NOVOS CAMPOS ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! 002 Utilizando o campo Folha de Cálculo. Novo campo «Folha de Cálculo»

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOVOS CAMPOS ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! 002 Utilizando o campo Folha de Cálculo. Novo campo «Folha de Cálculo»"

Transcrição

1

2 ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! A nova versão 20 oferece-lhe uma incomparável eficiência e aumenta a sua diversão desenvolvendo aplicações. Esta nova versão traz 920 novos recursos às suas equipas que as irão tornar ainda mais eficientes neste nosso mundo em constante evolução. Novos campos, desempenho impulsionado, maior interoperabilidade, fazem parte dos 920 novos recursos encontrados na versão 20. Construir sobre a sua existente experiência, aproveitando as novas tecnologias: este é o benefício proveniente desta versão 20 Ao mudar para a versão 20, as suas aplicações ganham automaticamente novos recursos, velocidade, qualidade e suporte às mais recentes evoluções tecnológicas. WINDEV 20, WEBDEV 20 e o WINDEV Mobile 20 são as suas ferramentas de trabalho. Torna-se mais eficiente e as suas criações, mais rápidas e robustas. O objetivo constante da nossa equipa é bastante claro: A sua satisfação e o seu sucesso, em todos os ambientes e hardware. Estamos orgulhosos de lhe apresentar a versão 20: é um dever ter esta versão, que em breve se tornará a sua versão favorita. 001 NOVOS CAMPOS Novo campo «Folha de Cálculo» Folhas de Cálculo são dos instrumentos mais usados frequentemente como ferramentas de negócio. A nova versão 20 do WIN- DEV oferece um novo tipo de campo: O campo «Folha de Cálculo» O campo «Folha de Cálculo» é um campo nativo: não requer qualquer software de folhas de cálculo para ser instalado no computador (logo, nenhuma licença para administrar). Com este novo campo acabaram-se as comutações entre aplicações, é o final da gestão de software externo! Toda a flexibilidade de uma folha de cálculo diretamente nas suas aplicações. 002 Utilizando o campo Folha de Cálculo O utilizador final pode digitar dados e fórmulas directamente no novo campo «Folha de Cálculo» do WINDEV 20. As fórmulas são calculadas automaticamente: cada vez que uma célula é modificada a folha é actualizada e recalculada. Os dados também podem ser injectados por meio de programação, a partir de outros campos da janela, variáveis ou campos de base de dados. Como campo, na sua extensão, o campo folha de cálculo é totalmente integrado com o resto da aplicação. Os dados inseridos, bem como os resultados do cálculo podem ser Legenda WD WB : A legenda indica em qual produto a novidade se encontra disponível. 3

3 usados diretamente pela janela, à semelhança de qualquer outro campo. A ligação com o resto da aplicação é fácil e rápido. 003 Inserindo fórmulas Com o novo campo folha de cálculo, o utilizador final regista diretamente as suas fórmulas de cálculo. As células utilizadas podem ser seleccionadas com o rato. Na versão 20, o campo folha de cálculo oferece os seguintes operadores e funções de cálculo essenciais: soma, subtracção, multiplicação, divisão, percentagens, média, min-max, condição (SE), operadores de cálculo e comparação... Também pode usar funções WLanguage nas fórmulas, tais como as funções matemáticas, ou as funções de cadeia, funções de data, as funções financeiras,... Também pode usar nas fórmulas alguns procedimentos WLanguage criados para esse efeito, na aplicação. Por exemplo, a sua aplicação pode oferecer o procedimento de «custos de envio» para calcular o montante com base em parâmetros avançados: peso, volume, velocidade, país de destino,... O utilizador final pode usar este procedimento dentro da folha de cálculo! Extrema flexibilidade OpenOfficeCalc, FreeOffice,... O campo Folha de Cálculo lê folhas de cálculo Excel (XLS, XLSX). Esta compatibilidade permite reutilizar folhas de cálculo existentes, ou reutilizar cálculos realizados no campo Folha de Cálculo do WINDEV 20. As Follhas de Cálculo existentes da sua empresa, específicas para comércio, podem ser directamente integradas nas aplicações WIN- DEV: capitalize o conhecimento da sua empresa. Ao ler uma folha de cálculo criada por um software de folhas de cálculo de terceiros, as funções não reconhecidas serão ignoradas quando o visualizar e um erro #Error surgirá. Note que se esta função for precisa, pode ser programada em WLanguage. Uma folha de cálculo em Excel... O NOVO CAMPO FOLHA DE CÁLCULO 004 AAF do campo folha de cálculo A mesma folha de cálculo importada para o campo Folha de Cálculo de uma janela WINDEV O termo AAF (Automatic Application Features, encontra-se disponível em todas as aplicações WINDEV) é bastante apreciado pelos utilizadores finais. Na versão 20, o novo campo Folha de Cálculo oferece um largo número de Automatismos de Aplicação: selecção de células: individual, linha, coluna, rectângulo, grupos dispersos altura e largura da célula formatação de dados dentro das células: fonte, texto, cor, alinhamento, formatação de dados (máscara) copiar/colar, com tradução automática das referências da célula em fórmulas procurar pelo conteúdo das células undo/redo exportar/importar para Excel persistência de dados (armazenar automaticamente o conteúdo de uma folha de cálculo) Nada a programar! 005 Compatibilidade com softwares de folha de cálculo Excel,... O conteúdo de um campo folha de cálculo pode ser guardado (ou aberto) directamente em formato Excel (formato XLSX). O campo Folha de Cálculo é directamente compatível com Excel, O campo Folha de Cálculo respeita todos os standards 006 Programar no campo Folha de Cálculo O código WLanguage pode aceder as células através do operador [ ] Exemplo: Quantity is int = SPRD_Spreadsheet[ A2 ] SPRD_Spreadsheet[ A5 ] = Paris Uma célula de uma folha de cálculo pode ser usada como qualquer outro campo WINDEV. As suas propriedades podem ser modificadas e/ou recuperadas como qualquer campo. A nova família de funções Spreadsheet permite-lhe programar o novo campo Folha de Cálculo presente nesta versão 20. A nova função SpreadsheetInsertRow permite-lhe inserir uma linha completa numa folha de cálculo. A nova função SpreadsheetRecalculateAll força o recálculo de todas as fórmulas. A nova função SpreadsheetAddFormula permite-lhe estabelecer uma fórmula de cálculo para uma célula. A programação opcional do campo Folha de Cálculo é feita facilmente em WLanguage: a sua equipa já sabe como programar este campo! Se necessário, pode facilmente programar o campo Folha de Cálculo. 007 Iniciar o campo Folha de Cálculo O campo Folha de Cálculo pode ser inicializado (contendo valores e/ou fórmulas) usando métodos diferentes assim que ele é apresentado: entrada directa no editor WINDEV por programação ao carregar um ficheiro Excel (xlsx) quando inicializa o campo. Poupa tempo ao utilizador final. 008 Novo campo mapa «Google Maps» WINDEV 20 oferece um novo tipo de campo «Google Maps» Este novo campo Mapa permite-lhe exibir mapas do tipo «Google Maps» directamente numa aplicação ou site. O mapa apresentado é totalmente interactivo O utilizador final pode mover ou ampliar o mapa. Antes de implementar este campo, verifique por favor, a licença oferecida pela Google para o «Google Maps». Exemplo Google Maps Apresentação de uma rota num campo Google Maps 4 5

4 Exiba mapas, itenerários Google Maps directamente nas suas aplicações. 009 As características do campo Google Maps (AAF) Com o campo Mapa no WINDEV 20, o utilizador final pode: apresentar o mapa em modo mapa ou satélite ampliar ou diminuir a imagem mover-se dentro do mapa veja os Pontos de Interesse (POI) encontrados no mapa. mudar o modo de visualização para Street View Todas estas operações são realizadas de forma intuitiva pelo utilizador final, utilizando o rato, da mesma forma que se utiliza a aplicação do Google Maps. Não há nada a programar na aplicação para o utilizador final poder beneficiar destas características. Estes recursos são chamados de «AAF» (Automatic Application Features). O utilizador final pode mover-se facilmente. 010 Programar o campo Mapa Um largo número de funções WLanguage da família Map permitem-lhe trabalhar facilmente com o campo Mapa: escolha a morada apresentada no mapa coloque marcadores no mapa defina rotas recuperar as informações da posição de um ponto O campo Mapa do WINDEV é compatível com o campo Mapa do WINDEV Mobile e WEBDEV 20. Programe mapas. 011 Separadores do estilo «Chrome» nas suas aplcações WINDEV 20 (Separadores dinâmicos - MDI) Este novo modo de gestão de separadores na versão 20 permite exibir várias janelas dentro da mesma janela. A mudança de uma janela para a outra é efectuada através dos separadores, utilizando uma implementação semelhante à dos navegadores. Os separadores da janela principal podem ser recolocados numa segunda janela, por exemplo, simplificando o processamento de dados. E, obviamente, o modo MDI continua disponível Quais os benefícios para o utilizador final? abra diversas janelas simultaneamente abra em simultâneo vários formulários de clientes apresente uma lista de clientes e abra diversos formulários de clientes mantenha a lista de clientes aberta num segundo ecrã alterne rapidamente de uma janela para outra sem perder o seu conteúdo e a posição do cursor O utilizador final pode também: reorganizar os separadores fechar os separadores Ofereça interfaces fáceis do tipo navegador. A configuração dos separadores pode ser armazenada no computador do utilizador final. Um comportamento do tipo navegador para as suas aplicações Windows, sem ter que codificar nada! 012 Separadores dinâmicos - MDI: criação Criar um campo de separadores MDI é fácil. Simplesmente crie o campo separadores MDI como actualmente faz com o campo separador. A nova família de funções Tab permite-lhe gerir multi-separadores MDI. Uma vez que o campo é criado no editor de janelas, basta evocar no código, a função TabOpenpara acrescentar um separador contendo a janela. A função TabOpen aceita parâmetros, como um identificador de clientes, por exemplo. O botão «+» pode ser configurado: o programador decide qual a sua acção. Por exemplo: abrir um menu popup abrir uma lista de janelas abrir um novo documento Os separadores podem-se posicionar horizontalmente ou verticalmente, no topo ou em rodapé, na esquerda ou na direita. Pode ser aplicado um estilo aos separadores Âncoras inclusive. Programação regular com o WINDEV para um interface mais amigável. 013 novidade W D WB Novo campo «Vídeo Conferência»: visão global Primeiro, vejamos a diferença entre um campo de «Vídeo Conferência», um campo «Câmera» e um campo «Mutimédia» O campo multimédia é utilizado para reproduzir vídeos provenientes de um ficheiro. O campo câmera permite-lhe exibir um vídeo ao vivo através da webcam no computador onde a aplicação está instalada. O campo de vídeo conferência permite-lhe exibir um vídeo através da webcam num outro computador, local ou remoto. Para criar uma conferência de vídeo necessita de uma janela que contenha 2 campos de vídeo conferência, um para a webcam local e outro para a webcam de um computador remoto! A versão 20 do WINDEV oferece o campo «Vídeo Conferência». Dentro das muitas utilizações deste campo: vídeo conferência, obviamente, monitorização de vídeo + áudio monitorização de som exclusivamente telefone Uma utilização intensiva deste campo poderá ser aplicada à vigilância de instalações. A sua própria vídeo conferência de forma simples! 014 Novo campo «Vídeo Conferência»: automático O campo «Vídeo Conferência» do WINDEV 20 permite-lhe ligar duas aplicações com um canal de vídeo e áudio. Os utilizadores finais vão falar ao vivo, uns com os outros, através das suas aplicações. Numa aplicação clássica, cada utilizador final conectado à conferência de vídeo vê a imagem da sua própria webcam, bem como as imagens dos outros participantes. O campo pode também ser utilizador apenas em modo «áudio» ou modo «vídeo». Os computadores ligados via vídeo conferência têm de estar ligados a um microfone e/ou a uma webcam. Graças a este campo, o programador poderá desenvolver facilmente aplicações de trabalho colaborativo. O campo «Vídeo Conferência» é compatível com todas as versões Windows: XP, Vista, 7, 8, Factor mportante e bastante facilitador: o novo campo «Vídeo Conferência» não requer a instalação de programas adicionais (codecs, plugins,...) no computador do utilizador final. Uma aplicação que utilize o campo «Vídeo Conferência» funciona no instante, sem ser necessária nenhuma configuração especial ou instalação a executar. Sem instalação necessária a executar e sem necessidade de codecs para funcionar. 015 Vídeo conferência!!! Campo «Vídeo Conferência»: Como conectar duas aplicações? A programação do campo «Vídeo Conferência» é efectuada através da família de funções Stream. Conectar duas aplicações através do campo de «Vídeo Conferência» na versão 20 é muito fácil: São necessários apenas dois passos. 1: A primeira aplicação estabelece a conexão utilizando a função de WLanguage StreamConnect para iniciar a conexão. 2: A segunda aplicação é notificada pelo pedido de conexão através do processo Connection request. A aplicação decide que acção executar: faça soar um som no seu PC, aceite a conexão utilizando a função de WLanguage StreamAccept... Não é necessário gerir nada. Sincronização, perda de qualidade, codificação e compressão dos vídeos, gestão das camadas, etc... é tudo automaticamente gerido pelo WINDEV 20. No WINDEV 20 encontrará um exemplo completo (com código de fonte) de uma vídeo conferência. Programação simples 6 7

5 016 EVOLUÇÃO DO CAMPO CUBO «PVT» PVT: grandes evoluções Entre todas as novidades oferecidas, pode também inverter duas dimensões exibidas de uma tabela. O utilizador final pode mover o critério de um eixo para outro. Por exemplo, em vez de agrupar os produtos por Cor e depois por Material, o utilizador por agrupá-los (num só clique) por Material e só depois por Cor. Desta forma, o utilizador pode analistar os dados de acordo com o critério que acha mais importante. Vantagens significantes em termos de performance: esta operação é instantânea e não necessita de recalculo por parte do Cubo. O utilizador final pode instantaneamente reorganizar os dados no seu PVT Na versão 20, o PVT (Pivot Table, ou rolap Cube) retira partido de um elevado número de evoluções e Funções Automáticas (AAF) solicitadas pelo utilizador final (muitas vezes por decisores). O campo PVT Cubo é um trunfo importante para as aplicações desenvolvidas com WINDEV. é normal que este evolua constantemente pois são características que os utilizadores finais esperam. Quem toma as decisões fica feliz! Girando um Cubo PVT Neste exemplo, é difícil comparar a evolução da Receita Bruta por país. / Girando o PVT: é muito mais fácil ver a evolução de um país, por ano, após a sua rotação Com o mesmo PVT... PVT é arte! Invertendo as dimensões (critérios) de um Cubo PVT Análise por país: podemos analisar os produtos vendidos para cada país/invertendo as dimensões de «produtos» e «países»: Análise por produto: Para cada um dos produtos é possível analisar a sua distribuição por país Com o mesmo PVT... Análise por ano PVT: Multi-selecção Na versão 20, o utilizador final pode seleccionar várias colunas ou linhas ao mesmo tempo (utilizar a combinação standard de teclas Ctrl + Shift). Graças a esta novidade, todas as colunas seleccionadas podem ser eliminadas, agrupadas e desagrupadas com um só clique. O utilizador final pode também seleccionar várias células a fim de, por exemplo, destacá-las através da mudança da sua cor de fundo. Multi-selecção, finalmente! O utilizador final decide que informação é pertinente para os cálculos. 022 PVT: dados de SQL Server, Oracle, MySQL... (Preencher com programação) Análise por país Análise por produto Análise por país Na versão 20, o utlizador final pode girar o PVT: alternar entre linhas e colunas, e apresentar os dados na orientação que faz mais sentido para a análise a executar. O «critério de inversão» e «rotação» do automatismo do campo PVT, deixa o decisor comparar os dados da forma que ele quer, sem ter que programar nada. 020 Exibir todas as linhas/colunas (até as que estão em branco) Em versões antigas, quando uma coluna ou uma linha não continham qualquer dado, não eram exibidas. Na versão 20, uma opção permite-lhe exibir todas as linhas e colunas, mesmo aquelas que não contêm quaisquer dados. Isto permite uma comparação mais simples dos dados. Esta opção está disponível por dimensão. Vista simétrica dos dados 021 Eliminação de colunas Na versão 20, o utilizador final pode eliminar colunas ou linhas. Os cálculos (totais, médias,...) são recalculados. Por vezes os dados são provenientes de fontes heterogéneas (SQL Server, Oracle, MySQL, etc.) ou que não podem ser extraídos directamente do banco de dados. Por exemplo, a extração de dados requer por vezes operações de programação como o filtrar ou consolidar. Nestes casos, é necessário preencher o campo PVT por programação. Agora já pode faze-lo com a versão 20: basta simplesmente definir e preencher uma matriz de estruturas que contenha os dados e definir a ligação do campo de tabela dinâmica com este array de estruturas Permite-lhe a utilização do campo PVT com outras fontes de dados que não uma base de dados HFSQL 023 PVT: estilo da célula A mesma célula PVT pode conter vários fragmentos de dados: por exemplo uma Quantidade e um Receita Bruta. Agora na versão 20 é possível personalizar o estilo de cada elemento da célula: cor, fonte, cor de fundo, linha de separação

6 027 PVT: Cancelamento GRÁFICO Por outro, este tipo de gráficos são bastante interactivos: ao clicar numa secção receberá todos os detalhes sobre o sub-nível dessa mesma secção. Personalização completa. 024 PVT: Eye-Magnet (Formatação condicional) nas células O Eye-Magnet é um recurso de base do WINDEV na edição de campos. Eye-Magnet permite-lhe automaticamente modificar a aparência de um campo baseado numa condição (esse recurso também é apelidado de «formatação condicional» por outro software). Por exemplo, Eye-Magnet pode converter para vermelho as células de um PVT cujos seus valores sejam negativos. A característica do Eye-Magnet também pode ser utilizada nas células de um campo Tabela dinâmica. Os benefícios para o utilizador final do Eye-magnet (formatação condicional) no PVT, e não há nada a programar. Um novo botão de cancelamento está disponível na barra de progresso do cálculo. O utilizador tem a possibilidade de cancelar um cálculo PVT. O utilizador final pode interromper um cálculo. 028 PVT: Encontre automatismos AAF (Ctrl + F) Na versão 20, é possível encontrar automatismos AAF (Recursos Automáticos da Aplicação). Um utilizador final pode aplicar pesquisas dentro das células ou nos títulos de uma Tabela Pivot. Encontre facilmente fragmentos de dados 031 Novo tipo de Gráfico: Gráfico Sunburst O WINDEV já oferece um largo número de gráficos. Um novo tipo de gráfico é agora introduzido na versão 20 do WIN- DEV. Apresentamos o gráfico «Sunburst». O gráfico sunburst é um gráfico circular que contém vários níveis de dados hierárquicos. Por exemplo, o gráfico apresenta dados para todo o mundo. O primeiro nível corresponde aos dados agrupados por continentes. O segundo nível corresponde aos dados agrupados por país... Um gráfico Sunburst contém tantos níveis quanto o necessário. Existem duas grandes vantagens neste tipo de gráfico: Por um lado, oferece uma apresentação concisa e organizada de um grande número de dados. Novo campo «Gráfico Sunburst» Represente dados complexos de uma forma visual PVT: AAF: coloração, com memorização da última escolha PVT: Uma legenda por cada célula com dados Uma célula PVT pode conter diversos valores. A que é que estes valores correspondem? De forma a ajudar o utlizador final, na versão 20, o PVT pode exibir uma legenda para cada valor. O mecanismo AAF oferece-lhe por defeito, a cor escolhida anteriormente para colorir o fundo da célula num PVT : isto evita operações extra. Uma pequena e bastante útil novidade! 030 PVT: AAF: adição de semana/mês/trimestre O utlizador final sabe aquilo que lê! 026 Célula PVT: números, durações, datas... Antes da versão 20, uma célula PVT aceitava apenas números. Na versão 20, uma célula PVT aceita qualquer tipo de dados: uma duração, uma data,... Pode também exibir máscaras adaptadas ao conteúdo das células. O PVT exibe qualquer tipo de dados Num PVT, o programador pode não ter considerado qual o melhor período para o utilzador final. Por exemplo, se o PVT oferece apenas meses, o utilizador final pode querer exibir um agrupamento mais abrangente, por trimestres ou semestres. Na versão 20, um novo automatismo AAF oferece esta possibilidade ao utilizador final. Os períodos oferecidos são: Ano Semestre Trimestre Meses Quinzena Semana Dia Configuração pelo utilizador final 10

7 Benefício proporcionado por esta novidade: Fácil impressão 035 novidade aceda a dados armazenados em qualquer tipo de gráficos W D W M Se o componente vertical da mira corta várias linhas, é exibido o valor para cada cruzamento. No caso de uma mira que cruze várias linhas, o conteúdo da dica pode ser personalizado. A cor da mira pode ser personalizada. A espessura da mira também é personalizável. Gestão de projetos na nuvem é fácil. PCSCloud, uma subsidiária da PC SOFT, oferece o armazenamento e partilha dos seus projectos WINDEV, WEBDEV e WINDEV Mobile, o acesso ao SCM (trabalho colaborativo), Centro de Controle de dados e armazenamento das configurações para os ambientes de desenvolvimento das suas equipas. Os recursos oferecidos estão constantemente a evoluir, e novos recursos são introduzidos no decorrer de cada ano. Aceda aos seus projectos em qualquer parte do mundo. 032 Navegação no campo «Gráfico Sunburst» O novo campo WINDEV 20 «Gráfico Sunburst» é um campo totalmente interactivo. O utlizador final pode clicar numa secção do gráfico para visualizar os detalhes sobre essa secção: a secção clicada torna-se o centro do gráfico e à sua volta são apresentados os seus sub-níveis. E assim por diante Clicando no centro do gráfico sobe um nível. A exibição do detalhe é automática: é gerido pelo campo Uma animação visualiza a transição entre os níveis de gráfico. O valor dos dados sobrevoados pelo rato são exibidos numa caixa. Por defeito, as cores radiais por nível são geridas automaticamente. Pormenor de detalhe da estrutura de dados. 033 Um novo gráfico sunburst preenchimento de um gráfico Sunburst O gráfico Sunburst é preenchido e trabalhado atráves da nova família de funções WLanguage, grsunburst. O gráfico é iniciado com base nos mesmos princípios que o campo Treeview: os dados são organizados hierarquicamente. As cores das secções são definidas automaticamente mas o programador pode especificá-las através de programação. Fácil inicialização 034 imprimir um gráfico Sunburst Relatórios criados na versão 20 suportam gráficos Sunburst. Portanto é muito fácil imprimir este gráfico. Na versão 20, uma nova função WLanguage permite-lhe reler os valores de incialização de um gráfico. Por exemplo, num gráfico de barras, a aplicação pode recuperar o valor do índice. Isto permite, por exemplo, reler dados sem ter que os armazenar, ou executar cálculos tais como achar o min ou máx. Exemplo da função: grgetdata, grscattergetdataxy, grstockgetdata,... Aceda a dados sem ter que os armazenar. 036 Gráficos: nova aparência para os quadros de ajuda Num gráfico, quando o cursor passa por cima dos dados, surge um quadro de ajuda. Por defeito, este quadro de ajuda contém o valor e o texto das séries e categorias. O seu conteúdo pode ser personalizado. Na versão 20, a apresentação deste quadro de ajuda foi melhorado: as dicas surgem instantaneamente para uma melhor leitura o rebordo do quadro de ajuda utiliza a mesma cor que a série de modo a pode ser instantaneamente associado visualmente o quadro é semi-transparente para que o gráfico seja visível por baixo. uma seta aponta precisamente para o ponto alvo Simplifica a leitura dos dados de um gráfico. 037 Gráfico crosshair Num gráfico, o tipo de linha muitas vezes dificulta a visualização do valor nos eixos para um ponto que está longe de ser desses eixos. Graças ao novo recurso de leitura em forma de mira, agora incluído em todos os gráficos, o utilizador final pode saber exatamente o valor que está sendo apontado. Todos os gráficos (com eixos) no WINDEV 20 beneficiam automaticamente deste novo recurso leitura, a mira. O utilizador passa num ponto do gráfico e a mira surge! Aqui uma mira simples e múltiplas miras. O utilizador final posiciona-se dentro dos gráficos. 038 NUVEM Projectos na nuvem TOTALMENTE COMPATÍVEL COM AS VERSÕES ANTERIORES 039 Aplicações, sites,... na nuvem PCSCloud também cuida do suporte de hardware para que lhe seja possível durante a implementação das suas aplicações: hospedar sites Webdev, hospedar Webservices criados com o WINDEV ou Webdev, acesso à sua base de dados HFSQL (e HyperFileSQL), armazenamento e ativação da instalação para aplicações WINDEV através de uma simples ligação à Internet ou mesmo o suporte para replicação universal de dados... Aqui, as evoluções estão sempre a acontecer de forma a aceder às suas necessidades constantes. Livre-se da dor de cabeça do hardware durante a sua implementação das sua aplicações: concentre-se na sua principal competência. WINDEV 20 respeita os seus activos existentes. A migração entre WINDEV 7.5, 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 18 ou 19 e WINDEV 20, não é necessária: Para trabalhar com a versão 20. apenas necessita de recompilar a sua aplicação. Passar do WEBDEV 7, 9,10, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 18 ou 19 para WEBDEV 20 é também muito fácil. Componentes existentes (versão 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 18 ou 19) trabalham directamente (sem ser preciso recompilação) com as aplicações na versão 20. A Versão 20 abre directamente projectos criados com as versões 7.5, 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16, 17, 18 ou 19. Projectos antigos (5.5,...) terão de ser migrados. E, claro, podem coexistir no seu PC diferentes versões dos seus ambientes, uma licença da versão 20 pode ser utilizada em versões anteriores (19, 18, 17, 16, 15, 14, 12, 11, 10, 9, 8, 7.5, 5.5,...) 12 13

8 040 AMBIENTE Centro de Monitorização de Projectos: gestão integrada de projeto numa única ferramenta O «Centro de Monitorização de Projectos» passa por uma reforma radical na versão 20. O Centro de Monitorização de Projectos agora agrupa todas as informações sobre os projetos numa interface do género dashboard. Este agora inclui as informações do Centro de Controle de Qualidade: a informação é integrada na mesma interface. Separadores proporcionam um navegação intuitiva entre as várias funcionalidades: lista de tarefas, lista de requisitos, gestão de bugs, estatísticas, gráficos,... Desenvolver de forma ágil torna-se mais fácil. Reduza a complexidade da gestão de projectos. 041 Centro de Monitorização de Projectos: visão geral O Centro de Monitorização de Projecto tem o seu próprio painel. Dentro dos widgets disponíveis, os seguintes novos widgets são agora introduzidos: conclusão prevista na barra de progressão (requisito de conclusão) lista de tarefas e activações de tarefas em progressão detecção de requisitos de bloqueio visualização das informações básicas de um colaborador visualização da tarefa actual de um colaborador distribuições dos erros que esperam ser corrigidos pelos colaboradores contagem de erros por colaborador auditoria de uma lista de requisitos contador de pedidos pendentes lista de erros pendentes requisitos de distribuição Esta visão permite-lhe ter todos os mostradores essenciais numa página: A tomada de decisões inteligentes torna-se mais fácil. Visão geral = melhor tomada de decisão. 042 Centro de Monitorização de Projectos: Benefícios» da Monitorização de Projectos O Centro de Monitorização do Projeto permite-lhe, como seu nome sugere, controlar facilmente projetos de qualquer tamanho. O gestor de projeto pode ver o painel de um único programador ou de um conjunto de programadores. O gestor de projecto pode editar e gerir a lista de exigências. O gestor de projecto pode definir e acompanhar a agenda dos programadores em tempo real, e controlar o andamento do projeto desta forma. A qualquer momento pode ser criado um gráfico de Gantt. O Centro de Monitorização do Projeto é adequado para todos os métodos de desenvolvimento e, especialmente, o método de desenvolvimento «agile». O gestor de projecto acompanha o seu projeto com confiança (e metodicamente). 043 Centro de Monitorização de Projectos: benefícios» programador Com o Centro de Monitorização do Projeto, o programdor pode a qualquer momento ter acesso a uma visão geral das tarefas a executar: agendar tarefas tarefas críticas que estão bloqueando outros programadores erro a processar tarefas que ultrapassaram o seu prazo inicial Desta forma, o programador pode escolher as tarefas que têm um impacto imediato sobre o andamento do projeto. A lista de erros dos seus módulos é constantemente visível. Desta forma, o programador está livre dos vínculos de gestão de tempo, e tem um melhor entendimento de todas as tarefas e seu impacto. O Centro de Monitorização do Projecto traça o caminho, sem esforço Centro de Monitorização de Projectos: benefícios Cliente Aqui, o «cliente» é a empresa que contratou uma equipa para desenvolvimento interno ou o cliente que contratou um terceiro para desenvolver as suas aplicações. Graças à melhoria do acompanhamento do projeto devido ao novo Centro de Monitorização do Projecto, os prazos de entrega são melhor controlados, o que reduz o tempo de entrega. Uma vez que os projectos são geridos da melhor forma, os departamentos dão-se melhor. Uma vez que o programa seja distribuído, o Centro de Monitorização de Projectos oferece a rápida correcção de erros, assim como o melhor acompanhamento na solicitação de alterações. O cliente recebe rapidamente os seus programas e com uma qualidade superior. O NOVO CENTRO DE MONITORIZAÇÃO DE PROJECTOS 14 15

9 045 Recompilação em background Não há mais vaivém Diferenças de imagem durante uma cópia Nada é mais frustrante para quem desenvolve do que ter de esperar até que um projeto termine de compilar antes de ser capaz de continuar a trabalhar nele. Na versão 20, não terá mais de esperar. Quando é que uma recompilação começou? Por exemplo, quando um projeto é aberto pela primeira vez num computador novo, este deve ser completamente recompilado. Nas versões mais antigas, esta recompilação significava que não podia utilizar o ambiente até que esta fosse feita. Na versão 20, a recompilação acontece em segundo plano permitindo ao programador, de forma imediata, a utilização do editor. WINDEV 20 oferece-lhe um novo modo de compilação do projeto, em segundo plano. Quando este modo é activado, o programador mantém controlo do editor e pode permanecer produtivo. Um clique é tudo o que necessita para permitir a compilação em segundo plano. À procura de um projeto na janela de Início A janela inicial do WINDEV 20 permite-lhe encontrar um projeto na lista de projetos fixados recentemente. Útil quando uma lista contém um largo número de projectos. 048 Pesquisas rápidas e em simultâneo Pode iniciar em paralelo várias pesquisas num projeto. Na versão 20, foram feitas várias optimizações: o editor é mais interactivo. Poupe tempo. Ao copiar uma imagem para cima de uma imagem existente no projeto, a janela de resolução de conflitos apresenta-lhe (além dos tamanhos, datas e horas) uma imagem das diferenças entre as duas imagens para que possa ver facilmente o que foi modificado. As margens estão a tornar-se muito sofisticadas no WINDEV 20 Com as novas bordas, os campos tornam-se obras de arte! Na versão 20, não tem de esperar enquanto os dados estão a ser compilados. 046 uma janela UI + uma janela de código apresentados simultaneamente no ecrã Na versão 20, os editores do ambiente de desenvolvimento podem ser separados a partir da janela principal. Uma utilização comum é a edição simultânea de uma janela de interface e respectivo código. O editor de código será ser destacado do ambiente, e exibido lado a lado, num segundo ecrã, por exemplo. Tendo o código e a Interface utilizador na frente de seus olhos torna-o mais produtivo! Também pode anexar o painel do projeto para mantê-lo sempre visível. 049 Evolução do catálogo de imagens: svg formato vector O catálogo de imagens no WINDEV 20 permite-lhe guardar clipart no formato SVG (Scalable Vector Graphic). Graças a este formato, os cliparts podem ser ancorados nas janelas e páginas e manter toda a sua definição quando redimensionado: acabou o rendilhado! Aumente imagens sem que estas percam qualidade 050 Catálogo de imagens: dezenas de milhões de fotos disponíveis com Fotolia As diferenças entre as imagens saltam à vista Identifique facilmente as diferenças mais súbtis! 052 EDITOR DE JANELA excelente linha de borda para os campos! Um campo pode ter uma linha de borda. Na versão 20, as linhas de borda dos campos foram melhoradas no editor de janelas. Foi introduzido um grande número de novos parâmetros: é possível definir uma espessura diferente, cor, estilo de cada uma das quatro linhas de borda podem ser definidos cantos arredondados para cada canto. quando a cor de cada linha de borda arredondada é diferente, um gradiente é automaticamente aplicado. A borda é editada, quer através da tecnologia «7-Tab», ou diretamente através do rato directamente no editor de janelas. 053 ordem de tabulação recalculada a cada modificação Actualmente, o editor de janelas recalcula a melhor ordem de navegação nos campos da janela quando o programador usa a opção seguinte: Ribbon do editor de janelas, opção Navigation..Define automatically. O programador deverá pensar nisto, caso contrário a navegação entre os campos através da tecla TAB poderá ser surpreendente! Na versão 20, o cálculo da ordem de tabulação é feito automaticamente após cada adição, exclusão e, especialmente, ao mover um campo ou mudando um separador... Claro que o modo anterior ainda se encontra disponível. Observe as três janelas de código no ecrã da direita A Fotolia é uma biblioteca internacional de imagens que oferece milhões de fotos, imagens e desenhos. O catálogo de imagens do WINDEV 20 permite-lhe pesquisar directamente na biblioteca de imagens da Fotolia. Uma conta de utilizador Fotolia é requerida para usufruir desta novidade. Custos adicionais podem ser aplicados, dependendo da imagem selecionada. Verifique a licença Fotolia. Milhões de fotos estão disponíveis para as suas janelas, páginas e relatórios. A ordem de navegação do teclado é recalculada automaticamente após cada adição ou movimento A possibilidade de se mover entre campos com a tecla TAB é lógica para o utilizador final 16 17

10 054 Utilizando a ancoragem ao redimensionar Um grupo de campos pode ser redimensionado numa única operação, usando a lógica de ancoragem Em versões anteriores, no editor de janelas, o redimensionamento de um grupo de campos em multiselecção não redimensionava todo o grupo. Na versão 20, todos os campos selecionados são redimensionáveis, respeitando a sua ancoragem. Menos operações para redimensionar os campos nho possível para um campo (tabela, agenda, calendário,...) quando este é incluído numa UI. Os novos comandos «Expansão de largura», «Expansão em altura», e «Expansão» calculam o tamanho máximo que o campo pode ter na janela, e redimensiona-o instantaneamente. Exemplo prático: Neste modo, o programador define um campo no meio da janela, e o campo automaticamente ocupa todo o espaço disponível, alinhando com o canto superior esquerdo! (margens de apresentação são respeitadas, é claro). Não há mais lutas! 057 Melhorias nas diferenças de uma janela: diferenças de estilo A comparação de uma Janela foi enriquecida na versão 20. Agora é possível enumerar também as diferenças de estilo entre duas janelas. Claro que pode aplicar automaticamente uma ou várias das diferenças encontradas. A comparação de janelas está ainda mais precisa. 059 Erros de GUI: os campos são sinalizados com uma dica idêntica No editor de janela, ao executar uma cópia e colagem de um campo a dica é afixada, pois o programador nem sempre se lembra de modificar o conteúdo da descrição para o novo campo. Na versão 20, o editor de janela assinala automaticamente os dois campos que têm a mesma dica, gerando um erro de interface do utilizador. O fim da dica irrelevante 060 Otimização da velocidade na atualização dos modelos A velocidade de atualização dos modelos de janela foi otimizado no caso de projectos multilingues. É sempre produtivo poupar tempo cantos. Esta função é muito útil para colocar um campo de forma precisa. P permite mover um campo (por exemplo, para cima de um separador) sem afectar a sua génese (aqui, o campo não se tornará parte da guia, logo, o campo permanecerá visível independentemente da guia). TAB exibe ou oculta a dica do editor, o que é útil quando o campo é pequeno e deve ser colocado de forma muito precisa. Com os novos atalhos para o teclado, torne-se um Ninja do UI: rápido, preciso, eficiente 063 Centralizando o código para actualizar os campos de uma janela O novo processo Update the display permite agrupar o código que atualiza os campos de uma janela: conteúdo do campo, estado (visível, inactivo,...), actualização da descrição... Este processo será iniciado de forma assíncrona chamando a função WinUpdateRequest. Centralize o seu código mais facilmente 055 Modelo janela Interna Uma janela interna é uma parte de uma janela destinada a ser reutilizada por outras janelas. Na versão 20 do WINDEV, torna-se possível a aplicação de um ou mais modelos de janela numa janela interna. Em seguida, é possível a criação de janelas internas com base nesses modelos. Isto é muito útil na criação de widgets para o campo Dashboard, ou para partilhar a apresentação das janelas internas. Automatizando elementos comuns entre várias janelas internas permite uma melhor reutilização nos projectos Erros de GUI: texto escuro numa base negra (ou texto branco em branco) O editor de janelas do WINDEV 20 detecta automaticamente a presença de um texto de cor escura sobre um fundo escuro. É assinaldo um erro gráfico de texto, pois pode não ser legível. Da mesma forma o editor detecta um texto claro num fundo claro. 061 Campos Copiar/Colar: optimizar a imagem copiada A funcionalidade de copiar/colar no editor de janelas tem em conta as imagens usadas pelo campo: imagem de fundo, margem das imagens,... As imagens encontradas num directório externo são copiadas para o projecto. Com as versões anteriores do editor, as imagens encontradas num sub-diretório do projeto ainda foram copiados para o diretório do projeto. Na versão 20 estas imagens não são mais copiadas: Os programadores mantêm as coisas organizadas à sua maneira! Preserve a organização 064 EDITOR DE RELATÓRIOS Pré-visualização da impressão: Ribbon A visualização da impressão no WINDEV 20 apresenta ao utilizador final um menu Ribbon que lhe confere uma melhor configuração de impressão. O menu Ribbon permite a criação de um trabalho de impressão muito mais amigável. Expansão dos Campos! No modo de edição no editor de janela WINDEV 20, foram introduzidas três novas opções de alinhamento. Estas opções permitem-lhe definir automaticamente o maior tama- Pessoas daltônicas veêm a vida através de vidros coloridos 062 Novos atalhos de teclado para Arrastar & Soltar Os separadores agrupam os comandos mais comuns: zoom, mira, navegação na visualização do mapa... Quatro novos atalhos de teclado no editor de janelas tornam o Arrastar & Soltar mais fácil. Quando mover um campo com o Arrastar & Soltar, as seguintes teclas actuam como: SPACE alterna a imagem do campo movido a partir do modo «esboço» para o modo «visualização». O modo de visualização exibe a imagem do campo movido, o modo de contorno só exibe o seu esboço, o que é útil para grandes campos, como tabelas ou mapas em árvore. C move os campos com o controlo ligado ao rato. Pressionando sucessivamente alterna entre o ponto inicial, o centro e os quatro Um painel no menu de opções permite escolher e configurar a impressora: a preto e branco, A3 ou A4, retrato ou paisagem... Um painel agrupa os recursos de exportação: Word, Excel, PDF, com os seus parâmetros 18 19

11 Um painel permite fazer pesquisas dentro do relatório. Um painel agrupa todas as funções de anotação. O Menu Ribbon oferece-lhe uma interface mais moderna e fácil de utilizar 065 Mira no preview: para facilitar a leitura A visualização da impressão, na versão 20 oferece-lhe uma mira. A mira torna a leitura mais fáci em relação às tabelas de grande quantidade de dados. Quando um utilizador final aponta com a mira a um determinado grupo de informações, torna-se mais fácil encontrar a linha e coluna associada a esse mesmo grupo, como um título, por exemplo. Aponte na direcção certa! 066 Rápida pré-visualização Na versão 20, a geração da pré-visualização para grandes documentos foi acelarada. O ganho é cerca de 20%. Rápida pré-visualização 067 Relatório: reinicialização dos números de página O editor de relatório oferece-lhe um campo programado que permite exibir automaticamente o número da página e o número total de páginas. Na versão 20, torna-se possível desencadear a reinicialização deste tipo de campo, durante um intervalo por exemplo, ou no final de um trabalho de impressão. Este é um novo recurso é muito útil, por exemplo, quando imprime um conjunto de facturas e que pretende naturalmente, numerar as páginas de cada fatura de forma independente. A função WLanguage iresetnbpages também se encontra disponível para desencadear a reinicialização por programação. Numere à sua vontade 068 Exporte para Word: tabelas também Um report pode conter tabelas. Ao exportar um relatório com tabelas para o Word, essas tabelas são exportadas em formato «Tabela Word». As tabelas continuam tabelas no Word 069 Relatório: âncoras verticais em relatórios Na versão 20, torna-se possível definir a ancoragem vertical de um bloco. Desta forma, é fácil criar um relatório no formato A4 e planear blocos que vão ficar maiores quando se imprime com um formato diferente. Os relatórios adaptam-se melhor aos diferentes formatos de impressão. 070 Relatório: modo 9-imagens O modo «9-imagens torna-se disponível nos campos imagem nos relatórios. Este modo permite-lhe definir o comportamento de uma imagem, caso o relatório seja redimensionado. O uso do modo «9-imagens» em relatórios segue o mesmo modo de utilização que em janelas. Basta definir visualmente as partes da imagem que formam as margens. Altere o formato dos relatórios, as imagens mantêm-se perfeitas 071 Relatório: valor devolvido Na versão 20, é possível devolver um valor no final da impressão do mapa. Basta devolver um valor no processo After printing the end of the document ou atribuir a propriedade..returnvalue. O valor de retorno é recuperado pela função iprintreport. Por exemplo, o relatório pode dizer a aplicação quantas páginas foram geradas. O relatório pode devolver um código de retorno à aplicação 072 Personalizando Gantt, Organizador e Agenda de relatórios O relatório de Gantt é um relatório especial usado para imprimir dados provenientes de um gráfico de Gantt. WINDEV 20 permite-lhe definir um relatório interno para personalizar a apresentação de uma tarefa num gráfico de Gantt. Este conceito também está disponível para o Organizador e Agendador de relatórios. Personalize! 073 Formato do Relatório: alteração da imagem de fundo ou pdf Na versão 20, torna-se possível alterar a imagem de fundo ou PDF de um relatório de formulário através de programação. Agora também é possível activar ou esconder a exibição desta imagem através de programação. Controle a imagem de fundo dos seus reports. 074 Melhorias de um relatório diff: diferenças no estilo A comparação entre relatórios foi melhorada na versão 20. Pode agora listar as diferenças de estilo entre dois relatórios. Esta nova funcionalidade permite-lhe carregar as modificações ocorridas entre dois relatórios. Os seus relatórios têm estilo 075 EDITOR DO MODELO DE DADOS (ESQUEMA DE DADOS) Análise: Diferenças e impacto das alterações Na versão 20, é possível comparar duas versões de uma análise e informar as modificações entre as duas versões. É possível reportar as modificações realizadas: na descrição de um ficheiro de dados na descrição de itens na relações entre ficheiros de dados na cardinalidade das relações na restrições de integridade nas conexões entre bases de dados no índice de texto completo na descrição da análise. A implementação de alterações nas suas aplicações fica assim bastante simplificada na aplicações das modificações à estrutura de dados. Impacto facilitado nas modificações à análise. 076 Análise: nova, mais compacta, formato de armazenamento (70% de ganho) Na versão 20, encontra-se disponível um novo formato de armazenamento interno para a análise. O diretório «.ana» contém de forma simplificada e compacta, os ficheiros que descrevem a análise. No caso de um projecto de grandes dimensões, o número de ficheiros presentes no directório da análise diminui 60%, e o tamanho de armazenamento 70%. Uma das consequências desse ganho é o check-out de uma análise a partir de SCM, é muito mais rápido. Este novo formato torna-se o formato padrão para novas análises. Uma opção permite-lhe activar este formato para a análise existente. O diretório de análise torna-se mais compacto 077 chaves compostas: dica no painel do projeto Na versão 20, o explorador do projeto exibe uma dica quando sobrevoar uma chave composta

12 Esta dica contém os componentes da chave composta. Não há necessidade de abrir o editor do modelo de dados, e de seguida, a descrição do ficheiro de dados para descobrir a composição de uma chave composta! Eliminadas as operações fastidiosas. 078 Análise: posicionamento da árvore (treeview) O explorador do projeto apresenta os ficheiros de dados da análise. A descrição dos ficheiro de dados pode ser aberta a partir do explorador de projetos. O editor de modelo de dados é aberto e posicionado sobre o ficheiro de dados correspondente (exibição em árvore também). O posicionamento adequado 079 EDITOR DE CONSULTAS Consultas: limitar os resultados a «TOP -meu parâmetro- Já é possível fazer uma consulta e retornar apenas um número específico de linhas (registos): os primeiros 50, os primeiros 100, os últimos 200,... Na versão 20, já pode passar como parâmetro o número máximo de resultados que deseja. O parâmetro pode ser um valor literal (devolve os 5 primeiros resultados) ou percentagem (devolve 10% dos resultados). Ser capaz de mudar este parâmetro em tempo de execução é útil, por exemplo, num site, quando o site permite ao utilizador apresentar os resultados por conjuntos de n linhas. SELECT TOP {pmaxcustomernbr} Customer.CustomerID AS CustomerID, Customer.LastName AS LastName, Customer.FirstName AS FirstName, Customer. AS , Customer.RewardPoints AS RewardPoints FROM Customer Consultas TOP! 080 SCM (TRABALHO EM EQUIPA) Análise: Cópia de versões Na versão 20, a comparação entre duas versões de um projeto permite-lhe mostrar as diferenças entre os modelos de dados, e permite transportar essas diferenças entre uma versão e outra. (veja a novidade 075) Facilitada a gestão de versões. 081 Comparação de código: apresentação detalhada Quando visualizadas as diferenças entre duas versões de um processo, pode ser difícil ver o que foi alterado quando a linha é um pouco longa ou quando a mudança envolve apenas alguns caracteres (um valor substituído por outro, por exemplo). Na versão 20, a visualização das diferenças evoluiu: a linha modificada é colorida, e os caracteres diferentes também são coloridos (com uma outra cor). As diferenças saltam à vista. 082 INTEGRAÇÃO CONTÍNUA (FÁBRICA DE SOFTWARE) Duração máxima de um Plano de Acção Na versão 20, torna-se possível definir a quantidade máxima de tempo para a execução de um plano de acção na Fábrica de Software. Esse novo recurso aumenta a segurança: se um Plano de Acção fica preso, os restantes planos de acção não ficam bloqueados. Neste caso, a Fábrica de Software vai acabar o Plano de Acção bloqueado, especificar o código de retorno do erro e seguir em frente para o próximo Plano de Acção. A fábrica pode continuar mesmo durante a noite! Não há mais bloqueios 083 Abrindo projetos de versões anteriores A acção «Open Project» da Fábrica de Software, oferece-lhe uma nova opção que permite a abertura de projetos desenvolvidos com uma versão mais antiga do WINDEV. O projeto vai ser recompilado automaticamente usando a versão mais recente. Não há necessidade de recompilar «manualmente» os projetos 084 WD WB Nova acção: adicionando elementos ao projecto Na versão 20, a Fábrica de Software oferece uma nova acção: adição de elementos ao projecto. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Maior flexibilidade 085 novidade WD A execução de um plano de acção a partir de uma aplicação WINDEV Graças à função WLanguae ActionPlanExecute, pode acionar a execução de uma instância Plano de Acção na Fábrica de Software diretamente a partir de um aplicativo WIN- DEV. Isto permite-lhe facilmente automatizar a execução de planos de acção: por exemplo, executar o Plano de Acção que testa o aplicativo a partir de um aplicativo batch. O resultado da execução do Plano de Acção pode ser recuperado através de um procedimento de monitorização da função Action- PlanExecute. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Controlar a Fábrica de Software a partir de outra aplicação WDMSG (SOFTWARE DE TRADUÇÃO AUTOMÁTICA) Lembrete: WDMSG é uma ferramenta opcional do WINDEV, WEB- DEV e WINDEV Mobile, utilizada para industrializar a tradução de projectos. O seu dicionário aprende automaticamente da tradução que está a ser feita. 086 Integração com a Fábrica de Software Na versão 20, o WDMSG encontra-se completamente integrado WINDEV 20, uma versão dourada: Design & Performance 22

13 com a Fábrica de Software. Novas acções disponíveis: verificando nos recursos a traduzir verificando nos recursos do seu Plano de Acção Automatize a tradução dos seus projectos com a Fábrica de Software 087 Visualização das pastas personalizadas Ao selecionar os elementos do projecto validados para tradução, o WDMSG agora apresenta pastas personalizadas. A apresentação dos elementos do projecto é similar à dos editores WINDEV. Apresentação consistente 089 MVP: o que está por trás do acrónimo M: Modelo. Esta é a classe que contém os dados de negócio, bem como a lógica de negócio. V: Vista. Esta é a janela com seus campos, os seus procedimentos locais, processos... P: Camada de apresentação. Agrupa todos os processos necessários para exibir os dados, o layout, bem como os processos do botão... Você sabe tudo sobre MVP 090 MVP RAD ARQUITECTURA UI - OOP MODEL-VIEW-PRESENTER (MVP) MÉTODO DE DESENVOLVIMENTO SEPARAÇÃO CÓDIGO/UI: MVP MODEL - VIEW - PRESENTER Uma das mais valias do WINDEV é a possibilidade de desenvolver a paritr de uma janela de Interface Utilizador: os campos são criados e o código é depois escrito directamente nos campos. Este método garante rapidez no desenvolvimentos e facilidade na manutenção. Outro método, proveniente da programação orientada a objectos, consiste em desenvolver separadamente, o interface gráfico e o código da aplicação. Este padrão de arquitetura é chamado de «model-view-presenter» (para os especialistas, este é um derivado do padrão MVC modelview-controller ). A versão 20 do WINDEV suporta também o método de «modelview-presenter». 088 De forma de facilitar as evoluções MVP, foram introduzidos dois novos padrões RAD: MVP formulário RAD MVP Tabela RAD. Dependendo da estrutura do ficheiro de dados, o MVP RAD gera as três camadas MVP: Model, View, Presenter. É gerado o seguinte: uma classe para o modelo, com a camada de acesso a dados uma classe para a camada de apresentação uma janela correspondente à vista Este padrão RAD permite também que se familiarize com esta arquitectura de programação. Todos os métodos de desenvolvimentos estão disponíveis em WINDEV 20 Benefício do model-viewpresenter (MVP) A arquitetura model-view-presenter permite separar o código principal a partir da interface (Windows). Esta abordagem de arquitetura permite uma programação estruturada de objetos, mas requer um maior nível de abstração. Esta abordagem «obriga» a separação do código de interface utilizador de toda a janela e não permite (teoricamente) desenvolver uma janela sem ter que estruturar previamente os processos. Esta abordagem destina-se a facilitar os desenvolvimentos a longo prazo. O método de programação tradicional ainda está disponível com WINDEV, obviamente. Você escolhe! Exemplo de código gerado pelo RAD O objecto RAD! 091 Model-View-Presenter: Como usá-lo facilmente? Com WINDEV 20, manualmente (sem o uso de RAD) a construção de uma UI «MVP» é fácil para os adeptos OOP. Estes são os passos: criar uma classe que corresponde ao modelo, e que contém os dados de negócio criar uma classe que corresponde à camada apresentada e que usa a associação (novo recurso # 113) com o modelo criado na etapa anterior na classe apresentada, se necessário, pode sobrecarregar os membros, e adicionar as propriedades de formatação, comportamentos... criar a janela (a «visão») no editor WINDEV, como habitualmente instanciar a classe de apresentação e o modelo no código da declaração global da janela ao nível da janela ao nível do campo, definir a ligação à camada de apresentação (o que expõe os membros do modelo e as sobrecargas) digite o código (por exemplo SourceToScreen) que atualiza os campos no processo «atualizar a apresentação da janela» (ver nova função # 63) para campos que desencadeiam acções (botões,..), digite o código desses campos que exigem métodos da classe de apresentação. Este é o método «manual» para implementar «MVP». Recordemos, no entanto, que o «MVP RAD» gere automaticamente todos estes passos! Controlo total para os especialistas em OOP 24 25

14 092 WLANGUAGE Procedimento Interno Um procedimento interno é um procedimento definido dentro de um processo; por exemplo, no processo de um campo (clique num botão, por exemplo), no processo de uma janela, num procedimento local ou global, Este procedimento interno só pode ser iniciado a partir do processo em que foi definido. O procedimento interno tem acesso a variáveis locais do processo que o contém. Esta é uma sintaxe elegante e simples para definir o equivalente das funções lambda. Em particular, um procedimento interno evita procedimentos globais de definição que servem apenas localmente. É possível definir vários procedimentos internos num processo. É possível definir um procedimento interno dentro de um procedimento interno. Também pode passar um procedimento interno para uma função (que espera um procedimento como parâmetro) Exemplo da utilização de um Procedimento Interno: callback integrado Um código de melhor legibilidade 093 Parâmetros nomeados: sintaxe 1 Na versão 20, é possível chamar um procedimento e especificar os parâmetros pelos seus nomes. Por exemplo, para um procedimento cujo protótipo é: PROCEDURE ProcessString(InputString, Option=12, String2= ) o programador tem agora à sua disposição uma nova sintaxe de chamada. É possível especificar o nome (e o valor) de apenas os parâmetros usados: ProcessString(String2: Bingo, InputString: my string ) Nesta chamada, o parâmetro option não é especificado (pois leva um valor por defeito), e a ordem para passar parâmetros é diferente. A ordem do parâmetro já não é importante. Esta sintaxe é especialmente útil quando um procedimento espera um grande número de parâmetros opcionais, e apenas alguns deles têm valor. Decisões sobre procedimentos mais seguras. 094 Parâmetros nomeados: sintaxe 2 (melhor?) Na versão 20, a chamada para um procedimento também pode ser feita por preencher primeiro os seus parâmetros de forma legível, e depois desencadear a chamada. Por exemplo, para chamar o procedimento: PROCEDURE ProcessString(InputString, Option = 0, ComplementString = ) a chamada pode ser feita como se segue: ProcessString.InputString = my string ProcessString.ComplementString = string 2 ProcessString() Tal como com a sintaxe 1, os parâmetros opcionais que não são necessários podem ser ignorados. Legibilidade total. 095 Programação paralela: Não se preocupe mais com tarefas WINDEV 20 revoluciona a programação paralela. Recentes processadores tornaram-se mais poderosos, aumentando o número de núcleos disponíveis. Para tirar proveito desta evolução, a aplicação deve agora abraçar o processamento paralelo. Versão 20 do WINDEV fornece instantaneamente ferramentas úteis para facilitar o processamento paralelo: o tipo: ParallelTask a família de funções:ptxxx o comando: MyTask Este método de programação paralela é útil principalmente para operações do tipo «processo». Graças à nova versão 20, uma aplicação pode ser executada em paralelo com um grande número de processos independentes, sem se preocupar com a gestão de baixo nível da tarefa: sincronização, gestão de processos,... Aproveite o poder dos novos processadores 096 Programação paralela: novo tipo ParallelTask Tradicionalmente, o processamento paralelo foi programado utilizando tarefas. Programar uma aplicação que executa uma série de tópicos, cujos resultados dependem um dos outros pode ser bastante complicado. O pedido deve controlar o número de tarefas executadas em paralelo, a fim de não sobrecarregar o computador, sincronizar as operações,... Na versão 20, o novo tipo avançado ParallelTask está a ser introduzido para simplificar a gestão de tarefas. A variável tipo ParallelTask permite ao utilizador: especificar o procedimento a executar numa tarefa fornecer parâmetros do processo recuperar o valor de retorno da tarefa especificar se a tarefa usa a base de dados (se utiliza contextos HFSQL) especificar se a tarefa acede a elementos de interface do usuário Beneficiar do poder da multi-tarefa sem ter que gerir processos. 097 Programação paralela: Sequência de tarefas paralelas (Continuação) Uma «continuação» é uma tarefa que será executada no final de uma ou mais tarefas. Graças às «continuações», o programador não tem que gerir a espera por um processo em execução de um segmento ou a sincronização final de vários segmentos antes de iniciar uma nova operação. Quando várias tarefas são executadas em paralelo, geralmente é necessário sincronizá-las. Por exemplo, uma tarefa só pode ser executada quando um conjunto de tarefas preliminares forem concluídas. Para organizar a execução de tarefas paralelas, a versão 20 oferece novas funções: PTExecuteAfter: a tarefa será executada quando as tarefas especificadas estiverem concluídas. PTExecuteAfterOne: a tarefa será executada quando uma das tarefas especificadas estiver concluída. PTExecuteAfterAll: a tarefa será executada quando todas as tarefas especificadas estiverem concluídas. Orquestar uma execução sucessiva de tarefas de forma fácil 098 Ficheiro PDF: extração de página Um documento PDF pode ter várias páginas. Na versão 20, a função PDFExtractPage permite extrair uma determinada página do documento, e devolver uma imagem desta página. Esta imagem pode ser utilizada numa janela, num relatório, num e- mail,... Esteja sempre na página certa 099 Sintaxe parâmetro Simplificado Ao declarar um procedimento, pode distribuir os tipos de parâmetros. Por exemplo: PROCEDURE ProcessString(sInput is string) Esta precisão permite ao WINDEV verificar, já em tempo de compilação, se o tipo de parâmetro passado é do tipo esperado. Na versão 20, esta sintaxe é mais clara. is torna-se uma» palavra de conforto «e pode ser omitida. A declaração torna-se: PROCEDURE ProcessString(sInput string) Uma pequena característica para programadores com hábitos de codificação: código mais rápido 100 Nova sintaxe para a função «Dialog» A função Dialog permite exibir uma caixa de mensagem «enriquecida»: o texto e os botões podem ser configurados sem ter que criar uma janela específica no projecto. A função Dialog evoluiu na versão 20. Nas versões mais antigas, abriria-se um assistente para digitar o texto e a legenda para os botões. A nova sintaxe na versão 20 permite especificar diretamente um conjunto de caracteres que contém essa informação. sresponse is string sresponse=dialog( The order form has been generated, [ Send by , Send by fax, Do not send ] ) Agora torna-se possível criar caixas de diálogo diretamente por programação. Código claro para caixas claras 101 Nova sintaxe da função «Input» A função WLanguage Input beneficiou da mesma evolução que a função Dialog onde pode especificar diretamente a legenda dos botões exibidos no código. Maior clareza

15 102 Novo tipo avançado «httprequest A poderosa função HTTPRequest espera um grande número de parâmetros: De modo a tornar mais fácil a passagem destes parâmetros, as opções necessárias para o envio de um pedido HTTP podem agora ser agrupadas no novo tipo avançado de WLanguage httprequest. Além disso, para enviar e receber, numa variável do tipo httprequest, você pode especificar: um campo progress bar mostrará a percentagem de conclusão do pedido ou um procedimento callback e a frequência com que esse procedimento será chamado. Aqui está o código na versão 20, muito mais compacto e legível: MyRequest is httprequest MyRequest.URL = MyRequest.Header[ AuthToken ] = AB123456CDE789F0 MyRequest.User = admin MyRequest.Password = pwd // Request execution MyResponse is httpresponse = HTTPSend(MyRequest) IF MyResponse.StatusCode = 403 THEN Error( Access denied ) ELSE // The identification was successful smytoken is string = MyResponse.Header[ AccessToken ]... END Chamada mais clara novas opções para as solicitações HTTP Na versão 20, para construir as solicitações HTTP são oferecidas 5 novas opções para o novo tipo avançado httprequest: possibilidade de especificar o termo HTTP (GET, PUT, POST, COPY...) possibilidade de adicionar cabeçalhos adicionais no pedido (especialmente útil para chamar serviços Web REST) possibilidade de definir o tempo limite de pedido possibilidade de especificar callbacks ou barras de progresso para acompanhar o envio de pedidos e de recepção da resposta Esta nova funcionalidade é compatível com os protocolos HTTP e HTTPS. Configuração mais detalhada das suas solicitações HTTP 104 Novo tipo avançado «HttpResponse Em versões mais antigas, a resposta a um pedido HTTP era um conjunto de dados não processados para analisar no programa. Na versão 20, todos os elementos de uma resposta a um pedido HTTP são agora acessíveis no novo tipo avançado de WLanguage httpresponse. Este novo tipo permite aceder diretamente aos detalhes do cabeçalho e ao conteúdo da resposta sem ter que decodificar o buffer devolvido pelo servidor HTTP. Menos código Assegurar a execução do comando remoto: funções SSH Um servidor pode suportar o protocolo seguro SSH para receber comandos remotos. Na versão 20, a nova família de funções SSH permite-lhe conectar a um servidor SSH. As novas funções da família SSH permitem-lhe a conexão, abertura de uma sessão, enviar comandos para executar e recuperar o resultado destes comandos. Controle os seus servidores remotos com SSH! 106 DES, 3DES e AES funções padrão de encriptação DES, 3DES (DES triplo) e AES são algoritmos de criptografia. AES é a versão mais recente e mais segura. Este modo de criptografia é validado pelo NIST (National Institute of Standards and Technology). É usado por agências Americanas para criptografar documentos secretos. DES é o padrão de criptografia mais antigo que pode ser usado para descodificar os documentos mais antigos. Duas novas funções WLanguage foram introduzidas: CryptStandard e UncryptStandard. Estas funções são usadas para encriptar os dados usando os algoritmos AES, DES ou 3DES. A escolha da sequência de blocos, preenchimento e IV (Initialization Vector) são suportados. Estas novas funções encontram-se disponíveis para as plataformas Windows, Android, ios, Java e PHP, o que permite a fácil troca de dados encriptados entre as aplicações WINDEV, WEBDEV e o WIN- DEV Mobile. Melhor conformidade com os padrões de criptografia internacionais, o aumento da interoperabilidade. 107 Arrays de arrays: Agrupar tipos de conjuntos Para lidar com dados estruturados, muitas vezes precisamos de agrupar conjuntos de dados com outros conjuntos. Na versão 20, agora é possível agrupar directamente tipos de dados (matrizes, matrizes associativas, matrizes fixas, filas, pilhas e listas) entre cada um destes sem ter que declarar estruturas intermédias. Todas as combinações de agrupamento são possíveis: Arrays de arrays array de arrays associativos array associativo de arrays array de filas array de pilhas A declaração leva apenas 1 linha! a is array of arrays int Não há necessidade de declarar estruturas intermédias 108 Pesquisa no tipo avançado das propriedades e classes A função de WLanguage Seek aumentou o poder. Na versão 20, pode começar a pesquisar nos tipos avançados dentro das propriedades WLanguage e em propriedades de classe. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Procurar, encontrar! 109 Múltiplas atribuições agrupadas Na versão 20, as «múltiplas atribuições» evoluiu de sintaxe e permite atribuir o mesmo valor a diversas variáveis ao mesmo tempo. Por exemplo: (x, y, z) = 0 define as três variáveis X, Y e Z a zero Menos código. 110 Leitura direta de um multi valor Na versão 20, torna-se possível obter directamente o primeiro valor de um multi valor sem envolver a variável de destino com parênteses. Os dois seguintes blocos de código são equivalentes: (my_variable) = ProcMultiReturn() my_variable = ProcMultiReturn() Código mais simples. 111 A minha versão é a versão 20 Tarefa: Novos tipos avançados: AutomaticEvent e ManualEvent A programação de tarefas requer eventos para sincronizar as operações. A dois novos tipos avançados AutomaticEvent e ManualEvent simplificam a declaração e o apoio dos objectos «evento». Não necessita de dar um nome exclusivamente a cada evento. Além disso, os eventos declarados com os novos tipos avançados da versão 20 são automaticamente destruídos ao sair do alcance da variável. Não há mais o risco se esquecer de chamar o EventDestroy! Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: O código é mais seguro WD WB Filtro no FOR EACH array A sintaxe FOR EACH para a leitura de arrays melhorou na versão 20, agora permite-lhe filtrar os elementos do array. Por exemplo, pode ler um array contendo uma lista de clientes e não processar os clientes cujo código postal começa com «94», usando a seguinte sintaxe: // Encontre o cliente // para o código 94 FOR EACH Customer OF arrcustomer WITH ZipCode[= 94 // Process here END Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Código fonte cada vez mais legível

16 113 OOP: FRONT DESIGN PATTERN (objectos associados) O novo atributo WLanguage associated permite-lhe especificar que uma classe é «associada» com outra classe. Vamos supor a classe A e a classe B. A classe B pode ser associada com a classe A. Neste caso, os membros, propriedades e métodos públicos de classe B aparecem como membros, propriedades e métodos públicos da classe A. Podemos dizer que A é um «front» para B. pode sobrecarregar estes membros da classe A, para sobrecarregar o seu comportamento. Esta nova funcionalidade evita a escrita redundante e fastidiosa na arquitetura MVP. Graças a esta nova funcionalidade, torna-se fácil implementar as «Front» Design Pattern nas aplicações. Não há necessidade de codificar todas as «redundâncias» de A a B! Reduz o número de linhas de código 114 Definir parâmetros do scanner antes de digitalizar um documento A nova propriedade Twain- Property permite-lhe consultar e modificar um grande número de propriedades de um scanner TWAIN. Se estiverem acessíveis vários scanners, o scanner pode ser escolhido através da função WLanguage TwainSelectSource. Podem ser definidos os seguintes parâmetros: tipo de imagem: cor, preto & branco usando o carregador digitalização de uma única face ou dupla face nível de contraste nível de brilho Controle os seus scanners via programação. 115 Enviando seguro: SMTP SSL A função WLanguage StartSMTPSession permite-lhe conectar a um servidor de . Na versão 20, a nova constante optionssl permite-lhe usar uma conexão SSL segura no servidor. Os servidores ORANGE, FREE, GMAIL... utilizam este protocolo, por exemplo. Conexão segura 116 POLÍTICAS AMBIENTAIS Ler s: marcas IMAP O protocolo IMAP permite-lhe ler s de um servidor e mantêlos no servidor. O protocolo IMAP define «marcas» em cada mensagem. read, draft,... A nova função WLanguage GetIndicator permitelhe aceder diretamente às marcas. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Melhor suporte de IMAP. Quando a PC SOFT imprime documentos em «papel», a PC SOFT, o fornecedor do papel ou da impressora, (FSC - Forest Stewardship Council - certificado e PEFC - Programa para o Reconhecimento de Certificação Florestal - certificado) replanta quantas árvores foram usadas para essa mesma impressão. A etiqueta FSC foi criada pela ONG FSC, entre outras que inclui a Greenpeace, Amigos da Terra e WWF. Por exemplo, a impressão de 100 mil exemplares, de uma documentação de 68 páginas, em papel brilhante, consome 10 árvores: A PC SOFT ou a gráfica replanta de forma imediata as respetivas 10 árvores. Para além disso, a preferência incide sobre a utilização de pasta de papel extraída a partir de madeira reciclada (de fábricas de móveis, por exemplo) e das limpezas contralados das florestas. Em relação aos nossos produtos, também estes se encontram disponíveis sem embalagem ou documentação em papel, mediante pedido. As licenças de grupo (por exemplo, 10 postos de desenvolvimento) podem ser fornecidas apenas com dois conjuntos de documentação em papel. 117 ce funções em 64-bit A família de funções ce permite aceder a dispositivos móveis no Windows CE e Windows Mobile a partir de um aplicativo WINDEV, por exemplo, para copiar ou recuperar ficheiros a partir do dispositivo. Estas funções são bastante utilizadas para controlar dispositivos industriais com Windows CE. Na versão 20, as funções da família ce estão disponíveis para aplicações WINDEV 64 bits. Suporte de 64-bits. 118 Removendo espaços numa cadeia de caracteres: Nova constante WLanguage NoInsideSpace Duas novas constantes, ccignoreinsidespace e tccignoreinsidespace, foram introduzidas na versão 20. A constante ccignoreinsidespace permite-lhe formatar cadeias de caracteres (utilizando StringFormat), excluindo os espaços. A constante tccignoreinsidespace permite realizar buscas num array (utilizando a função ArraySeek) e ignorar os espaços encontrados nas variáveis. Também é possível excluir um determinado caractere utilizando as novas constantes sscinside,... Código mais compacto. 119 Obtendo a linha de comando que iniciou um processo A função ExeListProcess envolve. Na versão 20, permite-lhe recuperar a linha de comando que iniciou um processo no computador. Normalmente esta função permite-lhe escolher um ou mais processos para parar, baseado nos seus parâmetros. Terminar um processo 120 estou dentro, estou fora : SysDetectLockedSession A nova função WLanguage SysDetectLockedSession, como o próprio nome sugere, avisa quando sessão do utilizador está bloqueada (ou desbloqueada). Isto é muito útil, por exemplo, para actualizar um painel quando o utilizador abre o seu computador. Maior facilidade na codificação de processos em resposta a mudança de status 121 Adicionar um texto RTF a uma imagem: Nova função dtextrtf A nova função WLanguage dtextrtf permite-lhe inserir um texto enriquecido (no formato RTF) numa imagem. Esta função aplica-se a um campo de imagem. Aqui. os textos foram adicionados à imagem por programação Escrever nas imagens 122 Nova função NumToFinancialWritingChinese Para as transações financeiras, o alfabeto chinês usa caracteres especiais, difíceis de falsificar e diferentes dos caracteres chineses regulares. A função NumToFinancialWritingChinese converte um número numa seqüência de caracteres financeiras chinesas. Imprimir cheques no seu talão de cheques chinês! 123 Tipo de ícone avançado: 7 novidades As 7 novas funcionalidades da versão 20 relativamente aos benefícios do tipo de Icon avançado: máscara preservação do formato inicial (profundidade de imagem) ao guardar Nova propriedade «Palette» para ler a paleta de cores suporte para 2 cores BMP suporte para 16 cores BMP suporte para 256 cores BMP inicialização de transparência com uma cor fora da paleta. Ícones ainda mais ricos! 30 31

17 124 Funções SysIcon As funções WLanguage da família SysIcon, (SysIconAdd...) apenas aceitavam imagens. Na versão 20 também aceitam as variáveis tipo Icon. Podemos fazer mais com menos 125 Coordenadas geográficas: Funções geoazimuth e geodistance As funções WLanguage geodistance e geoazimuth encontramse disponíveis para aplicativos desenvolvidos com a nova versão 20. Estas funções são utilizadas para calcular a distância e orientação entre dois pontos, por exemplo, pontos a partir do novo campo mapa. Cálculos geográficos são agora possíveis nas aplicações WINDEV 126 Novas funções RadioButtonCount, CheckBoxCount É possível modificar através da programação o número de opções de um campo Radio Button ou de uma Check Box. As duas novas funções WLanguage, RadioButtonCount e Check- BoxCount permitem-lhe descobrir o número de opções de um campo Radio Button e de uma Check Box. Útil para verificar e limpar as opções de um campo check box por programação, sem ter de especificar o número de opções em «constante» no código, assim não há nenhum risco ao modificar o campo. Adaptar dinamicamente a interface do utilizador 127 StringToTime A nova função WLanguage, StringToTime permite-lhe converter uma sequência de caracteres armazenados como tempo, numa variável Time. Pode especificar o formato a analisar. É meio-dia, desculpe, 12: MATL AB chamada nativa: nova família de funções MATLAB é um software dedicado a cálculos científicos. Graças à versão 20 do WINDEV, as aplicações podem trabalhar em estreita colaboração com Matlab. A família de funções WLanguage MatLab permite-lhe: salvar e recarregar um espaço de trabalho MatLab listar as variáveis MatLab ler e modificar o valor de uma variável Matlab executar operações ou funções MatLab Abra as suas aplicações ao MatLab 129 SERVIÇOS WEB REST Web Services Os Web services REST são uma família especial de Serviços Web que dependem do protocolo HTTP. Estes Web services utilizam os «verbos HTTP» para descrever suas acções. A versão 20 do WINDEV oferece dois novos tipos avançados: restrequest e restresponse, assim como uma nova função WLanguage, RESTSend para facilitar a utilização dos Web services REST. Agora pode REST(descansar) nos seus Web services. 130 Web services SOAP: attribute como atributo No caso dos Web services SOAP, um método do Web service pode devolver um objeto. Você pode forçar a serialização de um ou mais membros como atributos em vez de uma tag filha em XML. WSDL gerado no formato desejado 131 EDITOR DE TESTES AUTOMÁTICOS Teste de comparação A comparação de projetos evoluiu na versão 20. Agora é possível também comparar os testes automáticos entre dois projetos. Pode identificar as diferenças. Esta nova funcionalidade permite-lhe verificar a evolução dos testes automáticos entre duas áreas de um projeto no SCM, por exemplo. Melhoria da monitorização nos testes automáticos. 132 Diferentes Controlos Foram introduzidas 6 novas funções WLanguage para o ajudar a controlar Radio Buttons, Check Boxes, Tab panes, Ribbon, bem como os ActionBar nos telemóveis. A execução do simulador para telemóveis também pode ser controlado em cenários de teste. Coloque-se no banco do condutor com as novas funções de controlo. 133 EDITOR DE CÓDIGO Entrada assistida por família A entrada de código assistido agora oferece potenciais famílias de funções, o que reduz significativamente a lista de opções! coloração sintáctica diretamente nas cadeias de caracteres, bem como no código WLanguage. Esta nova funcionalidade é útil quando é necessário inserir o código SQL diretamente nalgum código WLanguage sem utilizar o editor de consultas. Melhor legibilidade do código SQL 135 HTML coloração sintáctica O editor de código da versão 20 oferece-lhe linguagem HTML com coloração sintáctica diretamente nas cadeias de caracteres, bem como no código WLanguage. É muito mais fácil de ler! Muito mais rápida a entrada assistida 134 SQL coloração sintáctica O editor de código da versão 20 oferece-lhe linguagem SQL com 32 33

18 Relações de Mensagens Multilingue Mover projectos: chega de recompilação Destacando os acessíveis níveis da pilha Melhor legibilidade do código HTML 136 Apresentação da correção automática dos erros de compilação Em caso de um erro de compilação, o editor de código oferece-lhe uma correção automática do erro. Por exemplo, quando um nome de uma variável é alterado, o editor de código oferece-lhe a possibilidade de alterar automaticamente o nome em todas as ocorrências dessa mesma variável. Na versão 20, aparece uma pequena lâmpada diretamente no painel de erro, acima do ícone do erro, que lhe proporcionará a correção automática. Uma mensagem multilíngue pode ser copiada / colada em vários locais e em diversos processos de um projecto. Por defeito, estas mensagens permanecem ligadas. ao modificar uma mensagem, modifica todas as outras. Que é algo que nem sempre se pretende... Na Versão 20, as mensagens multilíngue que aparecem em vários locais do código, são marcadas com um ícone. O menu popup do ícone permite visualizar a lista em uso. O ícone «bandeira» indica que a mensagem aparece em diversas partes do código. Uma modificação irá ter impacto em todas as localizações. Ao mover um projecto (copiar para teste), o projecto não precisa de ser recompilado na máquina de host. É instantâneamente operacional. Conforto 141 DEPURAÇÃO Desactivação do timer durante a depuração Quando um programador rastreia passo a passo a execução de um processo, é muito doloroso ser bruscamente interrompido pela execução de um temporizador do aplicativo que está sendo depurado. Na versão 20, torna-se possível desactivar os temporizadores durante uma fase de depuração. Depuração sem interrupções! 142 Durante a depuração, pode aceder ao código fonte de alguns níveis da pilha de execução, enquanto o código-fonte de outros níveis da pilha podem estar inacessíveis, como por exemplo os níveis de pilha num componente. A Versão 20 destaca os diferentes stack leves cujo código-fonte está disponível, de forma a tornar a depuração mais fácil. Pilhas resistentes! 145 Copiando a pilha de execução para a área de transferência O depurador na versão 20 permite copiar o estado da pilha de execução de uma aplicação. Este pequeno novo recurso é muito útil para adicionar a pilha de execução num relatório de incidentes, por exemplo. Copiar, colar. XML Erros de compilação mais fáceis de analisar Melhor visibilidade 137 Referências cruzadas No código, quando o cursor é posicionado sobre uma chamada a um método ou um procedimento, a tecla de comando F2 permitelhe posicionar o cursor no código do método ou procedimento. Quando há ambiguidade sobre o nome, uma janela se abre para a selecção do método ou procedimento a apresentar. Na versão 20, esta janela beneficia e oferece várias melhorias, entre as quais: ordenar encontrar posicionamento padrão na mesma classe, se o editor de código já se encontrar nesta classe Maior facilidade de movimento dentro do código. A bandeira permite aceder às referências cruzadas, e ver por onde a mensagem é utilizada Avalie o impacto de uma modificação 139 Automatização de um processo: Comece no encadeamento principal O editor de código permite-lhe adicionar automatização a um procedimento: Inícios programados via timer, iniciar tarefas em segundo plano,... Na versão 20, é possível especificar que um processo será sempre executado como tarefa principal do aplicativo, mesmo quando a chamada ao procedimento é feita a partir de uma tarefa secundária. É útil para forçar a execução de um procedimento para o segmento principal, porque é o único segmento que pode lidar com a UI. Programar tarefas é agora mais fácil. Selecção dos membros da classe para apresentar no modo de depuração O depurador permite-lhe exibir os objectos (instâncias e classes) que estão a ser depuradas. Às vezes, o programador apenas quer seguir os valores de membros específicos. Na versão 20, torna-se possível seleccionar os membros de uma classe que serão exibidos no painel de depuração. Depuração de classes mais simples 143 Ponto de ruptura com contador de ciclos Ao depurar um loop (FOR, WHILE...), o programador poderá pretender interromper apenas na 35ª iteração por exemplo. Na versão 20, torna-se possível adicionar um contador de ciclo nos pontos de interrupção e especificar quantas vezes o circuito ocorrerá através do ponto de interrupção acionado. Pare quando se estiver a sentir tonto! 146 Serialização XML melhorada Na versão 20, uma nova opção permite-lhe gerar a acomodação necessária para agregar classes. A serialização XML foi aperfeiçoada. A agregação de classes está agora representada de forma clara no documento XML gerado. Serialização que respeita a agregação de classes. 147 attribute como atributo Ao serializar uma classe XML, fica possível escolher se um membro deve ser serializado como uma tag ou como atributo. Documento XML gerado no formato desejado 34 35

19 AUDIT PARA OPTIMIZAÇÃO HFSQL O NOVO CENTRO DE CONTROLO HFSQL. 148 Auditoria dinâmica: data inválida num campo data A auditoria dinâmica assinala erros não-fatais que podem causar mau funcionamento na aplicação. Na versão 20, a auditoria também assinala um tipo de campo Date atribuído por programação a uma data inválida. A data correcta é exigida 150 Centro de Controlo HFSQL: mais útil, mais rico O Centro de Controlo HFSQL é a ferramenta de escolha para administração de servidores HFSQL. Na versão 20, o Centro de Controlo HFSQL recebe um facelift para uma melhor facilidade de utilização. A melhoria a destacar é de que a janela principal do Centro de Controlo agora oferece uma navegação por guia. Outra melhoria esperada é a evolução do consultante. Experimente, vai adoptar instantaneamente! 149 Auditoria dinâmica: optimização do processamento de zip e 7z Sabia que? Extrair um grande número de ficheiros de um arquivo «zip» ou de um «7z» aplicando um loop no zipextractfile não é eficiente. A função zipextractfilelist extrai um lista de ficheiros numa só operação, e torna tudo mais rápido. Na versão 20 a auditoria dinâmica detecta estes casos e assinala-as. Descomprima mais rápido! 151 Centro de Controlo HFSQL: separadores destacáveis Na versão 20, o Centro de Controlo HFSQL beneficia totalmente de uma configuração multi-ecrã. Os separadores do Centro de Controle HFSQL na versão 20 são destacáveis a partir da janela principal, e podem ser posicionados onde quiser. Pode colocar estes separadores lado a lado de forma a editá-los em paralelo, por exemplo. NOVA VERSÃO 20: MUITO VINTAGE Tire proveito de toda a área de exibição. 152 Centro de Controlo HFSQL: Edite simultaneamente várias consultas Executar várias solicitações simultaneamente! 153 Centro de Controlo HFSQL: novo editor de consultas coloração sintáctica do código SQL introduzido a conclusão automática de comandos SQL, nomes de arquivos e nomes de itens salvaguarda de consultas a lista das últimas consultas utilizadas. Pode executar uma consulta numa transacção e, portanto, cancelar as consultas. Erros de retorno foram melhorados (números de linha e coluna). Na versão 20, torna-se possível editar simultaneamente o conteúdo de vários ficheiros de dados ou consultas. Cada elemento é visto num separador e é possível abrir quantos separadores quiser. O Centro de Controle inclui um editor de consultas HFSQL integrado. Para melhor facilidade de utilização, o editor de consultas do Centro de Control HFSQL evoluiu na versão 20. Entre todas as novidades, é oferecido também: 36 37

20 O editor de consultas do Centro de Controle HFSQL Maior facilidade de registar consultas. 154 Centro de Controlo HFSQL: histórico de consultas Com a versão 20, nunca foi tão fácil reproduzir uma consulta SQL ou modificá-la no editor. O Centro de Controle HFSQL agora mantém um histórico de todas as consultas realizadas à base de dados: simplesmente encontrar a consulta para editar ou executar novamente a partir deste histórico. Reutilizar facilmente as suas consultas. 155 Novo: Visões lógicas SQL ; independência e segurança dos seus dados Na versão 20, HFSQL oferece a possibilidade de criar «visões lógicas SQL» (durante a disponibilidade da versão comercial). Cada actualização para a versão 20 confere o direito a 15 consultas gratuitas junto do suporte técnico da PC SOFT. Na versão 20, as suas equipas beneficiam do suporte técnico gratuito! Está seguro... Uma visão SQL é uma fonte de dados virtual, definida por meio de uma consulta SQL. Todas as visões SQL criadas são mantidas no servidor HFSQL e estas podem ser reutilizadas a partir das aplicações acedendo às base de dados. A aplicação pode criar consultas sobre estas visões SQL. Uma aplicação pode utilizar uma visão SQL por forma a não ser dependente da organização física da base de dados. Crie estruturas de dados de forma dinâmica com muita facilidade 156 Visão lógia SQL: Independência em relação à estrutura física dos dados Uma visão SQL traz à aplicação que a utiliza independência em relação à estrutura física dos dados no servidor. Uma visão SQL permite-lhe fornecer às aplicações clientes de base de dados, representações de dados simplificados e adaptados às necessidades da aplicação. A aplicação executa consultas sobre visões SQL Se a estrutura de dados física evoluir, as consultas SQL da aplicação não alteram! Separação entre estrutura física e consulta SQL 157 Visão lógia SQL: Seguranca A visão lógica SQL pode também ser utilizada para fins de confidencialidade de dados. Um exemplo típico é o de «esconder» os dados confidenciais, tais como senhas, números de conta, dados médicos ou dados pessoais. Apenas exponha os dados necessários. 158 Visão lógia SQL: Compatibilidade Quando a estrutura de uma base de dados se altera, as aplicações baseadas nas visões lógicas SQL não necessitam ser recompiladas! As visões lógicas SQL trazem estabilidade para código da aplicação, evitando ter que re-implementar a aplicação. Sem recompilação (sem re-implementação...) 159 Criar visões lógicas SQL Uma visão lógica SQL pode ser definida de duas formas diferentes: com o comando SQL CREATE VIEW ou visualmente no editor de consultas. No editor de consultas tudo o que necessita fazer é especificar que a consulta será uma visão lógica SQL. Todas as funcionalidades das consultas SQL estão disponíveis na definição de uma visão lógica SQL: juntar, condições, agregar... Criar visões lógicas SQL é fácil! 160 Definição certa nas visões lógicas SQL Quando uma visão lógica SQL é criada no servidor, ela acede os dados usando os direitos do seu proprietário. O proprietário pode definir diferentes direitos sobre a visão lógica SQL para outros utilizadores ou grupos de utilizadores. Os direitos são definidos tanto com a função WLanguage HModifyViewRights ou através do comando GRANT. Refine os direitos de utilizador 161 Novo: visões lógicas materializadas Visões materializadas» têm um conceito semelhante às «visões SQL» (ver nova funcionalidade #155). A diferença fundamental é que o resultado de uma «visão lógica materializada» está fisicamente armazenada no disco do servidor. Ao contrário de uma «visão lógica SQL», que é re-extraída em cada chamada, uma «visão lógica materializada» armazena os dados na unidade. Estes dados serão utilizados até à próxima actualização da visão lógica materializada. Os dados encontrados numa visão lógica materializada podem ser diferentes a partir dos dados encontrados no arquivo(s) usado para criá-lo. Este tipo de visão é interessante quando há um grande número de acessos de leitura, a fim de evitar sobrecarregar o servidor. Neste caso, a visão é calculada uma vez e armazenada no servidor. Maior velocidade de acesso aos dados. 162 Utilização de visões lógicas materializadas Em que situações seria interessante utilizar visões lógicas materializadas? No caso em que extrair os dados da visão é um processo longo, e onde os dados não precisam ser dados em tempo real. O facto da visão estar disponível acelera os processos que a chamam. Por exemplo: estatísticas relatórios associação de dados selecções para mailings direcionamento Criação de ficheiros de dados «planos» Desempenho no acesso à base de dados 163 Criação de uma visão lógica materializada Uma visão materializada é criada através do editor de modelo de dados, ou utilizando o comando SQL CREATE MATERIALIZED VIEW. A estrutura de dados de uma visão lógica materializada pode ter sido definida no editor de modelo de dados ou não. Se a estrutura de dados foi definida no editor de modelo de dados, o programador irá beneficiar imediatamente do preenchimento automático no código, da ligação de dados e toda a assistência disponível nos editores. Excelentes visões. 164 Actualizar uma visão lógica materializada As visões lógicas materializadas não são actualizadas automaticamente quando os dados da base de dados que usam são modificados. Portanto, é necessário chamar a função WLanguage HRefreshView para atualizar o conteúdo da visão materializada. É possível também refrescar a visão materializada utilizando o comando SQL REFRESH MATERIALIZED VIEW. E também é possível actualizar a visão através de uma tarefa agendada no servidor, por exemplo, «todas as noites». Actualize sempre que quiser

21 Novo tipo de item: enumeração Replicação de servidor: notificação de conflito Uma enumeração é um conjunto de valores separados. Encontra-se disponível um novo tipo de itens nos ficheiros de dados HFSQL: o tipo enumeração. Este tipo de item enumeration permite-lhe guardar tipos de variáveis do WLanguage. Esta nova funcionalidade torna mais fácil a ligação de dados nas aplicações. Melhor integração entre WLanguage e HFSQL. A notificação é uma mensagem gerada pelo servidor HFSQL em caso de incidente. Como parte do automatismo de replicação entre servidores HFSQL, um novo tipo de notificação permite-lhe ser notificado num caso de conflito de modificação. As notificações são enviadas directamente via , e também podem ser vistas no Centro de Controlo HFSQL. O administrador da base de dados é notificado. Pesquisas mais pormenorizadas. 166 Novo tipo de item: combinação Uma combinação é um conjunto de valores que podem ser combinados uns com os outros. O novo tipo de item de combinação está disponível. Este tipo de item combination permite-lhe guardar tipos de variáveis do WLanguage. Esta nova funcionalidade também facilita a ligação nas aplicações de dados. Melhor integração entre WLanguage e HFSQL. 167 Compactar e desfragmentar memos No caso de enormes eliminações de registos (linhas de tabela) (purga de histórico por exemplo), os ficheiros.mmo que contêm memos não diminuem de tamanho. Os elementos excluídos são simplesmente convertidos em blocos livres, que serão reutilizados nas adições futuras. Este mecanismo pode levar à fragmentação de dados, e, a longo prazo, ter impacto na performance. Na versão 20, uma nova opção da função WLanguage HReindex permite-lhe compactar e desfragmentar tipos de ficheiros.mmo. Esta operação é feita a quente, sem desligar e sem interromper os utilizadores. Reduza o espaço usado em disco, aumente a velocidade 168 Índice de texto completo: sinónimos Um índice de texto completo permite-lhe pequisar tipos de itens num contexto Text ou tipos de itens Text memo (texto simples ou enriquecido: RTF, HTML,...). Na versão 20, torna-se possível definir uma lista de sinónimos para um índice de texto completo. Desta forma, uma pesquisa da palavra «car» pode também encontrar registos contendo as palavras «sedan», «minivan» ou «convertible», por exemplo. 169 Índice de texto completo: decorrentes Decorrentes permite fazer pesquisas num índice de texto completo levando em consideração as variações de uma palavra dada. Desta forma, uma pesquisa sobre a palavra «live» vai também resultar em palavras que contenham «living», «lives», «lived». Este tipo de pesquisa é interessante para bases de conhecimento (aplicação ou site de Internet). Esse recurso também lhe permite encontrar ambas as palavras de forma singular e plural. É possível escolher o algoritmo utilizado baseado na linguagem. Disponível nos seguintes idiomas: Francês, Inglês, Alemão, Dinamarquês, Espanhol, Filandês, Húngaro, Italiano, Norueguês, Português, Romeno, Russo, Sueco, Turco Melhor pesquisa. 170 Índice de texto completo: palavras ocas Uma palavra oca é uma palavra a ignorar durante uma pesquisa. Normalmente, links, artigos: e, ou,... Na versão 20, você pode associar uma lista de palavras a ignorar com um índice de texto completo. A pesquisa de texto completo é mais precisa 172 Mais suave a cópia de contexto HFSQL Ao criar um grande número de tarefas (por exemplo ao usar os novos recursos de programação paralela, consulte a nova função # 095), a cópia do contexto de toda a base de dados pode consumir recursos desnecessariamente. Algumas informações são muitas vezes inúteis. Um novo modo de copiar o contexto está agora disponível Este modo tem em conta os elementos essenciais: ligação ao servidor caminho e nomes dos ficheiros de dados palavras-passe O que se segue não é copiado: as operações de leitura em andamento as consultas em curso as posições armazenadas Fazer o backup do contexto torna-se muito mais rápido. Consumo de memória mais suave 173 hsave: adicione ou modifique consoante o caso Quando um registo de um ficheiro de dados (linha) tem de ser salvaguardado, existem duas possibilidades: ou é uma adição (hadd deve ser chamado), ou uma modificação (hmodify deve ser chamado). A nova função hsave escolhe automaticamente a função mais correcta a chamar, consoante a situação. Menos código. 174 Controlador ODBC no HFSQL: version 3.8 O controlador ODBC permite-lhe aceder às bases de dados HFSQL (local, Cliente/Servidor, em Windows ou Linux) a partir de uma aplicação de terceiros. Uma selfie? Sim, mas com WINDEV 20! Na versão 20, o controlador ODBC evoluiu e oferece suporte para a versão 3.8 standard. O controlador ODBC oferece uma ampla série de recursos adicionais, tais como: melhor suporte do padrão UNICODE suporte para transações vários marcadores em tabelas Pesquisa genérica em tabelas de esquemas gerir cursores por blocos O controlador ODBC para HFSQL está disponível em modo 32-bit e 64 bits. Melhor interoperabilidade bit WDSQL A ferramenta WDSQL está agora disponível em 64-bit, em adição à versão de 32-bit. Esta evolução é útil para aceder a bases de dados de terceiros para o qual o utilizador só tem o controlador ODBC de 64 bits. suporte 64-bit 176 Importe ficheiros de Excel para HFSQL numa única linha de código (himportxls) Na versão 20, a nova função WLanguage, himportxls, permitelhe importar bastante facilmente o conteúdo de um ficheiro de 40 41

22 Excel para um ficheiro de dados HFSQL. Por defeito, cada coluna num ficheiro Excel preenche o item do mesmo valor no ficheiro HFSQL: Primeira coluna para o primeiro item, segundo coluna para o segundo item,... Também é possível especificar qual item será preenchido por qual coluna. Lembre-se que pode sempre programar uma importação pormenorizada de um ficheiro XLS utilizando a família de funções XLS. Importar de Excel é muito fácil. 177 FUNÇÕES SQL DO HFSQL Visões lógicas SQL e Materializadas Na versão 20, o HFSQL oferece visões lógicas e materializadas SQL. (Ver novidades 134 a 155) independência de dados 178 Múltipla inserção Na versão 20, HFSQL suporta a sintaxe da função INSERT, permitindo-lhe adicionar várias linhas num ficheiro apenas numa única consulta. Esta sintaxe reduz o número de chamadas ao servidor (e o número de linhas de código)! Este tipo de consulta é gerada automaticamente por algumas ferramentas (backup...) Este novo recurso permite-lhe repitir estas consultas a uma base de dados HFSQL. Maior compatibilidade. 179 Utilize uma seleção numa actualização (e mais: selecção escalar) Uma consulta SELECT é uma consulta que devolve um valor. Torna-se possível utilizar consultas SELECT para devolver apenas um único valor em vez de expressões escalares: valor literal numérico ou texto, valor item... O meu software favorito! Por exemplo, pode criar consultas dos seguintes tipos: UPDATE Customer SET CATTC = ( SELECT SUM(Invoice.GrandTotal) FROM Invoice WHERE Invoice.CustomerID = Customer.CustomerID ) Não há necessidade de escrever duas consultas separadas. 180 Optimização do «in Foram feitas optimizações significativas no planificador de consultas SQL para executar o comando SQL IN. Esta significativa optimização começa nos 10 valores possíveis do comando IN. Melhorias de desempenho 181 Gestão de direitos no SQL (Conceder e Revogar) Estes dois comandos de SQL GRANT e REVOKE foram introduzidos na versão 20. GRANT permite conceder alguns direitos, e REVOKE de revogá-los. Esses comandos oferecem uma ampla série de parâmetros que podem definir, modificar e apagar direitos no servidor HFSQL, a bases de dados e a ficheiros de dados (tabelas). Novos comandos SQL. 182 Comando SQL CREATE TABLE AS O comando SQL CREATE TABLE AS permite-lhe criar um novo ficheiro de dados resultado de uma consulta. O ficheiro de dados criado pode, ou não, ser preenchido com os dados da consulta. Ao contrário de uma «visão lógica materializada», a descrição da consulta descrevendo a tabela não é automaticamente armazenada no servidor. Crie um ficheiro de dados em SQL. 183 Expressões regulares em consultas, RLIKE, REGEXP Os novos comandos SQL RLIKE e REGEXP permitem-lhe utilizar expressões regulares em consultas. A sintaxe das várias bases de dados são suportadas de modo a facilitar a interoperabilidade. regexp, rlike, regexp_like, not regexp, not rlike, ~,!~ Novos comandos SQL. 184 Caracteres não suportados por teclado, em consultas: char O comando SQL CHAR converte um código ASCII em carateres (que é o equivalente à função Charact conhecida do WLanguage). O comando CHAR é útil, por exemplo, para inserir um CR num item de saída de uma consulta. Resultados formatados. 185 top, bottom e limit, configuráveis Os três comandos SQL TOP, LIMIT e BOTTOMagora aceitam um parâmetro no lugar do valor inicial. O parâmetro é preenchido no momento em que o comando é executado. SELECT TOP {pmaxcustomernbr} Customer.CustomerID AS CustomerID, Customer.Name AS Name, Customer.FirstName AS FirstName, Customer. AS , Customer.RewardPoints AS RewardPoints FROM Customer TOP Consultas! 186 Resumo dos novos comandos SQL A versão 20 oferece 19 novas funções SQL: TOP configurável Permite-lhe seleccionar os primeiros registos no resultado de uma consulta BOTTOM configurável Permite-lhe seleccionar os últimos registos no resultado de uma consulta. LIMIT configurável Permite-lhe seleccionar os primeiros registos no resultado de uma consulta Multi INSERÇÃO Permite-lhe adicionar vários registos numa tabela SELECT escalar Capacidade de usar a instrução SELECÇÃO no lugar de um valor ou uma coluna em INSERÇÃO, UPDATE, etc. CHAR/CHR Permite-lhe converter um código ASCII para caracteres. CREATE MATERIALIZED VIEW Usado para criar uma visão lógica materializada. CREATE VIEW Usado para criar uma visão. CREATE TABLE AS Permite-lhe criar uma tabela utilizando um nome falso. GRANT Utilizado para conceder direitos num servidor HFSQL. REGEXP/RLIKE/ ~ / REGEXP LIKE Permite-lhe avaliar uma expressão regular dentro de uma consulta SQL. REVOKE Permite-lhe cancelar os direitos num servidor HFSQL DROP MATERIALIZED VIEW Usado para eliminar fisicamente uma visão lógica materializada a partir do disco. DROP VIEW Usado para eliminar uma visão. REFRESH MATERIALIZED VIEW Usado para actualizar o conteúdo de uma visão lógica materializada no disco. 43

23 BASES DE DADOS DE TERCEIROS BIG DATA Utilizar o Big Data RIAK Acesso nativo MariaDB MariaDB é uma base de dados que surgiu a partir de uma bifurcação no MySQL (após a aquisição da MySQL pela Sun e depois pela Oracle). Na versão 20, é possível aceder nativamente a bases de dados MariaDB a partir de aplicações WINDEV e WEBDEV. O Programador beneficia da família de funções hread*, o editor de consultas e todas as automações fornecidas pelos acessos nativos. O acesso nativo MariaDB é um módulo fornecido em separado do produto. O acesso nativo MariaDB está disponível para Windows e Linux em modo 32 bits e 64 bits. Suporte para MariaDB. 188 Acesso nativo Postgresql de 32-bits e 64-bits Big Data é suportado em WINDEV e WEBDEV. É fornecido um exemplo de utilização de Big Data através da base de dados RIAK, para além do exemplo MongoDB. Este exemplo ilustra como programar o acesso à informação encontrada na base de dados do tipo NoSQL Big Data. Com WINDEV 20 você está pronto para Big Data. 190 WINDEV 20 Tire partido das 200 novidades da versão 20 Quase todos os novos recursos que encontrou nas páginas anteriores estão disponíveis em WINDEV 20. Além desta impressionante lista de novos recursos, WINDEV 20 também oferece novos recursos detalhados neste capítulo. A versão 20 do WINDEV está realmente muito rica! Centenas de novidades para WINDEV na versão 20 Uma aplicação WINDEV 20 no Windows 10 Todas as versões Windows. 191 UI/separação de código MVP O acesso nativo a uma base de dados PostgreSQL está agora disponível em Windows e Linux em modo 32-bits e 64-bits. Melhor suporte a PostgreSQL A separação entre o «código/ui» via método MVP agora oferecido na versão 20, permite-lhe isolar o código em relação à janela. Este é um método de desenvolvimento comum, que agora pode ser usado directamente no WINDEV. (veja a novidade 088) Organize o seu código. WINDOWS WD WB Windows 10 WINDEV 20 é compatível com a nova versão do Windows 10. As aplicações desenvolvidas com WINDEV funcionam sem qualquer modificação em todas as versões Windows. Em relação à interface do «Windows Store Apps», ver novidades

24 193 CAMPOS Novo campo folha de cálculo O novo campo «folha de cálculo» permite-lhe oferecer um recurso de cálculo diretamente nas suas aplicações sem ter que instalar qualquer software adicional no computador do utilizador final. Ver novidades 001 a 007. Entre muitas novidades, também implementámos: articulando a tabela inversão das dimensões multi-selecção de linhas, colunas, células eliminação de colunas utilização de bases de dados de terceiros: SQL Server, Oracle, MySQL... possibilidade de adicionar um período Ver novidades 016 a 030. PVT Melhorado. 196 Novo campo «separador dinâmico MDI» O novo campo «separador dinâmico MDI» permite-lhe criar interfaces do género «Navegador do Chrome» nas suas aplicações WINDEV. A gestão de separadores é automática. Ver novidades 011 a 012. nizar vídeo conferências de forma fácil. Ver novidades 013 a 015. Fazer vídeo conferências nunca foi tão fácil. 199 AAF: Campo Tabela: zoom Para tornar mais fácil a leitura dos campos de uma tabela, o utilizador final tem agora à sua disposição zoom do conteúdo de uma tabela. Este novo recurso pode ser utilizado com os seguintes campos: tabela PVT (rolap Cube) novo campo folha de cálculo O zoom é feito com o rato: CTRL + roda. O zoom pode também ser programado: propriedade..zoom. Enriquecer o texto do botão no editor Os botões estão ainda mais bonitos. 201 Sobreposição de imagens nos botões Na versão 20, torna-se possível sobrepor a imagem de fundo e o ícone dos botões baseado em estilos. Ao aplicar um estilo ao botão, o botão herda o ícone e o rebordo da imagem. Numa janela, num determinado botão, pode modificar a imagem do ícone, por exemplo, para converter uma lata de lixo num X vermelho Em versões mais antigas, a operação «style refresh» (por exemplo depois de modificar um dos estilos numa folha de estilo) reaplicaria o estilo inicial ao botão e restaurava o ícone original. Na versão 20, as alterações são mantidas. Mantenha as suas alterações. Ofereça folhas de cálculo aos seus utilizadores e clientes. 194 Novo campo Google Maps Com este novo tipo de campo, as aplicações podem oferecer funcionalidades de mapeamento! Ver novidades 008 a 010. Os utilizadores finais navegam facilmente entre os separadores. 197 Novo gráfico «pie» multi-nível O novo gráfico sunburst é utilizado para apresentar visualmente um significativo número de dados num espaço reduzido. Ver novidades 031 a 034. À esquerda, o conteúdo «normal» da tabela, à direita, o mesmo conteúdo mas aumentado Uma felicidade para os utilizadores finais que se esqueceram de seus óculos! 200 Campo botão: uma legenda agradável em RTF! 202 Propriedade..Opacity» nos grupos de campos Modificar a opacidade de vários campos numa única linha, é possível. Na versão 20, a propriedade..opacity torna-se disponível em grupos de campos Menos código para escrever. Não necessita de pedir indicações! O campo botão pode conter uma imagem e/ou texto. Na versão 20, o texto pode estar no formato RTF. O texto pode ser enriquecido: negrito, itálico, sublinhado, mudança de fonte, tamanho, cor... O texto será traduzido através do software de tradução WDMSG. Tudo se torna possível na legenda do botão! 203 Barras de progressão infinitas Adicionar uma barra de progressão é um elemento de informação útil para o utilizador final. Por vezes não é possível prever a duração ou o volume que um processo terá, por conseguinte, não é possível mostrar uma barra progressiva correspondente ao seu estado. 195 Um novo tipo de gráfico. Campo PVT (cubo de rolap) Na versão 20, o PVT (Tabelas Pivot) evoluiu. Temos avaliadas e implementadas na versão de 20 um largo número de sugestões, contributo oferecido pelos utilizadores do Cubo, enquanto naturalmente se preserva a compatibilidade com seus atuais recursos. 198 Novo campo Video Conferência O novo campo WINDEV 20 «Video Conferência» permite-lhe orga- Exemplos de botões cujo texto foi enriquecido com RTF aqui, o mesmo botão com dois textos apresentados de forma diferente Diferentes exemplos de barras de progressão «infinitas» Para suportar estes casos, foi introduzido no WINDEV 20 um tipo de 46 47

25 barra de progressão infinita. O tipo de barra de progressão foi adaptada a uma animação sem fim. Vários modelos de barras de progressão infinitas são oferecidas e podem ser personalizadas. Barra de progressão que não mente. 204 Novidade WD WB Defina o passo das barras de deslocação e os limites dos cursores A barra de deslocação tem botões clicáveis em ambas as extremidades para mover para trás e para a frente. Por defeito, o movimento para a frente ou para trás é efectuado a passo de uma unidade por clique. No caso em que há um grande número de elementos (por exemplo, ), poderá pretender que um clique no botão da extremidade da barra de deslocamento, desloque a sua caixa, 50 ou 100 unidades de cada vez. Agora é possível definir através de programação, o intervalo e o limite que a barra de deslocamento move os campos. Esta propriedade permite-lhe controlar com precisão o comportamento do campo em UI onde os limites podem variar muito. Para verificar a consistência dos dados inseridos, e apresentar um número «legível», está disponível uma máscara do tipo «Telefone». Na versão 20 estão disponíveis novas máscaras que permitem verificar a entrada de um número de telefone da Suíça, Bélgica e Canadá. Construir uma máscara para outro país é possível: é feita através de uma expressão regular. Números de telefone no formato do país! 207 Outras evoluções nos campos Na versão 20, evoluiu um grande número de campos: agora é possível inserir citações nos campos de edição com máscaras de ficheiros. Uma pequena novidade bastante útil. TSE 210 Instalação sem UAC O novo modo de instalação permite-lhe gerar instalações que não acionam o UAC. Este tipo de instalação não requere privilégios de administrator do actual utilizador. Esta nova opção está disponível: para instalações individuais para instalações com actualizações automáticas. Neste modo, a instalação é normalmente realizada no diretório de perfil do utilizador actual. Para o registro, um método semelhante é utilizado (entre outros) pelo navegador Chrome para instalar uma actualização. Chega de UAC! 211 Novidade WD WB Combinação do histórico de instalações de 32-bits/64-bits Uma instalação pode conter a versão de 32 bits e a versão de uma aplicação de 64 bits. Neste modo, a versão apropriada será seleccionada de acordo com o tipo de sistema operativo. A instalação combinada de aplicações 32-bits/64-bits agora são suportadas pelo «histórico de versões». Agora é possível voltar a uma versão anterior da aplicação. Uma rede segura para os utilizadores. 208 Desactivação automática de animações dos gráficos Barras de ferramentas veloz. 205 Limite de duração No WINDEV os campos de edição vêm com uma máscara do tipo Duration. Graças a esta máscara, o utilizador final pode facilmente introduzir uma duração na aplicação. Na versão 20, pode especificar um valor mínimo e máximo a considerar na duração. Estes limites são aplicados utilizando as propriedades..minvalue e..maxvalue do campo de edição. Limite o seu espaço! TSE é uma tecnologia de acesso remoto bastante utilizada pelas empresas. Neste modo de execução, os efeitos gráficos devem ser limitados porque a latência da rede diminui a visualização, e por isso o utilizador final. Por esta razão, na versão 20, o WINDEV desativa automaticamente os efeitos gráficos dos campos em modo TSE. Velocidade e fluidez melhorada em TSE. 209 Ctrl+Alt+Pause TSE utiliza a combinação Ctrl+Alt+Pause, para alternar entre o modo «ecrã simples» e o modo «janela». Este atalho também foi utilizado pelo WINDEV para desencadear uma «descarga de depuração». Para evitar conflitos, o atalho utilizado pelo WINDEV passou a ser Ctrl + Pause... Fim dos conflitos! os meus projectos são grandiosos. 206 Máscara de Telefone para a Suíça, Bélgica e Canadá INSTALADOR Um número de telefone é inserido num campo do tipo «campo de edição». 48

26 212 Assinatura nas instalações combinadas de 32-bits/64-bits. Com assinatura digital o utilizador tem certeza de que o conteúdo da instalação não foi modificado desde a sua criação. Na versão 20, agora pode assinar digitalmente uma instalação combinada de 32-bits/64-bits. Integridade garantida da instalação 213 EXECUTÁVEIS AUTÓNOMOS Executáveis autónomos: Forneça um único ficheiro Por vezes pode ser útil fornecer um executável apenas com um único ficheiro, sem instalação, sem a parte DLL. Por exemplo, para incluir um anexo num . Na versão 20, o WINDEV pode gerar aplicativos do Windows integrando a framework e qualquer outro recurso de ficheiros no executável. Este modo funciona para aplicações de 32-bits e de 64-bits. De assinalar que a framework não é extraída no momento do lançamento, desta forma o utilizador final não necessita de ter autorizações de escrita da localização do executável. Isto facilita a implementação de aplicações embebidas. Forneça um único ficheiro AAF 214 AAF: Desactivando animações de gráficos Animações automáticas trazem efeitos agradáveis aos campos de gráficos. Em algums casos (computador antigo ou pouco potente por exemplo, ou mesmo acessos remotos via TSE), desactivar estas animações poderá ser a melhor solução. Na versão 20, as animações automáticas nos gráficos são controláveis através de um menu popup do campo gráfico. É possível cancelar uma animação num gráfico até nova indicação. Melhor controlo da velocidade na apresentação dos gráficos 215 AAF: Tabela: armazenar o estado das quebras Quando um utilizador final trabalha com uma tabela complexa com muitas quebras, este pode querer conservar a configuração actual: expandir quebras, colapsar quebas... Com WINDEV 20, esta opção encontra-se disponível através de um menu popup da tabela. Quebras sem rasgos AAF: Tabela: colorir linhas e colunas Para realçar o conteúdo de uma linha de tabela ou coluna, o WIN- DEV 20 oferece uma nova AAF. Agora é possível selecionar uma ou mais linhas ou colunas e definir uma cor de fundo. Ler uma tabela é assim mais fácil Mais fácil ler uma tabela 217 AAF: Campo Check Box Ler, atribuir, validar AAF: selector de ficheiros automático Quem nunca se esqueceu de um botão «Selecção» ao lado de um campo de edição para inserir um nome de ficheiro? Na versão 20, os campos de edição do tipo «Nome de ficheiro» ou «Caminho do directório» oferecem automaticamente a possibilidade de abrir um selector de ficheiros ou de directórios. Encontre o seu caminho 219 AAF: Lista: copiar/copiar tudo Estas duas opções estão disponíveis no menu popup da lista de campos: Copiar» e «Copiar tudo». Estas duas opções copiam o texto do campo para a área de transferência. Copie as suas listas com 1 clique 220 Os utilizadores finais beneficiam de um número sempre crescente de recursos automáticos. 221 NOVOS MODELOS DE TEMPLATES WINDEV 20 oferece 2 novos modelos de templates Um modelo de ecrã define o estilo gráfico de uma aplicação. Os gostos e os hábitos dos utilizadores evoluíram no tempo e nas tendências. Por isso, é importante ter acesso a novos modelos de aplicação. O novo modelo ActivFox AAF são Recursos automáticos da Aplicação que beneficiam os utilizadores finais das suas aplicações sem a necessidade de codificar qualquer coisa que seja. O campo Check Box do WINDEV 20 apresenta um menu popup automático com as seguintes opções: verificar todos limpar todos marcar apenas esta opção AAF de PVT (cubo) Este parágrafo não apresenta todas as AAF da versão 20: um grande número de AAF são apresentados diretamente no número do novo recurso. Sobre a Tabela Pivot Dinâmica: AAF para omissão de uma ou mais colunas AAF permite sub-níveis para expandir a partir de um determinado nível. Olhando para um campo tabela, AAF permite o seguinte: atribuir um filtro a um campo check box atribuir um tipo de filtro encontrar entre 2 datas abrir um calendário no cabeçalho de uma coluna de tipo de data. (ver novidades 028 a 030) O novo modelo ActiveAndroid5 Novas formas de personalizar as suas aplicações

27 222 SCM (SOURCE CODE MANAGER) Configurar a linha de comandos Para testar a aplicação, talvez necessite de passar alguns parâmetros para a aplicação. A passagem dos parâmetros é efectuada através de uma linha de comando: uma série de parâmetros que a aplicação recebe no arranque. Em versões antigas, a linha de comandos era exclusiva no projecto, partilhada através do SCM. Se 2 programadores necessitarem de uma linha de comandos específica para cada um deles, o SCM não para o check-out e o check-in! Na versão 20, cada programador tem a sua «própria» linha de comandos. Chega de verificações desnecessárias! Cada um por si e o SCM pode descansar! 223 WINDOWS STORE APPS Windows 10 Store app Windows layouts na Windows Store Apps O Window Layout permite-lhe definir, numa aplicação, múltiplos layouts para a mesma janela. Os diferentes layouts permitem adaptar a aplicação a vários dispositivos UI. tamanho do ecrã, orientação,... Na versão 20, os layouts também estão disponíveis para a Windows Store Apps. Organize 224 Campo Código de Barras Na versão 20, o programador pode exibir códigos de barras na Windows Store Apps. O campo Código de Barras está disponível nesta plataforma. Códigos e códigos de barras 225 a 250 Novas funções Windows Store Apps WLanguage ganha 26 novas funções para Windows Store Apps. StringToTime DateTimeToReal RequestUpdate ExecuteUpdate WinCurrentLayout grstockgetdata grscattergetdataxy grgetdata grsurfacegetdata HCompareItem HModifyViewRights NumToFinancialWritingChinese RealToDateTime EventClose EventOpen TableRefreshVisible PTCancel PTWait PTWaitAll PTRequestCancelation PTExecute PTExecuteAfter PTExecuteAfterAll PTExecuteAfterOne PTParameter LooperRefreshVisible 251 LINUX Janelas internas em Linux Janelas internas são utilizadas para partilhar partes do UI ou criar UI modulares através de programação. O campo «janela interna» encontra-se disponível para aplicações em Linux. Também pode criar modelos de janelas internas (ver novidade 055). Modularidade. 252 Linux: Controlador ODBC para HFSQL O controlador ODBC para HFSQL encontra-se disponível para 32- bits e 64-bits em Linux É possível manipular uma base de dados HFSQL a partir de aplicações de terceiros em Linux, especialmente a partir de sites PHP hospedados em Linux. HFSQL ainda mais aberto! 253 Linux: Pedidos HTTPS Pedidos HTTPS são pedidos seguros As funções HTTPRequest e HTTPSendForm agora suportam o protocolo HTTPS no Linux. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: HTTPS intercâmbios seguros sobre Linux 254 Linux: Segurança em Web Services A chamada a Web services em aplicações no Linux podem agora utilizar o protocolo HTTPS. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Segurança dos Web services no Linux 255 Linux: Funções SalesForce As funções de SalesForce estão agora disponíveis para as suas aplicações nativas Linux em WINDEV. Que SalesForce esteja consigo em Linux 256 Linux: Procedimento de Automatização Automatização dos procedimentos definidos no editor de código (chamada automática, chamada de processos, etc.) estão disponíveis para Linux na versão 20. Melhor portabilidade 257 Linux: AAF: Exportar tabelas Encontra-se disponível uma nova AAF para aplicações Linux. O utilizador final pode agora exportar os conteúdos das tabelas para OpenOffice e XML. Esta exportação pode também ser efectuada através de programação utilizando TableToWord e TableToXML. Exportação! 258 Linux: ProgressBar A função WLanguage ProgressBar permite gerir uma barra de progressão ao recuperar s do servidor. Na versão 20, esta função também está disponível para aplicações Linux. Melhor compatibilidade 259 a Isto é mesmo uma aplicação NATIVA em Linux. Sim, mas criada com WINDEV 20! 317 As novas funções Linux para WINDEV O WLanguage oferece 66 novas constantes para Linux. O WLanguage ganha 59 novas funções Linux: StringToTime ChangeSourceWindow CryptStandard DateTimeToReal UnCryptStandard RequestUpdate GetTimeOut GetIndicator ExecuteUpdate grstockgetdata grscattergetdataxy grgetdata grsurfacegetdata HAddScheduling HCompareItem HSave HExecuteScheduling HListScheduling HModifyViewRights HModifyScheduling HRefreshView HDeleteMoficiation HOnServerCall HTTPSend CheckBoxCount iresetnbpages NumToFinancialWritingChinese RealToDateTime RadioButtonCount SFAdd SFForwardQuery SFConnect SFConvertLead SFDisconnect SFExecuteQuery SFExecuteProcess SFMerge SFRead SFModify SFSearch SFSeekModified SFSeekDeleted SFUndelete SFDelete SFEmptyRecycleBin EventClose EventOpen TableToWord TableToXML PTCancel PTWait PTWaitAll PTRequestCancelation PTExecute PTExecuteAfter PTExecuteAfterAll PTExecuteAfterOne TPParameter LooperRefreshVisible 52 53

28 318 JAVA Java: DES, 3DES, AES encriptação standard As novas funções de encriptação (ver novidade 106) estão disponíveis para aplicações desenvolvidas em Java. Isto permite a transmissão de documentos encriptados entre diferentes plataformas. Encriptação universal. 319 Java: HFSQL reconexão utomática A partir de uma aplicação Java desenvolvida com WINDEV 20, pode nativamente aceder a uma base de dados HFSQL Cliente / Servidor. Em aplicações Java desenvolvidas com a versão 20, quando acidentalmente se desconectam da base de dados HFSQL (falha de rede,...), a reconexão à base de dados é automática. Mantenha-se conectado 320 Novas variáveis de estado HFSQL em Java 10 novas variáveis HFSQL são suportadas na versão 20 para Java:H.LanguageCreationUnicode, H.Out, H.Found, H.TemporaryDirectory, H.TrsInternalID, H.TrsApplicationName, H.TrsMachineName, H.TrsPost, HCS.Timeout, HCS.FrameSize. Facilidade na portabilidade. 341 MAC Novidades Mac O desenvolvimento de aplicações para Mac beneficia de todos os novos recursos de desenvolvimento Java. Na versão 20, por exemplo, a criptografia standard está disponível, e a reconexão automática assegura as aplicações. Melhoria do desenvolvimento Mac. 342.NET.Net: Em escada tabela Os métodos de assemblagem aceitam tabelas «em escada» como parâmetros (tabelas de tabelas) são suportadas na versão 20. Não falhe um passo Net: Recarregar montagens No ambiente, uma opção permite-lhe «recarregar» uma montagem Isso permite-lhe actualizar uma montagem que foi mais uma vez modificada desde a abertura do projeto. Actualize-se! WLANGUAGE 345 Novas constantes Estão disponíveis 98 novas constantes WLanguage na versão 20. itinerarypedestrian, ccignoreinsidespace, TwainContrast, grsunburst... (consulte a lista completa na ajuda online) 346 Novos tipos 10 novos tipos de variáveis WLanguage estão disponíveis na versão 20. httpprogress, httpreponse, httprequest, Marker, NotificationFormat, Palette, SignalAutomatique, SignalManual, sshsession, ParallelTask a 365 Novas propriedades WLanguage ganha 19 novas propriedades para WINDEV. DisplayEvenIfNull Apresenta ou não uma linha/cabeçalho de coluna de um PVT. TwoWayAnimation Controla a animação de uma barra de progressão infinita. WithClosingButton Apresenta ou não o X de encerramento dos painéis de um separador MDI WithNewButton Apresenta ou não o símbolo + de abertura dos painéis de um separador MDI FormulaBarVisible Apresenta ou não a barra de fórmulas num campo folha de cálculo. ToolbarVisible Apresenta ou não a barra de ferramentas no campo folha de cálculo HeaderVisible Apresenta ou não a linha e o cabeçalho da coluna num campo folha de cálculo. WindowIfNew Controla o nome de uma janela interna na abertura de um novo separador MDI BackgroundImage Controla a imagem de fundo de um relatório. PrintBackgroundImage Controla a impressão da imagem de fundo de um relatório. CaptionIfNew Especifica a legenda do aa novo painel aberto num separador MDI StoreTheConfiguration Controla o backup e restore automático da configuração dos painéis dos separadores MDI. NbAnimationSteps Controla os passos de animação de uma barra de progressão infinita. InputFormula Autoriza ou não o registo de fórmulas num campo folha InputValue AnchorRateBottom AnchorRateHeight ReturnedValue UndockablePane 366 a de cálculo. Autoriza ou não o registo de valores num campo folha de cálculo. Especifica a percentagem de ancoragem ao mover um campo do relatório sobre o eixo vertical. Especifica a taxa da altura da ancoragem de um campo no relatório Controla o valor de retorno de um relatório. Autoriza ou não o desbloqueio dos painéis num separador MDI. 458 Novidade WD WB Novas funções WLanguage disponíveis em WINDEV WLanguage ganha 93 novas funções para WINDEV: MapDisplayPosition Centraliza o mapa apresentado num campo Mapa numa posição geográfica ou num local específico. MapAddItinerary Adiciona um itinerário a um campo Mapa MapAddMarker Adiciona um novo marcador no mapa apresentado num campo Mapa MapInfoPosition Devolve as coordenadas (em pixels) do ponto correspondente a uma posição geográfica (latitude e longitude. MapInfoXY Devolve a posição geográfica (latitude e longitude), correspondente a um ponto num campo Mapa. MapLienceGgl Indica a chave da licença do «Google Maps API» a utilizar nos campos Mapa do WinDev. MapModifyMarker Modifica um marcador apresentado num campo mapa. MapGetPosition Devolve a posição geográfica do ponto localizado no centro do mapa, apresentado no momento, num campo mapa. MapDeleteItinerary Elimina um itinerário de um campo Mapa. MapDeleteMarker Elimina um marcador de um mapa apresentado no campo Mapa. MapDeleteAll Elimina todos os marcadores de um mapa apresentado no campo Mapa. StringToTime Transforma uma hora no formato de cadeia de caracteres num tempo no formato HHMMSSCC. ControlToSource Copia o conteúdo de um campo para uma fonte (ficheiro ou variável). CryptStandard Encripta uma cadeia de caracteres ou um buffer binário utilizando um algoritmo de criptografia simétrica (AES, DES, etc.) DateTimeToReal Converte uma data e hora 8 bytes reais. UnCryptStandard Decripta uma mensagem previamente encriptada utilizando um algoritmo de criptografia simétrica (AES, DES, etc.) RequestUpdate Solicita a execução do processo que actualiza a apresentação da janela. dtextrtf Desenha um texto RTF num campo de imagem ou numa variável tipo Imagem. GetIndicator Recupera os indicadores definidos numa mensagem de IMAP. ExecuteUpdate Executa imediatamente o processo que actualiza a apresentação da janela. ExecuteActionPlan Executa uma instância do plano de acção na fábrica de software. 321 a novas funções WLanguage para Java 344 Copie os estilos através de programação WLanguage ganha 20 novas funções para Java: CharactTypeOccurrence CharactType StringInsert StringDelete CryptStandard UnCryptStandard ExtractLine HSave HInfoMemo HFree HCross HReconnect HOnError LanguageToCharset LineToPosition WordOccurrence DayNumberInAlpha MonthNumberInAlpha PositionToLine TableSwapLine Na versão 20, é possível copiar um estilo de um campo para outro. A cópia é feita através deste simples processo: Control1..Style = Control2..Style Útil quando utiliza a função ControlCreate! Os dois campos devem simplesmente ser do mesmo género! Duplique dinâmicamente os seus estilos. 54

29 geoazimuth Devolve a direcção representada por uma posição em relação a uma outra. geodistance Devolve a distância entre duas posições. grstockgetdata Recupera a informação a partir de um gráfico Stock. grscattergetdataxy Recupera a informação a partir de um gráfico Scatter. grgetdata Recupera a informação a partir de um gráfico. grsunburstadddata Adiciona dados a um gráfico sunburst grsunburstsectioncolor Muda a cor de uma secção apresentada num gráfico Sunburst grsunburstrootsection Permite alterar ou especificar o caminho da raiz num gráfico tipo Sunburst. grsunburstgetdata Recupera um valor numérico de um gráfico sunburst. grsurfacegetdata Recupera dados de um gráfico de superfície. HCompareItem Compara dois valores como se fossem ordenados por um índice HFSQL específico. HSave Modifica o registro atual, se ele existir, caso contrário, adiciona um novo registro. HImportXLS Importa um ficheiro XLS para um ficheiro de dados no formato HFSQL Clássico. HModifyViewRights Modifica os direitos concedidos numa visão SQL. HRefreshView Recalcula o conteúdo de uma visão materializada. HAddScheduling Adiciona uma programação para uma tarefa, uma cópia de segurança, uma otimização, um novo cálculo de uma visão materializada. HExecuteScheduling Executa um agendamento para uma tarefa, uma cópia de segurança, uma otimização, um novo cálculo de uma visão materializada. HListScheduling Listar as tarefas agendadas, backups,.. HModifyScheduling Modifica um agendamento para uma tarefa, backup,... HDeleteScheduling Exclui um agendamento para uma tarefa, backup,... HTTPSend Envia um pedido HTTP. CheckBoxCount Devolve o número de opções encontradas num campo Check Box. iresetnbpages Reinicializa o número de páginas. mlloadworkspace Carrega para a sessão todas as variáveis de um ficheiro Matlab. mlwritevariable Escreve o valor de uma variável de sessão. mlexecute Calcula e executa um comando numa sessão de Matlab. mlinitialize Inicializa uma nova sessão de Matlab. mlvariablelist Lista as variáveis encontradas na sessão de Matlab. mlresetworkspace Apaga todas as variáveis da sessão. mlretrievevariable Recupera um valor de variável da sessão. mlsaveworkspace Guarda o espaço de trabalho da sessão num ficheiro Matlab. mldeletevariable Elimina uma variável da sessão de Matlab. mlend Termina uma sessão Matlab. NumToFinancialWritingChinese Transforma um valor numérico (inteiro, real ou moeda) numa sequência de caracteres no formato de escrita financeira chinesa. TabLoadConfiguration Restaura a configuração de um campo Separador dinâmico guardado num formato de cadeia de caracteres. TabClose Fecha um painel num campo Separador dinâmico. TabCloseAll Fecha todos os painéis de campo Separador dinâmico. TabOpen Adiciona um novo separador num campo Separador dinâmico. TabSaveConfiguration PDFExtractPage RealToDateTime RadioButtonCount EventClose EventOpen SSHCommand SSHConnectShell SSHDisconnectShell SSHWrite SSHRead SysDetectLockedSession TableRefreshVisible SpreadsheetAddData SpreadsheetAddFormula SpreadsheetLoad SpreadsheetInsertRow SpreadsheetRecalculateAll SpreadsheetMaskSelection SpreadsheetSave SpreadsheetStyleSelection PVTHeaderValue DashResizeWidget DashMoveWidget PTCancel PTWait PTWaitAll PTRequestCancelation PTExecute PTExecuteAfter PTExecuteAfterAll PTExecuteAfterOne TPParameter TwainProperty LooperRefreshVisible Guarda a configuração de um campo Separador dinâmico num formato de cadeia de caracteres. Devolve uma variável tipo Imagem que contém uma página de um ficheiro PDF. Converte 8-bytes reais numa data e hora. Devolve o número de opções encontradas num campo Radio Button. Encerra um evento de sincronização entre processos. Abre um evento de sincronização entre tarefas. Envia um comando para um servidor SSH. Abre uma nova sessão SSH. Fecha uma sessão SSH aberta pela função SSHConnectShell. Escreve dados para a sessão SSH. Lê os dados encontrados na sessão SSH. Detecta a alteração no bloqueio da sessão do Windows Modifica ou devolve o estado de visibilidade da banda de atualização de um campo de tabela ou árvore. Adiciona dados a um campo folha de cálculo. Adiciona uma fórmula de cálculo a um campo folha de cálculo. Carrega um ficheiro de um formato XLS / XLSX num campo folha de cálculo Insere uma linha completa num campo folha de cálculo Força o recálculo de todas as fórmulas num campo folha de cálculo Obtém ou modifica a máscara das células selecionadas num campo folha de cálculo. Guarda o conteúdo de um campo folha de cálculo num ficheiro de formato XLSX. Obtém ou modifica o estilo das células selecionadas num campo folha de cálculo. Devolve o valor apresentado num cabeçalho de um campo Pivot Table Altera as dimensões de um widget (janela ou página interna) num campo Dashboard. Altera a posição de um widget (janela ou página interna) num campo Dashboard. Termina a execução da tarefa atual e define o estado da tarefa para «ptscanceled». Aguarda a execução de uma tarefa paralela. Aguarda pela execução de todas as tarefas paralelas de uma array. Solicita o cancelamento de uma tarefa paralela. Desencadeia a execução de uma tarefa paralela. Especifica a continuação de uma tarefa que será executada quando uma tarefa específica concluir. Especifica a continuação de uma tarefa que será executada quando todas as tarefas especificas concluirem. Especifica a continuação de uma tarefa que será executada quando uma das tarefas especificas concluir. Modifica os parâmetros de tarefas paralelas. Obtém ou modifica as propriedades do dispositivo atual Twain. Modifica ou devolve o estado de visibilidade da banda de atualização de um campo Looper. 459 WINDEV MOBILE Tire partido das 200 novidades da versão 20 WINDEV Mobile 20 beneficia da maioria das novas características apresentadas no início do presente documento. Novos campos, evoluções de campos existentes, novas funcionalidades nos editores, novos recursos do WLanguage, no HFSQL: as suas equipas instantaneamente mais eficientes. 460 WD WB Lembrete: migre as aplicações existentes para dispositivos móveis em poucas horas código, assim como as janelas (embora estas necessitem de ser redimensionadas como é evidente), análise de dados,... A base de dados HFSQL (e HyperFileSQL) é nativamente compatível com dispositivos móveis: pode inserir os dados (e os índices) instantaneamente... Você fez realmente a escolha certa com WINDEV e WINDEV Mobile! É garantida a portabilidade do seu código existente. 461 Nova interface de seleção de templates A janela utilizada na seleção dos modelo de templates para as janelas dos dispositivos móveis evoluiu na versão 20. A escolha é mais visual, mais contemporânea: pode imaginar de imediato o olhar futuro das janelas na sua aplicação. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Seleção mais fácil para os modelos de template uma versão que deixa-o de bom humor Já tem aplicações WINDEV? Mesmo que essas aplicações tenham poucos anos de vida são compatíveis com dispositivos móveis! As suas aplicações existentes passam para dispositivos móveis em algumas horas ou alguns dias. As suas equipas estão confortáveis com WLanguage? se sim, então elas estão confortáveis a desenvolver para dispositivos móveis. Criar aplicações para Android ou ios (iphone, ipad) é uma real brincadeira de crianças. As suas aplicações existentes são compatíveis: o 57

30 O CAMPO TABELA EM MOBILE 2 Novos modelos de templates Campo Tabela em Mobile: novidades 2 novos modelos de templates WINDEV Mobile são oferecidos na versão 20 o que lhe permite oferecer estilos contemporâneos para suas aplicações. O template ActivFox skin e ActivAndroid 5, que mostra a aparência do L plataforma Android (Projeto Material). O campo tabela em dispositivos móveis oferece as seguintes novidades: preencher por programação ou por link de ficheiro (data binding) coluna com redimensionamento coluna com ancoragem (especialmente útil quando a coluna vai do modo retrato para paisagem) selecção simples ou multi-selecção sub-cabeçalho de coluna menu popup editar São fornecidos os seguintes tipos de colunas: Texto, Numérico, Moeda, Data, Hora, Etiqueta, Imagem, Barra de Progressão, Ranking Versatilidade. 465 Campo Tabela em Mobile: entrada de dados CAMPO TABELA EM MOBILE o registo de dados num campo tabela, em mobile, é gerido automaticamente. Para registar uma entrada, quando clicar numa célula, surge no topo da tabela uma área de entrada genérica. Entrada de dados na tabela é fácil 463 Campo Tabela em Mobile A campo tabela «clássica» do WINDEV está agora disponível para aplicações mobile em Android e ios. Este novo campo incorpora as capacidades do campo tabela do WINDEV. Rolagem - horizontal e vertical - efectuada pelo dedo. A tabela pode ser apresentada num telefone, com a entrada de dados Os seus actuais activos WINDEV podem ser reutilizados. 466 Campo Tabela em Mobile: programação As funções WLanguage da família Table são suportadas em dispositivos móveis. O nome das funções e a sua sintaxe são idênticas às do WINDEV. Nunca foi tão fácil migrar uma aplicação desktop para um dispositivo móvel! 467 Campo Tabela em Mobile: O AAF As AAF disponíveis para o campo Tabela em dispositivos móveis, são: ordenar lupa (pesquisa) filtro,... As AAF são acessíveis ao utilizador final através dos dedos. Poderosas funcionalidades sem qualquer programação 468 Campo Tabela em Mobile: Comparação com campos Looper Na versão 20, o WINDEV Mobile oferece dois tipo de campos para a apresentação de dados: o novo campo Tabela e o campo Looper. Cada um destes dois tipos de campos apresenta algumas vantagens. Quando usar o quê? É melhor usar o campo Tabela: para beneficiar automaticamente de uma apresentação dos dados em modo tabela modo que o utilizador final pode facilmente mudar o tamanho das colunas lhe permite a modificação rápida dos dados (sem janela de «edição») o beneficiará das AAF específicas para tabelas: Ordenar, pesquisar, filtrar... reutilizar aplicações existentes em WINDEV É melhor usar o campo Looper: para beneficiar de um interface utilizador mais rico (vários campos numa célula) pelo posicionamento dos campos ao pixel. quando o programador pretender utilizar campos específicos, que não estão disponíveis numa colunas da tabela (botão, por exemplo) O programador pode escolher 58 59

31 469 MOBILE RAD Novo RAD mobile: Janelas Bonitas Necessita rapidamente de gerar os écrans correspondentes à base de dados do modelo de dados? Necessita de recriar os famosos «3 minutos» do TDF em casa? Na versão 20, as janelas de RAD do WINDEV Mobile foram completamente renovadas. Tablets e telemóveis não têm o mesmo modo de utilização. As nossas equipas criaram assim dois tipos de RAD: um RAD para tablets, um RAD para telemóveis. Uma única aplicação pode, naturalmente, conter ambas as janelas, para telemóveis e para tablets: a janela apropriada será aberta no dispositivo em questão. Os interfaces utilizador gerados são apropriados para uma utilização móvel, utilizando os campos específicos para esses dispositivos. A nova Janela RAD oferece 14 novos templates. Um RAD que se enquadra. 478 a 483 Novo RAD mobile para tablets é oferecido 6 novos modelos RAD para tablets. Estes modelos são adaptados para tablets. Graças ao uso do poder dos conceitos de «Layout», estes modelos de RAD são adaptados ao tamanho e orientação dos écrans dos Tablets Obviamente que o RAD gera automaticamente os layouts necessários e adaptados ao modelo escolhido. Imagem + Formulário para visualização Imagem + Formulário para edição Imagem + Texto longo Galeria de imagens Looper + Formulário em modo visualização Área multilinha + Formulário em modo visualização Durante esta acção do utilizador final, uma pequena janela aparece automaticamente na área exposta. Uma animação automática é executada. Na versão 20, não há nada a programar para beneficiar desta funcionalidade com tabelas «Navegador». A ligação de dados é automaticamente atualizada. For the the memory table, the new Refresh by pull/release process lets you enter custom update code: Pedidos HTTP... É possível personalizar a pequena janela que surge quando o dedo «puxa». Novos processos estão sendo introduzidos para permitir que o programador personalize a legenda apresentada na janela pequena («última data de atualização»,...), a animação,...: Puxe para actualizar: Comece Puxe para actualizar: Espere pela libertação Puxe para actualizar: Operação de actualizar. 487 Animação do campo Imagem A exibição de uma imagem pode ser animada. Só precisa de fornecer um conjunto de imagens contendo os passos sucessivos de uma animação. Não existe nada para programar Anime 488 Barras de progressão infinitas Um telemóvel oferece conexão à Internet. É difícil prever o tempo necessário para obter a resposta: a utilização de uma barra de progressão infinita é totalmente justificada! Na versão 20, o campo barra de progressão do WINDEV Mobile oferece soluções apropriadas. As barras de progressão podem ser barras de progressão standard do sistema. As barras de progressão podem ser totalmente personalizadas. 470 a Um simples gesto com o dedo actualiza a imagem Comportamento padrão, sem código 477 Novo RAD Mobile para telemóveis é oferecido 8 modelos RAD para telemóveis. Estes modelos são adaptados ao tamanho do ecrã dos telemóveis, bem como ao modo de utilização do telemóvel: Imagem + Formulário para visualização Imagem + Formulário para edição Imagem + Texto longo Formulário em modo edição Formulário + Looper Galeria de imagens Looper Zona multilinha. RAD gera diferentes aplicações de acordo com o hardware: num tablet, uma vez que o ecrã é mais largo, a lista é apresentada de lado A edição de janelas ganha em poder e simplicidade 484 Novo RAD mobile: o código gerado O novo RAD de janelas Mobile gera um código claro, fácil de entender, facilmente reutilizável e de fácil manutenção. Links com os dados são gerados automaticamente. Assistentes fazem perguntas adaptadas a cada modelo. Um código fácil de se personalizar e adaptar. 486 Animações automáticas Um utilizador final verifica uma check box? A check box controla lentamente (mas não muito) a apresentação da opção que está marcada: esta é uma das animações automáticas oferecidas pelo WINDEV Mobile 20 para as suas aplicações! A Verão 20 do WINDEV Mobile oferece um largo número de animações automáticas para campos: animação ao verificar uma check box animação ao modificar um radio button animação no campo classificação animação quando se muda de uma área ActionBar animação quando uma barra de progressão muda de valor. Exemplos disponíveis de barras de progressão «infinitas» Para o infinito e mais além! 489 Encriptação standard Os modos de criptografia DES, 3DES e AES são suportados em Android e ios. A troca segura de dados entre equipamentos móveis e servidores está muito facilitada. (veja a novidade 106) Interoperabilidade máxima. 490 NOVIDADES Testes automáticos nos dispositivos móveis Modelos adaptados para telemóveis 485 Puxe para actualizar Num telemóvel, a acção de puxar uma tabela ou um looper para actualizar o seu conteúdo tem se tornado um gesto habitual para o utilizador final. Situações de animação. Aqui estão 2 exemplos Vai descobrir o mundo maravilhoso das animações depois de receber a sua versão 20 e simplesmente recompilar as suas aplicações móveis. Claro que estas animações podem ser desativadas, campo a campo ou globalmente ao nível da aplicação. Anime as suas aplicações através de uma simples recompilação Na versão 20, os testes automáticos estão disponíveis para aplicações móveis. No simulador, pode salvarguardar, escrever e modificar, e de seguida, reproduzir scripts de teste. Aumente imediatamente a qualidade e estabilidade das aplicações que pretende distribuir. Antes de entregar uma atualização, basta repetir os testes automáticos que tenha criado anteriormente para se certificar de que não há regressão! 60 61

32 Automatize os testes das suas aplicações móveis. 491 Campo Mapa no simulador Nas versões anteriores, o campo Mapa não se encontrava incluído no interface do simulador no seu PC. Na versão 20, o campo Mapa encontra-se disponível no simulador. O Teste (manual ou automático) das aplicações que utilizam mapas é agora possível. Um simulador agora mais perto da realidade. 492 Replicação Universal nos dispositivos móveis de 64-bit A replicação universal assistida permite-lhe implementar rapidamente uma replicação entre bases de dados encontradas nos telemóveis e servidores (localizado na sede da empresa, por exemplo). Alguns cliques e algumas linhas de código são suficientes. Na versão 20, a replicação universal assistida evolui; o serviço de replicação universal assistida está agora disponível em 64-bit. Isto torna possível lidar com grandes volumes de dados. Não há mais limites para dados replicados. 493 Imagens: Suporte automático baseado em DPI Nos telemóveis, para apresentar imagens, necessita saber que cada dispositivo tem um tamanho físico exclusivo e uma resolução gráfica (o número de pixels apresentados para o seu tamanho). O DPI é a relação entre os dois. DPI quer dizer Dots Per Inch. Isto significa que o mesmo ficheiro de imagem, em 2 ecrãs com o mesmo tamanho físico, mas com uma resolução diferente podem ser exibidos demasiadamente pequenos ou demasiadamente grandes. Para evitar isso, e apresentar a imagem num tamanho idêntico, as imagens são apresentadas num modo «esticado». No caso dos ecrãs de alta definição, se a imagem for de baixa qualidade, a imagem pode ser apresentada de forma pixelizada. No caso dos ecrãs de baixa resolução, é o oposto: se a imagem é de uma alta definição, a sua redução de tamanho pode torná-la baça. O problema acima descrito é muitas vezes chamado «problema de DPI.» Factor entre DPI pode ser maior do que 10! Para resolver este problema, o WINDEV Mobile 20 oferece uma solução drástica: nos editores, onde quer que seja possível selecionar uma imagem (campo de imagem, imagem de fundo de um campo...), agora é possível selecionar vários ficheiros de imagens, adequados para diferentes DPI. Esta nova funcionalidade permite selecionar automaticamente em tempo de execução, a imagem mais adequada com base na resolução do dispositivo. Refira-se que para a apresentação dos campos e seus estilos, o tamanho adaptado será preservado independentemente dos DPI: WINDEV Mobile toma conta de tudo! As imagens são bonitas, independentemente da resolução 494 Layouts -baseados em fontes Com o WINDEV Mobile 20, para um determinado campo, é possível especificar uma fonte diferente para cada layout. Este novo recurso é muito útil no desenvolvimento de uma aplicação projetada para funcionar em ambos os sistemas operativos, Android e ios. Esta inovação torna possível utilizar uma fonte específica para cada plataforma. Também é possível especificar o tamanho da fonte para cada layout. Suporte para todos os dispositivos e versões do sistema 495 Layout: capacidade de saber o layout atual Na versão 20 do WINDEV Mobile, a nova função WLanguage Win- CurrentLayoutpermite-lhe obter o layout a ser utilizado no dispositivo. Esta função permite-lhe fazer adaptações especiais baseado na plataforma em execução, ou optimizar o código de acordo com a plataforma, orientação, resolução. Suporte para todos os dispositivos e versões do sistema. IOS NATIVO: IPHONE, IPAD Recordemos que o seu código WINDEV actual, as suas janelas, mesmo que tenham 5 ou 10 anos de idade, são compatíveis com o iphone e ipad. Redimensionar as suas janelas, ajustar algumas coisas, e em poucas horas ou alguns dias, terá aplicações com um grande look para iphone e ipad. As suas equipas não precisam aprender uma nova linguagem porque graças a 20 anos de constante inovação, WLanguage é uma linguagem universal: ios, Windows, Linux, Android, Web, Mac, Windows Phone... Fez a melhor escolha! O ios benefícia dos novos recursos gerais comuns e dos novos recursos para telemóvel: tabelas, nova janela RAD, puxar para actualizar, encriptação,... (ver novidades 463 a 495) 496 Suporte para ios 8, iphone 6 e iphone 6+ ios 8 é suportado pelo WINDEV Mobile 20. ios 8 é suportado em iphones a partir da versão 4S. O WINDEV Mobile 20 sabe, naturalmente, como compilar as aplicações para as versões mais antigas do ios e iphone! Suporte para todos os dispositivos e versões do sistema. 497 iphone 6 e 6+ : maior resolução, maior DPI Tanto o iphone 6 como 6+ têm um ecrã maior comparado com os modelos anteriores, e um maior DPI. Graças à tecnologia de ancoragem, uma recompilação simples no WINDEV Mobile 20 permite às janelas de aplicações mais antigas, não serem «esticadas» quando executadas num iphone 6 ou 6 +, para ocupar todo o espaço físico disponível. Suporte para todos os dispositivos e versões do ios. 498 novidade WD WB Layout: Janela de edição comum retrato <> paisagem iphone <> ipad Os layouts de janelas permitem um desenvolvimento único, independentemente do dispositivo: iphone ou ipad. O desenvolvimento pode mesmo ser compatível com o sistema Android! Encontre as novidades para layouts nos novos recursos # 494 a 495. Desenvolva de forma simples e mantenha uma única aplicação para vários dispositivos. 62

33 Campo Mapa: traçado de percurso O campo Mapa nativo do ios evoluiu: na versão 20, agora é possível traçar percursos em mapas nativos da Apple. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Desenhe as suas rotas. Encontre um endereço utilizando o MapDisplayPosition Na versão 20, uma nova sintaxe MapDisplayPosition para a função WLanguage está disponível. Esta sintaxe aceita um endereço como parâmetro e posiciona o mapa neste endereço. O amigo do carteiro! 502 iphone: menu popup Bolos e gelados (no menu). 503 Para compensar a falta de área de apresentação de uma janela num dispositivo móvel, muitas vezes é útil fornecer um menu popup. Normalmente, este menu contém as possíveis acções. Na versão 20, o WINDEV Mobile permite-lhe apresentar um menu popup standard de iphone, ou seja, a partir da parte inferior do ecrã. Este menu pode ser aberto utilizando o toque do dedo do utilizador final ou utilizando a função WLanguage OpenPopupMenu. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Miras em gráficos Na versão 20, os gráficos oferecem o recurso mira. Uma mira torna a leitura do gráfico mais simples, e apresenta uma caixa de ferramentas com o valor apontado. Menus popup também para menus ipad (não há favoritos) 505 Ler EAN, Code 39, entre outros, códigos de barras Aplicações desenvolvidas em versões anteriores já sabem ler código QR. Na versão 20, a leitura automática de um grande número de outros códigos de barras é parte do produto. A função bccapture do WINDEV Mobile 20 oferece 9 novos tipos de códigos de barras em adição ao código QR: UPCE, Code39, Code39Mod43, EAN13, EAN8, Code93, Code128, PDF417 e Aztec. Anime os seus interfaces. 507 Gerir cookies em ios A função WLanguage para gerir cookies (httpcookie) permite-lhe ler e modificar cookies presentes em sites da Internet. Estas funções estão agora disponíveis em aplicações ios. Cookies apetitosos! 508 Formulários seguros: HTTPS As funções WLanguage para gerir formulários HTTP suportam agora o protocolo de segurança HTTPS. Os seus formulários são seguros 509 Usando bibliotecas de terceiros.framework,.bundle) Para gerir casos especiais, pode inserir directamente código Objective-C no editor de código WINDEV Mobile. Este código pode chamar bibliotecas externas (ficheiros.h e.a). Na versão 20, pode também chamar ou incluir bibliotecas no formato.framework e no formato.bundle. Basta especificar o nome das bibliotecas usadas no assistente de geração. Melhor integração de bibliotecas externas existentes. 501 Campo Tabela em ios Na versão 20, o campo Tabela está disponível em ios, para iphone e ipad. Ver novidades 463 a 468. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Vida próspera às tabelas! Gráfico no ipad: a mira permite-lhe localizar a informação certa Os gráficos têm agora mais significado. 504 ipad: menu popup Na versão 20, são introduzidos os menus popup em aplicações ipad. Ao contrário dos menus padrão do iphone que devem ser colocados na parte inferior do ecrã (automaticamente), os menus pop-up no ipad podem ser exibidos em qualquer lugar, normalmente surgem ao lado do campo que desencadeou a abertura do menu. Com WINDEV 20, o posicionamento é automático. Novas capacidades de leitura de códigos de barras. 506 Campos animados Activar uma animação quando o utilizador selecciona uma linha de uma tabela ou clica num botão? Nada é mais fácil com a versão 20 através da função Animation- PlayOnControlProperty que está agora disponível para as suas aplicações ios. Mudanças animadas em tamanho, visibilidade, posição, Procedimento de Automatização O editor de código permite definir visualmente procedimentos automatizados: execução numa tarefa, chamada em intervalos regulares... Procedimentos automatizados estão agora disponíveis para ios. Menores entradas de código em procedimentos automatizados

34 511 Toque longo em ios Um novo processo (pcode) está dispnível em campos ios: Toque longo. Exemplo prático: uma pressão longa sobre uma linha de tabela ou num campo Looper aciona a apresentação de um menu de popup (usando a nova função WLanguage OpenPopupMenu) Não alivie a pressão! 512 Notificações ios Toasts são mensagens de popup rápidas que aparecem no ecrã do utilizador final e que depois desaparecem automaticamente. Toasts são utilizadas para notificar o utilizador que não há nenhuma acção a ser tomada em resposta à mensagem, por exemplo, para indicar que um documento foi guardado com sucesso. A função WLanguage ToastDisplay está agora disponível para ios. Uma Toasts apresentada num iphone: mensagem de aviso! Faça toasts com o seu iphone! 513 Recuperando s: apresenta uma barra de progressão em ios A função WLanguage ProgressBar permite gerir uma barra de progressão ao recuperar s do servidor. Na versão 20, esta função está disponível para aplicações ios. Maior compatibilidade entre plataformas. 514 Apple Watch Uma aplicação WINDEV Mobile 20 pode interagir com o novo relógio da Apple: o Apple Watch. Aplicações WINDEV Mobile 20 podem, entre outras coisas, accionar notificações directamente no Apple Watch. Suporte para Apple Watch. 515 Gerir a autenticação através da impressão digital nas suas aplicações (Touch ID) O Touch ID é uma tecnologia Apple que lhe permite a leitura de impressões digitais num iphone (a partir da versão 5s) Com o suporte para a tecnologia ID Touch, as aplicações desenvolvidas com a versão 20 de WINDEV Mobile, podem garantir a identidade do utilizador (mais precisamente garantir a presença do dedo do utilizador apropriado) para realizar uma operação específica, por exemplo. pagamentos, acesso a documentos confidenciais,... Se por alguma razão o utilizador final não consegue colocar o seu dedo no telefone (por estar a usar luvas,...), pode digitar o seu código pessoal (ou um código específico para aquela aplicação). Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: As suas aplicações debaixo do seu polegar! 516 Novas propriedades, novos tipos e novas constantes A Versão 20, oferece 6 novas propriedades para ios, 31 novos tipos e 62 novas constantes (veja a lista completa na ajuda online) 517 a 624 Novas funções WLanguage orientadas para ios Na versão 20 foram introduzidas 108 novas funções WLanguage para ios: AnimationSetParameter AnimationPlayOnControlProperty AnimationGetParameter MapAddItinerary MapDeleteItinerary StringToTime CoordinateScreenToEditor CoordinateEditorToScreen CryptStandard DateTimeToReal UnCryptStandard RequestUpdate GetIndicator EnumMenu ExecuteUpdate WinCurrentLayout grstockgetdata grscattergetdataxy grgetdata grsurfacegetdata HCompareItem HAddScheduling HExecuteScheduling HListScheduling HModifyScheduling HDeleteScheduling HSave HSendMessageToClient HModifyViewRights HRefreshView HOnServerCall HTTPCookieWrite HTTPCookieManage HTTPCookieRead HTTPCookieReset HTTPCookieGet HTTPCookieReplace HTTPSend CheckBoxCount OpenPopupMenu JSONToVariant iresetnbpages RealToDateTime Editar RadioButtonCount SFAdd SFForward Query SFConnect SFConvertLead SFDisconnect SFExecuteQuery SFExecuteProcess SFMerge SFRead SFModify SFSearch SFSeekModified SFSeekDeleted SFUndelete SFDelete SFEmptyRecycleBin EventClose EventOpen SysStandby TableEnableFilter TableSort_55 TableDisplay TableAdd TableAddLine TableSeek TableFilteredColumn TableSortedColumn TableMoveLine TableDisableFilter TableSwapLine TableEnumColumn TableColumnSubscript TableInfoXY TableInsert TableInsertLine TableModify TableModifyLine TableCount TablePosition TableRefreshVisible TableInputInProgress TableInputSearch TableSelect TableSelectMinus TableSelectCount TableSelectPlus TableDelete TableDeleteAll TableSort ToastDisplay PTCancel PTWait PTWaitAll PTRequestCancelation PTExecute PTExecuteAfter PTExecuteAfterAll PTExecuteAfterOne TPParameter VariantToJSON CheckUserIdentity LooperRefreshVisible A funça de input para iphone, permite ao utilizador criar uma janela do tipo questão através de programação (ver novo recurso 100/101) ANDROID Desenvolver em ios ou Android? Não tenha de escolher: um único projecto, vários layouts, e 2 executáveis nativos O desenvolvimento Android nunca foi tão poderoso como com WINDEV Mobile 20. Pode tirar todo proveito dos novos e poderosos recursos para além de todos os que já possui. O Android benificía tanto dos novos recursos comuns gerais como dos novos recursos comuns para mobiles: tabelas, nova janela RAD, puxar para actualizar, encriptação,... (ver novidades 463 a 495) 625 novidade WD WB Layout: Janela de edição comum retrato <> telemóvel paisagem <> tablet Os layouts de janelas permitem um desenvolvimento único, independentemente do dispositivo: telemóvel ou tablet. O desenvolvimentos pode até ser compatível com ios! Encontre as novidades para layouts nos novos recursos # 494 a 495. Desenvolva de forma simples e mantenha uma só aplicação para múltiplas plataformas

35 626 Campo Tabela num Android Na versão 20, o campo Tabela está disponível para Android, iphone e ipad. Ver novidades 463 a Animações em gráficos Os gráficos em Android são agora animados. As animações são automatizadas, não há nada a programar para se beneficiar destas. Pode obviamente desactivar as animações na descrição do campo gráfico ou via programação. Dê vida aos seus gráficos 629 Incorpore as suas próprias fontes personalizadas Em aplicações Android desenvolvidas com WINDEV Mobile, a aplicação pode utilizar fontes standard instaladas no telemóvel. Na versão 20, as suas aplicações podem utilizar qualquer fonte TrueType. Basta incluir o ficheiro.ttf que contém a fonte em recursos do aplicativo, e, claro, usar a fonte no estilo de seus campos. Certifique-se que tem os direitos para usar a fonte... Construa o seu próprio estilo exibir: imagens textos multilinha lista de elementos. para tal, o tipo avançado de WLanguage NotificationFormat está disponível. 635 Novas variáveis HFSQL para Android 10 novas variáveis HFSQL para Android são suportadas na versão 20. H.LanguageCreationUnicode, H.Out, H.Found, H.TemporaryDirectory, H.TrsInternalID, H.TrsApplicationName, H.TrsMachineName, H.TrsPost, HCS.Timeout, HCS.FrameSize. 636 Holographic Android tema para os campos de sistema Como sabe, um modelo de ambiente determina a aparência dos campos de uma aplicação No entanto o Android não permite alguns campos de «sistema» sejam personalizados. A tabela num smartphone Android Até em telemóveis as tabelas estão visíveis. 627 Gráfico interactivo Os gráficos Android tornam-se interactivos na versão 20. O utilizador final pode agora ampliar um gráfico utilizado dois dedos. é também possível mover um gráfico depois de aumentado. Um duplo toque no gráfico e o mesmo volta ao seu tamanho original. 630 Atribuir imagens «5-state» através de programação Estas imagens «5-state» são imagens que contêm diferentes estados de um botão: pressionado, em pausa, inactivo... A imagem «5-state» é atribuída no editor de janela. Na versão 20, pode modificar a imagem de um botão via programação. Maior flexibilidade 3 modificações apresentadas: atenção à possibilidade de agora responder directamente a uma foto recebida Notificações enriquecidas: preste atenção ao seu IRS! 633 Notificações com acções Nas notificações, o botão de ação permite ao utilizador final desencadear uma acção directamente a partir da notificação, sem ter de reiniciar o aplicativo associado. Nas suas aplicações, na versão 20, as notificações para Android podem ser acompanhadas de botões de acção. O novo tipo avançado NotificationAction é agora introduzido. O utilizador final pode actuar imediatamente A fim de garantir uma melhor consistência visual com o resto do sistema, o tema holográfico (o tema «holográfico» é um tema padrão do Android) é aplicado automaticamente pelo WINDEV Mobile 20 aos campos do sistema, tais como o ícone do menu, os sliders nativos, as barras de progressão infinitas, a barra de ação... Melhor consistência visual com o sistema Android. 631 Pode ver os resultados apenas num piscar de olhos. JSON nativo em Android O formato JSON é suportado nativamente pelo WINDEV Mobile 20 em aplicações Android. Torna-se possível desserializar um documento JSON numa variável WLanguage com a função Deserialize. É também possível serializar uma função WLanguage em JSON usando a função Serialize. Esta nova funcionalidade permite utilizar os serviços web do tipo REST, que muitas vezes usam o formato JSON. Melhor suporte para REST e JSON 632 Notificações mais ricas 634 HFSQL Android: conexão automática A conexão com uma base de dados HFSQL remota pode a qualquer momento ser interrompida. O caso mais comum é a perda de conexão com a Internet. Quando um aplicativo Android que utiliza uma base de dados HFSQL em modo Cliente/Servidor perde a sua conexão com a base de dados, a aplicação oferece automaticamente o restauro da ligação quando a conexão for restabelecida. Não tem que gerir manualmente a perda de conexão. Desconectado? Os dados estãos seguros. As modificações Android evoluiram: tornaram-se mais ricas. Na versão 20, pode criar notificações «ricas», ou seja que podem 68 69

36 637 Assistente de escolha da plataforma O assistente de escolha da plataforma evolui: oferece vários planos sucessivos, mais intuitivo Único tipo de hardware ou hardware heterogêneo? Tablet, telemóvel ou ambos? Resolução de Categorias no hardware destino?... As janelas geradas são as mais adequados ao hardware destino. A escolha do tamanho da janela é assistida 638 Configuração automática do Android SDK A compilação de aplicações Android requer a presença do Android SDK na máquina de compilação. O que é mais irritante do que ir à procura do Android SDK no labirinto do seu disco rígido, sabe que subdiretório selecionar...? Na versão 20, acabaram-se as escavações arqueológicas. WINDEV Mobile 20 detecta automaticamente a localização da instalação do SDK do Android, e configura-se automaticamente em conformidade. Não perca mais tempo com a configuração. 639 Google Glass O sistema específico Android para o Google Glass está em constante evolução. WINDEV Mobile 20 irá oferecer funcionalidades adaptadas para permitir a utilização das funcionalidades do Google Glass. Não hesite em contactar a PC SOFT para mais informações. Estou de olho em si! 640 Objectos conectados: Android Wear Android Wear é a versão do sistema operativo Android dedicado a conectar objectos: relógios, faixas, anéis,... Esta versão é adequada para dispositivos menores (tamanho da ecrã, bateria) desprovidos de teclado. Apresente uma mensagem e resposta sugerida. As aplicações WINDEV Mobile 20 poderão apresentar mensagens, imagens, perguntas e respostas sugeridas em dispositivos Android Wear. Este diálogo tem lugar através de notificações enriquecidas (ver novas funcionalidades # 632 e 633) Por exemplo, o utilizador final pode receber um alerta no seu relógio e decidir que accção tomar clicando nas diferentes opções apresentadas no mostrador do relógio. Outro exemplo, um utilizador final pode receber uma mensagem no seu relógio e ditar (verbalmente) a resposta para o dispositivo. O telemóvel receberá directamente a resposta em forma de texto. Aproveite as vantagens do Android Wear. 641 Não ignore os erros dos Certificados SSL Um certificado SSL pode desencadear um erro: certificado expirado certificado auto-assinado certificado cujo nome não coincide com o URL solicitado Na versão 20, é possível gerir os erros de certificados SSL utilizando as funções da família HTTP, bem como nas chamadas para proteger Web services. Maior suporte para SSL. 642 Catálogo de imagens: novo tema O catálogo de imagens oferece temas (categorias de imagens). O novo tema «Android L» está agora disponível Mais um tema. 643 Novo ecrã de abertura A versão 20 oferece um ecrã inicial integrando automaticamente uma imagem (personalizável e opcional). Adicione os toques finais às suas aplicações. 644 Diversas novas funcionalidades Android A versão mais recente do Android é suportada. A função Dialog agora permite escolher se quer ou não respeitar a ordem dos botões de sistema com «validação» e «Cancelar». Os campos numéricos em Android beneficiam da opção «coloca a branco se zero». A função WLanguage AlbumPicker oferece agora uma segunda sintaxe com callback. Novidades para Android. 645 Novas constantes e novos tipos WLanguage para Android A Versão 20 oferece 2 novos tipos para Android e 42 novas constantes (verifique a lista completa na ajuda online). 646 a 703 novas funções WLanguage agora suportadas em Android 58 novas funções WLanguage estão agora a ser introduzidas para Android na versão 20: AnimationSetParameter AnimationGetParameter CharactTypeOccurrence CharactType StringInsert StringDelete CoordinateScreenToEditor CoordinateEditorToScreen CryptStandard UnCryptStandard ExtractLine WinCurrentLayout HSave HInfoMemo HFree HCross HReconnect HOnError LanguageToCharset LineToPosition WordOccurrence DayNumberInAlpha MonthNumberInAlpha EmulateActionBar EmulateCheckBox EmulateRadioButton EmulateSimulator EmulatePane PositionToLine TableEnableFilter TableDisplay TableAdd TableAddLine TableSeek TableFilteredColumn TableSortedColumn TableMoveLine TableDisableFilter TableSwapLine TableEnumColumn TableColumnSubscript TableInfoXY TableInsert TableInsertLine TableModify TableModifyLine TableCount TablePosition TableRefreshVisible TableInputSearch TableSelect TableSelectMinus TableSelectCount TableSelectPlus TableDelete TableDeleteAll TableSort LooperRefreshVisible WINDEV Mobile 20 os meus projectos são mobile 70 71

37 WINDOWS MOBILE E CE Windows Mobile, Windows CE e o Windows integrado são bastante utilizados nas atividades industriais. A Versão 20 do WINDEV Mobile beneficía dos novos recursos comuns de ambiente e oferece novas funções WLanguage. WINDOWS STORE APPS WINDEV Mobile permite-lhe criar tipos de aplicações «Windows Store apps», e ajuda-o a tirar vantagens relevantes do RAD, bem como dos seus layouts. (Veja as novidades 223 a 250). WINDOWS PHONE 704 WLanguage funções da família «ce» em 64-bit As funções WLanguage da família ce permitem que aplicações WINDEV comuniquem com dispositivos Windows Mobile ou Windows CE. Esta família de funções ce, em adição à versão de 32-bits, encontra-se agora disponível em 64-bits. Comunique com dispositivos em 64-bit 705 Novas propriedades, novos tipos e novas constantes A Versão 20 oferece 5 novas propriedades Windows CE e Mobile, 2 novos tipos e 46 novas constantes (verifique a lista completa na ajuda online). 706 a 725 Novas funções WLanguage para Windows Mobile e CE 20 novas funções estão agora a ser introduzidas para Windows Mobile e Windows CE na versão 20. StringToTime CoordinateScreenToEditor CoordinateEditorToScreen DateTimeToReal RequestUpdate ExecuteUpdate WinCurrentLayout grstockgetdata grscattergetdataxy grgetdata grsurfacegetdata HCompareItem HModifyViewRights iresetnbpages NumToFinancialWritingChinese RealToDateTime EventClose EventOpen TableRefreshVisible LooperRefreshVisible Desenvolvimento para Windows Phone benefícia das novas características comuns, bem como dos novos recursos apresentados a seguir. 726 Esquema de janela No editor de janela do WINDEV Mobile, os layouts permitem-lhe definir múltiplos arranjos de página para a mesma janela dentro da mesma aplicação. Dependendo do dispositivo ou a sua orientação, será exibida a janela adequada. Os esquemas estão agora disponíveis para aplicações Windows Phone. No editor, editar uma janela para Windows Phone Uma única janela para todos os modos. 727 Fechando a janela filha «processo O processo Closing child window está disponível para aplicações em Windows Phone. Este processo é chamado quando uma janela aberta através da função OpenMobileWindow é fechada e, geralmente permite a actualização da interface da janela de chamada. Maior portabilidade entre sistemas. 728 WEBDEV NOVIDADES COMUNS 200 novas características comuns WEBDEV e os benefícios das novas características comuns da versão 20, incluindo a nova interface para os Centros de Controle, a biblioteca Fotolia incluída no catálogo de imagens, as visões SQL... O WEBDEV 20 beneficia, obviamente, da evolução do ambiente de desenvolvimento e da sua compatibilidade com WINDEV e WINDEV Mobile. 729 WD WB Um editor que respeita os standards A maioria dos novos recursos apresentados a seguir desenham os padrões HTML5 e CSS3. Isso garante um alto nível de funcionalidade, qualidade de prestação em navegadores, e conformidade. O tamanho do código é identificado, os processos são reduzidos ou geridos nativamente pelo navegador. Estas implementações garantem um funcionamento suave e rápido dos sites desenvolvidos (ou simplesmente recompilados!) Com a versão 20 do WEBDEV. Cumprimento das normas. GRÁFICOS INTERACTIVOS 730 WD WB Novo campo gráfico interactivo Na versão 20, o campo gráfico em WEB- DEV recebeu um facelift. O campo Gráfico oferece um estilo mais contemporâneo em sintonia com a evolução da Web. O campo gráfico beneficia na versão 20 de um novo motor de processamento que roda diretamente no navegador: este usa vector para desenhar e é mais fluido. O desenho será sempre perfeitamente claro seja qual for o seu tamanho. Na versão 20, os gráficos oferecem animações e efeitos visuais. Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: Os gráficos em WEB- DEV ganham vida! 72

38 731 Os gráficos seguem o cursor e os seus dedos Explorar detalhadamente um gráfico 741 Animações em gráficos Na versão 20, o display de gráficos beneficía de animações automatizadas. Por exemplo, na primeira vez que é exibido, um gráfico de pizza vem fatia por fatia. Num gráfico de barras, a barra aparece progressivamente (subindo) do eixo horizontal. O utilizador final pode alterar o tipo do gráfico usando a barra contextual. Estas animações também são exibidas quando o utilizador muda o tipo de gráfico. Estas animações estão disponíveis para os seguintes tipos de gráficos: secção donut coluna de um gráfico linha area As animações não consomem nenhum tipo de recursos do servidor. As animações podem ser desligadas através de programação. Animação! 732 Redimensionar gráficos Quando o utilizador redimensiona o navegador, os gráficos que se encontram na página (e que estão ancorados) são redimensionados. O desenho do gráfico permanecerá perfeitamente claro qualquer que seja o seu tamanho. Na verdade, na versão 20, os gráficos são desenhados usando vectores. O redimensionamento é feito sem qualquer chamada de topo no servidor. Gráficos de qualquer tamanho. 735 Campo grafico: interação com gráficos pizza O gráfico pizza é interactivo. Por exemplo, ao sobrevoar uma secção do gráfico pizza, essa secção é automaticamente destacada do gráfico. Assim, a secção é aumentada. Mehor visualização das fatias do gráfico pizza. 736 Campo grafico: interação com gráficos de linha e superfície 737 Campo grafico: interação com gráficos de barras Ao sobrevoar um gráfico de barras, a barra sobrevoada é destacada. Uma caixa de ferramentas surge, apresentando os valores correspondentes. Se o gráfico de barras é do tipo de gráfico «empilhado», aparecerá multíplos quadros de ajuda com os dados das várias séries. Gráficos de barras interactivos 738 Campo grafico: intereção com a legenda É possível apresentar uma legenda para os gráficos. A apresentação de legenda nos gráficas é feita automaticamente por padrão. Na versão 20, o gráfico apresenta uma interação com a legenda e o desenho do gráfico. Por exemplo, quando uma série é sobrevoada na legenda, a série é automaticamente destacada do gráfico. Assim como sobrevoar o gráfico destaca a legenda correspondente. Legendas dinâmicas 739 Campo gráfico AAF: esconda uma série num gráfico O quadro de ajuda Sobrevoando uma seção do gráfico é sempre apresentado um quadro de ajuda. Na versão 20, a apresentação deste quadro de ajuda tornou-se sofisticado: As linhas de rebordo destes quadros de ajuda utilizam as cores das séries. O fundo do quadro de ajuda é transparente o quadro de ajuda aparece com um efeito de fade in uma seta aponta precisamente para o valor o quadro de ajuda segue os pontos da curva de acordo com os movimentos do rato (ou dedo nos telemóveis) Não rebente a bolha. 742 Simples mira em cruz num gráfico de linhas O gráfico de linhas permite-lhe exibir uma «mira». A mira permite-lhe mover com precisão com base nas marcas horizontais e verticais no gráfico. Quando o utilizador aponta para um ponto, o preciso valor do ponto selecionado aparece numa balão de informação. Ao mover o cursor, a mira segue a curva mais próxima no gráfico. 733 Gráficos mais fluidos Na versão 20, a exibição dos gráficos é mais fluida. O número de solicitações de servidor é reduzida, durante a apresentação inicial, ou quando interage com o utilizador. A exibição de gráficos é portanto mais rápida e mais fluida. Gráficos fluidos 734 Campo grafico: interação durante a actualização Na versão 20, o campo gráfico em WEBDEV interage com o utilizador final via rato ou gestos nos dispositivos móveis. O gráfico não é uma simples imagem estática mas um conjunto de elementos que reagem às acções dos utilizadores. A linha de pontos é aumentada, a série correspondente em destaque na legenda Ao sobrevoar um tipo de gráfico linha, a parte sobrevoada é aumentada. Quando um ponto é sobrevoado, esse ponto é automaticamente ampliado, e uma caixa de ferramentes é exibida com os valores correspondentes. Miras podem ser exibidas (ver novos recursos # 037 e ) Um gráfico pode conter um largo número de séries. Um utilizador pode desejar esconder temporariamente algumas das séries presentes no gráfico. Esta operação é feita através de um simples clique na legenda das respectivas séries. Apare os seus gráficos. 740 Gráfico pizza, gráfico donut AAF: reorientação do gráfico O utilizador pode girar um gráfico pizza ou um gráfico donut. Basta clicar em numa secção do gráfico, e esta secção é automaticamente orientada para a parte inferior do gráfico. Faça sentido dos seus gráficos... Aponte na direcção certa! 743 Mira «múltipla» num gráfico de linhas Outro tipo de mira disponível: a mira «múltipla». Este tipo de mira é útil num conjunto de curvas. Neste caso, o quadro de ajuda apresenta as informações de cada curva intersectada. A mira múltipla permite-lhe comparar várias séries com mais precisão

39 Pela primeira vez, é bom estar na mira! 744 Referenciando: Texto em gráficos Na versão 20, os textos incluídos nos gráficos (título,legenda,etiqueta,balões de ajuda) podem ser referenciados pelos motores de busca: Google... Os textos do campo gráfico também são acessíveis através de uma pesquisa sobre o conteúdo da página no navegador (CTRL + F). Gráficos são referenciados 745 Campo grafico: transparência Todos os elementos gráficos do novo campo gráfico tem opacidade ajustável. É possível criar gráficos com transparência, permitindo-os misturar com uma imagem de fundo ou o fundo da página. 746 CAMPO PAINEL Novo campo Dashboard Painel de Instrumentos em WEBDEV: é um campo! Actualmente, o Painel de Instrumentos é essencial para quem toma as decisões. O WEBDEV 20 permite-lhe criar painéis de instrumentos de forma simples. O Painel é composto por widgets. Os dados são visualizados nestes widgets. O utilizador final por personalizar e adaptar o painel de instrumentos à sua vontade. Quem toma as decisões adora os Painéis. Restaure a configuração inicial Todas estas operações são feitas de modo user-friendly, utilizando o rato ou o dedo. Painel: fácil de personalizar! 749 Painel: layout automático Quando um painel é apresentado no navegador, o utilizador pode alterar a sua apresentação. Ao mover ou ocultar um widget, o site oferece em tempo real, o melhor layout para os outros widgets. Desta forma, é fácil de visualizar em tempo real o novo layout antes de validar isso. O layout do painel escolhido pelo utilizador pode ser guardado automaticamente, e restaurado na próxima vez que a página for apresentada. Esta salvaguarda é feita automaticamente através de um cookie. Painel: fácil de usar! 750 Painel: gerir layouts através de programação O WLanguage oferece funções avançadas para gerir a configuração do Painel de Instrumentos. É possível programar vários layouts diferentes e alterar o respectivo layout a ser utilizado tendo em conta a sua utilização. As funções WLanguage DashLoadConfiguration e DashSave- Configuration permitem carregar e salvar a configuração atual. Painel: fácil de programar! 752 Actualizando os dados de um painel em apresentação O processo Data refresh do widget está disponível também no nível do widget: que é chamado automaticamente no caso de o widget necessitar de ser atualizado. Finalmente, a nova função WLanguage DashDisplay está disponível para forçar a actualização de todo o painel ou apenas dos widgets especificados. Actualize-se (e aos seus dados) 753 CAMPO TABELA Campo Tabela: coluna recipiente. Estilo e funcionalidades! WEBDEV oferece um evoluído campo tabela para as suas aplicações Web. Na versão 20, este campo oferece um novo tipo de coluna: a coluna «recipiente». A coluna «recipiente» pode conter outros campos. A coluna «recipiente» pode conter campos dos seguintes tipos: campo estático, campo de edição, imagem, botão Numa coluna «recipiente», os campos podem ser colocados ao pixel (como num campo looper). Os recursos avançados do campo Tabela (ordenação, busca, filtro, movimento da coluna, barra de deslocamento...) também se encontram disponíveis para as colunas do tipo «recipiente». Um gráfico de barras desenhado sobre um fundo Páginas giras. 747 Painel: editar O painel é composto por widgets. Um widget é facilmente editável: é uma página interna. Ao criar um campo painel, pode selecionar diretamente no editor de página de cada um dos widgets exibidos por defeito, posicionálos, dimensioná-los... Painel: fácil de criar! 748 O AAF do Painel de Instrumentos No novo campo Painel de Instrumentos, o utilizador pode: Mova os widgets Redimensione os widgets Exiba os widgets Esconda os widgets 751 Os processos do campo Painel de Instrumentos No caso de acção no painel, os widgets devem geralmente ser atualizados. Novos processos especiais foram introduzidos no editor de código, permitindo a atualização de widgets, no código do navegador e no do servidor: Adicione um widget Elimine um widget Mova um widget Altere o tamanho de um widget. Fácil actualização do painel de acordo com as operações A lista de produtos apresentados numa tabela com colunas recipiente, aqui no modo de edição O poder das tabelas de estilo «livre»

40 754 Campo Tabela: coluna recipiente. Programação simples Manipular por programação os campos encontrados no tipo de coluna «recipiente» é muito fácil. Aqui estão dois exemplos de sintaxe: MyTable[nRowNum].QuantityControl = nvalue MyTable[nRowNum].QuantityControl..Color=LightRed Desta forma, é possível aceder a qualquer propriedade de um campo encontrado na coluna recipiente. Modificar as propriedades dos campos encontrados nos recipientes. 755 Campo Tabela com quebras Na versão 20, o campo tabela no WEBDEV permite definir quebras na apresentação das linhas. A vantagem de uma «quebra» é que esta permite-lhe visualizar os dados por nível de detalhe. Uma quebra permite-lhe agrupar os dados a visualizar por critério. Os utilizadores podem colapsar ou expandir o conteúdo das quebras apenas para consultarem as informações que pretenderem. Tabelas com quebras automáticas Para fazer isso, o utilizador apenas necessita de clicar no final da quebra, ou nos botões criados para o efeito, por exemplo, «+» no início da quebra para expandi-la e «-» para recolhê-la. O expandir e colapsar das quebras é automático, não há nada para programar. Uma quebra é materializada por 2 linhas, automaticamente adicionadas: uma linha de quebra de cabeçalho, uma linha de quebra de rodapé. Podem ser inseridos campos nos cabeçalhos das quebras e nas linhas de rodapé. É comum para apresentar um total numa quebra de linha de rodapé, por exemplo. Quebras sem lágrimas 756 Campo Tabela com quebras: programação Os campos encontrados numa quebra de um campo Tabela podem ser tratados por programação. Por exemplo, pode colocar um campo estático na quebra do cabeçalho para apresentar uma descrição. Outro exemplo: pode colocar um campo de visualização formatada em quebra rodapé para apresentar uma soma. A função WLanguage TableBreakSubscript permite-lhe obter o número da linha da quebra da tabela, e desta maneira aceder aos campos da quebra. Lide com as quebras através de programação. 757 OUTROS CAMPOS Novo campo Google Maps Pessoas localizadas num mapa Mapas são elementos visuais muito comuns em web sites: para localizar uma loja, um imóvel, um ponto de encontro, um evento. Na versão 20, pode incluir um campo mapa do tipo «Google Maps» num site. O campo Mapa em WEBDEV 20 é totalmente interactivo: o utilizador pode aumentar, mover-se, usar diferentes visualizações (mapa, satélite), mudar para modo «street view», etc. Sites com mapas fáceis de usar. 758 Campo Mapa: Novidades O campo Mapa oferecido na versão 20 do WEBDEV é muito rico. Permite-lhe: posicionar o mapa de acordo com as coordenadas geográficas apresentar pontos de interesse (P.O.I.) calcular e apresentar percursos apresentar mapas em vista satélite apresentar mapas em modo «mapa» apresentar mapas em modo «vista de rua» Benefício proporcionado por esta novidade da versão 20: O WEBDEV 20 é o seu melhor mapa. 759 Campo Mapa: programação Programar no novo campo Mapa de WEBDEV 20 é idêntico ao do WINDEV ou WINDEV Mobile. A variável tipo Address permite-lhe gerir a localização geográfica. A variável tipo Marker permite-lhe colocar Pontos de interesse no mapa. A propriedade..image permite-lhe personalizar o ícone apresentado para representar um Ponto de Interesse (POI) no mapa. A função WLanguage MapAddItinerary permite-lhe definir e exibir automaticamente uma rota. O código do campo mapa WEBDEV é compatível como o código WINDEV e WINDEV Mobile, permitindo assim uma maior portabilidade. Compatibilidade. 760 Adoro o novo WEBDEV 20 Campo Looper: acesso directo às propriedades do campo (os atributos não são mais necessários) O campo «Looper» evolui. Na versão 20, já não precisa de declarar um atributo para modificar dinamicamente as propriedades dos campos encontrados num Looper. Por exemplo, para modificar a cor de fundo de um campo estático encontrado num Looper, a seguinte sintaxe delícia os programadores! LOOP_MyZone[nRow].STC_MyStatic..BrushColor = MyColor Portabilidade do código. 761 Campos com Texto Enriquecido Um texto «enriquecido» é um texto que contém algumas melhorias: fonte, a negrito, tamanho, cor, atributos, ícone, link... O WEBDEV já permitia o uso de texto enriquecido em campos do tipo «Área de Texto Enriquecido» e em Botões. Na versão 20, é possível a utilização de texto enriquecido num largo número de outros campos: campos de edição combo box lista radio button check box link 78 79

ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20!

ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! A nova versão 20 oferece-lhe uma incomparável eficiência e aumenta a sua diversão desenvolvendo aplicações. Esta nova versão traz 920 novos recursos às suas equipas

Leia mais

ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20!

ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! ENCOMENDE HOJE MESMO A SUA VER- SÃO 20! A nova versão 20 oferece-lhe uma incomparável eficiência e aumenta a sua diversão desenvolvendo aplicações. Esta nova versão traz 920 novos recursos às suas equipas

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

Gestão de bases de dados e listas

Gestão de bases de dados e listas Gestão de bases de dados e listas Uma das tarefas mais comuns em que são utilizadas folhas de cálculo é a gestão de listas (listas de números de telefone, listas de clientes, listas de tarefas, listas

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical Word II Título: Iniciação ao WORD 2003. Nível: 1 Duração: 2 Tempos Objectivo: Iniciar o estudo da aplicação Microsoft Office Word. Dar a conhecer algumas ferramentas do Microsoft Office Word. Microsoft

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

Microsoft Power Point - Manual de Apoio

Microsoft Power Point - Manual de Apoio Microsoft Power Point - Manual de Apoio Pág. 1 de 26 Apresentação e introdução O ambiente de trabalho do Power Point. Abrir, guardar e iniciar apresentações. Obter ajuda enquanto trabalha. Principais barras

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares Folha de cálculo Excel Agrupamento de Escolas de Amares Índice 1. Funcionalidades básicas... 3 1.1. Iniciar o Excel... 3 1.2. Criar um livro novo... 3 1.3. Abrir um livro existente... 3 1.4. Inserir uma

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento Configurar o Word FIGURA 1.26 Serviços ligados 1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento O Microsoft Office 2013 apenas tem disponíveis ligações a serviços de armazenamento proprietários da Microsoft.

Leia mais

1. Introdução a Microsoft Excel

1. Introdução a Microsoft Excel Introdução a Microsoft Excel 1. Introdução a Microsoft Excel 1.1. O que é Microsoft Excel Microsoft Excel é um software de planilha eletrônica produzido pela Microsoft Corporation, para o sistema operacional

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Microsoft Office FrontPage 2003

Microsoft Office FrontPage 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Superior de Gestão Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office FrontPage 2003 1 Microsoft Office FrontPage 2003 O Microsoft

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo

MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo MICROSOFT WINDOWS XP Sistema Operativo Índice 1. O que é o Windows XP 1 2. Para que serve o Windows XP 1 3. O Ambiente de Trabalho 2 4. Menu Iniciar 3 5. Janelas 4 6. Vistas 5 7. Iniciar 10 8. Encerrar

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Excel 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Adicionar comandos à Barra de Ferramentas

Leia mais

EXCEL TABELAS DINÂMICAS

EXCEL TABELAS DINÂMICAS Informática II Gestão Comercial e da Produção EXCEL TABELAS DINÂMICAS (TÓPICOS ABORDADOS NAS AULAS DE INFORMÁTICA II) Curso de Gestão Comercial e da Produção Ano Lectivo 2002/2003 Por: Cristina Wanzeller

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Manual Microsoft Excel 2000

Manual Microsoft Excel 2000 Manual Microsoft Excel 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO AO EXCEL 1 2. ENTRADA DE DADOS 2 3. TECLAS DE MOVIMENTAÇÃO 2 4. SELECCIONAR CÉLULAS COM O RATO 3 5. FORMATAR 4 5.1. FORMATAR NÚMEROS 4 5.2. ALINHAMENTO

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft OneNote 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Alterne entre a entrada por toque

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas)

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas) No final deste módulo o formando deverá estar apto a: Enunciar a definição do Microsoft Word 2007; Reconhecer as principais vantagens da utilização; Distinguir as diferentes áreas do ambiente de trabalho

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8 2 ÍNDICE Acesso para agências...3 Organização por pastas...4 Download das facturas a partir do site...5 Pesquisa de facturas...8 Configurar notificações por email...11 3 Bem-vindo ao manual de uso do novo

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Excel 2010 Colecção: Software

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

ARQUIMEDES E CONTROLE DE OBRA

ARQUIMEDES E CONTROLE DE OBRA Catálogo de Novidades Versão 2009.1 1 ARQUIMEDES E CONTROLE DE OBRA A versão 2009.1 apresenta várias novidades e melhorias relativamente ao programa Arquimedes e Controle de Obra, que se indicam seguidamente.

Leia mais

Excel - Ficha de Trabalho

Excel - Ficha de Trabalho Excel - Ficha de Trabalho Facturação Avançada O trabalho que se segue consistirá numa folha de cálculo com alguma complexidade, em que existirão diferentes folhas no mesmo livro. Neste serão criadas Bases

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo.

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. A nova ferramenta para a confecção de livros do Blurb, o BookWright, foi projetado para ser o mais intuitivo possível, mas duas cabeças não pensam da mesma forma. E todos

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL Introdução Aula 03: Pacote Microsoft Office 2007 O Pacote Microsoft Office é um conjunto de aplicativos composto, principalmente, pelos

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011

Domine o Word 2007. Professor: Rafael Henriques. Ano Lectivo 2010/2011 Domine o Word 2007 1 Professor: Rafael Henriques Ano Lectivo 2010/2011 Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2007 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2007; Realização

Leia mais

Apostilas OBJETIVA - Técnico Judiciário Área Administrativa TRE Tribunal Regional Eleitoral Estado do Maranhão - Concurso Público 2015.

Apostilas OBJETIVA - Técnico Judiciário Área Administrativa TRE Tribunal Regional Eleitoral Estado do Maranhão - Concurso Público 2015. 2º Caderno Índice Planilha eletrônica MS- Excel + exercícios... 02 Computação na Nuvem (cloud computing)... 102 Conceitos de Internet e Intranet + exercícios... 105 Internet Explorer, Firefox e Google

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Word 2010 Colecção: Software

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito

Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO. Escola Básica José Afonso. Professora Marta Caseirito Tecnologias da Informação e Comunicação 9º ANO Escola Básica José Afonso Professora Marta Caseirito Grupo 1 1. As questões seguintes são de escolha múltipla. Nas afirmações seguintes assinale com X aquela

Leia mais

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia

Centro de Competência Entre Mar e Serra. Guia SMART Notebook Software Guia O Software Notebook permite criar, organizar e guardar notas num quadro interactivo SMART Board (em modo projectado e não-projectado), num computador pessoal e, em seguida,

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Usar o Office Web Apps no Windows Live Para usar o Office Web Apps no Windows Live precisa de ter uma conta Microsoft, Windows Live ou Office 365 um endereço

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Manual. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt

Manual. Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Manual Professora: Elisa Carvalho elisa_castro@sapo.pt http://elisacarvalho.no.sapo.pt Fevereiro de 2006 Índice Operações básicas com a interface gráfica do sistema operativo... 2 Iniciar e encerrar uma

Leia mais

Manual do Utilizador de Software

Manual do Utilizador de Software Manual do Utilizador de Software QL-500 QL-650TD QL-550 QL-1050/1050N 1 Índice Índice....................................................................................... 2.................................................................................

Leia mais

Microsoft Office Word 2003 Tic 2007

Microsoft Office Word 2003 Tic 2007 Índice WORD...3 Criar/Abrir documento...4 Gravar...5 A janela do Word...6 Barras de Ferramentas:...6 Linha de Menus:...6 Régua:...6 Barras de Scroll:...7 Zona de edição:...7 Modo de visualização:...7 Barra

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013 Florianópolis, 26 de fevereiro de 2013. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.11.1.7 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation

Mirasys VMS 7.3. Manual do usuário Workstation Mirasys VMS 7.3 Manual do usuário Workstation CONTEÚDOS Conteúdos... 2 Antes de começar... 3 Iniciando a sessão... 4 Interface de usuário... 8 Navegador... 11 Câmeras... 20 Saídas de Vídeo... 37 Saídas

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo.

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo. Impressão em série de cartas de formulário e mailings em grande número Intercalação de correio Base de Dados em Excel Comece por planear o aspecto da sua página final - é uma carta, uma página de etiquetas

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

MS-Excel 2010 Essencial (I)

MS-Excel 2010 Essencial (I) MS-Excel 2010 Essencial (I) Carga Horária: 20 horas Objetivos: Este curso destina-se a todos os profissionais que atuam nas áreas financeiras e administrativas, e que necessitem agilizar os seus cálculos,

Leia mais

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre

Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL. Fevereiro/2002 - Portalegre Escola Superior de Tecnologias e Gestão Instituto Politécnico de Portalegre MS EXCEL Fevereiro/2002 - Portalegre Introdução A necessidade de efectuar cálculos complexos de uma forma mais rápida e fiável,

Leia mais

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença. Porquê NEXT Vision Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.... Poder de adaptação Porque cabe a si decidir como pretende

Leia mais

Guia de Introdução. Obtenha ajuda Clique no ponto de interrogação para encontrar conteúdos de ajuda.

Guia de Introdução. Obtenha ajuda Clique no ponto de interrogação para encontrar conteúdos de ajuda. Guia de Introdução O Microsoft Access 2013 tem uma aparência diferente das versões anteriores, pelo que criámos este guia para o orientar na aprendizagem. Altere o tamanho do ecrã ou feche uma base de

Leia mais

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Ao abrir a caixa do CD que contém o programa EMPRESÁRIO, o utilizador aceita os termos do contracto de licenciamento deste acordo. Licença Garantias A T&T outorga-lhe

Leia mais

UC-RAFE. Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO

UC-RAFE. Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO UC-RAFE Unidade de Coordenação da Reforma Administrativa e Financeira do Estado MANUAL DE FORMAÇÃO Praia, Junho 2000 Índice CAPÍTULO 1 - GERENCIANDO FICHEIROS E PASTAS DE TRABALHO 6 CRIANDO OU ABRINDO

Leia mais

Manual Brother Image Viewer para Android

Manual Brother Image Viewer para Android Manual Brother Image Viewer para Android Versão 0 POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: NOTA As Notas indicam o que fazer perante uma determinada situação

Leia mais

PRIMEIROS PASSOS NO PICASA

PRIMEIROS PASSOS NO PICASA HOW TO PARTE 1 (UM GUIIA BÁSIICO) Almada, JAN2010 PRIMEIROS PASSOS NO PICASA Primeiros passos no Picasa : Primeiros passos - Ajuda do Picasa http://picasa.google.com/support/bin/answer.py?hl=br&answer=93183

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português

Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida. Português Motic Images Plus Versão 2.0 ML Guia de Consulta Rápida Português Índice Instalação do Software... 1 Instalação do Controlador e Actualização do Controlador... 4 Motic Images Plus 2.0 ML...11 Calibração

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Tarefa Orientada 18 Tabelas dinâmicas

Tarefa Orientada 18 Tabelas dinâmicas Tarefa Orientada 18 Tabelas dinâmicas Análise de dados através de tabelas dinâmicas. Conceitos teóricos As Tabelas Dinâmicas são tabelas interactivas que resumem elevadas quantidades de dados, usando estrutura

Leia mais

Manipulação de Células, linhas e Colunas

Manipulação de Células, linhas e Colunas Manipulação de Células, linhas e Colunas Seleccionar células Uma vez introduzidos os dados numa folha de cálculo, podemos querer efectuar alterações em relação a esses dados, como, por exemplo: apagar,

Leia mais

Workshop (mínimo de 5 inscrições)

Workshop (mínimo de 5 inscrições) Workshop (mínimo de 5 inscrições) 6 horas (2 x 3 horas) Operar, em segurança, equipamento tecnológico, usado no quotidiano. Realizar operações básicas no computador Sistema operativo gráfico Conceitos

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES SUMÁRIO 1. PREENCHIMENTO DA PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS...3 1.1 Menu...3 1.2 Termo de Abertura...4 1.3 Plano do Projeto...5 1.4

Leia mais

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/ Crie uma pasta (0) no ambiente de trabalho com o seu nome. Inicie o Internet Explorer através do: W O R K S H O P Menú Iniciar -> Programas -> Internet Explorer Entre no site da uarte: http://www.uarte.mct.pt/ajuda/manuais/

Leia mais

Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone

Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone 2010 Fichas de Demonstração Demonstrações de Produtos Microsoft Office 2010 Para informações sobre a formação online, visite: microsoft.com/expertzone Compatibilidade de Ficheiros Novo e melhorado para

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais