1. NOTA INTRODUTÓRIA. A Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro, associação juvenil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. NOTA INTRODUTÓRIA. A Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro, associação juvenil"

Transcrição

1 Relatório de Actividades 2009

2 1. NOTA INTRODUTÓRIA A Associação Desportiva e Recreativa do Loureiro, associação juvenil cujas as preocupações estatutárias são o bem estar, a promoção cultural, desportiva, social e recreativa dos seus associados desempenhou durante este ano civil actividades num objectivo de responder a estas intenções. Embora se depare quotidianamente com dificuldade de índole material e humano para a prossecução dos seus objectivos, a associação conseguiu desenvolver com sucesso a quase totalidade dos projectos enunciados no plano de actividades. Em seguida, procede-se a descrição daquilo realizado em consonância com o plano de actividades previamente proposto.

3 2. ANÁLISE POR SECÇÕES Acções Desenvolvidas

4 Acções Desenvolvidas: 2.1 SECÇÃO DE APOIO AGRÍCOLA A A.D.R.L. manteve o protocolo com a Cooperativa Agrícola de Coimbra, a fim de poder apoiar os seus associados no fornecimento de adubos. Responsável: Joaquim NETO

5 2.2. SECÇÃO DE APOIO À COMUNIDADE ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS Ginástica de manutenção Mensalmente Avaliação da tensão arterial Anualmente Projecto Loureiro activo é com saúde Festa de Natal Pontualmente Curso de Reconhecimento, validação e certificação de competências 12º Ano (R.V.C.C.) Responsável: Cláudia OLIVEIRA

6 AVALIAÇÃO DA TENSÃO ARTERIAL Medição da tensão arterial no último domingo de cada mês a todos os interessados. Responsável: Cláudia OLIVEIRA ADRL-Relatório de Actividades 2009

7 LOUREIRO ACTIVO É COM SAÚDE Avaliação: - Tensão Arterial - Glicemia - Índice de massa corporal Controles Efectuados ( Sexo F. = 64 / Sexo M. = 46 ) Menos de 20 anos Dos 41 aos 60 anos Dos 21 aos 40 anos Mais de 60 anos Responsável: Cláudia OLIVEIRA

8 FESTA DE NATAL Festa de Natal com distribuição de prendas a todas as crianças até aos 10 anos Responsável: Cláudia OLIVEIRA

9 2.3. SECÇÃO AVENTURA PAINT-BALL - ÍNVIBORA Responsável: João AMADO

10 2.4. SECÇÃO CULTURAL E RECREATIVA Feira de Gastronomia de Cernache Festa de Natal Torneio de Sueca Festa Temática Responsável: Natércia FERREIRA ADRL-Relatório de Actividades 2009

11 II FEIRA DE GASTRONOMIA DE CERNACHE Responsável: Natércia FERREIRA

12 FESTA DE NATAL Teatro O Capuchinho Vermelho e o Segredo de Família Os Ídolos do Rural Responsável: Natércia FERREIRA

13 2.5. SECÇÃO DESPORTIVA Organização do Torneio de Futebol de Cinco Responsável: José VICENTE

14 2.6. SECÇÃO DE FEIRA A A.D.R.L. manteve a abertura mensal (no último domingo de cada mês) das 07 às 13 horas, com 4 equipas de trabalho. Equipa Nº 1 Equipa Nº 2 Equipa Nº 3 Equipa Nº 4 António Pedro Saúl Meneses Nuno Rodrigues Paulo Rajado Joaquim Neto José Adelino Marco Ferreira Paulo Amado Arménio de Oliveira Luís Amado Eduardo Pedroso Victor Vicente José Guiné José Bicho Narcindo Cunha Celestino Vicente Responsável: Marco FERREIRA

15 2.7. SECÇÃO DE OBRAS E MELHORAMENTOS Parque Desportivo: ACÇÕES DESENVOLVIDAS - Restabelecimento da Energia Eléctrica para Obras; - Execução dos trabalhos de alteração de arquitectura nos sanitários públicos; - Construção de muro de vedação de terreno e suporte de terras. Responsável: Paulo AMADO

16 Candidatura ao IDP OBRAS E MELHORAMENTOS Responsável: Paulo AMADO

17 Instalação Electrica & Pintura OBRAS E MELHORAMENTOS Responsável: Paulo AMADO

18 Muro de Vedação OBRAS E MELHORAMENTOS Responsável: Paulo AMADO

19 OBRAS E MELHORAMENTOS Caldeira para aquecimento de águas sanitárias Responsável: Paulo AMADO

20 Divisórias fixas entre urinóis OBRAS E MELHORAMENTOS Responsável: Paulo AMADO

21 OBRAS E MELHORAMENTOS Prolongamento da rede pública de drenagem de águas residuais Responsável: Paulo AMADO

22 OBRAS E MELHORAMENTOS Prolongamento da rede pública de drenagem de águas residuais Responsável: Paulo AMADO

23 OBRAS E MELHORAMENTOS Colocação de postes em cimento para iluminação do recinto de jogo Responsável: Paulo AMADO ADRL-Relatório de Actividades 2009

24 3. NOTA FINAL No desenvolvimento do nosso trabalho, os Órgãos Sociais da ADRL, mantiveram contactos regulares com diversas entidades no sentido de solucionarem ou encaminharem diversos assuntos e trabalhos que fizeram e fazem parte da nossa esfera de actuação nomeadamente: - Instituto Português da Juventude - Câmara Municipal - Pelouro da Cultura - Pelouro do Desporto - Departamento de Obras Municipais da CMC - Governo Civil de Coimbra - Executivo da Junta de Freguesia - INATEL

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E RECREATIVA DO LOUREIRO

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E RECREATIVA DO LOUREIRO ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E RECREATIVA DO LOUREIRO PLANO DE ACTIVIDADES ANO DE 2011 Associação Desportiva e Recreativo do Loureiro Canto da rua Loureiro 3040-787 Cernache E-mail adr.loureiro@sapo.pt www.adrloureiro.com

Leia mais

Praznik Formação Monitores 2016

Praznik Formação Monitores 2016 Praznik Formação Monitores 2016 Índice: 1 Programa 1.1 Objectivos 1.2 A quem se destina 2 O Formando 2.1 Direitos e deveres 2.2 Assiduidade 2.3 Avaliação 3 Plano de Formação 3.1 Áreas de formação e formador

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GUADALUPE OPÇÕES DO PLANO ACTIVIDADES PARA ANO 2011

JUNTA DE FREGUESIA DE GUADALUPE OPÇÕES DO PLANO ACTIVIDADES PARA ANO 2011 JUNTA DE FREGUESIA DE GUADALUPE OPÇÕES DO PLANO E ACTIVIDADES PARA ANO 2011 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Srª. Guadalupe Tel. 266 781 165 Tel. 266 747 916 Fax : 266 747 917 Email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

PROJETO DE APOIO À EDUCAÇÃO FÍSICA NO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

PROJETO DE APOIO À EDUCAÇÃO FÍSICA NO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO PROJETO DE APOIO À EDUCAÇÃO FÍSICA NO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 25-Set-2012 1. FUNDAMENTAÇÃO DO PROJETO Garantir o cumprimento do Currículo do 1º Ciclo, no que respeita à área da Expressão e Educação Físico-Motora;

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE DO ANO 2008 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.179.500,00 1.179.500,00 1.179.500,00 1.1. Serviços gerais de 1.080.000,00 1.080.000,00 1.080.000,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 1.080.000,00 1.080.000,00

Leia mais

PROTOCOLO. Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal

PROTOCOLO. Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal PROTOCOLO Colaboração entre o Município de Setúbal e Núcleo de Bicross de Setúbal Entre A Câmara Municipal de Setúbal, adiante designada por CMS, na qualidade de 1.º Outorgante, representada pela Presidente,

Leia mais

TARIFÁRIO DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO A VIGORAR EM 2014

TARIFÁRIO DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO A VIGORAR EM 2014 TARIFÁRIO DOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO A VIGORAR EM 2014 Tarifário de abastecimento de água: O tarifário do serviço de abastecimento de água compreende uma componente fixa e uma componente

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO

ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ACORDO DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO ----- ENTRE ----- A REPÚBLICA DE ANGOLA, A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, A REPÚBLICA DE CABO VERDE, A REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU, A REPÚBLICA

Leia mais

Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia

Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia 14 Março 2006 Auditório da Câmara Municipal de Mirandela Vítor Lopes EDV ENERGIA Agência de Energia do Entre o Douro e Vouga Região constituída por 5 municípios:

Leia mais

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha

O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos. Maria José Cunha 20-03-2014 1 O contributo da ESAC para a formação no âmbito do uso sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos Maria José Cunha 20-03-2014 2 ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA DE COIMBRA MISSÃO Formar profissionais

Leia mais

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas Informação Escrita Nos termos da alínea o) do artº.17º da Lei nº.5-a/2002 de 11 de Janeiro, e no âmbito das suas competências, a Junta de Freguesia de Portimão apresenta à Assembleia de Freguesia, a informação

Leia mais

1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4. PROJECTOS SUPRAMUNICIPAIS Cuidar de Quem Cuida e cidades Amigas das Pessoas Idosas 9

1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4. PROJECTOS SUPRAMUNICIPAIS Cuidar de Quem Cuida e cidades Amigas das Pessoas Idosas 9 PLANO DE ACÇÃO DE GERONTOLOGIA 2011 1 ÍNDICE PROJECTOS CONCELHIOS Lazer, Cultura e Desporto 2 1. Animar Sénior 2 2. Refrescar Sénior 3 3. Movimentar Sénior 4 Intergeracionalidade 5 4. Troca de Saberes

Leia mais

Apresentação: Objecto social: Visão, Missão e valores:

Apresentação: Objecto social: Visão, Missão e valores: Apresentação: A RUTIS (Associação Rede de Universidades da Terceira Idade) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social e de Utilidade Pública de apoio à comunidade e aos seniores, de âmbito nacional

Leia mais

18º TORNEIO CONCELHIO DE FUTSAL SUB-13 GONDOMAR 2015

18º TORNEIO CONCELHIO DE FUTSAL SUB-13 GONDOMAR 2015 A Escola Desportiva e Cultural de Gondomar vai, uma vez mais e pelo 18º ano consecutivo, em colaboração com a Câmara Municipal de Gondomar, levar a efeito o 18º. Torneio Concelhio de Futsal Sub-13 (Jovens

Leia mais

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra

CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra CARTA DE RECOMENDAÇÕES Elaborada pelos participantes do 2º Encontro da Rede Participação Juvenil de Sintra 03.03.2012 PARTICIPAÇÃO EM ACTIVIDADES JUVENIS 1. Realizar inquéritos, a nível local, para averiguar

Leia mais

Plano de Ação Plano de Ação 2012

Plano de Ação Plano de Ação 2012 Plano de Ação PLANO DE AÇÃO DOCUMENTO ELABORADO PELO: da Rede Social do Concelho do CONTACTOS: Câmara Municipal do Rede Social do Concelho do Av. Dr. Francisco Sá Carneiro 2550-103 Tel. 262 690 100/262

Leia mais

Município de Ourém. Normas de participação CONCURSO DE DESFILE DE CARNAVAL 2011

Município de Ourém. Normas de participação CONCURSO DE DESFILE DE CARNAVAL 2011 Normas de participação CONCURSO DE DESFILE DE CARNAVAL 2011 I O desfile de Carnaval de Ourém integra o programa de actividades do Município tendo como objectivo a promoção das tradições carnavalescas.

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005

PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 PLANO DE ACÇÃO, DO ANO DE 2005 O ano de 2005 é o último ano de vigência do I Plano Estratégico para o Desenvolvimento da. Assim sendo, este Plano de Acção constitui, de certa forma, o encerrar de um ciclo

Leia mais

VI TAÇA DE PORTUGAL EQUITAÇÃO DE TRABALHO FEIRA NACIONAL DO CAVALO GOLEGÃ 7 A 10 DE NOVEMBRO DE 2013 PROGRAMA

VI TAÇA DE PORTUGAL EQUITAÇÃO DE TRABALHO FEIRA NACIONAL DO CAVALO GOLEGÃ 7 A 10 DE NOVEMBRO DE 2013 PROGRAMA VI TAÇA DE PORTUGAL DE EQUITAÇÃO DE TRABALHO FEIRA NACIONAL DO CAVALO GOLEGÃ 7 A 10 DE NOVEMBRO DE 2013 PROGRAMA 1. GENERALIDADES 1.1. Denominação do Concurso VI TAÇA DE PORTUGAL DE EQUITAÇÃO DE TRABALHO

Leia mais

Eficiência Energética em Edifícios (Alto Alentejo)

Eficiência Energética em Edifícios (Alto Alentejo) Eficiência Energética em Edifícios (Alto Alentejo) = Como as autarquias encaram a problemática da eficiência energética = TIAGO GAIO tiago.gaio@areanatejo.pt Otimização de Soluções Construtivas Coimbra,

Leia mais

GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE ALVITO

GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE ALVITO GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DE ALVITO I TORNEIO DE FUTEBOL 7 BENJAMINS REGULAMENTO JOSÉ JOAQUIM BRANQUINHO O PROFESSOR Junho, 2011 COM O APOIO DE: Câmara Municipal de Alvito Junta de Freguesia de Alvito

Leia mais

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva PLANO DE ACTIVIDADES CASA DO POVO DE VILA NOVA DE PAIVA ANO DE 2016 Atividades a desenvolver para 2016 O plano de actividades a que nos propomos tem o objetivo de manter a imagem e a presença da Casa do

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da Lei

Leia mais

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 Pagina : 1 1. Funções gerais 692.793,77 700.893,77 502.238,97 494.714,37 442.264,06 425.619,24 425.619,24 198.654,80 69.095,13 60.73 60.73 100.00 1.1. Serviços gerais

Leia mais

Plano Anual - Sem nome de clientes

Plano Anual - Sem nome de clientes Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viseu Cantar as Janeiras Local: Viseu Data início:2011-01-01 Hora início:- Data fim: 2011-01-31 Participação da comunidade em eventos

Leia mais

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

RESUMO DE APOIOS ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO ÉPOCA 2013/2014

RESUMO DE APOIOS ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO ÉPOCA 2013/2014 RESUMO DE APOIOS ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO ÉPOCA 2013/2014 Câmara Municipal de Cascais Departamento de Educação e Desporto Divisão de Desporto Rua José Joaquim de Freitas 2 2750-404 Cascais t. 214815530/31

Leia mais

REGULAMENTO Semana da Juventude 2015 ( Sector do Desporto e Juventude )

REGULAMENTO Semana da Juventude 2015 ( Sector do Desporto e Juventude ) REGULAMENTO Semana da Juventude 2015 ( Sector do Desporto e Juventude ) Abertura - Encerramento Quinta-Feira 3 Setembro 20H00-03H00 Sexta-Feira 4 Setembro 20H00 03H00 Sábado 5 20H00 03H00 ARTIGO 1º - (Objecto

Leia mais

Plano Anual de Atividades Ano letivo 2012/2013

Plano Anual de Atividades Ano letivo 2012/2013 Plano Anual de Atividades Ano letivo 2012/2013 O Plano Anual de Actividades constitui-se como um documento orientador das actividades desenvolvidas ao longo do ano lectivo. Desta forma, nas páginas que

Leia mais

Regulamento e Taxas da Universidade dos Tempos Livres do Concelho de Cantanhede

Regulamento e Taxas da Universidade dos Tempos Livres do Concelho de Cantanhede Regulamento e Taxas da Universidade dos Tempos Livres do Concelho de Cantanhede Toda a Educação deve ter como fundamento a contribuição para o desenvolvimento pessoal, social, cívico e cultural da Comunidade.

Leia mais

Feira do Livro e da Música 2011 Rossio

Feira do Livro e da Música 2011 Rossio Feira do Livro e da Música 2011 Rossio Dia 26, Quinta-feira 26 de Maio a 5 de Junho 2ª a 5ª feira 17:00h às 23:00h 6ª feira 17:00h às 24:00h Sábado 10:00h às 24:00h Domingo 10:00h às 23:00h Dia 1 de Junho

Leia mais

no Outras Entidades Cofinanciamento Município de Ribeira de Pena 2º Semestre 1º Semestre

no Outras Entidades Cofinanciamento Município de Ribeira de Pena 2º Semestre 1º Semestre MECANISMO DE FINANCIAMENTO Programa Operacional Regional do Norte ON.2, DESIGNAÇÃO DA OPERAÇÃO NORTE-10-0156-FEDER-000132 - Rede Desportiva de Ribeira de Pena- Requalificação do pavilhão Municipal EIO

Leia mais

O Sonho. Intervenção pela Arte. Educação para todos. Realização de espectáculos nacionais e internacionais. Associação/ Cooperativa

O Sonho. Intervenção pela Arte. Educação para todos. Realização de espectáculos nacionais e internacionais. Associação/ Cooperativa O Sonho Intervenção pela Arte Educação para todos Realização de espectáculos nacionais e internacionais Associação/ Cooperativa Estado de Arte O que tem acontecido em Portugal ao nível do serviço educativo?

Leia mais

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo NATAL EM ATIVIDADE NORMAS GERAIS DE FUNCIONAMENTO Nota introdutória A Câmara Municipal pretende desenvolver programas

Leia mais

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO DECRETO-LEI Nº190/1991 DE 17 MAIO DECRETO-LEI Nº300/1997 DE 31 OUTUBRO / PORTARIA Nº 63 / 2001 DE 30 DE JANEIRO A escola e seus actores Agrupamento de Escolas de

Leia mais

Reunião Conselho Municipal de Educação 1 Julho 2011, às 18h00

Reunião Conselho Municipal de Educação 1 Julho 2011, às 18h00 Reunião Conselho Municipal de Educação 1 Julho 2011, às 18h00 Ordem de Trabalhos 1. Aprovação da Acta nº 12 da reunião de 23 de Março 2011 2. Informações sobre o Sistema Educativo Local a) Direcção Regional

Leia mais

O ANO DE 2016 FOI DE GRANDES MUDANÇAS

O ANO DE 2016 FOI DE GRANDES MUDANÇAS O ANO DE 2016 FOI DE GRANDES MUDANÇAS ü NOVA DIRECÇÃO ü NOVOS ESTATUTOS ü NOVO MODELO DE DIRECÇÃO ü MUDANÇA DE INSTALAÇÕES ü MUDANÇA DE SECRETARIADO ü MUDANÇA DE CONTABILIDADE ASSEMBLEIA GERAL DIRECÇÃO

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA

PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA PROTOCOLO ENTRE A POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA E A SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA 1. Preâmbulo Face ao actual modelo de profissionalização e aos imperativos de modernização organizacional, técnica

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO. Introdução

RELATÓRIO DE GESTÃO. Introdução RELATÓRIO DE GESTÃO Introdução O relatório de gestão enquadra-se no âmbito da prestação de contas relativa ao exercício de 2010 e foi elaborado de acordo com os procedimentos estabelecidos no Plano Oficial

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1

CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade. ATA nº 1 CONSELHO LOCAL DE AÇÃO SOCIAL (CLAS) Grupo de Trabalho Pessoas Idosas, Envelhecimento e Intergeracionalidade ATA nº 1 Data: 24 de fevereiro de 2012 (sexta-feira) Local: Câmara Municipal de Peniche Hora

Leia mais

APOIOS ATRIBUÍDOS PELO MUNICÍPIO NA ÉPOCA DESPORTIVA 2007/2008. ADN Actividades Desportivas Náuticas. Apoio ao funcionamento da canoagem 1.

APOIOS ATRIBUÍDOS PELO MUNICÍPIO NA ÉPOCA DESPORTIVA 2007/2008. ADN Actividades Desportivas Náuticas. Apoio ao funcionamento da canoagem 1. ADN Actividades Desportivas Náuticas ao funcionamento da canoagem 1.500,00 Comparticipação nas despesas de organização das actividades no 1º período referente à modalidade de canoagem 500,00 Total financiado

Leia mais

ANTES DA ORDEM DO DIA

ANTES DA ORDEM DO DIA Agenda da Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Lamego "Sexta-Feira, 17 de julho de 2015" ANTES DA ORDEM DO DIA 01- Listagem mensal das despesas e ordens de pagamento autorizados em junho/2015 Informação

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA

REGULAMENTO INTERNO ESCOLA DE MUSICA REGULAMENTO INTERNO DA ESCOLA DE MUSICA Artigo 1º Objecto A Associação Cultural Musimax é uma Escola do Ensino Artístico Especializado em Música, e tem como principal objecto o ensino da música. Artigo

Leia mais

Município de Viana do Alentejo NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Município de Viana do Alentejo  NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Feira D Aires Norma 1 Âmbito de Aplicação As presentes normas aplicam-se aos participantes na Feira D Aires que se realiza anualmente em Viana do Alentejo e é organizada pelo Município

Leia mais

MAPA DE ACTIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2008/2009. Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações

MAPA DE ACTIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2008/2009. Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações 2008/2009 Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações 1º PERÍODO Seguimento P R 1 de Outubro Educação Musical 31 de Outubro Professores de Inglês 26 de Setembro 24 a 30 de Setembro

Leia mais

PORTUGUÊS: Assid. Mín [h] INGLÊS: Assid. Mín [h]

PORTUGUÊS: Assid. Mín [h] INGLÊS: Assid. Mín [h] PORTUGUÊS: Módulo 1.1.: Textos de Carácter Autobiográfico 30 27,0 Módulo 1.2.: Textos Expressivos e Criativos e Textos Poéticos 24 22,0 Módulo 1.3.: Textos dos Media I 24 22,0 Módulo 1.4.: Textos Narrativos

Leia mais

Plano anual de atividades

Plano anual de atividades Plano anual de atividades Ano lectivo: 2014-2015 A Direção Pedagógica da Escola Profissional de Tecnologia e Eletrónica ESTEL, perseguindo o seu objetivo fundamental de contribuir para a educação, formação

Leia mais

EIXO I ATRACTIVIDADE TERRITORIAL

EIXO I ATRACTIVIDADE TERRITORIAL Plano de Acção para 2007 1 Um Plano de Acção, mais do que um documento, pretende-se que seja um instrumento de trabalho manuseável, flexível, ajustável à realidade e útil. Neste sentido, considerou-se

Leia mais

EMISSÃO DE LICENÇAS ESPECIAIS DE RUÍDO A 06/05/2016

EMISSÃO DE LICENÇAS ESPECIAIS DE RUÍDO A 06/05/2016 Grupo Desportivo Estoril Praia Jogos de Futebol Centro de Treino e Formação Desportiva, Rua Dom Bosco, Estoril 12-01/31-12-2016 Dias úteis - 17:00/23:00 Sábados, Domingos e Feriados 09:00/20:00 Milha Urbana

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO

GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO Junta Freguesia Castelo Branco Município Castelo Branco GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2008/2011 APROVADO PELA JUNTA DE FREGUESIA Em reunião / / PELA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Em sessão / / Fl.

Leia mais

Convite: Natal no Frei 3º CICLO. Num Externato de orientação

Convite: Natal no Frei 3º CICLO. Num Externato de orientação Newsletter Nº2 Ano Lectivo 2008 2009 Dezembro Coordenação Prof. Miguel Feio Prof. Manuel André EM DESTAQUE Natal no Frei A alegria de comunicar aos outros a Boa Nova do amor de Deus que deu ao mundo o

Leia mais

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes

Calendarização Temas/Conteúdos Objectivos Actividades Intervenientes Início do Ano Lectivo Estruturar, Organizar e planificar o Ano Lectivo Reunião com os diferentes Intervenientes no processo educativo Equipa Pedagógica e Encarregados de Educação das crianças Setembro

Leia mais

BIBLIOGRAFIA 6. BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA 6. BIBLIOGRAFIA 6. BIBLIOGRAFIA Bento, J. (1991). Desporto, Saúde; Vida. Em Defesa do Desporto. Cultura Física. Livros Horizonte, Lisboa.. Branco, P. (1994). O Município e o Desporto: Contributo para a Definição de um

Leia mais

ESTE ANO ACONTECE. Actividade Dinamizadores Destinatários. Acções de Sensibilização - Hora de PT. Profs. Tutores. Alunos. Aconselhamento Psicológico

ESTE ANO ACONTECE. Actividade Dinamizadores Destinatários. Acções de Sensibilização - Hora de PT. Profs. Tutores. Alunos. Aconselhamento Psicológico ESTE ANO ACONTECE Actividade Dinamizadores Destinatários Acções de Sensibilização - Hora de PT Profs. Tutores Aconselhamento Psicológico Sandra Barros Actividades do Desporto Escolar Profs. Educação Física

Leia mais

Evento EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações.

Evento EDIFÍCIOS BALANÇO. Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades. 22 Novembro Museu das Comunicações. Evento EDIFÍCIOS BALANÇO Rumo ao Impacte Nulo da Construção e Reabilitação nas Cidades PARTICIPE 22 Novembro 2011 Museu das Comunicações Lisboa ORGANIZAÇÃO UMA PUBLICAÇÃO APOIO APRESENTAÇÃO A conferência

Leia mais

Ciclo de Seminários Agenda 21

Ciclo de Seminários Agenda 21 Ciclo de Seminários Agenda 21 Estratégia Integrada de Turismo Sustentável no Nordeste Escola Profissional de Ansiães Cursos na Área do Turismo Identidade e Princípios Gerais A está situada num concelho

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS PLANO MUNICIPAL DE CULTURA CULTURFORNOS Pretende-se com este documento organizar a oferta cultural no Município de Fornos de Algodres, de modo a promover a diversidade de espetáculos e a atração e formação

Leia mais

Regulamento. Modelo de Intervenção Integrada do Concelho de Ourique (MII)

Regulamento. Modelo de Intervenção Integrada do Concelho de Ourique (MII) Regulamento Modelo de Intervenção Integrada do Concelho de Ourique (MII) Regulamento Modelo de Intervenção Integrada Nota justificativa O Modelo de Intervenção Integrada surge no âmbito da Rede Social,

Leia mais

7. RELATÓRIOS, PARECERES E DECLARAÇÃO EM CONFORMIDADE DO CONSELHO FISCAL RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL SOBRE O MG - AM E A CEMG

7. RELATÓRIOS, PARECERES E DECLARAÇÃO EM CONFORMIDADE DO CONSELHO FISCAL RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL SOBRE O MG - AM E A CEMG 7. RELATÓRIOS, PARECERES E DECLARAÇÃO EM CONFORMIDADE DO CONSELHO FISCAL RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL SOBRE O MG - AM E A CEMG Exmos. Senhores Associados: No cumprimento das competências definidas

Leia mais

Seminário Rugby Juvenil

Seminário Rugby Juvenil Seminário Rugby Juvenil Lisboa, 29 Outubro 2005 Escola de Rugby Projecto Operacional Formar e competir, sem formação todos os projectos futuros serão postos em causa. Sem competição não poderá haver progresso

Leia mais

Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir

Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir Núcleo Executivo / Secretariado Técnico Rede Social Loures Aprovado na reunião de CLAS de 19.Fevereiro.2009 Objectivo Superior Objectivos Específicos Acções Principais Resultados a Atingir Monitorização

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Soure

Plano de Desenvolvimento Social do Concelho de Soure / Ano 1 ÍNDICE 1 - Introdução 3 Pág. 2- Plano de Acção dos Projectos Estruturantes Transversais do Concelho de 4 2.1. Projecto Estruturante Apoio na Dependência 5 2.2. Projecto Estruturante Criar para

Leia mais

Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória. Atividade de treino e competição nos escalões de formação

Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória. Atividade de treino e competição nos escalões de formação Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória Atividade de treino e competição nos escalões de formação Preâmbulo O presente regulamento estabelece as normas de

Leia mais

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO TORNEIO DE NATAL ESCOLAS DE FUTEBOL 04 de Dezembro de 2010 Campo de Futebol 1.º de Maio Organização: Clube Desportivo 1.º de Maio Palheiro Ferreiro, Dezembro de 2010 ORGANIZAÇÃO

Leia mais

A ARTICULAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE INCENTIVOS E A INOVAÇÃO NAS EMPRESAS

A ARTICULAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE INCENTIVOS E A INOVAÇÃO NAS EMPRESAS 2012 MAR 06 A ARTICULAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS DE INCENTIVOS E A INOVAÇÃO NAS EMPRESAS JOSÉ CARLOS CALDEIRA Administrador executivo PÓLO PRODUTECH Director INESC Porto (jcc@inescporto.pt) INDÚSTRIA TRANFORMADORA

Leia mais

Direção Técnica em Futebol

Direção Técnica em Futebol Universidade Lusófona Pós-Graduação Formação Avançada Internacional Direção Técnica em Futebol faculdade de educação física e desporto Pós-Graduação Formação Avançada Internacional Direção Técnica em Futebol

Leia mais

Medida de apoio à inovação

Medida de apoio à inovação Medida de apoio à inovação Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 Maria Pedro Silva Organização: Apoio Institucional: Grupos Crescimento Valor Acrescentado Rentabilidade Económica Inovação Capacitação

Leia mais

PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA

PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA PROCESSO DE CANDIDATURA PARA INSTALAÇÃO NO ECO-PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA de: (entidade candidata) (data) Prº / ÍNDICE A - TERMO DE CANDIDATURA B - FORMULÁRIOS DE CANDIDATURA 1. IDENTIFICAÇÃO 2. CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

Gestão e Manutenção de Equipamentos

Gestão e Manutenção de Equipamentos Guia da Reforma Administrativa de Lisboa Gestão e Manutenção de Equipamentos O que são Equipamentos Municipais? São estruturas públicas geridas pela Autarquia. As necessidades da população e a concretização

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DA GUARDA

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DA GUARDA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DA GUARDA Ponto 2.2 Análise, discussão e votação do Plano e Orçamento para o ano de 2016 - Artigo 9º, nº1, alínea a) da Lei nº 75/2013 Guarda, dezembro 2015 Orçamento Inicial da

Leia mais

2 O licenciamento dos veículos depende da prova de que a actividade principal da entidade requerente ( CNE) implica a deslocação de crianças;

2 O licenciamento dos veículos depende da prova de que a actividade principal da entidade requerente ( CNE) implica a deslocação de crianças; CORPO NACIONAL DE ESCUTAS Escutismo Católico Português CONSELHO FISCAL E JURISDICIONAL NACIONAL Junta Central pergunta: - É necessária alguma autorização ou formação especial para o transporte ocasional

Leia mais

Tabela de Preços 2016

Tabela de Preços 2016 Artigo Nº CAPÍTULO I - SERVIÇOS DIVERSOS E COMUNS VALOR 2016 Art. 1º Prestação de Serviços e Concessão de Documentos 1 Fotocópias de interesse particular (a preto e branco): a) - A4 0,20 b) - A3 0,33 c)

Leia mais

Programa Oficial. Introdução. Recinto

Programa Oficial. Introdução. Recinto Introdução O Instituto Português do Sangue, IP (IPS) no âmbito do evento alusivo ao Dia Mundial do Dador de Sangue (DMDS) e das comemorações do seu 50º Aniversário, desenvolveu um programa alargado com

Leia mais

V Grande Prémio de Atletismo de Almargem do Bispo

V Grande Prémio de Atletismo de Almargem do Bispo V Grande Prémio de Atletismo de Almargem do Bispo 17 DE JULHO DE 2016 REGULAMENTO UNIÃO DAS FREGUESIAS DE ALMARGEM DO BISPO, PERO PINHEIRO E MONTELAVAR Avenida D. Afonso Henriques, 2 2715-214 ALMARGEM

Leia mais

CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE GEOTECNIA CONGRESSO NACIONAL DE GEOTECNIA BOLETIM Nº 1. www.geo2008.uc.pt DE 7 A 11 DE ABRIL 2008 COIMBRA, PORTUGAL

CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE GEOTECNIA CONGRESSO NACIONAL DE GEOTECNIA BOLETIM Nº 1. www.geo2008.uc.pt DE 7 A 11 DE ABRIL 2008 COIMBRA, PORTUGAL BOLETIM Nº 1 Departamento de Engenharia Civil Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra CONGRESSO NACIONAL DE GEOTECNIA CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE GEOTECNIA DE 7 A 11 DE ABRIL 2008

Leia mais

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011 Regulamento Geral Introdução Para a realização da XVI edição deste Torneio, no qual participam todos os 6 Clubes do Concelho com Futebol de 11 Sénior não profissional devidamente inscritos na Associação

Leia mais

PONTO 1 - INFORMAÇÃO/PROPOSTA N.º 72 MANDATO 2013/2017, APRESENTADA PELO PRESIDENTE DA CÂMARA PARTICIPAÇÃO DE 5% NO I.R.S...

PONTO 1 - INFORMAÇÃO/PROPOSTA N.º 72 MANDATO 2013/2017, APRESENTADA PELO PRESIDENTE DA CÂMARA PARTICIPAÇÃO DE 5% NO I.R.S... PONTO 1 - INFORMAÇÃO/PROPOSTA N.º 72 MANDATO 2013/2017, APRESENTADA PELO PRESIDENTE DA CÂMARA PARTICIPAÇÃO DE 5% NO I.R.S..... PONTO 2 INFORMAÇÃO/PROPOSTA N.º 73 MANDATO 2013/2017, APRESENTADA PELO PRESIDENTE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE CASTELO BRANCO REGULAMENTO DAS SELECÇÕES DISTRITAIS

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE CASTELO BRANCO REGULAMENTO DAS SELECÇÕES DISTRITAIS ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE CASTELO BRANCO REGULAMENTO DAS SELECÇÕES DISTRITAIS ÍNDICE Capítulo I página 3 Participação na Selecção Distrital Artigo 1º - Principio geral Artigo 2º - Participação na Selecção

Leia mais

Apresentação da AMES

Apresentação da AMES Apresentação da AMES = Objectivos, Visão e Missão = Seminário Serviços Energéticos e contratos de Performance de Energia Guimarães, 14 de Fevereiro de 2011 AGÊNCIA MUNICIPAL DE ENERGIA DE SINTRA Associação

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 18 AGOSTO DE 2010 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 18 AGOSTO DE 2010 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 18 AGOSTO DE 2010 ORDEM DO DIA EXPEDIENTE 1. Ofício da Junta de Freguesia da Quinta do Conde a enviar o texto da moção subordinada ao

Leia mais

MARÇO/ABRIL/MAIO/JUNHO pelouro da juventude e desporto CÂMARA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ

MARÇO/ABRIL/MAIO/JUNHO pelouro da juventude e desporto CÂMARA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ MARÇO/ABRIL/MAIO/JUNHO 2008 pelouro da juventude e desporto CÂMARA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ 1 MAR Campeonato Distrital de Escolas de Futebol de 7 serie C - Escolas Ass. Naval 1º de Maio A vs Académica

Leia mais

E D I T A L. Nome (data da decisão)

E D I T A L. Nome (data da decisão) E D I T A L ---------- ENGENHEIRO ANTÓNIO BORGES, Presidente da Câmara Municipal de Resende:---------------------------------------------------------------------------------------------------- ----------

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO. Introdução

RELATÓRIO DE GESTÃO. Introdução RELATÓRIO DE GESTÃO Introdução O relatório de gestão enquadra-se no âmbito da prestação de contas relativa ao exercício de 2010 e foi elaborado de acordo com os procedimentos estabelecidos no Plano Oficial

Leia mais

O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos

O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos O Operador de Rede de Distribuição como facilitador na promoção da eficiência energética e a implementação no terreno de diferentes projectos João Torres EDP Distribuição Coimbra, 8 de Setembro de 2011

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MESAO FRIO DO ANO 2010

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MESAO FRIO DO ANO 2010 MUNICIPIO DE MESAO FRIO DO ANO PÁGINA : 1 1. Funções gerais 583.600,00 583.600,00 224.100,00 8.500,00 816.200,00 1.1. Serviços gerais de 579.075,00 579.075,00 224.100,00 8.500,00 811.675,00 administração

Leia mais

Junho. Semana 13/06 a 17/06 2ª feira-13 3ª feira-14 4ª feira-15 5ª feira-16 6ª feira-17 Peddy Paper Palácio da Ajuda

Junho. Semana 13/06 a 17/06 2ª feira-13 3ª feira-14 4ª feira-15 5ª feira-16 6ª feira-17 Peddy Paper Palácio da Ajuda FERIADO Junho Semana 13/06 a 17/06 2ª feira-13 3ª feira-14 4ª feira-15 5ª feira-16 6ª feira-17 Peddy Paper Palácio da Ajuda Atelier de artes plásticas (Santos Populares) Monsanto Saltos, Banhos, Diversão!!!

Leia mais

Programa Operacional da Administração Pública (POAP),

Programa Operacional da Administração Pública (POAP), Programa Operacional da Administração Pública (POAP), 2004-2006 Ministério das Finanças e da Administração Pública CONTEÚDO DO DOCUMENTO da Eixo 3 Qualificar para modernizar a do Programa Operacional Emprego,

Leia mais

DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2013 Câmara Municipal Divisão Administrativa e Financeira ÍNDICE GERAL DESIGNAÇÃO DO DOCUMENTO TC POCAL PG Balanço 1 5 1 Demonstração de Resultados 2 6

Leia mais

Escola Secundária da Portela

Escola Secundária da Portela Universidade de Lisboa Introdução à Prática Profissional I Escola Secundária da Portela Filipa Burgo Inês Almeida 21 de Janeiro de 2011 Localização Avenida das Escolas, nº20 Portela de Sacavém 2685-202,

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE REQUEIXO, NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E NARIZ. Ata nº. 1 / 2014

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE REQUEIXO, NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E NARIZ. Ata nº. 1 / 2014 ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE REQUEIXO, NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E NARIZ Ata nº. 1 / 2014 Ata da reunião da Assembleia de Freguesia de Requeixo, Nossa Senhora de Fátima e Nariz, concelho e distrito de Aveiro,

Leia mais

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão, 29 th May A ECOCHOICE é uma empresa de consultoria de referência na área da construção sustentável em Portugal, satisfazendo as necessidades

Leia mais

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE (R.2009.12.11) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM --------ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE--------- --------Aos onze dias do mês de Novembro do ano de dois mil e nove, pelas dezanove horas,

Leia mais

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER

Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT FEDER Seminário Final do Projeto Aveiro, 30/05/2012 Eficiência Hídrica para Edifícios e Espaços Públicos O Caminho para a Gestão Sustentável da Água POVT-09-142-FEDER-000022 Victor M. Ferreira 1 O desafio Em

Leia mais

PROPOSTA DE PROTOCOLO COM A UNIVERSIDADE DOS AÇORES

PROPOSTA DE PROTOCOLO COM A UNIVERSIDADE DOS AÇORES A Associação Empresarial da Ribeira Grande - AEDRG, decidiu por unanimidade em reunião do passado dia 19 de Outubro, passar a publicar a Newsletter com periodicidade mensalmente contribuindo assim, para

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso 2005/2006. Agenda 21 Escolar. Um instrumento de cidadania

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso 2005/2006. Agenda 21 Escolar. Um instrumento de cidadania Agrupamento Vertical de Escolas do Viso 2005/2006 Agenda 21 Escolar Um instrumento de cidadania A Escola Sede Situada em Ramalde, junto à Quinta do Rio, foi aqui que nasceu a ideia de implementar a Agenda

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.

JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE. Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006. Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr. JUNTA DE FREGUESIA DE Nª. SRª GUADALUPE Concelho de Évora OPÇÕES DO PLANO PARA 2006 Largo Abel Augusto nº 4 7000-222 Nª. Sr.ª Guadalupe Tel. e Fax: 266 781 165 Tel.: 266 747 916 email: jfguadalupe@mail.evora.net

Leia mais

1.1. Vigilância Sanitária da Qualidade da Água para Consumo Humano

1.1. Vigilância Sanitária da Qualidade da Água para Consumo Humano 1. PROGRAMAS DE PROMOÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA 1.1. Vigilância Sanitária da Qualidade da Água para Consumo Humano O DL n.º 306/07, 27 de Agosto, que entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2008, criou o mais

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA NA ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO N.º 1, AREIAS, SETÚBAL Considerando que: a) O Despacho n.º 14 460/2008, da Ministra da Educação, de 15 de

Leia mais

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de

MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE. 9 de Janeiro de MODELO DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE 9 de Janeiro de 2010 1 Modelo CRITÉRIOS RIOS MEIOS CRITÉRIO 1. LIDERANÇA, PLANEAMENTO E ESTRATÉGIA Como a gestão desenvolve e prossegue a missão, a visão e os valores da

Leia mais