisos sobre direitos autorais do produto SolidWorks Enterprise PDM Outside In Viewer Technology, Oracle Copyright 2011, Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados. 11

12 Avisos sobre direitos autorais dos produtos edrawings Partes deste software Tech Soft 3D. Partes deste software Jean-loup Gailly e Mark Adler Partes deste software Dconnexion. Partes deste software Open Design Alliance. Todos os direitos reservados. Partes deste software Spatial Corporation. O software edrawings para Windows é baseado em parte no trabalho do Independent JPEG Group. Partes do edrawings para ipad têm copyright Silicon Graphics Systems, Inc. Partes do edrawings para ipad têm copyright Apple Computer Inc. 12

13 1 Bem-vindo ao SolidWorks 2013 Este capítulo contém os seguintes tópicos: Destaques: Principais aprimoramentos Para obter mais informações Destaques: O SolidWorks 2013 inclui muitas melhorias e aprimoramentos, a maioria atendendo especificamente a solicitações dos clientes. Esta versão enfoca os seguintes aspectos do software: Maior capacidade de design: Você pode modelar e verificar geometrias complexas mais rapidamente e com mais controle. Novas ferramentas que ajudam a criar projetos custo eficazes que atingem seus objetivos. Imagem cortesia de Fender Musical Instruments Corporation Colaboração mais eficaz: Há maior variação de colaboração para o desenvolvimento de projetos e produtos com as novas ferramentas para interoperabilidade de liberação, estimativa de custo de fabricação, e comunicação técnica. Maior desempenho e produtividade: Aproveite o poder de processamento para criar e simular modelos e monitorar a funcionalidade e o desempenho do SolidWorks. Principais aprimoramentos Os principais aprimoramentos do SolidWorks 2013 oferecem melhorias dos produtos existentes e novas funcionalidades inovadoras. Em todo o manual, procure o símbolo nas seguintes áreas: 13

14 Bem-vindo ao SolidWorks 2013 Fundamentos do SolidWorks Ferramenta Medir Caixa de diálogo Orientação Seletor de vista Administração Instalação Montagens Painel do administrador SolidWorks CAD Interoperabilidade com lançamento anterior Envelopes Múltiplas vistas explodidas por configuração Inserir múltiplos componentes CircuitWorks Configurações Importar e exportar recursos de arquivos ECAD Desabilitar o círculo gráfico SpeedPak Criação de Speedpak a partir da montagem principal SolidWorks Costing Desenhos e detalhamento Peças torneadas Converter vista de desenho para esboço Tolerância importada e dimensões de precisão paramétricas com modelo Nuvem de revisão Interface ferramenta do usuário - nova seção SolidWorks Enterprise PDM Notificações de estado em atraso Atualização do Editor de notificações Transições paralelas de fluxo de trabalho Pop de informações do usuário Variáveis independentes de versão Atualização do Editor do fluxo de trabalho Peças e recursos Caixas delimitadoras em 3D Suporte aprimorado para saliências na montagem Suporte aprimorado para extrudados finos Modificando a geometria com a ferramenta Interseção Variar padrões de dimensão 14

15 Bem-vindo ao SolidWorks 2013 Rota Adicionar inclinações para rotas de tubo Melhorias para rotas de cabo plano Simulação Geração de malha incremental Submodelagem Cração de esboços Sustentabilidade Curvas Cênicas Metodologia de Avaliação de Impacto TRACI Todos os recursos estão disponíveis no SolidWorks Standard, SolidWorks Professional e SolidWorks Premium, exceto quando informado em contrário. Para obter mais informações Use os seguintes recursos para saber mais sobre o SolidWorks: Novidades em PDF e HTML Este manual está disponível nos formatos PDF e HTML. Clique em: Ajuda > Novidades > PDF Ajuda > Novidades > HTML Novidades interativas Exemplos das Novidades Ajuda on-line Notas da versão No SolidWorks, clique no símbolo para exibir a seção do manual que descreve um aprimoramento. Esse símbolo aparece ao lado dos novos itens de menu e dos títulos de PropertyManagers novos e melhorados. Para ativar a funcionalidade do Novidades interativo, clique em Ajuda > Novidades > Interativo. Exemplos do Novidades são atualizados a cada versão principal para fornecer exemplos de como utilizar os principais aprimoramentos da versão. Para abrir os Exemplos das Novidades, clique em Ajuda > Novidades > Exemplos das Novidades. Apresenta uma cobertura completa dos nossos produtos, incluindo detalhes sobre a interface do usuário, amostras e exemplos. Fornece informações sobre as mais recentes modificações nos nossos produtos. 15

16 2 Interface do usuário Este capítulo contém os seguintes tópicos: Personalizar barras de atalho Acesso mais fácil às ferramentas Resolução de problemas e Administrativa Árvore de projeto do FeatureManager Rolagem por guias do CommandManager Personalizar barras de atalho A habilidade de personalizar as barras de atalho foi aprimorada. Barras de atalho aparecem quando você pressiona a tecla S em um a peça, montagem, desenho, ou esboço aberto. Para personalizar uma barra de atalhos: Clique em Ferramentas > Personalizarou clique com o botão direito na barra de atalho e clique em Personalizar. Na caixa de diálogo Personalizar, na guia Barras de atalho, clique em um dos itens abaixo: Peça Montagem Desenhos Esboço A barra de atalho aparece. Para Barra de atalho, selecione um grupo de comando e arraste os botões desejados para a barra de atalho. Para remover botões das barras de atalho, arraste o botão para a área de gráfico até que apareça um X vermelho. 16

17 Interface do usuário Acesso mais fácil às ferramentas Resolução de problemas e Administrativa As ferramentas Resolução de problemas e administrativa estão disponíveis na guia Recursos do SolidWorks Resources do painel de tarefas em Ferramentas SolidWorks. As Ferramentas SolidWorks contêm as seguintes ferramentas: Gerador de Guias de Propriedades SolidWorks Rx Teste de Benchmark de Desempenho Comparar Minha pontuação Assistente de Cópia de Configurações Abre o Gerador de Guias de Propriedades, um utilitário usado para criar uma interface personalizada para a entrada de propriedades em arquivos do SolidWorks. As guias criadas são exibidas na guia Propriedades personalizadas do Painel de tarefas. Analisa seu sistema, sugere possíveis soluções e recolhe dados que podem ajudar o pessoal do suporte técnico no diagnóstico dos problemas. Analisa o desempenho do seu sistema, comparando-o ao de outros usuários, e permite que você compartilhe sua pontuação. Relata os resultados do seu Teste de desempenho SolidWorks em comparação com outros usuários. Esta ferramenta está disponível somente para clientes assinantes. O Assistente de cópia de configurações salva, restaura e propaga configurações de sistema a usuários, computadores ou perfis. Você também pode executar o Assistente de cópia de configurações a partir do menu Ferramentas. Consulte Salvar e restaurar configurações do usuário.. 17

18 Interface do usuário Árvore de projeto do FeatureManager Favoritos da árvore de projeto do FeatureManager Você pode adicionar os recursos, esboços, e geometria de referência mais usados à pasta Favoritos na árvore de projeto do FeatureManager. Com a pasta Favoritos, é fácil acessar itens de uma peça ou montagem com uma árvore de recursos muito longa. Você também pode usar a pasta Favoritos para destacar recursos para a visualização por outros membros da equipe durante a colaboração. Para adicionar um item à pasta Favoritos, clique com o botão direito sobre o item e clique em Adicionar a Favoritos. Você pode escolher se deseja ocultar ou exibir a pasta Favoritos em Ferramentas > Opções > FeatureManager. Para remover um recurso da pasta Favoritos, clique com o botão direito no recurso e clique em Remover de Favoritos. Se você clicar com o botão direito em um item da pasta Favoritos e clicar em Excluir, o item é excluído permanentemente de peça ou montagem. Qualquer alteração feita a um item na pasta Favoritos também é feita onde quer que o item apareça na árvore. Por exemplo, se um item de Favoritos for renomeado, todas as outras instâncias da aquele item na árvore de projeto do FeatureManager são exibidas com o novo nome. Visualização da árvore de projeto do FeatureManager Em documentos de peças, você pode configurar a árvore de projeto do FeatureManager para exibir os recursos na ordem em que foram criados, não hierarquicamente. Clique com o botão direito na árvore de projeto do FeatureManager e clique em Exibir Árvore > Exibir vista plana da árvore. Em vista plana da árvore, curvas, esboços em 2D, e esboços em 3D não são absorvidos nos recursos que os referenciam. Em vez disso, são exibidos em ordem de criação. A vista plana da árvore só está disponível para peças. A funcionalidade normal da árvore de projeto do FeatureManager está disponível em Vista plana da árvore, com exceção de pastas criadas por usuários. Você pode reorganizar recursos na Vista plana da árvore, alterando a intenção do projeto. Nem todos os itens são inabsorvíveis na Vista plana da árvore. Os recursos abaixo continuam a absorver itens na Vista plana da árvore: Furo simples Furo do Assistente de Perfuração Saliência na montagem Saliência/Ranhura Ranhura de gancho de encaixe Respiradouro 18

19 Interface do usuário Gancho de encaixe Recurso de chapa metálica Recurso de biblioteca Membro de solda estrutural Bloco de esboço No exemplo a seguir, a mesma peça é exibida em Vista Normal e em Vista plana da árvore. Vista normal: Os itens são exibidos hierarquicamente, com esboços absorvidos pelos recursos. Vista plana da árvore: Os itens são exibidos em ordem de criação, com exceção dos Furos do assistente de perfuração, que ainda absorvem os esboços. Subpastas na árvore de projeto do FeatureManager Em peças e montagens, é possível criar subpastas na árvore de projeto do FeatureManager. Você pode usar múltiplas camadas de pastas para organizar Subpastas a árvore de projeto do FeatureManager. Para criar uma subpasta, selecione um ou mais itens de uma pasta, clique com o botão direito e clique em Adicionar para pasta nova. Você pode arrastar itens adicionais para a subpasta a partir de qualquer nível da árvore. Como em lançamentos anteriores, o software impede ações que violam os relacionamentos pai/filho. Para expandir ou fechar uma pasta e suas subpastas, clique com o botão direito e clique em Expandir tudo ou Fechar tudo. Para reter o estado expandido ou fechado de uma pasta quando você expande ou fecha a pasta pai, clique com o botão direito na pasta pai e clique em Expandir Item ou Fechar Item. Qualquer comando aplicável a pastas pode ser aplicado a subpastas. Quando você aplica um comando a uma pasta, o comando também é aplicado à subpasta. Por exemplo, quando uma pasta é suprimida, todos os itens na pasta são suprimidos, inclusive suas subpastas e os itens que elas contêm. 19

20 Interface do usuário Rolagem por guias do CommandManager Use Ctrl+Page Up e Ctrl+Page Down para rolar pelas guias CommandManager. Como em lançamentos anteriores, você pode alterar as teclas de atalho clicando em Ferramentas > Personalizar e clicando na guia Teclado. 20

21 3 Fundamentos do SolidWorks Este capítulo contém os seguintes tópicos: Application Programming Interface (API) Controlar o lembrete salvar Documentação Equações Manipulação de vistas Ferramenta Medir Abrir arquivos - Botões de filtro rápido Interoperabilidade com lançamento anterior Buscar opções do SolidWorks Selecionar uma versão do SolidWorks quando um arquivo é aberto Sons do SolidWorks Inicialização do SolidWorks Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas Application Programming Interface (API) O SolidWorks 2013 inclui a seguinte funcionalidade: Linguagem de programação Microsoft Visual Basic para Aplicativos (VBA), uma das linguagens de programação disponíveis para registrar, editar, e executar macros no SolidWorks, atualizada para suportar dados de 32-bit e de 64-bit. Montagens interop primárias SolidWorks criadas com o Microsoft.NET Framework: A versão 2.0 está em install_dir\api\redist\clr2. Esta é a versão de montagens interop primárias para usar com macros SolidWorks VSTA (VB.NET e C#). A versão 4.0 está em install_dir\api\redist. Tanto o SolidWorks Costing como o SolidWorks Sustainability incluem APIs. Outras melhorias incluem a habilidade de: Inserir cordão de solda cosmético e acessar seus dados e pastas de função. Obter os vetores de direção de pontos de conexão. Obter ou configurar a exibição de régua quando o manipulador da seta é movimentado. Obter ou configurar a permissão do manipulador unidirecional da seta para mudar de direção quando arrastado além do comprimento = 0. Criar uma função de formação de ferramenta com um ponto de inserção. Adicionar dimensões de exibição a uma função macro. Obter ou configurar a aplicação do aparecimento de material. Inserir nuvens com notas de revisão em desenhos. 21

22 Fundamentos do SolidWorks Criar uma curva cônica no esboço ativo. Obter a direção de uma dobra em chapa metálica. Obter ou configurar a opção de processamento em fundo e administrar eventos de processamento em fundo para desenhos. Administrar eventos de ativação de desenho em chapa. Ocultar operações Desfazer. Especificar o tipo de numeração e definir se a lista detalhada de corte deve ser exibida em tabelas BOM indentadas. Clicar ou configurar o estado do submenu da árvore de projeto FeatureManager. Tornar um componente virtual salvando-o em uma montagem. Variar instâncias individuais de padrões de função linear e circular. Obter o nome único da visualização de uma seção. Obter ou configurar o nível de transparência de componentes não modificados em montagens abertas no modo Revisão de Projeto Grande. Criar uma configuração SpeedPak que inclua todas as faces e um limite especificado de peças ou partes para a configuração ativa. Copiar aparências do clipboard e aplicá-las a faces, características, partes, componentes, e peças. Fundir guias de dobra em desenhos de peças de chapas metálicas. Obter ou configurar o formato de texto de notas de dobra nos desenhos de visualização de peças de chapas metálicas. Posicionar a nota selecionada, localizada no formato de chapa, atrás da chapa de desenho. Inserir uma nota contendo todas as propriedades do item cortado de uma peça de chapa metálica. Consulte as Notas da versão da ajuda da API do SolidWorks 2013 para obter as atualizações mais recentes. Controlar o lembrete salvar Você pode controlar o tempo de exibição da notificação salvar. Clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Backup/Recuperar e em Notificação salvar, insira um valor para Ignorar automaticamente após n segundos. Documentação Ajuda > Ajuda O conteúdo da ajuda tem apresentação e estilo mais consistentes. Os links aos Tópicos relacionados agora estão mais acessíveis. Eles aparecem no lado direito da página e permanecem fixos e visíveis quando você rola pelo conteúdo da Ajuda. Tutoriais de Estudos de Movimento Há dois novos tutoriais de estudos de movimento: Redundâncias na análise do movimento e movimento ao longo de um caminho. 22

23 Fundamentos do SolidWorks Para acessar um tutorial: Clique em Ajuda > Tutoriais do SolidWorks. Clique em Todos os tutoriais do SolidWorks e selecione um tutorial na lista. Interface do usuário dos tutoriais SolidWorks A página de acesso aos tutoriais SolidWorks foi redesenhada para melhorar a experiência do usuário. O layout e os agrupamentos de tutoriais foram reorganizados. Todos os tutoriais, inclusive os do SolidWorks Simulation, estão disponíveis a partir de uma interface. Os links de navegação através dos tutoriais estão sempre visíveis na parte inferior da página. Para abrir os tutoriais SolidWorks, clique em Ajuda > Tutoriais SolidWorks. Equações Entrada direta de equações Em muitas funções, você pode inserir e modificar equações diretamente nos campos do PropertyManager que permitem entradas numéricas. Você pode criar equações com variáveis, funções e propriedades de arquivo globais sem acessar a caixa de diálogo Equações, Variáveis Globais e Dimensões. A tabela a seguir lista os locais onde esta capacidade está disponível: Funções de Peça Ressalto/base extrudado Recursos de montagem Corte extrudado 23

24 Fundamentos do SolidWorks Funções de Peça Corte extrudado Furo simples Ressalto/base revolucionado Corte por revolução Filete Chanfro Recursos de montagem Corte por revolução Filete Chanfro Furo Padrão linear Padrão circular Escala Shell Nervura Rascunho Flange-base Flange de aresta Padrão linear Padrão circular Padrão acionado por curva Superfície extrudada Superfície por revolução Superfície com filete Por exemplo, na função Ressalto/base extrudado do PropertyManager, você pode digitar equações em: Campos de profundidade para Direção 1 e Direção 2 Campos de profundidade para Direção 1 e Direção 2 Campos de espessura para uma Função Fina com dois tipos de direção Campo Distância de offset. Para criar uma equação em um campo de entrada numérica, digite = (sinal de egual). Uma lista suspensa exibe opções para variáveis globais, funções e propriedades de arquivo. 24

25 Fundamentos do SolidWorks Campos de entrada numérica que contém equações podem exibir a equação ou seu valor avaliado. Você pode alternar entre a equação e o valor clicando no botão Equações ou Variável Global que aparece no início do campo. Você não pode alterar um valor avaliado quando este é exibido no campo de entrada, mas pode alternar para a equação e em seguida editar ou apagar a equação. As equações que você cria ou edita no PropertyManager, na caixa de diálogo Equações, ou na caixa de diálogo Modificar são refletidas em todas estas áreas. Incrementar valores com setas giratórias Você pode incrementar ou diminuir valores em equações usando as setas giratórias que aparecem no final de um campo numérico. Por exemplo, use as chaves ou combinações de chave a seguir: Clique na seta Para cima ou Para baixo para alterar o valor em 10. Por exemplo, se o valor é 10,00mm, clique na seta Para cima para aumentar o valor para 20,00mm. Pressione a seta Alt+Para cima ou Alt+Para baixo para alterar o valor em 1. Se o valor é 10,00mm, Alt+Para cima aumenta o valor para 11,00mm. Pressione a seta Ctrl+Para cima ou Ctrl+Para baixo para alterar o valor em 100. Se o valor é 10,00mm, Ctrl + Para cima aumenta o valor para 110,00mm. As unidades do Incremento de caixa giratória podem variar dependendo das configurações especificadas em Opções do sistema. Usar equações no Chanfro PropertyManager Você pode chanfrar as bordas de um modelo usando equações. Abra install_dir\samples\whatsnew\fundamentals\simple_frontplate.sldprt. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito na pasta Equações e selecione Gerenciar equações. A caixa de diálogo Equações lista duas variáveis globais e três equações. Clique em OK para fechar a caixa de diálogo Equações. Clique em Chanfro Chanfro. (barra de ferramentas Recursos) ou em Inserir Recursos 25

26 Fundamentos do SolidWorks No PropertyManager, em Parâmetros de Chanfro, faça o seguinte: a) Na área de gráfico, selecione as quatro bordas na face frontal para Bordas e Faces ou Vértice. b) Crie uma nova variável global em Distância digitando =chanfro e clique no campo de entrada. c) Digite para alterar o valor de 10mm para 6mm. d) Digite = em Ângulo. Selecione Funções > sen() no submenu. Em seguida digite sen(90)*10 e clique no campo de entrada. O campo exibe um botão de Equações. Clique para alternar a exibição entre a equação e o valor. Clique em. A variável global "chanfro" e a equação de ângulo estão listadas na caixa de diálogo Equações. Para remover uma variável global ou uma equação do PropertyManager, clique no campo de entrada e pressione Apagar. Suporte aprimorado para unidades de medida Você pode especificar as unidades de medida para variáveis globais, e para os valores e equações que definem as variáveis globais. É possível definir as unidades para dimensões nas caixas de diálogo Equações e Modificar, e nos PropertyManagers que suportam equações. A atribuição de unidades de medida em equações garante que não é necessário editar as equações caso você altere a propriedade unidade de medida de um documento. Esta atribuição também permite que você crie equações que misturam valores com unidades de medida diferentes. 26

27 Fundamentos do SolidWorks Por exemplo, você pode criar uma variável global Comprimento e defini-la com a equação: =100in + 3mm + 5cm. A equação inclui valores com três unidades de medida diferentes. Se a unidade de medida do documento é polegadas, o Comprimento é avaliado como 102,087in. Se você alterar a unidade de medida do documento para milímetros, o Comprimento avalia o valor automaticamente como 2593mm. Não é necessário editar a equação, ou se preocupar com uma alteração no tamanho da peça. Nas caixas de diálogo Equação e Modificar, listas de digitação antecipada ajudam a atribuir uma unidade de medida válida para cada valor em uma equação. Manipulação de vistas Caixa de diálogo Orientação Você pode criar vistas personalizadas e salvá-las no SolidWorks, o que permite que vistas salvas sejam reutilizadas em documentos diferentes. Também é possível acessar instantâneos na lista de vistas personalizada. A caixa de diálogo Orientação agora compartilha o mesmo conjunto de botões para vistas padrão que a barra de ferramenta Vista superior. A caixa de diálogo Orientação também oferece acesso ao Seletor de vista. Vistas axonométricas são exibidas em uma lista suspensa. Clique em isométrico, trimétrico, ou diamétrico. para selecionar Para ativar a caixa de diálogo Orientação, pressione a barra de espaço ou clique em Visualizar orientação. (barra de ferramenta vista superior) e clique em Mais opções Usar a caixa de diálogo Orientação e o Seletor de vista Neste exemplo, você usa a caixa de diálogo Orientação e o Seletor de vista para manipular vistas, atualizar vistas padrão, e salvar uma vista personalizada no SolidWorks. Primeiro, você usa a caixa de diálogo Orientação e o Seletor de vista: Abra install_dir\samples\whatsnew\fundamentals\robotarm.sldprt. Pressione a barra de espaço ou clique em Exibir > Modificar > Orientação. A caixa de diálogo Orientação é exibida. 27

28 Fundamentos do SolidWorks Clique em Seletor de vista. O Seletor de vista é ativado. Conforme você paira sobre os botões da caixa de diálogo Orientação, as faces correspondentes são destacadas dinamicamente no Seletor de vista. Selecione a vista traseira no Seletor de vista ou clique em Voltar diálogo Orientação. na caixa de A caixa de diálogo Orientação é fechada e o modelo gira para a vista traseira. Pressione Ctrl + barra de espaço para ativar o Seletor de vista. Selecione uma das vistas diagonais. 28

29 Fundamentos do SolidWorks Atualizar vistas padrão Você pode usar a caixa de diálogo Orientação para atualizar vistas padrão. Pressione a barra de espaço. Clique em para desativar o Seletor de vistas. Quando o Seletor de vistas está ativo, é iniciado automaticamente quando você abre a caixa de diálogo Orientação. Clique em para fixar a caixa de diálogo Orientação. Clique em Superior. O modelo gira para a visão superior Clique em Atualizar vistas padrão. O software solicita que você selecione a vista padrão à qual deseja designar a vista atual. Clique em Frontal. Clique em Sim na caixa de diálogo de aviso. As vistas padrão são atualizadas, e a vista atual é configurada como a vista frontal. Salvar uma Vista personalizada no SolidWorks Você pode criar uma vista personalizada e salvá-la para que fique acessível para outros documentos. Gire o modelo como mostrado. Clique em Nova vista. Na ciaxa de diálogo, digite o nome Foreshortened para a vista e clique em OK. Sua vista é exibida na caixa de diálogo Orientação. Você pode alternar entre qualquer uma das vstas padrão e a vista padronizada que criou. Passe o mouse sobre Foreshortened na caixa de diálogo Orientação. As opções Salvar ou Excluir são exibidas. Clique em Salvar no SolidWorks. A imagem aparece ao lado de Foreshortened, indicando que está disponível em outros documentos do SolidWorks. 29

30 Fundamentos do SolidWorks Abra o documento install_dir\samples\whatsnew\fundamentals\robotleg.sldprt Na caixa de diálogo Orientação, clique em Vistas salvas e clique em Foreshortened. Foreshortened é adicionado à caixa de diálogo Orientação e o modelo gira para a vista salva. Se você clicar somente na caixa de verificação e não no nome da vista, Foreshortened é adicionada à lista de itens salvos, mas o modelo não gira para a vista. Atualização de vistas padrão sem o uso da caixa de diálogo Orientação Você pode atualizar as vistas padrão sem abrir a caixa de diálogo Orientação. Para atualizar as vistas padrão: Clique com o botão direito na área de gráfico e clique em Configurar vista atual como. Selecione a vista desejada no menu. Clique em Sim na caixa de diálogo de aviso. O piso da cena é atualizado automaticamente para ficar alinhado com a vista do plano inferior, atualizando os reflexos e sombras do piso. Por padrão, o piso da cena é alinhado com a vista do plano inferior. Para alinhar o piso da cena de modo diferente, clique com o botão direito em DisplayManager e clique em Editar Cena. Em Piso, faça uma seleção em Alinhar piso com. Visualizar rotação Você pode bloquear o eixo vertical em relação à vista frontal durante a visualização da rotação. Isto impede que o modelo se incline e caia no plano horizontal e cria a impressão que o modelo está sobre um piso. Clique com o botão direito na área de gráfico e clique em Girar no piso de cena. O eixo vertical é bloquado em relação à vista frontal. Se a vista frontal do seu modelo não é compatível com o eixo vertical que você deseja girar, é possível alterar a vista 30

31 Fundamentos do SolidWorks frontal. Consulte Atualização de vistas padrão sem o uso da caixa de diálogo Orientação. Por exemplo, essa imagem mostra a vista frontal do trator de brinquedo. O eixo vertical de rotação fica bloqueado ao redor do eixo Y e o piso está paralelo ao eixo X. Na imagem abaixo, o linha vermelha pontilhada indica o eixo de rotação bloqueado: O eixo Y é o eixo vertical por padrão. Entretanto, se você atualizar as vistas padrão, o eixo vertical pode mudar. Seletor de vista Você pode usar o Seletor de vista para ver e selecionar vistas do modelo em contexto. Pressione Ctrl + Barra de espaço ou clique em Seletor de vista Orientação. na caixa de diálogo O Seletor de vista ajuda-o a ver como serão as vistas direita, esquerda, frontal, traseira, superior, e isométrica do seu modelo, quando selecionadas. 31

32 Fundamentos do SolidWorks O Seletor de vista também permite que você selecione vistas padrão e isométricas adicionais. Por exemplo, na imagem abaixo, a vista isométrica inferior é destacada. Quando esta vista é selecionada, o modelo gira para a vista isométrica inferior: Para um exemplo de Novidades que usa o Seletor de vista, consulte Usar a caixa de diálogo Orientação e o Seletor de vista. Ferramenta Medir A funcionalidade e a interface do usuário da Ferramenta Medir foram aprimoradas. Modo Point-to-Point Você pode medir a distância entre dois pontos no seu modelo. Este modo suporta ranhuras de faces e bordas de modelos, bem como pontos centrais, pontos de quadrante e interseções. Medições de arco/círculo Você pode criar medições com condições de arco personalizadas. Por exemplo, é possível medir a distância do centro de um arco ou círculo até a borda externa de outro arco ou 32

33 Fundamentos do SolidWorks círculo. Use os menus suspensos nas legendas Medir na área de gráficos e alterne entre as distâncias central, máxima, mínima e personalizada. Configurações usadas por último A ferramenta Medir retém as configurações da última vez em que foi usada. Histórico Clique em Histórico SolidWorks. para visualizar medições feitas durante a sessão atual do Interface do usuário O ícone foi substituído por para indicar a opção de criar um sensor a partir da medição em vigor. XYZ Relativo a não aparece quando há somente um sistema de coordenadas. Medição em Modo ponto a ponto Você pode usar o modo ponto a ponto para comparar a distância entre duas faces em locais diferentes no modelo. Abra install_dir\samples\whatsnew\fundamentals\clip.sldprt. Clique em Medida (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Ferramentas > Medida. Na caixa de diálogo Medida, clique em Ponto a ponto. Selecione um ponto próximo do centro de uma das faces planas da garra, e em seguida um ponto próximo de centro da outra face plana, girando o modelo se necessário. A medida aparece na área de gráfico e na caixa de diálogo Medida. 33

34 Fundamentos do SolidWorks Clique na área de gráficos para limpar a medição em vigor. Selecione a metade da borda superior da face plana da garra, e em seguira a metade da borda oposta. Quando você paira sobre uma borda, a metade aparece, permitindo que você a selecione, como em um esboço. A medida aparece na área de gráfico e na caixa de diálogo Medida. Clique na área de gráficos para limpar a medição em vigor. Clique em Ponto a ponto para sair do modo Ponto a ponto. Medição da distância entre dois círculos Você pode medir a distância entre dois círculos usando Distância Máxima, Mínima, e Personalizada. Com a caixa de diálogo Medida ainda aberta, gire o modelo de modo a poder ver a face inferior. Clique nas bordas dos dois furos. A medida aparece na área de gráfico e na caixa de diálogo Medida. 34

35 Fundamentos do SolidWorks Clique na seta para baixo no aviso medida na área de gráfico para alternar entre Distância central, máxima e mínima. Para configurar uma condição de arco personalizada, clique em Arco/Círculo na ferramenta Medida e clique em Distância personalizada a seguir: a) Em Condição do primeiro arco, selecione Distância mínima. b) Em Condição do segundo arco, selecione Distância central.. Defina os valores Clique em Histórico de medição sessão do SolidWorks. Feche a ferramenta Medida. para visualizar medições feitas durante esta Abrir arquivos - Botões de filtro rápido Os botões de filtro rápido na caixa de diálogo Abrir permitem acesso mais rápido a tipos de arquivo SolidWorks mais usados. Clique nos botões de Filtro rápido em qualquer combinação para visualizar o tipo de arquivo desejado. Por exemplo, clique em Filtrar peças para ver apenas peças. Para ver peças e montagens, clique em Filtrar peças e depois em Filtrar montagens. Abrir Montagens de nível superior Se você tiver uma pasta que contém montagens e submontagens, é possível usar um botão filtro rápido para visualizar somente as montagens de nível superior. Clique em Filtrar montagens de nível superior para visualizar somente as montagens de nível superior. Se houver uma grande número de arquivos na pasta, o processo pode demorar algum tempo. Interoperabilidade com lançamento anterior Você pode abrir peças e montagens do SolidWorks 2013 usando o SolidWorks 2012 Service Pack 5. A partir do SolidWorks 2012, é possível abrir um arquivo de versão futura no Service Pack 5 do lançamento anterior. Por exemplo, é possível abrir arquivos do SolidWorks 2014 no SolidWorks 2013 Service Pack 5. A interoperabilidade só é suportada entre lançamentos consecutivos. Por exemplo, não é possível abrir um arquivo do SolidWorks 2014 no SolidWorks 2012 Service Pack 5. 35

36 Fundamentos do SolidWorks Arquivos de versão futura aparecem em modo somente leitura quando são abertos no lançamento anterior. No entanto, depois de atualizar para a próxima versão do SolidWorks, a árvore de projeto do FeatureManager fica disponível. Arquivos do SolidWorks 2013 têm funcionalidade reduzida no SolidWorks 2012 Service Pack 5. Os arquivos do SolidWorks 2013 não terão a maior parte dos dados da árvore de projeto do FeatureManager quando abertos no SolidWorks 2012 Service Pack 5. Qualquer ação que exija a árvore de projeto do FeatureManager não pode ser realizada com um documento do SolidWorks 2013 aberto no SolidWorks 2012 Service Pack 5. A tabela a seguir resume o que pode e não pode ser feito no SolidWorks 2012 Service Pack 5: 36

37 Fundamentos do SolidWorks Peças e montagens: Montagens: Desenhos: Com uma peça ou montagem do SolidWorks 2013 aberta no SolidWorks 2012 é possível: Visualizar configurações. Usar a ferramenta Medir. Visualizar Propriedades de massa e Propriedades personalizadas. Visualizar materiais Não é possível editar peças ou montagens do SolidWorks 2013 no SolidWorks É possível trabalhar com peças e submontagens do SolidWorks 2013 em uma montagem do SolidWorks Em uma montagem do SolidWorks 2012, é possível: Combinar o componente ou submontagem do SolidWorks 2013 com componentes do SolidWorks 2012 ou do SolidWorks Adicionar uma Lista de Materiais que inclui componentes do SolidWorks 2012 e do SolidWorks Suprimir e criar componentes do SolidWorks Criar um desenho da montagem do SolidWorks 2012 que inclui componentes tanto do SolidWorks 2012 como do SolidWorks Usar a detecção de interferência quando encaixa peças do SolidWorks 2013 e do SolidWorks Espelhar e padronizar componentes do SolidWorks Ver e referenciar planos e origens padrão de peça ou montagem do SolidWorks Não é possível editar encaixes ou componentes na submontagem do SolidWorks Você pode criar desenhos de peças e montagens do SolidWorks 2013 no SolidWorks 2012 com algumas limitações. Você não pode: Inserir itens de modelo. Acessar dados da árvore de projeto do FeatureManager como listas de corte de solda e cordões de solda. Não é possível abrir desenhos 2013 no SolidWorks 2012 Service Pack 5 No SolidWorks 2013, é necessário reconstruir e salvar dados para cada configuração que você deseja ter disponível no SolidWorks 2012 Service Pack 5. Consulte Gerenciar dados de configuração. 37

38 Fundamentos do SolidWorks Buscar opções do SolidWorks Você pode buscar opções e configurações dentro em Ferramentas > Opções. Na caixa de diálogo Opções, insira um termo na caixa Buscar e selecione um resultado. Você pode buscar em Opções do sistema e de Documentos. À medida que você digita na string de Busca, resultados da busca aparecem dinamicamente. Clique em um resultado para ir para a página apropriada. OS resultados da busca são destacados na caixa de diálogo Opções, a menos que apareçam em um menu suspenso. Sua busca pode não ser visível na página Opções devido ao tipo de modelo que está aberto ou às configurações em vigor. Selecionar uma versão do SolidWorks quando um arquivo é aberto Se usar o Windows Explorer para abrir um arquivo do SolidWorks e tiver várias versões do SolidWorks instaladas no computador, uma caixa de diálogo é exibida para que você selecione a versão usada para abrir o arquivo. A caixa de diálogo Várias versões mostra as três versões mais recentes do SolidWorks instaladas no computador. Por exemplo, se as versões 2009 a 2013 do SolidWorks estiverem instaladas, você pode optar por abrir o arquivo usando as versões 2011, 2012 ou Se quiser usar a versão selecionada para abrir todos os seus arquivos do SolidWorks, é possível suprimir a caixa de diálogo selecionando Não mostre novamente. Você pode redefinir arquivos com a versão do SolidWorks que os salvou pela última vez em Ferramentas > Opções do sistema > File Explorer e clicando em Restaurar Associações de Arquivos. Por exemplo, você poderia usar isso se tivesse o SolidWorks 2012 SPO4 e o SolidWorks 2013 beta no seu computador e depois desinstalasse o SolidWorks 2013 beta. Para restaurar associações de arquivos, é preciso executar o SolidWorks com privilégios de administrador em Executar como administrador. Essas etapas podem variar de acordo com o sistema operacional. Para informações sobre como Executar como administrador, consulte a Base de conhecimento da Microsoft. Sons do SolidWorks Você pode adicionar sons a eventos do programa SolidWorks usando a caixa de diálogo Windows Sounds. Você pode adicionar sons aos seguintes eventos do SolidWorks: Animação concluída Colisão detectada Estudo de cenário de projeto concluído Interferência detectada Malha concluída com êxito Falha na malha 38

39 Fundamentos do SolidWorks Abrir arquivo concluído Reconstrução concluída Erro de reconstrução Renderizar concluído Alerta do sensor Adicionar sons a eventos no SolidWorks Para atribuir sons a eventos no SolidWorks: Clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Geral e selecione Habilitar sons para eventos do SolidWorks. Clique em Configurar Sons. A caixa de diálogo Som do Windows é exibida. Role para a parte inferior da caixa Programar Eventos. Em SolidWorks, selecione o evento ao qual deseja adicionar um som. Selecione um som lista suspensa Sons. Clique em OK. Inicialização do SolidWorks É possível cancelar a inicialização do SolidWorks se ele for iniciado acidentalmente.mensagens na tela inicial informam o progresso da inicialização. Início rápido do SolidWorks Para iniciar mais rapidamente, o SolidWorks começa carregando componentes no fundo quando o computador é iniciado. Para desligar o Início rápido do SolidWorks, clique em Iniciar > Inicialização no Windows. Clique com o botão direito em Início rápido do SolidWorks e selecione Excluir. Consulte a Ajuda do SolidWorks:Início rápido do SolidWorks. Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas A transferência de propriedades personalizadas na inserção de um peça configurada para outra peça foi aprimorada. Consulte Transferir propriedades personalizadas. 39

40 4 Administração Este capítulo contém os seguintes tópicos: Conversão de arquivos para o SolidWorks 2013 Interoperabilidade entre SolidWorks 2012 SP5 e SolidWorks 2013 Salvar e restaurar configurações do usuário. Painel do administrador SolidWorks CAD Conversão de arquivos para o SolidWorks 2013 A abertura de um documento de uma versão anterior do SolidWorks pode levar um tempo adicional. Após o arquivo ser aberto e salvo, o tempo das aberturas subsequentes volta ao normal. Você pode usar o Agendador de Tarefas do SolidWorks para converter múltiplos arquivos de versões anteriores do SolidWorks para o formato da versão No Windows, clique em Iniciar, e em Todos os programas > SolidWorks 2013 > Ferramentas SolidWorks > Agendador de tarefas do SolidWorks. No Agendador de Tarefas: Clique em Converter arquivos e especifique os arquivos ou pastas a serem convertidos. Para arquivos no vault do SolidWorks Workgroup PDM, use Converter arquivos do Workgroup PDM. Para arquivos em um vault do SolidWorks Enterprise PDM, use o utilitário fornecido com o Enterprise PDM. Depois de converter arquivos para o SolidWorks 2013, não é possível abri-los em versões mais antigas do SolidWorks versions, com a exceção do SolidWorks 2012 Service Pack 5. Consulte Interoperabilidade com lançamento anterior para mais informações. Interoperabilidade entre SolidWorks 2012 SP5 e SolidWorks 2013 Se você possui o SolidWorks 2012 Service Pack 5, é possível abrir peças e montagens criadas com o SolidWorks No entanto, os arquivos abrem apenas no modo somente leitura, e nem todos os dados da árvore de dados de projeto do FeatureManager está disponível. Consulte Interoperabilidade com lançamento anterior para obter mais informações. 40

41 Administração Salvar e restaurar configurações do usuário. Você pode salvar e restaurar seus atalhos de teclado, menus e barras de ferramentas personalizados e opções do sistema a partir do menu Ferramentas. Selecionar Ferramentas > Salvar/Restaurar configurações executa o Auxiliar de cópia de configuração em um modo especial que permite que o software do SolidWorks fique ligado e em funcionamento enquanto você salva ou restaura suas configurações do usuário atuais. Painel do administrador SolidWorks CAD Com o Painel do administrador CAD, você pode monitorar o desempenho, o status do hardware e as alterações nas configurações das Opções do sistema do SolidWorks para cada usuário do SolidWorks em sua empresa. Você pode acessar o painel pelo Portal do Cliente SolidWorks, desde que você tenha um contrato de assinatura do SolidWorks. Para acessar o SolidWorks CAD Amin Dashboard: Clique no link do Portal do Cliente SolidWorks, selecione seu idioma e efetue login. Painel principal Barra de ferramentas painel Algumas atualizações no CAD Amin Dashboard podem não ser refletidas nesta documentação. Fluxo de trabalho básico do painel de administrador CAD Neste exemplo, você passa por um fluxo de trabalho básico para supervisionar o uso do software do SolidWorks em sua rede. 41

42 Administração Acessar o painel de administrador CAD Como cliente assinante, você pode acessar o Painel de administrador CAD a partir do Portal do Cliente SolidWorks. Para acessar o painel de administrador CAD Abra o Portal do Cliente SolidWorks em um navegador, selecione seu idioma e efetue o login. Em Links rápidos, clique em Painel de administrado CAD. Depois de ler o acordo, clique em em Concordo. Caso você não concorde com os termos, você não terá acesso ao painel de administrador CAD. Opções de avaliação do sistema Você pode avaliar os computadores da sua rede em comparação com uma linha de referência de opções selecionadas do sistema SolidWorks. Você pode estabelecer uma linha de referência para as seguintes opções do sistema SolidWorks para sua rede: Desempenho Montagens Referências externas Templates predeterminados Locais de arquivos Assistente de Perfuração Mensagens descartadas As opções do sistema para qualquer conta em sua rede são testadas em comparação com aquelas da conta base de referência selecionada. Atribuir a base de referência das opções do sistema. O painel de administrador CAD compara as opções dos usuários do sistema do software do SolidWorks em sua rede com aquelas de uma máquina de referência. 42

43 Administração Para estabelecer a máquina de referência para as opções do sistema no painel de administrador CAD: Selecione uma linha para a conta da máquina de destino no Painel do administrador CAD principal. Na extremidade direita da linha da conta, clique em Definir linha de base de opções do sistema para esta conta. A linha de base é definida pelas opções de sistema válidas na máquina da conta selecionada no momento em que você seleciona a conta. Avaliara detalhes da máquina Você pode visualizar informações sobre os computadores que executam o SolidWorks em sua rede a partir da coluna Detalhes da máquina no Painel de administrador CAD. Para visualizar informações detalhadas sobre uma conta em sua rede, selecione a conta na coluna Detalhes da máquina. Se os detalhes da máquina indicarem problemas, você pode melhorar o desempenho do sistema atualizando os drivers de gráficos ou adicionando mais memória ou espaço no disco rígido para os detalhes relatados. Para obter uma lista dos drivers suportados, consulte Para visualizar informações do computador para usuários do SolidWorks em sua rede a partir do Painel de administrador CAD: Percorra o resumo das informações do computador para suas contas na coluna Detalhes da máquina. É possível visualizar os seguintes tipos de informação: Driver não suportado Memória baixa Indica um driver de cartão gráfico não suportado. Você pode selecionar a conta para visualizar mais detalhes do driver gráfico. Indica que a máquina da conta está com baixa memória. Você pode selecionar a conta para visualizar o espaço disponível no disco rígido na coluna HDD Livre e a memória RAM disponível na coluna RAM. Quando você seleciona uma conta, é possível visualizar mais detalhes da máquina. a) Selecione a linha da conta. b) Na seção Detalhes abaixo, selecione a guia Detalhes da máquina. Você pode visualizar detalhes da máquina da conta, como CPU, HD livre e informações da placa de vídeo. Quando as informações estiverem disponíveis, clique duas vezes na linha da conta na coluna Histórico dos detalhes da conta da máquina. A caixa de diálogo Histórico de hardware e software exibe a versão do software SolidWorks instalada ou as atualizações da placa de vídeo quando estas estão disponíveis. 43

44 5 Instalação Este capítulo contém os seguintes tópicos: Método de exportação instalar e desinstalar usando a opção editor Método de exportação instalar e desinstalar usando a opção editor A Opção de editor administrativo de imagemr oferece um método de exportação para a distribuição remota do software do SolidWorks em clientes do Windows Vista e Windows 7 para usuários que não têm privilégios administrativos. Uma nova página Distribuir automaticamente permite que os administradores selecionem sistemas para instalar, atualizar ou desinstalar o software do SolidWorks. As operações podem ser agendadas para um horário específico. Desinstalações personalizadas também podem ser realizadas. O status de cada distribuição é registrado e listado como Pendente, Concluído ou Falha. As tarefas de instalação são exportadas para as máquinas alvo e executadas pelo Microsoft Task Scheduler em cada sistema, sem exigir qualquer ação por parte dos usuários. Para usar este método, os computadores que servem as máquinas da imagem administrativa e do cliente alvo devem ser membros do mesmo domínio Microsoft Active Directory domain. 44

45 6 Montagens Este capítulo contém os seguintes tópicos: Visualização de montagem Romper todas as referências externas ao mesmo tempo Excluir componentes de submontagens Componentes derivados Envelopes Múltiplas vistas explodidas por configuração Inserir componentes Detecção de interferência Grandes montagens Propriedades de massa em montagens Encaixes em submontagens espelhadas Substituir componentes Selecionar submontagem na área de gráfico Instantâneos Recursos de montagem de corte de varredura Visualização de montagem Propriedades adicionais disponíveis Propriedades adicionais pré-definidas estão disponíveis para seleção. Novos modos de visualização estão disponíveis para agrupar e desagrupar componentes na lista. Você pode selecionar as seguintes propriedades de componentes na lista suspensa da caixa de diálogo Personalizar coluna. Convertido para versão atual Excluído de BOM (instância-específico) Referências externas Submontagens flexíveis (instância-específico) Totalmente combinado (instância-específico) Um novo modo de visualização foi acrescentado: / Vista Agrupado/Desagrupado 45

46 Montagens Vista agrupado Vista desagrupado Agrupa instâncias múltiplas de um componente em um único item de linha na lista. Vista agrupado é útil quando os valores das propriedades idênticos para todas as instâncias do componente são listados. Lista cada instância de um componente individualmente. Vista desagrupado é útil quando os valores para propriedades instância-específicas, como Totalmente combinado, que pode ser diferente para instâncias diferentes do componente, são listados. Por padrão, propriedades instância-específicas são exibidas em Vista desagrupado, e propriedades que não são instância-específicas são exibidas em Vista agrupado. Anteriormente, propriedades instância-específicas não estavam disponíveis, e todas as propriedades eram exibidas no que agora é chamado de Vista agrupado. Cores para Grupo idêntico Para tornar a exibição mais consistente e previsível, seis cores são pré-definidas para uso com o comando Grupo Idêntico. Caso mais que seis cores sejam necessárias, uma designação aleatória de cores é feita para as cores adicionais. Quando você desliga as cores e liga novamente, estas são retidas. Anteriormente, novas cores eram designadas aleatoriamente. Para alterar as cores pré-definidas, clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Cores. Em Configuração do esquema de cores, selecione Visualização de montagem número e clique em Editar. Qualidade da imagem do componente É possível verificar os componentes cuja qualidade de imagem pode estar retardando o desempenho dos gráficos de montagens muito grandes. A propriedade Gráficos-Triângulos indica o número de triângulos de pavimentação usados para exibir um componente. Para determinado componente, conforme você aumenta a configuração da qualidade da imagem, a contagem de triângulos aumenta e o desempenho fica mais lento. Caso o desempenho dos gráficos seja lento em uma montagem muito grande, você pode classificar os componentes por Gráficos-Triângulos. Em seguida, considere ocultar os componentes com altas contagens de triângulo. Excluir componentes ocultos Quando você salva uma lista de componentes para um arquivo externo, é possível especificar a exclusão de componentes ocultos da lista. Em Visualização de montagem, clique na seta à direita dos cabeçalhos da coluna e clique em Salvar como. Na caixa de diálogo Salvar como, selecione Excluir componentes ocultos. Importar e exportar configurações Você pode importar e exportar configurações de visualização de montagens, o que permite que você transfira sua configuração de uma montagem para outra. 46

47 Montagens Em Visualização de montagem, clique na seta à direita dos cabeçalhos de coluna e clique em Salvar estilo para exportar as configurações atuais, ou clique em Carregar estilo para importar configurações salvas. As configurações são salvas em uma planilha do Excel. As configurações suportadas incluem: Número de colunas Propriedades selecionadas em colunas Ordem de classificação Cores Barras de valores Modo de peça ou modo de montagem Unidades Romper todas as referências externas ao mesmo tempo Você pode bloquear ou romper todas as referências externas em uma hierarquia de montagem completa (ou em submontagens selecionadas dentro da hierarquia) ao mesmo tempo. Anteriormente, era necessário encontrar e lidar com cada componente individualmente. Opcionalmente, é possível escolher substituir relações de esboço rompidas por relações fixas quando as referências são rompidas. Clique com o botão direito em uma montagem de nível superior ou em uma submontagem de cada vez e clique em Listar referências externas. Excluir componentes de submontagens Quando você seleciona um componente que pertence a uma submontagem e executa Apagar, apenas o componente selecionado é apagado da montagem. Anteriormente, toda a hierarquia da submontagem à qual o componente pertence era apagada. Componentes derivados É possível incluir itens como propriedades personalizadas, esboços e dimensões do modelo a partir do componente pai quando componentes são espelhados ou quando componentes derivados são criados. Por exemplo, quando você espelha um componente e cria uma versão contrária, uma nova página no PropertyManager permite que você selecione itens para copiar do componente pai para a versão contrária. Você pode selecionar qualquer um destes procedimentos: Corpos sólidos Corpos de &superfície Eixos Planos Representações de rosca Esboços absorvidos Esboços não absorvidos 47

48 Montagens Propriedades personalizadas Sistemas de coordenadas Dimensões do modelo Dados do Assistente de Perfuração Envelopes Agora você pode fazer envelopes a partir de submontagens. As melhorias no Fluxo de trabalho incluem designar componentes como envelopes conforme são inseridos em montagens, e mudar componentes para e de envelopes a qualquer momento. Novas opções permitem que você ajuste a visibilidade do envelope e carregue envelopes como peso-leve ou somente leitura. Criar um Envelope a partir de um componente É possível transformar componentes de ou para envelopes a qualquer momento. É possível fazer um envelope a partir de qualquer componente dentro da hierarquia da montagem. Abra install_dir\samples\whatsnew\assemblies\printer\printer_bottom.sldasm. O componente case_bottom já é um envelope, como indicado por na árvore de projeto do FeatureManager e pela cor azul transparente do componente na área de gráfico. 48

49 Montagens Agora, transforme jack_12 em um envelope. jack_12 é um componente da submontagem board_a2. Clique com o botão direito em jack_12 na área de gráficos ou na árvore de projetos do FeatureManager e clique em Propriedades do componente. No canto inferior direito da caixa de diálogo, selecione Envelope. Excluir da lista de materiais também é selecionado, porque envelopes nunca são incluídos na lista de materiais. Clique em OK. Na área de gráfico, o componente fica cor azul transparente. Na árvore de projetos do FeatureManager, ao lado de jack_12 indica que o componente é um envelope. Criar um envelope enquanto um componente é inserido Você pode fazer envelopes a partir de submontagens. Você pode designar componentes como envelopes conforme são inseridos em montagens. 49

50 Montagens Clique em Inserir componentes (barra de ferramentas Montagem) ou em Inserir > Componente > Peça/montagem existente. No PropertyManager, em Opções, selecione Envelope. Sob Peça/montagem a inserir, clique em Procurar. Na caixa de diálogo Abrir, navegue para install_dir\samples\whatsnew\assemblies\printer\connector_and_bracket.sldasm e clique em Abrir. Clique para posicionar a submontagem na área de gráfico aproximadamente como mostrado. Agora posicione o envelope no estojo. Sistemas de coordenadas já foram adicionados aos modelos para facilitar o encaixe. Clique em Visualizar > Sistemas de coordenadas. Clique em Posicionamento (barra de ferramentas Montagem) ou em Inserir > Posicionamento. No PropertyManager: a) Para Entidades a posicionar, selecione os dois sistemas de coordenadas na área de gráfico. b) Em Posicionamentos padrão, selecione Coincidente e Alinhar eixos. c) Clique duas vezes em. O envelope da submontagem é encaixado com o estojo. 50

51 Montagens Clique em Visualizar > Sistemas de coordenadas para ocultar os sistemas de coordenadas. Alterar a aparência de um envelope Em Opções do sistema, é possível ajustar a cor e a transparência de envelopes. Clique em Opções (barra de ferramentas Padrão) ouferramentas > Opções. Na guia Opções do sistema, clique em Cores. Em Configurações do esquema de cor, selecione Componentes de envelope. Clique em Editar e selecione uma nova cor, como, e clique em OK. Perto da parte inferior da caixa de diálogo, selecione Opaco para Envelopes. Clique em OK. Todos os envelopes mudam de cor e ficam opacos na área de gráfico. Para restaurar as configurações padrão, repita as etapas de 1 a 6, exceto: 51

52 Montagens Para cor, selecione da fileira superior (Vermelho = 128, Verde = 255, Azul = 255). Para Envelopes, selecione Semitransparente. Ocultar e exibir envelopes É possível ocultar e exibir todos os envelopes de uma só vez. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito no topo da árvore e clique em Ocultar todos os envelopes. Todos os envelopes da montagem ficam ocultos. Para exibir os envelopes, clique novamente com o botão direito sobre o nome, e clique em Exibir todos os envelopes. Todos os envelopes são exibidos. Você pode clicar com o botão direito em qualquer submontagem na árvore e clicar em Ocultar todos os envelopes ou Exibir todos os envelopes para ocultar ou exibir todos os envelopes dentro da submontagem. 52

53 Montagens Transformar envelopes em componentes regulares É possível transformar componentes de envelope em componentes regulares. Clique com o botão direito em case_bottom na área de gráficos ou na árvore de projetos do FeatureManager e clique em Propriedades do componente. No canto inferior direito da caixa de diálogo, limpe Envelope. Excluir da lista de materiais também é limpo. Clique em OK. O componente já não é mais um envelope. Na árvore de projetos do FeatureManager, é substituído por para indicar que o componente é um componente regular da montagem. Na área de gráfico, o componente já não é mais azul transparente. Outras alterações para envelopes O prefixo Envelope não é mais usado nos nomes de componentes de envelope. O item do menu Inserir > Envelope não está mais disponível. Os envelopes não estão mais listados no ConfigurationManager. Os envelopes não são mais exibidos quando Exibir com dependentes é usado. Se você copiar, espelhar ou padronizar um envelope, o novo componente resultante também é um envelope. Ferramentas de seleção avançadas para envelopes As ferramentas de seleção avançadas que usam envelopes para selecionar, exibir, ou ocultar outros componentes estão disponíveis na árvore de projeto do FeatureManager 53

54 Montagens e na área de gráfico. Anteriormente, estavam disponíveis com um clique com o botão direito sobre um envelope no ConfigurationManager. As ferramentas de seleção avançadas estão disponíveis somente para envelopes feitos de peças, e apenas na montagem de nível superior. Elas não estão disponíveis para envelopes feitos a partir de submontagens, e não estão disponíveis para envelopes dentro de submontagens. Para selecionar, exibir, ou ocultar usando envelopes: Clique com o botão direito sobre um envelope. Clique em Envelope, e clique em uma das opções a seguir: Opção Selecionar usando envelopes Exibir/ocultar usando envelope Descrição Permite selecionar componentes para operações de edição, baseado nas suas posições relativas a um componente de envelope. Permite especificar os critérios de seleção para ocultar ou exibir componentes da montagem, com base nas posições relativas a um componente de envelope. Múltiplas vistas explodidas por configuração Em montagens e peças multicorpo, você pode criar múltiplas vistas explodidas para cada configuração. Você pode usar atalhos do teclado para copiar e colar as vistas explodidas. Adicionar múltiplas vistas explodidas É possível adicionar mais de uma vista explodida a uma configuração. Abra install_dir\samples\whatsnew\assemblies\castor\castor_901.sldasm. No ConfigurationManager Agora adicione outra vista explodida a cfg_1., expanda cfg_1 para ver que já tem uma vista explodida. Clique em Inserir > Vista explodida ou clique com o botão direito em cfg_1 e clique em Nova vista explodida. 54

55 Montagens Na área de gráfico ou na árvore de projeto do FeatureManager, selecione os seguintes componentes: wheel_105<1> axle_support_102<1> bushing_103<1> No PropertyManager, os componentes aparecem em Componentes da etapa de explosão. Uma tríade é exibida na área de gráficos. No PropertyManager, em Opções, selecione Auto espaçar componentes depois de arrastar para espaçar automaticamente o grupo de componentes ao longo do eixo depois de arrastá-los e soltá-los. Na área de gráfico, arraste o braço vermelho da tríade e solte-o aproximadamente como indicado: A roda, o suporte do eixo, e a bucha são espaçadas automaticamente, como mostrado: Clique em. 55

56 Montagens No ConfigurationManager, ExplView2 aparece em cfg_1. Clique duas vezes em ExplView2 para fechá-lo. Copiar vistas explodidas Você pode copiar vistas explodidas de uma configuração e colá-las em outras. Em cfg_1, Ctrl + selecione as duas vistas explodidas. Pressione Ctrl + C. Clique uma vez em cfg_2 para selecionar sem ativar. Pressione Ctrl + V. O ícone de configuração muda de para para indicar que agora a configuração tem vistas explodidas. Clique duas vezes em cfg_2 para ativar o comando, e clique em Cópias das duas vistas explodidas são listadas. para expandir. Cada vista explodida na montagem deve ter um nome único. Clique duas vezes em Cópia de ExplView2. A vista explodida é expandida. Inserir componentes Profundidade melhorada na inserção de componentes Quando você insere componentes, estes são colocados em uma profundidade mais razoável com relação aos componentes ou à geometria próxima. Anteriormente, os componentes pareciam próximos no plano de vista, mas na verdade estavam em profundidades muito 56

57 Montagens diferentes, o que resultava em componentes que desapareciam da vista quando a montagem era girada. Inserir múltiplos componentes Em Inserir componentes do PropertyManager, você pode selecionar múltiplos componentes em um momento e em seguida inserir cada um deles em sucessão sem retornar ao PropertyManager. Se você clicar duas vezes na origem da montagem, todos os componentes selecionados são inseridos de uma vez, cada um em relação a origem. Inserir múltiplos componentes na origem Você pode inserir múltiplos componentes na origem de uma montagem de uma vez. Abra uma nova montagem. Se a origem para exibi-la. não estiver visível na área de gráficos, clique em Exibir > Origens No PropertyManager, em Peça/Montagem a inserir, clique em Navegar, e navegue para install_dir\samples\whatsnew\assemblies\mill\. Na caixa de diálogo, Ctrl + selecione estas peças: knee_2013.sldprt saddle_2013.sldprt OS dois itens aparecem em Nome do arquivo. Clique em Abrir. No PropertyManager, as duas peças são selecionadas em Abrir documentos. Na área de gráfico, uma visualização de knee_2013 está atrelada ao ponteiro. Caso não apareça uma visualização, clique em Visualização de gráfico em Opções no PropertyManager. Clique duas vezes na origem da montagem. O PropertyManager é fechado. As duas peças são inseridas na origem da montagem. A origem de cada peça é coincidente com a origem da montagem, e os planos de cada peça são alinhados com os planos da montagem. Na árvore de projeto do FeatureManager, (f) ao lado de cada peça indica que ambas as peças são fixas. 57

58 Montagens Clique em Visualizar > Origens para exibir as origens. Inserir componentes em sucessão Você pode selecionar diversos componentes e clicar em sucessão para posicioná-los em locais diferentes na montagem. Clique em Inserir componentes (barra de ferramentas Montagem) ou em Inserir > Componente > Peça/montagem existente. No PropertyManager, empeça/montagem a inserir, clique em Procurar. Na caixa de diálogo, Ctrl + selecione estas peças: bracket_2013.sldprt head_2013.sldprt scale_2013.sldprt table_2013.sldprt Clique em Abrir. No PropertyManager, as quatro peças são selecionadas em Abrir documentos. Na área de gráfico, uma visualização de bracket_2013 está atrelada ao ponteiro. Clique para posicionar o suporte aproximadamente como indicado. No PropertyManager, o suporte desaparece da lista. Na área de gráfico, uma visualização de head_2013 está atrelada ao ponteiro. 58

59 Montagens Clique em sucessão para posicionar a cabeça, a escala e a tabela aproximadamente como indicado. O PropertyManager é fechado. Cada componente é inserido onde você clicou para posicioná-lo. Inserir múltiplas instâncias de múltiplos componentes Você pode inserir múltiplas instâncias de vários componentes sem fechar o PropertyManager. Clique em Inserir componentes (barra de ferramentas Montagem) ou em Inserir > Componente > Peça/montagem existente. No PropertyManager, empeça/montagem a inserir, clique em Procurar. Na caixa de diálogo, Ctrl + selecione estas peças: clamp_2013.sldprt pillar_2013.sldprt pin_2013.sldprt Clique em Abrir. No PropertyManager, as três peças são selecionadas em Abrir documentos. Na área de gráfico, uma visualização de clamp_2013 está atrelada ao ponteiro. No topo do PropertyManager, clique em para fixar o PropertyManager, para que fique aberto depois que as primeiras instâncias das peças forem posicionadas. Clique duas vezes aproximadamente como indicado. Uma instâncias de cada uma das três peças é posicionada onde você clicou duas vezes. 59

60 Montagens Desafixe o PropertyManager, para que feche depois que as instâncias seguintes das peças forem posicionadas. Clique duas vezes aproximadamente como indicado. Outras instância de cada uma das três peças é posicionada onde você clicou duas vezes. O PropertyManager é fechado. Detecção de interferência Você pode excluir componentes selecionados na Detecção de interferência. Você pode filtrar componentes com roscas cosméticas compatíveis nos resultados da Detecção de interferência e colocá-los em uma pasta separada. Excluir Componentes Excluir componentes ocultos Você pode excluir interferências que envolvem componentes ocultos. Clique em Detecção de interferência (barra de ferramentas Montagem) ou Ferramentas Detecção de interferência. No PropertyManager, em Opções, selecione Ignorar corpos/componentes ocultos. Quando você clica em Calcular, as interferências que envolvem componentes ocultos, incluindo aquele ocultos pelo comando Isolar, são ignoradas. Como em lançamentos anteriores, quando a opção era chamada Ignorar corpos ocultos, as interferências entre os corpos ocultos de um peça multicorpo e outros componentes também são ignoradas. Excluir componente selecionado Você pode excluir componentes selecionados a partir dos resultados da Detecção de interferência. Opcionalmente, você pode especificar que os componentes sejam excluídos de sessão em sessão. 60

61 Montagens Clique em Detecção de interferência (barra de ferramentas Montagem) ou Ferramentas Detecção de interferência. No PropertyManager, selecione Componentes excluídos. Na área de gráfico ou na arvore de projeto do FeatureManager, selecione os componentes a excluir. Selecione as opções: Option Ocultar componentes excluídos da vista Lembrar componentes excluídos Description Oculta os componentes selecionados até que você feche o PropertyManager. Salva a lista de componentes para que sejam selecionados automaticamente na próxima vez que o PropertyManager for aberto. Filtrar representações de rosca Você pode filtrar componentes com roscas cosméticas compatíveis nos resultados da Detecção de interferência e colocá-los em uma pasta separada. Interferências causadas por roscas incompatíveis, desalinhadas ou outra geometria interferente ainda são listadas como interferências. Clique em Detecção de interferência (barra de ferramentas Montagem) ou Ferramentas > Detecção de interferência. No PropertyManager, em Opções, selecione Criar pasta de representações de rosca compatíveis. Quando você clica em Calcular, as interferências causadas por representações de rosca compatíveis são excluídas dos resultados principais e listadas na pasta Representações de roscas compatíveis. Interferências não movidas para a pasta são causadas por outros problemas e devem ser investigadas. Exemplo 1: Combinar representações de rosca Nesta montagem, as combinações de rosca do eixo e do furo são idênticas (por exemplo, furo M10 x 1,5 e eixo M10 x 1,5). Portanto, a interferência é ignorada (movida para a pasta Representações de roscas compatíveis folder). Exemplo 2: Especificação de rosca incompatível Se as peças do Exemplo tiverem roscas com altura incompatível (por exemplo, furo M10 x 1,5 e eixo M10 x 1,25), elas são marcadas como interferentes. 61

62 Montagens Exemplo 3: Componentes de rosca desalinhados Se os componentes de rosca estiverem desalinhados, são marcados como interferentes, mesmo que as representações de rosca sejam adequadamente compatíveis. Exemplo 4: Outras geometrias interferentes Neste exemplo, as representações de rosca têm especificações de rosca compatíveis, mas o furo é rosqueado em todo seu comprimento pela chapa, e o eixo é rosqueado apenas em parte do comprimento do parafuso. Eles são marcados como interferentes. Para separar componentes: Montados: Grandes montagens Revisão de projeto grande Novas opções e comandos oferecem mais controle sobre as atualizações na Revisão de projeto grande. 62

63 Montagens Atualizações ao abrir uma montagem Uma nova opção do sistema permite que você controle se os componentes para dados gráficos desatualizados são verificados ou não, e se são atualizados quando você abre uma montagem no modo Revisão de projeto grande. Anteriormente, os componentes sempre eram verificados e atualizados. Agora, o comportamento padrão é não checar e atualizar. Para voltar ao comportamento antigo, clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Montagens e selecione Verificação e atualização automática de todos os componentes. Atualizações depois de abrir uma montagem O comando existente Atualização LDR foi renomeado para Atualizar componentes conectados. Dois novos comandos permitem que você atualize toda a montagem ou os componentes selecionados. Clique com o botão direito sobre o nome da montagem no topo da árvore de projeto do FeatureManager e clique em um dos itens a seguir: Atualizar componentes conectados Atualizar modelos de gráfico (Anteriormente chamado Atualização LDR.) Atualiza os dados gráficos de todos os componentes dependentes que foram desatualizados devido a alterações em seus componentes pai. Atualiza os dados gráficos para todo o modelo. Clique com o botão direito sobre um componente e clique em: Atualizar componentes gráficos Atualiza os dados gráficos do componente selecionado. Gerenciar dados de configuração Para modelos de peças e montagens que contêm configurações, novas opções ajudam a gerenciar o tamanho dos arquivos e o tempo necessário para salvá-los. É possível especificar e identificar quais configurações devem ser mantidas sempre atualizadas. Você pode elcuir dados de configuração em cache cada vez que o modelo é salvo. No SolidWorks 2013, é necessário reconstruir e salvar dados para cada configuração que você deseja ter disponível no SolidWorks 2012 Service Pack 5. Consulte Interoperabilidade com lançamento anterior. ConsulteGerenciar dados de configuração. 63

64 Montagens Omitir reconstruir depois de editar componentes Uma nova opção do sistema permite que a reconstrução de grandes montagens seja omitida depois da edição de um componente em uma janela separada. Como em lançamentos anteriores, quando você volta para a janela de montagem depois de editar um componente em uma janela separada, uma mensagem pergunta ser você deseja reconstruir a montagem. Se você tiver selecionado a nova opção e a montagem estiver em Modo grande montagem, a mensagem já não aparece mais, a montagem não é reconstruída, e um triângulo amarelo de aviso aparece em Reconstruir ferramenta padrão) para indicar que a montagem está desatualizada. (barra de Para definir a opção, clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Montagens. Em Modo grande montagem, selecione Não reconstruir quando alternar para a janela de montagem. Como em lançamentos anteriores, é possível selecionar não perguntar novamente na mensagem reconstruir, e clicar em Sim para reconstruir. Subsequentemente, sempre que você voltar para uma montagem, ela reconstrói automaticamente sem perguntar, independente do tamanho da montagem. Com a nova opção selecionada, agora esta reconstrução automática é omitida para montagens no Modo grandes montagens. Configurações do SpeedPak Você pode criar e atualizar configurações SpeedPak de submontagens a partir da montagem pai. Você pode desabilitar o círculo gráfico SpeedPak. Consulte SpeedPak. Propriedades de massa em montagens Ponto de centro de massa em montagens Você pode acrescentar um ponto de Centro de Massa (CDM) a uma montagem. A posição do ponto CDM é atualizada quando o centro de massa do modelo muda. Por exemplo, a posição do ponto CDM é atualizada conforme você adiciona, modifica, apaga ou suprime componentes ou adiciona ou apaga recursos de montagem. O ponto CDM pode ser útil quando você está projetando montagens que requerem massa balanceada (por exemplo, para evitar a vibração excessiva). É possível combinar os pontos CDM dos componentes de uma montagem como parceiros de distância, coincidentes, e concêntricos. Não é possível combinar o ponto CDM da própria montagem. Clique em Centro de Massa (barra de ferramenta Geometria de Referência) ou em Inserir > Geometria de Referência > Centro de Massa. Na área de gráfico, aparece no centro de massa do modelo. Na árvore de projeto FeatureManager, o Centro de Massa aparece logo abaixo de Origem. 64

65 Montagens Se adicionar pontos CDM em arquivos de componentes, os pontos aparecem na montagem pai: Submontagem Peça Por exemplo, nesta montagem, indica o centro de massa da montagem. e indica os centros de massa das três peças componentes: Para mais informações sobre pontos CDM, consulte Ponto no centro da massa.e Centro de massa referência em desenhos. Propriedades personalizadas de inércia em montagens Você pode substituir as propriedades de momentos de inércia de uma montagem ou seus componentes. A adição de propriedades personalizadas de inércia a um componente pode ajudá-lo a visualizar o efeito do componente sobre a inércia total e sobre a massa da estrutura. Por exemplo, se você tiver modelos simplificados de componentes adquiridos, é possível adicionar informações precisas sobre o momento de inércia a estes componentes de modo que a massa total da montagem seja representada corretamente. Na árvore de projeto do FeatureManager, selecione a montagem de nível superior ou um componente. Clique em Propriedades de massa (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Ferramentas > Propriedades de massa. 65

66 Montagens Na caixa de diálogo Propriedades de massa, clique em Substituir propriedades de massa. Na caixa de diálogo Substituir propriedades de massa, selecione Substituir momentos de inércia e em seguida selecione opções e insira valores. Encaixes em submontagens espelhadas Quando você cria uma versão oposta ao espelhar uma submontagem, todas as combinações padrão na submontagem são espelhadas. Anteriormente, as combinações padrão dentro da submontagem que encaixavam com os planos padrão ou com a origem da submontagem não eram criadas. Substituir componentes Quando Substituir componente é usado, é possível substituir um componente por outro que tem o mesmo nome e tipo, mas vem de uma pasta diferente. Selecionar submontagem na área de gráfico Quando você seleciona uma submontagem clicando com o botão direito na área de gráfico e selecionando Selecionar submontagem, a barra de ferramenta contexto para a submontagem aparece automaticamente. Anteriormente, era necessário dar um clique adicional com o botão esquerdo para que a barra de ferramenta aparecesse. Além disto, a barra de ferramenta contexto agora contém Abrir montagem a submontagem selecionada depois ao ser clicado., que abre Instantâneos Instantâneos em montagens resolvidas Instantâneos estão disponíveis em montagens totalmente resolvidas e em montagens peso-leve. Anteriormente, instantâneos só estavam disponíveis no modo Revisão de projeto grande. Instantâneos em montagens resolvidas e peso-leve funcionam da mesma maneira que no modo Revisão de projeto grande, com capacidades como o registro da orientação da vista da montagem, registro do estado ocultar/mostrar dos componentes, e a inclusão de comentários. É possível visualizar instântaneos nos modos Revisão de projeto grande, resolvido e peso-leve, independente do modo em que foram criados. Se você ver um instantâneo no modo resolvidoou peso leve, o pop-up Ver Instantâneos será exibido. Clique em Sair do instantâneo na barra de ferramentas instantânea para retornar ao estado de exibição que estava ativo antes de você visualizar o instantâneo. Instantâneos em inspeções É possível tirar instantâneos em inspeções. Quando você tira um instantâneo de dentro de uma inspeção ativa, o Ângulo da Câmera é registrado, assim como a orientação da vista da montagem e o estado ocultar/mostrar 66

67 Montagens dos componentes. Quando você ativa um instantâneo criado dentro de uma inspeção, a inspeção é aberta automaticamente. Recursos de montagem de corte de varredura Você pode criar recursos de perfil de corte de varredura em montagens. Como com outros recursos de montagem, é possível propagar os recursos de corte de varredura para as outras peças que eles afetam. Você não pode criar recursos perfil de corte de varredura sólido em montagens. Quando criar um Corte de varredura como um recurso de montagem: Para Perfil, o esboço selecionado deve estar no nível superior da montagem. Para Caminho e Curvas guias, selecione o seguinte: Esboços ou curvas no nível superior da montagem. Bordas de componentes em qualquer nível da montagem. Você pode criar padrões de recursos de montagem de corte de varredura. Padrões lineares, circulares, impulsionados por tabela, e impulsionados por esboço são suportados. Clique em Recursos de montagem em Corte de varredura varredura. (guia Montagem do CommandManager) e clique, ou em Inserir > Recurso de montagem > Corte > de 67

68 7 CircuitWorks Disponível no SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Importar e exportar recursos de arquivos ECAD Importar e exportar recursos de arquivos ECAD Você pode importar camadas, traços, furos de qualquer formato, áreas preenchidas, vias, e blocos de arquivos ECAD para o software CircuitWorks. Você também pode montar estes recursos em uma montagem SolidWorks a partir do CircuitWorks. Nem todos os tipos de arquivo ECAD suportam todos estes recursos, e não é possível exportar traços, áreas preenchidas, vias ou blocos de volta para o CircuitWorks para o SolidWorks. Explorar Camadas, traços, áreas preenchidas e vias Neste exemplo, você explora alguns dos novos recursos do CircuitWorks para modelos ECAD com camadas, traços, áreas preenchidas e vias. Você realiza as seguintes tarefas: Exploração do modelo PADS para camadas, traços, blocos, vias e áreas preenchidas. Visualização das propriedades da camada. Exame da espessura da placa. Alteração das propriedades da via e filtre as vias. Construção do modelo no SolidWorks. Exportação do modelo de volta para o CircuitWorks. Exploração de opções de modelagem de camada condutora. Abrir e explorar o arquivo PADS no CircuitWorks Primeiro, abra o arquivo PADS ECAD no software do CircuitWorks e explore camadas, traços, vias, blocos e áreas preenchidas. Você deve adicionar o CircuitWorks para seguir o exemplo abaixo. 68

69 CircuitWorks A partir do SolidWorks, clique em CircuitWorks > Abrir arquivo ECAD para install_dir\circuitworksfull\examples\pads\preview.asc. e navegue Na árvore CircuitWorks, expanda Áreas Preenchidas e selecione a segunda área preenchida HP A área preenchida selecionada é exibida na janela de visualização. Selecione Blocos na árvore do CircuitWorks. Os blocos são exibidos na visualização do arquivo ECAD. Você também pode visualizar blocos individuais selecionados na árvore. Selecione Traços na árvore do CircuitWorks. Os traços são exibidos na visualização do arquivo ECAD. Você também pode selecionar traços individuais na árvore. 69

70 CircuitWorks Clique na guia Visualização, selecione Vista inferior (barra de ferramenta Visualização), e selecione Traços novamente na árvore do CircuitWorks. Clique em Vista superior (barra de ferramenta Visualização) e clique na guia Ferramentas. Selecione Vias na árvore do CircuitWorks. As vias são exibidas na visualização do arquivo ECAD. Configurar propriedades de camada A seguir você visualiza a espessura e os tipos de camadas. Você pode visualizar as propriedades de qualquer entidade na árvore do CircuitWorks clicando com o botão direito sobre a entidade e clicando em Propriedades. Na árvore de projeto do CircuitWorks, expanda Camadas. As camadas listadas são distinguidas por sua propriedade dielétrica ou condutora. As camadas da placa do circuito são empilhadas, uma contra a outra, começando com a primeira camada no fundo da placa. A distância da primeira camda para a última camada determina a espessura da placa. As camadas podem ter alturas diferentes. Clique com o botão direito em uma camada condutora e clique em Propriedades. As seguintes propriedades são exibidas: Altura inicial Altura final Especifica a altura do fundo da camada em relação ao fundo da placa. Especifica a altura do topo da camada em relação ao fundo da placa. A altura final de uma camada é a mesma altura da camada inicial da camada seguinte. 70

71 CircuitWorks Espessura Especifica a espessura da camada. Selecione outras camadas e visualiza as propriedades. Clique em Contornos da placa na árvore do CircuitWorks. Propriedades da placa é exibido. A espessura da placa, 0,7870 mm, é a soma das espessuras das camadas. Editar propriedade de via e filtrar vias A seguir você visualiza e edita a posição e o diâmetro de uma via, filtra uma via, e constrói um modelo no SolidWorks. Na árvore do CircuitWorks, expanda e selecione Vias. Há 37 vias na placa. Existem três vias através do componente U2 da placa. Clique com o botão direito na primeira via VIAPADRÃO_EXEMPL Propriedades. O painel Propriedades de via é aberto. e clique em Para Diâmtero da via, insira 1,0 e clique em. Repita as etapas 2 e 3 para as outras via VIAPADRÃO_EXEMPLO. 71

72 CircuitWorks No menu de comando Filtrar da guia Ferramentas, clique em Vias. O painel Filtros de via é exibido. Selecione Maior que e insira 0,99. As três vias com diâmetro de via de 1,0 mm são filtradas e excluídas. As vias filtradas aparecem suprimidas na árvore do CircuitWorks. Construção do modelo no SolidWorks A seguir, você constrói o modelo no aplicativo SolidWorks e vê como os recursos são exportados. Feche todos os modelos que estão abertos no aplicativo SolidWorks antes de proceder. No CircuitWorks, clique em SolidWorks > Construir Modelo e clique em Construir na caixa de diálogo do CircuitWorks. (guia Ferramentas) 72

73 CircuitWorks Quando o modelo SolidWorks é exibido, os traços, camadas, vias, blocos furos e áreas preenchidas são incluídos na árvore de projeto do SolidWorks FeatureManager. Na árvore de projeto do FeatureManager, expanda o componente previewpcb<1> e examine recursos do arquivo ECAD como as camadas condutoras e dielétricas, furos, keep-outs, e vias no modelo SolidWorks. a) Gire o modelo. b) Selecione a terceira camada condutora no modelo girado. 73

74 CircuitWorks c) Selecione a primeira camada dielétrica. d) Selecione PTH, os furos chapeados. 74

75 CircuitWorks e) Selecione as vias. f) Aumente o zoom no local das vias filtradas, que não aparecem no modelo. No aplicativo SolidWorks, salve o modelo como My_previewpcb.sldasm. No aplicativo SolidWorks, clique em CircuitWorks > Exportar para CircuitWorks. O modelo ECAD exportado não inclui vias, áreas preenchidas ou blocos, pois o CircuitWorks não exporta estes recursos. No aplicativo SolidWorks, feche o modelo. Construir apenas camadas condutoras superior e inferior Você pode configurar o CircuitWorks para modelar apenas as camadas condutoras superior e inferior no SolidWorks para economizar tempo. Para modelar apenas as camadas condutoras superior e inferior quando construir no SolidWorks: No SolidWorks, clique em CircuitWorks > Opções do CircuitWorks. Na caixa de diálogo, clique em Importar SolidWorks, e selecione Apenas as camadas superior e inferior (mais rápido) em Modelagem de camada condutora. Clique em OK. 75

76 CircuitWorks Construir o arquivo PADS novamente Em seguida, construa o arquivo PADS para ver que apenas as camadas superior e inferior aparecem na árvore. No CircuitWorks, selecione previewpcb.asc, o arquivo PADS ECAD original. No CircuitWorks, clique em SolidWorks > Construir Modelo e na caixa de diálogo, clique em Construir. Clique em Sim quando solicitado a substituir o componente do modelo. (guia Ferramentas) Na árvore de projeto do FeatureManager, expanda o componente previewpcb<1>. Apenas duas camadas condutoras são listadas. Feche o modelo do SolidWorks sem salvá-lo. Feche o modelo do CircuitWorks sem salvá-lo. 76

77 8 Configurações Este capítulo contém os seguintes tópicos: Tabelas de Projeto Gerenciar dados de configuração SpeedPak Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas Tabelas de Projeto Configurar materiais em uma tabela de projeto Um parâmetro tabela de projeto está disponível para configurar materiais. O cabeçalho da coluna usa esta sintaxe: Para uma peça: Para um corpo em uma peça multicorpo: $LIBRARY é o nome de biblioteca encontrada no nível superior da árvore na caixa de diálogo Material. Exemplos: Materiais SolidWorks, Materiais SolidWorks DIN, Materiais personalizados. MATERIAL é o nome do material como definido na caixa de diálogo Material. Exemplos: Aço carbono simples, AISI 304, Liga Para inserir um material, siga um destes procedimentos: Digite a informação manualmente. Clique em uma célula e selecione de uma lista suspensa de materiais Favoritos. Se a célula é deixada em branco, ela herda o material em vigor no momento em que a configuração foi criada. Exemplo: 77

78 Configurações Validação de dados em tabelas de projeto A validação de dados foi incorporada às tabelas de projeto. Para certos parâmetros, quando você seleciona uma célula na tabela de projeto, é possível escolher um valor a partir de uma lista suspensa de seleções válidas. Se você digitar um valor inválido, aparece uma mensagem de erro informando que um valor válido deve ser inserido (que pode ser selecionado da lista suspensa). Exemplos: Para estado suprimido de recursos os valores na lista suspensa são: SUPRIMIDO NÃO SUPRIMIDO S U Para posição fixa ou flutuante os valores na lista suspensa são: SIM NÃO Y N Seleção simplificada para Exibir estados e configurações Para acessar a lista suspensa de configurações existentes para Exibir estados e configurações em uma tabela de projeto, clique no corpo de uma célula da tabela para os parâmetros $DISPLAYSTATE ou Anteriormente, era necessário clicar com o botão direito. Gerenciar dados de configuração Para modelos de peças e montagens que contêm configurações, novas opções ajudam a gerenciar o tamanho dos arquivos e o tempo necessário para salvá-los. É possível 78

79 Configurações especificar e identificar quais configurações devem ser mantidas sempre atualizadas. Você pode excluir dados de configuração em cache cada vez que o modelo é salvo. Como em versões anteriores: Se uma configuração nunca tiver sido ativada (como uma definida em uma tabela de projeto), apenas dados de definição essenciais sobre a configuração são realizados no modelo. Ao ativar a configuração pela primeira vez, a definição padrão dos dados do modelo de configuração são criados. Essa definição de dados completa é atualizada e salva todas as vezes que você salvar o documento. Por padrão, quando a definição de dados completa for criada, ela permanecerá disponível todas as vezes que você abrir o modelo. Ter essa definição de dados completa prontamente disponível para uma configuração pode economizar tempo significativo ao trocar dessa configuração para outra. Entretanto, para cada configuração que você ativar, o tamanho do arquivo do modelo aumenta, bem como o tempo necessário para reconstruir e salvar o arquivo. Novidades dessa versão: No ConfigurationManager: Uma marca de verificação indica uma configuração para qual uma definição de dados atualizada completa existe. Um traço indica uma configuração para qual uma definição de dados completa está desatualizada ou não existe. Você pode marcar uma ou mais configurações com o símbolo Reconstruir/Salvar para criar definições de dados completas sem ter que ativar todas as configurações individualmente. Esse recurso pode ser útil quando você desejar obter dados criados para diversas configurações de uma vez só. Essas definições de dados completas são atualizadas e salvas todas as vezes que você salvar o documento. Você pode eliminar as definições de dados completos para configurações específicas ou todas as configurações (exceto as ativas), manualmente ou automaticamente, para reduzir o tamanho do arquivo e economizar tempo. Apenas os dados de definição essencial permanecem. No SolidWorks 2013, uma definição de dados completa deve existir para cada configuração que você deseja ter disponível no SolidWorks 2012 Service Pack 5. Consulte Interoperabilidade com lançamento anterior. Criação de dados de configuração Para criar definições de dados completas para uma ou mais configurações sem ativar cada configuração manualmente, execute um dos itens a seguir: Em ConfigurationManager, clique com o botão direito em uma ou mais configurações e clique em Adicionar reconstruir/salvar marca. Na parte superior do ConfigurationManager ou da árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito no nome do modelo, clique em Reconstruir/salvar marca, e clique em um dos itens abaixo: Adicionar Marca a essa configuração Marca a configuração ativa para que essa definição de dados completa seja criada na próxima vez que você salvar o documento. Posteriormente, esses dados são reconstruídos e atualizados todas as vezes que você salvar o documento. 79

80 Configurações Adicionar Marca para todas as configurações Adicionar Marca para configurações específicas Marca todas as configurações ativas para que essa definição de dados completa seja criada na próxima vez que você salvar o documento. Posteriormente, esses dados são reconstruídos e atualizados todas as vezes que você salvar o documento. Abre a caixa de diálogo Reconstruir e salvar configurações, onde você seleciona configurações a marcar para reconstruir e para ter dados de configuração criados na próxima vez que o documento for salvo. Posteriormente, esses dados são reconstruídos e atualizados todas as vezes que você salvar o documento. Além disso, remove Reconstruir/salvar marca de todas as outras configurações e altera seus ícone para ou (dependendo do estado atual dos dados de configuração). Remova dados para marcar e eliminar para todas as configurações Remove Reconstruir/salvar marca de todas as configurações, inclusive da configuração ativa, e exclui os dados de todas as outras configurações, exceto a configuração ativa. Os ícones a seguir aparecem ao lado das configurações no ConfigurationManager: Configuração ativa Configurações inativas Descrição Indica uma configuração para qual uma definição de dados atualizada completa existe. 80

81 Configurações Configuração ativa Configurações inativas Descrição Reconstruir/salvar marca. Indica uma configuração para que essa definição de dados completa seja criada na próxima vez que você salvar o documento. Posteriormente, esses dados são reconstruídos e atualizados todas as vezes que você salvar o documento. Para desmarcar uma configuração, clique com o botão direito sobre ela e selecione Remover Reconstruir/Salvar marca. Seu ícone é alterado para ou (dependendo do estado atual de seus dados de configuração). Indica uma configuração para qual uma definição de dados completa está desatualizada ou não existe. Excluir dados de configuração Para reduzir o tamanho de arquivos e o tempo necessário para salvá-los, você pode excluir os dados de configuração em cache de configurações inativas. Para excluir manualmente os dados: Na parte superior do ConfigurationManager ou da árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito no nome do modelo, clique em Reconstruir/salvar marca, e clique em Remova dados para marcar e eliminar para todas as configurações. Para excluir automaticamente os dados todas as vezes que você salvar o documento: Clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Desempenho e selecione Excluir dados de configuração em cache. Todas as vezes que você salvar o documento: Se a opção para excluir estiver selecionada: 81

82 Configurações Os dados são excluídos para todas as configurações inativas marcadas ou. Os dados são salvos apenas para a configuração ativa ( ou )e inativa marcadas. Se a opção para excluir não estiver selecionada: Os dados são reconstruídos e salvos para todas as configurações marcadas,, ou. Os dados são excluídos para todas as configurações marcadas ou. SpeedPak Você pode criar e atualizar configurações SpeedPak de submontagens a partir da montagem pai. Você pode desabilitar o círculo gráfico SpeedPak. Desabilitar o círculo gráfico SpeedPak Você pode desabilitar o círculo gráfico SpeedPak de modo que a geometria na região do ponteiro permaneça visível mesmo que não seja selecionável. Quando o círculo gráfico está ligado, apenas a geometria selecionável é visível na região ao redor do ponteiro. Quando o círculo gráfico está desligado, toda a geometria ao redor do ponteiro permanece visível. Quando o ponteiro está sobre uma entidade Speedpak que não é selecionável, o ponteiro muda para. Para habilitar ou desabilitar o círculo gráfico SpeedPak, execute um dos itens a seguir: Clique em Ferramentas > Opções > Exibir/Seleção e selecione ou limpe Exibir círculo gráfico SpeedPak. Pressione Alt + S. Para obter um exemplo de como desabilitar um círculo gráfico SpeedPak, consulte o exemplo abaixo Criação do SpeedPak a partir da montagem pai. Criação do SpeedPak a partir da montagem pai Você pode criar configurações SpeedPak para submontagens a partir de uma montagem pai. Você pode escolher incluir somente gráficos, ou incluir faces combinadas, bordas, e pontos como geometria resolvida. Em uma montagem, selecione uma ou mais submontagens. Clique com o botão direito e clique em Opções SpeedPak, e em seguida clique em um dos itens a seguir: Criar SpeedPak combinado Inclui faces combinadas, bordas e pontos como geometria resolvida, o que permite a criação de outras combinações para estas entidades. As entidades incluídas como geometria resolvida incluem entidades da submontagem que combina com outros componentes na montagem pai aberta ou na própria montagem pai aberta. 82

83 Configurações Criar gráficos SpeedPak Permite que você veja os gráficos da submontagem, mas não inclui qualquer geometria resolvida, o que resulta em melhor desempenho. Uma configuração SpeedPak é criada para a configuração ativa da submontagem. Se a submontagem for uma submontagem de nível superior, a configuração SpeedPak se torna a configuração ativa utilizada pela montagem pai. A melhoria de desempenho é mais evidente com montagens muito grandes e complexas. Como a montagem usada no exemplo abaixo é pequena e simples, as melhorias no desempenho não são evidentes. Criar um SpeedPak somente gráfico Você pode criar um SpeedPak somente gráfico para uma submontagem diretamente a partir da montagem pai. Abra install_dir\samples\whatsnew\configurations\overender.sldasm. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito em elevador da submontagem e clique em Opções do SpeedPak > Criar gráfico SpeedPak. Uma configuração SpeedPak é criada para a configuração ativa do elevador. Na árvore de projeto do FeatureManager, o ícone está sendo usada na montagem. Clique com o botão direito em elevador e clique em Isolar. indica que a configuração SpeedPak Na área de gráfico, todos os componentes, exceto elevador, são ocultos. 83

84 Configurações Mova o ponteiro sobre a submontagem. Note que não há nada visível na região ao redor do ponteiro, indicando que não há entidades selecionáveis. Na barra de ferramenta popup Isolar, clique em Sair de isolar. Criar SpeedPak combinado Você pode criar um SpeedPak que inclui faces combinadas, bordas e pontos como geometria resolvida diretamente a partir da montagem pai. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito na barra deslizante da submontagem e clique em Opções do SpeedPak > Criar um SpeedPak. Uma configuração SpeedPak é criada para a configuração ativa da barra deslizante. Na árvore de projeto do FeatureManager, o ícone SpeedPak está sendo usada na montagem. indica que a configuração Clique com o botão direito em barra deslizante e clique em Isolar. Na área de gráfico, todos os componentes, exceto barra deslizante, são ocultos. 84

85 Configurações Mova o ponteiro sobre a submontagem. Note que há várias entidades visíveis na região ao redor do ponteiro. Estas entidades são combinadas com outros componentes na montagem pai ou com a própria montagem pai, e são selecionáveis para criar outras combinações. Na barra de ferramenta popup Isolar, clique em Sair de isolar. Desabilitar o círculo gráfico SpeedPak Você pode desabilitar o círculo gráfico SpeedPak para que a geometria na região ao redor do ponteiro permaneça visível mesmo que não seja selecionável. Pressione Alt + S. Agora quando você move o ponteiro sobre uma entidade SpeedPak não selecionável, o ponteiro muda para, mas a entidade permanece visível. Pressione Alt + S novamente. O círculo gráfico SpeedPak retorna. Na região ao redor do ponteiro, entidades que não são selecionáveis não são visíveis. 85

86 Configurações Você também pode clicar em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Exibir/Seleção e selecione ou limpe Exibir círculo gráfico SpeedPak para ativar ou desativar o círculo gráfico. PropertyManager do SpeedPak No PropertyManager do SpeedPak, a barra deslizante Faces a incluir foi removida de Habilitar inclusão rápida. A barra deslizante Faces a incluir não é mais necessária porque houve aprimoramentos no desempenho para a criação, edição, e abertura do SpeedPaks em relação às versões anteriores, que agora inclui muitos corpos. Atualizar Submontagem SpeedPaks a partir da montagem pai Você pode atualizar submontagens SpeedPak a partir da montagem pai. Você pode selecionar uma ou mais submontagens SpeedPak e atualizá-las clicando com o botão direito e selecionando Atualizar SpeedPak. Você pode atualizar todas as submontagens SpeedPak clicando em Atualizar SpeedPak (barra de ferramenta Montagens), ou clicando com o botão direito na montagem de nível superior na árvore de projeto FeatureManager e clicando em Atualizar todos SpeedPaks. A atualização de submontagens SpeedPak pode demorar bastante, dependendo do número e da complexidade dos SpeedPaks desatualizados na montagem pai. Transferir propriedades personalizadas ao inserir peças configuradas A transferência de propriedades personalizadas na inserção de um peça configurada para outra peça foi aprimorada. Consulte Transferir propriedades personalizadas. 86

87 9 SolidWorks Costing Disponível em SolidWorks Professional e SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Converter furos perfurados simples em bolsos fresados Peças multicorpos Peças torneadas Interface do usuário Recursos de volume Converter furos perfurados simples em bolsos fresados Você pode converter furos simples em bolsos circulares fresados, e pode reverter os bolsos circulares de volta para furos. Quando você muda bolsos circulares fresados para furos perfurados, você deve definir um diâmetro de perfuração no template de usinagem que combine com o diâmetro do furo, ou que seja no máximo 10 por cento menor que o diâmetro do bolso circular. Não é possível converter orifícios que exigem rosqueamento ou escareamento. Para furos perfurados simples, clique com o botão direito no recurso e clique em Mudar para Fresagem, no CostingManager. Isto converte a operação de perfuração em uma operação de fresagem. Você também pode arrastar o recurso do furo simples para a pasta Operações de Fresagem. Para bolsos circulares fresados que são convertidos a partir de furos simples, clique com o botão direito no recurso e clique em Mudar para Fresagem, no CostingManager. Isto converte a operação de fresagem em uma operação de perfuração. Você também pode arrastar o recurso do bolso circular fresado para a pasta Operações de Perfuração. Peças multicorpos Com o SolidWorks Costing, é possível calcular quanto custa fabricar peças multicorpos. Quando você aplica o Costing a peças multicorpo, é possível selecionar um modelo principal que controla as operações de Costing no nível da peça. O modelo principal referencia outros dois modelos, um para corpos em chapa metálica e outro para partes usinadas. O software reconhece automaticamente os corpos em chapa metálica. Para corpos usinados ou personalizados, você pode especificar o tipo de corpo no Painel de tarefas Costing. A ferramenta Costing não computa o custo de corpos personalizados. Você insere o custo de um corpo personalizado no Painel de tarefas Costing. 87

88 SolidWorks Costing Você também pode alternar do ambiente Costing multicorpo para um ambiente de corpo único para melhorar o desempenho. Você deve atribuir um custo personalizado para corpos de solda em uma peça multicorpo. Examinar os Templates de Costing para peças multicorpo Quando uma peça multicorpo inclui chapa metálica e corpos usinados, a ferramenta Costing referencia templates separados para cada tipo de corpo. Neste procedimento, você visualiza os templates para uma peça multicorpo no Editor de template de costing. Abra install_dir\samples\whatsnew\costing\multibody.sldprt. Uma peça multicorpo é exibida. A peça inclui corpos usinados, de chapa metálica, e torneados. Clique em Costing (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Ferramentas > Costing. No Painel de tarefas do Costing: a) Em Template de Costing, no Template principal, selecione templatemulticorpo_padrão(métrico). O template principal define operações no nível da peça. Quando você seleciona o template principal métrico padrão, os templates métricos padrão para chapa metálica e corpos usinados são atribuídos ao template principal no Editor de Template de Costing. A área de mensagens do Painel de tarefas do Costing aparece em verde, indicando que você pode iniciar a estimativa de custo. b) Clique em Iniciar o Editor de Templates. No nodo Geral do Editor de Template de Costing, você pode visualizar o Template chapa metálica e Template de usinagem que são associados ao template principal. Próximo do Template chapa metálica, clique em Visualizar. Aparece uma guia Chapa metálica, exibindo os dados de custo associados às peças de chapa metálica. 88

89 SolidWorks Costing Você pode repetir esta etapa para o template de usinagem. Feche o Editor de Templates do Costing. Mantenha essa peça e o Painel de tarefas Costing abertos para o próximo procedimento. Avaliar o custo de uma peça multicorpo Neste procedimento, você executa o Costing para determinar o custo de fabricação de uma peça multicorpo. No Painel de tarefas Costing, examine Lista de Corpo. Há quatro corpos na lista. Você também pode visualizar estes corpos na árvore de projeto do FeatureManager. O tipo de corpo determina o template de costing referenciado na estimativa de custo. O costing reconhece automaticamente os corpos em chapa metálica. Você deve atribuir o tipo de corpo para os outros tipos de corpos na peça. Selecione o tipo de corpo para cada corpo na peça: a) Em Lista de Corpo, no Painel de tarefas Costing, selecione Cortar-Extrudar4. O corpo selecionado é realçado na área de gráficos. Para Tipo de corpo, Chapa Metálica é selecionado automaticamente. Os materiais do corpo também são atribuídos. b) No Painel de tarefas do Costing, em Lista de corpos, selecione CBORE for M6 Hex Head Bolt2. E, para Tipo de corpo, selecione Usinado. Os materiais já foram atribuídos. 89

90 SolidWorks Costing c) Em Lista de Corpo no Painel de tarefas Costing, selecione Chamfer2, e selecione Usinado para Tipo de corpo. Os materiais já foram atribuídos. d) Insira o custo do Custo real do corpo diretamente: Em Lista de Corpo, no Painel de tarefas Costing, selecione Custo real do corpo. Para Tipo de corpo, selecione Personalizar, e para Custo personalizado, digite 10. A ferramenta Costing não computa o custo de um corpo personalizado. Consequentemente, você insere o custo do corpo, mas não os materiais. Depois de atribuir o tipo de corpo para cada corpo na peça, a área verde de mensagens indica que você pode iniciar a estimativa de custo. Para excluir o custo de um ou mais corpos antes de computar o custo, selecione os corpos e clique em Excluir. Clique em Iniciar estimativa de custo. O CostingManager exibe os corpos com seus tipos e materiais nas pastas adequadas. Se você exclui um corpo de uma computação de custo, ele aparece na pasta Nenhum custo atribuído. Corpos excluídos são ocultos na área de gráfico. A pasta Configurar tem os custos de configuração para o nível da peça, não para o nível do corpo. A pasta Operações personalizadas está no nível da peça. O custo de configuração deriva do tempo de configuração especificado no template. No CostingManager, expanda Corpos de chapa metálica. A peça de chapa metálica, Cortar-Extrudar4 é listada. Quando você expande Cortar-Extrudar4, é possível ver o custo estimado do corpo, e o template aplicado à estimativa de custo. Mantenha essa peça e o Painel de tarefas Costing abertos para o próximo procedimento. Avaliar o custo de um corpo em uma peça multicorpo Quando você aplica o Costing a peças multicorpo, é possível realizar uma estimativa de custo em um corpo, não na peça inteira. No CostingManager, clique duas vezes no corpo Chamfer2. 90

91 SolidWorks Costing Todos os outros corpos ficam ocultos, e o CostingManager e o Painel de tarefas exibem somente informações de custo do corpo chamfer. No CostingManager, clique em Voltar para Ambiente Multicorpo. A peça multicorpo aparece na área de gráfico e todos os corpos aparecem no CostingManager. Feche a peça: a) Feche o Painel de tarefas Costing. b) Clique em Arquivo > Salvar como. c) Na caixa de diálogo Salvar como, clique em Salvar sem dados de Costing e clique em Salvar. Peças torneadas Com o SolidWorks Costing, é possível calcular quanto custa fabricar peças torneadas. Avaliar o custo de uma peça torneada Peças cilíndricas exigem torneamento para sua fabricação. Neste procedimento, você executa o Costing para determinar o custo de fabricação de uma peça torneada. Abra install_dir\samples\whatsnew\costing\turned.sldprt. Uma peça cilíndrica é exibida. Clique em Costing (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Ferramentas > Costing. No Painel de tarefas do Costing: a) Em Template de usinagem, selecione um machiningtemplate_default(englishstandard). b) Em Material, para Classe selecione Aço, e para Nome selecione Aço carbono simples. Em Estocar corpo, in Tipo, selecione Cilindro. Em Custo estimado por peça, clique em Clique para Atualizar. A ferramenta Costing estima o custo de fabricação usando as informações do material na peça. O painel de tarefas Costing exibe o Custo estimado por peça. O CostingManager na árvore de projeto FeatureManager exibe as operações necessárias para fabricar a peça. 91

92 SolidWorks Costing Operação Setup Operação de setup 1 Operação de setup 2 Operação de setup 3 Descrição Há operações de quatro etapas para essa peça. Duas das operações são obrigatórias para todas as peças torneadas. Ao fabricar uma peça torneada, uma ponta da peça está no mandril, enquanto a outra está usinada. O trecho da peça dentro do mandril não é usinado até que a peça seja girada. Contém a operação de setup para fabricar Ranhura 1. Contém a operação de setup para fabricar Furo 1. Contém a operação de setup necessárias para fabricar a peça: Ranhura OD 1 Ranhura ID 1 Torneamento de OD 2 Diâmetro da ranhura externa. O material é removido das faces externas. A razão do comprimento (L) do material a ser removido pela profundidade (D) do material a ser removido é L:D or L/D. Diâmetro interno da ranhura. O material é removido das faces externas. A razão do comprimento (L) do material a ser removido pela profundidade (D) do material a ser removido é L:D or L/D. Torneamento do diâmetro externo. O material é removido das faces externas para um lado da peça. 92

93 SolidWorks Costing Operação Operação de setup 4 Descrição Contém as operações de setup adicionais necessárias para fabricar a peça: Torneamento de ID 1 Torneamento de OD 1 Torneamento do diâmetro interno. O material é removido das faces externas. Torneamento do diâmetro externo. O material é removido das faces externas para o outro lado da peça. Operações de fresagem Ranhura 1 O material é removido da face. Operações de torneamento Ranhura ID 1 Ranhura OD 1 Torneamento de OD 1 Torneamento de ID 1 Torneamento de OD 2 Operações de perfuração Furo 1 O material é perfurado da face e, em seguida roscado. Feche a peça: a) Feche o Painel de tarefas Costing. b) Clique em Arquivo > Salvar como. c) Na caixa de diálogo Salvar como, clique em Salvar sem dados de Costing e clique em Salvar. 93

94 SolidWorks Costing Interface do usuário Botão da barra de ferramentas Costing e Comando de menu Você pode executar a ferramenta Costing para chapa metálica ou peças usinadas com o mesmo comando. Não é mais necessário escolher entre as ferramentas para chapa metálica ou para peças usinadas. Clique em Costing (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Tools > Costing. CostingManager Você pode arrastar e soltar itens em outros locais válidos no CostingManager. Por exemplo, você pode arrastar um padrão de orifício para a pasta Nenhum custo atribuído. Também é possível arrastar e soltar operações entre pastas Configurar. Você pode multisselecionar itens (Ctrl + selecionar ou Shift + selecionar) no CostingManager para aplicar uma opção comum aos itens selecionados. Por exemplo, você pode multisselecionar duas operações de configuração e aplicar o mesmo valor de substituição a elas. Você pode dissolver recursos de biblioteca em corpos de chapa metálica. Se precisar fabricar um recurso de biblioteca com um laser ou máquina de jato d'água, você pode dissolver a função de biblioteca para que a ferramenta Costing possa calcular o custo com base no comprimento a ser cortado, e não com base em traços. Na árvore de projetos do FeatureManager, clique com o botão direito no recurso biblioteca e clique em Dissolver recurso de biblioteca. O recurso biblioteca é convertido em caminhos cortados para avaliação da ferramenta Costing. Você pode mover itens entre várias pastas Configurar. Isto é útil quando você tem máquinas que podem fazer peças com menos configurações. Por exemplo, quando você inicia o Costing para uma peça usinada, a ferramenta Costing pode criar duas operações de configuração porque há recursos de usinagem em duas faces da peça. Entretanto, você pode ter uma máquina que fabrica os dois recursos sem alterar a configuração. Assim, você pode mover os recursos de Operação de Configuração 2 para Operação de Configuração 1 para reduzir o custo, eliminando a Operação de Configuração 2. Você pode usar o teclado para navegar para o CostingManager. Quando você clica com o botão direito em uma pasta no CostingManager, é possível Expandir tudo ou Ocultar tudo. Templates do Costing No nodo Máquina do Editor de template do Costing para um modelo de usinagem, é possível especificar tipos de máquina para perfurar, fresar, e tornear. No nodo Geral do Editor de template do Costing para um modelo de usinagem, você pode configurar valores que contribuem para o cálculo do custo, incluindo o Tempo de configuração, o tempo necessário para configurar o torneamento da peça. 94

95 SolidWorks Costing Recursos de volume Quando você aplica a ferramenta Costing a uma peça usinada a partir de um bloco ou cilindro, o software calcula a diferença entre o material de estoque e a peça, excluindo recursos usinados como orifícios e recursos de bolsos. Esta diferença cria recursos de volume, que contribuem para o custo da peça como consequência das operações de fresagem necessárias. Recursos de volume são responsáveis pelo custo de usinar uma peça a partir de um bloco ou de um cilindro. O custo da peça usinada inclui o seguinte: O custo do corpo de estoque O custo de tornear um volume de material a partir do corpo de estoque O volume do material removido do corpo de estoque para produzir a peça define os recursos de volume. A ferramenta Costing computa a contribuição dos recursos de volume ao custo total de usinagem da peça. Depois de estimar o custo, os recursos de Volume aparecem na pasta Operações de fresagem do CostingManager. Você pode mudar a ferramenta usada para criar um recurso de volume para ajustar o custo. Você pode clicar com o botão direito em um recurso de Volume e mudar a ferramenta para modificar o cálculo de custo. Pode surgir um recurso de volume na pasta Nenhum custo atribuído. Calcular o custo de um recurso de volume Neste exemplo, você calcula o custo de um recurso de volume. 95

96 SolidWorks Costing Abra install_dir\samples\whatsnew\costing\volume.sldprt. Clique em Costing (barra de ferramentas Ferramentas) ou em Ferramentas > Costing. No painel de tarefas Costing em Template de usinagem, selecione machiningtemplate_default(metric). Em Classe selecione Aço, e para Nome selecione Aço carbono simples. A ferramenta Costing estima o custo de fabricação. No CostingManager, expanda Operações de fresagem. Expanda o recurso Volume 1. Clique com o botão direito Fresa com extremidade chata e selecione Fresa com extremidade chata (fresa) > 15,00 mm. A alteração na ferramenta aumenta o custo do recurso de volume e o custo estimado da peça é atualizado no painel de tarefas Costing. Feche a peça: a) Feche o Painel de tarefas Costing. b) Clique em Arquivo > Salvar como. c) Na caixa de diálogo Salvar como, clique em Salvar sem dados de Costing e clique em Salvar. 96

97 10 Desenhos e detalhamento Este capítulo contém os seguintes tópicos: Balões Dimensões Vistas de desenho Camadas Outras anotações Tabelas Balões A funcionalidade balão automático funciona em balões existentes Você pode usar funções automáticas de balão em vistas de desenho com balões existentes. Um BOM ainda é necessário, mas os balões existentes não precisam ser criados com o balão automático. Atualizar balões criados com anotação de balão automático Para atualizar balões existentes com Balão automático: Em uma vista de desenho que contém um BOM e balões que têm Número de item como texto, clique e Inserir > Anotações > Balão automático. Este exemplo mostra os balões automáticos inseridos. 97

98 Desenhos e detalhamento No PropertyManager Balão automático, em Editar Balões: a) Selecione Substituir balões para excluir todos os balões que têm Número de item como texto e inisra os balões conforme especificado pelo PropertyManager Balão automático. b) Selecione Resequenciar balões existentes para modificar a ordem dos balões existentes. Se você selecionar Substituir balões, é possível especificar qualquer um dos parâmetros de balão automático. Neste exemplo, em Configurações de balão, o Estilo é nenhum e o Texto do balão é Nome do arquivo. Se você selecionar Resequenciar balões existentes, você pode modificar somente os parâmetros em Números de item, incluindo Iniciar em e Incrementar, e você pode especificar somente Seguir ordem de montagem ou Organizar em sequência. Neste exemplo, Iniciar em é 1 e Incremento é 1, e Organizar em sequência está selecionado. 98

99 Desenhos e detalhamento Clique em. Para organizar os balões em sequência você precisa ter uma Lista de materiais no desenho. Reorganização em sequência de balões criados com Balão de anotação Para reorganizar em sequência balões criados com balão de anotação: Em uma vista de desenho que contém balões criados com balão, clique em Inserir > Anotações > Balão automático. Este exemplo contém 4 balões com Números de item e 2 balões com Número de peça (BOM). No PropertyManager Balão automático, em Editar balões: 99

100 Desenhos e detalhamento Selecione Substituir balões para excluir todos os balões que têm Número de item como texto e inserir os balões conforme especificado pelo PropertyManager Balão automático. Selecione Resequenciar balões existentes para modificar a ordem dos balões existentes. Se você selecionar Substituir balões, é possível especificar qualquer um dos parâmetros de balão automático. Neste exemplo, em Configurações de balão, o Estilo é Quadrado e o Texto do balão é Quantidade. Balões com Número de item são removidos, balões com outro Texto balão permanecem, e todos os balões automáticos são inseridos. Se você selecionar Resequenciar balões existentes, você pode modificar somente os parâmetros em Números de item, incluindo Iniciar em e Incrementar, e você pode especificar somente Seguir ordem de montagem ou Organizar em sequência. Neste exemplo, Iniciar em é 1 e Incrementar é 1. Clique em. 100

101 Desenhos e detalhamento Para organizar os balões em sequência você precisa ter uma Lista de materiais no desenho. Aprimoramentos do balão automático Os aprimoramentos feitos ao balão automático oferecem melhor posicionamento da seta e do balão, exigindo menos pós-edição. Os aprimoramentos no posicionamento do balão automático incluem: Para múltiplas instâncias da mesma peça, os balões apontam para a instância mais próxima. Quando Bordas está selecionado em Layouts de balão no PropertyManager Balão automático: As setas não apontam mais para os vértices. As setas não apontam mais para as bordas mais distantes de um modelo a menos que não haja outra solução. Quando Faces está selecionado em Layouts de balão no PropertyManager Balão automático: Pontos de fixação não aparecem mais nas superfícies encurtadas. Pontos de fixação não aparecem mais perto das bordas do modelo, se possível. Pontos de fixação não aparecem mais em porções de uma superfície que estão ocultas pela geometria, se possível. Opções Campo de texto em balões Duas novas opções, Número da peça (BOM) e Nome do arquivo, estão disponíveis no campo Texto do balão quando balões são criados ou editados. Inserir balões com números de peça Para inserir balões com números de peça a partir da lista de materiais: Em um desenho, clique em Inserir > Anotações > Balão. O PropertyManager de Balão é exibido. Em Configurações de balão, clique em Texto do balão e clique em Número de peça (BOM). Defina as opções. Clique na área de gráficos para posicionar o balão. Continue adicionando balões e clique em quando concluir. 101

102 Desenhos e detalhamento Para inserir balões com o nome do arquivo, siga o mesmo procedimento e clique em Nome do arquivo em vez de clicar em Número de peça (BOM) em Texto do balão. Nome do arquivo exibe o nome do arquivo sem a extensão. Dimensões Adicionar dimensões a dimensões de referência Você pode adicionar novas dimensões a dimensões de referência. Você pode organizar as dimensões de referência automaticamente usando Organizar dimensões automaticamente na paleta de dimensão. 102

103 Desenhos e detalhamento Adicionar dimensões a dimensões de referência existentes Para adicionar dimensões a um conjunto existente de dimensões de referência: Clique com o botão direito em uma das dimensões de referência existentes e clique em Adicionar à referência. O cursor muda para e a ferramenta Referência é ativada. Clique em novos elementos na vista de desenho para adicionar às dimensões de referência. Conforme você adiciona novos elementos à referência, o conjunto de dimensões de referência é reorganizado para acomodar as dimensões adicionais. Para especificar o espaçamento em dimensões de referência, use Ferramentas > Opções. Na guias Propriedades do documento, clique em Dimensões e em Compensar distâncias, e configure o espaçamento. Organização automática de dimensões de referência Para organizar dimensões de referência automaticamente: Selecione as dimensões de referência. Quando o botão de mudança da paleta de dimensão sobre o botão para visualizar a paleta de dimensão. aparece, mova o ponteiro Na paleta de dimensão, clique em Organizar dimensões automaticamente. Tolerância importada e dimensões de precisão paramétrica com o modelo Você pode criar configurações de dimensão importada para a precisão de dimensões e para valores de tolerância paramétrica com o modelo. Uma alteração na precisão do modelo ou do desenho muda a precisão nos dois locais. Conectar Tolerância e precisão de unidade com o modelo Para conectar Tolerância e precisão de unidade a dimensões importadas em um desenho com o modelo: No desenho, selecione a dimensão. No PropertyManager Dimensão, em Tolerância/Precisão, selecione Ligar precisões com o modelo. Clique em. Quando você seleciona Ligar precisões com o modelo pela primeira vez no PropertyManager, a precisão do modelo é usada. Qualquer edição futura à tolerância ou precisão de unidade no modelo ou no desenho altera a precisão nos dois locais. 103

104 Desenhos e detalhamento Configurar um padrão para conectar tolerância e precisão de unidade com o modelo Para conectar tolerância e precisão de unidade com o modelo por padrão: Clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, clique em Dimensões. Em Precisão primária, selecione Conectar precisões com o modelo para conectar a unidade primária e a precisão de tolerância. Em Precisão secundária, selecione Conectar precisões com o modelo para conectar a unidade secundária e a precisão de tolerância. Clique em OK. Setas aprimoradas em dimensões de raio Uma nova opção que define a direção de setas inteligentes para coincidir automaticamente com o local do texto em dimensão está disponível. Versões anteriores SolidWorks 2013 Se o texto em dimensão está fora do arco detalhado, a seta é exibida fora do arco e aponta para o centro do arco. Se o texto em dimensão está dentro do arco detalhado, a seta é exibida dentro do arco e aponta para fora do centro do arco. Quando possível, a ponta da seta se associa ao arco. Arcos de extensão aparecem somente se a ponta de seta não puder ser associada ao arco. Associar setas inteligentes a arcos Para associar setas inteligentes a um arco e apontar para longe do texto em dimensão: Clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, expanda Dimensões e clique em Raio. Em Posicionamento da seta, selecione Setas inteligentes associam-se a arcos e apontam para longe da dimensão. Clique em OK. 104

105 Desenhos e detalhamento Controle aprimorado de linhas de extensão e dimensão Em dimensões lineares e radiais, você pode quebrar linhas de dimensão e de extensão separadamente ao redor de outros elementos dimensionais. Linhas de quebra não selecionadas Linhas de quebra selecionadas para as duas opções Em dimensões lineares e radiais, você pode controlar quais elementos de uma dimensão quebram ao redor de outros elementos dimensionais. Na guia Líderes do respectivo PropertyManager, em Linhas de quebra: Selecione Quebrar linhas de extensão para quebrar linhas de extensão ao redor de linhas de dimensão e de outras linhas de extensão. Selecione Quebrar linha de extensão para quebrar a linha de dimensão ao redor de linhas de dimensão e de outras linhas de extensão. Em Ferramentas > Opções > Propriedades do documento > Dimensões, a opção Quebrar somente ao redor de setas de dimensão ainda limita as quebras para o redor das setas de dimensão somente quando você selecionar uma das opções acima. 105

106 Desenhos e detalhamento Quebrar somente linhas de extensão Quebrar tanto as linhas de extensão como as linhas de dimensão Quebrar somente linhas de dimensão 106

107 Desenhos e detalhamento Quebrar somente ao redor de setas de dimensão Inserir dimensões com tolerâncias Ao inserir itens modelo, você pode importar dimensões com tolerâncias específicas do modelo. Agora você pode inserir apenas estas dimensões com tolerâncias em um desenho. Todas as dimensões: Apenas dimensões com tolerância: 107

108 Desenhos e detalhamento Inserir dimensões com tolerâncias Para inserir apenas dimensões com tolerâncias: Em um desenho, clique em Inserir > Itens modelo. No PropertyManager de Itens de modelo, em Dimensões, desmarque Marcado para desenho e clique em Dimensões de tolerância. Defina as opções. Clique em. Dimensões de linha de chamada ISO para raio e diâmetro As dimensões de linha de chamada para raio e diâmetro em todos os padrões ISO e em outros padrões internacionais são associadas ao recurso estrutura de controle dimensionamento geométrico e tolerância, não ao texo em dimensão. Linhas de chamada curvas se alinham com o centro de um recurso estrutura de controle no lado da seta, indicando símbolos compostos e de múltiplas estruturas. 108

109 Desenhos e detalhamento Anteriormente, as linhas de chamada curvas se associavam ao texto em dimensão. Para propósitos de legado, as dimensão existentes permanecem como foram posicionadas originalmente. Para atualizar as dimensões ao novo estilo: Clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, clique em Dimensões. Selecione Aplicar regras atualizadas. Clique em OK. Depois de aplicar as regras atualizadas, Aplicar regras atualizadas não é mais selecionável e todas as dimensões existentes no desenho se ajustarão ao comportamento de exibição em conformidade com o padrão ISO. Raio, diâmetro, chanfro e melhorias de linha de chamada curva de chamada de furo As alças das dimensões da linha de chamada curva para raio, diâmetro, chanfro e chamada de furo são exibidas de modo consistente, alinhando-se com a linha de texto em dimensão apropriada. As curvas se estendem para encontrar a extremidade de uma linha de texto quando a guia está no lodo oposto da chamada de justificação. Dimensões e alinhamento de guia dobrada As alças das linhas de chamada curva para raio, diâmetro, chanfro e chamada de furo são exibidas de modo consistente, alinhando-se com a linha de texto em dimensão apropriada. Linhas com laterais para a esquerda e para a direita configuradas para Justificar superior são centradas na linha superior do texto em dimensão. Linhas com laterais para a esquerda e para a direita configuradas para Justificar inferior são centradas na linha inferior do texto em dimensão. Linhas com laterais para a esquerda associadas a texto em dimensão Justificar esquerdo mantêm um espaço consistente entre a alça e o texto. 109

110 Desenhos e detalhamento Para alinhar a linha de chamada curva verticalmente para a linha de texto apropriada, clique em Opções > Propriedades do documento > Dimensões, e selecione Aplicar regras atualizadas. Se você não selecionar esta opção, o alinhamento vertical das alças da linha de chamada curva são exibidas como inalterads. Alças da linha de chamada curva Uma nova opção padrão permite que as alças das dimensões da linha de chamada curva encontrem o final da linha de texto em dimensão. Anteriormente, quando havia uma seta no lado oposto da justificação (esquerdo ou direito), a laça parava no ponto mais próximo da curva. Esta opção estende a alça para encontar a linha de texto alinhado (superior ou inferior). Para configurar o opção padrão, clique em Opções > Propriedades do documento > Dimensões, e em Linhas de chamada curvasselecione Estender até o texto. Centro de massa referência em desenhos O centro de massa é uma entidade selecionável em desenhos, e você pode referenciá-lo para criar dimensões. Em um desenho, você pode criar dimensões de referência entre pontos de centro de massa e entidades geométricas, como pontos e bordas. 110

111 Desenhos e detalhamento Inserir um Centro de massa em um desenho A peça ou montagem deve incluir um centro de massa. Para inserir um centro da massa: Em um desenho, clique em Inserir > Itens modelo. No PropertyManager Itens modelo, em Geometria de referência, clique em Centro de massa. Clique em. Você pode criar dimensões entre os pontos de centro de massa e as entidades geométricas usando qualquer método de dimensionamento. Para visualizar o centro de massa em um desenho, clique em Visualizar > Centro de massa. Vistas de desenho Converter vista de desenho para esboço Você pode converter uma vista de desenho para entidades de esboço ou para um bloco de entidades de esboço a partir do menu de atalho. Em uma vista de desenho, clique com o botão direito e clique em Converter vista para esboço. No PropertyManager Converter vista para esboço, é possível: 111

112 Desenhos e detalhamento Substituir a vista com o esboço Substituir a vista de desenho com entidades equivalentes de esboço em 2D. Vista de desenho original Entidades equivalentes de esboço em 2D 112

113 Desenhos e detalhamento Substituir vista com bloco Substituir a vista de desenho com entidades equivalente de esboço em 2D agrupadas em um bloco. Vista de desenho original Bloco com entidades equivalente de esboço em 2D. 113

114 Desenhos e detalhamento Inserir como Bloco Cria um bloco separado composto por entidades equivalentes de esboço em 2D que podem ser posicionadas em qualquer lugar do desenho. Neste exemplo, o bloco na direita é adicionado à vista de desenho, e não subsitutui a vista de desenho à esquerda. Vistas explodidas múltiplas Desenhos podem ter mais do que uma vista explodida por configuração. Se uma montagem ou peça multicorpo contém mais que uma vista explodida, você pode incluir estas vistas explodidas no desenho usando uma nova seleção suspensa dentro das propriedades de vista de desenho. Incluir múltiplas vistas explodidas em um desenho Para incluir mais que uma vista explodida em um desenho: Crie o desenho de uma montagem ou peça multicorpo que contém múltiplas vistas explodidas. Na vista de desenho, clique com o botão direito e clique em Propriedades. Em Informações da configuração, selecione Exibir em estado explodido. Selecione uma vista explodida na lista suspensa. Clique em OK. Selecione uma vista de desenho diferente, clique com o botão direito e clique em Propriedades. Em Informações da configuração, selecione Exibir em estado explodido. Selecione uma vista explodida diferente na lista suspensa. Clique em OK. Novos tipos de borda para vistas de padrão plano Em vistas de desenho de padrão plano, você pode especificar dois novos tipos de bordas Dobrar para cima, padrão plano e Dobrar para baixo, padrão plano. Dobrar para cima, padrão plano usa o padrão de linha fina sólida e Dobrar para baixo, padrão plano usa o padrão de linha fina pontilhada. Os novos padrões planos usam estes novos tipos de borda. 114

115 Desenhos e detalhamento Para acessar ou alterar os tipos de borda, clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, clique em Fonte da linha e em Tipo de borda, clique em Dobrar para cima, padrão plano ou Dobrar para baixo, padrão plano. Interface ferramenta do usuário - nova seção Use o modo visualizar esboço aprimorado em conjunto com a nova seção da interface ferramenta do usuário para criar tanto vistas de seção como vistas alinhadas de seção. A nova interface permite que você crie vistas de seção, vistas alinhadas de seção, e meia vista de seção em um desenho. A interface única suporta os padrões ASME e ISO. No modo Editar esboço para vistas de seção criado no SolidWorks 2013 as linhas marcadas Para construção são consideradas movimentos pelo PropertyManager e são ignoradas na vista de seção posicionada. Isto facilita a criação de vistas de seção de acordo com os padrões ASME e ISO, e com outros padrões. As vistas de seção criadas no SolidWorks 2012 e em versões anteriores mantêm seu aspecto anterior. Se você precisar criar estas linhas de construção ignoradas a partir de vistas de seção criadas em versões anteriores do SolidWorks, você deve recriá-las no SolidWorks Isto garante que os desenhos não serão alterados automaticamente sem a intenção do usuário. Inserir uma vista de seção ou meia seção Para inserir uma vista de seção ou meia seção em um desenho, clique em Vista de seção (barra de ferramenta Desenho) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção ou Meia seção. Seção Selecione a linha de corte: Vertical Horizontal 115

116 Desenhos e detalhamento Auxiliar Alinhado Você pode usar Tab para alternar entre Linhas de corte em Seção ou Meia Seção. Depois de selecionar e posicionar a linha de corte na vista de desenho, o popup Vista de seção é exibido. Use o popup Vista de seção para adicionar offsets à vista de seção. Seleção Função Adicione offset de arco Etapas adicionais Selecione o primeiro ponto do arco na linha de corte, e em seguida selecione o segundo ponto do arco. Adicione offset único Selecione o primeiro ponto de offset na linha de corte, e em seguida selecione o segundo ponto de offset. Adicione offset de entalhe Selecione o primeiro ponto de entalhe na linha de corte, selecione o segundo ponto na linha de corte para largura do entalhe, e em seguida selecione o terceiro ponto para profundidade do entalhe. Retornar OK (Adicionar a vista) Cancelar (Cancelar a vista) Se você selecionar Iniciar vista de seção automaticamente no PropertyManager Vista de seção, o popup Vista de seção não aparece, permitindo que você visualize imediatamente e posicione a vista de seção no desenho. 116

117 Desenhos e detalhamento Você pode adicionar múltiplos offsets a uma vista de seção. O offset de entalhe pode ser aplicado a qualquer segmento da linha de corte. Offset único e offset de arco podem ser aplicados somente a um dos dois segmentos externos da linha de corte. A linha de corte causa inferência na geometria do desenho. Meia seção Selecione o tipo de meia seção: Superior direito Superior esquerdo Inferior direito Inferior esquerdo Lado esquerdo para baixo Lado direito para baixo Lado esquerdo para cima Lado direito para cima O vértice causa inferência na geometria do desenho. Inserir uma vista vertical de seção Para inserir uma vista vertical de seção: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview1.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenhos) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, selecione Iniciar vista de seção automaticamente se ainda não estiver selecionada. Clique em Vertical clique. e mova a linha de corte para o local como mostrado e 117

118 Desenhos e detalhamento Se a caixa de diálogo Vista de seção aparecer clique em OK. Arraste a visualização para a direita e clique para posicionar a vista de seção. Inserir uma vista auxiliar de seção Para inserir uma vista auxiliar de seção: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview2.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenhos) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, selecione Iniciar vista de seção automaticamente se ainda não estiver selecionada. Clique em Auxiliar clique. e mova a linha de corte para o local como mostrado e 118

119 Desenhos e detalhamento Mova o ponteiro linha de corte. para o local como mostrado e clique para definir o angulo da Se a caixa de diálogo Vista de seção aparecer clique em OK. Arraste a visualização para a esquerda e clique para posicionar a vista de seção. 119

120 Desenhos e detalhamento Inserir uma vista de seção com um offset de arco Para inserir uma vista de seção com um offset de arco: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview3.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenho) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, limpe Iniciar vista de seção automaticamente. Isto elimina a inserção automática da vista de seção e permite que você adicione offsets adicionais à vista. Clique em Horizontal e mova a linha de corte para o local como mostrado e clique para posicionar a linha. O popup Vista de seção é exibido. Clique em para adicionar um offset de arco. Mova o ponteiro ponto do arco. para o local como mostrado e clique para selecionar o primeiro 120

121 Desenhos e detalhamento Este ponto deve estar na linha de corte. Mova o ponteiro para o local como mostrado e clique para selecionar o segundo do arco. Clique em para fechar o popup Vista de seção. Arraste a visualização para o local como mostrado e clique para posicionar a vista de seção. 121

122 Desenhos e detalhamento Inserir uma vista de seção com um único offset Para inserir uma vista de seção com um único offset: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview4.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenho) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, limpe Iniciar vista de seção automaticamente. Isto elimina a inserção automática da vista de seção e permite que você adicione offsets adicionais à vista. Clique em Vertical e mova a linha de corte para o local como mostrado e clique para posicionar a linha. 122

123 Desenhos e detalhamento O popup Vista de seção é exibido. Clique em para adicionar um único offset. Mova o ponteiro ponto do offset. para o local como mostrado e clique para selecionar o primeiro Mova o ponteiro 123

124 Desenhos e detalhamento para o local como mostrado e clique para selecionar o segundo do offset. Clique em para fechar o popup Vista de seção. Arraste a visualização para o local como mostrado e clique para posicionar a vista de seção. Inserir uma vista de seção com offset de entalhe Para inserir uma vista de seção com offset de entalhe: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview4.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenhos) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, limpe Iniciar vista de seção automaticamente. Isto elimina a inserção automática da vista de seção e permite que você adicione offsets adicionais à vista. 124

125 Desenhos e detalhamento Clique em Horizontal e mova a linha de corte para o local como mostrado e clique para posicionar a linha. O popup Vista de seção é exibido. Clique em para adicionar um offset de entalhe. Mova o ponteiro ponto do entalhe. para o local como mostrado e clique para selecionar o primeiro Este ponto deve estar na linha de corte. Mova o ponteiro 125

126 Desenhos e detalhamento para o local como mostrado e clique para selecionar a largura do entalhe. Este ponto deve estar na linha de corte. Mova o ponteiro para o local como mostrado e clique para selecionar a profundidade do entalhe. O popup Vista de seção é exibido. Neste ponto, você poderia acrescentar offsets adicionais à vista. Clique em para fechar o popup Vista de seção. Arraste a visualização para o local como mostrado e clique para posicionar a vista de seção. 126

127 Desenhos e detalhamento Inserir uma vista de meia seção Para criar uma vista de meia seção: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview3.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenhos) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Meia seção. Em Meia seção, clique em Superior direito. Mova o ponteiro para o local como mostrado e clique para posicioná-lo. Arraste a visualização para a direita e clique para posicionar a vista de seção. 127

128 Desenhos e detalhamento Inserir uma vista de seção alinhada Para criar uma vista de seção alinhada: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview2.slddrw. Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Desenho) ou em Inserir > Vista de desenho > Seção. No PropertyManager Vista de seção, clique em Seção. Em Linha de corte, selecione Iniciar vista de seção automaticamente se ainda não estiver selecionado. Clique em Alinhado mostrado e clique. e mova o vértice da linha de corte para o local como Mova o lado inicial da primeira linha de corte para o local como mostrado e clique. 128

129 Desenhos e detalhamento Mova o lado inicial da segunda linha de corte para o local como mostrado e clique. Se a caixa de diálogo Vista de seção aparecer, clique em OK. Arraste a visualização para a direita e clique para posicionar a vista de seção. 129

130 Desenhos e detalhamento Salvar vista de desenho como arquivo DXF ou DWG Você pode salvar uma vista de desenho como um arquivo DXF ou DWG diretamente do PropertyManager Vista de desenho. DWG é o formato de arquivo nativo para o software AutoCAD da Autodesk e é uma marca registrada de Autodesk, Inc. Salvar uma Vista de desenho usando o PropertyManager Para salvar uma visa de desenho como um arquivo.dxf ou.dwg, no PropertyManager de Vista de desenho: Selecione uma vista de desenho. No PropertyManager de Vista de desenho, expanda Salva vista como. Araste o manipulador para definir a origem no arquivo. Clique em Salvar vista como DXF/DWG. Na caixa de diálogo Salvar como: a) Insira o nome do arquivo. b) Selecione Dxf ou Dwg como tipo de arquivo. c) Insira uma descrição e defina opções. d) Selecione ou limpe a opção Exportar somente geometria de modelo. Esta opção ignora outras anotações de esboço associadas à vista selecionada. e) Clique em Salvar. Suporte de desenho SpeedPak O desenhos do SpeedPak suportam vistas de seção. Você pode dimensionar e fazer anotações nelas (somente nos corpos invluídos). Camadas Marcas de centro e linhas de centro atribuídas a camadas Você pode atribuir camadas padrão a Marcas de centro e linhas de centro em desenhos quando utilizar a opção Por padrão como a camada de desenho. Clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, clique em Linhas de centro/marcas de centro. Use Camada de linha de centro para definir a camada para elementos criados com a ferramenta linha de centro. Use Camada marca de centro para definir a camada para elementos criados com a ferramenta marca de centro, incluindo extensões lineares e circulares entre as marcas de centro. 130

131 Desenhos e detalhamento Acesso melhorado à função camada Você pode acessar a função atribuição de camada a partir das barras de ferramentas e do CommandManager. Você também pode designar um atalho para a função Alterar camada. Você pode adicionar a funcionalidade camada às barras de ferramentas (incluindo a barra de ferramenta atalho), ao CommandManager, e aos atalhos do teclado. Além disto, você pode acessar as camadas clicando com o botão direito sobre um desenho. Alterar a camada de um documento Para alterar a camada de um documento: Clique com o botão direito em um desenho, mas não em um elemento de desenho. No menu de atalho, clique em Alterar camada. Quando a caixa de diálogo aparecer, mova o ponteiro sobre a caixa de diálogo para ativá-la. Na caixa de diálogo, clique na seta e clique em uma camada. Alterar a camada de um elemento de desenho Para alterar a camada de um elemento de desenho: Clique com o botão direito no elemento de desenho, como uma anotação. No menu de atalho, clique em Alterar camada. Quando a caixa de diálogo aparecer, mova o ponteiro sobre a caixa de diálogo para ativá-la. Na caixa de diálogo, clique na seta e clique em uma camada. Se você selecionar mais que um elemento de desenho, você pode alterar sua camada de uma vez. Outras anotações Nota de exibição atrás da página Notas no formato da página podem ser configuradas para ser sempre exibidas embaixo dos objetos de desenho da página, permitindo que você posicione anotações que podem funcionar como marca d'água no formato da página. 131

132 Desenhos e detalhamento Selecionado Desmarcado Essa opção exibe a nota de uma anotação no formato da folha por trás dos objetos de desenho. Enviar anotação para o verso Para exibir uma anotação atrás da página de desenho: No formato da página de desenho, clique com o botão direito em uma nota existente e clique em Exibir anotação no verso da página. Suporte de símbolo de pino-guia Há uma nova opção de documento para a criação automática de símbolos de pinos-guia em criação de vista. Além disto, você pode inserir símbolos de pino guia automaticamente em uma vista de desenho depois da criação da vista. 132

133 Desenhos e detalhamento Inserir símbolos de pino guia automaticamente Para inserir símbolos de pino guia automaticamente depois da criação da vista: Em um desenho, clique em Símbolo de pino guia (barra de ferramentas Anotação) ou clique com o botão direito e clique em Anotações > Símbolo de pino guia. No PropertyManager Símbolo de pino guia, em Inserção automática, selecione Para todos os furos guia. Defina as opções. Selecione uma ou mais vistas de desenhos. Clique em para inserir os símbolos de pino guia. Configurar propriedades do documento para símbolos de pino guia Para configurar as propriedades do documento para que criem todos os símbolos de pino guia automaticamente na criação da vista: Em um desenho, clique em FerramentasOpções. Na guia Propriedades do documento, clique em Detalhamento. Em Inserir automaticamente na criação da vista, selecione: Símbolos de guia -peça Símbolos de guia -montagem Clique em OK. GTOL permite Notação embaixo da estrutura de controle de recurso Na tolerância geométrica, você pode adicionar textos como EM TUDO ou CONTORNO embaixo da estrutura de controle de recurso sem usar o PropertyManager. Quando você insere um símbolo de tolerância geométrica na caixa de diálogo Propriedades, você pode inserir um texto em Embaixo da estrutura para inserir texto embaixo da estrutura de controle de recurso. 133

134 Desenhos e detalhamento Inserir texto embaixo do recurso estrutura de controle Para inserir texto: Em um desenho, clique em Inserir > Anotações > Tolerância geométrica. Na caixa de diálogo Propriedades: a) Definir os parâmetros. b) Em Embaixo da estrutura, insira o texto que aparecerá embaixo do recurso estrutura de controle. Clique em OK. Aprimoramentos no Símbolo de solda JIS Os aprimoramentos no Símbolo de solda JIS estão disponíveis para criar símbolos de solda em conformidade com o padrão JIS Z Novos símbolos de solda Os seguintes símbolos de solda novos estão disponíveis: Flange único JIS Spot (elétrodo plano) Chama V Revestimento (2009) Chama bisel Revestimento (2010) O Single V Butt foi atualizado para ser compatível com o padrão JIS com um ângulo de 90 graus entre as duas linhas. Método de acabamento Método de acabamento agora está disponível na guia Símbolo de solda JIS da caixa de diálogo Propriedades com as seguintes opções: Nenhuma C - Burilamento G - Esmerilhamento M - Usinagem F - Não especificado 134

135 Desenhos e detalhamento Outro aprimoramentos no Símbolo de solda JIS Tamanho do texto símbolo Símbolos de solda têm dimensões adequadas para a fonte de 13 pontos. Na guia Símbolo de solda JIS da caixa de diálogo Propriedades, se você selecionar Dentro, Abertura de raiz aparece dentro do símbolo de solda em um tamanho mais adequado. Todos os outros texto são exibidos em locais e tamanhos adequados para o símbolo de solda e os padrões JIS. Posição do ângulo de ranhura A posição do Ângulo de ranhura é exibida fora do símbolo de solda quando Dentro é selecionado ou Abertura de raiz não é especificada. Biblioteca de símbolos de solda JIS A biblioteca de símbolos de solda JIS agora é o padrão quando você cria símbolos de solda novos. Símbolos JIS e ANSI Elementos simbólicos de Contorno e Método de acabamento que são os mesmos em ANSI e JIS agora são adequadamente mapeados quando você alterna o padrão do desenho entre ANSI e JIS. Conectar Propriedade da lista de corte a Anotações Você pode conectar propriedades da lista de corte, incluindo notas, balões, colunas de tabela BOM, e vistas padrão de chapas metálicas planas. Conectar uma propriedade de lista de corte a um balão Para conectar uma propriedade de lista de corte a um balão: Em um desenho com propriedades de lista de corte, clique em Inserir > Anotações > Balão. Vincule o balão a uma face ou borda. No PropertyManager Balão, em Configurações de balão, em Texto do balão, selecione Propriedades da lista de corte. Clique na seta para baixo e selecione uma das propriedades da lista de corte. Arraste a nota para um local. No PropertyManager Balão, clique em. 135

136 Desenhos e detalhamento Conectar uma propriedade de lista de corte a uma coluna de tabela BOM Para conectar uma propriedade de lista de corte a uma coluna de tabela BOM: Na tabela BOM, selecione a coluna. Na popup barra de ferramentas, clique em Propriedade da coluna. Em Tipo de coluna, selecione PROPRIEDADES DA LISTA DE CORTE. Em Nome de propriedade, selecione uma propriedade de lista de corte para vincular à coluna. Clique fora da tabela BOM. Conectar uma propriedade de lista de corte a uma nota Para conectar uma propriedade de lista de corte a uma nota: Em um desenho com propriedades de lista de corte, clique em Inserir > Anotações > Nota. Vincule a nota a uma face ou borda de um corpo. No PropertyManager Nota, em Formato do texto, clique em Vincular à propriedade. Na caixa de diálogo Vincular à propriedade: a) Selecione Componente ao qual a anotação está vinculada. b) Selecione Propriedades da lista de corte. c) Clique na seta para baixo e selecione uma propriedade da lista de corte. d) Clique em OK. Arraste a nota para um local. No PropertyManager Nota, clique em. 136

137 Desenhos e detalhamento Editar propriedades de lista de corte para vista de chapa metálica de padrão plano Para editar propriedades de lista de corte para uma vista de padrão plano: Para inserir as propriedades de lista de corte para uma vista de padrão plano: a) Em uma vista de padrão plano, clique com o botão direito e clique em Anotações > Propriedades de lista de corte. b) Arraste a lista Propriedades de lista de corte e clique para posicioná-la. Clique duas vezes em uma anotação para selecioná-la. Modifique o texto. Clique fora da caixa de edição para sair do modo editar. Opção Anotação em bloco Bloco é uma nova opção de contorno ajustado para anotações e balões onde você pode especificar uma distância para compensar o contorno do texto selecionado ou da anotação. Usando o bloco, é possível especificar a distância entre o contorno e o texto selecionado ou a anotação. Este exemplo mostra uma anotação com: Ajuste justificado e sem bloco Ajuste justificado e 0,5 polegadas de bloco 137

138 Desenhos e detalhamento Definido pelo usuário ainda é uma opção disponível para configurar um contorno de tamanho estático. Por exemplo, se você deseja que um conjunto de anotações esteja sempre em caixas de 1", você pode definir o valor em Propriedades do documento como Caixa para Estilo de contorno, Personalizar tamanho para Tamanho de contorno, e 1 polegada para Definido pelo usuário. Assim, quando você acrescenta anotações, elas ficam padronizadas em caixas de tamanho fixo de 1". Se você alterar Tamanho da borda para Ajuste preciso, você pode ajustar o espaço entre o texto e o contorno com Preenchimento. Adicionar bloco a uma nota Para adicionar um bloco a uma nota: Selecione uma borda com contorno. No PropertyManager Nota, em Contorno, selecione Ajustado para Tamanho. Em Preenchimento, insira um valor de preenchimento. Clique em. Nuvem de revisão A Nuvem de revisãp é um novo tipo de anotação que permite que você crie formatos de nuvem em um desenho. Use nuvens de revisão para chamar a atenção para alterações na geometria. Você pode inserir nuvens de revisão em vistas de desenho ou na folha de desenho. 138

139 Desenhos e detalhamento Formatos de nuvens de revisão Forma Ícone Retângulo Elipse Polígono irregular Mão livre Inserir uma nuvem de revisão retangular Para inserir uma nuvem de revisão retangular: Abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview3.slddrw. Na vista de desenho. clique em Nuvem de revisão (barra de ferramentas Anotação) ou clique em Inserir > Anotações > Nuvem de revisão. O ponteiro muda para. No PropertyManager Nuvem de revisão, em Formato da nuvem, selecione Retângulo. Na vista de desenho: a) Clique para definir o primeiro ponto da nuvem de revisão. b) Arraste e clique para definir o ponto final da nuvem de revisão. Clique em. 139

140 Desenhos e detalhamento Você pode redimensionar uma nuvem de revisão retangular selecionando a nuvem e arrastando uma alça de canto para redimensioná-la. Você pode redimensionar nuvens retangulares e elípticas. Você pode remodelar nuvens poligonais irregulares. Você não pode redimensionar ou remodelar nuvens feitas à mão livre. Você pode usar a ferramenta Girar esboço para girar qualquer tipo de nuvem. Inserir uma nuvem de revisão feita à mão livre Para inserir uma nuvem de revisão feita à mão livre: Se ainda não estiver aberto, abra install_dir\samples\whatsnew\drawings\sectionview3.slddrw. Na vista de desenho. clique em Nuvem de revisão (barra de ferramentas Anotação) ou clique em Inserir > Anotações > Nuvem de revisão. No PropertyManager Nuvem de revisão, em Formato da nuvem, selecione Mão livre. Na vista de desenho: a) Clique para definir o primeiro ponto da nuvem de revisão. b) Arraste um formato feito à mão livre e clique para definir o ponto final da nuvem de revisão. Se você clicar longe do primeiro ponto, a ferramenta fecha a nuvem automaticamente. Clique em. Guarde este desenho aberto com a nuvem de revisão para o próximo exercício. 140

141 Desenhos e detalhamento Associar uma nota a uma nuvem de revisão Para adicionar uma nota à nuvem de revisão retangular: Na vista de desenho, clique em Nota em Inserir > Anotações > Nota. (barra de ferramentas Anotação) ou clique No PropertyManager Nota, em Linha de chamada, clique em Nenhuma linha de chamada. Na vista de desenho: a) Clique para colocar a nota. b) Digite uma nota. c) No PropertyManager Nota, clique em. Arraste a nota para uma nuvem de revisão. Selecione a nota e a nuvem de revisão. Clique em Ferramentas > Alinhar > Grupo > Grupo. A nota e a nuvem de revisão são agrupadas e podem ser movidas juntas para um novo local. Configurar opções de nuvens de revisão Para definir as opções de nuvem: Clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento expanda Anotações e clique em Nuvens de revisão. Defina as opções. Clique em OK. Aprimoramento de notas de dobra de chapa metálica Você tem maior controle sobre as notas de dobra, incluindo a exibição de ângulos complementares ou suplementares, ou ambos, a combinação de notas para dobras colineares em uma só nota, personalizações, e a alteração da precisão de notas de dobra de padrão plano. 141

142 Desenhos e detalhamento Para obter mais informações, consulte Notas de dobra. Marcações do SolidWorks edrawings visíveis no SolidWorks As marcações em desenhos do SolidWorks edrawings são visíveis no SolidWorks. Quando um desenho contém marcações múltiplas criadas no SolidWorks edrawings, as marcações aparecem no desenho do SolidWorks e Marcações de desenho aparece na árvore de projeto do SolidWorks FeatureManager. Comentários individuais aparecem em Marcações do edrawings para que você possa visualizar ou fazer zoom nos comentários. Usar a roda do mouse para fazer zoom ao editar um campo de texto Você pode usar a roda do mouse para aumentar ou diminuir o zoom ao editar campos de anotação de texto em um desenho. Em um desenho, clique duas vezes sobre um nota, balão, ou seção ou sobre uma vista em detalhes de letra ou rótulo e gire a roda do mouse para aumentar ou diminuir o zoom do sobre o texto. Nome personalizados de rótulos de vista Você pode criar seus próprios nomes para rótulos de vista dentro de Propriedades do documento. Os rótulos de vista não estão mais limitados a SEÇÃO, VISTA, AUXILIAR, ou DETALHE. Criar uma vista de rótulo personalizada Para criar uma vista de rótulo personalizada: Em um desenho, clique em Opções Ferramentas Opções. (barra de ferramentas Padrão) ou em Na guia Propriedades do documento, clique em Visualizar rótulos Auxiliar. Em Opções de rótulo, limpe Por padrão. Em Nome e Escala, digite suas vistas de rótulo. Clique em OK. Quando você cria uma vista auxiliar, seus rótulos personalizados aparecem no desenho. Para criar vistas de rótulos personalizadas para outros tipos de vistas, clique em Detalhe, Seção, ou Ortográfico em Visualizar rótulos, e siga o mesmo procedimento. 142

143 Desenhos e detalhamento Tabelas Bloco de célula aprimorado em tabelas SolidWorks O bloco de célula vertical padrão mínimo tem 1mm em todos os templates de tabela do SolidWorks. Você pode alterar o bloco de célula vertical usando as barras de ferramenta tabela e selecionando ou digitando um valor para Bloco de célula vertcial. Para configurar os valores padrão para blocos de célula verticais e horizontais para qualquer tabela nova, clique em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades do documento, clique em Tabelas. Em Blocos de célula, especifique os valores para Bloco horizontal e Bloco vertical. Dimensionamento aprimorado de colunas de tabelas Há opções adicionais do tipo planilha para o redimensionamento rápido de colunas para adequação ao texto. Agora, clicar duas vezes na borda do lado direito de uma célula: Expande a coluna para que a linha de texto mais longa de qualquer célula naquela coluna esteja em uma única linha. Altera a altura da célula para acomodar o texto recém formatado. 143

144 11 edrawings O edrawings Professional está disponível no SolidWorks Professional e no SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: edrawings e edrawings Pro para ipad Vistas explodidas Salvar e enviar arquivos em instalações edrawings de 64-bit Visualização estereográfica Suporte de versão para Mac e PowerPC edrawings e edrawings Pro para ipad O edrawings e o edrawings Pro estão disponíveis para ipad. Você pode baixá-los na App Store SM. Você pode executar o seguinte com o edrawings para ipad: Pan, zoom, e girar modelos 2D e 3D. Animar e explodir modelos 3D. Visualizar e animar desenhos do SolidWorks ou AutoCAD. Além de todos os recursos no edrawings para ipad original, o edrawings Pro permite que você meça, adicione marcações e insira cortes transversais em modelos. Para mais detalhes, visite a App Store: edrawings para ipad edrawings Pro para ipad 144

145 edrawings Vistas explodidas O edrawings suporta vista explodidas múltiplas por configuração. Consulte Múltiplas vistas explodidas por configuração. Salvar e enviar arquivos em instalações edrawings de 64-bit Você pode salvar e enviar arquivos em instalações edrawings de 64-bit. Quando você usa Salvar como ou Enviar como para criar arquivos.exe ou.zip a partir de Drawings x64, uma mensagem na caixa de diálogo avisa que seu arquivo será executado somente em sistemas de 64-bit. Se você usa Salvar como ou Enviar como e tem a versão edrawings de 32-bit instalada, é possível configurar Salvar como tipo para Arquivos Executáveis edrawings 32-bit (*.exe) ou Arquivos Zip edrawings 32-bit (*.zip). Se você usa Enviar como e tem a versão edrawings de 32-bit instalada, a caixa de diálogo Enviar como contém opçãoes para enviar arquivos 32-bit.exe e.zip. Visualização estereográfica O edrawings suporta a visualização estereográfica de modelos. Antes de abrir um arquivo edrawings, na guia Marcar, clique em Opções, ou clique em Ferramentas > Opções. Na guia Geral, em Desempenho, selecione Visualização 3D estéreo (deve ser habilitada apenas antes de abrir um arquivo no edrawings). Para usar a visualização estereográfica, você deve ter um monitor suportado, cartão de gráfico e óculos 3D. A visualização estereográfica não está disponível no software SolidWorks, somente no edrawings. Suporte de versão para Mac e PowerPC O edrawings é suportado pelo Mac OS X 10,7. Não é mais suportado por Mac OS X 10,4, Mac OS X 10,5, ou PowerPC. 145

146 12 SolidWorks Enterprise PDM Disponível como produto comprado separadamente que pode ser usado com SolidWorks Standard, SolidWorks Professional ou SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Ferramenta de Administração File Explorer e o suplemento SolidWorks Ferramenta de Administração Notificações de estado em atraso Você pode criar notificações que são desencadeadas quando um arquivo ficou em um estado por mais tempo do que especificado. Quando você cria uma notificação de estado em atraso, também é possível especificar um valor de reenvio para criar notificações repetidas. Você pode criar uma notificação de estado em atraso a partir do: Editor de fluxo de trabalho na ferramenta Administração Editor de notificação quando voce está conectado a um vault no Windows Explorer Criar notificações de estado em atraso a partir do Editor do fluxo de trabalho Você pode usar o editor de fluxo de trabalho na ferramenta Administração para criar notificações de estado em atraso para pastas. Na ferramenta Administração, expanda Fluxo de trabalho e clique duas vezes em um fluxo de trabalho para abri-lo no editor de fluxo de trabalho. Clique em um estado para abrir a caixa de diálogo Propriedades de estado. Na guia Notificações, clique em Adicionar notificação de pasta. Na caixa de diálogo Selecionar pasta, selecione a pasta para a qual deseja fazer a notificação e clique em OK. Na caixa de diálogo Notificação de pasta: a) Para Tipo, selecione Estado em atraso. b) Para Desencadear depois de, especifique o número de dias que a pasta pode permanecer no estado antes que a notificação seja desencadeada. c) Para Reenviar a cada, especifique um intervalo de reenvio. Na guia Destinatários, clique em Adicionar destinatários. 146

147 SolidWorks Enterprise PDM Na caixa de diálogo Adicionar destinatários, selecione os usuários e grupos que receberão a notificação e clique em OK. E possível digitar uma substring no campo Filtro para ocultar os destinatários cujos nomes não contêm a substring. Clique em OK para concluir a notificação e fechar a caixa de diálogo Propriedades de estado. Clique em Salvar para salvar para o fluxo de trabalho. Quando a notificação for acionada, os destinatários especificados receberão uma mensagem em sua Caixa de entrada para cada arquivo da pasta que atender aos requisitos de atraso no estado. Essas notificações contêm links para os arquivos. Criação em atraso nas notificações de estado do Windows Explorer Abra o Editor de notificações do Windows Explorer para criar notificações de estado em atraso para arquivos. No Windows Explorer, faça o login no vault. Clique em Ferramentas > Notificar > Minhas Notificações. No Editor de notificações, clique em Adicionar notificação de arquivo. Na caixa de diálogo Buscar Arquivo(s), navegue até o local dos arquivos para os quais deseja adicionar a notificação e clique em Abrir. Na caixa de diálogo Notificação de arquivo: a) Para Tipo, selecione Estado em atraso. b) Na aba Propriedades da notificação, selecione um Fluxo de trabalho e Estado. c) Para Desencadear depois de, especifique o número de dias que o arquivo pode permanecer no estado antes que a notificação seja desencadeada. d) Para Reenviar a cada, especifique um intervalo de reenvio. e) Clique em OK. No Editor de notificações, clique em OK. Quando a notificação é desencadeada, você recebe uma mensagem em sua caixa de entrada com um link para o documento. Transições paralelas de fluxo de trabalho Quando você cria ou edita uma transição do fluxo de trabalho, é possível selecionar Paralelo como o tipo de transição. Isto exige múltiplos usuários para executar a transição antes que um arquivo seja movido para um estado novo. Você pode criar transições paralelas no editor do Workflow da ferramenta Administração. Quando você seleciona Paralelo como o tipo de transição, uma guia Função é adicionada, que permite que você especifique usuários e grupos que podem aprovar a transição e o número de aprovações necessário para mover um arquivo para um estado novo. Se as transições paralelas estiverem em efeito, quando os usuários clicam com o botão diretio em um arquivo e selecionam Alterar estado, o número de transições já aprovado por outros usuários e o número total necessário para alterar o estado do arquivo são exibidos. Neste exemplo, Edição necessária é uma transição paralela: 147

148 SolidWorks Enterprise PDM onde: 0 exibe o número de usuários que já aprovaram a transição. 2 exibe o número de aprovações necessário para concluir a mudança de estado. Se a mudança de estado ainda não ocorreu porque o número de aprovações necessário ainda não foi alcançado, os usuários que já aprovaram a transição podem revogar suas aprovações. Quando o usuário seleciona Alterar estado, a opção Revogar está disponível. Criar uma transição paralela Na ferramenta Administração, expanda Fluxos de trabalho e clique duas vezes em um fluxo de trabalho para abri-lo no editor de Fluxos de trabalho. Clique em uma transição para abrir a caixa de diálogo Propriedades de transição. Em Tipo, selecione Paralelo. Uma guia Funções é adicionada à caixa de diálogo. Na guia Funções, clique em Adicionar função. Se as funções já foram definidas no fluxo de trabalho, é possível expandir o botão Adicionar função para escolher a partir de uma lista de funções existentes. Na caixa de diálogo Adicionar função: a) Digite um Nome para a função. b) No campo Usuários necessários, especifique quantos usuários na função devem executar a transição paralela antes que o arquivo mude de estado. c) Clique em Adicionar membro. Na caixa de diálogo Adicionar membro: a) Selecione os Usuários ou Grupos a ser adicionados à função. E possível digitar uma substring no campo Filtro para exibir apenas os usuários ou grupos cujos nomes não contêm a substring. b) Clique em OK. Clique em OK novamente para fechar a caixa de diálogo Adicionar função. Na guia Permissões: a) Na coluna Nome, selecione os usuários e os grupos adicionados às funções criadas nas etapas 5 a 7. b) Na coluna da esquerda, selecione Permitir. 148

149 SolidWorks Enterprise PDM Opcionalmente, adicione uma notificação À transição. A notificação pode ser usada para informar os usuários que precisam aprovar a transição paralela. a) Na guia Notificação, clique em Adicionar notificação de pasta. b) Selecione a pasta à qual a notificação se aplica e clique em OK. c) Na caixa de diálogo Notificação de pasta, na guia Destinatários, clique em Adicionar destinatários. d) Na caixa de diálogo Adicionar destinatários, selecione os usuários e grupos que receberão a notificação e clique em OK. e) Opcionalmente, se quiser permitir que os usuários que executam a transição paralela escolham os destinatários da notificação, marque a caixa de seleção Dinâmica para os destinatários. Clique em OK para concluir a transição e feche a caixa de diálogo Propriedades de transição. Clique em Salvar para salvar a alteração para o fluxo de trabalho. Alterar estado via uma transição paralela Se uma transição paralela foi criada, múltiplos usuários devem executar a transição antes que o arquivo mude de estado. Este procedimento descreve como dois usuários enviam um arquivo de volta para edição usando uma transição paralela para alterar seu estado. O Usuário A fornece a primeira aprovação: a) Efetuar o login no vault. b) Navegar até o arquivo a ser enviado de volta para edição e selecioná-lo. c) Clique em Modificar > Alterar estado > Edição necessária. A transição Edição necessária indica o número de usuários que devem executar a transição. Quando a caixa de diálogo Efetuar transição aparece, a coluna Resultado indica que depois da execução desta transição mais um usuário deve realizar a transição antes que o estado do arquivo seja alterado. d) Certifique-se que Alterar estado está selecionado. 149

150 SolidWorks Enterprise PDM e) Insira um Comentário. O comentário aparece no histórico do arquivo e em uma coluna Histórico que é adicionada quando a transição é executada por outros usuários. f) Se notificações dinâmicas forem habilitadas para a transição, insira um Comentário de notificação e selecione os usuários a notificar. g) Clique em OK. A coluna Estado na lista do arquivo mostra que o estado do arquivo não foi alterado. Depois de ser notificado pelo Usuário A que é necessária a aprovação, o Usuário B fornece a segunda aprovação: a) Efetuar o login no vault. b) Navegar até o arquivo a ser enviado de volta para edição e selecioná-lo. c) Clique em Modificar > Alterar estado > Edição necessária. A transição Edição necessária agora indica que um usuário executou a transição e que dois usuários devem executar a transição para alterar o estado do arquivo. Quando a caixa de diálogo Executar transição aparece, não há notas na coluna Resultados - se o Usuário B aprova a transição, o número de aprovações necessário foi atingido. Na parte inferior da caixa de diálogo, o campo Histórico exibe os comentários feitos pelo Usuário A. d) Certifique-se que Alterar estado está selecionado. e) Insira um Comentário. f) Se notificações dinâmicas forem habilitadas para a transição, insira um Comentário de notificação e selecione os usuários a notificar. g) Clique em OK. A coluna Estado na lista do arquivo agora mostra que o estado do arquivo foi alterado. 150

151 SolidWorks Enterprise PDM Lista Usado Recentemente A lista Usado recentemente aparece no painel direito da ferramenta de Administração do SolidWorks Enterprise PDM. Esta lista oferece acesso rápido aos dez recursos administrativos usados mais recentemente. A lista Usado recentemente é retida quando você fecha a ferramenta Administração. Quando a ferramenta é reaberta, é possível ver o histórico do trabalho realizado na sessão anterior. Clique em Limpar para remover todos os itens que estão na lista atualmente. O Editor de cartão também contém uma lista Usado recentemente exibindo os cartões editados mais recentemente. Atualização do Editor do fluxo de trabalho A interface do usuário do Editor do fluxo de trabalho foi atualizada para tornar a navegação em grandes fluxos de trabalho mais fácil. A aparência e o layout do estado do fluxo de trabalho e os objetos de transição foram simplificados. Editor do fluxo de trabalho no Enterprise PDM 2012 Editor do fluxo de trabalho no Enterprise PDM

152 SolidWorks Enterprise PDM Controles de Zoom Novos controles na barra de ferramentas facilitam o trabalho em fluxos de trabalho complexos. Você pode diminuir o zoom para visualizar todo o gráfico do fluxo de trabalho ou aumentar o zoom para modificar seções específicas. Zoom na área Faz um zoom em uma área selecionada do fluxo de trabalho. Aumentar/diminuir Aumenta ou diminui o zoom quando você segura o botão esquerdo do zoom mouse e arrasta o mouse para cima ou para baixo. Você também pode fazer zoom usando a roda do mouse. Zoom para ajustar Tamanho real Exibe todo o fluxo de trabalho no espaço disponível. Exibe o fluxo de trabalho em seu tamanho original (100%). Simplificação da interface do usuário A aparência dos objetos de transição foi simplificada. Uma combinação de cor e ícones facilita a distinção dos tipos de transição e a identificação das configurações de transição. Transição normal Os usuários executam a transição para alterar os estados do arquivo. Transição automática Todos os arquivos no estado de origem passam automaticamente pela transição. Transição paralela (recurso novo) Um número específico de usuários deve promover um arquivo por uma transição antes que o estado do arquivo seja alterado. Transição normal com notificações configuradas 152

153 SolidWorks Enterprise PDM Transição normal com autenticação configurada Os objetos de estado também foram simplificados. Os ícones no canto inferior direito são usados para identificar as propriedades dos objetos de estado, não para iniciar alterações. Por exemplo: Estado inicial Ignorar permissões em estados anteriores Novas caixas de diálogo Propriedades Para abrir as caixas de diálogo de propriedades de estado e de transição, clique nos objetos no mapa do fluxo de trabalho. Foram acrecentadas guias às caixas de diálogo para oferecer acesso mais fácil e consistente a todas as configurações. As caixas de diálogo de estado e de transição incluem: 153

154 SolidWorks Enterprise PDM Uma guia de Permissões, que substitui o painel de tarefas permissões de versões anteriores do Enterprise PDM. Uma guia de Notificações, que oferece acesso à caixa de diálogo Notificação na pasta do Editor de Notificações. Uma guia de Números de revisão, que substitui a seção Comando revisão de incremento da caixa de diálogo propriedades de estado e a opção Alterar contadores de revisão da caixa de diálogo propriedades de transição. As caixas de diálogo propriedades de transição também incluem guias de Condições e Ações. File Explorer e o suplemento SolidWorks Melhorias na guia Lista de materiais A área da barra de ferramentas da guia Lista de Materiais foi atualizada no Windows Explorer. É mais fácil usar os controles, que ocupam menos espaço na tela. A funcionalidade da Lista de materiais continua a mesma. Reorganização da barra de ferramentas BOM Os controles existentes foram reorganizados em quatro seções. Se você deixar a janela estreita demais para a exibição de todos os controles, as seções da guia serão compactadas em botões flyout conforme necessário. Clicar em qualquer um destes botões exibe os controles para aquela seção. 154

155 SolidWorks Enterprise PDM Comparação BOM A nova Lista de Materiais UI torna a comparação de BOMs mais fácil. Quando você clica em Comparar, em vez de uma caixa de diálogo ser exibida, as seções do BOM UI são reordenadas. A seção esquerda exibe o BOM, versão, e configuração que são a fonte da comparação. A seção do meio permite que você escolha o BOM, versão, e configuração a ser comparados. Na seção comandos à direita, o botão Comparação se torna um botão Comparação próxima. Fechar arquivos SolidWorks no Check In Quando você edita e faz o check in dos arquivos a partir do SolidWorks, é possível selecionar que o Enterprise PDM feche os arquivos depois que as operações de verificação sejam concluídas, em vez de recarregá-los. Isto pode melhorar o desempenho, pois o recarregamento de arquivos pode demorar. Para que os arquivos sejam fechados depois que você faz o check in a partir do SolidWorks Enterprise PDM, acrescente: No painel de tarefas do SolidWorks Enterprise PDM, clique com o botão direito no arquivo e selecione Check In. Na barra de ferramentas da caixa de diálogo Check in, expanda o comando Recarregar arquivos depois do Check in e clique em Fechar arquivos depois do Check in. Complete sua verificação em seleções e clique em Check in. Os arquivos são verificados e fechados no SolidWorks. Aprimoramentos nas guias Contém e Onde usado As áreas das barras de ferramentas das guias Contém e Onde usado no Windows Explorer foram atualizadas para tornar os controles mais fáceis de usar e ocupar menos espaço na tela. Os controles já existentes nestas duas guias foram reorganizados em três seções. 155

156 SolidWorks Enterprise PDM A seção fonte permite que você selecione a versão e a configuração do arquivo a ser visualizado. A seção opções controla a exibição dos resultados. A seção comandos contém botões de ação. Se você diminuir o tamanho da janela, as seções são compactadas em botões flyouts. Clicar em qualquer um destes botões exibe os controles para aquela seção. Os botões da seção comando incluem três novos botões que ficam ativos quando você seleciona um arquivo da lista na parte inferior da guia. Abrir Propriedades Navegar até Abre o arquivo selecionado na árvore no aplicativo associado. Exibe a caixa de diálogo propriedade para o arquivo selecionado na árvore. Abre uma nova janela no Explorer e navega até o arquivo selecionado na árvore. Destaque de seleção de linha completa no Windows Explorer Quando um usuário seleciona um arquivo no Windows Explorer ou na Ferramenta de pesquisa (incluindo a Pesquisa integrada), a linha completa é destacada, facilitando a leitura dos dados da coluna associada ao arquivo. Em versões anteriores, apenas o nome do arquivo era destacado. Atualização do Editor de notificações A interface do usuário do Editor de notificações foi atualizada para tornar mais fácil criar e modificar notificações. Novas caixas de diálogo Notificações de arquivo e Notificações de pasta ajudam a selecionar os tipos de notificação e a especificar as opções de notificação. Administradores que criam notificações para transições no fluxo de trabalho também usam a caixa de diálogo Notificações de pasta para estados e transições. Criar notificações de arquivo no Windows Explorer Para criar notificações de arquivo, você deve trabalhar no Windows Explorer. Para criar notificações de arquivo sem abrir o Editor de notificação: Selecione os arquivos para os quais deseja criar notificações. Clique com o botão direito e selecione Notificar Quando. A caixa de diálogo Notificação de arquivo é exibida. 156

157 SolidWorks Enterprise PDM Para Tipo, selecione o tipo de notificação a ser criada. A aba exibe os controles apropriados para o tipo de notificação e uma mensagem informativa descrevendo o efeito da notificação. Defina os outros controles e clique em OK. O Editor de Notificação aparece, listando uma notificação separada para cada um dos arquivos selecionados. Clique em OK. Criar notificações de pasta a partir do Editor do fluxo de trabalho Administradores podem acessar a caixa de diálogo Notificações de pasta quando editam o estado do fluxo de trabalho ou as propriedades de transição na ferramenta administração. Para criar uma notificação para uma transição de fluxo de trabalho: No Editor do fluxo de trabalho, clique em uma transição para abrir a caixa de diálogo Propriedades. Na guia Notificações, clique em Adicionar notificação de pasta. Na caixa de diálogo Selecionar pasta, selecione a pasta para a qual deseja criar a notificação e clique em OK. A caixa de diálogo Notificação de pasta é exibida. Para notificações de transição, os campos Tipo, Estado da origem, Estado do destino, e Alterar estado são somente leitura. A transição que você está editando determina estas propriedades. Para notificações de estado, é possível editar estes campos. Se apropriado, selecione um ou ambos os itens a seguir para restringir a quem a notificação é enviada: Somente ao criador do arquivo Somente ao último modificador do estado 157

158 SolidWorks Enterprise PDM Na guia Destinatários, clique em Adicionar destinatários. Na caixa de diálogo Adicionar destinatário: a) Selecione os usuários e grupos para receber a notificação. Se você selecionar todo um grupo, os membros daquele grupo são selecionados automaticamente. Digite um string no campo Filtro para exibir apenas os usuários ou grupos cujos nomes contêm o string. b) Clique em OK. Para permitir que os usuários específicos que executam esta transição escolham os destinatários da notificação, na caixa de diálogo Notificação de pasta, selecione os usuários e marque a caixa de verficação embaixo de Seleção dinamica. A opção Seleção dinâmica não está disponível para notificações de pasta que você cria na caixa de diálogo Propriedades de estado. Clique em OK duas vezes. Clique em Salvar Visualizar suas notificações para salvar para o fluxo de trabalho. No Windows Explorer, é possível visualizar as notificações que você criou abrindo o Editor de Notificação. Você pode remover notificações que já não são usadas, editar notificações existentes, ou adicionar novas notificações de pasta e de arquivo. Clique com o botão direito em um arquivo vault e clique em Notificar > Minhas Notificações. O Editor de notificação é exibido. indica as notificações que você criou. indica as notificações criadas por um administrador usando o Editor de fluxo de trabalho. Para ativar uma notificação, marque a caixa de verificação embaixo de Ativado. 158

159 SolidWorks Enterprise PDM Para adicionar uma notificação, clique e Adicionar notificação de pasta ou Adicionar notificação de arquivo. Para remover ou editar uma notificação que você criou, selecione a notificação e clique no controle apropriado. Você não pode remover ou editar notificações criadas por um administrador. Se você selecionar uma notificação identificada com o ícone, o controle Remover notificação permanece inativo. O controle Editar notificação muda para Visualizar notificação. Use-o para visualizar detalhes da notificação. Especificação de quantidade para referências de arquivo criadas manualmente Quando você cria referências de arquivo manualmente utilizando o comando Colar como referência, é possível especificar uma quantidade para os arquivos referenciados, que é exibida na Lista de materiais do arquivo. Se você liberar o arquivo, é possível modificar a quantidade utilizando o comando Editar referências de arquivo definidas pelo usuário. Sua alteração afeta versões futuras do arquivo, mas não as versões existentes. Para especificar uma quantidade para um arquivo referenciado quando você cria a referência: Clique com o botão direito do mouse no arquivo a ser referenciado e clique em Copiar. Libere o arquivo para conter a referência, clique com o botão direito sobre ele, e clique em Colar como referência. Na caixa de diálogo Criar referências de arquivo, especifique um valor na coluna Quantidade, e clique em OK. Verifique o arquivo com a referência. Quando você visualiza o arquivo com a referência na guia Lista de materiais, a quantidade é exibida. Para modificar a quantidade de um arquivo referenciado: Libere o arquivo com a referência. Com o arquvio selecionado, clique na guia Contém. Clique em Editar referências de arquivo definidas pelo usuário. Na caixa de diálogo Editar referências de arquivo definidas pelo usuários, modifique o valor na coluna Quantidade, e clique em OK. Pop de informações do usuário Quando você passa o mouse sobre um nome de usuário na interface de usuário do SolidWorks Enterprise PDM, uma janela pop-up é exibida. Esta janela fornece detalhes do usuário e links para ajudá-lo a se comunicar com outros usuários em sua empresa. Você pode exibir a janela do usuário pairando o mouse sobre o nome do usuário na coluna Check out realizado por em: 159

160 SolidWorks Enterprise PDM Lista de vault de arquivos no Windows Explorer, inclusive as guias Contém e Onde Usado Painel de tarefas do Enterprise PDM no SolidWorks Caixas de diálogo como Check in, Check out, e Obter Na caixa de diálogo Histórico, é possível exibir a janela do usuário pairando o mouse sobre a coluna Usuário ou campo Usuário para um evento selecionado. A janela do usuário que aparece contém links para o editor de do Enterprise PDM, para o Microsoft Office Communicator ou Microsoft Lync, e para o Microsoft-enabled Voice over IP (VoIP) se estes programas estiverem instalados. Outros detalhes adicionados por usuários aos seus perfis, como uma imagem, número de telefone, Web links, e declarações de presença também estão disponíveis. Adicionar informações ao usuário de Pop-up Se você tem permissão para administrar usuários, você pode adicionar informações aos perfis de usuários que serão exibidos na janela pop-up. Abra ferramenta Administração. Expanda Usuários e clique duas vezes no nome do usuário cujo perfil você deseja modificar. No painel direito da caixa de diálogo Propriedades do usuário: a) Para exibir números de telefone na janela do usuário, preencha os campos Telefone e Celular. b) Para adicionar links a Web sites, digite URLs nos campos Endereço. Você pode adicionar até quatro endereços de sites. O campo Dica de ferramenta é preenchido automaticamente. c) Para adicionar um comentário, digite texto no campo Comentário de presença. Para adicionar uma imagem: a) No painel esquerdo, clique em Navegar até Imagem. b) Navegue até o local da imagem e clique em Abrir. Clique em OK. Visualizar uma janela Pop-up do usuário Janelas pop-up do usuário são visíveis no Windows Explorer e em visualizações de um vault do Enterprise PDM do SolidWorks. Para visualizar pop-ups no Windows Explorer: Navegue até um vault do Enterprise PDM com arquivos liberados. Passe o mouse sobre um nome de usuário na coluna Check out realizado por. Uma janela com informações sobre o usuário que fez o check-out do arquivo é exibida. 160

161 SolidWorks Enterprise PDM Dependendo da quantidade de informações acrescentada as propriedades do usuário e da configuração da sua rede, a seguinte informação, específica ao usuário, é fornecida no cartão: Nome de login e nome completo do usuário. Data e hora em que o usuário fez login. Número de arquivos para os quais o usuário fez check out Comentário do usuário Número do telefone do usuário Número do celular do usuário Envia um para o usuário Envia uma mensagem do Microsoft Office Communicator ou do Microsoft Lync Inicia comunicação com um usuário usando Microsoft-enabled Voice over IP (VoIP) Web sites incluídos nas propriedades do usuário Para fixar o cartão para que permaneça em exibição, clique em. Para fechar um cartão fixado, clique em. Variáveis independentes de versão Você pode atualizar variáveis para um arquivo sem ter que liberar o arquivo e incrementar a versão do arquivo quando você o recebe de volta. Isto permite que você atualize variáveis que mudam no decorrer do tempo, como o custo, enquanto o arquivo pode não sofrer alterações. Além disto, é possível alterar a variável mesmo se o arquivo estiver em um estado no qual você não tem permissão para liberar o arquivo. 161

162 SolidWorks Enterprise PDM Uma nova versão do arquivo será criada se você atualizar variáveis independentes de versão para um arquivo com check out realizado ou se uma variável independente de versão for modificada por uma ação de transição de fluxo de trabalho. Para usar a transição de fluxo de trabalho para atualizar dados variáveis independentes de versão sem alterar a versão do arquivo, crie um script de Dispatch definido para executar após a transição para o estado de destino. Habilitar atualização de variáveis independentes de versão Administradores com permissão para atualizar variáveis e administrar usuários usam a ferramenta Administração para habilitar usuários a atualizar variáveis sem criar novas versões de arquivos. Para adicionar a capacidade independente de versão a uma variável: a) Na ferramenta Administração, expanda Variáveis e clique duas vezes na variável. b) Na caixa de diálogo Editar variável, clique em Independente de versão. c) Em Atualizar versões, execute um destes procedimentos: Selecione Todas as Versões para que a atualização da variável afete todas as versões e revisões do arquivo. Selecione Versão mais recente para que a atualização afete apenas a versão mais recente do arquivo. d) Clique em OK. Para dar a um usuário a permissão para atualizar variáveis independentes de versão: a) Expanda Usuários e clique duas vezes no usuário. b) Na caixa de diálogo Propriedades do usuário, clique em Permissões de pasta. c) Clique na guia Permissões por pasta e selecione uma pasta. Para atribuir a permissão para todo o vault, selecione o vault. d) Em Permissões de pasta, clique em Editar dados de variáveis independentes de versão. e) Clique em Permissões de estado. f) Selecione um Fluxo de trabalho e Estado de fluxo de trabalho. g) Em Permissões, clique em Editar dados de variáveis independentes de versão. h) Clique em OK. Atualizar variáveis independentes de versão Usuários com permissões para editar dados de variáveis independentes de versão podem modificar os dados de variáveis independentes de versão em um cartão de dados do arquivo ou atualizando os cartões de dados do arquivo para uma pasta. 162

163 SolidWorks Enterprise PDM Para modificar um cartão de dados de variáveis independentes de versão: a) Sem fazer o check out, selecione um arquivo e clique na guia Cartão de dados. No cartão de dados, os campos que contêm variáveis independentes de versão são editáveis. Todos os outros campos estão desabilitados. b) Modifique as variáveis editáveis e clique em. Para modificar uma variável independente de versão para uma pasta e propagar o valor para os arquivos na pasta: a) Selecione a pasta e clique na guia Cartão de dados. b) Na guia Editar Valores, modifique a variável independente de versão e clique em. c) Clique em Modificar > Atualizar > Valores em arquivos. d) Na etapa 1 do assistente de Atualização de cartões de dados do arquivo, clique em Variáveis independentes de versão e clique em Avançar. e) Conclua as etapas 2 e 3. f) Na etapa 4, na lista de variáveis, em Atualizar, selecione a variável independente de versão e clique em Avançar. g) Conclua as etapas 5 e 6. h) Quando a atualização for confirmada, clique em OK. Links favoritos do Windows Explorer Quando você cria uma nova visualização local do vault, o Enterprise PDM coloca um link para a visualização do vault na lista Favoritos no topo do painel de navegação do Windows Explorer. Isto facilita abir a visualização local do vault mesmo que este esteja localizado em um subdiretório. 163

164 13 SolidWorks Flow Simulation SolidWorks Flow Simulation disponível como produto comprado separadamente que pode ser usado com SolidWorks Standard, SolidWorks Professional ou SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Modo comparar configuração Plotagem de erosão Algoritmo de simplificação de superfície com espaçamento igual Arvore de recursos aprimorada Manipulação aprimorada de geometria Condensação em baia temperatura Modo de estudo paramétrico Plotagens do edrawings aprimoradas Modo comparar configuração A ferramenta Modo comparar configuração facilita a comparação da configuração e dos resultados de análises de Fluxo de fluido. Você pode utilizar estes resultados para melhorar a eficiência de seus projetos. Com a ferramenta Modo comparar configuração (disponível na guia Comparar), é possível comparar: Dados de projetos diferentes Resultados de diversos projetos oriundos de configurações diferentes. Um widget é usado para exibir dados de configurações diferentes em modo de visualização 3D. A comparação numérica e gráfica está disponível. 164

165 SolidWorks Flow Simulation Plotagem de erosão Quando você usa o recurso Estudo de partícula, a Plotagem de erosão permite que você visualize a distribuição da taxa de acúmulo de erosão sobre uma superfície. Isto é particularmente útil para aspectos de fluxo em duas fases em interações partícula-parede. Além dos parâmetros integrais para erosão e acréscimo de partículas, o SolidWorks Flow Simulation 2013 introduz parâmetros locais de erosão e acréscimo, o que permite a avaliação quantitativa e qualitativa detalhada de fluxos em duas fases, particularlmente em estudos de interações partícula-parede. Algoritmo de simplificação de superfície com espaçamento igual O algoritmo simplificação de superfície com espaçamento igual usa uma nova tecnologia baseada em GPU para oferecer superfícies simplificadas de espaçamento igual em modo interativo em tempo real. Isto oferece uma distribuição otimizada de simplificação sobre uma determinada superfície. O novo algoritmo oferece uma melhor visualização dos resultados, pois a distribuição simplificada é atualizada em tempo real conforme o modelo é manipulado, mesmo quando você aumenta o zoom em áreas locais. As simplificações são calculadas sobre um campo vetor arbitrário especificado como um parâmetro (velocidade, fluxo de calor, e assim por diante). Você pode exibir simplificações, além de trajetórias de fluxo e plotagens de vetor. O driver do seu cartão gráfico deve suportar OpenGL 3.3. Atualize seu driver, se necessárias. 165

166 SolidWorks Flow Simulation Arvore de recursos aprimorada O SolidWorks Flow Simulation 2013 melhorou a visibilidade de configurações geométricas e de fluxo. As configurações de fluxo aparecem na árvore da Análise de simulação de fluxo em suas configurações SolidWorks associadas. O ícone é exibido próximo a cada configuração. Manipulação aprimorada de geometria Um novo conjunto de ferramentas oferece mais flexibilidade na manipulação de geometrias complexas para a criação de modelos de fluido ou para a definição da condição de contorno. As novas funcionalidades reduzem o tempo de preparação da geometria modelo para a análise do fluxo de fluido. Nenhum modo fluido Melhora a manipulação de modelos complexos/grandes para reduzir o tempo de configuração quando a simulação do fluxo de fluido é definida. Ative este modo para definir as condições de contorno, mesmo que o modelo de fluido não esteja definido. 166

167 SolidWorks Flow Simulation Navegador de vazamento Disponível no recurso Criar tampas. Ajuda a localizar furos ou espaços de deslocamento no modelo pela visualização da rota desde uma face interna até uma face externa do componente. Dividir o componente em faces Aplica a condição de contorno de superfície definida a todas as faces do componente selecionado. Replicar uma condição para as mesmas instâncias do componente. Copia uma condição de fluxo (fonte de calor, material, objetivo de engenharia, e assim por diante) aplicada a uma peça para as outras instancias da peça na montagem. Verificar geometria Resolução dos resultados. Configurações de malha A opção Verificar geometria é reprojetada dentro do PropertyManager para mantê-la visível. Controla a precisão da solução através de configurações de malha e condições para concluir o cálculo. Para configurações de malha locais, o nível máximo é estabelecido em nove em vez de sete para uma malha mais fina, com resolução ainda mais rigorosa para a simulação. Quando for definir um controle de malha, a limitação de 1000 células básicas em cada direção é removida. Você pode definir uma malha mais fina para modelos complexos ou grandes. Condensação em baia temperatura A habilidade de modelar a condensação é estendida a temperaturas baixas, abaixo de -70ºC. Isto permite que você simule vapor ou umidade em condições extremas. Por exemplo, no caso de um vapor de gás passar por um sistema de tubulação, a capacidade de condensação em baixa temperatura ajuda a visualizar onde a condensação será uma preocupação, com base na temperatura da tubulação. 167

168 SolidWorks Flow Simulation Modo de estudo paramétrico O Modo de estudo paramétrico permite que designers executem testes de fluxo de fluido múltiplos automaticamente e em seguida analisem os resultados para determinar o melhor projeto. Este modo torna a avaliação de cenários de projetos mais intuitiva. Para criar um estudo paramétrico, clique na barra de ferramenta Estudo paramétrico ou clique com o botão direito em uma condição de contorno e selecione Estudo paramétrico. Designers lidam com um vasto número de problemas usando o novo estudo paramétrico. Com uma nova interface de fácil uso, é possível: Configurar uma variável de entrada como condição de contorno (dados de entrada), uma dimensão ou parceiro modelo, e um parâmetro Tabela de projeto. Configurar parâmetros de saída como os objetivos do estudo. Exibir um relatório de comparação de objetivos que pode ser exportado para o Excel. Plotagens do edrawings aprimoradas As plotagens de resultados do Flow Simulation salvas como arquivos do edrawings são aprimoradas para exibir a legenda da plotagem. 168

169 14 Importar/Exportar Este capítulo contém os seguintes tópicos: Importar aprimoramentos de desempenho Importar aprimoramentos de desempenho O software do SolidWorks não salva arquivos de peças temporariamente em seu computador quando você importa arquivos IGES, ou montagens Pro/Engineer ou Creo. Quando você importa montagens Pro/Engineer ou Creo, as peças do SolidWorks são salvas em seu computador se você selecionar a opção de importação Usar importação de recurso para todas as peças. 169

170 15 Exibição do modelo Este capítulo contém os seguintes tópicos: Aparências PhotoView 360 Aparências Adicionar aparências A paleta Aparência alvo aparece quando você adiciona uma aparência nova a um modelo, para que você possa adicionar a aparência no nível de face, recurso, corpo, peça ou componente. A paleta pode ser fixada, o que permite que você adicione ou cole aparências rapidamente. Se você fixar a paleta Aparência alvo, o fluxo de trabalho é levemente alterado. Com a paleta Aparência alvo fixada, clique no nível ao qual você deseja adicionar a aparência antes de adicionar ou colar a aparência. Clique em Aparência alvo para alterar todas as instâncias de uma determinada aparência para outra. Por exemplo, na imagem a seguir, a aparência plástico verde de alto brilho é aplicada a cada uma das pernas: Para alterar todas as instâncias de plástico verde de alto brilho para plástico azul de alto brilho, arraste plástico azul de alto brilho da guia Aparências, Cenas, Decalques do Painel de tarefas sobre qualquer instância de plástico verde de alto brilho na área de gráfico. Quando a paleta Aparência alvo aparecer, clique em Aparência alvo. 170

171 Exibição do modelo Copiar e colar aparências É possível copiar uma aparência de uma entidade para outra. Aparências coladas retêm todas as personalizações feitas em Editar aparência do PropertyManager. Para copiar e colar uma aparência: Siga um destes procedimentos: Selecione a aparência no DisplayManager ou no modelo e clique em Ctrl + Shift + C ou em PhotoView 360 > Copiar Aparência. Selecione a aparência no modelo e clique em Copiar Aparência contexto. no menu Clique com o botão direito em DisplayManager e clique em Copiar Aparência no menu contexto. Clique na face, recurso, corpo, ou peça à qual deseja adicionar a aparência, e realize uma das etapas a seguir: Clique em PhotoView 360 > Colar Aparência. No menu contexto, clique em Colar Aparência. Pressione Ctrl + Shift + V. A paleta Aparência alvo é exibida. Na paleta Aparência alvo, clique em Face, Recurso, Corpo, Peça, ou Filtro de aparência para colar a aparência no nível desejado. Conforme você paira sobre os botões da paleta, aparece uma visualização na área de gráfico. É possível copiar e colar múltiplas aparências com a paleta Aparência alvo fixada. Se a paleta Aparência alvo estiver fixada, selecione o nível ao qual deseja adicionar a aparência antes de colar a aparência. AparÊncias novas e aprimoradas Há muitas aparências novas no SolidWorks 2013, incluindo líquidos, plásticos, e materiais orgânicos como ceras e mármores translúcidos. Além disto, os metais escovados agora exibem reflexos anisotrópicos (dependentes da direção) para criar uma aparência mais realista. 171

172 Exibição do modelo Recomenda-se que os novos materiais sejam experimentados em uma variedade de contextos diferentes para obter os melhores resultados. Fatores como a iluminação, os reflexos e a espessura do modelo afetam a aparência. Arredondando as arestas agudas em uma aparência Você pode definir uma aparência para arredondar as arestas agudas do modelo ao renderizar com o PhotoView 360. O arredondamento das arestas agudas em uma aparência não afeta a geometria do modelo. Para usar a opção Arredondar arestas agudas, clique com o botão direito na aparência no Gerenciador de Exibição e clique em Editar aparência. No PropertyManager, na guia Iluminação, selecione Arredondar arestas agudas e defina um valor para o raio. A imagem a seguir mostra uma roda com a aparência de plástico de alto brilho aplicada. A imagem a seguir mostra a mesma aparência, com a opção Arredondar arestas agudas ativada e o raio definido para 3 mm. Escalonar aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques Agora você pode usar uma escala padrão para aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques. Anteriormente, o software escalonava aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques automaticamente para o tamanho do modelo. Para usar uma escala padrão em vez de escalonar as aparências para o tamanho do modelo, clique em Ferramentas 172

173 Exibição do modelo > Opções > Propriedades do documento > Exibir modelo e limpe Escalonar aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques automaticamente para o tamanho do modelo. A escala padrão de aparências texturais, acabamentos de superfície, e decalques do SolidWorks imita a escala real. Por exemplo, na imagem abaixo, a aparência texturizada é escalada para o tamanho do modelo, criando uma escala diferente de textura em cada corpo ao qual é aplicada: Entretando, na imagem a seguir, a mesma aparência usa uma escala padrão: Criar uma Aparência personalizada com uma escala padrão Para criar uma Aparência personalizada com uma escala padrão: Abra um modelo com aparência textural ou aplique uma aparência textural a um modelo. Clique em Ferramentas > Opções > Propriedades do documento > Exibir modelo. Limpe Escalonar texturas, acabamentos de superfície e decalques automaticamente para o tamanho do modelo e clique em OK. Em DisplayManager, clique em Visualizar aparências. Clique com o botão direito na aparência para a qual você deseja configurar uma escala padrão e clique em Editar aparência. O PropertyManager de Aparências é aberto. Clique em Avançado. Na guia Mapeamento, em Tamanho/Orientação, defina a altura, largura, e rotação, se aplicável. Na guia Cor/imagem, em Aparência, clique em Salvar aparência. 173

174 Exibição do modelo Na caixa de diálogo Salvar, digite um nome para o arquivo e clique em Salvar. Clique em. PhotoView 360 Janela Renderização final A janela Renderização final foi aprimorada para permitir maior manipulação da imagem final de processamento. Você pode ajustar aspectos como a sturação de cor, brilho, e florescência na janela Renderização final. Usando a funcionalidade comparar, você pode realizar uma comparação lado a lado ou de lente de aumento entre dois processamentos. A janela Renderização final contém três guias: Processando a imagem Comparar e Opções Estatísticas Processando a imagem O PhotoView 360 cria imagens de alta gama dinâmica. Estas imagens de alta qualidade incluem claros e escuros extremos, que permitem maior nível de manipulação e edição. Na guia processamento de imagem, você pode monitorar a intensidade, saturação, e canais de cor. Você também pode fazer ajustes de entrada de níveis branco, cinza e preto, bem como de florescência, mapeamento de tom, saturação, e gamma. Use a opção Colorização para adicionar um matiz de cor à sua imagem. Todos os ajustes são não-destrutivos, o que significa que você sempre pode voltar à sua imagem original. Comparar e Opções Na guia Comparar e Opções, você pode comparar duas imagens usando os três métodos a seguir: Limpar Refletor Lado a lado As duas imagens são sobrepostas e a imagem superior é limpa, revelando a outra imagem. As duas imagens são sobrepostas e o cursor se transforma em um refletor, que revela a imagem inferior. Exibe as duas imagens completas lado a lado ou verticalmente. Estatísticas O painel Estatísticas fornece informações estatística relacionadas à renderização da cena. Estas informações incluem o seguinte: O tempo transcorrido e o tempo restante aproximado para renderizações em andamento. O tempo total de renderização, uso de memória, e número de polígonos para renderizações concluídas. Consulte a Ajuda do SolidWorks:Janela Renderização final. 174

175 Exibição do modelo Opções do PhotoView 360 Renderização em rede Para acelerar prazos, clientes do SolidWorks Subscription Services podem compartilhar o esforço de renderização no PhotoView 360 por múltiplos computadores. Usando o PhotoView 360 Net Render Client, é possível iniciar as renderizações finais na máquina Coordenadora, que usa a potência de processamento das máquinas Cliente. Para realizar uma renderização em rede, primeiro você deve instalar o PhotoView Net Render Client nas máquinas Cliente. Não é necessário instalar o SolidWorks nas máquinas Cliente. Depois que o PhotoView 360 Net Render Client estiver instalado, os usuários podem especificar quando suas máquinas estão disponíveis para a renderização em rede. O PhotoView 360 Net Render Client deve estar sendo executado nas máquinas Cliente para realizar a renderização em rede. Para ativar a renderização em rede na máquina Coordenadora, clique em PhotoView 360 > Opçõese selecione Renderização em rede. Reflexos e Refrações Você pode usar Opções do PhotoView para configurar o número de reflexos e refrações que aparecem na Janela de interpretação final do PhotoView 360. Por exemplo, quando dois objetos reflexivos ficam de frente um para o outro, você pode configurar o número de reflexos multiplicados que parecem retroceder na distância. Além disto, se a luz passar através de múltiplas superfícies transparentes, você pode configurar o número de refrações para que os objetos atrás das superfícies transparentes sejam visíveis. Um reflexo (ou refração) é necessário para cada face sucessiva de onde a luz é refletida ou por onde é refratada. Configurar o número de reflexos e refrações Para configurar um número específico de reflexos e refrações: Clique em PhotoView 360 > Opções. No PropertyManager, em Qualidade de renderização, selecione Personalizar configurações de renderização. Defina o número de reflexos e refrações. Aumentar o número de reflexos e refrações aumenta o tempo de renderização. Usar Aparências Modo no SolidWorks Usuários do Modo podem usar arquivos de aparência Luxology no SolidWorks. Depois de aplicar a aparência Luxology, salve-a como uma aparência personalizada. Clientes assinantes do SolidWorks agora podem acessar o site Luxology pelo Portal do Cliente. 175

176 Exibição do modelo Quando utilizar aparências Luxology, a capacidade de edição é limitada. O efeito total da aparência pode ser visível somente quando interpretado pelo PhotoView 360, não em gráficos RealView e SolidWorks OpenGL. 176

177 16 Estudos de Movimento Disponível no SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Tutoriais de Estudos de Movimento Tutoriais de Estudos de Movimento Há dois novos tutoriais de estudos de movimento: Redundâncias na análise do movimento e movimento ao longo de um caminho. Para acessar um tutorial: Clique em Ajuda > Tutoriais do SolidWorks. Clique em Todos os tutoriais do SolidWorks e selecione um tutorial na lista. 177

178 17 Peças e recursos Este capítulo contém os seguintes tópicos: Barra de ferramenta seleção de borda disponível para filetes Suporte aprimorado para saliências na montagem Suporte aprimorado para extrudados finos Aprimoramento para inserir roscas cosméticas Aprimoramentos para o Revisor de peça Marcar corpos ou superfícies relacionadas em peças multicorpo Inserir furos de cavilha com o assistente de perfuração Conectar um modelo defeature ao original Propriedades de massa em peças Modificar geometria com a ferramenta Intersect Recursos de biblioteca multicorpo Selecionar condições finais para recursos de extrusão Exibir corpos ocultos Troca de configurações mais inteligente Transferir propriedades personalizadas Variar padrões de dimensão Soldagens Barra de ferramenta seleção de borda disponível para filetes Quando filetes de raio constante e variável são adicionados ou editados manualmente, uma barra de ferramentas pop-up está disponível para ajudar na seleção de bordas ou filetes múltiplos. A mesma barra de ferramenta é usada com o FilletXpert. 178

179 Peças e recursos Suporte aprimorado para saliências na montagem Há mais opções disponíveis para criar saliências na montagem. Você pode criar maquinaria de saliências na montagem que aceitam grampos para conectar duas peças plásticas. A maquinaria de saliências na montagem tem propriedades no lado frontal e no lado da rosca, e pode incluir um guia ou um degrau para auxiliar na combinação com outra saliência. Você pode especificar nove parâmetros para uma maquinaria de saliência; não somente a altura e o diâmetro da saliência, mas também a altura e o diâmetro do degrau da saliência, o ângulo de saída da saliência, o diâmetro do furo, o diâmetro e a profundidade do escareado interno, e o ângulo de saída do furo interno. Você pode especificar uma folga ou espaço para o plano onde as duas saliências se encaixam. Você também pode especificar um vetor de direção para uma saliência na montagem quando esta é criada em uma superfície planar. As saliências também suportam um novo perfil de aleta para projetos mais custo eficazes. Você pode especificar o número de aletas, seu comprimento, largura e altura, o ângulo de saída, a distância entre o chanfre e a borda da aleta e o ângulo do chanfre da aleta. Para criar maquinaria de saliência, clique em Inserir > Recurso de fixação > Saliência na montagem e clique em Maquinaria de saliência em Tipo de saliência. Criar a saliência na montagem Este exemplo consiste de duas tarefas: adicionar a porção frontal e a porção de rosca de uma saliência na montagem a um modelo. Adicionar a porção frontal Para esta tarefa, selecione uma face para posicionara a porção frontal da saliência. O padrão é: tipo de saliência, maquinaria de saliência para o tipo frontal, e quatro aletas. 179

180 Peças e recursos Abra o modelo install_dir\samples\whatsnew\parts\mount_boss.sldprt. Clique em Inserir > Recurso de fixação > Saliência na montagem. O PropertyManager Saliência na montagem é exibido. Na área de gráficos, selecione a base da Shell 2. A porção frontal da maquinaria de saliência aparece automaticamente na face. Quatro aletas são espaçadas igualmente na saliência. Em Saliência, clique em Selecionar face de encaixe e selecione a face ao redor da borda da shell onde as duas saliências se encontrarão. Gire o modelo para comparar a altura da saliência. Em Saliência, você pode Configurar a folga para a altura da saliência e ajustar a medida usando as setas giratórias. Clique em. Maquinaria de saliência 1 aparece na árvore de projeto do FeatureManager. 180

181 Peças e recursos Adicionar a Porção da rosca Agora você acrescenta a porção da rosca à saliência e a alinha com a porção frontal. Na área de gráfico, gire o modelo para o outro lado. Clique em Inserir > Recurso de fixação > Saliência na montagem. O PropertyManager Saliência na montagem é exibido. Em Posição, selecione o seguinte na área de gráfico: a) Para Face, selecione a base da Shell 1. b) Para Direção, selecione a face ao redor da borda da Shell 1. c) Para Borda circular, selecione a borda na face inferior de Saliência na montagem 1. Estas configurações ajudam a alinhar a rosca com a porção frontal. Em Tipo de saliência, selecione Rosca. 181

182 Peças e recursos Em Saliência, clique em Selecionar face de encaixe da borda da shell novamente. e selecione a face ao redor Gire o modelo para comparar a altura da saliência. Em Saliência, você pode Configurar a folga para a altura da saliência e ajustar a medida usando as setas giratórias. Clique em. Maquinaria de saliência2 aparece na árvore de projeto do FeatureManager. Você pode girar o modelo para rever o alinhamento das saliências. Suporte aprimorado para extrudados finos O recurso Extrudar suporta múltiplos contornos abertos para extrudados finos. Você pode criar um extrudado fino selecionando uma série de perfis abertos ou fechados dentro de um esboço. Esse aprimoramento inclui: Suporte para este novo comportamento e extrudados de saliência e de corte. Capacidade instantânea para editar extrudados com múltiplos contornos abertos em 3D. Capacidade de visualização completa para extrudados com múltiplos contornos abertos. 182

183 Peças e recursos Selecionar contornos múltiplos para extrudados finos Neste exemplo, você pode selecionar esboçar contornos para criar recursos finos em um modelo. Abra install_dir\samples\whatsnew\parts\thin_extrude.sldprt. Clique em Ressalto/base extrudado (barra de ferramentas Recursos). Na árvore de projetos do FeatureManager, clique em Sketch9. Sketch9 aparece em Contornos Selecionados do PropertyManager. Em Recurso fino, digite 1,00mm para Espessura. No PropertyManager, clique em Contornos Selecionados. Na área de gráfico, selecione cada uma das seis linhas de esboço dentro do anel. As linhas de esboço estão listadas em Contornos Selecionados. 183

184 Peças e recursos Puxe a alça para 30mm na área do gráfico para ajustar a profundidade do plano de esboço. Clique em. As aletas são adicionadas ao modelo. Aprimoramento para inserir roscas cosméticas Com a opção Iniciar a partir de uma face/plano, você deve selecionar uma face ou plano e especificar a profundidade da rosca. Isso se aplica a novas representações de rosca e a representações de rosca antigas que você editar. Anteriormente, quando roscas cosméticas eram inseridas, a dimensão inicial era inferida a partir da borda selecionada. Aprimoramentos para o Revisor de peça Para usar o Revisor de peça, clique em Ferramentas > Revisor de peça. Você não precisa mais ativar o Revisor de peça como um suplemento. Aprimoramentos do Revisor de peça incluem a capacidade de: Exibir todas as informações de esboço e de relação. Quando um recurso possui mais de um esboço, é possível percorrer as etapas de cada esboço. Exibir esboços de construção. Antes isso ignorava recursos exclusivos dos esboços. Mostrar apenas recursos com comentários. Editar nomes de recursos e comentários diretamente no painel de tarefas. Recursos ocultos em uma peça. 184

185 Peças e recursos Marcar corpos ou superfícies relacionadas em peças multicorpo Em peças multicorpo, se você selecionar um corpo ou superfície na área de gráfico, o item correspondente é marcado na pasta Item de lista de corte, na pasta Corpos sólidos ou Corpos de superfície, e no nome do recurso na árvore de projeto do FeatureManager. Esta marcação ajuda a identificar qual corpo ou superfície foi selecionado, especialmente se você estiver trabalhando com granes soldas e listas de corte. Embora o corpo ou superfície esteja marcado nas pastas, não está selecionado. Inserir furos de cavilha com o assistente de perfuração Você pode inserir furos de cavilha padrão usando o assistente de perfuração. Furos de cavilha são usados para alinhar componentes em montagens. Você pode escolher diâmetros padrão ou atribuir diâmetros padronizados adequados à sua indústria. Para inserir o furo de cavilha: Clique em Assistente de Perfuração Na guia Tipo do PropertyManager: (barra de ferramentas Recursos). a) Em Tipo de Furo, clique em Furo. b) Em Tipo, selecione Cavilha. c) Configure as opções restantes como necessário. Clique em. Conectar um modelo defeature ao original Você pode conectar um modelo defeature ao modelo original. Com esta opção, as alterações feitas são automaticamente refletidas no modelo defeature. Para conectar um modelo defeature ao modelo original, na área de Resultados do Defeature PropertyManager, selecione Salvar o modelo como um arquico separado e clique em Conectar ao Original. Propriedades de massa em peças Propriedades personalizadas de inércia em peças Você pode substituir as propriedades de momentos de inércia para peças. A adição de propriedades personalizadas de inércia a uma peça pode ajudá-lo a visualizar o efeito da peça sobre a inércia total e sobre a massa das montagens na qual a peça é usada. Por exemplo, se você tiver modelos simplificados de componentes adquiridos, é possível adicionar informações precisas sobre o momento de inércia a estes componentes de modo que a massa total da montagem seja representada corretamente. 185

186 Peças e recursos Caixa de diálogo Propriedades de massa A caixa de diálogo Propriedades de massa foi aprimorada para melhorar o fluxo de trabalho e esclarecer opções. Algumas das alterações incluem: A opção Propriedades de massa atribuídas foi substituída pelo botão Substituir propriedades de massa. Quando você clica em Substituir propriedades de massa, a nova caixa de diálogo Substituir propriedades de massa aparece. Como nos lançamentos anteriores, você pode substituir os valores para a massa e para o centro de massa. Agora você também pode substituir os momentos de inércia. Para montagens, se um ou mais componentes tiver propriedades de massa que foram substituídas, os componentes são listados na parte inferior da caixa de diálogo Propriedades de massa. O Sistema de coordenadas de saída foi alterado para Relatar valores coordenados para. O conteúdo da lista suspensa é o mesmo. Os botões Imprimir e Copiar foram movidos para a parte inferior da caixa de diálogo, e um botão Ajuda foi inserido. Exibir sistema de coordenadas de saída em um canto da janela foi movido para a caixa de diálogo Opções de propriedade de massa/seção. Clique em Opções na caixa de diálogo Propriedades de massa. Ponto no centro da massa. Você pode acrescentar um ponto de Centro de Massa (CDM) a peças, montagens e desenhos. Você acrescenta um CDM clicando em Centro de Massa (barra de ferrament Geometria de Referência) ou em Inserir > Geometria de Referência > Centro de Massa. Na área de gráfico, aparece no centro de massa do modelo. Na árvore de projeto FeatureManager, o Centro de Massa aparece logo abaixo de Origem. A posição do ponto CDM é atualizada quando o centro de massa do modelo muda. Por exemplo, a posição do ponto CDM é atualizada conforme você adiciona, move e apaga recursos a uma peça. O ponto CDM pode ser suprimido e não suprimido para configurações. Você pode medir distância e acrescentar dimensões de referência entre o ponto CDM e entidades como vértices, bordas e faces. Você não pode criar dimensões guia a partir do ponto CDM. No entanto, você pode criar um Ponto de referência de centro de massa (PRCM), e usar este ponto para definir as 186

187 Peças e recursos dimensões guia. Um PRCM é um ponto de referência criado no centro de massa atual da peça. Este ponto permanece nas coordenadas onde foi criado mesmo se o ponto CDM for movido devido a alterações na geometria da peça. Para criar um ponto de referência CDM: Clique com o botão direito em Centro de massa na árvore de projeto do FeatureManager e clique em Ponto de referência do centro da massa. Consulte também Ponto de centro de massa em montagense Centro de massa referência em desenhos. Modificar geometria com a ferramenta Intersect Você pode interceptar sólidos, superfícies e planos para modificar a geometria existente, ou para criar uma nova geometria com a ferramenta Intersect. Por exemplo, você pode adicionar geometria de superfície aberta a um sólido, remover material de um modelo, ou criar geometria a partir de uma cavidade fechada. Você também pode combinar sólidos definidos com a ferramenta Intersect, ou cobrir algumas superfícies para definir volumes fechados. Superfície aberta e um corpo sólido Duas metades de um molde A superfície aberta define detalhes que podem ser adicionados ao corpo com a ferramenta Intersect. A cavidade vazia fechada pelos dois corpos de molde defines um corpo que pode ser criado com a ferramenta Intersect. Você pode remover a geometria que não é necessária com a ferramenta Intersect. Você pode remover os corpos de molde e criar um sólido a partir da cavidade vazia com a ferramenta Intersect. 187

188 Peças e recursos Para criar geometria a partir de sólidos, superfícies, ou planos de uma peça: Clique em Interceptar > Interceptar. Selecione sólidos, superfícies, ou planos. Clique em Interceptar. Selecione as regiões a excluir e clique em. (barra de ferramentas Recursos) ou em Inserir > Recursos Criar geometria a partir de sólidos, superfícies e planos Nestes exemplos, você intercepta um corpo de superfície com um corpo sólido para adicionar detalhes ao corpo sólido, e cria um corpo sólido a partir de um molde preenchendo a cavidade e removendo os corpos de molde. Interceptar corpos de superfície e corpos sólidos Crie uma peça a partir de um molde. Adicionar detalhes de superfície a um corpo Neste exemplo, você forma a interseção de um corpo de superfície com um corpo plano sólido para fornecer detalhes para o corpo sólido. Primeiro você abre o modelo e examina o detalhe da superfície a ser adicionado ao corpo sólido. Abra install_dir\samples\whatsnew\surfaces\intake_cover.sldprt. Este modelo tem duas entidades para interceptar: um corpo de superfície e um corpo sólido. 188

189 Peças e recursos O corpo de superfície e o corpo sólido, separados, são coincidentes nesta peça, mas também se interceptam porque a superfície não é plana. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique em Corpos Sólidos(1), e clique em Ocultar para visualizar o corpo de superfície. Na árvore de projeto do FeatureManager, clique Corpos Sólidos(1) e clique em Exibir. Interceptar os corpos e remover regiões Em seguida, você aplica o comando Intersect para interceptar a superfície e os corpos sólidos, removendo as regiões que não são necessárias para seu projeto. Na árvore de projeto do FeatureManager, selecione os corpos a interceptar: a) Expanda a pasta Corpos de superfície e selecione o corpo de superfície Superfície-Revolver1. b) Expanda a pasta Corpos sólidos e selecione o corpo sólido PadrãoCirc1. Clique em Interceptar > Interceptar. (barra de ferramentas Recursos) ou em Inserir > Recursos Superfície-Revolver1 e PadrãoCirc1 são selecionadas no PropertyManager. No PropertyManager, clique em Interceptar. Os recursos que você pode remover aparecem na lista Regiões a Excluir. 189

190 Peças e recursos Selecione Região 1, Região 3, e Região 5. As regiões selecionadas não são incluídas como geometria adicional. Ao remover as regiões 3 e 5, você exclui o furo central do corpo resultante. Ao remover a região 1, você exclui o anel interno do material ao criar a ranhura externa. No PropertyManager, em Opções, selecione Consumir superfícies, para remover o corpo de superfície da árvore de projeto do FeatureManager quando você clica em. Clique em. Salve a peça como my_intake_cover.sldprt. Criar um corpo sólido a partir da cavidade de um molde Em seguida, você abre um molde com a ferramenta Interceptar, e cria três regiões a partir dos corpos superior e inferior: a parte superior, a parte inferior e a cavidades. Você remove as regiões superior e inferior do molde para criar um corpo sólido a partir da cavidade preenchida. Abra install_dir\samples\whatsnew\surfaces\mold_to_part.sldprt. A peça consiste de dois corpos sólidos de um molde. 190

191 Peças e recursos Na árvore de projeto do FeatureManager, clique em Mover-Copiar/Corpo1, e clique em Suprimir para fechar o molde. Para aplicar a ferramenta Interceptar para criar um sólido a aprtir de uma cavidades, a cavidade deve estar delimitada pelos corpos selecionados. Os corpos do molde delimitam a cavidade quando você fecha o molde. Expanda Corpos Sólidos(2) (árvore de projeto do FeatureManager), e selecione Split1[1] e PadrãoCir1. No PropertyManager, clique em Interceptar. Os recursos que você pode remover aparecem na lista Regiões a Excluir. 191

192 Peças e recursos Selecione Região 1 e Região 3. Ao remover as regiões 1 e 3, você exclui os corpos do molde e retém a cavidade. Clique em. O resultado é um modelo sólido da cavidade do molde. Salve a peça como my_mold_to_part.sldprt. Recursos de biblioteca multicorpo Você pode criar recursos de biblioteca a partir de peças multicorpo. Anteriormente, não era possível criar recursos de biblioteca a partir de peças multicorpo. Selecionar condições finais para recursos de extrusão Você pode clicar o botão direito em qualquer lugar de um recurso de extrusão e alterar a condição final a partir de um menu de atalho. Você pode clicar em um espaço vazio, na geometria ou na alça. O menu de atalho fornece todas as opções para Direção 1 e Direção 2, e está disponível para os recursos a seguir: Ressalto/base extrudado Ressalto/base revolucionado Corte extrudado Corte por revolução Superfície extrudada Superfície por revolução Flange-base de chapa de metal 192

193 Peças e recursos Anteriormente, só era possível habilitar a Direção 2 do PropertyManager. Se ambas as direções fossem habilitadas, era necessário clicar com o botão direito na alça apropriada para configurar a condição final daquela direção. Exibir corpos ocultos Você pode alternar a exibição de corpos ocultos e expostos para peças multicorpo. Este comando é o mesmo que o comando Exibir Componentes Ocultos para montagens. Troca de configurações mais inteligente Exibir uma nova configuração em uma peça agora é mais rápido se a configuração estiver na memória. Uma configuração só estará na memória se tiver sido exibida na sessão atual ou salva utilizando-se a nova funcionalidade Gerenciar Configurações. Para obter mais informações, consulte Gerenciar dados de configuração. Transferir propriedades personalizadas A transferência de propriedades personalizadas na inserção de um peça configurada para outra peça foi aprimorada. Quando você insere uma peça configurada em uma peça pai, as propriedades especifícas da configuração são transferidas corretamente. Quando você insere uma peça configurada em um único corpo para uma peça de solda, as propriedades personalizadas e as propriedades específicas da configuração são propagadas na peça de solda como propriedades da lista de corte. Variar padrões de dimensão A opção Instância a variar nos PropertyManagers Padrão linear e Padrão circular permite que você varie as dimensões e locais de instâncias em um padrão de recurso. Você pode variar as dimensões de uma série de instâncias de modo que cada instância seja maior ou menor que a anterior. Você também pode alterar as dimensões de uma única instância em um padrão e alterar a posição desta instância em relação ao recurso original do padrão. Para padrões lineares, você pode alterar o espaçamento entre as colunas e linhas no padrão. Para padrões circulares, pode organizar as instâncias para ficarem mais próximas ou mais distantes umas das outras. Variação de espaçamento e dimensões em todas as instâncias O recurso original neste padrão é uma extrusão de corte com um filete. Nesta tarefa, utiliza-se as opções de variação de instâncias para variar o espaçamento e as dimensões de todas as instâncias no padrão. 193

194 Peças e recursos Abra o modelo install_dir\samples\whatsnew\parts\simple_plate.sldprt. Na árvore de projeto do FeatureManager, selecione Lpattern e clique com o botão direito do mouse em Editar recurso. O PropertyManager de LinearPattern é aberto. No PropertyManager, clique em Variação de instâncias. Na área de gráficos, clique nas dimensões altura (8) e largura (6) no recurso original. A caixa Variação de instâncias preenche uma tabela com as dimensões e valores. Em Incrementos da Direção 1: a) Defina Espaçamento como 5 mm. b) Na dimensão Altura, defina o Incremento como 10 mm. Clique em. O espaçamento entre todas as instâncias aumenta em até 5 mm. Cada instância tem um incremento de 10 mm na altura sobre a instância precedente. Por exemplo, se a altura da instância original é 8 mm, a altura das instâncias subsequentes aumenta para 18 mm, 28 mm, 38 mm e 48 mm. Modificar as dimensões de uma instância É possível alterar as dimensões e a posição de uma instância em um padrão. 194

195 Peças e recursos Na árvore de projeto do FeatureManager, selecione Lpattern e clique com o botão direito em Editar recurso. Na última instância da linha, faça o seguinte: a) Posicione o ponteiro do mouse sobre o marcador de instância. b) Clique com o botão esquerdo e selecione Modificar instância. Uma linha de chamada é mostrada na área de gráficos e relaciona a instância em formato de matriz (5,1). Se você selecionar Ignorar instância, a instância será removida do padrão. Na linha de chamada Instância (5,1), substitua a dimensão da Largura inserindo 12mm. Para ajustar os valores de dimensões e espaçamento, posicione o ponteiro sobre o marcador de instância, clique com o botão direito e selecione Editar instância modificada. Clique em. A largura da instância modificada dobra. Restauração de instâncias ao seu estado original É possível restaurar uma instância modificada ao seu estado original utilizando-se a caixa Instância modificada no PropertyManager. Na árvore de projeto do FeatureManager, selecione Lpattern e clique com o botão direito em Editar recurso. Na caixa Instâncias modificadas, clique com o botão direito do mouse em Instância (5,1) e selecione Excluir. Você pode remover todas as modificações clicando com o botão direito na caixa Instância modificada e selecionando Limpar seleções. Clique em. 195

196 Peças e recursos Soldagens Caixas delimitadoras Você pode criar uma caixa delimitadora em para qualquer item cortado em uma lista de corte, independentemente do tipo de sólido ou dos corpos de chapa metálica no item da lista de corte. A caixa delimitadora é representada por um esboço em 3D e é baseada, por padrão, no plano X-Y. Considerando a orientação da caixa delimitadora, a caixa delimitadora é a menor caixa na qual o corpo cabe. Vantagens das caixas delimitadoras: As dimensões globais da caixa delimitadora aparecem na caixa de diálogo Propriedades da lista de corte, de modo que você pose usá-las em uma lista de materiais, lista de corte, ou em outras anotações. Com uma caixa delimitadora, você pode determinar o comprimento, largura, e altura do estoque necessário para o corpo, o que o ajuda a saber quanto espaço é necessário para embalar o produto. Com soldas, não é mais necessário encontrar manualmente o tamanho do estoque para placas. Orientação da caixa delimitadora A orientação de uma caixa delimitadora é baseada em um dos itens abaixo: O plano X-Y (padrão) Um plano ou uma face plana pré-selecionado Exceções a estas orientações são para placas de reforço soldadas e tampas: Para cantoneiras, o plano de orientação para a caixa delimitadora é paralelo às faces da cantoneira. Para tampas de extremidade, o plano de orientação para a caixa delimitadora é paralelo às faces planas que tampam. Para um membro estrutural linear, o plano de orientação para caixa delimitadora é perpendicular à linha do esboço que define o membro. Quando você cria caixas delimitadoras para diferentes itens da lista de corte, elas podem ser orientadas de maneira diferente devido às exceções individuais. 196

197 Peças e recursos Quando você atualiza uma lista de corte, a orientação existente é usada. Quando você edita uma lista de corte ou um item da lista de corte, a orientação existente é usada a menos que você selecione um plano. Trabalhar com caixas delimitadoras Para criar uma caixa delimitadora: Na árvore de projeto do FeatureManager, atualize a Lista de corte. Clique com o botão direito em Lista de corte ou em um Item da lista de corte e clique em Criar caixa delimitadora. Para editar uma caixa delimitadora: Clique com o botão direito em uma Lista de corte ou em um Item da lista de corte que já tem uma caixa delimitadora e clique em Editar caixa delimitadora para alterar o plano de orientação ou a face no PropertyManager. Para excluir uma caixa delimitadora: Clique com o botão direito em uma Lista de corte ou em um Item da lista de corte e clique em Excluir caixa delimitadora. Você não pode apagar o esboço em 3D. Criar Caixas Delimitadoras Para criar uma caixa delimitadora: Abra install_dir\samples\whatsnew\parts\weldment.sldprt. 197

198 Peças e recursos Na árvore de projeto do FeatureManager: a) Clique com o botão direito em Lista de corte (41) e clique em Criar Caixa Delimitadora. Caixas delimitadoras são criadas para cada item cortado listado no modelo, mas ficam ocultas na área de gráfico. b) Expanda Lista de corte (41). c) Em Lista de corte-item8, clique em Caixa Delimitadora_ Lista de corte-item8 e clique em Exibir. d) Clique em Caixa Delimitadora_ Lista de corte-item8 novamente. A caixa delimitadora aparece ao redor do flange. e) Clique com o botão direito em Lista de corte-item12 e selecione Propriedades. A caixa de diálogo Propriedades da Lista de corte exibe 3D-Comprimento de Caixa Delimitadora, 3D-Largura de Caixa Delimitadora, 3D-Altura de Caixa Delimitadora, e 3D-Volume de Caixa Delimitadora. Se você criar um desenho, estes valores aparecem na lista de materiais. f) Clique em OK. 198

199 18 Plásticos SolidWorks O SolidWorks Plastics Professional e o SolidWorks Plastic Premium estão disponíveis como produtos comprados separadamente que podem ser usados com o SolidWorks Standard, SolidWorks Professional ou SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Otimização de peça de plástico e projeto de molde de injeção Otimização de peça de plástico e projeto de molde de injeção Quando você projeta peças de plástico, é possível otimizar a espessura da parede e a qualidade da peça moldada com o SolidWorks Plastics Professional. Você pode analisar sistemas de canais de molde de injeção e otimizar o tamanho e o layout do molde com o SolidWorks Plastics Premium, reduzindo ou eliminando a necessidade de retrabalho. Para mais informações, consulte 199

200 19 Rota Disponível no SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Ferramenta auto rota suporta roteamento alinhado a geometria existente Criar desenhos para rotas de tubulação flexível Aprimoramento da penetração de tubo Suporte aprimorado para exportar dados de tubulação rígida/flexível. Aprimoramento para rotas niveladas Melhorias para rotas de cabo plano Adicionar inclinações para rotas de tubo Suporte para tubulação flexível em arquivos P&ID Verificação de validação para o auxiliar do componente de rota Ferramenta auto rota suporta roteamento alinhado a geometria existente A ferramenta Auto Rota inclui uma opção para criar uma rota baseada em geometria existente. Para rotear alinhado à geometria, especifique um ponto inicial, uma ou mais faces planares, e um ponto final no Auto Rota do PropertyManager. O roteamento cria automaticamente uma rota a partir do ponto inicial até o ponto final que corre paralelo às faces. Você pode especificar a distância entre a rota e cada face planar. Isto facilita a criação de uma rota que mantém uma distância específica das paredes e de outras superfícies planares. Você também pode especificar se a rota deve incluir uma cobertura para dimensões e se deve usar uma dimensão de linha central. Criar desenhos para rotas de tubulação flexível Você pode criar um desenho de uma montagem com tubulação flexível da mesma maneira que você cria um desenho de tubo. Os desenhos de tubos podem incluir acessórios, tubulação flexível, dimensões e uma BOM numa vista isométrica. Você também pode criar desenhos de rotas de tubulação que contém bobinas. Para criar um desenho de tubulação, clique em Desenho de tubulação (barra de ferramenta tubulação flexível) ou em Rota > Tubulação Flexível > Desenho de tubo. 200

201 Rota Aprimoramento da penetração de tubo O fluxo de trabalho para tubos penetrantes foi aprimorado. Quando você adiciona uma penetração de tubo, Rota cria um recurso de extrusão de corte e configura Offset a partir da superfície em vez de Até a superfície como a Condição final. A superfície externa do tubo é selecionada e o offset é a espessura do tubo. Você pode apagar uma penetração clicando com o botão direito em Remover Penetração. Isto remove a penetração permanentemente. Se você apagar um tubo de penetração da árvore de projeto do FeatureManager, o ponto de penetração é mantido no recurso Rota. Quando você sai da rota, a penetração é atualizada automaticamente. Você também pode substituir uma penetração de tubo por um encaixe arrastando e soltando um encaixe no ponto de penetração. Isto acrescenta um ponto de separação no segmento de rota para alinhar o ajuste com o segmento de rota. Suporte aprimorado para exportar dados de tubulação rígida/flexível. Você pode exportar mais tipos de componentes de roteamento para um arquivo.pcf, como coberturas, suportes, e dados de ponto de centro de ajuste, e importá-los para aplicativos ISOGEN. Para exportar dados, clique com o botão direito em uma montagem de rota e selecione Exportar dados de tubulação rígida/flexível na árvore de projeto do FeatureManager. Aprimoramento para rotas niveladas Os aprimoramentos às rotas elétricas niveladas dão uma aparência mais limpa e completa a desenhos de chicotes nivelados. Foram feitas melhorias nas anotações e no detalhamento de fios em desenhos nivelados. Estas melhorias incluem layouts mais claros de chicotes nivelados, sem sobreposições, colocação de conectores, criação de dispersão para conectores multipinos, suportes para encaixes e melhorias no manejo de rotas desconectadas em chicotes elétricos. Nos desenhos, mesas de conectores são ligadas à vista do desenho, e os conectores são marcados quando as mesas de conectores são selecionadas. Os aprimoramentos feitos às rotas niveladas tornam a manipulação dos segmentos de dispersão mais fácil. Para rotas niveladas no estilo anotação e no estilo fabricação, o Editar Nivelado do PropertyManager inclui uma opção que permite que você especifique um ângulo para posicionar todo um segmento de dispersão com relação ao segmento base. Você também pode especificar o espaçamento entre os segmentos de dispersão individuais. Estas opções removem sobreposições entre conectores e adequam os projetos dentro das limitações de uma placa de formato para rotas niveladas para estilo fabricação. 201

202 Rota Melhorias para rotas de cabo plano As melhorias nas rotas de cabo plano facilitam a criação de caminhos de rota. Todas as Ferramentas de esboço estão disponíveis quando você cria e edita rotas de cabo plano, como outra funcionalidade de rota. Para usar as Ferramentas de esboço, abra a montagem de cabo plano e clique com o botão direito na área de gráfico. Você pode adicionar ou apagar segmentos, e adicionar ou apagar dimensões. Manejos são acrescentados ao caminho da rota para que você possa controlar a torção e a dobra dos cabos planos. Anteriormente, as Ferramentas de esboço não estavam habilitadas quando você modificava as rotas de cabo, e apenas o uso limitado destas ferramentas estava disponível no Auto Rota. Adicionar inclinações para rotas de tubo As rotas oferecem suporte total para a adição de inclinações a segmentos de rotas de tubos sólidos. Você define uma inclinação especificando o plano de gravidade, o ponto inicial, a direção da inclinação, e o valor da inclinação. A inclinação torna-se uma propriedade do segmento da rota. 202

203 Rota Se uma extremidade da rota de tubo é fixa, segmentos verticais são encurtados ou alongados para acomodar este segmento inclinado de tubo. Se a outra extremidade da rota de tubo não é fixa, então toda a rota do tubo, incluindo os acessórios, é ajustada para mover-se para cima ou para baixo. Adicionar uma inclinação Para definir uma inclinação a uma rota de tubulação rígida: Abra uma montagem de roteamento e clique em Tubulação rígida > Editar Rota (barra de ferramenta Roteamento). Clique com o botão direito na entidade do esboço no local onde você deseja acrescentar a inclinação e selecione Adicionar inclinação. O PropertyManager de Criar inclinação é exibido. Selecione o Plano de gravidade. O segmento do tubo deve estar neste plano. Selecione um Ponto Inicial. O ponto inicial deve ser um ponto fixo que pode ser usado pelo segmento de tubo para girar e criar a inclinação. No PropertyManager, insira o ângulo de rotação da Inclinação, expresso como uma proporção. Clique em. A inclinação é acrescentada ao segmento de tubo. Você pode editar a inclinação selecionando o segmento de rota e clicando com o botão direito em Editar inclinação no segmento e selecione Remover inclinação em desenhos e BOMs.. Para remover a inclinação, clique com o botão direito. Você também pode anotar inclinações 203

204 Rota Suporte para tubulação flexível em arquivos P&ID Você pode importar dados para sistemas de tubulação flexível a partir de um arquivo de Diagrama de Tubulação e Instrumentação (P&ID). A importação de sistemas de tubulação flexível é igual à importação de sistemas de tubulação rígida. Você também pode combinar conexões de tubulação rígida e flexível no mesmo arquivo. Verificação de validação para o auxiliar do componente de rota O Auxiliar do componente de rota no Routing Library Manager pode validar tabelas de projetos. A caixa de diálogo Verificar tabela de projeto valida entradas personalizadas na tabela de projeto e exibe feedback. 204

205 20 Chapa metálica Este capítulo contém os seguintes tópicos: Notas de dobra Ferramentas de conformação Peças multicorpos Notas de dobra Você tem mais controle sobre o texto e a exibição de notas de dobra em desenhos. Esta opção só está disponível na vista de padrão plano de uma peça de chapa metálica. Na Vista de desenho do PropertyManager, você pode: Exibir ou ocultar notas de dobra Configurar a direção da dobra, raio da dobra, ordem da dobra, e folga da dobra. Editar o texto, incluindo remover o R para o parâmetro do raio da dobra. Exibir ângulos de dobra complementares e suplementares Em um desenho de uma peça de chapa metálica com vista padrão plana, selecione a vista de desenho. Em Notas de dobra, configure as opções em Vista de desenho do PropertyManager. Você também poder: Controlar a precisão das notas de dobra por vista de desenho. Clique em Opções (barra de ferramentas Padrão) ou em Ferramentas > Opções. Na guia Propriedades 205

206 Chapa metálica do documento, expanda Tabelas e clique em Dobra. Configure as opções para Precisão. Combine e separe notas de dobra colineares. Para combinar as notas de dobra em uma única nota, multisselecione as notas, clique com o botão direito, e selecione Combinar notas de dobra. Para separar, clique com o botão direito na nota combinada e clique em Separar notas de dobra. Use as novas opções para notas de dobra como colunas em tabelas de dobras. Em uma tabela de dobra, clique duas vezes em um cabeçalho de coluna e selecione uma coluna como ÂNGULO COMPLEMENTAR, ORDEM DE DOBRA, ou FOLGA DA DOBRA. Ferramentas de conformação Dimensões para Ângulos de Rotação Se você configura um ângulo de rotação para uma ferramenta de conformação no PropertyManager, é possível editar o ângulo no PropertyManager ou quando edita o esboço do contorno. O ângulo está localizado em relação ao eixo X do esboço do contorno. Pontos de inserção Você pode configurar um ponto de inserção para as ferramentas de conformação. O ponto de inserção ajuda a determinar o local preciso da ferramenta de conformação na peça alvo. Clique em Ferramenta de conformação (barra de ferramentas Chapa metálica) ou em InserirChapa metálicaferramenta de conformação. No PropertyManager, configure as opções na guia Digitar, e selecione a guia Ponto de inserção. Use ferramentas dimensões/relações para definir o ponto de inserção. 206

207 Chapa metálica Peças multicorpos Estrutura da árvore de projeto do FeatureManager A estrutura da árvore de projeto do FeatureManager para peças de chapa metálica multicorpo mudou. No SolidWorks 2013, existem duas pastas primárias separadas (Chapa Metálica e Padrão Plano ) que contém os corpos de chapa metálica e seus padrões planos associados. SolidWorks 2013 SolidWorks 2012 Se você cria um novo corpo de chapa metálica a partir de um corpo de chapa metálica existente, apenas um recurso Chapa Metálica aparece na pasta chapa metálica primária na árvore de projeto do FeatureManager. Por exemplo, se você cria um corpo de chapa metálica de modo que há três corpos de chapa metálica em vez de um, apenas um nodo de recurso chapa metálica, que correspondente aos três corpos resultantes, controla os parâmetros da chapa metálica dos corpos. Corpo padronizado no SolidWorks 2013 Corpo padronizado no SolidWorks 2012 Se você junta dois corpos existente para criar um novo corpo de chapa metálica dois recursos Chapa Metálica aparecem na pasta chapa metálica primária na árvore de projeto do FeatureManager. Embora haja apenas um corpo, o segundo corpo retém seus próprios parâmetros de chapa metálica. O recurso chapa metálica que corresponde ao primeiro corpo controla a geometria do primeiro corpo e qualquer novo recurso de geometria acrescentado ao corpo combinado. 207

208 Chapa metálica O recurso chapa metálica que corresponde ao segundo corpo está indentado sob o recurso da chapa metálica que corresponde ao primeiro corpo. Ele controla apenas a geometria do segundo corpo (espessura e raio de dobra). Tabelas de calibres Apenas uma tabela de calibre é permitida por peça multicorpo de chapa metálica. A tabela de calibre é determinada pelo primeiro corpo de chapa metálica que você cria na peça. Para controlar as configurações da tabela de calibre, clique com o botão direito na pasta primária Chapa Metálica, na árvore de projeto do FeatureManager e clique em Editar Recurso. No PropertyManager, em Calibres de chapa metálica, configure as opções. Cada corpo na peça pode usar calibres diferentes da tabela. Opções Quando você exibe propriedades da chapa metálica selecionando Ferramentas > Opções > Propriedades do Documento > Chapa Metálica, a opção Criar padrões planos múltiplos sempre que um recurso cria corpos múltiplos de chapa metálica, se aplica a peças criadas antes do SolidWorks No SolidWorks 2013, cada coro em uma peça multicorpo de chapa metálica tem seu próprio padrão plano. Parâmetros principais de chapa metálica Todos os corpos de peças multicorpo de chapa metálica herdam o valor do raio da dobra e da espessura da pasta principal de chapa metálica. É possível substituir os valores herdados. A folga na dobra e os valores de relevo não são afetados. Os valores na pasta primária de chapa metálica são determinados pelo primeiro corpo de chapa metálica que você cria na peça. Na árvore de projetos do FeatureManager, clique com o botão direito no recurso Chapa Metálica(n) embaixo da pasta principal e clique em Editar recurso. No PropertyManager, em Parâmetros de dobras, selecione ou limpe Substituir parâmetros padrão. 208

209 21 SolidWorks Simulation SolidWorks Simulation Professional e SolidWorks Simulation Premium estão disponíveis como produtos comprados separadamente que podem ser usados com o SolidWorks Standard, SolidWorks Professional ou SolidWorks Premium. O SolidWorks Premium contém recursos de simulação para análise estática linear e análise de movimento. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Vigas Contato Geração de malha incremental Interface Sensores em Estudos de Projeto Resultados Sensores Submodelagem Vigas É possível listas as forças de reação e momentos de reação nas juntas de vigas que têm translações ou rotações fixas. Em Seleção, no PropertyManager Força resultante, selecione a junta de viga para listar as forças de reação. 209

210 SolidWorks Simulation Contato Melhorias nas definições de contato incluem a remoção do limite do número de conjuntos de contato em estudos estáticos, não lineares e em ensaios de queda, o aprimoramento na detecção de pares de contato entre estrias de superfície e faces em contato, a detecção de faces de interferência e a ligação de bordas de casca com vigas. Detecção automática de conjuntos de contato A ferramenta de detecção automática para conjuntos de contato foi aprimorada para detectar o toque de estrias de superfície em faces planares ou cilíndricas. A opção Encontrar aresta de casca - pares de face sólida/cascal (ferramenta de detecção automática para conjuntos de contato) foi aprimorada para detectar conjuntos de contato entre corpos sólidos e de cascas que se interceptam em estrias de superfície. 210

211 SolidWorks Simulation Detectar faces interferentes A caixa de diálogo Encontrar conjuntos de contato lista os pares interferentes de faces sólidas e de shell, facilitando sua detecção. Em Conjuntos de contato do PropertyManager, em Contato, selecione Localizar conjuntos de contato automaticamente. Em Opções, selecione Encontrar borda de shell - pares sólido/ de shell. Em Componentes, selecione os corpos para os quais deseja detectar os conjuntos de contato. Clique em Localizar conjuntos de contato. Se uma interferência for detectada, os pares interferentes são listados em Faces Interferentes. Selecione um conjunto interferente para realçar as faces interferentes na área de gráficos. Bordas de casca para junção de viga A junção de bordas de casca que pertencem a corpos de superfície ou de chapa metálica a vigas, comumente usada para simular placas de fixação que conectam vigas, é suportada através de um conjunto de definições de contato manual. Esta funcionalidade está disponível para estudos estáticos, de frequência, de flambagem e dinâmicos lineares. Para criar um contato de junção entre a borda de casca e a viga, selecione Ligado em Tipo, em Conjuntos de contato do PropertyManager. Para Conjunto 1, clique em Vigas e selecione a viga na área de gráfico. Para Faces, Bordas para conjunto 2, selecione a borda de casca. 211

212 SolidWorks Simulation Geração de malha incremental A malha incremental oferece maior flexibilidade para refinar malhas de componentes individuais dentro de uma grande montagem. Ao refazer apenas a malha de corpos sólidos ou de casca selecionada ao invés da montagem toda, você poupa tempo de computação. A malha incremental permite que você posicione a malha em componentes individualmente sem ter que posicionar a malha em toda a montagem. Se você posicionou a malha em alguns (mas não todos) corpos de uma montagem antes de realizar o estudo, apenas os corpos sem malha receberão a malha. Quando o posicionamento de malha falha para certos componentes, você pode reposicionar a malha somente nestes componentes. A malha existente para o resto dos componentes permanece intacta. Para corpos que não têm malha, clique com o botão direito nos corpos selecionados e selecione Criar malha. Aplique as configurações de malha no PropertyManager Controle de malha. Corpos com falha na malha são marcados com um ícone vermelho de malha na árvore de estudo. Para corpos que têm malha, clique com o botão direito nos corpos selecionados e selecione Refazer malha. As novas configurações de controle de malha substituem a malha existente. A malha incremental não está disponível para vigas, cascas e estudos de simplificação em 2D. Interface Aprimoramentos à interface do usuário incluem: Personalização de pasta na pasta Conexões. Para organizar melhor os recursos na pasta Conexões, há uma pasta Conectores. A pasta Conectores é semelhante às pastas Conjuntos de contato e Componentes de contato. Uso aprimorado da guia Tab e dos menus de atalho. 212

213 SolidWorks Simulation Você pode usar a guia Tab para se movimentar entre entradas no PropertyManagers. Shift + Tab funciona de modo semelhante, mas em ordem inversa. Em PropertyManagers com múltiplas caixas de seleção, quando você clica com o botão direito na área de gráfico para fazer uma seleção, o ponteiro Avançar aparece para que você possa avançar pelas seleções do PropertyManager diretamente da área de gráfico. Maior flexibilidade no tratamento de corpos como sólidos ou vigas. Se você selecionar um grupo de vigas ou corpos sólidos na árvore de estudo Simulation, é possível selecionar: Tratar corpos selecionados como vigas Tratar corpos selecionados como vigas Mensagens de erro combinadas com a geometria Mensagens de erro Ao vincular as mensagens de erro do solver à geometria, você pode resolver qualquer erro na configuração do estudo Simulation com mais facilidade. As mensagens de erro são listadas em uma caixa de diálogo O que está errado? próxima do recurso do estudo onde o erro foi detectado. Quando o solver identifica um erro em um recurso, marca o recurso na árvore do estudo com um ícone de alerta e acrescenta uma mensagem do solver. Para erros durante a formulação da malha, o solver destaca o elemento ou nodo da malha na área de gráfico. Sensores em Estudos de Projeto Você pode usar o material de uma peça ou componente de um corpo em um Estudo de projeto, usando o novo parâmetro Estudo de materiais de projeto. Esta funcionalidade permite a avaliação de uma vasta gama de escolhas de projeto ou a otimização de um projeto atual pela definição de um parâmetro que configura corpos para usar materiais diferentes como uma variável no estudo de projeto. Essa funcionalidade está disponível no SolidWorks Professional e superior para definir resultados de simulação como metas nos estudos de projeto. 213

214 SolidWorks Simulation Para definir um material como uma variável em um Estudo de projeto: Crie um estudo de projeto. Clique em Inserir > Estudo de projeto > Parâmetros ou clique na guia Estudo de projeto em Variáveis e selecione Adicionar parâmetro. Na caixa de diálogo Parâmetros, em Nome, digite um nome para o parâmetro. Em Categoria, selecione Material. Em Referências, selecione os corpos para os quais o material está configurado como uma variável em um estudo de projeto. Fileiras realçadas com verde contêm corpos designados para o parâmetro material. Clique em Aplicar, depois em OK. Aparece um asterisco em Vinculado para indicar que os corpos selecionados estão vinculados ao parâmetro material. Mude para a guia Visualização de tabela para definir os cenários do projeto. Para cada cenário, clique na célula Selecionar Material na fileira parâmetro material. Selecione um material do SolidWorks ou personalize a biblioteca de materiais e clique em Aplicar. O material selecionado é aplicado aos corpos vinculados ao parâmetro material. Apenas um material pode ser designado para um corpo em determinado cenário. Caso os parâmetros sejam definidos de modo que um corpo tenha dois materiais designados, apenas o primeiro material designado é aplicado em cada cenário. O material de corpos shell compostos não pode ser configurado como uma variável em estudos de projeto. Avaliação de um projeto de puxador baseado em material Você executa três cenários de projeto de uma peça de puxador variando a definição de material para cada cenário. Crie uma variável de projeto baseado na definição do material do puxador. Designe uma definição de material diferente para cada cenário de projeto. Para abrir o modelo, vá para install_dir\samples\whatsnew\designstudies\knob.sldprt. 214

215 SolidWorks Simulation Revise os recursos Estudo pronto: Aplica um torque à alça. Impede que a face cilíndrica interna se torça. Impede que o botão de controle se mova ao longo da direção axial. Revise os recursos Estudo de projeto: Defina dimensões do modelo como parâmetros. Cut_Diameter, Cyl_Ht, e Cut_Depth. Estabeleça duas limitações: a) FOS maior que 2,0 e b) monitoramento de massa. Estabelece cenários de projeto com valores estabelecidos para as três variáveis de projeto. Definir material como uma variável de projeto Você define uma parâmetro material e o adiciona como uma variável ao estudo do projeto. Abra o Estudo de Projeto. Na guia Vista de tabela, expanda Variáveis e selecione Adicionar parâmetro. Na caixa de diálogo Parâmetros: a) Em Nome, digite um nome para o parâmetro, por exemplo, mat. b) Em Categoria, selecione Material. O corpo único do puxador é listado com uma caixa de seleção em Referências. Em casos de peças multicorpo ou documentos de montagem, todos os corpos são listados em Referências. Selecione os corpos cujo material será designado como variáveis do projeto. c) Clique em Aplicar. Um asterisco em Vinculado mostra que agora a definição do corpo do material está vinculada ao parâmetro material. d) Clique em OK. Selecionar materiais para cenários de projeto Você designa três materiais diferentes para o cenário de projeto do puxador. Na guia Visualização de tabela, em Cenário 1, clique em Selecionar Material. Na biblioteca de materiais SolidWorks, selecione Acrílico (Impacto médio a alto) em Plástico. Clique em Aplicar. Em Cenário 2, clique em Selecionar Material. Em Outros Não metais, selecione C (Grafite). Clique em Aplicar. Para Cenário 3, em Outros Não metais, aplique Cerâmica Porcelana. Feche o diálogo Material. 215

216 SolidWorks Simulation Executar cenários de projeto Clique em Executar. O programa abre o estudo estático Pronto em cada iteração e relata os valores para cada iteração. Alterne para Visualização de resultados. Selecione Cenário 1, que está realçado em vermelho porque o FOS mínimo é menor que 2. O material Acrílico não é uma boa escolha de material para este modelo específico. Você também pode usar materiais como variáveis de projeto em um estudo de otimização. Resultados Os aprimoramentos na visualização de resultados incluem a opção de exibir plotagens e o fator de segurança para entidades selecionadas, uma representação mais realista de resultados em corpos de casca, e opções para selecionar quais resultados serão armazenados. Fator de segurança para corpos selecionados Depois de realizar um estudo estático, é possível visualizar a plotagem do fator de segurança apenas em corpos selecionados. No Fator de segurança do PropertyManager, clique em Corpos selecionados. Selecione um corpo ou múltiplos corpos para visualizar as plotagens da distribuição do fator de segurança, ou de regiões abaixo do fator de segurança. Apenas os resultados dos corpos selecionados são exibidos. 216

217 SolidWorks Simulation Plotagens de entidades selecionadas Uma nova opção para visualizar resultados permite que você exiba resultados (tensão, deslocamento e distorção) apenas em entidades selecionadas. Em Plotagem de tensão, Plotagem de deslocamento, ou Plotagem de distorção do PropertyManager, em Opções avançadas, selecione Exibir plotagem apenas em entidades selecionadas. Você pode selecionar faces ou corpos para visualizar os resultados. 217

218 SolidWorks Simulation Resultados de casca: Você pode exibir a malha e os resultados de cascas usando uma representação dos corpos de casca em 3D. Há uma nova opção para exibir a espessura das cascas em plotagens de resultados (tensão, deslocamento e deformação) e na visualização da malha. Para visualizar os resultados em uma representação dos corpos de casca em 3D, em Plotagem de tensão, Plotagem de deslocamento, ou Plotagem de deformação do PropertyManager, em Opções avançadas, selecione Apresentar espessura da casca em 3D (mais lento). A espessura da casca exibida nas plotagens é o valor definido em Definição de casca do PropertyManager. A orientação da espessura é exibida em relação ao meio da superfície da casca, como definido pelo valor de offset (Definição de casca do PropertyManager). Para plotagens de tensão, os resultados das faces de casca superior e inferior são exibidos. Os resultados são interpolados linearmente pela espessura da casca. Quando plotagens de tensão são investigadas, os valores de casca superior e inferior são exibidos. Armazenamento de resultados Você pode controlar a quantidade de dados de resultados armazenada no arquivo simulação de resultados, reduzindo o tamanho do arquivo e melhorando a velocidade de carregamento, especialmente para a análise transiente. Os aprimoramentos no armazenamento de resultados incluem: A opção de não armazenar os resultados de tensão e deformação no arquivo de resultado (*.CWR) para estudos estáticos. No PropertyManager Opções de resultado, limpe Tensões e deformações em Quantidades a salvar no arquivo. Somente os resultados de deslocamento e força do corpo são calculados e armazenados no arquivo de resultados. A opção padrão para o solver é calcular e armazenar todos os resultados. A opção de salvar os resultados apenas para etapas de solução selecionadas para estudos térmicos transientes. No PropertyManager Opções de resultado, selecione Para etapas de solução especificadas. Configure a primeira e a última etapas de solução, e o incremento de etapa para a etapa de solução desejada configurada. 218

219 SolidWorks Simulation Você ainda pode salvar resultados para todas as etapas da solução para vértices e pontos de referencia em sensores, em Locais para gráficos. Sensores As faixas novas de um sensor resultam de estudos transientes (não linear, dinâmico, ensaio de queda, e transiente térmico). Depois de realizar um estudo transiente, é possível plotar um gráfico dos valores armazenados para o sensor versus a variação de tempo ou a frequência das etapas de solução. Esta funcionalidade está disponível em SolidWorks Simulation Professional e acima. Definir um sensor transiente Com um sensor transiente, é possível rastrear resultados de simulação para todo o modelo ou para entidades selecionadas do modelo em todas as etapas de solução de um estudo transiente. Depois de realizar o estudo, você pode listar e criar plotagens gráficas dos dados armazenados pelo sensor transiente. Crie um estudo transiente (não linear, dinâmico, transiente térmico, ou teste de queda) Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito em Sensores e selecione Adicionar sensor. No PropertyManager: a) Em Tipo de sensor, selecione Dados de simulação. b) Em Quantidade de dados, selecione a quantidade resultante a ser rastreada pelo sensor. c) Em Propriedades selecione um Critério. Selecione Transiente para Critério de etapa. d) Clique em. Um novo ícone de sensor é criado em Sensores. Para listar os dados armazenados em um sensor transiente, clique com o botão direito no ícone do sensor em Sensores e selecione Lista. Para visualizar gráficos dos resultados armazenados em sensores transientes em 2D, clique com o botão direito no ícone sensor em Sensores Submodelagem e selecione Gráfico. Para estudos com um grande número de corpos, o novo recurso de submodelagem permite melhores resultados em áreas críticas sem ter que refazer a análise para todo o modelo. Refinar a malha para uma porção selecionada do modelo e refazer a análise apenas para o submodelo poupa tempo de computação. Esta funcionalidade está disponível em SolidWorks Simulation Professional e acima. Depois de executar seu problema com uma malha relativamente grosseira, você pode definir um grupo de corpos em um submodelo onde as tensões podem não ter sido 219

220 SolidWorks Simulation calculadas com precisão devido a cantos agudos, ou à falta de uniformidade geométrica e de carga. A malha dos corpos dentro do submodelo é refinada, e você pode reexecutar o problema para melhorar os resultados somente para o submodelo, sem recalcular os resultados para o resto do modelo. Um estudo de submodelagem é derivado de um estudo pai elegível. O estudo pai deve cumprir estas condições para ser elegível para um estudo de submodelagem: O tipo de estudo deve ser Estático ou Estático não linear com mais que um corpo e não deve ser um estudo de submodelagem. O estudo pai não pode ser um estudo de simplificação em 2D. Os corpos selecionados que compõem o submodelo não podem ter contato de Não penetração com corpos não selecionados que resulte em pressão de contato através do contorno de corte. Os corpos selecionados que compõem o submodelo não podem compartilhar conectores com corpos não selecionados. Modelo pai inadequado para submodelagem. Todos os corpos são conectados com parafusos. Princípios de submodelagem A submodelagem é baseada no princípio de Saint Venant, que diz que as tensões razoavelmente distantes de uma carga aplicada em um contorno não são alteradas significativamente se esta carga for alterada para uma carga estaticamente equivalente. A distribuição de tensão e distorção é alterada somente próxima das regiões de aplicação da carga. Você pode cortar uma porção do modelo e analisar apenas a porção selecionada desde que os deslocamentos sejam prescritos corretamente nos contornos do corte. Se os deslocamentos no contorno do corte forem calculados com precisão na primeira vez, estes deslocamentos podem ser considerados condições de contorno para a execução do submodelo. O contorno cortado do submodelo não pode passar por um contato ligado definido por junções de viga ou arestas de casca. Os contornos do submodelo devem estar adequadamente distantes das áreas de concentração de tensão. 220

221 SolidWorks Simulation Estudo de submodelagem para um recipiente sob pressão Você cria um estudo de submodelagem baseado na análise estática de um recipiente sob pressão. O estudo de submodelagem contém somente a estrutura de sustentação do modelo do recipiente sob pressão. Em seguida você refina a malha sólida da estrutura de sustentação e refaz a análise para melhorar a precisão dos resultados. Para abrir o modelo, vá para install_dir\samples\whatsnew\submodeling\pressure_vessel.sldprt. Revise os recursos de estudo Pronta Pressão: Aplica pressão de 100 psi nas faces internas do tanque. Define uma massa distribuída de 700 lbs (para gás liquidificado) dentro do tanque. Aplica uma carga de gravidade. Aplica quatro controles de malha. Criar um estudo de submodelagem Crie um estudo de submodelagem que contém apenas os corpos da estrutura de sustentação. Execute o estudo Pronto-Pressão com as configurações padrão de malha. Após a conclusão da análise, clique com o botão direito em Pronto-Pressão e clique em Criar estudo de submodelagem. 221

222 SolidWorks Simulation Da lista de corpos a serem incluídos no submodelo, selecione as quatro pernas de sustentação e quatro chapas para um total de oito corpos. Clique em. O estudo Submodelo-1 é criado. O campo deslocamento do estudo pai é transferido para o submodelo no contorno de corte. Gerar a malha do submodelo e executar o estudo Refine a malha dos corpos sólidos para melhorar a precisão dos resultados para o submodelo. Aplique uma malha fina sólida ao submodelo usando o esquema de geração de malha com base em curvatura, que cria automaticamente mais elementos em áreas de maior curvatura. 222

223 SolidWorks Simulation No estudo Submodelo-1, clique com o botão direito em Malha e clique em Criar malha. Em Densidade da malha, mova o controle para Fina. Em Parâmetros de malha, selecione Malha com base em curvatura. Em Opções, selecione Executar (solucionar) a análise. Clique em. Visualizar resultados para o submodelo Depois de executar o estudo de submodelagem, é possível plotar os resultados apenas para o submodelo. No estudo de submodelagem, abra o traçado von Mises de tensão do submodelo. Para comparar os resultados entre o submodelo e o estudo pai, ative o estudo Pronto-Pressão e plote a quantidade resultante desejada. 223

224 22 Geração de esboço Este capítulo contém os seguintes tópicos: Curvas Cênicas Dimensões Curvas Cênicas A ferramenta Cônica permite que você esboce curvas cônicas orientadas por pontos finais e pelo valor Rho. Dependendo do valor Rho, a curva pode ser elíptica, parabólica, ou hiperbólica. Em versões anteriores do software SolidWorks, era possível esboçar elipses e parábolas. No entanto, não era possível esboçar elipses ou parábolas por seus pontos finais, portanto era difícil fazê-las tangentes à geometria existente. Curvas cônicas podem referenciar um esboço ou geometria modelo existentes, ou podem ser entidades independentes. Você pode dimensionar a curva com uma direção de dimensão, e a dimensão resultante exibe o valor Rho. A entidade cônica também inclui um valor para o raio da curvatura. Esboço de curva cônica que referencia geometria existente Visualização de esboço girado 224

225 Geração de esboço Modelo concluído Para criar curvas cônicas: Abra install_dir\samples\whatsnew\sketching\conic.sldprt. O modelo contém um esboço de arco e ranhura. Clique em Cônico Esboço > Apontar. (ferramenta Esboço) ou em Ferramentas > Entidades de O ponteiro muda para. Na área de gráfico, clique no primeiro ponto final para a curva cônica como mostrado. Arraste o ponteiro para a direita para que fique tangente com o arco. Como o ponto final está preso ao esboço de arco existente, uma linha de inferência amarela é exibida tangente ao esboço. 225

226 Geração de esboço Clique no segundo ponto final, como mostrado. Arraste o ponteiro para cima. Uma linha de inferência amarela é exibida tangente ao esboço de ranhura. Arraste o ponteiro para a interseção das duas linhas amarelas de inferência. Você pode clicar na interseção das duas linhas de inferência para escolher o vértice superior da curva cônica. Clique na interseção das duas linhas de inferência para configurar o vértice superior da curva cônica. Ao selecionar a interseção das duas linhas de inferência, você garante que a curva cônica é tangente aos dois pontos finais. 226

227 Geração de esboço Arraste o ponteiro para a esquerda até que o valor Rho seja 0,75. À medida que você move o ponteiro, o valor Rho da curva cônica muda. Clique para configurar o valor Rho em 0,75. Pontos de referência são exibidos para o ombro e o vértice superior da curva. Relações tangenciais são criadas entre a curva e os esboços originais. Dimensões Você pode adicionar automaticamente dimensões a entidades de esboço se digitar um valor de dimensão enquanto esboça a entidade na área de gráfico. Anteriormente, era necessário escolher adicionar dimensões antes de esboçar uma entidade. Clique em Ferramentas > Opções > Opções do sistema > Esboço. Selecione Habilitar entrada numérica na tela na criação da entidade e Criar dimensão somente quando o valor é inserido e clique em OK. Fendas não são aceitas. Para adicionar dimensões a entidades de esboço: Clique em Opções (barra de ferramentas Padrão) ou em Ferramentas > Opções. Na guia Opções do sistema, clique em Esboço. Selecione Habilitar entrada numérica na tela na criação da entidade e Criar dimensão somente quando o valor é inserido e clique em OK. Abra um novo esboço e clique em uma entidade de esboço, como Retângulo de Canto. Arraste para a esquerda enquanto esboça o retângulo. Não solte o botão do mouse. Se soltar o botão do mouse, você sai do modo de entrada. 227

228 Geração de esboço Digite um valor para a altura da dimensão e pressione Enter. Digite um valor para a largura da dimensão e pressione Enter. Solte o botão do mouse. O retângulo foi dimensionado. 228

229 Geração de esboço 229

230 23 Sustainability Disponível como produto comprado separadamente que pode ser usado com SolidWorks Standard, SolidWorks Professional ou SolidWorks Premium. Este capítulo contém os seguintes tópicos: Impacto ambiental de peças pintadas Exportar configurações para um estudo SolidWorks Sustainability Impacto financeiro de escolhas materiais Melhor consistência de cálculo Metodologia de Avaliação de Impacto TRACI Selecionar unidades na caixa de diálogo Localizar semelhante Impacto ambiental de peças pintadas Quando uma peça é pintada, a área de superfície da peça é usada para determinar a quantidade de tinta e o impacto ambiental de pintar a peça. Usando a lista suspensa Opções de pintura na seção Fabricação do painel de tarefas Sustentabilidade, você pode indicar que uma peça tem: Nenhuma tinta Tinta à base de água Tinta à base de solvente A mudança é imediatamente visível quando você adiciona ou altera a configuração de pintura. Para a maioria das peças, a adição de tinta resulta em uma alteração relativamente pequena no impacto ambiental. 230

231 Sustainability Exportar configurações para um estudo SolidWorks Sustainability Você pode expandir a análise de Avaliação do ciclo de vida (LCA) de seus produtos salvando as configurações para um estudo SolidWorks Sustainability no GaBi Life Cycle Assessment Software (produzido por PE INTERNATIONAL). Para salvar as configurações: Na parte inferior da seção Impacto Ambiental do painel de tarefas Sustentabilidade, clique em Salvar como. Na caixa de diálogo Produção de sustentabilidade, selecione arquivo de entrada GaBi como Tipo de Arquivo. Os campos Nome do arquivo e Salvar arquivo para vão por padrão para o nome e o local da peça ou montagem para o qual você está realizando o estudo de sustentabilidade. Opcionalmente, altere o Nome do arquivo e salve o local. Não adicione uma extensão ao nome do arquivo. O software usa a extensão correta (.xml) para salvar o arquivo. Clique em OK. Voce também pode usar a caixa de diálogo Produção de sustentabilidade para: Gerar relatórios de sustentabilidade. Exportar as configurações e resultados de um estudo SolidWorks Sustainability para uma planilha para compartilhar esta informação sem compartilhar o modelo. Impacto financeiro de escolhas materiais Você pode estimar o impacto financeiro relativo de suas escolhas materiais com base no impacto financeiro por unidade de massa associada a cada material. O impacto financeiro material é a massa das peças no modelo multiplicada pela propriedade impacto financeiro para o material de cada peça. A base de dados de materiais do SolidWorks inclui valores padrão de impacto financeiro. Quando você seleciona materiais a partir da base de dados, o impacto financeiro de suas escolhas é exibido na seção Impacto Ambiental do painel de tarefas Sustentabilidade. Na caixa de diálogo Encontrar material semelhante, é possível usar o valor do impacto financeiro como uma categoria de busca para localizar materiais que cumprem suas exigências físicas e ambientais com menor impacto de custo. Se usar materiais personalizados, você pode adicionar a propriedade Impacto financeiro para atribuir valores aos impactos finaceiros dos materiais. O impacto financeiro sobre a Sustentabilidade não está relacionado ao SolidWorks Costing. 231

232 Sustainability Visualizar impacto financeiro Para exibir o impacto financeiro material de uma única peça: Abra uma peça aberta e clique em Ferramentas > Sustentabilidade. Na seção Material do painel de tarefas Sustentabilidade, selecione a Classe e o Nome de um material. Clique em Configurar material. Expanda o painel Impacto ambiental. O impacto financeiro do material é exibido na parte inferior do painel. Se esta for a primeira vez que você seleciona um material para a peça, não há impacto financeiro anterior para comparação. Somente o impacto financeiro atual pode ser eibido. Na seção Material, escolha um material diferente para a peça e clique em Configurar Material. Já que não há valores para comparação, o SolidWorks Sustainability exibe o percentual de aumento ou redução do custo. Para ver os custos reais, passe o mouse sobre as barras que exibem a mudança do impacto financeiro. 232

233 Sustainability Usar Encontrar semelhante para reduzir custos Você pode usar a caixa de diálogo Encontrar semelhante para comparar o impacto financeiro de materiais. Use este método para encontrar materiais com custo menor ao mesmo tempo em que garante que outros requisitos como a elasticidade ou a resistência à tração são cumpridos. Para encontrar materiais com menor impacto financeiro: Na área de gráficos, selecione a peça cujo custo você deseja reduzir. Na seção Material do painel de tarefas Sustentabilidade, clique em Encontrar semelhante. Na caixa de diálogo Encontrar material semelhante, estabeleça as condições exigidas e os valores para outras propriedades materiais. Para Impacto financeiro, selecione (menor que). No lado direito da caixa de diálogo Encontrar material semelhante, clique em Encontrar semelhante. Uma lista de resultados aparece na metade superior da caixa de diálogo. Na lista de resultados, clique no topo da coluna Impacto financeiro do material para classificar os materiais de acordo com o impacto financeiro. Na lista organizada, clique em um material que tem menor custo e ainda cumpre seus outros requisitos materiais. A seção Impacto ambiental é atualizada para mostrar a comparação dos impactos ambiental e financeiro de sua escolha original e de sua nova seleção. Repita a etapa 7 até identificar um substituto adequado para o material original. Clique em Aceitar. A caixa de diálogo Encontrar material semelhante é fechada e o material selecionado substitui o original na seção Material no painel de controle Sustentabilidade. Quando você calcula os resultados do estudo, a diferença de custo é considerada no impacto financeiro total. Atribuir impacto financeiro a um material personalizado Se você usa um material personalizado que não está definido na base de dados do SolidWorks, você pode adicionar impacto financeiro às propriedades do material. Você também pode personalizar um material do SolidWorks se souber que seu custo para o material é diferente do custo padrão. 233

Novidades do SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012 SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012

Novidades do SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012 SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012 Novidades do SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012 SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2012 Conteúdo Avisos legais...iii Introdução...vi 1 SolidWorks Enterprise PDM...7 Ferramenta de Administração...7 Menus personalizados

Leia mais

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2016

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2016 INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2016 Conteúdo Avisos legais...5 1 Instalação e Administração do SOLIDWORKS...8 Instalação individual ou Imagem administrativa...9 Iniciar a instalação do SOLIDWORKS...10

Leia mais

Novidades SOLIDWORKS 2012

Novidades SOLIDWORKS 2012 Novidades SOLIDWORKS 2012 Conteúdo Avisos legais...ix Destaques do SolidWorks 2012...12 1 Interface do usuário...14 Gestos do mouse e atalhos para macros e comandos...14 Documentos recentes e documentos

Leia mais

Instalação e Administração SOLIDWORKS 2013

Instalação e Administração SOLIDWORKS 2013 Instalação e Administração SOLIDWORKS 2013 Conteúdo Avisos legais...5 1 Instalação e Administração do SolidWorks...8 Instalação individual ou Imagem administrativa...9 Iniciar a instalação do SolidWorks...10

Leia mais

Instalação e Administração SOLIDWORKS 2012

Instalação e Administração SOLIDWORKS 2012 Instalação e Administração SOLIDWORKS 2012 Conteúdo Avisos legais...v 1 Instalação e Administração do SolidWorks...8 Instalação individual ou Imagem administrativa...9 Iniciar a instalação do SolidWorks...10

Leia mais

NOVIDADES SOLIDWORKS PDM 2016

NOVIDADES SOLIDWORKS PDM 2016 NOVIDADES SOLIDWORKS PDM 2016 Conteúdo Avisos legais...3 Introdução...6 1 SOLIDWORKS PDM...7 Alterações na instalação do SOLIDWORKS PDM...7 Instalação com o Gerenciador de Instalação do SOLIDWORKS...8

Leia mais

Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009

Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009 Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009 Conteúdo Comunicados...4 1 Novidades para os usuários...5 Listas de materiais...5 BOMs do SolidWorks...5 Listas de corte e BOMs de soldagem...5 Número de peça

Leia mais

Relatórios de montagem

Relatórios de montagem Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

Novidades SOLIDWORKS 2011

Novidades SOLIDWORKS 2011 Novidades SOLIDWORKS 2011 Conteúdo Novidades: Destaques do SolidWorks 2011...ix Avisos legais...11 1 Interface do usuário...13 Pesquisa do SolidWorks...13 Ícones do ProjectManager...13 Geração de relatórios

Leia mais

NOVIDADES SOLIDWORKS 2015

NOVIDADES SOLIDWORKS 2015 NOVIDADES SOLIDWORKS 2015 Conteúdo Avisos legais...11 1 Bem-vindo ao SOLIDWORKS 2015...14 Destaques:...14 Principais aprimoramentos...14 Para obter mais informações...17 2 Interface do usuário...18 Barra

Leia mais

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2014

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2014 INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2014 Conteúdo Avisos legais...5 1 Instalação e Administração do SolidWorks...8 Instalação individual ou Imagem administrativa...9 Iniciar a instalação do SolidWorks...10

Leia mais

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2015

INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2015 INSTALAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO SOLIDWORKS 2015 Conteúdo Avisos legais...5 1 Instalação e Administração do SOLIDWORKS...8 Instalação individual ou Imagem administrativa...9 Iniciar a instalação do SOLIDWORKS...10

Leia mais

Grandes Montagens. Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade.

Grandes Montagens. Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade. Grandes Montagens O que é uma Grande Montagem? Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade. Que fatores afetam o desempenho

Leia mais

NOVIDADES SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015

NOVIDADES SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015 NOVIDADES SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015 Conteúdo Avisos legais...3 Introdução...6 1 SOLIDWORKS Enterprise PDM...7 Melhorias para Copiar árvore...7 Controle de exibição de filtro em Copiar árvore...9 Avisos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS PDM 2016

MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS PDM 2016 MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS PDM 2016 Conteúdo Avisos legais...7 1 Guia de instalação do SOLIDWORKS PDM...10 2 Visão geral da instalação...12 Componentes de instalação obrigatórios...13 Componentes

Leia mais

Tour pela área de trabalho

Tour pela área de trabalho Tour pela área de trabalho Bem-vindo ao CorelDRAW, um programa abrangente de desenho e design gráfico baseado em vetor para o profissional gráfico. Neste tutorial, você se familiarizará com a terminologia

Leia mais

Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks

Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks Dassault Systèmes - SolidWorks Corporation 300 Baker Avenue Concord, Massachusetts 01742 EUA Telefone: +1-800-693-9000

Leia mais

Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks

Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia Guia do Aluno de Aprendizado do Software SolidWorks Dassault Systèmes - SolidWorks Corporation 300 Baker Avenue Concord, Massachusetts 01742 EUA Telefone: +1-800-693-9000

Leia mais

Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Livro de Exercícios

Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Livro de Exercícios Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Livro de Exercícios Dassault Systèmes SolidWorks Corporation 300 Baker Avenue Concord,

Leia mais

Explodindo montagens

Explodindo montagens Explodindo montagens Número da Publicação spse01691 Explodindo montagens Número da Publicação spse01691 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada são

Leia mais

Novidades do SolidWorks Versão 2010

Novidades do SolidWorks Versão 2010 Novidades do SolidWorks Versão 2010 Conteúdo Novidades: Destaques do SolidWorks 2010...x Avisos legais...12 1 Administração...15 Aprimoramentos da instalação...15 SolidWorks Rx...16 Diagnósticos para placas

Leia mais

NOVIDADES SOLIDWORKS 2016

NOVIDADES SOLIDWORKS 2016 NOVIDADES SOLIDWORKS 2016 Conteúdo Avisos legais...11 1 Bem-vindo ao SOLIDWORKS 2016...14 Destaques:...14 Principais aprimoramentos...15 Melhorias no desempenho...17 Para obter mais informações...19 2

Leia mais

Introdução. Abrindo o programa SolidWorks 2011

Introdução. Abrindo o programa SolidWorks 2011 SolidWorks 2011 Sumário Introdução... 1 Abrindo o programa SolidWorks 2011... 1 Conhecendo o ambiente de trabalho do SolidWorks 2011... 2 Criando um arquivo de peça... 8 Ferramentas do SolidWorks: Linha...

Leia mais

Construindo recursos procedimentais

Construindo recursos procedimentais Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Construindo recursos procedimentais Número da Publicação spse01535 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e

Leia mais

Criando desenhos detalhados

Criando desenhos detalhados Criando desenhos detalhados Número da Publicação spse01545 Criando desenhos detalhados Número da Publicação spse01545 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Novidades do SolidWorks 2009

Novidades do SolidWorks 2009 Novidades do SolidWorks 2009 Conteúdo Comunicados...ix Introdução...xi Sobre este livro...xi Como utilizar este livro...xi Conversão de arquivos para o SolidWorks 2009...xii Alterações de nomes de produtos...xii

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Tour pela área de trabalho

Tour pela área de trabalho Tour pela área de trabalho Bem-vindo ao CorelDRAW, um programa abrangente de desenho e design gráfico baseado em vetor para o profissional gráfico. Neste tutorial, você se familiarizará com a terminologia

Leia mais

Desenho no contexto de uma montagem

Desenho no contexto de uma montagem Desenho no contexto de uma montagem Número da Publicação spse01670 Desenho no contexto de uma montagem Número da Publicação spse01670 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e

Leia mais

Criando desenhos detalhados

Criando desenhos detalhados Criando desenhos detalhados Número da Publicação spse01545 Criando desenhos detalhados Número da Publicação spse01545 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015

MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015 MANUAL DE INSTALAÇÃO SOLIDWORKS ENTERPRISE PDM 2015 Conteúdo Avisos legais...7 1 Guia de Instalação do SOLIDWORKS Enterprise PDM...10 2 Visão geral da instalação...12 Componentes de instalação obrigatórios...12

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Excel 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Adicionar comandos à Barra de Ferramentas

Leia mais

Introdução ao SolidWorks (I): Funcionalidades Básicas. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca

Introdução ao SolidWorks (I): Funcionalidades Básicas. João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca Introdução ao SolidWorks (I): Funcionalidades Básicas João Manuel R. S. Tavares Joaquim Oliveira Fonseca Bibliografia n SolidWorks 2014 Teacher Guide SolidWorks n SolidWorks 2014 Student Workbook SolidWorks

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Descobrindo e analisando Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik,

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Trabalho com montagens grandes

Trabalho com montagens grandes Trabalho com montagens grandes Número da Publicação spse01650 Trabalho com montagens grandes Número da Publicação spse01650 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE

MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE MANUAL DO USUÁRIO DE SOFTWARE P-touch P700 O conteúdo deste manual e as especificações deste produto estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. A Brother reserva-se o direito de fazer alterações sem

Leia mais

Introdução aos Projectos

Introdução aos Projectos Introdução aos Projectos Categoria Novos Usuários Tempo necessário 20 minutos Arquivo Tutorial Usado Iniciar um novo arquivo de projeto Este exercício explica a finalidade ea função do arquivo de projeto

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Desenho de peça em chapa

Desenho de peça em chapa Desenho de peça em chapa Número da Publicação spse01546 Desenho de peça em chapa Número da Publicação spse01546 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários...

FOXIT READER 6.0 Guia Rápido. Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1. Leitura... 5. Trabalhar em PDFs... 8. Comentários... 10. Formulários... Sumário Sumário... II Use o Foxit Reader 6.0... 1 Instalar e desinstalar... 1 Abrir, Criar, Fechar, Salvar e Sair... 1 Definir o estilo da interface e da aparência... 4 Veja todas as diferentes ferramentas...

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Número da Publicação spse01693

Número da Publicação spse01693 Animando montagens Número da Publicação spse01693 Animando montagens Número da Publicação spse01693 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada são propriedade

Leia mais

O que há de novo no QuarkXPress 2015

O que há de novo no QuarkXPress 2015 O que há de novo no QuarkXPress 2015 CONTEÚDO Conteúdo Novidades do QuarkXPress 2015...3 Novos recursos...4 Aplicativo de 64 bits...4 Variáveis de conteúdo...4 Tabelas alinhadas...5 Notas de rodapé e notas

Leia mais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Lição 1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Visão geral do fluxo de trabalho de desenho de quadro estrutural Você pode criar segmentos de caminho e quadros estruturais usando o aplicativo

Leia mais

Inspeção de montagens

Inspeção de montagens Inspeção de montagens Número da Publicação spse01680 Inspeção de montagens Número da Publicação spse01680 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

Manual do Instrutor de Ensino do Software SolidWorks

Manual do Instrutor de Ensino do Software SolidWorks Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia Manual do Instrutor de Ensino do Software SolidWorks Dassault Systèmes - SolidWorks Corporation 300 Baker Avenue Concord, Massachusetts 01742 EUA Telefone: +1-800-693-9000

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft OneNote 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Alterne entre a entrada por toque

Leia mais

Professor Paulo Najar www.aprenderdigital.com.br

Professor Paulo Najar   www.aprenderdigital.com.br ~ 1 ~ O QUE É O BROFFICE? Broffice.org é o nome de um conjunto de programas de escritório livre (free software), disponível na internet gratuitamente (no site www.broffice.org) que oferece ferramentas

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

F1 in Schools TM Design Project com o software SolidWorks 2010

F1 in Schools TM Design Project com o software SolidWorks 2010 Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia F1 in Schools TM Design Project com o software SolidWorks 2010 For Type-R Cars Dassault Systèmes SolidWorks Corp. 300 Baker Avenue Concord, MA 01742 EUA Telefone:

Leia mais

Comparação de capacidades no Creo Parametric 3.0

Comparação de capacidades no Creo Parametric 3.0 Comparação de capacidades no Creo O Creo Parametric oferece ferramentas de modelação potentes, confiáveis e fáceis de usar que aceleram o processo de desenvolvimento do produto. O software permite modelar

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Manual do Instrutor

Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Manual do Instrutor Série de Projeto de Engenharia e Tecnologia Uma introdução a aplicações de análise de movimento com o SolidWorks Motion, Manual do Instrutor Dassault Systèmes SolidWorks Corporation 300 Baker Avenue Concord,

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia de gerenciamento de ativos Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste material

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

Sistemas Eletrônicos de Apresentação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 47p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Sistemas Eletrônicos de Apresentação. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 47p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Ismael Souza Araujo Pós-graduado em Gerência de Projetos PMBOK UNICESP, Graduado em Tecnologia em Segurança da Informação - UNICESP. Professor de concurso da área de informática e consultor em EAD.

Leia mais

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão Word 2003: Arquivo Novo > Botão Office Novo Abrir... > Botão Office Abrir Fechar > Botão Office Fechar Salvar > Barra de Ferramentas de Acesso Rápido Salvar Salvar > Botão Office Salvar Salvar como > Botão

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello

Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1. João David G. Prevedello Apostila Curso Inclusão Digital na Terceira Idade Módulo Avançado Unicruz 2015/1 João David G. Prevedello Básico Teclado e Mouse Um teclado tem mais de 100 teclas, existem de várias cores, formatos, cabos,

Leia mais

Construindo recursos de tratamento

Construindo recursos de tratamento Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Construindo recursos de tratamento Número da Publicação spse01530 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a

Leia mais

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P Características da Look 312P 1 2 3 Lente Foco manual pelo ajuste da lente. Bolso Você pode colocar o cabo no bolso. Corpo dobrável Ajuste a Look 312P em diferentes posições. Instalação da Look 312P 1.

Leia mais

CA Clarity PPM. Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM. Release 13.2.00

CA Clarity PPM. Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM. Release 13.2.00 CA Clarity PPM Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM Release 13.2.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981 Conceitos Básicos e Gerenciamento de Arquivos WINDOWS EXPLORER Profa. Leda G. F. Bueno WINDOWS Sistema operacional criado pela Microsoft Corporation Característica Principal características o uso de janelas

Leia mais

Conheça o seu telefone

Conheça o seu telefone Conheça o seu telefone O nome MOTOROLA e sua logomarca estilizada M estão registrados no Escritório de Marcas e Patentes dos EUA. Motorola, Inc. 2008 Algumas funções do telefone celular dependem da capacidade

Leia mais

Corel Draw 12. Enviado por: Jair Marcolino Felix. Rua Dr. Osvaldo Assunção nº 72 Tucano BA Próximo a Escola de Artes e Ofícios (antigo CESG)

Corel Draw 12. Enviado por: Jair Marcolino Felix. Rua Dr. Osvaldo Assunção nº 72 Tucano BA Próximo a Escola de Artes e Ofícios (antigo CESG) Corel Draw 12 Enviado por: Jair Marcolino Felix Corel Draw 12 O Corel Draw é um programa de design gráfico pertencente à Corel.O Corel Draw é um aplicativo de ilustração e layout de página que possibilita

Leia mais

UMC Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples projeto Projeto.

UMC Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples projeto Projeto. UMC - Tecnologia de Automação Industrial Desenho 3 Prof.: Jorge Luis Bazan. Modulo 2 Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples a) Defina um novo projeto para conter

Leia mais

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER 1 1 Editor de Texto BrOffice Writer O Writer é o editor de texto do pacote OpenOffice, que corresponde ao Microsoft Word. Um editor de texto é um programa com recursos para formatação de texto que poderá

Leia mais

Microsoft PowerPoint

Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint é utilizado para desenvolver apresentações. Os trabalhos desenvolvidos com este aplicativo normalmente são apresentados com o auxílio de um datashow. Apresentações

Leia mais

Migrando para o Word 2010

Migrando para o Word 2010 Neste guia O Microsoft Word 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber as partes principais da nova interface,

Leia mais

O PaperPort 12 Special Edition (SE) possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos.

O PaperPort 12 Special Edition (SE) possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos. Bem-vindo! O Nuance PaperPort é um pacote de aplicativos para gerenciamento de documentos da área de trabalho que ajuda o usuário a digitalizar, organizar, acessar, compartilhar e gerenciar documentos

Leia mais

Seu manual do usuário DYMO LABEL V.8 http://pt.yourpdfguides.com/dref/2816926

Seu manual do usuário DYMO LABEL V.8 http://pt.yourpdfguides.com/dref/2816926 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para DYMO LABEL V.8. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a DYMO LABEL V.8

Leia mais

Microsoft Power Point - Manual de Apoio

Microsoft Power Point - Manual de Apoio Microsoft Power Point - Manual de Apoio Pág. 1 de 26 Apresentação e introdução O ambiente de trabalho do Power Point. Abrir, guardar e iniciar apresentações. Obter ajuda enquanto trabalha. Principais barras

Leia mais

Desenho de peça em chapa

Desenho de peça em chapa Desenho de peça em chapa Número da Publicação spse01546 Desenho de peça em chapa Número da Publicação spse01546 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Aspectos Avançados. Conteúdo

Aspectos Avançados. Conteúdo Aspectos Avançados Conteúdo Vendo o que existe em seu computador Ambiente de Rede Lixeira Organizando arquivos e pastas Usando o Windows de maneira eficaz Trabalhando com documentos 34 Vendo o que existe

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Revisão de montagens

Revisão de montagens Revisão de montagens Número da Publicação spse01655 Revisão de montagens Número da Publicação spse01655 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada são

Leia mais

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento Configurar o Word FIGURA 1.26 Serviços ligados 1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento O Microsoft Office 2013 apenas tem disponíveis ligações a serviços de armazenamento proprietários da Microsoft.

Leia mais

O que há de novo no PaperPort 12? O PaperPort 12 possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos.

O que há de novo no PaperPort 12? O PaperPort 12 possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos. Bem-vindo! O Nuance PaperPort é um pacote de aplicativos para gerenciamento de documentos da área de trabalho que ajuda o usuário a digitalizar, organizar, acessar, compartilhar e gerenciar documentos

Leia mais

SMART Ink. Sistemas operacionais Windows. Simplificando o extraordinário. Guia do usuário

SMART Ink. Sistemas operacionais Windows. Simplificando o extraordinário. Guia do usuário SMART Ink Sistemas operacionais Windows Guia do usuário Simplificando o extraordinário Informações sobre marcas comerciais SMART Ink, SMART Notebook, SMART Meetin Pro, Bridit, smarttech, o lootipo da SMART

Leia mais

SMART Ink 3.1 GUIA DO USUÁRIO PARA SISTEMAS OPERACIONAIS WINDOWS

SMART Ink 3.1 GUIA DO USUÁRIO PARA SISTEMAS OPERACIONAIS WINDOWS SMART Ink 3.1 GUIA DO USUÁRIO PARA SISTEMAS OPERACIONAIS WINDOWS Informações sobre marcas comerciais SMART Ink, SMART Notebook, SMART Meeting Pro, Pen ID, smarttech, o logotipo e todos os slogans da SMART

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais