A Eminência do Estado de Sitio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Eminência do Estado de Sitio"

Transcrição

1 ANO I O U RINHOS, 7 de Ju lh o de 1968 N. 14 A Eminência do Estado de Sitio PAGINA 2 Autorizado Empréstimos para O u rio s O Governador Abreu Sodré autorizou na última sexta feira as escrituras dos empréstimos de 540 milhões de cruzeiros velhos para o asfaltamento nas vilas e de 120 milhões para aquisição de uma motoniveladora. Assinou ainda na ocasião, a autorização para o empréstimo de um bilhão e duzentos milhões de cruzeiros velhos para a complementação da Rede de água e esgoto, que atenderá uma população de mil habitantes. Hoje tem Baile no G. R. 0. O Grêmio Recreativo de Ourinhos promoverá hoje às 16 horas o primeiro baile infanto Juvenil em nossa cidade. A animação estará a cargo de M ario Nelli. Outras noticias sociais na pág. 3. Luciano lança «Análise Sintática» O Professor Luciano Corrêa da Silva lançou nesta semana o livro «Análise Sintática». A obra é prefaciada pelo prof. Cândido de Oliveira, e a orelha pelo Dr. José Reis, o que dispensa nosso comentário. 0 Vale das Bonecas - dia 10 O Cine Peduti estará apresentando nos próximos dias 10, 11 a 12 o filme O Vale das Bonecas, de Mark Robison, baseada no livro de Jacqueline Sussan. A película é estrelada por Sharon Tate, Pal Buí-ke, Susan Hayward, Barbara Perkins e Patty Duke e é o drama de três mulheres que tentam a vida artística em N ova York e viciam-se em pilulas ativantes, Quermesse no IEEHS dias 13,14 e 15 V eja, é N a v a lh a na C arne ÚLTIMA PAGINA

2 Tempo de Avanço - 2 Ourinhos, E M I N E N C m DO E S T A D O DE S I T I O Paira sôbre a nação o fantasma das medidas excepcionais que seriam tomadas pelo executivo. Há tergiversações oficiais a respeito, no entanto, o clima é de expectativa e apreesâo. O estado de Sítio, que seria decretado para fazer frente à atual crise, significa o anulamento das garantias constitucionais dos cidadãos, dando carta branca às autoridades para exercer livremente o poder coercitivo. Aliás, os governos da América Latina nunca foram parcimoniosos em lançar mão desse dispositivo legal e, comõ exemplo recente. temos o Uruguai que ainda se encontra nessa situação. Na verdade, a adoção de medidas excepcionais pelo govêrno não mudaria radicalmente o panorama nacional, Já que a atual conjuntura política não se caracteriza por excessos de liberalismo... O mais notável, caso se efetive tal medida, seria o completo desmascaramento das autoridades, apesar de, mesmo isso. não causaria grande espanto, dada o por demais conhecida «filosofia» das esferas militares. Fala-se na existência de planos terroristas e insurrecionais que visariam o esfacelamento das instituições, daí a necessidade do Estado do Sitio para fázer frente a tal contingência. Mas, se há terrorismo é porque há também descontentamento geral, e êle não pode ser eliminado ten tando se abafá-lo com medidas policiais. Deve-se ir às raizes, às causas desse descontentamento. É êrro querer-se imputar tão somente a grupos extremistas a denúncia das muitas deficiências da vida brasileira. A «revolução» de 64 não trouxe os resultados propugnados, isto queiram ou não os mentores daquele movimento; as reformas prometidas não foram executadas, e o resultado de tal imobilismo está aí. Falou-se e fala-se muito nas tradições cristãs e democráticas brasileiras, mas de cristão e democrático pouco ou nada há em nosso país. Ou será cristã e democrática a nossa estrutura social e econômica? O empresariado industrial vê-se ás voltas com o imperialismo internacional; a agricultura possue organização semi-feudal e mantém na miséria milhões de trabalhadores da terra; os operários de todas as categorias e serviços sofrem as duras conseqüências do imperialismo interno; a estrutura educacional é arcaica e impossibilta milhões de brasileiros de se instruírem convenientemente e, pior ainda, de freqüentarem escolas superiores; cêrca de 2% do território nacional acha-se na mão de estrangeiros que roubam nossas riquezas minerais ; a malversação e a corrupção ainda é comum nos quadros públicos; as verbas do orçamento nacional não são distribuídas segundo critérios de interesses coletivos, em suma, o Brasil vai muito mal! Êsses e muitos outros aspectos negativos da vida nacional não foram sanados pelo atual regime, e nunca o serão enquanto forem mantidos os privilégios das oligarquias brasileiras e dos grupos econômicos alienígenos. De fato, há sim necessidade de medidas excepcionais mas de outro tipo, A antinomia «maniqueista» de democracia ou comunismo, do bem ou mal,.não é a alternativa diante da qual deve ser colocado o povo brasileiro, isso já se tornou estória para crianças, Melhor fariam as autoridades se se propusessem realizar realmente as reformas necessárias, ao invés de pretender calar o povo com métodos repressivos, Se vier o Estado de Sítio, nas atuais circunstâncias, mais uma vez o Brasil reiterará sua condição de «republiqueta» apesar do seu imenso potencial físico e humano. Mas a história continua sua caminhada, e será ela que afinal dará a resposta definitiva e justa, Fabrica fc Móveis Primor Moveis em Geral Rua Rio de Janeiro, 226 Fone 2720 OURINHOS - São Paulo Motoresta Oficina M ecanica Especializada em C onsertos de M otores E stacionários em geral R etificam os e Recondicionam os qualquer tipo de M otores E stacionários Técnicos Epecializados Em Ourinhos a Rua Cardoso Ribeiro n. 316 (E ndereço Provisório) ELITE MAGAZINE, a Loja dos Estudantes oferece um bonito sortimento em calças de Nycron e Tergal Verão. O s melhores preços da praça. Elite Magazine Rua Paraná, Telefone 2390 O U R I N H O S Sã Paulo

3 Tempo de Avanço 3 Ourinhos, TEMPO DE AVANÇO EXPEDIENTE Redação e A dm inistração a R. Cardoso Ribeiro, 399, C/IO. OURINHOS - S.P. Diretor Responsável: Antonio R Nogueira. Diretor Superintendente: JOSÉ RODRIGUES As opiniões em itidas nos artigos assinados não rep resentam necessàriam cnte o ponto de vista do Jornal, podendo até se re m contrárias a êste. A opinião do Jornal acha-se expressa nos editoriais e nos com entários não assinados. Impresso nas Oficinas da Fôlha de Ourinhos» PANORAMA SOCIAL - Boletim do Rotary Por ocasião da posse da nova diretoria do Rotarg Club de Ourinhos circulou o Boletim n. 4 da entidade. A publicação do boletim ê semestral e é organizado pelo sr. Moacyr de Ale lio Sá. A jovem norte- americana Bibi Jordan joi uma das homenageadas. Como se sabe, a estudante participa do I n tercâmbio de jovens do Distrito 458 e visitou Ourinhos quando d a realização da I I * FA- P I, sendo convidada do Rotariano Aloacyr.. Uma das fotos publicadas no órgão informativo do Rotary, quando Bibi agradecia as homenagens à ela prestada. Ao lado vem os o ex presidente, sr. Mário Zanotto e senhora. R. Paraná, OURINHOS S. P. QUERMESSE - Estão ai, funcionando a todo vapor as quermesses benejicentes. Também, nesta terra... N as próximas Edições estaremos dando os injormes do acontecimento social. Padaria e Confeitaria Central Completo Serviço de Lanchonete - Praça M ello P eixoto - DEBUTANTES - Já começaram a aparecer os nomes das senhoritas que debutarão em setembro próximo. Ambiente Familiar Aos D om in gos C antina Aniversário de Casamento - No próximo dia 12 o casal Edson e Lia estarão recebendo os parabéns de seus amigos peta passagem de mais um aniversário do seu casamento. lialia Refeições Comerciais e a La-Carte. LAZANHA E FRANGO À PASSARINHO Rua Antonio Carlos Mori, OURINHOS - S. Paulo Cerâmica Sanches TELHAS TIPO FRANCESA, PAU JSTA E CUMIEIRAS d e J OÃO A. CARNEVALLE VIA RAPOSO TÁVARES (Entrada ao lado do P osto M arabá) OURINHOS - E. S. Paulo

4 Tempo de Avanço - 4 Ourinhos, Prefeitura Municipal de Ourinhos POPULUSQUE A Campanha dos Eleitores Titulos Novos ou Transferências

5 Tempo de Avanço - 5 Ourinhos, Tôdas as pessoas em idade de votar, devem tirar o titulo de eleitor. A Prefeitura Municipal de Ourinhos, colaborando com a Egre- cia Justiça Eleitoral, contratou uma equipe de p r o fesso ra s para preparar o atendimento dos interessados. A Prefeitura oferece, ainda, as fotografias aos novos eleitores que i\âo têm condições de pagá-las. Oferecendo esta colaboração, o governo Municipal espera que a equipe professoras seja bem acolhida por toda a população. de - PRECISAMOS DE UM COLEGiO DE ELEITORES

6 Tempo de Avanço 6 Ourinhos, 7/7/68 Prefeitura Municipal de Ourinhos LEI N. 911 De 2 de ju lh o de Dispõe sôbre a abertura de um crédito especial de NCr.$ ,00 para a Superintendência de Água e Esgotos - SAE. A Câm ara m unicipal d e O urinhos aprovou em sessão do dia 28 de junho de 1968 e eu P re fe ito M unicipal, sanciono a seguinte lei: Artigo 1. - Fica aberto na S uperintendência de Água e Esgotos (S. A. E.) um crédito especial de NCr.$ ,00 (setenta e cinco mil cruzeiros novos) destinados a aten d er às despesas^ com aquisição de dois cam inhões, um a cam ionete, construção de garagem e oficina, gasolina graxas e outras. Parágrafo único - O valor do presente crédito será coberto com os recursos provenientes do excesso de a rre cadação da S uperintendência de Agua e Esgotos (S.A.E.), p re visto para o co rre n te ano. A rtigo 2. - Esta lei entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário. P re fe itu ra M unicipal de O urinhos, 2 de julho de D om in gos C am erlingo Caló PREFEITO M UNICIPAL Publicada e registrada no D epartam ento de A dm inistraç ão na d ata supra. T ibério B astos Sobrinho D iretor do D epartam ento de A dm inistração Sapatctria ílnunesjj LEI N. 910 De 2 de ju lh o de Dispõe sôbre a abertura de um crédito especial de NCr $ ,75. A C âm ara Municipal de O urinhos aprovou em sessão do dia 28 de junho do corrente ano e eu, P refeito M unicipal, sanciono a seguinte l e i : A rtigo 1. - Fica aberto, no D epartam ento de Finanças da P refeitu ra Municipal, um crédito especial de N C rj ,75 (doze mil, quinhentos e setenta e um cruzeiros novos e seten ta e cinco centavos) p ara aten d im en to de d espesas com eletrificação ru ra l do bairro São José. P arágrafo único - O valor do presente crédito seiá coberto com os recursos provenientes da anulação parcial da seguinte dotação o rçam en tá ria: Departamento de Obras Públicas 2, S erviços de O bras D ESPESA S DE CA PITA L ; - Investim entos 4. 1, O bras Públicas Início de O bras x 02 - C onstrução da E stação R odoviária NCr.$ ,75 A rtigo 2. - Esta lei en trará em vigor na data da sua publicação, rev o g ad as as disposiçães em contrário. P re fe itu ra M unicipal de O urinhos, 2 de julho de D om in gos C am erlingo Caló PREFEITO M UNICIPAL Publicada e registrada no D epartam ento de A dm inistraç ão na data supra. Av. Jacin to S á, 495 O URINHOS T ibério B astos S obrin h o D iretor do D epartam ento de A dm inistração Oficina Eletro-Técnica São José Nathaniel Romani ENROLAMENTO DE MOTORES Rua do Expedicionário, 647 OURINHOS

7 Tempo de Avanço - 7 Ourinhos, 7/7/68 A Família do Burrinho Oswald de Andrade Vamos Joseph fugir P ara onde M aria ir Joseph (jocoso) shall go to Jundiaí-ai I D ep ressa! Sela o M angarito Vamos com o vento Sul Onde serei cesariada? - No presepe Tenho m êdo da vaca Não chores darlingl (terno) S w eepstake de Deus! M aria Caí na ilegalidade Porque m odéstia à parte Trago um a trindade no ventre N esse tem po não h av ia ainda as irm ãs D ione A lgum as p alav ras de inglês conhecendo A fam ília sagrada p artiu S em saudades le v ar P ara as bandas do m ar V erm elho Na poeira da m adrugada Cruzou um olival O escaravelho Q uantas dracm as serão precisas? Exclam ou o castiço espôso Para esta viagem em tôrno do m undo Estam os no século III ou IV da fundação De Rom a E só tenho a rg e n t de poche Não vá faltar Joseph Na verdade Deus ajuda... (Os ricos) S onhei que os serafin s Estão bordando um a estrê la su rd a P ara H erodes não ver Q uero reis magos T rezinho e m onjolo E o retrato de Shirley Tem ple P orque o m enino vem Êste m undo salvar O vento distribuía algodão pelos açudes Joseph espancou o burrinho E riu Belo mundo êle vem sa lv a r! (Já havia naqule tem po Pouco leite para os bebês) Se faltar num erário Eu carrego na centena do M angarito E dou viva ao faraó H ftle r... (A ntes que êle faça comigo O Progrom que fêz com Moisés) O p o rtu n ista! G ritou um a nuvem Jo se p h fingiu que não ouvia A vida é um buraco Enquanto não vier M aria A socialização Dos m eios de produção B ê s ta! gritou um anjo São Jo sé seguiu p ensando Que os anjos geralm ente são reacionários E as nuvens provocadoras Completamos sua elegância com nossos aviamentos Rua Paraná, 399 Joana D Arc OURINHOS - S.P. F R I C A R Apresenta: PROGRAMA DA SEMANA Em m atéria de cinem a você pode e s colher, mas falando em carnes é só FRICAR - R. Expedicionários, 663 Cine Peduti PRO G RAM AÇ ÃO de 8-7 a de 1,968 Seg. e Terça Feira - dias 8 e 9 - vesp, 14,15 e 20 horas. Tobruk - col. cinem. com G eorge P ep p ard Q uarta Feira - dia 10 ás 20 horas A gente Z 55 - Missão Desesperada com Je rry Cobb. Q uinta e Sexta Feiras - 11 e 12 ás 14,15 e 20 horas Que Noite Rapazes - col. cinem. com Philip Leroy Sabado - dia 13 às 14,15 e 20 hs, Apanatchi - col. com L ex B a rk e r Domingos - dia 14 vesp. 14,15 e e 21,45 horas. O Fofoqueiro - col. com J e rr y Lew is F R I C A R - a mais completa Cine Ourinhos Segunda Feira - dia 8 ás 20 horas Crônica da Cidade Amada - col. cinem. com O scarito e G rande O tello 3.a feira - dia 9 FOLGA SEM ANAL Q uarta Feira - dia 10 vesp e 20 hs. A Nova Cinderela - col, com M arisol Q uinta Feira - dia 11 ás 20 horas Agente Z - 55 Missão desesperada col, cinem, com Yoko T ani S exta Feira - dia 12 às 20 hs. Filme Japonês Estratagema de Gangs - col. com Teruo Yoshida Sabado dia 13 ás 19,45 e 21,45 horas Que noite Rapazes - col. cinem. com P hilip Leroy Domingo dia 14 vesp. às 14 horas Sinal do Cavalo Branco - 4/5 episodio Amor na Selva - com Je q u elin e M yrna Domingo dia 14 ás 19,45 21,45 horas Apanatchi - col. cinem. com L ex B arker Carnes, Frangos limpos e assados, Frios em geral só na FRICAR Rua dos Expedicionários, 663 Bs horários e as Program ações são fornecidos pela Empresa exihidora.

8 Navalha na Carne Amanhã em Ourinhos A A ssociação dos E stu d a n tes U n iversitários de O urinhos prom overá am an h ã, n o C ine P eduti, às 20 horas e 30 m in u to s, a peça teatral de P lin io M arcos N avalha na Carne'^ A in terp retação será do G rupo U nião, in tegrad o por R u th in éa de M oraes, P au lo Vilaça e Sérgio M am berti e dirigido por Jairo Arco e Flexa. Censura e Manifesto A peça provocou desde o seu lançamento uma verdadeira revolução em matéria de teatro. A Censura protelou o seu lançamento taxando-a como «peça proibida por ser pornográfica e subversiva», mas acabou cedendo e a peça foi liberada. O Grupo União lançou na estréia da peça o seguinte manifesto : «Este espetáculo que será apresentado hoje é a estréia de uma companhia profissional de teatro: o Grupo União, Esta estréia quase não s e realizou. Durante meses seguidos, os responsáveis pelo Grupo União, o autor, os atores, o diretor, todos nós ficamos a espera do pronunciamento definitivo d a Censura, a última palavra em questões de arte no Brasil, No pronunciamento definitivo, parecia mesmo inapelâvel: «peça proibida por ser pornográfica e subversiva» - Ora, não podemos deixar passar êsse pronunciamento sem uma nota de protesto, de revolta, de inconformismo; tal pronunciamento é o mais claro atestado de incompetência sôbre si própria que a Censura poderia passar. A questão da arte e da moral é das mais extensas, e não caberia aqui um levantamento de todos os tópicos que o tema suscita. Basta dizer que essa proibição, essas atitudes de vestais* escandalizados que assumem os senhores censores, várias vezes poderiam ser evitadas (em seu próprio benefício, aliás), se tivessem a oportunidade de olhar um pouco para o futuro para saber como suas opiniões são ridicularizadas algum tempo depois. A inadequação do poder policial para debater a obra de arte é flagrante; seguramente se escritores, pintores, músicos e dramaturgos fossem chamados para elucidar um crime qualquer, apesar de s u a inadequação técnica* sair-se-iam bem melhor do que bravos policiais se saem ao julgar obras de arte. Felizmente, nem tudo está irremediávelmente perdido nc reino da Dinamarca, e a peça foi liberada. Sôbre a encenação, o trabalho foi orientado no sentido da maior verdade e densidade emocional, na linha do realismo cru, violento, e frequentemente cruel. Os conflitos físicos e estéticos em que os personagens se envolvem e que para o público podem muitas vezes parecer grotesco, de mau gosto ou desagraveis, para as personagens são conflitos vitais, fundamentais, absolutos, já que em universo sua experiências, suas perpesctivas são terrivelmente limitadas. O importante é o público de sensibilidade encontrar nessa gente que não sabe se é gente, uma angustiante procura da verdade que Atedendo a um convite feito pelo Grêmio Estudantil Rui Barbosa, o Prefeito Camerlingo Caló compareceu à última reunião da entidade. Os estudantes queriam debater os poblemas educacionais de Ourinhos, ao mesmo tempo que fariam algumas reivindicações. A reunião durou cerca de duas horas, saindo os diretores do GERB sarisfeitos com os resultados conseguidos. Os problemas tratados na reunião foram: a Faculdade de Tecnologia, a Biblioteca Municipal, uma casa de espetáculos culturais e ainda os do ensino primário e secundário. Quando o s estudantes perguntaram ao prefeito se a Faculdade de Tecnologia funcionaria nos moldes das fundações já existentes, êle respondeu que «a faculdade será administrada por é a mesma, afinal, de todos nós.» A CRITICA A crítica reagiu bem ao espetáculo e para sua orientação apresentamos algumas opiniões sôbre a obra: D ecio de A lm eida Prado O Estado de São Paulo «A interpretação de «Navalha na carne» também possui maior profundidade do que parece. À prim eira vista percebemos a perfeitíssim a adequação d o s atores aos seus papéis. A adequação física no modo de andar adequação psicológica. Tudo parece espontâneo, instintivo, Som ente mais tarde começamos a perceber que a suposta naturalidade é produto de um a cuidada elaboração, tal como estamos no direito, de esperar de atores que passaram pela Escola de A rte Dramática. Sob a direção de Jairo Arco e Flexa, os três m odulam com grande virtuosism o todas as nuances que vão do naturalismo até quase o expr es sionismo. A m í mica, nas cenas em que Wado compraz-se em torturar Veludo, chega inclusive à exasperação do grotesco. Ê quase uma dança uma fundação já criada e será mantida pela Prefeitura, possibilitando o ensino gratuito para todos, pois não faço leis que impossibilitem o direito de estudar á quem quizer, independente de sua condição social». Sobre a biblioteca o Chefe do Executivo Municipal informou que está em entendimentos com uma especialista em Bibliotecas, e que a mesma virá a Ourinhos para debater o problema. Quanto à manutenção de - a dança da crueldade infantil - m as sem nunca perder contato com a realidade humana e social que lhe deu origem.» P aulo M endonça Folha de São Pajilo «Plínio Marcos, tem, sem dú~ vida, excelentes qualidades de dramaturgo e me dispenso de enum erá-las porque se m anifestam em quase todos os planos...» João Apolínário Ultima Hora COMUNICADO Bastaria que soubessem traduzir a idéia desta obra verten do-a da linguagem da arte para a linguagem sociológica, para saberem como Navalha na Carne é um a peça em inentemente moral, A s interpretações são su r preendentes - não louvaremos u m m ais do que outro, pois todos são adm iráveis na com posição d o s personagens q u e «mostram», criticamente, a o s espectadores, utilizando recursos de contenção emocional sóbrios, mas sangrando verdade impiedosa, de u m vigor im placável, de um a violência moralizadora inegável. A perfeição cônica contida toda em u m único ato de teatro absoluto, total, perfeito.» Prefeito Atende Reivindicações Estudantis uma casa a apresentação de espetáculos culturais, o prefeito solicitou dos estudantes os levantamentos para que ela possa funcionar antes das Eliminatórias do VI Festival de Teatro A- mador da Média Sorocabana, que sediaremos no próximo mes de agosto. A respeito do prédio para a instalação do Ginásio Estadual 2.a Unidade, deverá ter suas obras iniciadas dentro de aproximadamente 60 dias, afirmou o prefeito. A «Casa dos A cum uladores» de Ourinhos, de Rodolfo Pellegrino e Cia. Ltda. comunica a sua distinta freguesia que se transferiu para suas novas instalações próprias a Rua do Expedicionário 2626 (próximo ao Trevo Rodoviário) saida para o Paraná. Outrossim, avisa - não possuir filial alguma na cidade.

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PESQUISA DIRIGIDA AOS JOVENS COM IDADE ENTRE 15 E 35 ANOS RELATÓRIO : 1º PESQUISA MISSA : 08:30 DATA : 09/04/2011 - Nº de Entrevistados : 16 1º QUESTÃO - IDADE Foi perguntado

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás LEI Nº 2.446, DE 21 DE AGOSTO DE 2008. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / Cria Escola Municipal Professor Humberto Jacinto Pereira. EMERSON MARTINS

Leia mais

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA.

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Aos quatro (04) dias do Mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Treze (2013), às 17:35 horas, com a presença de nove (09) vereadores,

Leia mais

Barreiras sedia a 1ª Conferência Municipal de Políticas Públicas de Juventude FOTOS WASHINGTON LUIZ

Barreiras sedia a 1ª Conferência Municipal de Políticas Públicas de Juventude FOTOS WASHINGTON LUIZ 1 DIÁRIO Barreiras - Bahia - sexta-feira, 25 de janeiro de 2008 ANO OFICIAL 3 - Nº 618 Sexta-feira, 25 de janeiro de 2008 - ANO 3 - Nº 618 Lei nº 675/2005 de 21 de junho de 2005 Barreiras sedia a 1ª Conferência

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes:

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO Neste exercício deverá transformar conjuntos de duas frases numa frase apenas. Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: 1)

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 106 Discurso na cerimónia de entrega

Leia mais

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO.

ESCOLA ESTADUAL AUGUSTO AIRES DA MATA MACHADO. MATÉRIA: LÍNGUA PORTUGUESA. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ASSUNTO: PRODUÇÃO DE TEXTO. PROF.: MARCÉLIA ALVES RANULFO ALUNO: Victor Maykon Oliveira Silva TURMA: 6º ANO A ÁGUA A água é muito importante para nossa vida. Não devemos desperdiçar. Se você soubesse como ela é boa! Mata a sede de

Leia mais

Banda de rock Pau com Arame

Banda de rock Pau com Arame Banda de rock Pau com Arame A banda de rock Pau com Arame, de Belo Horizonte, foi formada em 1997 e trouxe para o mundo o rock "elíptico", moderno e original enfocando temas atuais e retratando o cotidiano

Leia mais

CONVÍVIO. M a r ç o 2 0 1 4. N ú m e r o 5 7. Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS NESTA EDIÇÃO:

CONVÍVIO. M a r ç o 2 0 1 4. N ú m e r o 5 7. Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS NESTA EDIÇÃO: CONVÍVIO N ú m e r o 5 7 M a r ç o 2 0 1 4 Associação de Apoio Social Nossa Senhora das Neves - IPSS Praceta da Saudade, 22 Manique de Baixo 2645-614 Alcabideche Telefones: 21 444 12 34 21 445 80 94 E-mail:

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL 1. O que é a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)? A Lei de Responsabilidade Fiscal é um código

Leia mais

AMARRIBO. Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 AMARRIBO

AMARRIBO. Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 AMARRIBO Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 - Amigos Associados de Ribeirão Bonito www.amarribo.org.br fundação: 14 de novembro de 1999 localização Localização - Ribeirão Bonito Inauguração Nova Sede - Visão Geral

Leia mais

difusão de idéias Atenção ao olhar crítico dos professores

difusão de idéias Atenção ao olhar crítico dos professores Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias outubro/2008 página 1 Atenção ao olhar crítico dos professores Maria Malta Campos: Há uma enorme demanda reprimida por creches nas periferias das grandes cidades,

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 29 Discurso na cerimónia de premiação

Leia mais

Câmara Municipal de Uberaba Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623

Câmara Municipal de Uberaba Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623 Sua Confiança. Nosso Trabalho. LEI N.º 9.623 Estima a receita e fixa a despesa do Município de Uberaba para o exercício de 2005, e contém outras disposições. O Povo do Município de Uberaba, Estado de Minas

Leia mais

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias.

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. 1 Olá! O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. Este mês, conhecemos histórias muito interessantes que deixaram tantas recordações e aprendizados para nossos alunos! Padrinhos Argumento: EM

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

Paródia 1ªA. Música Fugidinha Michel Teló. Cheguei na escola não consegui entender. Mas depois de um tempo tudo foi se resolver

Paródia 1ªA. Música Fugidinha Michel Teló. Cheguei na escola não consegui entender. Mas depois de um tempo tudo foi se resolver Paródia 1ªA Música Fugidinha Michel Teló Cheguei na escola não consegui entender Mas depois de um tempo tudo foi se resolver Tudo dando certo eu vou ficar esperto E vestibular eu vou fazer Sempre tem aquele

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo:

Relaxamento: Valor: Técnica: Fundo: Honestidade Honestidade Esta é a qualidade de honesto. Ser digno de confiança, justo, decente, consciencioso, sério. Ser honesto significa ser honrado, ter um comportamento moralmente irrepreensível. Quando

Leia mais

+informado. 3 Norma: projeto de sistemas prediais. 2 Inovação: Amanco investe forte em novos produtos, publicidade e capacitação

+informado. 3 Norma: projeto de sistemas prediais. 2 Inovação: Amanco investe forte em novos produtos, publicidade e capacitação +informado Ano VII Nº 3 Setembro 2013 Veja nesta edição: 2 Inovação: Amanco investe forte em novos produtos, publicidade e capacitação 3 Norma: projeto de sistemas prediais de águas entra em vigor no próximo

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil

CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil Brasília, 22 de agosto de 2013 CMCJ/DF e Circuito da Criança curtem o Cirque du Soleil No dia 9 de agosto, as crianças e adolescentes do Centro Marista Circuito Jovem e Centro Marista Circuito da Criança

Leia mais

Programação. 28 Setembro. 29 Setembro

Programação. 28 Setembro. 29 Setembro Programação 28 Setembro 10h Lançamento do Selo Alusivo aos 60 anos Local Auditório da Smed Rua dos Andradas, 680/6º andar Público Diretores e Coordenadores da Smed 29 Setembro Local Centro de Municipal

Leia mais

MUNICÍPIO DE RIOLÂNDIA. www.riolandia.sp.gov.br www.riolandia.dioe.com.br. Terça-feira, 25 de novembro de 2014 Ano I Edição nº 112 Página 1 de 9

MUNICÍPIO DE RIOLÂNDIA. www.riolandia.sp.gov.br www.riolandia.dioe.com.br. Terça-feira, 25 de novembro de 2014 Ano I Edição nº 112 Página 1 de 9 Terça-feira, 25 de novembro de 2014 Ano I Edição nº 112 Página 1 de 9 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO DE RIOLÂNDIA 2 Atos Oficiais 2 Leis 2 Decretos 8 EXPEDIENTE O Diário Oficial do Município de Riolândia, veiculado

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo:

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: - Alguns aspectos que interferem na saúde das pessoas - Saúde como Direito Constitucional dos brasileiros

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social O tempo e a espera Ministro fala de projetos em andamento e ações do governo para a área educacional Entrevista do ministro publicada na Revista Educação no dia 26 de maio de 2004. Tarso Genro é considerado

Leia mais

Respostas dos alunos sobre o curso

Respostas dos alunos sobre o curso Respostas dos alunos sobre o curso Aplicação INDICADOR: ENSINO QUESTÃO: EM TERMOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA, QUE ATIVIDADES VOCÊ CITARIA COMO UM DIFERENCIAL DO CURSO? FACULDADE: PÇL - NÚCLEO DE ARTE E TECNOLOGIA

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Apresentação Esta cartilha representa um grito dos educadores, dos estudantes, dos pais, dos trabalhadores e da sociedade civil organizada em defesa da educação pública de qualidade, direito de todos e

Leia mais

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel Elaboração Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude e Coordenadoria de Comunicação Social do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Contato Rua Bocaiúva, 1.750, 4º andar - Centro -

Leia mais

Câmara Municipal de Cubatão

Câmara Municipal de Cubatão 2 ATA DA 1ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO 2º ANO LEGISLATIVO DA 16ª LEGISLATURA REALIZADA EM 27 DE MAIO DE 2014 PRESIDÊNCIA - Sr. César da Silva Nascimento. SECRETARIAS - Sr. Fábio Alves Moreira e Sr. Ricardo

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S ATA DA 9 a REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 33 a LEGISLATURA, 2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IVAIPORÃ Estado do Paraná PLE 136/2012

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE IVAIPORÃ Estado do Paraná PLE 136/2012 1 LEI N 2.242, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2012 Abre um Crédito Adicional Suplementar e dá outras providências Art. 1 Fica o Poder Executivo autorizado a abrir no corrente exercício financeiro, um Crédito Adicional

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 6. EDUCAÇÃO E CULTURA Senhor Reitor:

Leia mais

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Um projeto para discutir Direitos Humanos necessariamente tem que desafiar à criatividade, a reflexão, a crítica, pesquisando, discutindo e analisando

Leia mais

Dalcídio Jurandir inspira projeto teatral Por Luciana Medeiros, colaboradora do Guiart

Dalcídio Jurandir inspira projeto teatral Por Luciana Medeiros, colaboradora do Guiart Dalcídio Jurandir inspira projeto teatral Por Luciana Medeiros, colaboradora do Guiart Ponta de Pedras, ilha do Marajó, Pará, 10 de janeiro de 1909. Nasce ali e naquela data uma das maiores expressões

Leia mais

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto

Cemitério Municipal de Curitiba traz histórias e arte a céu aberto 1 de 7 04/06/2013 12:52 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos ASSINE JÁ CENTRAL E-MAIL criar e-mail globomail free globomail pro ENTRAR Paraná 04/06/2013 09h20 - Atualizado em 04/06/2013 12h15

Leia mais

QUERIDO(A) ALUNO(A),

QUERIDO(A) ALUNO(A), LANÇADA EM 15 MAIO DE 2008, A CAMPANHA PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS É UMA DAS MAIORES MOBILIZAÇÕES PERMANENTES JÁ REALIZADAS NO PAÍS, COM FOCO NO COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

nao e moleza Quem entende de avaliação é quem está na escola

nao e moleza Quem entende de avaliação é quem está na escola nao e moleza Quem entende de avaliação é quem está na escola Estudantes trabalhadores A Educação de Jovens e Adultos (EJA) nas escolas foi uma conquista dos trabalhadores. Desde os anos 50, diversos movimentos

Leia mais

Clipping Eletrônico - Sexta-feira dia 03/10/2014

Clipping Eletrônico - Sexta-feira dia 03/10/2014 Clipping Eletrônico - Sexta-feira dia 03/10/2014 Jornal Em Tempo Dia a Dia - Página B3-03/10/2014 Jornal Agora Cidade Página 4-03/10/2014 Av. Mário Ypiranga, 1695 Adrianópolis Portal Acrítica - Saúde

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 77 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #19 - fevereiro 2015 - Eu posso dizer para "NÃO" filho? meu Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 24 Discurso na solenidade de entrega

Leia mais

Aula 7 Liberdade financeira (2)

Aula 7 Liberdade financeira (2) Aula 7 Liberdade financeira (2) Introdução: Equilíbrio financeiro depende de diligência, disciplina e dependência do Senhor e da sua palavra. Objetivos do estudo: - Avaliar suas atitudes quanto à riqueza

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

Lei N.º 1215 / 2012. Dispõe Sobre a Autorização para Abertura de Crédito Adicional Suplementar e dá Outras Providências.

Lei N.º 1215 / 2012. Dispõe Sobre a Autorização para Abertura de Crédito Adicional Suplementar e dá Outras Providências. Lei N.º 1215 / 2012 Dispõe Sobre a Autorização para Abertura de Crédito Adicional Suplementar e dá Outras Providências. O Prefeito Municipal de Rubinéia, Aparecido Goulart, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 sumário 1. rumo ao SINAI... 3 2. os mandamentos... 14 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 6. israel avança... 78 7. o cântico de débora... 95 8. gideão, o guerreiro...

Leia mais

Todos a favor da agilidade

Todos a favor da agilidade Todos a favor da agilidade Você sabia que agora os inventários, partilhas, separações e divórcios podem ser feitos no cartório? Pois é! Agora os cidadãos tiveram suas vidas facilitadas! Esses atos podem

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs

100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 100 Dicas do Presidente do RI Sakuji Tanaka para Fortalecer os Rotary Clubs 1. Fazer mais atividades humanitárias com maior enfoque. 2. Ajustar o número de comissões ao tamanho do clube. 3. Fazer com que

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL JOANA DE FREITAS BARBOSA GRÊMIO ESTUDANTIL 11 DE AGOSTO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2004

COLÉGIO ESTADUAL JOANA DE FREITAS BARBOSA GRÊMIO ESTUDANTIL 11 DE AGOSTO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2004 COLÉGIO ESTADUAL JOANA DE FREITAS BARBOSA GRÊMIO ESTUDANTIL 11 DE AGOSTO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2004 EMENTA: Cria o Sistema de Comunicação Interna do Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa (Polivalente)

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei

Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 01- Estamos apenas começando Deus criou, eu cuidarei O velho testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Orçamento Empresarial Copyright Pereira, F. I. Prof. Isidro

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

Patrocínio Institucional Parceria Apoio

Patrocínio Institucional Parceria Apoio Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 79 Memória Institucional - Documentação 17 de abril de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

capítulo 3 Estatuto do Idoso, direitos e violações

capítulo 3 Estatuto do Idoso, direitos e violações capítulo Estatuto do Idoso, direitos e violações _IDOSOS NO BRASIL > vivências, desafios e expectativas na ª idade. Estatuto do Idoso, direitos e violações A maioria da população brasileira na ª idade

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Ética e Segurança Digital RODRIGO JORGE CONSELHO TÉCNICO

Ética e Segurança Digital RODRIGO JORGE CONSELHO TÉCNICO 1 Ética e Segurança Digital RODRIGO JORGE CONSELHO TÉCNICO 2 O que é o Movimento? O Movimento é uma ação de Responsabilidade Social Digital que tem a missão de educar, capacitar e conscientizar os alunos,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO

PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO 1 de junho de 2015 (segunda-feira) Leitura da sutra sagrada Chuva de Néctar da Verdade (30 ) 00:00 - Hino Sagrado É Primavera! (5 ) Maravilhosos filhos de Deus boa tarde

Leia mais

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 32/2014 REGULAMENTO DO II FESTIVAL NACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS DE PONTA GROSSA/PR - É

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 32/2014 REGULAMENTO DO II FESTIVAL NACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS DE PONTA GROSSA/PR - É FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA DE PONTA GROSSA EDITAL Nº 32/2014 REGULAMENTO DO II FESTIVAL NACIONAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS DE PONTA GROSSA/PR - É hora de contos nos Campos Gerais! A PREFEITURA MUNICIPAL

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Pesquisa e Consultoria Relatório Síntese PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 89 CNT 18 a 22 de Junho de 2007 SAS Q 06 - Lote 03 - Bloco J Rua Grão Pará, 737-4º andar Ed. Camilo Cola - 2 o andar

Leia mais

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço.

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Empresário Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Sophie Kinsella, Jornalista Econômica e autora Você curte moda? Gosta de cozinhar? Ou talvez apenas goste de animais?

Leia mais

J U N T A D E F R E G U E S I A D E S I N E S ATA Nº22/2012

J U N T A D E F R E G U E S I A D E S I N E S ATA Nº22/2012 ATA Nº22/2012 Aos doze dias do mês de Setembro do ano de dois mil e doze, nesta Cidade de Sines e sala de reuniões da Freguesia de Sines, sito no Largo Ramos da Costa nº 21 B, teve lugar a reunião ordinária

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 40 Discurso na cerimónia comemorativa

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

FECHAMENTO DE RUAS AO TRÁFEGO DE VEÍCULOS ESTRANHO AOS MORADORES DE VILAS, RUAS SEM SAÍDA E RUAS E TRAVESSAS COM CARACTERÍSITCAS DE RUAS SEM SAÍDA.

FECHAMENTO DE RUAS AO TRÁFEGO DE VEÍCULOS ESTRANHO AOS MORADORES DE VILAS, RUAS SEM SAÍDA E RUAS E TRAVESSAS COM CARACTERÍSITCAS DE RUAS SEM SAÍDA. FECHAMENTO DE RUAS AO TRÁFEGO DE VEÍCULOS ESTRANHO AOS MORADORES DE VILAS, RUAS SEM SAÍDA E RUAS E TRAVESSAS COM CARACTERÍSITCAS DE RUAS SEM SAÍDA. LEI Nº 15.002, DE 22 DE OUTUBRO DE 2009 (Projeto de Lei

Leia mais

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo.

Para a grande maioria das. fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Sonhos Pessoas Para a grande maioria das pessoas, LIBERDADE é poder fazer o que desejo fazer, ou o que eu tenho vontade, sem sentir nenhum tipo de peso ou condenação por aquilo. Trecho da música: Ilegal,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bauru Estado de São Paulo

Prefeitura Municipal de Bauru Estado de São Paulo Prefeitura Municipal de Bauru Estado de São Paulo Lei nº 2166, de 25 de setembro de 1979 Autoriza a criação da EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTES URBANOS DE BAURU EMTURB. OSVALDO SBEGHEN, Prefeito Municipal

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional

SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria de Estado da Educação Superintendência Regional de Ensino de Carangola Diretoria Educacional Sequencia Didática destinada aos Anos Finais do Ensino

Leia mais

Política, Democracia e Cidadania

Política, Democracia e Cidadania Política, Democracia e Cidadania Por um jovem brasileiro atuante Por Floriano Pesaro Vereador, líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Natural de São Paulo, Floriano é sociólogo formado

Leia mais

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena OSUTERBOS DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. JANEIRO escrito por: Antפnio Carlos Calixto Filho Personagens: Dana de Oliveira uma moça simples ingênua morena olhos pretos como jabuticaba,1.70a,sarad a cabelos

Leia mais

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança nestaedição abril 2013 destaques 06 Capa De frente com o mercado de trabalho 14 MetrôRio Investindo no futuro, MetrôRio comemora 15 anos de concessão zoom 22 boa pedida 24 perto daqui 28 do bem 32 recicla

Leia mais

Informativo Trimestral

Informativo Trimestral Informativo Trimestral Aprovado pelo Ministério da Cultura - PRONAC Nº 111047 Selecionado como Ponto de Cultura em 2010 Apoiado pelo Criança Esperança em 2011 Informativo Trimestral Patrocínio Parceria

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

05/05/14 RC RJ MÉIER RC DE COPACABANA NOTICIAS DOS CLUBES - 05/05/2014 A 30/05/2014. Apresentação: Companheira Mariângela Mello da Silva Cardoso

05/05/14 RC RJ MÉIER RC DE COPACABANA NOTICIAS DOS CLUBES - 05/05/2014 A 30/05/2014. Apresentação: Companheira Mariângela Mello da Silva Cardoso NOTICIAS DOS CLUBES - 05/05/2014 A 30/05/2014 05/05/14 RC RJ MÉIER A Presidente do Rotary Club Rio de Janeiro MÉIER Companheira MARIÂNGELA MELLO DA SILVA CARDOSO, tem a satisfação de convidar os companheiros

Leia mais

Educação, estando em conformidade com as leis que regem o mesmo; Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais

Educação, estando em conformidade com as leis que regem o mesmo; Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais Vestibular Ibmec 2008.1 Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais A Faculdade Ibmec oferece os cursos de Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais. Foi criada com

Leia mais

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC ENTREVISTA MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES MALBA FUNDACIÓN CONSTANTINI Entrevista realizada com a educadora Florencia González de Langarica que coordenou o educativo do Malba até 2012, concedida

Leia mais