PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO:"

Transcrição

1 PERGUNTAS E RESPOSTAS ACIDENTE DE TRABALHO: 1- Como se dá o Acidente de Trabalho? R- Trata-se, evidentemente, de um acidente ocorrido em razão do trabalho exercido pelo trabalhador, que pode causar uma incapacidade parcial ou total, temporária ou definitiva, porque ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, conforme o estabelecido no art. 19 da Lei nº 8.213/91. Importante: pode ocorrer no percurso de ida e volta do empregado para a sua residência e numa agressão de colega de trabalho. 2- Quanto tempo tenho para entrar com pedido de indenização por acidente ou doença de trabalho? R- Se o acidente ocorreu antes da EC 45/2004, o prazo é o do Código Civil 20 anos (vintenária). Se o acidente ocorreu durante o Código Civil de 2002 e antes da EC45/2004 a prescrição é trienal. Se o acidente ocorreu antes de 2002 não incide a prescrição trabalhista. Se o acidente ocorreu após 2002 a prescrição é de 5 anos. 3- Existe diferença entre acidente de qualquer natureza e acidente de trabalho? R- Acidente de trabalho é aquele que ocorre durante a relação de trabalho e em decorrência dela, deve propor a ação para o recebimento do Auxilio na Justiça Comum (Fórum da cidade). Acidente de qualquer natureza não ocorre em decorrência do trabalho, são infortúnios. Um bom exemplo é um acidente que acontece em casa. 1

2 4- Uma pessoa que recebe auxílio doença por acidente de trabalho deixa pensão para o seu companheiro(a)? R- Sim, quando a pessoa recebe o auxilio doença por acidente de trabalho permanece na qualidade de segurado o que faz com que se gere a pensão por morte em caso de falecimento do segurado. 5- Durante o recebimento do auxílio doença por acidente de trabalho o acidentado pode ser demitido? R- Não, pois o contrato de trabalho fica suspenso não podendo dar baixa na carteira durante o período de estabilidade que abrange o período de 12 meses. O que o empregador é obrigado a fazer é permitir ao empregado exercer funções compatíveis com o seu estado e a assegurar a formação profissional, bem como promover a adaptação ao posto de trabalho. 6- O funcionário afastado por acidente de trabalho tem direito a 13º? R- Por parte da empresa não. Mas, a partir do 16º dia de afastamento da empresa, por acidente de trabalho, é o INSS que fica responsável pelo empregado e consequentemente deve pagar o 13º. 7- Por quanto tempo o trabalhador pode ficar afastado por doença do trabalho? R- O empregado tem o período de estabilidade (12 meses) que é garantido por lei, ou seja, durante esse período o empregado pode ficar afastado e não pode ser demitido. 8- Em alguns casos de acidente de trabalho o empregado pode ser aposentado por invalidez? R- Sim, a aposentadoria por invalidez ocorre se o trabalhador sofre de uma incapacidade total e definitiva para qualquer trabalho, decorrente de acidente 2

3 nesse caso, passa a ter o direito ao benefício de aposentadoria por invalidez acidentária. 9- O que pode ser garantido pela empresa, ao funcionário acidentado, através do seguro acidente de trabalho? R- Antes de responder, é importante lembrar que o seguro acidente de trabalho é obrigatório por parte da empresa para assegurar aos trabalhadores e seus familiares condições adequadas de reparação dos danos que decorram de acidentes de trabalho. E o que pode ser garantido por esse seguro são: assistência médica, cirúrgica, farmacêutica, hospitalar e outras, incluindo despesas de hospedagem, transportes, aparelhos de próteses, desde que necessárias ao restabelecimento do estado de saúde e da capacidade de trabalho e de ganho e a reabilitação funcional do trabalhador. 10- Além do benefício por acidente de trabalho o acidentado pode receber, ao mesmo tempo, uma indenização da empresa? R- Sim, isso é possível, até porque o Auxílio Doença por Acidente de Trabalho é pago pelo INSS administrativamente ou na Justiça Comum no Fórum da cidade (quando negado), já a indenização pelo acidente é pago pela Empresa empregadora na Justiça do Trabalho. 11- O funcionário que sofre algum acidente de trabalho e recebe o benefício do INSS tem direito à estabilidade? R- Sim. A lei garante ao funcionário um período de 12 meses de estabilidade. 12- Pode a empresa descontar do salário do trabalhador as despesas com a reparação do acidente? 3

4 R- Não. As despesas ficam totalmente a cargo do empregador, sendo nulo qualquer acordo em sentido contrário. 13- É obrigatório que a empresa continue a depositar o FGTS do empregado acidentado? R- Sim. OS 15 primeiros dias de afastamento do trabalhador, seja por ACIDENTE DO TRABALHO ou por DOENÇA ADQUIRIDA NO TRABALHO, são de responsabilidade da empresa, passando a responsabilidade ao INSS após o 16º dia. No entanto, durante todo o período de afastamento o empregador tem a obrigação de continuar depositando o FGTS do empregado. O trabalhador pode saber se o empregador está cumprindo essa obrigação, dirigindo-se a uma agência da Caixa Econômica Federal, portando a sua Carteira de Trabalho e número do PIS e solicitar o EXTRATO ANALÍTICO DO FGTS, ou se preferir, consultar pela internet. 14- O que pode ser concedido pelo INSS ao empregado acidentado? R- Perante o INSS o trabalhador que tenha sofrido ACIDENTE DO TRABALHO ou DOENÇA ADQUIRIDA NO TRABALHO tem direito aos seguintes direitos: Aposentadoria por Invalidez Acidentário, Auxílio Doença Acidentário, Auxílio Acidente, Pensão por Morte por Acidente de Trabalho. 15- Quem recebe auxílio-acidente pode receber outro benefício? R- O auxílio-acidente é pago até a véspera da aposentadoria e corresponde a 50% do valor do auxílio-doença. O segurado que recebe o auxílio-acidente pode trabalhar e receber o benefício e, quando for se aposentar, terá computado tais valores no cálculo. Assim, pode ser acumulado com auxílio doença, desde que não decorra do mesmo motivo. E ainda pode ser cumulado com o salário família, o salário-maternidade, a pensão por morte e o auxílio reclusão. 4

5 Marielly Bianca Silva Araújo Advogada na Área Trabalhista do Escritório: Joaquim Neto Barbosa Advogados Associados Atuante desde 2014 Bacharel em Direito pela Faculdade Damas da Instrução Cristã 5

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Benefícios Incapacitantes Auxílio-doença, Auxílio-acidente e Aposentadoria por Invalidez Índice Auxílio-doença Auxílio-acidente Aposentadoria por Invalidez 3 4 6 Autor Benny Willian

Leia mais

APOSENTADORIA E DIREITO DO IDOSO

APOSENTADORIA E DIREITO DO IDOSO POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO A mulher se aposentará por tempo de contribuição quando atingir 30 anos de contribuição e, para o homem, aos 35 anos de contribuição. POR IDADE A mulher se aposentará quando atingir

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho Orion Sávio Santos de Oliveira Analista Técnico de Políticas Sociais ATPS DPSSO/SPPS/MF orion.oliveira@previdencia.gov.br Roteiro da

Leia mais

c) Acidentes de Trabalho ou Doenças relacionadas ao Trabalho

c) Acidentes de Trabalho ou Doenças relacionadas ao Trabalho PROVAS ANAMT 2014 No âmbito da Previdência Social, entende-se como Benefícios Acidentários o recebimento por parte do segurado de pagamentos decorrentes da incapacidade para o trabalho causadas por lesões

Leia mais

Informações sobre Auxílio-Doença Previdenciário e Acidentário

Informações sobre Auxílio-Doença Previdenciário e Acidentário Informações sobre Auxílio-Doença Previdenciário e Acidentário Brasília DF Abril/2015 1. INTRODUÇÃO O Ministério da Previdência (MPS), por intermédio da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência

Leia mais

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários

Previdência social LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA. Os beneficiários 1 Previdência social Conceito Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de sua família, em casos de doença, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice. Oferece vários benefícios

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL

PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL 66 SISTEMA PREVIDENCIÁRIO DO BRASIL No Brasil, há benefícios devidos ao segurado e àqueles que dependem do segurado. Para ter direito aos benefícios, é preciso estar inscrito no INSS e manter suas contribuições

Leia mais

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios:

AULA Existem cinco perguntas para qualquer tipo de benefícios: Turma e Ano: Flex B (2014) Matéria / Aula: Direito Previdenciário / Aula 07 Professora: Marcelo Leonardo Tavares Monitora: Mariana Simas de Oliveira AULA 07 1 CONTEÚDO DA AULA: RGPS (continuação). Auxílio

Leia mais

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários

Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários Convenção Coletiva de Trabalho 2009 Sinpro/RS e Sinepe/RS Direitos Previdenciários 1. APOSENTADORIA NO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 1.1 Aposentadoria por Invalidez Para os professores cuja incapacidade

Leia mais

Acidente do Trabalho. Prof.ª Rosana Abbud

Acidente do Trabalho. Prof.ª Rosana Abbud Acidente do Trabalho Prof.ª Rosana Abbud Conceito de Acidente No dicionário, acidente é o acontecimento imprevisto, casual ou não, ou então - acontecimento infeliz que resulta em ferimento, dano, estrago,

Leia mais

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade.

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade. É possível a concessão de aposentadoria por invalidez havendo moléstia preexistente? Retornamos a resposta do questionamento anterior, ou seja, o INSS submete o segurado à pericia, justamente para constatar

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Licença Não Remunerada

Orientações Consultoria De Segmentos Licença Não Remunerada 11/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Solicitado pelo Empregado... 4 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares...

Leia mais

Trabalhador com carteira assinada tem benefícios perto da aposentadori...

Trabalhador com carteira assinada tem benefícios perto da aposentadori... Trabalhador com carteira assinada tem benefícios perto da aposentadoria DO "AGORA" 08/04/2014 12h00 O trabalhador com carteira assinada tem benefícios quando está perto de se aposentar pelo INSS. Entre

Leia mais

Salário-Família & Salário-Maternidade

Salário-Família & Salário-Maternidade Salário-Família & Salário-Maternidade Temas apresentados pelos alunos: Camila Coutinho Daniel Cândido Marcos Baeta Salário-Família O que é? Benefício pago aos segurados empregados, exceto os domésticos,

Leia mais

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE Em 30/12/2014, por meio das Medidas Provisórias 664 e 665, publicadas no Diário Oficial da União, as normas

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Funcionário se Afasta no Contrato de Experiência e o Retorno Ultrapassa a Data de Vencimento

Orientações Consultoria De Segmentos Funcionário se Afasta no Contrato de Experiência e o Retorno Ultrapassa a Data de Vencimento Retorno Ultrapassa a Data de Vencimento 06/11/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações Complementares...

Leia mais

Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho.

Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho. Benefícios Acidentários e Aposentadorias Especiais custeados pelo Seguro contra Acidentes de Trabalho. Legislação previdenciária Acidente de trabalho Lista aberta de doenças Ratificação da concausalidade

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA NOVAS REGRAS PARA : CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE AUXÍLIO DOENÇA ATESTADOS MÉDICOS SEGURO DESEMPREGO ABONO SALARIAL SEGURO DESEMPREGO WEB RAIS 2014 No dia

Leia mais

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br

CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL. Crédito da imagem: brasil.gov.br CURSO ONLINE: PREVIDÊNCIA SOCIAL Crédito da imagem: brasil.gov.br O QUE É E PARA QUE SERVE A PREVIDÊNCIA SOCIAL A Previdência Social é um seguro solidário que objetiva promover o bem estar social, e cobre

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA PROGRAMA I. SEGURIDADE SOCIAL E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2. Princípios e Características da Seguridade Social 2.1. Solidariedade 2.2 Universalidade da Cobertura e do Atendimento 2.3. Uniformidade e Equivalência

Leia mais

Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS

Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS Continuação do estudo dos benefícios em espécie do RGPS 3. Aposentadoria por idade (art. 48 da lei n. 8213/91): Vem a concretizar a proteção social contra a velhice, nos termos da Constituição Federal

Leia mais

Programa de Educação Previdenciária Centro de Formação e Aperfeiçoamento do INSS

Programa de Educação Previdenciária Centro de Formação e Aperfeiçoamento do INSS Dra. Gabriela E. Bier Perita Médica do INSS / GEX Curitiba PR REATIBA - 2014 Reabilitação Profissional Programa de Educação Previdenciária O que é Reabilitação Profissional Funções da Reabilitação Profissional

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Da Sra. MARA GABRILLI) Acrescenta os arts. 86-A, 86-B e 86-C à Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, e altera seus arts. 11, 18, 26, 29, 33, 40, 101 e 124 para dispor sobre

Leia mais

DICAS DE NOVEMBRO / 2014

DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICA 01 O segurado especial é o único segurado da previdência social que poderá ter sua inscrição feita após sua morte. DICA 02 O benefício de prestação continuada da Assistência

Leia mais

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO FUNDAMENTOS Como um dos princípios do Direito do Trabalho, a continuidade da relação de emprego reflete-se no ordenamento jurídico, entre outros, por meio

Leia mais

O DIREITO PREVIDENCIÁRIO E A JURISPRUDÊNCIA DO STJ (ESTUDOS DE CASOS PRÁTICOS)

O DIREITO PREVIDENCIÁRIO E A JURISPRUDÊNCIA DO STJ (ESTUDOS DE CASOS PRÁTICOS) 1 O DIREITO PREVIDENCIÁRIO E A JURISPRUDÊNCIA DO STJ (ESTUDOS DE CASOS PRÁTICOS) Professor Rodrigo Sodero Advogado. Professor de Direito Previdenciário de pós-graduação e cursos de extensão. Coordenador

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: a) é tripartite, a cargo do Poder Público, das empresas

Leia mais

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Direitos Trabalhistas que Surgem com o. Acidente do Trabalho. Professor: Dr.

LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO. Direitos Trabalhistas que Surgem com o. Acidente do Trabalho. Professor: Dr. LEGALE - PÓS GRADUAÇÃO DIREITO ACIDENTÁRIO Direitos Trabalhistas que Surgem com o Professor: Dr. Rogério Martir Acidente do Trabalho Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Alan Rick) Cria a Subseção XIII, da Seção V, do Capítulo II, do Título III, da Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, altera os arts. 18, 25, 29, 39, 40 e 124 da Lei nº

Leia mais

Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho

Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho Suspensão, interrupção e rescisão do contrato de trabalho E OUTROS TEMAS Suspensão Não há pagamento de salário Exemplo: Acidente de trabalho e serviço militar: suspenso o contrato de trabalho. Paga-se

Leia mais

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de 2016 CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio 1 SUMÁRIO 1. O que é Previdência Social 2. Déficit do Regime Geral de Previdência Social

Leia mais

INSS Direito Previdenciário Aula 01 a 08 Leandro Macêdo

INSS Direito Previdenciário Aula 01 a 08 Leandro Macêdo INSS Direito Previdenciário Aula 01 a 08 Leandro Macêdo 2014 2015 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL

Leia mais

O que estudamos aula passada

O que estudamos aula passada O que estudamos aula passada Cessação, suspensão e interrupção dos contratos de trabalho Rescisão Contratual As formas de extinção do Contrato de Trabalho Pedido de demissão Dispensa sem justa causa Dispensa

Leia mais

Esclareça todas as suas dúvidas!

Esclareça todas as suas dúvidas! Esclareça todas as suas dúvidas! Queridos amigos, Estamos felizes por concluir a nossa terceira cartilha sobre benefícios previdenciários. Falaremos sobre o papel da Previdência Social, quem são os segurados,

Leia mais

Plano de saúde. aposentados e demitidos

Plano de saúde. aposentados e demitidos Plano de saúde aposentados e demitidos A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) foi criada em 2000 com a finalidade de regular o setor de planos privados de assistência à saúde. Essa cartilha tem

Leia mais

FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO

FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO FIQUE POR DENTRO - JURÍDICO ACIDENTE DE TRABALHO # DICA1 Acidente de Trabalho: A Responsabilidade do Empregador O QUE É? Acidente do Trabalho é aquele que ocorre no exercício da atividade a serviço da

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL (INSS): AUXÍLIO- ACIDENTE

PREVIDÊNCIA SOCIAL (INSS): AUXÍLIO- ACIDENTE BuscaLegis.ccj.ufsc.Br PREVIDÊNCIA SOCIAL (INSS): AUXÍLIO- ACIDENTE HENRIQUE LIMA (Advogado, sócio do escritório Lima, Pegolo & Brito Advocacia S/S [limapegoloebrito.com.br], Especialista em Direito Civil

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico

Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico Benefícios por Incapacidade do RGPS e o Novo Cenário Jurídico 1 Revisão: Benefícios Por Incapacidade: * Medida Provisória 739 permite a execução das revisões e, agora, os segurados poderão ser convocados

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Universitário Tabosa de Almeida ASCES/UNITA INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann QUALIDADE DE SEGURADO

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Faculdade de Direito Direito Previdenciário Profª. Ms. Tatiana Riemann QUALIDADE DE SEGURADO QUALIDADE DE SEGURADO Qualidade de Segurado - art. 13, Dec. 3.048/99 detém a qualidade de segurado aquele que exerce atividade remunerada, em caso de segurados obrigatórios, ou está contribuindo, em caso

Leia mais

Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS PIO XII

Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS PIO XII Proteção Global Escolar MAPFRE PUC-CAMPINAS PIO XII COBERTURAS E CAPITAL ACIDENTES PESSOAIS MORTE ACIDENTAL ALUNO: Garante o pagamento de uma indenização, correspondente a 100% (cem por cento) do capital

Leia mais

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012 Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas novembro/2012 Informações gerais sobre a administração Concedendo o Auxílio Doença da PREVDATA Auxílio Doença Carência exigida de 12 meses, exceto se for acidente

Leia mais

SALÁRIO DE BENEFÍCIO: ARTS. 31 A 34 DO DECRETO 3048/99 Prof. Andreson Castelucio 1. ITER PARA O CÁLCULO DO BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO 2. CONCEITO DE SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO 3. CONCEITO DE SALÁRIO DE BENEFÍCIO

Leia mais

AUXÍLIO-DOENÇA. Prof. DANILO CÉSAR SIVIERO RIPOLI

AUXÍLIO-DOENÇA. Prof. DANILO CÉSAR SIVIERO RIPOLI AUXÍLIO-DOENÇA Prof. DANILO CÉSAR SIVIERO RIPOLI Lei nº. 8.213/91, art. 59 à 63 e RPS, art. 71 à 80. Contingência: incapacidade temporária do segurado para o seu trabalho habitual. Porém, somente será

Leia mais

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1 nota do autor...11 nota do autor 2ª edição...13 CAPÍTULO 1 a seguridade social no brasil...15 1. Evolução histórica e composição...15 2. Definição e natureza jurídica...16 3. Competência legislativa...17

Leia mais

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questão 52: 52. Na década de 30 do século passado, as caixas de aposentadoria e pensões foram reunidas nos institutos de aposentadoria

Leia mais

Como proceder nos contratos por prazo O que é estabilidade provisória? determinado?

Como proceder nos contratos por prazo O que é estabilidade provisória? determinado? O que é estabilidade provisória? É o período em que o empregado tem seu emprego garantido, não podendo ser dispensado por vontade do empregador, salvo por justa causa ou força maior. Encontram-se previstas

Leia mais

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; 1 A Previdência Social A Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário

Leia mais

RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1

RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1 RECURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRF 2ªregião Técnico Judiciário Administrativa Sem especialidade Prova tipo 1 1) Sandra conseguiu o seu primeiro emprego na empresa Calçados Perfeitos Ltda., lá permanecendo

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos. Afastamento Soma de Atestados Médicos

Orientações Consultoria de Segmentos. Afastamento Soma de Atestados Médicos Afastamento Soma de Atestados Médicos 28/11/2016 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 4 4 Conclusão... 6 5 Informações Complementares... 7 6 Referencias...

Leia mais

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11 Sumário Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Assistência social...1 1.3. Mutualismo...2 1.4. Seguro privado...2 1.5. Seguro social...3

Leia mais

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 Artigo 201 Art. 1º Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento Contrato de Experiência - Afastamento 03/06/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares...

Leia mais

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil.

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil. Quando se fala em responsabilidades somos remetidos às leis, códigos e normas às quais nos servem de orientação e nos obriga a cumpri-las. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social... 1 1.1.2.

Leia mais

FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO

FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO GESTÃO PARA CUMPRIMENTO DOS PRAZOS DE RECURSOS Carla Soares Gerente Jurídica do Sinduscon-Rio juridico@sinduscon-rio.com.br HISTÓRICO: MP 83/2002 art. 10 Lei 10.666/2003

Leia mais

Apostila do curso de. Previdência. Social

Apostila do curso de. Previdência. Social Apostila do curso de Previdência Social 1- O Que é a Previdência Social 2- Para que Serve a Previdência Social 3- Como está Organizada a Previdência Social 5- Quais são os Segurados da Previdência Social

Leia mais

Produtos. MS Vida Corporate. MS Vida Capital Global. MS AP Eventos

Produtos. MS Vida Corporate. MS Vida Capital Global. MS AP Eventos PRODUTOS Produtos MS Vida Corporate MS Vida PME MS Vida Capital Global MS Acidentes Pessoais MS AP Eventos MS VIDA CAPITAL GLOBAL Produtos Número de Vidas: Idade: Capital individual mínimo: Capital individual

Leia mais

GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL. Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio.

GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL. Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio. GUIA DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Tudo o que você precisa saber para formalizar o seu negócio. 2 Apresentação Milhões de brasileiros já estão aproveitando os benefícios de ser um Microempreendedor Individual.

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048)

9. PROVA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO (arts. 47 e 48 da Lei e 257 a 265 do Decreto 3.048) SUMÁRIO INTRODUÇÃO 1. SEGURIDADE SOCIAL 1.1 Noção geral 1.1.1 Saúde 1.1.2 Assistência social 1.1.3 Previdência Social 1.2 Breve histórico 1.2.1 Evolução legislativa no Brasil 1.3 Conceituação 1.4 Objetivo,

Leia mais

Recurso de Nexo Técnico Epidemiológico SETEMBRO / 2010

Recurso de Nexo Técnico Epidemiológico SETEMBRO / 2010 Recurso de Nexo Técnico Epidemiológico SETEMBRO / 2010 Nexo Técnico Epidemiológico Criado pela MP nº 316, de 11/08/2006, convertido na Lei nº 11.430, de 26/12/2006, regulamentada pelo Decreto nº 6.042,

Leia mais

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES Em relação às fontes do direito previdenciário: (A) o memorando é fonte primária. (B) a orientação normativa é fonte primária. (C) a instrução normativa é fonte secundária. (D) a lei delegada é fonte secundária;

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIARIO 2001 N N BENEFICIOS EM ESPECIE - DIREITO PREVIDENCIARIO

DIREITO PREVIDENCIARIO 2001 N N BENEFICIOS EM ESPECIE - DIREITO PREVIDENCIARIO 2001 N 4 DIREITO PREVIDENCIARIO 2002 N 04.01 BENEFICIOS EM ESPECIE - DIREITO PREVIDENCIARIO 2003 S 04.01.01 APOSENTADORIA POR INVALIDEZ (ART. 42/47) - BENEFICIOS EM ESPECIE - DIREITO PREVIDENCIARIO 2004

Leia mais

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores para o debate NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA. O evento

Leia mais

O abandono de emprego configura-se quando estão presentes o elemento objetivo ou material e o elemento subjetivo ou psicológico.

O abandono de emprego configura-se quando estão presentes o elemento objetivo ou material e o elemento subjetivo ou psicológico. Abandono de emprego O abandono de emprego constitui falta grave, o que enseja a rescisão por justa causa do contrato de trabalho, conforme dispõe o art. 482, alínea "i" da CLT. A falta contínua e sem motivo

Leia mais

Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990

Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990 Seguridade do Servidor Federal Lei 8112/1990 - Lei 8122/1990, arts. 183 a 230 Professora Claudete Pessôa SEGURIDADE SOCIAL DO SERVIDOR A União manterá Plano de Seguridade Social para o servidor e sua família

Leia mais

Sendo assim, saiba quais são os tipos de aposentadoria e quais as condições que o trabalhador deve observar para cada um deles:

Sendo assim, saiba quais são os tipos de aposentadoria e quais as condições que o trabalhador deve observar para cada um deles: O trabalhador brasileiro pode ter acesso à aposentadoria de várias formas, dependendo das condições de saúde, idade, tempo em que o empregado trabalhou com carteira assinada, bem como se o cidadão trabalhou

Leia mais

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica Benefícios por Incapacidade Auxílio Doença e Aposentadoria por Invalidez Prof. H. Gustavo Alves Advogado, Mestre e Doutorando em Dir. Previdenciário PUC/SP,

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Mariana MG 18.295.303/0001-44 / - 2014 27/10/2014 11:01:02 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 4.696.251,36

Leia mais

LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA

LEGISLAÇÃO SOCIAL E TRABALHISTA 1 Contrato de trabalho é o negócio jurídico entre uma pessoa física (empregado) e outra pessoa física ou jurídica (empregador) sobre condições de trabalho, em que se busca a execução de uma atividade e

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS PROF. ADRIANA MENEZES www.adrianamenezes.com DÚVIDAS QUANTO À LEGISLAÇÃO A SER COBRADA NA PROVA E A PROVA EM SI. Será cobrada a legislação previdenciária em vigor até

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Artur Nogueira SP 45.735.552/0001-86 / - 2014 22/08/2014 11:17:41 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 3.174.240,11

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES - DIPR Eusébio CE 23.563.067/0001-30 / - 2015 24/10/2015 17:45:56 1 - BASES DE CÁLCULO DAS CONTRIBUIÇÕES DEVIDAS, RELATIVAS ÀS FOLHAS DO ENTE 1.1 - Do ENTE ("patronal"), relativa: a) Aos servidores 2.527.574,18

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

CAPÍTULO 4 o regime geral de previdência SoCiAl rgps Sumário 1. INTRODUÇÃO exceto o desemprego involuntário,

CAPÍTULO 4 o regime geral de previdência SoCiAl rgps Sumário 1. INTRODUÇÃO exceto o desemprego involuntário, CAPÍTULO 4 O Regime Geral de Previdência Social RGPS Sumário 1. Introdução 2. Os beneficiários do RGPS: 2.1 Os segurados obrigatórios; 2.2. O segurado facultativo; 2.3. Os dependentes 3. Dos benefícios

Leia mais

Orçamento de Pessoal Aula

Orçamento de Pessoal Aula Orçamento de Pessoal Aula 6 30-05-2012 Prof. Procópio Aula 6 30-05-2012 Salário Família Imposto de Renda Encargos Sociais Exercícios Salário Família Benefício previdenciário que corresponde a uma quota

Leia mais

E-BOOK COM 5 DICAS A SEREM REALIZADAS ANTES DO AGENDAMENTO DE BENEFÍCIO AUXÍLIO-DOENÇA

E-BOOK COM 5 DICAS A SEREM REALIZADAS ANTES DO AGENDAMENTO DE BENEFÍCIO AUXÍLIO-DOENÇA E-BOOK COM 5 DICAS A SEREM REALIZADAS ANTES DO AGENDAMENTO DE BENEFÍCIO AUXÍLIO-DOENÇA FABIO DOS SANTOS Apresentação Olá, meu nome é Fabio dos Santos, sou Técnico em Segurança do Trabalho do Trabalho,

Leia mais

Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho*

Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho* 55 Capítulo 3 Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho* 3.1 APRESENTAÇÃO Suponhamos o caso de uma pessoa que se afasta do emprego por motivo de doença. Seu contrato de trabalho continua em vigor,

Leia mais

Regra geral da suspensão e da interrupção do contrato de trabalho

Regra geral da suspensão e da interrupção do contrato de trabalho SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO Nas duas situações o contrato de trabalho continua vigente, mas as obrigações das partes não são exigíveis (suspensão) ou o são parcialmente (interrupção).

Leia mais

SIMULADOR DE CUSTOS DE ACIDENTES E AFASTAMENTOS DE TRABALHO - CBIC

SIMULADOR DE CUSTOS DE ACIDENTES E AFASTAMENTOS DE TRABALHO - CBIC SIMULADOR DE CUSTOS DE ACIDENTES E AFASTAMENTOS DE TRABALHO - CBIC Com essa ferramenta da Câmara Brasileira da Indústria da Construção CBIC, a empresa terá uma melhor compreensão sobre a importância de

Leia mais

09/10/2015 GPII - 1. Tópicos

09/10/2015 GPII - 1. Tópicos Tópicos pg 1. Introdução 2 2. Salário Família 3 3. Principais Proventos 4 4. Principais Descontos 5 5. Tabela do INSS 6 6. Tabela do IRRF 7 7. FGTS 8 8. Holerite 9 9. Exercícios 10 10. Referências Bibliográficas

Leia mais

Professor: Joaquim Estevam de Araújo Neto Fone: (95) Protegido pela Lei nº 9.610/98 - Lei de Direitos Autorais

Professor: Joaquim Estevam de Araújo Neto Fone: (95) Protegido pela Lei nº 9.610/98 - Lei de Direitos Autorais Professor: Joaquim Estevam de Araújo Neto Fone: (95) 99112-3636 - netobv@hotmail.com Protegido pela Lei nº 9.610/98 - Lei de Direitos Autorais 1 CARTEIRA DE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL Via de regra,

Leia mais

Tron Informática

Tron Informática 13º Salário Gratificação Natalina 1 Veja uma vídeo-aula sobre este assunto em: http://www.trontv.com.br/t/index.php/videos/gestao-contabil/fp/76-como-calcular calcular-o-13-salario.html A Gratificação

Leia mais

PEC 287/2016 Reforma da Previdência

PEC 287/2016 Reforma da Previdência PEC 287/2016 Reforma da Previdência Apresentação para a AFPESP Antônio Augusto de Queiroz Diretor de Documentação do DIAP São Paulo/SP, 29 de março de 2017 Escopo Geral da Reforma 1 1. Reforma ampla e

Leia mais

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE ACIDENTES DE TRABALHO 2014 PRINCIPAIS RESULTADOS Brasília, abril de 2016 SPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social 1 ESTATÍSTICAS DE ACIDENTES DO TRABALHO 2 ACIDENTE DO

Leia mais

CONHEÇA O JURÍDICO DO SECRJ

CONHEÇA O JURÍDICO DO SECRJ CONHEÇA O JURÍDICO DO SECRJ Abril 2015 E saiba mais sobre assédio moral, horas extras, justa causa e outras situações em que você pode contar com o Sindicato para defender seus direitos A CARTILHA É SEU

Leia mais

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA Jane Lucia Wilhelm Berwanger HISTÓRICO PREVIDÊNCIA RURAL Estatuto do Trabalhador Rural Lei n. 4.214/63 Lei Complementar 11/71 Constituição Federal Leis

Leia mais

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável).

1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). 1. Qualidade do que é previdente. 2. Previsão do futuro; conjectura (inferir ou deduzir que algo é provável). A Previdência Social é um seguro público que tem como função garantir que as fontes de renda

Leia mais

APOSENTADORIA POR IDADE

APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE Fundamentação Legal Artigo 201, I, da CF Artigos 48 a 51 da Lei 8213/91 Artigos 51 a 54 Do Decreto 3048/99 Artigos 225 a 233 da IN 77 Conceito APOSENTADORIA

Leia mais

SEGURO-DESEMPREGO. São requisitos para a percepção do seguro-desemprego - art. 3, Lei

SEGURO-DESEMPREGO. São requisitos para a percepção do seguro-desemprego - art. 3, Lei SEGURO-DESEMPREGO Benefício temporário que visa promover a assistência financeira do trabalhador desempregado, dispensado sem justa causa ou por despedida indireta. Estão excluídos, pois, os empregados

Leia mais

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO A Advocacia Scalassara & Associados atua sistematicamente na defesa do TRABALHO DIGNO, por se tratar de condição imprescindível para o trabalhador

Leia mais

ESTABILIDADE E GARANTIA DE EMPREGO DIREITO DO TRABALHO II. - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego. Conteúdo Programático desta aula

ESTABILIDADE E GARANTIA DE EMPREGO DIREITO DO TRABALHO II. - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego. Conteúdo Programático desta aula - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego Conteúdo Programático desta aula Estabilidade: Conceito. - Estabilidade x Garantia de Emprego - Reintegração x Readmissão; - Hipóteses de estabilidade: decenal,

Leia mais

Ricardo Abreu & Advogados Associados

Ricardo Abreu & Advogados Associados I. DA TRANSFERÊNCIA 1. A transferência se caracteriza pelo deslocamento do empregado, de um estabelecimento ou empresa, para outro (a) do mesmo grupo, com mudança de seu domicílio (art. 469, da Consolidação

Leia mais

PEC 287/ Reforma da Previdência

PEC 287/ Reforma da Previdência PEC 287/2016 - Reforma da Previdência Diana Dias Sampaio Economista - UFSM Secretária Geral do ATENS Sindicato Nacional 1. Reforma radical, ampla e desumana; De cunho exclusivo do interesse financeiro

Leia mais

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem.

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. (): Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. 80 A seguridade social representa um conjunto integrado de ações direcionadas à proteção exclusiva

Leia mais