FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA"

Transcrição

1 FACER FACULDADES FACULDADE DE JARAGUÁ PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA INTRODUÇÃO O exercício da Monitoria constitui-se em uma atividade de grande relevância, especialmente, por estimular no aluno de graduação sua vocação para a docência. Além disso, constitui uma oportunidade de reforço no processo de aprendizagem. Nesta perspectiva, esta proposta que regulamenta a monitoria, contempla todas as etapas relevantes e pertinentes ao processo tais como inscrição, seleção, acompanhamento e avaliação do monitor. 1. OBJETIVOS O Programa de Monitoria Voluntária tem como objetivo estimular o interesse do aluno pela carreira docente, através de sua participação nas atividades de ensino do curso, auxiliando o(s) professor(es) da disciplina com atividades suplementares ao ensino e aprendizagem dos alunos. 2. ESTRUTURA O Programa de Monitoria Voluntária será coordenado pela Coordenação de Curso a quem caberá: a) Elaborar as normas e o regulamento que regem o Programa; b) Expedir certificado de monitoria e fornecer declarações; c) Supervisionar o Programa de Monitoria Voluntária; d) Proceder às inscrições e à seleção; e) Acompanhar e avaliar o desempenho do monitor com base na frequência mensal, relatório final, com parecer do professor orientador; 1

2 f) Emitir parecer sobre cumprimento de frequência e atividades do monitor; 3. SELEÇÃO a) O processo terá início mediante o encaminhamento de uma Correspondência Interna (C.I.), por um professor orientador, dirigido a Coordenação de Curso, solicitando abertura do processo seletivo para monitoria voluntária. b) Divulgação de edital, tratando do processo seletivo, pela Coordenação de Curso contemplando nome da disciplina, período de inscrição, critérios de seleção. c) Divulgação do Programa da (s) disciplina (s). d) Inscrição dos candidatos através do Formulário 01. e) A seleção dos candidatos ocorrerá em três etapas: Análise do histórico escolar: O(a) candidato(a) deverá ter obtido nota igual ou superior a 80 (oitenta) na disciplina objeto do concurso de monitoria; Prova escrita: O(a) professor(a) orientador(a) aplicará uma prova escrita e ou didática sobre o conteúdo da disciplina, sendo desclassificado o candidato que obter nota inferior a 70 (setenta); Entrevista: O(a) professor(a) orientador(a) realizará uma entrevista com o(a) candidato(a) a fim de verificar o interesse e disponibilidade do candidato(a). Esta etapa não é eliminatória. Obs.: Caso o(a) professor(a) orientador(a) julgue necessário, poderá suprimir as etapas: Prova escrita e Entrevista. f) O candidato aprovado assinará um termo de compromisso, Formulário 03 e preencherá, com a aquiescência do orientador, um Plano de Trabalho, Formulário 04; 4. ATRIBUIÇÕES DO MONITOR a. Participar, junto com o professor orientador, das atividades de ensino, de acordo com o seu grau de conhecimento e com os objetivos do Plano de Trabalho; b. Facilitar o relacionamento entre os alunos e professores contribuindo para o cumprimento do plano de ensino da disciplina; 2

3 c. Avaliar o andamento da disciplina do ponto de vista do aluno, apresentando sugestões ao professor; d. Ter frequência integral às atividades de monitoria; e. Apresentar o formulário de frequência (Formulário 07) ao professor orientador até o último dia do mês; f. Apresentar o Relatório do Monitor (Formulário 05) ao professor orientador em até 5 (cinco) dias úteis antes do prazo final para lançamento da 3ª VA contido no calendário acadêmico vigente do semestre; g. Apresentar ao professor orientador, quando for o caso, proposta de seu desligamento do Programa, com antecedência mínima de 15 dias. 5- SERÁ VEDADO AO MONITOR: a. Substituição do professor em atividade docente, incluindo ministrar aulas; b. Avaliação dos alunos; c. Preenchimento de diários de classe; d. Atividades meramente administrativas; e. Atividades de monitoria coincidindo com o horário das disciplinas em que estiver matriculado. Apenas em casos especiais, em que o professor(a) orientador(a) julgue necessário, o monitor poderá desempenhar atividades de monitoria dentro do horário de aula, sendo obrigatória, a supervisão presencial do professor. f. O acúmulo de mais de 2 (duas) disciplinas de monitorias dentro do mesmo período letivo. 6- O MONITOR SERÁ DESLIGADO DE SUAS FUNÇÕES: a. Pelo não cumprimento de quaisquer das condições estabelecidas no Plano de trabalho; b. Relacionamento inadequado com o orientador ou outros monitores; c. Por desejo pessoal do monitor (desistência); 3

4 Caso o desligamento ocorra durante o primeiro bimestre da vigência da monitoria voluntária, o aluno perde seu direito de receber qualquer declaração ou certificado que comprove sua participação no programa de monitoria voluntária. No caso de desligamento após o primeiro bimestre do programa, o aluno receberá uma declaração comprovando sua participação no Programa de Monitoria Voluntária no período correspondente. 7. RENOVAÇÃO Será possível renovar a monitoria por mais um semestre, prorrogável, dentro das normas estabelecidas para os candidatos à monitoria voluntária. Para os candidatos à renovação, é condição adicional ter parecer favorável nos relatórios parcial e final do semestre anterior. Neste caso, o candidato à renovação deverá preencher o Formulário 05, juntamente com seu orientador, apresentando novo Plano de Trabalho do Monitor. 8. REQUISITOS DO PROFESSOR - ORIENTADOR Para poder participar do Programa de Monitoria, o professor deve possuir experiência e formação compatíveis com a função de orientador, ser no mínimo especialista, dispor de tempo para a orientação do monitor. 9. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR - ORIENTADOR a. Participar da elaboração do processo de seleção de monitores; b. Elaborar o Plano de Trabalho do Monitor, em conjunto com seu monitor; c. Orientar e/ou assistir o monitor em suas atividades específicas, reunindo-se mensalmente para planejar, acompanhar e avaliar o trabalho do Monitor de acordo com o Plano de Trabalho; d. Identificar eventuais falhas na execução do Projeto de Monitoria e propor soluções para resolução dos problemas; e. Encaminhar a frequência do monitor (Formulário 07) a Coordenação de Curso, juntamente com o Relatório Final de Avaliação do Monitor (Formulário 06) até a data limite para lançamento da 3ª VA contida no calendário acadêmico vigente do semestre; 4

5 f. Promover ou participar de reuniões de integração dos monitores da Área; g. Fica vedado ao Professor Orientador usar o Monitor como substituto nas aulas práticas ou teóricas. O papel do Monitor é de auxiliar, não substituir o professor. 10. ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO através do: O acompanhamento e a Avaliação do monitor serão feitos pelo Professor-orientador Cumprimento do Plano de Trabalho do Monitor Relatório final de Avaliação do Monitor (Formulário 06). O relatório deverá ser entregue na Secretaria Geral até a data limite para lançamento da 3ª VA contida no calendário acadêmico vigente do semestre. 5

6 REQUERIMENTO DE INSCRIÇÃO EM CONCURSO DE MONITORIA (Formulário n o 01), aluno regularmente matriculado no Curso... sob o n o, CPF n o, residente à rua, n o, bairro, telefone, vem requerer inscrição ao concurso de monitoria na DISCIPLINA de. Declara que a conclusão de seu curso está prevista para o ano, que obteve aprovação na disciplina objeto desta Seleção, responsabilizando-se pelas informações acima. Jaraguá-GO, / / ASSINATURA DO CANDIDATO INFORMAÇÕES ADICIONAIS O Candidato cursou a disciplina no semestre de, obtendo aproveitamento de %. OBSERVAÇÃO: DESPACHO FINAL: DEFERIDO ( ) INDEFERIDO ( ) Jaraguá-GO / / COORDENAÇÃO DE CURSO 6

7 ATA DE SELEÇÃO DE MONITORIA (Formulário n o 02) ÁREA: N O DE VAGAS: N O DE INSCRIÇÕES: DATA DA SELEÇÃO: / / Classif. Matrícula Candidato Nota na Avaliação Aproveitam. na disciplina Média COMISSÃO DE SELEÇÃO (professores da área) Jaraguá-GO, / / COORDENAÇÃO DE CURSO 7

8 TERMO DE COMPROMISSO DO MONITOR (Formulário n o 03) ANO:, N o de matrícula, aluno do período do Curso de, assume o compromisso de exercer no período de / / a / / a Monitoria, assumindo os seguintes compromissos: a) Cumprir horas semanais de trabalho; b) Desenvolver o Plano de Trabalho do Monitor elaborado em conjunto com o Professor Orientador; c) Apresentar relatório semestral ao Professor Orientador, d) Cumprir as disposições normativas inerentes ao Programa de Monitoria. Ciente de que a monitoria é voluntária e não constitui nenhum tipo vínculo empregatício, para firmar a validade do que aqui se estabelece, assino o presente TERMO DE COMPROMISSO, em 02 (duas) vias, fazendo jus ao benefício da Monitoria (certificado de participação no Programa da Monitoria Voluntária) somente enquanto nela permanecer e convier a FACER Faculdade de Jaraguá. Jaraguá-GO, / / Assinatura do Monitor 8

9 PLANO DE TRABALHO DO MONITOR (Formulário n o 04) MONITOR: ÁREA: PROFESSOR-ORIENTADOR: DISCIPLINA (Período) N o de Turmas N o Provável de Alunos Carga Horária Sala de Prática ou Aula Laboratório ATIVIDADES PROPOSTAS Material necessário (quantidade) Carga horária Data Prevista Jaraguá-GO, / / Monitor Professor - Orientador 9

10 RELATÓRIO DO MONITOR (Formulário n o 05) MONITOR: ORIENTADOR: ÁREA: ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES NÃO - REALIZADAS OUTRAS ATIVIDADES EXTRA PLANO APRENDIZAGEM ADQUIRIDA Jaraguá-GO, / / Monitor 10

11 RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DO MONITOR (Formulário n o 06) ORIENTADOR: ÁREA: MONITOR: 1. Quais foram as atividades desenvolvidas pelo monitor neste semestre? 2. Durante este semestre, como foi o desempenho do monitor quanto: 2.1 Ao domínio do conteúdo da disciplina? Bom ( ) Regular ( ) Insuficiente ( ) 2.2 À operacionalização das atividades programadas? Bom ( ) Regular ( ) Insuficiente ( ) 2.3 À assiduidade e pontualidade? Bom ( ) Regular ( ) Insuficiente ( ) 2.4 Ao relacionamento com a equipe de trabalho? Bom ( ) Regular ( ) Insuficiente ( ) 2.5 À participação, regularidade e capacidade na resolução de problemas? Bom ( ) Regular ( ) Insuficiente ( ) 3. Como o monitor é orientado para o desenvolvimento das atividades? 4. Que sugestões você daria para melhorar este Programa? Jaraguá-GO, / / Professor Orientador 11

12 FREQÜÊNCIA DO MONITOR (Formulário 07) ORIENTADOR: MONITOR: DISCIPLINA: TURMA:Data Assinatura do Monitor Conteúdo Desenvolvido Hora Início: Alunos Presentes Hora Término: Data Assinatura do Monitor Conteúdo Desenvolvido Hora Início: Alunos Presentes Hora Término: Data Assinatura do Monitor Conteúdo Desenvolvido Hora Início: Alunos Presentes Hora Término: Jaraguá-GO, / /, Prof. Orientador 12

13 REQUERIMENTO DE RENOVAÇÃO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA (Formulário n o 08), aluno regularmente matriculado no CURSO sob o n o, CPF n o, residente à rua, n o, bairro, telefone, vem requerer renovação de monitoria na Área de, sob a orientação do Prof.. Declara estar ciente de que a renovação da monitoria nesta área será por mais um ano, improrrogável. Jaraguá-GO, / / ASSINATURA DO CANDIDATO INFORMAÇÕES ADICIONAIS O Candidato foi monitor da área no ano de, apresentando os relatórios de frequência e avaliação, cumprindo satisfatoriamente suas funções, descritas no Projeto de Monitoria e Plano de Trabalho do Monitor. OBSERVAÇÕES DO PROFESSOR-ORIENTADOR: Jaraguá-GO, / / ASSINATURA DO PROFESSOR ORIENTADOR DESPACHO FINAL: DEFERIDO ( ) INDEFERIDO ( ) Jaraguá-GO / / COORDENAÇÃO DE CURSO 13

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria Art. 1º - Entende-se por Monitoria, uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA

PROGRAMA DE MONITORIA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO TECNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PROGRAMA DE MONITORIA Agosto/2010 2 1. O QUE É MONITORIA A Monitoria é a modalidade de ensino-aprendizagem,

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR VOLUNTÁRIO

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR VOLUNTÁRIO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR VOLUNTÁRIO CONSIDERANDO que a monitoria acadêmica consiste em propiciar condições para a iniciação

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR BOLSISTA

COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR BOLSISTA COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO CONEX PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA TERMO DE COMPROMISSO MONITOR BOLSISTA CONSIDERANDO que a monitoria acadêmica consiste em propiciar condições para a iniciação da

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA

REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação do Centro Universitário de União da Vitória

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 A Coordenação do Curso de Sistemas de Informação, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA DE GRADUAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 004/2011 CONSUNI/CGRAD Institui o Programa de Monitorias no âmbito da UFFS e dá outras providências. A Câmara de Graduação do Conselho Universitário CGRAD/CONSUNI, da Universidade Federal

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS - CIESA COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS - CIESA COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAZONAS - CIESA COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA ACADÊMICA NO CURSO DE GASTRONOMIA Manaus -

Leia mais

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR DE ITAPERUNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR DE ITAPERUNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA SOCIEDADE UNIVERSITÁRIA REDENTOR DE ITAPERUNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA EDITAL PARA VAGAS DE MONITORIAS MEDICINA 2017/1 Pelo presente edital ficam estabelecidas as regras para as vaga de monitorias,

Leia mais

Faculdade Processus REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS

Faculdade Processus REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS Dispõe sobre a oferta de atividades de Monitoria no curso de graduação da Faculdade Processus e dá outras providências.

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior.

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior. i.e PRÓ-REITORIA ACADÊMICA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu UNIG, por meio de programas

Leia mais

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante.

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 3º O estudante-monitor deverá assinar um Termo de Compromisso específico à atividade de monitoria. Art.4º

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS- CCL Coordenação do Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS- CCL Coordenação do Curso de Letras REGULAMENTO DE MONITORIA TÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1 o A Monitoria no Centro de Comunicação e Letras (CCL) será regida por este regulamento e corresponderá ao conjunto

Leia mais

EDITAL MONITORIA 2017/2

EDITAL MONITORIA 2017/2 EDITAL MONITORIA 2017/2 Edital de Seleção para o Programa de Monitoria Acadêmica do Curso de Serviço Social da Faculdade Metropolitana de Manaus- FAMETRO Nº. 7 de 2017/1. A Direção Geral da Faculdade Metropolitana

Leia mais

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias.

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias. EDITAL Nº 03/2016 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2016/2. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

EDITAL Nº 01/ SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA

EDITAL Nº 01/ SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE CÂMPUS VENÂNCIO AIRES EDITAL Nº 01/2016 - SELEÇÃO PARA O PROGRAMA

Leia mais

Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA Pró- Reitoria de Ensino de Graduação - PROGRAD Programa Institucional de Monitoria

Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA Pró- Reitoria de Ensino de Graduação - PROGRAD Programa Institucional de Monitoria Pró- Reitoria de Ensino de Graduação - PROGRAD A Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), por meio da Pró- Reitoria de Ensino de Graduação (PROGRAD), em consonância com a Resolução Nº33/2008, de 22

Leia mais

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA

SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA Atualização em 2017 EDITAL DE CHAMADA XX/XX SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA MONITORIA CURSOS DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS, GESTÃO COMERCIAL, GESTÃO PÚBLICA, MARKETING E ANÁLISE

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO AGOSTO/2016 SUMÁRIO O QUE É ESTÁGIO INTERNO?... 3 INSCRIÇÃO... 3 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO... 3 COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES... 4 Professor orientador:... 4 Estagiário:... 4 É EXPRESSAMENTE

Leia mais

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES NORMATIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE MONITORIA 1.1 - O presente documento reúne as normas estabelecidas para o Programa de Monitoria desenvolvido no Instituto

Leia mais

2.1. As bolsas de Monitoria serão distribuídas conforme o seguinte quadro de disciplinas e vagas:

2.1. As bolsas de Monitoria serão distribuídas conforme o seguinte quadro de disciplinas e vagas: EDITAL 016/2017 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Ouro Branco, Lawrence de Andrade Magalhães Gomes,

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. CAPÍTULO I Das Considerações Preliminares

REGULAMENTO DE MONITORIA. CAPÍTULO I Das Considerações Preliminares F a c u l d a d e d e R e a b i l i t a ç ã o d a A S C E - F R A S C E REGULAMENTO DE MONITORIA CAPÍTULO I Das Considerações Preliminares Art.1º A Monitoria constitui-se em mais um espaço de aprendizagem

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 A Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas

Leia mais

EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM

EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM A Direção de Ensino da Faculdade FACTUM, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente edital, em que estão

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO

FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO FACULDADES INTEGRADAS DESEMBARGADOR SÁVIO BRANDÃO - FAUSB MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO VÁRZEA GRANDE - 2015 MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO - FAUSB, Elaborada pela Coordenadora em exercício

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 A Coordenação do Curso de ARQUITETURA E URBANISMO, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Entende-se por Monitoria as atividades de apoio

Leia mais

EDITAL Nº 004/2016 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA)

EDITAL Nº 004/2016 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA) EDITAL Nº 004/2016 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA) O Diretor Acadêmico da Faculdade Sete Lagoas torna público que estão abertas as inscrições para o Programa de Monitorias

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE. EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE EDITALn 07/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing IBGM e Saúde

Leia mais

DIREITO EDITAL PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA E BOLSISTA

DIREITO EDITAL PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA E BOLSISTA DIREITO EDITAL PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA E BOLSISTA A Coordenação do Curso de Direito da Faculdade da Cidade do Salvador no uso de suas atribuições e de acordo com o que dispõe o Regulamento 005/05,

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA EDITAL Nº 01/2017, DE 31 DE JULHO DE 2017

PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA EDITAL Nº 01/2017, DE 31 DE JULHO DE 2017 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS AVANÇADO CABEDELO CENTRO PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA EDITAL

Leia mais

Manual de Monitoria - FAMETRO

Manual de Monitoria - FAMETRO 2015 Manual de Monitoria - FAMETRO QUALIDADE DE ENSINO Coordenação de Ensino 17/12/2015 MANUAL DE MONITORIA INTRODUÇÃO O presente Guia visa proporcionar aos professores orientadores e alunos-monitores

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NOME DO NÚCLEO OU CAMPUS NOME DO DEPARTAMENTO EDITAL Nº PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NOME DO NÚCLEO OU CAMPUS NOME DO DEPARTAMENTO EDITAL Nº PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NOME DO NÚCLEO OU CAMPUS NOME DO DEPARTAMENTO EDITAL Nº PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1 A Fundação Universidade Federal de Rondônia UNIR, por meio do

Leia mais

2 Manual de Monitoria

2 Manual de Monitoria MANUAL DE MONITORIA 1 Manual de Monitoria 2 3 INTRODUÇÃO O presente manual visa proporcionar aos professores orientadores de alunosmonitores das FIPMoc informações sobre a MONITORIA, entendida como possibilidade

Leia mais

EDITAL Nº 09/2016 PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA

EDITAL Nº 09/2016 PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIRETORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DO CURSO LICENCIATURA EM QUÍMICA Campus

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE ENFERMAGEM - FAUC/AUM. Cuiabá 2010/02

CURSO DE ENFERMAGEM MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE ENFERMAGEM - FAUC/AUM. Cuiabá 2010/02 CURSO DE ENFERMAGEM MANUAL DE MONITORIA DO CURSO DE ENFERMAGEM - FAUC/AUM Cuiabá 2010/02 CURSO DE ENFERMAGEM MANUAL DE MONITORIA DO CURSO ENFERMAGEM - FAUC/AUM, Elaborada pela Coordenadora em exercício

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PORTARIA N 190, DE 02 DE JUNHO DE 2017.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PORTARIA N 190, DE 02 DE JUNHO DE 2017. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PORTARIA N 190, DE 02 DE JUNHO DE 2017. O PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DA FAMESC

REGIMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DA FAMESC REGIMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DA FAMESC Bom Jesus do Itabapoana - RJ 2017 REGIMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DA FAMESC Capítulo I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Regimento estabelece as finalidades,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA 29/02/26 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AMAZONIA Belém 26 29/02/26 Dispõe sobre normas de Monitoria da Universidade da Amazônia. CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º Adotar e estimular a Monitoria Acadêmica, que

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA UNIP. A UNIP oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias.

PROGRAMA DE MONITORIA UNIP. A UNIP oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. PROGRAMA DE MONITORIA UNIP A UNIP oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. 1. Regulamento do Programa de Monitoria 1.1 O que é Monitoria A UNIP

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO TECNICO E TECNOLÓGICO

DIRETORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO TECNICO E TECNOLÓGICO DIRETORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO TECNICO E TECNOLÓGICO COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO INTEGRADO EM MECÂNICA EDITAL Nº 01, DE 08 DE MAIO DE 2012 PROCESSO DE PREENCHIMENTO DE VAGAS RELATIVAS AO PROGRAMA

Leia mais

VAGA REMANESCENTE DO PROGRAMA DE MONITORIA REMUNERADA DA UTFPR EDITAL 05/2016-DIRGRAD

VAGA REMANESCENTE DO PROGRAMA DE MONITORIA REMUNERADA DA UTFPR EDITAL 05/2016-DIRGRAD Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Guarapuava Diretoria de Graduação e Educação Profissional VAGA REMANESCENTE DO PROGRAMA DE MONITORIA REMUNERADA DA UTFPR EDITAL

Leia mais

GUIA DA MONITORIA PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

GUIA DA MONITORIA PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO GUIA DA MONITORIA PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA São Luís 2016 Página 1 de 31 GUIA DA MONITORIA PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA no. 02/2016

EDITAL DE MONITORIA no. 02/2016 EDITAL DE MONITORIA no. 02/2016 Dispõe sobre o procedimento de seleção de alunos ao Programa de Monitoria do Curso de Pedagogia da Faculdade Única de Contagem e dá outras providências. A COORDENAÇÃO DO

Leia mais

EDITAL N 14/2017 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

EDITAL N 14/2017 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EDITAL N 14/2017 0 DIRETOR-GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO - CAMPUS JUÍNA, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Portaria IFMT N 864, de 19/04/2017,

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FESPPR CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE MONITORIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FESPPR CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE MONITORIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FESPPR CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º Este regulamento normaliza as Atividades de Monitoria nos Cursos de Graduação da FESPPR. Para efeito do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS - UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 37130-00 Alfenas - MG RESOLUÇÃO Nº 40/2010, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010, DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA

Leia mais

FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017

FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017 FACULDADE DO NORTE GOIANO - FNG PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DA FNG EDITAL 01/2017 A Diretoria acadêmica da Faculdade do Norte Goiano da cidade de Porangatu estado de Goiás, no uso de suas atribuições

Leia mais

CHAMADA INTERNA 002/2017 MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA

CHAMADA INTERNA 002/2017 MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA CHAMADA INTERNA 002/2017 MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA A Coordenação do Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistema do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano Campus

Leia mais

UNIVERSIDADE TIRADENTES DIRETORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE RETENÇÃO E RELACIONAMENTO PROJETO MENTORIA EDITAL ALUNO MENTOR Nº 01/2017

UNIVERSIDADE TIRADENTES DIRETORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE RETENÇÃO E RELACIONAMENTO PROJETO MENTORIA EDITAL ALUNO MENTOR Nº 01/2017 EDITAL ALUNO MENTOR Nº 01/2017 A Universidade Tiradentes UNIT, com sede na Av. Murilo Dantas, 300 Farolândia, CEP: 49.032-490 Aracaju/SE, considerando a legislação em vigor, e através do presente Edital,

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA - FAMETRO PROCESSO SELETIVO PARA VOLUNTÁRIOS DO PROJETO DE EXTENSÃO NUTRIEDUCA EDITAL NUTRIEDUCA Nº

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA - FAMETRO PROCESSO SELETIVO PARA VOLUNTÁRIOS DO PROJETO DE EXTENSÃO NUTRIEDUCA EDITAL NUTRIEDUCA Nº - FAMETRO PROCESSO SELETIVO PARA VOLUNTÁRIOS DO PROJETO DE EXTENSÃO NUTRIEDUCA EDITAL NUTRIEDUCA Nº 03/2017 A coordenação do Curso de Nutrição da Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza - FAMETRO,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE CRATEÚS EDITAL N /2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE APOIO A PROJETOS DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE CRATEÚS EDITAL N /2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE APOIO A PROJETOS DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE CRATEÚS EDITAL N /2017 SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE BOLSAS DE APOIO A PROJETOS DE GRADUAÇÃO A Diretoria do Campus da Universidade Federal do Ceará em Crateús comunica

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA O Colegiado do Curso Superior de Análise e Desenvolvimento de Sistema do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, no uso

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS COORDENAÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MANUAL DE MONITORIA

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS COORDENAÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO MANUAL DE MONITORIA MANUAL DE MONITORIA A Coordenação de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade FACEL acredita na importância do processo de monitoria para o desenvolvimento dos acadêmicos, desta forma estabeleceu uma normatização

Leia mais

Usinagem geral. frente ao laboratório 15.

Usinagem geral. frente ao laboratório 15. Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2017.2 e 2018.1 Edital nº003/2017 A Direção Geral do IFRJ/, comunica, pelo presente Edital, que estarão abertas as inscrições para a Seleção de Monitores para

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE MONITORIA TÍTULO I CAPÍTULO I DA FINALIDADE

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE MONITORIA TÍTULO I CAPÍTULO I DA FINALIDADE FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE MONITORIA TÍTULO I CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º. A Monitoria deve cumprir suas finalidades consoante os princípios norteadores de sua criação legal

Leia mais

CURSO DISCIPLINA VAGAS TURNO Intervenção Precoce 02 Manhã e Noite

CURSO DISCIPLINA VAGAS TURNO Intervenção Precoce 02 Manhã e Noite EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ANO DE 2014.2 O Diretor Acadêmico da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI, Prof. Augusto Lima Verde no uso de suas atribuições regimentais, torna público

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA, no uso de suas atribuições,

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA, no uso de suas atribuições, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/013/2006 CRIA O PROGRAMA DE TUTORIA ESPECIAL NO ÂMBITO DA UEPB. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL ICET Nº 08/2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI  EDITAL ICET Nº 08/2017 EDITAL ICET Nº 08/2017 SELEÇÃO DE MONITORES REMUNERADOS E VOLUNTÁRIOS DO ICET (INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA) DA UFVJM (UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI) CAMPUS

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Faculdade Adventista da Bahia Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Cachoeira BA Abril de 2011 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina o Programa de Monitoria

Leia mais

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no

Considerando a necessidade de acompanhar, orientar e preparar melhor os acadêmicos no Of Circular /2011 FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone:

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011.

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. Revoga a Resolução CEPEX 002/2010 e fixa normas para o Programa de Monitoria na graduação, da Universidade Estadual do Piauí. O Reitor e Presidente

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PIM PLANO ANUAL DE MONITORIA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PIM PLANO ANUAL DE MONITORIA Of Circular /2011 FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos. ITPAC-INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA. Rua 02 Qd. 07 - Jardim dos Ypês Porto Nacional TO CEP 77.500-000 Fone:

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 A Coordenação do Curso de ARQUITETURA E URBANISMO, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014

EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 EDITAL DE MONITORIA nº 31/2014 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano Campus Senhor do Bonfim torna pública a abertura das inscrições para seleção de bolsas do Programa Institucional

Leia mais

Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2 Faculdade de Fortaleza - FAFOR

Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2 Faculdade de Fortaleza - FAFOR MANUAL DE Faculdade de Ensino e Cultura do Ceará FAECE Página 2 A FAECE e a FAFOR oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de Monitorias. Apenas será considerado

Leia mais

EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017

EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017 EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017 O DIRETOR GERAL DO CAMPUS SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA DO IFFLUMINENSE, no uso de suas atribuições, por meio da Direção de Ensino e Políticas Estudantis, torna pública as

Leia mais

EDITAL Nº 002/2017 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA)

EDITAL Nº 002/2017 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA) EDITAL Nº 002/2017 (FACULDADE SETE LAGOAS CURSOS DE ODONTOLOGIA e FISIOTERAPIA) O Diretor Acadêmico da Faculdade Sete Lagoas torna público que estão abertas as inscrições para o Programa de Monitoria Voluntária

Leia mais

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX

EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX 2016 2 PIBEX O Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX) concede aos alunos participantes deste programa uma bolsa de até RS 400.00

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA AGÊNCIA ESCOLA

EDITAL DE MONITORIA AGÊNCIA ESCOLA EDITAL DE MONITORIA AGÊNCIA ESCOLA 2017.1 A Universidade Potiguar UnP, através da Pró-Reitoria Acadêmica ProAcad, torna público o presente Edital e convida o seu corpo discente a participar da seleção

Leia mais

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A FAI Faculdades de Itapiranga/SC, no uso de suas atribuições

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ODONTOLOGIA EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ODONTOLOGIA EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 01/2017 A Coordenação do Curso de Odontologia, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições e em cumprimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL RESOLUÇÃO Nº 55/2008-CONSUNI/UFAL, de 10 de novembro de 2008. APROVA NORMAS QUE DISCIPLINAM O PROGRAMA DE MONITORIA

Leia mais

1.' 'DAS'VAGAS'E'INSCRIÇÕES'

1.' 'DAS'VAGAS'E'INSCRIÇÕES' UniversidadeEstadualValedoAcaraú4UVA Pró4ReitoriadeEnsinodeGraduação4PROGRAD ProgramaInstitucionaldeMonitoria EDITALNº23/2017,de02demaiode20174RETIFICAÇÃO SELEÇÃODEMONITORES2017.1 AUniversidadeEstadualValedoAcaraú(UVA),tornapúblicoaRETIFICAÇÃOdoEdital

Leia mais

EDITAL Nº 002/2016 SELEÇÃO DE LICENCIANDOS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DE SUPORTE DE APRENDIZAGEM

EDITAL Nº 002/2016 SELEÇÃO DE LICENCIANDOS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DE SUPORTE DE APRENDIZAGEM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CAMPUS MACEIÓ DIRETORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE FORMAÇÃO GERAL EDITAL Nº 002/2016 SELEÇÃO DE LICENCIANDOS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA

Leia mais

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL FACULDADE UNIGRAN CAPITAL PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA ACADÊMICA DE ENSINO E EXTENSÃO PARA OS CURSOS SUPERIORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA (BACHARELADO E LICENCIATURA) DA FACULDADE UNIGRAN CAPITAL NA CATEGORIA

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190 Cria o Programa de Monitoria da UFG, fixa os objetivos e estabelece as estruturas de funcionamento da Monitoria na UFG, e

Leia mais

REGULAMENTO DA ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO -PEDAGÓGICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DR. FRANCISCO MAEDA-FAFRAM/FE

REGULAMENTO DA ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO -PEDAGÓGICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DR. FRANCISCO MAEDA-FAFRAM/FE REGULAMENTO DA ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO -PEDAGÓGICA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DR. FRANCISCO MAEDA-FAFRAM/FE CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º. Os cursos de Pós Graduação

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2017 REGULAMENTO

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2017 REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2017 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS 1. Possibilitar o crescimento acadêmico de alunos do Curso, tanto do Aluno/Monitor quanto dos alunos por ele assistidos; 2. Oferecer

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DE MONITORIA Dispõe sobre a regulamentação da Monitoria Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1 O presente regulamento estabelece normas para o processo seletivo de monitoria da Faculdade

Leia mais

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL

FACULDADE UNIGRAN CAPITAL FACULDADE UNIGRAN CAPITAL PROCESSO SELETIVO PARA MONITORIA ACADÊMICA DE ENSINO E EXTENSÃO PARA OS CURSOS SUPERIORES DA FACULDADE UNIGRAN CAPITAL NA CATEGORIA DE MONITOR VOLUNTÁRIO PARA O 2015.1. EDITAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD REGULAMENTO DO 1 DEFINIÇÃO/OBJETIVO O Projeto de Extensão Centro de Formação da UFGD está sob a coordenação da Pró- Reitoria de Extensão e Cultura e objetiva oferecer à comunidade cursos de extensão de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO BRASILEIRO EDITAL n 02/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PARA O HOSPITAL ESCOLA VETERINÁRIO UNIBRA -HEVU

CENTRO UNIVERSITÁRIO BRASILEIRO EDITAL n 02/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PARA O HOSPITAL ESCOLA VETERINÁRIO UNIBRA -HEVU CENTRO UNIVERSITÁRIO BRASILEIRO EDITAL n 02/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA PARA O HOSPITAL ESCOLA VETERINÁRIO UNIBRA -HEVU A Reitoria do Centro Universitário Brasileiro UNIBRA torna pública as

Leia mais

NORMA DE PROGRAMA DE BOLSA DE EXTENSÃO PARA ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ -PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO-

NORMA DE PROGRAMA DE BOLSA DE EXTENSÃO PARA ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ -PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO- NORMA DE PROGRAMA DE BOLSA DE EXTENSÃO PARA ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ -PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO- CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - A presente norma fixa os procedimentos para

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA

PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA A Faculdade Metropolitana de Manaus FAMETRO, através da Unidade 1 e 2, torna público que no período de 28/08/2017 a 04/09/2017, estarão abertas as inscrições para

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 16 DE MAIO DE 2016 PROCESSO DE PREENCHIMENTO DE VAGAS RELATIVAS AO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA

EDITAL Nº 02, DE 16 DE MAIO DE 2016 PROCESSO DE PREENCHIMENTO DE VAGAS RELATIVAS AO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO DDE-JP UNIDADE ACADÊMICA DE CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS UA3 COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES CCSTST-JP EDITAL Nº 02,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DIRETORIA DE REGULAÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE MONITORIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD DIRETORIA DE REGULAÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES 1. IDENTIFICAÇÃO Unidade/Campus: Cacoal Departamento: Ciências Contábeis Disciplina(s): Conforme quadro abaixo Número de vagas: 01

Leia mais

EDITAL Nº 01 MONITORIA VOLUNTÁRIA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ATIVIDADE DE EXTENSÃO

EDITAL Nº 01 MONITORIA VOLUNTÁRIA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ATIVIDADE DE EXTENSÃO EDITAL Nº 01 MONITORIA VOLUNTÁRIA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA ATIVIDADE DE EXTENSÃO Em consonância com o disposto nos Regulamentos de Monitorias das Faculdades Metropolinas Unidas (FMU), da Universidade Anhembi

Leia mais

EDITAL Nº 011/ A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 011/ A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Santa Terezinha Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7020 dpag.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

Edital nº1 / RETIFICADO

Edital nº1 / RETIFICADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR CURSO PREPARATÓRIO PARA O ENEM Av. Governador Roberto Silveira S/N - CEP: 26020-740

Leia mais

Seleção de Monitores. EDITAL NEPE Nº 16, de 29 de agosto de FACULDADE DINÂMICA DO VALE DO PIRANGA NÚCLEO DE ESTUDO, PESQUISA E EXTENSÃO-NEPE

Seleção de Monitores. EDITAL NEPE Nº 16, de 29 de agosto de FACULDADE DINÂMICA DO VALE DO PIRANGA NÚCLEO DE ESTUDO, PESQUISA E EXTENSÃO-NEPE EDITAL NEPE Nº 16, de 29 de agosto de 2016. Seleção de Monitores Dispõe sobre o Programa de Monitoria Curso de Medicina (Disciplinas MED 102, MED 104, MED 111, MED 112) O Coordenador do Núcleo de Estudo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL Nº 03/2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI  EDITAL Nº 03/2017 EDITAL Nº 03/2017 SELEÇÃO MONITORES REMUNERADOS E VOLUNTÁRIOS DO DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI, CAMPUS JK O (a) Departamento de fisioterapia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI

UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI EDITAL DEF Nº 01/2017 SELEÇÃO DE MONITOR REMUNERADO DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL, DA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI, CAMPUS JK O

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA A Iniciação Científica Junior (PIBIC-EM) são atividades que possibilitam o contato direto do aluno de ensino médio com a atividade científica da Universidade, incentivando a formação de novos pesquisadores

Leia mais

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA

DOS OBJETIVOS DO PROGRAMA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS JOÃO PESSOA DIREÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO COORDENAÇÃO DA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 07, DE 24 DE MAIO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03/2016. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias;

RESOLUÇÃO Nº 03/2016. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias; RESOLUÇÃO Nº 03/2016 Revoga a Resolução nº 05/2014- CONUNI e estabelece normas para o Programa Integrado de Desenvolvimento e capacitação Estudantil da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF).

Leia mais