Boletim informativo direcionado aos colaboradores e parceiros das Unidades Santa Marcelina TRABALHO SEGURO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim informativo direcionado aos colaboradores e parceiros das Unidades Santa Marcelina TRABALHO SEGURO"

Transcrição

1 Conexão NÚMERO 39/40 ANO 7 MAR ABR / MAI JUN 2014 Boletim informativo direcionado aos colaboradores e parceiros das Unidades Santa Marcelina Novo Pronto-Socorro amplia acesso à saúde Unidade foi inaugurada em junho para oferecer atendimento humanizado para a população PÁGINA 12 BALANÇO Unidade Hora Certa Itaim Paulista conquista satisfação dos usuários VOLUNTÁRIO Colaboradores de Itaquá participam de projeto que visa cuidar do meio ambiente PÁGINA 3 PÁGINA 10 TRABALHO SEGURO Itaim Paulista promove campanha para evitar acidentes no ambiente de trabalho TELEMEDICINA Casos suspeitos de AVC recebem atendimento diferenciado no Cidade Tiradentes INOVAÇÃO Estudos da equipe de Neurocirurgia destaca Santa Marcelina no exterior PÁGINA 18 PÁGINA 5 PÁGINA 22

2 2 EDITORIAL Estamos cada vez mais presentes na vida da população Nesta edição especial, fazemos uma retrospectiva de alguns dos principais eventos e fatos que marcaram a Rede de Saúde Santa Marcelina nos primeiros seis meses deste ano. Entre os destaques, a inauguração do novo Pronto-Socorro do Hospital Santa Marcelina de Itaquera, uma unidade que está fazendo diferença na assistência à saúde da nossa população, em especial da região Leste, que conta com um equipamento moderno, com novas instalações e com uma equipe motivada e qualificada que estará sempre a serviço da saúde. Ainda falando no suporte à vida, parabenizamos o Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba pelos seus 14 anos de assistência à saúde e a Estratégia da Saúde da Família que completou 18 anos no mês abril, com 58 unidades e 259 equipes. Temos a grata satisfação de divulgar a ampliação deste importante serviço à população, após contrato assinado com a Prefeitura de Santa Isabel, localizado na região metropolitana de São Paulo. Os trabalhos já começaram no município, que conta com cerca de 50 mil habitantes. A APS está acompanhando e auxiliando as equipes da ESF e os agentes comunitários de saúde já existentes na cidade. Ainda neste último trimestre, no mês de março, o Contrato de Gestão Cidade Tiradentes/ Guaianases, que faz a cobertura de uma área com, aproximadamente, 494 mil habitantes, completou sete anos de prestação de serviços à comunidade, com 13 unidades básicas de saúde, quatro unidades de Atendimento Médico Ambulatorial, dois Núcleos Integrados de Reabilitação, um Centro de Especialidades Odontológicas, um Núcleo Integrado de Saúde Auditiva, três Unidades com Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar e oito equipes de Núcleo de Apoio à Saúde da Família. São conquistas muito importantes para a Rede de Saúde Santa Marcelina. E por falar em bons resultados, destacamos um estudo sobre Parkinson e outro sobre o processo de empatia à dor humana, apresentados na Suécia, que tiveram uma repercussão muito positiva fora do país, colocando em evidência no exterior o nome Santa Marcelina. Um deles foi premiado com uma honraria máxima, que é motivo de orgulho para todos nós. Não podemos nos esquecer de importantes parcerias firmadas neste período com a BMJ, editora do British Medical Journal, por meio de suas ferramentas educacionais, BMJ Best Practice e BMJ Learning, e com a Johnson&Johnson pela busca da eficiência no Centro Cirúrgico do Hospital Santa Marcelina de Itaquera. Tratamos também nesta edição de um assunto muito especial e importante para todos: a sustentabilidade, e mostramos como nossas unidades estão mais atentas para esta questão durante as atividades em comemoração ao Dia do Meio Ambiente e Ecologia, celebrado em 5 de junho. Esperamos que tenham uma boa leitura! Um cordial abraço, Ir. Rosane Ghedin, Diretora-Presidente DECLARAÇÃO DE ÓBITO Colaboradores e médicos participam de treinamento Colaboração: Dra. Rita de Cássia Rosário Cavalheiro, coordenadora da Clínica Médica Saúde do Adulto A Comissão de Óbito do Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista promoveu no dia 12 de maio, em parceria com o PRO-AIM - Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade, uma capacitação sobre como devem ser preenchidas as declarações de óbito, principalmente o campo causa da morte, item de extrema importância que viabiliza traçar o perfil de mortalidade da população. O treinamento foi dado pela Dra. Maria Rosana Panachão, coordenadora técnica do PRO-AIM, órgão municipal que compila todos os dados referentes à mortalidade, partindo da análise das declarações de óbito, gerando informações estratégicas para a Secretaria de Saúde quanto ao perfil epidemiológico das Instituições. É com base nesses dados que são traçados os planos de ações em Saúde Pública. Aproximadamente 47 pessoas participaram da capacitação, sendo 13 médicos, além dos membros da Comissão de Óbito, formada pela Dra. Rita de Cássia (presidente), Dr. Erton Rivo Bancher, Dr. Frand Moises Jarufe Meza, Dr. Isaac José Felippe Correa Neto, Dr. Wilson José Almeida Junior, Dra. Daniela Vidal Massa, Dra. Ana Elise V. Rocha, Dra. Ana Cristina Silvestre da Cruz, Dra. Karen Tabosa Gropp, Dra. Katia Abude Sousa, Dr. Rafael Davi Botelho, Dr. Paulo Sérgio Monteiro, Dr. Carlos Górios, Dra. Alessandra Massi, Dr. André Maame Cafagne e Dr. Eduardo Lourenço. A Comissão de Óbito contou com o apoio de Renan Spinelli, que na época era analista do Escritório da Qualidade, e da secretária Renata Cristine Bueno dos Santos.

3 3 RECICLAGEM Capacitação para atendimento de vítima de intoxicação é realizada em Itaquera O Hospital Santa Marcelina de Itaquera, em parceria com a Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA), da Supervisão de Vigilância em Saúde (SUVIS) e da Coordenadoria Regional de Saúde Leste (CRSL), promoveu no dia 7 de maio a palestra Abordagem inicial ao paciente intoxicado para capacitar médicos e enfermeiros para o diagnóstico, atendimento e tratamento do paciente vítima de intoxicação. A palestra foi realizada por profissionais do Programa Municipal de Prevenção e Controle das Intoxicações e do Centro de Controle de Intoxicações (CCI), que promoveram o fortalecimento da vigilância das intoxicações. BALANÇO Unidade Hora Certa Itaim Paulista comemora resultados positivos Desde que foi inaugurada, em dezembro do ano passado, a Unidade Hora Certa Itaim Paulista tem conquistado a satisfação dos usuários que passaram em consultas e/ou realizaram pequenas cirurgias no serviço. Com a capacidade de ofertar consultas de especialidades, exames diagnósticos e procedimentos cirúrgicos de pequena e média complexidade, a Unidade Hora Certa Itaim Paulista oferece à comunidade um serviço público regionalizado e articulado. Em nível ambulatorial, faz internações de curta duração que possibilitam realizar todos os procedimentos em um mesmo ambiente, considerando as linhas de cuidado nas morbidades e co-morbidades. Para contribuir na qualidade do serviço, os profissionais da Unidade foram capacitados em vários módulos temáticos (teórico e prático) pela área de Educação Permanente da APS Santa Marcelina, incluindo cuidados de biossegurança, sistematização da assistência em enfermagem, gestão da segurança do paciente e do colaborador, entre outros. Desde a sua inauguração, a UNIDADE HORA CERTA do Itaim Paulista realizou: CIRURGIAS (dermatológicas, urológicas, ortopédicas e geral); EXAMES de apoio diagnóstico (teste ergométrico, holter, MAPA- Monitoramento Ambulatorial da Pressão Arterial, EEG- eletroencefalograma, ultrassom, Doppler, ecocardiograma e radiografias em geral); CONSULTAS clínicas nas especialidades de endocrinologia, dermatologia, ortopedia, cardiologia, neurologia, vascular, reumatologia, pré-natal de alto risco, otorrinolaringologia, urologia e mastologia. Durante 20 anos, tive uma cicatriz de queloide que me deixava envergonhada. Hoje, tenho a oportunidade de me olhar no espelho e me sentir bem, graças à equipe do Dr. Odilon Mangerona e à administração da Unidade Hora Certa do Itaim Paulista, que contam com as atendentes da recepção Daniele Cristine e Ruana Correia, o enfermeiro Diego Santos e as auxiliares que fazem a diferença no atendimento. Sei que o tratamento não acabou, mas estou muito feliz com os resultados. Mais uma vez, obrigada, Dr. Odilon e equipe, espero que todos os pacientes que têm um problema como o meu sejam atendidos por uma equipe como a de vocês. Que Deus abençoe a todos. Viviane Aparecida Bispo, usuária do serviço

4 4 BEM-ESTAR Santa Marcelina participa do Dia do Desafio Treinamento ajuda a entender os indicadores no Itaim Colaboração: Escritório da Qualidade Entre os meses de abril e maio, o Escritório da Qualidade do Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista promoveu um treinamento sobre os indicadores com o objetivo de fortalecer em seus colaboradores a interpretação e a revisão corretas dos dados já trabalhados mensalmente para obterem mais resolutividade aos processos, uma vez que permitem acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, melhorias de qualidade, correção de problemas, A Rede de Saúde Santa Marcelina, em parceria com o SESC, promoveu em 28 de maio mais uma edição do Dia do Desafio. As atividades aconteceram no Hospital Santa Marcelina de Itaquera e nas Unidades de Saúde da APS, com uma extensa programação e a participação de colaboradores e usuários dos serviços. Com o apoio dos profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), as atividades mobilizaram mais de participantes, entre colaboradores, usuários, escolas e associações próximas às Unidades de Saúde. O Dia do Desafio foi criado para estimular todos os anos a prática de hábitos saudáveis com ações diárias de esportes e de exercícios físicos de maneira mais simples, baseada numa competição amigável. Neste ano, a cidade de São Paulo competiu com Curitiba, Paraná. NOVIDADE Cidade Tiradentes ganha novo Laboratório de Patologia Clínica necessidades de mudança, entre outros fatores. O TREINAMENTO FOI DISSEMINADO PARA OS GESTORES E LÍDERES NO SEGUINTE FORMATO: 1. TIPOS DE INDICADORES Estrutura - Recursos físicos, humanos, materiais e financeiros necessários para cumprimento das atividades. Processo - Conjunto de atividades inter-relacionadas, que consomem recursos e produzem bens e serviços. Resultado - Impacto dos resultados atingidos sobre os objetivos finais. 2. INDICADORES ESTRATÉGICOS ALINHADOS AO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E À VISÃO INSTITUCIONAL 3. INDICADORES GERENCIAIS FOCADOS NO PROCESSO EM QUESTÃO 4. O QUE DEVE CONTER UM INDICADOR Nome do indicador Fórmula (maneira de expressão, dependendo do tipo) Tipo (taxa, coeficiente, índice, percentual, número absoluto, fato) Fonte de informação (local de onde será extraída a informação) Método (retrospectivo, prospectivo, transversal) Responsável (pela elaboração) Frequência (número de vezes que será medido em determinado período) Objetivo/meta (motivo, valor, tempo, prazo do item que se quer medir) No dia 20 de abril, o Laboratório de Patologia Clínica, vinculado ao Hospital Santa Marcelina de Itaquera, iniciou suas atividades no Hospital Cidade Tiradentes. A implantação está sendo realizada em fases até que esteja pronta a adequação da área física definitiva para acomodação do setor. Por enquanto, será criada uma unidade provisória para atendimento da demanda interna. Para a estruturação da unidade definitiva, será feita uma reforma do local para adequação ergonômica e instalação de equipamentos de alta tecnologia, com o intuito de modernizar e trazer maior qualidade aos exames realizados no Laboratório de Patologia Clínica. 5. APRESENTAÇÃO DO NOVO FORMULÁRIO DE INDICADORES UTILIZADO PELO HOSPITAL SANTA MARCELINA DO ITAIM PAULISTA 6. COMO REALIZAR A ANÁLISE CRÍTICA E A DESCRIÇÃO DE UM PLANO DE AÇÃO CASO O INDICADOR NÃO ATINJA A META ESTABELECIDA A medição serve como feedback para permitir que pessoas saibam como estão se desempenhando. Desta forma, a medição é um componente importante do processo de motivação.

5 5 CONSCIENTIZAÇÃO CAPS realiza Semana Nacional da Luta Antimanicomial No decorrer de maio, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) na Cidade Tiradentes e Guaianases realizaram diversas atividades no Centro Cultural da Cidade Tiradentes, em prol da Semana Nacional da Luta Antimanicomial, que visa reforçar a reforma psiquiátrica e importantes mudanças no tratamento de pessoas que possuem sofrimentos mentais intensos e persistentes. Por isso, as atividades realizadas nos CAPS envolveram tanto os usuários, quanto a comunidade local e parceiros. Dentre as ações, estavam Amostra de Cinema, com exibição de filmes que abordaram os temas saúde mental e direitos humanos; debates com profissionais da área, comunidade e depoimentos dos usuários do CAPS; passeata pelo território de abrangência das Unidades; show de talentos, entre outros. Além dessas regiões, as equipes em São Miguel e Itaim Paulista também realizaram algumas ações com a comunidade e colaboradores como intervenção teatral, caminhada com cartazes e apresentações relacionadas ao tema. Esses eventos visam reduzir o estigma relacionado à pessoa com transtorno mental e dar maior visibilidade às ações de reabilitação psicossocial e no cuidado aos usuários, declara Paula Massa, gerente do CAPS II Adulto Guaianases. TELEMEDICINA Parceria entre Unidades prevê diagnóstico para AVC Com o objetivo de buscar novas soluções para melhorar a assistência dos pacientes, as diretorias do Hospital Santa Marcelina de Itaquera e do Hospital Cidade Tiradentes encontraram uma maneira diferente para otimizar o diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral (AVC) ao desenvolverem o projeto Telemedicina, que contempla um atendimento multiprofissional das equipes médicas das duas instituições. COMO FUNCIONA Todos os pacientes atendidos no Hospital Cidade Tiradentes com suspeita de AVC são encaminhados para uma sala que conta com sistema de áudio e vídeo conectado a Itaquera, que permite a discussão imediata do caso com a equipe de Neurologia do Hospital. Como um dos principais benefícios no tratamento de AVC é o diagnóstico imediato, a expectativa é que a Telemedicina traga muitos benefícios para a população, principalmente quando estiver em pleno funcionamento. ITAQUERA Missa em Ação de Graças pelo Dia do Assistente Social O Hospital Santa Marcelina realizou no dia 22 de maio uma Missa em Ação de Graças pelo Dia do Assistente Social. A celebração eucarística contou com a participação especial dos assistentes sociais e escriturários que desempenham um papel importante em ações de bem-estar coletivo, acolhimento e saúde para as pessoas que necessitam.

6 6 FESTA JUNINA Cidade Tiradentes e Itaquera promovem Arraiá Itaquera Unidades da APS também realizam festa junina As Unidades Básicas de Saúde Chabilândia, Vila Císper e equipes do NASF em São Miguel também entraram no clima dos arraiás e promoveram uma festa junina para seus usuários. São Miguel Vila Císper Durante o mês de junho, foram realizadas festas juninas em unidades da Rede de Saúde Santa Marcelina. O Hospital Cidade Tiradentes promoveu no dia 6 de junho seu tradicional Arraiá, com muitas comidas e doces típicos. Já no dia 7 de junho, Itaquera realizou o Arraiá Santa Marcelina. O evento se tornou um marco para a história do Hospital porque destina a verba arrecadada para investimentos nos setores da Instituição. Neste ano, o local escolhido para ser beneficiado foi o Pronto-Socorro. Cidade Tiradentes Chabilândia CAPACITAÇÃO Equipe de Triagem Neonatal de Itaquera participa de treinamento Banco de Sangue Santa Marcelina Doe Sangue, Doe Vida! Endereço: Rua Harry Dannemberg, 473, Itaquera Horário: Segunda a Sexta-feira, das 7h às 16h Sábados, das 7h às 12h Telefone: (11) No dia 8 de maio, a Equipe de Triagem Neonatal do Hospital Santa Marcelina de Itaquera, com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e do Desenvolvimento Institucional, realizou mais um evento na FASM Itaquera de Atualização em Triagem Neonatal, que contou com a participação de inúmeros profissionais na área da saúde da região. Foram ministradas aulas com enfoque na normatização da coleta do teste do pezinho e das patologias diagnosticadas, com a participação dos profissionais dedicados e comprometidos da equipe da Triagem Neonatal. Desde 2001, o Hospital é referência no Estado de São Paulo no PTN, na região Leste da cidade, sendo responsável pela detecção de casos suspeitos, confirmação diagnóstica, acompanhamento e tratamento dos casos identificados das seguintes doenças congênitas: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, doenças falciformes e outras hemoglobinopatias, fibrose cística e, mais recentemente, desde novembro de 2013, credenciados para hiperplasia de supra-renal e deficiência de biotinidase.

7 7 SEMANA DA ENFERMAGEM Rede Santa Marcelina volta atenção para o PROFISSIONAL DA ENFERMAGEM, indispensável para assistência à saúde Entre os dias 12 e 20 de maio, a Rede de Saúde Santa Marcelina preparou uma série de atividades para comemorar o Dia Internacional da Enfermagem (12) e prestar uma homenagem para todos os profissionais que assumiram o compromisso de prestar assistência aos enfermos e a quem precisa de cuidados de saúde. As atividades comemorativas começaram no dia 12 com uma Missa em Ação de Graças que reuniu todos os Hospitais e unidades Santa Marcelina na Faculdade Santa Marcelina (FASM), em Itaquera, para a abertura da Semana de Enfermagem, e tiveram continuidade com outros eventos realizados individualmente por cada Instituição. ITAQUÁ ITAQUERA E APS O Hospital Santa Marcelina de Itaquera realizou palestras na FASM para seus colaboradores e das unidades da APS sobre temas ligados à Enfermagem. Como parte das atividades, realizou o tradicional Cine Pipoca, que visa propiciar uma ação diferenciada para o desenvolvimento das habilidades e atitudes positivas dos colaboradores para o atendimento humanizado. No Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba foram realizadas seis sessões de cinema, palestras com os temas Protocolo de Tromboembolismo Venoso, ministrada pela enfermeira Paula Altimari, e Síndrome de Burnout, proferida por Eduardo Amati da DNA Missa em Ação de Graças celebrada pelo padre Carlo Verrechia, e apresentação de dança com a enfermeira Jucileide Martins Gonçalves e a auxiliar de Enfermagem, Sidnei Martins Gonçalves. Ainda dentro da programação de atividades, a auxiliar de Enfermagem, Maurizete Leal dos Santos, e Jane Cleide Bezerra, do Serviço de Higienização e Limpeza, foram homenageadas por terem criado o melhor mascote para o evento. CIDADE TIRADENTES ITAIM Durante a Semana de Enfermagem, o Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista celebrou uma Missa em Ação de Graças para seus colaboradores e exibiu um filme de interação educacional que destacou temas como liderança, trabalho em equipe, satisfação e envolvimento no trabalho. No Hospital Cidade Tiradentes, a programação da Semana de Enfermagem contou com Cine Pipoca, palestra ministrada pela Ir. Carla Rosimeire Félix, com o tema Motivação do Colaborador frente aos Desafios da Profissão, de uma Missa em Ação de Graças e do tão esperado Show de Talentos, evento tradicional do Hospital que dá a oportunidade para os colaboradores apresentarem números musicais, de dança e peças de teatro. Pelo segundo ano, o vencedor foi Augusto da Silva, Jovem Aprendiz, colaborador do setor de Arquivo e Estatística, que fez uma apresentação de Hip Hop.

8 8 PRESENTE Mamães recebem homenagem pelo seu dia Vários eventos marcaram o Dia das Mães nas unidades Santa Marcelina. O Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista surpreendeu suas colaboradoras nos dias 8 e 9, com um café especial organizado no auditório, nos horários da manhã e tarde, com exibição de vídeo com fotos de seus filhos, músicas ao vivo (violeiro) e entrega simbólica de mudas de rosas com mensagens em comemoração ao seu dia. Também foram oferecidas, de maneira voluntária por algumas colaboradoras, limpeza facial, SPA das mãos e pés e exposição de artesanatos com oficina de aprendizagem. Ainda no dia 9, o Hospital Cidade Tiradentes fez um almoço especial para todos os colaboradores. No dia 11, Dia das Mães, a homenagem ficou por conta do Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, que ofereceu café da manhã, almoço e ceia especiais durante o dia todo no refeitório, que foi especialmente decorado pela equipe do Serviço de Nutrição e Dietética e Gestão de Pessoas para aumentar o clima de celebração entre as colaboradoras mamães. IMUNIZAÇÃO Medicina do Trabalho faz campanha contra o HPV e gripe Entre os meses de abril e maio, a Medicina do Trabalho do Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista promoveu duas campanhas de imunização contra HPV e gripe. A primeira ação aconteceu entre 8 e 17 de abril e foi direcionada para as filhas dos colaboradores do Hospital, que foram imunizadas contra o HPV e ainda receberam informações importantes sobre o que é a doença e maneiras de evitá-la. Já a segunda, ocorreu em maio, e foi realizada contra a gripe, conforme o calendário e orientação da Supervisão de Vigilância em Saúde (SUVIS) do Itaim. Vale lembrar que a vacinação diminui até 90% o risco de se contrair a gripe. A imunização começa a fazer efeito 15 dias após a vacinação, atingindo a proteção máxima em até 45 dias, mantendo-se no organismo por mais um ano. Cidade Tiradentes também realiza Campanha Contra Gripe No Hospital Cidade Tiradentes, até o final do mês de maio, 839 colaboradores foram vacinados dentro do Hospital e outros 164 vacinados em outros postos, totalizando 1003 imunizados. Outro dado importante é que neste ano houve uma diminuição significante de reações adversas à vacina, quando foram notificadas apenas 2 ocorrências contra 13 registradas em A campanha aconteceu de 22 de abril a 28 de maio, em parceria com as secretarias estaduais e municipais de São Paulo.

9 9 TROCA DE EXPERIÊNCIAS Profissionais da Rede de Saúde participam de congressos em abril Profissionais da APS estiveram na Conferência Mundial de Saúde Rural Os médicos de Saúde da Família, Aldo Ciancio e Isabella C. B. Ferreira, ambos do programa de Residência de Medicina da Família e Comunidade (MFC) do Hospital Santa Marcelina de Itaquera, participaram da 12ª Conferência Mundial de Saúde Rural da WONCA/ IV Congresso Sul- Brasileiro de MFC, que aconteceu entre os dias 3 e 5 de abril, em Gramado, Rio Grande do Sul. Com o tema Saúde Rural: uma necessidade emergente, o congresso discutiu a realidade da medicina da família em áreas carentes de vários lugares do mundo, promoveu palestrantes nacionais e internacionais, workshops diversificados, apresentação de experiências e pesquisas, bem como visitas a serviços de saúde local, além de uma interessante agenda cultural e social. A participação neste congresso foi de extrema importância, pois além da bagagem de conhecimentos adquirida, é um primeiro passo para os eventos que se seguem. Neste ano, teremos Congresso de MFC na Europa e será outra oportunidade na qual a residente de medicina de família apresentará um trabalho realizado na UBS Inácio Monteiro, comenta Dr. Aldo Ciancio, preceptor da residência de MFC. Em 2016, acontecerá o Congresso Mundial de Medicina de Família, que terá como sede a cidade do Rio de Janeiro e, certamente, contará com diversos profissionais da Rede de Saúde Santa Marcelina. ITAQUAQUECETUBA Enfermeiras participam de Congresso Paulista As enfermeiras Jaqueline Magalhães e Paula Maria Corrêa de Gouveia, do Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, representaram a Instituição com a apresentação de trabalhos científicos no 1º Congresso Paulista do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, que aconteceu entre os dias 23 e 26 de abril, no Palácio das Convenções do Anhembi. Jaqueline Magalhães defendeu o trabalho A aplicação das medidas de segurança do paciente em centro cirúrgico: revisão de literatura e Paula Maria Corrêa de Gouveia, outros três: Retenção de talentos, Avaliação de desempenho e Perfil dos Enfermeiros. As enfermeiras também participaram de discussões de mesa redonda e workshops, realizados com base no tema do congresso: O cuidar ético, responsável e competente da Enfermagem. CORINTHIANS Jogadores visitam crianças que estão em tratamento contra o câncer em Itaquera Motivados pelo período da Páscoa, no dia 16 de abril, mais de 20 jogadores de futsal do SUB-20 do Sport Club Corinthians Paulista visitaram e distribuíram ovos de chocolate às crianças internadas nas unidades pediátricas do Hospital Santa Marcelina. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians Da esq. p/dir.: Maria Inês P. Anderson (Presidente da CIMF), Michael Kidd (Presidente da Wonca), Aldo Ciancio (preceptor) e Isabella C. B. Ferreira (R2 de MFC)

10 10 DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE Atividades lembram a data e reforçam o compromisso da Rede de Saúde com a preservação dos recursos naturais Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), os Hospitais Santa Marcelina de Itaquaquecetuba e Itaim Paulista promoveram a Semana do Meio Ambiente com o objetivo de despertar a consciência de seus colaboradores quanto à necessidade de contribuir com a preservação dos recursos naturais. Em Itaquá, foi realizada palestra sobre Mobilidade Urbana e seus Impactos ao Meio Ambiente e ações Desenvolvidas nas unidades. A mesma foi ministrada pelo gestor ambiental da Atenção Primária à Saúde (APS) Santa Marcelina, Jefferson Rodrigues, um dos responsáveis pelas ações ambientais desenvolvidas na APS. A palestra contou com a participação dos colaboradores, diretores e chefias, somando esforços na busca de uma política ambiental que visa a redução, controle e destinação correta dos nossos resíduos. O evento contou ainda com o lançamento dos programas Selo Socioambiental, Redução e Consumo Consciente da Água e Campanha de Descarte Ecológico (papa-pilhas). Após a palestra, os colaboradores participaram do plantio de uma árvore pau-brasil e um coffeebreak com reaproveitamento de talos de legumes. Posto de descarte de pilhas no Hospital de Itaquá As ações ambientais desenvolvidas no Hospital de Itaquá estão sob a responsabilidade de Adriana Carla S. Batista, gerente administrativa, de Djalma E. Rios, técnico de Segurança do Trabalho/Meio Ambiente e da Comissão Multidisciplinar de Gerenciamento de Resíduos. Já no Itaim Paulista, a data foi lembrada com missa e café da manhã especiais, seguidos de uma apresentação musical, plantio de árvore e exposição de trabalhos manuais com material reciclado para mostrar que nem tudo é lixo e que muitos itens que são descartados podem ser reaproveitados. Santa Marcelina adere ao programa Guardião das Águas A cidade de São Paulo está vivendo o maior período de estiagem da sua história, operando com o reservatório da Cantareira muito abaixo de sua capacidade. Esta situação está forçando a concessionária SABESP a coletar água do chamado volume morto, corpo d água que está abaixo das bombas que enviam a água para o tratamento. Grande parte das Unidades da Rede de Saúde Santa Marcelina é coberta por outro reservatório, o sistema Alto Tietê, que também está com seus níveis abaixo da normalidade, chegando próximo aos 30% de sua capacidade total. Sensibilizada com este panorama, a Rede de Saúde Santa Marcelina aderiu ao programa Guardião das Águas da SABESP. Todos os equipamentos da APS Santa Marcelina, por meio de suas comissões de Meio Ambiente e a Comissão Interinstitucional de Sustentabilidade, que envolve os Hospitais, estão divulgando as ações e colaborando com os setores de Engenharia e Manutenção para identificar possíveis vazamentos. O programa consiste em fazer ações para usar a água de forma racional e contribuir para que este bem tão raro não nos falte. VEJA COMO É SIMPLES PARTICIPAR E SEJA VOCÊ TAMBÉM UM GUARDIÃO DAS ÁGUAS: NO BANHEIRO mantenha a torneira fechada ao escovar os dentes ou se barbear. Não utilize o vaso sanitário como lixeira. Não aperte a descarga mais tempo que o necessário. Tome banhos rápidos. NA COZINHA feche bem a torneira. Limpe bem os restos de comida dos pratos e panelas antes de lavá-los. Mantenha a torneira fechada ao ensaboar a louça. NO QUINTAL OU JARDIM. Ao lavar o carro, use balde. Regue as plantas com um regador ou mangueira com esguicho-revólver. Use a vassoura para varrer a calçada ou quintal. NA LAVANDERIA. Reutilize a água da máquina para lavar o quintal. Ação em Itaquá reforça importância da preservação do meio ambiente ECONOMIZE. Com estas ações, você pode diminuir seu consumo de água. Se conseguir economizar 20% de água, terá um bônus de 30% na conta dado pela concessionária.

11 11 REDUÇÃO DO DESPERDÍCIO Itaquera segue com a Campanha Diga Não ao Desperdício no Restaurante Segundo dados do IBGE, 64% de tudo o que é plantado no Brasil vai para o lixo. Enquanto desperdiçamos de um lado, outros 13,9 milhões de brasileiros passam fome. Ciente desta problemática, o Hospital Santa Marcelina de Itaquera deu início à Campanha Diga Não ao Desperdício no Restaurante que já apresenta resultados positivos com a redução de descarte desnecessário de alimentos no refeitório da Instituição. A iniciativa desta ação é do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital que observou que durante o período do almoço eram jogados fora diariamente 51 quilos de comida, cerca de R$ 9.500,00/mês. Por meio de ações de conscientização e sensibilização dos colaboradores que frequentam o local, a equipe do serviço conseguiu, em 10 semanas de ação, reduzir o desperdício para 25 quilos diários de comida, caindo para R$ 4.389,00/mês. A diferença de custo já está sendo usada em benefício dos próprios colaboradores, que ganharam um desjejum com chá mate e pão francês com margarina. A expectativa da equipe é que a campanha continue surtindo efeito e este número de desperdício reduza ainda mais, até que seja totalmente nulo nas dependências do Hospital. Para tanto, conta com o apoio de todos os colaboradores para servirem apenas a quantidade que irão consumir. ITAQUÁ Serviços de Higienização, Limpeza e Processamento da Roupa reduzem custo e impacto ao meio ambiente ITAQUERA Nova UTI do Pronto-Socorro SUS beneficiará a população Colaboração: Francisco José Barreiros, supervisor de Serviços Gerais O Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba conseguiu tornar mais sustentável e rentável o processo de Higienização, Limpeza e Processamento da Roupa ao trocar o fornecedor dos produtos químicos utilizados para tratamento do piso e limpeza das roupas. Logo no primeiro mês, o Serviço de Higienização e Limpeza do Hospital registrou a redução de 19% de uso dos produtos químicos. Já no Serviço de Processamento da Roupa, os resultados foram ainda melhores: Quanto ao uso da água: redução de 7,1 litros de água por kg/roupa suja processada. Por mês, a economia chega a 677m³ de água/mês e 8.124m³ de água/ano. Média R$ Químico por kg/roupa processada: redução de R$ 0,06 por kg/roupa processada em produtos químicos, o que corresponde a 37% de queda no consumo. Recursos naturais A simples mudança do fornecedor também impactou na redução no tempo dos processos de lavagem e, consequentemente, no consumo de energia elétrica, vapor e aumento na vida útil dos equipamentos, devido à diminuição do desgaste operacional. Também houve melhora na qualidade dos enxovais processados, além de melhoria na assistência técnica dos equipamentos para produtos químicos utilizados nos processamentos das roupas. Trabalho em equipe Esta decisão estratégica foi tomada após as lideranças do Serviço de Higienização, Limpeza e Processamento da Roupa identificarem, em conjunto, a possibilidade de melhoria. O atendimento de urgência e emergência SUS do Hospital Santa Marcelina de Itaquera ganha reforço com o novo espaço que passa a contar com mais nove leitos de UTI, com equipamentos modernos que garantem a qualidade na assistência. A unidade recebeu uma bênção no dia 5 de maio da Pastoral da Instituição, que contou com a presença das diretorias, colaboradores e convidados. Esse espaço novo foi projetado para acolher com mais humanização nossos pacientes. Será utilizado como retaguarda do Pronto-Socorro para beneficiar a população, afirma Irmã Rosane Ghedin, diretora-presidente da Rede de Saúde Santa Marcelina. A medida faz parte do programa SOS Emergências, estratégia do Ministério da Saúde, que visa qualificar e humanizar o atendimento de urgência e emergência do SUS. Por participar do SOS Emergências, o Santa Marcelina está viabilizando reformas, ampliações e compra de equipamentos para o Pronto-Socorro.

12 12 REFERÊNCIA Novo Pronto-Socorro AGORA É REALIDADE Inaugurado no dia 5 de junho, unidade já está atendendo a população Com o objetivo de melhorar o atendimento à população, oferecer mais agilidade, acolhimento e humanização, no dia 5 de junho, o Hospital Santa Marcelina inaugurou o novo Pronto-Socorro, que prestará atendimento nas áreas de urgência e emergência (adulto e pediátrico), clínica médica (adulto e pediátrico), ortopedia, ginecologia, obstetrícia e psiquiatria. Descerramento da placa inaugural do novo Pronto-Socorro contou com a participação de diretores e autoridades A unidade fica em um prédio de 2,5 mil metros quadrados, divididos em três pavimentos - subsolo, térreo e superior. No térreo está a recepção, o serviço de higienização, a sala de emergência, duas salas de gesso, quatro consultórios de ortopedia, quatro consultórios de pediatria, uma sala de sutura, uma sala de medicação, uma ala de observação pediátrica composta por nove leitos, um isolamento pediátrico, uma sala de raios-x e uma sala de tomografia. Já no piso superior, há uma ala de observação adulta com sete leitos femininos e sete leitos masculinos, dois isolamentos masculinos, dois isolamentos femininos, duas salas de medicação, uma sala de nebulização adulta e seis consultórios clínicos. O subsolo reúne a farmácia, os vestiários, as áreas de conforto das equipes médica e de enfermagem, o arquivo, a copa, o refeitório, o Fachada do novo PS que terá capacidade para atendimento de até 15 mil pessoas/mês abrigo de resíduos (infectante, químico, comum principais referências para atendimento a e reciclável), o gerador e o compressor. emergências, afirma o secretário de Estado da Saúde, David Uip. A expectativa de atendimento do novo Pronto- Socorro é de 12 a 15 mil pessoas/mês. A Para a Irmã Rosane Ghedin, diretora-presidente empresa responsável pelo projeto e construção da Rede de Saúde Santa Marcelina, esta da unidade é a R&Sá Gerenciamento, parceria é muito importante porque permite Construções e Participações Ltda. que o Estado acompanhe mais diretamente as necessidades da Instituição. Todos esses investimentos vêm para fortalecer uma unidade hospitalar fundamental para Confira a galeria de fotos da inauguração a região da zona Leste, que será uma das deste importante equipamento de saúde.

13 13

14 14 CONTROLE DE PERMANÊNCIA Método Kanban é implantado no Pronto-Socorro de Itaquá e já apresenta bons resultados Colaboração Lilian Souza Nunes, supervisora do Pronto-Socorro Desde que foi implantado no Pronto-Socorro do Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, o Método Kanban já tem colaborado para melhorias na unidade. Os resultados positivos vão desde o processo de gerenciamento de leitos para o direcionamento das vagas nas unidades de internações até as formalizações de dados estratégicos que auxiliam no mapeamento do setor, para que sejam minimizados os problemas e potencializado o atendimento à população. O processo de implantação do Kanban começou em março deste ano com a capacitação dos enfermeiros no preenchimento de senso diário em planilha de Excel. Posteriormente, foi realizada a sensibilização das equipes sobre a importância da identificação dos leitos e os objetivos da implantação desse método no setor, que tem a finalidade de controlar o tempo de permanência de cada paciente na unidade. O Kanban ainda possibilita medir, avaliar e gerenciar o tempo em que o paciente encontrase no Pronto-Socorro e os motivos que elevam a sua permanência, gerando grande impacto na rotina e no atendimento da unidade. RETROSPECTIVA APS realiza formatura de residentes No mês de março, a APS Santa Marcelina realizou a Formatura da Residência Multiprofissional Saúde da Família (RMSF), 2012 a 2014, no Auditório São José - FASM Itaquera, com a presença de familiares e amigos dos formandos. Durante a cerimônia, os formandos de oito categorias profissionais apresentaram os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), expondo assuntos relevantes para a melhoria do serviço e discussão de como enfrentar determinados desafios em saúde, acompanhados durante formação. No período da residência, os residentes multiprofissionais foram alocados em diferentes Unidades com Estratégia de Saúde da Família (UBS Pq. Santa Rita, UBS Silva Teles e UBS Jd. Soares), acompanhados por uma equipe de preceptores, composta por agente comunitário, auxiliar de enfermagem, enfermeiro, dentista e médico. Além disso, foram orientados pelos tutores (específicos por categoria) nos encontros já programados, concluindo este período com o TCC. O evento foi extremamente rico porque pode celebrar todos os momentos vividos nestes dois anos de formação, foi um momento de grande aprendizado e compartilhamento de experiências, vivências e emoções, frisa Fernanda Rocco, coordenadora da RMSF Santa Marcelina. SAIBA MAIS: A Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF) faz parte da política de indução da formação de profissionais da saúde e é orientada pelos princípios e diretrizes do SUS que, nos termos da lei (Brasil. Constituição, 1988) é responsável por ordenar a formação de recursos humanos na área de saúde. Na Atenção Primária à Saude (APS), a residência multiprofissional é viabilizada por meio de uma parceria entre o Hospital Santa Marcelina de Itaquera e a Faculdade Santa Marcelina (FASM) Itaquera - com Ministério da Saúde e o Ministério da Educação, formando uma coordenação das Residências, composta pelo colegiado interinstitucional representado também pela Coordenadoria Regional de Saúde Leste (CRS Leste). Esse colegiado, permanente nos espaços de COREMU (Comissão de Residência Multiprofissional), permite o trabalho de maior integração entre o ensino e o serviço, alinhando as necessidades e expectativas das diferentes instâncias. O Hospital Santa Marcelina de Itaquera foi responsável pela implementação de 7 turmas de Residência Multiprofissional, com suas respectivas vagas: (Residência em Enfermagem e Medicina - 20 vagas); (Residência em Enfermagem e Medicina- formados - 3 médicos e 14 enfermeiros); (9 categorias profissionais - 81 vagas formados 67); (9 categorias profissionais - 75 vagas formados 55); (9 categorias profissionais - 32 vagas formados 25); (9 categorias profissionais - 12 vagas formados 11); (9 categorias profissionais - 12 vagas formados 10), totalizando 185 residentes formados até hoje. Considerando que o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família é desenvolvido pela Instituição há 13 anos, há que se destacar a importância no desenvolvimento desta nova estratégia no cenário da atenção básica, evidenciando o seu impacto político e social, com lideranças emergentes que têm desenvolvido suas atividades nas diferentes regiões do país, com um compromisso firmado na qualidade e competência, preservando as conquistas já realizadas e ampliando as oportunidades e a articulação multiprofissional. Neste ano, a Instituição finalizou o processo seletivo da nova turma de Residência Multiprofissional em Saúde da Família biênio , com mais 12 vagas para profissionais de 9 categorias distintas, que já iniciaram sua formação nas Unidades da APS. Residente realizando atividade no território Além das Residências Multiprofissionais, a Instituição ainda desenvolve as Residências Médicas, o Internato, o Estágio, Aprimoramento e, em 2012, iniciou a Graduação em Medicina na FASM-Itaquera.

15 15 RETROSPECTIVA É sempre tempo de renovar a nossa fé Nesta edição do Conexão Santa Marcelina, relembramos as comemorações da Páscoa, um momento importante para a Igreja Cristã, por celebrar a Ressurreição de Jesus Cristo. Cada unidade da Rede de Saúde Santa Marcelina preparou uma atividade diferenciada e reservou este espaço para deixar uma mensagem especial. O Senhor ressuscitou! Aleluia! Essa exclamação e afirmação de um fato de fé para o cristão é o ápice da sua vida. Ao longo dos séculos, a Igreja, que é a assembleia dos redimidos, recorda e exulta o coração a passagem da Páscoa. Jesus Cristo permite ao crente a certeza da vida e não do pecado e da morte. Viver em Cristo é viver ressuscitado. Ser batizado é experimentar desde já a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte. Diante da dor, da Esperança do Cristo Ressuscitado. Diante do sofrimento, a certeza que Ele nos consola. Diante do pecado, o poder da misericórdia do perdão do Pai em Jesus. O senhor não está morto, vive eternamente! Aleluia!!! Padre Walison de Jesus Vieira, capelão do Hospital Cidade Tiradentes. É a grande festa do cristão, pois, na ressurreição de Cristo está a certeza da nossa também. A palavra Páscoa, que significa passagem da morte para a vida, vem do hebraico: Pessach! Viver a Páscoa do Senhor é promover a vida e a solidariedade para com o nosso próximo, como nos ensinou o próprio Cristo transformando as situações da morte para a vida. Por isso, os voluntários desta Instituição, como gesto concreto de gratidão ao Deus da vida, irão comemorar esse dia com as crianças internadas e levarão no rosto o sorriso que se traduz em esperança para aqueles que sofrem. Voluntários que, com suas fantasias de palhaços e coelho da Páscoa, música, brincadeiras e ovos de chocolate, fazem a diferença na vida de cada pessoa que cruzarem Neste tempo tão importante de jejum, oração e caridade, elevemos nossos pensamentos e coração para o verdadeiro sentido da Páscoa, momento para enxergar quem precisa de ajuda e praticar a ressurreição, não só na própria vida, mas também levar na vida daqueles que tanto necessitam. Que nesta Páscoa, você possa ter um encontro com o mestre Jesus, que morreu e ressuscitou para mostrar ao mundo o verdadeiro sentido da vida, nos conduzindo a um caminho de muita luz, renovação e libertação. Que Deus nos abençoe. Mensagem da Equipe do Carisma Marcelino na APS. Missas especiais também lembram a data Durante o período de Páscoa, os Hospitais da Rede de Saúde e unidades da APS realizaram cerimônias religiosas para celebrar a ressurreição de Jesus Cristo. No dia 17 de abril, o Hospital Cidade Tiradentes realizou a missa de Lava Pés, quando foi relembrada a Santa Ceia, onde Jesus lavou os pés dos 12 discípulos em sinal de humildade e também instituiu a Eucaristia Corpo e Sangue de Cristo. pelos corredores. Que Deus abençoe a todos por esse belo trabalho! Mensagem da Pastoral da Saúde do Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba. Brindar a Páscoa é celebrar nossa vida em Cristo: passagem das trevas para luz, do pecado para graça, da morte para vida, enfim: da escravidão para a liberdade. Mensagem da Pastoral do Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista. Temos a alegria de, neste dia, celebrar o evento mais importante de toda a história e de todos os tempos: a Ressurreição de Jesus Nosso Senhor. Na Páscoa, desde os tempos de Moisés, celebramos a libertação. Antes de Cristo, era celebrada a passagem da escravidão do Egito para a liberdade e a caminhada do povo de Deus para a terra prometida. Jesus veio nos dar uma nova e eterna aliança: a passagem do pecado para a graça, da morte espiritual para a vida da graça com Deus. Longe de Deus, o mundo e a pessoa desmantelam ingloriamente. De costas para o Evangelho, a humanidade se afoga no pântano sombrio da angústia, do tédio e da solidão. Jesus, ao morrer na cruz, nos garantiu a salvação e nos fez novas criaturas. Ao ressuscitar, deu-nos uma vida nova, plena e eterna, algo que não podemos compreender, a não ser pela fé que nos é dada pelo próprio Deus. Viver com fé e esperança significa reiniciar cada dia, com entusiasmo, criatividade, determinação, sorrindo com alegria, perseverança e profunda gratidão. Desta forma, somos convidados, cada um de nós, a fazer esta passagem: passar das trevas para a luz da vida nova de Cristo; do nosso egoísmo, para o amor partilhado; dos erros que nos dividem, para as virtudes que nos unem; do desejo de possuir sempre mais, para o desapego e para a fraternidade; da mentira para a verdade libertadora. Alegria! Jesus ressuscitou verdadeiramente. Mensagem da Pastoral do Hospital Santa Marcelina de Itaquera. Autoria: Irmã Rosália Líbera Giaretton

16 16 RETROSPECTIVA ESF Santa Marcelina relembra história No dia 15 de abril, o Santa Marcelina celebrou os seus 18 anos de pioneirismo na implantação da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no município de São Paulo. Em 1996, foram implantadas 27 equipes por meio do Projeto Qualis, na época, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde. Com foco na prevenção de doenças e promoção de saúde das famílias, o projeto teve uma boa adesão da população, tornando-se um sucesso. Em 2001, a região Leste já contava com 28 Unidades de Saúde e 96 equipes, que tinham em seus cadastros mais de 300 mil habitantes. Devido às mudanças de gestão no município de São Paulo, o Santa Marcelina passa a ser parceiro da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/SP), fortalecendo o Programa Saúde da Família (PSF). Nestes 18 anos de gestão, o Santa Marcelina soma 58 Unidades e 259 equipes divididas em 7 subprefeituras, assistindo aproximadamente mais de 265 mil famílias cadastradas, o que significa quase 900 mil pessoas acompanhadas. E para ampliar a atenção às famílias, as equipes de ESF contam ainda com o Núcleo de Apoio à Saude da Família (NASF), equipes multidisciplinares presentes em cada unidade. Ao longo dos anos, o Santa Marcelina ampliou sua responsabilidade frente à parceria com o governo municipal ao realizar o gerenciamento de outras modalidades: Atendimento Médico Ambulatorial (AMA), UBS sem Estratégia de Saúde da Família, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Núcleo Integral de Reabilitação (NIR), Núcleo Integral de Saude Auditiva (NISA), Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Unidade Hora Certa, Pronto Atendimento (PA) e Pronto-Socorro (PS), somando 113 serviços e mais de 6 mil colaboradores. Recentemente, o Santa Marcelina foi incluído no livro dos 20 anos de Saúde da Família no Brasil, como pioneiro no município de SP e importante parceiro na implantação e desenvolvimento da ESF no Brasil. População participa de ações educativas na unidade Grupo do Bebê - UBS Jd. Indaiá Visita domiciliar Ação da equipe NASF no território RETROSPECTIVA Contrato de gestão Cidade Tiradentes/Guaianases celebra sete anos Melhoria na infraestrutura Unidades promovem ações sociais Unidades promovem artesanato com a comunidade No mês de março, o contrato Cidade Tiradentes/ Guaianases completou sete anos de gestão Santa Marcelina. A parceria de sucesso entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital Santa Marcelina possibilitou resultados positivos nos principais indicadores de saúde destas regiões, que, atualmente, contam com uma população estimada de 494 mil habitantes. O contrato de gestão Cidade Tiradentes/ Guaianases ocorreu através de uma licitação no final do ano de 2006, sendo firmado em março de 2007, contemplando a entidade, repasse de recursos e bens necessários, com a finalidade de garantir a execução e qualificação das atividades. Durante esses anos, a Instituição buscou avançar e potencializar as suas ações na região, sempre com foco no cuidado integral da população e o trabalho em rede com os diferentes serviços de saúde, em especial o Hospital Cidade Tiradentes, além de ofertar uma linha de cuidado com o envolvimento mais intensivo das equipes de Estratégia de Saúde da Família, a fim de oferecer às comunidades assistidas, excelência nos serviços de saúde da região. CONHEÇA OS SERVIÇOS QUE FAZEM PARTE DO CONTRATO DE GESTÃO: Unidade Básica de Saúde (UBS) 15 - UBS com Programa Saúde da Família (UBS com PSF) 04 - Atendimento Médico Ambulatorial (AMA) Unidade Básica de Saúde (UBS) 15 - UBS com Programa Saúde da Família (UBS com PSF) 04 - Atendimento Médico Ambulatorial (AMA) 02 - Núcleo Integrado de Reabilitação (NIR) 01 - Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) 01 - Núcleo Integrado de Saúde Auditiva (NISA) 03 - Unidades com Equipe Multidisciplinar de Atenção Domiciliar (EMAD) 08 - Equipes de Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)

17 17 APAGANDO AS LUZES Rede Santa Marcelina participa da Hora do Planeta Pelo terceiro ano, a Rede de Saúde Santa Marcelina participou da Hora do Planeta, um evento mundial que estimula as pessoas a apagarem as luzes em um ato simbólico contra o aquecimento global. A atividade aconteceu no dia 29 de março e também contou com um passeio ciclístico pela Ciclovia Caminho Verde, que atraiu milhares de pessoas. CIDADE TIRADENTES Mudanças na metodologia da Auditoria Clínica trazem benefícios para Hospital A Auditoria Clínica é o processo de rastreabilidade assistencial utilizado para comparar as práticas atuais com as evidências de boas práticas reconhecidas nacionalmente e internacionalmente. Esta ferramenta é altamente eficaz no fornecimento de evidências sobre a qualidade do atendimento prestado ao paciente e respaldo legal da instituição, pois são utilizados os registros do prontuário do paciente como base na avaliação. Este método não deve ser confundido com a Auditoria de Prontuários, pois o seu foco principal é a avaliação qualitativa dos registros em prontuário e continuidade da assistência prestada. Em fevereiro, o Hospital Cidade Tiradentes reformulou o método de realização da Auditoria Clínica, buscando a melhoria de seus processos. Confira abaixo a nova metodologia do trabalho: A reunião é realizada mensalmente; As auditorias estão sendo realizadas com foco em protocolos de SEPSE abertos durante o mês anterior; Reformulação da comissão com a participação de mais médicos e enfermeiros, ficando com a seguinte composição: nove médicos, quatro enfermeiros, dois farmacêuticos, dois administradores e uma nutricionista; Definição de subgrupos com três membros para a realização de uma análise prévia do prontuário com o protocolo de SEPSE. Esta avaliação é discutida e validada na reunião com toda a comissão; Elaboração de relatório com as oportunidades de melhoria e encaminhado ao gestor da área correspondente para as devidas providências; Neste momento, estamos estudando um método para que as oportunidades de melhoria identificadas cheguem aos principais profissionais envolvidos na assistência, como forma de educação continuada e melhoria contínua dos processos de trabalho. HUMANIZAÇÃO APS Santa Marcelina fortalece a Política Nacional de Humanização - PNH Iniciada em 2003, a Política Nacional de Humanização (PNH) está sendo potencializada na Rede de Saúde Santa Marcelina, em especial na Atenção Primária à Saúde (APS), desde 2010, por meio do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH). A PNH vem sendo discutida nas ações de gestão e assistência, onde são realizadas reuniões com os diversos GTH presentes nos equipamentos da Rede de Saúde. Com o intuito de evidenciar a PNH, diversas ações de humanização são desenvolvidas pelas equipes da APS, conforme sua realidade local. O GTH da APS tem o papel de discutir estratégias à luz da PNH, para ajudar a desenvolver estas ações, fortalecendo as equipes na assistência e buscando oferecer para a população serviços com qualidade, que já é um diferencial da Instituição. Além disso, o GTH da APS é formado por colaboradores de diversas áreas estratégicas que buscam facilitar as discussões e potencializar as ações já realizadas. Programa de Voluntariado e brinquedoteca no PA/PS Julio Tupy GTH-PA Atualpa Girão

18 18 Parceria com BMJ capacita profissionais e estudantes das áreas da saúde O Hospital Santa Marcelina de Itaquera iniciou uma parceria com a BMJ, editora do British Medical Journal, por meio de suas ferramentas educacionais, BMJ Best Practice e BMJ Learning. Ambas são oferecidas pelo portal Saúde Baseada em Evidência, uma cortesia do Ministério da Saúde para promoção da qualidade da assistência e educação do profissional da saúde. O conteúdo destas ferramentas abrange mais de 70 especialidades e atende às mais diversas necessidades médicas, ambulatoriais, emergências, entre outras, e é voltada para todos que querem aprimorar o seu conhecimento desde a fase do diagnóstico até o tratamento. Um diferencial desta proposta é a ampliação da oferta dos serviços aos acadêmicos dos cursos na área da saúde, assim como o download gratuito do App BMJ Best Practice no itunes e Google Store para uso em smartphones e tablets. O acesso ao BMJ Best Practice e ao BMJ Learning será disponibilizado após cadastro no site do Ministério da Saúde (para profissionais de saúde com registro nos conselhos de classe), ou na biblioteca do Hospital para os demais profissionais e acadêmicos. Para o cadastramento pelo portal Saúde Baseada em Evidências do Ministério da Saúde, acesse a url periodicos.saude.gov.br e siga o passoa-passo, clicando em Acesse aqui os periódicos. O BMJ Best Practice é uma ferramenta de auxílio rápido à tomada de decisão clínica oferecida pelo BMJ Evidence Centre e apresenta mais de mil monografias, incluindo prevenção, diagnóstico, tratamento e prognóstico. O BMJ Learning é uma ferramenta que deve ser utilizada para a educação médica continuada. Apresenta 500 módulos de aprendizagem, credenciados e revisados por pares, para todos os profissionais de saúde e estudantes, com uma variedade de formatos (texto, vídeo e áudio). Todo o conteúdo do BMJ Best Practice está sendo traduzido para o português e 352 módulos e 20 vídeos do BMJ Learning também estarão disponíveis em português até o final de Confira o conteúdo já disponibilizado em português. RETROSPECTIVA Campanha no Itaim visa eliminar acidentes de trabalho, incentivando cuidados com a saúde Por Leandro Oliveira, engenheiro de Segurança do Trabalho Com base nas estatísticas de acidentes de trabalho de 2013, o Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista realizou no período de 19 a 31 de março a Campanha Institucional de Prevenção de Acidentes e Cuidados com a Saúde. A ideia da ação foi promover uma reflexão e melhorias no ambiente de trabalho, com o objetivo de prevenir acidentes, orientar e incentivar para o descarte adequado de resíduos. Para tanto, durante a campanha, foram destacados os principais riscos hospitalares e acidentes envolvendo material biológico, além, é claro, os malefícios do cigarro, pois a iniciativa também preza pelo bem-estar e qualidade de vida dos colaboradores. A campanha foi realizada por membros da CIPA, que se dirigiram aos setores/áreas do Hospital, reunindo a equipe multiprofissional que se encontrava naquele momento para receberem orientações sobre a prevenção de acidentes e cuidados com a saúde. Mais de 900 mulheres são atendidas em campanha sobre o câncer de mama O Hospital Santa Marcelina de Itaquera realizou no dia 22 de março a 7ª Campanha de Prevenção do Câncer de Mama, em parceria com o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Zona Leste, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. A ação ocorre todos os anos para ressaltar a importância da saúde da mulher e a prevenção de doenças. Cerca de 900 mulheres receberam orientações nutricionais e fizeram atividades de fisioterapia, além da avaliação médica em consulta e encaminhamento para exame de mamografia, de acordo com a necessidade, tudo gratuitamente. Profissionais do Santa Marcelina de Itaquá passam por reciclagem O Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba realizou entre os dias 17 e 21 de março o curso de Aperfeiçoamento Profissional Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade NR 10. A reciclagem foi feita pelo Senai de Suzano e visou estabelecer requisitos e condições mínimas para a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, interajam em instalações elétricas e serviços com eletricidade. O Hospital acredita que manter atualizados os treinamentos na área de segurança em eletricidade para seus colaboradores é uma medida cautelar extremamente positiva, pois na qualidade de realização do trabalho, ninguém mais do que esses profissionais para conhecer os riscos e as medidas de proteção necessárias para o seu dia a dia. DESCARTE CONSCIENTE, EVITE ACIDENTES Implicações por acidente com descarte incorreto: - Risco de infecções - Impacto emocional - Custos médicos - Aspectos legais

19 19 ATENDIMENTO OFTALMOLÓGICO AME participa do programa Visão do Futuro O Hospital Santa Marcelina de Itaquera e o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Zona Leste, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, participaram até o mês de agosto do mutirão para atendimento oftalmológico de alunos da rede pública de ensino da Capital. A atividade que faz parte do programa Visão do Futuro é focada na prevenção e recuperação da saúde ocular em crianças de 6 a 8 anos, matriculadas na 1ª série do ensino fundamental, das escolas públicas do município de São Paulo, previamente submetidas à medida de acuidade visual. No ano passado, aproximadamente 32 mil crianças já foram encaminhadas para atendimentos em um dos mutirões realizados, com a prescrição e confecção de quase 6,5 mil óculos. Além disso, cerca de mil alunos continuaram o tratamento oftalmológico em unidade ambulatorial. Vale ressaltar que a ação é uma parceria entre a Secretaria de Saúde, Secretaria de Educação, Hospital Santa Marcelina de Itaquera e o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo. MAIS UMA CONQUISTA Santa Marcelina atua agora no município de Santa Isabel Desde novembro do ano passado, o Santa Marcelina, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Isabel, passou a gerenciar as Unidades com Estratégia de Saúde da Família (ESF) e o Programa Agente Comunitário de Saúde (PACS), após vencer a licitação, do contrato de gestão da Organização Social, que leva o mesmo nome do município. Santa Isabel possui uma população de 50 mil habitantes e, atualmente, conta com 6 Unidades de ESF, 2 Unidades de PACS, um total de 7 equipes que já estão sendo acompanhadas por uma equipe de coordenação, que realiza a gestão da assistência em saúde, contratação, realocação, capacitação e gestão de colaboradores para atuarem na área. Temos muito a fazer, mas estamos formando um bom alicerce, os frutos virão em breve. O Santa Marcelina não está aqui por ser uma entidade religiosa, mas sim porque tem capacidade, experiência e competência para nos ajudar nesta área, ressaltou o prefeito Gabriel Bina, em um encontro de apresentação dos colaboradores e gestores. Por ter uma vasta experiência na implantação de equipes de ESF, o Santa Marcelina tem o objetivo de garantir que as ações realizadas nas Unidades sejam desenvolvidas e qualificadas conforme a realidade da população local, além de potencializar as ações existentes, ampliando sua missão em saúde na oferta de assistência integral, contínua e de qualidade, garantindo que os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) sejam efetivados. RETROSPECTIVA Itaquá comemora seu 14º ano de prestação de serviços à comunidade No dia 24 de março, o Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba comemorou mais um ano de assistência à saúde para a comunidade. Na missa comemorativa havia aproximadamente 120 pessoas, entre elas, as Irmãs Rosane Ghedin, Monique Bourget, Josefina Raineri, Carla Rosimeire Felix, Égide Oss e representantes das outras unidades da Rede de Saúde Santa Marcelina, do Conselho Administrativo, da comunidade e colaboradores do Hospital. Neste dia, foram celebrados também os 90 anos de aparição da Nossa Senhora do Divino Pranto à Irmã Marcelina Elizabeth Redaelli. O Dr. Alexander Rolim, diretor técnico do Hospital, levou a imagem da santa para o altar e os demais colaboradores representaram os diversos setores da Instituição e levaram uma rosa em oferta para a Nossa Senhora. Ainda um adolescente, o Hospital se comporta como um adulto frente aos desafios em prestar um serviço de saúde com qualidade à comunidade, além de proporcionar uma integração de profissionais capaz de demonstrar que 14 anos atuando permitiram que seus valores fossem fortalecidos, que sua missão fosse respeitada e que estivesse sempre de portas abertas para assistir a população que tanto necessita de seus serviços. Parabéns Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba.

20 20 RETROSPECTIVA Novos membros da CIPA assumem cargos No dia 26 de março, o Hospital Cidade Tiradentes empossou os novos membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) para a gestão 2014/2015. Vale lembrar que os eleitos foram escolhidos tanto pela diretoria, quanto pelos colaboradores, e têm a missão de serem os facilitadores das ações de segurança do trabalho, evitando a ocorrência de acidentes, zelando pelo bem-estar e qualidade de vida dentro da Instituição. REPRESENTANTES DO EMPREGADOR Nome Maria Claudia Martins de Oliveira Carla Roman Lima Campelli Flavia Maria Dias Ana Paula Miranda Barreto Eduardo Gomes da Silva Neto Helio Soares Teixeira Karen Pereira de Carvalho Passos Edmilson da Silva Ramos Luana Silva Sanches Aparecida Maria de Lima Maria das Graças Veras da Silva Patrícia Meirelles de A. Franco Elias de Araujo Agostinho Alves Márcia Regina H. C. Santos Setor Clínica Médica C.M.E. Saúde Mental Gerenciamento de Leitos T.I. Clínica Cirúrgica Assessoria ADM Almoxarifado Manutenção SAME Gestão de Pessoas Faturamento SCIH Cirurgias Eletivas SND REPRESENTANTES DOS EMPREGADOS TITULARES SUPLENTES Nome Luiz Gustavo Roque João Paulo de Jesus Gomes Jorge Pereira da Silva Polyana Coelho Ribeiro Cerejo Luiz Carlos Pereira dos Santos Welbe Atanasio de Souza Marcio Rodrigo Soares de Carvalho Sandra Gomes dos Santos Natalia Coutinho da Costa Dias Alexandre Borges Ricardo Conceição A. Martins Reginaldo Vicente da Silva Renato Magno Pereira Valter Barbosa Lucilene Marques dos Santos Setor Segurança Patrimonial Centro Cirúrgico Melhor em Casa SESMT Hotelaria/Higienização Engenharia Clínica Segurança Patrimonial Melhor em Casa SCIH Manutenção Diagnóstico por Imagem Sala de Gesso Atendimento Agência Transfusional Sala de Emergência Enfermagem do Itaim faz treinamento da NR 32 Por Leandro Oliveira, engenheiro de Segurança do Trabalho Nos meses de janeiro e fevereiro, todos os colaboradores da área assistencial (técnicos e auxiliares de Enfermagem) do Hospital Santa Marcelina do Itaim Paulista participaram do treinamento de atualização sobre riscos e prevenção de acidentes previstos na NR 32 e a revisão do Time de Cuidados ao Acidentado, que age diretamente em ocorrências envolvendo material biológico. Sempre preocupado com a prevenção e redução de acidentes, o Hospital já havia dado início a este treinamento em dezembro do ano passado, quando conseguiu atingir 100% dos enfermeiros da Instituição, que receberam material informativo para divulgação, o que refletiu positivamente no treinamento dos técnicos e auxiliares de Enfermagem. CAPACITAÇÃO Itaquá cria programa de Agente Ambiental Voluntário Com o crescente desenvolvimento do país e do mundo, o aumento da produção industrial gera resíduos cada vez em maior número. Embalagens de papel, papelão, plástico, garrafas PET, vidros, produtos descartáveis e materiais mais variados tornam-se resíduos pós-consumo e precisam ser destinados. Por outro lado, tornam-se cada vez mais urgentes ações de conservação da natureza para que tais resíduos não se tornem contaminantes ambientais, colocando em risco o ecossistema. É neste cenário de sustentabilidade, visando o desenvolvimento com respeito ao meio ambiente, que atuará o Agente Ambiental. Pensando nisto, o Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba criou o programa de Agente Ambiental Voluntário, colaboradores que aderiram ao projeto visando contribuir nas questões ambientais, colaborando na educação e redução dos resíduos gerados. Os agentes ambientais têm por objetivo: Apoiar e participar dos programas ambientais criados pela Instituição; Fiscalizar, acompanhar e facilitar o descarte correto dos resíduos; Abrir notificação quando o descarte for incorreto; Abrir solicitação de manutenção ao se deparar com vazamento de água; Colaborar com o Hospital na implantação do Selo Socioambiental. A capacitação dos agentes ambientais ocorreu no mês de fevereiro, com a participação de 34 colaboradores da Instituição e foi realizada pelo técnico de Segurança do Trabalho e gestor ambiental, Djalma Ezequiel Rios.

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP:

EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA ATENÇÃO FARMACÊUTICA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP: APS SANTA MARCELINA INTRODUÇÃO EXPERIÊNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA NO SUS APS SANTA MARCELINA / SP: UM PROCESSO EM CONSTRUÇÃO Parceria com a Prefeitura de São Paulo no desenvolvimento de ações e serviços voltados

Leia mais

OSS SANTA MARCELINA HOSPITAL CIDADE TIRADENTES

OSS SANTA MARCELINA HOSPITAL CIDADE TIRADENTES OSS SANTA MARCELINA HOSPITAL CIDADE TIRADENTES CASE DE SUCESSO: 5S COMO FERRAMENTA DE CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL PARA AS EQUIPES DO HOSPITAL CIDADE TIRADENTES Responsável pela Instituição: Renata Souza

Leia mais

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas 1. APRESENTAÇÃO e JUSTIFICATIVA: O consumo de crack vem aumentando nas grandes metrópoles, constituindo hoje um problema

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões:

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões: SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: o Pronto Socorro Adulto de Taubaté teve seu funcionamento aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual. O documento

Leia mais

SAÚDE. Coordenador: Liliane Espinosa de Mello

SAÚDE. Coordenador: Liliane Espinosa de Mello Coordenador: Liliane Espinosa de Mello SAÚDE Visão: Que Santa Maria seja o principal Polo na Área de Saúde do interior do Rio Grande do Sul, contribuindo para a melhor qualidade de vida da população da

Leia mais

Selo Hospital Amigo do Idoso. Centro de Referência do Idoso

Selo Hospital Amigo do Idoso. Centro de Referência do Idoso SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO COORDENADORIA DE REGIÕES DE SAÚDE CRS Política de Saúde para o Idoso no Estado de São Paulo Selo Hospital Amigo do Idoso Centro de Referência do Idoso Resolução

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

Sumário. Análise de Indicadores de Produção... 7. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11

Sumário. Análise de Indicadores de Produção... 7. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11 Sumário Análise de Indicadores de Produção... 7 Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11 Análise dos Indicadores Déficit de Médicos... 17 Relatório Trimestral - Serviço de Atendimento

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03. 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20

Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03. 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20 Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03 2. INDICADORES DE PRODUÇÃO PSF 0...08 3. INDICADORES DE PRODUÇÃO ODONTO... 18 4. REFORMAS... 19 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20 6. INDICADORES DE QUALIDADE... 23

Leia mais

"Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES

Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade? Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES "Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES AGENDA Programação do Evento - Histórico do Centro Integrado de Atenção a

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA Quando da apresentação de protocolos, manual de normas e rotinas, procedimento operacional padrão (POP) e/ou outros documentos,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE SAÚDE - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS"

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE SAÚDE - A SANTA MARIA QUE QUEREMOS 1 - Apoiar a construção coletiva e implementação do Plano Realizar a Conferência com uma ampla participação da comunidade Sugerir propostas não contempladas na proposta do Plano Conferência Municipal de

Leia mais

CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE

CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE CARTA DE SÃO PAULO 5º CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS E A SEGURANÇA DO PACIENTE A realização do I Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO A Secretaria Municipal da Saúde, gestora do Sistema Único de Saúde no Município, é responsável pela formulação e implantação de políticas, programas e projetos

Leia mais

a) Situação-problema e/ou demanda inicial que motivou e/ou requereu o desenvolvimento desta iniciativa;

a) Situação-problema e/ou demanda inicial que motivou e/ou requereu o desenvolvimento desta iniciativa; TÍTULO DA PRÁTICA: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS CASOS DE TUBERCULOSE DO DISTRITO SANITÁRIO CENTRO 2011: apresentação regular dos dados de tuberculose as unidades do Distrito Sanitário Centro CÓDIGO DA PRÁTICA:

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Experiências educativas no gerenciamento de resíduos gerados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre Tainá Flôres da Rosa contato: tfrosa@hcpa.ufrgs.br telefone:(51)81414438

Leia mais

Estudo de caso: Projeto Reciclart

Estudo de caso: Projeto Reciclart 2014 Estudo de caso: Projeto Reciclart Solange Costa Miranda Nascimento Gerente de Resíduo - HGNI 4/9/2014 Estudo de Caso Reciclagem de resíduos Comum Política dos 3 R s Projeto Reciclart HGNI HGNI - Hospital

Leia mais

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem

Palavras- chave: Vigilância epidemiológica, Dengue, Enfermagem ANÁLISE DAS NOTIFICAÇÕES DE DENGUE APÓS ATUAÇÃO DO SERVIÇO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA HOSPITALAR INTRODUÇÃO: A Dengue é uma doença infecciosa febril aguda de amplo espectro clínico e de grande importância

Leia mais

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Oficinas de tratamento Redes sociais Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Irma Rossa Médica Residência em Medicina Interna- HNSC Médica Clínica- CAPS ad HNSC Mestre em Clínica Médica- UFRGS

Leia mais

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica.

Índice de 11,6% é maior do que 11,4% registrado no último dia de fevereiro. Outros 5 sistemas também subiram,mas São Paulo ainda vive crise hídrica. PROJETO ATUALIZAR 2015 TEMA SISTEMA CANTAREIRA DATA DE APLICAÇÃO 09 a 13/03/2015 PROFESSORES RESPONSÁVEIS Cristiane e Felipe 1. SUGESTÕES DE PONTOS QUE PODEM SER ABORDADOS 1.1. A importância da água 1.2.

Leia mais

Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo

Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica Dra. Patrícia

Leia mais

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA Mudanças as em Organizações de Saúde Gestão Estratégica em Processos de Mudança Irmã Rosane Ghedin Diretora Presidente Hospital Santa Marcelina São Paulo, 15 de março de 2010

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Univ ersitários e Residências em Saúde A articulação da Graduação em Saúde, dos Hospitais de Ensino e das Residências em Saúde

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de 2008 Apoio Matricial em Saúde Mental: a Iniciativa de

Leia mais

XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE

XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE XXVII Congresso de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS RUE Marcos Calvo Secretário de Saúde de Santos A organização da Rede de Atenção às Urgências

Leia mais

Saúde. Rio é pioneiro em Programa de Sustentabilidade na Saúde. UPA Vila Kennedy recebe certificado da Unicef 1

Saúde. Rio é pioneiro em Programa de Sustentabilidade na Saúde. UPA Vila Kennedy recebe certificado da Unicef 1 Saúde Informativo do IABAS Ed.01 Ano I Janeiro/ Fevereiro Março - 01 Rio é pioneiro em Programa de Sustentabilidade na Saúde Pág UPA Vila Kennedy recebe certificado da Unicef 1 Pág De olho em você: Sou

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Dados da empresa Razão Social Cebrac - Consultoria e Franquia Ltda. Nome fantasia CEBRAC Data de fundação

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais

Impactos do Programa de Qualidade de Vida na Gestão de Pessoas

Impactos do Programa de Qualidade de Vida na Gestão de Pessoas Hospital do Coração Impactos do Programa de Qualidade de Vida na Gestão de Pessoas Rosa Bosquetti Coordenadora de Enfermagem Unidade Coronariana O Hospital O Hospital O Hospital HCor: missão, visão e valores

Leia mais

Jardim Escola Aladdin

Jardim Escola Aladdin Jardim Escola Aladdin Os 4 Rs da Sustentabilidade Rio de janeiro 2016 Objetivo geral Esse projeto tem como objetivo promover o envolvimento dos alunos, professores, pais e comunidade em defesa à sustentabilidade

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário Luiz Antônio Jaeger (21) 9702 9194 luizantonio@parme.com.br parme@parme.com.

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário Luiz Antônio Jaeger (21) 9702 9194 luizantonio@parme.com.br parme@parme.com. PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Dados da empresa Razão Social Franquipar Franqueadora e Licenciadora de Marcas Ltda. Nome fantasia Parmê

Leia mais

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal

DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal DIREITO À VIDA A GESTÃO DA QUALIDADE E DA INTEGRALIDADE DO CUIDADO EM SAÚDE PARA A MULHER E A CRIANÇA NO SUS-BH: a experiência da Comissão Perinatal Grupo temático: Direito à vida, à saúde e a condições

Leia mais

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Pelo presente termo de compromisso, de um lado a Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Rio de Janeiro/ Fundo Estadual de Saúde, com endereço

Leia mais

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE

PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE 2013 PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA PSE RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO PSE NO ANO DE 2013. Janeiro/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DO SURUBIM SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras Eduarda Ramires Silveira Evelyn Victória Cardoso Lopes Mel Suzane Santos Marques Voluntários Joyce Thaís Mendes Alves Sílvia Rocha Pena Rodrigues Luíza Almeida Dias de Carvalho

Leia mais

Amigos da mãe: Identificação da gestante em risco psíquico

Amigos da mãe: Identificação da gestante em risco psíquico Amigos da mãe: Identificação da gestante em risco psíquico Mostra Local de: Maringá PR Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Consorcio

Leia mais

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Câncer de Colo de útero: a importância de diagnostico precoce. Área temática Comunicação, Promoção e Educação em Saúde Lotação Boninal

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO CONTRATO DE GESTÃO

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO CONTRATO DE GESTÃO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE DIRETORIA DE MODERNIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA ASSISTÊNCIA Á SAÚDE UPA ENGENHO VELHO RELATÓRIO

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADO

PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADO Seus Dados PRÊMIO ABF-AFRAS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2010 CATEGORIA FRANQUEADO Nome empresa Yázigi Internexus (Eliana Cristina Estevam Lauro- Me) Data de fundação Julho/2001 Número de funcionários 15

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/2015 30/06/2015 COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO. Relatório de gestão dos serviços assistenciais

PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/2015 30/06/2015 COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO. Relatório de gestão dos serviços assistenciais PRESTAÇÃO DE CONTAS JUNHO/2015 30/06/2015 COMPLEXO ESTADUAL DO CÉREBRO V Relatório de gestão dos serviços assistenciais do Complexo Estadual do Cérebro: Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer e Hospital

Leia mais

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Hospital de Clínicas de Porto Alegre Ministério da Educação Responsável: Sérgio Carlos Eduardo Pinto

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades 1 Relatório de Atividades 2013 2 1- Identificação Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI) Rua Antônio Miguel Pereira, 45 Jardim Faculdade Sorocaba São Paulo CEP: 18030-250 Telefone:

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP Complexo Hospitalar - Hospital Filantrópico - Área 69.000 m² - 10 prédios - 1.143 leitos - 101 leitos de UTI NHE (VEH / GRSH / CCIH) COMISSÕES

Leia mais

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE Iwata-shi Kounodai 57-1 É um órgão da prefeitura que tem como objetivo principal: promover serviços visando o bem-estar e a saúde dos cidadãos e a

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO)

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) Mês e Ano de elaboração MODELO PARA ELABORAÇÃO DA PAS 2014: Gerência de Programação em Saúde- DEPLAN/SUSAM 1 SUMÁRIO IDENTIFICAÇÃO DO MUNICÍPIO...3 ELABORAÇÃO...4

Leia mais

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos

Coordenação: João Henrique Lara do Amaral Cynthya Almeida Coradi Relatoria: Stela Maris Aguiar Lemos RELATÓRIO OFICINA FNEPAS ESTADUAL MINAS GERAIS INTEGRALIDADE E QUALIDADE NA FORMAÇÃO E NAS PRÁTICAS EM SAÚDE: Integrando Formação, Serviços, Gestores e Usuários Local: COBEM Uberlândia Data: 22 de outubro

Leia mais

OUVIDORIA VIVA RIO MANUAL DE PROCEDIMENTOS

OUVIDORIA VIVA RIO MANUAL DE PROCEDIMENTOS OUVIDORIA VIVA RIO MANUAL DE PROCEDIMENTOS CONTEÚDO 1. OUVIDORIA INTERNA... 4 2. OUVIDORIA EXTERNA... 6 3. PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO... 7 4. CALL CENTER ATIVO DA SAÚDE... 12 5. OUVIDORIA UNIDADES

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: J&I Serviços Educacionais LTDA Nome Fantasia: Wizard Aparecidinha Data de fundação:

Leia mais

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES EXPRESSO GUANABARA S/A - CNPJ: 41.550.112/0001-01 END. ROD BR 116 KM 04 N 700 MESSEJANA FORTALEZA/CE CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES 2011 BOAS PRÁTICAS: ADESÃO DOS COLABORADORES AOS SEUS VALORES E

Leia mais

REFERENCIA INSTITUCIONAL:

REFERENCIA INSTITUCIONAL: TITULO: Programa de Integração Docente Assistencial entre a Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e a Secretaria Municipal de Saúde de Diadema - PIDA-DIADEMA EIXO: Extensão, Docência e Investigação

Leia mais

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO Responsável: Adriana dos Santos Leandro Endereço: Rua Fenelon Gomes, 112 Bairro: Ilha do Principe CEP:

Leia mais

A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL BIOMÉDICO NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO CONTEXTO DO PET/SAÚDE

A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL BIOMÉDICO NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO CONTEXTO DO PET/SAÚDE A INSERÇÃO DO PROFISSIONAL BIOMÉDICO NO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO CONTEXTO DO PET/SAÚDE MAIA, Indiara da 1 ; RUCKERT, Tatiane Konrad 2 ; BARBOSA, Elisa Gisélia dos Santos 3 ; KAEFER, Cristina T.

Leia mais

Política de humanização no estado de São Paulo

Política de humanização no estado de São Paulo Artigo Política de humanização no estado de São Paulo Por Eliana Ribas A autora é psicanalista e doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como coordenadora

Leia mais

Seminário de Doenças Crônicas

Seminário de Doenças Crônicas Seminário de Doenças Crônicas LINHA DE CUIDADO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL E DIABETES EXPERIÊNCIA DE DIADEMA SP Dra Lidia Tobias Silveira Assistente Gabinete SMS Diadema Linha de cuidado de HAS e DM Experiência

Leia mais

RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014

RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014 RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014 As cidades de Alagoa grande, Bananeiras, Caiçara, Cacimba de Dentro,Dona Inês, Guarabira, Sapé e Solânea participaram da Semana Nacional

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte Distrito Sanitário Norte Centro de Saúde Jardim Felicidade

Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte Distrito Sanitário Norte Centro de Saúde Jardim Felicidade Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte Distrito Sanitário Norte Centro de Saúde Jardim Felicidade 2013 Elisane A. Santos Rodrigues Gerente do CS Jardim Felicidade Cláudia Caroline de Oliveira

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado CURSO DE ENFERMAGEM O curso de bacharelado em Enfermagem do IPTAN apresenta duas disciplinas em seu plano curricular pleno relativas ao estágio: Estágio Supervisionado

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

1. AÇÕES ESTRATÉGICAS E METAS

1. AÇÕES ESTRATÉGICAS E METAS 1. AÇÕES S E S 1.1. Quadro de Ações Estratégicas e Metas para 2013 AÇÃO Criar filial da EBSERH ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS Registrar nos órgãos federais, estaduais e municipais Delegar competências e definir

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo PARTE II

I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo PARTE II I Seminário Internacional de Atenção Primária em Saúde de São Paulo PARTE II DESENVOLVIMENTO DO PROJETO EM 2009 Objetivos: REUNIÕES TÉCNICAS DE TRABALHO PactuaçãodoPlanodeTrabalhoedoPlanodeAções Desenvolvimento

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

O CUIDADO QUE EU PRECISO

O CUIDADO QUE EU PRECISO O CUIDADO QUE EU PRECISO GOVERNO FEDERAL GOVERNO ESTADUAL GOVERNO MUNICIPAL MOVIMENTOS SOCIAIS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O CUIDADO QUE EU PRECISO Serviço Hospitalar de Referência AD CAPS AD III Pronto Atendimento

Leia mais

O Trabalho do Assistente Social no Contexto Hospitalar em Porto Alegre: Uma Análise na Perspectiva do Trabalho em Equipe

O Trabalho do Assistente Social no Contexto Hospitalar em Porto Alegre: Uma Análise na Perspectiva do Trabalho em Equipe 1378 O Trabalho do Assistente Social no Contexto Hospitalar em Porto Alegre: Uma Análise na Perspectiva do Trabalho em Equipe V Mostra de Pesquisa da Pós- Graduação Cristiane Ferraz Quevedo de Mello 1,

Leia mais

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial.

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial. PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 Categoria Franqueador Máster Dados da empresa Razão Social: IBAC Indústria Brasileira de Alimentos e Chocolates Nome Fantasia: Cacau Show Data de fundação:

Leia mais

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário

Economia de água. Ao usar o vaso sanitário Economia de água Economizar água não é mais só um hábito saudável. Atualmente, é uma grande responsabilidade com o futuro. Se não mudarmos nossos hábitos, a escassez de água para o consumo vai nos afetar

Leia mais

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos

CONCEITO. Despertar a potencialidade de indivíduos CONCEITO Despertar a potencialidade de indivíduos Utilizar a Arte como meio de comunicação e expressão e a Cultura no resgate de histórias de vida e valores 17 anos de atuação 231 mil atendimentos ARTE

Leia mais

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas.

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. Quando o campo se expande, mais profissionais chegam ao mercado, mais áreas de atuação se formam e a categoria conquista mais visibilidade.

Leia mais

O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO

O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO Januário Montone II Congresso Consad de Gestão Pública Painel 23: Inovações gerenciais na saúde O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

Balanço Social UNINORTE 2015

Balanço Social UNINORTE 2015 Balanço Social UNINORTE 2015 Diretora Acadêmica Vanessa Voglio Igami Diretora Administra va Ká a Cris na Do o Gasparini Diretora Comercial Indira Maria Kitamura Diretor Financeiro Fábio Ricardo Leite Secretária

Leia mais

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos

Projeto SeparAção INTRODUÇÃO OBJETIVO GERAL Objetivos específicos Projeto SeparAção INTRODUÇÃO Há muito tempo o homem vem utilizando os recursos naturais que ele encontra em seu habitat e a cada ano que passa, novas formas de uso são descobertas. O maior problema dessa

Leia mais

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I Boletim Informativo Nossa Missão: Promover assistência segura à saúde, com respeito e ética aos usuários, desenvolvendo o ensino e pesquisa na busca

Leia mais

CONCEITO OBJETIVO 24/9/2014. Indicadores de Saúde. Tipos de indicadores. Definição

CONCEITO OBJETIVO 24/9/2014. Indicadores de Saúde. Tipos de indicadores. Definição Indicadores de Saúde Definição PROFª FLÁVIA NUNES É a quantificação da realidade, que permite avaliar/comparar níveis de saúde entre diferentes populações ao longo do tempo. Tipos de indicadores IMPORTÂNCIA

Leia mais

O compromisso da Rede de Saúde Santa Marcelina com o Meio Ambiente

O compromisso da Rede de Saúde Santa Marcelina com o Meio Ambiente O compromisso da Rede de Saúde Santa Marcelina com o Meio Ambiente Rede de Saúde Santa Marcelina Abrangência e População de Referência População: 2.500.000 habitantes Hospital Universitário Principal referência

Leia mais

CARTILHA. Um dia de cada vez

CARTILHA. Um dia de cada vez CARTILHA Um dia de cada vez ÍNDICE APADEQ ESTRUTURA TRATAMENTO EM VILA ESPERANÇA SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TERAPÊUTICA AMBULATORIAL PÚBLICO TIPOS DE ASSISTÊNCIA SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TERAPÊUTICA RESIDENCIAL

Leia mais

Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde

Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde Mesa VI: Brasil Sorridente na Redes Prioritárias do Ministério da Saúde Gilberto Alfredo Pucca Júnior Coordenador-Geral de Saúde Bucal Janeiro, 2014 Universalidade Descentralização políticoadministrativa

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)?

8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Resultado da Enquete Resposta aberta 8- O que você poderia fazer para contribuir com a preservação desse recurso (água)? Reduzir o tempo do banho. Reaproveitar mais a água que utilizo em casa, evitar desperdícios,

Leia mais

Boas Práticas de Humanização na Atenção e Gestão do Sistema Único de Saúde - SUS

Boas Práticas de Humanização na Atenção e Gestão do Sistema Único de Saúde - SUS 2006 Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Política Nacional de Humanização Permitida a reprodução, no todo ou em parte, sem alteração do conteúdo e com a citação obrigatória da fonte: Política

Leia mais

POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS

POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS POLÍTICA ESTADUAL DE ATENÇÃO INTEGRAL ÀS PESSOAS COM DOENÇA FALCIFORME E OUTRAS HEMOGLOBINOPATIAS Introdução As Hemoglobinopatias compreendem um grupo de distúrbios hereditários que afetam a síntese de

Leia mais

APRESENTAÇÃO. O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI Norte (OSS/ACSC), tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2015.

APRESENTAÇÃO. O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI Norte (OSS/ACSC), tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2015. APRESENTAÇÃO O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI Norte (OSS/ACSC), tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2015. Seja parceiro de um serviço que é referência em geriatria

Leia mais

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014

A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná. Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 A Rede de Atenção à Saúde Mental no Paraná Coordenação Estadual de Saúde Mental Abril 2014 Da segregação à conquista da cidadania 1980 mobilização dos usuários, familiares e trabalhadores de saúde visando

Leia mais

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1

Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I. Atenção Básica e a Saúde da Família 1 Disciplina MSP 0670-Atenção Primária em Saúde I Atenção Básica e a Saúde da Família 1 O acúmulo técnico e político dos níveis federal, estadual e municipal dos dirigentes do SUS (gestores do SUS) na implantação

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO 1º TRIMESTRE DO 4º ANO DO CONTRATO DE GESTÃO Período de outubro à dezembro de 2013 fevereiro

Leia mais

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente.

Esplanada sem desperdício: preservando o meio ambiente. Implementar ações voltadas ao uso racional de recursos sustentabilidade naturais para promover a ambiental e socioeconômica na Administração Pública Federal. A Esplanada terá metas de racionalização do

Leia mais

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação

Pacto Nacional pela Saúde. Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação Pacto Nacional pela Saúde Mais hospitais e unidades de saúde Mais Médicos Mais Formação 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Conheça mais: Programa Mais Médicos Faltam médicos no Brasil De 2003 a 2011, o número de postos

Leia mais