Américo Ribeiro, amado pela sua cidade, e José António Carvalho, contam-nos, através do uso da imagem fotográfica, o que mudou e se manteve nesta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Américo Ribeiro, amado pela sua cidade, e José António Carvalho, contam-nos, através do uso da imagem fotográfica, o que mudou e se manteve nesta"

Transcrição

1

2

3 Américo Ribeiro, amado pela sua cidade, e José António Carvalho, contam-nos, através do uso da imagem fotográfica, o que mudou e se manteve nesta festa de tradições seculares, volvidos os 60 anos que os separam. Trata-se de um registo, de carácter etnográfico e com forte pendor antropológico, de um património imaterial a preservar.

4 Exposição A Festa de Nossa Senhora do Rosário de Tróia : fotografia a dois tempos APRESENTAÇÃO A FESTA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE TRÓIA FOTOGRAFIA A DOIS TEMPOS A caldeira de Tróia é, de há um século a esta parte, berço fértil da religião dos pescadores de Setúbal. Dependente dos humores das marés, a sua realização, em Agosto, constitui um marco na vida dos pescadores, famílias e visitantes, que hereditariamente se habituaram a cumprir a sua devoção no terreiro que lhe é próprio, a quebrar a rotina de trabalho regozijando por três dias o descanso merecido, a viver num sitio de proximidade onde se adormece ao ritmo do rio. Ritualmente marcada por momentos constantes nos seus três dias oficiais, a festa de Tróia, compõese, nos intervalos destes, pelo convívio entre famílias, vizinhos, colegas, amigos e conhecidos, que juntos acampam no terreno, e ao contrário daquilo que é o seu quotidiano anual, habitam perto uns dos outros, delimitando e escolhendo o seu território pelas afinidades ou adversidades das suas relações. São, por excelência, dias pautados pela transmissão de memórias dos tempos idos da festa, das famílias que a compõem, dos que já pereceram e dos que a mantêm. Do passado ao presente, esta celebração resulta de uma herança cultural dividida nos domínios religioso e social, transmitida geracionalmente com apoio nas redes sociais estreitas e alargadas dos pescadores de Setúbal. Américo Ribeiro, amado pela sua cidade, e José António Carvalho, contam-nos, através do uso da imagem fotográfica, o que mudou e se Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal

5 Exposição A Festa de Nossa Senhora do Rosário de Tróia : fotografia a dois tempos manteve nesta festa de tradições seculares, volvidos os 60 anos que os separam. Gostaríamos apenas de referir que esta pequena amostra, por nós escolhida, poderia ser outra; com outras personagens, ângulos ou posicionamentos pois o espólio que existe, e todos os anos se engrandece, é imenso, à imagem da imensidão de pessoas, cheiros, sentimentos, virtudes e relações que ano após ano encontramos no terreiro da Festa. Nos domínios da imaterialidade este é, sem dúvida, um Património a preservar. (Texto de Maria Miguel Cardoso, Museu do Trabalho Michel Giacometti, Março 2012) A fotografia acima encontra-se patente na exposição. Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal

6 Exposição A Festa de Nossa Senhora do Rosário de Tróia : fotografia a dois tempos ACERCA DOS AUTORES AMÉRICO RIBEIRO Américo Ribeiro ( ) nasceu em Setúbal e foi repórter fotográfico, tendo sido considerado na sua época o fotógrafo oficial da cidade. Durante mais de sessenta anos, dedicou a sua vida à captação de imagens que contam a história da cidade de Setúbal e das suas gentes ao longo do séc. XX. Deve-se-lhe um precioso arquivo de memórias visuais, constituído por mais de espécimes fotográficos de variadas tipologias, que constituem o Arquivo Municipal Fotográfico Américo Ribeiro, instalado na Casa Bocage, em Setúbal. JOSÉ ANTÓNIO CARVALHO José António Carvalho reside em Setúbal desde 1998 e é professor de matemática na Escola Superior de Tecnologia de Setúbal. Estudou fotografia no Atelier de Imagem Instituto de Fotografia de Lisboa e participou no programa de formação intensivo Picture Story in Photojournalism com o fotógrafo Sergey Maximishin. Tem especial interesse nas áreas da fotografia documental e de retrato. Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal

7 Exposição A Festa de Nossa Senhora do Rosário de Tróia : fotografia a dois tempos Deixe os seus comentários relativos à exposição no LIVRO DE VISITAS disponível junto à mesma. A fotografia acima encontra-se patente na exposição. Agradecemos a sua visita e esperamos vê-lo(a) em breve. Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal

8 Horário - Mediateca 2.ª. 4.ª e 6.ª Feira das 9h00 às 18h00 3.ª e 5.ª das 9h00 às 20h30 Mediateca ESTSetúbal/IPS Campus do IPS - Estefanilha Setúbal Telefone: Fax: Catálogo bibliográfico: https://bibliodotnet.ips.pt/opac/ Repositório: Notícias da Mediateca: Issuu: Educast: https://educast.fccn.pt/channels/2826

NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS

NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS junho 2013 MONOGRAFIAS Finteiro,Reis, Alzira Ana Soares dos - Preparar os testes : Ensino secundário 10º ano : Química. Porto : Areal Editores, 2007. 203 p. : il., fig., graf.

Leia mais

NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS. fev/mar 14

NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS. fev/mar 14 NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS fev/mar 14 MONOGRAFIAS Baker, Alan ; Dutton, Stuart ; Kelly, Dona - Composite materials for aircraft structures. 2nd ed. Blacksburg : American Institute of Aeronautics and Astronautics,

Leia mais

Arquivo Histórico de Fotografia Aérea da DGT

Arquivo Histórico de Fotografia Aérea da DGT Arquivo Histórico de Fotografia Aérea da DGT Manuel VALÉRIO 1, Sofia MIRANDA 1, José CAMPOS 1 e Paulo PATRÍCIO 1 1 Direção-Geral do Território, Lisboa (mvalerio@dgterritorio.pt; smiranda@dgterritorio.pt;

Leia mais

Museu Convento dos Lóios

Museu Convento dos Lóios Museu Convento dos Lóios Apresentação do Livro O Castro de Romariz Estudo Arqueológico 18 de Maio Dia Internacional dos Museus 18h00 - Apresentação do Livro O Castro de Romariz Estudo Arqueológico, da

Leia mais

Igreja da Penha de França, vista da avenida Almirante Reis (c. 1900)

Igreja da Penha de França, vista da avenida Almirante Reis (c. 1900) Igreja da Penha de França, vista da avenida Almirante Reis (c. 1900) Projeto dirigido à população idosa e que tem como objetivo recuperar, preservar e divulgar histórias de vida, testemunhos, relatos e

Leia mais

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série O que é Patrimônio Cultural? Patrimônio é constituído pelos bens materiais e imateriais que se referem à nossa identidade, nossas ações, costumes,

Leia mais

Museu da Abadia São Geraldo. Ação Educativa Extramuros Identidade e Comunidade - Aproximando Histórias

Museu da Abadia São Geraldo. Ação Educativa Extramuros Identidade e Comunidade - Aproximando Histórias Museu da Abadia São Geraldo Ação Educativa Extramuros Identidade e Comunidade - Aproximando Histórias Informações gerais Mantenedores Mosteiro São Geraldo Abadia São Geraldo Coordenação Dom Afonso Vieira,

Leia mais

NOTA DE AGENDA. Inauguração da FIA Lisboa com a presença do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social

NOTA DE AGENDA. Inauguração da FIA Lisboa com a presença do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social NOTA DE AGENDA Inauguração da FIA Lisboa com a presença do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social Lisboa, 23 de Junho de 2017 A inauguração oficial da Feira Internacional do Artesanato

Leia mais

INTRODUÇÃO PRIMEIRA APROXIMAÇÃO AO PATRIMÓNIO IMATERIAL

INTRODUÇÃO PRIMEIRA APROXIMAÇÃO AO PATRIMÓNIO IMATERIAL INTRODUÇÃO PRIMEIRA APROXIMAÇÃO AO PATRIMÓNIO IMATERIAL Certamente já ouviste falar de Património Cultural, isto é, do conjunto de elementos de uma cultura, produzidos ao longo dos tempos, que recebemos

Leia mais

Patrimônio Cultural, Identidade e Turismo

Patrimônio Cultural, Identidade e Turismo Patrimônio Cultural, Identidade e Turismo Definição de Patrimônio l Patrimônio cultural é um conjunto de bens materiais e imateriais representativos da cultura de um grupo ou de uma sociedade. Problematização

Leia mais

Brochuras, Mapas e Vídeos

Brochuras, Mapas e Vídeos Brochuras, Mapas e Vídeos Caminhos da Fé Caminhos da Fé Caminhos de Santiago CP - Comboios de Portugal Devoção e Festas Religiosas Escolha Portugal Living in Portugal Mapa de Portugal Mapa do Rossio (Lisboa)

Leia mais

a sua determinação em fazer do Museu Etnológico Português (o actual Museu Nacional de Arqueologia) uma instituição aberta ao mundo, dotada de

a sua determinação em fazer do Museu Etnológico Português (o actual Museu Nacional de Arqueologia) uma instituição aberta ao mundo, dotada de (1º texto) A grande aventura fotográfica do século XIX teve nos registos de viagens ao Próximo Oriente um dos seus mais extraordinários expoentes, iniciando-se imediatamente após a divulgação do processo

Leia mais

A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter subjetivo e é bastante marcada por referências literárias e históricas.

A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter subjetivo e é bastante marcada por referências literárias e históricas. Prece geral, de Daniel Blaufuks RECURSOS PEDAGÓGICOS O artista Daniel Blaufuks é um artista português, nascido em Lisboa em 1963. A sua obra, maioritariamente em fotografia e vídeo, tem um grande carácter

Leia mais

O Fundo Fotográfico da Casa Havanesa: Contributos para a Historiografia Local

O Fundo Fotográfico da Casa Havanesa: Contributos para a Historiografia Local O Fundo Fotográfico da Casa Havanesa: Contributos para a Historiografia Local Encontro Internacional de Arquivos Évora, 3 de outubro de 2014 Guida Cândido Ana Domingues O Arquivo Fotográfico Municipal

Leia mais

QUINTA DO ANJO EM IMAGENS,

QUINTA DO ANJO EM IMAGENS, Separata do boletim do Museu Municipal de Palmela nº10 QUINTA DO ANJO EM IMAGENS, NOS 80 ANOS DA FREGUESIA Comemora-se, em 2008, o 80º aniversário da criação das freguesias de Pinhal Novo e Quinta do Anjo.

Leia mais

Jorge Curval Primavera

Jorge Curval Primavera Jorge Curval Primavera Esta exposição surge no seguimento da obra que venho a executar ao longo destas duas ultimas décadas, tendo como fio condutor a necessidade constante de transmitir sentimentos e

Leia mais

II ENCONTRO "OUVINDO COISAS: EXPERIMENTAÇÕES SOB A ÓTICA DO IMAGINÁRIO"

II ENCONTRO OUVINDO COISAS: EXPERIMENTAÇÕES SOB A ÓTICA DO IMAGINÁRIO II ENCONTRO "OUVINDO COISAS: EXPERIMENTAÇÕES SOB A ÓTICA DO IMAGINÁRIO" Título da Exposição: A poética da morada e os cenários do imaginário habitado Trabalho fotográfico realizado com base no livro A

Leia mais

Castelo de Leiria. Igreja de Santa Maria da Pena

Castelo de Leiria. Igreja de Santa Maria da Pena Castelo de Leiria Castelo medieval, artística e arquitetonicamente representativo das diversas fases de construção e reconstrução desde a sua fundação até ao século XX. Estruturas que compõem o conjunto

Leia mais

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios

Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Serviço de Apoio à Criação de Emprego e estágios Dezembro de 2010 Agenda EM DESTAQUE Boas Festas! NOTÍCIAS/ EVENTOS Índice Nota Editorial Eventos/Notícias Na Primeira Pessoa Protocolos Contactos e Informações

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia de Setúbal Instituto Politécnico de Setúbal www.estsetubal.ips.pt Vias de Acesso às Licenciaturas da ESTSetúbal/IPS 12º Ano + Prova(s) de Ingresso Concurso Nacional Preferências:

Leia mais

CASA DE CAMILO MUSEU.CENTRO DE ESTUDOS

CASA DE CAMILO MUSEU.CENTRO DE ESTUDOS CASA DE CAMILO MUSEU.CENTRO DE ESTUDOS Atelier Truz, truz, truz, quem mora aqui? OBJETIVO GERAL Dar a conhecer a Casa de Camilo-Museu OBJETIVO ESPECÍFICO Fazer compreender o que é uma casa-museu Crianças

Leia mais

PERCURSO HISTÓRICO ATRAVÉS DO PATRIMÔNIO TOMBADO DE PORTO NACIONAL-TO

PERCURSO HISTÓRICO ATRAVÉS DO PATRIMÔNIO TOMBADO DE PORTO NACIONAL-TO PERCURSO HISTÓRICO ATRAVÉS DO PATRIMÔNIO TOMBADO DE PORTO NACIONAL-TO Alline Lemos Lira ¹; Rosane Balsan² ¹Aluna do Curso de Geografia Bacharelado; Campus de Porto Nacional-TO; alline.l@hotmail.com; ²Orientadora

Leia mais

Associação dos Amigos da Ludoteca Parque Infantil Jardim Público Évora. Plano Anual de Atividades 2016

Associação dos Amigos da Ludoteca Parque Infantil Jardim Público Évora. Plano Anual de Atividades 2016 dos Amigos da Ludoteca Parque Infantil Jardim Público 7000 763 Évora Plano Anual de Atividades 2016 dos Amigos da Ludoteca de Évora Introdução A dos Amigos da Ludoteca, em parceria com a Câmara Municipal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA SALVADOR 2016 SISTEMA UNIVERSITÁRIO DE BIBLIOTECAS DA UFBA SIBI/UFBA O Estatuto e o Regimento Geral da UFBA, revistos em 2010 pelo Conselho Universitário, criaram os órgãos

Leia mais

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo

Turismo Histórico-Cultural. diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Turismo Histórico-Cultural diretrizes para o desenvolvimento Ministério do Turismo Proposta de Recorte para a Conceituação de Turismo Cultural l o MTur, em parceria com o Ministério da Cultura e o IPHAN,

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Cerimónia de apresentação do programa das Evocações do Centenário da I Guerra Mundial Lisboa, Museu Militar, 21 de

Leia mais

FOTOGRAFIA NA U.PORTO

FOTOGRAFIA NA U.PORTO FOTOGRAFIA NA U.PORTO Data: entre fevereiro e abril de 2012 Concepção e monitorização dos workshops: Pedro Brum Composição dos grupos de participantes: Cada workshop deverá ter no mínimo 10 participantes.

Leia mais

RESENHA: O Patrimônio como Categoria do Pensamento, de José Reginaldo Santos.

RESENHA: O Patrimônio como Categoria do Pensamento, de José Reginaldo Santos. RESENHA: O Patrimônio como Categoria do Pensamento, de José Reginaldo Santos. d.o.i. 10.13115/2236-1499.2013v1n10p287 Emanoel Magno Atanásio de Oliveira 1 GONÇALVES, José Reginaldo Santos. O patrimônio

Leia mais

> Serviço Educativo. Atividades Visitas Oficinas

> Serviço Educativo. Atividades Visitas Oficinas > Serviço Educativo Atividades Visitas Oficinas O Arquivo Municipal de Lisboa guarda documentos sobre a história e a administração da cidade de Lisboa, desde o século XIII até à atualidade. Nele se reúne,

Leia mais

Cultura material e imaterial

Cultura material e imaterial Cultura material e imaterial Patrimônio Histórico e Cultural: Refere-se a um bem móvel, imóvel ou natural, que possua valor significativo para uma sociedade, podendo ser estético, artístico, documental,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO MESTRADO EM ENSINO DE EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA NO ENSINO BÁSICO

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO MESTRADO EM ENSINO DE EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA NO ENSINO BÁSICO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO MESTRADO EM ENSINO DE EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA NO ENSINO BÁSICO FICHA CURRICULUM VITAE EXEMPLO 1. IDENTIFICAÇÃO Nome Data de Nascimento

Leia mais

6ª FEIRA DO LIVRO DE FOTOGRAFIA DE LISBOA https://www.facebook.com/pages/feira-do-livro-fotografia/

6ª FEIRA DO LIVRO DE FOTOGRAFIA DE LISBOA https://www.facebook.com/pages/feira-do-livro-fotografia/ 6ª FEIRA DO LIVRO DE FOTOGRAFIA DE LISBOA https://www.facebook.com/pages/feira-do-livro-fotografia/181493571866935 Data: 27, 28 e 29 de Novembro de 2015 Horário: Sexta-feira 27: 16h - 21h Sábado 28 e Domingo

Leia mais

MUNICIPIO DE VIANA DO ALENTEJO REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PATRIMÓNIO DO CONCELHO DE VIANA DO ALENTEJO

MUNICIPIO DE VIANA DO ALENTEJO REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PATRIMÓNIO DO CONCELHO DE VIANA DO ALENTEJO MUNICIPIO DE VIANA DO ALENTEJO REGULAMENTO DO I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PATRIMÓNIO DO CONCELHO DE VIANA DO ALENTEJO VIANA DO ALENTEJO 2013 PREÂMBULO O Município de Viana do Alentejo e as Freguesias do Concelho

Leia mais

Município de Torres Novas

Município de Torres Novas Município de Torres Novas Divisão de Bibliotecas e Museus MVSEV MVNICIPAL CARLOS REIS Regulamento Interno DENOMINAÇÃO Artigo 1º Por deliberação da Câmara Municipal de Torres Novas, de 20 de Abril de 1933,

Leia mais

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2015/2016 1º PERÍODO SETEMBRO Dia 2 09h00 Abertura do Ano Letivo (para os alunos que não têm com quem ficar). Dia 5 09h00 Eucaristia de abertura do Ano Letivo para os docentes

Leia mais

A MÚSICA NA SÉ DE CASTELO BRANCO APONTAMENTO HISTÓRICO E CATÁLOGO DOS FUNDOS MUSICAIS

A MÚSICA NA SÉ DE CASTELO BRANCO APONTAMENTO HISTÓRICO E CATÁLOGO DOS FUNDOS MUSICAIS MARIA LUÍSA FARIA DE SOUSA CERQUEIRA CORREIA CASTILHO A MÚSICA NA SÉ DE CASTELO BRANCO APONTAMENTO HISTÓRICO E CATÁLOGO DOS FUNDOS MUSICAIS FACULDADEDE LETRAS COIMBRA, 1992 ÍNDICE Pag. Nota introdutória........

Leia mais

Mensagem de Sua Excelência o Primeiro-Ministro

Mensagem de Sua Excelência o Primeiro-Ministro Mensagem de Sua Excelência o Primeiro-Ministro É com particular prazer que saúdo a organização da 40ª Exposição Nacional e pré-olímpica da Columbofilia, que terá lugar na cidade das Caldas da Rainha. Gostaria

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres. Profª. Luciana Silveira Cardoso

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres. Profª. Luciana Silveira Cardoso Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Criação: Resolução nº030/ceg/2009 de 30 de setembro de 2009. Portaria Noormativa nº 40/2007/MEC - Exclusivamente para Registro de Diploma. Curso Reconhecido

Leia mais

Patrimônio Histórico Conhecer para preservar. Rita de Cassia Lopes Alanda Beatriz Marcos Carvalho

Patrimônio Histórico Conhecer para preservar. Rita de Cassia Lopes Alanda Beatriz Marcos Carvalho Patrimônio Histórico Conhecer para preservar Rita de Cassia Lopes Alanda Beatriz Marcos Carvalho Objetivo Geral Propor ações de extensão para resgatar os conhecimentos sobre a memória e o patrimônio cultural

Leia mais

Colégio Dom Quintino Uma Grande Escola Perto de Você

Colégio Dom Quintino Uma Grande Escola Perto de Você Colégio Dom Quintino Uma Grande Escola Perto de Você CALENDÁRIO DO 1º SEMESTRE DE 2011 M A I O SUPER MAIO MÃE DQ Programação em breve 01 domingo Dia do Trabalho Feriado Letivo 02 a 21 - Aulas de Campo

Leia mais

INQUÉRITO DE OPINIÃO

INQUÉRITO DE OPINIÃO ELABORAÇÃO DO PROJETO GERAL PARA OS CENTROS DE ACOLHIMENTO TURÍSTICO E INTERPRETATIVOS DE ÉVORA E ALENTEJO CENTRAL INQUÉRITO DE OPINIÃO A CIMAC Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central está a realizar,

Leia mais

RECONHECENDO O PATRIMÔNIO MATERIAL E IMATERIAL DE AURORA

RECONHECENDO O PATRIMÔNIO MATERIAL E IMATERIAL DE AURORA RECONHECENDO O PATRIMÔNIO MATERIAL E IMATERIAL DE AURORA Autor: Mércia Oliveira Pereira; Co-autor: Francisco de Assis Severo Lima E.E.E.P. Leopoldina Gonçalves Quezado; E-mail: mercia_oli@hotmail.com RESUMO:

Leia mais

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 1.º / 2.º ANOS

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 1.º / 2.º ANOS HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 1.º / 2.º ANOS MANHÃ Entrada: 9:00 H Intervalo: 10:30H às 11:00H Saída almoço: 12:30H TARDE Entrada: 14:00 H Intervalo:16:00 H às 16:30 H Saída: 17:30 H (depende da frequência

Leia mais

MUSEU DAS TERRAS DE BASTO Programa Educativo Cabeceiras de Basto Novembro 2011

MUSEU DAS TERRAS DE BASTO Programa Educativo Cabeceiras de Basto Novembro 2011 MUSEU DAS TERRAS DE BASTO Programa Educativo 2012 Cabeceiras de Basto Novembro 2011 Nesta exposição estão patentes réplicas de máquinas como Super Chief, utilizado pela empresa Atchison, Topeka e Santa

Leia mais

DO PEIXE DO RIO NO ALANDROAL À FEIRA DO QUEIJO ALENTEJANO EM SERPA

DO PEIXE DO RIO NO ALANDROAL À FEIRA DO QUEIJO ALENTEJANO EM SERPA DO PEIXE DO RIO NO ALANDROAL À FEIRA DO QUEIJO ALENTEJANO EM SERPA O Fim-de-semana prometia uns dias de Sol, estava na altura de voltarmos a estrada, e procurar na Internet, um destino a contento da Família.

Leia mais

Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Plano Anual de Atividades 2015/ Externato São Miguel Arcanjo. Plano Anual de Atividades

Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Plano Anual de Atividades 2015/ Externato São Miguel Arcanjo. Plano Anual de Atividades Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Pl Anual de Atividades 05/06 Externato São Miguel Arcanjo Pl Anual de Atividades 05/06 Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Pl Anual de Atividades 05/06.Pl Anual de Atividades.

Leia mais

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013. Período 01 a 31 de janeiro de 2013

InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013. Período 01 a 31 de janeiro de 2013 InfoPress CLIPPING DE IMPRENSA JANEIRO/2013 Período 01 a 31 de janeiro de 2013 Releases produzidos 02 de fevereiro No dia do aniversário da cidade, Museu da Energia de Itu promove Saída Fotográfica Moradores

Leia mais

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax.

Externato de Santa Margarida. Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha S. Cosme- Gondomar Tel Fax. Externato de Santa Margarida Rua Manuel Ribeiro de Almeida, 141 Quinta da Azenha 4420-195-S. Cosme- Gondomar Tel. 224830104 Fax. 224837223 Ano Letivo 2016/2017 Plano anual de atividades SETEMBRO Dia 2

Leia mais

MANGUALDE. Clipping junho Caderno 1

MANGUALDE. Clipping junho Caderno 1 MANGUALDE Clipping junho 2012 Caderno 1 Meio: Portal Vai Passear Data 31-05-2012 Meio: TVNelas Data 01-06-2012 Meio: Metronews Data 31-05-2012 Meio: Dão TV Data 31-05-2012 Meio: Dão TV Data 31-05-2012

Leia mais

de de património imaterial

de de património imaterial de Kit recolha de património imaterial PATRIMÓNIO MATERIAL INVENTÁRIO DE OBJETOS FICHA N.º 1. NOME DO OBJETO: 2. LOCAL DE UTILIZAÇÃO: DISTRITO CONCELHO FREGUESIA LOCAL IMAGEM 1 3. LOCAL DE PRODUÇÃO: DISTRITO

Leia mais

RTP na 69ª Edição da Volta a Portugal em Bicicleta De 4 a 15 de Agosto

RTP na 69ª Edição da Volta a Portugal em Bicicleta De 4 a 15 de Agosto RTP na 69ª Edição da Volta a Portugal em Bicicleta De 4 a 15 de Agosto RTPN e RTP1 Envolvimento de todos os Centros Regionais da RTP, através da realização de um conjunto de reportagens sobre as regiões/cidades

Leia mais

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO PROGRAMA DE FEVEREIRO DE 2012

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO  PROGRAMA DE FEVEREIRO DE 2012 CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO http://www.centromariodionisio.org/ MORADA Rua da Achada, n.º 11 1100-004 - Lisboa HORÁRIO DE ABERTURA Segunda-feira, quinta e sexta das 15h às 20h Sábado e Domingo

Leia mais

MUSEU NACIONAL DA IMPRENSA

MUSEU NACIONAL DA IMPRENSA MUSEU NACIONAL DA IMPRENSA O PRAZER DA CULTURA SERVIÇOS EDUCATIVOS PROGRAMA ESCOLAS 2012 / 2013 JOVENS MUSEU NACIONAL DA IMPRENSA SERVIÇOS EDUCATIVOS 2012 / 2013 JOVENS 1 LEGENDAS 3º Ciclo Ensino Secundário

Leia mais

Afinal, o que é patrimônio cultural?

Afinal, o que é patrimônio cultural? Afinal, o que é patrimônio cultural? http://www.youtube.com/watch?v=6afujb7cuq0&feature=relmfu São considerados patrimônio cultural : - os monumentos: obras arquitetônicas, esculturas ou pinturas monumentais,

Leia mais

MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO

MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO O que é a Festa do Outono A Festa do Outono é uma celebração da chegada da nova estação. Com atividades para todos, sobretudo crianças e famílias, a iniciativa tem

Leia mais

Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica. Edital 2013/2014

Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica. Edital 2013/2014 Pós-graduação Tecnologia Aeronáutica Edital 2013/2014 Setúbal, dezembro de 2012 ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS O curso de Pós-Graduação em Tecnologia Aeronáutica (PGTA) é uma realização da Escola Superior

Leia mais

Plano Anual de Actividades do ATL 2016/2017

Plano Anual de Actividades do ATL 2016/2017 Setembro Acolhimento das crianças Organização dos espaços Regras e rotinas Promover a adaptação e readaptação das crianças Criar laços de afecto e confiança entre os adultos, as crianças e as famílias

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011

PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011 PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011 O Plano Anual de Actividades deve ser entendido como o instrumento da planificação das actividades es, para um ano lectivo, no qual estão plasmadas as decisões sobre os objectivos

Leia mais

QUEM E COMO CONSEGUIMOS CONECTAR?

QUEM E COMO CONSEGUIMOS CONECTAR? QUEM E COMO CONSEGUIMOS CONECTAR? Escola do Olhar > Programa de Visitas Educativas > Programa de Formação com Professores > Programa Arte e Cultura Visual > Programa MAR na Academia > Programa Biblioteca

Leia mais

Plano Anual de Actividades Projecto Museu Escolar Dinamizado por: Ano Lectivo 2010/2011

Plano Anual de Actividades Projecto Museu Escolar Dinamizado por: Ano Lectivo 2010/2011 Plano Anual de Actividades Projecto Museu Escolar Dinamizado por: António Inácio e António Montezo Ano Lectivo 2010/2011 CALENDARIZAÇÃO ACTIVIDADES OBJECTIVOS ARTICULAÇÃO INTERDISCIPLINAR PÚBLICO-ALVO

Leia mais

Glauce Viana de Souza

Glauce Viana de Souza OFICINA: Foto(grafando) a natureza: cartografias de vivências pedagógicas Glauce Viana de Souza Fonte da Imagem: http://joaoquadrosaventura.blogspot.com.br/2010/03/nobres-mt.html http://blogdclaudio.blogspot.com.br/2011/02/mais-um-ponto-turistico-de-mt-nobres-mt.html

Leia mais

REGISTROS EM SAIS DE PRATA: O PATRIMÔNIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA TVU/UFPE ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA

REGISTROS EM SAIS DE PRATA: O PATRIMÔNIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA TVU/UFPE ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA REGISTROS EM SAIS DE PRATA: O PATRIMÔNIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA TVU/UFPE ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA Geovana Karolyne Torres Teixeira; Marília Bivar Leobaldo de Moraes; Rozângela Bezerra de Almeida Silva;

Leia mais

Património e Inovação na Sociedade de Concertos Orpheon Portuense

Património e Inovação na Sociedade de Concertos Orpheon Portuense Património e Inovação na Sociedade de Concertos Orpheon Portuense A criação do Orpheon Portuense: as famílias fundadoras Henrique L. Gomes de Araújo ENIM Novembro 2013 Sumário :. A Fundação.. A Actividade..

Leia mais

Corpo Nacional de Escutas. Agrupamento 1233 Almalaguês

Corpo Nacional de Escutas. Agrupamento 1233 Almalaguês Corpo Nacional de Escutas Agrupamento 1233 Almalaguês Paulo Pinto Ilídio Dionísio Duarte Fachada João Rosado Idalina Rosa João Rosado Paulo Pinto Renato Rosa Alberto Dionísio Duarte Fachada Ilídio Dionísio

Leia mais

Temática: Responsabilidade Slogan: Tu és responsável! Prepara o teu futuro! Plano Anual das Atividades Pedagógicas Ano letivo 2015/2016

Temática: Responsabilidade Slogan: Tu és responsável! Prepara o teu futuro! Plano Anual das Atividades Pedagógicas Ano letivo 2015/2016 Temática: Responsabilidade Slogan: Tu és responsável! Prepara o teu futuro! Plano Anual das Atividades Pedagógicas Ano letivo 2015/2016 1.º Período (11 de setembro a 18 de dezembro) Mês Dia Atividade Destinatários

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS SEGUNDA CHAMADA de ATIVIDADES

TÓPICOS ESPECIAIS SEGUNDA CHAMADA de ATIVIDADES TÓPICOS ESPECIAIS 2016-1 SEGUNDA CHAMADA de ATIVIDADES ARQUITETURA E URBANISMO DESIGN Conheça aqui os Tópicos Especiais oferecidos neste semestre. Você pode se inscrever em dois dos Tópicos Especiais,

Leia mais

Museu Nacional de Arqueologia Serviço Educativo e de Extensão Cultural!" #!" $%$%$& %$ '!'! http://www.museuarqueologia.pt http://museunacionaldearqueologia-educativo.blogspot.com A Colecção de Antiguidades

Leia mais

PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA (PLNM) ENSINO SECUNDÁRIO 2016/2017

PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA (PLNM) ENSINO SECUNDÁRIO 2016/2017 Critérios Específicos de Avaliação PORTUGUÊS LÍNGUA NÃO MATERNA (PLNM) ENSINO SECUNDÁRIO 2016/2017 Domínio de Avaliação Saber e Saber Fazer Instrumentos de Avaliação Domínios a desenvolver Descritores

Leia mais

Andreia César Catarina Dantas Francisco Pinto Ricardo Guerreiro Campos. apresentam-nos. Ambivalência

Andreia César Catarina Dantas Francisco Pinto Ricardo Guerreiro Campos. apresentam-nos. Ambivalência Andreia César Catarina Dantas Francisco Pinto Ricardo Guerreiro Campos apresentam-nos Ambivalência Espaço Cultura do Edifício AXA maio 2015 Andreia César Nasceu no Montijo em 1987. Desenvolve o seu trabalho

Leia mais

Comemorações. anos 1717/ novembro novembro 2017

Comemorações. anos 1717/ novembro novembro 2017 Comemorações 300 anos 1717/2017 17 novembro 2016 17 novembro 2017 O monumento que é, simultaneamente, um palácio real, uma basílica, um convento, um hospital monástico, um jardim e uma tapada celebra 300

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DEPARTAMENTO DE BIBLIOTECONOMIA E HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO CRONOGRAMA DAS PROVAS ARQUEOLOGIA PROVA DATA HORÁRIO Prova Escrita 26 de maio 14h Entrega da proposta de 26 de maio 14h Resultado da prova escrita e 27 de maio 14h sorteio de pontos Prova didática 28 de

Leia mais

Mercado Manuel Firmino 26 de maio a 11 de junho de 2017

Mercado Manuel Firmino 26 de maio a 11 de junho de 2017 Mercado Manuel Firmino 26 de maio a 11 de junho de 2017 2ª a 6ª: 15h00 23h00 sábados, domingos e feriado 10h00 23h00 26 de maio sexta-feira (15h00 23h00) 15h00 Abertura 18h30 Inauguração 27 de maio sábado

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

CONCURSO DE FOTOGRAFIA CONCURSO DE FOTOGRAFIA ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE PARA TODOS Normas de Participação Artigo 1.º OBJETIVO O presente concurso tem como objetivo sensibilizar os alunos do ensino secundário do Município de

Leia mais

#design #valorizar #identidade #saudade #criatividade #reinvenção

#design #valorizar #identidade #saudade #criatividade #reinvenção Conceito Trintage é um estilo, um gosto, uma forma de estar... Trintage é dar valor ao passado, a olhar para o futuro... Para os/as amantes da(s) história(s)! #design #valorizar #identidade #saudade #criatividade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER PÚBLICO Ano Lectivo 2016/2017 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA GERAL DO PODER

Leia mais

Artigos sobre História e Património nas publicações municipais (março de 1980 abril de 2015) 1. Nome e n.º da publicação Título/assunto Data

Artigos sobre História e Património nas publicações municipais (março de 1980 abril de 2015) 1. Nome e n.º da publicação Título/assunto Data Artigos sobre História e Património nas publicações municipais (março de 980 abril de 20) Nome e n.º da publicação Título/assunto Data N.º de página Boletim municipal n.º Homenagem aos Drs. José Jacinto

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL. abril 2013 DIA 2 BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL abril 2013 DIA 2 COMEMORAÇÕES DO DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL ERA UMA VEZ!... ATELIER DE CONSTRUÇÃO DE HISTÓRIA No Dia Internacional

Leia mais

Repositório do Acervo Arquivístico do ISEL. Núcleo de Arquivo Outubro 2008

Repositório do Acervo Arquivístico do ISEL. Núcleo de Arquivo Outubro 2008 Repositório do Acervo Arquivístico do ISEL Núcleo de Arquivo Outubro 2008 Repositório do Acervo Arquivístico do ISEL Titulo Menções Honoríficas Autor/Responsabilidade Instituto Industrial de Lisboa Data

Leia mais

7.1.2 Denominação mais freqüente: EXPOMAQ Localização: Sede do município Município: Mato Queimado Localidade: Distrito

7.1.2 Denominação mais freqüente: EXPOMAQ Localização: Sede do município Município: Mato Queimado Localidade: Distrito 7 Missões: Recursos de Interesse Patrimonial FESTAS E CELEBRAÇÕES Mato Queimado 7.1 Aspectos Gerais 7.1.1 Identificação: Expomaq Feira agropecuária, comercial e industrial de Mato Queimado 7.1.2 Denominação

Leia mais

Santuários. Arte, Cultura, Peregrinações, Paisagens e Pessoas

Santuários. Arte, Cultura, Peregrinações, Paisagens e Pessoas Santuários Arte, Cultura, Peregrinações, Paisagens e Pessoas O Turismo ou as Peregrinações a Santuários começaram ainda na Pré-História, caso da Gruta de Chovet, com datações de cerca de 31000 BP. Vale

Leia mais

:: EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS

:: EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS agenda de setembro :: EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS Chapéus há muitos Hoje em dia, menos do que há 30 anos atrás, cruzamo-nos com gentes, conhecidas e anónimas, que em comum têm apenas o incomum, trazerem consigo

Leia mais

Instituto Politécnico de Setúbal. Edital. Abertura de concurso documental para professor coordenador

Instituto Politécnico de Setúbal. Edital. Abertura de concurso documental para professor coordenador Instituto Politécnico de Setúbal Edital Abertura de concurso documental para professor coordenador 1 Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 6º do Regulamento de Recrutamento e Contratação do Pessoal

Leia mais

COLÓQUIO NUNO GONÇALVES. NOVAS PERSPECTIVAS EXPOSIÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA «D APRÈS NUNO GONÇALVES»

COLÓQUIO NUNO GONÇALVES. NOVAS PERSPECTIVAS EXPOSIÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA «D APRÈS NUNO GONÇALVES» COLÓQUIO NUNO GONÇALVES. NOVAS PERSPECTIVAS EXPOSIÇÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA «D APRÈS NUNO GONÇALVES» No corrente ano de 2010 comemora-se o Centenário do Restauro e Apresentação pública dos conhecidos «Painéis

Leia mais

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo:

Foto Carga Horária: 15h presenciais. Facilitador: Sandro Barros. Objetivo: Foto Calabor@tiva Carga Horária: 15h presenciais Facilitador: Sandro Barros Objetivo: O objetivo é estimular crianças e jovens a utilizar a linguagem fotográfica como elemento alternativo e visual, despertando

Leia mais

Calendário Escolar Ensino Fundamental e Ensino Médio

Calendário Escolar Ensino Fundamental e Ensino Médio Calendário Escolar 2017 Ensino Fundamental e Ensino Médio Macapá - AP outubro/2016 1 APRESENTAÇÃO O Colégio Santa Bartolomea Capitanio apresenta o seu calendário escolar para o ano letivo de 2017. O Calendário

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL 25 JANEIRO

ASSEMBLEIA GERAL 25 JANEIRO ASSEMBLEIA GERAL 25 JANEIRO 2008 @ http://www.cm-pvarzim.pt/cidades-geminadas Relatório de Actividades 2007 O ano que agora começa foi designado pela União Europeia como o Ano Europeu do Diálogo Intercultural,

Leia mais

3º INTEGRAR - Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES

3º INTEGRAR - Congresso Internacional de Arquivos, Bibliotecas, Centros de Documentação e Museus PRESERVAR PARA AS FUTURAS GERAÇÕES Organização e preservação de fotografias para o digital: construção de álbuns digitais Ana Carolina Simionato Amanda Azevedo dos Santos José Lotúmolo Junior Maria Lígia Triques Samanta do Prado Palavras-chave:

Leia mais

REGULAMENTO ARQUIVO DO MOSTEIRO DA BATALHA

REGULAMENTO ARQUIVO DO MOSTEIRO DA BATALHA REGULAMENTO ARQUIVO DO (Os documentos mais antigos disponíveis neste arquivo datam do início do período de restauro do Mosteiro da Batalha 1840) MISSÃO O Arquivo do Mosteiro da Batalha (AMB) tem como principais

Leia mais

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos por Samir Selman Jr. De uma maneira geral, a Lei Rouanet foi criada para estimular a cultura nacional, como já detalhamos em outros artigos, como em "A

Leia mais

Colóquio O ALENTEJO E A 1ª REPÚBLICA

Colóquio O ALENTEJO E A 1ª REPÚBLICA Colóquio O ALENTEJO E A 1ª REPÚBLICA Programa Beja Aljustrel, Mina de S. Domingos, Setúbal e Lisboa Setembro/Outubro de 2010 Dia 24/9 Sessões no Auditório dos Serviços Comuns do Instituto Politécnico de

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DECRETA:

A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DECRETA: 1993 Nº Despacho PROJETO DE LEI Nº 377/93 CRIA O ECOMUSEU DO FLAMENGO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Lei nº 2360/95 Sancionada em 06/09/95 Autora: Vereadora LEILA MAYWALD A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

RECOMENDAÇÃO PARA A SALVAGUARDA DA CULTURA TRADICIONAL E POPULAR. 15 de Novembro de 1989

RECOMENDAÇÃO PARA A SALVAGUARDA DA CULTURA TRADICIONAL E POPULAR. 15 de Novembro de 1989 RECOMENDAÇÃO PARA A SALVAGUARDA DA CULTURA TRADICIONAL E POPULAR 15 de Novembro de 1989 A Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, reunida em Paris de

Leia mais

Dirigido à comunidade estudantil, aos praticantes de atividades subaquáticas, aberto à comunidade.

Dirigido à comunidade estudantil, aos praticantes de atividades subaquáticas, aberto à comunidade. Faculdade Motricidade Humana/UTL Evento - A9vidades subaquá9cas, Desporto, Ensino, Inves9gação. Dirigido à comunidade estudantil, aos praticantes de atividades subaquáticas, aberto à comunidade....voltar

Leia mais

DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO

DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO DO ARQUIVO DA CASA DE BOAMENSE AO ARQUIVO PESSOAL DE ALBERTO SAMPAIO UM OLHAR SISTÉMICO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO Ciclo de Conferências e Debate Arquivos de Famílias 29 outubro 2016 Fac. Letras U. de Coimbra

Leia mais

José Charters Monteiro Av. Álvares Cabral n.º 63 3º Lisboa tlm

José Charters Monteiro Av. Álvares Cabral n.º 63 3º Lisboa tlm Ass: Forte de Peniche Memória e futuro Lisboa, 23 12 2016 Ex. mo Senhor Dr. António José Correia Presidente da Câmara Municipal de Peniche Largo do Município 2.520 239 PENICHE Ex. mo Senhor Dr. António

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são consideradas, como uma complementação às atividades didático-pedagógicas à ampliação da formação acadêmica, profissional e social do aluno. As

Leia mais

Aproveitamos também para agradecer a participação das famílias em nossa primeira reunião de pais e educadores, no último dia 05 de março.

Aproveitamos também para agradecer a participação das famílias em nossa primeira reunião de pais e educadores, no último dia 05 de março. AUXILIADORA RECIFE Recife, 08 de março de 2016. Na Cruz de Cristo, está todo o amor de Deus, a sua imensa misericórdia. E este é um amor em que podemos confiar, em que podemos crer. Não há cruz, pequena

Leia mais

insulana átálogo Récita das Vitualhas ciclo de exposições de pintura Gonçalo Ferreira de Gouveia

insulana átálogo Récita das Vitualhas ciclo de exposições de pintura Gonçalo Ferreira de Gouveia insulana Récita das Vitualhas Gonçalo Ferreira de Gouveia ciclo organizado com o patrocínio do conselho de cultura da universidade da madeira a átálogo ciclo de exposições de pintura Récita das Vitualhas

Leia mais

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015

COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015 COMPRAR A PORTUGAL FILEIRA INDÚSTRIAS CULTURAIS E CRIATIVAS DEZ 2015 PERFIL 3 INDICADORES CHAVE 4 VANTAGENS 5 COMPETITIVAS SETORES 6 PATRIMÓNIO CULTURAL 7 AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA 8 ARTES VISUAIS 9 ARTES

Leia mais