MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS"

Transcrição

1 CONHECIMENTOS GERAIS de 01 a 20 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. TEXTO: MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS Pesquisa do Instituto Data Popular mostra que ainda é preconceituosa a visão dos moradores do asfalto em relação aos de favelas. A pesquisa consultou pessoas em 150 cidades de todo o país entre os dias 15 e 19 de janeiro. De acordo com o levantamento, 47% dos cidadãos do asfalto nunca contratariam, para trabalhar em sua casa, uma pessoa que morasse em favela. O presidente do Data Popular, Renato Meirelles, destacou que o Rio de Janeiro é exceção, porque um terço da mão de obra feminina das favelas é formada por empregadas domésticas. "E o Rio de Janeiro tem um fenômeno que não ocorre em outras regiões metropolitanas, que é uma presença maior de favelas nas áreas nobres da cidade", destacou. Isso explica a maior interação entre moradores do asfalto e de favelas no Rio de Janeiro. Meirelles chamou a atenção para outro fato significativo nessa relação. "No Rio, encontramos muita gente que não disse explicitamente que morava em favela a seu patrão. É muito comum a gente encontrar casos de pessoas que dão uma enroladinha sobre o local onde realmente moram". A pesquisa constata a existência de preconceito relacionado à violência: 69% dos entrevistados do asfalto disseram que têm medo quando passam em frente a uma favela e 51% afirmaram que as primeiras palavras que lhes vêm à mente quando ouvem falar de favela são droga e violência. "Eles têm medo de que, ao contratar um morador de favela, se tornem mais uma vítima de roubos ou assaltos, como se os moradores de favela fossem efetivamente ladrões quando, na verdade, a gente sabe que a criminalidade é a menor parte da favela". Ponderou que a violência está presente hoje em dia tanto no asfalto quanto na favela. [...] Até conseguir um emprego é mais difícil, observou, porque a maioria dos moradores de favelas é negra, há uma participação maior de mulheres como chefes de família e as mulheres ganham menos do que os homens. A escolaridade na favela é menor que no asfalto. "Ou seja, a favela tem muito menos oportunidades do que o asfalto para conseguir abrir o seu negócio, para conseguir um emprego de boa qualidade ou melhorar economicamente". [...] GANDRA, Alana (Da Agência Brasil). UOL Notícias. 16 fev Disponível em: Acesso em: 16 fev Questão 01 (Peso 1) O texto apresenta e analisa A) dados obtidos em jornais. B) dados obtidos em uma pesquisa. C) entrevistas realizadas com moradores do asfalto. D) entrevistas realizadas com moradores de favelas. E) entrevistas realizadas com pessoas desconhecidas. Questão 02 (Peso 2) A relação entre os moradores do asfalto e os moradores de favelas é menos preconceituosa no Rio de Janeiro porque A) há maior escolaridade entre os moradores das favelas do Rio de Janeiro. B) há pessoas mais esclarecidas tanto no asfalto como nas favelas dessa cidade. C) existe, nessa cidade, uma maior distância entre as favelas e as áreas onde há mais chances de emprego. D) tráfico de drogas e violência são fenômenos de menor proporção no Rio de Janeiro em relação a outras cidades. E) no Rio, áreas nobres da cidade se situam perto de favelas cujas mulheres exercem empregos domésticos nessas áreas. Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 1

2 Questão 03 (Peso 1) Uma das formas de os moradores de favelas enfrentarem o preconceito é A) ocultando a existência do tráfico de drogas. B) evitando a indicação do local em que residem. C) rejeitando relações com pessoas preconceituosas. D) trabalhando na própria favela ou em suas imediações. E) buscando local de trabalho bem distante de suas residências. Questão 04 (Peso 2) Constitui a principal razão da existência de preconceito em relação à favela: A) a rejeição relacionada à pobreza. B) a falta de policiamento ostensivo. C) o medo da violência e das drogas. D) o baixo nível cultural de seus moradores. E) o desconhecimento das origens das comunidades. Questão 5 (Peso 3) É mais difícil para os moradores da favela a melhoria de sua situação econômica porque A) a criminalidade atrai mais do que o trabalho formal. B) a rejeição ao trabalho impede as pessoas de prosperarem. C) a maioria de seus moradores é constituída de pessoas analfabetas. D) a maioria dos moradores de favelas é negra e com menor escolaridade. E) poucas oportunidades de emprego existem fora das áreas constituídas de favelas. Questão 06 (Peso 2) É muito comum a gente encontrar casos... (linha 14) Substituindo a gente por nós, a forma verbal encontrar deveria ser substituída por A) encontre. B) encontrares. C) encontrarem. D) encontrarmos. E) encontrar-mos. Questão 07 (Peso 3) Moradores do asfalto têm... (título)... o Rio de Janeiro tem... (linha 8) A diferença de grafia entre as formas verbais têm e tem se justifica porque elas apresentam, respectivamente, A) sujeito claro e sujeito oculto. B) sujeito composto e sujeito simples. C) sujeito no plural e sujeito no singular. D) sujeito no feminino e sujeito no masculino. E) sujeito determinado e sujeito indeterminado. Questão 08 (Peso 2) São palavras acentuadas pela mesma razão: A) áreas, vítima. B) difícil, família. C) país, violência. D) existência, têm E) doméstica, fenômeno. Questão 09 (Peso 3) São acentuadas as palavras paroxítonas terminadas em ditongo. Aplica-se esta regra na acentuação da palavra A) país. B) difícil. C) vítima. D) negócio. E) fenômeno. Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 2

3 Questão 10 (Peso 2) O presidente do Data Popular, Renato Meirelles, destacou que o Rio de Janeiro é exceção... (linha 6-7) No trecho acima, o uso de vírgulas se justifica para separar A) aposto. B) vocativo. C) adjunto adverbial. D) oração coordenada. E) termos de uma enumeração. Questão 11 (Peso 3) O uso do tratamento você entre as pessoas tanto do asfalto quanto da favela indica que esse uso corresponde a uma situação de A) respeito. B) desrespeito. C) formalidade. D) informalidade. E) distanciamento. Questão 12 (Peso 3) No texto, verifica-se uma aproximação do sentido em que são empregados os termos: A) pesquisa (linha 1) e visão (linha 2). B) asfalto (linha 4) e área nobre (linha 10). C) preconceito (linha 16) e palavras (linha 18). D) escolaridade (linha 28) e negócio (linha 29). E) emprego (linha 30) e participação (linha 26). Questão 13 (Peso 1) O diminutivo da palavra pesquisa se escreve com A) s. B) z. C) c. D) ç. E) ss. Questão 14 (Peso 1) O plural de cidadão é cidadãos (linha 4). Faz o plural dessa mesma forma a palavra A) mão. B) visão. C) região. D) ladrão. E) relação. Questão 15 (Peso 1) Há um conjunto de palavras masculinas em: A) área, gente, favela. B) mente, casa, violência. C) morador, local, cidadão. D) visão, vítima, escolaridade. E) pessoa, criminalidade, pesquisa. Questão 16 (Peso 1) Três amigos, X, Y e Z, saíram juntos para almoçar e deveriam ter dividido igualmente a conta de R$84,00. Contudo, como X não teve dinheiro suficiente para pagar sua parte, os outros amigos tiveram o mesmo acréscimo em suas cotas. Sabendo-se que X tinha R$20,00, Y tinha R$ 45,00 e Z tinha R$38,00 é correto afirmar-se que depois de pagar a conta A) Z ficou com R$9,00 B) Z ficou com R$11,00 C) Y ficou com R$13,00 D) Y ficou com R$15,00 E) Y ficou com R$8,00 mais que Z Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 3

4 Questão 17 (Peso 1) Uma pessoa consome diariamente 3 8 do conteúdo de uma caixa de 1 litro de leite. Se o consumo diário for aumentado em 1, a menor quantidade de caixas de 1 litro de leite necessária para o consumo de 4 um período de 14 dias é igual a A) 6 B) 7 C) 8 D) 9 E) 10 Questão 18 (Peso 2) Se o mês de junho tiver exatamente cinco sábados, o dia 24 - feriado em que se comemora o dia de São João - poderá ser A) sábado B) domingo C) terça-feira D) quarta-feira E) sexta-feira Questão 19 (Peso 3) Observe a figura 1, que representa uma peça de um quebra cabeça. Figura 1 A única peça que, combinada com essa peça apresentada na figura 1, forma um retângulo é: A) C) B) D) Questão 20 (Peso 2) Na sequência numérica (1, 4, 9, 16, 25, m, n, 64,...), cada termo, a partir do segundo, é obtido do anterior por um mesmo princípio. Assim sendo, pode-se afirmar que n é igual a A) 39 B) 41 C) 49 D) 51 E) 53 Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 4

5 Questão 21 (Peso 2) CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS de 21 a 30 Ao cometer erros na preparação de uma superfície para a pintura, pode-se gerar os seguintes problemas. Analise as assertivas abaixo e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) eflorescência. ( ) cor diferente da esperada. ( ) aparecimento de manchas. B) F V F C) V F F D) V F V E) V V F Questão 22 (Peso 2) Analise as assertivas abaixo e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) O selador acrílico deve ser aplicado por cima da massa corrida. ( ) Não é necessária a aplicação de massa corrida antes da pintura em pisos de cimento. ( ) Não é necessária a aplicação de um fundo selador em pintura de madeiras novas e secas. B) F V F C) V F F D) V F V E) V V F Questão 23 (Peso 3) O revólver ou pistola de pintura é utilizado na aplicação de: A) Tinta a óleo, vernizes e esmaltes. B) Tinta acrílica semi-brilho e acetinada. C) Tinta acrílica, a base d água e PVA látex. D) Tinta PVA látex, a óleo e a base de resina epóxi. E) Tintas a base de resina epóxi, acrílicas semi-brilho e a óleo. Questão 24 (Peso 2) Analise as assertivas abaixo e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) A massa corrida tem de ser misturada até a completa homogeneização. ( ) Não se deve limpar a superfície pintada com pano seco, pois poderá ocorrer o polimento da mesma. ( ) A superfície a ser pintada deverá estar limpa, coesa, firme, seca, sem poeira, gordura ou graxa, sabão ou mofo. B) F V V C) V F V D) V V F E) V V V Questão 25 (Peso 1) Assinale a alternativa que descreve corretamente um dos passos necessários para aplicação correta do selador: A) Não revise a parede, e finalize o selador. B) Coloque o selador de parede numa bandeja e use o rolo de lã seco. C) Lixar bem a parede e remover toda poeira que impeça uma boa aplicação de selador. D) Passe o selador sobre a parede que vai receber o mesmo, levantando o rolo no sentido vertical. E) Nessa etapa, faça movimentos com o rolo na horizontal aplicando o selador na parede até a metade. Após secar, aplica-se a outra metade. Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 5

6 Questão 26 (Peso 3) Devido a alguns problemas gerados por diversos fatores, é necessário o processo de repintura, que consiste em remover a pintura antiga e fazer uma nova. Analise as assertivas abaixo e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) Para corrigir fissuras, deve-se lavar a superfície com água. ( ) Para corrigir o desagregamento, deve-se raspar as partes soltas e corrigir as imperfeições profundas com massa corrida. ( ) Para corrigir a saponificação em tintas látex recomenda-se raspar, escovar ou lixar a superfície, eliminando as partes soltas ou mal aderidas. A) F V V B) F F V C) F F F D) V V V E) V F F Questão 27 (Peso 1) Existem diferentes métodos de aplicação de pinturas. Um deles utiliza uma ferramenta simples, de baixo custo e não requer grande capacitação do aplicador. É o método mais indicado para aplicação da primeira demão de tinta em cordões de solda, reentrâncias, cantos vivos e demais acidentes onde os outros métodos poderiam deixar falhas. Marque a alternativa que indica o método descrito anteriormente: A) Pintura com trincha. B) Pintura com rolo de lã. C) Pintura com rolo de espuma. D) Pintura com pistola eletrostática. E) Pintura com pistola convencional. Questão 28 (Peso 3) Antes da aplicação de uma pintura, é necessária a utilização de um fundo preparador. Analise as assertivas abaixo e identifique com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) A diluição deve ser feita conforme o fabricante recomenda. ( ) O fundo preparador sempre vem pronto para utilização, sem necessitar de diluição. ( ) A diluição vai depender da porosidade da superfície. Nos casos de alta porosidade, aumenta-se a proporção de água ou solvente. B) F F F C) F V V D) V F V E) V V V Questão 29 (Peso 3) Antes de qualquer pintura, é necessário que a superfície seja bem lixada para que haja maior aderência da tinta. Assinale a alternativa que indica como o lixamento deve ser feito: A) Se a parede estiver com massa corrida, poderá ser lixada com qualquer tamanho de lixa e em qualquer direção. B) Se a parede estiver com muitas imperfeições (excesso de cimento, massa) o lixamento é suficiente para desfazê-las. C) Para lixar a parede de forma manual pode-se pegar um pedaço de madeira e deixar a lixa precisa ficar do mesmo tamanho que a madeira. D) No caso de uma lixadeira elétrica, neste caso, o procedimento é muito parecido com o manual e necessita-se fazer nenhuma força para lixar a parede. E) o caso da lixadeira elétrica alguns modelos disponíveis no mercado possuem um mecanismo que aspira mais de 70% do pó mesmo assim, após lixar toda a parede o uso de um pano úmido ou escova não é dispensável. Questão 30 (Peso 1) Assinale a alternativa que apresenta um EPI que precisa ser utilizado durante a realização de um procedimento de pintura ou lixamento: A) Capacete. B) Abafadores. C) Máscara de filtro. D) Máscara semifacial. E) Protetores auriculares. Realização: Prefeitura Municipal de Amargosa e Fundação CEFETBAHIA 6

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada CONHECIMENTOS GERAIS de 01 a 20 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. TEXTO: MORADORES DO ASFALTO TÊM

Leia mais

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS

MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS CONHECIMENTOS GERAIS de 01 a 20 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. TEXTO: MORADORES DO ASFALTO TÊM VISÃO PRECONCEITUOSA EM RELAÇÃO A FAVELAS 5 10 15 20 25 30 Pesquisa

Leia mais

Problemas Comuns. Eflorescência

Problemas Comuns. Eflorescência Problemas Comuns Como em qualquer outra área na construção civil, geralmente ocorrem problemas, seja na preparação da superfície ou no acabamento. Os problemas mais freqüentes são: Eflorescência São manchas

Leia mais

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL!

COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! COMO REALIZAR UMA EXCELENTE PINTURA PREDIAL! Na execução de uma PINTURA, devemos levar em consideração os vários fatores que envolvem as etapas deste processo e suas particularidades. Por exemplo, temos

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE PINTURA

PROCEDIMENTOS DE PINTURA 1 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 2 PROCEDIMENTOS DE PINTURA 01.00 SISTEMA DE PINTURA PARA ACABAMENTO FINAL EM LATEX PVA 01.01 - PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE 1. GESSO (PLACA/PASTA) - Aplicar fundo preparador de parede

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÕES de 01 a 23

CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÕES de 01 a 23 CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÕES de 01 a 23 Leia atentamente o texto a seguir para responder às questões de 01 a 15. FUTEBOL, RACISMO E O MITO DA "DEMOCRACIA RACIAL" Clarissa Nehe Publicado 03/09/2014 5 10

Leia mais

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida.

O fundo preparador ou selador veda e nivela a superfície; se necessário, pode-se corrigir imperfeições com a massa corrida. Página 1 de 5 TINTAS E VERNIZES LATEX ACRÍLICO E PVA Criadas para proteger e embelezar as paredes de alvenaria, estruturas metálicas e madeiras, as tintas são aperfeiçoadas para garantir maior desempenho

Leia mais

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros)

VtintaI = / / (Litros) VtintaF = / / (Litros) ANEXO A TINTAS PLANILHA N o 2.18. Observador: Alternativas para redução dos desperdícios de materiais nos canteiros de obra MEDIÇÃO DE ESTOQUE (VtintaI E VtintaF): TINTA LÁ TEX ACRÍLICA OU LÁ TEX PVA A.

Leia mais

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS

AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS Manual AMETISTA PROCEDIMENTOS PRELIMINARES QUE ANTECEDE AS TEXTURAS l-avaliçao das superfiçies Verificar se as areas estao secas, isentas de umidade oleo ou graxas,buracos etc... ll-preparaçao de superficies

Leia mais

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011

BOLETIM DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS Revisão 006 Julho/2011 1 - PRODUTO: Acrílico Standard mais rendimento Natrielli. 2 - DESCRIÇÃO: É uma tinta acrílica de alto rendimento apresenta um excelente acabamento em superfícies externas e internas de alvenaria, reboco,

Leia mais

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II

PINTURAS EXECUÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURAS EXECUÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 8º Período Turma C01 Disc. Construção Civil II PINTURA EQUIPAMENTOS USUAIS PARA APLICAÇÃO DA PINTURA Ferramentas para PREPARO

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF

BOLETIM TÉCNICO - LINHA GRAFF A Linha de produtos da Textura & Cia foi desenvolvida para economizar, eliminando etapas do tipo massa fina, massa corrida / acrílica e pintura. Além de tornar prático e econômico o acabamento; os produtos

Leia mais

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante.

Boletim Técnico. Cores Azul. Textura Lisa e brilhante. Página 1 de 5 Boletim Técnico Produto Esmalte PU Piscinas Descrição Esmalte PU Piscinas é um esmalte poliuretano bicomponente impermeável ideal para pintura de piscinas de concreto e fibra, deixando-as

Leia mais

SISTEMAS DE PISO EPOXI

SISTEMAS DE PISO EPOXI SISTEMAS DE PISO EPOXI PRODUTO DESCRIÇÃO VEC-601 TUBOFLOOR TEE-556 AUTONIVELANTE Selador epóxi de dois componentes de baixa viscosidade. Revestimento epóxi com adição de sílica para regularização de pisos.

Leia mais

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó

Aplicações Xadrez Pigmento em Pó Dê asas à sua imaginação nas diversas aplicações do Pó Xadrez. Aplicações Xadrez Pigmento em Pó O PÓ XADREZ é um pigmento concentrado que proporciona efeitos decorativos em diversas aplicações. Mais econômico,

Leia mais

A) cérebro. B) comanda. C) inevitável. D) socorro. E) cachorro.

A) cérebro. B) comanda. C) inevitável. D) socorro. E) cachorro. CONHECIMENTOS DE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO 1 CÉREBRO ELETRÔNICO O cérebro eletrônico faz tudo Faz quase tudo Faz quase tudo Mas ele é mudo. O cérebro eletrônico comanda Manda e desmanda Ele é quem manda

Leia mais

Cerâmicas e porcelanatos

Cerâmicas e porcelanatos Aprenda a limpar cerâmica, porcelanato, laminado, vidro, madeira... De forma geral, pano umedecido e detergente neutro, aplicados depois de varrer a superfície, bastam à limpeza do chão. No caso de alérgicos,

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS E DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar:

COMO INSTALAR : MATERIAIS: IMPORTANTE. O contra piso deve estar: COMO INSTALAR : Importante para uma perfeita instalação, obter o resultado especificado pela Revitech Pisos e esperado pelo cliente, a utilização das ferramentas corretas. Ferramentas como a desempenadeira,

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades

MEMORIAL DESCRITIVO 1. Generalidades MEMORIAL DESCRITIVO Memorial descritivo de serviço de pintura geral do prédio da Câmara Municipal de Fortaleza de Minas MG. Compõem este memorial as especificações técnicas acerca dos serviços a serem

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOURADO CNPJ 51.814.960/0001-26. Projeto Básico Projeto Básico Pintura e reparos na Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Carlos José Botelho 1.0 Objeto Trata-se de obra de pintura e correção de reparos no edifício da escola, tombado pelo Patrimônio.

Leia mais

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS

GUIA PRÁTICO. www.yalen.com.br DE PINTURA PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS www.yalen.com.br GUIA PRÁTICO PROCEDIMENTOS TÉCNICOS SOLUÇÃO DE PROBLEMAS UMA SELEÇÃO DE INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS, PARA QUALQUER PROFISSIONAL DA PINTURA. Caro Amigo (a), Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia

Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia MEMORIAL DESCRITIVO Anexo I-A: Serviços de reforma no alojamento de menores da P. J. de Samambaia Sumário 1.Considerações gerais...1 2.Serviços

Leia mais

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil

Faculdade Sudoeste Paulista Curso de Engenharia Civil Técnicas da Construção Civil AULA 15 - PINTURA A pintura é um serviço de obra tão importante como qualquer outro, e é um grave erro não lhe dar uma atenção condizente, ela deve ser projetada e executada segundo técnica adequada, não

Leia mais

B O L E T I M T É C N I C O T

B O L E T I M T É C N I C O T STARPOXI CVS 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Verniz epóxi poliamina bicomponente. Verniz selante para oferecer aderência em superfícies de concreto, cimento amianto, alvenaria e madeira, assim como diminuir

Leia mais

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo.

RECOMENDAÇÕES DE USO: Utilizado para pintura de pisos industriais, oficinas, áreas que solicitem sanitização do ambiente. Uso interno e externo. WEGPOXI ANA 301 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta epoxi poliamina bicomponente, de alto teor de sólidos, com pigmentação especial, de secagem rápida. Revestimento aplicável em uma única demão em alta espessura

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado. Este Caderno contém 35 questões de múltipla

Leia mais

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO

MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO MANUAL PRÁTICO DE APLICAÇÃO Esperamos que este Manual Prático de Aplicação possa oferecer a você que é usuário das tintas da KING S PAINT, informações importantes para realizar uma pintura de melhor qualidade

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma de atendê-lo e tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura. Prático e de rápida consulta,

Leia mais

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro

Como pintar azulejos e revestimentos cerâmicos para renovar sua cozinha ou banheiro Dar fim às estampas antigas, disfarçar manchas do tempo ou até eliminar a aparência da cerâmica. Tudo isso é viável, desde que se use a tinta certa Há duas técnicas para que o jeitão antigo do seu azulejo

Leia mais

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO

Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Reforma nas Atuais Dependências da Capela Mortuária do Cemitério Municipal de Indaial MEMORIAL DESCRITIVO Indaial, Junho de 2014 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Este memorial tem por objetivo descrever e especificar

Leia mais

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água.

Composição Básica Emulsão Latex Modificada, pigmentos orgânicos e inorgânicos, cargas minerais, aditivo, antibacteria e água. Boletim Técnico Produto Casacor Acrílico Fosco Branco Descrição Casa limpa, mais saúde e família protegida. Tudo isso em uma tinta: CASA COR Acrílico Super Premium da Tintas Renner. A sua fórmula especial

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA

PROCEDIMENTOS PARA PINTURA PROCEDIMENTOS PARA PINTURA Prof. Marco Pádua Geralmente não é dada a devida importância a qualidade dos serviços de pintura. Sendo a última etapa da construção, as vezes, motivados pela economia procuram-se

Leia mais

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA

Dicas Qualyvinil PROCESSOS DE PINTURA Processos de pintura Existem diferentes processos de pintura, mas o segredo para o sucesso e durabilidade do acabamento final, depende invariavelmente da habilidade do profissional e da preparação da superfície.

Leia mais

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

TINTAS. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho TINTAS Conceito Composição química variada, na maioria das vezes orgânica, que apresenta consistência líquida ou pastosa, que aplicada sobre uma superfície, forma um revestimento sólido e contínuo, com

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO Item Código comprasnet Qtde Mínima Qtde Máxima Unidade Descrição do Item Valor Unitário Valor mínimo Valor Máximo 01 295318 450,00 860,00 m² Paredes em gesso acartonado

Leia mais

Impermeável Protector Resistente impermeabilizações objectivo - problema - solução objectivo 1 Prevenir a infiltração de água para os pavimentos e paredes das cozinhas, casas de banho, balneários e outros

Leia mais

Dicas para a combinação das cores em casa

Dicas para a combinação das cores em casa O uso de selador antes da pintura fecha os poros da parede e impede que grande quantidade de tinta seja desperdiçada. Tintas com brilho destacam as imperfeições das superfícies. Para paredes com saliências

Leia mais

Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos

Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos Como fazer um sofá de Pallet ou Palete - Dicas, desafios e passo a passo com fotos Há cerca de um ano, a moda de móveis com pallets se espalhou pelo mundo. E não é à toa que isso aconteceu. Esses móveis

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 144

Norma Técnica SABESP NTS 144 Norma Técnica SABESP NTS 144 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido novos e sujeitos à umidade freqüente Especificação São Paulo Maio - 2001 NTS 144 : 2001 Norma

Leia mais

Norma Técnica SABESP NTS 159

Norma Técnica SABESP NTS 159 Norma Técnica SABESP NTS 159 Esquema de pintura para equipamentos e materiais em aço-carbono ou ferro fundido pintados e em contato direto com esgoto Especificação São Paulo Rev. 1 - Outubro - 2001 NTS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 001/2009 PROVAS OBJETIVAS

CONCURSO PÚBLICO 001/2009 PROVAS OBJETIVAS ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE PROPRIÁ CONCURSO PÚBLICO 001/2009 PROVAS OBJETIVAS Sala: «sala» Data: 28/06/2009 Turno: Cargo: 105002 PINTOR INSTRUÇÕES PARA A PROVA O candidato terá 3h (três

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L)

EMBALAGENS: Componente A Wegpoxi ADA 314 Balde (19 L) Componente B Wegpoxi 3015 componente B 10003158 (1 L) WEGPOXI ADA 314 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Revestimento epoxi poliamida bicomponente, com função antiderrapante. Alta dureza, resistente a água, óleos, sais. Proporciona uma película de alta textura e consequentemente

Leia mais

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13

QE-48. Quadra de esportes/ linhas demarcatórias. Componentes. Código de listagem. Atenção. Revisão Data Página 1/6 14/06/13 1/6 2/6 3/6 4/6 5/6 6/6 DESCRIÇÃO Constituintes Fita crepe para demarcação das faixas. Tinta látex para piso conforme ficha S14.7 do Catálogo de Serviços. Protótipo comercial Tinta látex para piso: - Ver

Leia mais

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos:

Hotelaria SAÚDE NOVA COLEÇÃO 2013. A segurança de se sentir bem. Recomendado para os segmentos: A segurança de se sentir bem. NOVA COLEÇÃO 2013 Crédito Equipotel 2010 - Arquiteta Jorgina Nello Optima Multisafe (cor 3240861), Aquarelle Wall HFS (cor 3942023) Recomendado para os segmentos: SAÚDE Hotelaria

Leia mais

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5

APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 APLICAÇÃO DE ELASTRON EM CONCRETO 1,5 1.0 - DESCRIÇÃO Esta literatura tem por finalidade servir de guia de aplicação do Elastron sobre Estruturas de Concreto e a Preparação do Substrato. O Sistema consistirá

Leia mais

Tratamento de Superfície para diversos Substratos. 1. Aço carbono

Tratamento de Superfície para diversos Substratos. 1. Aço carbono Antes de iniciar uma pintura, preocupe-se em primeiro lugar com a segurança, sua e das pessoas próximas. As tintas em geral possuem certo grau de toxidade, por isso deixe o local o mais arejado possível,

Leia mais

Manual Técnico de Pintura

Manual Técnico de Pintura Manual Técnico de Pintura Manual Técnico Hidracor 1 Prezado Cliente Hidracor, Pensando na melhor forma em atendê-lo, tirar suas dúvidas, a Tintas Hidracor desenvolveu este Manual Técnico de Pintura.Prático

Leia mais

Manual de Instalação Project - PVC

Manual de Instalação Project - PVC Manual de Instalação Project - PVC Este manual tem como objetivo o auxiliar na maneira correta de armazenamento, instalação e manutenção para que possa garantir a qualidade máxima da aplicação e prolongar

Leia mais

ADEPOXI AWWA DF TAR FREE

ADEPOXI AWWA DF TAR FREE DESCRIÇÃO DO PRODUTO Adepoxi TW AWWA é um epóxi modificado de alto sólidos, coaltar free para contato com água potável e produtos alimentícios. Apresenta vantagens com relação a maioria dos produtos tradicionais

Leia mais

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS

PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS . PINTURA DE PISOS INDUSTRIAIS MANUAL DE BOAS PRÁTICAS DICAS PARA UMA PINTURA EFICIENTE DE PISO Sempre que desejamos fazer uma pintura de piso, Industrial ou não, devemos ter em mente quais são os objetivos

Leia mais

Boletim Técnico NAVALZONE 954

Boletim Técnico NAVALZONE 954 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer acabamento epoxi modificado bicomponente de alto teor de sólido e alta espessura, com pigmentação anticorrosiva para superfície de aço. Produto desenvolvido para a aplicação

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR

MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR MANUAL DE INSTALAÇÃO DOS PISOS VINÍLICOS EM MANTAS FORTHFLEX, FORTHPISO, FORTHVINYL, CARAVAN E PASTILLE FLOOR ANTES DA INSTALAÇÃO: Para podermos ter uma excelente apresentação da instalação não dependemos

Leia mais

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1)

Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) BOLETIM TÉCNICO Produto: KIT MAZAPOXI M298 II (4x1) DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento epóxi poliamida, bi componente, de baixa espessura, este produto atende a norma Petrobras N 1198 Tipo II. RECOMENDAÇÕES

Leia mais

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade.

VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Descrição VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos, de alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. VEDATOP não é tinta de acabamento,

Leia mais

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS

DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N : ET-810-CGC-007 USUÁRIO: CEGÁS 1 de 7 FOLHA: OBJETO AMPLIAÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL RAMAL DE DISTRIBUIÇÃO PARA ATENDIMENTO A CLIENTES REV. Í N D I C E D E R E

Leia mais

WEGTHANE HIDRO HPA 501

WEGTHANE HIDRO HPA 501 WEGTHANE HIDRO HPA 501 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento poliuretano acrílico alifático hidrossolúvel, bicomponente. Produto desenvolvido para compor um sistema de proteção a nticorrosiva e resistência

Leia mais

PLACOSTIL - Acabamentos

PLACOSTIL - Acabamentos 01 142 PLACOSTIL - Acabamentos Índice da Atividade Massas e Fitas 144 Tratamento ou Execução de Juntas 144 Fitas de Acabamento 144 Massas 145 Tipos de Juntas 146 145 Orientações Gerais 146 Juntas Níveis

Leia mais

ADEPOXI HTSE (HUMID TOLERANT SURFACE)

ADEPOXI HTSE (HUMID TOLERANT SURFACE) DESCRIÇÃO DO PRODUTO Adepoxi HTSE é um epóxi primer e acabamento de altos sólidos, utilizado sobre superfícies tratadas com hidrojateamento bem como sobre superfícies úmidas (não molhadas) e em condições

Leia mais

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS

4- CONSIDERAÇÕES GERAIS Prefeitura do Município de São Miguel Arcanjo 1 Secretaria Municipal de Obras e Serviços Praça Antonio Ferreira Leme, 53 Centro CEP 18230-000 SÃO MIGUEL ARCANJO-SP - Fone. 15 3279.8000 e-mail: obras@saomiguelarcanjo.sp.gov.br

Leia mais

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS

NORMA TÉCNICA 1/7 NE-007. 1ª Edição 1. OBJETIVO 2. REFERÊNCIAS NORMATIVAS NORMA TÉCNICA Título: PINTURA DE AÇO CARBONO, COM PREPARAÇÃO DE SUPERFÍCIE POR FERRAMENTAS Aprovação Subcomitê de Manutenção das Empresas Eletrobras - SCMT Vigência 10.03.2016 1/7 NE-007 1ª Edição 1. OBJETIVO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 09/2014 CARGO E UNIDADES:Assistente Operacional- Manutenção (Caicó) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS

MICROCIM EP. Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO. Sistema MICROCIM EP: Performance: CARACTERÍSTICAS / VANTAGENS Micro Cimento Decorativo Revisão: Agosto / 2013. DESCRIÇÃO O é um sistema de revestimento decorativo de alta performance, de base cimentícia, com apelo estético rústico, agradável ao toque e ao olhar,

Leia mais

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO

OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO OXY-PRIMER CONVERSOR DE FERRUGEM E PRIMER BOLETIM TÉCNICO O produto OXY-PRIMER é um tipo de tinta de cobertura cimentosa que não é composto de resinas normais, mas que adere como cimento. O cimento adere

Leia mais

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL:

TÉCNICAS DE PINTURA EFEITO TITÂNIO ESCOVADO. A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. Curso de Pintura 2010 MATERIAL: Clue de Relacionamento Iquine TÉCNICAS DE PINTURA 03 EFEITO TITÂNIO ESCOVADO A sensação de poder e resistência do titânio em suas paredes e móveis. 1. Após preparação correta da superfície, aplique uma

Leia mais

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração. PREGÃO Nr. 094/2009 ANEXO I. Proposta de Preços. Processo: 9580/2009

Prefeitura Municipal de Patos de Minas Secretaria Municipal de Administração. PREGÃO Nr. 094/2009 ANEXO I. Proposta de Preços. Processo: 9580/2009 PREGÃO Nr. 094/2009 ANEXO I Proposta de Preços Processo: 9580/2009 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc. Estadual: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS

Leia mais

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480

Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 www.abrafati.com.br Av Dr. Cardoso de Mello, 1340 - cjto. 131 - Vila Olímpia Cep: 04548-004 - São Paulo - SP Fone/Fax: 11 3054-1480 Rua Júlio Diniz, 56 - cjto 41 - Vila Olímpia Cep: 04547-090 - São Paulo

Leia mais

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS

ORIENTAÇÕES TÉCNICAS ORIENTAÇÕES TÉCNICAS Assunto: REVITALIZAÇÃO DE PISOS ESPORTIVOS DE BASE ASFÁLTICA Data: 25/10/2012 Referência: OT REVITALIZAÇÃO DE PISO ESPORTIVO ASFÁLTICO Nº pág.: 07 OBJETIVO Demonstrar a utilização

Leia mais

Robert Bosch GmbH. Luminária lounge

Robert Bosch GmbH. Luminária lounge Luminária lounge Muito relaxante Luminária lounge A luz é importante para a ambiente. Esta caixa elegante é a luminária ideal para ambientes lounge confortáveis. 1 Introdução Esta caixa elegante é a luminária

Leia mais

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN)

ROGERTEC MFC FIBRA DE CARBONO. Reforço Estrutural com AN) (MADE IN JAPAN) Reforço Estrutural com FIBRA DE CARBONO MFC (MADE IN JAPAN) AN) Fax: (21) 3254-3259 A ROGERTEC é uma empresa nacional voltada para o fornecimento de produtos, equipamentos e tecnologia no setor das recuperações.

Leia mais

G U I A T É C N I C O

G U I A T É C N I C O Os produtos da Brogliato passam por um processo de controle de qualidade em seu processo produtivo, assim qualquer dano e irregularidade são corrigidos imediatamente na empresa para que os revestimentos

Leia mais

WEGPOXI HIDRO ERP 303

WEGPOXI HIDRO ERP 303 WEGPOXI HIDRO ERP 303 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamina bi -componente hidrossolúvel, com pigmentação anticorrosiva e secagem extra rápida. RECOMENDAÇÕES DE USO: Recomendado para a pintura de

Leia mais

Componente A Wegpóxi FRD 313 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi 3027 componente B 10003225 (2,85 L)

Componente A Wegpóxi FRD 313 Balde (17,15 L) Componente B Wegpoxi 3027 componente B 10003225 (2,85 L) WEGPOXI FRD 313 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer acabamento epóxi poliamida bicomponente. Possui característica antichama, retardando a propagação das chamas, permitindo a proteção de estruturas e de pessoas

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L)

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2629 Balde (15 L) Componente B Lackpoxi N 2629 componente B 10003395 (5 L) LACKPOXI N 2629 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Epóxi poliamina bicomponente sem solvente. Tinta de acabamento de alta resistencia química a solventes e derivados de petróleo. Atende Norma Petrobras N 2629. Possui

Leia mais

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC.

REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. REVESTIMENTO AUTONIVELANTE PARA REGULARIZAÇÃO DE PISOS ANTES DE ASSENTAMENTO DE CERÂMICA, PEDRAS, ETC. DESCRIÇÃO O Premium Self-Leveling é um contrapiso cimentício, autonivelante, monocomponente, fluído,

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2288 Aluminio 10002969 Balde (20 L) Componente B Lackpoxi N 2288 componente B 10003000 (20 L)

EMBALAGENS: Componente A Lackpoxi N 2288 Aluminio 10002969 Balde (20 L) Componente B Lackpoxi N 2288 componente B 10003000 (20 L) LACKPOXI N 2288 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamina bicomponente, pigmentado com alumínio. Tolerante a superfícies tratadas com limpeza manual ou mecânica. Revestimento anticorrosivo com alta

Leia mais

Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável.

Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável. WEGPOXI 748 DF DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Fundo acabamento epóxi poliamida bicomponente, atóxico. Possui certificado de aprovação para contato com água po tável. RECOMENDAÇÕES DE USO: Recomendado para pintura

Leia mais

Para ajuste de posição vertical da superfície e do tampo monitor utilizar as manivelas, observando o sentido correto de rotação.

Para ajuste de posição vertical da superfície e do tampo monitor utilizar as manivelas, observando o sentido correto de rotação. Manual do Produto Parabéns, Você acaba de adquirir um móvel RAVAD! Os móveis da RAVAD são especialmente projetados, desenvolvidos e montados a partir do resultado de pesquisas das tendências nacionais

Leia mais

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH

ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH DESCRIÇÃO DO PRODUTO ADEPOXI 2012 FLOOR FINISH é uma nova geração de tinta epóxi modificada de acabamento para piso de alta espessura com alta resistência química e baixo teor de compostos orgânicos voláteis

Leia mais

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO:

LACKTHANE N 2677. B O L E T I M T É C N I C O T i n t a L í q u i d a DESCRIÇÃO DO PRODUTO: LACKTHANE N 2677 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Tinta de acabamento poliuretano acrílico alifático brilhante bicomponente, de altos sólidos por volume. Produto desenvolvido para compor um sistema de proteção anticorrosiva,

Leia mais

ORIGAMI Manual de conservação

ORIGAMI Manual de conservação R e s p e i t a r o s l i m i t e s d e p e s o. T r a n s p o r t a r c o m c u i d a d o. TECIDO S LIMPE SEMANALMENTE A POEIRA DEPOSITADA SOBRE O TECIDO COM UM ASPIRADOR DE PÓ E REALIZE UMA ESCOVAÇÃO

Leia mais

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS

QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA: ANÁLISE DE CASOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL William Yutaka Mizushima QUALIDADE NO SERVIÇO DE PINTURA COM TINTAS LÁTEX EM REVESTIMENTOS INTERNOS DE ARGAMASSA:

Leia mais

PINTURA DE KITS Caros modelistas!

PINTURA DE KITS Caros modelistas! PINTURA DE KITS Caros modelistas! Buscamos sempre em nossos trabalhos a representação da realidade em miniatura, e independente de estarmos utilizando materiais de laser cut, plástico, resina ou metal,

Leia mais

AMETISTA REVESTIMENTOS

AMETISTA REVESTIMENTOS AMETISTA REVESTIMENTOS Ficha técnica MASSA CORRIDA É composta de emulsão acrílica, carga minerais inertes e aditivos solúveis em água, desenvolvida para a execução de quaisquer correções em ambientes internos.

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura X - Pavimentos Interiores X.1 PAVIMENTOS DE MADEIRA Em termos habitacionais, os pavimentos de madeira (parquet, soalho, tacos) dominam nas áreas habitacionais em Portugal. A sensação

Leia mais

Componente A Wegpoxi ERP 322 Balde (20 L) Componente B Catalisador EP ERP 322 11725363 (20 L)

Componente A Wegpoxi ERP 322 Balde (20 L) Componente B Catalisador EP ERP 322 11725363 (20 L) WEGPOXI ERP 322 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Primer epóxi poliamida bicomponente, de alto teor de sólidos e com pigmentação anticorrosiva a base de fosfato de zinco, com secagem rápida e boa aplicabilidade. Possui

Leia mais

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí.

CORES Além das cores de catálogo pode-se obter outros tons misturando as cores entre sí. TINTA ACRÍLICA PREMIUM MACTRA é uma tinta acrílica fosca com excelente desempenho. Sua FÓRMULA EVOLUTION oferece ótima cobertura, secagem rápida, fácil aplicação e baixo odor, proporcionando uma pintura

Leia mais

CONSERVANDO TELHADOS

CONSERVANDO TELHADOS A ESCOLHA DA COR Você sabia que o processo industrial empregado na elaboração de tintas ou revestimentos, etc... Somente se encerra com a cura total do produto após sua aplicação! Na maioria dos casos,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Piratini

Prefeitura Municipal de Piratini MEMORIAL DESCRITIVO O presente Memorial Descritivo visa estabelecer as condições de materiais e execução referentes à construção de um Vestiário Esportivo, localizado na Av. 6 de julho s/n, em Piratini/RS,

Leia mais

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação.

VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Descrição VEDAJÁ é um revestimento impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, alvenaria e argamassa. VEDAJÁ proporciona impermeabilidade, mesmo com a ocorrência

Leia mais

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos

FISPQ LIMPA PORCELANATO. FICHA DE SEGURANÇA de produtos químicos LIMPA PORCELANATO CARACTERÍSTICA DO PRODUTO: É um limpador alcalino especialmente formulado para limpeza leve e pesada em pisos tratados com acabamentos acrílicos, pisos não tratados como porcelanato.

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura VI - Madeiras Exteriores VI.1 PORTAS E JANELAS No exterior, a madeira sofre degradação por acção dos raios ultravioleta, da chuva, da humidade, ataque de insectos (como o caruncho

Leia mais

Guia Técnico de Pintura

Guia Técnico de Pintura Guia Técnico de Pintura III - Telhados, Rufos, III.1 TELHADOS Principais Patologias Com o passar do tempo e muitas vezes também pela falta de manutenção anual, acumulam-se nos telhados de telha de barro,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 001/2012 PROVAS OBJETIVAS

CONCURSO PÚBLICO 001/2012 PROVAS OBJETIVAS ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE JAPOATÃ CONCURSO PÚBLICO 001/2012 Data: 29/04 PROVAS OBJETIVAS Inscrição: Nome: RG: CPF: Cargo: 105002 - PINTOR Sala: 04/2012 Turno: MANHÃ CPF: INSTRUÇÕES PARA

Leia mais

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTO DEFACHADA. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTO DEFACHADA Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNÇÕES DO REVESTIMENTO DE FACHADA Estanqueida de Estética CONDIÇÕES DE INÍCIO

Leia mais

GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA

GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA GUIA DO PINTOR REPINTURA AUTOMOTIVA ÍNDICE Apresentação Iquine - Um Ideal Concretizado Procedimentos Técnicos Segurança e Cuidados - Processo de Pintura - Repintura de Superfícies Metálicas - Repintura

Leia mais

Manual de Instruções Técnicas

Manual de Instruções Técnicas VERSÃO 3A Manual de Instruções Técnicas Castelatto Rua Antonio da Cunha Leite, 3070 Bairro do Portão - Atibaia - SP CEP 1948-110 CRYSTALLI - PARIS - ETRUSCO - GREZZO CRYSTALLI PARABÉNS! ÍNDICE: ETRUSCO

Leia mais

Fazendo tinta com terra

Fazendo tinta com terra Fazendo tinta com terra Viçosa-MG 2007 Autores (em ordem alfabética): Anôr Fiorini de Carvalho Letícia de Melo Honório Marcelo Rodrigues de Almeida Paulo César dos Santos Pedro Eugênio Quirino Expediente:

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE PORCELANA INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. O Maxijunta Pastilhas de Porcelana é indicado principalmente para

Leia mais

EMBALAGENS: Componente A Wegtar ERP 303 Galão (3,0 L) Componente B Wegtar 3023 componente B 10007040 (0,6 L)

EMBALAGENS: Componente A Wegtar ERP 303 Galão (3,0 L) Componente B Wegtar 3023 componente B 10007040 (0,6 L) WEGTAR ERP 303 DESCRIÇÃO DO PRODUTO: Revestimento epoxi alcatrão de hulha poliamina, bicomponente. Oferece alta resistência física-química e abrasão. Possui baixo VOC, secagem rápida, reduzindo o tempo

Leia mais