MENSAGEM ENDEREÇADA A COMISSÃO AVALIADORA DO PRÊMIO, INDICAÇÃO DA CATEGORIA E DESCRIÇÃO DO CASE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MENSAGEM ENDEREÇADA A COMISSÃO AVALIADORA DO PRÊMIO, INDICAÇÃO DA CATEGORIA E DESCRIÇÃO DO CASE"

Transcrição

1 MENSAGEM ENDEREÇADA A COMISSÃO AVALIADORA DO PRÊMIO, INDICAÇÃO DA CATEGORIA E DESCRIÇÃO DO CASE À ABRH-RJ 33º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-RJ EDIÇÃO 2013 Att: Comissão Avaliadora do Prêmio Venho por meio desta solicitar minha participação na edição 2013 do 33º Prêmio Ser Humano, conforme seu regulamento, na categoria Case Profissional. Minha razão para participar da premiação é a de que a implantação da Gestão por Competências em uma Empresa de comércio de atacado e varejo de Petrópolis-RJ, pode ser considerada uma inovação no que se refere aos seguintes aspectos: Nível cultural extremamente divergente entre os colaboradores; Tempo de casa relativamente alto, o que contribui para uma certa acomodação e rejeição às mudanças; Custo da implantação; Estranhamento e descrença por parte dos gestores no que se refere ao modelo; A cultura local de que quem não estuda transforma-se em vendedor (realidade Rua Teresa, Petrópolis), desconsiderando a especialização em aspectos como: Atendimento ao Cliente, Negociação, Relacionamentos, Trabalho em Equipe, Organização, Liderança, entre outros; Trabalhar com uma metodologia onde a linguagem competência fosse a realidade vivida e conhecida de cada colaborador. Diante das dificuldades a serem enfrentadas ainda foi preciso considerar que a participação das pessoas deveria ser efetiva, desde o início da implantação, pois a Pássaro Livre é uma Empresa voltada para a gestão participativa, onde as opiniões são respeitadas e levadas em consideração, nossa negociação é baseada no ganha-ganha. Diante do sucesso nos resultados alcançados gostaria de expor este case para que outras pequenas empresas, em qualquer segmento, possam estar se beneficiando do Desenvolvimento de Competências e trabalhar contemplando não só resultados financeiros, mas também àqueles que consideram o bem estar e a auto realização das pessoas. Atenciosamente,

2 CURRICULUM VITAE ANGELICA DA SILVA PALMEIRA CORRÊA DADOS PESSOAIS: NASCIMENTO: 11/03/1968 NATURALIDADE: NACIONALIDADE: ESTADO CIVIL: PETRÓPOLIS RJ BRASILEIRA CASADA ENDEREÇO: RUA SANTA RITA DE CÁSSIA, 184 BAIRRO CASTRIOTO - PETRÓPOLIS RJ CEP TEL.: (24) CEL.: (24) FORMAÇÃO PROFISSIONAL: Sócia gerente do Grupo Pássaro Livre, formada por quatro lojas de Atacado e Varejo de roupas em Petrópolis e Duque de Caxias. Liderando aproximadamente 30 colaboradores diretos. Atuando na área de desenvolvimento de pessoas através do Projeto Nova Gestão e da implementação da Gestão por Competências. Consultora interna em Recursos Humanos, Pós graduada em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, especialista em Gestão por Competências pela Fundação Getúlio Vargas, Coach certificada pelo Instituto Brasileiro de Coach, European Coaching Association, Global Coaching Community e International Association of Coaching, Leader Coach certificada pela Behavioral Coaching Institute, graduada em Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos pela UNOPAR Universidade Norte do Paraná. Petrópolis, 05 de agosto de 2013 Angelica S.P.Corrêa

3 Resumo do Trabalho O propósito deste Case é de comprovar que todas as pequenas Empresas são capazes de investir em seu segmento sem desconsiderar o fator humano, aplicando técnicas que conduzam todas as pessoas que colaboram em seu dia a dia ao desenvolvimento e potencialização de suas próprias capacidades. A prática da responsabilidade social dentro das Empresas precisa contemplar as dificuldades de cada um em se adequar a uma nova estratégia, e sua adaptação dentro de um novo contexto. As Empresas não podem seguir em frente sem pensar em levar todas as pessoas que compõem seu capital humano junto com ela ajudando-as a se profissionalizar. A Empresa Pássaro Livre por ser uma empresa familiar apresentava características muito próprias de sua condição, tais como: relacionamento muito estreito com seus colaboradores, pessoas que começaram com a Empresa e que lá estão até hoje, estilo paternalista, concessões obtidas pela amizade fora do ambiente de trabalho, pouca importância dada a profissionalização e a falta de conhecimento de técnicas que contemplem a condução de conflitos em detrimento de uma maior especialização. O desafio foi lançado. A humanidade dentro do ambiente de trabalho não deve ser observada somente como condição atualmente importante para o desenvolvimento de um negócio, mas principalmente deve ser encarada como oportunidade para desenvolvimento pessoal de indivíduos como pessoas únicas que são, contemplando em todos os aspectos a necessidade de evolução do ser humano. A Proposta da Pássaro Livre através da implantação do projeto Nova Gestão relatado neste case é o de comprovar que podemos ser pequenos, extremamente profissionais e ainda sim felizes e realizados, provocando e conduzindo o desenvolvimento de novas competências. A Pássaro Livre considera as peculiaridades da personalidade humana entendendo que o indivíduo está num processo constante de organização que é bastante peculiar e pessoal, e que ignorá-lo significa ignorar as diferenças individuais e o próprio processo de auto realização (ARGYRIS). Nossa Empresa hoje além de ser referência entre seus concorrentes, tem uma carteira de aproximadamente clientes cadastrados, mais de 100 profissionais diretos, colaboradores fidelizados e comprometidos com uma média de 10 anos de tempo de casa, e neste mês completa 20 anos e orgulha-se de ser uma Organização que Aprende todos os dias.

4 Introdução No início, a visão da Empresa Pássaro Livre era somente "ganhar dinheiro", o planejamento resumia-se em "colocar mercadoria nas lojas", e a meta era "vender muito". E, durante alguns anos o objetivo foi alcançado: vendeu-se muito e ganhou-se dinheiro. Mas com o passar dos anos além da concorrência da própria Rua Teresa, principalmente com a entrada de produtos da China a preços extraordinariamente baixos, surgiram também vários polos de moda e "feiras" em grande parte da rota que levava os atacadistas e os varejistas até Petrópolis. Considerando o surgimento de novos pontos de venda intitulados como "Polos de Moda", alguns impactaram na vinda de consumidores de outros estados a Petrópolis, e podemos citar alguns de extrema relevância, tais como: No Paraná - Moda Cianorte e Moda Maringá; em Santa Catarina - Moda Brusque; em São Paulo - Moda Brás e Moda Bom Retiro; Em Minas Gerais - Moda Belo Horizonte; em Goiânia - CMB. No trajeto Rio de Janeiro/Petrópolis ainda podemos citar: Feirão Moda Rio, Feirão das Malhas, A Moda que Veste Barato, Cidade da Moda, Moda Bingen, entre outras. Desta forma, o volume de ônibus de excursão que passava por Petrópolis e parava na Rua Teresa para compras, caiu de uma média de 50 por semana para 20 ônibus por semana, uma vez que a moda estava indo cada vez mais perto do consumidor. Petrópolis ainda tem um agravante: as chuvas. Em 2011, especificamente, a cidade sofreu com o mal tempo, e houve, naquela época uma queda de cerca de 80% no movimento de vendas após as chuvas que castigaram a cidade. E percebe-se que o fator clima influencia atualmente na decisão de vir a Petrópolis, a Rua Teresa fica consideravelmente vazia nos períodos de chuva. Outro fator que contribuiu para a queda do número de pessoas que vinham às compras é que desde 2008, com a retirada dos ônibus intermunicipais do Centro da Cidade e a mudança da rodoviária para o Bingen, local bastante afastado, houve uma queda de pelo menos 50% no número de sacoleiras e turistas da Rua Teresa, segundo dados da ARTE (Associação da Rua Teresa), assim como falta de estacionamentos adequados a preços justos, o pedágio cobrado, e a falta de infraestrutura de qualidade para recebimento dos turistas e atacadistas, pois ainda hoje não temos banheiros públicos na Rua. Diante dos fatos relatados e da vulnerabilidade do comércio de Petrópolis, a Empresa percebeu que precisaria se adequar a esta nova realidade, assim como seus colaboradores. Observando-se que na organização existiam pessoas com formações culturais diversificadas, algumas sem nem mesmo terem concluído o ensino fundamental e a maioria com apenas o ensino médio, e considerando-se que a média de "tempo de casa" gira em torno de 10 anos, alguns com até 20 anos na empresa favorecendo uma permanência na zona de conforto, e que até então não precisavam se esforçar para vender, uma vez que a mercadoria vendia-se por si só, se viram numa situação de insegurança e de despreparo para a situação, o que ocasionou desequilíbrio e desmotivação. Houve também um crescimento desordenado e muito rápido da Empresa, enfim, o que antes estava muito bem controlado passou a sair do controle dos gestores. A confusão em relação a que caminho tomar e como percorrê-lo de forma organizada e efetiva tornou-se mais um ponto a ser refletido. A Empresa entendeu que o desafio seria alinhar sua visão à de seus colaboradores, sendo necessário inserir na cultura novas abordagens compatíveis às demandas atuais, algo que alavancasse a imagem da Empresa junto aos seus clientes e os fidelizasse, agregando valor ao produto e diferenciando desta forma

5 a organização das demais concorrentes, na Rua Teresa e nos vários polos de moda que aparecem a cada dia e em todos os lugares. Portanto, ficou claro que uma estratégia deveria ser traçada para tratar dos pontos relatados, de maneira que os acontecimentos não impactassem no crescimento da organização. Inicia-se então uma nova trajetória para a Pássaro Livre: A necessidade de captar novos clientes, fidelizar clientes antigos, desenvolver seus colaboradores e se mostrar no mercado de forma diferenciada. Entendeu-se que a partir da Visão, da Missão e fundamentada nos valores definidos pela organização e reestruturados, a Gestão por Competências proporcionaria o alinhamento necessário e poderia inserir uma nova maneira de pensar na cultura da empresa, conduzindo todos a uma excelência nos serviços prestados, pois o fenômeno da inovação apresenta características inusitadas: não pode ser tocado, ouvido ou provado. Porém quando acontece, é sentido, pensado e percebido. (GRAMIGNA, 2007) Entretanto, como implementar a Gestão por Competências em uma loja de comércio de atacado e varejo, levando-se em consideração os seguintes agravantes: Nível cultural extremamente diversificado entre os colaboradores; A crença de que quem não estuda transforma-se em vendedor, (realidade Rua Teresa, Petrópolis), como se a profissão não solicitasse muitos conhecimentos; Modelo de gestão inusitado no contexto da Empresa; Estranhamento e descrença por parte dos gestores no que se refere ao modelo; O custo da implantação; A linguagem "competência" deveria ser a realidade vivida e conhecida de cada colaborador, inclusive dos gestores. Diante do exposto, uma metodologia que falasse a linguagem do dia a dia das pessoas da organização e que os indicadores das competências transcrevessem a vivência diária dos indivíduos, seria relevante para que a implantação fosse efetiva. O investimento também seria um agravante, pois o desconhecimento dos sócios no que se refere ao modelo de gestão impactaria profundamente na liberação de verbas para sua implementação. Optou-se então pela metodologia desenvolvida por Rogério Leme chamada de "Gestão por Competências Utilizando os Recursos da Própria Empresa", que permitia uma linguagem simples e uma implantação praticamente sem custos, e o mais importante, todos participariam, pois a metodologia contempla comportamentos percebidos por todos os envolvidos.

6 Desenvolvimento Diante da competitividade imposta pela concorrência conforme discorrido anteriormente e o fato da empresa necessitar agregar valor ao seu produto uma vez que a qualidade e o preço são considerados requisitos básicos no comércio, e da proposta de apresentar-se no mercado com o foco voltado para o cliente, percebeu-se a necessidade de fazer um alinhamento entre a visão dos colaboradores em relação à empresa, em relação a eles mesmos e o impacto que seus comportamentos causariam nesta nova estratégia, sem perder de vista aspectos da cultura da empresa que privilegiam a participação de todos como fator que leva, efetivamente, a um envolvimento e comprometimento maiores. O Modelo de Gestão por Competências adaptado a realidade da Empresa Pássaro Livre permitiria verificar os gap's em relação a estratégia com foco nos clientes internos e externos e a sua necessidade de se destacar em relação aos concorrentes. A Metodologia apresentada por Rogério Leme foi percebida como a que mais se encaixava à realidade da Empresa e suas particularidades pois, permitia um mapeamento de competências organizacionais e da função totalmente voltado para a vivência diária da organização. Suas características, de acordo com Leme (2005, p. 46) são: Aplicabilidade em empresas de qualquer porte; Aplicabilidade em todos os níveis da organização; Totalmente voltado para a realidade da empresa; Método construtivo e participativo; Baixíssimo investimento; Simplicidade e rapidez na implantação; Comprovado matematicamente. Tais fatores foram decisivos para a escolha da metodologia uma vez que contemplam todas as dificuldades vividas e apresentadas anteriormente. Ainda de acordo com Leme (2005), o modelo é construtivo que busca o que é melhor para a organização, e participativo, onde os próprios colaboradores identificam os indicadores de competências através da condução de uma simples atividade. SENSIBILIZAÇÃO Para obter a participação e a compreensão do modelo por parte de todos, foi feita uma apresentação que associava os comportamentos já existentes na organização com as competências correspondentes, assim como novos comportamentos necessários para o alcance da Visão da empresa e que desse suporte a estratégia voltada para clientes e relacionamentos. A apresentação foi elaborada com linguagem e exemplos cotidianos e a preocupação foi que, o quanto mais se aproximasse da realidade das pessoas maior seria o entendimento sobre competências, pois para Leme (2005) deixar clara a finalidade da atividade e utilizar um exemplo prático são fatores que contribuem na qualidade dos indicadores citados. Os benefícios que cada

7 comportamento proporcionaria também foram contemplados objetivando o entendimento em relação aos resultados esperados. Com esta apresentação, totalmente focada em ações específicas e relacionadas com vivências cotidianas e reais, conseguiu-se um maior comprometimento e participação de todos na elaboração do Inventário Comportamental. MAPEAMENTO DAS COMPETÊNCIAS OU INVENTÁRIO COMPORTAMENTAL O levantamento das competências organizacionais foi feito com a participação de todos os funcionários da empresa para que soubéssemos quais comportamentos já ocorriam e que eram importantes, os que não ocorriam, mas que deveriam ocorrer e quais seriam as situações ideais a partir da visão daqueles que estavam na linha de frente, as pessoas que realmente apresentavam a Pássaro Livre aos clientes, os colaboradores. A partir da proposta da metodologia, foi aplicado nas respectivas equipes um questionário com três colunas: "GOSTO" - que identificava os comportamentos que aconteciam e que eram apreciados - "NÃO GOSTO" - comportamentos que aconteciam e que não eram apreciados, e "O IDEAL SERIA" - que permitia uma visão de como poderíamos mudar comportamentos não adequados. Cada equipe recebeu um formulário com o nome de seus parceiros e deveriam identificar ali os comportamentos citados acima, permitindo desta forma que fossem contempladas situações vivenciadas por todos, de forma anônima, pois, para Leme (2005), essa é uma atividade sem identificação, para que as pessoas fiquem à vontade para expressarem tudo o que desejam, sem ressalvas. Este método de coleta de indicadores além de dar um parâmetro mais realista do que já acontecia e o que poderia melhorar, ainda trabalhou a reflexão dos indivíduos sobre seus comportamentos, o que foi uma experiência bastante enriquecedora para funcionários e empresa. É importante ressaltar que: "Um detalhe que ajuda a obter uma melhor qualidade dos indicadores é pedir para que os colaboradores, no momento da reflexão sobre uma pessoa, levem em consideração os comportamentos dessa pessoa em relação ao sucesso da Organização, a Missão, a Visão, os Valores e as Estratégias da Empresa" (LEME, 2005). Após a coleta de dados foi feita a consolidação dos indicadores, direcionando cada comportamento a uma competência específica, e considerando-se que a cultura da Empresa é voltada para a participação e o envolvimento, essas competências foram visualizadas naturalmente e não definidas, impostas ou "supostamente" eleitas. (LEME, 2005). Para Leme (2005, p. 74): "O Inventário Comportamental é um processo participativo, onde todos podem apresentar a realidade do que acontece lá no cantinho de sua mesa de trabalho, ainda que ninguém note, fazendo com que informações importantes aflorem para que possam ser identificadas e trabalhadas. Justamente por isso faz a diferença para a organização e para o cliente".

8 TRABALHO EM EQUIPE Para que a validação das competências se mostrasse efetiva, os resultados foram apresentados aos gestores para que fosse feita uma análise sobre como a empresa se encontrava em relação à estratégia, a sua Missão, Visão e Valores e se as competências mapeadas realmente levariam a Empresa ao alcance de seu propósito, motivo pelo qual algumas competências foram incluídas no rol das competências da organização, assim como os indicadores que as expressassem. APRESENTAÇÃO DO LEVANTAMENTO DAS COMPETÊNCIAS AOS COLABORADORES Para que os colaboradores tivessem acesso às competências organizacionais, o que significavam e como praticá-las e/ou desenvolvê-las foi elaborada uma mandala apresentando todas as competências e seus indicadores, adaptado de um modelo da Casa de Saúde São José, Rio de Janeiro, por apresentar de forma simples quais comportamentos seriam apreciados dentro da organização. O modelo foi colado no mural de cada loja para que todos pudessem ler e refletir sobre a nova proposta da Empresa. Nesta ocasião também foi comunicado que como os comportamentos ali apresentados deveriam ser praticados por todos, em seis meses seria feita uma avaliação voltada para a prática daquelas competências, pois de acordo com Leme (2005), "com essa metodologia, temos automaticamente as questões que devem ser utilizadas para a aplicação da Avaliação com foco em Competências". AS COMPETÊNCIAS E SEUS INDICADORES Na Empresa Pássaro Livre as Competências Organizacionais e seus indicadores, com suas respectivas importâncias apresentam-se conforme Tabela 1 abaixo: COMPETÊNCIAS QUANTIDADE DE INDICADORES Trabalho em Equipe 10 Relacionamento Interpessoal 05 Organização 10 Foco no Cliente 15 Liderança 14 Tabela 1 - Competências Organizacionais - Fonte: Pássaro Livre Da mesma forma as Competências Comportamentais, seus Indicadores e Importância apresentam-se na Tabela 2, conforme segue: COMPETÊN CIA QDADE INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 EXECUTAR TAREFAS COM AGILIDADE NECESSÁRIA PARA O MOMENTO 3 TER SERIEDADE DIANTE DE PROBLEMAS, PARTICIPANDO E DANDO SUA CONTRIBUIÇÃO 2 PARA RESOLUÇÃO 3 3 ESTAR 9:00 HS PRONTA PARA ATENDIMENTO NO BALCÃO 3 4 ESTAR CONCENTRADA EM SUAS TAREFAS TENDO ATENÇÃO EM TODOS OS PASSOS 3 5 EXECUTAR TAREFAS SEM DEIXAR PARA DEPOIS OU PARA OUTROS RESOLVEREM 3 6 AJUDAR A EQUIPE NAS HORAS DE CORRERIA E TUMULTO 3 7 CHEGAR MAIS CEDO OU FICAR ATÉ MAS TARDE QUANDO NECESSÁRIO E EM ÉPOCA DE MOVIMENTO FORTE 3 8 ALCANÇAR SUA PORCENTAGEM NA META DA LOJA, SABENDO QUE A META GERAL DEPENDE DA VENDA INDIVIDUAL 3 9 SER PRÓATIVO, SE ANTECEDENDO ÀS NECESSIDADES SEM QUE SE PRECISE FICAR PEDIDO PARA FAZER AS TAREFAS 3 10 PARTICIPAR ATIVAMENTE NA ELABORAÇÃO DA VITRINE 3 TOTAL Tabela 2 - Competências Comportamentais - Trabalho em equipe - Fonte: Pássaro Livre 30

9 LIDERANÇA FOCO NO CLIENTE ORGANIZAÇÃO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL COMPETÊN QDADE CIA INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 MANTER BOM RELACIONAMENTO COM A EQUIPE 3 2 SER EDUCADO AO SE DIRIGIR AOS OUTROS, TRATAR COMO GOSTARIA DE SER TRATADO 3 3 ACEITAR FEEDBACK E REVER SUA POSTURA 3 4 RESPEITAR TODOS DA MESMA MANEIRA 3 5 AGIR DE FORMA HARMONIOSA E AMIGÁVEL 3 TOTAL Tabela Indicadores de Competências Comportamentais -Relacionamento Interpessoal - Fonte: Pássaro Livre 15 COMPETÊN CIA QDADE INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 CONFERIR ROMANEIO DE ENTRADA DE TROCAS 3 2 DOBRAR E GUARDAR ROUPAS QUE ESTIVEREM NOS CESTOS OU EM CIMA DO BALCÃO 3 3 TROCAR SACOS E ARRUMAR A MERCADORIA QUE ENTROU DE TROCA 3 4 GUARDAR OBJETOS NOS LUGARES CERTOS APÓS O USO 3 5 REPOR AS PEÇAS DO CABIDEIRO E DA VITRINE QUANDO SÃO VENDIDAS 3 6 ABASTECER AS PRATELEIRAS DA LOJA SEMPRE QUE NECESSÁRIO 3 7 LIMPAR E ARRUMAR A LOJA 3 8 EXECUTAR SUAS TAREFAS SEM OCUPAR OUTRAS PESSOAS 3 LEVAR O NOME DO CLIENTE PARA O CAIXA COM ANTECEDÊNCIA PARA VER SER A FICHA 9 ESTÁ OK 3 10 SER ATENCIOSA NA CONTAGEM DO ESTOQUE EVITANDO A RECONTAGEM 3 TOTAL Tabela Indicadores de Competências Comportamentais - Organização - Fonte: Pássaro Livre 30 COMPETÊN CIA QDADE INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 TER ATENÇÃO AOS ASSUNTOS QUE SÃO FALADOS PERTO DOS CLIENTES E QUE NÃO DIZEM RESPEITO A VENDA 3 2 SER PACIENTE COM SEUS CLIENTES PROCURANDO ENTENDER SUAS NECESSIDADES INCLUSIVE E PRINCIPALMENTE NAS TROCAS 3 3 FAZER ACOMPANHAMENTO DA MERCADORIA DESPACHADA, PRATICANDO O PÓS VENDA, SABENDO SE A MERCADORIA CHEGOU DENTRO DAS EXPECTATIVAS DO CLIENTE 3 4 CONVENCER OS CLIENTES A COMPRAR MAIS E LEVAR PROMOÇÕES 3 5 ATENDER CLIENTES COM QUALIDADE DEMONSTRANDO TER CONHECIMENTO DO PRODUTO 3 6 ABORDAR CLIENTES COM SIMPATIA DANDO ATENÇÃO A QUALQUER CLIENTE QUE ENTRAR NA LOJA 3 7 CONHECER O HISTÓRICO DE SEU CLIENTE, SABENDO SE PODE COMPRAR E O VALOR QUE PODE OFERECER 3 8 ARTICULAR BEM OS PROBLEMAS COM CLIENTES 3 9 MANTER CONTATO FREQUENTE COM SEUS CLIENTES INFORMANDO DA CHEGADA DE MERCADORIA NOVA E SEPARAR QUANDO CONVENIENTE 3 10 SER ÁGIL NA HORA DA VENDA CONSEGUINDO ATENDER MAIS DE UM CLIENTE AO MESMO TEMPO 3 11 SER FLEXÍVEL AO NEGOCIAR COM CLIENTES 3 APRESENTAR ARGUMENTAÇÕES CONVINCENTES PARA ATENDER OS INTERESSES DA 12 EMPRESA E DO CLIENTE NA HORA DA NEGOCIAÇÃO 3 13 TER CONHECIMENTO DE TODAS AS CONDIÇÕES DE VENDA 3 14 FAZER FICHA DE CLIENTES DE CARTÃO CONFORME CONDIÇÕES EM VIGÊNCIA 3 15 APRESENTAR ENDEREÇOS PARA RECONQUISTA DE CLIENTES EM PARCERIA COM SÉRGIO 3 TOTAL 45 Tabela Indicadores de Competências Comportamentais - Foco no cliente - Fonte: Pássaro Livre COMPETÊN CIA QDADE INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 SER CLARA E OBJETIVA 3 2 TER ATITUDE POSITIVA PARA RESOLVER PROBLEMAS DIANTE DE DIFICULDADES 3 3 CONVERSAR SOBRE PROBLEMAS INTERNOS COM A EQUIPE 3 4 SER JUSTA E IMPARCIAL, IGUAL COM TODAS 3 PRATICAR LIDERANÇA PARTICIPATIVA NÃO SENDO AUTORITÁRIA AO EXPOR SUAS 5 IDÉIAS, CONVENCENDO SEM OBRIGAR 3 6 PROVOCAR A UNIÃO DA EQUIPE 3 ESTIMULAR A EQUIPE VESTINDO A CAMISA DA EMPRESA, VIBRANDO E PASSANDO 7 ENERGIA PARA A EQUIPE 3 8 BUSCAR ALTERNATIVAS PARA PROBLEMAS DO DIA A DIA 3 9 ZELAR PARA QUE O CLIMA DA LOJA ESTEJA AGRADÁVEL E EM HARMONIA 3 INCENTIVAR A EQUIPE A NÃO ACEITAR A FALTA DA VENDA POR NÃO TER CLIENTES NA 10 RUA, MOSTRAR OUTRAS ALTERNATIVAS 3 11 ADOTAR PALAVRAS DE ESTÍMULO, RECONHECENDO RESULTADOS E DESEMPENHO 3 12 SER COERENTE - PRATICAR O QUE FALA 3 PONTUAR COMPORTAMENTOS NO MOMENTO OPORTUNO, REFORÇANDO O QUE É 13 CORRETO E CORRIGINDO O QUE NÃO É 3 TOTAL Tabela Indicadores de Competências Comportamentais -Liderança - Fonte: Pássaro Livre 39

10 COMPETÊNCIAS TÉCNICAS Os Indicadores apresentados na Tabela 3 representam as demandas de conhecimento Técnico dos colaboradores. COMPETÊN CIA QDADE INDICADORES IMPOR TÂNCIA 1 LIGAR E DESLIGAR COMPUTADORES E MÁQUINAS DE CARTÃO DE CRÉDITO 2 2 FECHAR O CAIXA CORRETAMENTE 3 EMITIR NOTA FISCAL ELETRÔNICA, INCLUSIVE CADASTRANDO CLIENTES QUANDO 3 NECESSÁRIO 3 4 UTILIZAR O SISTEMA IBLOJA 3 5 FAZER SCI 1 6 TIRAR "Z" E "X" DO CUPOM FISCAL 1 7 SABER SOBRE TENDÊNCIAS E CORES QUE ENTRAM EM CADA ESTAÇÃO 2 TOTAL Tabela 3 - Indicadores Técnicos - Fonte: Pássaro Livre 15 As competências levantadas demonstram de forma simples as necessidades atuais da Empresa no que se refere a: clientes; ao bom relacionamento interno; a organização necessária para o bom andamento do trabalho, uma vez que existem alguns procedimentos de segurança no trâmite de mercadorias entre as lojas; às entradas e saídas do produto; ao trabalho em equipe, pois as tarefas são diversificadas e para que o cliente seja bem atendido essas tarefas precisam estar atualizadas, de modo a não sobrecarregar ninguém. Há ainda a Liderança, que hoje é tratada de forma bastante relevante para que haja o envolvimento das equipes e para que a comunicação seja efetiva. As competências técnicas são em menor quantidade, porém hoje demonstram ser o maior desafio dos gestores, pois o que envolve tecnologia dificulta a participação de pessoas de determinada faixa etária ou nível cultural baixo. AVALIAÇÃO COM FOCO EM COMPÊTENCIAS De acordo com a metodologia aplicada, os indicadores levantados são as perguntas aplicadas ao questionário da avaliação com foco nas competências validadas. Dessa maneira, seria bem fácil e simples o entendimento por parte dos colaboradores em relação a "o quê" avaliar, uma vez que se optou, na primeira avaliação, por um processo onde os parceiros de uma mesma equipe avaliaram uns aos outros, avaliaram a liderança e se auto avaliaram, e a liderança avaliou todos e também se auto avaliou. O formulário de avaliação não expressa competências, e sim indicadores, afinal competências não é nossa linguagem natural (LEME, 2005). No segundo processo, optou-se pela auto- avaliação e pela avaliação do líder somente, pois fica clara a percepção que a pessoa tem dela mesma e a percepção do líder em relação à sua equipe. Rogério Leme em sua metodologia propõe uma fórmula matemática, que dependendo do número de colaboradores, pode ser executada em uma planilha de Excel, o que no caso específico da Empresa Pássaro Livre tornou-se um diferencial que implicaria no baixo custo de sua implementação. A fórmula matemática proposta pelo Autor também permite calcular o "quanto" de competência cada indivíduo possui dentro de um nível máximo, ou seja, nível 5. Não é relevante ressaltar neste trabalho o processo matemático proposto pelo Autor, e sim a importância de se saber o quanto de cada competência é apresentada pelo indivíduo.

11 Resultados Alcançados e Conclusão A Empresa aplicou a Avaliação com foco em competências em seus colaboradores pela primeira vez no segundo semestre de 2011, e outra, seis meses após a primeira avaliação, em Diante da dinâmica dos processos internos e demandas externas, foram necessárias algumas mudanças nos indicadores das competências apresentados, pois após a internalização de alguns comportamentos adequados, os mesmos foram substituídos. Foram selecionados alguns resultados com seus respectivos gráficos para ilustração deste Case e uma visão consistente de como as competências foram tratadas e praticadas pelos colaboradores. Foram selecionadas algumas avaliações e a avaliação das líderes, já que a prática da "liderança" sob uma ótica muito particular da Empresa é ponto de extrema relevância em relação à prática da "gerência" das demais lojas da Rua Teresa, sendo este um fator que diferencia a loja das demais e consequentemente agrega valor ao atendimento ao cliente interno e externo. Nas tabelas abaixo apresentam-se avaliações das lideranças: Tabela 4 Avaliação com Foco em Competências Líder P2 Fonte: Pássaro Livre Tabela 4.1 Avaliação com Foco em Competências Líder P3 Fonte: Pássaro Livre

12 Tabela 4.2 Avaliação com Foco em Competências Líder P4 Fonte: Pássaro Livre Os gráficos comprovam que as lideranças mostram-se alinhadas com os objetivos organizacionais e com o rol de competências da Empresa a partir da auto avaliação em confronto com a avaliação de cada componente das respectivas equipes. Abaixo seguem avaliações dos colaboradores, um de cada respectiva equipe: Tabela 4.3 Avaliação com Foco em Competências A.F. Loja P2 Fonte: Pássaro Livre Tabela 4.4 Avaliação com Foco em Competências F.N. Loja P3 Fonte: Pássaro Livre

13 Tabela 4.5 Avaliação com Foco em Competências M.J.M. Loja P4 Fonte: Pássaro Livre No que se refere a competências para alavancagem e alinhamento da estratégia da empresa, pode-se considerar que os colaboradores entenderam e internalizaram os comportamentos adequados à nova realidade da Empresa, conforme exposto nas tabelas acima. Porém, a Empresa tem uma forte preocupação em relação a como os colaboradores se sentem em relação as mudanças propostas e se realmente estão agindo de maneira a não ferir seus próprios conceitos e valores, motivo pelo qual foi aplicada uma pesquisa que contempla fatores relativos ao clima e seus sentimentos. A Tabela 5 a seguir, apresenta um gráfico produzido a partir de perguntas estratégicas elaborado pela Empresa VETOR Assessoria e Planejamento Organizacional Ltda., disponibilizado aos alunos do curso de Gestão de Pessoas da Fundação Getúlio Vargas, composto por perguntas a serem respondidas pelo Gestor (auto - avaliação), pelos Líderes (Avaliando o Gestor) e pelos colaboradores, avaliando a Empresa como um todo e sua Liderança. Esta pesquisa foi feita em junho/2012, e retrata um momento após a intervenção onde as pessoas puderam explicitar sua percepção em relação ao clima e ao relacionamento a partir das mudanças ocorridas e seus resultados. Considerando-se o tempo decorrido e a probabilidade da não aceitação ou descrença por parte das pessoas no modelo, o resultado foi considerado um sucesso. Tabela 5 Gráfico Vetor Fonte: Pássaro Livre

14 Os números após a implementação do modelo de gestão podem confirmar os resultados alcançados pela Empresa, sem deixar de considerar que a reestruturação contemplou não somente as lojas e o atendimento ao cliente, mas também a área de produção com modelagem baseada em pesquisas estruturadas, melhor negociação nas compras de matéria prima, o que permite ter um preço mais competitivo e o cuidado na fabricação do produto, proporcionando uma qualidade superior. Realizou-se uma análise comparativa dos principais indicadores de desempenho, os quais contemplam o número de peças fabricadas e as que estavam em estoque e a porcentagem de vendas de um ano para o outro, comprovando que a proposta da implantação da Gestão por Competências não só proporcionou um resultado bastante positivo nas vendas como também considerou o fator humano em toda a sua complexidade, uma vez que a Empresa buscou evidências do sentimento de seus colaboradores. INDICADORES 2010 QTDADE PEÇAS PRODUZIDAS AO ANO PORCENTAGEM DE VENDA A MAIOR EM RELAÇÃO AO ANO ANTERIOR 2011 INTERVENÇÃO Tabela 6 Indicadores de Resultado - Fonte: Pássaro livre % 9% 19% A Empresa considera que, além da mudança na abordagem em relação aos fatores apresentados e na sua cultura e a necessidade de envolvimento e comprometimento de todos os seus colaboradores diante dessa nova realidade, os gráficos podem comprovar toda a efetividade do processo e justificam o sucesso da Empresa Pássaro Livre atualmente, pois tornou-se referência entre seus concorrentes na Rua Teresa (Petrópolis) tanto na movimentação que mantém as lojas sempre lotadas de clientes, quanto na fidelização e satisfação de seus colaboradores.

15 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARGYRIS, Chris. Personalidade e organização. O conflito entre o sistema e o indivíduo Disponível em: Acesso em: 05 agosto BOYATZIS, Richard; GOLEMAN, Daniel; MACKEE, Annie. O Poder da inteligência emocional. Rio de Janeiro: Campus, GRAMIGNA, Maria Rita. Modelo de competências e gestão dos talentos. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, LEME, Rogério. Aplicação prática de gestão de pessoas por competências. 2. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, RIBEIRO, Jaqueline. Movimento fraco faz empresários da Rua Teresa se unirem em campanha Disponível em: Acesso em: 03 fevereiro RIBEIRO, Jaqueline. Rua Teresa pode voltar a ter ônibus interurbanos Disponível em: Acesso em: 03 fevereiro 2013.

16

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Desenvolvimento Humano

Desenvolvimento Humano ASSESSORIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Desenvolvimento Humano ADVISORY Os desafios transformam-se em fatores motivacionais quando os profissionais se sentem bem preparados para enfrentá-los. E uma equipe

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

Gerência de projetos: arte ou disciplina? By André Barcaui, MsC, PMP is a consultant and management coach, Brazil. bbbrothers@bbbrothers.com.

Gerência de projetos: arte ou disciplina? By André Barcaui, MsC, PMP is a consultant and management coach, Brazil. bbbrothers@bbbrothers.com. Gerência de projetos: arte ou disciplina? By André Barcaui, MsC, PMP is a consultant and management coach, Brazil bbbrothers@bbbrothers.com.br O equilíbrio necessário para se tornar um excelente gerente

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências Unimed Apucarana Gestão por Competências Unimed Apucarana Unimed Apucarana em números 158 médicos cooperados 16 aspirantes a cooperado 17.676 clientes 63 colaboradores 79 recursos

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Resumo O presente case mostra como ocorreu o processo de implantação do Departamento Comercial em

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Novo Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e as empresas

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Cód. Doc. TAB-RHU-003

Cód. Doc. TAB-RHU-003 1 de 27 ÁREA: SUPERINTENDÊNCIA CARGO: Diretor Superintendente Garantir o correto funcionamento dos sistemas de informação utilizados pela empresa; Aprovar projetos de melhorias nos equipamentos e sistemas

Leia mais

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report

Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Perfil Caliper SUPER de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Copyright 2012 Caliper & Tekoare. Todos os direitos

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

Coaching em Vendas. É o processo de Coaching, suas técnicas, pilares, métodos e ferramentas, aplicadas ao universo de vendas.

Coaching em Vendas. É o processo de Coaching, suas técnicas, pilares, métodos e ferramentas, aplicadas ao universo de vendas. Coaching em Vendas É o processo de Coaching, suas técnicas, pilares, métodos e ferramentas, aplicadas ao universo de vendas. JRM José Roberto Marques, Presidente IBC Seja Bem-Vindo ao Instituto Brasileiro

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE

RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE RECONHECIDO INTERNACIONALMENTE COACHING EDUCATION By José Roberto Marques Diretor Presidente - Instituto Brasileiro de Coaching Denominamos de Coaching Education a explicação, orientação e aproximação

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Evolução PMC têm atuação diferenciada na gestão de pessoas e clima organizacional, gerando na equipe mais agilidade para a mudança e maior capacidade

Leia mais

Avaliação Confidencial

Avaliação Confidencial Avaliação Confidencial AVALIAÇÃO 360 2 ÍNDICE Introdução 3 A Roda da Liderança 4 Indicadores das Maiores e Menores Notas 7 GAPs 8 Pilares da Estratégia 9 Pilares do Comprometimento 11 Pilares do Coaching

Leia mais

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015

Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 Pesquisa Prazer em Trabalhar 2015 As 15 Melhores Práticas em Gestão de Pessoas no Pará VIII Edição 1 Pesquisa Prazer em Trabalhar Ano VI Parceria Gestor Consultoria e Caderno Negócios Diário do Pará A

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

FERRAMENTAS DE GESTÃO DE PESSOAS PARA DIVIDIR CONHECIMENTO E MULTIPLICAR RIQUEZAS

FERRAMENTAS DE GESTÃO DE PESSOAS PARA DIVIDIR CONHECIMENTO E MULTIPLICAR RIQUEZAS FERRAMENTAS DE GESTÃO DE PESSOAS PARA DIVIDIR CONHECIMENTO E MULTIPLICAR RIQUEZAS ROGERIO LEME rogerio@lemeconsultoria.com.br /rogeriolemeoficial PUBLICAÇÕES ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES SETOR PÚBLICO SERVIÇOS

Leia mais

Sumário. Introdução... Diagnóstico... Objetivo: 100% de Aprovação... A Conquista...

Sumário. Introdução... Diagnóstico... Objetivo: 100% de Aprovação... A Conquista... Créditos Gilson Ribeiro Gomes Economista Jonatas Costa Monte Alto Administrador de Empresas Felipe Augusto da Silva Mendes - Psicólogo Bruna Albuquerque Graduanda em Administração de Empresas Sumário Introdução...

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

ATENDIMENTO EXTRAORDINÁRIO

ATENDIMENTO EXTRAORDINÁRIO ATENDIMENTO EXTRAORDINÁRIO Fernando Ribeiro Dos Santos, M.Sc. Material Exclusivo professorfernandosantos@gmail.com O Palestrante Quem sou? Material Exclusivo professorfernandosantos@gmail.com FERNANDO

Leia mais

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA

Prof. Gustavo Nascimento. Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA Prof. Gustavo Nascimento Unidade I MODELOS DE LIDERANÇA A liderança e seus conceitos Liderança é a capacidade de influenciar um grupo para que as metas sejam alcançadas Stephen Robbins A definição de liderança

Leia mais

Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas

Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas 1 Título do Case: Programa ELOS - Cliente e Colaborador como uma só corrente. Categoria: Projetos Internos Tema: Pessoas RESUMO A empresa vivia um cenário claro de desequilíbrio na gestão empresarial e

Leia mais

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS

O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS O PROCESSO DE SELEÇÃO NO CONTEXTO DO MODELO DE COMPETÊNCIAS E GESTÃO DOS TALENTOS Autor: Maria Rita Gramigna Como identificar potenciais e competências em um processo seletivo? Como agir com assertividade

Leia mais

Como se tornar um líder de Sucesso!

Como se tornar um líder de Sucesso! Como se tornar um líder de Sucesso! Os 10 mandamentos do Como se tornar um líder de Sucesso! O líder é responsável pelo sucesso ou fracasso de uma organização. A liderança exige de qualquer pessoa, paciência,

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014

Fulano de Tal. Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 FINXS 09.12.2014 Relatório Combinado Extended DISC : Análise Comportamental x Feedback 360 Este relatório baseia-se nas respostas apresentadas no Inventário de Análise Pessoal comportamentos observados através questionário

Leia mais

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING

PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING 11 PORTFÓLIO DE CURSOS E COACHING W W W. C O M U N I C A C A O E M F O C O. C O M. BR SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO QUEM SOMOS... 3 2. CURSOS IN COMPANY 2.1. ORATÓRIA E TÉCNICAS DE APRESENTAÇÃO EM PÚBLICO...

Leia mais

O que é Coaching? É um processo que visa aumentar o

O que é Coaching? É um processo que visa aumentar o O que é Coaching? É um processo que visa aumentar o desempenho de um indivíduo, grupo ou empresa, possibilitando o alcance de resultados planejados, através de metodologias, ferramentas e técnicas, conduzidas

Leia mais

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional

LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional LÍDER COACH Obtenha excelência em sua vida pessoal e profissional Ao investir em pessoas o seu resultado é garantido! Tenha ganhos significativos em sua gestão pessoal e profissional com o treinamento

Leia mais

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes PROPOSTA TÉCNICA COMERCIAL Versão 2.0 Setembro de 2014 Agosto de 2008 Índice ÍNDICE...2 1. CONTEXTO...3 2. VISÃO, ESCOPO E ATIVIDADES DESTE PROJETO...5

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

Cadastros Gerais Treinamento 1

Cadastros Gerais Treinamento 1 Cadastros Gerais Treinamento 1 O sistema JBI Loja possibilita controle completo da sua empresa. Abaixo segue a primeira fase dos cadastros iniciais do sistema. CADASTROS FORNECEDORES A tela de cadastro

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor

Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Conteúdo de qualidade com leveza e bom humor Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. A maioria absoluta das avaliações obtêm excelentes resultados,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE COACHING Método SMART. www.evoraferraz.com.br

EXERCÍCIOS DE COACHING Método SMART. www.evoraferraz.com.br EXERCÍCIOS DE COACHING Método SMART www.evoraferraz.com.br Quem somos Leader Coach Trainer, Especialista em Self & Professional Coaching e Analista de Perfil Comportamental Assessment pelo Instituto Brasileiro

Leia mais

www.avstraining.com.br

www.avstraining.com.br Apresentação A AVS Training é uma empresa cujo foco é a excelência em treinamentos corporativos. No mercado atual, a grande concorrência, o mercado globalizado e as recentes inovações tecnológicas que

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br

Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br Formar LÍDERES e equipes. Atrair e reter TALENTOS. www.grupovalure.com.br www.grupovalure.com.br Estes são alguns dos grandes desafios da atualidade no mundo profissional e o nosso objetivo é contribuir

Leia mais

ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS. Ingresso Agosto 2015. Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba

ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS. Ingresso Agosto 2015. Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS Ingresso Agosto 2015 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas Preparar profissionais para liderar equipes com visão

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Liderando Projetos com Gestão de Mudanças Organizacionais

Liderando Projetos com Gestão de Mudanças Organizacionais Jorge Bassalo Strategy Consulting Sócio-Diretor Resumo O artigo destaca a atuação da em um Projeto de Implementação de um sistema ERP, e o papel das diversas lideranças envolvidas no processo de transição

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL

CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL CONSULTORIA DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Somos especializados na identificação e facilitação de soluções na medida em que você e sua empresa necessitam para o desenvolvimento pessoal, profissional,

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report

Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Perfil Caliper Gerencial e Vendas The Inner Leader and Seller Report Avaliação de: Sr. José Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: 11/06/2014 Perfil Caliper Gerencial e Vendas

Leia mais

Inteligência. Emocional

Inteligência. Emocional Inteligência Emocional Inteligência Emocional O que querem os empregadores?? Atualmente, as habilitações técnicas específicas são menos importantes do que a capacidade implícita de aprender no trabalho

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING OBJETIVOS DESTE WORKSHOP Experimentar o processo de coaching e aplicar as técnicas em seu cotidiano. ASSUNTOS 1. Por que é difícil mudar?

Leia mais

CollaborativeBook. número 4. Feedback

CollaborativeBook. número 4. Feedback CollaborativeBook número 4 Feedback Feedback 2 www.apoenarh.com.br Nesta nova publicação abordaremos o tema feedback, usando com o objetivo de instrumentalizar o indivíduo para ação e desenvolvimento.

Leia mais

Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo Silvério POLIDORIO 2

Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo Silvério POLIDORIO 2 COMO QUEBRAR PARADIGMAS SEM CAUSAR UM IMPACTO NEGATIVO NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO MARKETING DE RELACIONAMENTO, CRM E DBM EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo

Leia mais

Treinamento do Sistema RH1000

Treinamento do Sistema RH1000 Treinamento do Sistema RH1000 = Conceitos de Gestão por Competências = Ohl Braga Desenvolvimento Empresarial Atualizado em 21Ago2015 1 Tópicos abordados Principais processos 4 Vantagens 5 Avaliação de

Leia mais

Lean Seis Sigma e Benchmarking

Lean Seis Sigma e Benchmarking Lean Seis Sigma e Benchmarking Por David Vicentin e José Goldfreind O Benchmarking elimina o trabalho de adivinhação observando os processos por trás dos indicadores que conduzem às melhores práticas.

Leia mais

PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015

PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015 PRÊMIO TALENTO EM SUSTENTABILIDADE REGULAMENTO 2015 1. O PRÊMIO O Prêmio Talento em Sustentabilidade foi criado para reconhecer o trabalho de empregados, estagiários e terceiros do Grupo Votorantim que

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes

Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes Nosso negócio é a melhoria da Capacidade Competitiva de nossos Clientes 1 SÉRIE DESENVOLVIMENTO HUMANO FORMAÇÃO DE LÍDER EMPREENDEDOR Propiciar aos participantes condições de vivenciarem um encontro com

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Responsável pela elaboração e realização de projetos em empresas de porte que foram reconhecidos

Leia mais

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS

RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RELATÓRIO FORMADORES DE OPINIÃO E ASSOCIADOS RESULTADOS PESQUISA COM COMITÊS Definição e significado do PGQP para os comitês: Definições voltadas para ao Programa Significado do PGQP Qualificação das organizações

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS:

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: Implantação do sistema de Avaliação de Desempenho com Foco em Competências no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região Belém PA 2013 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Quem Contratar como Coach?

Quem Contratar como Coach? Quem Contratar como Coach? por Rodrigo Aranha, PCC & CMC Por diversas razões, você tomou a decisão de buscar auxílio, através de um Coach profissional, para tratar uma ou mais questões, sejam elas de caráter

Leia mais

Enquete. O líder e a liderança

Enquete. O líder e a liderança Enquete O líder e a liderança Muitas vezes, o sucesso ou fracasso das empresas e dos setores são creditados ao desempenho da liderança. Em alguns casos chega-se a demitir o líder, mesmo aquele muito querido,

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

Personal and Professional Coaching

Personal and Professional Coaching Personal and Professional Coaching Seu salto para a excelência pessoal e profissional 1 O novo caminho para o sucesso e a realização pessoal! Todos sabem que para ser médico, advogado, dentista ou engenheiro

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Portfólio de Produtos

Portfólio de Produtos Portfólio de Produtos 2014 Quem somos: A Focus Educação Corporativa nasceu da necessidade identificada no interior do estado de Minas Gerais, que carece de Consultorias especializadas em pequenas e médias

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

COACHING EXECUTIVO & COACHING DE NEGÓCIOS

COACHING EXECUTIVO & COACHING DE NEGÓCIOS COACHING EXECUTIVO & COACHING DE NEGÓCIOS Desenvolva sua liderança e obtenha mais qualidade de vida em seu negócio Qualifique-se e descubra todo o seu potencial de Gestão e Liderança A liderança no mundo

Leia mais

MDIC, Endeavor e McKinsey lançaram em 2013 o programa InovAtiva para apoiar o empreendedorismo de alto impacto no Brasil

MDIC, Endeavor e McKinsey lançaram em 2013 o programa InovAtiva para apoiar o empreendedorismo de alto impacto no Brasil 0 MDIC, Endeavor e McKinsey lançaram em 2013 o programa InovAtiva para apoiar o empreendedorismo de alto impacto no Brasil Capacitação Preparação para investidores Cursos e atividades para apoiar o desenvolvimento

Leia mais

MARCA PRÓPRIA. Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria.

MARCA PRÓPRIA. Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria. MARCA PRÓPRIA Algumas empresas possuem sua própria marca, mas não produzem, apenas desenvolvem a mercadoria. Normalmente estas empresas iniciaram suas atividades com uma marca que se consolidou no mercado.

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

GESTÃO DE CONFLITOS. Prof. Angelo Brigato Ésther angelo.esther@ufjf.edu.br

GESTÃO DE CONFLITOS. Prof. Angelo Brigato Ésther angelo.esther@ufjf.edu.br GESTÃO DE CONFLITOS Prof. Angelo Brigato Ésther angelo.esther@ufjf.edu.br GESTÃO DOS CONFLITOS NAS ORGANIZAÇÕES INTRODUÇÃO O conflito nem sempre foi encarado positivamente pela administração, especialmente

Leia mais

CONCEITOS FUNDAMENTAIS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO RESPEITAR PONTO DE VISTA. Material preparado e de responsabilidade de Júlio Sérgio de Lima

CONCEITOS FUNDAMENTAIS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO RESPEITAR PONTO DE VISTA. Material preparado e de responsabilidade de Júlio Sérgio de Lima INDICADORES DE RH E METAS ORGANIZACIONAIS JÚLIO SÉRGIO DE LIMA Blumenau SC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATEGICO E PERSPECTIVAS DE NEGOCIO, ARQUITETURA DE MEDIÇÃO DO DESEMPENHO E NIVEIS DOS

Leia mais

NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS

NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS O mundo NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS 1 O - TREINAMENTO INTERATIVO DO BRASIL corporativo vem se transformando de uma forma acelerada e contínua, fazendo com que executivos, gestores e empresários se

Leia mais

Nisto poderemos perguntar, por que pensar em liderança: Vejamos alguns pontos de vital importância:

Nisto poderemos perguntar, por que pensar em liderança: Vejamos alguns pontos de vital importância: LIDERANÇA EMPRESARIAL EVIDÊNCIAS DO COACHING COMO ESTRATÉGIA DE SUCESSO Prof. Dr. Edson Marques Oliveira, Doutor em Serviço Social pela Unesp-Franca-SP, mestre em Serviço Social pela PUC-SP e bacharel

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Metodologia de implantação

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Metodologia de implantação GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Metodologia de implantação Maria Rita Gramigna A gestão por competências é um programa executado através de blocos de intervenção, que se sucedem de forma simultânea ou passo-a-passo.

Leia mais

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: COMERCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES): EBERSON EVANDRO DA SILVA GUNDIN, PAULO

Leia mais

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC)

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC) Título (Limite de 250 caracteres incluindo os espaços) Título: Relações Públicas e Ferramentas de Comunicação um estudo abordando à realidade de Ibitinga A capital nacional do bordado 1 Autores (Incluir

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS! WORKSHOP DE COACHING PROFISSIONAIS DE RH

SEJAM BEM-VINDOS! WORKSHOP DE COACHING PROFISSIONAIS DE RH SEJAM BEM-VINDOS! WORKSHOP DE COACHING PROFISSIONAIS DE RH APRESENTAÇÃO & EXPECTATIVAS Quais os desafios do profissional de RH? OBJETIVOS DESTE WORKSHOP Experimentar o processo de coaching e aplicar as

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA 1. FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO 2. JUSTIFICATIVA. Promover a saúde e a segurança dos servidores e magistrados.

QUALIDADE DE VIDA 1. FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO 2. JUSTIFICATIVA. Promover a saúde e a segurança dos servidores e magistrados. QUALIDADE DE VIDA 1. FINALIDADE DO PROJETO ESTRATÉGICO Promover a saúde e a segurança dos servidores e magistrados. 2. JUSTIFICATIVA Segundo França (1996), a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) representa

Leia mais