O Dilúvio bíblico plagiou a lenda da Nau Bandhana?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Dilúvio bíblico plagiou a lenda da Nau Bandhana?"

Transcrição

1 O Dilúvio bíblico plagiou a lenda da Nau Bandhana? É alarmante que versões absurdas continuem sendo divulgadas como sendo uma realidade inquestionável, e que na vida dos fundamentalistas ou dependentes da religião não haja espaço para a dúvida, para a crítica, ou para a vontade de investigar. O Dilúvio é uma mitologia onde o mundo renasce depois de ter sido lavado do pecado. Para engrandecer os supostos poderes do Deus YHWH, tanto a Nau Bandhana, como Manu e a Lenda do Peixe, e a Lenda de Utnapishtim, entre outras lendas foram transformadas no mitológico Dilúvio bíblico. Nau Bandhana, que significa a Nau encalhada, se refere à Arca hindu que num dos Grandes Dilúvios que assolaram o mundo dos homens teria encalhado no Himalaia. A tradição hindu tem textos religiosos que incluem relatos com cerca de 8000 anos, e no Vedismo indiano, que significa CONHECIMENTO ; e é chamado de bramanismo ou hinduísmo; se ensina que Devas, (em sânscrito o SOL LUMINOSO ), criou da lama o primeiro homem; mas após os humanos terem se tornaram numerosos, depravados e maus, Devas mandou um Dilúvio que durou 40 dias e 40 noites para matá-los... Todavia, como Vadasuata era um homem virtuoso, antes do Dilúvio divino, o Deus Devas mandou que Vadasuata construísse uma imensa Arca, e nela embarcasse com sua família, e um casal de cada espécie de animal existente... Embora as versões existentes na Bíblia não sejam as únicas fontes historiográficas que os escribas possuem; e não tenham sido escritas por intermédio de cientistas; mas sim, de Profetas insanos; e sendo incapaz de esclarecer as dúvidas científicas, os iludidos desprezam tudo o que seria contrário as suas revelações religio$as. Mesmo não possuindo as respostas os religiosos desprezam tudo o que possa abalar as suas crenças, pois o devoto jamais admitirá que os seus dogmas ou Livros Sagrados possam estar errados.

2 A lenda de Deucalião e Pirra Milhares de anos antes do Cristianismo, a cultura babilônica já relatava a Lenda de Utnapishtim e a Epopéia do barqueiro Deucalião, O mais justo dos homens, pois a Arca de Noé não é a primeira versão de alguma enchente catastrófica, mas apenas a mais conhecida dos brasileiros. Embora a Bíblia seja um Zodíaco, e um aglomerado de alegorias e ficções; nas raízes das lendas que povoam o folclore popular, sempre há alguma algum fato real, ainda que o mesmo tenha sido remodelado, para justificar os interesses de determinados grupos. Séculos antes dos Hebreus, que viviam na Cidade de Ur, que ficava na Mesopotâmia, terem emigrado para a Palestina sob a chefia de Abraão, ou terem criado o MENORÁ (o candelabro de sete braços, o símbolo religioso da religião mosaica e o brasão do Estado de Israel), uma antiga lenda conta que Júpiter zangado com a maldade, as guerras, as desobediências e os tumultos dos humanos, resolveu que os humanos não teriam mais o direito de viver, que se deveria criar uma nova raça, que fosse digna e cultuasse os deuses; e que o melhor seria inundar a Terra e afogar os humanos. Assim que o castigo foi aprovado por todos, As portas do Céu foram abertas e caiu sobre a Terra uma copiosa chuva de 07 dias e 07 noites, mas escaparam em uma barca, Deucalião (o mais justo dos homens) e Pirra (a mais virtuosa das mulheres). Quando o Dilúvio de 07 dias e 07 noites terminou, o casal consultou um oráculo sobre o que deveria fazer e o mesmo lhes aconselhou que atirasse para trás os ossos da sua mãe. A mãe era o planeta Terra e os ossos eram as pedras que estavam espalhadas pelo chão, sendo que as pedras lançadas para trás por Deucalião transformaram-se em fortes e intrépidos homens, e as pedras que foram lançadas para trás por Pirra, transformaram-se em lindas mulheres. Vários fragmentos e versões, como o Épico de Atrahassis, que é datado de 1635 a.c. relatam que teria havido um Dilúvio, sendo que para os sumérios, o primeiro herói se chamaria Ziusudra, que quer dizer Vida de Longos Dias ; já Utnapshtin seria Aquele que tem vida eterna, e Atrahassis seria aquele que é Extremamente sábio.

3 A lenda de UTNAPISHTIM Além de o Dilúvio hebraico misturar fatos com lendas, ser uma tentativa de engrandecer os poderes do Deus YHWH, ser um sincretismo religioso, obedece às regras do raciocínio mítico e da pericope, e não às normas da Razão ou da Realidade, ele seria uma reciclagem da Epopéia de Um-na pisti e da lenda antiguíssima onde o Rei Gilgamesh teria sobrevivido a um Dilúvio. Durante os 50 anos do cativeiro babilônico os escribas hebreus teriam absolvido a Lenda de Gilgamesh, um híbrido das culturas suméria e babilônia, e transformado a Lenda de Gilgamesh no Dilúvio bíblico. A Lenda de Gilgamesh foi registrada pela escrita cuneiforme criada pelos sumérios, em caracteres em forma de cunha, gravada em tábuas de argila. No princípio usou-se a escrita pictográfica, mas gradualmente os caracteres foram se transformando num conjunto de sinais silábicos e fonéticos, que chegaram a um total de 350, sendo que nenhum dos alfabetos atuais derivou da Escrita cuneiforme. Epistemologicamente falando, o Dilúvio foi causado pelo aquecimento da Terra, pois o degelo das camadas que haviam se formado durante o Período de glaciação elevou o nível do Mar de Mármara, fez com que o Estreito de Bósforo ficasse submerso, criou o Mar Negro e fez os antigos pensarem que a inundação seria um castigo Dilúvio, que atingiu todo o planeta Terra... Como na época do Dilúvio se desconhecia que a Terra não era só as regiões conhecidas, e o Rei de Uruk, de a.c., relatou à inundação em estelas de barro com escritos cuneiformes acadianos, a Epopéia de Gilgamesh, depois de se encher de adornos religiosos, terminou se transformando no épico conhecido como O Dilúvio, pois ao serem escravizados pelos babilônicos, os hebreus tomaram conhecimento da Epopéia de Gilgamesh e a transformaram no Dilúvio. Graças à Bíblia, a Epopéia de Gilgamesh passou da tradição oral para a escrita dos hebreus, virou o Dilúvio, e foi perpetuada.

4 Na Epopéia de Gilgamesh encontramos lendas-raízes anteriores aos escritos bíblicos, que misturam mitologias com fatos reais. A lenda de Utnapishtim (Ziazudra ou Atrahaxes) relata que ele construiu um imenso barco e com sua mulher teriam se tornado os únicos sobreviventes de um Dilúvio universal. A história de Utnapishtim é um dos épicos mais antigos da literatura mundial, pois teve origem numa raiz vital da civilização ocidental, e o seu charme, imaginação e conteúdo arquétipo, rivalizam com as histórias da vida moderna. A lenda de Utnapishtim relata que os humanos foram criados para servir aos Deuses, mas eles cometiam todo tipo de pecado e faziam tanta algazarra que os deuses resolveram afogá-los. Na antiga lenda, Utnapishtim é um mortal que venerava o Deus sábio Ea e que vivia tranqüilo com sua mulher na Cidade de Shurrupak, localizada na margem do Rio Eufrates, na parte central do Sul da Mesopotâmia (atual Tell Fará). Mas a Cidade desse Noé babilônico, assim como os humanos, foram crescendo, e um dia, chateado com o desrespeito e o tumulto dos humanos, o Deus guerreiro Enlil, sugeriu: Vamos afogar esta plebe que perturba o nosso descanso!. Como o Deus Anu, e seus filhos Intel, Ea, Ninurta, Ennugi e Ishtar, também estavam aborrecidos com as algazarras dos humanos, que atrapalhavam seus descansos, a fim de afogar os humanos eles concordaram em Abrir as portas do Céu, soltar as águas do mundo e fazer cair sobre a Terra uma copiosa chuva de 07 dias e 07 noites. E assim o castigo proposto por Enlil foi aprovado por todos os deuses, que combinaram não avisar nenhum humano sobre o plano maquiavélico de afogá-los. Mas como o Deus sábio Ea ficou resmungando por muito tempo alguns detalhes do castigo que ele considerava excessivo, o vento terminou levando o murmuro de Ea até UTNAPISHTIM, que mesmo estando sonolento acreditou no que ouviu, pois ele sabia que os deuses eram vingativos. Sem perda de tempo Utnapishtim desmanchou sua casa de madeira, e com o material que apurou construiu um imenso barco de 03 andares, comprido, largo e alto. Abandonou as riquezas materiais, e levou para o barco a sua mulher, muitas provisões e um casal de todas as criaturas existentes no local (tanto domésticas quanto selvagens). Durante 07 dias e 07 noites, a tempestade enviada pelos deuses açoitou o mundo e afogou tudo. No oitavo dia, a chuva terminou e Utnapishtim, que olhou do barco para fora e não avistou nenhuma outra criatura viva, chorou. Mas isso foi só mais algumas gotas de água, na imensidão do Dilúvio.

5 Vendo que o perigo havia passado Utnapishtim atracou o barco no topo do Monte Nisir, onde soltou uma pomba e um corvo. A pomba retornou exausta, mas com um ramo de Oliveira no bico. Já o corvo não retornou, pois encontrara muita carniça para devorar. Utnapishtim desceu do barco, se embebedou e discutiu com a esposa que o advertiu sobre as palavras duras que pronunciara sobre os deuses terem tratado a Humanidade como gado humano. Apesar de Utnapishtim não sentir amor, ternura, gratidão ou mesmo admiração pelos deuses, mas sim, desprezo, inveja, medo e muita revolta, para minimizar suas blasfêmias, Utnapishtim resolveu sacrificando em holocausto um lindo filhote de carneiro que nascera durante o Dilúvio. Quando o cheiro delicioso da carne churrascada se espalhou pelos arredores, apareceu Enlil, furioso e esbravejando. Por que um mortal do tipo que só serve para criar confusão escapou, se todos deveriam ter morrido? Será que alguém traiu o acordo e avisou a esse mortal sobre o castigo? Para acalmar os ânimos, o Deus sábio Ea argumentou que a vingança fora pesada demais e que pelo menos o casal em questão não mereceria morrer, pois ninguém os havia avisado e fora o próprio Utnapishtim que pressagiara a enchente. Com o apaziguamento do Deus sábio Ea, a raiva de Enlil esfriou. E Enlil acabou concordando que apesar dos homens terem sido criados para adorar e servir aos deuses, eles tinha o direito de escolher suas ações; além disso, seria mais agradável que os deuses tivessem alguém que os adorasse de livre e espontânea vontade. Tendo se convencido de que o barqueiro do Dilúvio estaria predestinado a ter uma vida diferente e excitante, na tentativa de remediar o mal que os deuses fizeram, Enlil pegou sua espada e tocando com a mesma o ombro de Utnapishtim, que se ajoelhará ao seu lado, fez com que Utnapishtim e sua esposa, se tornassem imortais. Mesmo o Dilúvio não passando de uma inundação de proporções cataclísmicas, que só ocorreu nas regiões invadidas pelo degelo das Calotas Polares, que haviam se formado durante o último período glacial, bilhões de humanos acreditaram no Dilúvio imortalizado pela Bíblia e acreditaram no relato de que o Dilúvio teria começado no dia 17, do segundo mês, do ano 600 da vida de Noé (Gênesis 7: 11), e terminado no dia 01, do primeiro mês, do ano 601 (Gênesis 7: 13).

6 NOÉ E OS ANIMAIS PERMANECERAM NA ARCA 1 ANO E 10 DIAS Por que o Noé não colocou na arca também a sua sogra, e as sogra dos seus 3 filhos? O arauto dos "erros" bíblicos Lisandro Hubris questiona quantos dias Noé permaneceu na Arca? Como o Gênesis 7:11 afirma que Noé entrou na arca no dia 17 do segundo mês do ANO 600 da sua vida... E em Gênesis 8:14, podemos ler que Aos 27 dias, do segundo mês, do ANO 601, Deus falou a Noé, dizendo Sai da arca, tu, e juntamente contigo tua mulher, teus filhos e as mulheres de teus filhos. Noé e os animais teriam permanecido na ARCA 1 ANO e 10 DIAS, ou seja, 375 DIAS! Já que quem sustenta a vida no planeta Terra é a BIOMASSA SUBTERRÂNEA, ou seja, a soma da matéria viva existente sob a superfície da terra. E que supera em volume e diversidade tudo o que existe na superfície do planeta Terra; pois é a Biomassa subterrânea que sustenta a vida na superfície do planeta. Já que a Relação áurea de equilíbrio biológico entre Presas X Predadores é piramidal; e para cada predador e necessário haver inúmeras presas... Caso os vegetais tivessem morrido, o que Noé e os animais comeram nos 375 dias em que eles ficaram na arca, e logo DEPOIS do desembarque? Não podemos esquecer que após o Dilúvio ter terminado mesmo os que se nutrem de vegetais autotróficos (que produzem o seu próprio alimento), teriam que esperar que os seus alimentos se reproduzissem, para só então, poder se alimentar; e que caso algum ser devorasse a sua presa antes que a mesma tenha conseguido se reproduzir, ou a caça perdesse o seu par, a espécie não mais se propagando, desapareceria. Noé construiu algum transporte auxiliar para reunir os vegetais, animais e microrganismos espalhados pelo mundo, ou foram os próprios animais e vegetais que milagrosamente se apresentaram para embarcar? Além de ser impossível que os mais de 50 milhões de espécies, num total de 100 milhões de indivíduos, (macho/fêmeas), que habitavam os continentes e as várias ilhas, tenham sidos reunidos por tão pouca gente... Como o Noé teria impedido que os seres das incontáveis cadeias alimentares se devorassem uns aos outros? Já que o mitológico Dilúvio bíblico teria ocorrido por volta do ano 2348, após a criação do mundo... Porém diversos Povoados e Cidades antigas passaram por esse período, sem que os seus habitantes fossem exterminados pelo SUPOSTO DILÚVIO bíblico. Ficaria provado que o tal Dilúvio não passou de uma colossal enchente, que só ocorreu no lado do planeta Terra voltado para o Sol, e próximo a alguma geleira... Mas que depois de ser transmitida de forma oral pelas gerações antigas, virou um acontecimento fantástico, e foi colocada na Bíblia como uma bazofia dos supostos poderes mágicos do Deus Javé.

7 O número de espécies que Noé precisaria salvar seria MAIOR do que as que existem hoje Se comparado com as diversas EXTINÇÕES EM MASSA o Dilúvio vira uma simples enchente. A RELAÇÃO ENTRE ESPÉCIE E ÁREA, mostrou que TODO DIA 73,5 espécies DESAPARECEM; e que o número de espécies que Noé precisaria salvar seria MAIOR do que tudo o que existe hoje. Pois na época de Noé as FLORESTAS ainda eram VIRGENS e GIGANTESCAS; os RIOS ainda não estavam POLUÍDOS; o MAR ainda não havia virado DEPÓSITO de resíduos, os PÂNTANOS ainda não haviam SUMIDO, os MANGUEZAIS ainda não haviam se degradado ou desaparecidos, e os DESERTOS ainda eram regiões férteis e verdes. Caso o Dilúvio seja comparado com as diversas EXTINÇÕES EM MASSA, que antes do homem surgir fizeram desaparecer cerca de 99% dos gêneros existentes tanto no AR, como na SUPERFÍCIE do planeta Terra, e na ÁGUA; o mitológico Dilúvio de Noé vira uma simples enchente, e um degelo (que só aconteceu no lado do planeta Terra voltado para o Sol). O relato de um Dilúvio mundial e a história da Nau sem rumo, sem leme, sem vela, sem remo, sem motor, sem âncora e sem destino, ter sido a única que conseguiu sobreviver, não passa de um Conto de fadas religioso, que a Bíblia usa para apavorar os devotos e reforçar os supostos poderes do Deus YHWH. Existem dezenas de lendas sobre o suposto Dilúvio, originárias de muitas culturas diferentes, como a Babilônia, a Romana, a Indiana, a Australiana e as Americanas. E todas alegam que a causa do Dilúvio foi algum castigo divino, que houve a destruição da Humanidade e que um casal teria sobrevivido, pois muitos povos antigos têm alguma lenda onde os antepassados teriam sobrevivido a algum Dilúvio global, inclusive os pigmeus africanos, os celtas europeus, os incas sul-americanos, os povos do Alasca, da Austrália, da China, da Índia, da Lituana, etc. Os atingidos pelos degelos glaciais não sabiam que a variação no ângulo do eixo de rotação da Terra, em relação ao Equador, aumenta muito a potencia da energia solar que é absolvida pelo lado mais iluminado do planeta Terra. E que o anterior grande recuo do mar era prenúncio de que parte do gelo armazenado pelas geleiras um dia se derreteria, causando uma imensa enchente... Se o Dilúvio afogou quase toda a vida existente no planeta Terra, por que jamais foram encontrados vestígios dos milhares de homens e animais que teriam perecido? Se a Arca de Noé foi construída conforme as instruções existentes na Bíblia, ela não teria capacidade de reproduzir os vários ambientes ecológicos existentes na Terra. E os que servem de alimento para outras criações teriam ficado mais de 375 dias lado a lado com os seus predadores.

8 Como Deus seria ONISCIENTE se Ele precisou fazer "Recalls"? Para provar que o mitológico Deus YHWH além de cruel também seria um projetista inexperiente, incompetente, e desprovido de Onisciência, basta lembrar que: 1-Mesmo o Céu sendo um lugar perfeito, no Céu houve vaidade, orgulho, revolta, guerra, e tanto Lúcifer como um terço dos Anjos (por já terem nascido PSICOPATAS), terminaram virando Demônios... 2-Lilith (a primeira mulher) foi tão rebelde que não aceitou ser submissa ao Adão... A Árvore da vida introduziu a Morte e o Pecado hereditário no mundo... 3-Eva foi tão fútil que teria desgraçado o Adão e toda a humanidade... 4-Como Noé e sua família foram os únicos experimentos que deram certo, a solução divina foi fazer um recall onde os outros humanos foram assassinados por Deus... 5-Teria sido necessário destruir tanto Sodoma como Gomorra... 6-Nos períodos Cretáceo Terciário (KT), Permiano e Triássico, 99% das espécies foram extintas por problemas de adaptação. 7-Deus teria precisado sacrificar o seu primogênito para salvar os cristãos... 8-Mesmo a Bíblia judaica sendo a palavra original de Deus revelada, Deus trocou o judaísmo pelo cristianismo, modificou algumas normas do Antigo Testamento... E Jesus teria vindo como o atual Intercessor entre Deus e os humanos... 9-Sendo verdade que Deus mudou a sua palavra, não cumpre com suas promessas, se arrepende, e fez Recalls... Quem garante que Deus não voltará a se arrepender, não mudará de idéia, ou não enviará algum novo Intercessor? O Recall do DILÚVIO é um CAUSO mal explicado onde logo tudo voltou à bagunça de antes. E como a perfeição não criar a imperfeição, Deus sendo TODO PODEROSO e ONISCIENTE, suas criações não poderiam ter sido tão erradas ao extremo de ter sido necessário EXTERMINA-LAS, e fazer Recalls. Além do INEXPERIENTE e sanguinário Deus bíblico ter FALHADO na primeira tentativa de criar uma Humanidade que o agradasse, e ter se ARREPENDIDO de haver creado os humanos... As questões em tela mostram que YHWH seria um Deus INCOMPETENTE, e não algum Deus ONISCIENTE que já conheceria o FUTURO da raça humana... Onde estaria a ONISCIÊNCIA e a PERFEIÇÃO do Deus que, em Gênesis 6:7, precisou fazer um RECALL, porque SE ARREPENDEU DE HAVER CREADO OS HUMANOS, (mas não se arrependeu de ter feito Satanás, o seu grande ajudante na batalha para conseguir dominar os crédulos)?

9 NÂO PODE EXISTIR NENHUMA CONTRADIÇÃO EM DEUS, pois toda contradição é uma imperfeição ou uma falha. Se existe algum Deus criador de tudo, e antes de criar algo Deus já saberia TUDO o que irá acontecer; como um Deus ominisciente poderia não se agradar da sua própria criação, ou mesmo se ARREPENDER de ter criado os humanos? Por milhares de anos Gen 6:6 afirmou que Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração"; mas hoje fingi que o primitivo idioma hebraico é tão sofisticado que o termo se arrependeu não tem um análogo de idêntico sentido, no atual idioma português. Só que o moderno vocabulário português de hoje é infinitamente melhor do que o hebraico primitivo, que não tinha sinais de pontuação, não tinha consoante, não tinha os estrangeirismos, não tinha os termos tecnológicos de hoje, e não tinha as gírias e os salamaleques, que hoje são parte da sofisticada vida atual... Além de Antropopatia ser a atribuição de sentimentos humanos a Deus que, sendo uma Entidade, não possuiria sentimentos iguais aos dos humanos, como Deus poderia ter se entristecido, se frustrado, mudado de planos, errado ou se arrependido de haver creado o ser mais importante de toda a sua obra? Desde que os humanos aprenderam a divulgar sua história, nunca houve alguma catástrofe mundial, mas apenas alguns acontecimentos naturais e localizados, como, por exemplo, as antiguíssimas INUNDAÇÕES com mais seis mil anos, e que nada tiveram a ver com algum suposto Castigo Divino. Seria impossível que no mundo inteiro ninguém também tivesse algum tipo de barco. E para que os 8 amadores náuticos conseguissem construir a Arca, eles precisariam de gigantescas vigas com até 150 metros, sendo que na região não existiam árvores de grande porte. A Arca de Noé é só uma cópia da Naubandhana e da Lenda de Utnapishtim, onde durante uma inundação, os antigos teriam construiu diversas barcas e transportado vários animais para algum lugar mais seguro. Como Noé aos 600 anos de idade teve saúde para construir e cuidar da arca? Depois do Dilúvio Noé teria vivido mais 350 anos? Todos os dias da vida de Noé teriam sido cerca de 950 anos?

10 Uma Pressão equivalente à do mar profundo Embora o vapor d'água ocupe um espaço maior, como o vapor d água tem o mesmo peso da água que virou vapor, e considerando que a pressão atmosférica aumenta com o peso e a quantidade de gases que se encontram na atmosfera, chega-se à conclusão de que, na hora do Dilúvio, a descomunal nuvem exerceria uma PRESSÃO ATMOSFÉRICA tão elevada sobre o que se encontrasse em baixo da mesma, que esmagaria tudo, inclusive a Arca de Noé e os seus passageiros!! Além do ultimo MOVIMENTO de PRECESSÃO do planeta Terra só ter derretido o gelo existente no lado Norte do planeta, pois no lado Sul do planeta o gelo AUMENTOU... Para desconstruir a versão da chuva do Dilúvio ter inundado todo o planeta Terra, a ponto de encobrir as montanhas mais altas. Bastar lembrar que seria necessária uma descomunal nuvem, com o diâmetro equatorial de 12 milhões de metros e mais de metros de espessura, sendo que a atmosfera terrestre não absorve tal quantidade de nuvens. É matematicamente impossível que a água proveniente de alguma chuva encobrisse o topo das montanhas mais altas, como as Montanhas com cerca de metros de altitude; pois para que isso acontecesse, seria necessário que a água proveniente da chuva subisse mais de metros de altitude, acima do nível do Mar. Que se inundasse uma área com cerca de 4,1 bilhões de quilômetros... E o volume da água terrestre teria que no mínimo dobrar... Houve vários Deuses da chuva como Tlaloc, Chac, Apu Illapu, Indra, Zeus, etc. O Rio Nilo possuía três estações determinadas pelo seu fluxo: As CHEIAS (akket), o SEMEIO (pert) e a COLHEITA (shemu).

11 A chuva do Dilúvio geraria um Calor superior a 400 Celsius Já que a chuva é uma CONDENSAÇÃO, ou passagem de Vapor para o Estado líquido, é uma Reação EXOTÉRMICA, ou seja, uma Reação física que libera calor... Caso o Dilúvio bíblico tivesse acontecido, a liquefação de uma descomunal nuvem capaz de produzir uma chuva tão torrencial, que fosse capaz de encobrir até as montanhas mais altas, (o Monte Everest tem 8848m), liberaria uma energia calorífica na atmosfera tão forte que cozinharia os passageiros da Arca de Noé, e faria com que os líquidos existentes no planeta Terra fervessem. Os cálculos do geólogo Arthur Strahler mostram que o calor liberado quando a descomunal nuvem do Dilúvio se transformasse em chuva torrencial, faria a Temperatura da superfície terrestre subir acima de 400 graus Celsius. Além da água terrestre existir desde os tempos imemoriais, quando o universo surgiu, e a Lei de Conservação da Energia (primeira Lei da Termodinâmica) provar que num ambiente fechado como a Terra não é possível criar ou destruir a matéria/energia, mas apenas transformá-la. A água terrestre veio do espaço extra-atmosférico, ela é um presente do Cosmo; e chegou até nós trazida pelos Cometas, pelo Vento estrelar, pelas Explosões cósmicas, ou como nano partículas; e foi capturada pela Força de gravidade terrestre. A água que você acabou de bebe já teria sido algum Rio, alguma nuvem, alguma parte do Mar ou alguma parte dos seres que já existiram. Já teria sido arrastada pelas enxurradas dos tempos antigos, ou já teria passado pela bexiga de algum dos nossos ancestrais. Já que não seria Justo que o Dilúvio divino também tivesse assassinado milhões de recém- nascidos, de crianças, e de Deficientes mentais; ignore as fantasias onde o Altíssimo transborda vingança, destrói, mata, é racista, tem um povo preferido, coloca os filhos rebeldes num eterno lago de chamas, tem trutas com o Encardido, quer ser adorado, e não ser amado, é egoísta, megalomaníaco, personifica o próprio mal, e obriga que mesmos os filhos adultos se comporte como criancinhas assustadas.

12 As nuvens só acumulam 0,002% da água existente na Terra Além das nuvens só acumularem 0,002% da água existente no planeta Terra; para inundar todo o planeta Terra a ponto de encobrir as montanhas mais altas, seria necessária uma descomunal nuvem com o diâmetro equatorial de 12 milhões de metros e uma espessura superior a metros... Sendo que a atmosfera terrestre não comporta uma nuvem com essas características. E seria impossível chover copiosamente por 40 dias, (e ao mesmo tempo), em TODOS os lugares do planeta Terra. Não existem provas geológicas ou paleontológicas para as afirmações bíblicas: De que houve um Dilúvio universal. De que o Dilúvio teria coberto as montanhas mais altas. De que as montanhas teriam ficado cerca de 07 metros abaixo do nível das águas. De que tudo teria permanecido submerso por quase um ano. De que o Deus dos hebreus teria advertido Noé sobre o Dilúvio cerca de 120 anos antes do castigo divino acontecer. Ou de que toda carne existente na época teria morrido afogada. Embora a água seja a Cola universal, como a água são 02 átomos de H-idrogenio + 01 átomo de O-xigênio, e os vulcões não têm nem o H nem O, é impossível que a água terrestre tenha sido fabricada pelos vulcões! E seria impossível que o hidrogênio terrestre tenha se juntado com o oxigênio que existia no ar, para formar toda a água terrestre; já que a gravidade puxa o oxigênio para baixo, mas empurra o hidrogênio para o espaço. Até os 80 km de altura a atmosfera terrestre não possui hidrogênio puro em abundância, e como o hidrogênio e o oxigênio é muito estável, eles precisariam de alguma energia que disparasse a reação que os transformaria em água. Embora a Bíblia afirme que NOÉ e os ANIMAIS teriam permanecidos na ARCA 1 ANO E 10 DIAS. Se há uma força invencível no mundo essa força é a fé do devoto religioso, pois numa discussão a superioridade intelectual do Ateu nem sempre é vantajosa e até pode impedir que o fanático reconheça os seus erros; pois, quando excessivos, tanto os vastos conhecimentos do Ateu como a sua super inteligência se tornam inconvenientes, pela simples razão de que nada pode fazer um debatedor render-se a um argumento que esteja acima da sua compreensão.

13 28 questões embaraçosas (para a Bíblia) sobre o Dilúvio: 01-De onde veio à água necessária para submergir mesmo os lugares que se encontram a mais de metros de altitude, acima do nível do mar, como o Monte Everest, localizado entre a China e o Nepal? Se o planeta Terra tem um volume de aproximadamente 1,386 bilhão de quilômetros cúbicos (km³). Seria impossível que a água da chuva encobrisse TODAS as montanhas... Ao NÍVEL DO MAR o planeta Terra tem um diâmetro de quilômetros. E ao NÍVEL DAS MONTANHAS o diâmetro do planeta Terra AUMENTA milhares de vezes. 02-Já que na época de Noé os pregos e as ferramentas de ferro ainda não existiam, e o latão só foi descoberto entre 1600 a 600 a.c., como o Noé cortou as árvores, preparou as tábuas e construiu uma Arca de forma artesanal, com o comprimento de trezentos côvados, a largura de cinqüenta côvados e a altura de trinta côvados- o que equivale a 150 metros de comprimento, 23 metros de largura e 40 metros de altura- e que tinha diversos compartimentos? 03- Ao inundar o planeta, a água do Dilúvio teria provocado uma catástrofe que dizimou quase toda a vida terrestre e marinha, reduziu a salinidade dos mares, e modificou o delicado equilíbrio que, por milhões de anos, vinha mantendo a quantidade de sal existente nos mares em cerca de 35 gramas por litro de água. 04-Já que a biodiversidade vegetal e animal são entrelaçados, e as plantas, os insetos, as bactérias, os fungos e os demais seres vivos vivem em estreita inter-relação com o meio ambiente e com as Leis que regulam a vida, e cada espécie regula e é regulada por outra, caso o planeta fosse coberto pela água do Dilúvio, e os Rios, Lagos e Mares se transformassem num único Oceano salgado e poluído, teria sido deflagrada uma onda de morte pelo planeta, e só alguns vegetais resistiriam ficar submersos na água salgada, sem respirar e fazer fotossíntese. 05-Por que não foram encontrados os incontáveis esqueletos dos afogados, sendo que os vestígios arqueológicos não deveriam ter marcas de doenças, e teriam que ser de jovens. E por que não se achou nenhuma prova arqueológica ou conclusiva do Dilúvio? 06- Para onde a água do Dilúvio foi drenada? 07- Por que culturas bem documentadas como a chinesa, mesmo tendo registros que remontam há mais de anos, não relatam nada a respeito do Dilúvio bíblico? 08- Como Noé construiu a "Arca", se é relativamente recente a capacidade de construir barcos com mais de 100 metros de comprimento?

14 E embora o Ferro fosse conhecido desde a época em que as pedras de minério de ferro eram usadas para proteger as fogueiras, e quando aquecidas virassem enfeites, a possibilite construir ferramentas de ferro só aconteceu depois da Idade do bronze. 09-Já que o Arco íris é só um fenômeno luminoso resultante da dispersão da luz nas gotículas de água que estão suspensas na atmosfera... E um fenômeno que sempre aconteceu, inclusive milhões de anos antes dos humanos existirem... Por que a Bíblia mentiu dizendo que Todas as vezes que o arco-íris brilhar entre as nuvens serviria para lembrar o acordo feito entre Noé e Deus? 10- Em 2000 foi descoberta na Mesopotâmia (hoje Iraque) uma camada de lama com cerca de 03 metros que separaria os artefatos paleolíticos das antigas construções humanas, mas a chamada Camada diluviana não possui fósseis dos seres que o Dilúvio supostamente teria matado, e se originou das enchentes dos Rios Tigre e Eufrates. Fotos de satélites provam que há cerca de anos, a península arábica foi cortada por um Rio criado pelo derretimento do gelo que se formou durante o último Período Glacial; mas a enchente em questão só aconteceu nas áreas invadidas pelo degelo das Calotas Polares. O derretimento de parte da calota polar Norte Americana teria alcançado o Golfo do México, e o derretimento de parte da calota polar que cobre a parte Oeste da Antártica, não sendo muito estável, teria inundado o Mediterrâneo. 11- Já que as inundações eram comuns, quando houve A grande enchente os moradores da região que hoje é chamada de Armênia teriam fugido das áreas alagadas para a Síria, o Irã e a Turquia, e difundido a sua história. 12- Como Noé reproduziu os diversos ambientes ecológicos, a fim de evitar que os vegetais, os animais e os microrganismos retirados de seu ambiente natural morressem, se existem os que só sobrevivem em locais quentes, os que precisam de locais frios, os que habitam lugares encharcados, os que habitam locais secos, os que vivem em locais ensolarados, e os que precisam de cavernas escuras? Embora o planeta Terra esteja repleto de seres exóticos, estranhos ou tão pequenos que não podemos enxergá-los sem a ajuda dos microscópios, todos são importantíssimos para o perfeito funcionamento dos ambientes em que vivem. 13- Já que só se salvaram os seis parentes de Noé e um casal de cada animal, por que a procriação com indivíduos consangüíneos não deu errado? 14- Quais as provas de que só a Arca de Noé teria se salvado, e que cada ser que hoje vive seja algum descendente dos homens, animais ou vegetais que Noé teria supostamente transportado? 15- Se Noé só salvou sua esposa, seu filho Sem (de qual derivariam os semitas), seu filho Cam (que seria o pai de Canaã), seu filho Japhet e suas três noras, como surgiram às raças humanas com características genéticas diferentes?

15 16- Como 2 idosos com 600 anos de idade, e mais 6 pessoas sem recursos, vivendo numa época onde o trabalho era braçal, os continentes já estavam separados, e a navegação não era dominante, conseguiram construir uma imensa arca, e reunir, capturar, transportar, alimentar, higienizar e cuidar de todos os seres espalhados pelo mundo, mas que precisariam ser salvos? 17- Como os CERCA DE de seres que se encontravam espalhados em 510,3 milhões km2, entraram na Arca (de dois em 2), em menos de 7 Dias, se o DIA TERRESTRE SIDERAL tem só 23h 56m 4s? No passado muitas espécies ainda não haviam se extinguido; as florestas eram virgens; tanto os Rios como os Mares não estavam poluídos; e o número de espécies era bem MAIOR do que hoje... O Inventário da Enciclopédia da Vida na Terra, assim como, o DNA barcoding, e a classificação por trechos dos genomas, provam que mesmo após as diversas Extinções em Massa, a atual biodiversidade vegetal e animal passa dos 35 milhões de espécies (mais de 60 milhões de indivíduos dos dois gêneros), que se distribuem em mais de 30 filos, se subdividem em centenas de classes, e ramifica-se em milhões de espécies. Além disso, para garantir a saúde, a segurança, e a higiene dos que transportavam, Noé e os seus ajudantes precisariam cuidar dia e noite sem parar, de milhões de passageiros por segundo. 18- Como Noé salvou os animais, as plantas, os fungos, as algas, ou as protistas que ele desconhecia; os que não estariam no local de embarque; os que vivem nos Trópicos, os que vivem nas Américas, os que vivem nas Regiões Glaciais; e os que só enxergamos com o auxílio de um microscópio, mas que são importantíssimos para o meio em que vivem? Embora o dever de Noé fosse salvar 7 casais de cada animal bom para a alimentação e um casal de cada animal que não serviria para comer, Noé teria que salvar a todos ou não salvaria ninguém. 19- Como todos os cerca de 60 milhões de animais caberiam na arca? 20- Os que inventaram a fábula de Noé conheciam os micróbios, saberiam que: A quantidade de microrganismos existentes supera os animais e vegetais somados? Teriam entendido que também seria necessário salvar os vegetais, os fungos, a meia fauna, a biomassa subterrânea, os microorganismos, os insetos, as aves, os répteis, os animais que ele não conhecia; e o que não estariam no local de embarque, como por exemplo, os seres tropicais, americanos e endêmicos? 21- Por que o Dilúvio desconsiderou que os VEGETAIS também são seres vivos, e ignorou as implicações de não se salvar os organismos aquáticos, que por não possuírem glândulas de sal, não sobreviveriam num Mar poluído?

16 22- Além do Monte Everest ter se erguido 8843 metros acima da superfície, há cerca de 2,5 milhões de anos (durante o Pleistoceno); para que a água das profundezas terrestre pudessem encobrir o Everest, elas precisariam aumentar de volume mais de 32 mil vezes, e superar uma temperatura que poderia chegar a 72 graus Celsius negativos. 23- Se foi na Turquia que os passageiros da Arca de Noé desembarcaram, por que no Oriente não existe papagaio, capivaras, cangurus, pingüins, e milhões de outros animais, de vegetais, ou de micróbios endêmicos? 24- Se a Terra tem só anos, como houve TEMPO para que na época dos faraós os humanos já tivessem se transformado nas diversas etnias, inclusive nas etnias Caucasianas, Negróide, Mongolóide, Americano, Malaio, etc.? 25- Se a Terra tem só 6000 anos, como se explica os Museus estarem abarrotados de fósseis dos que viveram há bilhões de anos atrás, antes da Extinção da megafauna? 26- Os seres jurássicos existiram de fato, ou teria sido o Diabo que colocou fósseis nas rochas para pôr a nossa fé a prova, nos desviar de Deus, e Quem acreditar em Dinossauros já estaria condenado ao Inferno? 27- Sendo verdade que Deus criou os animais, e que Deus teria poder para depois do Dilúvio criar tudo novamente; por que Deus mandaria salvar os animais? 28- Como a Bíblia explica que no Período Pleistoceno houve 4 grandes Glaciações? Que houve a Extinção K-T do Período Cambriano... Que as glaciações provocaram a extinção de 99% dos seres existentes, mas após essas catástrofes a vida voltou a existir? Para que o Deus bíblico inundaria todo o planeta, se no inicio a humanidade vivia apenas no Norte da África e no Oriente Médio; e os humanos ainda não haviam migrado para as Américas, migrado para a Oceania, ou migrado para a Europa... No meio de um deserto, de onde veio tanta madeira, e as toneladas de pregos necessárias para construir a Arca? Quem escreveu a Bíblia não sabia nada sobre o Ciclo de evaporação/precipitação da água terrestre, não entendia de calorimetria, e não sabia calcular o volume das esferas. Além do Monte Everest ter surgido durante o Mioceno (período terciário), época que durou de 65 a 54,8 milhões de anos, e não há cerca de 6 mil anos, na época do Dilúvio... Da Vinci Não acreditou no DILUVIO, não acreditou que os fósseis de moluscos encontrados no topo das montanhas fossem restos do Dilúvio bíblico. E entendeu que antes de se elevar, as montanhas foram parte do litoral marinho. Quando se trata de algum assunto que entra em confronto com o que já reina dentro do cérebro religioso, a mente do devoto trava, e o individuo não consegue realizar simultaneamente as tarefas de lembrar e de raciocinar.

17 Terra, planeta água! Embora a chuva esteja sempre renovando a água doce terrestre, muitos ainda insiste que vai faltar água... O Centro Nacional de Águas Subterrâneas da Universidade Flinders, na Austrália, descobriu mais de 500 mil quilômetros cúbicos de água potável enterrada sob o fundo do mar, em plataformas continentais; que foram criadas há cerca de 20 mil anos atrás, pelo derretimento das calotas polares. O Instituto de Pesquisa Geológica dos EUA já havia mostrou que 70% da biomassa terrestre, assim como, da superfície do planeta Terra, é água... Os Oceanos superficiais cobrem uma área de 361,7 milhões de Km2; tem um volume de água de 1,28 bilhões de Km3; e a profundidade média dos Oceanos superficiais é de 3,2 quilômetros... Sendo que abaixo de Estados, e de Rios, como o Rio Amazonas (Hamza); e abaixo dos Oceanos superficiais, existem gigantescos Aqüíferos, ou gigantescos depósitos subterrâneos de água misturada ao magma, maior do que todos os Oceanos superficiais juntos. Os 3% da água doce existente no planeta Terra são suficientes para cobrir toda a superfície terrestre com uma camada em torno de dois metros de altura. E através de tecnologias como a Osmose reversa, e a nanotecnologia, será possível dessalinizar a água do Mar, ou no futuro espremer nuvens... O Brasil possui os Aqüíferos Guarani e Alter do Chão, e 13% de toda água doce existente. A água terrestre é uma substância composta e não o "Elemento Fundamental" que os antigos ensinavam. E existe tanto a "água-pesada" ou ²H 2 O, como a água comum H 2 O, que é a quarta substância mais abundante da Matéria Bariônica de que o nosso Universo é composto, (as outras são o Hidrogênio, o Hélio e o Oxigênio). A maravilha da água doce terrestre (que tem 66 anomalias ou propriedades únicas, não vistas em nenhum outro líquido), não seria o fato de ela existir em abundância, mas sim, que possua a capacidade de manter a vida; pois, entre os bilhões de astros que vasculhamos, a nossa atual espaçonave Terra é o único local que mantém a água no estado líquido, numa pressão atmosférica favorável à vida, e na temperatura adequada. Sendo que bastariam alguns poucos graus para mais ou para menos, e a vida não poderia ser como a conhecemos.

18 DE ONDE A ÁGUA TERRESTRE VEIO? A água terrestre tem a mesma idade do Universo; ela veio do Cosmo; percorreu uma distancia descomunal; chegou sob a forma de nano gotículas; a gravidade do planeta Terra, e a Força de Coesão, capturaram a água que chegou, e que terminou se transformando na nossa água atual... O QUE criou a ÁGUA? Como a nossa água poderia existir ANTES do universo ter sido criado? O mito das águas primordiais; e a versão sobre alguma Entidade ter separado a água do Mar, da água do Cosmo não passam de uma cosmogonia, onde um povo que não tinha na ciência o seu ponto forte, plagiou as lendas pagãs, e as colocou no Gênesis. Os textos bíblicos relatam que antes de criar o universo o Espírito de algum suposto D'us já se moveria sobre a face das águas, mas se havia ESCURIDÃO sobre a superfície da água existente no Cosmo, então a água deveria ainda se encontrar na forma de GELO, e não na raríssima forma liquida. Além da água comum H 2 O, também existe a "água-pesada" D 2 O, ou óxido de diidrogênio; e tanto na Lua como na água da zona de transição do manto terrestre, que se estende de 410 a 660 km de profundidade foi encontrado o ânion hidroxila (OH), um precursor da água comum; e em 2010 o telescópio Herschel identificou uma fase desconhecida da "água espacial, que ao contrário das fases: Sólida, Líquida e Gasosa, tem um elétron a menos, potencial positivo, e que não ocorre naturalmente no planeta Terra. A maior parte da água terrestre se deve ao fato da Terra ter sido atacada por asteróides de gelo, durante o período conhecido como Intenso Bombardeio Tardio. Como o deutério existente na água funciona como uma IMPRESSÃO DIGITAL MOLECULAR, isso permitiu descobrir que após a formação do nosso planeta, algo como os cometas trouxeram a água que hoje cobre a maior parte do atual planeta Terra. Devido à força de gravidade entre os planetas, e à força de atração molecular, uma parte da água sideral que se encontraria espalhada pelo Cosmo, sob a forma de descomunais nuvens de gelo, de plasma ou de nano matéria, acabou sendo coletada pelos planetas. Em 2001 o Telescópio Herschel, da Agência Espacial Européia (ESA), captou a luz ultravioleta da estrela IRC que enquanto morria "fabricava" VAPOR D'ÁGUA. E revelou que ao morrer algumas estrelas jovens podem ser grandes distribuidoras de água. Sendo que a água espacial estaria eletricamente carregada em virtude das nuvens que rodeiam as estrelas jovens, onde a luz ultravioleta é arremessada através do gás, arranca um elétron da molécula de água. Martin Harwit, da Universidade Cornell, e sua equipe, por meio do telescópio espacial ISO, da NASA, detectaram uma imensa Nuvem cósmica que se encontra na nebulosa de Órion, e que funciona como uma gigantesca fábrica de água doce, com capacidade de produzir água suficiente para encher 60 Oceanos terrestres. A 12 bilhões de anos luz da Terra foi descoberta uma gigantesca nuvem de vapor de água, que abriga 140 trilhões de vezes mais água do que todos os Oceanos da Terra juntos.

19 Em cosmologia, Matéria Bariônica é toda forma de matéria constituída por bárions (prótons, léptons (neutrinos), que forma o nosso Universo visível. As ocorrências poderão ajudar explicar a origem da água do nosso sistema solar, e seria a peça que faltava no quebra-cabeça sobre a origem da água terrestre, pois os cientistas anteciparam durante anos, que os chamados exoplanetas mostrariam indícios de água na sua atmosfera. O Dilúvio bíblico seria uma versão milagrosa e absurda, oriunda da época em que se pensava que a Terra era um disco plano de dimensões reduzidas, e não se sabia que, no subsolo do planeta Terra, tem mais vida do que na superfície (a chamada Biomassa subterrânea). O geólogo inglês Sir Charles Lyell ( ), ao explicar que as mudanças geológicas são lentas e graduais, levam milhões de anos para acontecer e que não se sucedem catástrofes inexplicáveis como a do Dilúvio bíblico, eliminou a fantasia catastrófica de que o Dilúvio teria acontecido próximo ao ano a.c, ou seja, há cerca de aproximadamente anos; e ajudou a provar que o Dilúvio bíblico não passou de uma inundação descomunal que só ocorreu num pequeno pedaço do planeta Terra. Já que tudo no planeta está interligado, e para que o meio ambiente não acabe por se envenenar, a Evolução faz com que o ar, os dejetos e as substâncias rejeitadas por alguns sejam indispensáveis para outras formas de vida, pois o valor de cada ser independe da sua utilidade para o homem. Se o Dilúvio tivesse acontecido as perdas vegetais e animais seriam imensas e só sobreviveriam os que resistissem ao frio, à fome, à água salgada, ao Sol encoberto, ao pouco oxigênio, à pressão atmosférica e ao cansaço... Os que precisam pousar para descansar, e os que respiram pela pele morreriam, assim como os insetos que se alimentam de folhas, frutos e néctar; e morreriam também os pássaros que se alimentam de insetos, larvas, sementes, frutos ou folhas, deflagrando uma reação em cadeia letal que precisaria de milhões de anos para ser refeita. Como no passado os Rios e os Mares ainda não haviam se transformados em depósitos de esgotos, e as florestas ainda eram gigantescas e virgens, o número de animais era infinitamente MAIOR do que hoje, até porque, muitas espécies antigas ainda não haviam sido extintas.

20 Mesmo que chovesse 40 MILHÕES DE DIAS, A ÁGUA TERRESTRE NÃO AUMENTARIA A água terrestre não é uma fabricação caseira, mas sim, um presente do Cosmo... Toda água terrestre existente é inferior a Km 3. O Dilúvio não foi uma chuva de 40 dias, mas sim, o degelo da parte do hemisfério terrestre voltada para o Sol; E já que a chuva não fabrica água; e nem AUMENTA a água existente no planeta Terra; pois a água que a chuva produz é a mesma que evaporou; seria impossível que a água do Dilúvio encobrisse TODAS as montanhas do planeta Terra... AINDA QUE CHOVESSE 40 MILHÕES DE DIAS, A ÁGUA EXISTENTE NO PLANETA TERRA NÃO AUMENTARIA, pois a CHUVA ou o interminável Ciclo das águas ; é só a água que tendo evaporado foi parar nas nuvens, onde flutua em forma de vapor, se junta, despenca como chuva, escoa, torna a evapora, e volta a formar NUVENS que podem ser transportadas pelo vento... Como as nuvens terrestres acumulam menos de 0,002% da água liquida existente no planeta Terra; a água das nuvens terrestre não é suficiente nem para encobrir 0,5 cm 3 da superfície terrestre, ao nível do mar; que dirá encobrir as mais altas montanhas do planeta Terra... Já que a chuva, ou Ciclo de evaporação/precipitação da água terrestre não AUMENTA a água existente no planeta Terra, mas apenas precipita de volta (em forma de chuva), a água que conseguiu evaporar e formar nuvens. E o nível dos oceanos só aumenta quando acontece o degelo das geleiras; fica comprovado que a bazófia bíblica sobre o Dilúvio ter submerso até o topo das mais altas montanhas, não passa de mais outra mitologia religiosa que já foi detonada pela ciência. Tanto a chuva como os vulcões não produzem água; e para que as águas das profundezas terrestres encobrissem o Everest, que tem metros, elas precisariam aumentar de volume mais de 32 mil vezes; pois embora ao NÍVEL DO MAR o planeta Terra tenha um diâmetro de quilômetros; ao NÍVEL DAS MONTANHAS o diâmetro do planeta Terra AUMENTA dezenas de vezes. Para que em 40 dias fosse inundado todo o planeta Terra, se encobrisse montanhas como o Monte Everest, que tem metros, e se enchesse os despenhadeiros e Oceanos, seria preciso FABRICAR mais de 222 metros cúbicos de água NOVA por dia.

Momento com Deus Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 14/04/2013 AULA 02: O DILÚVIO

Momento com Deus Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 14/04/2013 AULA 02: O DILÚVIO Momento com Deus Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 14/04/2013 AULA 02: O DILÚVIO Versículo para Decorar: 1 Toda vez que o arco-íris estiver nas nuvens, olharei para ele e me lembrarei da aliança eterna

Leia mais

5ª série / 6º ano 1º bimestre

5ª série / 6º ano 1º bimestre 5ª série / 6º ano 1º bimestre Água e o planeta Terra Hidrosfera Distribuição e importância Hidrosfera é o conjunto de toda a água da Terra. Ela cobre 2/3 da superfície terrestre e forma oceanos, mares,

Leia mais

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE

INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO. Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO Mudanças Climáticas Rodrigo Valle Cezar O que é o Clima O clima compreende os diversos fenômenos que ocorrem na atmosfera da Terra. Atmosfera é a região gasosa que envolve toda

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 Correntes marítimas Correntes marítimas Nas aulas anteriores aprendemos sobre a importância do Sol em nossas vidas. Revimos os movimentos da

Leia mais

3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014

3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014 3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014 Doutrinas Filosóficas Propõe-se a responder às questões transcendentais: Quem somos? De onde

Leia mais

A criação do universo

A criação do universo A ciência da Bíblia: De vez sendo mais lento quando o mundo foi criado a Moisés estar em drogas, os pesquisadores revelam como milagres pode realmente ter acontecido. 2015 Por Ellie Zolfagharifard Para

Leia mais

EVIDÊNCIAS PARA A NOSSA FÉ NO CAMPO DA GEOLOGIA

EVIDÊNCIAS PARA A NOSSA FÉ NO CAMPO DA GEOLOGIA 1 EVIDÊNCIAS PARA A NOSSA FÉ NO CAMPO DA GEOLOGIA Suzanne Phillips Tradução: Urias Echterhoff Takatohi Revisão: Marcia Oliveira de Paula : 1. O que a Bíblia nos diz sobre Geologia? a. Deus criou. b. No

Leia mais

www.google.com.br/search?q=gabarito

www.google.com.br/search?q=gabarito COLEGIO MÓDULO ALUNO (A) série 6 ano PROFESSOR GABARITO DA REVISÃO DE GEOGRAFIA www.google.com.br/search?q=gabarito QUESTÃO 01. a) Espaço Geográfico RESPOSTA: representa aquele espaço construído ou produzido

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

Geografia - Clima e formações vegetais

Geografia - Clima e formações vegetais Geografia - Clima e formações vegetais O MEIO NATURAL Clima e formações vegetais 1. Estado do tempo e clima O que é a atmosfera? A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra e permite a manutenção

Leia mais

06-01-2012. Sumário. O Sistema Solar. Principais características dos planetas do Sistema Solar 05/01/2012. 23 e 24

06-01-2012. Sumário. O Sistema Solar. Principais características dos planetas do Sistema Solar 05/01/2012. 23 e 24 Sumário Os planetas do Sistema Solar e as suas principais características. (BI dos Planetas do Sistema Solar). Atividade Prática de Sala de Aula Características dos planetas. Preenchimento de tabelas,

Leia mais

Você já sabe que o vento é o ar em movimento. Mas o que será que faz o ar se movimentar?

Você já sabe que o vento é o ar em movimento. Mas o que será que faz o ar se movimentar? PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Leia VENTO VENTANDO! Você já sabe que o

Leia mais

Rios que voam. Yana Marull

Rios que voam. Yana Marull Rios que voam Yana Marull Yana Marull Drews Yana é jornalista, vive com a família em Brasília e já morou em outros países que também fazem parte da Bacia Amazônica. Ela adora escrever matérias sobre o

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Ciclo hidrológico. Distribuição da água na Terra. Tipo Ocorrência Volumes (km 3 ) Água doce superficial. Rios. Lagos Umidade do solo.

Ciclo hidrológico. Distribuição da água na Terra. Tipo Ocorrência Volumes (km 3 ) Água doce superficial. Rios. Lagos Umidade do solo. Ciclo hidrológico Quase toda a água do planeta está concentrada nos oceanos. Apenas uma pequena fração (menos de 3%) está em terra e a maior parte desta está sob a forma de gelo e neve ou abaixo da superfície

Leia mais

O ARCO-ÍRIS. Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem.

O ARCO-ÍRIS. Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem. Origem do Arco-Íris O ARCO-ÍRIS Usado em tantas fotos, admirado quando aparece no céu, usado em algumas simbologias... e muitas vezes desconhecido sua origem. Quando eu era criança, e via um arco-íris,

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A Ensino Fundamental Ciências da Natureza Questão Conteúdo 1 Biomas brasileiros - Mangue H18 2 Sistema solar duração da translação H4 3 Eclipse lunar H8 4 Eclipse solar H8 5 Movimento

Leia mais

Fig.: Esquema de montagem do experimento.

Fig.: Esquema de montagem do experimento. Título do Experimento: Tratamento de água por Evaporação 5 Conceitos: Mudanças de fases Materiais: Pote de plástico de 500 ml ou 1L; Filme PVC; Pote pequeno de vidro; Atilho (Borracha de dinheiro); Água

Leia mais

TEMA 4 VAPOR DE ÁGUA, NÚVENS, PRECIPITAÇÃO E O CICLO HIDROLÓGICO

TEMA 4 VAPOR DE ÁGUA, NÚVENS, PRECIPITAÇÃO E O CICLO HIDROLÓGICO TEMA 4 VAPOR DE ÁGUA, NÚVENS, PRECIPITAÇÃO E O CICLO HIDROLÓGICO 4.1 O Processo da Evaporação Para se entender como se processa a evaporação é interessante fazer um exercício mental, imaginando o processo

Leia mais

Lista de exercícios para pra final de História. 5ª série

Lista de exercícios para pra final de História. 5ª série Lista de exer PROVÍNCIA BRASILEIRA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO COLÉGIO VICENTINO SÃO JOSÉ Rua Pe. José Joaquim Goral, 182 Abranches Curitiba Fone (041) 3355-2200

Leia mais

Introdução. Observando o ambiente

Introdução. Observando o ambiente Introdução A curiosidade natural do homem, o leva a explorar o ambiente que o cerca, observando, analisando, realizando experiências, procurando saber o porquê das coisas. Nesta atividade, exploradora

Leia mais

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita.

A PRÉ-HISTÓRIA. Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. A PRÉ-HISTÓRIA Período que vai do aparecimento dos seres humanos à invenção da escrita. PERÍODO PALEOLÍTICO OU IDADE DA PEDRA LASCADA No começo de sua trajetória, o homem usou sobretudo a pedra (além do

Leia mais

INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES

INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES INTRODUÇÃO À ASTRONOMIA SANDRO FERNANDES O que é a Astronomia? É a ciência que estuda o universo, numa tentativa de perceber a sua estrutura e evolução. Histórico É a ciência mais antiga. Os registros

Leia mais

A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima

A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima - Conceitos e definições (iniciais) importantes: - Atmosfera: camada gasosa que envolve a Terra (78% Nitrogênio, 21% Oxigênio e 1% outros). A camada gasosa

Leia mais

A CRIAÇÃO DE DEUS. 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional

A CRIAÇÃO DE DEUS. 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional A CRIAÇÃO DE DEUS 2003 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional A história que nós ouvimos frequentemente como a história da criação é realmente uma história da re-criação. Há muitos anos entre

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável E C O L O G I A Deriva do grego oikos, com sentido de casa e logos com sentido de estudo Portanto, trata-se do estudo do ambiente da casa Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que

Leia mais

Mudanças de estado da água: fusão, solidificação, evaporação, ebulição, condensação...

Mudanças de estado da água: fusão, solidificação, evaporação, ebulição, condensação... PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= Mudanças de estado

Leia mais

Na Mesopotâmia: nossas raízes

Na Mesopotâmia: nossas raízes A U A UL LA Na Mesopotâmia: nossas raízes Você já leu algum horóscopo, desses que são publicados em jornais e revistas? Esse costume de consultar os astros é muito antigo e surgiu na Mesopotâmia - a chamada

Leia mais

Veja algumas das principais observações

Veja algumas das principais observações MUDANÇAS CLIMÁTICAS ANTÁRTICAS E O MEIO AMBIENTE Principais conclusões do Grupo de Especialistas do Scientific Committee on Antarctic Research (versão completa da publicação em http://www.scar.org/publications/occasionals/acce_25_nov_2009.pdf)

Leia mais

ECOSSISTEMA INDIVÍDUO

ECOSSISTEMA INDIVÍDUO Biodiversidade O diversidade biológica - descreve a riqueza e a variedade do mundo natural. As plantas, os animais e os microrganismos fornecem alimentos, remédios e boa parte da matéria-prima industrial

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

SISTEMA GÁLATAS EDUCACIONAL DISCIPLINA: CIÊNCIAS - 5ºANO DATA: / /2014 AV2-1ºBIMESTRE. NOME: Vale 10,0

SISTEMA GÁLATAS EDUCACIONAL DISCIPLINA: CIÊNCIAS - 5ºANO DATA: / /2014 AV2-1ºBIMESTRE. NOME: Vale 10,0 SISTEMA GÁLATAS EDUCACIONAL DISCIPLINA: CIÊNCIAS - 5ºANO DATA: / /2014 AV2-1ºBIMESTRE NOME: Vale 10,0 1ª QUESTÃO VALE 0,2 Leia a charge de Maurício de Souza abaixo com atenção: Marque com um x a resposta

Leia mais

A água. Alexandra Daniela

A água. Alexandra Daniela A água Novembro de 2007 Alexandra Daniela Luciana 12 1 Essa água poluída pode matar peixes e outros animais que a bebem e provocar doenças nas pessoas. Também faz com que as reservas de água potável (que

Leia mais

15 O sistema solar e seus planetas

15 O sistema solar e seus planetas A U A UL LA Atenção O sistema solar e seus planetas Leia com atenção as notícias abaixo, que apareceram em jornais de diferentes épocas. ANO DE 1781 CIENTISTAS DESCOBREM NOVO PLANETA De há quase 2.000

Leia mais

CENTRO ESPÍRITA ISMAEL DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO CURSO DE INTRODUÇÃO AO EVANGELHO AULA 4 A GÊNESE

CENTRO ESPÍRITA ISMAEL DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO CURSO DE INTRODUÇÃO AO EVANGELHO AULA 4 A GÊNESE CENTRO ESPÍRITA ISMAEL DEPARTAMENTO DE ENSINO DOUTRINÁRIO CURSO DE INTRODUÇÃO AO EVANGELHO AULA 4 A GÊNESE AULA DE HOJE A PARÁBOLA DO GRÃO DE MOSTARDA A GÊNESE Segundo o Gênesis Deus criou o mundo em 6

Leia mais

A Terra em Realidade Aumentada

A Terra em Realidade Aumentada A Terra em Realidade Aumentada www.constellatius.com Edmilson Souza Barreto Simone de Oliveira Tenório A Terra em Realidade Aumentada Edmilson Souza Barreto Simone de Oliveira Tenório Livro com aplicação

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA

A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA A IMPORTÂNCIA DAS VIAGENS NA NOSSA VIDA PARA SABERMOS VER MELHOR A VIDA PERCEBERMOS O NOSSO PAPEL NO MUNDO PARA ENTENDERMOS O PRESENTE PARA SABERMOS COMO CHEGAMOS ATÉ AQUI VINDOS

Leia mais

CLIMATOLOGIA. Profª Margarida Barros. Geografia - 2013

CLIMATOLOGIA. Profª Margarida Barros. Geografia - 2013 CLIMATOLOGIA Profª Margarida Barros Geografia - 2013 CLIMATOLOGIA RAMO DA GEOGRAFIA QUE ESTUDA O CLIMA Sucessão habitual de TEMPOS Ação momentânea da troposfera em um determinado lugar e período. ELEMENTOS

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1B

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1B CADERNO DE EXERCÍCIOS 1B Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Habilidade da Questão Conteúdo Matriz da EJA/FB 1 Biomas brasileiros H18 2 Problemas ambientais H19 3 Cadeia alimentar H24 4 Evolução

Leia mais

Sumário volume 1. A Terra é azul! Yuri Gagarin

Sumário volume 1. A Terra é azul! Yuri Gagarin Sumário volume 1 Ciências A Terra é azul! Yuri Gagarin Capítulo 1 Astronomia 05 (A Terra e suas características; Camada interna e externa: litosfera, atmosfera, hidrosfera e biosfera; Os movimentos da

Leia mais

METEOROLOGIA. Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia

METEOROLOGIA. Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia METEOROLOGIA Disciplina: Ciências Série: 5ª - 4º BIMESTRE Professor: Ivone Fonseca Assunto: Meteorologia e Astronomia A meteorologia (do grego meteoros, que significa elevado no ar, e logos, que significa

Leia mais

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV

AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Ciências AUTORES: NANCY MARTINS DE SÁ STOIANOV Graduada em História e Pedagogia, Doutora em Filosofia e Metodologia de Ensino, Autora da Metodologia ACRESCER. REGINALDO STOIANOV Licenciatura Plena em Biologia,

Leia mais

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL

I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL I Olimpíada Brasileira de Astronomia Brasil, 22 de agosto de 1998. Nível 1 GABARITO OFICIAL Questão 1 a) (VALOR: 0,2 pts) Quais os planetas do Sistema Solar que têm sistema de anéis? R: Saturno, Júpiter,

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO A DINÂMICA ATMOSFÉRICA CAPÍTULO 1 GEOGRAFIA 9º ANO Vanessa Andrade A atmosfera é essencial para a vida, porque além de conter o oxigênio que respiramos, ela mantém a Terra quente,

Leia mais

Como os seres vivos modificam o ambiente?

Como os seres vivos modificam o ambiente? Como os seres vivos modificam o ambiente? O ar e a água possibilitam a integração dos seres vivos na dinâmica planetária. Por que a parede do copo com água fria fica molhada? Será? Toda matéria é constituída

Leia mais

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR

LIVRO INFANTIL PARA COLORIR LIVRO INFANTIL PARA COLORIR Este livro foi formulado de tal maneira que os pais podem interagir e ensinar seus filhos a Palavra de Deus. Colorindo uma página por dia, e preenchendo as frases que acompanham

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

Nossa Terra. Episódio 2 - Fósseis

Nossa Terra. Episódio 2 - Fósseis Nossa Terra Resumo Episódio 2 - Fósseis A Série Nossa Terra é composta por sete documentários de 15 minutos cada um, em que a Geologia é explorada de forma dinâmica por meio de questionamentos, experimentos,

Leia mais

Prof. Franco Augusto

Prof. Franco Augusto Prof. Franco Augusto Astros São corpos que giram no espaço, classificados de acordo com a luminosidade. Iluminados ou opacos não possuem luz própria, recebendo luz das estrelas. São os planetas, asteroides,

Leia mais

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA

MATÉRIA 6º 2º Dez/13 NOTA Valores eternos. TD Recuperação MATÉRIA Geografia ANO/TURMA SEMESTRE DATA 6º 2º Dez/13 ALUNO(A) PROFESSOR(A) Tiago Bastos TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS NOTA VISTO DOS PAIS/RESPONSÁVEIS 1. Analise e

Leia mais

Dia Mundial do Meio Ambiente 2007

Dia Mundial do Meio Ambiente 2007 Dia Mundial do Meio Ambiente 2007 Haroldo Mattos de Lemos Presidente, Instituto Brasil PNUMA Vice Presidente, ISO TC 207 (ISO 14000) Presidente, Conselho Técnico da ABNT Presidente, Conselho Empresarial

Leia mais

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano.

As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. PROFESSORA NAIANE As estações do ano acontecem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol. O movimento do nosso planeta em torno do Sol, dura um ano. A este movimento dá-se o nome de movimento

Leia mais

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula A UU L AL A Poluição do ar Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador do laboratório de poluição atmosférica experimental da Faculdade de Medicina da USP, a relação entre o nível de poluição e a

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

CAPÍTULO 4 DESASTRES NATURAIS

CAPÍTULO 4 DESASTRES NATURAIS CAPÍTULO 4 DESASTRES NATURAIS Quando vimos na TV o acontecimento do Tsunami, em 2004, pensamos: O mundo está acabando! Mas por que esses desastres naturais estão, cada vez mais, assolando nosso planeta?

Leia mais

21/6/2014 Por Nando Guimarães Rio de Janeiro

21/6/2014 Por Nando Guimarães Rio de Janeiro 21/6/2014 Por Nando Guimarães Rio de Janeiro Na astronomia, solstício (do latim sol + sistere, que não se mexe) é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior

Leia mais

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 7 de dezembro de 2015. Image Credit: NASA/CXC/SAO

Universidade da Madeira. Sistema Solar. Grupo de Astronomia. Laurindo Sobrinho. 7 de dezembro de 2015. Image Credit: NASA/CXC/SAO Sistema Solar Laurindo Sobrinho 7 de dezembro de 2015 Image Credit: NASA/CXC/SAO 1 Planetas principais do Sistema Solar (são 8): Planetas rochosos (planetas interiores): Mercúrio Vénus Terra Marte Planetas

Leia mais

A dinâmica do relevo terrestre e A hidrografia terrestre

A dinâmica do relevo terrestre e A hidrografia terrestre 1 O relevo terrestre é formado e modelado pela ação de diversos agentes internos (movimentos tectônicos, vulcanismo, terremoto) e externos (ação das águas, do vento e do próprio homem). Explique de que

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

O manguezal. Se você costuma viajar para o litoral, provavelmente

O manguezal. Se você costuma viajar para o litoral, provavelmente A U A UL LA O manguezal Se você costuma viajar para o litoral, provavelmente já viu pela estrada algumas pessoas vendendo caranguejos. Esses animais tornam-se verdadeiras iguarias nos restaurantes. Muitos

Leia mais

Tsunamis INTERNATIONAL CENTRE FOR COASTAL ECOHYDROLOGY. Oficina da Prevenção das Catástrofes Naturais Departamento Educacional do ICCE

Tsunamis INTERNATIONAL CENTRE FOR COASTAL ECOHYDROLOGY. Oficina da Prevenção das Catástrofes Naturais Departamento Educacional do ICCE Tsunamis Um tsunami caracteriza-se por uma série de ondas destruidoras e poderosas. Ocorrem após perturbações abruptas que deslocam verticalmente a coluna de água, tais como um sismo, atividade vulcânica,

Leia mais

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto

Capítulo 21 Meio Ambiente Global. Geografia - 1ª Série. O Tratado de Kyoto Capítulo 21 Meio Ambiente Global Geografia - 1ª Série O Tratado de Kyoto Acordo na Cidade de Kyoto - Japão (Dezembro 1997): Redução global de emissões de 6 Gases do Efeito Estufa em 5,2% no período de

Leia mais

ÊXODO INTRODUÇÃO TEOLOGIA 1 INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 NOME DO LIVRO 1.2 CONTEÚDO 1.3 CRONOLOGIA. Jörg Garbers

ÊXODO INTRODUÇÃO TEOLOGIA 1 INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 NOME DO LIVRO 1.2 CONTEÚDO 1.3 CRONOLOGIA. Jörg Garbers Jörg Garbers ÊXODO INTRODUÇÃO TEOLOGIA 1 INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 NOME DO LIVRO O nome do livro vem da palavra grega "êxodo", que significa saída. 1.2 CONTEÚDO Podemos dividir o livro em cinco partes: 1-18

Leia mais

Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano. Água

Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano. Água Disciplina: Ciências Professor(a): Klícia Regateiro Série: 6º ano Água Água é vida A água é para o Homem, para os animais e para as plantas um elemento de primeira necessidade, É essencial à vida! É indispensável

Leia mais

A atmosfera terrestre, a precipitação e respectivos factores geográficos

A atmosfera terrestre, a precipitação e respectivos factores geográficos A atmosfera terrestre, a precipitação e respectivos factores geográficos 1. Estrutura da atmosfera 1. Estrutura da atmosfera 2. Composição química Dióxido de carbono D i ó x i d o Árgon Outros gases Oxigénio

Leia mais

De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo?

De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo? De onde veio e para onde vai o carbono que faz parte do nosso corpo? 07/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não

Leia mais

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar

XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar XI OLIMPÍADA REGIONAL DE CIÊNCIAS-2009 O Sistema Solar Gabarito Primeira Fase Cruzadinha 3 6 1 V Ê N U S E 2 L U A 8 1 S N M 3 E S P E C T R O S C O P I A Q 2 R R U T E 4 É I 4 E C L Í P T I C A 7 N R

Leia mais

Álbum: O caminho é o Céu

Álbum: O caminho é o Céu Álbum: O caminho é o Céu ETERNA ADORAÇÃO Não há outro Deus que seja digno como tu. Não há, nem haverá outro Deus como tu. Pra te adorar, te exaltar foi que eu nasci, Senhor! Pra te adorar, te exaltar foi

Leia mais

Água, fonte de vida. Aula 1 Água para todos. Rio 2016 Versão 1.0

Água, fonte de vida. Aula 1 Água para todos. Rio 2016 Versão 1.0 Água, fonte de vida Aula 1 Água para todos Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Analisar a quantidade de água potável disponível em nosso planeta 2 Identificar os diferentes estados da água 3 Conhecer o ciclo

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

Jesse R. Tabacchi Mesopotâmia Terra entre dois rios Gregos Vale dos rios Tigre e Eufrates Hoje território do Iraque Inserida na área do crescente fértil Leste Montes Zagros no Irã Oeste Desertos da Arábia

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

A vingança de Gaia. O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear pode adiar o desastre

A vingança de Gaia. O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear pode adiar o desastre Página 1 de 5 ' nmlkji nmlkj ok Edição 1979. 25 de outubro de 2006 Entrevista: James Lovelock A vingança de Gaia < O cientista inglês que considera a Terra um organismo vivo diz que só a energia nuclear

Leia mais

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE

NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE NÚCLEO DE ESTUDOS ESPIRITUAIS MATA VERDE Desenvolvimento mediúnico março/2014 ATENÇÃO Dia 19 de abril não teremos aula. Voltaremos dia 26 de Abril. Doutrina dos Sete Reinos Sagrados Conceituação de Orixá

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

Ciclo do Carbono. Lediane Chagas Marques

Ciclo do Carbono. Lediane Chagas Marques Ciclo do Carbono Lediane Chagas Marques Carbono É o quarto elemento mais abundante do universo, depois do Hidrogênio, Hélio e Oxigênio; Fundamental para a Vida; No planeta o carbono circula através dos

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

Qual o nosso lugar no Universo?

Qual o nosso lugar no Universo? Qual o nosso lugar no Universo? Acredita-se que no Universo existam cerca de 100 000 milhões de galáxias. As galáxias são enormes grupos de estrelas, gás e poeira. Nem todas são iguais e diferenciam-se

Leia mais

Origem da Terra. Para saber mais sobre a formação de asteroides, acesse o site: http://ciencia.hsw.uol.com.br/cinturoes-de-asteroides1.

Origem da Terra. Para saber mais sobre a formação de asteroides, acesse o site: http://ciencia.hsw.uol.com.br/cinturoes-de-asteroides1. Origem da Terra Antes de falarmos na origem da Terra, devemos primeiro abordar o tema a origem do Sistema Solar, ou melhor, ainda a origem do Universo. Várias teorias buscam explicar a origem do Universo.

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4.º ANO/EF 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

Saiba mais sobre os raios, este incrível fenômeno da natureza Quem é que não fica apavorado durante uma tempestade?

Saiba mais sobre os raios, este incrível fenômeno da natureza Quem é que não fica apavorado durante uma tempestade? AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Língua Portuguesa 02 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 7 o ano do Ensino Fundamental Turma 2 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno Leia o texto

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

ÁGUA: COMO ECONOMIZAR PARA NÃO MORRER DE SEDE!

ÁGUA: COMO ECONOMIZAR PARA NÃO MORRER DE SEDE! ÁGUA: COMO ECONOMIZAR PARA NÃO MORRER DE SEDE! Prof. Dr. Adilson Roque dos Santos Doutor em Ecologia UERJ Email: adilsonroquesantos@gmail.com adilson.roque@uol.com.br CARACTERÍSTICAS A Água Água e História

Leia mais

Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor (a) Supervisor (a): Ary Pereira Bolsistas: Ana Moser e Débora Leyse

Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor (a) Supervisor (a): Ary Pereira Bolsistas: Ana Moser e Débora Leyse Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Ciências Humanas Letras e Artes Departamento de Geografia Programa Institucional de Iniciação à docência (PIBID) Escola Estadual Jerônimo Gueiros Professor

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A BIOMAS DO MUNDO SAVANAS E DESERTOS 2011 Aula VI AS PRINCIPAIS FORMAÇÕES VEGETAIS DO PLANETA SAVANAS As savanas podem ser encontradas na África, América do Sul e Austrália sendo

Leia mais

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas

Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Povos americanos: Maias, Incas e Astecas Nicho Policrômico. Toca do Boqueirão da Pedra Fiurada. Serra da Capivara Piauí- Brasil Ruínas as cidade inca Machu Picchu - Peru Código de escrita dos maias, México.

Leia mais

Súmula Teoria Energética. Paulo Gontijo

Súmula Teoria Energética. Paulo Gontijo Súmula Teoria Energética Paulo Gontijo O Universo Chama-se Universo ao conjunto de todas as coisas. Sua existência pressupõe a necessidade de dois conceitos anteriores a ele, que se denominam existência

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 O Sol e a dinâmica da natureza. O Sol e a dinâmica da natureza. Cap. II - Os climas do planeta Tempo e Clima são a mesma coisa ou não? O que

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA

EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA EXERCÍCIOS SOBRE A PRÉ-HISTÓRIA BRASILEIRA TESTANDO SUA ATENÇÃO À AULA 1. O que defende a Teoria do Estreito de Bering? A. Que o homem veio para a América atravessando uma ponte de gelo entre a Ásia e

Leia mais

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008

Jesus revela-nos que Deus é. Pai. Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Jesus revela-nos que Deus é Pai Conselho Inter-paroquial de Catequese Esporões, 24 de Janeiro de 2008 Quem inventou Deus? Desde sempre que os homens acreditaram na existência de forças muito poderosas

Leia mais

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO

MÓDULO DE RECUPERAÇÃO DISCIPLINA História 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II MÓDULO DE RECUPERAÇÃO ALUNO(A) Nº TURMA TURNO Manhã 1º SEMESTRE DATA / / 1) A função da História é investigar os fatos ocorridos, levando em consideração

Leia mais

1. A água. 1.1. A água e as atividades humanas

1. A água. 1.1. A água e as atividades humanas 1. A água 1.1. A água e as atividades humanas O homem utiliza a água para os mais determinados fins (Figura 1): consumo doméstico higiene pessoal e da casa, preparar os alimentos; agricultura; indústria;

Leia mais

Ciências/15 6º ano Turma:

Ciências/15 6º ano Turma: Ciências/15 6º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 6ºcie302r Roteiro de Estudos- Recuperação de Ciências 6 ANO 2º trimestre Atividades para a oficina de estudo: Ciências - 6º ano 2º trimestre * Organizador-

Leia mais

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da

Leia mais

Fenômenos e mudanças climáticos

Fenômenos e mudanças climáticos Fenômenos e mudanças climáticos A maioria dos fenômenos climáticos acontecem na TROPOSFERA. Camada inferior da atmosfera que vai do nível do mar até cerca de 10 a 15 quilômetros de altitude. Nuvens, poluição,

Leia mais

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO

Unidade. 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO I Unidade 6 Coleção IAB de Ciências / 3º ANO UNIDADE I: A VIDA EM NOSSO PLANETA Introdução A ciência se faz com observação da natureza, perguntas e busca de respostas. Você já observou como o Planeta Terra

Leia mais

ÁGUA. Água conhecida como elemento vital. primitivas. evoluídas. História da humanidade relação simples e intrínseca: Homem/Água.

ÁGUA. Água conhecida como elemento vital. primitivas. evoluídas. História da humanidade relação simples e intrínseca: Homem/Água. ÁGUA Água conhecida como elemento vital Comunidades primitivas evoluídas Água Sobrevivência História da humanidade relação simples e intrínseca: Homem/Água. Civilizações mais primitivas comunidades nômades

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais