Nossa Empresa 87 anos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nossa Empresa 87 anos"

Transcrição

1

2 Nossa Empresa 87 anos Aposta no futuro Leon vende todo patrimônio para construção da fábrica do Ipiranga 1939 Identidade O nome Cia Suzano surge com a aquisição da fábrica de Suzano 1960 Crescer para diversificar Investimento no setor petroquímico 1974 Compromisso Socioambiental Criação da OSCIP 1999 Ousadia Conclusão da integração da Companhia Suzano e da Bahia Sul, surge uma nova companhia: Suzano Bahia Sul Papel e Celulose S/A Aquisição da Ripasa 2004 Expansão A Suzano anuncia o Plano de Crescimento com a instalação de 3 novas linhas de produção de celulose 2008 Estratégia em papel Aquisição da Unidade Limeira e KSR Leon Feffer adquire lote de papel remanescente de incêndio Visão empreendedora 1950 Criação de alternativas à matéria prima importada O DNA da inovação 1965 A Suzano começa a produzir papel com 100% de celulose de eucalipto 1985 Projeto Bahia Sul Excelência para conquista de novos mercados 2001 A Suzano assume o controle acionário da Bahia Sul e lançamento do 1º papel off set brasileiro 100% reciclado produzido em escala industrial 2007 Projeto Mucuri Início Visão de Futuro 2010 Futuragene e Suzano Energia Renovável Suzano anuncia aquisição em biotecnologia e investimentos em produção de biomassa para a geração de energia Desenvolvimento Sustentável 2

3 Missão e Visão : Inovação como plataforma para crescimento futuro Missão Oferecer produtos de base florestal renovável,celulose e papel, destacando-se globalmente pelo desenvolvimento de soluções inovadoras e contínua busca da excelência e sustentabilidade em nossas operações. Visão Forte e Gentil Estar entre as maiores e mais rentáveis empresas de base florestal do mundo e ser reconhecida pelas práticas de respeito ás pessoas e ao ambiente.

4 Grupo Suzano SUZANO HOLDING Suzano Papel e Celulose Instituto Ecofuturo MDS Consultores de Seguros e Risco Nemonorte Imóveis e Participações Agaprint Suzano Energia Renovável Digital Post FuturaGene Base: janeiro/2011.

5 5 Suzano Papel e Celulose Grupo controlador definido Mercado de capitais Gestão profissional free float

6 Usos múltiplos da floresta Em julho de 2010 adquirimos 100% da Futuragene, empresa parceira da Suzano desde 2001, e pioneira na área de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias direcionadas para a área florestal, localizada em Israel, e que tem suas ações negociadas na Bolsa de Londres, na Inglaterra.

7 Usos múltiplos da floresta A Suzano Energia Renovável atuará na produção de pellets de madeira (wood pellets) para exportação e tem planos de crescimento ambiciosos e inovadores, já que nasce para ser a líder mundial no mercado de pellets para energia. O negócio de biomassa para energia é parte importante dos planos de crescimento da Suzano, potencializa suas competências e consolida sua vocação florestal.

8 Estrutura organizacional Suzano Papel e Celulose Comitês do CA Estrutura baseada em Unidades de Negócio permite avaliação de performance e retorno de cada negócio de forma independente Conselho de Administração (CA) 9 membros (4 independentes) Presidência Gestão Sustentabilidade e Estratégia Auditoria PS Operações UN Florestal UN Celulose UN Papel PS Estratégia, Novos Negócios e RI PS Finanças PS Recursos Humanos PS: Prestadoras de Serviço UN: Unidades de Negócio Objetivos: Maior foco no cliente Responsabilização por resultados Desenvolvimento de líderes

9 Onde estamos?

10 Atual Unidades de Negócios Posição relevante em todos os segmentos em que atua 42% 1 Florestal 2 Celulose 3 Papel 56% Menor custo de produtores florestais do mundo. Mais de hectares de terra própria com a mais competitiva floresta de eucaliptus do mundo. Índices de produtividade mais altos do mundo: média de 45 m3/ha/ano Melhor base genética de eucalipto do mundo 100% de Certificação FSC em suas florestas próprias. Entre os 10 maiores players de celulose de mercado. 2 ª maior produtor de celulose de eucalipto do mundo 42% de receita líquida no 3T10, mais de 80% de Exportações Plataforma de Crescimento Orgânico. Mais de 120 clientes em mais de 47 países. Escritórios comerciais nos EUA, Europa e Asia Líder regional em papel branco (~25% mkt share) 56% na receita líquida em 2010, 60% no mercado nacional. Mais de 400 clientes, 300 no Brasil. Portfolio complementar com produtos gráficos e de consumo.

11 Suzano: Visão de Futuro O constante aumento da produtividade florestal garante a competitividade no negócio de celulose e abre caminho para novas oportunidades de negócios em Biotecnologia e Energia Renovável.

Copyright 2011 OSIsoft, LLC 1

Copyright 2011 OSIsoft, LLC 1 Copyright 2011 OSIsoft, LLC 1 Substituição do PHD pelo PI System Presented by Apresentação Marcelo Cruz e Sérgio Borges Copyright 2011 OSIsoft, LLC Agenda Institucional Suzano Papel e Celulose S.A. Marcelo

Leia mais

USO PÚBLICO. Apresentação institucional Suzano Papel e Celulose

USO PÚBLICO. Apresentação institucional Suzano Papel e Celulose Apresentação institucional Suzano Papel e Celulose Sumário Quem somos Transformação Desafios Por que HANA? Conclusões 2 Visão Geral A Suzano é uma empresa de base florestal, de capital aberto, controlado

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2010 Suzano Papel e Celulose S.A. Nome fantasia: Suzano Papel e Celulose - CNPJ: 16.404.287/0001-55 Tipo da empresa: Matriz

Leia mais

Teleconferência 30 de julho de 2010

Teleconferência 30 de julho de 2010 Teleconferência 30 de julho de 2010 Suzano Energia Renovável Visão estratégica da Suzano Mercado de energia renovável Competitividade Suzano Visão geral da Suzano Energia Renovável 1 Suzano é um grupo

Leia mais

Plano de Investimento 08 de junho de 2011

Plano de Investimento 08 de junho de 2011 Plano de Investimento 08 de junho de 2011 1 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos

Leia mais

Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras.

Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. 1 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos e incertezas que podem

Leia mais

Saraiva Apresentação Corporativa

Saraiva Apresentação Corporativa Saraiva Apresentação Corporativa Evento Sistemas de Ensino - Banco Safra Sao Paulo 25 de setembro de 2014 Relações com Investidores Setembro 2014 2 Aviso Legal Esta apresentação contém declarações sobre

Leia mais

Os desafios tecnológicos voltados à logística florestal frente ao crescimento do setor. Wagner H. Itria Jr. Gerente Executivo Florestal

Os desafios tecnológicos voltados à logística florestal frente ao crescimento do setor. Wagner H. Itria Jr. Gerente Executivo Florestal Os desafios tecnológicos voltados à logística florestal frente ao crescimento do setor Wagner H. Itria Jr. Gerente Executivo Florestal 1 Agenda A Suzano Papel e Celulose e seu Ciclo de Crescimento Polos

Leia mais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais II Encontro Brasileiro de Silvicultura (EBS) Setor de Celulose e Papel João Comério 11 de abril, 2011 Dados do Setor 222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados 2,2 milhões

Leia mais

ULTRAPAR ULTRAPAR. Grupo Santander Banespa Quarta Conferência Anual Junho/03

ULTRAPAR ULTRAPAR. Grupo Santander Banespa Quarta Conferência Anual Junho/03 ULTRAPAR ULTRAPAR Grupo Santander Banespa Quarta Conferência Anual Junho/03 de negócios ULTRAPAR ULTRAGAZ Distribuidora de GLP (gás de cozinha) no Brasil OXITENO Produtora de químicos e petroquímicos ULTRACARGO

Leia mais

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico

O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico O Ibmec Online se reinventando tendo a Blackboard como parceiro estratégico 1 Do começo aos dias de hoje A história do Grupo Ibmec Criação e Desenvolvimento Nasce o Ibmec-RJ, como Instituto para Pesquisa

Leia mais

Resultados do 1T de Maio de 2011

Resultados do 1T de Maio de 2011 Resultados do 12 de Maio de 2011 Destaques de Receita Bruta de R$ 254 milhões, contra R$ 228 milhões no, crescimento de 11,4%; Margem Bruta de 30,4% no, contra 33,1% no mesmo período em 2010; EBITDA de

Leia mais

Apresentação Institucional Incluindo resultados de 2015 JBS S.A. UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

Apresentação Institucional Incluindo resultados de 2015 JBS S.A. UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS Apresentação Institucional Incluindo resultados de 2015 JBS S.A. UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS A JBS AT A GLANCE Receita Líquida de R$163 bilhões em 2015 Segunda maior empresa global de alimentos¹

Leia mais

Grupo Portucel Soporcel vai distribuir milhares de plantas de Norte a Sul do País

Grupo Portucel Soporcel vai distribuir milhares de plantas de Norte a Sul do País Informação à Imprensa 19 de Março de 2014 Iniciativa Dá a Mão à Floresta Grupo Portucel Soporcel vai distribuir milhares de plantas de Norte a Sul do País Iniciativa assinala, pelo quarto ano consecutivo,

Leia mais

REFLORESTAMENTO AMBIENTAL E GOVERNANÇA CLIMÁTICA NA SUZANO PAPEL E CELULOSE

REFLORESTAMENTO AMBIENTAL E GOVERNANÇA CLIMÁTICA NA SUZANO PAPEL E CELULOSE Congresso Brasileiro de Reflorestamento Ambiental Pagamento de Serviços Ambientais Painel: Experiências do Setor Privado no Reflorestamento Ambiental e na Obtenção de Crédito de Carbono REFLORESTAMENTO

Leia mais

Um modelo sustentável de arranjo produtivo de base florestal. José Totti Diretor Florestal

Um modelo sustentável de arranjo produtivo de base florestal. José Totti Diretor Florestal Um modelo sustentável de arranjo produtivo de base florestal José Totti Diretor Florestal 111 anos de tradição Maior produtora e exportadora e recicladora de papéis do País Líder na produção de papéis

Leia mais

CPFL RENOVÁVEIS Relatório de Sustentabilidade. Dezembro, 2013

CPFL RENOVÁVEIS Relatório de Sustentabilidade. Dezembro, 2013 CPFL RENOVÁVEIS Relatório de Sustentabilidade Dezembro, 2013 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação

Leia mais

SACOS INDUSTRIAIS E M B A L A G E N S P A R A S E M E N T E S

SACOS INDUSTRIAIS E M B A L A G E N S P A R A S E M E N T E S SACOS INDUSTRIAIS E M B A L A G E N S P A R A S E M E N T E S KLABIN UMA EMPRESA BRASILEIRA COM 117 ANOS DE HISTÓRIA GRANDES NÚMEROS +16% +4% 4.894 5.688 RECEITA LÍQUIDA (em R$ milhões) 1.771 1.833 VOLUME

Leia mais

Desafios do setor de florestas plantadas para o manejo de plantas daninhas. José Eduardo Petrilli Mendes Fibria S.A. Proteção Florestal

Desafios do setor de florestas plantadas para o manejo de plantas daninhas. José Eduardo Petrilli Mendes Fibria S.A. Proteção Florestal Desafios do setor de florestas plantadas para o manejo de plantas daninhas José Eduardo Petrilli Mendes Fibria S.A. Proteção Florestal Roteiro A Fibria O setor de florestas plantadas Área de expansão Prejuízos

Leia mais

INOVAÇÕES/AVANÇOS TECNOLÓGICOS NA PRODUÇÃO FLORESTAL

INOVAÇÕES/AVANÇOS TECNOLÓGICOS NA PRODUÇÃO FLORESTAL III Congresso Brasileiro de Eucalipto - Vitória ES CEDAGRO INOVAÇÕES/AVANÇOS TECNOLÓGICOS NA PRODUÇÃO FLORESTAL Edmilson Bitti Loureiro Desenvolvimento Operacional Florestal Setembro de 2015 Copyright

Leia mais

O desafio das compras sustentáveis. Fábio Cyrillo Diretor Comercial 15 de Maio de 2008

O desafio das compras sustentáveis. Fábio Cyrillo Diretor Comercial 15 de Maio de 2008 O desafio das compras sustentáveis Fábio Cyrillo Diretor Comercial 15 de Maio de 2008 Wal-Mart no Mundo Canadá Reino Unido México Estados Unidos Porto Rico Índia China Japão El Salvador Guatemala Costa

Leia mais

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 BNDES - Apresentação Institucional Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade

Leia mais

ALTRI, SGPS, S.A. Sociedade Aberta. Informação financeira anual

ALTRI, SGPS, S.A. Sociedade Aberta. Informação financeira anual ALTRI, SGPS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua do General Norton de Matos, 68, r/c Porto NIF 507 172 086 Capital social: 25.641.459 Euros Informação financeira anual A Altri é um produtor europeu de referência

Leia mais

APIMEC Nordeste Março, 2016

APIMEC Nordeste Março, 2016 Título Aqui Título Aqui APIMEC Nordeste Março, 2016 Agenda 1. Perfil Corporativo 2. Informações Financeiras 3. Perspectivas Futuras 4. Governança Corporativa e Mercado de Capitais 2 Perfil Corporativo

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O BDMG

INFORMAÇÕES SOBRE O BDMG "Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia para a retomada do desenvolvimento INFORMAÇÕES SOBRE O BDMG BDMG: Foco em Inovação Novembro/14 Dezembro/15 O BDMG em resumo 2 O Banco de Desenvolvimento de Minas

Leia mais

Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015

Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015 Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015 Apresentando a Ibá... PAPEL PISO LAMINADO PAINÉIS DE MADEIRA CELULOSE PRODUTORES INDEPENDENTES BIOMASSA PARA ENERGIA Uma associação com valores intrínsecos de desenvolvimento

Leia mais

A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE. 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010

A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE. 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010 A A DEMANDA de PAPEL MUNDIAL e SUSTENTABILIDADE 2o. CONGRESSO FLORESTAL DO MATO GROSSO DO SUL 8 de Junho de 2010 CONTEÚDO 1. PERFIL DO SETOR BRASILEIRO DE C&P 2. OVERVIEW DO SETOR BRASILEIRO DE C&P 3.

Leia mais

No gráfico abaixo são apresentados os custos por tonelada de madeira para produção de celulose nos demais países. FONTE DADOS: Bradesco

No gráfico abaixo são apresentados os custos por tonelada de madeira para produção de celulose nos demais países. FONTE DADOS: Bradesco No gráfico abaixo são apresentados os custos por tonelada de madeira para produção de celulose nos demais países. FONTE DADOS: Bradesco FONTE DADOS: Corretora Bradesco FONTE DADOS: Corretora Bradesco ANOS

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

Plástico Verde: Biopolímero da cana-de-açúcar. Regina Penzo

Plástico Verde: Biopolímero da cana-de-açúcar. Regina Penzo Plástico Verde: Biopolímero da cana-de-açúcar Regina Penzo Agenda Braskem: Comprometimento com desenvolvimento sustentável PE da cana-de-açúcar: Inovação baseada em pilares sustentáveis Cases de sucesso

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T13

Apresentação de Resultados 3T13 Apresentação de Resultados 3T13 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos

Leia mais

Aquisição do Labs D Or

Aquisição do Labs D Or FLRY3 Prêmio IBGC 2010 de Governança Corporativa na categoria empresas listadas IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa Aquisição do Labs D Or TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2011 2 Aviso Legal

Leia mais

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA.

APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA. APRESENTAÇÃO INVESTIDORES FRAS-LE SA 1 Esta apresentação contém informações futuras. Tais informações não são fatos históricos, mas refletem as metas e expectativas da direção da Companhia. As palavras

Leia mais

ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR

ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR ALBIOMA I SEMINÁRIO MINEIRO DE BIOELETRICIDADE: A ENERGIA ELÉTRICA DA CANA-DE-AÇÚCAR Outubro 2016 NOSSO OBJETIVO COMUM 1. Disponibilidade de biomassa 2. Tecnologia consolidada 3. Condições econômicas voltam

Leia mais

Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo.

Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo. RESULTADOS 2T09 Destaques Destaques Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo. Nova Fábrica de MDP em Taquari (RS) Iniciada

Leia mais

APIMEC Nordeste Março, 2015

APIMEC Nordeste Março, 2015 Título Aqui Título Aqui APIMEC Nordeste Março, 2015 Agenda 1. Perfil Corporativo 2. Informações Financeiras 3. Perspectivas Futuras 4. Governança Corporativa e Mercado de Capitais 2 Perfil Corporativo

Leia mais

Aquisição da Banvit. 9 de janeiro de 2017

Aquisição da Banvit. 9 de janeiro de 2017 Aquisição da Banvit 9 de janeiro de 2017 Racional Estratégico da Transação A Turquia representa o maior mercado consumidor halal no mundo e a Banvit é a líder neste mercado A Turquia representa o maior

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2016 KLBN11 DEZEMBRO DE 2015 KLBN11 / KLBAY DISCLAIMER As declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas de negócio, projeções operacionais e financeiras e

Leia mais

Apresentação institucional resumida Outubro 2016 FLRY3. Apresentação completa em:

Apresentação institucional resumida Outubro 2016 FLRY3. Apresentação completa em: Apresentação institucional resumida Outubro 2016 FLRY3 Apresentação completa em: www.fleury.com.br/ri Destaques financeiros Receita bruta R$ 592 milhões 8,3% Receita líquida 9,5% excl. UA s CADE* Recorde

Leia mais

Aquisição da Operação de Suínos da Cargill 2 de Julho de Empresa Global de Alimentos

Aquisição da Operação de Suínos da Cargill 2 de Julho de Empresa Global de Alimentos Aquisição da Operação de Suínos da Cargill 2 de Julho de 205 Empresa Global de Alimentos Disclaimer Fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações

Leia mais

Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista

Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista Informação à Imprensa 25.08.09 Nova Fábrica de Papel inicia testes de produção na data prevista Investimento de 550 milhões, gerador de elevado valor acrescentado, terá um impacto significativo na economia

Leia mais

Ultrapar Participações S.A.

Ultrapar Participações S.A. Ultrapar Participações S.A. Apresentação para investidores Santander 12/04/2013 ULTRAPAR Relações com Investidores 1 > Thilo Mannhardt Trajetória até a presidência da Ultrapar Nascido na Alemanha, parte

Leia mais

O Rio de Janeiro oferece grandes oportunidades imobiliárias. Conte com o expertise da JLL para encontrá-las.

O Rio de Janeiro oferece grandes oportunidades imobiliárias. Conte com o expertise da JLL para encontrá-las. O Rio de Janeiro oferece grandes oportunidades imobiliárias. Conte com o expertise da JLL para encontrá-las. Experimente mudar para o lugar certo. Atualmente, o Rio de Janeiro apresenta um cenário perfeito

Leia mais

AQUISIÇÃO DA Şenocak Holding A.S., controladora da Klimasan (Klimasan Klima Sanayi ve Ticaret Anonim Şirketi) Janeiro de 2007

AQUISIÇÃO DA Şenocak Holding A.S., controladora da Klimasan (Klimasan Klima Sanayi ve Ticaret Anonim Şirketi) Janeiro de 2007 Apresentação para Investidores AQUISIÇÃO DA Şenocak Holding A.S., controladora da Klimasan (Klimasan Klima Sanayi ve Ticaret Anonim Şirketi) Janeiro de 2007 Aquisição da Senocak Sumário Anunciamos em 26

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

PELLETSENERMONTIJO PURAENERGIA

PELLETSENERMONTIJO PURAENERGIA PELLETSENERMONTIJO PURAENERGIA GRUPOENERPAR PRODUÇÃO INDUSTRIAL E COMERCIALIZAÇÃO DE PELLETS - MERCADO NORTE E CENTRO EUROPA ENERGIAS RENOVÁVEIS - PROJETOS INTERNACIONAIS, I&D COMERCIALIZAÇÃO DE PELLETS

Leia mais

2 SEMINÁRIO ANBID DE FINANÇAS CORPORATIVAS

2 SEMINÁRIO ANBID DE FINANÇAS CORPORATIVAS 2 SEMINÁRIO ANBID DE FINANÇAS CORPORATIVAS 10 de Junho de 2008 Marcos Haaland CEO 1: O que são Micronutrientes 2: A Nutriplant 3: Aquisição e recuperação da empresa 4: Projeto de Crescimento 5: A capitalização

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T07

Teleconferência Resultados 3T07 Teleconferência Resultados 3T07 Destaques no trimestre Crescimento orgânico da receita bruta de 31,4% no 3T07 e 36,6% nos12 mesesatésetembrode 2007 Impulsionado pelo crescimento de vendas no MI de 58,4%

Leia mais

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO :

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : 2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : QUEM SOMOS HISTÓRIA DA FORNO DE MINAS Fundação da empresa em julho/1990, por D. Dalva e seus filhos Hélida e Helder Início da produção em uma pequena

Leia mais

Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Sandra Barioni Toma

Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Sandra Barioni Toma Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Sandra Barioni Toma Nosso PDI O foco das atividades de busca, seleção e realização de oportunidades e projetos em PDI é direcionado pela visão de futuro e pelas estratégias

Leia mais

Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol

Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol Scania e Clariant desenvolvem projeto pioneiro de sustentabilidade para caminhões a etanol Única fabricante a oferecer caminhões pesados movidos ao biocombustível, Scania consolida a primeira venda do

Leia mais

O GRUPO JOSÉ DE MELLO

O GRUPO JOSÉ DE MELLO O GRUPO JOSÉ DE MELLO A origem do Grupo José de Mello remonta ao século XIX. Ainda hoje é um grupo de base e controlo familiar (família José de Mello). É um dos maiores e mais diversificados grupos económicos

Leia mais

Educação Profissional SENAI. Inovação. Tecnologia. Eixos de atuação. Institutos. Tecnologia e Inovação

Educação Profissional SENAI. Inovação. Tecnologia. Eixos de atuação. Institutos. Tecnologia e Inovação SENAI Há mais de 70 anos, o Senai no Paraná é referência em educação profissional para a indústria. Mas os desafios do setor inspiraram o Senai a ir além, tornando-se um dos maiores centros indutores de

Leia mais

DESTAQUES FERTILIZANTES HERINGER

DESTAQUES FERTILIZANTES HERINGER DESTAQUES FERTILIZANTES HERINGER Uma das maiores empresas de fertilizantes do Brasil Market share 17,1% em 2014 Volume entregue de 5,5 milhões de toneladas em 2014 e receita líquida de R$ 5,9 bilhões Cerca

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 12 de Maio de 2016 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2 DESTAQUES CONSOLIDADOS DO RECEITA LÍQUIDA (R$ MILHÕES) LUCRO BRUTO (R$ MILHÕES)

Leia mais

Neve Naturali Kimberly-Clark

Neve Naturali Kimberly-Clark Neve Naturali Kimberly-Clark Apresentação Pessoal Vanessa Monteiro Eng. Ambiental Universidade da Região de Joinville Univille. Kimberly-Clark Correia Pinto Responsável: Gestão ambiental fabril Agenda

Leia mais

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Desenvolvimento de Sistemas de Gestão Gerente de Práticas de Gestão

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Desenvolvimento de Sistemas de Gestão Gerente de Práticas de Gestão Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade Augusto Riccio Desenvolvimento de Sistemas de Gestão Gerente de Práticas de Gestão Convênio Nacional Petrobras-Sebrae: Inserção de MPEs na cadeia

Leia mais

Sustentabilidade como alavanca de valor. Campinas, 7 novembro de 2013

Sustentabilidade como alavanca de valor. Campinas, 7 novembro de 2013 Sustentabilidade como alavanca de valor Campinas, 7 novembro de 2013 Visão Energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade. Nós acreditamos que produzir e utilizar energia

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2020 e Plano de Negócios

Plano Estratégico Petrobras 2020 e Plano de Negócios PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Plano Estratégico Petrobras 2020 e Plano de Negócios 2008 2012 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2007 PETRÓLEO BRASILEIRO S/A PETROBRAS,

Leia mais

resultados 3T09 23 de outubro de 2009

resultados 3T09 23 de outubro de 2009 resultados 3T09 23 de outubro de 2009 1 mercado alvo CF&T - Brasil > Mercado Alvo 1 Receita Líquida (R$ bilhões, nominal) CAGR (2004-2008) = 15,0% 16,0 15,2 14,0 13,0 12,0 11,5 10,0 8,0 8,7 10,1 +17,3%

Leia mais

SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial

SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial SEMINÁRIO INTERNACIONAL Painel: Experiências bem-sucedidas em CT&I: das estratégias de financiamento à vanguarda na gestão empresarial SÉRGIO PAUPÉRIO SÉRIO FILHO DEZEMBRO/2015 24 QUEM SOMOS De origem

Leia mais

Clique para editar o título mestre

Clique para editar o título mestre Indústrias Romi S.A. Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha 10 de maio de 2012 Agenda Indústrias Romi Nossa História Momento Estratégico Atuação da Romi na Alemanha: Burkhardt + Weber História

Leia mais

ReuniãoAPIMEC. São Paulo, 8 de dezembro, 2010

ReuniãoAPIMEC. São Paulo, 8 de dezembro, 2010 ReuniãoAPIMEC São Paulo, 8 de dezembro, 2010 Visão geral da Companhia QUEM SOMOS Líder mundial na fabricação de produtos têxteis de cama e banho para o lar Fundada em 1967 Líder no mercado brasileiro de

Leia mais

Política Nacional de Florestas Plantadas

Política Nacional de Florestas Plantadas Política Nacional de Florestas Plantadas TOCANTIS FLORESTAL Novembro 2013 PORQUE DE UMA POLÍTICA: Existe política, ainda desarticulada Necessidade de se complementar a família de políticas florestais UNIDADES

Leia mais

Apresentação Institucional Novembro de 2016

Apresentação Institucional Novembro de 2016 Apresentação Institucional Novembro de 2016 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Maio 2014 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de

Leia mais

Telefonferência. Assinatura de Acordo para Subscrição de Participação Relevante na TABLEMAC S.A. 21 de maio de

Telefonferência. Assinatura de Acordo para Subscrição de Participação Relevante na TABLEMAC S.A. 21 de maio de Telefonferência Assinatura de Acordo para Subscrição de Participação Relevante na TABLEMAC S.A. 21 de maio de 2012 www.duratex.com.br/ri 2 Overview Mercado colombiano Destaques Financeiros Estrutura da

Leia mais

Evoluçãodos Segmentos Especiais

Evoluçãodos Segmentos Especiais Evoluçãodos Segmentos Especiais Evento IBRI 21/06/2017 INFORMAÇÃO PÚBLICA INFORMAÇÃO 1 PÚBLICA AGENDA. Práticas internacionais de governança corporativa e análise de estatutos sociais Processo de evolução

Leia mais

Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará

Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará Belém, PA Junho -2016 1 Mercado de Floresta Plantada 2 Mercado de Floresta Plantada Distribuição

Leia mais

APRESENTAÇÃO ITAMBÉ. Engº: Mauricio Petenusso 18 de Novembro de 2009

APRESENTAÇÃO ITAMBÉ. Engº: Mauricio Petenusso 18 de Novembro de 2009 APRESENTAÇÃO ITAMBÉ Engº: Mauricio Petenusso 18 de Novembro de 2009 HISTÓRICO - Itambé - COOPERATIVA CENTRAL DOS PRODUTORES RURAIS DE MINAS GERAIS LTDA LATICÍNIOS ATIVIDADES /NEGÓCIOS RAÇÕES ARMAZÉNS HISTÓRICO

Leia mais

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado

A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado INOVAR PARA CRESCER QUEM SOMOS A DESENVOLVE SP é a instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo. Atua como banco de desenvolvimento apoiando financeiramente às iniciativas que estimulam o crescimento

Leia mais

Categoria: Inovação Tecnológica

Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação Edição 2014/2015 Anexo III Categoria: Inovação Tecnológica Prêmio Nacional de Inovação - Ciclo 2014/2015 Questões para a Autoavaliação na categoria Inovação Tecnológica Dimensão

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Novembro de 204 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 3T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO

Leia mais

CAPACIDADE. Mercado Interno. Mercados Interno e Externo. Mercado Interno. 2,5 milhões t. 243 mil ha. 700 mil t Cartões. 150 mil t.

CAPACIDADE. Mercado Interno. Mercados Interno e Externo. Mercado Interno. 2,5 milhões t. 243 mil ha. 700 mil t Cartões. 150 mil t. DISCLAIMER As declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas de negócio, projeções operacionais e financeiras e perspectivas de crescimento da Klabin SA são apenas projeções e, como

Leia mais

Apresentação da Companhia

Apresentação da Companhia Apresentação da Companhia Janeiro 2006 www.cyrela.com.br Aviso - Informações e Projeções O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente ENCADEAMENTO PRODUTIVO Luiz Barretto - Presidente MISSÃO DO SEBRAE Promover a competividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

De l Ambition à la concrétisation. Receitas de Amor

De l Ambition à la concrétisation. Receitas de Amor De l Ambition à la concrétisation Receitas de Amor A NOSSA MISSÃO Qui sommes nous A NOSSA MISSÃO é Oferecer aos consumidores em todo o mundo produtos INOVADORES de QUALIDADE PREMIUM a preços competitivos.

Leia mais

Apresentação Institucional 1T14 Maio de 2014 KLBN11

Apresentação Institucional 1T14 Maio de 2014 KLBN11 Apresentação Institucional 1T14 Maio de 2014 KLBN11 Disclaimer As declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas de negócio, projeções operacionais e financeiras e perspectivas de crescimento

Leia mais

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS AULA 02 1 Professora Ms Karen Reis 2012 JOGOS DIGITAIS Atividade em sala de Aula Globalização e a Evolução Tecnológica Mitos e Verdades SWOT Tecnologias de Visualização

Leia mais

Mudando as embalagens para crescer. Liziane Cardoso - P&D Embalagens

Mudando as embalagens para crescer. Liziane Cardoso - P&D Embalagens Mudando as embalagens para crescer Liziane Cardoso - P&D Embalagens UM POUCO SOBRE A BRF UMA NOVA EMPRESA NOVA IDENTIDADE VISUAL UMA DAS MAIORES BRF nasceu da união de Perdigão e Sadia, cuja fusão foi

Leia mais

Cadeia Produtiva da Silvicultura

Cadeia Produtiva da Silvicultura Cadeia Produtiva da Silvicultura Silvicultura É a atividade que se ocupa do estabelecimento, do desenvolvimento e da reprodução de florestas, visando a múltiplas aplicações, tais como: a produção de madeira,

Leia mais

Sebrae, parceiro dos pequenos negócios

Sebrae, parceiro dos pequenos negócios Sebrae, parceiro dos pequenos negócios O Sebrae existe para apoiar os pequenos negócios no Paraná e no Brasil Cenário das micro e pequenas empresas no Brasil Representam 95% dos estabelecimentos formais

Leia mais

ULTRAPAR. ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03

ULTRAPAR. ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03 ULTRAPAR ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03 Este documento pode conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia. Palavras

Leia mais

Crescimento SSS de 8,8%

Crescimento SSS de 8,8% Teleconferência e Webcast de Resultados - 4T15 e 1 EBITDA RECEITA LÍQUIDA Destaques Controladora Consolidado +11,0% 8.738 +11,5% 9.747 16.146 17.926 GMV Crescimento de 15,5% Crescimento SSS de 8,8% Margem

Leia mais

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS

EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS EXPANSÃO DAS OPERAÇÕES INTERNACIONAIS A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos

Leia mais

Programa Estadual de Desenvolvimento Florestal de Mato Grosso do Sul

Programa Estadual de Desenvolvimento Florestal de Mato Grosso do Sul 1 Programa Estadual de Desenvolvimento Florestal de Mato Grosso do Sul Luiz Calvo Ramires Junior 1 1. Caracterização da Atividade Florestal Brasileira DADOS SOCIOECONÔMICOS PIB Florestal = US$ 21 bilhões

Leia mais

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão. Novembro de 2015

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão. Novembro de 2015 Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão Novembro de 2015 Sobre o IPEG Organização sem fins lucrativos Fundaçãoem2001 Leino11594/2003criaoPPQG Mais de 300 empresas reconhecidas 13

Leia mais

Antonio Huertas Presidente da MAPFRE

Antonio Huertas Presidente da MAPFRE ASSEMBLEIA GERAL DE ACIONISTAS PARA ONDE VAMOS? Antonio Huertas Presidente da MAPFRE 11 de março de 2016 Plano Estratégico 2016-2018 Áreas Regionais Compromissos Estratégicos Triênio 2 A nova estratégia

Leia mais

"Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura -

Economia Verde nos Contextos Nacional e Global - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - "Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - Maurício Antônio Lopes Diretor Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação. Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Secretaria de Inovação Nelson Akio Fujimoto Secretário de Inovação Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer.

Leia mais

suzano, DÉcaDas DE DEDicaçÃo À celulose E ao PaPEL

suzano, DÉcaDas DE DEDicaçÃo À celulose E ao PaPEL 2 suzano, DÉcaDas DE DEDicaçÃo À celulose E ao PaPEL Noventa anos marcaram, em 2014, a atuação da Suzano Papel e Celulose no Brasil uma das maiores produtoras integradas de celulose e papel da América

Leia mais

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 0 Agenda Introdução e Visão Geral Unidades de Negócio 1. Assistência 2. BSS 3. TMA Fluxo de Caixa LTM 1 Introdução e Visão Geral Histórico Corporativo Gama Saúde

Leia mais

Testemunhos da cooperação: os projetos do Espaço o Sudoeste Europeu (SUDOE)

Testemunhos da cooperação: os projetos do Espaço o Sudoeste Europeu (SUDOE) Testemunhos da cooperação: os projetos do Espaço o Sudoeste Europeu (SUDOE) Do SUDOE 2007-2013 à Estratégia 2020 Promoção da inovação e constituição de redes estáveis de cooperação em matéria tecnológica

Leia mais

Plástico Verde: Biopolímero de cana-de açúcar. EBDQUIM Praia do Forte - BA, 15 de Março, 2012

Plástico Verde: Biopolímero de cana-de açúcar. EBDQUIM Praia do Forte - BA, 15 de Março, 2012 Plástico Verde: Biopolímero de cana-de açúcar EBDQUIM Praia do Forte - BA, 15 de Março, 2012 Agenda Brasil: Cenário ímpar para o desenvolvimento de químicos renováveis Braskem: Comprometimento com desenvolvimento

Leia mais

Heliponto homologado, terraço verde, restaurantes. Elevadores de Ultima Geração Subsolos. BMS 24h

Heliponto homologado, terraço verde, restaurantes. Elevadores de Ultima Geração Subsolos. BMS 24h Heliponto homologado, terraço verde, restaurantes. BMS 24h 05 - Subsolos Elevadores de Ultima Geração Hall Torre Comercial Hall Torre Comercial Auditório Torre Corporativa Disponibilidade: 22º Pav. Torre

Leia mais

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 Disclaimer Considerações futuras, se contidas nesse documento, são exclusivamente relacionadas às perspectivas do negócio, estimativas de

Leia mais

Celebração de Acordos entre Minerva e BRF Novembro 2013

Celebração de Acordos entre Minerva e BRF Novembro 2013 Celebração de Acordos entre Minerva e BRF Novembro 2013 1 1. Operação Drop Down ativos BRF A Operação Drop Down dos ativos de abate e desossa da BRF Criação da Newco Divisão de Bovinos: Ativos e passivos

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil CLIQUE PARA EDITAR O TÍTULO MESTRE 1º Workshop Tecnológico PLATEC Sondas

Leia mais

O RIO ENERGY ENTRA NO MERCADO EM. + Capacidade Financeira. + Entrega + Gestão dos Ativos

O RIO ENERGY ENTRA NO MERCADO EM. + Capacidade Financeira. + Entrega + Gestão dos Ativos INSTITUCIONAL O RIO ENERGY ENTRA NO MERCADO EM 2012 + Capacidade Financeira + Entrega + Gestão dos Ativos Retorno aos investidores Rio Energy: Viabilizando projetos de energia renovável, impactamos o futuro

Leia mais