BANCÁRIO. conheça os seus direitos sobre a LER/DORT

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BANCÁRIO. conheça os seus direitos sobre a LER/DORT"

Transcrição

1 BANCÁRIO conheça os seus direitos sobre a LER/DORT

2 INTRODUÇÃO Todo bancário já ouviu falar em LER/DORT, as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). O que poucos sabem é que estas doenças ocupacionais graves, que levam à incapacidade para o trabalho, e que há meios de preveni-las, principalmente se houver empenho dos empregadores e uma política para tal. Quando estas doenças já estão instaladas, é necessário ao trabalhador adoentado o conhecimento de seus direitos, para exigi-los e assim evitar que a empresa simplesmente se livre do problema demitindo-o. Conheça, nesta cartilha desenvolvida pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Campina Grande e Região, em conjunto com Magalhães & Magalhães Advogados dos Associados por meio dos consultores jurídicos Marcelo Assunção, Andrey Magalhães e Breno Nunes mais detalhes sobre estas enfermidades, campeãs entre as moléstias que acometem os bancários de nosso estado, e como proceder em defesa de seus interesses junto com o Sindicato. O QUE É LER/DORT? LER/DORT são termos que indicam um conjunto de doenças que atingem músculos, tendões, nervos e articulações dos membros superiores (dedos, mãos, punhos, antebraços, braços e ombros), podendo atingir, também, membros inferiores e a coluna vertebral. Decorrem de sobrecarga do sistema muscular e esquelético no trabalho, que vai se acumulando ao longo do tempo. COMO IDENTIFICAR A LER/DORT? Vejamos este exemplo simples: Um bancário trabalha há alguns anos como caixa e sente dor e fadiga nos membro superiores, principalmente nos punho direito e ombro esquerdo. Esta dor passou a ser constante nos últimos meses e anos. Um médico faz o diagnóstico de tendinite de punho direito e tendinite de ombro esquerdo. Investigando as causas, conclui que se trata de um quadro clínico que tem relação com os movimentos repetitivos dos dedos da mão direita utilizada para digitação, concomitantemente aos movimentos repetitivos do ombro esquerdo, em suspensão, utilizado para passar documentos um a um na máquina e para depois entregá-los aos clientes. Este é um caso típico de LER/DORT, doenças ocupacionais. As lesões são resultados de agressões diárias, que duram meses ou anos. O sistema músculo-esquelético é exigido por tempo prolongado, não tem tempo para se recuperar e acaba se desgastando, causando dor e fadiga na pessoa. Na categoria bancária, como você já sabe, é um problema disseminado. Existem várias moléstias relacionadas ao problema que são DOENÇAS OCUPACIONAIS/DORT s, como tenossinovite, tendinite, epicondilite, síndrome do túnel do carpo, síndrome miofascial, bursite, síndrome do desfiladeiro torácico, tendinite de De Quervain, problemas de coluna pelas péssimas condições do mobiliário no local de trabalho, entre muitas outras. Quando diagnosticadas precocemente e os fatores de riscos afastados, com tratamento correto pode ocorrer recuperação total. Caso não seja tratada no começo, a doença pode se tornar crônica, de difícil controle, levando muitos bancários a afastamentos pelo INSS e aposentaoria por invalidez acidentária - B/92.

3 COMO PREVINIR? A prevenção só ocorrerá se os fatores lesivos forem enfrentados. Palestras, ginástica laboral ou mudanças de mobiliário não resolverão os problemas se não estiverem integradas a uma política da empresa de gestão dos riscos à saúde, o que infelizmente não ocorre. O maior desafio para a prevenção é resgatar o trabalhador como sujeito, recuperar sua potencialidade intelectual e garantir espaço para sua criatividade. Dessa forma, repetitividade, estresse e sobrecarga de certos grupos musculares não poderiam fazer parte do trabalho. Para isso, os trabalhadores devem ter como objetivos o controle do ritmo de trabalho; enriquecimento das tarefas, não permitindo a fragmentação do trabalho; definição do período da jornada de trabalho em que há esforço repetitivo e do período em que ele não esteja presente; eliminação das horas extras; realização de pausas durante o trabalho; ginástica laboral; adequação do posto de trabalho para evitar posturas incorretas; o mobiliário e máquinas devem ser ajustados às características físicas individuais e o ambiente deve ter ruídos e iluminação adequados. CAT COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO A comunicação de Acidente de Trabalho CAT deve ser obrigatoriamente emitida pela instituição financeira, na constatação, suspeita ou agravamento da LER/DORT, com o afastamento do trabalhador da atividade e encaminha - ao INSS. A CAT deve ser emitida no primeiro dia útil após o diagnóstico médico, ou seja, após a conclusão de que o trabalhador é ou pode ser portador de doença profissional ou do trabalho. A não notificação de doença do trabalho pela empresa constitui crime (art. 269 do Código Penal Combinado com art. 169 da CLT), com pena de detenção, de seis meses a dois anos. Na recusa da emissão da CAT pela empresa podem fazê-lo o médico que assistiu o trabalhador, qualquer autoridade pública, o Sindicato dos Bancários ou o próprio trabalhador. A CAT é emitida em seis vias, sendo que uma delas deve ser entregue ao próprio trabalhador e outra encaminhada ao Sindicato.

4 NEXO CAUSAL - NTEP (NEXO TÉCNICO EPIDMIOLÓGICO) O trabalhador só tem direito aos benefícios acidentários (Auxílio Doença Acidentário B/91, Auxílio Acidente B/94 e Aposentadoria por Invalidez Acidentária B/92), se for caracterizado o nexo causal (relação de causa e efeito entre o trabalho e a doença). Por isso é muito importante o trabalhador exigir que a empresa emita a CAT, para apresentação ao INSS, no momento da perícia, quando o médico avaliará se o trabalhador se encontra incapacitado temporária ou definitivamente. O NTEP é o mecanismo que relaciona determinada doença as atividades nas quais a moléstia ocorre com maior incidência. Em vigor desde 2007, a perícia do INSS deve aplicar uma lista que relaciona cada uma das profissões às doenças de maior incidência da atividade. No setor bancário, se o funcionário se encontrar com as doenças relacionadas no início desta cartilha, é obrigatória a emissão da CAT e concessão do benefício acidentário. DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS AFASTADOS POR ACIDENTE DE TRABALHO ESTABILIDADE NO EMPREGO O trabalhador que, em razão de acidente ou doença do trabalho, ficar afastado por mais de 15 dias, recebendo por tanto, o auxílio-doença acidentário (B/91), tem estabilidade no emprego pelo período mínimo de 12 meses contados a partir do encerramento do auxílio-doença acidentário. FGTS Durante o período em que o trabalhador estiver afastado do trabalho, recebendo auxílio-doença acidentário (B/91), o empregador deve recolher a parcela que lhe compete à conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. DIREITOS TRABALHISTAS DOS BANCÁRIOS QUE FORAM ACOMETIDOS DE LER/DORT Sabemos que os responsáveis e culpados pelos Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho D.O.R.T. são empregadores, por não cumprirem as normas preventivas para segurança e saúde do trabalhador, no que diz respeito à ergonomia do ambiente de trabalho, com equipamentos obsoletos e antiergonômicos, sobrecarga de labor, bem como em relação às pressões exercidas pelos superiores, no tocante a observância das metas de produtividade e mais produtividade. Para isso, a Justiça do Trabalho de nosso país vem reiteradamente condenando as empresas, especialmente os Bancos em indenização pelos danos materiais e morais causados aos portadores de LER/DORT. Somente àqueles que buscam seus direitos junto ao judiciário trabalhista. continua

5 vida, consoante Tabela de Expectativa de Vida do IBGE; Indenização por danos morais e;indenização por lucros cessantes, compensando os valores perdidos durante o afastamento. O Sindicato dos Bancários contratou um departamento jurídico especializado em atender aos bancários acometidos de doenças ocupacionais LER/DORT. Sendo comprovada a doença ocupacional e suas consequências, o bancário tem direito: A) Ao custeio total do plano de saúde e medicamentos, possibilitando tratamento integral da LER/DORT, sem limites de cobertura, submetendo-se o tratamento a necessidade indicada por profissional habilitado, independentemente de prévia autorização do Banco. B) Pensão mensal vitalícia no valor líquido correspondente ao salário integral ou parcial do bancário, com todas as vantagens inerentes ao cargo, sem limite de idade, corrigida pelos mesmos índices de reajuste salarial dos funcionários da ativa. Podendo esta indenização ser paga de uma só vez, tomando por base a expectativa de SE VOCÊ LÊ ESTA CARTILHA, ESTÁ AFASTADO OU POSSUI ALGUNS DOS SINTOMAS DE DORT'S, PROCURE O MAIS BREVE POSSÍVEL O SINDICATO PARA RECEBER TODO O APOIO NECESSÁRIO, DIRIMIR DÚVIDAS E ESCLARECER SEUS DIREITOS. SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DE CAMPINA GRANDE E REGIÃO Tel. (83) / Tel. (83) MAGALHÃES & MAGALHÃES Advogados Associados Tel. (83) / Tel. (83) / End. R. João Quirino, 574-Catolé,Campina Grande/PB

DIAGNÓSTICO SINDRÔMICO

DIAGNÓSTICO SINDRÔMICO LER / DORT DIAGNÓSTICO SINDRÔMICO José Roberto Teixeira Outubro/2005 PÓLO SAÚDE, Assessoria e Consultoria em Saúde Ocupacional histórico paralisia de mãos em trabalhador após esforço prolongado (Hipócrates,

Leia mais

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (LER)

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (LER) LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (LER) AUTORES LEANDRO FERRO BORGES THIAGO MATHEUS GOMES PACHECO GLAUCIA AVELINA DOS SANTOS MAGNA DE JESUS LEAL ANANDA LIMA HASSAN 1 - Que é LER? O termo LER refere-se a um

Leia mais

Como identificar as LER/DORT

Como identificar as LER/DORT O que são as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT)? São doenças graves originadas do uso excessivo ou inadequado do sistema que agrupa nervos,

Leia mais

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (L.E.R.) Causas, prevenção e tratamento

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (L.E.R.) Causas, prevenção e tratamento LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO (L.E.R.) Causas, prevenção e tratamento CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA Hoje em dia, vivemos mais tempo conectado ao mundo virtual do que ao mundo real. As novas tecnologias digitais,

Leia mais

DORT EDITORIAL INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO EDITORIAL INTRODUÇÃO FATORES QUE CONTRIBUEM PARA O APARECIMENTO DAS LER/DORT - MULTICAUSALIDADE

DORT EDITORIAL INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO EDITORIAL INTRODUÇÃO FATORES QUE CONTRIBUEM PARA O APARECIMENTO DAS LER/DORT - MULTICAUSALIDADE EDITORIAL EDITORIAL INTRODUÇÃO COMBATE A LER/ DORT PARA TER UM AMBIENTE DE TRABALHO SAÚDAVEL Sérgio Butka Presidente da Força Sindical do Paraná A legião de pessoas com Ler /Dort e outras doenças do trabalho

Leia mais

SAÚDE DO TRABALHADOR - LER. Nome: Silvia Kelly Leão Silva de Freitas Gilvan Carvalho Barbosa

SAÚDE DO TRABALHADOR - LER. Nome: Silvia Kelly Leão Silva de Freitas Gilvan Carvalho Barbosa SAÚDE DO TRABALHADOR - LER Nome: Silvia Kelly Leão Silva de Freitas Gilvan Carvalho Barbosa Este trabalho tem por objetivo trazer mais conhecimento sobre uma patologia que aflige muitas pessoas atualmente

Leia mais

Capítulo 4 PONTOS FUNDAMENTAIS DA ABORDAGEM MÉDICA DOS DORT Estabelecimento do Médico Responsável, Formação da Equipe Assistencial e

Capítulo 4 PONTOS FUNDAMENTAIS DA ABORDAGEM MÉDICA DOS DORT Estabelecimento do Médico Responsável, Formação da Equipe Assistencial e ÍNDICE PARTE 1 17 Capítulo 1 ENTENDENDO OS MEMBROS SUPERIORES E A SOBRECARGA RELACIONADA AO TRABALHO 19 1.1 Estruturas Musculoesqueléticas de Interesse para Compreensão do Funcionamento dos Membros Superiores

Leia mais

Esta é uma publicação das seguintes entidades: CARTILHA LER DORT Agosto de 2001 APRESENTAÇÃO

Esta é uma publicação das seguintes entidades: CARTILHA LER DORT Agosto de 2001 APRESENTAÇÃO Esta é uma publicação das seguintes entidades: Federação dos Trabalhadores no Comércio no Estado de Santa Catarina (Fecesc) Sindicato dos Empregados no Comércio de Florianópolis Sindicato dos Empregados

Leia mais

Incapacidade Fática x Incapacidade Jurídica

Incapacidade Fática x Incapacidade Jurídica Incapacidade Fática x Incapacidade Jurídica Art. 59. O auxílio-doença será devido ao segurado que, havendo cumprido, quando for o caso, o período de carência exigido nesta Lei, ficar incapacitado para

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Benefícios Incapacitantes Auxílio-doença, Auxílio-acidente e Aposentadoria por Invalidez Índice Auxílio-doença Auxílio-acidente Aposentadoria por Invalidez 3 4 6 Autor Benny Willian

Leia mais

H - LE L R E /D / OR O T

H - LE L R E /D / OR O T Histórico - LER/DORT Doenças Ocupacionais 1700 - Ramazzini - Pai da Medicina do trabalho - "doença dos escribas e notórios". 1920 - Doença das tecelãs (1920) 1965 - Doença das lavadeiras Década de 80 Universalização

Leia mais

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho Orion Sávio Santos de Oliveira Analista Técnico de Políticas Sociais ATPS DPSSO/SPPS/MF orion.oliveira@previdencia.gov.br Roteiro da

Leia mais

Saúde do Trabalhador. Fabrício Augusto Menegon Doutor em Saúde Pública FSP/USP Professor do Departamento de Saúde Pública - UFSC

Saúde do Trabalhador. Fabrício Augusto Menegon Doutor em Saúde Pública FSP/USP Professor do Departamento de Saúde Pública - UFSC apresentam Saúde do Trabalhador Fabrício Augusto Menegon Doutor em Saúde Pública FSP/USP Professor do Departamento de Saúde Pública - UFSC 1ª parte Ampliando conceitos... Da Medicina do Trabalho à Saúde

Leia mais

Legislação sobre doenças como LER/DORT e suas prevenções. Marco Aurélio Barbosa Catalano Assessor Jurídico Assessoria Jurídica - Reitoria

Legislação sobre doenças como LER/DORT e suas prevenções. Marco Aurélio Barbosa Catalano Assessor Jurídico Assessoria Jurídica - Reitoria Legislação sobre doenças como LER/DORT e suas prevenções Marco Aurélio Barbosa Catalano Assessor Jurídico Assessoria Jurídica - Reitoria O QUE É LER? O QUE É DORT? LER Lesões por Esforço Repetitivo Entende-se

Leia mais

Perda de audição pode gerar indenização por acidente de trabalho. por Kendra Chihaya Qua, 11 de Janeiro de :44

Perda de audição pode gerar indenização por acidente de trabalho. por Kendra Chihaya Qua, 11 de Janeiro de :44 Além do benefício da previdência, o empregado pode requer uma indenização da empresa pelo dano à sua saúde, em razão dela não ter cumprido rigorosamente as normas de saúde e segurança do trabalho No Brasil

Leia mais

APOSENTADORIA E DIREITO DO IDOSO

APOSENTADORIA E DIREITO DO IDOSO POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO A mulher se aposentará por tempo de contribuição quando atingir 30 anos de contribuição e, para o homem, aos 35 anos de contribuição. POR IDADE A mulher se aposentará quando atingir

Leia mais

Sintomas Patológicos na Sociedade Tecnológica

Sintomas Patológicos na Sociedade Tecnológica Sintomas Patológicos na Sociedade Tecnológica A L.E.R. é uma síndrome dolorosa e de incapacidade funcional, localizada nos membros superiores e inferiores, causada pelo uso deles em tarefas que implicam

Leia mais

Saúde no âmbito da Educação no Trabalho. L.E.R. e as Tecnologias Digitais

Saúde no âmbito da Educação no Trabalho. L.E.R. e as Tecnologias Digitais Saúde no âmbito da Educação no Trabalho L.E.R. e as Tecnologias Digitais O QUE É L.E.R. Lesão do esforço repetitivo, D.O.R.T.(Distúrbio OsteomuscuIares Relacionados ao Trabalho),e tantas outras denominações,

Leia mais

c) Acidentes de Trabalho ou Doenças relacionadas ao Trabalho

c) Acidentes de Trabalho ou Doenças relacionadas ao Trabalho PROVAS ANAMT 2014 No âmbito da Previdência Social, entende-se como Benefícios Acidentários o recebimento por parte do segurado de pagamentos decorrentes da incapacidade para o trabalho causadas por lesões

Leia mais

Módulo 5 Riscos Ergonômicos

Módulo 5 Riscos Ergonômicos Módulo 5 Riscos Ergonômicos Introdução a Ergonomia A ergonomia ou engenharia humana é uma ciência relativamente recente que estuda as relações entre o homem e seu ambiente de trabalho. A Organização Internacional

Leia mais

ERGONOMIA. Prof.ª Rosana Abbud

ERGONOMIA. Prof.ª Rosana Abbud ERGONOMIA Prof.ª Rosana Abbud ERGONOMIA CIÊNCIA QUE ESTUDA A ADAPTAÇÃO DO POSTO DE TRABALHO AO HOMEM, BEM COMO A FORMA DAS FERRAMENTAS DE ACORDO COM A SUA FUNÇÃO. EXEMPLOS FORMATO DE TALHERES E ESCOVAS

Leia mais

PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALVORADA RS

PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL PARA OS SERVIDORES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ALVORADA RS PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL PARA OS SERVIDORES DA RESUMO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALVORADA RS GRAZIELE ALVES DIAS 1 LIA T. HOFFMANN 2 O Projeto de Ginástica Laboral Para os Servidores da Prefeitura Municipal

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R

SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos L E R O QUE SÃO AS LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS LER são doenças do trabalho provocadas pelo uso inadequado e excessivo do

Leia mais

LER/DORT. Saiba como prevenir

LER/DORT. Saiba como prevenir LER/DORT Saiba como prevenir COMO FALAR COM O SINDICATO Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região CUT Secretaria de Saúde e Condições de Trabalho Rua São Bento, 413 Centro 3188-5268/5269 e

Leia mais

Acidente do Trabalho. Prof.ª Rosana Abbud

Acidente do Trabalho. Prof.ª Rosana Abbud Acidente do Trabalho Prof.ª Rosana Abbud Conceito de Acidente No dicionário, acidente é o acontecimento imprevisto, casual ou não, ou então - acontecimento infeliz que resulta em ferimento, dano, estrago,

Leia mais

PRONUNCIAMENTO DO EXCELENTÍSSIMO DEPUTADO FEDERAL FERNANDO DE FABINHO SOBRE O PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL

PRONUNCIAMENTO DO EXCELENTÍSSIMO DEPUTADO FEDERAL FERNANDO DE FABINHO SOBRE O PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL PRONUNCIAMENTO DO EXCELENTÍSSIMO DEPUTADO FEDERAL FERNANDO DE FABINHO SOBRE O PROJETO DE GINÁSTICA LABORAL SRAS. DEPUTADAS, SRS. DEPUTADOS, SR. PRESIDENTE Estamos encaminhando a esta Casa, Projeto de lei

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO:

PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO: PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO: 1- Como se dá o Acidente de Trabalho? R- Trata-se, evidentemente, de um acidente ocorrido em razão do trabalho exercido pelo trabalhador, que pode causar uma

Leia mais

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO

LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO LESÃO POR ESFORÇO REPETITIVO LESÕES POR ESFORÇOS REPETITIVOS L.E.R. No Brasil as lesões por esforços repetitivos representam quase 70 do conjunto das doenças profissionais registradas. É a segunda causa

Leia mais

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios:

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios: Turma e Ano: Flex B (2014) Matéria / Aula: Direito Previdenciário / Aula 07 Professora: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 07 1 CONTEÚDO DA AULA: RGPS (continuação). Auxílio

Leia mais

O impacto da tecnologia no mercado de trabalho

O impacto da tecnologia no mercado de trabalho O impacto da tecnologia no mercado de trabalho Tecnologia no mercado de trabalho Vivemos em uma era digital onde a sociedade atual passa por uma grande evolução tecnológica, sendo o computador uma das

Leia mais

Questões assunto 2. 1) (ANAMT, 06/2008) Em relação ao Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário, é correto afirmar:

Questões assunto 2. 1) (ANAMT, 06/2008) Em relação ao Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário, é correto afirmar: Questões assunto 2 1) (ANAMT, 06/2008) Em relação ao Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário, é correto afirmar: a) É aplicada apenas aos trabalhadores vítima de Acidente de Trabalho que tiveram a CAT

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 1

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Saúde Ocupacional AULA 1 FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Saúde Ocupacional AULA 1 Competências a serem trabalhadas nesta aula Aplicar legislação brasileira e Norma Regulamentadora NR-7, específicas à Saúde

Leia mais

FACULDADE BAIANA DE DIREITO

FACULDADE BAIANA DE DIREITO FACULDADE BAIANA DE DIREITO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO ADRIANA DE MENEZES MOREIRA MELLO INDENIZAÇÕES POR ACIDENTE DE TRABALHO NAS HIPÓTESES DE PATOLOGIAS PSIQUICAS, DECORRENTES OU AGRAVADAS PELO TRABALHO.

Leia mais

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA

CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA CONEXÃO FAMETRO: ÉTICA, CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE XII SEMANA ACADÊMICA ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA PREVENTIVA EM LER/DORT Ana Isabel Buson * Mirian Sá * Sarah Tavares * Josenilda Malveira Cavalcanti **

Leia mais

Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico

Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico 1 Revisão: Benefícios Por Incapacidade: * Medida Provisória 739 permite a execução das revisões e, agora, os segurados poderão ser convocados

Leia mais

Causas da LER em jovens. Uso indevido da tecnologia. Como prevenir?

Causas da LER em jovens. Uso indevido da tecnologia. Como prevenir? Causas da LER em jovens. Uso indevido da tecnologia. Como prevenir? Com o avanço crescente da tecnologia da informação e comunicação, com o evento da internet e do mundo virtual ocorreram mudanças na sociedade,

Leia mais

Computadores e Sociedade Aula IX: Doenças

Computadores e Sociedade Aula IX: Doenças Computadores e Sociedade Aula IX: Doenças Elverton Fazzion 2017/01 Doença profissional x Doença do trabalho Doença profissional assim entendida a produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar

Leia mais

GESTÃO DE ABSENTEÍSMO

GESTÃO DE ABSENTEÍSMO GESTÃO DE ABSENTEÍSMO O CENÁRIO - dados - O absenteísmo é um fenômeno de alcance mundial que tem crescido significativamente nos últimos anos trazendo impactos econômicos e sociais aos trabalhadores e

Leia mais

Leia e veja como sua postura conta muito. Ergonomia

Leia e veja como sua postura conta muito. Ergonomia Leia e veja como sua postura conta muito. Ergonomia ERGONOMIA A ergonomia é a busca da relação ideal entre indivíduo e ambiente de trabalho. Ela visa proporcionar um ambiente de trabalho perfeitamente

Leia mais

ERGONOMIA. Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho

ERGONOMIA. Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho ERGONOMIA Erica Cristina Possoli Técnica em Segurança do Trabalho CONCEITO DE ERGONOMIA ERGONOMIA ERGO (Trabalho) + NOMOS (Leis) ERGONOMIA É o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento

Leia mais

INFORMAÇÕES - ACIDENTE EM SERVIÇO / DE TRABALHO

INFORMAÇÕES - ACIDENTE EM SERVIÇO / DE TRABALHO INFORMAÇÕES - ACIDENTE EM SERVIÇO / DE TRABALHO 1. Definições - Acidente em serviço é aquele ocorrido com o servidor no exercício do cargo ou função, que se relacione direta ou indiretamente com as atribuições

Leia mais

O uso excessivo de tecnologias pode causar doenças

O uso excessivo de tecnologias pode causar doenças Saúde & Tecnologia O uso excessivo de tecnologias pode causar doenças Os aparelhos digitais, fonte de informação e entretenimento, tem levado muitos usuários a permanecerem por longos períodos conectados

Leia mais

Termo ergonomia. Ergonomia 25/04/2012. Palavra de origem grega. Ergo Trabalho. Nomos - Regra INTERFACE HOMEM AMBIENTE ERGONOMIA

Termo ergonomia. Ergonomia 25/04/2012. Palavra de origem grega. Ergo Trabalho. Nomos - Regra INTERFACE HOMEM AMBIENTE ERGONOMIA Termo ergonomia Ergonomia Palavra de origem grega Ergo Trabalho LILIANE GRAÇA SANTANA CEREST-ES Nomos - Regra INTERFACE HOMEM AMBIENTE ERGONOMIA É o estudo da adaptação do trabalho às características fisiológicas

Leia mais

TIPOS DE LESÕES. Adaptado de CHAFFIN e ANDERSON (1991) TIPO DE TRAUMA

TIPOS DE LESÕES. Adaptado de CHAFFIN e ANDERSON (1991) TIPO DE TRAUMA LESÕES NO TRABALHO TIPOS DE LESÕES TIPO DE TRAUMA CAUSA EFEITO Trauma por impacto Uma força repentina de grande intensidade Contusões, lacerações, fraturas, amputações, subluxações articulares, concussões,

Leia mais

Ergonomia no Trabalho: Produzindo com Conforto

Ergonomia no Trabalho: Produzindo com Conforto Ergonomia no Trabalho: Produzindo com Conforto Exigência Legal Norma Regulamentadora nº 17 NR 17 Portaria MTPS nº 3.751, de 23 de novembro de 1990 17.1.2. Para avaliar a adaptação das condições de trabalho

Leia mais

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil.

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil. Quando se fala em responsabilidades somos remetidos às leis, códigos e normas às quais nos servem de orientação e nos obriga a cumpri-las. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL. Distribuição Interna

CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL. Distribuição Interna CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL Distribuição Interna ÍNDICE Apresentação 3 O que é Lesão por esforço repetitivo (LER)? 4 Prevenção 5 Dicas para evitar lesões 6 Exercícios 8 Ginástica Laboral

Leia mais

FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO

FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO GESTÃO PARA CUMPRIMENTO DOS PRAZOS DE RECURSOS Carla Soares Gerente Jurídica do Sinduscon-Rio juridico@sinduscon-rio.com.br HISTÓRICO: MP 83/2002 art. 10 Lei 10.666/2003

Leia mais

LER/DORT ATENÇÃO: NÃO É UMA DOENÇA NÃO ESTÃO INCLUÍDOS NO CID 10 GRANDE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA

LER/DORT ATENÇÃO: NÃO É UMA DOENÇA NÃO ESTÃO INCLUÍDOS NO CID 10 GRANDE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA LER/DORT Lesões por esforços repetitivos Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho podem envolver músculo, fáscia, tendão, sinóvia, articulação, nervos ATENÇÃO: NÃO É UMA DOENÇA NÃO ESTÃO INCLUÍDOS

Leia mais

Patologias osteomusculares relacionadas ao trabalho LER/DORT

Patologias osteomusculares relacionadas ao trabalho LER/DORT Patologias osteomusculares relacionadas ao trabalho LER/DORT LER/DORT Ano Acidente de Acidente de Lesões por Perda Dermatoses Câncer Total trabalho trabalho com esforços auditiva ocupacionais ocupacional

Leia mais

PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos.

PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos. PRINCIPAIS CAUSAS DE DOENÇAS DA CATEGORIA DOS TRABALHADORES BANCÁRIOS: Movimentos Repetitivos; Assédio Moral; Assaltos. MOVIMENTOS REPETITIVOS: PRINCIPAIS DOENÇAS RELACIONADAS LER (Lesão por Esforço Repetitivo)

Leia mais

Patologias osteomusculares e neurológicas relacionadas ao trabalho LER/DORT

Patologias osteomusculares e neurológicas relacionadas ao trabalho LER/DORT Patologias osteomusculares e neurológicas relacionadas ao trabalho LER/DORT LER/DORT LER - Lesões por esforços repetitivos DORT - Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho ATENÇÃO: NÃO É UMA

Leia mais

O problema de saúde relacionado com o trabalho mais comum na Europa

O problema de saúde relacionado com o trabalho mais comum na Europa Prevenção das lesões músculo-esqueléticas (LME) O problema de saúde relacionado com o trabalho mais comum na Europa Os objectivos comunitários no âmbito da Estratégia de Lisboa prevêem a criação de empregos

Leia mais

Introdução à Saúde do Trabalhador

Introdução à Saúde do Trabalhador Introdução à Saúde do Trabalhador Papéis das equipes de Saúde do Trabalhador na atenção individual e coletiva Trabalho e usos do corpo Eventos e exposições potenciais de risco x possibilidades e capacidades

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Atuação do Advogado do Empregador Reclamada no Acidente do Trabalho. Professor: Rogério Martir

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Atuação do Advogado do Empregador Reclamada no Acidente do Trabalho. Professor: Rogério Martir LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Atuação do Advogado do Empregador Reclamada no Acidente do Trabalho Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del

Leia mais

Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário

Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário 1 A Previdência Social tem a obrigação constitucional de dar cobertura ao acidente do trabalho: Cabe ao INSS toda a regulamentação do reconhecimento

Leia mais

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ROBERTO REQUIÃO

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ROBERTO REQUIÃO PARECER Nº, DE 2012 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 287 Complementar, de 2010, do Senador Arthur Virgílio, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria por invalidez

Leia mais

AET Avaliação Ergonômica do Trabalho:

AET Avaliação Ergonômica do Trabalho: AET Avaliação Ergonômica do Trabalho: Como surge a necessidade de adequação? Giuliano Mannrich AET Como surge a necessidade de adequação? Estudo de Caso: Empresa Dominik Metal Center Pedido partiu do técnico

Leia mais

Lesão por Esforço Repetitivo (LER)

Lesão por Esforço Repetitivo (LER) Lesão por Esforço Repetitivo (LER) O que é Lesão por esforço repetitivo? Sinônimos: ler, l.e.r., lesão traumática cumulativa Denomina-se Lesão do Esforço Repetitivo ou simplesmente LER, a lesão causada

Leia mais

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; 1 A Previdência Social A Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário

Leia mais

Acidente do Trabalho e CAT. V Fórum de Medicina do Trabalho do CFM

Acidente do Trabalho e CAT. V Fórum de Medicina do Trabalho do CFM V Fórum de Medicina do Trabalho do CFM 1 Acidente do Trabalho Nexo Causal CAT 2 3 Primeira Geração: Acidente tipo Nexo Risco Dano 4 Primeira Geração: Acidente tipo 5 Nexo Risco Dano 6 Segunda e terceira

Leia mais

Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho.

Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho. Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho. Legislação previdenciária Acidente de trabalho Lista aberta de doenças Ratificação da concausalidade

Leia mais

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS Brasília, abril de 2016 SPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social 1 ESTATÍSTICAS DE ACIDENTES DO TRABALHO 2 ACIDENTE DO

Leia mais

CENÁRIOS E PERSPECTIVAS

CENÁRIOS E PERSPECTIVAS SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO CENÁRIOS E PERSPECTIVAS GUSTAVO NICOLAI VISÃO SISTÊMICA EM SST: ALTA COMPLEXIDADE GRANDE TRANSPARÊNCIA 1. Sistema de Gestão Integrada de QMSR 2. Política de QMSR 3. Estrutura

Leia mais

INCIDÊNCIA DE DOR EM TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL 1

INCIDÊNCIA DE DOR EM TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL 1 INCIDÊNCIA DE DOR EM TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL EM SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL 1 Nascimento, Eduardo Silva do²; Ribeiro, Felipe Brum²; SILVA JÚNIOR, Gerson Ribeiro da²; Ruviaro, Luiz Fernando²;

Leia mais

Instrução Normativa INSS nº 16, de 27 de março de 2007

Instrução Normativa INSS nº 16, de 27 de março de 2007 Instrução Normativa INSS nº 16, de 27 de março de 2007 (DOU 28.03.2007) FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei nº 8.212, de 24/7/91, e alterações posteriores; Lei nº 8.213, de 24/7/91, e alterações posteriores; Lei

Leia mais

Nova Metodologia de Cálculo do SAT-Seguro de Acidente de Trabalho. JAQUES SHERIQUE Eng. de Segurança do Trabalho

Nova Metodologia de Cálculo do SAT-Seguro de Acidente de Trabalho. JAQUES SHERIQUE Eng. de Segurança do Trabalho Nova Metodologia de Cálculo do SAT-Seguro de Acidente de Trabalho JAQUES SHERIQUE Eng. de Segurança do Trabalho Contexto Internacional Cobertura pelas políticas públicas muito irregular no mundo: desde

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Direitos Trabalhistas que Surgem com o. Acidente do Trabalho. Professor: Dr.

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Direitos Trabalhistas que Surgem com o. Acidente do Trabalho. Professor: Dr. LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Direitos Trabalhistas que Surgem com o Professor: Dr. Rogério Martir Acidente do Trabalho Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo

Leia mais

Lilian do Nascimento Silva

Lilian do Nascimento Silva CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO ERGONÔMICA EM UM SETOR DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA EM POÇOS DE CALDAS Lilian

Leia mais

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade.

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade. É possível a concessão de aposentadoria por invalidez havendo moléstia preexistente? Retornamos a resposta do questionamento anterior, ou seja, o INSS submete o segurado à pericia, justamente para constatar

Leia mais

FECHAMENTO DE CONCESSIONÁRIAS

FECHAMENTO DE CONCESSIONÁRIAS ANEXO PRE 145.16 FECHAMENTO DE CONCESSIONÁRIAS ROTEIRO ILUSTRATIVO DE ASSUNTOS QUE MERECEM ATENÇÃO NA DESCONTINUIDADE DE NEGÓCIOS I ASPECTOS FISCAIS 1. Verificação de Passivos e Ativos Federais: 1.1. Secretaria

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PALESTRA - 2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 27 de Novembro de 2012 Local: Macaé - RJ OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção dos acidentes e da

Leia mais

ESTUDO DA DESCARACTERIZAÇÃO DO NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PELA PERÍCIA MÉDICA PREVIDENCIÁRIA

ESTUDO DA DESCARACTERIZAÇÃO DO NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PELA PERÍCIA MÉDICA PREVIDENCIÁRIA ESTUDO DA DESCARACTERIZAÇÃO DO NEXO TÉCNICO EPIDEMIOLÓGICO PELA PERÍCIA MÉDICA PREVIDENCIÁRIA JOÃO SILVESTRE DA SILVA-JUNIOR, FLÁVIA SOUZA E SILVA DE ALMEIDA, MÁRCIO PRINCE SANTIAGO, LUIZ CARLOS MORRONE

Leia mais

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PREVENRIO -2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 24 de Agosto de 2012 Local: Centro de Convenções Sulamerica OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção

Leia mais

Doenças e. Acidentes de Trabalho TEMA 1. Sindicato Químicos Unificados 2008 Campinas - Osasco - Vinhedo. ã ç UNIFICADOS

Doenças e. Acidentes de Trabalho TEMA 1. Sindicato Químicos Unificados 2008 Campinas - Osasco - Vinhedo. ã ç UNIFICADOS C l o e ã ç o Doenças e UNIFICADOS Acidentes de Trabalho TEMA 1 Sindicato Químicos Unificados 2008 Campinas - Osasco - Vinhedo 2 COLEÇÃO Índice Introdução... 05 Como adoecem os trabalhadores... 06 O que

Leia mais

Contestação e Recurso: NTEP e FAP

Contestação e Recurso: NTEP e FAP Contestação e Recurso: NTEP e FAP Bruno Gil de Carvalho Lima Instituto Nacional do Seguro Social Instituto Médico-Legal Nina Rodrigues Câmara Técnica de Perícia Médica do CRM-BA 1 Análise Pericial Conclusão

Leia mais

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE Em 30/12/2014, por meio das Medidas Provisórias 664 e 665, publicadas no Diário Oficial da União, as normas

Leia mais

LER / DORT PREVINA-SE

LER / DORT PREVINA-SE LER / DORT PREVINA-SE Rio Claro SP Apoio: Prefeitura de Rio Claro Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro Conselho Gestor CEREST Conselho Municipal de Saúde Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador

Leia mais

FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO

FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO # DICA1 Acidente de Trabalho: A Responsabilidade do Empregador O QUE É? Acidente do Trabalho é aquele que ocorre no exercício da atividade a serviço da

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Atuação do Advogado da Reclamada no Acidente do Trabalho. Professor: Rogério Martir

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Atuação do Advogado da Reclamada no Acidente do Trabalho. Professor: Rogério Martir LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Atuação do Advogado da Reclamada no Acidente do Trabalho Professor: Rogério Martir Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social

Leia mais

PROJETO FISIOTERAPIA DO TRABALHO

PROJETO FISIOTERAPIA DO TRABALHO PROJETO FISIOTERAPIA DO TRABALHO DE ALENCAR, Jerônimo Farias 1 DINIZ, Jorge Luiz Medeiros² CARDIA, Maria Claúdia Gatto 3 FREIRE, Mariana Pessoa Jacob de Miranda 4 RESUMO: As Lesões por Esforços Repetitivos

Leia mais

Autor: Priscilla Yamamoto Rodrigues de Camargo Godoy

Autor: Priscilla Yamamoto Rodrigues de Camargo Godoy Artigos Jurídicos Autor: Priscilla Yamamoto Rodrigues de Camargo Godoy Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha programática e ideológica da Editora Letras Jurídicas.

Leia mais

Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) Câmara dos Deputados. Organização: CEFOR e CONOF

Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) Câmara dos Deputados. Organização: CEFOR e CONOF Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) Câmara dos Deputados Organização: CEFOR e CONOF Brasília, 15 de outubro de 2014. maria.maeno@fundacentro.gov.br http://www.fundacentro.gov.br/politica

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Módulo 1 Legislação

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Módulo 1 Legislação Curso Técnico Segurança do Trabalho Medicina do Trabalho Medicina do Trabalho Módulo 1 Legislação PCMSO Estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores do

Leia mais

SUMÁRIO. Meireles-Responsabilidade civil.indd 9 15/01/ :13:21

SUMÁRIO. Meireles-Responsabilidade civil.indd 9 15/01/ :13:21 SUMÁRIO Capítulo I DA RESPONSABILIDADE CIVIL 1.1. Introdução... 15 1.2. Espécies de responsabilidade... 16 1.2.1. Responsabilidade contratual e extracontratual... 16 1.2.1.1. Responsabilidade por obrigação

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

FOZ DO IGUAÇÚ PR. 30/NOV á 02/12/2011

FOZ DO IGUAÇÚ PR. 30/NOV á 02/12/2011 FOZ DO IGUAÇÚ PR 30/NOV á 02/12/2011 Dr. Osni de Melo Martins Especialista em Medicina do Trabalho e Otorrinolaringologia Pós-graduado e Certificado pela AMB em Perícias Médicas Professor convidado do

Leia mais

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO A Advocacia Scalassara & Associados atua sistematicamente na defesa do TRABALHO DIGNO, por se tratar de condição imprescindível para o trabalhador

Leia mais

Você conhece alguém que não tem celular ou que, de alguma forma, seja em casa ou no trabalho, que não faça uso de alguma ferramenta multimídia?

Você conhece alguém que não tem celular ou que, de alguma forma, seja em casa ou no trabalho, que não faça uso de alguma ferramenta multimídia? Dor por Lesão Você conhece alguém que não tem celular ou que, de alguma forma, seja em casa ou no trabalho, que não faça uso de alguma ferramenta multimídia? Provavelmente, não. Também, não é para menos:

Leia mais

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO (rotinas sugeridas)

GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO (rotinas sugeridas) GESTÃO E FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO (rotinas sugeridas) (8) FISCALIZAÇÃO TRABALHISTA Os contratos de terceirização envolvem sério risco para a Administração, que é a possibilidade de responsabilização

Leia mais

Autor(es) LYGIA ALMEIDA PRADO DE MORAES. Orientador(es) GISLAINE CECÍLIA DE OLIVEIRA CERVENY. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1.

Autor(es) LYGIA ALMEIDA PRADO DE MORAES. Orientador(es) GISLAINE CECÍLIA DE OLIVEIRA CERVENY. Apoio Financeiro FAPIC/UNIMEP. 1. 19 Congresso de Iniciação Científica EVOLUÇÃO CLÍNICO-FUNCIONAL DE PACIENTES COM DIAGNÓSTICO DE LER/DORT ATENDIDOS NO ESTÁGIO DA ÁREA DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE COLETIVA DA UNIMEP NO PERÍODO DE 2003 A 2009

Leia mais

SAÚDE E Segurança do trabalho_sst. Prof. Marcus Aurélio

SAÚDE E Segurança do trabalho_sst. Prof. Marcus Aurélio SAÚDE E Segurança do trabalho_sst Prof. Marcus Aurélio Conceitos Básicos de SST A Segurança do Trabalho pode ser entendida como o conjunto de medidas adotadas, visando minimizar os acidentes de trabalho,

Leia mais

Acidente no Trabalho. Telmo Francisco C. Cirne Jr. Advogado Especialista em Direito Civil e Direito do Trabalho. 24/04/2013

Acidente no Trabalho. Telmo Francisco C. Cirne Jr. Advogado Especialista em Direito Civil e Direito do Trabalho. 24/04/2013 Acidente no Trabalho Telmo Francisco C. Cirne Jr. Advogado Especialista em Direito Civil e Direito do Trabalho. 24/04/2013 Atual panorama da Justiça do Trabalho (empresa x empregador): a) Defere indenização

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO PROCESSO Nº: 0800286-13.2014.4.05.8201 - APELAÇÃO APELANTE: VICENTE SEBASTIAO DE LIMA ADVOGADO: MARCOS ANTONIO INACIO DA SILVA APELADO: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial

Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS. Cartilha esocial Relação trabalhista e previdenciária DOMÉSTICAS Cartilha esocial 2 O que é o esocial? ESOCIAL DOMÉSTICO / SIMPLES DOMÉSTICO O recolhimento obrigatório a partir da competência OUTUBRO/2015. Por intermédio

Leia mais

CHOQUE DE GESTÃO EM SST COMO ELEMENTO CULTURAL. Paulo Reis 11/2010

CHOQUE DE GESTÃO EM SST COMO ELEMENTO CULTURAL. Paulo Reis 11/2010 CHOQUE DE GESTÃO EM SST COMO ELEMENTO CULTURAL Paulo Reis 11/2010 Philip Kotler (Marketing para o Século S XXI) diz que sós existem três tipos de empresas: as que fazem as coisas acontecerem as que ficam

Leia mais

Educação para a Saúde

Educação para a Saúde Educação para a Saúde Exercícios Laborais Setembro de 2006 Raquel Faria Araújo de Oliveira Ergonomista e Educadora física Saúde Segundo a Organização Mundial de Saúde: Saúde é um estado de completo bem-estar

Leia mais

A L.E.R. e as ferramentas de TIC s no trabalho

A L.E.R. e as ferramentas de TIC s no trabalho A L.E.R. e as ferramentas de TIC s no trabalho Esta revista tem por objetivo esclarecer dúvidas sobre Lesão por Esforço Repetitivo (L.E.R) no ambiente de trabalho; quais as suas causas, formas de prevenção,

Leia mais

CRIMINALIZAÇÃO DO ACIDENTE DO TRABALHO

CRIMINALIZAÇÃO DO ACIDENTE DO TRABALHO CRIMINALIZAÇÃO DO O Direito Penal tutela os bens chamados primários, indispensáveis a própria existência da sociedade: - O direito à vida; - O direito à integridade corporal; - O direito à segurança: -

Leia mais