A História da Redenção em Levítico

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A História da Redenção em Levítico"

Transcrição

1 LEVITICO

2 A História da Redenção em Levítico Levítico Hebreus Wayyiqra (Chamou o Senhor) Septuaginta Levítico (Devido a ênfase dada sobre o sacerdócio) Ênfase na Pessoa de Deus Santidade e provisão de Deus para uma vida Santa Ênfase no estabelecimento do Reino Organização espiritual do Reino Expansão da Lei da aliança com o propósito de santidade entre o povo de Javé, já que Ele viveria em seu meio.

3 Contribuições singulares de Levítico Mensagem direta do Senhor para Israel Eu sou o Senhor Princípios Divinos de Santidade Santidade e Pureza Impureza e Pecado Vida e Morte

4 Contribuições singulares de Levítico Instrução do Senhor para adoração e comunhão A instrução do Senhor em Levítico não foi dada como um meio de salvação, mas de aproximação de Deus A redenção foi tipificada no cordeiro da Pascoa, e não nas ofertas levíticas As ofertas ensinam o povo como adorar, dar graças e restaurar a comunhão interrompida pelo pecado

5 Contribuições singulares de Levítico Instrução do Senhor para adoração e comunhão O reencontro com o Senhor é apresentado como um relacionamento de amor que envolve duas coisas em um sacrifício: Oferta de um animal valioso Derramamento de sangue a primeira trata da oferta do crente a segunda da dádiva de Deus

6 Contribuições singulares de Levítico o amor sempre envolve a doação de si próprio, a comunhão com o criador precisa ser sacrificial O adorador não chega a Deus de mão vazias A ação de graças não pode ser compreendida ou oferecida sem doação

7 Ofertas Tem o objetivo de convocar o povo de Deus à santidade pessoal Os rituais são utilizados como auxiliares visuais para retratar o Senhor como Deus santo Os rituais também enfatizam que a comunhão com o Senhor deve ser na base da expiação pelo pecado

8 Adão e Eva Abel Noé História das Ofertas no A.T. Abrão, Isaque e Jacó Ofertas eram universais no mundo antigo O Senhor apresentou um sistema de ofertas como parte da aliança

9 Importância das Ofertas no A.T. Ofertas de sangue simbolizavam o princípio vicário de expiação do pecado através da doação da vida Representavam arrependimento, fé, adoração e agradecimento a Deus Constituíam a religião em ação Reconheciam e confessavam o direito de Deus sobre a vida e bens do homem

10 Esboço Comunhão através de ofertas rituais Leis das ofertas Ofertas de adoração Holocausto Alimento Paz Ofertas de restauração Pecado e transgressão

11 Esboço Leis do Sacerdócio Consagração dos Sacerdotes Ministério dos sacerdotes Transgressão dos Sacerdotes Leis referentes ao povo Comer apenas carne não imunda Manter os corpos limpos Guardar o dia da Expiação Leis referentes ao Altar único lugar de sacrifício Devia-se usar unicamente sangue sobre ele para a expiação

12 Esboço Comunhão com Deus através de um vida correta Santificação pessoal para Todo o povo Exigências severas para o sacerdócio Designação das Festas anuais Respeito contínuo pelo nome do Senhor Regulamentos especiais para a vida em Canaaã

13 Cordeiro da Páscoa Oferta Redentora Redenção do pecado e morte através do sangue de um cordeiro Oferta de Cristo pelo pecado como Cordeiro de Deus

14 Ofertas de Adoração Ofertas queimadas Dedicação da Vida a Deus Cristo dedicou-se completamente a Deus Oferta de Cereais Consagração da produção a Deus O corpo de Cristo apresentado a Deus como uma vida perfeita Oferta de Paz Expressão de agradecimento a Deus A oferta de Cristo provê paz com Deus

15 Ofertas de Restauração Ofertas pelo pecado Restauração à comunhão pelo sangue de um substituto A oferta de Cristo provê continua renovação pela confissão Ofertas pelas culpas Restituição pelos danos do pecado a Deus contra Deus e o próximo A oferta de Cristo perante Deus compensa o dano do pecado

16 Ofertas Cerimoniais de purificação Aves Purificação espiritual de contaminação de doenças físicas A oferta de Cristo purifica a contaminação das doenças Novilha vermelha Purificação espiritual de contaminação fortuita A oferta de Cristo também purifica de contaminação fortuita

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO Levítico ( a respeito dos levitas ): Para quem foi escrito este livro? Para os israelitas. Por quem foi escrito (autor)? Moisés. Em qual momento histórico?

Leia mais

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa Revelar Descortinar Desvendar Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo Indicativa Imperativa Normativa Deus informa a respeito de si mesmo - Quem Ele é - O que Ele fez - O que Ele está fazendo - O que

Leia mais

Vida Cristã e Santificação. PROFESSORES Pb. André Sem. Francisco

Vida Cristã e Santificação. PROFESSORES Pb. André Sem. Francisco Vida Cristã e Santificação PROFESSORES Pb. André Sem. Francisco Estudo do livro de Levítico Aulas Descrição Texto Bíblico Professor 01 Introdução ao livro de Levítico Lv 1-7 Francisco 02 Bases da Santificação:

Leia mais

A Bíblia Inteira num Ano

A Bíblia Inteira num Ano A Bíblia Inteira num Ano Lição 4 O Livro de Levítico Onde há espaços para preencher, por favor escreva a Escritura mencionada nas suas próprias palavras. 1. O Livro Este livro foi nomeado para os Levitas

Leia mais

Toledoth dos Céus e da Terra

Toledoth dos Céus e da Terra Toledoth dos Céus e da Terra Toledoth de Adão TENTAÇÃO E QUEDA EXPULSÃO DO JARDIM Toledoth de Adão A corrupção do gênero humano Caim e Abel Expansão do Mal Primeiro homicídio Lameque mata duas pessoas

Leia mais

III O TABERNÁCULO Heb 8:2; 9:1-7 Êxodo 25-31; 35-40

III O TABERNÁCULO Heb 8:2; 9:1-7 Êxodo 25-31; 35-40 III O TABERNÁCULO Heb 8:2; 9:1-7 Êxodo 25-31; 35-40 - O tabernáculo israelita x o maior e mais perfeito tabernáculo (Hb 9:11): Hebreus afirma que o tabernáculo israelita era figura do verdadeiro (Hb 9:4),

Leia mais

NO PERDÃO DOS PECADOS

NO PERDÃO DOS PECADOS CREMOS IEADEM NO PERDÃO DOS PECADOS, NA SALVAÇÃO PRESENTE E PERFEITA E NA ETERNA JUSTIFICAÇÃO DA ALMA RECEBIDOS GRATUITAMENTE DE DEUS PELA FÉ NO SACRIFÍCIO EFETUADO POR JESUS CRISTO EM NOSSO FAVOR (AT

Leia mais

Cristologia SEFO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes

Cristologia SEFO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes Cristologia SEFO 2013 Por Fábio 4ª Codo Aula Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira Campo de Mogi das Cruzes E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação

Leia mais

Lição 16. É um sábado. de descanso. para vós, e afligireis as. vossas almas; isto é. estatuto perpétuo

Lição 16. É um sábado. de descanso. para vós, e afligireis as. vossas almas; isto é. estatuto perpétuo Os Mistérios de Deus Estudo Bíblico Lição 16 É um sábado de descanso para vós, e afligireis as vossas almas; isto é estatuto perpétuo Levíticos 16:31 Esta publicação não é para ser vendida ou negociada

Leia mais

Aula 10. 2º Semestre. Hebreus 1-10

Aula 10. 2º Semestre. Hebreus 1-10 Novo Testamento Aula 10 2º Semestre Hebreus 1-10 Lição 46 Prossigamos até a perfeição Lição 47 Pelo Sangue Sereis Santificados Hebreus Escrito por Paulo Aprox. 67 ou 68 AD Pois Paulo morreu em 68AD Hebreus

Leia mais

A aflição no Egito. A servidão O preparo de Moisés As pragas O endurecimento de Faraó

A aflição no Egito. A servidão O preparo de Moisés As pragas O endurecimento de Faraó A aflição no Egito A servidão O preparo de Moisés As pragas O endurecimento de Faraó A Instituição da Páscoa A partida apressada do Egito A travessia do Mar Vermelho O Cântico de Moisés e a Celebração

Leia mais

Reforma Protestante

Reforma Protestante Reforma Protestante Penitências são atos como: jejuns, vigílias, peregrinações que os fiéis ou a Igreja oferecem à Deus ao Pai Criador, como provas de que estão arrependidos dos seus pecados; praticados

Leia mais

O Livro de Levítico # 19 A remoção do pecado - Levítico 16 A REMOÇÃO DO PECADO Levítico 16

O Livro de Levítico # 19 A remoção do pecado - Levítico 16 A REMOÇÃO DO PECADO Levítico 16 A REMOÇÃO DO PECADO Levítico 16 Chegamos agora ao que, para nós, pode ser considerado o capítulo central do livro de Levítico - o coração do livro da lei levítica - Lv 16. Muitos estudiosos contemporâneos

Leia mais

SÍNTESE DO VELHO TESTAMENTO LEVÍTICO. Professora Sara Victalino Gueiros Dodd

SÍNTESE DO VELHO TESTAMENTO LEVÍTICO. Professora Sara Victalino Gueiros Dodd 0 SÍNTESE DO VELHO TESTAMENTO LEVÍTICO Professora Sara Victalino Gueiros Dodd Instituto Bíblico da Igreja Cristã Maranata 2016 Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

Sinais de adoração para uma Nova Aliança Hebreus 9:1-10

Sinais de adoração para uma Nova Aliança Hebreus 9:1-10 Sinais de adoração para uma Nova Aliança Hebreus 9:1-10 O Tabernáculo Santo dos Santos Mesa dos pães da presença O Candelabro Arca da Aliança Lugar Santo Mesa dos pães Mesa do incenso O véu O Santo dos

Leia mais

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO HAMARTIOLOGIA: DOUTRINA DO PECADO I - A ORIGEM DO PECADO 1. Em relação a Deus. Em Seu plano permitiu que suas criaturas (anjos e homens) tivessem a liberdade (livre arbítrio) de viver em amor e obediência

Leia mais

LIÇÃO 8 UM CONVITE DE SALVAÇÃO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 8 UM CONVITE DE SALVAÇÃO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 8 UM CONVITE DE SALVAÇÃO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS A Salvação é um ato do amor de Deus para com os homens, sendo uma manifestação da sua graça, misericórdia

Leia mais

Guerra de ofertas. Guerra de ofertas Contextualização. Santa Convocação

Guerra de ofertas. Guerra de ofertas Contextualização. Santa Convocação Santa Convocação - 2016 Santa Convocação - 2016 1 Contextualização Conflito nos céus; Queda de lúcifer; Mandato de domínio; Queda do homem; Comprometimento do MD; Santa Convocação - 2016 2 1 Início Deus

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP Êxodo! DATA: 1445 a.c.; na caminhada pelo deserto do Sinai. NOME: No hebraico Shemot, nomes, e no grego Êxodo,

Leia mais

CAP. 1 PEQUENOS GRUPOS NO ANTIGO TESTAMENTO

CAP. 1 PEQUENOS GRUPOS NO ANTIGO TESTAMENTO CAP. 1 PEQUENOS GRUPOS NO ANTIGO TESTAMENTO PEQUENOS GRUPOS NO ANTIGO TESTAMENTO Deus estabeleceu um paradigma relacional para a ordem criada. Conforme a perspectiva do Antigo Testamento, advertimos que

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE

CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIRO ON LINE AULA 6: SOTERIOLOGIA Baseado em Jeremias 9: 24, a Igreja Pentecostal Deus é Amor oferece a você, obreiro, a oportunidade aprofundar seu conhecimento na palavra de Deus

Leia mais

Prof. Robert Amorim Escola do Chamado - 1

Prof. Robert Amorim Escola do Chamado -  1 Prof. Robert Amorim Escola do Chamado - http://escoladochamado.com.br 1 A Escola do Chamado A Escola do Chamado é uma escola teológica online para ajudar cristãos a cumprirem o seu chamado. É um blog com

Leia mais

A GLÓRIA É DE DEUS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - 1º TRIMESTRE / REVISTA CPAD - JOVENS

A GLÓRIA É DE DEUS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - 1º TRIMESTRE / REVISTA CPAD - JOVENS ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - 1º TRIMESTRE / 2017 - REVISTA CPAD - JOVENS LIÇÕES BÍBLICAS A IGREJA DE JESUS CRISTO SUA ORIGEM, DOUTRINA, ORDENANÇAS E DESTINO ETERNO LIÇÃO 5 ORDENANÇAS DA IGREJA INTRODUÇÃO

Leia mais

Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. No princípio Deus criou os céus e a terra. No princípio Deus criou os céus e a terra.

Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. Gênesis 1:1. No princípio Deus criou os céus e a terra. No princípio Deus criou os céus e a terra. Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 Gênesis 1:1 No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a No princípio Deus criou os céus e a Gênesis 1:1-2:7

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AT Marivete Zanoni Kunz

INTRODUÇÃO AO AT Marivete Zanoni Kunz PENTATEUCO O vocábulo vem do grego pente, (cinco) e teúchos, (livro), rolo. A designação lei veio por causa do uso que se fazia, no mundo antigo judaico, e no NT. PENTATEUCO Ele é um manual de instrução,

Leia mais

REVISTA DE LIÇÕES BÍBLICAS/ 1º TRIMESTRE DE 2014 JOVENS E ADULTOS/ CPAD

REVISTA DE LIÇÕES BÍBLICAS/ 1º TRIMESTRE DE 2014 JOVENS E ADULTOS/ CPAD REVISTA DE LIÇÕES BÍBLICAS/ 1º TRIMESTRE DE 2014 JOVENS E ADULTOS/ CPAD Título: Uma jornada de fé A formação do povo de Israel e sua herança espiritual Comentarista: Antonio Gilberto Lição 12: A CONSAGRAÇÃO

Leia mais

Um Exame das Doutrinas da Bíblia

Um Exame das Doutrinas da Bíblia Um Exame das Doutrinas da Bíblia 1A-Introdução à Doutrina 1- A Doutrina dos Apóstolos Atos 2:42 2-Heresia Tito 3:10 3-Dupla Verificação João 21:18 4-Fé-Definição Romanos 1:17 5-Negligência da Fé Romanos

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico REGULAMENTO OFICIAL Alfabeto Bíblico Tem como objetivo levar o competidor a encontrar na Bíblia versículos que comecem com cada letra do alfabeto da língua portuguesa e contenham em seu texto, uma palavra-chave,

Leia mais

1. Demonstrou a Aceitação do Sacrifício Expiatório de Jesus Cristo

1. Demonstrou a Aceitação do Sacrifício Expiatório de Jesus Cristo João 20.1-10 20.1 No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu que a pedra estava revolvida. 20.2 Então, correu e foi ter com Simão Pedro e com o outro

Leia mais

MALAQUIAS. Meu Mensageiro

MALAQUIAS. Meu Mensageiro MALAQUIAS Meu Mensageiro Cenário Político Religioso - Social O segundo Templo fora construído com o incentivo de Ageu e Zacarias Mas a obra não trouxe a tão esperada era messiânica Ao contrário, a apatia

Leia mais

Um Sacrifício Perfeito, Uma Aliança Superior Hebreus 8-10

Um Sacrifício Perfeito, Uma Aliança Superior Hebreus 8-10 Um Sacrifício Perfeito, Uma Aliança Superior Hebreus 8-10 Aquela era a última ceia de Páscoa que Jesus celebraria com Seus discípulos antes da crucificação. Enquanto comiam, Jesus tomou um cálice, agradeceu

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

Espiritualidade e fortalecimento do vínculo familiar Êxodo 12: 3, 4, 7, 11 [Vida em Família #5]

Espiritualidade e fortalecimento do vínculo familiar Êxodo 12: 3, 4, 7, 11 [Vida em Família #5] 1 Espiritualidade e fortalecimento do vínculo familiar Êxodo 12: 3, 4, 7, 11 [Vida em Família #5] Introdução: Nosso texto é: Êxodo 12: 3, 4, 7, 11 que é o texto da páscoa. Mas também passaremos pelos capítulos

Leia mais

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 7 A NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS A Salvação é um ato do amor de Deus para com os homens, sendo uma manifestação da sua

Leia mais

Sumário. Prefácio... 13

Sumário. Prefácio... 13 Sumário Prefácio... 13 PARTE UM O LEGADO ISRAELITA 1. Cristianismo e judaísmo... 29 A separação dos caminhos... 29 O cristianismo e o cânone hebraico da Escritura... 40 O cristianismo e a interpretação

Leia mais

LIÇÃO 6 - A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ADORAÇÃO E DO LOUVOR. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 6 - A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ADORAÇÃO E DO LOUVOR. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 6 - A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ADORAÇÃO E DO LOUVOR Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO FINALIDADE DA CONSTRUÇÃO DO TABERNÁCULO PRESTAR CULTO E SERVIÇO AO SENHOR EDUCAÇÃO ESPIRITUAL DO POVO

Leia mais

Os blocos que formam o. Pentateuco. Promessa Eleição. Livramento Aliança Lei Terra

Os blocos que formam o. Pentateuco. Promessa Eleição. Livramento Aliança Lei Terra Promessa Eleição Os blocos que formam o Livramento Aliança Lei Terra Pentateuco A Aliança de Yaweh com Abraão Ora, disse o Senhor a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela, e vai para a terra que te

Leia mais

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz

Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL. 18 jan Pr. Adriano Diniz Lição nº 3 VERDADE SOBRE A UNÇÃO ESPIRITUAL Pr. Adriano Diniz 18 jan 2015 TEXTO ÁUREO O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar

Leia mais

Jesus Cristo é o Sumo Sacerdote da Nova Aliança

Jesus Cristo é o Sumo Sacerdote da Nova Aliança EMBARGO ATÉ ÀS 11HORAS DO DIA 21 DE ABRIL DE 2011 Jesus Cristo é o Sumo Sacerdote da Nova Aliança Homilia da Missa Crismal Sé Patriarcal, 21 de Abril de 2011 1. Continuamos o desafio por mim proposto no

Leia mais

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA 7 CULTO: CRESCENDO JUNTOS NA ALEGRIA, NA COMUNHÃO E NA ADORAÇÃO A DEUS IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira EBD CONSOLIDAÇÃO 2015 O Ano da Adoração

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 05/07/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Recapitulando Nas aulas passadas vimos que muitas vezes a fé tem horário e local específico, na Igreja, no domingo, e no horário

Leia mais

Necessidade da Expiação

Necessidade da Expiação Introdução à 22/08/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Necessidade da Expiação O que as escrituras afirmam sobre a morte de Cristo? 1.Em função de sua santidade e retidão Deus deve punir o

Leia mais

Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves

Jovem, Igreja e Sociedade Paulo Alves Em 40 anos o mundo mudou qualitativamente mais que os 400 anos que antecederam este período. Douglas Kuplan BASES DA MODERNIDADE BASES DA PÓS MODERNIDADE Universo ordenado Confiança na razão Verdadeiro

Leia mais

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011 O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo Êxodo 12.1-2 e 23.15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 02/01/2011 Deus ordena que o seu povo reinicie a contagem dos anos a partir da saída

Leia mais

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO

SEGUNDA ESTAÇÃO: ORAÇÃO ROTEIRO 1 ENCONTRO: Que oração sua foi respondida e marcou sua vida? EXALTAÇÃO: Ler o Salmo 61, dividir em duplas e agradecer a Deus, que sempre responde às nossas orações. Cânticos sugeridos: Aclame ao

Leia mais

IMPUTAÇÃO DE NOSSO PECADO ENCONTRANDO O VERDADEIRO QUE PRODUZ A SOBRA O FIM DA LEI É CRISTO

IMPUTAÇÃO DE NOSSO PECADO ENCONTRANDO O VERDADEIRO QUE PRODUZ A SOBRA O FIM DA LEI É CRISTO IMPUTAÇÃO DE NOSSO PECADO ENCONTRANDO O VERDADEIRO QUE PRODUZ A SOBRA O FIM DA LEI É CRISTO (Hebreus 10:1) - PORQUE tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

OS PROFETAS MENORES RESUMO

OS PROFETAS MENORES RESUMO OS PROFETAS MENORES RESUMO Os doze livros que compõem os Profetas Menores variam em data entre os séculos VIII e V a.c LIÇÃO 2, OSÉIAS A FIDELIDADE NO RELACIONAMENTO COM DEUS O ESBOÇO DO LIVRO DE OSEIAS

Leia mais

LIÇÃO 1 UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 1 UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 1 UMA PROMESSA DE SALVAÇÃO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A SALVAÇÃO EM CRISTO JESUS A Salvação é um ato do amor de Deus para com os homens, sendo uma manifestação da sua graça, misericórdia

Leia mais

Estudo Panorâmico da Bíblia por Livro

Estudo Panorâmico da Bíblia por Livro Data da ministração: 18.11.2012 1. Levítico Estudo Panorâmico da Bíblia por Livro Vamos tratar no estudo sobre Levítico sobre dois pontos principais: as ofertas e as festas. Ponha sua vida em ordem, dizem

Leia mais

Ensino de Doutrinas. São as verdades fundamentais da Bíblia apresentadas de forma sistemática. Crenças bem definidas produzem convicções bem definidas

Ensino de Doutrinas. São as verdades fundamentais da Bíblia apresentadas de forma sistemática. Crenças bem definidas produzem convicções bem definidas Ensino de Doutrinas Doutrina é o que você acredita sobre uma verdade, um assunto ou um fato. Para o cristão, doutrina é o que acreditamos ser verdade concernente ao que é ensinado na Bíblia, sobre a qual

Leia mais

Versão Português. Para uso pessoal apenas

Versão Português. Para uso pessoal apenas Versão Português Para uso pessoal apenas Assim diz o Senhor: Israel é meu filho, meu primogênito; e eu te tenho dito: Deixa ir: meu filho, para que me sirva. Éxodo 4:22,23 Depois foram Moisés e Arão e

Leia mais

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança:

Sexta-feira 1. Definições: 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: 4. Perseverança: Sexta-feira 1. Definições: Casamento regido pela graça 2. Salvação: Casamento é uma maquete de uma realidade maior 3. Santificação: Casamento é um palco onde a transformação acontece 4. Perseverança: Casamento

Leia mais

CRISTO CUMPRIU E ACABOU COM O REGIME DO ANTIGO TESTAMENTO

CRISTO CUMPRIU E ACABOU COM O REGIME DO ANTIGO TESTAMENTO CRISTO CUMPRIU E ACABOU COM O REGIME DO ANTIGO TESTAMENTO A glória de Jesus Cristo brilha ainda mais claramente quando O vemos em sua relação apropriada com o Antigo Testamento. Ele tem uma relação magnificente

Leia mais

Liturgia no Antigo Testamento

Liturgia no Antigo Testamento Liturgia no Antigo Testamento Grupo 1: Alvimar Vera Lúcia Eduardo Araújo Prof: Márcio leitão Disciplina: Liturgia Liturgia no AT = liturgia judaica; Liturgia (Culto) estudado é o Antigo Testamento; Culto

Leia mais

Deus. Coisas físicas Nº1

Deus. Coisas físicas Nº1 A ESSÊNCIA DE TUDO, A Santidade, Retidão e Justiça de Nº1 Deus Deus é diferente de todos os outros seres. Só Ele é infinito e não criado. Todos os demais são finitos e criados. O termo bíblico para essa

Leia mais

Adão e Eva inicialmente violaram a Aliança das relações de amor e confiança que Deus tinha estabelecido entre eles.

Adão e Eva inicialmente violaram a Aliança das relações de amor e confiança que Deus tinha estabelecido entre eles. Uma Aliança é um compromisso feito por contrato entre duas pessoas ou dois grupos de pessoas. O seu sentido religioso é o de um Testa mento. No Antigo Testamento a Aliança estabelece uma nova relação,

Leia mais

Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento

Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento Conhecendo a minha Bíblia Antigo Testamento 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Londrina Área de Apoio de Educação Cristã Escola Bíblica Esperança A conquista e os juízes Objetivos: 1.Entender a

Leia mais

Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício

Lição 4 A provisão de Deus no monte do sacrifício INTRODUÇÃO - No episódio do de Isaque, Abraão assume, em definitivo, a condição de "pai da fé", que lhe é reconhecida pelas três grandes religiões monoteístas do planeta. - O episódio da Akedah, que quer

Leia mais

LIÇÃO 02: SÓ A GRAÇA O PREÇO DE DEUS. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez gritava mais: Filho de Davi,

LIÇÃO 02: SÓ A GRAÇA O PREÇO DE DEUS. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez gritava mais: Filho de Davi, LIÇÃO 02: SÓ A GRAÇA O PREÇO DE DEUS TEXTO BÁSICO: Marcos 10:48 E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez gritava mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! INTRODUÇÃO Graça quer

Leia mais

Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA

Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA REVISTA PALAVRA VIVA Apoio didático Lição 3 Capítulo XXV da Confissão de Fé de Westminster DA IGREJA I. A Igreja Católica ou Universal, que é invisível, consiste do número total dos eleitos que já foram,

Leia mais

FILHOS E HERDEIROS DE DEUS (Gálatas, 3: 26-29) DEUS ENVIOU SEU FILHO (Gálatas, 4: 4)

FILHOS E HERDEIROS DE DEUS (Gálatas, 3: 26-29) DEUS ENVIOU SEU FILHO (Gálatas, 4: 4) Lição 8 para 19 de agosto de 2017 FILHOS E HERDEIROS DE DEUS (Gálatas, 3: 26-29) DEUS ENVIOU SEU FILHO (Gálatas, 4: 4) HERDEIROS ANTES DE CRISTO: ESCRAVOS (Gálatas, 4: 1-3) HERDEIROS DEPOIS DE CRISTO:

Leia mais

Nosso Ministério Sacerdotal

Nosso Ministério Sacerdotal As 3 pedras fundamentais para o ministério do povo de Deus são: O SACERDÓCIO de todos os discípulos de Jesus Os DONS DO ESPÍRITO SANTO manifestos em cada discípulo O EXEMPLO E MODELO de Jesus como servo

Leia mais

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos.

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos. Nas quintas-feiras do mês de Maio, decorreram na Igreja de Oliveira de Azemeis, encontros de formação litúrgica, organizados pela vigararia sul da Diocese do Porto e orientados pelo P. Frei Bernardino

Leia mais

1. Qual a necessidade de uma aliança?

1. Qual a necessidade de uma aliança? 1 Aliança, segundo Jesus de Nazaré Essência #3 (fim da série) Lc 22:14-20 (14) Quando chegou a hora, Jesus e os seus apóstolos reclinaram- se à mesa. (15) E disse- lhes: "Desejei ansiosamente comer esta

Leia mais

Sumário. VOLUME UM A obra do Espírito Santo na Igreja como um todo. CAPÍTULO UM Introdução

Sumário. VOLUME UM A obra do Espírito Santo na Igreja como um todo. CAPÍTULO UM Introdução Sumário Prefácio do autor... 13 Nota explicativa à edição americana... 19 Lista parcial dos trabalhos do Dr. Kuyper... 23 Nota introdutória pelo Prof. Benjamin B. Warfield, D. D., LL. D.... 27 VOLUME UM

Leia mais

A Liturgia como comunicação do Amor de Deus

A Liturgia como comunicação do Amor de Deus A Liturgia como comunicação do Amor de Deus A Liturgia - O Que é a Liturgia - Quem se comunica pela Liturgia. Como comunicação do amor de Deus - Como se deu essa comunicação de Amor. - Como ela se realiza.

Leia mais

ESBOÇOS DO ESTUDO-CRISTALIZAÇÃO

ESBOÇOS DO ESTUDO-CRISTALIZAÇÃO Mensagem Onze O templo santo e a cidade santa na terra santa Leitura bíblica: Ez 47:13-20; 48:8-20, 31-35; Ap 21:12-13 I. O templo santo e a cidade santa, que tipificam a igreja (Ez 47:13; 1Co 3:16-17),

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 1ª Aula Introdução do Curso Propostas Santificação na Bíblia... Perspectivas e Movimentos... Disciplinas, Práticas Cristãs... Esforço Humano

Leia mais

Novena milagrosa a. São José. Festa: 19 de março. editora

Novena milagrosa a. São José. Festa: 19 de março. editora Novena milagrosa a São José Festa: 19 de março editora Ave-maria Quem é São José? Jacó gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado Cristo (Mateus 1,16). Com essas palavras, termina

Leia mais

Lição 10 para 2 de setembro de 2017

Lição 10 para 2 de setembro de 2017 Lição 10 para 2 de setembro de 2017 OS DOIS PACTOS Em Gálatas 4:21-31, Paulo apresenta a oposição entre a salvação pela fé e a salvação pelas obras usando uma alegoria: O filho da livre (Sara), em oposição

Leia mais

História e Ministério

História e Ministério História e Ministério 1 - Ministério e propósito 2 - Resumo da história da Igreja 3 - Responsabilidades espirituais e oficiais 4 - Documentos relevantes 1. MINISTERIO E PROPÓSITO O Ministério da Igreja

Leia mais

Jesus Prepara sua Morte

Jesus Prepara sua Morte Jesus Prepara sua Morte Texto base Marcos 14. 15-20 Introdução Jesus é ungido em Betânia Marcos 14. 3.9 Quais as características do gesto (Obra) dessa mulher: - Amor... v3 - Sacrifício... - Fé - Oportuna...

Leia mais

LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS

LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS R LISTAGEM DAS COLEÇÕES DE AUDIOS C001 Conferências de Set 2001 A Vida no Reino Delcio Meireles 8 C002 Conferências de Nov 2001 A Restauração Delcio Meireles 5 C003 Conferências de Mar 2002 Apocalipse

Leia mais

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos.

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos. Aula 2 Prezados professores, estou enviando os slides ( texto definitivo) da nossa aula 2 baseada nos capítulos 2, 10 e 12 do nosso livro e na nossa confissão de fé. Sugerimos que leiam novamente os três

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS

O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef. 1: 1-14 Slide 1 O PRIVILÉGIO DE SER FILHO DE DEUS Ef.1 : 1-14 1. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus, aos santos que vivem em Éfeso e fiéis em Cristo

Leia mais

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira

AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO. Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira AULA -1 IGREJA: UMA INSTITUIÇÃO DIVINO-HUMANA IGREJA E CULTO Por que me importar? Presb. José Cordeiro Neto» Presb. Lúcio Mafra Teixeira CONSOLIDAÇÃO 2015, O ANO DA ADORAÇÃO A Bíblia retrata a igreja como

Leia mais

A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico,

A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico, A salvação da alma Neste capítulo trataremos da salvação da alma. Considerando o assunto quanto à evangelização no sentido doutrinário e teológico, não é da alçada deste livro. - Que é a salvação? É um

Leia mais

Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da "Arca"

Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da Arca 1-18 19-24 25-31 32-34 35-40 Libertação e caminho para o Sinai Aliança no Sinai Ordens para a construção Queda e renovação da aliança Construção da Tenda e da "Arca" 1-7 8-10 11-15 16 17-26 27 Ordens para

Leia mais

Matéria. Proibido a reprodução parcial ou total desta apostila. Dez/15

Matéria. Proibido a reprodução parcial ou total desta apostila. Dez/15 Matéria Proibido a reprodução parcial ou total desta apostila sem a autorização do IFC-SEDE MUNDIAL Dez/15 1 PANORAMA BÍBLICO A. A Bíblia é o livro sagrado 1. Isaías. 45.5-6. 2. Isaías 45.18-22. B. O Deus

Leia mais

Solenidade de N. S. Jesus Cristo, Rei do Universo. Ano B 15 de novembro de 2015

Solenidade de N. S. Jesus Cristo, Rei do Universo. Ano B 15 de novembro de 2015 Solenidade de N. S. Jesus Cristo, Rei do Universo. Ano B 15 de novembro de 2015 Caríssimos irmãos e irmãs: Para este Domingo, a liturgia da Palavra, solenemente proclamada, nos conduziu à compreensão da

Leia mais

Efésios 2,8-9: Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.

Efésios 2,8-9: Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTAS 32 E 33 PERGUNTA 32: Que bênçãos gozam nesta vida aqueles que são eficazmente chamados? RESPOSTA: Aqueles que são eficazmente chamados gozam, nesta vida, da justificação,

Leia mais

Solenidade de Cristo Rei

Solenidade de Cristo Rei Solenidade de Cristo Rei A celebração da Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, fecha o Ano Litúrgico. Neste período, meditamos, sobretudo, no mistério de sua vida, sua pregação e o

Leia mais

O ANO NOVO SEGUNDO A BÍBLIA

O ANO NOVO SEGUNDO A BÍBLIA O ANO NOVO SEGUNDO A BÍBLIA Números 10: 10 O ANO NOVO NA BÍBLIA, ACONTECE EM SETEMBRO! Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis

Leia mais

4 O que é uma igreja baseada em princípios?

4 O que é uma igreja baseada em princípios? 4 O que é uma igreja baseada em princípios? Essa igreja é uma comunidade local onde todos os membros, vivenciando os princípios apresentados na Palavra de Deus, têm por objetivo glorificar a Deus e cumprir

Leia mais

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. ACESSO A DEUS Texto Base: Rm 5.2 =... pôr intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. Introdução: Ter acesso

Leia mais

Avaliando Como Deus Avalia

Avaliando Como Deus Avalia Avaliando Como Deus Avalia Por Silvio Dutra Set/2017 A474a Alves, Silvio Dutra Avaliando Como Deus Avalia / Silvio Dutra Alves. Rio de Janeiro, 2017. 10p.; 14,8x21cm 1. Teologia. 2. Vida Cristã. 3. Graça.

Leia mais

CALVINISMO, TRABALHO E DINHEIRO. DÍZIMOS, OFERTAS E A IGREJA EMPRESARIAL Denis Netto

CALVINISMO, TRABALHO E DINHEIRO. DÍZIMOS, OFERTAS E A IGREJA EMPRESARIAL Denis Netto CALVINISMO, TRABALHO E DINHEIRO DÍZIMOS, OFERTAS E A IGREJA EMPRESARIAL Denis Netto 02.04.2017 Pois um ourives, chamado Demétrio, que fazia, de prata, nichos de Diana e que dava muito lucro aos artífices,

Leia mais

SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO

SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO Objetivo geral do encontro: Ao final deste encontro, o grupo deverá ser capaz de compreender o Matrimônio como uma instituição elevada à categoria de Sacramento por Jesus Cristo,

Leia mais

Capela Nª Sª Das Graças

Capela Nª Sª Das Graças Capela Nª Sª Das Graças Santa Missa Dominical 1-Saudação I PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. AS: Amém. PR: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

Leia mais

Quando a humanidade fracassou?

Quando a humanidade fracassou? Quando a humanidade fracassou? A adolescência é uma época de muitas transformações tanto física como espiritualmente; Na versão bíblica dos fatos, Adão e Eva pareciam adultos e eram perfeitos quando foram

Leia mais

Slide 2

Slide 2 ( ) 8. Na Igreja, que é o corpo de Cristo, coluna e firmeza da verdade, uma, santa e universal assembleia dos fiéis remidos de todas as eras e todos os lugares, chamados do mundo pelo Espírito Santo para

Leia mais

A capacitação de Deus.

A capacitação de Deus. A capacitação de Deus. Atos 17: 24 ao 28 O apostolo Paulo depois de ter feito uma peregrinação pela Grécia chegou a seguinte conclusão de que a idolatria tinha tomado de forma contundente a cultura daqueles

Leia mais

O Homem é capaz de Deus. Chave da semana

O Homem é capaz de Deus. Chave da semana O Homem é capaz de Deus Chave da semana Catequese com adultos 11-12 Chave de bronze 15-10-2011 DEUS VEM AO ENCONTRO DO HOMEM 22-10-2011 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Quem somos? Revelamo-nos

Leia mais

1. CHAMADOS COMO FILHOS DE DEUS PARA CUMPRIRMOS O PROPÓSITO

1. CHAMADOS COMO FILHOS DE DEUS PARA CUMPRIRMOS O PROPÓSITO AMPLIANDO A VISÃO ESPIRITUAL TEXTO: MATEUS Jo 15 1. CHAMADOS COMO FILHOS DE DEUS PARA CUMPRIRMOS O PROPÓSITO Imagine um pai que faz muitos investimentos na família, Ele é alguém muito interessado nos filhos.

Leia mais

A natureza do povo do reino

A natureza do povo do reino A natureza do povo do reino Aqui está a descrição da natureza de um vencedor, alguém que está debaixo do domínio e do governo do Rei; Os nove aspectos da natureza dos filhos do reino são acompanhados da

Leia mais

Uma oferta de Adoração

Uma oferta de Adoração Uma oferta de Adoração Esse Melquisedeque, rei de Salém e sacerdote do Deus Altíssimo, encontrou-se com Abraão quando este voltava, depois de derrotar os reis, e o abençoou; e Abraão lhe deu o dízimo de

Leia mais

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 6: Jesus, o Filho de Deus - 1ª parte.

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 6: Jesus, o Filho de Deus - 1ª parte. ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 6: Jesus, o Filho de Deus - 1ª parte. Frei Hipólito Martendal, OFM. São Paulo-SP, 31 de maio de 2012. revisão, comentários e dúvidas sobre as aulas anteriores.

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTO DE ENTRADA: E B7 Dentro de mim existe uma luz/ Que me mostra por onde deverei andar F#m B7 E Dentro de mim também mora Jesus/ que me ensina buscar

Leia mais