Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 14ª Junta de Recursos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 14ª Junta de Recursos"

Transcrição

1 Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 14ª Junta de Recursos Número do Processo: / Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ITAPIRA Benefício: 31/ Espécie: AUXÍLIO-DOENÇA PREVIDENCIÁRIO Recorrente: VIRGINIA DE FREITAS - Procurador Recorrente: LAURINDO MARQUES NETO Recorrido: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS Assunto: REVISÃO Relator: Relatório Trata-se no presente de requerimento de auxílio doença previdenciário protocolado em 07/05/2015 e indeferido por falta de qualidade de segurado. Não consta ciência do requerente da decisão de indeferimento do benefício. O instituto anexou aos autos administrativos CNIS Cadastro Nacional de Informações Sociais e pesquisas internas. Inconformado, o requerente através de sua procuradora apresenta recurso em 07/07/2015, alega que na realização da pericia em 11/05/2015 o recorrente apresentou ao perito médico documentação médica e o Acórdão nº /2014 3ª CAJ do CRPS referente ao NB 31/ , a perícia médica comprovou sua incapacidade, que o recorrente possui qualidade de segurado já que foram apresentados os documentos, que APS não cumpriu na integra a decisão do referido Acórdão que fixou a data de início do auxilio doença em 22/01/2013 estando assim o INSS agindo em desacordo com as normas legais, esclarece que a cegueira exclui exigência de carência para a concessão de auxilio doença ou de aposentadoria por invalidez, como o recorrente comprova a incapacidade laborativa e condição de segurado,requer a concessão do presente benefício e sua conversão em aposentadoria por invalidez, requer que seja determinado à APS a implantação correta do benefício sendo julgado insubsistente o NB 31/ por perda de objeto, restabelecimento e implantação correta do NB 31/ conforme Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS, a concessão de aposentadoria por invalidez em 11/05/2015 conforme parecer médico pericial emitido no NB 31/ , pagamento retroativo das diferenças pecuniárias devidas com os reajustes legais referente ao NB 31/ ,e aplicação da multa diária em grau máximo por deixar de cumprir decisão de Acórdão. Apresenta: procuração e documento da procuradora, documentos pessoais RG e CPF do recorrente, Comunicado de Decisão de 2ª. Instância datado de 27/04/2015 referente ao NB 31/ comunicando que através do Acórdão nº /2014 foi dado provimento ao recurso interposto, sendo o benefício concedido em 27/04/2015, Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS, laudo Médico Pericial em exame realizado em 27/04/2015, Carta de Concessão / Memória de Cálculo do Benefício requerido em 06/05/2013 com início de vigência a partir de 06/05/2013 e data de concessão do benefício em 27/04/2015, formulário INFBEN Informações do Benefício, formulário HISCRE histórico de créditos, Comunicado de Decisão, laudo Médico Pericial de pericia realizada em 11/05/2015, CNIS (evento 01). Documentos do processo concessório anterior exames complementares constam dos autos administrativos e (evento 02). A pesquisa de ação judicial restou negativa (evento 03). Os autos vieram para apreciação desta Junta de Recursos com contrarrazões, alega o Instituto que o indeferimento se deve à data do inicio da doença ter sido ficada anteriormente ao reinicio das contribuições e na data da incapacidade fixada o recorrente possuía contribuição, sendo considerada pela pericia médica doença isenta de carência, que o recorrente teve o benefício anterior reconhecido pela 3ª. Câmara de Julgamento, pela mesma doença cujo processo encontra-se anexo, que devido à greve dos médicos peritos o processo não foi encaminhado á perícia médica sendo mantido o indeferimento (evento 05). Consta ciência da APS (evento 06).

2 Inclusão em Pauta Incluído em Pauta no dia 10/01/2016 para sessão nº 0012/2016, de 15/01/2016. Voto EMENTA: AUXILIO DOENÇA. RECURSO ORDINÁRIO. PARCIALMENTE PROCEDENTE. PERÍCIA MÉDICA FAVORÁVEL À EXISTÊNCIA DE INCAPACIDADE PARA O TRABALHO. CEGUEIRA. DOENÇA ISENTA DE CARÊNCIA. PRORROGAÇÃO DO BENEFÍCIO ANTERIOR POR MESMA PATOLOGIA. REQUERIMENTO ANTES DE 60 DIAS DA CESSAÇÃO BENEFÍCIO ANTERIOR. AUSÊNCIA REQUISITOS PARA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. ALEGAÇÃO DE NÃO CUMPRIMENTO DE DECISÃO DEFINITIVA DO ACÓRDÃO Nº /2014 DA 3ª CAJ/CRPS ATRAVÉS DE RECLAMAÇÃO. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL: ARTIGO 30 E 3º ARTIGO 75 DO DECRETO Nº /1999, ARTIGOS 42 E 151 DA LEI Nº /1991 E ARTIGO 57 PORTARIA MPS Nº. 548/2011 RECURSO CONHECIDO E PROVIDO PARCIALMENTE FUNDAMENTAÇÃO. Primeiramente, observo a tempestividade e legitimidade do recurso. O benefício em epígrafe foi indeferido por ausência de qualidade de segurado, ocorre que o recorrente é portador de cegueira, patologia isenta de carência, conforme prevê o artigo 30 do Decreto nº /1999 e artigo 151 da Lei nº /1991, veja: Art. 30. Independe de carência a concessão das seguintes prestações: III - auxílio-doença e aposentadoria por invalidez nos casos de acidente de qualquer natureza ou causa, bem como nos casos de segurado que, após filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social, for acometido de alguma das doenças ou afecções especificadas em lista elaborada pelos Ministérios da Saúde e da Previdência e Assistência Social a cada três anos, de acordo com os critérios de estigma, deformação, mutilação, deficiência ou outro fator que lhe confira especificidade e gravidade que mereçam tratamento particularizado; Art Até que seja elaborada a lista de doenças mencionadas no inciso II do art. 26, independe de carência a concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez ao segurado que, após filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social, for acometido das seguintes doenças: tuberculose ativa; hanseníase; alienação mental; neoplasia maligna; cegueira; paralisia irreversível e incapacitante; cardiopatia grave; doença de Parkinson; espondiloartrose anquilosante; nefropatia grave; estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante); síndrome da deficiência imunológica adquirida-aids; e contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada. Importante esclarecer que o recorrente recebeu o benefício de auxílio doença previdenciário após julgamento de recurso do NB 31/ pela 3ª. Câmara de Julgamento do CRPS que conforme Acórdão nº /2014, cuja ementa possui o seguinte teor: Auxílio doença previdenciário. Requerimento de auxilio doença. Cegueira. Carência. Isenção. Matéria médica. Suspensão dos efeitos do art. 53 6º. Do Regimento Interno do CRPS por força da Portaria nº. 591 de 13/12/ Analise da documentação médica fornecida pelo segurado que comprova a persistência da incapacidade laborativa, bem como a evolução da doença. Classificação da doença pela perícia médica do Instituto Nacional de Seguro Social INSS. Possibilidade de análise da matéria por força do despacho DAJ/LDV nº. 5 de 04/02/ Recurso Conhecido e Provido. Como se observa junto ao formulário INFBEN - Informações do Benefício NB 31/ o referido benefício foi cessado em 04/05/2015 por limite médico. O requerente apresentou novo requerimento de auxilio doença junto ao INSS ora em julgamento, no qual a perícia médica realizada em 11/05/2015 constatou ser o recorrente é portador de cegueira em um olho e visão subnormal em outro, fixando as datas técnicas em DID 20/07/1990 e DII em 22/01/2013. No Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS (benefício anterior) em folha 3/5 esclarece que:..ademais, concluiu tratar-se de retinopatia de fundo e alterações vasculares da retina (CID H35.0). Registrou, ainda, a Data de Início da Incapacidade DII em 22/01/2013 e a data de Início da Doença DID em 27/07/1990 (fls. 14/15) No parágrafo seguinte: De outro lado, o parecer técnico fundamentado em junta médica recursal concluiu que a CID é: H54.1 (Cegueira em um olho e visão subnormal em outro) e H35 (retinopatias de fundo e alterações vasculares da retina) (fls. 44/45). Diante destes fatos entendo que o benefício anterior encontra-se prorrogado, já que o NB 31/ (anterior) foi cessado em 04/05/2015, e em novo requerimento junto ao INSS a pericia médica constatou incapacidade pela mesma patologia do benefício anterior. Nesse diapasão o RPS dispõe: Art. 75 (...). 3º. Se concedido novo benefício decorrente da mesma doença dentro de sessenta dias contados da

3 cessação do benefício anterior, a empresa fica desobrigada do pagamento relativo aos quinze primeiros dias de afastamento, prorrogando-se o benefício anterior e descontando-se os dias trabalhados, se for o caso. Quanto ao requerimento em razões recursais da conversão do auxilio doença em aposentadoria por invalidez deve-se observar o artigo 42 da Lei nº 8.213/1991, que prevê: Art. 42. A aposentadoria por invalidez, uma vez cumprida, quando for o caso, a carência exigida, será devida ao segurado que, estando ou não em gozo de auxílio-doença, for considerado incapaz e insusceptível de reabilitação para o exercício de atividade que lhe garanta a subsistência, e ser-lhe-á paga enquanto permanecer nesta condição. 1º A concessão de aposentadoria por invalidez dependerá da verificação da condição de incapacidade mediante exame médico-pericial a cargo da Previdência Social, podendo o segurado, às suas expensas, fazer-se acompanhar de médico de sua confiança. 2º A doença ou lesão de que o segurado já era portador ao filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social não lhe conferirá direito à aposentadoria por invalidez, salvo quando a incapacidade sobrevier por motivo de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão.. Pois bem, diante da ausência da perícia médica recursal em virtude da greve dos médicos peritos do INSS, e não havendo comprovação do agravamento da doença do recorrente, não há como acolher o pedido de aposentadoria por invalidez, já que tanto no benefício anterior como no presente a perícia médica do Instituto concluiu ser o recorrente portador de: cegueira em um olho e visão subnormal. No que se refere ao não cumprimento do Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS pelo Instituto, deverá ser proposto Reclamação dirigida ao Presidente do CRPS cópia da decisão descumprida e outros elementos que julgar necessários, a qual será processada pela Coordenação de Gestão Técnica, conforme prevê o artigo 57 da Portaria MPS nº. 548/2011. Assim, consoante a fundamentação supra, o requerente faz jus apenas ao benefício de auxilio doença o qual deve ser implantado pelo INSS a partir da data de cessação do NB 31/ (anterior). Finalmente, cumpre informar, que desta decisão cabe recurso às Câmaras de Julgamento, na forma do artigo 16 da Portaria MPS nº 548/2011.FUNDAMENTAÇÃO. Primeiramente, observo a tempestividade e legitimidade do recurso. O benefício em epígrafe foi indeferido por ausência de qualidade de segurado, ocorre que o recorrente é portador de cegueira, patologia isenta de carência, conforme prevê o artigo 30 do Decreto nº /1999 e artigo 151 da Lei nº /1991, veja: Art. 30. Independe de carência a concessão das seguintes prestações: III - auxílio-doença e aposentadoria por invalidez nos casos de acidente de qualquer natureza ou causa, bem como nos casos de segurado que, após filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social, for acometido de alguma das doenças ou afecções especificadas em lista elaborada pelos Ministérios da Saúde e da Previdência e Assistência Social a cada três anos, de acordo com os critérios de estigma, deformação, mutilação, deficiência ou outro fator que lhe confira especificidade e gravidade que mereçam tratamento particularizado; Art Até que seja elaborada a lista de doenças mencionadas no inciso II do art. 26, independe de carência a concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez ao segurado que, após filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social, for acometido das seguintes doenças: tuberculose ativa; hanseníase; alienação mental; neoplasia maligna; cegueira; paralisia irreversível e incapacitante; cardiopatia grave; doença de Parkinson; espondiloartrose anquilosante; nefropatia grave; estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante); síndrome da deficiência imunológica adquirida-aids; e contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada. Importante esclarecer que o recorrente recebeu o benefício de auxílio doença previdenciário após julgamento de recurso do NB 31/ pela 3ª. Câmara de Julgamento do CRPS que conforme Acórdão nº /2014, cuja ementa possui o seguinte teor: Auxílio doença previdenciário. Requerimento de auxilio doença. Cegueira. Carência. Isenção. Matéria médica. Suspensão dos efeitos do art. 53 6º. Do Regimento Interno do CRPS por força da Portaria nº. 591 de 13/12/ Analise da documentação médica fornecida pelo segurado que comprova a persistência da incapacidade laborativa, bem como a evolução da doença. Classificação da doença pela perícia médica do Instituto Nacional de Seguro Social INSS. Possibilidade de análise da matéria por força do despacho DAJ/LDV nº. 5 de 04/02/ Recurso Conhecido e Provido. Como se observa junto ao formulário INFBEN - Informações do Benefício NB 31/ o referido benefício foi cessado em 04/05/2015 por limite médico. O requerente apresentou novo requerimento de auxilio doença junto ao INSS ora em julgamento, no qual a perícia médica realizada em 11/05/2015 constatou ser o recorrente é portador de cegueira em um olho e visão subnormal em outro, fixando as datas técnicas em DID 20/07/1990 e DII em 22/01/2013. No Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS (benefício anterior) em folha 3/5 esclarece que:

4 ..Ademais, concluiu tratar-se de retinopatia de fundo e alterações vasculares da retina (CID H35.0). Registrou, ainda, a Data de Início da Incapacidade DII em 22/01/2013 e a data de Início da Doença DID em 27/07/1990 (fls. 14/15) No parágrafo seguinte: De outro lado, o parecer técnico fundamentado em junta médica recursal concluiu que a CID é: H54.1 (Cegueira em um olho e visão subnormal em outro) e H35 (retinopatias de fundo e alterações vasculares da retina) (fls. 44/45). Diante destes fatos entendo que o benefício anterior encontra-se prorrogado, já que o NB 31/ (anterior) foi cessado em 04/05/2015, e em novo requerimento junto ao INSS a pericia médica constatou incapacidade pela mesma patologia do benefício anterior. Nesse diapasão o RPS dispõe: Art. 75 (...). 3º. Se concedido novo benefício decorrente da mesma doença dentro de sessenta dias contados da cessação do benefício anterior, a empresa fica desobrigada do pagamento relativo aos quinze primeiros dias de afastamento, prorrogando-se o benefício anterior e descontando-se os dias trabalhados, se for o caso. Quanto ao requerimento em razões recursais da conversão do auxilio doença em aposentadoria por invalidez deve-se observar o artigo 42 da Lei nº 8.213/1991, que prevê: Art. 42. A aposentadoria por invalidez, uma vez cumprida, quando for o caso, a carência exigida, será devida ao segurado que, estando ou não em gozo de auxílio-doença, for considerado incapaz e insusceptível de reabilitação para o exercício de atividade que lhe garanta a subsistência, e ser-lhe-á paga enquanto permanecer nesta condição. 1º A concessão de aposentadoria por invalidez dependerá da verificação da condição de incapacidade mediante exame médico-pericial a cargo da Previdência Social, podendo o segurado, às suas expensas, fazer-se acompanhar de médico de sua confiança. 2º A doença ou lesão de que o segurado já era portador ao filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social não lhe conferirá direito à aposentadoria por invalidez, salvo quando a incapacidade sobrevier por motivo de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão.. Pois bem, diante da ausência da perícia médica recursal em virtude da greve dos médicos peritos do INSS, e não havendo comprovação do agravamento da doença do recorrente, não há como acolher o pedido de aposentadoria por invalidez, já que tanto no benefício anterior como no presente a perícia médica do Instituto concluiu ser o recorrente portador de: cegueira em um olho e visão subnormal. No que se refere ao não cumprimento do Acórdão nº /2014 da 3ª CAJ/CRPS pelo Instituto, deverá ser proposto Reclamação dirigida ao Presidente do CRPS cópia da decisão descumprida e outros elementos que julgar necessários, a qual será processada pela Coordenação de Gestão Técnica, conforme prevê o artigo 57 da Portaria MPS nº. 548/2011. Assim, consoante a fundamentação supra, o requerente faz jus apenas ao benefício de auxilio doença o qual deve ser implantado pelo INSS a partir da data de cessação do NB 31/ (anterior). Finalmente, cumpre informar, que desta decisão cabe recurso às Câmaras de Julgamento, na forma do artigo 16 da Portaria MPS nº 548/2011. Relator(a) Declaração de Voto Conselheiro(a) concorda com voto do relator(a). ANA MARIA GARCIA LOURENCO Conselheiro(a) Suplente Representante do Governo Declaração de Voto Conselheiro(a) concorda com voto do relator(a). ALEXANDRE PEDROSO NUNES Conselheiro(a) Suplente Representante dos Trabalhadores

5 Declaração de Voto Presidente concorda com voto do relator(a). JOSE HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA Presidente Decisório Nº Acórdão: 168 / 2016 Vistos e relatados os presentes autos, em sessão realizada hoje, ACORDAM os membros da 1ª Composição Adjunta da 14ª Junta de Recursos do CRPS, em CONHECER DO RECURSO E DAR-LHE PROVIMENTO PARCIAL, POR UNANIMIDADE, de acordo com o voto do(a) Relator(a) e sua fundamentação. Participaram, ainda, do presente julgamento, os Conselheiros ANA MARIA GARCIA LOURENCO e ALEXANDRE PEDROSO NUNES. Relator(a) JOSE HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA Presidente

Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários

Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários Treinamento Presencial dos Peritos Médicos Previdenciários INSS Introdução Regime Geral da Previdência Social Produtos 10 Benefícios 3 Serviços Benefícios 4 APOSENTADORIAS: Invalidez Idade Tempo de Contribuição

Leia mais

Previdencia e Perícia Medicina do Trabalho. Regime Previdenciário

Previdencia e Perícia Medicina do Trabalho. Regime Previdenciário Previdencia e Perícia Medicina do Trabalho Regime Previdenciário Auxilio-Doença Benefício concedido ao segurado temporariamente incapaz ao trabalho, Carteira assinada: os primeiros 15 dias são pagos pelo

Leia mais

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica

XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica XVII Congresso Brasileiro de Perícia Médica Benefícios por Incapacidade Auxílio Doença e Aposentadoria por Invalidez Prof. H. Gustavo Alves Advogado, Mestre e Doutorando em Dir. Previdenciário PUC/SP,

Leia mais

Aula 06. a) 180 meses: para os benefícios programados (aposentadoria por idade, por tempo de contribuição e especial).

Aula 06. a) 180 meses: para os benefícios programados (aposentadoria por idade, por tempo de contribuição e especial). Turma e Ano: Direito Previdenciário- 2015 Matéria / Aula: 06- Empresa e Empregador Doméstico. Manutenção de Qualidade de Segurado. Acidente do Trabalho. Carência. RMB. Professor: Marcelo Leonardo Tavares

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Planos de Benefícios da Previdência Social Lei 8.213 Parte 1 Prof. Thamiris Felizardo - CARÊNCIA - LEGISLAÇÃO QUE REGE O TEMA: - Art. 24 a 27-A da Lei nº 8.213/91 - Art. 26 a 30

Leia mais

Informativo 17/2015. PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº , de 17 de junho de DOU de

Informativo 17/2015. PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº , de 17 de junho de DOU de Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Informativo 17/2015 PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº 13.135, de 17 de junho de 2015 - DOU de 18.06.2015 Através

Leia mais

Benefício auxílio-doença: antigo e novo modelo de concessão. João Silvestre da Silva-Júnior twitter.com/joaosilvestrejr

Benefício auxílio-doença: antigo e novo modelo de concessão. João Silvestre da Silva-Júnior twitter.com/joaosilvestrejr Benefício auxílio-doença: antigo e novo modelo de concessão João Silvestre da Silva-Júnior joaossj@gmail.com twitter.com/joaosilvestrejr O que é esperado em um relatório do médico do trabalho quando trabalhador

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.421650/2015-21 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Dr. Jorge Abissamra Filho

Dr. Jorge Abissamra Filho Dr. Jorge Abissamra Filho Titulo de Clinica Medica pela Sociedade Brasileira de Clinica Medica Oncologista Clinico membro titular da Sociedade Brasileira de Oncologia Clinica Especializacao em tumores

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.369449/2015-26 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ARACRUZ Benefício:

Leia mais

MITOS E VERDADES NOS BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE

MITOS E VERDADES NOS BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE MITOS E VERDADES NOS BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE CINDY FERNANDES GOUVEIA Advogada, especialista em Direito Previdenciário e Direito do Trabalho, militante na seara Previdenciária Empresarial/ Segurado.

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.049570/2014-53 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SERRA Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.112273/2014-51 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL GUARAMIRIM Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.013097/2014-76 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SÃO JOSÉ DOS

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Benefícios em espécies Auxílio Doença Parte 1 Prof. Thamiris Felizardo - AUXÍLIO-DOENÇA - Art. 59 a 63 da Lei 8.213/91 - Art. 71 a 80 do Decreto 3.048/99 - AUXÍLIO-DOENÇA - O benefício

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) - ISENÇÃO

IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) - ISENÇÃO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA (IRPF) - ISENÇÃO Cód.: IIR Nº: 63 Versão: 7 Data: 12/09/2018 DEFINIÇÃO Consiste na isenção do imposto de renda dos rendimentos provenientes de: 1. Aposentadoria motivada

Leia mais

Isenção. Isenção. Prova de Inexistência de Débito (art. 257) Prova de Inexistência de Débito (art. 257)

Isenção. Isenção. Prova de Inexistência de Débito (art. 257) Prova de Inexistência de Débito (art. 257) Isenção São isentas de contribuição para a seguridade social as entidades beneficentes de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei (art. 195, 7º, CF) Fica isenta das contribuições

Leia mais

PERÍCIA MÉDICA O QUE É?

PERÍCIA MÉDICA O QUE É? PERÍCIA MÉDICA O QUE É? É uma especialidade médica, na qual o perito, após examinar o periciando, emite um parecer técnico conclusivo, sobre a capacidade laborativa do examinado, enquadrando-o em situação

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.371063/2015-84 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

CONSELHO FEDRAL DE MEDICINA. Nota Técnica de Expediente nº 50/2007, do SEJUR.

CONSELHO FEDRAL DE MEDICINA. Nota Técnica de Expediente nº 50/2007, do SEJUR. CONSELHO FEDRAL DE MEDICINA Expediente CFM nº 8204/2007. EMENTA: DESOBRIGAÇÃO DE PAGAMENTOS DAS ANUIDADES DEVIDAS AOS CONSELHOS REGIONAIS DE MEDICINA EM VIRTUDE DE DOENÇAS GRAVES. Nota Técnica de Expediente

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.311231/2015-82 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL VITÓRIA Benefício:

Leia mais

LEI Nº , DE 17 DE JUNHO DE 2015

LEI Nº , DE 17 DE JUNHO DE 2015 LEI Nº 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis no 8.213, de 24 de julho de 1991, no 10.876, de 2 de junho de 2004, no 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e no 10.666, de 8 de maio de 2003, e dá outras

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.270620/2014-60 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Planos de Benefícios da Previdência Social Lei 8.213 Carência Parte 2 Prof. Thamiris Felizardo A pensão por morte não exige período de carência, mas, por outro lado, é preciso que

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIA

REGRAS DE APOSENTADORIA REGRAS DE APOSENTADORIA REGRAS PERMANENTES São aplicadas aos servidores públicos, segundo os requisitos elencados no Art. 40, 1, I, II, III alíneas a e b da CF/88. São essas as seguintes hipóteses: Aposentadoria

Leia mais

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO

RELATÓRIO. 3. Não foram apresentadas contrarrazões. 4. É o que havia de relevante para relatar. VOTO PROCESSO Nº: 0800286-13.2014.4.05.8201 - APELAÇÃO APELANTE: VICENTE SEBASTIAO DE LIMA ADVOGADO: MARCOS ANTONIO INACIO DA SILVA APELADO: INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A)

Leia mais

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Atos do Poder Legislativo LEI Nº 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004,

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Número do Processo: 44232.001070/2013-50 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL RIBEIRÃO PIRES

Leia mais

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social Lei 13.135 e MP 676 - Novas Regras para Previdência Social LEI N. 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004, nº 8.112, de 11 de dezembro

Leia mais

Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência

Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência Beneficiários do RGPS, qualidade de segurado e carência Continuação... Carência é o número de contribuições mensais indispensáveis para que o beneficiário faça jus ao benefício, consideradas a partir do

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 389, DE

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 389, DE SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 389, DE 2012 Altera a Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, que dispõe sobre a organização da Assistência Social e dá outras providências, para conceder benefício

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.163941/2013-28 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SÃO JOÃO DA BOA

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró - Reitoria de Gestão de Pessoal Coordenadoria de Administração de Pessoal Aposentadoria Passagem do servidor da atividade para a inatividade, com proventos integrais ou proporcionais ao tempo de contribuição, observadas as regras específicas para cada situação. Pode ser concedida

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 7216/2017

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 7216/2017 RESOLUÇÃO Nº 7216/2017 O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Complementar Estadual nº 85, de 27 de dezembro de 1999, tendo em vista o

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento Número do Processo: 44232.161423/2014-51 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

CENTRAL DE PERÍCIAS/GAJEF PERÍCIA MÉDICA

CENTRAL DE PERÍCIAS/GAJEF PERÍCIA MÉDICA CENTRAL DE PERÍCIAS/GAJEF PROCESSO Nº: AUTOR (A): ENDEREÇO: IDENTIDADE: CPF: TELEFONE: PERÍCIA MÉDICA ACOMPANHANTES/PARENTESCO: MÉDICO PERITO/CRM: MÉDICO ASSISTENTE INSS/CRM: QUESITOS JUÍZO: 1 O periciando

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 5ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.193275/2014-33 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.183389/2013-94 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CURITIBA-XV DE

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Número do Processo: 35405.009514/2013-85 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL JAÚ Benefício:

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DOS SERVIDORES PÚBLICOS

REGIME PRÓPRIO DOS SERVIDORES PÚBLICOS APOSENTADORIA Os servidores serão aposentados e terão os seus proventos calculados e revistos, na forma prevista na Constituição Federal, observadas as normas gerais de previdência estabelecidas em lei

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.589068/2016-42 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SÃO PAULO-VILA

Leia mais

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade.

A partir de que momento começa a contar o benefício? Para o segurado empregado, é a contar do 16.º dia do afastamento da atividade. É possível a concessão de aposentadoria por invalidez havendo moléstia preexistente? Retornamos a resposta do questionamento anterior, ou seja, o INSS submete o segurado à pericia, justamente para constatar

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.500695/2015-61 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.625843/2016-31 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL PIRACICABA Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 26ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.050047/2014-70 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.168691/2013-12 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Número do Processo: 36202.009019/2014-04 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL VITÓRIA Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.590220/2016-30 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 08/2016

PROJETO DE LEI Nº 08/2016 PROJETO DE LEI Nº 08/2016 CONCEDE ISENÇÃO DO IMPOSTO PREDIAL E TERRITORIAL URBANO (IPTU), SOBRE IMÓVEL INTEGRANTE DO PATRIMÔNIO DE PORTADORES DE DOENÇAS CONSIDERADAS GRAVES, ELENCADAS NESTA LEI, OU QUE

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 749/2009/COGES/DENOP/SRH/MP. Assunto: Aposentadoria por invalidez, integralização dos proventos de aposentadoria.

NOTA TÉCNICA Nº 749/2009/COGES/DENOP/SRH/MP. Assunto: Aposentadoria por invalidez, integralização dos proventos de aposentadoria. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Recursos Humanos Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Coordenação-Geral de Elaboração, Sistematização e Elaboração das Normas NOTA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.011.387 - MG (2008/0026603-2) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : MÁRCIA SOUSA DE SÃO PAULO

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 04ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.386064/2015-23 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SANTO ANTÔNIO

Leia mais

Sabemos que existem 3 regimes: a) RGPS Social. Regime Geral de Previdência. b) Regimes Próprios. c) Regime de Previdência Complementar.

Sabemos que existem 3 regimes: a) RGPS Social. Regime Geral de Previdência. b) Regimes Próprios. c) Regime de Previdência Complementar. 1 Sabemos que existem 3 regimes: a) RGPS Social Regime Geral de Previdência b) Regimes Próprios c) Regime de Previdência Complementar. 2 Regimes Próprios Servidores Públicos Vamos informar só a regra geral

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 05ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.226442/2014-30 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CAÇAPAVA DO SUL

Leia mais

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ROBERTO REQUIÃO

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ROBERTO REQUIÃO PARECER Nº, DE 2012 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 287 Complementar, de 2010, do Senador Arthur Virgílio, que dispõe sobre a concessão de aposentadoria por invalidez

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Câmara de Julgamento Número do Processo: 44232.003369/2014-20 Unidade de Origem: Benefício: 87/700.615.842-8 Espécie: Recorrente:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 09/01/2015 11:04 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Exposição de motivos Vigência Altera as Leis n o 8.213,

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 29 de setembro de Des. Fed. MESSOD AZULAY NETO. Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 29 de setembro de Des. Fed. MESSOD AZULAY NETO. Relator Nº CNJ : 000393-79.206.4.02.9999 (206.99.99.00393-5) EMENTA PREVIDENCIÁRIO. APOSENTADORIA POR IDADE. ADICIONAL DE 25%. ARTIGO 45 DA LEI 8.23/99. NÃO CABIMENTO. ADICIONAL EXCLUSIVO À APOSENTADORIA POR INVALIDEZ.

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.098389/2014-71 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL PALHOÇA Benefício:

Leia mais

DIREITO Previdenciário

DIREITO Previdenciário DIREITO Previdenciário Benefícios em espécies Aposentadoria por Invalidez Parte 2 Prof. Thamiris Felizardo Jurisprudência: PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL.

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2011 Altera a Lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, que dispõe sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, e dá outras providências, e a Lei nº 8.213, de 24 de julho de

Leia mais

ANO XXX ª SEMANA DE MARÇO DE 2019 BOLETIM INFORMARE Nº 12/2019

ANO XXX ª SEMANA DE MARÇO DE 2019 BOLETIM INFORMARE Nº 12/2019 ----- ANO XXX - 2019 3ª SEMANA DE MARÇO DE 2019 BOLETIM INFORMARE Nº 12/2019 ASSUNTOS PREVIDENCIÁRIOS AUXÍLIO DOENÇA ATUALIZAÇÃO MP Nº 871/2009 - CONSIDERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS... Pág. 290 CARÊNCIA - BENEFÍCIOS

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 27ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.272601/2014-78 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NOVA PRATA Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 7ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 7ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 7ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.476761/2015-75 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 4ª Câmara de Julgamento Número do Processo: 44232.313138/2015-11 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª COMPOSIÇÃO ADJUNTA DA 26ª JUNTA DE RECURSOS

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª COMPOSIÇÃO ADJUNTA DA 26ª JUNTA DE RECURSOS Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª COMPOSIÇÃO ADJUNTA DA 26ª JUNTA DE RECURSOS Número do Processo: 44232.581066/2016-13 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 24ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.713007/2016-11 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MAUÁ Benefício:

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Analista TRF2 FCC

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Direito Previdenciário. Analista TRF2 FCC CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Previdenciário FCC 1) FCC - AJ TRF2/TRF 2/Judiciária/Execução de Mandados/2012 De acordo com a Lei no 8.213/1991, a concessão da pensão por morte e do auxílio reclusão

Leia mais

Cartilha Moléstia Grave e isenção de IR

Cartilha Moléstia Grave e isenção de IR Cartilha Moléstia Grave e isenção de IR Moléstia Grave Será considerado portador de moléstia grave aquele(a) que for diagnosticado(a) com, e somente com, as seguintes enfermidades: a) tuberculose ativa;

Leia mais

A FCC inovou na forma de cobrança nas questões e fez uma prova horrível.

A FCC inovou na forma de cobrança nas questões e fez uma prova horrível. Olá concurseiros. A FCC inovou na forma de cobrança nas questões e fez uma prova horrível. Das 4 (quatro) questões há 3 (três) mal formuladas, com informações imprecisas e incompletas, levando o candidato

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIA

REGRAS DE APOSENTADORIA REGRAS DE APOSENTADORIA REGRAS PERMANENTES São aplicadas aos servidores público, segundo os requisitos elencados no Art. 40, 1, I, II, III alíneas a e b da CF/88. São essas as seguintes hipóteses: Aposentadoria

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 965.597 - PE (2007/0151676-9) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : FREDERICO BERNARDINO E OUTRO(S) RECORRIDO

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 27ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.059869/2014-16 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Reconhece o direito solicitado

Reconhece o direito solicitado 1 Requerimento INSS Indeferido O INSS dá ciência ao interessado do motivo pelo qual não foi atendida a sua pretensão, que tem prazo de 30 dias para recorrer. Protocolo Recurso INSS revisa o processo Recurso

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 26ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 26ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 26ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.086791/2013-21 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL BRAGANÇA PAULISTA

Leia mais

Prof. Michel Gouveia. Professor Michel Gouveia / Previtube. michelogouveia.

Prof. Michel Gouveia. Professor Michel Gouveia / Previtube. michelogouveia. Prof. Michel Gouveia Professor Michel Gouveia / Previtube michelogouveia michel@michelgouveia.adv.br EMENTA: Espécies de Acidente do Trabalho (artigos 19, 20, 21, 21-A, 22 e 23, todos da Lei 8.213/91)

Leia mais

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ PROF. THIAGO LUIS ALBUQUERQUE

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ PROF. THIAGO LUIS ALBUQUERQUE APOSENTADORIA POR INVALIDEZ PROF. THIAGO LUIS ALBUQUERQUE -ESPECIALISTA EM GESTÃO PREVIDENCIÁRIA -EX-ASSESSOR PARA TNU (TURMA NACIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO) -CONSELHEIRO DO CRSS -MESTRANDO EM DIREITO PELA

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO DIREITO PREVIDENCIÁRIO Benefícios Incapacitantes Auxílio-doença, Auxílio-acidente e Aposentadoria por Invalidez Índice Auxílio-doença Auxílio-acidente Aposentadoria por Invalidez 3 4 6 Autor Benny Willian

Leia mais

A data de início do auxílio-doença é a data de emissão fixada no atestado pelo médico assistente e homologado pelo Órgão Médico Oficial do Estado.

A data de início do auxílio-doença é a data de emissão fixada no atestado pelo médico assistente e homologado pelo Órgão Médico Oficial do Estado. AUXÍLIO-DOENÇA Conceito O auxílio-doença é um benefício concedido ao segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) que esteja incapacitado temporariamente para o trabalho por motivo de doença ou

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.216961/2014-90 Unidade de Origem: Benefício: 87/544.242.376-5 Espécie: Recorrente:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 29ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 29ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 29ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.555566/2015-19 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL ROLIM DE MOURA

Leia mais

30/06/2017. Professor Marcos Girão DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

30/06/2017. Professor Marcos Girão DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Professor Marcos Girão DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 Art. 1º O Estatuto do Servidor Público é a norma legal regulamentadora da situação funcional de servidores públicos, podendo ser considerado como o conjunto

Leia mais

PROGRAMA AUXÍLIO MORADIA OBSERVAÇÕES:

PROGRAMA AUXÍLIO MORADIA OBSERVAÇÕES: PROGRAMA AUXÍLIO MORADIA OBSERVAÇÕES: 1. A documentação incompleta e/ou preenchimento indevido desse formulário estará sujeito ao INDEFERIMENTO DA INSCRIÇÃO; 2. As informações prestadas no formulário,

Leia mais

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio doença previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Estadual.

Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio doença previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Estadual. Bom dia, hoje trago um modelo de petição de auxílio doença previdenciário com pedido de tutela antecipada em face do INSS perante a Justiça Estadual. Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 17ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.231679/2014-32 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL XAXIM : Recorrente:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 02ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 02ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 02ª Junta de Recursos Número do Processo: 44233.134418/2017-16 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL FORTALEZA-ALDEOTA

Leia mais

OS EFEITOS DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS NO CONTRATO DE TRABALHO

OS EFEITOS DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS NO CONTRATO DE TRABALHO MARCOS VICHIESI OS EFEITOS DOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS NO CONTRATO DE TRABALHO APRESENTAÇÃO COORDENADOR DA COMISSÃO DE DIREITO EMPRESARIAL PREVIDENCIÁRIO DA OAB SANTO AMARO COORDENADOR ADJUNTO DA COMISSÃO

Leia mais

PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016

PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016 PORTARIA Nº. 152, DE 25 DE AGOSTO DE 2016 Determina que o Instituto Nacional do Seguro Social estabeleça prazo para a recuperação da capacidade para o trabalho de segurado do Regime Geral de Previdência

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 21ª Junta de Recursos Número do Processo: 35569.003547/2014-20 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL REGISTRO Benefício:

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.100991/2014-85 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676, DE 17 DE JUNHO DE 2015. Exposição de motivos Prof. Anderson Castelucio Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social.

Leia mais

INSS Outros Procedimentos de Perícia Médica

INSS Outros Procedimentos de Perícia Médica Treinamento Presencial dos Peritos Médicos da Previdência Social INSS Outros Procedimentos de Perícia Médica Prorrogação do Salário Maternidade O salário-maternidade é devido à segurada da previdência

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 10ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 10ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 1ª Composição Adjunta da 10ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.013184/2014-23 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos

Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Ministério da Previdência Social Conselho de Recursos da Previdência Social 2ª Composição Adjunta da 13ª Junta de Recursos Número do Processo: 44232.724140/2016-94 Unidade de Origem: AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA

Leia mais

Aula 11 REGRAS GERAIS

Aula 11 REGRAS GERAIS Turma/Ano: Direito Previdenciário (2016) Matéria/Data: Regras Gerais: Período de Carência e Acidente de Trabalho (16/05/15) Professor: Marcelo Tavares Monitora: Márcia Beatriz Aula 11 REGRAS GERAIS Período

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO FUNDO MUNICIPAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMODORO-PREVI CONTROLADORIA MUNICIPAL Lei Municipal nº /2018

ESTADO DE MATO GROSSO FUNDO MUNICIPAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMODORO-PREVI CONTROLADORIA MUNICIPAL Lei Municipal nº /2018 1 Processo nº. 2019.03.18647P Interessada: MARIA LUIZA DE MOURA TEIXEIRA Assunto: APOSENTADORIA POR INVALIDEZ PARECER TÉCNICO Nº. 152/2019 I. DA PRELIMINAR Considerando as atribuições da Controladoria

Leia mais

"V Curso de Atualização em Medicina do Trabalho com foco na Prova de Título da ANAMT"

V Curso de Atualização em Medicina do Trabalho com foco na Prova de Título da ANAMT "V Curso de Atualização em Medicina do Trabalho com foco na Prova de Título da ANAMT" Direto Previdenciário: Interface Médica Junho/2016 www.alessandretramontim.com.br Art. 4º A previdência social rege-se

Leia mais

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº 13.135 1 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 1 LEI 13.135/2015, Art. 5 o Os atos praticados com base em dispositivos da Medida

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf)

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf) Modelos Âmbito Jurídico - Contratos 00023 - Modelo de Concessão de auxílio-doença EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE (cidade/uf) Reqte.: (nome do requerente) Reqdo.: Instituto

Leia mais