CASAIS Propriedade Impressão Tiragem Editorial Novidades CasaisCoach Entrevista Amendoeria Golf Resort Responsabilidade Social

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CASAIS Propriedade Impressão Tiragem 1958 2008 Editorial Novidades CasaisCoach Entrevista Amendoeria Golf Resort Responsabilidade Social"

Transcrição

1 E D E SEDE // RUA DO ANJO, 27 MIRE DE TIBÃES APARTADO BRAGA PORTUGAL T F DELEGAÇÃO DE LISBOA // ALAMEDA DOS OCEANOS PARQUE DAS NAÇÕES LOTE D PISO 1 S LISBOA PORTUGAL T / 5 F DELEGAÇÃO DE OLHÃO // AVENIDA DA REPÚBLICA, 105 PISO 1 ESC OLHÃO PORTUGAL T CAS_CN13 CASAISNEWS Ã O E S P E C I A L Ç I D Propriedade Casais- Engenharia e Construção, S.A. Impressão Tipografia Priscos Tiragem 1200 exemplares Distribuição Gratuita Editorial 04 Novidades 11 CasaisCoach 12 Entrevista Amendoeria Golf Resort 14 Responsabilidade Social S P E C I A L E O Ã Ç I Entrevista pág. 12 Jorge Grave, Grupo Oceânico Amendoeira Golf Resort Foto: Espectáculo MESTRIA Tocá Rufar CONCEPÇÃO CASAIS Foto: Espectáculo MESTRIA Tocá Rufar

2 CASAISNEWS CN13 3 MESTRIA NO PASSADO, PRESENTE E FUTURO! A Casais foi criada a 23 de Maio de 1958 com a designação de António Fernandes da Silva & Irmãos, Lda. Mais tarde, em 1991, adoptou, como marca, a alcunha da família que, ainda hoje e há 50 anos, a administra e do Mestre António Casais, transformando-se em Empreiteiros Casais de António Fernandes da Silva SA. Em 2008, com uma postura claramente dinâmica e pró-activa, reiterando a aposta na Área Internacional, assume a designação social de Casais Engenharia e Construção, S.A. As comemorações do 50º aniversário da Casais marcaram e animaram o mês de Maio. PARA RECORDAR ALGUNS DOS MELHORES MOMENTOS DE FESTA E CONFRATERNIZAÇÃO José da Silva Fernandes, Presidente do Conselho de Administração Espetáculo Mestria, Theatro Circo EDITORIAL A palavra inovar, do latim, significa tornar novo, renovar. Joseph Schumpeter, economista austríaco a quem atribuem os primeiros passos da teoria da inovação ainda na primeira metade do século XX, define inovação como o impulso fundamental que coloca e mantém em movimento a engrenagem da economia. A MENTE QUE SE ABRE A UMA NOVA IDEIA JAMAIS VOLTA AO SEU TAMANHO ORIGINAL. Albert Einstein No entanto, somente nos últimos anos a inovação passou a ter carácter multi-disciplinar, envolvendo áreas de pesquisa em diversos campos do conhecimento, designadamente na sociologia, psicologia, engenharia, administração, economia e geografia. A inovação é, por um lado, a combinação de conhecimento existente com conhecimento novo e, por outro, um processo de aprendizagem interactiva e de empreendedorismo colectivo. É um processo de confronto contínuo entre a mudança tecnológica e o ajustamento social a essa mudança. Almoço de colaboradores, Sede do Grupo Casais Comemoração 50º Aniversário da Casais, Theatro Circo, Braga Ainda assim, e muito embora o ambiente económico nacional desafie as empresas à criação e oferta de novas soluções, a inovação ainda não é um tema vital para as empresas portuguesas de um ponto de vista humano e organizacional A contribuição de todos os membros da empresa nos processos de inovação, a importância da responsabilidade dos colaboradores, a necessidade de criação de um clima aberto que potencie novas experiências, a importância do intercâmbio entre departamentos e colaboradores e a ambição de estar entre os melhores são algumas características que determinantes e que devem ser estimuladas para a criação e manutenção de uma cultura de inovação no interior de uma empresa. Face à concorrência acrescida, as portas devem abrir-se a procedimentos e processos inovadores. É necessário estimular um clima favorável à tecnologia e à inovação, bem como, condições concretas para aprimorar a competitividade das organizações e a produtividade das empresas. A Administração Espetáculo Mestria, Theatro Circo Theatro Circo, Braga Missa com os colaboradores, Mosteiro de Tibães, Braga

3 4 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES 50º ANIVERSÁRIO Casais recebe Governo Civil de Braga Numa perspectiva de apresentação institucional e de reforço do relacionamento com os responsáveis das empresas da região, o Governador Civil de Braga visitou as instalações do Grupo Casais no início do mês de Julho. Num momento determinante para o sector da Construção Civil com a perspectiva de grandes investimentos públicos, o Governo Civil entende ser prioritário conhecer de perto toda a realidade da região, nomeadamente as empresas sólidas que proporcionam muitos postos de trabalho e que apresentam potencialidades de crescimento sustentado e contínuo. Administração acolhe comitiva do Governo Civil de Braga RECURSOS HUMANOS Formação Curso de Brigada de Incêndios e Primeiros Socorros Entre Maio e Junho decorreram, em Braga e Lisboa as duas edições da formação de Brigada de Incêndios e Primeiros Socorros. Durante 35 horas, os dois grupos de doze formandos receberam 11 horas de formação em Brigada de Incêndios e 24 horas de Primeiros Socorros ministrada pela Cruz Vermelha, com a respectiva atribuição do Certificado de Socorrista. Formandos da edição de Braga

4 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES 5 CASAIS IMOBILIÁRIA Mi casa es su casa! A Casais Imobiliária abre as portas da sua nova casa O investimento no portal permite não só uma aproximação directa ao cliente final, mas também um contacto privilegiado com promotores imobiliários, assumindo-se como um instrumento de divulgação de empreendimentos e negócios e, simultaneamente como uma valiosa ferramenta de trabalho que potencia sinergias com os diversos parceiros de negócio da Imocasais. Eis o convite para uma visita! Mi casa es su casa em

5 6 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES RECURSOS HUMANOS CASAIS INTERNACIONAL Formação Liderança e Gestão de Equipas Casais participa na Visita Oficial à Venezuela A Casais promoveu durante o mês de Abril uma formação de Liderança e Gestão de Equipas para os seus quadros técnicos. Com o objectivo de sensibilizar os participantes para a prática de estilos de liderança assertivos e ressonantes, como medida de eficácia do seu trabalho com as equipas respectivas, a acção, com duração de 25 horas, contou com a participação de 13 Directores de Zona e Directores de Obra. A Administração da Casais integrou a comitiva empresarial que acompanhou a Visita Oficial do Primeiro-ministro à República Bolivariana da Venezuela que decorreu entre 12 e 16 de Maio. A evolução do sector da construção na Venezuela está muito interligada com o sector público, tendendo a acompanhar as mutações dos preços do petróleo, que por sua vez, resultam em ciclos de maior ou menor expansão. A crise que o país atravessou em 2002/2003, com a desaceleração da actividade económica e a quebra do investimento público implicou uma nova contracção do sector, tendo, a partir de 2004, reiniciado um novo ciclo de crescimento: 32% em 2004, 20% em 2005 e 32% em A Casais esteve ainda representada na Exposição Portugal en Venezuela 2008, promovida no âmbito desta visita pela aicep Portugal Global e inaugurada por José Sócrates no dia 13 de Maio. NOVOS PROJECTOS Obras ganhas recentemente Edifício Zinia - Braga Edifício Halle - Coimbra Efedossur (2ª fase) - Olhão Itarion - Vila do Conde Moradia na Av. Da Boavista - Porto River Parque Colégio Oriente - Lisboa Pavilhão da Venezuela, Expo 2000 Hannover, construído pela Casais

6 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES 7 CASAIS INTERNACIONAL Casais Alemanha com duas obras em Munique O futuro Centro de Ideias e Negócios pretende concentrar num só espaço todas as condições para o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores relacionados com a comunicação social. O Medianfabrik destaca-se, especialmente, pela preocupação com as zonas exteriores e interiores ajardinadas - áreas projectadas com base na filosofia oriental de harmonização de ambientes Feng Shui - e deverá ficar inteiramente concluído até Dezembro de Centro de Ideias e Negócios Medianfabrik, Munique Também em Munique, a Casais Alemanha iniciou recentemente a participação no estabelecimento prisional JVA. O edifício constituído por quatro pisos superiores e um subterrâneo, tem conclusão prevista para Outubro do corrente ano. Estabelecimento prisional JVA, Munique Casais Bélgica constrói Campus Universitário Com abertura prevista para Maio de 2009, situado no Campus Kantienberg, em Gent, o edifício com m² de área de construção e capacidade para 3000 estudantes e 500 funcionários, é composto por uma torre de 30m de altura, laboratórios, mediateca, biblioteca, cafetaria e cantina. Campus Kantienberg, Gent

7 8 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES ENCONTRO DE COLABORADORES CasaisKart 2008 A 2ª maior corrida de Kart s do Mundo! A 2ª edição do Casaiskart decorreu no dia 19 de Julho no Kartódromo Internacional de Braga, em Palmeira e contou com a participação de cerca de 140 colaboradores da Casais. Das 34 equipas que disputaram três horas de prova, os prémios foram atribuídos a: 1º lugar - AGRIFER/ Semprafacturar; 2º lugar - BARCLAYS/CartSI; 3º lugar - FOC/Kartistas; Melhor volta - FOC/Kartistas (1:12.112); Prémio Fair Play - Millennium BCP/100 Travões (equipa 100% feminina)! Á semelhança do ano anterior, o Casaiskart contou com o apoio das seguintes empresas parceiras da Casais: Barclays, Millennium BCP, Agrifer, Proposal, Carclasse, Seprem, DHL, Rangel, Jans Informática, Foc, Informendes, Tecnidata, Sepri, Megatrónica, Decsis II, Tipografia de Priscos, Select, Manchete, Fernando Simão.

8 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES 9 CASAIS AMBIENTE Apresentação Pública da RETRIA O projecto RETRIA, apresentado publicamente no dia 24 de Setembro, destina-se à Valorização dos Resíduos de Construção e Demolição (RCD s) e conta com instalações apropriadas e licenciadas em Sobrado (Valongo). A sessão de apresentação decorre no auditório da Central de Valorização Orgânica da Lipor, em Baguim do Monte (Gondomar), e prevê a assinatura de protocolos com Câmaras Municipais, com vista a serem dinamizadas as vantagens da RETRIA para as autarquias. Sessão de Abertura Painel de oradores Ana Lobo, responsável do projecto RETRIA Casais Ambiente participa na Ambitech Açores Entre 9 e 11 de Julho, a Retria e a Geriurb marcaram presença em Ponta Delgada na Ambitech Açores 2008 ExpoConferência de Água, Resíduos, Energia e Cidades. A iniciativa que contou com cerca de 50 expositores e ofereceu um vasto programa de conferências sobre tecnologia, assinalou a inauguração do Pavilhão do Mar e resultou de uma parceria entre o Governo dos Açores, através da Secretaria Regional do Ambiente e do Mar, e o Grupo About, editora dos jornais Água&Ambiente e Arquitecturas, com a coorganização da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada.

9 10 CASAISNEWS CN13 NOVIDADES CASAIS ENERGIA Casais Energia adere à iniciativa Smart Energy No âmbito do Pacto para a Nova Centralidade, assinado em Novembro de 2005 pelos empresários e demais organizações representativas do Centro de Portugal, foi estabelecida a prioridade estratégica de desenvolver as energias renováveis, diversificando as fontes primárias e integrando critérios ambientais e energéticos. Por outro lado, e de forma complementar, foi também considerado prioritário o desenvolvimento de acções concretas visando a eficiência energética nas suas vertentes conservação e uso racional da energia. A iniciativa Smart Energy é promovida pela Secção de Inovação e Competitividade do Conselho Empresarial do Centro/Câmara de Comércio e Indústria do Centro (CEC/CICC) e integra-se no quadro da promoção da utilização eficiente da energia em edifícios, empresas e nos transportes, pretendendo contribuir para o cumprimento dos objectivos estratégicos e das metas estabelecidas na Estratégia da União Europeia (melhoria de 20% na eficiência energética, aumento de 20% na penetração das energias renováveis, redução de 20% na emissão de CO2), acomodando um conjunto de acções concretas com impacto nos domínios referidos. As acções a desenvolver enquadram-se em três vertentes: monitorização de consumos e de emissões e interpretação de resultados, formação e disseminação da informação para a eficiência energética e investigação e desenvolvimento no domínio dos sistemas energéticos sustentáveis. São parceiros da Casais Energia nesta iniciativa, entre outros, as seguintes instituições e empresas nacionais: Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), Universidade de Aveiro (UA), Universidade de Coimbra (UC), Universidade da Beira Interior (UBI), GalpEnergia, SA Energias de Portugal, SA (EDP), Redes Energéticas Nacionais (REN), Portugal Telecom Inovação, SA, Oryzon Energias, SA, Nutroton Energias, SA, Caixa Geral de Depósitos, SA (CGD), Grupo Lena - Ambiente e Energia, Iberfer, SA, Bosch Termotecnologia, SA, LMSA Engenharia de Edifícios, SA e ISA - Intelligent Sensing Anywhere, SA. Escola de Ciências da Saúde, Universidade do Minho, Braga

10 CASAISNEWS CN13 CASAISCOACH 11 OS FUNDAMENTOS DO COACHING Justamente quando consegui encontrar todas as respostas, mudaram as perguntas. Paulo Coelho Há 600 anos atrás, numa cidade húngara denominada Kocs, foi construída uma carruagem maior e mais espaçosa que as já existentes, à qual atribuíram o nome de koczi szerer. Desde então, a palavra koczi passou a ser sinónimo de carruagem. A palavra coche entrou no vocabulário dos idiomas francófonos e ibéricos, e os anglo-saxónicos adoptaram a palavra coach. A introdução da palavra coach no desporto remonta a uma gíria universitária do século XV, utilizada para designar o técnico desportivo, numa ocasião em que os alunos oriundos da nobreza britânica eram conduzidos por um cocheiro ( coacher ). Poderse-á assim concluir que a pessoa que dirige um coche ( coach ) é alguém que sabe conduzir e levar os outros para a direcção pretendida. O cocheiro não será aquele que decide qual o rumo a ser tomado, mas antes, aquele que, após a identificação pelo seu cliente (pessoa que é transportada) sobre a direcção que pretende tomar, o leva de forma segura e pelo caminho mais adequado, aos seus objectivos de viagem. Há quem sugira que o primeiro coach conhecido pela humanidade, terá sido Sócrates. Com a prática da maiêutica que consiste num processo pedagógico em que se recorre ao emprego de muitas perguntas para obter, por indução dos casos particulares, um conceito geral do objecto em estudo -, Sócrates, mais do que ensinar, ajudava os seus discípulos a aprender. Desta forma, facilmente se entende o processo de coaching como a tarefa de ajudar o cliente a obter respostas para os seus desafios e a extrair, de si próprio, todo o potencial de desenvolvimento e liderança. O coaching surge, então, de uma evolução do papel de mentor/professor entendido como uma pessoa mais velha e sábia que transmite a sua sabedoria e a sua aprendizagem para o desenvolvimento de um formando/aluno para uma prática focada num processo holístico de aprendizagem ao longo da vida mediante a evolução de todos os aspectos pessoais e profissionais de uma pessoa. O coaching não é nem uma aprendizagem de uma técnica, nem um conselho sobre o saber-fazer; mas sim um meio de descobrir e de experimentar os aspectos inutilizados do potencial de cada um. De facto, ele não visa tanto a resolução de problemas, mas antes facilitar o desenvolvimento pessoal numa perspectiva de produção. O termo entrou definitivamente no vocabulário moderno das empresas e dos seus recursos humanos. No entanto, a realidade revela que ainda subsistem dúvidas sobre o modo como funciona o coaching. Esta prática de desenvolvimento pessoal e profissional, através da arte de fazer perguntas, conduz os gestores à liderança emocionalmente inteligente, à autodescoberta de potenciais adormecidos e à adequação dos recursos dos colaboradores às necessidades das organizações e poderá catapultar para patamares elevados os níveis de desempenho e a realização pessoal. Adaptado Coaching em Portugal Teoria e Prática, de Alexandra Barosa-Pereira

11 12 CASAISNEWS CN13 Entrevista CLUB HOUSE DE PRESTÍGIO EM SILVES AMENDOEIRA GOLF RESORT A recente inauguração do Amendoeira Golf Resort, reforça decisivamente a oferta de club houses de prestígio na região sul. Construído pela CASAIS para a Oceânico Developments é a referência do golfe no Algarve o Amendoeira Golf Resort surge como um destino do turismo de golfe de eleição, apresentando uma infraestrutura com uma oferta variada e qualidade de serviços para residentes e clientes em geral, assumindo-se, simultaneamente, como o cenário ideal para grandes eventos de golfe internacionais. A Casais News esteve à conversa com Jorge Grave do Grupo Oceânico. 01. Como surge o investimento no golfe para o Grupo Oceânico? O Grupo Oceânico está ligado ao golfe muito antes de ter os seus próprios campos de golfe. Cedo percebemos a importância da actividade do golfe para o segmento residencial rurístico que desenvolvemos, nomeadamente para a sua sustentabilidade. Começámos por estabelecer relações comerciais com os campos vizinhos aos nossos primeiros projectos até conseguirmos ter o nosso próprio projecto com golfe associado o Amendoeira Golf Resort. Por outro lado a possibilidade de juntar aos nossos dois campos do Amendoeira Golf Resort em Alcantarilha Silves ainda em construção na altura, os cinco prestigiados campos de Vilamoura, fizeram do nosso portfolio um dos maiores e melhores da Europa. 02. Quais os critérios que determinaram a escolha de Silves para a execução deste empreendimento? Numa primeira abordagem a localização e dimensão da propriedade que é fundamental, passando pela sua acessibilidade, o seu enquadramento histórico e as características próprias do terreno e envolvente que também influenciaram a decisão.

12 CASAISNEWS CN13 13 Amendoeira Golf Resort 03. O Grupo Oceânico é a referência do golfe no Algarve. Soma agora mais dois campos de golfe de nível mundial apoiados por um edifício Club House que obedece a elevados padrões de qualidade. Qual é a vantagem comercial do Amendoeira Golf Resort e como se insere na estratégia de expansão do grupo em Portugal? Para o desenvolvimento e afirmação de um destino turístico de golfe, são imprescindíveis a oferta variada e a qualidade de serviços e infra-estruturas. Dessa forma, acreditamos que o Amendoeira Golf Resort é não só uma mais valia para o nosso Grupo, mas também no panorama de golfe nacional, à semelhança do Oceânico Victoria em Vilamoura, que será palco pelo segundo ano consecutivo do Portugal Masters, um dos principais torneios do calendário do European Tour, que por conseguinte nos ajuda a promover além fronteiras. De igual forma, o Amendoeira Golf Resort foi concebido não só para servir os seus residentes e clientes em geral, mas também para receber grandes eventos de golfe internacionais que nos ajudam a reafirmar como destino turístico de golfe de excelência internacionalmente. Aliás, o Algarve é votado nos dois últimos anos como melhor destino turístico de golfe da Europa pela IAGTO International Association of Golf Tour Operators, precisamente pela qualidade da oferta e infra-estrutura turística adjacente. 04. O enquadramento deste Club House obriga a um edifício de elevados padrões arquitectónicos, tecnológicos e de execução. O resultado final foi condizente com o que o Grupo Oceânico projectou? Quais têm sido as reacções? De facto, para concretizar a estratégia da Oceânico, os campos da Amendoeira foram concebidos com elevados padrões de qualidade e teriam que ser servidos por uma infra-estrutura de apoio condizente em todos os níveis: arquitectónicos, tecnológicos e funcionais. Trata-se de um dos maiores Club House da Europa, equipado com as mais modernas tecnologias de construção, que vão desde a eficiência energética, até ao elevado grau de sofisticação da gestão técnica centralizada, estando assim, preparado para receber grandes eventos de golfe, nacionais e internacionais. Julgo que o resultado final, corresponde a todas as expectativas criadas, o que aliás tem sido comprovado pelo elevado grau de aceitação por parte dos nossos clientes. Estou ainda certo que quando os campos estiverem a funcionar em pleno, as excepcionais qualidades do edifício vão ser ainda mais notórias. 05. Durante os cerca de 12 meses de execução do Club House, pautados por um acompanhamento muito efectivo dos responsáveis do Grupo Oceânico, qual o balanço da prestação da Casais na execução da obra e do relacionamento entre o empreiteiro geral e o dono de obra? Perspectiva associações futuras? A concretização de uma obra desta natureza, com os elevados padrões de qualidade exigidos e prazo de execução condicionado, só foi possível com o trabalho coordenado de uma grande equipa, na qual temos que salientar os consultores, projectistas, gestores de obra e evidentemente a construtora. Neste aspecto, devemos realçar o excelente relacionamento desenvolvido entre a equipa de gestão da obra da Oceânico com a CASAIS, o que possibilitou ultrapassar, em tempo útil e com soluções em alguns casos inovadoras, todos os problemas surgidos. Podemos concluir que sendo o balanço final claramente positivo, certamente existirão novas oportunidades de associação entre a Oceânico e a CASAIS para mais ambiciosos projectos.

13 14 CASAISNEWS CN13 RESPONSABILIDADE SOCIAL Dia Mundial do Ambiente assinalado na Casais No âmbito do Dia Mundial do Ambiente, assinalado no dia 5 de Junho, a Casais organizou uma Acção de Educação Ambiental nas suas instalações da Sede e Estaleiro Geral, em Braga, com 2 turmas do 8º ano da Escola EB 2,3 de Celeirós. Na selecção deste estabelecimento de ensino foi determinante o facto de se encontrar inserido no Programa Internacional Eco-Escolas que pretende encorajar acções e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental. Constituindo a Sociedade e Ambiente um dos pilares da Política da Qualidade, Ambiente e Segurança da CASAIS, a organização de iniciativas neste domínio enquadra-se nos princípios orientadores da estratégia Alunos da escola EB 2,3 de Celeirós da empresa definidos pela Administração. A participação em acções que contribuem para o desenvolvimento sócio-cultural e a preservação do Ambiente constitui um dos objectivos da empresa no âmbito do Sistema de Gestão Ambiental, promovendo a imagem da CASAIS como empresa ambientalmente responsável. Neste sentido, foi seleccionado o Dia Mundial do Ambiente para a realização de uma acção de sensibilização ambiental que pretendeu, essencialmente, dar a conhecer aos alunos que visitaram as instalações o modelo de gestão de resíduos que a Casais implementou e mostrar, in loco, as boas práticas seguidas pela empresa, que detém uma certificação ambiental, nomeadamente, a separação dos diferentes tipos de resíduos, o acondicionamento adequado e o envio para operadores licenciados. Após uma recepção dos alunos no Auditório da empresa, pelo Departamento de Qualidade e Ambiente, com uma breve explicação dos principais aspectos e impactos ambientais associados às actividades de construção civil, foi efectuada uma visita às instalações do Estaleiro Geral, liderada pelo Director do Estaleiro, para verificação dos procedimentos de gestão de resíduos nas diversas unidades e, em particular, a criação do parque de resíduos, instalação esta já licenciada pela CCDR- Norte para armazenagem temporária dos resíduos produzidos no Estaleiro e provenientes de Obras. A acção terminou com uma visita à entidade gestora dos resíduos urbanos da região, a BRAVAL, onde foi possível verificar as soluções de tratamento para os resíduos encaminhados para este operador, que realiza operações de triagem para posterior reciclagem de resíduos valorizáveis e a deposição final em aterro sanitário devidamente controlado dos resíduos não valorizáveis. Os docentes responsáveis pelo acompanhamento da visita consideraram esta acção uma experiência muito positiva e um excelente um complemento às aulas de Ciências Naturais que leccionam, uma vez que a preservação do ambiente faz parte integrante do programa da disciplina do 8º ano, tendo acrescentado que ficaram impressionados com toda a organização do Estaleiro, especialmente no que respeita à questão ambiental. Estão de parabéns!, concluíram. PREVENÇÃO E SEGURANÇA Testemunho da Casais no Programa Gestores PME O Departamento de Prevenção e Segurança da Casais participou no workshop promovido pela Associação PME Portugal Programa Gestores PME, no final do mês de Março, no Porto, partilhando a experiência e know how da empresa no âmbito da legislação, regulamentos e normas de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho.

14 CASAISNEWS CN13 RESPONSABILIDADE SOCIAL 15 Geriurb organiza, em Ponte da Barca, a Festa da Criança e do Ambiente A Geriurb - empresa da Casais Ambiente - promoveu, no dia 13 de Junho, a Festa da Criança e do Ambiente no município de Ponte da Barca. Desde as 10h00, junto às piscinas municipais, foram proporcionadas diversas actividades ao ar livre com o objectivo de sensibilizar os mais jovens para as questões ambientais. Prémio entregue pela Vic SEMINÁRIO Casais apoia Seminário sobre o Novo Código dos Contratos Públicos A Casais patrocinou a realização do Seminário O olhar da engenharia através do código dos contratos públicos promovido pela Ordem dos Engenheiros / Região Norte Delegação Distrital de Braga, no dia 11 de Junho, no auditório das novas instalações do Museu D. Diogo de Sousa. O êxito da iniciativa impulsionou uma 2ª edição no dia 18 de Junho.

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about.

8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA. Novos Mercados Encontro de Sectores INSCREVA-SE JÁ. Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS. www.expoenergia2011.about. 8, 9 e 10 NOVEMBRO 2011 LISBOA Centro de Congressos Univ. Católica Novos Mercados Encontro de Sectores Especial: MERCADOS INTERNACIONAIS ORGANIZAÇÃO PARCEIRO PATROCÍNIO INSCREVA-SE JÁ www.expoenergia2011.about.pt

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 10 de Maio de 2006 Minhas Senhoras e meus Senhores, 1. Em nome do Senhor Secretário de Estado Adjunto, da Indústria

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

O contributo do Cluster Habitat Sustentável

O contributo do Cluster Habitat Sustentável O contributo do Cluster Habitat Sustentável Victor Ferreira Plataforma para a Construção Sustentável Seminário Construção Sustentável CONCRETA 2011 20/10/2011 Visão e Missão O Cluster Habitat? agregador

Leia mais

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Ação Piloto para a Regeneração Urbana Avenida da Liberdade, Braga Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Cientes da importância de promover uma intervenção capaz de revitalizar o centro histórico

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 2014 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias

Leia mais

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável 2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014 29 de Novembro de 2014 Aveiro - Centro Cultural e de Congressos Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Leia mais

MINISTÉRIO DO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO AMBIENTE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO AMBIENTE O Ministério do Ambiente tem o prazer de convidar V. Exa. para o Seminário sobre Novos Hábitos Sustentáveis, inserido na Semana Nacional do Ambiente que terá

Leia mais

Localização. Visão. Missão. Entidades promotoras

Localização. Visão. Missão. Entidades promotoras ESCOLA TECNOLÓGICA DO LITORAL ALENTEJANO ETLA Localização A Escola Tecnológica do Litoral Alentejano fica situada no Complexo Petroquímico da empresa Repsol na ZILS. Perto da realidade industrial, a sua

Leia mais

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS

1. ARQUITECTURA E CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PARA TODOS 1. No âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Arquitectura (primeira segunda-feira do mês de Outubro 01 Out 2012), o Portal da Construção Sustentável (PCS) irá promover a 1ª edição da iniciativa, em

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt Hotel Alvalade LUANDA 16 a 27 de RH Os Ciclos de RH, consistem em planos de desenvolvimento de competências no domínio da gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível das áreas de Selecção, Formação

Leia mais

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA

EDP. PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA EDP PREPARAR A ECONOMIA DO CARBONO Eficiência energética em alerta vermelho EMPRESA O Grupo EDP Energias de Portugal centra as suas actividades na produção, distribuição e comercialização de energia eléctrica,

Leia mais

O nosso desafio é o seu sucesso!

O nosso desafio é o seu sucesso! O nosso desafio é o seu sucesso! Clien tes de Refe rên cia Distribuição Construção Civil Industria Tecnologias Potenciamos o seu negócio A Empre sa. Somos uma empresa especializada na prestação de serviços

Leia mais

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012

APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 APEX- APOIO À PROMOÇÃO DA EXPORTAÇÃO DAS PME 2012 A aposta no apoio à internacionalização tem sido um dos propósitos da AIDA que, ao longo dos anos, tem vindo a realizar diversas acções direccionadas para

Leia mais

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA - CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI) E A A ELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

NEWSLETTER. Uma nova dimensão Gescar. Uma parceria pelas PME. Buscando a excelência a cada passo ANO I SETEMBRO-NOVEMBRO 2011

NEWSLETTER. Uma nova dimensão Gescar. Uma parceria pelas PME. Buscando a excelência a cada passo ANO I SETEMBRO-NOVEMBRO 2011 NEWSLETTER ANO I SETEMBRO-NOVEMBRO 2011 Uma nova dimensão Gescar A Gescar Comunicação existe para dar uma nova dimensão à sua empresa, destacando-a da concorrência e dotando-a de uma identidade única.

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio:

Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Redução da Dependência Energética de Portugal Principal Desafio: Mudança de paradigma energético em Portugal, com um implícito Desenvolvimento Sustentável suportado no seu crescimento económico, justiça

Leia mais

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas GUIA DO VOLUNTÁRIO Sociedade Central de Cervejas ÍNDICE 1. A RESPONSABILIDADE SOCIAL NA SCC: O NOSSO COMPROMISSO... 3 2. O NOSSO COMPROMISSO COM O VOLUNTARIADO... 4 2.1 A ESTRUTURAÇÃO DO VOLUNTARIADO EMPRESARIAL...

Leia mais

Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal

Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal Coordenação oficial: Coordenação técnica: Apoio: I Enquadramento O Plano de Acção para a Segurança Infantil (PASI) enquadra-se no projecto Europeu Child

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República

Discurso de Sua Excelência o Presidente da República Continuarei a percorrer o País, de Norte a Sul, a apelar à união de esforços, a levar uma palavra de esperança e a mostrar bons exemplos de resposta à crise. Discurso de Sua Excelência o Presidente da

Leia mais

ajudam a lançar negócios

ajudam a lançar negócios Capa Estudantes portugueses ajudam a lançar negócios em Moçambique Rafael Simão, Rosália Rodrigues e Tiago Freire não hesitaram em fazer as malas e rumar a África. Usaram a sua experiência para construírem

Leia mais

Programa de Acção da Candidatura a Presidente

Programa de Acção da Candidatura a Presidente Programa de Acção da Candidatura a Presidente do Instituto Politécnico de Beja de Manuel Alberto Ramos Maçães 1 Índice I. O Porquê da Candidatura II. III. IV. Intenção Estratégica: Visão, Envolvimento

Leia mais

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA

MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA MAIOR EVENTO NACIONAL PARA O CRESCIMENTO VERDE E DESENVOLVIMENTO DAS CIDADES 04 / 06 MARÇO 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA Conselho Estratégico da Green Business Week Entidades Empresas convidadas

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China 2ª Edição Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário, mas pode ser uma realidade para os que

Leia mais

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Consórcio CGD/IHRU TEKTÓNICA 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Consórcio IHRU/GCGD 18 de Abril de 2012 1 Portugal Evolução de

Leia mais

CARTA EUROPEIA DO ENOTURISMO PRINCIPIOS GERAIS

CARTA EUROPEIA DO ENOTURISMO PRINCIPIOS GERAIS PRINCIPIOS GERAIS I. OS FUNDAMENTOS DO ENOTOURISMO 1. Por enotourismo queremos dizer que são todas as actividades e recursos turísticos, de lazer e de tempos livres, relacionados com as culturas, materiais

Leia mais

E q n u q a u dr d a r me m n e t n o S st s e t m e a m d e d e Ge G s e t s ã t o d a d Q u Q a u lida d de

E q n u q a u dr d a r me m n e t n o S st s e t m e a m d e d e Ge G s e t s ã t o d a d Q u Q a u lida d de Sistema de Gestão e de Garantia da Qualidade Agenda Enquadramento Sistema de Gestão da Qualidade Sistema de Garantia da Qualidade 2 Enquadramento Estatutos da ESHTE Prossecução de objectivos de qualificação

Leia mais

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323 Portugal tem futuro! Liderar com responsabilidade Introdução: A ACEGE em parceria com a CIP e o IAPMEI está a desenvolver o programa Liderar com Responsabilidade, que quer potenciar a acção dos líderes

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Recursos Humanos em Portugal

Recursos Humanos em Portugal O Maior Salão Profissional de Recursos Humanos em Portugal 9.ª Edição 17e 18 de Março de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt OS DECISORES SÃO UMA PRESENÇA GARANTIDA + 2000 profissionais de

Leia mais

ASSEMBLEIA-GERAL APROVOU O PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO 2011

ASSEMBLEIA-GERAL APROVOU O PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO 2011 ASSEMBLEIA-GERAL APROVOU O PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO 2011 A Assembleia-Geral da Agência de Energia do Porto aprovou, por unanimidade, o Plano de Actividades e Orçamento para 2011 na reunião que

Leia mais

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas

Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas Dinamizar o Empreendedorismo e promover a Criação de Empresas À semelhança do que acontece nas sociedades contemporâneas mais avançadas, a sociedade portuguesa defronta-se hoje com novos e mais intensos

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO

ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO ASSISTIR AS PME NAS ESTRATÉGIAS DE CRESCIMENTO O papel da Assistência Empresarial do IAPMEI António Cebola Sines, 11 de Dezembro de 2009 MISSÃO DO IAPMEI Promover a inovação e executar políticas de estímulo

Leia mais

O QUE É OBJECTIVOS: VANTAGENS

O QUE É OBJECTIVOS: VANTAGENS O QUE É O Gira Volei é um jogo fácil, divertido e competitivo destinado aos jovens com idade compreendida entre os 8 e os 16 onde apenas se pode utilizar uma técnica: o passe. OBJECTIVOS: Contribuir para

Leia mais

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça

GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP. AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça GRELHA PARA A CARACTERIZAÇÃO DE RTP Entidade interlocutora: Identificação do Projecto AEBJC Associação para o Ensino Bento de Jesus Caraça Nº do projecto: 2001/EQUAL/A2/AD/139 Designação do projecto: Área

Leia mais

Perfil das Ideias e dos Empreendedores

Perfil das Ideias e dos Empreendedores Perfil das Ideias e dos Empreendedores I - Considerações gerais A análise que se segue tem como referência um painel 115 ideias de negócio, com proposta de desenvolvimento por 214 empreendedores, candidatos

Leia mais

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR

POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR POLÍTICAS DE COMPETITIVIDADE PARA O SECTOR AGRO-ALIMENTAR Prioridades Estratégicas Indústria Portuguesa Agro-Alimentar Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares XI LEGISLATURA 2009-2013 XVIII

Leia mais

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O relatório de avaliação do sistema de ensino superior em Portugal preparado pela equipa internacional

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13

ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 02 HISTÓRIA 02 OBJECTIVOS 02 CURSOS 04 CONSULTORIA 06 I&D 07 DOCENTES 08 FUNDEC & IST 09 ASSOCIADOS 10 PARCERIAS 12 NÚMEROS 13 QUEM SOMOS FUNDEC APRESENTAÇÃO HISTÓRIA OBJECTIVOS A

Leia mais

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign.

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign. Design www.craveirodesign.com COMPETIR Formação e Serviços, S.A. www.competiracores.com CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO Quem Somos A Competir-Açores está integrada no Grupo COMPETIR e estamos

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

UEM: Desafios e perspectivas na implementação do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia de Qualidade do Ensino Superior

UEM: Desafios e perspectivas na implementação do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia de Qualidade do Ensino Superior UEM: Desafios e perspectivas na implementação do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia de Qualidade do Ensino Superior Autores: Maida Abdulssatar Khan, Eduardo Chiziane, Luisa Santos e

Leia mais

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente

2011/2012. CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente PLANO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL 2011/2012 CÂMARA MUNICIPAL ALENQUER-Divisão de Ambiente 2011/2012 Índice: Introdução Ações de Sensibilização: Ateliers: Datas Comemorativas: Visitas de Estudo: Concursos: Projetos:

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP CADERNO DE CONFERENCISTA ÍNDICE 2 4 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP OBJETIVOS A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas)

Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Normas de Admissão (Regulamento de Jóias e Quotas) Capítulo I // Disposições Gerais As presentes normas têm como finalidade estabelecer as regras a que devem obedecer a admissão de novos associados da

Leia mais

NOVO PERIODO DE PROGRAMAÇÃO INCENTIVOS DO QREN CERTIFICAÇÃO DE EMPRESAS

NOVO PERIODO DE PROGRAMAÇÃO INCENTIVOS DO QREN CERTIFICAÇÃO DE EMPRESAS NOVO PERIODO DE PROGRAMAÇÃO INCENTIVOS DO QREN CERTIFICAÇÃO DE EMPRESAS 04-06-2008 Índice A. NOVO PERÍODO DE PROGRAMAÇÃO 2007-2013. B. ACÇÃO INTEGRADA DO IDE-RAM NO PERÍODO 2007-2013. C. APOIOS À ACTIVIDADE

Leia mais

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade

Regulamento 2015. 1. Objectivo. 2. Elegibilidade Regulamento 2015 1. Objectivo Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2015 é um concurso que resulta da conjugação de esforços e vontades do Crédito Agrícola, aqui representado pela Caixa Central

Leia mais

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

CRIAÇÃO DE SISTEMAS DE INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL (Transformação da criatividade individual em inovação) www.apgico.pt

CRIAÇÃO DE SISTEMAS DE INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL (Transformação da criatividade individual em inovação) www.apgico.pt CRIAÇÃO DE SISTEMAS DE INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL (Transformação da criatividade individual em inovação) www.apgico.pt QUEM SOMOS SOMOS ESPECIALISTAS (corpos sociais) Jorge Alves Prof. Catedrático jubilado

Leia mais

Amarante, 06 de Março de 2012 Centro de Desenvolvimento Empresarial do Norte

Amarante, 06 de Março de 2012 Centro de Desenvolvimento Empresarial do Norte Incentivos às empresas Amarante, 06 de Março de 2012 Centro de Desenvolvimento Empresarial do Norte Os Incentivos na estratégia do IAPMEI para as PME Facilitar e assistir as PME nas suas estratégias de

Leia mais

O Cluster Habitat Sustentável - rede de cooperação para a sustentabilidade

O Cluster Habitat Sustentável - rede de cooperação para a sustentabilidade O Cluster Habitat Sustentável - rede de cooperação para a sustentabilidade Congresso LiderA 2013 Lisboa, 28/05/2013 Victor Ferreira (Plataforma Construção Sustentável) Cluster Habitat Sustentável - Rede

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

Concurso de Ideias e Projectos

Concurso de Ideias e Projectos Concurso de Ideias e Projectos Regulamento Promotor Colaboração Apoios CONCURSO DE IDEIAS E PROJECTOS EMPREENDEDORISMO COMÉRCIO E SERVIÇOS Regulamento Art. 1º - Entidade Promotora O concurso de ideias

Leia mais

Escolas de Pentatlo Moderno

Escolas de Pentatlo Moderno Escolas de Pentatlo Moderno ÍNDICE O que é o franchising PENTAKID? 3 Serviços PENTAKID 5 Marketing 6 Recursos Humanos 7 Financiamento 8 Processo de aquisição 9 Ficha técnica 10 Carta de resposta 11 2 O

Leia mais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais

Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais Certificação e Monitorização de Edifícios Públicos Municipais em Cascais TECNOFIL Workshop Municípios e Certificação Energética de Edifícios Lisboa, 18 Junho 2009 Objectivos A Agência Cascais Energia é

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

A. Novo Paradigma de Desenvolvimento

A. Novo Paradigma de Desenvolvimento S E M I N Á R I O AUDITORIAS DE VALOR 11 de Outubro de 2010 A. Novo Paradigma de Desenvolvimento 2007/2013 Passagem do Objectivo 1 (Convergência) para o Objectivo 2 (Competitividade e Emprego). Alteração

Leia mais

Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015

Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015 REDE INTERMUNICIPAL DE PARCERIAS DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E ÀS EMPRESAS, COM IMPACTO NO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIAL DA REGIÃO DO ALGARVE Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015 1 1 CONTEÚDOS

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO. Prof. Doutora Maria José Silva

COORDENAÇÃO DO CURSO CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO. Prof. Doutora Maria José Silva COORDENAÇÃO DO CURSO Prof. Doutora Maria José Silva PORQUÊ O CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO? Numa realidade onde a transposição do conhecimento científico e tecnológico gerado

Leia mais

Congresso LiderA 2010 Centro Habitat Prof. Vitor Ferreira

Congresso LiderA 2010 Centro Habitat Prof. Vitor Ferreira Prioridades no cluster Habitat Sustentável para o QREN Victor Ferreira Lisboa, 19/05/2010 II Congresso LiderA 2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção

Leia mais

Protocolo.com.pt. Acção de Formação para a ASP. 17 de Maio de 2008. Cristina Fernandes Susana Casanova http://protocolopt.blogspot.

Protocolo.com.pt. Acção de Formação para a ASP. 17 de Maio de 2008. Cristina Fernandes Susana Casanova http://protocolopt.blogspot. Acção de Formação para a ASP 17 de Maio de 2008 17 de Maio de 2008 Imagem Duração: 1 dia (7h) Carga horária: 09H30-13H00 14H30-18H00 17 de Maio de 2008 A importância da Imagem Uma imagem positiva é a soma

Leia mais

Plano de Marketing Operacional

Plano de Marketing Operacional Plano de Marketing Operacional CONTEÚDO 1. Oportunidade do projecto APCMC +Inovação... iii 2. Plano de comunicação... viii 3. Controlo e revisão... xvi ii 1. Oportunidade do projecto APCMC +Inovação A

Leia mais

Regulamento. Preâmbulo

Regulamento. Preâmbulo Regulamento Preâmbulo As Empresas e os Empreendedores são a espinha dorsal de qualquer economia, em termos de inovação, de criação de emprego, de distribuição de riqueza e de coesão económica e social

Leia mais

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO DE Área de Formação 862 Segurança e Higiene no Trabalho Formação Profissional Contínua/de Especialização ÍNDICE 1- ENQUADRAMENTO... 3 2- OBJECTIVO GERAL... 4 3- OBJECTIVOS

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2011 1. Análise do Plano Plurianual de Investimentos (PPI) Neste orçamento, o Município ajustou, as dotações para despesas de investimento, ao momento de austeridade que o país

Leia mais

Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas. desde 1896

Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas. desde 1896 Em defesa do Sector da Hotelaria, Restauração e Bebidas desde 1896 Quem Somos? Instituição de Utilidade Pública Restauração Pastelarias e Cafés Mais de um século de existência Empreendimentos Turísticos

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS NO ÂMBITO DO QREN ABERTURA DE CONCURSOS SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) - INOVAÇÃO PRODUTIVA Objectivos e Prioridades O presente concurso destina-se a apoiar investimentos

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Nota Conceitual da FIEI 2013 Ponto de negócio e oportunidade de investimento Maputo Contexto Quadro orientador O Programa Quinquenal do Governo (PQG) prevê no âmbito do Vector Económico

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos

A VISÃO do ENERGYIN Motivos da sua criação & Objectivos Pólo da Competitividade e Tecnologia da Energia (PCTE) O papel do PCTE na energia solar em Portugal 8 e 9 de Fevereiro de 2010 António Mano - EDP Antonio.ermidamano@edp.pt A VISÃO do ENERGYIN Motivos da

Leia mais

Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia

Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia Estratégia Nacional para a Energia (ENE 2020) Luis Silva, ADENE Agência para a Energia 6º workshop da Plataforma do Empreendedor AIP-CE, 1 Julho 2010 Índice As novas metas EU para as Renováveis Estratégia

Leia mais

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS

PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E ENERGIAS RENOVÁVEIS Enquadramento Protocolo de Quioto Cimeira de Joanesburgo Directiva Renováveis Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável Programa E4 Nova Resolução do Conselho de Ministros INTERREG Programas Regionais

Leia mais

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA A Formação no ISQ A actividade de Formação do ISQ tem sido uma forte aposta enquanto factor determinante para o desenvolvimento e melhoria de desempenho dos sectores tecnológicos

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data

A Chevron e Angola. Parceiros de Longa Data A Chevron e Angola Parceiros de Longa Data As oportunidades de crescimento e progresso nunca foram tão vastas nas seis décadas de história da Chevron em Angola. Biliões de dólares estão a ser investidos

Leia mais

2006-2015. Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006

2006-2015. Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006 2006-2015 Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006 Portugal 2015 Portugal 2015 - Metas 2005 2015 Douro Douro Oeste Oeste Serra da Estrela Serra da Estrela Alqueva Litoral Alentejano Litoral Alentejano

Leia mais

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS

VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS VAMOS PROCURAR A ARQUITETURA 2ª Edição I ESPAÇOS PÚBLICOS A Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) convida todas as Instituições de Ensino da Região Norte, a participar na 2ª edição

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

Projecto Nestum Rugby nas Escolas. Balanço 2009/2010

Projecto Nestum Rugby nas Escolas. Balanço 2009/2010 Projecto Nestum Rugby nas Escolas Balanço 2009/2010 No segundo ano (2009/2010) de implementação do projecto Nestum Rugby nas Escolas, projecto este que resulta da parceria entre a Federação Portuguesa

Leia mais

Global Incentives Solutions*

Global Incentives Solutions* Incentives Solutions Global Incentives Solutions* Informação sobre incentivos ao investimento Número 6, Outubro de 2007 *connectedthinking What s hot Assinatura dos Programas Operacionais (PO) No passado

Leia mais

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 -

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - PROGRAMA BUSINESS NETWORKING Gestão da Rede de Contactos - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - APRESENTAÇÃO O sucesso de uma organização, depende, em grande parte, da sua capacidade de fazer contactos (network)

Leia mais

CONCURSO IDEIAS EM CAIXA 2007. REGULAMENTO Preâmbulo

CONCURSO IDEIAS EM CAIXA 2007. REGULAMENTO Preâmbulo CONCURSO IDEIAS EM CAIXA 2007 REGULAMENTO Preâmbulo O Centro Regional para a Inovação do Algarve (CRIA) em parceria com a Associação Nacional de Jovens Empresários Núcleo do Algarve (ANJE Algarve) e a

Leia mais

DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS

DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS PROJECTO DE ACTA DA 1ª REUNIÃO DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS Aos sete dias do mês de Abril de dois mil e dez, realizou-se nas instalações da AICEP Agência para

Leia mais

Relevância da escala inter-municipal na operacionalização de sistemas urbanos policêntricos:

Relevância da escala inter-municipal na operacionalização de sistemas urbanos policêntricos: Relevância da escala inter-municipal na operacionalização de sistemas urbanos policêntricos: exemplificação em territórios de baixa densidade* Tema 1: Desenvolvimento, competitividade e cooperação inter-municipal

Leia mais