O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor."

Transcrição

1 9

2 O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

3 Dedico esta obra à minha Família, em especial aos meus sobrinhos Gabriel, Lidiane, Flaviane, Viviane, Caroline, Guilherme, Julia, Vinicius, Mateus e Laura. 11

4

5 Era uma vez uma linda Princesinha e que morava em um lindo Castelo. 13

6 Ela, de cor negra, inteligente e que só dormia, em noites bem escuras, depois de contemplar as estrelas.

7 E a Princesa por gostar, das noites bem escuras, veio a se chamar Negra da Noite. 15

8 A Princesa, Negra da Noite, quando pequenina e naquela imensidão do Castelo, aprendeu a gostar e de admirar as estrelas.

9 Ela, então, sozinha em seu quarto e em noites bem escuras, abre a janela para que as estrelas a olhem, assim, sentindo-se protegida, pelas estrelas, acaba dormindo. 17

10 Negra da Noite cresceu admirando, em noites bem escuras, as estrelas.

11 Ela, em noites bem escuras, deita em sua cama e com os pés suspensos e apoiados ao peitoril da janela, fica, ali, a contemplar as estrelas, assim, contemplando as estrelas, adormece. 19

12 Negra da Noite é uma bela Princesa negra, de pele macia e brilhante, brilhante como as estrelas, estrelas que a admira tanto.

13 A Princesa, em noites bem escuras, nunca deixa de contemplar as estrelas e assim acabou aprendendo a conhece-las por nome e a posição de cada uma delas, lá no céu. 21

14 Negra da Noite conhece à posição das estrelas, lá no céu, tanto quanto conhece as palmas de suas mãos.

15 Certa noite, a Princesa, deitada em sua cama e com os pés suspensos como sempre fazia em noites bem escuras para contemplar as estrelas, vê, que lá no céu, há alguma coisa diferente. 23

16 A Princesa, Negra da Noite, vê que falta alguma coisa, no céu, mas é o quê? E por mais que ela olhasse, não conseguia ver o que é que faltava para deixar o céu tão diferente.

17 A Princesa passou noites e noites olhando para o céu numa tentativa de descobrir o que é que faltava, no céu, para deixá-lo tão diferente. 25

18 A Princesa olhava, olhava, para o céu, na esperança de descobrir o que faltava, no céu, para deixá-lo mais escuro a cada noite que se passava.

19 A Princesa, então, resolveu dá uma conferida nas estrelas e como ela conhecia a posição de cada uma delas, lá no céu, não foi difícil. 27

20 A Princesa descobre que as estrelas estão se apagando e a falta, de seus brilhos, é que estar deixando o céu às escuras.

21 E assim, de uma a uma, as estrelas foram sumindo lá do céu. 29

22 Negra da Noite, em noites bem escuras, deita em sua cama na esperança de ver, o céu, estrelado mais só ver, o céu, em uma imensa escuridão.

23 A Princesa por não ver, em noites bem escuras as estrelas brilharem no céu, está ficando triste e mais triste está ficando por não ver, em noites bem escuras, o brilho das estrelas. 31

24 Certa noite, Negra da Noite deitada em sua cama muito triste mais com uma grande esperança de que logo, logo o céu estará brilhando novamente com o brilho das estrelas.

25 Ela já quase dormindo, quando ouviu alguém a lhe chamar e com a voz vinda de muito longe. 33

26 Negra da Noite ouviu outra vez essa voz baixa e fraca a lhe chamar.

27 Mas outra vez Negra da Noite ouve a voz baixa e fraca a lhe chamar e como ela não vê ninguém, calada ela ficou. 35

28 A Princesa ouviu, novamente, aquela voz baixa e fraca a lhe chamar mais como ela não vê ninguém, então, perguntou Quem és que me chamas?

29 Aquela voz baixa e fraca então respondeu Eu! 37

30 Mas eu quem! Disse a Princesa, Negra da Noite.

31 Aquela voz, baixa e fraca, tentou fazer Negra da Noite ver de quem era aquela voz mais foi em vão a sua tentativa. 39

32 Desculpe-me, Princesa, por não me vê, mas eu estou aqui bem à sua frente e venho à sua procura.

33 Quem é você, pergunta Negra da Noite de onde você vem e por que me procura e onde é que você está porque eu não a vejo. 41

34 Aquela voz baixa e fraca então respondeu você não me vê é porque estou fraca e sem brilho. Eu sou uma estrela e estou à sua frente e bem perto de você. Eu estou no peitoril de sua janela.

35 Então, estrelinha, faz alguma coisa para que eu possa te vê porque eu ainda não a vejo. 43

36 Eu vou tentar mais uma vez brilhar, usando minhas últimas forças, para que você me veja.

37 A estrelinha tentou brilhar mais não conseguiu brilhar. Ela tentou brilhar mais uma vez, mais duas vezes e não conseguiu, então disse É o motorzinho que nos dá brilho está sem força. 45

38 Desculpe-me, disse a Princesa eu ainda não a vejo mais vou fixar bem as vistas em direção à janela e ver se eu consigo vê-la.

39 A Princesa vê a estrelinha na janela e vê, também, de que se trata de uma estrelinha muito atrapalhada. 47

40 A Princesa ri, da estrelinha fazendo malabarismo, para manter-se de pé na soleira da janela.

41 Eu, agora, estou te vendo, disse a Princesa mas o seu brilho está muito fraco, então a estrelinha a respondeu, dizendo o preço que se paga, para manter-se linda e brilhante, é muito auto. 49

42 Negra da Noite não entendeu que preço são esses e pergunta então, a estrelinha está me dizendo que para as estrelas brilharem, elas têm que pagar.

43 A estrelinha, então, respondeu lá no céu as estrelas se dividem em grupos e cada grupo recebe tarefas. 51

44 Um grupo sai e vai cuidar dos velhinhos. Outro grupo sai e vai cuidar dos doentes e outro sai e vai cuidar das crianças.

45 Crianças essas que sofrem, seja ela, uma doença, seja ela, nas mãos dos maus tratos, seja ela, nas mãos das violências e nos, estrelas, temos que ajudá-las. 53

46 E o grupo que não cumpre com as tarefas são punidos e, consequentemente, apagadas e com isso todo o universo, estrelar, é punido porque sofre apagões.

47 Princesa! Há no mundo muitos velhinhos desamparados, há, também, muitos doentes precisando de uma palavra amiga e muitas crianças tristes. 55

48 Crianças precisando sorrir. Princesa! Está difícil para os grupos, de estrelas, cumprirem as tarefas.

49 Princesa, Negra da Noite, é por essa razão que o motorzinho não liga e o céu fica sem o brilho das estrelas. 57

50 As luzinhas, do nosso brilho é que faz o céu brilhar, vem do motorzinho e o motorzinho para funcionar tem que ter combustível.

51 . 59

52 - Que combustível é esse, perguntou a Princesa que faz o motorzinho das estrelas funcionarem?

53 É o combustível do amor, respondeu a estrelinha mas esse combustível, chamado amor, só é feito com a mistura de outros ingredientes. 61

54 E os ingredientes para se obter o combustível do motor, das estrelas, são o chamado de carinho, atenção e do sorriso.

55 Então, Princesa, misturando o combustível do amor, o combustível do carinho, o combustível da atenção e o combustível do sorriso e que vai dá o combustível da alegria. 63

56 A alegria e o sorriso, de uma criança, é o que faz o motorzinho das estrelas funcionarem. A minha missão aqui na terra é pedir ajuda, da Princesa, para aquisição desse combustível.

57 Por que eu e de que forma eu posso ajudar as estrelas? É porque você é uma estrela! Eu sou a estrela que brilha no céu e você é a estrela que brilha na terra. 65

58 E a forma de ajudar é muito simples! Você terá que sair de casa em casa, e onde houver um coraçãozinho triste, alegrá-lo com o seu brilho.

59 Você terá que sair de hospital em hospital, e onde houver um coraçãozinho triste, alegrá-lo com o seu brilho. 67

60 E foi assim que a Princesa, Negra da Noite, fez. Ela saiu de casa em casa, de hospital em hospital, dando aos coraçõezinhos tristes, alegria com os seus contos e suas historias.

61 E a cada coraçãozinho triste que ela alegra com as suas historias e com os seus contos é uma estrela, no céu, que volta a brilhar. 69

62 Agora, Negra da Noite deitada em sua cama, em noite bem escura, vê o céu estrelado.

63 Ela, com a ajuda e a orientação das estrelas, nunca mais deixou um coraçãozinho triste, porque, a Princesa ao ver uma estrela apagar, sai logo à procura desse coraçãozinho triste. 71

64 A Princesa não quer mais que nenhum coraçãozinho fique triste e pede para que eu, você a ajude a manter sempre

65 alegre os coraçõezinhos tristes e que as estrelas nunca parem de brilhar. Fim 73

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola.

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessy Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessi era uma garota linda, tinha a pele escura como o chocolate, seus olhos eram pretos e brilhantes que pareciam duas lindas amoras, seu

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª A Coruja e a Raposa Era uma vez uma coruja que tinha sua bela casa na montanha. A raposa tinha uma casa pequena e feia. Um dia, a coruja convidou a raposa para almoçar em sua

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Anjo da Guarda e a Luz Noturna

Anjo da Guarda e a Luz Noturna O Anjo da Guarda e a Luz Noturna Papai, tenho mesmo que ir dormir agora? perguntou Telmo. Acho que já teve histórias suficientes por uma noite disse o pai. Por favor, papai. Só mais uma história suplicou

Leia mais

Mensagens para minha mãe. 6 Ano A

Mensagens para minha mãe. 6 Ano A Mensagens para minha mãe 6 Ano A Ser Mãe é assumir de Deus o dom da criação, da doação e do amor incondicional. Ser mãe é encarnar a divindade na Terra. Barbosa Filho Mãe, Você é a melhor mãe do mundo,minha

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade Plano de Aula 17 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Educadoras: Edma e Priscila Dia: 13/06/2016 Título: Sentimento de Fraternidade

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS COLETÂNEA DE POESIAS: SER CRIANÇA, SONHAR, SER PROFESSOR, LEMBRANÇAS Maria Cecília Ribeiro Santana (FAFE) * É poder brincar livremente Escolher as brincadeiras E estar sempre contente. É ser feliz Da pontinha

Leia mais

Cânticos de Acolhimento

Cânticos de Acolhimento 13 JUNTO AO MAR Junto ao mar, eu ouvi hoje, Senhor, Tua voz que me chamou e me pediu que me entregasse a meu irmão. Essa voz me transformou, a minha vida ela mudou e só penso agora, Senhor, em repetir-te:

Leia mais

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa

É Quase Natal. Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa É Quase Natal No vale encantado Vive uma família especial São Bonecos de Neve E é quase Natal 2x Andam todos a brincar A correr, a saltar na floresta Mas não há tempo a perder Têm de preparar a festa Tanto

Leia mais

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta Sara Borges Ilustrado por: João Horta Título: Dislexia Autor: Sara Borges Ilustração: João Horta 1º Edição: Novembro 2012 ISNB: 978-3-16-148410-0 Porto Editora Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto Eu

Leia mais

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz

Presente de Aniversário Vanessa Sueroz 2 Autor: Vanessa Sueroz Publicação: Novembro/2013 Edição: 1 ISBN: 0 Categoria: Livro nacional Romance Juvenil Designer: Rodrigo Vilela Leitora Crítica: Ka Alencar Disponível para Prévia do livro Contato:

Leia mais

A Professora de Horizontologia

A Professora de Horizontologia A Professora de Horizontologia Já tinha parado a chuva e Clara Luz estava louca que a Gota voltasse. Felizmente a Fada-Mãe veio com uma novidade: Minha filha, hoje vem uma professora nova. Você vai ter

Leia mais

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso.

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso. Bruno D. Vieira 8 Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção ao consultório da psicóloga, a única coisa que passava em sua mente eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: Apoio: Patrocínio: Realização: O Espírito da Luz Copyright 2000, virtualbooks.com.br Todos os direitos reservados a Editora Virtual Books Online M&M Editores Ltda.É proibida a reprodução do conteúdo deste

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande historia de terror O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande lençol negro, o que despertava a minha

Leia mais

A Rocha. Tom: A# (intro 2x) Gm A# D# A# D#

A Rocha. Tom: A# (intro 2x) Gm A# D# A# D# Rocha Tom: # (intro 2x) m # D# # D# Vem, Vem me salvar m/d / Me ajudar a caminhar te espero # D# Vem, Vem me livrar m/d / D# #/D# D# (intro) Me amparar com teu amor te espero (parte 2) # D# Vem, Vem me

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

CARTAS AO PAI NATAL. 1.º Ano Turma A. Viva Pai Natal. Por favor traz-me um presente Neste dia especial Fico muito contente. 1.

CARTAS AO PAI NATAL. 1.º Ano Turma A. Viva Pai Natal. Por favor traz-me um presente Neste dia especial Fico muito contente. 1. CARTAS AO PAI NATAL 1.º Ano Turma A Sonho contigo todos os dias Espero muito o teu presente Com muita alegria. Que já estás muito velhinho O meu presente vais trazer No teu trenó vermelhinho Na escola

Leia mais

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,

Portanto, vão e façam discípulos nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: Foime dada toda a autoridade nos céus e na terra. 19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Tudo no hospital ia na mais perfeita calma. E o movimento era o de sempre pelos corredores: crianças fazendo exames, mães

Leia mais

MARÍLIA e PEDRO (têm entre si uma porta de madeira) Cai uma chuva de pedras próximo de PEDRO. MARÍLIA (permanece em silêncio e indiferente)

MARÍLIA e PEDRO (têm entre si uma porta de madeira) Cai uma chuva de pedras próximo de PEDRO. MARÍLIA (permanece em silêncio e indiferente) Fernando Giestas O DIA DEPOIS DA NOITE e (têm entre si uma porta de madeira) (está encharcada, deitada numa cama, vestida e calçada debaixo dos cobertores; tem uma pedra numa mão e um guarda- -chuva aberto

Leia mais

Mas, antes de descobrir um mundo mágico, baixe o aplicativo do

Mas, antes de descobrir um mundo mágico, baixe o aplicativo do O Shopping guarda muitas histórias. Esta que eu vou contar agora tem aventura, mistério e muito mais. Mas, antes de descobrir um mundo mágico, baixe o aplicativo do Shopping para o seu celular. Os personagens

Leia mais

A Vida e Seus Mistérios. V. M. Lakhsmi

A Vida e Seus Mistérios. V. M. Lakhsmi A Vida e Seus Mistérios V. M. Lakhsmi Instituto Gnosis Brasil Website: www.gnosisbrasil.com Facebook: www.facebook.com/gnosisbrasil Sedes Gnósticas no Brasil: www.gnosisbrasil.com/locais Biblioteca Gnóstica

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

1) TIC TAC 2) OS MAGOS

1) TIC TAC 2) OS MAGOS 1) TIC TAC FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI É NATAL, É NATAL, O

Leia mais

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César)

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César) Ziraldo O SEGREDO DE (com desenhos especiais de Célio César) http://groups.google.com/group/digitalsource Era uma vez uma letra que era muito interessante e que se chamava Úrsula. Parece nome de estrela

Leia mais

Mutual

Mutual Mutual 2013 http://astontasvaoaoceu.blogspot.com.br/ Em Lugares Santos Se no escuro andais não vais enxergar quem sois e o que podeis vos tornar. Se de joelhos estais e na luz viveis, onde o Espírito está

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

Lucinda Azevedo Reis

Lucinda Azevedo Reis Lucinda Azevedo Reis 3 Caminhos Lucinda Azevedo Reis Autor: Lucinda Azevedo Reis Editor: Lucinda Azevedo Reis Edição: Dezembro 2014 Fotografia: Lucinda Azevedo Reis (2014) 4 5 Caminhos Lucinda Azevedo

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO

LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO LÍNGUA PORTUGUESA EJA 4ª PROF. JOSÉ FRANCISCO PROF.ª RISONILDE ARAÚJO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: corpo, movimento, linguagem na era da informação 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 8.1 Conteúdo

Leia mais

HINÁRIO. Ana de Souza Ana de Souza Brito A ALVORADA. 01 OH! MEU DIVINO PAI 02 VOU SEGUINDO

HINÁRIO. Ana de Souza Ana de Souza Brito A ALVORADA.  01 OH! MEU DIVINO PAI 02 VOU SEGUINDO HINÁRIO A ALVORADA Ana de Souza Ana de Souza Brito www.hinarios.org 1 2 01 OH! MEU DIVINO PAI 3X 02 VOU SEGUINDO 3X Oh! Meu divino pai Vós mandou me chamar Eu vivo aqui sozinha Saí a procurar Eu vou seguindo,

Leia mais

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição

Música: O Caminho. Compositor: Daniel Feitosa. Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Música: O Caminho Compositor: Daniel Feitosa Estreito é o caminho da glória duplicado e asfaltado é o caminho da perdição Não vá se enganar se quiser se salvar o homem penitente este sim passará Pelos

Leia mais

No princípio Deus criou o céu e a terra

No princípio Deus criou o céu e a terra No princípio Deus criou o céu e a terra No início Deus criou céu e terra. Ele sempre pensou em todos nós e impulsionado pelo seu grande amor, Deus quis criar o mundo. Como um pai e uma mãe que preparam

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES Edenevando Almeida A resposta está dentro de você. Um homem foi a casa de seu amigo e disse que precisava de algo, o amigo disse: " O que você precisa estar

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato Nome: Dariane 4ª Série 2ª O cachorro e o gato Era uma vez um gato e um cão. Um dia, o cachorro comentou com o gato que estava em apuros. O gato falou: O que houve? E o cachorro disse: Nada. Ha! ha! Porém,

Leia mais

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós.

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição 32 1 1. Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. 2. Lição Bíblica: Mateus 18.21-35 (Leitura bíblica para o professor e base bíblica

Leia mais

Louvor de Raízes: Infinitamente

Louvor de Raízes: Infinitamente Louvor de Raízes: Infinitamente Deus dos Antigos Tu és Santo Em todo o tempo eu louvarei ao Senhor Ergamos nossa voz Nas estrelas louvor Maravilhoso - louvor A Ti Senhor (Nós te buscaremos) Palavra - Infinitamente

Leia mais

O livro de poemas do 5. A

O livro de poemas do 5. A O livro de poemas do 5. A Escola EB 2,3 de Prado Área de Projecto Ano lectivo 2008/2009 O livro de poemas do 5.ºA A ideia foi desenvolvida pela turma de 5.ºA, na disciplina de Área de Projecto, no decorrer

Leia mais

Ano Lectivo 2011/12 Edição de Novembro. Especial Halloween Nº 20

Ano Lectivo 2011/12 Edição de Novembro. Especial Halloween Nº 20 Ano Lectivo 2011/12 Edição de Novembro Especial Halloween Nº 20 Para o Halloween Comemorar Esta abóbora vou decorar E para me ajudar A Mamã e o Papá vou chamar. Berçário Papás da Francisca O Halloween

Leia mais

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio

Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio Doutor Q.I. Ataca Novamente Matheus Porfirio (Baseado no livro A Droga da Obediência) Editora Matheuslândia Depois do mistério da Droga da Obediência, os Karas já estavam prontos para uma nova aventura.

Leia mais

ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO

ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO Bíblia para crianças apresenta ELISEU, UM HOMEM MILAGROSO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

CLAMA A MIM - ISRC BR MKP Emerson Pinheiro (MK Edições) Fernanda Brum

CLAMA A MIM - ISRC BR MKP Emerson Pinheiro (MK Edições) Fernanda Brum SEU LUGAR - ISRC BR MKP 0300764 Vejo seu rosto e seu olhar / Sei que é difícil suportar Essa dor, mas estou aqui / Te pego em Meus braços / Pra cuidar Pra te ajudar a caminhar / E te ver outra vez sorrir

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS Livro digital recontando a história A Bonequinha preta da autora Alaíde Lisboa de Oliveira, livro escrito no ano de 1930, porém só foi publicado no ano de 2004 BELO

Leia mais

PORTUGUESE CHRISTMAS CAROLS. PORTUGAL Escola Secundária Quinta das Palmeiras

PORTUGUESE CHRISTMAS CAROLS. PORTUGAL Escola Secundária Quinta das Palmeiras PORTUGUESE CHRISTMAS CAROLS PORTUGAL Escola Secundária Quinta das Palmeiras Pinheirinho, pinheirinho De ramos verdinhos P'ra enfeitar, p'ra enfeitar Bolas, bonequinhos. (bis) Uma bola aqui Outra acolá

Leia mais

3.2 Como devem elas ser escritas?

3.2 Como devem elas ser escritas? Prova da 2.ª Fase do Concurso de Leitura Categoria A - alunos do 1º ciclo (4º ano) Nome: Nº Turma: Data: / / Classificação ( ) O Júri, Esta é a prova da 2.ª fase do Concurso de Leitura 12/13. Responde

Leia mais

Um ato de amor sonhador ao mundo

Um ato de amor sonhador ao mundo Um ato de amor sonhador ao mundo Este livro esta aberto para qualquer idade, pois relata uma historia de amor com a nossa sociedade, uma garotinha de 09 anos de idade busca fazer a diferença sempre dando

Leia mais

Bebês que dormem pouco podem sofrer com sobrepeso no futuro, diz estudo Veja dicas para ajudar seu filho a dormir melhor

Bebês que dormem pouco podem sofrer com sobrepeso no futuro, diz estudo Veja dicas para ajudar seu filho a dormir melhor Bebês que dormem pouco podem sofrer com sobrepeso no futuro, diz estudo Veja dicas para ajudar seu filho a dormir melhor Matéria publicada em 07 de Junho de 2014 Tem coisa melhor que uma noite bem dormida?

Leia mais

José. Anésio Rodrigues

José. Anésio Rodrigues José Anésio Rodrigues 37:5-11 Certo dia, José teve um sonho. Quando o contou aos irmãos, eles passaram a odiá-lo ainda mais. Ele disse: Ouçam o sonho que eu tive. 37:5-11 Estávamos todos nós no campo,

Leia mais

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum-27.10.13 Se eu for como o fariseu, rezo só a falar em mim: EU...EU...EU... Eu, Senhor, sou o melhor de todos. Eu não sou mentiroso, como os meus colegas. Eu digo bom-dia

Leia mais

NÃO HÁ OUTRO DEUS. * Troca de tom: * -1 tom * -½ tom * +½ tom * +1 tom. Intro: ( E, D, D/C#, D )

NÃO HÁ OUTRO DEUS. * Troca de tom: * -1 tom * -½ tom * +½ tom * +1 tom. Intro: ( E, D, D/C#, D ) NÃO HÁ OUTRO DEUS FAIXA 01 DO CD DEUS PODEROSO / MINISTÉRIO ZOE VIDA DE DEUS Intro: ( E, D, D/C#, D ) E D D/C# D Quando estive fraco, Ele me fez forte E D D/C# D E 1ªVez: ( B, Intro) Quando estive triste,

Leia mais

morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR

morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR Há muitas coisas que nós sabemos, e que são tão simples, tão evidentes, tão instintivas, que pensamos que toda a gente as sabe. Estas são aquelas coisas

Leia mais

Avaliação Português 4º ano Unidade 5

Avaliação Português 4º ano Unidade 5 Parte A: Texto: A Princesa e a Ervilha Adaptado do conto de Hans Christian Andersen Era uma vez um príncipe que queria se casar com uma princesa, mas uma princesa de verdade, de sangue real meeeeesmo.

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

Português - Sinónimos e antónimos. 1. Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos.

Português - Sinónimos e antónimos. 1. Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos. A1 Dos apontamentos, copia a definição de sinónimos. 2. Dos apontamentos, copia a definição de antónimos. A1R Sinónimos são palavras que têm um sentido semelhante. 2. Antónimos são palavras que têm um

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) NOME DO LIVRO: AS AVENTURAS DO BONEQUINHO DO BANHEIRO. Leitura; produção textual; oralidade e análise lingüística.

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) NOME DO LIVRO: AS AVENTURAS DO BONEQUINHO DO BANHEIRO. Leitura; produção textual; oralidade e análise lingüística. PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): Carina Robetti Canei NOME DO LIVRO: AS AVENTURAS DO BONEQUINHO DO BANHEIRO AUTOR: ZIRALDO Competências Leitura; produção textual; oralidade e análise lingüística.

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes!

Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes! Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes! Adquira seu CD nas Lojas Multisom ou entre em contato com a gente. Bate o Sino (folclore

Leia mais

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha.

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha. ESTRELAS DE NATAL David acordou. O pai tinha aberto a janela e estava a olhar para as estrelas. Suspirava. David aproximou-se. Ouviu novo suspiro. O que tens, pai? perguntou. O pai pôs-lhe as mãos nos

Leia mais

História de marione drogada

História de marione drogada História de marione drogada INTODUÇÃO: Essa história é de uma adolesente que conviveu com nosco a bastante tempo espero que gostem já que me ajudaram a dar os primeiros contos... Marione: Filha única de

Leia mais

HINÁRIO. Padrinho Nonato ACONTECEU.

HINÁRIO. Padrinho Nonato ACONTECEU. HINÁRIO ACONTECEU Tema 2012: Flora Brasileira Pau-Brasil (Caesalpinia echinata) Padrinho Nonato 1 www.hinarios.org 2 Prece Deus glorioso e supremo iluminai a escuridão do meu coração e dai a minha fé correta,

Leia mais

1 QUEM IRÁ? Isaías 6 e 7

1 QUEM IRÁ? Isaías 6 e 7 TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS- 6º ano PÓ DAS FADAS

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS- 6º ano PÓ DAS FADAS Nome: Ano / Turma: Nº Data: / / Apreciação Professor CED TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS- 6º ano PÓ DAS FADAS Lê o texto todo silenciosamente antes de responderes a qualquer questão. Era primavera. Wendy

Leia mais

Henrique era um menino de oito anos de idade...

Henrique era um menino de oito anos de idade... 1 Henrique era um menino de oito anos de idade... Havia muita tristeza no ar por causa da doença de Henrique. Pessoas iam e vinham trazendo água fresca e toalhas limpas para passarem em seu rosto e corpo

Leia mais

Os Milagres de Jesus

Os Milagres de Jesus Os Milagres de Jesus Que difícil entender os milagres de Jesus. E, como vou explicar isso para as crianças? . A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem.

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje.

20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje. 20 Dicas Eficazes Para Dirigir Sem Medo Que Você Pode Aplicar Ainda Hoje. Agradecimento Quero agradecer pelo seu interesse no meu ebook. Vamos juntos te levar até o seu objetivo. Uma Excelente Leitura!

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses (Ap.Paulo)

11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses (Ap.Paulo) 11 Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Filipenses 4.11 (Ap.Paulo) Rute: O caminho para felicidade Elimeleque Noemi Malom Quiliom Uma família

Leia mais

Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto

Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto Fernando de Noronha: O Paraíso, mas na prática nem tanto Paraíso preservado e tratamento de luxo é essa a se referência que mais ouvimos quando se fala de Fernando de Noronha. É coisa nossa e, quem me

Leia mais

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Apresentamos às crianças do 4º Ano B, o vídeo do livro O Cabelo de Lelê de Valeria Belém. Roda de conversa sobre a historia apresentada e os que existem diversos

Leia mais

Amar como Jesus amou Um dia uma criança me parou Olhou-me nos meus olhos a sorrir Caneta e papel na sua mão Tarefa escolar para cumprir E perguntou no meio de um sorriso O que é preciso para ser feliz?

Leia mais

Memórias para sempre. Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário

Memórias para sempre. Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário Memórias para sempre Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário Sobre Nós! Surpreenda-se! Dizem que a Família é o maior exemplo de amor que pode existir. Passamos vários anos

Leia mais

Era domingo e o céu estava mais

Era domingo e o céu estava mais Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se possa imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

Reference to English Interconnections Lesson Exploring What is in the Sky Science Standard(s): Standard II Objective 2

Reference to English Interconnections Lesson Exploring What is in the Sky Science Standard(s): Standard II Objective 2 1ª Série Lição: Explorando o céu Reference to English Interconnections Lesson Exploring What is in the Sky Science Standard(s): Standard II Objective 2 Objetivo(s) do Conteúdo Curricular: Objetivo(s) linguístico(s):

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena OSUTERBOS DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. JANEIRO escrito por: Antפnio Carlos Calixto Filho Personagens: Dana de Oliveira uma moça simples ingênua morena olhos pretos como jabuticaba,1.70a,sarad a cabelos

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Julho de 2014 Sumário Rogério Santos Costa... 2 Michele Pereira da Silva... 3 Paulo Soares... 4 Djalma Ferreira... 5 Antenor da

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade

LELO AMARELO BELO. (Filosofia para crianças) ROSÂNGELA TRAJANO. Volume III 05 anos de idade LELO AMARELO BELO (Filosofia para crianças) Volume III 05 anos de idade ROSÂNGELA TRAJANO LELO AMARELO BELO Rosângela Trajano LELO AMARELO BELO VOLUME III (05 ANOS) DE IDADE 1ª EDIÇÃO LUCGRAF NATAL 2012

Leia mais

Unidade Portugal. Nome: 3 o ano (2ª série) Manhã. AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO XI 4 o BIMESTRE. A adivinhação do rei

Unidade Portugal. Nome: 3 o ano (2ª série) Manhã. AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO XI 4 o BIMESTRE. A adivinhação do rei Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2011. Nome: 3 o ano (2ª série) Manhã AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO XI 4 o BIMESTRE Eixo temático Origens e descobertas Disciplina/Valor Português 4,0 Matemática

Leia mais

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara

Com Amor João Câmara e Nilde Câmara Com mor INTROD: D /D C#m F#m m ( m 7 ) D /D C#m F#m m C#m D D /D Com amor Deus criou C#m F#m O céu e o mar m Criou também as estrelas O sol e o ar D /D C#m F#m este amor predomina C#m F#m m todo o meu

Leia mais

O começo da história

O começo da história O começo da história Fotografia: Anastácia de Moura Leonardo Koury Martins O começo da história Todos nós temos um começo, um início, uma primeira vez. O importante é que desde este primeiro passo, possamos

Leia mais

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Anésio Rodrigues Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, Gênesis 16:1-15 Disse a Abrão: Já que

Leia mais