TÍTULO: PERCEPÇÃO DE PAIS E CIRURGIÕES DENTISTAS SOBRE A NECESSIDADE DE TRATAMENTO ORTODÔNTICO EM CRIANÇAS NA FASE DE DENTADURA MISTA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÍTULO: PERCEPÇÃO DE PAIS E CIRURGIÕES DENTISTAS SOBRE A NECESSIDADE DE TRATAMENTO ORTODÔNTICO EM CRIANÇAS NA FASE DE DENTADURA MISTA"

Transcrição

1 TÍTULO: PERCEPÇÃO DE PAIS E CIRURGIÕES DENTISTAS SOBRE A NECESSIDADE DE TRATAMENTO ORTODÔNTICO EM CRIANÇAS NA FASE DE DENTADURA MISTA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ODONTOLOGIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO AUTOR(ES): MARCELLE PELEGRINO FLANDES ORIENTADOR(ES): FERNANDO CESAR TORRES

2 PRÓ-REITORIA ADJUNTA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC 2013/2014 RELATÓRIO FINAL ORIENTADOR: FERNANDO CÉSAR TORRES Curso: Odontologia / DIURNO Título do Projeto: PERCEPÇÃO DE PAIS E CIRURGIÕES DENTISTAS SOBRE A NECESSIDADE DE TRATAMENTO ORTODÔNTICO EM CRIANÇAS NA FASE DE DENTADURA MISTA Palavras-chave: 1. Má oclusão 2. Mordida Aberta 3. Ortodontia Bolsista: MARCELLE PELEGRINO FLANDES

3 2 1. Resumo do Trabalho O tratamento ortodôntico na dentadura mista é fundamental para a correção de diversos tipos de más oclusões, porém o diagnóstico dos problemas que ocorrem nesta fase muitas vezes apresenta dificuldades, devido às mudanças proporcionadas pelo crescimento e desenvolvimento e à substituição dental que está ocorrendo. O objetivo deste trabalho é avaliar e discutir a percepção de adultos não relacionados à Odontologia e de cirurgiões dentistas clínicos gerais, sobre necessidade de tratamento ortodôntico de da mordida aberta anterior, na fase de dentadura mista, avaliando também a correlação entre suas opiniões e o correto diagnóstico, comparando com uma oclusão normal, correspondente à mesma fase. Para tanto, foram aplicados questionários objetivos aos voluntários, que observaram fotografias intrabucais de variados casos de oclusopatias sendo a mordida aberta anterior e a oclusão normal sendo selecionadas como objetos de comparação. 2. Introdução A oclusão normal pode ser definida como uma relação dental harmoniosa, com todos os elementos dentais presentes, gengiva sadia, com coloração rosada e livre de sangramentos, articulação temporomandibular (ATM) com ausência de dor e de ruídos. A má oclusão, por sua vez, constitui uma anomalia de desenvolvimento dental e/ou dos arcos dentais, ocasionando problemas estéticos e funcionais, tendo como causas mais comuns as condições funcionais adquiridas (Tomita et al 2000). É um dos problemas de saúde bucal de maior ocorrência no mundo, ficando atrás somente da cárie dental e da doença periodontal (World Health Organization, 2003). Resultados alarmantes, quase nunca inferiores a 50%, têm sido relatados, situando as oclusopatias como uma condição de interesse público (Frazão et al.,2002; Suliano et al.,2007; Marques et al.,2005; Capote et al.,2003).

4 3 A importância de se possuir uma boa oclusão está relacionada tanto a fatores estéticos quanto a fatores funcionais. Problemas como de deglutição, mastigatórios e fonéticos além de hábitos bucais deletérios especialmente a sucção de chupeta hábitos deletérios como sucção digital e uso de chupetas, estão intimamente ligadas às más oclusões. No entanto, o fator estético influencia diretamente no desconforto dos pacientes, principalmente na adolescência, pois estes acabam sendo vítimas de preconceito devido a sua aparência. Sendo assim, é importante que o cirurgião dentista saiba diagnosticar as más oclusões para que sejam corrigidas, proporcionando maior qualidade de vida para o paciente. As más oclusões podem classificadas como Classe I (neutroclusão), Classe II (distoclusão) e Classe III (mesioclusão) de Angle, mordida profunda, diastemas, mordida cruzada invertida ( mordida em Brodie ) unilateral ou bilateral, mordida cruzada anterior, mordida cruzada unilateral direita/ esquerda; apinhamento; mordida cruzada anterior esquelética (com todos os dentes anteriores cruzados), entre outras, podendo haver associações entre estas. Os problemas ortodônticos podem acometer os indivíduos em várias fases da vida, ocorrendo na dentadura decídua, mista ou permanente, porém quanto mais cedo for diagnosticada corretamente a má oclusão, melhor será o resultado do tratamento. Por sua vez, a necessidade de tratamento ortodôntico é difícil de ser definida precisamente pelos profissionais porque os desvios da oclusão normal nem sempre são nítidos e de fácil identificação; ou seja, é difícil delimitar oclusões aceitáveis e oclusões inaceitáveis. Sendo assim, a indicação para o tratamento deve ser definida pelo profissional após exame clínico e conhecimento da existência de impacto negativo da má oclusão sobre a qualidade de vida do indivíduo (Marques et al, 2005). Sendo assim, diferenciar problemas oclusais de uma oclusão normal é imprescindível, para que ocorra o tratamento ortodôntico. A procura pelo tratamento pode ocorrer devido à indicação pelo cirurgião dentista, pela percepção da necessidade de tratamento do próprio paciente ou, em casos de

5 4 crianças, pela percepção dos pais, que notam anormalidades oclusais ou do sorriso. Em uma dentadura mista existe certa dificuldade em realizar o diagnóstico de algumas más oclusões, provavelmente devido a ser uma fase de crescimento e de substituições dentais. Porém, esta fase é a melhor época para se realizar diversos tipos de tratamentos ortodônticos, justamente por ser uma fase de desenvolvimento ósseo e dental. Dentre as más oclusões indicadas para serem tratadas nesta fase, está a mordida aberta anterior (MAA), que é uma das más oclusões de maior comprometimento estético-funcional, pelas alterações dentais e esqueléticas. Ela pode se desenvolver a partir de diversos fatores etiológicos, tais como os hábitos bucais deletérios (sucção de polegar ou chupeta), amígdalas hipertróficas, respiração bucal, anquilose dental e anormalidades no processo de erupção. A mordida aberta anterior apresenta-se com grande prevalência em pacientes jovens, sendo de fácil solução, na maior parte dos casos, quando interceptada precocemente (Torres et al, 2006). Essa má oclusão está relacionada a hábitos deletérios, como sucção de dedo e chupeta, sendo mantida posteriormente pela interposição lingual. Existem diferentes terapias ortodônticas que podem ser empregadas para correção da mordida aberta (Bronzi et al, 2002). Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção de adultos não relacionados à área odontológica fazendo um estudo comparativo com a percepção de cirurgiões dentistas clínicos gerais, verificando a necessidade ou não de tratamento ortodôntico na fase de dentadura mista, no que diz respeito à má oclusão do tipo mordida aberta anterior e comparando à oclusão normal.

6 5 3. Revisão de Literatura Entende-se que a má oclusão é de etiologia multifatorial, atribuída a hábitos bucais deletérios ou mesmo à genética, constituindo uma anomalia do arco dental, com problemas estéticos, funcionais e psicológicos. Na fase de dentadura mista a má oclusão chega a acometer 80% das crianças, ocasionando problemas futuros e estão propícias à desenvolver hábitos que possam agravar o problema, como o uso de chupetas, sucção de dedos ou até mesmo a respiração bucal. A intervenção ortodôntica preventiva permite a correção ou melhora da situação, diminuindo a necessidade de um tratamento ortodôntico corretivo posteriormente, evitando que a má oclusão se instale na dentadura permanente e, consequentemente, favorecendo o crescimento harmonioso das bases ósseas. Segundo Shaw (1981), o tratamento ortodôntico pode ser uma mudança de vida, desde que a má oclusão seja um fator importante na percepção de uma pessoa afetando sua inteligência e capacidade de atração pelos colegas e o público em geral. Segundo Silva Filho et al (1990), a alta prevalência de má oclusões na população levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a considerá-la como o terceiro problema odontológico de saúde pública em todo mundo, sendo inferior apenas à cárie e à doença periodontal. Ou seja, a busca pelo tratamento interceptivo com o uso de aparelhos ortodônticos está cada vez sendo mais estudado e mais utilizado pela população. Vários estudos relatados na literatura avaliaram a prevalência de má oclusão em crianças em dentição mista. Biscaro et al. (1994) avaliaram 891 crianças de 7 a 12 anos e observaram que 97,7% eram portadoras de algum tipo de má oclusão.

7 6 A necessidade de tratamento ortodôntico na fase de dentadura mista está diretamente relacionada com o fator social e psicológico, pois é uma fase de socialização e muitas vezes a criança não consegue se relacionar com outras pessoas. A má oclusão por sua vez pode causar impacto estético nos dentes, na face e nas atividades diárias como mastigação, fonação e nessa fase a dificuldade na socialização pode causar baixa autoestima. No entanto, a preocupação das pessoas com má oclusão está diretamente voltada para a estética ao invés da função, sendo necessária a orientação do ortodontista para associar o fator estético com o fator funcional, levando o paciente a ter uma qualidade de vida satisfatória. A formação básica do cirurgião dentista deveria abranger conhecimentos para tratamentos preventivos e interceptivos para poder diagnosticar as oclusopatias. Porém, muitos dos pacientes encaminhados pelo clínico ou odontopediatra chegam ao ortodontista na fase de dentição permanente, quando a maioria dos problemas está instalada. É comum encontrarmos crianças que tenham, ao nascimento, o hábito da sucção não nutritiva, porém, devemos atentar que o prolongamento deste hábito que pode culminar em uma má oclusão. Esses se dividem em hábitos de sucção não nutritiva (sucção de chupeta, sucção digital), hábitos de morder (objetos, onicofagia e bruxismo) e hábitos funcionais (respiração oral, deglutição atípica e alteração de fala), segundo Lino, É de grande importância para os profissionais da Odontologia que trabalham com crianças conhecer as práticas de aleitamento e os hábitos bucais deletérios, pois é sabido que quaisquer intervenções prévias para preveni-los resultam em melhor qualidade de vida através do estabelecimento de condições adequadas de alimentação, respiração e fala, favorecendo a harmonia e o equilíbrio entre esqueleto, tecidos moles, morfologia e volume dental, os quais têm interferência direta sobre a oclusão. Salientando-se que estes hábitos deletérios tendem a perdurar principalmente em crianças que não receberam aleitamento materno (Gondim, 2010). Em todos os aspectos, um diagnóstico correto e uma intervenção precoce de mordida aberta anterior podem trazer grandes benefícios estéticos e

8 7 funcionais ao paciente, minimizando o tratamento corretivo posterior e atribuindo uma maior estabilidade nos resultados alcançados. 3. Procedimentos Metodológicos Após a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa, da Universidade Cidade de São Paulo (UNICID), foram selecionados 9 conjuntos de fotografias de casos clínicos, de crianças na fase de dentadura mista. Essas crianças foram selecionadas da Clínica Odontológica da Prefeitura Municipal de Louveira-SP, com autorização tanto dos responsáveis pelos pacientes, como da Secretaria da Saúde do município, por meio de convênio firmado para realização de pesquisas. Cada conjunto de fotografias intrabucais incluía 2 fotos oclusais (inferior e superior), 2 fotos laterais (direta e esquerda), e uma foto frontal. Cada foto apresentava dimensão de 12 x 6 cm, sendo cada caso clinico disposto em uma pagina. Dos 9 casos clínicos, 7 eram de más oclusões e 2 eram de oclusões normais, sendo todos em fase de dentadura mista. Entre as más oclusões que compunham o conjunto de fotos, existiam casos de: mordida profunda (overbite de 10 mm); mordida cruzada invertida ( mordida em Brodie ) unilateral direita; mordida aberta anterior (overbite de -7 mm); mordida cruzada anterior dental (incisivos centrais superiores cruzados); mordida cruzada unilateral esquerda; apinhamento anterior de 5 mm; mordida cruzada anterior esquelética (com todos os dentes anteriores cruzados). Os 2 casos de oclusões normais representavam casos típicos de normalidade em dentadura mista, com pequenos diastemas, mordida suavemente profunda, e Classe I de molares. Os casos clínicos foram avaliados por 2 grupos distintos: cirurgiões dentistas e adultos não relacionados à Odontologia, denominados respectivamente de Grupo 1 e Grupo 2.

9 8 O Grupo 1 apresentava média de idade 30,5 anos, e era formado há 12,7 anos. Desses dentistas, nenhum apresentava formação em Ortodontia, mas todos já haviam realizado alguma indicação para tratamento ortodôntico. O Grupo 2 apresentava média de idade 31,65 anos, renda familiar maior do que R$ 2.400,00 por mês, e grau de instrução mínimo de curso superior completo. Todos os participantes da pesquisa concordaram com a sua realização por meio da assinatura de um termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Os participantes da pesquisa deveriam responder sim ou não a duas perguntas para cada caso clinico avaliado: 1) Este paciente necessita de tratamento ortodôntico? 2) Este paciente possui hábitos como chupar dedo ou chupeta? Dos 9 casos utilizados para avaliação, apenas 2 foram selecionados, para fins de comparação: o de mordida aberta anterior e um caso de oclusão normal. Para o caso de oclusão normal, as respostas corretas às duas perguntas eram negativas. Por sua vez, para o caso de mordida aberta anterior, as respostas corretas às duas perguntas eram positivas. Os acertos dos diagnósticos obtidos pelos 2 grupos, foram somados e representados em forma de gráficos, para fins de comparação.

10 9 4. Resultados Neste estudo conseguimos obter uma taxa de resposta satisfátoria entre os entrevistados, não havendo recusa entre os participantes. Segundo os dados coletados e representados em gráficos, em relação a oclusão normal (encaixe correto entre os dentes na fase de dentadura mista), os adultos leigos que responderam ao questionário possuíam média de idade de 31,65 anos e 80% disseram que havia necessidade de tratamento ortodôntico em uma oclusão normal sendo que apenas 20% acertaram a resposta de que não havia necessidade de tratamento. Em relação aos hábitos de sucção digital ou o uso de chupetas, 70% dos entrevistados responderam corretamente, que não havia nenhuma relação entre a oclusão normal e tais hábitos. Os demais 30% responderam que havia relação entre a oclusão normal avaliada e os hábitos deletérios em questão. Gráfico 1 - Porcentagem de diagnósticos corretos e incorretos, segundo a percepção de adultos, para casos de: (A) Oclusão normal versus necessidade de tratamento ortodôntico; (B) Oclusão normal versus relação com hábitos de sucção digital e de chupeta. (Eu não colocaria em negrito) Acertos Erros A B

11 10 No segundo gráfico, correspondente à mordida aberta anterior (MAA), os entrevistados tiveram maior facilidade em acertar o diagnóstico, com um índice de erros menor do que para a oclusão normal. Em relação ao tratamento ortodôntico em uma criança com mordida aberta anterior na fase de denttadura mista, todos os entrevistados responderam que havia necessidade de tratamento. Quando se questionou sobre a relação da oclusão com mordida aberta anterior e hábitos como o uso de chupeta e sucção digital, 93,3% dos leigos entrevistados acertaram a resposta, dizendo que tal relação existia. Apenas 6,6% erraram, dizendo que não havia tal relação. Gráfico 2 - Porcentagem de diagnósticos corretos e incorretos, segundo a percepção de adultos, para casos de: (A) (B) Mordida aberta anterior versus necessidade de tratamento ortodôntico; Mordida aberta anterior versus relação com hábitos de sucção digital e de chupeta. Acertos Erros A B

12 11 Os cirurgiões dentistas que responderam ao questionário apresentavam média de idade de 30,50 anos. No gráfico relacionado á oclusão normal houve um índice de acertos maior quando comparado ao dos adultos, 66,3% dos cirurgiões entrevistados conseguiram diagnosticar a oclusão normal em fase de dentadura mista, mesmo assim ainda ocorreram erros, 33,4 % em diagnosticar uma oclusão normal entre os cirurgiões dentistas, devido á anos de formação, afastamento da especialidade conforme o tempo. Em relação aos hábitos de sucção digital e ao uso de chupetas o índice de acertos foi bem maior 83,3% disseram que não havia relação entre hábitos e apenas 16,7% não conseguiram avaliar corretamente. Gráfico 3 - Porcentagem de diagnósticos corretos e incorretos, segundo a percepção de cirurgiões dentistas, para casos de: (A) Oclusão normal versus necessidade de tratamento ortodôntico; (B) Oclusão normal versus relação com hábitos de sucção digital e de chupeta. acertos erros A B

13 12 No segundo gráfico referente à mordida aberta anterior (MAA), avaliada por cirurgiões dentistas o índice de acertos foi de 100% tanto para necessidade de tratamento ortodôntico quanto para relações de hábitos de sucção digital e uso de chupetas. Gráfico 4 - Porcentagem de diagnósticos corretos e incorretos, segundo a percepção de cirurgiões dentista, para casos de: (A) (B) Mordida aberta anterior versus necessidade de tratamento ortodôntico; Mordida aberta anterior versus relação com hábitos de sucção digital e de chupeta. acertos erros A B

14 13 4. Desenvolvimento / Discussão Neste estudo tivemos como objetivo avaliar e verificar a percepção de pais e cirurgiões dentistas sobre a necessidade de tratamento ortodôntico na fase de dentadura mista, tendo como comparativo uma MAA (mordida aberta anterior) com uma oclusão normal. Segundo os resultados obtidos nos gráficos representados por uma pequena amostra, conseguimos perceber que adultos não relacionados à área odontológica, não conseguem avaliar e diferenciar uma oclusão normal para crianças em fase de dentadura mista que não necessite de tratamento ortodôntico. Isso ocorre, pois diagnosticar corretamente uma oclusão normal principalmente na fase de substituição de dentes decíduos para permanentes não é tão evidente. Um período característico deste estágio da dentadura é a fase do patinho feio, quando os incisivos superiores apresentam-se projetados vestibularmente, com divergência do longo eixo de apical para incisal, sobremordida profunda e diastemas. Outra característica desta etapa é a presença de incisivos inferiores desalinhados, que não devem ser corrigidos precocemente, pois na maioria das vezes apresentam melhora ao final da dentadura mista. (CHU, F. C. S et al) No entanto, cirurgiões dentistas clínicos gerais apresentaram índice de acertos de 66,3%, ou seja, 33,4% erraram ao diagnosticar uma oclusão normal, devido à dificuldade de percepção dos profissionais. A explicação para isso pode ser devido ao afastamento por demais profissionais fora da especialidade de Ortodontia, anos de experiência do profissional, defasagem devido à graduação realizada há longo tempo etc. Em um estudo realizado por Pereira et al, afirmaram que a mensuração da oclusão dental em populações humanas tem sido um permanente desafio aos profissionais de Odontologia e de saúde pública. Ou seja, a dificuldade pela percepção de más oclusões é um problema que se agrava cada vez mais, sendo que muitas vezes o paciente é diagnosticado como portador de alguma má oclusão quando na realidade ele está em uma fase de dentadura mista que não requer intervenção ortodôntica naquele momento. Mesmo assim, com relação aos hábitos deletérios como sucção digital e ao uso de chupetas, tanto

15 14 adultos não relacionados à área odontológica como cirurgiões dentistas já conseguem obter uma percepção maior sobre isso, comparando-se ao observado para oclusão normal. Em relação à MAA adultos não relacionados à área odontológica apresentaram maior facilidade em diagnosticar corretamente a mordida aberta anterior. A resposta é por conta do espaço entre dentes superiores e inferiores, sendo considerado um problema de má oclusão que necessite de intervenção ortodôntica. Neste caso, a facilidade por diagnosticar foi mais evidente, pois, segundo os entrevistados, no caso os adultos, é mais fácil visualizar o que está errado do que perceber uma oclusão normal. Sendo assim, cirurgiões dentistas, mesmo não sendo especialistas em ortodontia, responderam em 100% que neste caso havia uma má oclusão e que a mesma está diretamente relacionada com hábitos de sucção. Segundo Henriques et al.,2000, as deformações na arcada dental causadas pela mordida aberta anterior têm como principal característica clínica a falta de um trespasse vertical entre as margens incisais dos dentes anteriores superiores e inferiores. O diagnóstico e tratamento devem iniciar-se ainda na fase decídua ou mista da dentição, como atuação preventiva, com o intuito melhorar a questão estética funcional e psicológica, como também, aumenta os níveis de sucesso do tratamento clínico. Apesar da estreita relação entre os hábitos de sucção com a mordida aberta anterior (Subtelny & Sakuda, 1964; Parker, 1971; Popovich & Thompson, 1973), esta má-oclusão pode estar presente mesmo sem a presença do hábito (Justus, 1976), o que torna necessário uma avaliação criteriosa dos fatores etiológicos.

16 15 5. Conclusão Segundo a metodologia utilizada e com base nos resultados obtidos foi possível concluir que: Adultos não relacionados à área odontológica (leigos) conseguiram identificar com maior facilidade a mordida aberta anterior do que uma oclusão normal, na fase de dentadura mista; Os adultos leigos associaram a mordida aberta anterior à presença de hábitos como sucção digital e de chupeta; Cirurgiões dentistas clínicos gerais identificaram a mordida aberta anterior como uma má oclusão que necessita de tratamento ortodôntico e que está relacionada a hábitos de sucção; Cirurgiões dentistas clínicos gerais também apresentaram certa dificuldade em concluir que a oclusão normal apresentada na dentadura mista não necessitava de tratamento ortodôntico.

17 16 Referências LINO AP. Fatores extrínsecos determinantes de más oclusões. In: GUEDES- PINTO, A. C. Odontopediatria. 5. Ed. São Paulo: ed. Santos; 1995 p ( nas referencias ou usa no autor só maiúscula, ou somente a primeira letra maiúscula. Há os dois casos aqui) HENRIQUES, J. F. C.; JANSON, G.; ALMEIDA, R. R.; DAINESI, E. A.; HAYASAKI, S. M. Mordida aberta anterior: a importância da abordagem multidisciplinar e considerações sobre etiologia, diagnóstico e tratamento: apresentação de um caso clínico. Revista Dental Press OrtodonOrtop facial, Maringá, v.5, n.3, p , maio/jun TOMITA, Nilce E, Vitoriano T Bijella e Laércio J Franco Relação entre hábitos bucais e má oclusão em pré- escolares Rev. Saúde Pública, 34 (3): , 2000 Hamdan V.S.A Peter Rock P. The perception of dental aesthetics and orthodontic treatment need by 10 - to 11- year- old children European Journal of Orthodontics pg August 2001 Frazão P, Narvai PC, Latorre MRDO, Castellanos RA. Prevalência de oclusopatias na dentição decídua e permanente de crianças na cidade de São Paulo, Brasil, Cad. Saúde Pública, v.18, n.5, set-out, ALMEIDA A.B, MAZZIEIRO, E.T, PEREIRA T.J, SOUKI,B.Q, VIANA C.P; Interceptação de uma Mordida Aberta Esquelética Associada à Sucção Digital: Relato de um Caso Clínico, J Bras Ortodon Ortop Facial, Curitiba, v.7, n.41, p., set./out

18 17 BRONZI, E.S.; MINERVINO, B.L.; MELO, A.C.M.; PINTO, R.S.; MARTINS,L.P. Mordida aberta em pacientes jovens: relato clinico. Revista da UNIMEP, v.4, n.1, p.24-29, jan/jun, 2002 TASHIMA, A.Y.; VERRASTRO, A.P.; FERREIRA, S.L.M.; WANDERLEY, M.T.; GUEDES-PINTO, E. Tratamento ortodôntico precoce da mordida cruzada anterior e posterior: relato de caso clínico. J Bras Odontopediatr Odontol Bebê, Curitiba, v.6, n.29, p.24-31, jan./fev Marques L.S, Barbosa C.C, Jorge R.L.M, Pordeus.A.I, Paiva.M.S; Prevalência da má oclusão e necessidade de tratamento ortodôntico em escolares de 10 a 14 anos de idade em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: enfoque psicossocial. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 21(4): pg , julago, Miguel J.A.M; Brunharo I.P, Esperão P.T.G; Oclusão normal na dentadura mista: reconhecimento das características oclusais por alunos de graduação.revista Dental Press Ortodopedia Facial; Maringá. V 10 n.1, p , jan/fev THOMAZ E.B.A.F, VALENÇA A.M.G; Prevalência de má oclusão e fatores relacionados à sua ocorrência em pré- escolares da cidade de São Luís MA Brasil; RPG Rev. Pós Grad Maranhão; pg ; fev Torres FC, Almeida RR, Almeida MR, Almeida-Pedrin RR, Pedrin F, Henriques, JFC. Anterior open bite treated with a palatal crib and high-pull chin cup therapy. A prospective randomized study. Eur J Orthod, v.28, n.6, p.610-7, Alves, J.A. O, Forte, F.D. S, Sampaio, F.C; Condição socioeconômica e prevalência de más oclusões em crianças de 5 a 12 anos na USF Castelo

19 18 Branco III João Pessoa/Paraíba; Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial; Maringá, v 14, n.3, p,52-59, Maio/jun.2009 SPALJ.J Perception of orthodontic treatment need in children and adolescentes; European Journal of Orthodontics, Croatia, p , October/2009. Gondim R.C, Barbosa A.M, Dantas X.M.R, Massoni T.L.C.A, Padilha N.W.W Mordida aberta anterior e sua associação com os hábitos de sucção não-nutritiva em pré-escolares. Revista Gaúcha de Odontologia, v.58, n.4, p , Porto Alegre, out./dez PERES S.H.C.S. Self- Perception and malocclusion and their relation to oral appearance and function Ciencia e Saúde coletiva; Bauru.p outubro/ Dificuldades encontradas, alterações e justificativas (se houver). Não se aplica. 8. Demais informações relevantes: Não se aplica 9. Anexos Relatório de Acompanhamento de orientação

20 19 São Paulo, de de Assinatura do Aluno Assinatura do Orientador

EPIDEMIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES NA DENTADURA MISTA EM ESCOLARES DE TERESINA PI

EPIDEMIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES NA DENTADURA MISTA EM ESCOLARES DE TERESINA PI EPIDEMIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES NA DENTADURA MISTA EM ESCOLARES DE TERESINA PI Marcus Vinicius Neiva Nunes do Rego - NOVAFAPI Olívia de Freitas Mendes - NOVAFAPI Thaís Lima Rocha NOVAFAPI Núbia Queiroz

Leia mais

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal

MÁ-OCLUSÃO. Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal MÁ-OCLUSÃO Ortodontista: Qualquer desvio de posição do dente em relação ao normal Sanitarista: Inconveniente estético ou funcional de grande magnitude que possa interferir no relacionamento do indivíduo

Leia mais

A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria

A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria A Importância do diagnóstico e intervenção precoce no tratamento das maloclusões em odontopediatria The importance of early diagnosis and intervention in the treatment of malocclusion in pediatric dentistry

Leia mais

APARELHOS ORTODÔNTICOS. e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES. Ortodontia & Ortopedia Facial. Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117

APARELHOS ORTODÔNTICOS. e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES. Ortodontia & Ortopedia Facial. Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117 APARELHOS ORTODÔNTICOS e ORTOPÉDICOS CUIDADOS & CURIOSIDADES Dr. Guilherme Thiesen CRO-SC 6117 Ortodontia & Ortopedia Facial ORTODONTIA E Ortopedia Facial CUI CURI DADOS & OSIDADES Dr. Guilherme Thiesen

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada?

Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? Cirurgia Ortognática e Estética Facial: Qual sua importância na Odontologia Integrada? A avaliação da estética facial, bem como sua relação com a comunicação e expressão da emoção, é parte importante no

Leia mais

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso

Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso Caso Clínico Tratamento da má oclusão de Classe II divisão 1 a, através de recursos ortodônticos e ortopédicos faciais (funcionais e mecânicos): relato de caso José Euclides Nascimento* Luciano da Silva

Leia mais

Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior

Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior TRABALHO DE PESQUISA Grade Palatina como Auxiliar no Fechamento da Mordida Aberta Anterior Palatine Bar as an Auxiliary Measure to Close Anterior Open Bite Sérgio Rúbio Pinto Bastos* Bastos SRP. Grade

Leia mais

PUCPR - O.R.T.O.D.O.N.T.I.A - GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO F I C H A C L Í N I C A Nome do/a Paciente: Número: 1.0 IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE 1.1 Nome: 1.2 Data de Nascimento: Sexo: F M Idade: 1.3 Peso: Kg

Leia mais

Reginaldo César Zanelato

Reginaldo César Zanelato Reginaldo César Zanelato Nos pacientes portadores da má oclusão de Classe II dentária, além das opções tradicionais de tratamento, como as extrações de pré-molares superiores e a distalização dos primeiros

Leia mais

PREVALÊNCIA DE MALOCLUSÃO NAS DENTIÇÕES DECÍDUA E MISTA DE ESCOLARES E SUA RELAÇÃO COM HÁBITOS BUCAIS NOCIVOS NO MUNICÍPIO DE ITAPIÚNA CE

PREVALÊNCIA DE MALOCLUSÃO NAS DENTIÇÕES DECÍDUA E MISTA DE ESCOLARES E SUA RELAÇÃO COM HÁBITOS BUCAIS NOCIVOS NO MUNICÍPIO DE ITAPIÚNA CE 144 PREVALÊNCIA DE MALOCLUSÃO NAS DENTIÇÕES DECÍDUA E MISTA DE ESCOLARES E SUA RELAÇÃO COM HÁBITOS BUCAIS NOCIVOS NO MUNICÍPIO DE ITAPIÚNA CE RESUMO Priscila da Silva Freitas José Luciano Pimenta Couto

Leia mais

ELEMENTOS ESSENCIAIS DIAGNÓSTICO. Prof. Hélio Almeida de Moraes.

ELEMENTOS ESSENCIAIS DIAGNÓSTICO. Prof. Hélio Almeida de Moraes. ELEMENTOS ESSENCIAIS DE DIAGNÓSTICO Prof. Hélio Almeida de Moraes. ÍNDICE INTRODUÇÃO 1 Documentação do Paciente: 2 1- Ficha Clínica:- 2 A- Identificação: 2 B- Anamnese: 3 História da Família 3 História

Leia mais

Extração Seriada, uma Alternativa

Extração Seriada, uma Alternativa Artigo de Divulgação Extração Seriada, uma Alternativa Serial Extraction, an Alternative Procedure Evandro Bronzi Resumo A extração seriada é um procedimento ortodôntico que visa harmonizar

Leia mais

Orientação para interessados em tratamento ortodôntico

Orientação para interessados em tratamento ortodôntico 1 Orientação para interessados em tratamento ortodôntico Dras. Rosana Gerab Tramontina e Ana Carolina Muzete de Paula Ortodontia é a ciência que estuda o crescimento e o desenvolvimento da face e das dentições

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR

PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR FUNORTE-FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS NÚCLEO NITERÓI-SMILE ODONTOLOGIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA TRATAMENTO DA SOBREMORDIDA: RELATO DE CASO CLÍNICO PRISCILLA MENDES CORREA VICTOR Monografia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA 1. ODONTOPEDIATRIA PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS

TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS TRATAMENTO ORTODÔNTICO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR EM PACIENTES ADULTOS Jorge Ferreira Rodrigues 1 Marcella Maria Ribeiro do Amaral Andrade 2 Ernesto Dutra Rodrigues 3 Resumo O tratamento ortodôntico da

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3

APRESENTAÇÃO DO APARELHO Componentes do aparelho extrabucal 3 Série Aparelhos Ortodônticos EXTRABUCAL INTRODUÇÃO A ancoragem extrabucal ainda é um dos recursos mais utilizados e recomendados no tratamento da má oclusão de Classe II, primeira divisão, caracterizada

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO

A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO A IMPORTÂNCIA DA ODONTOLOGIA NO ALEITAMENTO MATERNO FLÁVIA PEDREIRA CIRURGIÃ DENTISTA DO HOSPITAL E MATERNIDADE PÚBLICA DONA REGINA 20 DE FEVEREIRO DE 2014 Se pretendermos que as crianças tenham uma qualidade

Leia mais

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs Ana Carla Rios O Exame do Sistema Estomatognático utilizando a análise oclusal é parte importante do processo diagnóstico

Leia mais

Ortodontia/Ortopedia no SUS. II Encontro Nacional do Programa Brasil Sorridente São Paulo, 31 de janeiro 2014

Ortodontia/Ortopedia no SUS. II Encontro Nacional do Programa Brasil Sorridente São Paulo, 31 de janeiro 2014 Ortodontia/Ortopedia no SUS II Encontro Nacional do Programa Brasil Sorridente São Paulo, 31 de janeiro 2014 Grupo Hospitalar Conceição (GHC) Porto Alegre/RS Grupo Hospitalar Conceição (GHC) Vinculado

Leia mais

MORDIDA ABERTA EM PACIENTES JOVENS. RELATO CLÍNICO

MORDIDA ABERTA EM PACIENTES JOVENS. RELATO CLÍNICO MORDIDA ABERTA EM PACIENTES JOVENS. RELATO CLÍNICO UNIMEP Universidade Metodista de Piracicaba OPEN BITE IN YOUNG PATIENT. CLINICAL REPORT EVANDRO DA SILVA BRONZI Mestrando em Ortodontia na Faculdade de

Leia mais

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL PARA CONTROLE DA CÁRIE DENTÁRIA EM ESCOLARES DO CASTELO BRANCO BARROS, Ítala Santina Bulhões 1 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 2 SILVA, Ariadne Estffany Máximo da

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO

UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO RESUMO 474 UTILIZAÇÃO DO APARELHO DE PROTRAÇÃO MANDIBULAR COMO ANCORAGEM PARA MESIALIZAÇÃO DE MOLARES INFERIORES: RELATO DE CASO CLÍNICO Fábio André Werlang 1 Marcos Massaro Takemoto 2 Prof Elton Zeni 3 RESUMO

Leia mais

RICARDO CESAR GOBBI DE OLIVEIRA PREVALÊNCIA DE MÁS OCLUSÕES EM ESCOLARES DE 7 A 9 ANOS NA CIDADE DE MARINGÁ-PR

RICARDO CESAR GOBBI DE OLIVEIRA PREVALÊNCIA DE MÁS OCLUSÕES EM ESCOLARES DE 7 A 9 ANOS NA CIDADE DE MARINGÁ-PR RICARDO CESAR GOBBI DE OLIVEIRA PREVALÊNCIA DE MÁS OCLUSÕES EM ESCOLARES DE 7 A 9 ANOS NA CIDADE DE MARINGÁ-PR Marília 2007 RICARDO CESAR GOBBI DE OLIVEIRA PREVALÊNCIA DE MÁS OCLUSÕES EM ESCOLARES DE 7

Leia mais

Análise das alterações miofuncionais na correção da mordida aberta anterior

Análise das alterações miofuncionais na correção da mordida aberta anterior Caso Clínico Análise das alterações miofuncionais na correção da mordida aberta anterior Joanna A. Binato*, Wagner S. Alviano**, Maria da Conceição A. Ferraz***, Margareth M. G. de Souza**** A mordida

Leia mais

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente,

incisivos inferiores 1,3,4,6. Há também um movimento do nariz para frente, tornando o perfil facial menos côncavo e, conseqüentemente, Série Aparelhos Ortodônticos MÁSCARA FACIAL INTRODUÇÃO Inúmeras formas de tratamento têm sido relatadas para a correção precoce da má oclusão de Classe III. No entanto, talvez por muitos casos necessitarem

Leia mais

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA

RADIOLOGIA EM ORTODONTIA RADIOLOGIA EM ORTODONTIA Sem dúvida alguma, o descobrimento do RX em 1.895, veio revolucionar o diagnóstico de diversas anomalias no campo da Medicina. A Odontologia, sendo área da saúde, como não poderia

Leia mais

Prevalência das Más-oclusões em Pacientes da Clínica de Ortodontia da Universidade Federal de Pernambuco 1

Prevalência das Más-oclusões em Pacientes da Clínica de Ortodontia da Universidade Federal de Pernambuco 1 TRABALHO DE PESQUISA Prevalência das Más-oclusões em Pacientes da Clínica de Ortodontia da Universidade Federal de Pernambuco 1 Prevalence of Malocclusion in Patients of Post-graduation in Orthodontics

Leia mais

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA

MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA MARINHA DO BRASIL DIRETORIA DE SAÚDE DA MARINHA CENTRO MÉDICO ASSISTENCIAL DA MARINHA ODONTOCLÍNICA CENTRAL DA MARINHA PROGRAMA PARA A PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA E DA DOENÇA PERIODONTAL Serviço de Odontologia

Leia mais

Prevalência de maloclusão em crianças entre 7 e 11 anos em Foz do Iguaçu, PR 1

Prevalência de maloclusão em crianças entre 7 e 11 anos em Foz do Iguaçu, PR 1 ORIGINAL ORIGINAL Prevalência de maloclusão em crianças entre 7 e 11 anos em Foz do Iguaçu, PR 1 Prevalence of malocclusion in children between 7 and 11 years in Foz do Iguaçu, PR, Brazil Alessandro SCHWERTNER

Leia mais

PREVALÊNCIA DAS MALOCLUSÕES EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES NO MUNICÍPIO DE LAVRINHAS, SP

PREVALÊNCIA DAS MALOCLUSÕES EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES NO MUNICÍPIO DE LAVRINHAS, SP Prevalência das maloclusões em pré-escolares 27 PREVALÊNCIA DAS MALOCLUSÕES EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES NO MUNICÍPIO DE LAVRINHAS, SP Eduardo César Werneck 1, Fernanda Silva Mattos 2, Márcio Garcia da Silva

Leia mais

Palavras chaves: Traumatismos dentários ; Dentes decíduos ; Dentes permanentes

Palavras chaves: Traumatismos dentários ; Dentes decíduos ; Dentes permanentes TRAUMATISMO EM DENTES DECÍDUOS E SUA REPERCUSSÃO EM DENTES PERMANENTES JOVENS: RELATO DE CASO Márcia Cançado FIGUEIREDO 1 ;Sérgio Estelita Cavalcante BARROS 1 ;Deise PONZONI 1 Raissa Nsensele NYARWAYA

Leia mais

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações

Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa. subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações 1 INTRODUÇÃO Uma vez estando estabelecidos os conceitos de oclusão normal, a etapa subseqüente do processo de aprendizado passa a ser o estudo das variações desse padrão. Vale a pena relembrarmos a definição

Leia mais

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA!

SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! SORRISO BONITO E SAUDÁVEL PARA TODA A VIDA! INTRODUÇÃO Um sorriso bonito, saudável e harmônico faz toda a diferença! Na autoestima traz diversos benefícios, pois quem sorri abertamente acredita em si mesmo

Leia mais

Leila Murad Curriculum Vitae

Leila Murad Curriculum Vitae Leila Murad Curriculum Vitae Abril/2013 Leila Murad Curriculum Vitae Dados Pessoais Nome Leila Murad Nascimento 04/10/1974 - Sào Paulo/SP - Brasil CPF 29091477890 Formação Acadêmica/Titulação 2006-2007

Leia mais

Como o diagnóstico pode ser feito através do exame de ultrassonografia morfológica, é de extrema importância o encaminhamento da gestante para os

Como o diagnóstico pode ser feito através do exame de ultrassonografia morfológica, é de extrema importância o encaminhamento da gestante para os Prevalência dos Tipos de Fissuras em Pacientes atendidos no Centro de Fissurados Labiopalatal (CEFIL) do Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto no Rio de Janeiro. Cruz, Ana Cláudia( Ortodontista- Coordenadora

Leia mais

Fonodialogando. Sucção Digital UM OLHAR DA FONOAUDIOLOGIA. Um hábito que poderá trazer consequências no desenvolvimento da criança

Fonodialogando. Sucção Digital UM OLHAR DA FONOAUDIOLOGIA. Um hábito que poderá trazer consequências no desenvolvimento da criança Fonodialogando Sucção Digital Um hábito que poderá trazer consequências no desenvolvimento da criança UM OLHAR DA FONOAUDIOLOGIA O que é Sucção? Asucção é um reflexo próprio da espécie adquirido na o n

Leia mais

Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico

Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico Caso Clínico Tratamento ortodontico em paciente adulto: relato de caso clínico Matheus Melo Pithon*, Luiz Antônio Alves Bernardes** Resumo Com o maior acesso da população aos serviços de saúde bucal houve

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA Data: Nome do Paciente: Orientador(es): Nome do Aluno: QUALIFICAÇÃO Nacionalidade: Naturalidade: Etnia: Gênero: Data Nascimento: IDADE: Anos: Meses: Endereço: Bairro:

Leia mais

Programa Laboratorial (hands on em Manequim)

Programa Laboratorial (hands on em Manequim) PROGRAMA DE CURSO DE EXCELÊNCIA EM ORTODONTIA COM 8 MÓDULOS DE 2 DIAS MENSAIS Prof. ROQUE JOSÉ MUELLER - Tratamento Ortodôntico de alta complexidade em adultos : diagnóstico, planejamento e plano de tratamento.

Leia mais

Speech therapy and the fitting of total dental prosthesis in the elderly: what dentists know about it?

Speech therapy and the fitting of total dental prosthesis in the elderly: what dentists know about it? 50 Oliveira JSR, Mattoso FCP, Oliveira ABC, Di Ninno CQMS FONOAUDIOLOGIA E ADAPTAÇÃO DE PRÓTESE DENTÁRIA TOTAL EM IDOSOS: O QUE OS DENTISTAS SABEM SOBRE ISTO? Speech therapy and the fitting of total dental

Leia mais

25. PERIODICIDADE DAS CONSULTAS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA

25. PERIODICIDADE DAS CONSULTAS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA 25. PERIODICIDADE DAS CONSULTAS DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA Elaborado por: Júlio Carlos Noronha (coordenador) Paulo César Barbosa Rédua Maria de Lourdes de Andrade Massara Objetivo A Associação Brasileira

Leia mais

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

UFPB PRG X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA 6CCSDCOSMT28 USO DE RADIOGRAFIAS CARPAIS NA DETERMINAÇÃO DA IDADE ÓSSEA IMPORTÂNCIA E APLICAÇÕES Amanda Maria Medeiros de Araujo (1) ; André Ânderson Pereira Germano (2) ; Adriana Dias Batista Rosa (2)

Leia mais

Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior

Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior A RTIGO DE D IVULGA ÇÃO Tratamento de Classe II, Divisão 1, com ausência congênita de incisivo lateral superior Roberto M. A. LIMA FILHO*, Anna Carolina LIMA**, José H. G. de OLIVEIRA***, Antonio C. de

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Dentistas-Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia-Alteração RESOLUÇÃO

Leia mais

ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES

ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES LISBOA - 28 JANEIRO DE 2016 A 2 DE DEZEMBRO DE 2016 Bem-vindo ao Wilma Simões European Institute Como uma apaixonada pela Ortopedia Funcional dos Maxilares, é um prazer

Leia mais

ORTODONTIA, UMA ESPECIALIDADE VIÁVEL EM SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE ORTHODONTICS, A POSSIBLE SPECIALITY IN PUBLIC HEALTH SERVICE

ORTODONTIA, UMA ESPECIALIDADE VIÁVEL EM SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE ORTHODONTICS, A POSSIBLE SPECIALITY IN PUBLIC HEALTH SERVICE 1 ORTODONTIA, UMA ESPECIALIDADE VIÁVEL EM SERVIÇO PÚBLICO DE SAÚDE ORTHODONTICS, A POSSIBLE SPECIALITY IN PUBLIC HEALTH SERVICE Maria Luiza S. Simas Netta RESUMO Muito importante é para a população, a

Leia mais

BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR

BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR BRUXISMO EXCÊNTRICO COMO FATOR ETIOLÓGICO DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR Gustavo Dias Gomes da Silva(1); Anna Kássia Tavares Alves Chaves Santiago Ana Isabella Arruda Meira Ribeiro (3); Alcione Barbosa

Leia mais

odds ratio dos fatores de risco e

odds ratio dos fatores de risco e Trabalho original ORTOPESQUISA Trabalho participante do Prêmio NacionalSPO Má-oclusão em saúde pública: odds ratio dos fatores de risco e prevenção baseada em evidências Malocclusion in public heath care:

Leia mais

- ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular. Conceitos Restauradores de Oclusão: - Relação Cêntrica;

- ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular. Conceitos Restauradores de Oclusão: - Relação Cêntrica; Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Odontologia Extensão Universitária - ADITEME - Atendimento Especial de Pacientes com Disfunção da Articulação Temporomandibular Conceitos Restauradores de Oclusão:

Leia mais

Por isso é fundamental amamentar o bebê no seio durante os primeiros 6 meses de vida, o que irá garantir uma boa mordedura, mastigação e deglutição.

Por isso é fundamental amamentar o bebê no seio durante os primeiros 6 meses de vida, o que irá garantir uma boa mordedura, mastigação e deglutição. Guia da Dentição Por Ana Paula M. Anequini Um Sorriso lindo! Um belo dia surge uma novidade! Nasceu o primeiro dentinho! O evento é logo comunicado aos familiares! Mais uma pequena festa para a família!

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Márcia do Rocio Araújo

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. Márcia do Rocio Araújo 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Márcia do Rocio Araújo ESTUDO SOBRE A APLICABILIDADE DE UM EXAME PADRÃO PARA ATENDIMENTO ORTODÔNTICO NO ÂMBITO DO SUS Dissertação

Leia mais

Tratamento da mordida aberta anterior: relato de caso clínico

Tratamento da mordida aberta anterior: relato de caso clínico Caso Clínico Tratamento da mordida aberta anterior: relato de caso clínico Márcio José Reis*, Carla Nogueira Pinheiro**, Mirelle Malafaia*** Resumo Fazendo parte das más oclusões verticais, a mordida aberta

Leia mais

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO

MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO MEDIDAS DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DE CÁRIE EM ESCOLARES ADOLESCENTES DO CASTELO BRANCO DIAS, Larissa Nadine Silva 1 FARIAS, Luciana Lombardi Pedrosa de 2 LIMA, Maria Germana Galvão Correia 3 RESUMO A adolescência

Leia mais

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1)

Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Artigo de Divulgação Tratamento Ortodôntico da Classe III, Subdivisão: Apresentação de um Caso Clínico (Parte 1) Treatment of a Class III, Subdivision Malocclusion: A Case Report (Part 1) Guilherme R.

Leia mais

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE

FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PIRACICABA CETASE CENTRO DE ESTUDOS E TRATAMENTO DAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO Área de Prótese Fixa e Escultura Dental FICHA CLÍNICA 1 - Dados Pessoais

Leia mais

Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial Print ISSN 1415-5419

Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial Print ISSN 1415-5419 Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial - Clinical relationship among s... Page 1 of 12 Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial Print ISSN 1415-5419 Rev. Dent. Press Ortodon.

Leia mais

Os distúrbios miofuncionais orofaciais na literatura odontológica: revisão crítica

Os distúrbios miofuncionais orofaciais na literatura odontológica: revisão crítica A r t i g o d e F o n o a u d i o l o g i a Os distúrbios miofuncionais orofaciais na literatura odontológica: revisão crítica Camila Cardoso Pereira*, Cláudia Maria de Felício** Resumo Muitos estudos

Leia mais

Ciência e prática. Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral

Ciência e prática. Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral Importância do tratamento ortodôntico como auxílio da reabilitação oral 36 MAXILLARIS OUTUBRO 2015 Ciência e prática : Margarida Malta Médica dentista. Licenciada no Instituto Superior de Ciencias da Saúde

Leia mais

Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato. M.Sc.Viviane Marques

Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato. M.Sc.Viviane Marques Reabilitação cirúrgica dos Fissurados de lábio e palato M.Sc.Viviane Marques DIAGNÓSTICO 1º diagnóstico: Através da ultrasonografia (Entre a 12ª e 14ª semana de gestação). O diagnóstico das fissuras submucosa

Leia mais

QUEIXA PRINCIPAL: EXAME ESTÉTICO

QUEIXA PRINCIPAL: EXAME ESTÉTICO O texto abaixo é um parte do capítulo I do livro manual simplificado de diagnóstico e planejamento em ortodontia e ortopedia que pode ser adquirido em nosso site. Os colegas que não frequentaram cursos

Leia mais

Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM

Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM Relato de um Caso Clínico atendido no Projeto ATM Paciente: J. B. L. Idade: 27anos Sexo: feminino Profissão: desempregada Tipo Facial : Braquifacial Classificação de Angle: classe I Leucoderma Queixa Principal

Leia mais

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) AUTORES Ingryd Coutinho de Oliveira Priscila Cunha Nascimento Discentes da Graduação em Odontologia e Bolsistas de Ensino

Leia mais

MELHORA NO PADRÃO DE TONICIDADE MUSCULAR DE PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN ESTIMULADOS PRECOCEMENTE

MELHORA NO PADRÃO DE TONICIDADE MUSCULAR DE PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN ESTIMULADOS PRECOCEMENTE MELHORA NO PADRÃO DE TONICIDADE MUSCULAR DE PACIENTES COM SÍNDROME DE DOWN ESTIMULADOS PRECOCEMENTE Karla Larissa Vas Estero 1, Lizzie Ramos Moretti 1, Luciana Manzotti de Marchi 2, Maria Paula Jacobucci

Leia mais

A VISÃO DO ALUNO DE ODONTOLOGIA DA IMPORTÂNCIA DA MULTIDISCIPLINARIDADE ODONTOLOGIA-FONOAUDIOLOGIA NOS CURSOS DE ODONTOLOGIA

A VISÃO DO ALUNO DE ODONTOLOGIA DA IMPORTÂNCIA DA MULTIDISCIPLINARIDADE ODONTOLOGIA-FONOAUDIOLOGIA NOS CURSOS DE ODONTOLOGIA 49 ISSN 2179-6998 Rev. Ibirapuera, São Paulo, n. 2, p. 49-53, Jul./Dez. 2011 A VISÃO DO ALUNO DE ODONTOLOGIA DA IMPORTÂNCIA DA MULTIDISCIPLINARIDADE ODONTOLOGIA-FONOAUDIOLOGIA NOS CURSOS DE ODONTOLOGIA

Leia mais

FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA

FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA FACULDADE FUNORTE MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA JI-PARANÁ- RO 2013 MIÉCIO CARVALHO GOMES DE SÁ JUNIOR EXTRAÇÃO DE INCISIVO INFERIOR NA ORTODONTIA Trabalho

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ORTODONTIA PREVENTIVA E INTERCEPTATIVA NA REDE DE ATENÇÃO BÁSICA DO SUS: PERSPECTIVA DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS Samuel Carlos Guzzo

Leia mais

PREVALÊNCIA DE OCLUSÃO NORMAL E MÁ-OCLUSÃO EM ESCOLARES ENTRE 7 E 11 ANOS NA REGIÃO DA GRANDE SANTA LUZIA, CRICIÚMA - SC

PREVALÊNCIA DE OCLUSÃO NORMAL E MÁ-OCLUSÃO EM ESCOLARES ENTRE 7 E 11 ANOS NA REGIÃO DA GRANDE SANTA LUZIA, CRICIÚMA - SC 0 UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE UNESC DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA - SAÚDE DA FAMÍLIA MELIZZA SPRICIGO PERESSONI CASTRO PREVALÊNCIA DE OCLUSÃO NORMAL E

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Departamento. Carga horária ODONTOPEDIATRIA - ODT 7013. Odontologia

PLANO DE ENSINO. Departamento. Carga horária ODONTOPEDIATRIA - ODT 7013. Odontologia PLANO DE ENSINO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina Departamento Fase Carga horária ODONTOPEDIATRIA - ODT 7013 Odontologia 8a 4 horas-aula/semana 72 horas-aula/semestre

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ODONTOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ODONTOLOGIA AVALIAÇÃO DOS HÁBITOS DELETÉRIOS INFANTO-JUVENIS NOS PACIENTES DA DISCIPLINA DE ORTODONTIA

Leia mais

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical

Mordida Profunda Definição. Trespasse vertical Mordida Profunda Definição Trespasse vertical Mordida Profunda Diagnóstico Os fatores que contribuem variam de acordo com a oclusão: u Em boas oclusões é determinda por fatores dentários: t Comprimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL SUB- PATOLOGIA GERAL E ORAL Estomatologia Métodos de Diagnóstico I e II Processos Patológicos PROGRAMA SUGERIDO (PROVA ESCRITA / DIDÁTICA / PRÁTICA) - TEMAS 1. Cistos dos maxilares. 2. Neoplasias benignas

Leia mais

ERUPÇÃO DE MOLARES DECÍDUOS E PERMANENTES. RELAÇÃO COM A IDADE DE APLICAÇÃO DE SELANTE OCLUSAL

ERUPÇÃO DE MOLARES DECÍDUOS E PERMANENTES. RELAÇÃO COM A IDADE DE APLICAÇÃO DE SELANTE OCLUSAL ERUPÇÃO DE MOLARES DECÍDUOS E PERMANENTES. RELAÇÃO COM A IDADE DE APLICAÇÃO DE SELANTE OCLUSAL Joseleine CARVALHO* Valdemar VERTUAN** RESUMO: Foram examinadas 609 crianças de 3 a 6 anos para se verificarem

Leia mais

5. MANEJO DOS DIVERSOS ESTÁGIOS DO DESENVOLVIMENTO DA OCLUSÃO

5. MANEJO DOS DIVERSOS ESTÁGIOS DO DESENVOLVIMENTO DA OCLUSÃO 5. MANEJO DOS DIVERSOS ESTÁGIOS DO DESENVOLVIMENTO DA OCLUSÃO Elaborado por: Bernardo Quiroga Souki (coordenador) Maria Celina Siquara da Rocha Ronald de Freitas Paixão Objetivo A Associação Brasileira

Leia mais

INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM PORTADORES DE MÁ OCLUSÃO DE CLASSE III (DENTÁRIA E/OU ESQUELÉTICA)

INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM PORTADORES DE MÁ OCLUSÃO DE CLASSE III (DENTÁRIA E/OU ESQUELÉTICA) CEFAC CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA CLÍNICA MOTRICIDADE ORAL INTERVENÇÃO FONOAUDIOLÓGICA EM PORTADORES DE MÁ OCLUSÃO DE CLASSE III (DENTÁRIA E/OU ESQUELÉTICA) VERIDIANA PROSINI RECIFE 1998

Leia mais

ODONTOPEDIATRIA QUESTÕES MAIS FREQUENTES

ODONTOPEDIATRIA QUESTÕES MAIS FREQUENTES ODONTOPEDIATRIA QUESTÕES MAIS FREQUENTES 1- Como se define a odontopediatria? A Odontopediatria é uma especialização da Odontologia que cuida da saúde oral de crianças. A odontologia é a ciência que estuda

Leia mais

BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO NATURAL NO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO DO BEBÊ

BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO NATURAL NO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO DO BEBÊ BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO NATURAL NO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO DO BEBÊ Gervania Pereira Gigante Janelliza Sousa Antunes Nayara Júlia Ribeiro de Lima Priscila Kellen Malaquias de Morais

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE / SOEBRÁS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA ETIOLOGIA E MANEJO DA MORDIDA ABERTA ANTERIOR MARIANA DE OLIVEIRA SANTANA Uberlândia 2014 MARIANA DE OLIVEIRA SANTANA

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

Inter-relação entre a Ortodontia e a Fonoaudiologia na tomada de decisão de tratamento de indivíduos com respiração bucal

Inter-relação entre a Ortodontia e a Fonoaudiologia na tomada de decisão de tratamento de indivíduos com respiração bucal Inter-relação entre a Ortodontia e a Fonoaudiologia na tomada de decisão de tratamento de indivíduos com respiração bucal Rúbia Vezaro Vanz 1, Lilian Rigo 2, Angela Vezaro Vanz 3, Anamaria Estacia 4, Lincoln

Leia mais

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE

SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE SAÚDE BUCAL DO ADOLESCENTE Texto montado a partir dos manuais: MINAS GERAIS. Secretaria de Estado de Saúde. Atenção à saúde do adolescente: Belo Horizonte: SAS/MG, 2006. p. 75-79. BARROS, Claudia Márcia

Leia mais

Estudo da Recidiva em Pacientes com

Estudo da Recidiva em Pacientes com CASO CLÍNICO Estudo da Recidiva em Pacientes com Maloclusão de Classe II, Tratados pela Técnica do Arco de Canto com Extrações de Pré-Molares Pertencentes às Categorias de Crescimento de Petrovic. Parte

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral

A Importância da Saúde Bucal. na Saúde Geral PALESTRA A Importância da Saúde Bucal na Saúde Geral A saúde começa pela boca Os dentes são importantes na mastigação dos alimentos, fala, e estética, influenciando diretamente na auto-estima do indivíduo

Leia mais

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico

O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Caso Clínico O tipo facial e a morfologia do arco dentário no planejamento ortodôntico Alexandre de Almeida Ribeiro* Resumo A morfologia do arco dentário está relacionada diretamente com as demais partes

Leia mais

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior

Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa. o superiores e splint removível vel inferior Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de açoa o superiores e splint removível vel inferior MORO, A.; et al. Descrição, passo a passo, do aparelho de Herbst com coroas de aço superiores

Leia mais

Breve Panorama Histórico

Breve Panorama Histórico Análise Facial Breve Panorama Histórico Norman Kingsley Kingsley (final do séc.xix): s a articulação dos dentes secundária à aparência facial. Breve Panorama Histórico Edward Angle (in (início séc. s XX)

Leia mais

Mordida Aberta Anterior - Considerações e Apresentação de um Caso Clínico

Mordida Aberta Anterior - Considerações e Apresentação de um Caso Clínico Artigo Inédito Relatos clínicos e de técnicas, investigações científicas e revisões literárias Mordida Aberta Anterior - Considerações e Apresentação de um Caso Clínico A mordida aberta anterior pode ser

Leia mais

ARTIGO ARTICLE. Samuel Carlos Guzzo 1 Mirelle Finkler 1 Calvino Reibnitz Júnior 1 Marynes Terezinha Reibnitz 2 DOI: 10.1590/1413-81232014192.

ARTIGO ARTICLE. Samuel Carlos Guzzo 1 Mirelle Finkler 1 Calvino Reibnitz Júnior 1 Marynes Terezinha Reibnitz 2 DOI: 10.1590/1413-81232014192. DOI: 0590/43823204922285202 449 Ortodontia preventiva e interceptativa na rede de atenção básica do SUS: perspectiva dos cirurgiõesdentistas da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Brasil Preventive

Leia mais

SIGPROJ Nº: 145618.654.49425.06032013

SIGPROJ Nº: 145618.654.49425.06032013 SIGPROJ Nº: 145618.654.49425.06032013 DIAGNÓSTICO DO CÂNER BUCAL ATRAVÉS DO EXAME CLÍNICO E ANATOMOPATOLÓGICO COM ENFOQUE NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA E CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS ROSA,

Leia mais

ETIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES Prof. Dr. Ricardo F. Paulin

ETIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES Prof. Dr. Ricardo F. Paulin ETIOLOGIA DAS MÁS OCLUSÕES Prof. Dr. Ricardo F. Paulin I INTRODUÇÃO Etimologicamente o termo etiologia origina-se do grego AITIA = causa e do latim LOGOS = estudo. Etiologia, portanto, é o estudo, a investigação

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual

OCLUSÃO! ! Posições mandibulares. ! Movimentos mandibulares. ! Equilíbrio de forças atuantes - vestibulolingual Universidade de Brasília Departamento de Odontologia OCLUSÃO! NOÇÕES DE OCLUSÃO! Estudo das relações estáticas e dinâmicas entre as estruturas do sistema mastigatório!! Movimentos mandibulares Disciplina

Leia mais

Avaliação clínica de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular em crianças

Avaliação clínica de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular em crianças A RTIGO I NÉDITO Avaliação clínica de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular em crianças Eduardo César Almada Santos*, Franscisco Antonio Bertoz**, Lilian Maria Brisque Pignatta***, Flávia de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE CARATINGA RELAÇÃO DE RESUMOS DE MONOGRAFIAS E ARTIGOS DE PÓS- GRADUAÇÃO Lato sensu - Daniela Cristina dos Santos Alves O Uso do Spray de Fluorometano no Tratamento Prof. D. Sc.

Leia mais

Cronologia dental. Professor: Bruno Aleixo Venturi. Hermann Blumenau Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal

Cronologia dental. Professor: Bruno Aleixo Venturi. Hermann Blumenau Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Cronologia dental Professor: Bruno Aleixo Venturi Hermann Blumenau Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Anatomia dental A Anatomia dental é um segmento dedicado ao estudo da estrutura dental

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRÁS NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO UBERLÂNDIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA MÔNICA CARNEIRO DE PÁDUA

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRÁS NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO UBERLÂNDIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA MÔNICA CARNEIRO DE PÁDUA 1 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/ SOEBRÁS NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO UBERLÂNDIA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA MÔNICA CARNEIRO DE PÁDUA Mordida Aberta Anterior e sua Associação com Hábitos

Leia mais