One Regret. Série The One 03. Emma J King

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "One Regret. Série The One 03. Emma J King"

Transcrição

1 1 1

2 One Regret Série The One 03 Emma J King 2 Resumo: Uma noite. Isso é tudo o era para ser. Uma noite de sexo incrível com um estranho que ela nunca mais veria. Sem amarras. Isso é o que Olivia Harris pensou quando ela subiu na cama de William Connor. Quando William deixa a cidade depois de um mal-entendido, Olivia segue seu coração, determinado a reconquistá-lo. No processo, ela aprende mais sobre o verdadeiro William Connor, e mais sobre si mesma e ambos devem enfrentar a coisa que eles foram correndo a partir de toda a sua vida, o amor. De volta ao trabalho, William tenta se distanciar de Olivia e ela encontra-se voltando para um velho amigo. William percebe que ele não pode estar com Olivia sem machucá-la, e Olivia descobre que a perda de William será seu maior arrependimento de todos. 2

3 Capitulo Um] Negócios ou prazer? A pergunta me pegou de surpresa. "Eu sinto muito? A mulher velha que estava ao meu lado esperando a bagagem repetiu a pergunta. 3 "Você está aqui a negócios ou para se divertir? Oh. Para se divertir, eu espero. Meu real propósito para visitar Utah realmente não cabia em qualquer categoria. Visitando alguém? Quando ela sorriu para mim, ela me lembrou da minha avó e eu estava feliz que eu não tinha falado a verdade. Ela provavelmente ficaria muito confusa ou teria um acidente vascular cerebral se eu tivesse dito, na verdade, eu estou esperando para o prazer. Montes e montes de prazer. "Estou aqui para ver meu namorado. Isso, também, não era a verdade. Mas era a descrição mais segura que eu poderia pensar para William. Vi minha mala e me preparei para pegar da correia transportadora. Devido a minha extrema antipatia com a neve e com o frio, eu tinha embalado quase todo o meu guarda-roupa. Minha mala estava pesada e me levou um puxão forte para puxá-la para baixo. Que bom. Um fim de semana romântico nas montanhas? Minha nova melhor amiga piscou um olho para mim. Ela olhou para a minha mala. "Você tem certeza de ter embalado um monte de roupas para um fim de semana romântico. Minha boca caiu aberta. "Eu sou exagerada? Não há necessidade de ficar tímida. Eu já fui jovem uma vez, também. Aparentemente, eu estava conversando com Blanche das Golden Girls. "Meu Harold e eu costumávamos ter um pouco de diversão nos fins de semana. Isso é bom. Minha voz saiu em um guincho. "Seu marido é o Harold? Ficamos juntos 50 anos antes de ele morrer. Ela acenou para mim com sabedoria. "Sabe qual é o meu maior arrependimento? "Não faço ideia. Eu esperava que não fosse uma revelação que iria fazer os meus ouvidos sangrarem. 3

4 "Nós não curtimos um ao outro o suficiente. Nós fizemos no início, mas depois tivemos quatro filhos e tudo mudou. Nossas vidas ficaram de pernas para o ar." Eu estendi a mão para ajudá-la com sua mala mais leve. "Esse seu namorado sabe que você está aqui para lhe ver? "Sim? Aproveite. Divirta-se. A vida é tão curta. Quando ela olhou para mim, seus olhos brilhavam com lágrimas não derramadas. Confie em mim. Eu perdi o meu grande amor, mas não é muito tarde para você. 4 Blanche tinha me dado muito para pensar. Fiquei feliz que a minha viagem até a montanha no traslado do resort de esqui levou quase uma hora. Eu precisava por em ordem meus pensamentos antes de ver William. Ele era o meu grande amor? Eu não tinha ideia. Mas eu sabia que eu não estava pronta para deixá-lo ir ainda. "Onde moras O motorista do ônibus, Roy, perguntou o nosso destino. "Humm, Mountain Home 10? Eu verifico as instruções que Trevor tinha enviado para o meu telefone. "Uau. Você deve ser alguém importante para estar hospedada no 10. " Roy soltou um assobio. Conhece o Sr. Connor? "Você poderia dizer que sim. Eu me perguntei se eu realmente conhecia o William. Tanto sobre ele ainda era um mistério para mim. Nossa van subiu mais alto para as montanhas. Quando chegou na estrada principal, Roy parou em frente a um portão de ferro e alcançado através da janela e digitou um código. O portão se abriu e continuamos em frente. Depois de cerca de 100 metros, pude finalmente ver a casa da montanha de William. Eram muitas árvores, ele tinha uma plataforma em todos os três níveis, e um telhado inclinado que era de vidro puro. Roy parou a van. É isso. Ok. Eu tomei uma respiração profunda antes de abrir a porta do carro. Apesar do passeio de carro de uma hora de duração e o voo de três horas viagem, eu ainda não tinha descoberto o que eu iria dizer. "Você quer alguma ajuda com a mala? Roy já tinha a minha mala fora da van. Ele fez um gesto para as escadas íngremes levando até a casa. Não, obrigado. Pode deixar aqui. Eu tomei meu tempo arrastando a minha bagagem subindo as escadas, em parte porque a minha mala estava pesada e a subida era íngreme, mas 4

5 também porque eu estava protelando. Mesmo com o meu progresso lento, eu ainda estava de pé na porta em menos de dois minutos. Muito lentamente, eu levantei a minha mão para bater, mas a porta se abriu antes de eu fazer contato. "Eu pensei que era você. A irmã de William, Toni, olhou para mim com os olhos arregalados. Voltei com um olhar duvidoso, percebendo pela primeira vez que eu poderia realmente estar interrompendo algo importante. Quando William disse que estava indo em uma viagem de esqui, eu apenas presumi que ele estava indo por si mesmo, ou com os amigos. Nunca me ocorreu que poderia ser uma viagem em família. 5 "Ei, Toni. Eu sorri timidamente. Ela inclinou a cabeça para a esquerda e me olhou de cima a baixo. William nunca mencionou que você ia se juntar a nós. "É uma espécie de surpresa", disse. Ela assentiu com a cabeça, mas ainda parecia suspeita. Okay. Entre. Eu carreguei a minha mala para dentro e caiu no chão com um sonoro barulho. A porta de entrada para casa de montanha de William era maior do que todo o meu apartamento. William não está aqui, disse Toni. "Ele tem esquiado o dia todo. Oh. Tudo bem. Eu olhei ao redor, procurando alguma inspiração, pensando qual seria o próximo passo. Seu quarto é no terceiro andar. Será que você quer alguma ajuda com a sua mala?" Toni era uma menina pequena e, provavelmente, pesava menos do que a minha mala, mas eu apreciei a oferta. Obrigada, mas eu posso lidar com isso. Demorou algum tempo para levá-la até dois lances de escadas, mas valeu a pena o esforço. O quarto de William era incrível. O quarto era pouco decorado, dominando principalmente pela cama king-size no meio do quarto. Uma lareira elegante ao longo de uma parede prometendo noites românticas. Mas a verdadeira jóia era a clarabóia de vidro inclinada que revelava uma incrível visão das montanhas. Parecia que eu podia ver todo o estado de Utah de seu quarto. Uma das camisas de William estava dobrada na cama e eu peguei, segurando-o para o meu rosto para que eu pudesse respirar o cheiro de William. A cama parecia tão suave e acolhedora que eu senti vontade de saltar no meio dela e ter um longo cochilo. Mas eu sabia que mesmo que 5

6 fosse a cama mais confortável no mundo, eu não era capaz de obter o sono com todos os pensamentos girando em meu cérebro. Você pode me dar um minuto, Toni. Eu estarei de volta. Eu só quero mudar essas roupas." A voz de William soou do andar de baixo. Eu podia ouvir seus passos nas escadas. Mas William, Toni tentou ineficaz chamar a atenção de William, mais provável para avisá-lo sobre a minha aparição surpresa. Ele era um homem em uma missão, porém, ele ignorou seu pedido. 6 Seus passos desaceleraram enquanto ele se aproximava do terceiro andar seu destino. Eu fiquei congelada no pé da cama enquanto eu esperava ele virar a esquina. Ele fez com pressa com a sua cabeça para baixo. Como se sentisse minha presença, sua cabeça virou-se e ele parou no meio do caminho. Olivia. Meu nome passou sem problemas sobre os lábios. "Ei. Todo esse tempo pensando o que eu diria quando eu o visse e o melhor que eu poderia dizer era ei. Por que você está aqui? Não era a resposta que eu estava esperando, mas eu não estava totalmente surpresa. Os olhos de William estavam frios e distantes. Seu cabelo escuro, estava úmido e enrolando nas pontas. Eu segurei o desejo de correr meus dedos por ele. Com a forma como William estava olhando para mim, Eu não ousaria. "Nós precisamos falar sobre o que aconteceu. Eu entendia que William estava louco. Ele tinha me visto em um bar com meu amigo, Thomas, e por engano pensou que era idiota do meu ex-namorado, Paul. Ele estava legitimamente chateado com o mal-entendido. Mas eu estava louca, também. William tinha julgado mal, atacou o meu bom amigo e deixou a cidade sem me dar uma chance de explicar. William parecia bem com a sua decisão. Eu realmente não quero falar com você, Olivia. "Eu voei três horas e passei mais uma hora na van até uma montanha, então eu acho que você pode me dar cinco minutos. Eu cruzei os braços teimosamente sobre o meu peito e vi como William apertava e abria o queixo perfeito. "Tudo bem. William encostou-se à parede, cruzando os próprios braços. Pode falar, tem cinco minutos. 6

7 O Trevor não te ligou?" O marido de Lana havia se sentido tão terrível sobre o seu erro dizendo para William que eu estava com Paul que ele havia prometido telefonar e endireitar tudo. "Eu não tenho um bom sinal aqui. William olhou para o relógio. É com isso que você que gastar os seus cinco minutos? Falando sobre Trevor? Isso realmente me fez sorrir. Ele estava agindo como uma criança, não é o figurão CEO de uma gestão famosa. O cara que você me viu conversando é meu amigo, Thomas. 7 O rosto de William se contraiu, mas ele não disse nada. Eu esperava que ele fizesse um movimento. Depois de pelo menos um minuto que tinha passado, seus braços caíram para os lados e ele afastou-se da parede. Trevor disse que você estava com Paul. Trevor estava errado. Será que você realmente achou que eu iria sentar em um bar com Paul e comprar-lhe uma bebida? Depois do que ele me fez? Você realmente acha isso de mim? William abriu a boca, mas não disse nada. Ele estava em uma perda de palavras, mas eu estava apenas começando. Ele me colocou no hospital por duas semanas. Dormi com a luz acesa durante três meses. Mas, com certeza, eu liguei para ele e sugeri para ficarmos juntos. Isso faz sentido? Pare". William levantou uma mão. "Por favor, pare. Parar com o quê, William? Você disse que eu tinha cinco minutos. Eu estou apenas começando. Quanto mais eu falava, mais furiosa eu ficava. "Eu entendi. Eu fui um idiota. William estendeu os braços para longe de seus lados e um passo à frente. "Sinto muito, Livy". "Você deveria sentir mesmo. Eu forcei para não me mover em direção a ele. William tornou ainda mais difícil para eu ficar brava com ele, quando ele disse: "Eu não parei de pensar em você por um minuto. Estou tão feliz que você está aqui.. "Pare. Ele não era muito bom de protesto. Eu já estava caminhando em direção a ele. "Você acha que você pode encontrar uma maneira de me perdoar? O sorriso brincalhão de William apareceu. Agora eu sabia que eu era um caso perdido. "Você não é tão charmoso quanto você pensa ser William Connor, eu disse. Mas ele era exatamente tão charmoso quanto ele pensava. 7

8 Talvez ainda mais charmoso. William estendeu a mão e enganchou um dedo no meu cinto, me puxando a ele. "Eu estava errado. Eu admito. Agora você pode me punir. "Oh, confia em mim, tenho a intenção de fazer você pagar. Eu sorri enquanto eu pensava sobre as diferentes maneiras que William poderia fazer para mim. Ele olhou para mim com calma, lábios pairando uma polegada longe do meu. "Você tem alguma ideia do que eu vou fazer com você? 8 Eu me senti uma deliciosa emoção correndo através meu corpo. "Eu não me importo, apenas faça agora. William me agarrou pela cintura e me levantou nos braços. Muito rapidamente, ele me jogou na cama e rastejou em cima de mim. Eu podia ver o céu através do teto acima dele e maravilhada que eu estava literalmente nas nuvens. William pressionou para baixo em mim e sua boca cobriu a minha. Eu gemia, permitindo-lhe o acesso, e sua língua deslizou para dentro. A urgência de seu beijo foi acompanhada pelos nossos corpos se contorcendo, subindo e descendo juntos. Havia muito tecido entre nós para o meu gosto e eu agarrei sua camisa. Eu me afastei de seus lábios tempo suficiente para arrancar a camisa sobre sua cabeça e, em seguida, estava de volta para ele. William pegou meu lábio entre os dentes e puxou para ele. Eu quero sentir seus lábios no meu corpo, disse ele, e eu estava feliz por isso. Meus lábios seguiram um caminho lento no seu pescoço e ao longo de sua clavícula. Eu o empurrei com força, até que ele rolou de volta. As mãos de William escorregaram dentro da minha camisa, e então ele estava puxando pela minha cabeça. Sentei montada nele, eu continuei beijando, lambendo e chupando meu caminho até seu peito. Em algum lugar nas proximidades de seu umbigo, senti que não estávamos mais sozinhos. Meu Deus! William levantou, me segurando para me impedir de cair da cama. "Mãe, disse ele, mais irritado do que embaraçado. "Eu não sabia que você tinha companhia", disse ela. 8

9 Abracei meus braços sobre o peito e morri um pouco por dentro. A mãe de William, Jean, era facilmente uma das mulheres mais desagradáveis que eu já conheci. Este encontro não ia ajudar. Você se lembra de Olivia? William manteve seus braços em volta de mim e me enterrei mais perto de seu peito, virando apenas a cabeça para reconhecer Jean. "Olá, eu disse. 9 Ela olhou para baixo o nariz pontudo para mim, literalmente e figurativamente. Este tempo eu realmente não a culpo. Olivia. É bom vêla novamente. Ela franziu o cenho. "Eu só vim aqui para que você saiba que Cessily está aqui. "Você pode nos dar um minuto, mãe? Vamos acompanhá-la em breve. Faça o que você precisa fazer. De preferência, coloque algumas roupas. Ela realmente sorriu. "Nós estaremos esperando por você. Uma vez que Jean tinha ido embora, eu deixei escapar um horrorizado gemido. William apenas riu. Jean realmente te odeia agora". Não está ajudando." Eu bati no seu peito, depois me arrependeu porque ele ainda estava sem camisa e meus hormônios ainda estavam correndo selvagem. "Estou mortificada. Você não deveria estar. William beijou meu ombro nu, em seguida, traçou beijos no meu pescoço e na minha mandíbula. Quando os lábios chegaram a minha boca, ele plantou um doce beijo e disse: "Você é a melhor coisa na minha vida. E agora você está prestes a ver por que. "Quem é Cessily? Sai de cima de William e estendi a mão para o meu descartado suéter. William espreguiçou-se. "Minha irmã. Virei-me para ele em confusão. "Eu pensei que o nome de sua irmã era Toni? Essa é a minha irmã mais nova. Cessily é minha irmã mais velha. William sorriu com carinho. Ela é louca, mas está em um bom caminho. "Louca Boa? Eu perguntei se ele também pensava que sua mãe era tipo bom de louco. Quaisquer outros irmãos que eu deveria saber? William me ignorou e puxou algumas roupas limpas para fora de seu armário. Eu sentei na sua cama, e assisti ele despir a sua cueca boxer. Eu tinha que me lembrar de que agora ele se despindo não era erótico. Você 9

10 vai gostar de Cess. Ela não tem nenhum problema em chamar meus pais em sua merda. Ela me lembra de você, na verdade. "Você lembra-se de mim com a sua irmã louca? Tinha que haver um elogio enterrado no insulto. Obrigado, William. "Louca Boa, lembra-se? Ele calçou um par de jeans desbotada e uma antiga camiseta da Universidade de Chicago. Ele me mostrou seu sorriso deslumbrante. Deus sabe que você me deixa louco. 10 É isso mesmo? Eu fingia estar ofendida. William pegou minha mão e puxou-me para os meus pés. Com as mãos apoiadas na cintura, ele beijou meus lábios suavemente e sussurrou: Você me deixa louco na cama... Outro beijo. E no chuveiro... Mais beijo. E, no chão da cozinha.... "Sua mãe está esperando por nós", eu disse enquanto suas mãos se moviam sobre meus quadris e começou a acariciar minha bunda. William fez uma careta. Sim. Definitivamente bloqueado. "Somente temporariamente. Eu prometo. Eu o cutuco ao lado. Agora vamos, homem. Não podemos nos esconder aqui para sempre. " "Sim. Vamos. William levou o caminho para as escadas e eu segui com relutância. Goste ou não, a sua família me assusta. Especialmente sua mãe. Eu acho que é ele agora. Apenas o som da voz de Jean me dá calafrios. "Será que é você? Esta voz era mais jovem e mais aguda. Eu só podia supor que pertencia a Cessily. "Ei, Cess. William se preparou com uma explosão de cabelo vermelho e brilhante e roupas colidiu contra ele. Ele engasgou uma risada quando ele abraçou a irmã. É bom ver você mana. "Droga que é". Cessily soltou. Você está bem, irmãozinho. "Droga que sim. William deu a ela uma resposta e mais uma vez. Cor de cabelo novo? "A mãe odeia cabelo vermelho. Eu não poderia resistir. Ela lhe deu um piscar conspirador e, em seguida, seus olhos se arregalaram quando ela me notou pela primeira vez. Então, o que mãe disse é verdade. Você trouxe para casa uma prostituta? 10

11 Jesus, Cess. O rosto de William virou um tom claro de vermelho. Você poderia pelo menos fingir que a nossa família não é um bando de idiotas. "Desculpa". Cessily virou-se para mim. "Eu não quis lhe ofender, desculpa. Isso era suposto para ser uma piada, mas o meu irmão não é exatamente conhecido por seu senso de humor. "Eu não estou ofendida. Na realidade, eu estava certa que Jean havia dito coisas muito piores sobre mim "Pelo menos ela não disse que eu era uma prostituta feia. 11 Cessily riu um riso profundo que veio de seu intestino. Era um som maravilhoso. "Eu acho que você pode ser uma goleira, ela disse e virou-se para William. É uma pena, no entanto. Eu estava realmente esperando que você pudesse vir a ser gay. Nossa mãe ficaria tão chateada. "Ele pode sempre obter sua prostituta, eu sugeri "Isso provavelmente iria irritá-la ainda mais. Cessily sorriu um sorriso malicioso. "Eu gostei. E eu gostei de você. Vem. Vamos fazer algum dano. Com isso, Cessily agarrou meu braço e me puxou para o covil do diabo. 11

12 Capitulo Dois De qualquer forma, essa foi à terceira vez que eu fui presa, Cessily disse enquanto enchia o copo de vinho, pelo menos, o sexto que eu vi. "Isso também foi quando a minha mãe começou a ver o seu terapeuta. Olhei para outro lado da sala para onde Jean estava sentada, tricotando um cachecol roxo e julgando-me com seus olhos redondos. Ela já tinha me chamado de prostituta e uma caçadora de ouro, então eu estava feliz por ter espaço entre nós. 12 William estava sentado ao meu lado no sofá, o olho focado apenas em seu telefone. Ele estava respondendo s de trabalho toda à tarde, no meio me defendia das farpas de sua mãe. Em mais de uma ocasião, ele tentou me arrastar para longe, mas Cessily não permitia. Ela estava determinada a compartilhar sua história de vida comigo. Então, o que aconteceu com você? O que você fez para deixar seus pais loucos quando você era uma adolescente? Cessily chutou seus pés para cima sobre a mesa do café. William teve a presença de espírito de perceber que sua irmã estava pisando em um terreno sensível. Ele jogou um braço em meus ombros e fez uma careta para ela. Cess, eu pensei que você estava fazendo o jantar esta noite. Você não deve começar isso? Shh. Há tempo de sobra para isso. Estou conversando com sua namorada ". William olhou para ela. "Pare de parecer como a nossa mãe, disse ele. "Está tudo bem, William. É verdade que ela estava sendo intrometida, mas ela também era a única da sua família que reconheceu que eu era nada mais do que a mulher que estava trepando com William. "Sim, acalme-se, mano. Eu só fiz uma pergunta inocente sobre a infância dela. Ela não tem que responder. Cessily cutucou o pé de seu irmão e virou-se para mim. "De volta para você, Livy. Não há muito a dizer. Eu não entrei em muitos problemas naquela época. Eu nunca fui presa, ou mesmo uma detenção. Em fato, dormir 12

13 com o meu patrão era provavelmente a coisa mais escandalosa que eu tinha feito. "Seus pais eram muito afortunados de ter uma filha tão perfeita, Jean estalou do outro lado da sala. "Mas eu tenho certeza que eles disseram o tempo todo o quão maravilhosa você era Não exatamente. Senti a mão de William apertar no meu ombro. Meus pais morreram quando eu tinha quatorze anos. Fui morar com a minha tia. 13 A sala estava envolta por um ensurdecedor silêncio. Ninguém sabia o que dizer. Eu poderia facilmente ter mudado o assunto e aliviar a tensão, mas eu não estava exatamente com vontade de fazer Jean se sentir melhor. "Eu realmente não estou com disposição para qualquer pena, ou suas observações insultuosas. Então, eu vou apenas dizer o seguinte: Jean, eu não estou aqui para roubar o seu menino precioso. Eu não tenho nenhuma intenção de usá-lo, ou tomar o seu dinheiro. Eu me preocupo com ele. Vim até Utah por causa disso. Se você não puder aceitar isso, tudo bem. Eu não me importo, mas você poderia muito bem se acostumar comigo, porque eu não vou a lugar nenhum. Eu não tenho nenhuma ideia do que causou a minha explosão. Jean estava me repreendendo por horas e eu mal tinha ouvido metade do que disse ela. Ela estava brava, uma mulher amarga, e eu estava determinada a não me rebaixar ao seu nível. Mas quando Cessily começou a me perguntar sobre meus próprios pais, algo estalou. Então eu deixei Jean têlo, e eu saí da sala. Já estava ficando escuro lá fora, e do quarto de William eu podia ver a Lua através do teto de vidro. Eu fiquei na cama e ouvi o alto baque dos pés de William nas escadas. Eu podia ouvi-lo entrar no quarto, mas ele não disse nada. Para a lua e de volta, eu disse, perguntando se eu bebi mais vinho do que eu pensava. "O quê? A voz de William soou longe. "Quando eu era criança eu costumava olhar a lua e achava ela muito distante. Mas aqui em cima na montanha, ela parece muito mais perto. Eu estiquei meus braços acima da minha cabeça e sentei. William encostou-se ao batente da porta, me observando com curiosidade aberta. Não importa. Eu acho que eu posso estar bêbada. 13

14 Você só bebeu um copo de vinho. Eu não acho que você está bêbada. William ainda segurava o copo de uísque. Notei que ele estava bebendo com gelo, algo que ele nunca fez. "Talvez não bêbada. Apenas nostálgica." Eu olhei para o copo e levantei uma sobrancelha. "Gelo? Ele mantém o uísque aguado o que me impede de ficar bêbado perto da minha família e perder a calma. William girou o copo, o gelo tilintando alto. 14 Acho que é difícil de acreditar que você não é legal. Mesmo em seus jeans e camiseta, William parecia irresistível. "Por que você não vem até aqui e me prova apenas como você é legal? Desta vez, William se lembrou de fechar e trancar a porta atrás dele. "Eu acho que é justo, pois você está prestes de me mostrar o quão quente você é. "Você é um idiota total. Eu queria rir dele, mas mesmo quando ele estava sendo brega, William ainda estava completamente sexy. Ele sentou-se com muito cuidado com a bebida na beira da cama e, em seguida, pegou minhas mãos, puxando-me para os meus pés. Eu não esperava que ele me movesse para longe da cama, mas o olhar ardente em seus olhos disse que ele sabia exatamente o que estava fazendo. "Eu quero despir você", disse ele. Ele colocou um dedo embaixo do meu queixo e inclinou-se, expondo meu pescoço. Seus lábios eram frios contra a minha pele, ainda levando os traços de seu uísque gelado. Enquanto seus lábios viajavam pela minha clavícula, suas mãos se moviam debaixo da minha camiseta. Eu esperava que ele fosse arrancá-la do meu corpo, mas William, aparentemente, não me queria apenas nua, ele queria para tomar o seu tempo e me despir. Suas mãos deslizavam sobre o meu estômago e até o meu sutiã. Ele segurou ambos os seios em suas mãos e apertou suavemente. Depois de beijar o meu pescoço mais tempo, ele agarrou a barra da minha camiseta e, lentamente, começou a levantar ela. Agora, ele se inclinou na minha frente, lentamente beijando seu caminho até o meu estômago enquanto continuava a retirar a minha camiseta. Eu levantei os braços para ajudar o seu progresso, o tecido cobriu meus olhos e bloqueou a minha vista de William. Isso era parte de seu plano aparentemente porque ele deixou lá, meus braços, impotentes presos acima da minha cabeça. 14

15 William deslizou as mãos para o meu sutiã e tirou os meus seios, livres do tecido apertado. Suas mãos trabalharam uma suave carícia que enviou um tremor através do meu corpo. Suas mãos, finalmente, voltaram para a minha camiseta e terminou de removê-la. Uma vez que ele libertou do meu corpo, ele tomou seu tempo dobrando e colocando sobre a cômoda. Deixei escapar um suspiro exasperado. Meus seios ainda estavam expostos e meu corpo ainda cantarolando. William me ignorou e pegou seu uísque. Ele tomou um longo gole e olhou para mim por cima da borda do copo. 15 Quando ele colocou o copo na cômoda, estava vazio. Ele voltou para mim novamente. Ele soltou meu sutiã e deslizou dos meus braços enquanto sua boca se movia sobre o meu seio direito com pressa, parando quando chegou no meu mamilo. Sua boca era fria do uísque e eu podia sentir meu mamilo endurecer enquanto ele o segurava entre os lábios. Então, de repente senti um choque frio quando ele lançou o cubo de gelo que ele estava segurando em sua boca. William passou o gelo entre seus lábios e traçou um caminho de um mamilo para o outro. Eu podia sentir isso derretendo contra meu corpo quente, deixando um rastro de umidade para trás. Enquanto sua boca continuava gelada, as mãos dele deslizaram pelo meu lado e ao longo do cós da minha calça de brim. Seus dedos ágeis desabotoaram, e estava em volta dos meus tornozelos em poucos segundos. Retirou minha calcinha lentamente, deslizando com a mão rente a minha pele. Quando ele deu um passo atrás para admirar seu trabalho, um leve sorriso brincava em seus lábios e eu me senti uma idiota com rubor em meu rosto. Isso certamente não foi a primeira vez que eu tinha estado nua na frente dele, mas nunca ele passou tanto tempo olhando para o meu corpo, especialmente sem fazer um movimento me tocar. "Está feito, eu perguntei, um pouco ofendida. Nem de perto. Seu sorriso cresceu. "Mas é a sua vez agora. Eu tentei ser tão paciente quanto William, mas foi uma luta. Sua remoção deliberada de minhas roupas tinha sido completamente erótica. Eu não queria apenas despi-lo, eu queria atacar ele. Mas eu respirei fundo e estabilizei minhas mãos. Tomei uma abordagem diferente de William, eu puxei sua camiseta para fora em um movimento fluido. Seu peito nu estava diante de mim e eu coloquei tanto as mãos sobre ele, aproveitando para sentir o seu coração disparado contra as palmas das minhas mãos. Aparentemente, não era o único trabalho. Lutei com o botão da calça de brim de William e ele soltou uma risada baixa e eu amaldiçoei. "Não é 15

16 minha culpa, eu reclamei. "Você tem muito mais acontecendo aqui do que eu. Menos conversa, mais roupa sendo tirada. William me deu um beijo longo e doce. Eu voltei ao trabalho e não tive problemas em terminar o trabalho. Apenas um pedaço de roupa estava nos mantendo separados. "Nós devemos considerar seriamente usar menos roupa, eu disse, deixando a pontas dos meus dedos dançar sobre o pele exposta logo acima da sua cueca boxer. Coloquei meus dedos dentro e começou a descer. 16 "Estou de acordo com você", disse William, sua respiração presa em sua garganta quando meus lábios se moviam para a pele recém-descoberta. Com sua cueca fora, minha libido disparou. William nu era algo para ser visto. Eu ainda estava agachada diante dele e quando olhei para cima para ele, de repente eu pensei na velha senhora no aeroporto. Tenho certeza de que ela não estava pensando neste exato momento quando ela me aconselhou em aproveitar William, mas de alguma forma eu também achava que ela seria um pouco orgulhosa de nós tendo tempo apenas para desfrutar da nossa intimidade. Deixei escapar uma risada e William estreitou os olhos para mim. Nunca ria de um homem nu, ele disse. Realmente mata o humor. "Eu sinto muito." Beijei-o novamente na a pele logo acima do pelo púbico. Quando eu circulei uma mão ao redor dele, ele respondeu instantaneamente. Eu estava pensando sobre como eu vou aproveitar isso. Levantei-me lentamente, beijando meu caminho até seu torso com as minhas mãos trabalhando firme em seu pênis. Depois de um último beijo no queixo, olhei-o nos olhos e disse: "Eu quero te sentir.. "Eu tenho certeza que você tem que ter cuidado, disse ele, soltando um gemido quando eu apertei com mais força. "Eu quero sentir você dentro de mim. Fora de mim. Em todos os lugares. Eu quero sentir você em cima de mim. Eu não tinha certeza se eu fazia sentido, mas eu estava dominada pelo desejo de sentir William em cada centímetro do meu corpo. Suas mãos se moveram dos meus ombros, até o meu pescoço até que ele segurou meu rosto entre elas. Olhos azuis olhando diretamente nos meus, ele disse: "Com prazer. Então ele pressionou os lábios macios contra os meus e os seus braços em volta da minha cintura. Sem se afastar, ele levantou-me em seus braços e eu enrolada com ambas as pernas em torno dele, literalmente montada para a cama. 16

17 William me inclinou para trás lentamente e pairava sobre mim, dando mais um tempo olhando para o meu corpo. Em seguida, ele baixou se sobre mim, seu corpo pressionando contra o meu. Apoiado a si mesmo com um braço para manter o peso de seu corpo sem me esmagar, mas a outra mão ele colocou-o entre as minhas pernas. Seus dedos me sondaram, vibrando contra o meu clitóris de uma forma que fez me tremer. "Estou pronta, William, eu gemi, em caso de não ser evidente a partir da umidade que seus dedos encontraram. Só para deixar claro como cristal, me abaixei e peguei sua mão, em seguida, posicionei na minha abertura. 17 William não se mexeu imediatamente. Ele me beijou de novo nos lábios e disse muito baixinho, "Eu estou pronto, também, Olivia.. Nesse segundo, nenhum de nós falou sobre o que estava acontecendo com nossos corpos na cama. Nós dois prontos, para algo grande. Algo maior do que nós e maior do que sexo. Isso não quer dizer que não íamos terminar o que começamos embora. William pegou a camisinha e puxou-o no lugar. Proteção no lugar, ele entrou com lentidão me tirando o fôlego. Cada fibra do meu ser respondeu ao seu movimento dentro de mim. Eu ainda tinha uma das mãos de William com a minha e nossos dedos entrelaçados e apertados, quando sua ponta foi até a minha entrada novamente. Eu engasguei com o sentimento dele me deixando, mas depois ele estava de volta para dentro novamente e desta vez ele não estava indo embora em breve. Ele empurrou tão profundo que senti como se ele estivesse alcançando partes inexploradas. No começo suas investidas eram firmes e previsíveis, um rápido impulso e um lento retirar para fora. Eu esperava cada um deles ansiosamente. Cada um era uma provocação, uma tentadora tortura que seu corpo estava infligindo em mim. Mas então ele começou a mover mais rápido e mais rápido, até que eu não tinha escolha, mas apenas segurar e aproveitar o momento. Cavei os dedos da minha mão livre em suas costas, quando eu senti meu corpo começar a ondulação, chegando a rebentar pelas costuras. O calor espalhou com urgência queimando enquanto eu convulsionava contra ele e ao seu redor, gritando seu nome. O tremor de meu orgasmo chegou ao fim e ele soltou um animalesco rosnar quando ele soltou dentro de mim. Eu senti tudo em cada sentido da palavra e William se permitiu lentamente cair em cima de mim. A mão que tinha sido usada para cavar em sua volta segundos antes estava agora sem vida contra sua pele. Quando comecei a recuperar um pouco o 17

18 sentindo do meu corpo, eu acariciava suas costas com as pontas dos meus dedos e senti-o suspirar contra mim. "Isso é bom", ele murmurou contra o meu pescoço. "Eu não sinto nada agora", eu disse com uma risada trêmula. William passou por mim quando ele se retirou, agora eu estava saciada e relaxada. "Eu posso sentir você. Eu sempre posso te sentir, mesmo quando você não estiver por perto. Você está sob minha pele, Olivia. 18 Eu sabia exatamente o que ele quis dizer. Desde que conheci William e passei uma noite com ele que não era para ser nada mais do que isso, eu não tinha sido capaz de ficar longe dele. William me encantou. E esse medo estava fora de mim. 18

19 Capitulo Tres Algumas horas mais tarde, ainda não tínhamos deixado à cama. O jantar estaria pronto em breve, mas a única coisa que eu estava com fome era de William e eu já tinha. Mais de uma vez. "Temos que ir lá embaixo eventualmente, eu disse, apertando contra ele. 19 William ainda estava nu sob o fino cobertor que eu tinha puxado em torno de nós, mas uma vez que saí da cama, eu coloquei a minha calcinha e a minha camiseta velha. Apesar de estar perfeitamente aquecido, o terceiro andar da sua casa de montanha era airoso e até mesmo o calor do seu corpo não conseguia afugentar o frio. "Sua mãe não me parece como uma mulher muito paciente. Mais dez minutos", disse William preguiçosamente. Ele continuou a passar seus dedos pelo meu cabelo em um ritmo constante. Foi uma ação que acalmou nós dois, então eu não empurrei mais. Não era como se eu estivesse animada para ver sua família novamente. Eles sempre foram assim? Então... ódio? Ou é só comigo? Eu não podia olhar para William, porque eu não queria que ele visse o quanto às palavras da sua mãe havia me incomodado. "Não, eles nem sempre foram assim. Mas não é você. A mão de William deixou meu cabelo e ele colocou-o sob a cabeça enquanto olhava através do vidro do teto para o céu noturno. Eu rolei para que eu pudesse ver as estrelas acima de nós. Você me perguntou antes se havia algum outro irmão que eu deveria avisá-la. Você estava brincando, mas você estava certa sobre o dinheiro. "Você tem outro irmão? Eu virei novamente, apoiada nos meus cotovelos. Tive outro irmão. William manteve seus olhos para longe de mim, mas eu podia ver uma dor enterrada dentro deles. "Eu tinha outro irmão, Christopher. Ele era meu irmão gêmeo. Minha boca caiu aberta. Você tinha um irmão gêmeo? Obviamente não é algo que eu goste de falar. Na verdade, eu acho que eu nunca disse a ninguém. Até você aparecer. " Ele olhou para mim intencionalmente. "Como eu disse, você está sob a minha pele. 19

20 William e eu não éramos exatamente conhecidos por nossas confissões pessoais para que eu estivesse disposta a deixá-lo seguir em frente sem obter a história completa. O que aconteceu com Christopher? Ele foi morto. Os olhos azuis de William ficaram nublados. Assassinado, na verdade. Meu queixo caiu novamente. "Puta merda. 20 Eu sabia que William não tinha sido sempre tão rico como ele era agora. Mas eu tinha ido à casa de seus pais, enquanto a dele era uma mansão a dos seus pais era definitivamente classe média-alta e localizada em um agradável bairro. As pessoas que vivem em bons bairros não costumam ser assassinadas. "Ele e eu costumávamos causar uma série de problemas. Chris tinha toneladas de energia e ele era tão aventureiro. Eu tive um tempo difícil de me manter com ele. O sorriso de William era melancólico e triste. Havia esse estacionamento a poucos quilômetros da casa dos meus pais. Chris e eu costumávamos montar nossas motos lá depois da escola. O dia em que ele morreu, era excepcionalmente quente e não pude resistir a oportunidade de sair. Nós tínhamos estado lá por um par horas antes de nós nos separamos. Foi ficando escuro e eu fui procurá-lo. Eu encontrei sua moto no estacionamento, mas ele tinha ido embora. Eu poderia dizer que William não estava mais comigo, ele estava no passado, com Chris. "Nós erámos jovens o suficiente para não entender as profundezas do mal no mundo, mas o suficiente para não confiar em todos. Mas por alguma razão, ele deixou o parque, e ele não tinha ido sozinho. " Eu tinha tantas perguntas que eu queria perguntar, tantas coisas que eu queria dizer, mas as palavras me escaparam. A história de William era terrível e inacreditável. Estávamos deitados apenas uma polegada separados, mas eu senti a necessidade de se conectar com ele, para que ele soubesse que eu estava lá e eu não ia a lugar nenhum. Minha mão pousou em seu peito, logo acima de seu coração, e ele respirou fundo. "Eles não encontraram ele imediatamente. Procuramos por ele durante nove meses. Você sabe quanto tempo é quando alguém que você ama está faltando? A mão de William cobriu a minha. "Eles nunca pegaram o homem que o matou. Eu sinto muito, William. Eu não sei como alguém se recupera de uma tragédia como essa em sua infância. Perder meus pais tinha sido duro o suficiente, mas William perdeu um irmão de uma forma horripilante. A pior parte foi à culpa. Poderia facilmente ter sido eu. A voz de William era cheia de emoção quando ele piscou para mim. Ele estava se 20

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor

Belo reparo. capítulo um. No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas. Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor capítulo um Belo reparo Hoje Nova York Apartamento de Cassandra Taylor No Japão, eles têm o kintsugi a arte de remendar porcelanas preciosas com ouro. O resultado é uma peça que nitidamente foi quebrada,

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead)

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) A Última Carta Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) E la foi a melhor coisa que já me aconteceu, não quero sentir falta disso. Desse momento. Dela. Ela é a única que

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. ( 7 )

O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. ( 7 ) O porco é fisicamente incapaz de olhar o céu. Isso o Ricardo me disse quando a gente estava voltando do enterro do tio Ivan no carro da mãe, que dirigia de óculos escuros apesar de não fazer sol. Eu tinha

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu

L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu 5 L0NGE, atrás em monte, sol cair e céu ficar em fogo. Fraco, Eu subir monte, pés d Eu molhados em erva fria. Não haver erva em cima em monte. Só haver terra, em volta, monte como cabeça de homem sem cabelo.

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER

Solidão PROCURA-SE MULHER PROCURA-SE MULHER Edna estava caminhando pela rua com sua sacola de compras quando passou pelo carro. Havia um cartaz na janela lateral: Ela parou. Havia um grande pedaço de papelão grudado na janela com alguma substância.

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo O dia em que parei de mandar minha filha andar logo Rachel Macy Stafford Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo

Leia mais

Bernard. Gesinas. A sua vida Manga. GESINAS Publishing

Bernard. Gesinas. A sua vida Manga. GESINAS Publishing Bernard Gesinas A sua vida Manga GESINAS Publishing Bernard Gesinas A sua vida Manga Novela Copyright by GESINAS 1 Gorom-Gorom "Vamos, por favor, eu vou mostrar Gorom- Gorom", gritou o menino a um casal

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

noite e dia marconne sousa

noite e dia marconne sousa noite e dia marconne sousa Mais uma noite na terra a terra é um lugar tão solitário cheio de pessoas, nada mais onde se esconderam os sentimentos? um dedo que aponta um dedo que desaponta um dedo que entra

Leia mais

Fortaleza digital 6 MM 08.08.07 10:37 Page 3 FORTALEZA DIGITAL. Dan Brown

Fortaleza digital 6 MM 08.08.07 10:37 Page 3 FORTALEZA DIGITAL. Dan Brown Fortaleza digital 6 MM 08.08.07 10:37 Page 3 FORTALEZA DIGITAL Dan Brown Fortaleza digital 6 MM 08.08.07 10:37 Page 5 Para meus pais... meus mentores e heróis Fortaleza digital 6 MM 08.08.07 10:37 Page

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história.

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Nem um sopro de vento. E já ali, imóvel frente à cidade de portas e janelas abertas, entre a noite vermelha do poente e a penumbra do jardim,

Leia mais

Rosana! Rosanaaa! Ô menina! Onde que cê se meteu, diacho de moleca!!

Rosana! Rosanaaa! Ô menina! Onde que cê se meteu, diacho de moleca!! A Promessa N.Lym Consegui um bom emprego em São Paulo! Não posso levar você comigo, mas você pode me esperar. Prometo que vou voltar, vamos nos casar e morar juntos, bem longe daqui! Rosana ficou a pensar

Leia mais

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Lagoa Santa, 2015 Mariana Pimenta 2015

Leia mais

Quem quer que tivesse organizado a festa de volta às aulas era um gênio. Ficava a quilômetros de distância dos pais preconceituosos, da escola na

Quem quer que tivesse organizado a festa de volta às aulas era um gênio. Ficava a quilômetros de distância dos pais preconceituosos, da escola na Prólogo O ritmo pulsante da música tomava seu corpo até os All Stars cor-de-rosa de cano alto. Ela queria usar as sandálias de salto alto que tinha comprado na última viagem a Atlanta, mas havia cometido

Leia mais

Rosie. DE ACADEMIA A Charlie olhou para o letreiro e sorriu.

Rosie. DE ACADEMIA A Charlie olhou para o letreiro e sorriu. Rosie DANÇA DE ACADEMIA A Charlie olhou para o letreiro e sorriu. Estava finalmente numa verdadeira escola de dança. Acabaram as aulas de dança no gelado salão paroquial. Acabaram as banais aulas de ballet

Leia mais

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille Água Tu és um milagre que Deus criou, e o povo todo glorificou. Obra divina do criador Recurso

Leia mais

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva SARAMAU Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva CENA 1 Saramau entra no palco leve e com um ar de alegria e paz. ela acaba de compreender que ama de verdade José o seu marido. Ela entra chamando pelo

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

Os descendentes do agitado Clube Clássicos

Os descendentes do agitado Clube Clássicos Os descendentes do agitado Clube Clássicos Era domingo quando fui convidado para sair por Chitanda. Ela disse que queria me ver fora da escola, que contava comigo para marcar onde nos encontraríamos, como

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes.

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. I Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. Três vezes. A última foi no dia da execução. Eu não

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki

Page 1 of 7. Poética & Filosofia Cultural - Roberto Shinyashiki Page 1 of 7 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Poética & Filosofia

Leia mais

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

O TEMPLO DOS ORIXÁS. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br O TEMPLO DOS ORIXÁS Quando, na experiência anterior, eu tive a oportunidade de assistir a um culto religioso, fiquei vários dias pensando a que ponto nossa inconsciência modificou o mundo espiritual. Conhecendo

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

By Dr. Silvia Hartmann

By Dr. Silvia Hartmann The Emo trance Primer Portuguese By Dr. Silvia Hartmann Dra. Silvia Hartmann escreve: À medida em que nós estamos realizando novas e excitantes pesquisas; estudando aplicações especializadas e partindo

Leia mais

Eu disse para o meu pai que era ridículo. Onde já se viu

Eu disse para o meu pai que era ridículo. Onde já se viu Capítulo um Eu disse para o meu pai que era ridículo. Onde já se viu um homem levar a filha na lua de mel? Mas agora somos uma família insistiu papai. Eu, você, Vivian e Penny. É isso que famílias fazem.

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas

Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas Capítulo 1 Meena Harper sabia coisas, coisas que ninguém mais sabia... coisas que ninguém mais podia saber. Uma delas era que o homem sentado ao seu lado no carro ia morrer. Também havia muitas coisas

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Nesse prédio, o único som que consigo ouvir é o ranger dos nossos sapatos contra o chão. Não ouço mais o choro de Caleb, mas ele já não estava mesmo

Nesse prédio, o único som que consigo ouvir é o ranger dos nossos sapatos contra o chão. Não ouço mais o choro de Caleb, mas ele já não estava mesmo capítulo um Acordo com o nome dele na boca. Will. Antes de abrir os olhos, vejo o desabar sobre o asfalto novamente. Morto. Pelas minhas mãos. Tobias se agacha na minha frente, apoiando a mão sobre meu

Leia mais

NA PIOR. L652-01(GALERA) CS5.indd 9 19/1/2012 18:09:12

NA PIOR. L652-01(GALERA) CS5.indd 9 19/1/2012 18:09:12 NA PIOR Moggle? sussurrou Aya. Você está acordada? Algo se moveu na escuridão. Uma pilha de uniformes de dormitório se mexeu como se houvesse um pequeno animal embaixo. Então uma silhueta saiu das dobras

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

COLACIO. J SLIDES APRESENTA

COLACIO. J SLIDES APRESENTA COLACIO. J SLIDES APRESENTA A LIÇÃO RECEBIDO POR E-MAIL DESCONHEÇO A AUTORIA DO TEXTO: CASO VOCÊ CONHEÇA O AUTOR, ENTRE EM CONTATO QUE LHE DAREI OS DEVIDOS CRÉDITOS Éramos a única família no restaurante

Leia mais

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa.

Olga, imigrante de leste, é empregada nessa casa. Está vestida com um uniforme de doméstica. Tem um ar atrapalhado e está nervosa. A Criada Russa Sandra Pinheiro Interior. Noite. Uma sala de uma casa de família elegantemente decorada. Um sofá ao centro, virado para a boca de cena. Por detrás do sofá umas escadas que conduzem ao andar

Leia mais

Ato Único (peça em um ato)

Ato Único (peça em um ato) A to Ú nico Gil V icente Tavares 1 Ato Único (peça em um ato) de Gil Vicente Tavares Salvador, 18 de agosto de 1997 A to Ú nico Gil V icente Tavares 2 Personagens: Mulher A Mulher B Minha loucura, outros

Leia mais

O ANO-NOVO ALGUNS ANOS ANTES

O ANO-NOVO ALGUNS ANOS ANTES O ANO-NOVO ALGUNS ANOS ANTES Victoria Saramago 1 1 É mestranda em Literatura Brasileira pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, com bolsa da FAPERJ. Contos e etc. Ela me repetia aquela história,

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16

Super.indd 5 6/1/2010 17:05:16 Super é o meu primeiro livro escrito inteiramente em São Paulo, minha nova cidade. A ela e às fantásticas pessoas que nela vivem, o meu enorme obrigado. E esse livro, como toda ficção, tem muito de realidade.

Leia mais

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht

Efêmera (título provisório) Por. Ana Julia Travia e Mari Brecht Efêmera (título provisório) Por Ana Julia Travia e Mari Brecht anaju.travia@gmail.com mari.brecht@gmail.com INT. SALA DE - DIA. VÍDEO DE Números no canto da tela: 00 horas Vídeo na TV., 22, com seus cabelos

Leia mais

Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo. Capítulo Um

Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo. Capítulo Um Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo Capítulo Um Você deve estar de saco cheio deles. Será que nunca vão parar de vir aqui? Tom O Connor, seu

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

Sinopse. Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu

Sinopse. Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu 1 Sinopse Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu não estivesse completamente sozinha. Com um estranho em um Penhasco e sem lembrar de como fui parar ali. Me assustei

Leia mais

19º Plano de Aula. 1-Citação as Semana: 2-Meditação da Semana: 3-História da Semana: 4-Música da Semana: 5-Atividade Integrada da

19º Plano de Aula. 1-Citação as Semana: 2-Meditação da Semana: 3-História da Semana: 4-Música da Semana: 5-Atividade Integrada da 19º Plano de Aula 1-Citação as Semana: Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. 2-Meditação da Semana: Ajudar o próximo 5 47 3-História da Semana: Uma lição a aprender 4-Música da Semana:

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

O irmão caçula de David Case havia aprendido recentemente

O irmão caçula de David Case havia aprendido recentemente A vista é ótima daqui de cima. Posso olhar do outro lado do mundo e ver tudo. Posso ver, por exemplo, um menino de 15 anos e seu irmão. UM O irmão caçula de David Case havia aprendido recentemente a andar,

Leia mais

SOUL LOVE, A NOITE O CÉU É PERFEITO

SOUL LOVE, A NOITE O CÉU É PERFEITO SOUL LOVE, A NOITE O CÉU É PERFEITO ALUNA: LAIANE ZANOTTO GEMELLI ANO: 2012 LOCAL: Chapecó DESCRIÇÃO DOS PERSONAGENS PRINCIPAIS Jenna: 17 anos, alta, magra, ruiva, cabelos lisos, olhos verdes, traços delicados,

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS Alice no País das Maravilhas Índice Capítulo Um Pela Toca do Coelho Abaixo 7 Capítulo Dois A Chave de Ouro 13 Capítulo Três O Mar de Lágrimas 19 Capítulo Quatro A História do Rato

Leia mais

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal

O Tomás, que não acreditava no Pai Natal O Tomás, que não acreditava no Pai Natal Era uma vez um menino que não acreditava no Pai Natal e fazia troça de todos os outros meninos da escola, e dos irmãos e dos primos, e de qualquer pessoa que dissesse

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ

NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ NOVE SEGREDOS SOBRE A MANHÃ 1 Prefácio A página está em branco e não é página digna do nome que lhe dou. É vidro. Écran. Tem luz baça e fere os olhos pretos. Eu tenho demasiado sono para escrever papel.

Leia mais

RECADO AOS PROFESSORES

RECADO AOS PROFESSORES RECADO AOS PROFESSORES Caro professor, As aulas deste caderno não têm ano definido. Cabe a você decidir qual ano pode assimilar cada aula. Elas são fáceis, simples e às vezes os assuntos podem ser banais

Leia mais

Delicadesa. Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado.

Delicadesa. Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado. Delicadeza 1 Delicadesa Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado. As Janelas Douradas O menino trabalhava

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

SEGREDO NO CAIR DA TARDE

SEGREDO NO CAIR DA TARDE SEGREDO NO CAIR DA TARDE Ele chegou a galope, num alazão que eu não conhecia. Depois o alazão ergueu-se em duas patas e desapareceu e meu irmão também desapareceu. Fazia tempo que eu o chamava e ele não

Leia mais

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

-Ui! -e o tatu saltou e correu.

-Ui! -e o tatu saltou e correu. Clara vive no Rio Negro, nas montanhas da Colômbia. Ela tralha no sítio de café da sua família e freqüenta a escola. Sua parte favorita da escola é quando Carolina e Hilma da Fundação Natura ensinam sua

Leia mais

Só para que eles possam saciar meu desejo Incontrolável de apenas te olhar...

Só para que eles possam saciar meu desejo Incontrolável de apenas te olhar... APENAS... Eu vivi a cor dos teus olhos E respirei o brilho do teu olhar... Depois percebi que estava morrendo, Porque fechaste teus olhos E preferiste sonhar um outro sonho... Chorei, mas não sei se por

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

UM AMBIENTE FELIZ FAZ UM TRABALHO FELIZ (roteiro para animação) Augusto Ferreira

UM AMBIENTE FELIZ FAZ UM TRABALHO FELIZ (roteiro para animação) Augusto Ferreira UM AMBIENTE FELIZ FAZ UM TRABALHO FELIZ (roteiro para animação) By Augusto Ferreira 2015 by Augusto Ferreira Todos direitos reservados São Paulo, SP (11) 950352607 augusto.g.ferreira@live.com INT. AGÊNCIA

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

O meu paizinho de nada

O meu paizinho de nada O meu paizinho de nada Durante muito tempo, acreditei que não tinha pai. Era o que os outros diziam: Tu nem sequer tens pai. Não valia a pena dizerem-mo, eu bem via que não. Não tinha pai para me encher

Leia mais

PRIMEIRO BLOCO / ossos

PRIMEIRO BLOCO / ossos PRIMEIRO BLOCO / ossos dentes negros final.p65 9 S 10 s dentes negros final.p65 10 S 11 s Ninguém aqui teve infância, ela diz. E agora estamos envenenados até os ossos. Não é mais a típica conversa de

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

Só consegui chegar agora e já são três e meia da tarde. Acho que essa

Só consegui chegar agora e já são três e meia da tarde. Acho que essa CAPÍTULO UM LORRAINE Só consegui chegar agora e já são três e meia da tarde. Acho que essa manhã a igreja demorou mais que o normal, e eu não vim direto para casa, como costumo fazer. Althea estava decidida

Leia mais

- Mas eu, gosto. Feliz aniversário! Luis já estava com uma nova namorada, e Cecília já estava pensando em ir embora, quando encontrou Nilo.

- Mas eu, gosto. Feliz aniversário! Luis já estava com uma nova namorada, e Cecília já estava pensando em ir embora, quando encontrou Nilo. NILO Esta história que vou lhes contar é sobre paixões. A paixão acontece, não se sabe quando nem porquê, e não podemos escolher os protagonistas da história. Seria tão bom se mandássemos no coração! Mas

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

Quem sou eu. Olá, meu nome é Adriano Moura, sou apaixonado pelo comportamento humano, principalmente em relação à comunicação interpessoal.

Quem sou eu. Olá, meu nome é Adriano Moura, sou apaixonado pelo comportamento humano, principalmente em relação à comunicação interpessoal. Quem sou eu Olá, meu nome é Adriano Moura, sou apaixonado pelo comportamento humano, principalmente em relação à comunicação interpessoal. Sou autor de 10 e-books sobre desenvolvimento pessoal, relacionamentos,

Leia mais

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope

A Vida Passada a Limpo. Ayleen P. Kalliope A Vida Passada a Limpo Ayleen P. Kalliope 2011 Este livro é dedicado ao meu querido filho, Pedro Paulo, que ao nascer me trouxe a possibilidade de parar de lecionar Inglês e Português, em escolas públicas

Leia mais

Era um peixe tão feio que nem parecia um peixe. Uma pedra

Era um peixe tão feio que nem parecia um peixe. Uma pedra Era um peixe tão feio que nem parecia um peixe. Uma pedra feita de carne fria musgosa e invasiva, salpicada de verde e branco. A princípio não o vi, mas depois encostei a cara ao vidro e tentei ficar mais

Leia mais

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar

E sua sede começa a crescer Em angústia e desespero Enquanto os ruídos da cachoeira Da grande cachoeira das eras O convoca para mergulhar Mergulhar Uma Estória Pois esta estória Trata de vida e morte Amor e riso E de qualquer sorte de temas Que cruzem o aval do misterioso desconhecido Qual somos nós, eu e tu Seres humanos Então tomemos acento No dorso

Leia mais

De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio de Janeiro / 2001 DRAMATURGIA 1 - Textos Reunidos

De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio de Janeiro / 2001 DRAMATURGIA 1 - Textos Reunidos Fragmentos Fragmentos Insólitos Fragmentos Insólitos Insólitos Fragmentos Fragmentos Insólitos Insólitos Fragmentos Insólitos Fragmentos Insólitos De Fernando Prado Registrado junto à Biblioteca do Rio

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

Ilhados. Conto de suspense baseado em fatos reais Por Alan Victor Calsolari Bariani. Publicado em 4 capítulos no blog Depokafe em outubro de 2007.

Ilhados. Conto de suspense baseado em fatos reais Por Alan Victor Calsolari Bariani. Publicado em 4 capítulos no blog Depokafe em outubro de 2007. Ilhados Conto de suspense baseado em fatos reais Por Alan Victor Calsolari Bariani Publicado em 4 capítulos no blog Depokafe em outubro de 2007. 20/08/2007 15:45 Quinta-feira, um dia quente, muito quente.

Leia mais

Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho...

Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho... Autora: Marieli Bueno Diagramação: Milena Thaís Machado Capa: Luana Venâncio Revisão: Luana Venâncio Editora: Perse Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho... O Meu nome

Leia mais

Criado por Mario Madureira

Criado por Mario Madureira Criado por Mario Madureira Ep. #: 108 Meninas Grandes Não Choram Escrito por Mario Madureira e Karina Bittencourt 28 de agosto de 2015 São Paulo, Brasil 1 ATO UM Anteriormente em Estrada das Lágrimas.

Leia mais