ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE ALIMENTOS WILSON LTDA.: SEMPRE MELHOR 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE ALIMENTOS WILSON LTDA.: SEMPRE MELHOR 1"

Transcrição

1 Sempre melhor 98 ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE ALIMENTOS WILSON LTDA.: SEMPRE MELHOR 1 Larissa Crepaldi Trindade (Planejamento) Marcela Regina G.B. Marino (Marketing) Mariangela B. Fazano Amendola (Redação e ABNT) Fabíola Moreira Silva (Atendimento e Mídia) Alex Sandro Roberto Natsume (Criação) Anderson Cirilo de Paula Souza (Pesquisa de Mercado) Cristiane Cabral Teixeira Giovana Araujo Pereira Leonardo Lobo Fernandes Mateus da Silva Ramos Suzanne Lima de Sousa Vitor Hugo de Campos Andrade Faculdade de Comunicação Social Jornalista Roberto Marinho de Presidente Prudente Universidade do Oeste Paulista Resumo Este artigo pretende apresentar uma proposta de projeto experimental para a empresa Alimentos Wilson, especificamente para o produto catchup D ajuda, confeccionada pela agência experimental ao³, com a finalidade de direcionar adequadamente as ações de planejamento de comunicação da empresa. O catchup D ajuda é distribuído em várias regiões do Brasil e está posicionado para todos os públicos, principalmente jovens e adolescentes. A agência ao³ desenvolveu um briefing contendo informações importantes sobre o cliente, seus principais concorrentes e o mercado de catchup no Brasil e no mundo. A pesquisa de mercado foi feita com diferentes públicos que possui contato com o produto e a marca, e trouxe informações sobre o perfil do consumidor, hábitos de consumo e mídia. O marketing apresentou sugestões para ações futuras e também realizou a análise dos concorrentes diretos, do mercado e dos consumidores. Foi feito um planejamento de comunicação e mídia indicando as ações corretas e contínuas para um planejamento anual. Finalmente, a criação traduziu de maneira eficiente o que foi planejado para o cliente. Palavras-chave: projeto experimental; comunicação; cliente; alimentação; evolução. Abstract This article aims to show an experimental project proposal was developed for the company Alimentos Wilson, specificaly to product ketchup D ajuda made by the experimental advertising agency ao³, with the intention of direct properly the actions related to a communication planning. The ketchup D ajuda is distributed in many region of Brazil and is positioned to all target, mostly to young people teens. The ao³ Agency held a brief containing important information about the client, its competitors and the ketchup market in Brazil and the world. The market research was done with different consumers and stakeholders who have contact with the product and the brand, and 1 Este estudo de caso apresenta os resultados do Projeto Experimental do curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Oeste Paulista de Presidente Prudente-SP, desenvolvido no segundo semestre de 2010.

2 Sempre melhor 99 brought information about the consumer s profile, consumption and media habits. The Marketing planning has presents suggestions to actions future and also performed the on the competitor, market and customer s analysis. A communication and media planning was developed with correct actions and continues for an annual planning. Finally, the creation translated effectively everything that the agency planed to the client. Key-words: experimental project; communication; client; feeding; evolution. Introdução O presente artigo pretende apresentar a campanha publicitária para os anos de 2011 e 2012, realizada para a empresa Alimentos Wilson Ltda., onde a linha trabalhada foi o catchup D ajuda, na versão bisnaga. Foi planejado pela Agência experimental ao³, do curso de Comunicação Social da UNOESTE, com habilitação em Publicidade e Propaganda. Foram sugeridas ações de comunicação em duas campanhas buscando atender as necessidades de comunicação encontradas nas pesquisas realizadas com o público intermediário e final. No projeto encontra-se o briefing com todas as informações detalhadas e relevantes sobre o produto do cliente, mercado de atomatados e condimentos, hábitos dos consumidores, tendências de consumo e demais informações essenciais para o desenvolvimento do projeto. Também apresentou as quatro pesquisas realizadas, sendo uma de análise sensorial. Os públicos entrevistados foram: final, intermediário e varejista. Os resultados conduziram as ações desenvolvidas para atingir os públicos trabalhados. Através do planejamento de marketing, foram apresentadas propostas de melhoria no posicionamento do produto, de forma que ele alcance um maior destaque no mercado e também um melhor relacionamento com o público intermediário e final. Também foram apresentadas análises dos 4P s 2, que são o mix do marketing, proporcionando uma maior visibilidade do segmento de mercado do cliente. O planejamento de campanha, mídia e criação traçaram uma comunicação para marca de forma direta e eficaz. 2 4P.s Mix de Marketing: Produto, preço, praça e promoção.

3 Sempre melhor 100 Métodos O objeto de estudo é o projeto experimental de comunicação da empresa Alimentos Wilson Ltda., onde a linha trabalhada foi o catchup D ajuda. O mesmo se iniciou no atendimento, área que mantêm contato com o cliente e que elabora o briefing contendo informações sobre o histórico e mercado do mencionado anteriormente. Conforme Sampaio (2003, p. 72), Em um primeiro momento o profissional de atendimento conversa com o cliente e é informado de sua necessidade de uma nova campanha. São definidos os objetivos dessa campanha, a verba, o período de veiculação e questões semelhantes [...]. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), a Alimentos Wilson é considerada uma indústria de grande porte, pois possui mais de 500 funcionários. A empresa fabrica produtos alimentícios e atualmente possuí em seu portfólio mais de 156 produtos, distribuídos nas seguintes linhas: Linha Jovem D ajuda; Linha hoyu Mitsuwa; Linha Refresco Wilson; Linha Molho Caseiro D ajuda; Linha de Molho Caseiro Cônsul; Linha de Atomatado D ajuda; Linha de Pipoca de Micro-ondas Will; Linha achocolatado Chocomel; Linha Cobertura de Sorvete Will; Linha Groselha Wilson; Linha Maionese D ajuda; Linha Condimento Calcutá; Linha de Bebida Wilson; Linha Food Service Calcutá/D ajuda/will/mitsuwa/wilson; Linha Sachê D ajuda e Linha Sopa e Creme D ajuda. Dentre essas linhas, será trabalhada a Linha Jovem, onde o catchup D ajuda está inserido, que é um produto de consumo de conveniência, pois sua compra é frequente e até mensal, seu preço é baixo e é encontrado em muitos lugares. Segundo Kotler e Armstrong (1995, p. 191), Produtos de primeira necessidade são produtos comprados com regularidade, como ketchup, pasta de dente ou cream crackers. O foco da empresa Alimentos Wilson é obter lucros, através da inovação de seus produtos e serviços, sempre valorizando a relação com o cliente, parceiros de negócios e colaboradores. Segundo Kotler e Keller (2006, p.34): Fazer marketing significa satisfazer as necessidades e os desejos dos clientes. O dever de qualquer negócio é fornecer valor ao cliente mediante lucro. Em uma economia extremamente competitiva, com compradores cada vez mais racionais diante de uma abundância de opções, uma empresa só pode vencer ajustando o processo de entrega de valor e selecionando, proporcionando e comunicando um valor superior.

4 Sempre melhor 101 A produção de alimentos tem sustentado a economia e segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), o mercado de catchup está em expansão e entre 2003 a 2005, houve um crescimento de 59% em valor, o que significa que o segmento movimentou 195 milhões. Ainda segundo o IBOPE, a categoria também cresceu no número de lares brasileiros que consomem o produto, sendo que em 2005 o catchup esteve presente em 54,6% dos lares brasileiros. Dentre as categorias de alimentos, catchup é a terceira que mais cresceu em volume médio em 2005 (17%), sendo superado apenas pelos sucos em pó (27%) e massas instantâneas (20%). O Brasil possui uma participação favorável por ser o nono produtor mundial de tomates, onde os primeiros lugares em produção são ocupados pelos Estados de Goiás, São Paulo e Minas Gerais, resultando no crescimento do segmento de mercado, diz o Ibope. Os principais concorrentes diretos podem ser destacados por terem primeiramente qualidade em seus produtos, distribuição nacional, trabalham fortemente comunicação, renovam sempre suas embalagens seguindo tendências atuais de mercado, que tenham médias de preço parecidas, não sendo muito distantes dos produtos da D ajuda, e que também buscam atingir os mesmos consumidores alvo. Estes são: Catchup Helmann.s, Catchup Arisco, Catchup Quero e Catchup Predilecta, pois segundo a Revista Supermercado Moderno Anuário Guia de Fornecedores Top Five, essas marcas aparecem como líderes. Kotler e Keller (2006, p. 336) ponderam que Para traçar e implementar com eficiência as melhores estratégias de posicionamento de marca, as empresas devem prestar a máxima atenção aos concorrentes. Os mercados se tornaram competitivos demais para que se possa manter o foco apenas no consumidor. Segundo dados fornecidos pela empresa, o seu público consumidor é pertencente às classes D+ C- C+, isto reflete o público atendido por seus clientes, ou seja, lojas que vendem seus produtos. A empresa afirma ter qualidade em produto e embalagem para atender clientes e consumidores das classes B+ B- também. De acordo com Pinheiro e Gullo (2008, p. 58) Público é qualquer grupo que tenha um interesse real ou potencial, que possa causar impacto e impedir a capacidade de uma empresa em atingir seus objetivos. [...].

5 Sempre melhor 102 A Linha Jovem onde os catchups D ajuda estão inseridos, possui o posicionamento de produto prático e versátil. Eles têm a intenção de estarem associados à diversão, momentos alegres e irreverentes, pois podem ser consumidos com lanche, pizza, batata frita e até mesmo com carnes e outros aperitivos. Sendo assim, os catchups D ajuda buscam integrar-se ao universo jovem/adolescente. A Alimentos Wilson deseja ocupar a segunda posição, ficando atrás apenas da Helmann s, no mercado de Presidente Prudente e região, sendo vista como produto de excelente qualidade, tão quanto a marca líder nacionalmente. De acordo com o briefing do cliente e através de dados fornecidos por ele, verificou-se que há a necessidade de trabalhar uma campanha que foque o seu posicionamento, seu público-alvo e sua comunicação. A pesquisa deve dar prioridade à marca diante do mercado e posicionar a empresa adequadamente, a fim de atingir seus objetivos que são de se posicionar e ser percebido como segunda opção abaixo do líder da categoria de catchups. Para atingir esses objetivos realizaram-se quatro pesquisas: uma exploratória, e três estruturadas não-disfarçadas, sendo uma para o público final consumidor, uma para os representantes da marca e uma para os clientes que vendem a marca supermercados. Segundo Mattar (2005 p.45): Pesquisa de marketing é a função que liga o consumidor, o cliente e o público ao marketing através da informação informação usada para identificar e definir as oportunidades e problemas de marketing, gerar, refinar e avaliar a ação de marketing; monitorar o desempenho de marketing, e aperfeiçoar o entendimento de marketing como um processo. O planejamento estratégico de marketing foi feito para orientar a empresa sobre quais ações ela deveria executar em busca de bons resultados, como lucro e crescimento para o seu sucesso. Pois na economia atual, com tantas opções competitivas, uma empresa só consegue se diferenciar se oferecer e comunicar um valor superior a de seus concorrentes. Segundo Kotler (1999, p. 32), O marketing tem por principal responsabilidade o alcance do crescimento em receitas lucrativas para a empresa. Ele deve indicar, avaliar e selecionar as oportunidades de mercado e estabelecer as estratégias para alcançar proeminência, senão domínio, nos mercados-alvo. O posicionamento de uma marca permite que ela exponha porque a sua oferta é superior a do seu concorrente. Através do seu posicionamento, a marca pode apresentar

6 Sempre melhor 103 ao mercado uma razão concreta para a compra do seu produto. Kotler (1999, p. 49) afirma que Uma marca não se posiciona apenas a favor de um atributo ou benefício central, mas o faz de modo mais amplo. O posicionamento total da marca denomina-se proposta de valor. É a resposta à pergunta do cliente: Porque deveria comprar a sua marca? De acordo com as pesquisas e análises efetuadas, foi constatado que os consumidores do catchup D ajuda, o consomem primeiramente pelo seu sabor, sendo assim, porque ele é um produto gostoso. Porém, identificou-se a necessidade de alguns ajustes na formulação do produto para que ele fique ainda melhor na percepção de seus consumidores. E entende-se como sendo uma das principais fraquezas do produto a não permanência em todos os pontos de venda da cidade, mesmo que sejam poucos. Diante disso, o posicionamento proposto pela Agência ao³ é sempre melhor. Este conceito engloba todas as necessidades de ajustes no produto e preço, necessidade de expansão na distribuição e melhor estruturação na promoção. Para que a aceitação do produto e as vendas dele sejam cada vez mais prósperas, é preciso que a empresa esteja a cada dia disposta a melhorar sempre, em todos os quesitos, atendendo as necessidades atuais de seus clientes, consumidores e tendências do mercado e concorrência. A agência ao³ listou os objetivos de marketing a serem desenvolvidos: a) Ajustar alguns aspectos do produto; b) Reduzir o tamanho da embalagem do catchup versão light; c) Aumentar o faturamento do produto em 15% até o final de 2011; d) Ajustar o preço do produto em 15% no período de 1 ano, para que o produto seja percebido com maior valor agregado; e) Promover o relacionamento com o público intermediário; f) Provocar a entrada do produto nas grandes redes de supermercados da cidade até o fim de 2011; g) Agregar valor à marca e ao produto através da comunicação no PDV e reforçar as melhorias promovidas no produto. Resultados O planejamento de marketing aponta algumas sugestões que poderiam ser aplicadas para o futuro crescimento do produto.

7 Sempre melhor 104 O rótulo do produto é o primeiro ponto a ser tratado. Em análise das embalagens de alguns concorrentes, identificou-se a oportunidade de destaque dentre as embalagens e rótulos poluídos, o que dificulta a visibilidade do produto. No entanto, no meio da confecção do projeto, a Agência ao³ foi informada que o cliente já está preparando um projeto de reformulação da embalagem. A empresa ainda não decidiu como serão os novos formatos, sendo assim, as propostas de novo layout de rótulo foram baseadas na sua forma atual. Após a decisão da nova embalagem, será necessária a adequação do rótulo proposto. A proposta dos novos rótulos ficou definida conforme figuras abaixo: FIGURA 1: Proposta de novo rótulo para o catchup D ajuda tradicional

8 Sempre melhor 105 FIGURA 2: Proposta de novo rótulo para o catchup D ajuda picante.

9 Sempre melhor 106 FIGURA 3: Proposta de novo rótulo para o catchup D ajuda light. Quanto ao produto, é favorável que a empresa reveja a sua formulação. Segundo a avaliação dos participantes do teste cego realizado pela Agência ao³ a acidez está elevada e falta consistência no produto. Segundo o cliente, o volume das vendas do catchup versão light pequeno. Analisando este caso, propõe-se a diminuição do frasco de catchup light que atualmente é na versão 380 g para a versão 190 g. Pois as pessoas que compram e consomem um catchup com reduzido valor calórico estão seguindo uma dieta, e é difícil encontrar uma família toda que esteja de dieta. Desta forma, somente uma ou duas pessoas de uma mesma família irão consumir o produto e quanto maior for a quantidade dele, mais

10 Sempre melhor 107 tempo ele demora a acabar. Portanto, reduzindo o tamanho do produto a recompra acontecerá com mais frequência, o que poderá aumentar as suas vendas. O cliente também expôs que a sua intenção é posicionar os preços de todos os seus produtos em 20% abaixo dos líderes de cada categoria, inclusive para os catchups D ajuda Porém, atualmente o catchup D ajuda possui uma diferença que chega até a 50% com relação ao catchup Hellmann.s. Deste modo, ajustar o preço do catchup D ajuda seria interessante para aumentar o status do produto e posicioná-lo mais perto da marca líder. Porém, destaca-se que este aumento deve ser gradativo, para que as vendas do produto não sejam prejudicadas pela resistência a compra por parte dos varejistas se o preço subir muito e é preciso que a empresa utilize o apoio da comunicação constantemente. Recomenda-se que inicialmente o preço seja ajustado em 15%, o que o colocaria 35% abaixo do líder da categoria. Sugere-se que este novo preço seja mantido por um período de um ano. Após este período, o preço do produto poderá ser ajustado gradativamente. A Agência ao³ sugere também a realização de programas de incentivo para os representantes de Presidente Prudente e região, visando motivar e aumentar as vendas dos catchups D ajuda. É importante que os catchups D ajuda possam ser encontrados em todos os pontos de venda de Presidente Prudente, pois os produtos somente serão comprados se eles forem encontrados e vistos também nas principais lojas. Desta forma, é interessante que a empresa consiga entrar em grandes redes de Supermercados da cidade. Para que a marca seja ainda mais percebida e sua participação de mercado seja cada vez maior, ela precisa de um planejamento de comunicação contínuo e estruturado. Segundo Corrêa (2008, p. 35): [...] a estratégia geral de comunicação definirá a melhor maneira de se atingirem os objetivos propostos, utilizando a propaganda, promoção ou qualquer uma das diversas formas de comunicação, veiculadas adequadamente nos meios selecionados, ao longo do tempo planejado que, geralmente, abrange o período de um ano. Com base nas pesquisas e nos problemas de comunicação verificados, definiram-se os seguintes objetivos de comunicação: a) Trazer para a comunicação o posicionamento da marca, que é Sempre melhor apresentando assim as características do produto; b) Aproximar a marca do público final através das ações de comunicação.

11 Sempre melhor 108 Segundo Lupetti, (2009, p ): Os objetivos de comunicação, dizem respeito à divulgação, seja evidenciando os benefícios do produto, destacando a marca ou informando uma promoção e convidando o consumidor a participar dela [...]. A definição dos objetivos de comunicação facilitará a realização do planejamento, bem como possibilitará ao anunciante elementos de cobrança dos resultados da campanha. Com base nos objetivos definidos no marketing, foram elaboradas as estratégias de comunicação, que foram direcionadas ao público final, sendo jovens e mulheres. A comunicação será planejada para um período de 12 meses, sendo 06 meses para a campanha de relançamento do produto, e outros 06 para sustentação da marca. Para a campanha de relançamento do produto e suas novas características, a estratégia será traduzir o posicionamento da marca e aproximar o consumidor do produto, por meio dos seguintes objetivos: a) Fazer com que o posicionamento da marca seja percebido, através da divulgação das melhorias no produto; b) Promover experimentação do produto; c) Estar mais visível ao consumidor no PDV. A campanha de sustentação foi para firmar o posicionamento da marca e também de sair do foco de comunicar fortemente o produto, para trabalhar um novo conceito, tendo como tema indispensável para você. A campanha de sustentação terá início em janeiro de 2012 e encerrará em junho de 2012, sendo 06 meses de campanha, desta maneira foram definidos os seguintes objetivos: a) Manter a lembrança da marca e do produto; b) Permanecer visível ao consumidor no PDV; c) Explorar hábitos dos públicos trabalhados; d) Trabalhar o conceito de um produto indispensável. Para a concretização do Planejamento de Campanha é necessário a escolha dos meios e veículos pelo Planejamento de Mídia, onde serão divulgados toda a linha de comunicação definida. Segundo Corrêa (2008, p. 35), Para levar essas mensagens aos consumidores ou usuários, a mídia escolherá os meios e veículos que melhor traduzam os objetivos de

12 Sempre melhor 109 alcance, cobertura e frequência de uma programação, com base na realidade da verba publicitária. Na campanha de relançamento do produto serão utilizadas as seguintes ferramentas e meios de comunicação: mídias sociais Orkut e Twitter, materiais de PDV, hotsite, rádio, outdoor, jornal, banner digital, evento, ação de buzzmarketing, ação de sampling 3, negociação em ponta de gôndola, marketing, telemarketing, inflável em réplica e distribuição de pipas personalizadas. Com o objetivo de verificar os resultados da ação, serão utilizadas ferramentas gratuitas de Buzz Monitor 4, que comprovarão os resultados desejados das estratégias da campanha. Na campanha de sustentação as ferramentas e os meios de comunicação selecionados foram: materiais de PDV, hotsite, rádio, outdoor, jornal, busdoor, merchandising televisivo, ação em bares noturnos, mídias sociais Orkut, Twitter e Youtube, brindes e publicidade caixas de pizzas. Para trabalhar a criação das peças, foi dividido planejamento de comunicação em duas campanhas, sendo relançamento do produto e sustentação. Em ambas as campanhas as fotos foram produzidas pela agência ao³. Segundo CÉSAR (2000, p. 210) Na publicidade a fotografia não apenas faz com que os consumidores se lembrem dos anunciantes, como permite que desejem seus produtos. Na campanha de relançamento foi trabalhado o conceito de evolução, para transmiti-lo, criou-se o título Descubra a diferença em cada mordida. Para ilustrar esse conceito foram utilizadas fotos de pessoas com faixas etárias diferentes, colocadas lado a lado no sentido crescente da idade, simbolizando semioticamente a evolução humana, relacionando com a evolução do catchup. De acordo com Barreto (2004, p. 206), Humanizar é atingir mais profundamente o âmago, os sentimentos das pessoas emocionando-as e fazer com que se identifiquem com o produto, os serviços. Em todas as fotos os modelos seguram um alimento do segmento de fast food, sendo pizza, batata frita e lanche. Esses alimentos foram escolhidos por serem os mais consumidos pelos jovens consumidores da marca, segundo a pesquisa realizada pela agência. Ainda segundo Barreto (2004, p. 212), Em qualquer situação, pense em todas 3 Distribuição de amostras de produtos, prestação gratuita de serviços, degustação de alimentos e bebidas ou qualquer outro tipo de experimentação promovida pelo anunciante com o objetivo de fazer com que os consumidores tenham contatos com os seus produtos ou serviços. 4 Pessoa responsável por monitorar as Redes Sociais em busca de conteúdo referente a marca do cliente.

13 Sempre melhor 110 as aplicações possíveis para o produto que você esta anunciando. Não o venda nu: venda-o embalado em sugestões, em ideia. A cor trabalhada nos textos foram e na sua maioria o vermelho, para fazer a ligação e alusão com o produto e por ser uma cor que atrai a atenção do leitor, e segundo pesquisas relacionadas a psicodinâmica das cores, o vermelho induz à sensação de fome. A cor vermelha traz a referência com a alimentação [...]. É uma cor quente e bastante excitante para o olhar, impulsionando a atenção a adesão aos elementos em destaque. (FARINA; PEREZ; BASTOS, 2006, p. 99) FIGURA 4: Anúncio Jornal Campanha de Relançamento. FIGURA 5: Anúncio Jornal Campanha de Relançamento. FIGURA 6: Anúncio Jornal Campanha de Relançamento.

14 Sempre melhor 111 FIGURA 7: Material de PDV - régua de gôndola. FIGURA 8: Material de PDV - stopper Para campanha de sustentação o conceito traçado pelo planejamento foi o de produto indispensável, sendo assim, a Agência ao³ escolheu seguir novamente a preferência dos consumidores e trabalhou o uso dos alimentos fast food s mais consumidos por eles. Nesta campanha o produto foi inserido em cada alimento como sendo o principal ingrediente ou complemento para cada um deles. Esses alimentos foram: a batata frita e a pizza, pois precisam de uma embalagem para serem colocadas e o hot dog, pois seu principal ingrediente é a salsicha. Para chamar a atenção do público alvo, foram utilizadas cores quentes como o laranja e o amarelo, que transmitem a força do produto e que estimulem a fome, aumentando a vontade de comer qualquer alimento que tenha o catchup D ajuda. [...] em contraste com uma cor mais quente, o amarelo adquire uma luminosidade maior, chama mais atenção e desperta os impulsos de adesão. (FARINA; PEREZ; BASTOS, 2006, p. 101) Todas as peças contêm o nome do produto no título, com o objetivo de fixar seu nome na mente dos consumidores. [...] ponha o nome do produto direto no título,

15 Sempre melhor 112 sempre que possível. Qualquer que seja a opção em curso, você sentirá que seu anúncio vai dobrar de eficiência [...]. (FARINA; PEREZ; BASTOS, 2006, p. 233) FIGURA 9: Outdoor Teaser. FIGURA 10: Outdoor Teaser. FIGURA 11: Outdoor Teaser. FIGURA 12: Outdoor resposta Teaser. FIGURA 13: Outdoor resposta Teaser.

16 Sempre melhor 113 FIGURA 14: Outdoor resposta Teaser. Discussão O projeto, depois de concluído, pôde ser analisado pela Agência com a certeza de que todas as etapas foram realizadas de acordo com a realidade, com a necessidade do cliente e com tendências de mercado. Com o levantamento dos dados do briefing, foi possível notar que a empresa investia de forma não planejada em comunicação para a linha do Catchup D ajuda. Percebeu-se também que o mercado de catchup está em expansão, sendo uma oportunidade para o cliente. A pesquisa apontou dados relevantes, pois não se sabia que o produto era o preferido no mercado teste, que é na cidade de Presidente Prudente. A pesquisa apontou também que o público intermediário necessita de incentivos, materiais de apoio e de ponto de venda, podendo ser um diferencial nas vendas do produto. O marketing apontou fatores relevantes para o catchup D ajuda, traçando um novo posicionamento, o Sempre melhor, com o propósito de melhorar continuamente em todos os aspectos, como na formulação do produto, embalagem, promoção nos pontos de venda, comunicação e atualização de acordo com as tendências de mercado. Após traçados os objetivos de marketing, a Agência desenvolveu o planejamento de comunicação, que se iniciou na campanha de relançamento do produto, criando as estratégias de comunicação para o segundo semestre de Logo, se expandiu para o planejamento de mídia, onde foi possível definir os meios e veículos, comunicando as ideias. O planejamento se encerrou com a campanha de sustentação, até junho de 2012, seguido do planejamento de mídia. Todo o trabalho foi traduzido em peças gráficas, que seguiram uma linguagem e um visual jovem, para atrair o principal público consumidor do produto, que buscaram da melhor maneira transmitir os posicionamentos definidos em ambas as campanhas, sendo adequadas para cada veículo selecionado no planejamento de mídia.

17 Sempre melhor 114 O diferencial do projeto se caracterizou no direcionamento proposto, onde a Agência ao³ buscou trabalhar o posicionamento de Melhorar Sempre, em todas as etapas e aspectos, para entregar um projeto verdadeiro e completo ao cliente. Referências BARRETO, Roberto M. Criatividade em propaganda. 14. ed. São Paulo: Summus, BASTOS, D; FARINA, M; PEREZ, C. Psicodinâmica das cores em comunicação. 5. ed. São Paulo: Edgard Blucher, CÉSAR, Newton. Direção de arte em propaganda. 7. ed. São Paulo: Futura, CORRÊA, Roberto. Planejamento de Propaganda. 10. ed. São Paulo: Global, KOTLER, Philip. Marketing para o século XXI: como criar, conquistar e dominar mercados. 8. ed. São Paulo: Futura, KOTLER, Philip. Marketing Essencial: conceitos, estratégias e casos. 2. ed. São Paulo: Prentice Hall, KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. 9. ed. São Paulo: Prentice Hall, KOTLER, Philip; KELLER, Kevin L. Administração de Marketing. 12. ed. São Paulo: Prentice Hall, LUPETTI, Marcélia. Gestão Estratégica da Comunicação Mercadológica. SãoPaulo: Thonsom Learning, MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de Marketing. 4. ed. São Paulo: Atlas, PINHEIRO, Duda; GULLO, José. Comunicação Integrada de Marketing: gestão dos elementos de comunicação: suporte às estratégias de marketing e de negócios da empresa. 2. ed. São Paulo: Atlas, SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE GRÊMIO PRUDENTE SEGUNDA PAIXÃO 1

ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE GRÊMIO PRUDENTE SEGUNDA PAIXÃO 1 Segunda paixão 150 ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE GRÊMIO PRUDENTE SEGUNDA PAIXÃO 1 Larissa Crepaldi Trindade (Planejamento) Marcela Regina G.B. Marino (Marketing) Mariangela B. Fazano Amendola (Redação

Leia mais

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing Questão 01: (ENADE 2009): Um fabricante de sapatos pode usar a mesma marca em duas ou mais linhas de produtos com o objetivo de reduzir os custos de

Leia mais

Campanha ONG Animais 1

Campanha ONG Animais 1 Campanha ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera Santa Bárbara, Santa

Leia mais

ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE LE FILET: SE É FILET, É COM A GENTE! 1

ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE LE FILET: SE É FILET, É COM A GENTE! 1 Se é filet, é com a gente! 244 ESTUDO DE CASO PARA O CLIENTE LE FILET: SE É FILET, É COM A GENTE! 1 Adriano Rocha Costa da Silva Franciele Aguiar Gabriel Albino Lucas Prette Honório Marcelo Gomes Faculdade

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1

Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1 Marca Própria e Merchandising: estratégias de marketing para os supermercados de pequeno porte associados à RedeMais. 1 Tiago José PACE 2 Vitória Teodoro Gerlach SILVA 3 Vitor Felipe de Oliveira QUEIROZ

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda professor Rafael Ho mann Setores envolvidos Anunciante também conhecido como cliente, é a empresa, pessoa ou

Leia mais

Interatividade UniNorte 1

Interatividade UniNorte 1 Interatividade UniNorte 1 Anne Caroline BARROS 2 Francisco BARBOZA 3 Heverton PAULA 4 Igor SANTOS 5 Eudóxia Pereira da SILVA 6 Márcio Alexandre dos Santos SILVA 7 Centro Universitário do Norte (UniNorte),

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹

Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹ Campanha de Comunicação para a Cerveja Itaipava 2008 ¹ Rafael Cruz GALLEGO ² João BATISTA Freitas Cardoso ³ Universidade Municipal de São Caetano do Sul - IMES RESUMO Durante o ano de 2007, ano de conclusão

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA CONTEXTO. Professora Rosicler Bettarelli rbettarelli@cidadesp.edu.br

COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA CONTEXTO. Professora Rosicler Bettarelli rbettarelli@cidadesp.edu.br COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA CONTEXTO Professora Rosicler Bettarelli rbettarelli@cidadesp.edu.br A COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA...... deve ser elaborada a partir do quadro sociocultural do consumidor alvo COMUNICAÇÃO

Leia mais

COLABORADOR(ES): FÁBIO EDUARDO DIAS, MARCELO PRADA, VIVIAN ELENA BARBONI

COLABORADOR(ES): FÁBIO EDUARDO DIAS, MARCELO PRADA, VIVIAN ELENA BARBONI TÍTULO: EMBALAGEM - DELIVERY ESFIHA VARANDA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA BÁRBARA AUTOR(ES): RENAN HENRIQUE

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE

Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE RESUMO Campanha para os cursos sequenciais da Faculdade Boa Viagem 1 Marianna Alves Angelos 2 Janaina de Holanda Costa Calazans 3 Faculdade Boa Viagem, PE Em 2011, A OPA Agência Experimental da Faculdade

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão.

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão. Cerveja Heineken 1 Lais Eloara Nunes 2 Camila Roberta Fernandes 3 Paulo Oliveira 4 Mérsia Alvarinho Casimiro 5 Thayne Cristina dos Santos 6 Cristiane Peixoto Nabarretti. 7 Faculdade Anhanguera de Limeira,

Leia mais

Refrigerante Globinho 1

Refrigerante Globinho 1 Refrigerante Globinho 1 Ezequias do NASCIMENTO 2 Carlos de SOUZA, Inara CARVALHO, Pedro DIAS, Rodrigo ALVES. 3 Carolina VENTURINI 4 Universidade Federal do Pará, Belém, PA RESUMO Com o objetivo de recolocar

Leia mais

Processos de planejamento de campanha publicitária

Processos de planejamento de campanha publicitária Processos de planejamento de campanha publicitária O que é planejar? Processo administrativo e sistemático para se atingir um determinado objetivo, coordenando a atuação do assunto em questão, para se

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br

INTRODUÇÃO AO TRADE MARKETING Fazendo a diferença no Ponto de Venda. www.pdvativo.com.br Fazendo a diferença no Ponto de Venda EBOOK Sumário Revisão O que é Trade Marketing? Entenda o Comportamento de Compra do Consumidor O que é Merchandising? Revisão Para entender sobre Trade Marketing devemos

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES

PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES PLANO DE COMUNICAÇÃO E SUAS ESTRATÉGIAS PARA UMA LOJA DO SEGMENTO DE COLCHÕES Dhiego da Silva Saraiva, Larissa Crepaldi Trindade Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, Faculdade de Comunicação Social,

Leia mais

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo BRIEFING DE PRODUTO Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo Modelo Extraído dos livros: Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1

ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1 ICBA: Campanha Publicitária Vem falar com a gente 1 Alexandra Teixeira de ROSSO 2 Janildo TAVARES 3 Daniele VARGAS 4 Luciele Beatriz KESSLER 5 Danielle Aline CORRÊA 6 Lorena das Chagas CORREA 7 Fabrícia

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL: Publicidade e Propaganda Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado x Licenciatura

Leia mais

Pesquisa Risqué Clássicos. Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG

Pesquisa Risqué Clássicos. Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG Pesquisa Risqué Clássicos Thamara Yanne Silva Santos Antônio Terra Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG Grupos focais são comumente utilizados em pesquisas de marketing para determinar

Leia mais

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência

Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Guia de Boas Práticas para a elaboração de uma Concorrência Comitê de Agências Gestão 2008 ÍNDICE OBJETIVO DO DOCUMENTO... 3 DEFINIÇÕES... 4 PONTOS PARA A ELABORAÇÃO DE UMA CONCORRÊNCIA... 5 RFI: Quando

Leia mais

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO

UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO SAIR DO LUGAR-COMUM PÃO DE AÇÚCAR UM SUPERMERCADO E UM DESAFIO Só em São Paulo, a associação que reúne os supermercados tem mais de 50 empresas cadastradas. As lojas se espalham com um volume impressionante.

Leia mais

MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1

MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1 1 MERCHANDISING NO PDV: AGREGANDO VALOR AO PLANO DE COMUNICAÇÃO 1 Rafael Vinícius Back RESUMO Esse artigo consiste em demonstrar brevemente o papel do Merchandising no composto da comunicação e sua importância

Leia mais

QUEM É A PROJECTO HOJE?

QUEM É A PROJECTO HOJE? Começamos em 2008 com uma dúvida na cabeça: por que não ter um material com design inovador mas que também traga resultados para o negócio do cliente? Para nós não fazia sentido ter um layout bonito que

Leia mais

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca

Fiorella Del Bianco. Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas. Posicionamento de produto e de marca Fiorella Del Bianco Roteiro para o desenvolvimento de novas ofertas Tema: Passos e estratégias mercadológicas para o desenvolvimento de novas ofertas (DNO). Objetivo: Esta aula visa apresentar os últimos

Leia mais

Estratégias de Comunicação

Estratégias de Comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A propaganda é parte do marketing e uma das ferramentas da comunicação. Uma boa estratégia de marketing não garante que a campanha de propaganda será boa, mas é condição essencial

Leia mais

Módulo 12 Segmentando mercados

Módulo 12 Segmentando mercados Módulo 12 Segmentando mercados Há alguns anos que os profissionais de marketing perceberam que não se pode atender todo o mercado com um único composto de produto. Nem todos os consumidores querem um carro

Leia mais

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação Manual Como elaborar uma estratégia de comunicação Índice Introdução Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação. Passo 2 - Defina os alvos da comunicação Passo 3 - Estabeleça os objetivos da comunicação

Leia mais

Comunicação Integrada de marketing.

Comunicação Integrada de marketing. Comunicação Integrada de marketing. - COMPOSTO DE COMUNICAÇÃO - 4 A s - 4 C s Comunicação: é a transmissão de uma mensagem de um emissor para um receptor, de modo que ambos a entendam da mesma maneira.

Leia mais

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires

Princípios e Conceitos de Marketing. Prof. Felipe A. Pires Princípios e Conceitos de Marketing Prof. Felipe A. Pires O que é Marketing? É a execução de um conjunto de atividades comerciais, tendo como objetivo final a troca de produtos ou serviços entre produtores

Leia mais

CLIENTE A Autoescola Paula está localizada na Avenida Paraná, nº 1641, no bairro Bacacheri, que compõe a região do Boa Vista. É um CFC de pequeno porte, que conta com 15 funcionários e 10 veículos. Oferecem

Leia mais

PORTFÓLIO COMUNICAÇÃO E MARKETING

PORTFÓLIO COMUNICAÇÃO E MARKETING PORTFÓLIO 2015 COMUNICAÇÃO E MARKETING 463NC14 T46 O QUE SEUS NÚMEROS COMUNICAM? SUMÁRIO 1. AGÊNCIA TAG 1.1 Por que escolher a Tag? 1.2 O que a Tag faz? 1.3 Conceito 2. METODOLOGIA 2.1 Processo 3. INVESTIMENTO

Leia mais

O perfil do consumidor de pizza na cidade de Juazeiro-BA 1

O perfil do consumidor de pizza na cidade de Juazeiro-BA 1 O perfil do consumidor de pizza na cidade de Juazeiro-BA 1 Gabriela Cristina Sá Campelo dos ANJOS 2 Adna Alana Coelho ANDRADE 3 Adolfo Ivo Santos de ANDRADE 4 Leticia Marinho PIRES 5 Kelma Nunes PEREIRA

Leia mais

Vestibular ICEC 2014! 1

Vestibular ICEC 2014! 1 Vestibular ICEC 2014! 1 Franck H. Oliveira Durgo GOMES 2 Elizângela Luiza Barbosa LUIZ 3 Weslene de Sousa MOTA 4 Mateus Pereira da SILVA 5 Steffany Verônica de Sousa DIAS 6 Thiago Sérgio PEDROSO 7 Cláudio

Leia mais

Relatório - Plano de Ensino

Relatório - Plano de Ensino Página: 1/6 Disciplina: CCA0321 - PROJETO EXPERIMENTAL - PROMO. DE VENDAS E MERCHA. DESCRIÇÃO DO PLANO DE ENSINO PROJETO EXPERIMENTAL - PROMOÇÃO DE VENDAS E MERCHANDISING PERFIL DO DOCENTE Graduado em

Leia mais

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING PROGRAMA PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA PRIME GESTÃO MERCADOLÓGICA 2009 REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING Todo comprador poderá adquirir o seu automóvel da cor que desejar, desde que seja preto.

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

CASE Iogurte Skill/Canto de Minas

CASE Iogurte Skill/Canto de Minas CASE Iogurte Skill/Canto de Minas... 1. O LATICÍNIO CANTO DE MINAS Situado em Ituiutaba - MG, no pontal do Triângulo Mineiro, o Canto de Minas é um laticínio que está no mercado há 14 anos e, apesar relativamente

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1

Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1 Ponto e Vírgula Propaganda. Case: Tropel 1 Gabriel Moreira PAIVA 2 Vanessa Sant Ana COSTA 3 Uyacan Felipe MUNIZ 4 Camila CRAVEIRO 5 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO RESUMO Quando os clientes

Leia mais

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO.

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. 1 ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. Juliana da Silva RIBEIRO 1 RESUMO: O presente trabalho enfoca as estratégias das operadoras de telefonia móvel TIM,VIVO e CLARO

Leia mais

CHAVECOS 1. Os chaveiros ecológicos.

CHAVECOS 1. Os chaveiros ecológicos. CHAVECOS 1 Os chaveiros ecológicos. Anderson Moreira Aline Bitarães Ana Luiza Dornas Carlos Eduardo Rocha Carolina Ávila Cassiana Carmo 2 Érika Viveiros Flávia Andrade Hilton Paratela Larissa Leal Larissa

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

OBJETIVOS DE MARKETING

OBJETIVOS DE MARKETING CASE Banco do Brasil Todo Seu O Banco do Brasil é a mais antiga instituição bancária brasileira. Reconhecido como fundamental para o desenvolvimento econômico e social do país, é também o maior banco da

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

É Natural Educar Assim 1

É Natural Educar Assim 1 É Natural Educar Assim 1 Luana da Silva de ANDRADE 2 Larissa Santos de ASSIS 3 Luana Cristina KNOD 4 Rafaela Ritz dos SANTOS 5 Simone Cristina KAUFMANN 6 Tamires Lopes SILVA 7 YhevelinSerrano GUERIN 8

Leia mais

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia completo de como criar uma Página no Facebook Como começar Criando uma Página Conhecendo a Página Configurações iniciais Estabelecendo conversas Autor Felipe Orsoli

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Fabiano Akiyoshi Nagamatsu Everton Lansoni Astolfi Eduardo Eufrasio De

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING

UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING Monique Michelon 1 Lorete Kossowski 2 RESUMO O empreendedorismo no Brasil vive hoje um cenário promissor,

Leia mais

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED DISCIPLINA: Comunicação Integrada CÓDIGO: COS 1034 CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED PERÍODO: 5º SEMESTRE: 2012/2 CURRÍCULO: 2010/1 DOCENTE: Ms. Marina Roriz EMENTA Conceito, relevância

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL

A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL A APLICAÇÃO DE CONCEITOS DE MARKETING DIGITAL AO WEBSITE INSTITUCIONAL Victor Nassar 1 O advento da internet e o consequente aumento da participação do consumidor nos websites, representou uma transformação

Leia mais

Campanha Promocional: O que você vê como pouco 1

Campanha Promocional: O que você vê como pouco 1 Campanha Promocional: O que você vê como pouco 1 Giovane Diego da CUNHA 2 Marco Antonio MACHADO 3 Daiana WEINGAERTNER 4 Fernando Antonio Carvalho VENDRAMIN 5 Najara Magali KREUSCH 6 Bruna de Oliveira CARVALHO

Leia mais

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Marketing. Aula 06. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Marketing Aula 06 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia e

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

AULA 4 Marketing de Serviços

AULA 4 Marketing de Serviços AULA 4 Marketing de Serviços Mercado Conjunto de todos os compradores reais e potenciais de um produto ou serviço. Trata-se de um sistema amplo e complexo, que envolve: FORNECEDORES CONCORRENTES CLIENTES

Leia mais

Rua José de Alencar, 377/06 Menino Deus 90880.481 Porto Alegre RS Brasil fone/fax [51] 3012.1365

Rua José de Alencar, 377/06 Menino Deus 90880.481 Porto Alegre RS Brasil fone/fax [51] 3012.1365 Rua José de Alencar, 377/06 Menino Deus 90880.481 Porto Alegre RS Brasil fone/fax [51] 3012.1365 guilherme@2dayconsultoria.com patricia@2dayconsultoria.com www.2dayconsultoria.com A p r e s e n t a ç ã

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

ibis budget institucional

ibis budget institucional ibis budget institucional July 02th 2013 Plano de Marketing & Comunicação 11 January novembre 23th 2013 2012 Plano institucional 360º Objetivo e principais ações A campanha 360º objetivos Lançar, por meio

Leia mais

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado Plano de Direcionamento Conhecimento de Mercado Conhecimento de Mercado É necessário conhecer o mercado para que sejam desenvolvidos produtos que atendam as necessidades e expectativas dos clientes. Segmentação

Leia mais

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG Caroline Passatore¹, Dayvid de Oliveira¹, Gustavo Nunes Bolina¹, Gabriela Ribeiro¹, Júlio César Benfenatti Ferreira² 1

Leia mais

O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio

O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Aumente suas vendas O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Consultorias Palestras SEBRAE Mais Programas setoriais Palestras Trilha de aprendizagem empresarial EAD Na Medida Cursos SEI E muito

Leia mais

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente A Importância do Marketing nos Serviços da Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente Hellen Souza¹ Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS RESUMO Este artigo aborda a importância

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

CASE DE COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA BRIEFING D GOIAS X YOKI ALUNO:ALEXANDRE MARTINS ETEC PIRASSUNUNGA-SP PROFESSOR:ANDRE DE CARLI

CASE DE COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA BRIEFING D GOIAS X YOKI ALUNO:ALEXANDRE MARTINS ETEC PIRASSUNUNGA-SP PROFESSOR:ANDRE DE CARLI CASE DE COMUNICAÇÃO MERCADOLÓGICA BRIEFING D GOIAS X YOKI ALUNO:ALEXANDRE MARTINS ETEC PIRASSUNUNGA-SP PROFESSOR:ANDRE DE CARLI D GOIAS YOKI NÃO SELO VERDE (PRESERVAÇÃO NÃO DA NATUREZA) R$ 3,70 R$ 3,15

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites

A. Conceito de Trade Marketing, responsabilidades, atividades, amplitude de atuação e limites 5 Conclusão Trade Marketing é um termo conhecido por grande parte dos profissionais das áreas comercial e de marketing, principalmente entre as indústrias de bens de consumo. Muitas empresas já incluíram

Leia mais

Metodologia de projeto. Curso Técnico de Comunicação Visual Prof. Diego Piovesan Medeiros

Metodologia de projeto. Curso Técnico de Comunicação Visual Prof. Diego Piovesan Medeiros Metodologia de projeto Curso Técnico de Comunicação Visual Prof. Diego Piovesan Medeiros Mas o que é metodologia? E para que serve? vamos fazer uma pizza? O método de projeto tem como objetivo atingir

Leia mais

A PERCEPÇÃO DE VALOR DOS SUCOS NÉCTAR CAMP PESQUISA COM CONSUMIDOR E TESTE CEGO GENERAL BRANDS SUCOS NÉCTAR CAMP

A PERCEPÇÃO DE VALOR DOS SUCOS NÉCTAR CAMP PESQUISA COM CONSUMIDOR E TESTE CEGO GENERAL BRANDS SUCOS NÉCTAR CAMP A PERCEPÇÃO DE VALOR DOS SUCOS NÉCTAR CAMP PESQUISA COM CONSUMIDOR E TESTE CEGO GENERAL BRANDS SUCOS NÉCTAR CAMP Renato Gonçalves Pereira 1 João Pedro Nunes Costa 2 Allan Pedretti Pereira 3 Larissa Marques

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Inspire Inove Faça Diferente

Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Inspire Inove Faça Diferente Se eu tivesse um único dolar investiria em propaganda. - Henry Ford (Fundador da Motor Ford) As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer

Leia mais

Portal Metálica. Copyright 1998-2010 Met@lica - Todos os direitos reservados

Portal Metálica. Copyright 1998-2010 Met@lica - Todos os direitos reservados www.metalica.com.br Portal Metálica Maior portal de conteúdo, fonte de informação e geração de negócios para profissionais e empresas da Arquitetura, Engenharia e Construção Civil no Brasil. Com 14 anos

Leia mais

Técnicas de Exposição de Produtos CONCEITO DE EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS A idéia básica: Mostrar ou destacar alguma coisa. Mostrar também significa: Comunicar O produto deve atrair, seduzir, mexer com os sentidos

Leia mais

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1

Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Heróis sempre vencem desafios: campanha publicitária para divulgação do Concurso Vestibular 2013 1 Juliana Pereira DULTRA 2 Cintia MOLETA 3 Larissa Kiefer de SEQUEIRA 4 Roberto Corrêa SCIENZA 5 Fernanda

Leia mais

Campanha Promocional Amor Perfeito 1. Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5

Campanha Promocional Amor Perfeito 1. Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5 Campanha Promocional Amor Perfeito 1 Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5 FURB Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC RESUMO No planejamento

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

I PRÊMIO CRIAR FTC. Etapas do regulamento

I PRÊMIO CRIAR FTC. Etapas do regulamento I PRÊMIO CRIAR FTC O I Prêmio Criar FTC se destina a estimular a técnica e a criatividade na realização dos diversos formatos de propaganda, assim como a valorização dos alunos de todos os semestres e

Leia mais

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 O Planejamento de Comunicação Integrada de Marketing UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 Agenda: Planejamento de Comunicação Integrada de

Leia mais

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS Paula Soares Matias 1 Janaine Farrane Cardoso 2 RESUMO O artigo tem como objetivo evidenciar a comunicação como ferramenta

Leia mais

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL

ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO INTRODUÇÃO O PROJETO NEXTEL ESTUDO DE CASO NEXTEL RESUMO A necessidade de reflexão para propostas de geração de valor, através da presença digital da marca Nextel, deu início ao processo apresentado neste caso, desenvolvido entre

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE ADMINISTRAÇÃO DO RELACIONAMENTO COM O CLIENTE Módulo 2 CLIENTES: DEFINIÇÕES E ENTENDIMENTOS Objetivo: Ao final desse módulo, você estará capacitado a termos, como: cliente, comprador, cliente final, consumidor,

Leia mais