MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO DENTISTAS GUIA DO VOLUNTÁRIO.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO DENTISTAS GUIA DO VOLUNTÁRIO. www.fundacaoromi.org.br"

Transcrição

1 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL DENTISTAS GUIA DO

2 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL DENTISTAS O dentista deverá atuar em ações educativas e preventivas de saúde bucal, na própria Fundação Romi ou nas escolas parceiras. Essa atuação preventiva, por meio de palestras e vídeos educativos com noções de higiene e saúde bucal aos profissionais e alunos da Fundação (ou das escolas parceiras) será a grande contribuição do voluntário, e será incluída na programação da instituição, devendo ocorrer, no mínimo, duas vezes por ano (uma vez por semestre, como mínimo). O profissional também poderá fazer o atendimento individual em seu próprio consultório. Este manual de procedimentos pretende facilitar o acesso dos voluntários ao programa da Fundação Romi, explicitando os compromissos a serem assumidos pelos profissionais engajados e trazendo orientações para a atuação e o atendimento às crianças e aos adolescentes. Seja bem-vindo e sinta-se à vontade para opinar e dar sugestões que redundem na melhoria desse programa!!! 01

3 O ATENDIMENTO No dia agendado, a criança/adolescente irá comparecer ao consultório acompanhado de um responsável, portando uma carta de apresentação da Fundação Romi e o Termo de Autorização" do responsável. A presença de um responsável é indispensável para o atendimento da criança/adolescente. Nesta primeira consulta, o profissional explicará o tratamento ao responsável e solicitará a assinatura do Termo de Autorização", que ficará em seu poder, junto com o histórico do paciente. No consultório, o dentista pode realizar todos os procedimentos necessários para o atendimento da criança/adolescente, tais como: Cirurgia Dentística Endodontia Ortodontia Periodontia Prevenção Prótese 02

4 O ATENDIMENTO No caso da criança/adolescente necessitar de algum procedimento que o dentista não realize, o voluntário tentará o atendimento em sua rede de contato, motivando mais um profissional a integrar o Programa de Voluntariado da Fundação Romi. Por conta disso, a criança/adolescente pode ser acompanhado por mais de um profissional voluntário. O tratamento odontológico poderá ser iniciado na primeira consulta. Se a criança/adolescente não necessitar de curativos, o dentista aplicará os procedimentos preventivos e agendará o retorno do paciente para seis meses ou quando necessário. Neste caso, se considera que o tratamento foi concluído e que a criança ou adolescente entrou em fase de prevenção, retornando, pelo menos, a cada seis meses para a manutenção do tratamento. Se a criança/adolescente necessitar de procedimentos curativos, eles podem ser iniciados no mesmo dia da primeira consulta e os retornos devem ser programados com o responsável pelo Paciente. 03

5 NOME: GUIA DO O ATENDIMENTO Oresponsável deve ser orientado quanto às faltas, pois se a criança/adolescente tiver mais do que três faltas, consecutivas ou não, e sem justificativa, perderá o direito de participar do Programa. Esse tópico é de responsabilidade da Fundação Romi, mas a orientação do voluntário reforça o comprometimento da família. Após concluir o tratamento da criança/adolescente, o voluntário precisa preencher a ficha de atendimento. Esta ficha tem como objetivo registrar o resumo do histórico do atendimento do paciente. As informações consideradas confidenciais não precisam ser incluídas. É muito importante que o profissional voluntário mantenha sempre atualizadas as informações de histórico de atendimento. FICHA ODONTOLÓGICA ENDEREÇO: IDADE: TELEFONE: RESPONSÁVEL: OBSERVAÇÃO 04

6

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM

SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM SEJA BEM-VINDO! AGORA VOCÊ É UM DENTISTA DO BEM Caro dentista, agora você faz parte da Turma do Bem! É com grande satisfação que preparamos esse manual com informações sobre o Projeto DENTISTA DO BEM.

Leia mais

Para a sociedade Promover soluções de acesso a tratamentos odontológicos.

Para a sociedade Promover soluções de acesso a tratamentos odontológicos. REGIONAL VOLUNTÁRIO 2010 / 2011 CONHECENDO A TURMA DO BEM A Turma do Bem é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada em 2002 que tem como missão mudar a percepção da sociedade

Leia mais

Serviço odontológico. normas e orientações

Serviço odontológico. normas e orientações 1 Serviço odontológico normas e orientações 2 3 Seja bem-vindo ao Serviço Odontológico do Sesc! 4 Normas e Orientações do Serviço Odontológico As normas e orientações a seguir garantem um tratamento mais

Leia mais

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL 2010 TURMA DO BEM A Turma do Bem é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada em 2002

Leia mais

MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM

MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM MANUAL DO DENTISTA VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO DENTISTA DO BEM 2008 TURMA DO BEM Fundada em 2002, a Turma do Bem é uma OSCIP - Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que tem como

Leia mais

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo!

Manual de Orientação ao Beneficiário OdontoGroup. Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! Prezado Beneficiário, Seja Bem-Vindo! É uma honra para a OdontoGroup tê-lo como cliente. Afinal, são mais de 18 anos trabalhando para levar a você e à sua família uma das melhores e mais seguras coberturas

Leia mais

Guia para um. Sorriso Saudável

Guia para um. Sorriso Saudável Guia para um Sorriso Saudável Fotos meramente ilustrativas. Seja bem-vindo ao serviço odontológico do Sesc Rio! 3 Serviços Nosso serviço está disponível em diversas Unidades Operacionais, exclusivamente

Leia mais

O presente trabalho visa relatar um programa de promoção de saúde. desenvolvido como atividade de Extensão Universitária da Faculdade de

O presente trabalho visa relatar um programa de promoção de saúde. desenvolvido como atividade de Extensão Universitária da Faculdade de TÍTULO:PROGRAMA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE ALUNOS DA FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE PERNAMBUCO FOP/UPE AUTORES: BARROS, E.S,, MACIEL, A*. E, MENEZES, V. A**., MESQUITA, M. F INSTITUIÇÃO: Faculdade de Odontologia

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

Brazilian Health System PLACEO. Programa Latino Americano de Convergência em Educação Odontológica

Brazilian Health System PLACEO. Programa Latino Americano de Convergência em Educação Odontológica Brazilian Health System PLACEO Programa Latino Americano de Convergência em Educação Odontológica PLACEO, o que é? Compartilhar e melhorar as experiencias educativas para criar melhores sistemas de educação

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IBIPORÃ Estado do Paraná

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IBIPORÃ Estado do Paraná A CÂMARA MUNICIPAL DE IBIPORÃ,, aprovou e eu, Prefeito do Município, sanciono a seguinte: L E I Nº 2.299/2009 SÚMULA: Dá nova redação a Lei Municipal n 1989/2006, de 20 de janeiro de 2006, que instituiu

Leia mais

Prezado Associado, Porque o nosso maior compromisso é com você! Como Manter Contato com a Operadora OdontoGroup

Prezado Associado, Porque o nosso maior compromisso é com você! Como Manter Contato com a Operadora OdontoGroup Prezado Associado, É um grande prazer ter você como cliente. Afinal, trabalhamos muito para levar a você e a sua família uma das melhores e mais seguras coberturas de plano odontológico do Brasil. Para

Leia mais

Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário

Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário FAPAC - FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS ITPAC PORTO NACIONAL INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA CLÍNICA ODONTOLÓGICA Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário Normas de

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

Benefício Plano Odontológico

Benefício Plano Odontológico ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 3.1. Planos do Benefício Odontológico... 2 3.1.1. Dental I... 2 3.1.2. Dental II... 2 3.1.3. Dental II Plus E (com porcelana)... 2

Leia mais

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil José Mário Morais Mateus Conselheiro Federal - MG Julho/2014 Histórico das Especialidades Odontológicas Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais

Leia mais

TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE COM COPARTICIPAÇÃO TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE SEM COPARTICIPAÇÃO. área de atuação d3. 2 a 29 VIDAS.

TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE COM COPARTICIPAÇÃO TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE SEM COPARTICIPAÇÃO. área de atuação d3. 2 a 29 VIDAS. TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE SEM COPARTICIPAÇÃO TABELA DE PREÇOS PME SAÚDE COM COPARTICIPAÇÃO COM ODONTOLOGIA INCLUSA 1 COM ODONTOLOGIA INCLUSA 1 2 a 29 VIDAS D3 2 a 29 VIDAS D3 PROPOSTA MAX 250 MAX 300

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO

RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO RESPONSABILIDADE CIVIL DO ODONTÓLOGO Dra. Thaissa Taques A responsabilidade civil tem o seu nascimento sempre que houver violação de um dever jurídico preexistente, e dessa violação resultar um certo dano

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO E-mail: odontologia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 228 Objetivos do Curso Formar Odontólogo para atuar em todos os níveis de atenção

Leia mais

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil

Conselho Federal de Odontologia. Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Dados e Informações Sobre as Especialidades Odontológicas no Brasil Luciano M Sampaio Barreto ( Gerente de Tecnologia e Informação ) Conselho Federal de Odontologia - CFO Dezembro/2013 Histórico das Especialidades

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. SAÚDE desde 1928

MANUAL DO ASSOCIADO. SAÚDE desde 1928 MANUAL DO ASSOCIADO SAÚDE desde 1928 1 Seja Bem-Vindo, Associado IBCM! É com muita satisfação que oferecemos a você, nosso associado, este manual, que vai ajudá-lo a entender melhor todos os benefícios

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL

PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL PLANO DE TRABALHO 2011 PROGRAMA DE ATENÇÃO À SAÚDE BUCAL COLATINA 2011 ÍNDICE 1) INTRODUÇÃO 2) DESCRIÇÃO DA CLIENTELA 3) OBJETIVOS 4) CARGA HORÁRIA 5) DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES 6) CRONOGRAMA 7) PREVISÃO

Leia mais

Manual do Prevencionista

Manual do Prevencionista Manual do Prevencionista Sumário 1- Introdução 2- Instruções de atendimento 2.1- Identificação do beneficiário 2.2- Quanto ao tratamento 2.2.1- Etapas do atendimento 2.2.1.1- Situação atual 2.2.1.2- Fichas

Leia mais

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 CURSO ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOGERIATRIA Código: Pré-requisito: - Período Letivo: 2015.1

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA)

ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) ORIENTAÇÕES SOBRE O ACOMPANHAMENTO DO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL (PUERICULTURA) I- Introdução O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento, do nascimento até os 5 anos de idade, é de fundamental

Leia mais

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO

REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO REGULAMENTO DA ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA - UNICOODONTO V.02 jan./14 Este Regulamento aplica-se ao serviço de assistência odontológica oferecido pela Atual Tecnologia e Administração de Cartões Ltda ("ATUAL"),

Leia mais

Sorriso de criança... Questão de educação!

Sorriso de criança... Questão de educação! Cidade Sorridente Sorriso de criança... Questão de educação! Dados oficiais (Mesmo entre os cidadãos com renda mensal acima de 6 SM) O Brasil é campeão mundial de cárie 60% dos dentes cariados estão sem

Leia mais

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO

Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Uniodonto São José dos Campos APRESENTAÇÃO Prezados (as) Cooperados (as), A presentamos a edição 2014 da Tabela de Atos Odontológicos Local e Intercâmbio, de acordo com a Terminologia Unificada em Saúde

Leia mais

Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA. Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Companhia Hidro Elétrica do São Francisco DIRETORIA ADMINISTRATIVA Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Número Sistema : RECURSOS HUMANOS Sub-Sistema : Vigência : 01/12/2014 Emissão : 01/12/2014

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 Define o currículo do Curso de Graduação em Odontologia. O REITOR

Leia mais

Educação Continuada em Odontologia Via Web: um Estado da Arte no Brasil

Educação Continuada em Odontologia Via Web: um Estado da Arte no Brasil Daniela Garbin, Graziela Oro Cericato, Ana Paula Soares Fernandes Universidade Federal de Santa Catarina Educação Continuada em Odontologia Via Web: um Estado da Arte no Brasil Introdução Odontologia:

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO FONOAUDIÓLOGOS GUIA DO VOLUNTÁRIO.

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL VOLUNTÁRIO FONOAUDIÓLOGOS GUIA DO VOLUNTÁRIO. MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL FONOAUDIÓLOGOS GUIA DO www.fundacaoromi.org.br MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO PROFISSIONAL FONOAUDIÓLOGOS atuação do fonoaudiólogo pode acontecer na Fundação Romi (Atendimento

Leia mais

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS

QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS QUESTIONÁRIO DOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NAS INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS ILPIS NDF IN PROFISSIONAIS Entrevistador (a): Supervisor(a): Data da entrevista: Nome da Instituição (fantasia):

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB)

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO CARGA HORÁRIA: 1.200 HORAS COM ESTÁGIO DURAÇÃO : 2 ANOS PERIODICIDADE: SEMANAL (2ª, 3ª E 4ª) HORÁRIO DAS AULAS: 19H AS 21H INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL

ABRA A BOCA CONTRA O CÂNCER BUCAL Protocolo Nº: 002-S. Unidade(s) de aprendizagem ou disciplina de referência: Diagnóstico Bucal ( Unidade de Aprendizagem); Patologia Buco Dental e Estomatologia I e II ( disciplina de referência) Ementa:

Leia mais

O QUE É O POD III? QUEM PODE SER INSCRITO NO POD III?

O QUE É O POD III? QUEM PODE SER INSCRITO NO POD III? APRESENTAÇÃO Esta CARTILHA é destinada aos beneficiários responsáveis (titulares de grupos familiares) do Plano de Assistência Odontológica III (POD III), da Caixa de Assistência dos Empregados do Banco

Leia mais

DETALHAMENTO DE PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA ADMINISTRATIVO 2011 GKM SOFTWARE X CLÍNICA/CONSULTÓRIO

DETALHAMENTO DE PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA ADMINISTRATIVO 2011 GKM SOFTWARE X CLÍNICA/CONSULTÓRIO DETALHAMENTO DE PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA ADMINISTRATIVO 2011 GKM SOFTWARE X CLÍNICA/CONSULTÓRIO Detalhamento do projeto Os recursos descritos nesse documento têm por objetivo detalhar os módulos

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia

MANUAL DO ASSOCIADO. Plano Empresarial. A solução definitiva em odontologia MANUAL DO ASSOCIADO Plano Empresarial A solução definitiva em odontologia MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015

A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015 A N E X O I - E D I T A L 01/2015 A T R I B U I Ç Õ E S E R E Q U I S I T O S D O S C A R G O S C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 002/2015 NÍVEL SUPERIOR CIRURGIÃO DENTISTA BUCO MAXILO FACIAL - CEOCAM Realizar

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS

MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) OBRIGATÓRIAS: 264 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS MATRIZ CURRICULAR 2012.2 NOVO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) TOTAL DE CRÉDITOS: 278 TOTAL DE HORAS: 4448 HORAS OBRIGATÓRIAS: 2 CREDITOS OPTATIVAS: 14 CRÉDITOS TOTAL: 278 CRÉDITOS SEMESTRE 01 Módulo

Leia mais

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES:

AV. TAMBORIS ESQUINA COM RUA DAS PEROBAS, S/Nº - SETOR SÃO LOURENÇO CEP 76530-000 MUNDO NOVO GOIÁS FONES: SAÚDE BUCAL INTRODUÇÃO A evolução da Odontologia enquanto ciência da saúde é uma realidade incontestável. Dentro deste contexto de mudanças de paradigma, no qual a Promoção de Saúde toma o lugar da prática

Leia mais

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG

TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG TREINAMENTO 2013 BRADESCO DENTAL -SPG Bradesco Dental SPG Plano para pequenas empresas Mercado de Planos Odontológicos Ranking das Operadoras Características Produto desenvolvido para pequenos grupos Compulsório:

Leia mais

Por isso, neste e-book, descrevemos 7 critérios importantes para você escolher o melhor serviço odontológico.

Por isso, neste e-book, descrevemos 7 critérios importantes para você escolher o melhor serviço odontológico. Todos nós precisamos das clínicas odontológicas seja para fazer uma restauração, limpeza, clareamento de dentes e outros serviços, que em determinados momentos pode ser até uma cirurgia. Já sabemos também

Leia mais

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia.

Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Linha 1: Resposta biológica nas terapias em Odontologia. Descrição. O entendimento dos processos fisiológicos, celulares e moleculares associados com o uso de diversos materiais, medicamentos e demais

Leia mais

NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO

NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO NOVA PROFISSÃO NA ÁREA DE SAÚDE O MELHOR CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DE BRASÍLIA INÍCIO: IMEDIATO 1. JUSTIFICATICAS Com a Globalização da Economia e a competitividade a cada dia mais presente no mercado

Leia mais

Odontologia Estágio Extra Muros II. 9º Período/Carga Horária: 90 horas (prática)

Odontologia Estágio Extra Muros II. 9º Período/Carga Horária: 90 horas (prática) Odontologia Estágio Extra Muros II 9º Período/Carga Horária: 90 horas (prática) 1. PRÉ-REQUISITOS: Dentística I; Periodontia I; Cirurgia Buco Dental I e Anestesiologia; Estágio Extra Muros I; Endodontia

Leia mais

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd Conselho Universitário - CONSUNI Câmara de Ensino Curso de Graduação em Odontologia da UNIPLAC Quadro de Equivalência para Fins de Aproveitamento de Estudos entre duas Estruturas Curriculares Modulares

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Senior Dados da empresa Razão Social: Sorridents Franchising Ltda Nome Fantasia: Sorridents Clínicas Odontológicas

Leia mais

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: ALUNOS DE MEDICINA CAPACITAM AGENTES COMUNITÁRIOS NO OBAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: MEDICINA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO AUTOR(ES): THAIS

Leia mais

OBJETIVO. Aproveitar as diversas competências dos pais e da equipe da Escola nos projetos sugeridos pela comissão

OBJETIVO. Aproveitar as diversas competências dos pais e da equipe da Escola nos projetos sugeridos pela comissão DESCRIÇÃO Grupo de mães do Conselho de Pais da Escola Nova que constituiu uma Comissão Social para propor iniciativas na CSI. Fundação assiste 221 crianças nas idades de 3 a 10 anos. Alunos se distribuem

Leia mais

Facimed Inaugura 2ª Clínica Odontológica Dr. Clóvis Marzola

Facimed Inaugura 2ª Clínica Odontológica Dr. Clóvis Marzola Facimed Inaugura 2ª Clínica Odontológica Dr. Clóvis Marzola Com presenças de autoridades municipais e estaduais, a Facimed inaugurou sua segunda Clínica Odontológica na Unidade I, cerca de 400 acadêmicos

Leia mais

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período Matriz Curricular Período 1º Unidades Acadêmicas UAI: Introdução ao Estudo da Odontologia Conhecer a estrutura do indivíduo nas suas bases biomoleculares e celulares quanto às propriedades e interrelações

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

ÍNDICE I PROPOSTA TÉCNICA... 3

ÍNDICE I PROPOSTA TÉCNICA... 3 ÍNDICE I PROPOSTA TÉCNICA... 3 1. PREÂMBULO:... 3 1.1 OBJETIVOS COMUNS:... 3 1.2 OBJETIVOS PARA O SERVIDOR:... 3 1.3 SERVIÇOS PROPOSTOS:... 3 ASSESSORIA NA ÁREA DA SAÚDE BUCAL:... 4 PALESTRAS ODONTOLÓGICAS:...

Leia mais

de Bom Despacho, cada vez mais, inova para oferecer a você um curso de qualidade.

de Bom Despacho, cada vez mais, inova para oferecer a você um curso de qualidade. Prezado (a) Aluno (a) Seja bem-vindo à Faculdade de Educação de Bom Despacho e Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho. A partir de hoje você terá acesso ao Portal Educacional, ferramenta de

Leia mais

Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul

Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul Prof Dr.Avelino Veit Mestre Ortodontia Doutor Implantodontia Fundador projetos socio-ambientais Natal Azul e Salve o Planeta Azul Reabilitação oral e estética Amamos reconstruir sorrisos Protocolo Branemark

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL PERFIL E MISSÃO CORPORATIVA COMPROMISSO INPAO DENTAL Superar as expectativas e garantir a total satisfação de seus clientes; Ser sinônimo de credibilidade e excelência na prestação

Leia mais

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DO PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E SEGURANÇA SCHEMA/XML

ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DO PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E SEGURANÇA SCHEMA/XML ANEXO I ESTRUTURA FÍSICA DO PADRÃO DE COMUNICAÇÃO E SEGURANÇA SCHEMA/XML 1. tisssimpletypesv2_01_02

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 51/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ODONTOLOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

SulAmérica Odonto Empresarial

SulAmérica Odonto Empresarial SulAmérica Odonto Empresarial O sorriso dos seus colaboradores está em nossos planos. A partir de 100 vidas sulamerica.com.br Sobre a SulAmérica A SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos, com 116

Leia mais

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL

ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL Prefeitura do Município de São Paulo Secretaria Municipal da Saúde Coordenação de Desenvolvimento da Gestão Descentralizada ÁREA TÉCNICA DE SAÚDE BUCAL DIAGNÓSTICO PRECOCE E PREVENÇÃO DO CÂNCER BUCAL RELATÓRIO

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA. Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Orientações Gerais sobre as ações de Saúde Bucal no Programa Saúde na Escola A avaliação e promoção de saúde bucal é ação essencial que integra o Componente I do Programa Saúde

Leia mais

REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS

REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS TÍTULO DA PRÁTICA: REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS DO COMPLEXO REGULADOR DE FLORIANÓPOLIS CÓDIGO DA PRÁTICA: T66 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 Complexo Regulador caracteriza-se

Leia mais

Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade

Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade Gerência Executiva de Comunicação Corporativa, Inteligência Competitiva e Sustentabilidade Edital Processo Seletivo Programa Formare Aprendiz Santos Brasil 2016 1 Edital Processo Seletivo Programa Formare

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

OBJETIVOS. Objetivo Gerail

OBJETIVOS. Objetivo Gerail TÍTULO:PROJETO CUIDADOS ODONTOLÓGICOS AO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA AUTORES: Profª. Gracia Maria Salles Maciel Koerich Ac. Janaína Masson Ac. Márcia Martins Pacheco T. A. Sérgio José Sena INSTITUIÇÃO:UNIVERSIDADE

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ. TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia MANUAL DE ORIENTAÇÃO DA ASSEFAZ TISS TROCA DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE SUPLEMENTAR Odontologia Brasília/DF - 2007 1 1. Introdução A meta deste trabalho é estruturar e auxiliar no correto preenchimento das

Leia mais

Profª Márcia Rendeiro

Profª Márcia Rendeiro Profª Márcia Rendeiro CONHECIMENTO CIENTÍFICO TECNOLOGIAS PRÁTICA ODONTOLÓGICA AMBIENTES INSTRUMENTOS MATERIAIS RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE TRABALHO ODONTOLÓGICO VEM SOFRENDO TRANSFORMAÇÕES AO LONGO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ANEXOII ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PARA CONCURSO PÚBLICO PARA EMPREGO PÚBLICO Nº. 001/2010 JUNDIAÍ DO SUL PARANÁ 1. Para os cargos do grupo PSF Programa da Saúde da Família, conveniados com o Governo Federal:

Leia mais

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

UNIÍTALO FISIOTERAPIA MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Prezado aluno (a), As disciplinas Práticas Clínicas Supervisionadas (PCS), também conhecidas como estágios supervisionados, irão permitir que você integre todo o conhecimento adquirido ao longo do curso,

Leia mais

CENTROS DE ESPECIALIDADES

CENTROS DE ESPECIALIDADES CENTROS DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS (CEO): Um estudo linha de base para a avaliação e monitoramento dos serviços para o Brasil. METODOLOGIA 2ª ETAPA Visita i em loco aos serviços cerca de 10% dos CEO

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Tratamento Odontológico Versão eletrônica atualizada em Janeiro 2009 A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA UTMO Fernanda de Paula Eduardo Letícia Mello Bezinelli Pacientes que

Leia mais

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Feira da Mata sorrindo para o futuro Área temática Estudos Epidemiológicos / Comunicação, Promoção e Educação em Saúde Lotação Feira

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS

EXCELÊNCIA NOS RESULTADOS INSTITUCIONAL 31 anos no mercado odontológico; Presença com sedes em 10 cidades brasileiras, dentre elas 9 capitais; Solidez e tradição na atenção à Saúde Bucal; Mais de 2 milhões de beneficiários; Mais

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS MANUAL PARA PREENCHIMENTO DAS FICHAS OBJETIVO Este manual foi elaborado para orientar o usuário quanto ao preenchimento das fichas de Coleta de Dados Simplificados (CDS). Esse documento visa descrever

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7

Manual do Referenciamento ANS - 41.553-7 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS A 1 A ODONTO é uma Operadora de Planos Odontológicos, devidamente registrada nos órgãos competentes, conforme estabelecido pela Lei 9656/98 que dispõe de Rede Referenciada de Profissionais

Leia mais

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS PARA A PROVA DE SELEÇÃO DO CURSO DE AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL DO HOSPITAL DE AERONÁUTICA DOS AFONSOS TURMA 1/2016 1. EXAME DE SELEÇÃO 1.1 FINALIDADE 1.1.1 Estas instruções têm por

Leia mais

I Encontro Nacional de Centros de Especialidades Odontológicas CEO e Equipes de Saúde Bucal da Estratégia Saúde da Família II Encontro Internacional dos Coordenadores de Saúde Bucal dos Países Latino-Americanos

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Razão Social: Sorridents Franchising Ltda. Nome fantasia: Sorridents Clinicas Odontológicas.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VALENTIM DO SUL ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VALENTIM DO SUL ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VALENTIM DO SUL ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE SÃO VALENTIM DO SUL CONTEXTUALIZAÇÃO Região dos Vales 16ª CRS População: 2.370 II Mostra Nacional de

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE 2013 PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO PSE NO ANO DE 2013. Janeiro/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DO SURUBIM SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA

Leia mais

Prezado Cliente, Grupo Memorial

Prezado Cliente, Grupo Memorial Prezado Cliente, 1 - GUIA DO USUÁRIO Você agora faz parte de um grupo seleto de pessoas que optaram por ter acesso a uma gama enorme de estabelecimentos especificamente voltados para o bem-estar, a qualidade

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Modelo de Gestão Metas Internacionais: Times Internacionais Setoriais CAROCCINI TP, RIBEIRO JC

Modelo de Gestão Metas Internacionais: Times Internacionais Setoriais CAROCCINI TP, RIBEIRO JC Modelo de Gestão Metas Internacionais: Times Internacionais Setoriais CAROCCINI TP, RIBEIRO JC 1- Introdução O propósito das Metas Internacionais de Segurança do Paciente é promover melhorias específicas

Leia mais

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao da UNIP Recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, de acordo com o Ofício CAA/GTC de 30 de julho de

Leia mais

Liberação de procedimentos de forma direta.

Liberação de procedimentos de forma direta. Novos diferenciais. Novas formas de fazer o cliente sorrir. Atuação em todo território Nacional de forma direta. Liberação de procedimentos de forma direta. Ainda mais profissionais para atendimento. Cooperativa

Leia mais

ODONTOLOGIA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA PROVA

ODONTOLOGIA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA PROVA &DStWXOR 4XHVWLRQiULRGH $YDOLDomRGD3URYD Sempre buscando o aprimoramento do Exame Nacional de Cursos, mecanismo integrante o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior, estamos procedendo, junto

Leia mais

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador

Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos. Manual. Autorizador Tecnologia e Segurança na Ponta dos Dedos Manual UP Autorizador UP Índice Divulgação do sistema Autorizador para os beneficiários... 3 Cadastro da digital do beneficiário... Justificativa de falha na autenticação

Leia mais

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES Conceitos CONSULTAS Atendimentos sem urgência por ordem de chegada. Não existe dentro do Pronto-Socorro e em nenhum local do hospital prévia marcação de

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

MANUAL RECURSO DE GLOSA

MANUAL RECURSO DE GLOSA MANUAL RECURSO DE GLOSA Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Recurso de Glosa no Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador, bem como estabelecer normas de atuação que facilitem

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/3/2009, Seção 1, Pág. 21. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Ministério da Educação/Secretaria de Educação

Leia mais

PINTI SAÚDE PLANOS ODONTOLÓGICOS LTDA. MANUAL DO USUÁRIO

PINTI SAÚDE PLANOS ODONTOLÓGICOS LTDA. MANUAL DO USUÁRIO PINTI SAÚDE PLANOS ODONTOLÓGICOS LTDA. ANS: 41946-0 MANUAL DO USUÁRIO APRESENTAÇÃO: A PINTI SAÚDE PLANOS ODONTOLÓGICOS LTDA, ENTIDADE PRIVADA, COM REGISTRO NA AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE (ANS) SOB O NÚMERO

Leia mais