Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o"

Transcrição

1 Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança. Como o testemunho de vida da nossa fundadora Madre Madalena me ajuda a viver estes objetivos?

2 O testemunho de Madre Madalena me inspira a ter uma atitude de gratidão pela história da Congregação e do tempo já vivido, pois foi dom, graça, com que fui presenteada por Deus para viver e conviver com pessoas que comigo fizeram caminho, fizeram história. Madre Madalena com seu exemplo me ensina a buscar viver constantemente atitudes de não apropriação, de promoção da paz e de entrega por inteiro na missão de consagrada, pois ela foi mulher de paz, persistente no que entendia ser a vontade de Deus, foi mulher de escuta e de oração. Pelos olhos de Madre Madalena posso olhar para o futuro com muita esperança, na certeza de que Deus Cuida. Ir. Inga Neumann

3 Nossa fundadora Madre Madalena Damen, mulher simples da Holanda, com gratidão e confiança depositou o passado e o futuro nas mãos do Pai Providente. Soube reconhecer os sinais de Deus na vida do povo e, dócil ao Seu Espírito, soube enxergar as necessidades da sua realidade. Confiando na Bondade Divina- que cuidou, cuida e cuidará- dedicou sua vida, seus dons, para realizar a vontade do Pai, nas pegadas se Jesus, pobre, humilde e crucificado, como irmã franciscana. Seu testemunho, de modo especial nesse momento da minha vida, me inspira a reconhecer o amor de Deus que perpassa no cotidiano, nas coisas simples, como uma conversa, um momento de oração, a partilha de vida na convivência fraterna ou um serviço feito com alegria e a estar inserida, com fé e esperança, na realidade que estou. Seu exemplo ensina-me como caminhar, com o coração cheio de gratidão, pelas experiências, pelo caminho feito. Caminhar com o olhar no horizonte. Seguindo essas passos franciscanos de Madre Madalena, no seguimento de Jesus, herdeira desse carisma, sinto-me portadora desta Boa Noticia: Deus é muito Bom e Cuida! Ir. Glenda Sábio

4 Para mim a vida de Catarina Damen, sua historia, os fatos e ensinamentos deixados pela família e por ela mesma, em especial sua experiência de fé profunda e sua confiança ativa na divina providencia de Deus que desde criança, em tempos de guerras, opressão, assumiu a responsabilidade de sua vida Cristã, e se fez independente ao partir para Maseik trabalhar. Foi ali introduzida na espiritualidade Franciscana pelos Capuchinhos. Esta historia me faz louvar Deus pelo seu cuidado na minha vida desde que meus Pais me acolheram ao nascer, e me educaram na fé com devoções a São José e a Nossa Senhora de Guadalupe. Deus pós Madre Madalena como inspiração e exemplo pleno de Uma verdadeira seguidora de Seu Filho Jesus. È por isso que ao conhecer suas filhas eu me encantei com seu Carisma. Catarina Damen assumiu a Espiritualidade Franciscana definitivamente ao fazer seus Votos na Terceira Ordem, foi uma religiosa profunda, simples e humilde, alegre no servir e atenta as necessidades da sua realidade. Mulher de profunda oração e confiança plena na divina Providencia de Deus. Todos os dias quando olho para Ela sento- me desafiada cultivar, alimentar minha vocação com estes valores, dar o melhor de mim no serviços gratuito ás necessidades das irmãs e dos irmãos no Espírito de Jesus Cristo, ao Serviço do Reino de Deus. Madre Madalena não guardou a Boa Nova de Jesus somente em Heythuysen, ao contrario o anunciou a muitas pessoas. Abraçou o futuro com esperança acreditando no seu lema Deus Proverá Desta casa sairão, ainda antes da minha morte, 17 casas. Como religiosa o meu ideal é ser fiel ao Seguimento de Jesus, ser sinal de esperança na realidade de missão tendo fé no Cuidado de Deus. Contribuir na construção de um mundo mai fraterno, humano e justo cultivando a Paz e o bem junto as Irmã porque Nossa Profissão chamanos a viver em comunidade como peregrinas no caminho rumo ao Pai. Ir. Celina Hernández

5 Madre Madalena Damen, desde o início da minha caminhada vocacional, me inspira na vivência do Carisma Franciscano. E o seu testemunho de vida me ajuda a compreender que rever a minha própria história é indispensável para manter viva a identidade e sentido de pertença a essa família. Recordar o passado com gratidão, além de me ajudar a procurar as raízes de minha vocação, é também um impulso que me auxilia na vivência do verdadeiro sentido da minha Consagração a Deus, em Comunidade. Creio que sou chamada a ser testemunha de unidade, a viver o amor fraterno que se constrói dia a dia nas coisas simples do cotidiano e, principalmente, de entrega e ao Reino de Deus, em comunhão com sua Igreja, vivendo o presente com paixão e abraçando com esperança o futuro, diante dos desafios e das dificuldades que a vida consagrada enfrenta, na sociedade em geral. Os exemplos de Madre Madalena me ajudam a ser fiel ao Senhor, a fim de permitir acender em mim a graça original, a graça do ser feliz por completo, pois em Deus a alegria está sempre renascendo, e ela é permanente, consequência do Seu amor. Irmã Carla Silva

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã

Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Depoimentos das Irmãs Jubilares e Junioristas das Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã Celebrar o jubileu é fazer memória da caminhada de 50 anos de Vida Religiosa Consagrada Franciscana

Leia mais

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto.

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto. Dia 20 de Setembro Dia de oração pela Paz Foi há precisamente 30 anos que o Papa João Paulo II se reuniu em Assis, Itália, com os Responsáveis das principais religiões do Mundo para rezar pela paz. Trinta

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física

PLANEJAMENTO Fé versus força física Todos saberão que há deus em Israel Jeitos de ser convicto O que diz a educação física Disciplina: Ensino Religioso Série: 8º ano Prof.:Cristiano Souza 1ªUNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES CONVICÇÃO Favorecer um caminho de auto descoberta. Auto-conhecimento: Caminho para conviver

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

Planificação Anual 10º ano da catequese

Planificação Anual 10º ano da catequese Finalidade: Descobrir-se Cristão : Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Planificação Anual 10º ano da 1º Creio em Conhecer Confrontar com valores de caridade, amor,

Leia mais

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1)

O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) O povo que vivia nas trevas, viu uma grande luz (Is 9,1) Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas, possuirá a luz da vida. (Jo 8,12). Jesus é a luz que ilumina nosso caminho no

Leia mais

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38)

Eis aqui a serva do Senhor. Faça -se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38) Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc Janeiro de 2012 / Ano MMXII 1 EDITORIAL Queridos Amigos, Jesus nasceu, um ano novo começou!

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I

ORAÇÃO UNIVERSAL. Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I ORAÇÃO UNIVERSAL Os modelos I VII são retirados do Ritual do Matrimónio da Conferência Episcopal Portuguesa. MODELO I Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b)

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b) INTRODUÇÃO Por decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, vamos celebrar e viver, mais uma vez, a Semana do Consagrado. Este ano terá lugar de 26 de Janeiro a 02 de Fevereiro. Neste dia celebra-se liturgicamente

Leia mais

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência

XXI. Geral. Roma, Setembro-Outubro A experiência XXI Capítulo Geral Roma, Setembro-Outubro 2009 1. A experiência 5 semanas de encontro, trabalho, reflexão, busca na Casa Geral em Roma O Capítulo Geral se reúne a cada 8 anos 83 Irmãos capitulares 2 Convidados

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4.

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4. Prefácio A vida de São Francisco de Assis foi e continua sendo fonte de inspiração para tantos homens e mulheres de boa vontade que, percebendo a beleza que emana do amor, desejam experimentar também a

Leia mais

Nestas palavras o profeta, Isaías indicou os Dons que devia possuir o Messias.

Nestas palavras o profeta, Isaías indicou os Dons que devia possuir o Messias. No Antigo Testamento podemos ler em Isaías: - Brotará uma vara do tronco de Jessé e um rebento das suas raízes: - Espírito de Sabedoria e de Entendimento. - Espírito de Conselho e de Fortaleza. - Espírito

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos JANEIRO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37):

LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37): LINHA DE AÇÃO 1 - IGREJA QUE SAI PARA SERVIR Ícone Bíblico - A Parábola do Bom Samaritano (Lc 10,25-37): Quem é o meu próximo? perguntou o Doutor da Lei a Jesus, que em seguida lhe contou a Parábola do

Leia mais

3.º Encontro 2015/2016

3.º Encontro 2015/2016 Escola da Fé 3.º Encontro 2015/2016 CÂNTICO: Onde há Caridade e Amor Onde há caridade e amor aí habita Deus. Papa Francisco abriu porta santa do Jubileu da Misericórdia na Catedral de Bangui, em África,

Leia mais

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA A Eucaristia é o sacramento que atualiza e faz a memória do sacrifício de Jesus: em cada Eucaristia temos a presença do Cristo que pela sua morte e ressurreição

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal

Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal Com Maria, ao encontro do sonho de Deus. Novena a Nossa Senhora, pelas vocações em Portugal 18 de maio - Maria, pronta a servir com amor Hoje lembramos a simplicidade e generosidade de Maria, que logo

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos

1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos NOVENA À NOSSA SENHORA DE CARAVAGGIO 1º dia: Ó Consoladora dos Aflitos Vós que consolastes a pobre Joaneta em meio à sua aflição familiar, concedei a graça que tanto necessito, intercedendo junto a Jesus

Leia mais

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL SACRAMENTOS - III (ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL - 1 COMO OS SACRAMENTOS ATUALIZAM A GRAÇA NAS DIVERSAS SITUAÇÕES DA VIDA 2 1. O QUE ACONTECE NO BATISMO? 3 NO BATISMO, A PESSOA

Leia mais

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Ano 5º Ano letivo 2013 / 2014 Disciplina EMRC Turmas A, B, C, D, E, F, G, H, I, J Professores:

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos

Treinamento de Instrutores Bíblicos. O Ministério dos Grupos Pequenos North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos O Ministério dos Grupos Pequenos O Poder dos Grupos Pequenos 1. Introdução Propósitos Grupo de pessoas que se reúnem para:

Leia mais

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA)

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) Hoje encontramo-nos aqui reunidos para celebrar a Festa das Bem-Aventuranças. Bem Aventurado quer dizer FELIZ e buscar a vontade de Deus é ser Bem-Aventurado. Eis que Jesus, ao

Leia mais

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a

Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a Sei que estou sendo até pretensioso com este trabalho, mas quero que saibam que estou apenas escrevendo o que está em meu coração quando estou a meditar sobre a Bíblia Sagrada, com Fé, Esperança e Caridade

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Colégio Nossa Senhora da Piedade Colégio Nossa Senhora da Piedade Dados de identificação: Curso: Ensino Fundamental II Série: 9 Ano Professora: Denise dos Santos Silva Rocha Disciplina: Ensino Religioso Ano: 2016. Plano de curso 1-Objetivo

Leia mais

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe!

O Ano da Acolhida Acolha, abrace, perdoe! AVISOS Lembrar a célula da importância de participar das Missas dominicais e do Grupo Parusia, principalmente da Grande Célula todos os primeiros sábados do mês. Convidar para ajudar a sua liderança na

Leia mais

"Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome" (Lc 10,17)

Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa do teu nome (Lc 10,17) "Os setenta e dois discípulos voltaram alegres, dizendo: Senhor, até os demônios nos obedecem por causa Outubro 2014 Editorial Neste mês de setembro foi realizado o 57º Retiro Básico, no Morro das Pedras

Leia mais

Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl

Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl 41,3) Assim como o povo de Deus no deserto, experimentou a provação, particularmente da sede. Jesus nos convida a saciarmos com água viva. Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl Todos nós

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES

PLANEJAMENTO Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES Disciplina: Ensino Religioso Série: 7º ano Prof.:Cristiano Souza 1ª UNIDADE EIXOS COGNITIVOS CONTEÚDOS HABILIDADES O homem e sua relação com o Transcendente LIDERANÇA CHAMADOS PARA FORMAR UMA NAÇÃO Favorecer

Leia mais

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações

21 dias JEJUM & ORAÇÃO. Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações Um tempo de maior Intimidade com DEUS Ministério Batista as Nações INTIMIDADE + NA PRESENÇA = VIDA ABUNDANTE = AÇÃO SOBRENATURAL DO CÉU NA TERRA Gerando O Coração de Deus no meio de sua igreja JEJUM INÍCIO:

Leia mais

MISSIOLOGIA. Missão e juventude

MISSIOLOGIA. Missão e juventude MISSIOLOGIA Cesar Leandro Ribeiro O cristianismo é uma religião marcada por uma série de aspectos próprios e indispensáveis para sua existência, sendo um deles justamente a missão, condição que se fez

Leia mais

Confira o roteiro de pregações dos Retiros de Carnaval 2016: 1. INTRODUÇÃO

Confira o roteiro de pregações dos Retiros de Carnaval 2016: 1. INTRODUÇÃO Para os retiros de Carnaval, o Conselho Nacional da Renovação Carismática do Brasil preparou um roteiro a fim de orientar as pregações dos Encontros que acontecem na próxima semana em todo o país. As orientações

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Belo Horizonte/2013 Festa da Assunção de N. Senhora. Queridas Irmãs,

Belo Horizonte/2013 Festa da Assunção de N. Senhora. Queridas Irmãs, Belo Horizonte/2013 Festa da Assunção de N. Senhora Queridas Irmãs, Semeemos, na nossa fé, a alegria da caminhada de Emaús feita neste 16º Capítulo Provincial! Mais um passo demos juntas e é visível a

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA 04-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Porque é que o Filho de Deus se fez homem? para nossa salvação,

Leia mais

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa Nº 23 A - Domingo II da Páscoa - 27.4.2014 Felizes os que acreditam sem terem visto. Felizes os que O vêem com os olhos da fé na Palavra que é escutada e saboreada. Felizes os que O vêem com os olhos da

Leia mais

ESPIRITUALIDADE VICENTINA

ESPIRITUALIDADE VICENTINA SOCIEDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO CONSELHO GERAL INTERNACIONAL ESPIRITUALIDADE VICENTINA Dai-me um homem de oração e ele será capaz de tudo SÃO VICENTE DE PAULO 2 CONTEÚDO 1 A EXPERIÊNCIA FUNDADORA DE

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 25 de Abril - São Marcos Evangelista 1) Oração Ó Deus, que

Leia mais

"Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade".

Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade. "Com pedras, os homens constróem catedrais; mas com gestos de amor constróem a Humanidade". Os Pais, Primeiros Educadores da Fé Existe um ambiente privilegiado em que os casais, sem excluir outros lugares,

Leia mais

Festa do Sinal da Cruz Eucaristia, Sábado 6 de Fevereiro de 2010 Santo António de Nova Oeiras

Festa do Sinal da Cruz Eucaristia, Sábado 6 de Fevereiro de 2010 Santo António de Nova Oeiras 1. Entrada: Deixa Deus entrar re Deixa Deus entrar na tua própria casa /7 re Deixa-te tocar pe Sua graça si7 mi- Dentro, no segredo, reza-lhe sem medo: re 7 Senhor, Senhor! re Que queres que eu faça re

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial Catedral Diocesana de Campina Grande Paróquia nossa Senhora da Conceição II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia Por suas chagas fomos curados, felizes aqueles que crêem sem terem visto.

Leia mais

Projeto Educativo Franciscano Bonlandense

Projeto Educativo Franciscano Bonlandense Projeto Educativo Franciscano Bonlandense Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição de Maria, de Bonlanden Discípulas e seguidoras de Nosso Senhor Jesus Cristo, buscam viver o Evangelho em espírito e verdade.

Leia mais

om Bosco foi um santo de um coração generoso e tão vasto como as areias das praias do mar, diz uma canção. Dom Bosco aprende a amar em casa, no seio

om Bosco foi um santo de um coração generoso e tão vasto como as areias das praias do mar, diz uma canção. Dom Bosco aprende a amar em casa, no seio om Bosco foi um santo de um coração generoso e tão vasto como as areias das praias do mar, diz uma canção. Dom Bosco aprende a amar em casa, no seio materno. Certamente com sua mamãe, Margarida Occhiena,

Leia mais

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Paróquia Santa Rita de Cássia - Linhares - 11/06/2016 Assessora: Patrícia Teixeira Moschen Lievore O material utilizado é baseado no trabalho do Professor Dr.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Segunda-feira da 12ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Senhor,

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Novena milagrosa a. São José. Festa: 19 de março. editora

Novena milagrosa a. São José. Festa: 19 de março. editora Novena milagrosa a São José Festa: 19 de março editora Ave-maria Quem é São José? Jacó gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado Cristo (Mateus 1,16). Com essas palavras, termina

Leia mais

E A FESTA JUBILAR DOS 180 ANOS DE CONGREGAÇÃO CONTINUA

E A FESTA JUBILAR DOS 180 ANOS DE CONGREGAÇÃO CONTINUA E A FESTA JUBILAR DOS 180 ANOS DE CONGREGAÇÃO CONTINUA E a festa jubilar continuou. Assim, dia 3 de maio, as Irmãs da nossa Província celebraram com o povo da Paróquia São Francisco de Porto Alegre, os

Leia mais

CRISTO, IDEAL DA PROCURA DE DEUS COMO CONVERSÃO. CIMBRA 2014 MOSTEIRO DA TRANSFIGURAÇÃO SANTA ROSA RS

CRISTO, IDEAL DA PROCURA DE DEUS COMO CONVERSÃO. CIMBRA 2014 MOSTEIRO DA TRANSFIGURAÇÃO SANTA ROSA RS CRISTO, IDEAL DA PROCURA DE DEUS COMO CONVERSÃO. CIMBRA 2014 MOSTEIRO DA TRANSFIGURAÇÃO SANTA ROSA RS Introdução A fidelidade ao espírito do evangelho e aos ensinamentos de São Paulo, o sentido da Igreja

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

1- Salvação Senhor, deixe a Salvação. 3 Amor Permita, Senhor, que meus filhos

1- Salvação Senhor, deixe a Salvação. 3 Amor Permita, Senhor, que meus filhos 1- Salvação Senhor, deixe a Salvação florescer dentro dos meus filhos, para que eles obtenham a Salvação de Cristo Jesus, com glória eterna. (2 Timóteo 2:10) 2 Crescimento na Graça Eu oro para que eles

Leia mais

Israel Mazzacorati Ibaviva 2016

Israel Mazzacorati Ibaviva 2016 Israel Mazzacorati Ibaviva 2016 A Igreja é o Corpo de Cristo; o plano eterno e cósmico de Deus, realizado em Cristo Jesus, no poder e no testemunho do Espírito Santo, que se concretiza na história através

Leia mais

DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL

DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL Lição nº 12 DESAFIOS DO CRISTÃO NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL Pr. Cleo Harison Bloch 21 DE JUNHO 2015 Texto Áureo Irmãos, certamente vocês se lembram do nosso trabalho esgotante e da nossa fadiga; trabalhamos

Leia mais

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB

Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB Celebração para o dia do/a Catequista Sugestão 2014-CNBB INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos e gratidão, colocamos em suas mãos uma sugestão para a Celebração do dia do Catequista,

Leia mais

O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA

O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA Estudante: Ano: 6º Turma: Educador: Wagner Melo C. Curricular: Educação Religiosa O MUNDO QUE DEUS SONHOU PARA MIM E MINHA FAMÍLIA Deus nos criou para convivermos com outras pessoas e sermos felizes. A

Leia mais

Por uma liturgia mais animada. Giovanni Marques Santos

Por uma liturgia mais animada. Giovanni Marques Santos Por uma liturgia mais animada Giovanni Marques Santos liturgia animada liturgia des-animada liturgia animada COM ALMA (anima), ação sim-bólica em que nos colocamos por inteiro, para que a graça divina

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

La Valla DIA DO MARISTA. 15 de agosto RUMO AO BICENTENÁRIO. maristas

La Valla DIA DO MARISTA. 15 de agosto RUMO AO BICENTENÁRIO. maristas 2016 2017 La Valla DIA DO MARISTA 15 de agosto RUMO AO BICENTENÁRIO 2017 maristas um novo começo 1 REFRÃO Uma lágrima de um menino, um apelo a escutar! Um Marista, um amigo, uma vida que se dá. (Ao cantar

Leia mais

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus,

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum-20.1.13 Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, ia haver uma grande tristeza, porque o vinho se tinha

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

6 º ANO Unidade Letiva 1 - A Pessoa Humana METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história.

6 º ANO Unidade Letiva 1 - A Pessoa Humana METAS OBJETIVOS CONTEÚDOS B. Construir uma chave de leitura religiosa da pessoa, da vida e da história. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA Escola Básica Fernando Caldeira Departamento de Ciências Humanas e Sociais Educação Moral e Religiosa Católica - 6º ano Ano letivo 2016/2017 Unidade Letiva 1 - A Pessoa

Leia mais

Evangelho de Lucas. O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso.

Evangelho de Lucas. O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso. Evangelho de Lucas O caminho aberto por Jesus: é o começo da Alegria em Deus Misericordioso. A Dimensão Bíblica da Missão Verbita Brasil Norte SVD Referente: Benjamin Eber Barrios (Gigio) SVD Material

Leia mais

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes!

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes! Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum-2.2.2014 Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão,

Leia mais

VIGÍLIA DE ORAÇÃO POR QUEM NOS MORREU

VIGÍLIA DE ORAÇÃO POR QUEM NOS MORREU VIGÍLIA DE ORAÇÃO POR QUEM NOS MORREU PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA HORA 2010-2011 P = Presidente: Aquele que preside à oração. Qualquer pessoa o pode fazer, desde que tenha gosto e capacidade para tal.

Leia mais

Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas

Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas Metodologia da Infância Missionária: as quatro áreas integradas A I.M. é um estilo de vida, portanto não é algo que aprendemos de uma hora para outra, mas ensinamentos que adquirimos com o tempo. Por isso

Leia mais

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização.

INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. INTRODUÇÃO - O ganhador de almas tem de preencher alguns requisitos para realizar seu trabalho de evangelização. - O trabalho de ganhar almas é de iniciativa divina e somente quem tem comunhão com o Senhor

Leia mais

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco

GRUPO DE ORAÇÃO. Formação Missionária Diocese de Osasco GRUPO DE ORAÇÃO Formação Missionária Diocese de Osasco Conceito Comunidade carismática presente em um lugar (...) que cultiva a oração, a partilha e todos os outros aspectos da vivência do Evangelho, a

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

Discipulando pré-adolescentes e juniores

Discipulando pré-adolescentes e juniores http:// ://s e m e a n d o n o c a m i n h o. b l o g s p o t. c o m. b r Discipulando pré-adolescentes e juniores Missão Provérbios 22.6 Marcos 16.15 Caminhada com Cristo 2 Coríntios 5.17 Tito 2.7 e 8

Leia mais

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista

INFORMA. equilibrando sua. pessoal. de Canoas. Igreja Batista INFORMA Igreja Batista de Canoas Vida equilibrando sua pessoal Nº 889 26 de Junho a 02 de Julho de 2016 equilibrando sua Vida pessoal "Pois Deus não quer que nós vivamos em desordem e sim em paz." 1 Cor.

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2 O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2 Deus presente na história e na criação O Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo O conhecimento e a relação com Deus avançam em profundidade ao longo da história da Salvação.

Leia mais

Orar com textos e sem eles

Orar com textos e sem eles Paróquia de S. Tomás de Aquino, 12.01.2015 Senhor, ensina-nos a orar (Lc 11,1) WORKSHOPS SOBRE ORAÇÃO E SEGUIMENTO DE JESUS Orar com textos e sem eles Maria Athayde Tavares Miguel Villa de Freitas Senhor,

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;

Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; INSTITUTO RECIFE NORTE PREPARAÇÃO MISSIONÁRIA Professor Willian Silva AULA 10 FÉ E CONVERSÃO DOUTRINAS E PRINCÍPIOS A COMPREENDER A fé no Senhor Jesus Cristo é essencial

Leia mais

OS VERDADEIROS ADORADORES

OS VERDADEIROS ADORADORES - Aula 3 OS VERDADEIROS ADORADORES Objetivo: ao final da aula, o aluno deverá buscar se identificar como um adorador dentro dos padrões bíblicos, empenhando-se por cultuar a Deus do modo que O agrada e

Leia mais

Nº 14 C 3º Domingo da Quaresma

Nº 14 C 3º Domingo da Quaresma Nº 14 C 3º Domingo da Quaresma-28.2.2016 Ouvimos hoje, no Evangelho, a história de uma figueira que não dava fruto. O dono da figueira quis mandar cortá-la, porque disse que uma figueira que não dá fruto

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano

Escola Básica e Secundária de Velas. Governo dos Açores. 2º Ciclo ENSINO BÁSICO. Planificação Anual de EMRC. 5 º Ano Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas º Ciclo ENSINO BÁSICO Planificação Anual de EMRC 5 º Ano º Periodo Unidade Letiva - Viver juntos Competências chave Metas Curriculares B. Construir

Leia mais

PARA O MATRIMÓNIO. R. Ouvi-nos, Senhor. Ou: Abençoai, Senhor, o vosso povo.

PARA O MATRIMÓNIO. R. Ouvi-nos, Senhor. Ou: Abençoai, Senhor, o vosso povo. MATRMÓNO 321 rmãos e irmãs: Celebrando o especial dom da graça e da caridade, com que Deus Se dignou consagrar o amor dos nossos irmãos N. e N., confiemo-los ao Senhor, dizendo (ou: cantando): Ou: Abençoai,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 19ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Deus eterno

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;

Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; DOUTRINAS E PRINCÍPIOS A COMPREENDER A fé no Senhor Jesus Cristo é essencial para o crescimento espiritual. A fé pode aumentar. A fé leva à conversão. A conversão

Leia mais

A Fé que nos gloriamos de professar (continuação)

A Fé que nos gloriamos de professar (continuação) A Fé que nos gloriamos de professar (continuação) Fé cristã: Costume ou Decisão Pessoal É uma decisão livre, da consciência de cada um! As raízes da fé cristã A fé cristã não começou connosco. A fé que

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos JANEIRO 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais