M A N U A L T É C N I C O

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "M A N U A L T É C N I C O"

Transcrição

1 M A N U A L TÉCNICO

2 Apresentação...3 Biologia de cupins e formigas...4 Propriedades físico-químicas...9 Testes de eficácia...12 Recomendações de uso e estratégias de controle...15 Segurança...21 Precauções de uso...23 MANUAL TÉCNICO

3 1. APRESENTAÇÃO OPTIGARD LT contém Thiamethoxam em sua composição, um inseticida neonicotinóide não repelente, altamente seguro e eficaz, que age por contato e ingestão em cupins e formigas. A nomenclatura LT refere-se ao termo em inglês Liquid Termiticide (cupinicida líquido). Thiamethoxam foi descoberto em 1991 pela Syngenta e foi o primeiro representante da segunda geração de neonicotinóides, e pertence à subclasse thianicotinyl. Thiamethoxam tem demonstrado alta atividade no controle de pragas urbanas, como cupins e formigas, assim como outros insetos nocivos. Inúmeros estudos científicos demonstram a eficácia do Thiamethoxam no controle de cupins subterrâneos e formigas. A embalagem hidrossolúvel de OPTIGARD LT proporciona diversos benefícios, como economia, segurança e respeito ao meio ambiente, uma vez que a embalagem não deixa resíduos, ou seja, se dissolve totalmente na água, é biodegradável e atóxica. OPTIGARD LT garante segurança e economia, pois é embalado na dose certa, diminuindo a exposição do aplicador ao produto e evitando possíveis erros na dosagem: adicionar 1 sachê hidrossolúvel diretamente na água e aplicar conforme instruções do rótulo. OPTIGARD LT não mancha, não é corrosivo e não tem cheiro. O produto deve ser diluído somente em água, devendo-se observar os efeitos que o líquido pode provocar nas superfícies, madeiras e pinturas antes de proceder ao tratamento. OPTIGARD LT não apresenta restrições para aplicações internas e externas de residências e outras edificações. Outra característica importante de OPTIGARD LT é a ação não repelente. Estudos realizados no Japão evidenciam a não percepção pelos cupins que entram em contato com o produto, conforme apresentado neste manual técnico. MANUAL TÉCNICO 3

4 2. BIOLOGIA DE CUPINS E FORMIGAS Cupins e formigas, assim como outros insetos sociais, apresentam sobreposição de gerações, cuidado com a prole e divisão de trabalho entre indivíduos de diferentes morfologias (castas). Os insetos sociais estão entre as pragas urbanas que apresentam o controle mais difícil e possivelmente os que causam os maiores prejuízos. Isso se deve à alta vantagem competitiva e adaptativa que a vida em sociedade proporciona. O controle de cupins e formigas requer tratamento específico e diferenciado através da associação de produtos não repelentes e de conhecimento da biologia desses insetos. PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE FORMIGAS E CUPINS Formigas Apresentam cintura 4 asas, as anteriores maiores que as posteriores Cupins Ausência de cintura (o abdome dos cupins liga-se largamente ao tórax) 4 asas de mesmo tamanho Antenas em forma de cotovelo Antenas retas 2.1. Cupins Os cupins pertencem ao Filo Arthropoda, Classe Insecta e Ordem Isoptera. Existem cerca de espécies distribuídas principalmente em regiões tropicais e subtropicais, sendo que destas aproximadamente 290 são encontradas no Brasil. De modo geral, uma colônia de cupins é constituída pelo casal real (rei e rainha) que são os reprodutores; operários, que são morfologicamente uniformes e responsáveis pelo trabalho da colônia e soldados, que são responsáveis pela defesa da colônia, através de defesas químicas e/ou mecânicas. MANUAL TÉCNICO 4

5 Castas Esquema simplificado do ciclo de vida dos cupins. Operários A casta de operários é geralmente a mais numerosa da colônia, formada por indivíduos não diferenciados, cegos e estéreis. Eles desempenham funções importantes, como obtenção de alimento, construção, reparação e saneamento da colônia, expansão e limpeza do ninho e túneis, cuidados com a prole, soldados e reprodutores. Soldados Os soldados são responsáveis pela guarda do ninho e proteção da colônia. Desempenham importante papel na taxonomia (identificação) da espécie, entretanto eles podem estar ausentes em alguns gêneros. De modo geral, os soldados possuem armas físicas e/ou químicas. Entre as armas físicas estão mandíbulas poderosas e cabeça resistente e volumosa (fragmose). E entre as armas químicas estão as secreções de natureza tóxica, viscosa e grudenta. MANUAL TÉCNICO 5

6 Alados Os alados são responsáveis pela reprodução e aparecem sazonalmente. Eles são dotados de dois pares de delicadas asas membranosas para a realização da revoada ou enxameamento (siriris ou aleluias). Após curto vôo, juntam-se em pares (macho e fêmea) e procuram local adequado para a fundação de nova colônia. Uma vez instalados em local seguro, ocorrerá a cópula e, em poucos dias, a fêmea iniciará a oviposição, fundando uma nova colônia, tornando-se estes o casal real. De acordo com o habitat e a espécie, os cupins podem formar seus ninhos com diferentes formatos e tamanhos e em diferentes locais, como árvores, edificações (em caixões perdidos, vãos de escadas, interior de paredes e caixas de força) e no solo. Ilustração de ninhos interconectados Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. Os cupins têm papel importante no meio ambiente através da reciclagem de material orgânico (celulose e lignocelulose), entretanto alguns gêneros são considerados pragas em áreas urbanas, causando elevados prejuízos em virtude da procura por alimento: madeira e derivados celulósicos. Em áreas urbanas, os gêneros Coptotermes spp., Heterotermes spp. e Nasutitermes spp. são os cupins subterrâneos de maior importância econômica no Brasil. Danos causados por cupins subterrâneos em edificações Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. MANUAL TÉCNICO 6

7 2.2. Formigas As formigas pertencem ao Filo Arthropoda, Classe Insecta e Ordem Hymenoptera, mesmo grupo das abelhas e vespas. Mundialmente, existem cerca de espécies de formigas, das quais aproximadamente espécies possuem representantes no Brasil. A população adulta de uma colônia de formigas é formada basicamente por duas castas: rainha e operária. Os alados (machos e fêmeas) surgem em determinadas épocas do ano. Operárias São fêmeas estéreis, desprovidas de asas e representam a maior parte dos indivíduos da colônia. Elas podem viver de 2 a 3 meses ou até 1 ano, e realizam funções como escavação e limpeza do ninho, procura de alimento (também chamada de forrageamento), alimentação de indivíduos de outro estágio, defesa da colônia, etc. Detalhe do forrageamento das formigas (busca de alimento) Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. Machos Os machos são indivíduos alados e têm função unicamente reprodutiva. Mas ao contrário do que ocorre com os cupins, onde o macho permanece com a rainha dentro da colônia, os machos de formigas possuem vida curta (14-30 dias) e morrem após a cópula ou são mortos pelas operárias. MANUAL TÉCNICO 7

8 Rainhas As rainhas são os maiores indivíduos da colônia e são responsáveis pela postura dos ovos. São aladas, mas as asas caem após vôo nupcial, que ocorre somente uma vez, a rainha pode ser fecundada por vários machos diferentes e armazena os espermatozóides na espermateca por toda a sua vida. Após a cópula, procuram um local para fazer o ninho e depositar seus ovos. De acordo com a espécie, podem viver por muitos anos, ou apenas poucos meses. Em certas épocas do ano ocorre a revoada, quando machos e fêmeas (alados) saem para efetuar o acasalamento e formar novas colônias. Entretanto, algumas espécies urbanas se reproduzem através da fragmentação da colônia, onde uma rainha migra para outro local com um grupo de operárias fundando um novo ninho. A fragmentação é um processo natural, mas pode ser influenciada pelo uso de inseticidas repelentes, causando o aumento da dispersão e infestação. O hábito alimentar das formigas é bastante diversificado e pode variar desde produtos açucarados, gordura animal até fungos. Os ninhos podem estar presentes diretamente no solo, em batentes de portas, armários, no interior de aparelhos eletrônicos, frestas de azulejos, etc. É comum entre as espécies urbanas a formação de ninhos-satélites ligados ao ninho principal, onde estão as rainhas. O número de rainhas por colônia é variável de acordo com a espécie. As formigas, assim como os outros organismos vivos, têm grande importância para o meio ambiente, mas algumas espécies causam danos. No ambiente urbano, as formigas podem causar sérios problemas de saúde pública ao agirem como vetores de microrganismos patogênicos, causando desde a contaminação de alimentos até infecção hospitalar. Podem também estar presentes no interior de aparelhos eletrônicos, ocasionando danos. MANUAL TÉCNICO 8

9 3. PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS OPTIGARD LT é um produto com características químicas, físicas e biológicas inovadoras. O desenvolvimento de inseticidas para o controle de pragas está voltado para a descoberta de novos ingredientes ativos ou moléculas, formulações menos tóxicas, embalagens biodegradáveis e seguras para os aplicadores e organismos não alvos. OPTIGARD LT reúne todas essas características, agregando tecnologia, segurança, eficiência e economia Ficha técnica Nome comercial: OPTIGARD LT Nome comum do ingrediente ativo: Thiamethoxam Fórmula estrutural: Número CAS: Classe: inseticida neonicotinóide de segunda geração Subclasse: thianicotinyl Registro no Ministério da Saúde: AUP: 1240/2006 Formulação: grânulos dispersíveis em água Composição química: 3-(2-chloro-1,3-thiazol-5-ylmethyl)-5-methyl-1,3,5-oxadiazinan-4- ylidene-(nitro)amine Proporção: 250 gramas de ingrediente ativo por kg (25%) Apresentação: sachês hidrossolúveis de 20 g Fórmula empírica: C 8 H 10 CIN 5 O 3 S Classificação toxicológica: classe III Aparência: sólido granulado, cor marrom Densidade: 0,42-0,52 kg/l Características físicas: não apresenta odor, não mancha e não é corrosivo Solubilidade em água 25ºC: mg/l Pressão de vapor 25ºC: 6,6 x 10-9 Pa (não volátil) Ação tóxica: atua nos receptores nicotínicos da acetilcolina nas sinapses Compatibilidade: compatível com a maioria dos inseticidas MANUAL TÉCNICO 9

10 3.2. Modo de ação (inovação) Thiamethoxam tem ação de contato e ingestão e age no sistema nervoso dos insetos, ou seja, nos receptores nicotinérgicos das células. No cérebro dos insetos, milhões de células nervosas são interligadas e participam da transmissão de sinais elétricos. Este processo é essencial para que os insetos realizem funções vitais para a sua sobrevivência como, por exemplo, o ato de se alimentar. Quando um inseto está com fome, seu cérebro envia um comando para que ele se alimente. Este comando é enviado em forma de impulso elétrico de uma célula (pré-sinapse) para outra (pós-sinapse). De modo geral, a sinapse é a união de duas células nervosas e desempenha um importante papel nesse processo. O impulso elétrico recebido faz com que seja liberada uma substância química e a célula nervosa vizinha reage ao produzir o seu próprio impulso. OPTIGARD LT interrompe essa reação ao imitar o neurotransmissor excitatório (acetilcolina) competindo pelos receptores nicotinérgicos presentes na membrana pós-sináptica. A enzima acetilcolinesterase, que degrada moléculas de acetilcolina, não consegue degradar as moléculas de Thiamethoxam, que são insensíveis à ação dessa enzima. Como conseqüência, ocorre uma ativação prolongada dos receptores de acetilcolina, ocasionando hiperexcitabilidade do sistema nervoso central devido à transmissão desordenada de impulsos nervosos. A substância química que havia sido liberada fica sem efeito e os impulsos nervosos são bloqueados. Dessa forma, o inseto deixa de realizar funções como a alimentação, o vôo e os movimentos. A ilustração abaixo mostra um esquema simplificado da sinapse de um inseto e sítios de ação dos principais grupos químicos. Pré-sinapse Fenda sináptica Pós-sinapse Receptor Nicotínico Neonicotinóides: thiamethoxam Canais de sódio: Piretróides Acetilcolinesterase: Carbamatos, organofosforados Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. OPTIGARD LT tem um modo de ação diferente de outras classes de inseticida, como fosforados e piretróides tradicionalmente usados no controle de pragas urbanas. Thiamethoxam não é repelente e pode em muitos casos ser transferido dos insetos expostos para os não expostos ao produto, inclusive os cupins. MANUAL TÉCNICO 10

11 3.3. Formulação e embalagem (conveniência e economia) A formulação WG - grânulos dispersíveis (termo proveniente do inglês, water dispersible granule ) se dissolve rapidamente na água contribuindo para uma rápida preparação da calda. OPTIGARD LT é embalado em sachês hidrossolúveis, proporcionando dosagem correta, sem desperdícios e sem a exposição dos aplicadores ao produto. Essa inovação favorece o meio ambiente, uma vez que ao se dissolver completamente na água dispensa a preocupação com o descarte de embalagens. A matéria-prima utilizada na fabricação do sachê hidrossolúvel, o PVA (álcool poli-vinílico), é atóxico para humanos, não emprega nenhum solvente orgânico ou CFC em sua produção e utiliza água como solvente. Outra vantagem do sachê é que o PVA pode ser degradado por bactérias. Para utilizar o sachê no controle de cupins e formigas, basta colocá-lo em um recipiente com água seguindo as orientações do item instruções de uso deste manual. Diluição do sachê hidrossolúvel Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda Comportamento no solo Em estudos de laboratório sob condições aeróbicas, Thiamethoxam apresentou um padrão bifásico de degradação. A degradação inicial é atribuída à disponibilidade do produto na solução do solo seguido de uma meia-vida secundária maior e de lenta liberação e degradação. Uma vez que o Thiamethoxam é adsorvido (fixado) no solo, a degradação torna-se limitada e lenta, sendo que a cinética de dessorção (liberação) exibe baixa mobilidade no solo e baixo potencial de lixiviação. A solubilidade na água permite que o Thiamethoxam se mova rapidamente, preenchendo possíveis falhas na aplicação no solo, que podem ocorrer com produtos menos solúveis. Portanto, Thiamethoxam é uniformemente distribuído no solo, mesmo em locais com alta lixiviação ou irrigação. Quando a área tratada seca, Thiamethoxam adsorve fortemente as partículas do solo, promovendo um bom efeito residual. MANUAL TÉCNICO 11

12 4. TESTES DE EFICÁCIA Alta eficiência no tratamento de cupins e formigas com OPTIGARD LT Diversos testes de eficácia foram realizados no Brasil, Estados Unidos, Japão e em outros países, onde demonstraram a eficiência do Thiamethoxam no controle de pragas urbanas. Alguns dos experimentos realizados no controle de cupins e formigas serão descritos resumidamente, os quais podem servir de fonte de informação aos controladores de pragas Testes realizados no Brasil Veja abaixo um rápido resumo dos testes realizados que demonstram a eficácia do OPTIGARD LT no controle de cupins Testes realizados em laboratório Testes de eficácia foram realizados nos laboratórios do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Sanidade Vegetal do Instituto Biológico/SP (2002). Cupins dos gêneros Coptotermes gestroi e Nasutitermes sp. foram confinados em solo tratado com OPTIGARD LT. Após 6 horas de confinamento com o solo tratado, os cupins das duas espécies apresentavam apenas movimento das pernas. Após 24 horas foi constatada a mortalidade total Testes realizados no campo a) Entre março e abril de 2000, as empresas Granovsky Associates, PPV e Pioneira realizaram testes de campo com OPTIGARD LT em residências da cidade de São Paulo altamente infestadas por cupins subterrâneos da espécie Coptotermes gestroi. Em avaliações realizadas no ano de 2005, não se observou ocorrência ou reporte de reinfestação mesmo após cinco anos de avaliação. Observações mencionadas pelos avaliadores foram que o Thiamethoxam mostrou um forte impacto nas infestações de cupins subterrâneos da espécie Coptotermes gestroi em todos os imóveis tratados. A forma de apresentação em grânulos dispersíveis se mostrou interessante do ponto de vista operacional, diminuindo o volume de produto a ser transportado e aumentando a segurança das operações de controle. Além disso, a calda não apresentou cheiro, o que reduz um dos inconvenientes mais comuns nos tratamentos contra cupins. (imagens abaixo dos tratamentos realizados) Perfuração para aplicação da calda cupinicida Fonte: Granovsky Associates, PPV e Pioneira MANUAL TÉCNICO 12

13 b) Outro tratamento foi realizado pela empresa Tecprag Controle de Pragas Ltda. em Campinas SP (2004). A aplicação foi realizada em uma residência com alta infestação de cupins de madeira seca (Cryptotermes spp.) e subterrâneo (Coptotermes spp.). Foram aplicados 200 litros de calda em aproximadamente 45 m lineares na dose de 20 g de produto para 10 litros de água. Utilizou-se um pulverizador manual Guarany Plus de 16 litros para a aplicação. O tratamento foi localizado, realizado no perímetro interno da sala, do quarto e no perímetro externo da casa. A distância entre os furos foi de cm, a 10 cm da parede, com profundidade aproximada de 25 cm, aplicando, em média, 2 litros de calda por furo (4,5 L/ m linear). Em avaliação realizada em 2007 não foram observadas reinfestações ou qualquer sinal de atividade de cupins. c) Imóveis foram tratados pela empresa Definset no Rio de Janeiro nos anos de 2004 e 2005, entre eles edificações comerciais, residenciais e ambientes hospitalares infestados por cupins da espécie Coptotermes gestroi. Avaliações realizadas até 2007 evidenciaram a eficácia do produto. Não foram observadas reinfestações ou qualquer sinal de atividade de cupins Testes realizados em outros países Transferência de OPTIGARD LT para o ninho - Testes realizados no Japão Muitos cupinicidas existentes no mercado possuem atividade repelente e, ao serem percebidos, passam a ser evitados pelos cupins, fazendo com que o inseto apenas mude de local dentro da edificação, não ocorrendo o controle. Trabalhos realizados no Japão mostraram que OPTIGARD LT não apresenta atividade repelente, conforme descrito a seguir. Operários do gênero Coptotermes sp foram alimentados com celulose impregnada com corante violeta para que seus intestinos ficassem marcados, facilitando identificação posterior. Parcelas de solo foram tratadas com OPTIGARD LT e os cupins marcados (grupo A) foram confinados por 1 hora. Em seguida, estes cupins foram colocados em um outro recipiente com terra não tratada juntamente com 90 operários e 6 soldados do mesmo gênero (grupo B). Solo sem tratamento químico Solo tratado com OPTIGARD LT Grupo A em contato com solo tratado Grupo que foi confinado com solo tratado (grupo A) Grupo que NÃO foi confinado com solo tratado (grupo B) MANUAL TÉCNICO 13

14 As mortalidades foram avaliadas durante 7 dias, e a performance de OPTIGARD LT sobre o grupo B (cupins que não tiveram contato direto com o OPTIGARD LT) encontra-se no gráfico abaixo. Os resultados evidenciam a transferência de OPTIGARD LT dos cupins previamente confinados com solo tratado (grupo A) para os não confinados com solo tratado (grupo B). Esse efeito deve-se ao fato de OPTIGARD LT não apresentar repelência e por conta do comportamento social destes insetos, como a trofalaxia e o contato físico. Estes resultados corroboram com os obtidos por Remmen & Su (2005), quando foi observado o efeito não repelente do inseticida em cupins do gênero Coptotermes sp., onde os cupins penetraram nas áreas tratadas com Thiamethoxam (0 a 800 ppm) Testes com OPTIGARD LT no controle de formigas Lovelady & Granovsky (1999) testaram Thiamethoxam no Texas, Estados Unidos, no controle de 4 espécies de formigas presentes em residências (Solenopis invicta, Monomorium pharaonis, M. minimum e Pheidole sp). O controle foi obtido em três dias após o tratamento na área externa (perímetro), em aplicação de barreira. Em outro estudo em Fresno, Califórnia, Thiamethoxam controlou efetivamente a formiga argentina (Iridomyrmex sp) e outras espécies de insetos nas doses recomendadas no rótulo. Inúmeros testes de placa realizados em diferentes espécies de formigas domésticas demonstraram que o inseticida Thiamethoxam é altamente eficiente no controle de formigas. No controle de formiga lava-pés (Solenopis invicta), o controle dos ninhos (montículos) foi obtido entre 3 e 7 dias após o tratamento, o que demonstra a ação lenta do produto quando comparado com outras classes inseticidas, favorecendo o controle destes insetos. MANUAL TÉCNICO 14

15 4.3. Estudos em andamento Diversos estudos estão em andamento com várias pragas urbanas, onde Thiamethoxam tem demonstrado ser importante ferramenta para os controladores de pragas: testes de eficácia para controle de cupim de madeira seca, efeito residual em solos tropicais, controle de pragas urbanas resistentes a outros inseticidas, iscas e novas formulações, entre outros. 5. RECOMENDAÇÕES DE USO E ESTRATÉGIAS DE CONTROLE 5.1 Cupins DOSE RECOMENDADA PARA O CONTROLE DE CUPINS SUBTERRÂNEOS Alvo biológico Ingrediente ativo/ Área (g i.a./m2) Dose de Optigard LT g por 10 litros de água Área tratada m linear/ 10 litros de calda Cupins subterrâneos 2,5 g 20 g (1 sachê) 2a4m Controle de cupins subterrâneos: Tratamento pré-construção Conduítes e rede hidráulica Ninho em vão entre paredes ou entre andares Caixão Perdido Restos de madeira da obra Cupins subterrâneos Tratamento em áreas internas e externas M A N U A L T É C N I C O 15 Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. Recomenda-se o tratamento antes da pavimentação, diretamente sobre o solo. Diluir 1 sachê hidrossolúvel (20 g) em um recipiente com 10 litros de água, agitar até obter uma calda homogênea e aplicar 5 litros da calda por m² sobre o solo. Após a construção da estrutura, fazer trincheira ao longo da mesma, com 15 cm de largura (iniciando na parede) e 30 cm de profundidade. Aplicar 5 litros de calda por metro linear. Realizar o tratamento preventivo na maior área possível, com o objetivo de obter uma barreira protetora contínua. Recomenda-se monitoramento do local das áreas tratadas para verificar possíveis reinfestações e alterações na barreira de proteção, uma vez que pode haver reformas na edificação que retirem o solo tratado do local e/ou novas construções podem prejudicar o tratamento.

16 Primeiramente deve-se realizar uma inspeção minuciosa no local com o objetivo de levantar o máximo de informações possível a respeito das áreas infestadas, do grau de infestação (leve, média ou alta) e da espécie de cupim e sua biologia (que pode ser coletada e enviada a um especialista para identificação). É aconselhável a elaboração de um croqui do local com o registro de todas as informações do ataque e de medidas a serem adotadas. Sempre que possível, deve-se coletar informações com o responsável pelo imóvel sobre as características da edificação. Com as informações em mãos, deve-se realizar o plano inicial do controle e definir as medidas a serem tomadas, como os locais que receberão os tratamentos e os tipos de tratamento. Baseando-se no plano estabelecido, iniciar a preparação dos locais. Definir as áreas a serem tratadas e registrar todas as ações no croqui elaborado durante a inspeção. Essa prática fornecerá informações preciosas para o tratamento. Remover os materiais intensamente danificados, quando presentes, e promover a limpeza nas estruturas infestadas. Começar a perfuração do piso ao longo do perímetro das paredes e estruturas com furos a cada 30 cm. Em paredes de blocos ocos, perfure-os a cada 15 cm, formando uma barreira, iniciando a uma altura de 10 a 20 cm do solo. Preparação para furos da barreira química Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. MANUAL TÉCNICO 16

17 Recomenda-se a remoção dos resíduos (pós) deixados pelas furações com um aspirador comum, visando uma melhor visualização e aplicação. Somente após a realização dos passos anteriores, iniciar a preparação da calda e planejar a quantidade que será utilizada, evitando assim a preparação de calda em excesso. Deve-se diluir 1 sachê (20 g) de OPTIGARD LT em um recipiente com 10 litros de água e agitar até a calda ficar homogênea. Lembrar que o sachê se dissolverá completamente na água, não sendo necessário abri-lo. Aplicar aproximadamente 2,5 litros de calda por metro linear nesses orifícios. Para facilitar o processo e evitar erros de quantidade de calda, recomenda-se determinar o tempo médio necessário para que ocorra a vazão do volume antes da aplicação. Após a aplicação, deve-se tapar os furos feitos e, se necessário, realizar o acabamento no piso. Um controle efetivo de cupins não acaba no dia da aplicação. Deve-se realizar visitas posteriores com rigorosas inspeções a fim de observar se a estratégia adotada foi eficaz e se correções serão necessárias. Aplicação em área externa: barreira química Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. MANUAL TÉCNICO 17

18 Pontos susceptíveis a instalação e tratamento de cupins: 1) Entradas de ar, ventilação e outros 2) Alicerce, vigas e colunas 3) Rachaduras e pontos de umidade que podem exigir retratamento 4) Reduzir fontes de alimento em áreas externas, como restos de madeira, galhos e outros 5) Identificar túneis e sinais de atividade 6) Juntas de dilatação das paredes e piso 7) Móveis e outras fontes de celulose e derivados 8) Árvores 9) Ralos, pontos de entrada e outras fontes de umidade 10) Piso de madeira, carpete de madeira e outros 11) Canos externos no pavimento 12) Restos de madeira deixados durante a construção 13) Rede elétrica e conduítes 14) Porão e outros locais escuros e com umidade 15) Paredes em contato com terra e fontes de alimento 16) Telhado 17) Caixão perdido, vãos estruturais, etc. 18) Jardins próximos a edificações 19) Restos de material orgânico (fontes de alimento) 20) Fonte de celulose, umidade e lixo MANUAL TÉCNICO 18

19 5.2. Formigas urbanas Praga Ingrediente ativo/ área (aproximadamente) (mg i.a./m 2 ) Dose de Optigard LT g por 10 litros Área tratada (m 2 ) / 10 litros Formigas 25 mg 20 g 200 m² Para combater as formigas, diluir 20 g de OPTIGARD LT em 10 litros de água e aplicar uniformemente onde as formigas ocorrem principalmente em pisos, gramados, frestas e cantos, formando uma barreira nas superfícies tratadas em áreas externas. Na aplicação interna das instalações, não aplicar em barreira. Deve-se realizar uma aplicação localizada e dirigida nos cantos, ninhos, frestas e rachaduras. A reaplicação deve ser realizada após um intervalo mínimo de 7 dias, devendo-se realizar no máximo 6 aplicações por ano no mesmo local. Detalhe da aplicação em pontos de entrada para as formigas. Fonte: Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. MANUAL TÉCNICO 19

20 Estratégias para o controle de formigas Devido a sua habilidade de se locomover a distâncias consideráveis entre as áreas externas e internas nos mais variados tipos de edificações, e de nidificar em pequenos espaços, a atividade de controle torna-se um grande desafio para as empresas controladoras de pragas. Portanto, deve-se seguir os 4 passos básicos que poderão ajudar no sucesso do controle: a) Inspeção detalhada dos pontos de infestação b) Tratamento interno c) Tratamento externo d) Implementação de um programa de manutenção periódica de controle-monitoramento a) Inspeção detalhada dos pontos de infestação O sucesso no controle de formigas depende da identificação da espécie, conhecimento sobre a biologia e avaliação cuidadosa do local a ser tratado. O conhecimento da biologia das espécies infestantes poderá fornecer importantes dicas de onde e como aplicar o produto corretamente. Recomenda-se consultar o pôster Syngenta de identificação de espécies de formigas. Durante o processo de inspeção externa, verificar as plantas e arbustos que podem ter contato com o edifício. Vegetações em contato com as edificações são vias de entrada para as formigas, mesmo que o perímetro tenha sido tratado com inseticida. Portanto é importante verificar rachaduras, buracos, canos, janelas e portas. No interior das instalações, as formigas tendem a emergir de buracos na parede, azulejos, portas, batentes, tomadas e pias, na busca por água e alimento. Procurar em todos esses locais por trilhas e segui-las até o ninho e ponto de entrada. b) Tratamento interno Uma vez identificada a espécie e mapeadas as áreas de alimentação e entrada, pode-se desenvolver uma estratégia adequada de tratamento. As colônias de formigas localizadas em vãos, rachaduras e buracos devem ser tratadas preferencialmente com um inseticida não repelente (OPTIGARD LT). Algumas vezes é necessário tratar as trilhas de formigas que estão buscando comida, como cantos, paredes e janelas. c) Tratamento externo Uma vez localizadas as colônias de formigas nas áreas externas, embaixo de pedras, vasos de plantas, montículos, calçadas, àrvores, etc., realizar o tratamento nesses locais. O volume de solução inseticida poderá variar de acordo com o tipo de superfície a ser tratado, de modo geral recomenda-se 10 litros de calda para 200 m 2. MANUAL TÉCNICO 20

21 d) Implementação de um programa de manutenção periódica de controlemonitoramento. Após a realização do tratamento, recomenda-se um monitoramento freqüente tanto pelo cliente quanto pela empresa contratada para obter um controle eficiente a longo prazo. Essas medidas reduzem o número de chamadas e reclamações de falha no controle. 5.3 Restrições de uso Uso exclusivo por empresas especializadas. Quando aplicado nas doses e formas recomendadas, o produto não apresenta restrições de uso. 6. SEGURANÇA 6.1. Segurança ao meio ambiente OPTIGARD LT é favorável para organismos aquáticos, com exceção de insetos aquáticos. É praticamente não tóxico para peixes, invertebrados de água dose (Daphinia sp.) e moluscos. Não apresenta toxicidade para algas e minhocas e toxicidade moderada para invertebrados de água salgada (Mysid shrimp). O produto não apresenta potencial de bioacumulação. Na água, a degradação ocorre principalmente pela fotólise. Indicadores Aves DL 50 (oral) Peixe de água doce CL 50 (28 dias) Peixe de água salgada CL 50 (96h) Invertebrados de água doce CE 50 (48h) Invertebrados água salgada CE 50 (96h) Algas CE 50 (72h) Espécies Codornas Patos Trutas Sheepshead minnow Daphinia magna Mysid shrimp Eastern oyster Algas verdes Proporção mg/kg 576 mg/kg > 100 mg/l > 100 mg/l > 100 mg/l 6,9 mg/l >100 mg/l > 100 mg/l Minhocas CE 50 (14 dias) Insetos benéficos DL 50 (48h) Eisenia foetida Abelhas > mg/kg solo 0,024 µg/abelha MANUAL TÉCNICO 21

Ficha de segurança DDVP ROGAMA 1000 CE

Ficha de segurança DDVP ROGAMA 1000 CE Rev. 00 18/07/06 Ficha de segurança 1. Identificação do Produto e da Empresa DDVP ROGAMA 1000 CE Empresa ROGAMA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Av. Alexandrina das Chagas Moreira, 964, Distrito Industria Pindamonhangaba

Leia mais

Número de página: 1/5. Data da última revisão: 14 de maio de 2009

Número de página: 1/5. Data da última revisão: 14 de maio de 2009 Número de página: 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DO FABRICANTE Nome comercial: Aplicação: inseticida indicado no controle de baratas Fabricante: Tapinoma Indústria e Comércio de Desinfestantes Ambientais

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos RATOKILL PÓ DE CONTATO

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos RATOKILL PÓ DE CONTATO RATOKILL PÓ DE CONTATO CÓDIGOS : 313, 314, 325 e 326. Páginas 1 de 5 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : RATICIDA RATOKILL PÓ DE CONTATO Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto CHOICE

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto CHOICE 1. Identificação do Produto Nome do Produto: CHOICE Código do Produto: - Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 - CURITIBA/PR CEP: 81.350-040 Telefone

Leia mais

ENCICLOPÉDIA DE PRAGAS

ENCICLOPÉDIA DE PRAGAS - Folha 1 Cupins Subterrâneos ou Solo - Biologia Os cupins são também conhecidos por térmitas, formigas brancas (operários), siriris ou aleluias (alados reprodutores). São insetos da ordem Isoptera (iso

Leia mais

BIOINSET 200 SC. CÓDIGO: 488, 412, 9256, 551, 420, 413. Página 1 de 6

BIOINSET 200 SC. CÓDIGO: 488, 412, 9256, 551, 420, 413. Página 1 de 6 BIOINSET 200 SC CÓDIGO: 488, 412, 9256, 551, 420, 413. Página 1 de 6 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : INSETICIDA BIOINSET 200 SC Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA EIRELI Endereço...

Leia mais

Ordem Isoptera. Alunos: Carlos Felippe Nicoleit; Celso Junior; Charles Magnus da Rosa; Daniella Delavechia.

Ordem Isoptera. Alunos: Carlos Felippe Nicoleit; Celso Junior; Charles Magnus da Rosa; Daniella Delavechia. Ordem Isoptera Alunos: Carlos Felippe Nicoleit; Celso Junior; Charles Magnus da Rosa; Daniella Delavechia. Classificação: Reino: Animal Filo: Artropoda Classe: Insecta Ordem: Isoptera Definição Ordem de

Leia mais

INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTOS (FISPQ)

INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA SOBRE PRODUTOS (FISPQ) Página 1 de 5 TECNOCELL AGROFLORESTAL LTDA Rua dos Tucanos, 535 - Parque Industrial 06330-281 Carapicuíba SP FONE: (11) 4186-1433 4186-1278 4186-2857 comercial@tecnocellagro.com.br NOME: VECTOCELL 40 PM

Leia mais

Produto: PREVENT N.º do FISPQ: CC 04 Data/Atualizada em: 30/01/08

Produto: PREVENT N.º do FISPQ: CC 04 Data/Atualizada em: 30/01/08 1. Identificação do produto e da empresa. PREVENT CROPCHEM LTDA. Av. Cristóvão Colombo, 2.834 Conj. 804 Porto Alegre, RS, CEP 90 560-002 Telefone de Emergência: (51) 3342-1300 2.Composição e Informações

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR MOR ACELERADOR MOR ACELERADOR MOR. Acelerador de vulcanização

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR MOR ACELERADOR MOR ACELERADOR MOR. Acelerador de vulcanização Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: Acelerador de vulcanização Cas number: 102-77-2 Empresa: Endereço: Basile Química Ind.

Leia mais

Grill. Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada.

Grill. Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada. Grill Detergente desincrustante alcalino para remoção de gordura carbonizada. Alto poder de limpeza A composição de Suma Grill confere-lhe a propriedade de remover com eficiência sujidades provenientes

Leia mais

CAS Nome Químico Concentração (%) Solvente de Petróleo < 50,00 Gás Propelente < 50,00

CAS Nome Químico Concentração (%) Solvente de Petróleo < 50,00 Gás Propelente < 50,00 Nome do Produto: Limpa Contato GT2000 Gold Inflamável 306ml/200g Página 1 de 7 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Nome Comercial: Limpa Contato GT2000 Gold Inflamável 306ml / 200g 1.2 Código de

Leia mais

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos Página: 01/05 01 Identificação do produto e da Empresa Natureza Química : Limpador de Uso Geral Autorização de Funcionamento / MS : nº 3.02.599-9 Registro no Ministério da Saúde : 3.2599.0103.001-4 Aceita

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Produto: GLIATO Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Produto: GLIATO Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7 Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Gliato Código interno de identificação do produto: N.A. Nome da empresa: Prentiss Química LTDA Endereço:

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ NBR 14725 Produto Elaborado Revisado AGIFACIL LUSTRA MÓVEIS 19/06/2007 03/09/2012 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto:

Leia mais

Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle

Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle Introdução As principais estratégias de controle de cupins serão apresentadas a seguir. É interessante frisar, neste momento, que os dados apresentados a seguir

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS PÁGINA: 1/5 SEÇÃO 1.0 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: BIOCLEANER CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO: 0120/5521 NOME DO FABRICANTE: BIOCHEMICAL PRODUTOS QUIMICOS LTDA ENDEREÇO: RUA: PAPA SÃO

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Data da revisão: 14/01/08 Data da impressão: 12/8/2013

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Data da revisão: 14/01/08 Data da impressão: 12/8/2013 Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: ACTARA PLUS Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda Rodovia SP 332, Km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo (19) 3874.5800 Telefone

Leia mais

Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX

Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX Pág. 1/7 Emissão: 18/01/2005. Última Revisão: 15/12/2011. Código: 00001 - Total de páginas: 07 (sete). Resp. Técnica: Maria Elisabete Fernandes - CRQ: 04417707 IV Região.

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Papillon

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Papillon 1. Identificação do Produto Nome do Produto: Papillon Código do Produto: - Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 - CURITIBA/PR CEP: 81.350-040 Telefone

Leia mais

KIT DENGUE PLUS. CÓDIGO: 223 Página 1 de 6

KIT DENGUE PLUS. CÓDIGO: 223 Página 1 de 6 KIT DENGUE PLUS CÓDIGO: 223 Página 1 de 6 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : INSETICIDA PÓ KIT DENGUE PLUS Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA EIRELI Endereço... : Rua Adelaide

Leia mais

07/06/2010 PRODUTO: PLATINUM NEO

07/06/2010 PRODUTO: PLATINUM NEO PRODUTO: Data da impressão: 5/8/2011 Página 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda. Rodovia SP 332, km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo

Leia mais

NORPACIFIC DO BRASIL LTDA. FUMISPORE

NORPACIFIC DO BRASIL LTDA. FUMISPORE NORPACIFIC DO BRASIL LTDA Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico Página 1 de 6 1. Identificação do Produto e da Empresa FUMISPORE Fabricante / Registrante: L.C.B. S.A. Laboratoire de Chimie

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 ACELERADOR DE VULCANIZAÇÃO MBTS-80 Folha: 1 / 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: Master de acelerador de vulcanização de borracha MBTS-80. Acelerador de vulcanização;

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPA INOX MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPA INOX MALTEX Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) 01/05 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Limpa inox Maltex. Aplicação: O remove manchas e amarelados de utensílios de

Leia mais

Acido Crômico Anidro FISPQ nº: 0007 Ultima Revisão: 08/11/2014

Acido Crômico Anidro FISPQ nº: 0007 Ultima Revisão: 08/11/2014 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Código do produto : 0007 Empresa : Jenifer Martins de Souza (MV Química / Lubrificantes Brasil) Rua José Carlos, 44 Jandira - SP Cep: 06608-330

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Produto: PREN-D 806 Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Produto: PREN-D 806 Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7 Revisão: 01 Data: 16/08/2011 Páginas: 1/7 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Pren-D 806 Código interno de identificação do produto: Nome da empresa: Prentiss Química LTDA Endereço:

Leia mais

SPANTA POMBO PASTILHA

SPANTA POMBO PASTILHA SPANTA POMBO PASTILHA CÓDIGO : 702 Páginas 1 de 5 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : SPANTA POMBO PASTILHA Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA Endereço... : Rua Adelaide Zangrande

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Produto: ICON 5 CE Página 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: ICON 5 CE Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda Rodovia SP 332, km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo (19) 3874.5800

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Quimicos

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Quimicos Pág. 1/8 Ficha de Informação de Segurança de Produtos Quimicos 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: SHOOT Código do Produto: 101.012 Nome da Empresa: ROGAMA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.

Leia mais

Entupimento em Bicos Queimadores O produto SAFE 405 mantém os bicos queimadores sempre limpos, evitando entupimentos indesejados.

Entupimento em Bicos Queimadores O produto SAFE 405 mantém os bicos queimadores sempre limpos, evitando entupimentos indesejados. JohnsonDiversey SAFE 405 Aditivo para óleos combustíveis. Anti-corrosivo Evita o processo corrosivo em tanques de armazenagem de óleo tipo BPF. Com a melhora da queima do combustível, reduz a quantidade

Leia mais

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPA INOX NÁUTICO MALTEX

Ficha de informação de segurança de produto químico (FISPQ) LIMPA INOX NÁUTICO MALTEX 01/05 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DO DISTRIBUIDOR Nome do produto:. Aplicação: indicado para uso em acessórios e peças em aço inoxidável, como amarradores, guardamancebo, escadas e equipamentos de cozinha,

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM PÓ (Limão, Pinho, Clássico, Lavanda, Bouquet e Laranja)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM PÓ (Limão, Pinho, Clássico, Lavanda, Bouquet e Laranja) Página 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Sapólio Radium Pó Códigos Internos: Limão: 14001 / 14017 Pinho: 14005 / 14018 Clássico: 14033 Lavanda: 14031 Bouquet: 14030 Laranja: 14032

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FORTEX Ficha de Segurança Nome do Produto: MASSA PVA FORTEX Data de Revisão: 15/08/2013 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto:

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO /EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO. 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO /EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO /EMPRESA * Identificação do Produto: * Principais Usos: * Código Interno: M-30.XXX * Identificação da Empresa: Planquímica Industrial e Comercial Ltda. * Endereço: Rua Dos Rubis,

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CÓDIGO:476, 477, 478, 479 e 480 Página 1 de 5 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto. : DELTAMAX 25 SC Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA Endereço... : Rua Adelaide Zangrande nº 141-A-

Leia mais

Nome do produto: BIOAGLOPAR

Nome do produto: BIOAGLOPAR Data da última revisão: 09/02/2011 Pagina 1/5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Bioaglopar NCM: 3905.21.00 - Código interno de identificação do produto: 1.3.2.002 - Nome da empresa:

Leia mais

Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX 400

Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX 400 Ficha Técnica - FISPQ TERMITOX 400 Pág. 1/7 Emissão: 15/08/2008. Última Revisão: 15/12/2011. Código: 00003 - Total de páginas: 07 (sete). Resp. Técnica: Maria Elisabete Fernandes - CRQ: 04417707 IV Região.

Leia mais

BACTER PLUS LAVANDA DESINFETANTE BACTERICIDA - CONCENTRADO USO PROFISSIONAL

BACTER PLUS LAVANDA DESINFETANTE BACTERICIDA - CONCENTRADO USO PROFISSIONAL BACTER PLUS LAVANDA DESINFETANTE BACTERICIDA - CONCENTRADO USO PROFISSIONAL BACTER PLUS LAVANDA é um desinfetante bactericida concentrado de uso geral com formulação balanceada de ph Neutro, proporcionando

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos REVISÃO 03 DATA DA REVISÃO: 26/06/2011 ACABAMENTO EPÓXI PARTE B FISPQ - 061 ACABAMENTO

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos REVISÃO 03 DATA DA REVISÃO: 26/06/2011 ACABAMENTO EPÓXI PARTE B FISPQ - 061 ACABAMENTO FISPQ - 061 ACABAMENTO EPOXI - Parte B 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Fabricante: Aderência Pisos e Revestimentos Ltda. Endereço: Rua Dr. Sebastião Carlos Arantes, 35 São Paulo SP CEP 04624-130 Telefone:

Leia mais

Paraformaldeido Página 1 de 5 FISPQ nº: 002.067 Ultima Revisão: 07/07/2005

Paraformaldeido Página 1 de 5 FISPQ nº: 002.067 Ultima Revisão: 07/07/2005 Paraformaldeido Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Paraformaldeido Código do produto : 002.067 Empresa Corpo de Bombeiros : 193 Polícia Militar : 190 : Metalloys &

Leia mais

3. Identificação dos Perigos Perigos mais importantes : Ação irritante para olhos, pele e sistema respiratório.

3. Identificação dos Perigos Perigos mais importantes : Ação irritante para olhos, pele e sistema respiratório. Tripolifosfato de Sódio Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto : Tripolifosfato de Sódio Código do produto : 001.019 Empresa Corpo de Bombeiros : 193 Polícia Militar : 190

Leia mais

FISPQ. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: Solução Titulante

FISPQ. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 NOME DO PRODUTO: Solução Titulante NOME DO PRODUTO: Solução Titulante 1/12 FISPQ NRº. 28 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome Comercial do Produto: Solução Titulante Nome Químico: Solução Ácida a 0,1 N Nome da Empresa: Hidroazul

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009 Nome do Produto: CYDEX Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: CYDEX Nome da empresa: FARMABASE SAÚDE ANIMAL LTDA. Av. Emílio Marconato, 1000 Galpão A3 Chácara Primavera.

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO AMACIANTE DE ROUPAS 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO AMACIANTE DE ROUPAS 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO AMACIANTE DE ROUPAS 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA a) Nome do Produto: AMACIANTE DE ROUPAS. b) Código do Produto: c) Nome da Empresa: ICARAÍ

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos CÓDIGO: 559 PAGINA 1/ 5 CÓDIGOS: 488, 412, 9256, 551, 420, 413. Nei Aparecido PAG Padovan 1/ 4 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: BIOPLEN 150 SC Fabricante: Insetimax Indústria

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. Página 1 de 6

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. Página 1 de 6 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

NEENMAX JARDIM CÓDIGO: 559 PAGINA 1/ 6

NEENMAX JARDIM CÓDIGO: 559 PAGINA 1/ 6 NEENMAX JARDIM CÓDIGO: 559 PAGINA 1/ 6 Emissão: 04/07/2011 Revisão: 08/12/2014 CÓDIGOS: 488, 412, 9256, 551, 420, 413. PAG 1/ 4 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto...: NEENMAX JARDIM

Leia mais

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL Thinner 2750 NOME DO FABRICANTE ANJO QUIMICA DO BRASIL LTDA Rodovia SC, 447 Km 02 Criciúma Santa Catarina CEP: 88.817-440

Leia mais

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Ortolan Sep 791 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235 Vargem Grande

Leia mais

PERMIT VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ

PERMIT VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ PERMIT VERIFICAR RESTRIÇÕES CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ registrado no ministério da agricultura, pecuária e abastecimento mapa sob nº 00801 COMPOSIÇÃO: 0,0-diethyl-0-fenyl-fosforotiato...50%

Leia mais

PRODUTO: PEROX BECKER Limpador concentrado

PRODUTO: PEROX BECKER Limpador concentrado FICHA TÉCNICA DE PRODUTO PRODUTO: PEROX BECKER Limpador concentrado FT-0316 Folha: 01 Revisão: 00 Emissão: 13/01/2014 1. CARACTERÍSTICAS É um eficiente limpador concentrado com peróxido de hidrogênio e

Leia mais

Simone de Souza Prado, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente

Simone de Souza Prado, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente Cupins subterrâneos Simone de Souza Prado, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente Os cupins são insetos da ordem Isoptera, também conhecidos por térmitas, siriris ou aleluias. Estes insetos são espécies

Leia mais

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico DPG. DPG (Difenilguanidina) Acelerador DPG. Principal uso como acelerador de vulcanização.

FISPQ. Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico DPG. DPG (Difenilguanidina) Acelerador DPG. Principal uso como acelerador de vulcanização. Folha: 1 / 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Código Interno: Principais usos recomendados: (Difenilguanidina) Acelerador Principal uso como acelerador de vulcanização. Cas number:

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR 14725-4:2009 Nome do Produto: TRIMECLOR 75 Página 1 de 5 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: TRIMECLOR 75 Nome da empresa: FARMABASE SAÚDE ANIMAL LTDA. Av. Emílio Marconato, 1000 Galpão A3 Chácara

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM CREMOSO (Bouquet, Clássico, Laranja, Lavanda, Limão e Pinho)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) SAPÓLIO RADIUM CREMOSO (Bouquet, Clássico, Laranja, Lavanda, Limão e Pinho) Página 1 de 6 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: Sapólio Radium Cremoso Códigos Internos: Bouquet 14015 (24/300ml) Clássico 14007 (24/300ml) Laranja 14025 (12/300ml) Lavanda 14014 (24/300ml)

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos Página 1de5 1.Identificação do Produto e da Empresa Nome comercial : ISOL TERM Identificação da Empresa : Faber Tecnologia Indústria e Comércio Ltda Rua Hudson 351 Distrito Industrial Bairro Jardim Canadá

Leia mais

MULTI USO TRADICIONAL

MULTI USO TRADICIONAL Pag. 1 de 6 SEÇÃO 1.0 INFORMAÇÕES DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. ENDEREÇO: Rua Soldado Arlindo Sardanha,11.Parque

Leia mais

Isento de odores desagradáveis Sua formulação à base de ácido orgânico permite menor liberação de odores, se comparado a outros neutralizantes.

Isento de odores desagradáveis Sua formulação à base de ácido orgânico permite menor liberação de odores, se comparado a outros neutralizantes. JohnsonDiversey Clax TIRA FERRUGEM Removedor de manchas de ferrugem. Contém sequestrante de ferro Seu uso contínuo evita amarelamento dos tecidos causados por traços de ferro na água. Evita amarelamento

Leia mais

Nome do produto: Botafix EPPL (Comp. B) Data da última revisão: 03/10/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: Botafix EPPL (Comp. B) Data da última revisão: 03/10/2011. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botafix EPPL (Comp. B) - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua Henry Martin, 235 Vargem

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico AMINA TERCIÁRIA C12 FISPQ 014 1 de 4 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: AMINA TERCIÁRIA C12 Fornecedor: Multichemie Indústria e Comércio de Produtos Químicos Ltda. R. Howard Archibald

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Pág.: 1 de 7 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome: Código interno: 03022 Empresa: BOMBRIL S/A Endereço: Marginal Direita da Via Anchieta s/n.º, km 14 Bairro: Rudge Ramos - Cidade: São Bernardo

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança do Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança do Produto Químico 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO... HTH Avaliar Elevador de Alcalinidade NOME DA EMPRESA... Arch Química Brasil Ltda. ENDEREÇO... Av. Brasília,nº 1500 Jd. Buru Salto-SP TELEFONE

Leia mais

KLERAT MULTI INSETICIDA RTU

KLERAT MULTI INSETICIDA RTU 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Design Code: Classe: A16132A Inseticida Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda Rodovia SP 332, km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo (19)

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

ATTAMIX 2P GOLD. CÓDIGO: 115 Página 1 de 6

ATTAMIX 2P GOLD. CÓDIGO: 115 Página 1 de 6 ATTAMIX 2P GOLD CÓDIGO: 115 Página 1 de 6 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : FORMICIDA PÓ ATTAMIX 2P GOLD Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA EIRELI Endereço... : Rua Adelaide

Leia mais

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico GOLPANOL ALS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

FISPQ Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico GOLPANOL ALS 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Página 1 de 7 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome da Empresa/Fornecedor Resimapi Produtos Químicos Ltda Nome do Produto: Golpanol Endereço: Av. Osaka, 800 Arujá São Paulo Telefone da Empresa:

Leia mais

Rua Manoel Joaquim Filho, 303, cep.13140-000 Paulínia / SP E-mail: ceva@cevabrasil.com.br

Rua Manoel Joaquim Filho, 303, cep.13140-000 Paulínia / SP E-mail: ceva@cevabrasil.com.br Produto: TILDREN Página 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Nome do Fabricante: Nome do Distribuidor: Endereço: TILDREN La Ballastiere BP 126-33501 Libourne. Ceva Saúde Animal

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDAPREN FAST - TERRACOTA

Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos VEDAPREN FAST - TERRACOTA 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Códigos internos de identificação do produto: 111690, 111691, 121714 e 111689 Nome da empresa: Otto Baumgart Ind. e Com. S/A Endereço: Rua Coronel

Leia mais

FICHADE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUíMICO. Jimo Dedetizador

FICHADE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUíMICO. Jimo Dedetizador @81110 1.1dentificação do produto e da empresa Nome do Produto Classe de uso Inseticida Domissanitário. Nome da empresa registrante Jimo Química Industrial Ltda. Endereço Telefone da empresa Telefone de

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Nome do produto: Botatop HD 150 FISPQ nº: 721 Data da última revisão: 02/04/2007

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ. Nome do produto: Botatop HD 150 FISPQ nº: 721 Data da última revisão: 02/04/2007 Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botatop HD 150 - Código interno do produto: 721 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Av.

Leia mais

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Indufix Código interno: 2000 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

05.0501 Amaciante Ypê Aconchego

05.0501 Amaciante Ypê Aconchego Página 1 de 7 Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos FISPQ 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1. Nome do 1.2. Código do Produto: 1.3. Aplicação Produto para tratamento de roupas.

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO Página: 1 de 5 FISPQ Nº: 037 Data da última revisão: 26/10/2010 Nome do Produto: Betugrout 1) IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Betugrout Código do Produto: 026050025. Nome da Empresa:

Leia mais

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos

1. Identificação do Produto e da Empresa. 2. Composição e informações sobre os ingredientes. 3. Identificação de Perigos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Nome da Empresa: Bayer Health Care - Área AH Endereço: Rua Domingos Jorge, 1000 - Socorro, CEP 04779-900, São Paulo - SP. Telefone: (11) 5694-5166 Telefone

Leia mais

Ficha de Segurança. G101c REVELADOR 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES.

Ficha de Segurança. G101c REVELADOR 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES. Página: 1 / 11 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial: Código Interno: DEZSN000 Nome da Empresa: Agfa Gevaert do Brasil Ltda Endereço: Av. Jorge Bey Maluf, 2100 - Suzano - SP Telefone

Leia mais

Ficha de informações de segurança de produtos químicos

Ficha de informações de segurança de produtos químicos Página 1 de 5 Ficha de informações de segurança de produtos químicos 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: BIFENTOL 2 PS Fabricante: Nome da empresa: Chemone Industrial Química do Nordeste

Leia mais

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda

Nome do produto: Botatop DM FISPQ nº: 713 Data da última revisão: 02/04/2007. - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Botatop DM - Código interno do produto: 713/ 714 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Av.

Leia mais

2 IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS 2.1 Principais Riscos: Pode causar irritação à pele, aos olhos e ao trato respiratório.

2 IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS 2.1 Principais Riscos: Pode causar irritação à pele, aos olhos e ao trato respiratório. Nome do Produto: Silicone Pérola 300ml/200g Página 1 de 7 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Nome Comercial: Silicone Pérola 300ml/200g 1.2 Código de Venda: 261.0002 1.3 Nome do Fabricante: BASTON

Leia mais

QUIDESOXIDADOR. Telefones de emergência: (41) 3376-2991 Curitiba 0800-7032991 Outras Regiões 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES

QUIDESOXIDADOR. Telefones de emergência: (41) 3376-2991 Curitiba 0800-7032991 Outras Regiões 2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES QUIDESOXIDADOR 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA - Nome do produto: QUIDESOXIDADOR - Código interno: 418 - Aplicação: Desoxidador de chapa off-set positiva. Fabricante: Quimagraf Ind. Com. De Material

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Página 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Código Interno de Produto : 000000238838 Identificação da sociedade/empresa Clariquimica Comercio de Produtos Quimicos Ltda. Rua Manoel

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Produto : NO-RUST D - Data da Atualização: 22/01/2014 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Empresa: R. Pref. Eurípedes de Siqueira, n.º 36 Distrito

Leia mais

- H e x a Q u í m i c a L t d a. -

- H e x a Q u í m i c a L t d a. - FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO - EMPRESA Produto: TINTA ACRÍLICA P/PISO HIDROSSOLÚVEL Cores: Diversas Principais usos: Indicado para aplicação em peças metálicas,

Leia mais

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ

Página 1 de 6 FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa - Nome do produto: Zentrifix KMH - Código interno do produto: 051 - Nome da empresa: MC-Bauchemie Brasil Indústria e Comércio Ltda - Endereço: Rua

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS (FISPQ)

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS (FISPQ) FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS (FISPQ) 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: PDC Polymer Dust Cover Uso: Antipó, melhorador de resistência e impermeabilizante.

Leia mais

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Lubrificante para corrente Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116

Leia mais

Estádio de Crescimento. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. 20 50 cm.

Estádio de Crescimento. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. até 4 perfilhos 4 6 perfilhos. 20 50 cm. FALCON 250 WG Dados técnicos Nome comum do ingrediente ativo: BUTROXYDIM Registro no Ministério da Agricultura e do Abastecimento: nº 01597 Classe: herbicida graminicida sistêmico Composição: 2 [1 (etoxiamino)

Leia mais

ÁCIDO GRAXO DE COCO HIDROGENADO HK 8-18

ÁCIDO GRAXO DE COCO HIDROGENADO HK 8-18 FOLHA...: 1 / 4 1. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Ácido Graxo de Coco Hidrogenado 8-18 Nome da Empresa: Cosmoquímica Indústria e Comércio EIRELI Endereço: Av. Gupê, 10497 Telefone:

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA DESENTUPIDOR DE TUBAGEM LINHA PROFISSIONAL

FICHA DE SEGURANÇA DESENTUPIDOR DE TUBAGEM LINHA PROFISSIONAL Ficha de Segurança de acordo com Regulamento (CE) nº 1907/2006 (REACH). Classificação e Rotulagem de acordo com Regulamento para a Classificação, Embalagem e Rotulagem de Preparações perigosas. 1. Identificação

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI MASTER HARD SS Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere, 198

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Limpa ar condicionado Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Metarex SP

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico. Produto Metarex SP 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: Metarex SP Código do Produto: 2030/2031/2032 Nome da Empresa: De Sangosse Agroquímica Ltda. Endereço: Rua Raimundo Ramos Ferreira, 136 - CURITIBA/PR

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. Página 1 de 7 Produto: PIMETROZINA TÉCNICA Data / Atualizada em: 04/06/2003

Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos. Página 1 de 7 Produto: PIMETROZINA TÉCNICA Data / Atualizada em: 04/06/2003 Syngenta Proteção de Cultivos Ltda. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos Página 1 de 7 1. Identificação do produto e da empresa PIMETROZINA TÉCNICA Syngenta Proteção de Cultivos Ltda.

Leia mais

QUATERMON. ESCRITÓRIO: Rua Palmares nº 51 Bairro do Ipiranga CEP: 04210 040 São Paulo/SP

QUATERMON. ESCRITÓRIO: Rua Palmares nº 51 Bairro do Ipiranga CEP: 04210 040 São Paulo/SP QUATERMON VERIFICAR AS RESTRIÇÕES DE USO CONSTANTES NA LISTA DE AGROTÓXICOS DO ESTADO DO PARANÁ Composição: alkvl benzyl dimethylammonium chloride (cloreto de benzalconio)...125 ml/l ou (12,5% v/v) Ingredientes

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 1/7 FISPQ NRº. 004 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome da Empresa: Hidroazul Indústria e Comércio Ltda Endereço: Rua João Dias Neto, 18 D Cataguases MG CEP: 36770-902. Telefone da Empresa: (32)

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) LIMPA VIDROS MARANSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) LIMPA VIDROS MARANSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Limpa Vidros Maranso 1.2 Código de Venda: 016 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim Antunes, S/N

Leia mais

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Produto: Data da impressão: 15/6/2015 Página 1 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Empresa: SYNGENTA Proteção de Cultivos Ltda Rodovia SP 332, km 130. 13140-000 - Paulínia São Paulo

Leia mais