Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ondas. Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd. Jorge Miguel Sampaio"

Transcrição

1 Ondas Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio

2 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço e/ou no tempo acompanhadas de transferência de energia. Existem dois tipos de ondas: Ondas mecânicas: propagam-se num meio material através da deformação da substâncias que constitui esse meio. Ondas eletromagnéticas: não necessitam de um meio material e resultam da oscilação de campos elétricos e magnéticos produzidos por cargas elétricas. Podem, assim, propagar-se no vácuo.

3 Ondas mecânicas (exemplos) Ondas sonoras Ondas sísmicas Ondas sísmicas Ondas de água

4 Ondas eletromagnéticas Ondas rádio; Microondas; Radiação infravermelha; Luz visível; Radiação ultravioleta; Raios-X Raios-γ

5 Classificação das ondas Ondas longitudinais: a perturbação das partículas do meio material é paralela à direção de propagação da onda. Exs: onda sonora de uma fonte pontual; ondas-p sísmicas: Propagação da onda numa mola.

6 Classificação das ondas Ondas transversais: a perturbação das partículas do meio material é perpendicular à direção de propagação da onda. Exs: ; ondas-s sísmicas: Ondas eletromagnéticas.

7 Combinações L e T (exemplos) Onda superficial da água Onda de Rayleigh (superfície de sólidos)

8 2. Caracterização das ondas harmónicas Uma onda propaga-se no espaço e no tempo. Comprimento de onda (cdo): é a distância necessária para que a forma da onda se repita; Período da onda: é o tempo necessário para que a forma da onda se repita; Amplitude da onda: é o valor absoluto máximo que o sinal da onda pode tomar.

9 Período e frequência Em vez de perguntarmos qual o tempo que demora a repetir-se um ciclo da onda (T), podemos perguntar: Quantos ciclos (f) há num intervalo de 1s? Ou seja: A um período T (em s) corresponde 1 ciclo A um 1 s de tempo correspondem f ciclos, logo T 1 =1 f f = 1 T No S.I. a unidade da frequência é o hertz (Hz=s -1 ).

10 Cdo e número de onda Em vez de perguntarmos qual a distância necessária para repetir-se 1 ciclo da onda (λ), podemos perguntar: Quantas ondas (k) há numa distância de 1 m? Ou seja: A um cdo λ (em m) corresponde 1 ciclo A um comprimento de 1 m correspondem k ciclos, logo λ 1 = 1 k k= 1 λ No S.I. a unidade do número de onda é o m -1.

11 Exercícios de revisão IV (1) Relativamente à onda representada: 1. Qual é o cdo.? 2. Qual é o número de onda? 3. Qual é a sua amplitude?

12 Exercícios de revisão IV (2) Relativamente à onda representada: 1. Qual é o período? 2. Qual é a frequência? 3. Qual é a sua amplitude?

13 Velocidade de propagação de uma onda v= d t = distância necessária para completar 1ciclo tempo necessário para completar 1ciclo Ou seja v= λ T =λ f = f k = 1 kt No S.I. a velocidade de propagação da onda mede-se em m/s.

14 Energia de uma onda A energia transportada por uma onda está relacionada com a sua amplitude. Quanto maior for a sua amplitude, tanto maior será a energia da onda. É possível verifica que a energia de uma onda é proporcional ao quadrado da sua amplitude: E=constante x A 2

15 Exercícios de revisão V 1. Represente graficamente a dependência temporal da onda harmónica que caracteriza a tensão alternada (AC) da rede elétrica: 220 V, 50 Hz; 2. Sabendo que as ondas eletromagnéticas propagam-se à velocidade da luz (c= km/s) determine o cdo das seguintes estações de rádio (escreva o resultado em nm): TSF: 89.5 MHz RADAR: 97.8 MHz Antena 1 (onda média): 666 khz

16 3. Comportamento das ondas Existem 5 efeitos físicos das ondas que são importantes para compreender o seu comportamento. Estes efeitos são independentes de se tratar de ondas mecânica (como o som) ou ondas eletromagnéticas (como a luz visível): Refração; Reflexão; Interferência; Difração; Efeito Doppler.

17 Refração É o processo pelo qual a direção de propagação da onda é alterada quando esta passa de um meio material para outro, onde a sua velocidade de propagação é diferente. No processo de refração a frequência da onda não é alterada, mas a sua velocidade e direção modifica-se de acordo com a lei de Snell: sen(θ 1 ) sen(θ 2 ) = v 1 v 2 = n 2 n 1 Para além da ótica, a refração desempenha um papel importante na sismologia e na acústica. Sobre a refração do som veja aqui:

18 Reflexão É uma alteração da direção de propagação da onda na zona de interface entre dois meio, de modo a que a onda retorna ao meio de origem. Na acústica, a reflexão é responsável pelos ecos e é muito importante no estudo das ondas sísmicas.

19 Prisma de refração Quando a luz branca (composta por vários cdo) penetra no prisma é decomposta pois a radiação com diferentes cdo.é refratada com ângulos diferentes. Ao sair do prisma as componentes da luz são de novo desviadas em ângulos diferentes formando-se um arco-íris. Veja aqui a física do arco-íris:

20 Interferência de ondas Quando as ondas interferem uma com a outra, existem zonas onde a soma das amplitudes resulta numa onda de maior amplitude e outras zonas onde a soma resulta no anulamento da onda.

21 Interferência de ondas Ondas em fase: interferência construtiva. Ondas em oposição de fase: interferência destrutiva.

22 Ondas estacionárias A interferência de duas ondas que se propagam em direções opostas pode resultar numa onda estacionária. Uma onda estacionária não se propaga no espaço e não produz transferência de energia no meio. Os nodos (os zeros) da onda mantém-se fixos. Harmónicas musicais são ondas estacionárias que resultam da interferência das ondas refletidas nas extremidades da corda. Para um dado comprimento da corda L apenas alguma frequências iniciais produzem ondas estacionárias: 1ª, 2ª, 3ª, harmónicas.

23 Difração É o nome que se dá ao conjunto de fenómenos que ocorrem quando uma onda encontra um obstáculos muito pequenos. Quando uma onda encontra um objeto ou uma abertura do tamanho do seu cdo ocorrem alterações da propagação da onda e fenómenos de interferência. A difração ocorre para ondas sonoras, ondas de água e ondas eletromagnéticas.

24 Efeito Doppler Quando uma fonte produtora de ondas está em movimento dá-se uma fenómeno chamado efeito Doppler. Quando a fonte se aproxima de um observado este vê as ondas serem comprimidas na direção do movimento, isto é., a sua frequência aumenta e, quando a fonte se afasta do observador este vê as ondas serem distendidas, isto é, a sua frequência diminui.

25 4. Radiação eletromagnética A radiação eletromagnética é uma forma de energia absorvida e emitida por partículas com carga elétrica quando aceleradas por forças. Ao nível subatómico, a radiação eletromagnética pode ser produzida também quando os átomos ou núcleos atómicos perdem energia. As ondas eletromagnéticas começaram a ser estudadas no início do sec. XIX: Herschel (1800): radiação infravermelha (IV) ao estudar a refração da luz solar; Ritter (1801): radiação ultravioleta (UV) num estudo semelhante ao de Herschel; Maxwell ( ): desenvolve as equações de propagação das ondas eletromagnéticas que a luz visível e a radiação IV e UV são ondas eletromagnéticas; Hertz (1887): desenvolve circuitos elétricos para produzir microondas e ondas rádio; Röntegen (1895): descobre os raios-x; Villard (1900): descobre os raios-γ e Bragg (1910): estabelece a sua natureza EM. Planck (1900): desenvolve uma teoria onde é postulado que os corpos emitem radiação EM em pequenos pacotes de energia (quanta). Einstein (1905): postula que esses quanta são partículas e chama-lhes fotões.

26 Ondas eletromagnéticas As ondas eletromagnéticas resultam da propagação de campos elétricos e magnéticos oscilantes. A velocidade de propagação das ondas eletromagnéticas no vácuo é a velocidade da luz: universal, independente do referencial em que é medida. c= m/s. Este valor é uma constante Um onda eletromagnética pode ser visualizada como as oscilação de uma onda transversal composta por dois componentes: uma elétrica e outra magnética, perpendiculares entre si. c= λ T =λ f

27 Espectro eletromagnético

28 Interação da radiação eletromagnética com a matéria Quando a radiação eletromagnética atravessa um meio material parte da sua energia pode ser transferida para os átomos e moléculas desse meio. Região do espectro Frequências Tipo de interação Radio 300 MHz 3 Hz Oscilação de eletrões Microondas 300 GHz 300 MHz Oscilação de eletrões, rotação molecular Infravermelho 400 THz 300 GHz Vibração molecular, oscilação de eletrões em metais Visível 770 THz 400 THz Excitação dos eletrões moleculares Ultravioleta 3x10 4 THz 750 THz Excitação molecular e atómica, ejeção dos eletrões de valência Raios-X 3x10 8 THz 3x10 4 Hz Excitação e ejeção dos eletrões atómicos internos Raios-γ > 1.5x10 8 THz Criação de pares e reações nucleares

29 Cor espetro visível A cor de um pigmento é determinada pelas frequências da radiação visível que este reflete e aquelas que são absorvidas, mas não só... Cor Frequências cdo Vermelho THz nm Laranja THz nm Amarelo THz nm Verde THz nm Azul THz nm Violeta THz nm

30 Sensação de cor A sensação de cor vai depender: Características físicas do objeto: forma, refletância, opacidade, luminescência, etc.. Recetores de luz nos olhos: na retina humana existem apenas três tipos de cones recetores de luz otimizados para as frequências de verde, azul e vermelho; Processamento pelo cérebro:

31 Efeito fotoelétrico Hertz (1897) e outros observaram que ondas EM de elevada frequência > 100 THz produziam a ejeção de eletrões de metais com as propriedades seguintes: A energia dos eletrões ejetados não dependia da intensidade da radiação incidente; eletrões; Para cada material existia uma energia mínima (W) para que ocorra a ejeção de O número de eletrões ejetados depende da intensidade da radiação EM, mas não da sua energia. Efeito fotoelétrico

32 Natureza corpuscular da radiação EM Einstein (1905) deu uma explicação do efeito fotoelétrico postulando que: um feixe de radiação EM é constituída por partículas (quanta) com energia bem definida a que ele chamou de fotões. A energia dos fotões está relacionada com a frequência da onda EM associada: E=hf = hc λ onde h chama-se constante de Planck. Em unidades S.I. h= x10-34 Js. Assim a energia cinética com que o eletrão é ejetado é E c =hf W

33 Exercícios de revisão V Complete o quadro seguinte: Região do espectro f (Hz) λ (m) E (J) Radio 3-3x10 5 Microondas Infravermelho 2x x10-19 Visível 7.5x x10-7 Ultravioleta 7.5x x10 16 Raios-X 1x x10-12 Raios-γ > 1.5x10 20

34 Joule e eletrão-volt Como podemos ver a unidade de energia do S.I. (o joule) é muito grande para a escala de energias dos fenómenos atómicos e subatómicos. Por isso utiliza-se em física atómica e nuclear uma unidade de energia mais conveniente o eletrão-volt (ev). Um eletrão-volt é a energia cinética que um eletrão adquire quando é acelerado por uma diferença de potencial de 1 V. E=qV q= x10-19 C é carga de 1 eletrão no S.I. e V=1V. Logo: 1 ev= x10-19 CxV = x10-19 J

Ondas e a radiação eletromagnética

Ondas e a radiação eletromagnética Ondas e a radiação eletromagnética Dark side of the Moon, album cover (1973), Pink Floyd Jorge Miguel Sampaio jmsampaio@fc.ul.pt 1. O que são ondas? São perturbações ou oscilações que se propagam no espaço

Leia mais

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja Velocidade d distância necessária para completar 1 ciclo v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo Ou seja f 1 λ v= = λ f = = T k kt No S.I. a velocidade de propagação da onda mede-se em m/s. Exercicios

Leia mais

Radiação electromagnetica

Radiação electromagnetica Radiação electromagnetica A radiação eletromagnética é uma forma de energia absorvida e emitida por partículas com carga elétrica quando aceleradas por forças. Ao nível subatómico, a radiação eletromagnética

Leia mais

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja

Velocidade. v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo. d distância necessária para completar 1 ciclo. λ T. Ou seja Velocidade d distância necessária para completar 1 ciclo v= = t tempo necessário para completar 1 ciclo Ou seja f 1 λ v= = λ f = = T k kt No S.I. a velocidade de propagação da onda mede-se em m/s. Exercicios

Leia mais

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017

Física II. Capítulo 04 Ondas. Técnico em Edificações (PROEJA) Prof. Márcio T. de Castro 22/05/2017 Física II Capítulo 04 Ondas Técnico em Edificações (PROEJA) 22/05/2017 Prof. Márcio T. de Castro Parte I 2 Ondas Ondas: é uma perturbação no espaço, periódica no tempo. 3 Classificação quanto à Natureza

Leia mais

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira

CLIMATOLOGIA. Radiação solar. Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira CLIMATOLOGIA Radiação solar Professor: D. Sc. João Paulo Bestete de Oliveira Sistema Solar Componente Massa (%) Sol 99,85 Júpiter 0,10 Demais planetas 0,04 Sol x Terra massa 332.900 vezes maior volume

Leia mais

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA

Radiação e Ionização. Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Radiação e Ionização Proteção e higiene das Radiações I Profª: Marina de Carvalho CETEA Introdução O que é onda? Perturbação em um meio que se propaga transportando energia sem que haja transporte de matéria.

Leia mais

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino

Ondulatória Parte 1. Física_9 EF. Profa. Kelly Pascoalino Ondulatória Parte 1 Física_9 EF Profa. Kelly Pascoalino Nesta aula: Introdução; Ondas mecânicas; Ondas sonoras. INTRODUÇÃO Ondas de vários tipos estão presentes em nossas vidas. Lidamos com os mais diversos

Leia mais

Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque

Estudo das ondas. Modelo corpuscular de transferência de energia. v 1. v = 0. v 2. Antes do choque. Depois do choque Estudo das ondas Estudo das ondas Modelo corpuscular de transferência de energia v = 0 v 1 v v 2 Antes do choque Depois do choque Estudo das ondas Modelo ondulatório A Pulso da onda B Modelo ondulatório

Leia mais

Introdução. Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro.

Introdução. Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro. Capitulo 16 Ondas I Introdução Perturbação no primeiro dominó. Perturbação se propaga de um ponto a outro. Ondas ondas é qualquer sinal (perturbação) que se transmite de um ponto a outro de um meio com

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Relação entre a velocidade de propagação da onda, o comprimento da onda e o período: v. f ou v T Reflexão de ondas Na reflexão de ondas, o ângulo de reflexão r é igual ao ângulo

Leia mais

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície.

As principais formas de oscilação são: Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. Tudo ao nosso redor oscila!!! As principais formas de oscilação são: Ondas Massa - mola Pêndulo Ondas em uma superfície. O que é um pêndulo? Um corpo suspenso por um fio, afastado da posição de equilíbrio

Leia mais

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria.

Observação: As ondas são as que antecedem, a perturbação formada de espumas, há o transporte de energia e a oscilação, não há o transporte da matéria. ONDAS Para a Física, a onda é uma perturbação que se propaga no espaço ou em qualquer outro meio. Elas são classificadas em relação à natureza, direção e energia de propagação. Definição: As ondas são

Leia mais

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site:

Av. Higienópolis, 769 Sobre Loja Centro Londrina PR. CEP: Fones: / site: ONDULATÓRIA Chamamos de ondulatória a parte da física que é responsável por estudar as características e propriedades em comum dos movimentos das ondas. Podemos classificar como uma onda, qualquer perturbação

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Fenómenos ondulatórios Onda É uma perturbação que se propaga em um meio, determinando a transferência de energia, sem transporte de matéria. Em relação à direção de propagação da energia nos meios materiais

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA PAULO SÉRGIO

ÓPTICA GEOMÉTRICA PAULO SÉRGIO ÓPTICA GEOMÉTRICA PAULO SÉRGIO Isaac Newton (1642 1727) Defensor da teoria corpuscular da luz. Explicava: a refração e a reflexão da luz a propagação retilínea a formação de sombras LUZ PARTÍCULAS OU

Leia mais

Aula do cap. 17 Ondas

Aula do cap. 17 Ondas Aula do cap. 17 Ondas O que é uma onda?? Podemos definir onda como uma variação de uma grandeza física que se propaga no espaço. É um distúrbio que se propaga e pode levar sinais ou energia de um lugar

Leia mais

Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012

Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012 E s c o l a S e c u n d á r i a d e A l c á c e r d o S a l Ano letivo 2012/2013 Ciências Físico-químicas 8º an o Teste Sumativo 2 C - 11/12/2012 Nome Nº Turma 1. O som produzido pelo sino de uma igreja

Leia mais

INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA

INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA INTRODUÇÃO À ONDULATÓRIA Considerações Iniciais Considerações Iniciais: O que é ONDA??? Perturbação produzida: PULSO O PULSO se movimenta a partir da região onde foi gerado: ONDA A onda se movimenta transferindo

Leia mais

QUI 070 Química Analítica V Análise Instrumental. Aula 3 introdução a UV-VIS

QUI 070 Química Analítica V Análise Instrumental. Aula 3 introdução a UV-VIS Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Instituto de Ciências Exatas Depto. de Química QUI 070 Química Analítica V Análise Instrumental Aula 3 introdução a UV-VIS Julio C. J. Silva Juiz de For a, 2013

Leia mais

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Objetivos. O que é a luz? Como se propaga? O que é a luz?

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. Objetivos. O que é a luz? Como se propaga? O que é a luz? Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade Unidade 1 SOM E LUZ Objetivos Como se propaga? Concluir que a visão dos objetos implica a propagação da luz, em diferentes meios, desde a fonte de luz

Leia mais

Tópicos em Métodos Espectroquímicos. Aula 2 Revisão Conceitos Fundamentais

Tópicos em Métodos Espectroquímicos. Aula 2 Revisão Conceitos Fundamentais Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Instituto de Ciências Exatas Depto. de Química Tópicos em Métodos Espectroquímicos Aula 2 Revisão Conceitos Fundamentais Julio C. J. Silva Juiz de For a, 2015

Leia mais

Ondas. A propagação de uma onda não transporta matéria e sim energia.

Ondas. A propagação de uma onda não transporta matéria e sim energia. Ondas Seja um meio material qualquer em que associamos, a cada um de seus pontos, uma ou mais grandezas físicas. Quando alteramos pelo menos uma dessas grandezas, dizemos que o meio está sofrendo uma perturbação.

Leia mais

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas:

ONDAS. Ondas Longitudinais: Ondas Transversais: Ondas Eletromagnéticas: Ondas Mecânicas: ONDAS Uma onda é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. Fisicamente, uma onda é um pulso energético que se propaga através do espaço ou através de um meio (líquido,

Leia mais

Sumário. Espectros, Radiação e Energia

Sumário. Espectros, Radiação e Energia Sumário Das Estrelas ao átomo Unidade temática 1 Radiação ionizante e radiação não ionizante.. E suas aplicações. APSA 5 Espectro eletromagnético.. Radiação não ionizante São radiações não ionizantes as

Leia mais

MARATONA PISM 3 PROFESSOR ALEXANDRE SCHMITZ

MARATONA PISM 3 PROFESSOR ALEXANDRE SCHMITZ MARATONA PISM 3 PROFESSOR ALEXANDRE SCHMITZ TÓPICO 1 - ELETROMAGNETISMO FORÇA ELÉTRICA ELETROSTÁTICA CAMPO ELÉTRICO ELETRICIDADE ELETRODINÂMICA POTENCIAL ELÉTRICO MAGNETISMO ELETROMAGNETISMO EXEMPLO 1

Leia mais

Vitor Oguri Departamento de Física Nuclear e Altas Energias Instituto de Física Armando Dias Tavares Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Vitor Oguri Departamento de Física Nuclear e Altas Energias Instituto de Física Armando Dias Tavares Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Vitor Oguri Departamento de Física Nuclear e Altas Energias Instituto de Física Armando Dias Tavares Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Manaus, 27 de julho de 2015 A Óptica Geométrica Fenômenos

Leia mais

Física Módulo 2 Ondas

Física Módulo 2 Ondas Física Módulo 2 Ondas Ondas, o que são? Onda... Onda é uma perturbação que se propaga no espaço ou em qualquer outro meio, como, por exemplo, na água. Uma onda transfere energia de um ponto para outro,

Leia mais

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas

Definição de Onda. Propriedade fundamental das ondas Apostila 7 Setor B Aulas 33 a 35 Página 147 Ondulatória Definição de Onda Onda é qualquer perturbação que se propaga através de um meio. Propriedade fundamental das ondas Uma onda transmite energia, sem

Leia mais

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO

20/01/2014 ONDAS 1. INTRODUÇÃO ONDAS 1. INTRODUÇÃO Quando uma pessoa liga um aparelho de rádio ou de televisão, imediatamente recebe a mensagem emitida pela estação de rádio ou TV (música, voz do locutor, imagens). Esses aparelhos foram

Leia mais

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma

Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Processo Avaliativo AVP - 4º Bimestre/2016 Disciplina: Física 2ª série EM A Data: Nome do aluno Nº Turma Atividade Avaliativa: entregar a resolução de todas as questões. 1. (Fuvest 2013) A tabela traz

Leia mais

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação).

O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. O Som. Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som Todos os sons resultam de uma vibração (ou oscilação). O Som O som é uma onda mecânica, pois necessita de um meio material para se propagar. As ondas sonoras são longitudinais. Resultam de compressões

Leia mais

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia

Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Fundamentos físicos da Sismoestratigrafia Ondas em meios sólidos elásticos Uma onda é uma perturbação da matéria que se propaga em uma direção, ou seja, as partículas em um determinado ponto de um meio

Leia mais

Sensoriamento remoto 1. Prof. Dr. Jorge Antonio Silva Centeno Universidade Federal do Paraná 2016

Sensoriamento remoto 1. Prof. Dr. Jorge Antonio Silva Centeno Universidade Federal do Paraná 2016 Sensoriamento remoto 1 Prof. Dr. Jorge Antonio Silva Centeno Universidade Federal do Paraná 2016 Súmula princípios e leis da radiação eletromagnética radiação solar conceito de corpo negro REM e sensoriamento

Leia mais

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS

RELEMBRANDO ONDAS LONGITUDINAIS ACÚSTICA ONDAS SONORAS Possuem origem MECÂNICAS. Propagam-se somente em meios materiais; Não se propagam no vácuo. O sistema auditivo de uma pessoa normal é sensibilizado por uma frequência entre 20Hz

Leia mais

Relação entre comprimento de onda e frequência.

Relação entre comprimento de onda e frequência. Espectro Eletromagnético. Relação entre comprimento de onda e frequência. Relação entre comprimento de onda e frequência. FENÔMENOS ONDULATÓRIOS Reflexão Refração Difração Interferência Batimento Ressonância

Leia mais

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa?

O que são s o ondas sonoras? Ondas? Mecânicas? Longitudinais? O que significa? Movimento Ondulatório Fisíca Aplicada a Imaginologia - 115 O que são s o ondas sonoras? São ondas mecânicas, longitudinais que podem se propagar em sólidos, líquidos e gases. Ondas? Mecânicas? Longitudinais?

Leia mais

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em

Uma onda é definida como um distúrbio que é auto-sustentado e se propaga no espaço com uma velocidade constante. Ondas podem ser classificados em Ondas I Tipos de ondas; Amplitude, fase, freqüência, período, velocidade de propagação de uma onda; Ondas mecânicas propagando ao longo de uma corda esticada; Equação de onda; Princípio da superposição

Leia mais

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria.

Ondas. Definição: Onda é uma perturbação de partículas de um meio ou cargas elétricas, sendo uma propagação de energia sem o transporte de matéria. Ondas Quando batemos na superfície da água formam-se ondas que se propagam em todas as direções. Ocorre o mesmo quando um alto falante bate no ar da atmosfera ou então quando batemos em uma corda. Essas

Leia mais

Luz & Radiação. Roberto Ortiz EACH USP

Luz & Radiação. Roberto Ortiz EACH USP Luz & Radiação Roberto Ortiz EACH USP A luz é uma onda eletromagnética A figura acima ilustra os campos elétrico (E) e magnético (B) que compõem a luz Eles são perpendiculares entre si e perpendiculares

Leia mais

Princípios da Interação da Luz com o tecido: Refração, Absorção e Espalhamento. Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica

Princípios da Interação da Luz com o tecido: Refração, Absorção e Espalhamento. Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica Princípios da Interação da Luz com o tecido: Refração, Absorção e Espalhamento Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica Introdução Breve revisão: Questões... O que é uma radiação? E uma partícula? Como elas

Leia mais

Prof. Luis Gomez. Ondas

Prof. Luis Gomez. Ondas Prof. Luis Gomez Ondas Sumário Introdução Classificação das ondas ou tipos de onda. Propagação de ondas. -ondas progresssivas -ondas harmônicas Velocidade transversal de uma partícula Velocidade de uma

Leia mais

do Semi-Árido - UFERSA

do Semi-Árido - UFERSA Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA Ondas Subênia Karine de Medeiros Mossoró, Outubro de 2009 Ondas Uma ondas é qualquer sinal (perturbação) que se transmite de um ponto a outro de um meio

Leia mais

Lista Aula 24. É (são) verdadeira(s): a) todas b) nenhuma c) somente II d) II e III e) somente III

Lista Aula 24. É (são) verdadeira(s): a) todas b) nenhuma c) somente II d) II e III e) somente III 1. (Uece 2015) Dentre as fontes de energia eletromagnéticas mais comumente observadas no dia a dia estão o Sol, os celulares e as antenas de emissoras de rádio e TV. A característica comum a todas essas

Leia mais

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. O que é a luz? Como se propaga? Objetivos. Unidade 1 Som e Luz

Unidade 1 SOM E LUZ. Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade. O que é a luz? Como se propaga? Objetivos. Unidade 1 Som e Luz Ciências Físico-químicas - 8º ano de escolaridade Unidade 1 SOM E LUZ Como se propaga? Objetivos Concluir que a visão dos objetos implica a propagação da luz, em diferentes meios, desde a fonte de luz

Leia mais

RADIAÇÃO, ENERGIA E ESPECTROS

RADIAÇÃO, ENERGIA E ESPECTROS RADIAÇÃO, ENERGIA E ESPECTROS SABEMOS Que a temperatura das estrelas está relacionada com a sua cor As estrelas são muitas vezes classificadas pela cor e, consequentemente, pelas suas temperaturas, usando

Leia mais

ONDAS ELETROMAGNÉTICAS REFLEXÃO, REFRAÇÃO, DIFRAÇÃO, INTERFERÊNCIA E RESSONÂNCIA

ONDAS ELETROMAGNÉTICAS REFLEXÃO, REFRAÇÃO, DIFRAÇÃO, INTERFERÊNCIA E RESSONÂNCIA ONDAS ELETROMAGNÉTICAS REFLEXÃO, REFRAÇÃO, DIFRAÇÃO, INTERFERÊNCIA E RESSONÂNCIA O conhecimento das propriedades da luz nos permite explicar por que o céu é azul, funcionamento dos olhos, e dispositivos

Leia mais

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM

SOM. Para ouvir um som são necessários os seguintes elementos: PROPAGAÇÃO DO SOM SOM O som corresponde à vibração de partículas constituintes de um meio material elástico (onda sonora). Para termos uma sensação sonora é necessário que se produzam, pelo menos, vinte vibrações por segundo

Leia mais

Difração de raios X. Ciência dos Materiais

Difração de raios X. Ciência dos Materiais Difração de raios X Ciência dos Materiais A descoberta dos raios X Roentgen 1895 Mão da Sra. Roentgen Mão do Von Kolliker 1ª radiografia da história Tubo de Crookes 3-99 DIFRAÇÃO DE RAIOS X Difração de

Leia mais

8.2. Na extremidade de uma corda suficientemente longa é imposta uma perturbação com frequência f = 5 Hz que provoca uma onda de amplitude

8.2. Na extremidade de uma corda suficientemente longa é imposta uma perturbação com frequência f = 5 Hz que provoca uma onda de amplitude Constantes Velocidade do som no ar: v som = 344 m /s Velocidade da luz no vácuo c = 3 10 8 m/s 8.1. Considere uma corda de comprimento L e densidade linear µ = m/l, onde m é a massa da corda. Partindo

Leia mais

LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas

LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas LISTA 13 Ondas Eletromagnéticas 1. Não é radiação eletromagnética: a) infravermelho. b) ultravioleta. c) luz visível. d) ondas de rádio. e) ultra-som. 2. (UFRS) Das afirmações que se seguem: I. A velocidade

Leia mais

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017

Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO 2016/2017 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES EXERCÍCIOS 1 TESTA OS TEUS CONHECIMENTOS I 1. Completa os espaços da figura com termos relacionados

Leia mais

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS

CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS CAPÍTULO VII ONDAS MECÂNICAS 7.1. INTRODUÇÃO As ondas mecânicas são fenómenos ondulatórios que necessitam de um meio material para se propagarem. Como exemplos destas ondas, vamos estudar neste capítulo

Leia mais

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc.

29/05/14. Exemplos : Ondas em cordas, ondas na superfície de um líquido, ondas sonoras, etc. Classificação das ondas Natureza Ondas Mecânicas Ondas Eletromagnéticas Modo de vibração Transversais Longitudinais Dimensão Unidimensionais Bidimensionais Tridimensionais Natureza das ondas Natureza das

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO CURSO VOCACIONAL ANO LETIVO 2016/2017. Módulo I. Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VILA FRANCA DO CAMPO ANO LETIVO Módulo I Som e Luz MARILIA CARMEN DA SILVA SOARES APONTAMENTOS O SOM O som resulta da vibração dos corpos. Para que possamos ouvir o som produzido

Leia mais

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Unidade Acadêmica de Agronomia

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Unidade Acadêmica de Agronomia Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Unidade Acadêmica de Agronomia NOTAS DE AULA PRINCÍPIOS DE RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA 1. Introdução A radiação eletromagnética

Leia mais

Comunicação de informação a longas distâncias

Comunicação de informação a longas distâncias APSA Fenómenos ondulatórios Questão 1: Considere as seguintes superfícies onde incide a luz: espelho, parede, vidro muito polido, folha de papel. Indique em qual predomina a reflexão especular e a reflexão

Leia mais

Introdução ao Estudo de Ondas

Introdução ao Estudo de Ondas Introdução ao Estudo de Ondas Prof. Ricardo Movimento Ondulatório Definição de Onda é uma perturbação, abalo ou distúrbio propagado através de um meio gasoso, líquido ou sólido, ou no caso de algumas ondas,

Leia mais

A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses.

A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses. A luz propaga-se em linha reta e em todas as direções. - Formação de sombras; - Eclipses. Quando as ondas incidem numa superfície de separação entre dois meios, verifica-se que parte da sua energia é refletida,

Leia mais

ELÉTRONS EM ÁTOMOS. Depois do modelo de Rutherford: Como é o comportamento dos elétrons nos átomos? Rutherford: estrutura planetária, com o

ELÉTRONS EM ÁTOMOS. Depois do modelo de Rutherford: Como é o comportamento dos elétrons nos átomos? Rutherford: estrutura planetária, com o ELÉTRONS EM ÁTOMOS Depois do modelo de Rutherford: Como é o comportamento dos elétrons nos átomos? Rutherford: estrutura planetária, com o núcleo correspondendo ao sol no nosso sistema solar e os elétrons

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 17 OSCILAÇÕES E ONDAS MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES (MHS) 1. MHS DEFINIÇÃO É o movimento oscilatório e retilíneo, tal que a aceleração é proporcional e de sentido contrário

Leia mais

FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO

FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO FÍSICO-QUÍMICA 8.º ANO TERCEIRO CICLO ALEXANDRA COUTINHO ANDREIA SERRASQUEIRO ÍNDICE DOMÍNIO Reações Químicas 1 EXPLICAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE REAÇÕES QUÍMICAS Constituição da matéria 4 Organização corpuscular

Leia mais

Fenómenos Ondulatórios

Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios Fenómenos Ondulatórios a) Reflexão b) Refração c) Absorção Reflexão da onda: a onda é devolvida para o primeiro meio. Transmissão da onda: a onda continua a propagar-se no segundo

Leia mais

2ª Lista de exercícios de Fenômenos Ondulatórios

2ª Lista de exercícios de Fenômenos Ondulatórios 2ª Lista de exercícios de Fenômenos Ondulatórios Prof. Renato 1. Dada uma onda em uma corda como função de x e t. No tempo igual a zero essa onda é representada na figura seguir (y em função de x): 0,6

Leia mais

QUÍMICA I. Teoria atômica Capítulo 6. Aula 2

QUÍMICA I. Teoria atômica Capítulo 6. Aula 2 QUÍMICA I Teoria atômica Capítulo 6 Aula 2 Natureza ondulatória da luz A teoria atômica moderna surgiu a partir de estudos sobre a interação da radiação com a matéria. A radiação eletromagnética se movimenta

Leia mais

Ondas. Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005

Ondas. Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005 Ondas Jaime Villate, FEUP, Outubro de 2005 1 Descrição matemática das ondas Uma onda é uma perturbação que se propaga num meio. Por eemplo, uma onda que se propaga numa corda ou o som que se propaga no

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS FUNDAMENTOS DO SENSORIAMENTO REMOTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS FUNDAMENTOS DO SENSORIAMENTO REMOTO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS FUNDAMENTOS DO SENSORIAMENTO REMOTO Prof. Dr. Richarde Marques Satélite Radiação solar refletida Atmosfera

Leia mais

8º ANO Ensino Fundamental

8º ANO Ensino Fundamental E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek APOSTILA G uar á e Valp ar aíso 3º Bimestre F Í S I C A 8º ANO Ensino Fundamental Data: / / Turno: Estudante: Turma:

Leia mais

Física. Setor A. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 23 (pág. 78) AD TM TC. Aula 24 (pág. 79) AD TM TC. Aula 25 (pág.

Física. Setor A. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 23 (pág. 78) AD TM TC. Aula 24 (pág. 79) AD TM TC. Aula 25 (pág. Física Setor A Prof.: Índice-controle de Estudo Aula 3 (pág. 78) AD M C Aula (pág. 79) AD M C Aula 5 (pág. 79) AD M C Aula 6 (pág. 8) AD M C Aula 7 (pág. 8) AD M C Aula 8 (pág. 83) AD M C Revisanglo Semi

Leia mais

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis

Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Física: Ondulatória e Acústica Questões de treinamento para a banca Cesgranrio elaborada pelo prof. Alex Regis Questão 01 Na propagação de uma onda há, necessariamente, transporte de: a) massa e energia.

Leia mais

A NATUREZA DA LUZ. c=3x10 Fig. 1.1 Sir Isaac Newton PROF. TONHO

A NATUREZA DA LUZ. c=3x10 Fig. 1.1 Sir Isaac Newton PROF. TONHO AULA 19 NATUREZA DA LUZ APOSTILA 7 FSC-D ÓPTICA GEOM MÉTRICA TEORIA CORPUSCULAR A NATUREZA DA LUZ Em 1672, o físico inglês Isaac Newton apresentou uma teoria conhecida com modelo corpuscular da luz. Nessa

Leia mais

Apostila 8 Setor B. Aulas 37 e 38. Página 150. G n o m o

Apostila 8 Setor B. Aulas 37 e 38. Página 150. G n o m o Apostila 8 Setor B Aulas 37 e 38 FENÔMENOS Página 150 ONDULATÓRIOS G n o m o Frentes de Onda a) Fonte pontual b) Fonte reta Reflexão 1ª lei: o raio incidente, a reta normal no ponto de incidência e o raio

Leia mais

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio.

Ondas. Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Ondas Ondas Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga através de um meio. Uma onda transmite energia sem o transporte de matéria. Classificação Quanto à natureza Ondas mecânicas:

Leia mais

Ondas (Aula 1) Prof. Ettore Baldini-Neto

Ondas (Aula 1) Prof. Ettore Baldini-Neto Ondas (Aula 1) Prof. Ettore Baldini-Neto Tipos de ondas: Ondas mecânicas: Ondas sonoras, sísmicas, na água. São governadas pelas leis da mecânica e propagam-se em meios materiais: rochas, cordas, ar, água.

Leia mais

FENÓMENOS CORPUSCULARES E ONDULATÓRIOS

FENÓMENOS CORPUSCULARES E ONDULATÓRIOS FENÓMENOS CORPUSCULARES E ONDULATÓRIOS Interferência de ondas Onda resultante Onda 1 Onda 2 Duas ondas em fase Duas ondas desfasadas de λ/2 Figura de Interferência de ondas DIFRACÇÃO Se o comprimento de

Leia mais

FUNDAMENTOS DE ONDAS, Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica

FUNDAMENTOS DE ONDAS, Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica FUNDAMENTOS DE ONDAS, RADIAÇÕES E PARTÍCULAS Prof. Emery Lins Curso Eng. Biomédica Questões... O que é uma onda? E uma radiação? E uma partícula? Como elas se propagam no espaço e nos meios materiais?

Leia mais

Biologia Estrutural. Ondas e Lei de Bragg. Prof. Dr. Walter Filgueira de Azevedo Jr. wfdaj.sites.uol.com.br Dr. Walter F. de Azevedo Jr.

Biologia Estrutural. Ondas e Lei de Bragg. Prof. Dr. Walter Filgueira de Azevedo Jr. wfdaj.sites.uol.com.br Dr. Walter F. de Azevedo Jr. Biologia Estrutural Ondas e Lei de Bragg Prof. Dr. Walter Filgueira de Azevedo Jr. Resumo Fenômenos Ondulatórios Pulso de Ondas Ondas Onda Eletromagnética Radiação Eletromagnética Interferência Representação

Leia mais

Fenómenos ondulatórios

Fenómenos ondulatórios Sumário UNIDADE TEMÁTICA 2. 2- Comunicação de informação a longas distâncias. 2.2- Propriedades das ondas. - Reflexão e refração de ondas. - Leis da reflexão e da refração. - Índice de refração de um meio.

Leia mais

Fundamentos do. Sensoriamento Remoto. Metodologias de Aplicação. Mauricio A. Moreira -INPEe

Fundamentos do. Sensoriamento Remoto. Metodologias de Aplicação. Mauricio A. Moreira -INPEe Fundamentos do Sensoriamento Remoto Mauricio A. Moreira mauricio@dsr.inpe.br -INPEe Metodologias de Aplicação Que importância tem o Sensoriamento Remoto nos dias atuais? * A Terra é um planeta finito e

Leia mais

QUI346 QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL

QUI346 QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL QUI346 QUÍMICA ANALÍTICA INSTRUMENTAL Prof. Mauricio Xavier Coutrim DEQUI RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA Onda eletromagnética (vácuo: v = 2,99792.10 8 m.s -1 ) l = comprimento de onda A = amplitude da onda v

Leia mais

Aula 25 Radiação. UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica. Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez

Aula 25 Radiação. UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica. Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez Aula 25 Radiação UFJF/Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica Prof. Dr. Washington Orlando Irrazabal Bohorquez REVISÃO: Representa a transferência de calor devido à energia emitida pela matéria

Leia mais

Caracterização de uma radiação electromagnética

Caracterização de uma radiação electromagnética Caracterização de uma radiação electromagnética Todas as radiações electromagnéticas são caracterizadas pela sua frequência e comprimento de onda. A frequência é o número de vezes que uma onda se repete

Leia mais

o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês

o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês BOM DIA!!! TONHO o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos. provérbio chinês Sobre a UFSC... Profº Tonho Sobre a UDESC... Profº Tonho Numero de acertos em Física dos classificados :

Leia mais

Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan

Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan Propagação da onda sonora Prof. Theo Z. Pavan Física Acústica Aula 6 Definição de onda sonora Denomina-se onda ao movimento das partículas causado por uma perturbação que se propaga através de um meio.

Leia mais

UFJF PISM º DIA (FÍSICA)

UFJF PISM º DIA (FÍSICA) UFJF PISM 2017 3 2º DIA (FÍSICA) 1 ATENÇÃO: 1. Utilize somente caneta azul ou preta. 2. ESCREVA OU ASSINE SEU NOME SOMENTE NO ESPAÇO PRÓPRIO DA CAPA. 3. O espaço que está pautado nas questões é para a

Leia mais

Física Moderna. A quantização da energia. Dualidade onda-partícula. O efeito fotoelétrico.

Física Moderna. A quantização da energia. Dualidade onda-partícula. O efeito fotoelétrico. Física Moderna A quantização da energia. Dualidade onda-partícula. O efeito fotoelétrico. Efeito fotoelétrico Quando uma radiação eletromagnética incide sobre a superfície de um metal, elétrons podem ser

Leia mais

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios.

ONDULATÓRIA. Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. AULA 19 ONDULATÓRIA 1- INTRODUÇÃO Neste capítulo vamos definir e classificar as ondas quanto à sua natureza e estudar alguns fenômenos ondulatórios. 2- DEFINIÇÃO Onda é qualquer perturbação que se propaga

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 14. Dez Versão 1

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 14. Dez Versão 1 ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 14. Dez. 2015 Versão 1 11º Ano Turma A e B Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 10 páginas e termina na palavra FIM Nome:

Leia mais

Fundamentos de Sensoriamento Remoto. Elisabete Caria Moraes (INPE) Peterson Ricardo Fiorio

Fundamentos de Sensoriamento Remoto. Elisabete Caria Moraes (INPE) Peterson Ricardo Fiorio Fundamentos de Sensoriamento Remoto Elisabete Caria Moraes (INPE) Peterson Ricardo Fiorio Processos de Transferência de Energia Corpos com temperatura acima de 0 K emite energia devido às oscilações atômicas

Leia mais

Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia

Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia Nome: Jeremias Christian Honorato Costa Disciplina: Materiais para Engenharia Por propriedade ótica subentende-se a reposta do material à exposição à radiação eletromagnética e, em particular, à luz visível.

Leia mais

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Ondas

Física. Leo Gomes (Vitor Logullo) Ondas Ondas Ondas 1. Uma onda sonora e outra onda luminosa monocromática, após se propagarem no ar, sofrem refração ao passarem do ar para o vidro. Esquematize suas trajetórias, justificando. 2. Um pincel de

Leia mais

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre

Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre Exercícios de Revisão Global 3º Bimestre 1. Um aluno está olhando de frente para uma superfície metálica totalmente polida. Explique como o aluno se enxerga e qual o nome deste fenômeno? A explicação está

Leia mais

Ótica O que é a luz? Os antigos gregos descobriram que a luz se propaga em linha recta. Heron de Alexandria descobriu em experiências feitas com espelhos, que um feixe de luz reflectida volta ao meio

Leia mais

01. (ITA ) A tabela abaixo mostra os níveis de energia de um átomo do elemento X que se encontra no estado gasoso.

01. (ITA ) A tabela abaixo mostra os níveis de energia de um átomo do elemento X que se encontra no estado gasoso. 01. (ITA - 1999) A tabela abaixo mostra os níveis de energia de um átomo do elemento X que se encontra no estado gasoso. E 0 0 E 1 7,0 ev E 2 13,0 ev E 3 17,4 ev Ionização 21,4 ev Dentro das possibilidades

Leia mais

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva

Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva Prof. Dr. Lucas Barboza Sarno da Silva Superposição de ondas harmônicas Um importante aspecto do comportamento das ondas é o efeito combinado de duas ou mais ondas que se propagam num mesmo meio. Princípio

Leia mais

Efeito Fotoelétrico. Elétron ejetado. luz. Originalmente observado por Hertz em 1887

Efeito Fotoelétrico. Elétron ejetado. luz. Originalmente observado por Hertz em 1887 Efeito Fotoelétrico Efeito Fotoelétrico Elétron ejetado luz Originalmente observado por Hertz em 1887 Elétrons ejetados???? Efeito fotoelétrico: emissão de elétrons por uma placa (catodo) quando exposta

Leia mais

EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação

EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação EMISSÃO e ABSORÇÃO de radiação a EMISSÃO ocorre quando um elétron de um átomo salta de uma órbita superior para uma inferior (fundamentalização): um fóton é emitido (produzido). e - e - + n 2, E 2 n, E

Leia mais

Astrofísica Geral. Tema 04: Luz

Astrofísica Geral. Tema 04: Luz Outline 1 Dualidade onda-partícula 2 Onda eletromagnética 3 Espectro eletromagnético 4 Efeito Doppler 5 Corpo negro 6 Átomo de Bohr e a luz 7 Leis de Kirchhoff para a luz 8 Efeitos da Atmosfera na luz

Leia mais

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções.

LUZ. A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. LUZ A luz é uma forma de energia, que tem origem nos corpos luminosos e que se propaga em todas as direções. CORPOS LUMINOSOS São corpos que emitem luz. CORPOS ILUMINADOS São corpos que recebem luz e a

Leia mais