ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO."

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE TECNOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL JORGE HENRIQUE FEITOZA SANTANA ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO. Caruaru 2012

2 JORGE HENRIQUE FEITOZA SANTANA ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Engenharia Civil do Centro Acadêmico do Agreste - CAA, da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Engenharia Civil. Área de concentração: Engenharia/Engenharia Civil/Construção Civil Orientador: Prof. Dr. Flávio Eduardo Gomes Diniz CARUARU 2012

3 Catalogação na fonte Bibliotecária Simone Xavier CRB S232a Santana, Jorge Henrique Feitoza. Análise do CUB/m² em Caruaru-PE para residência multifamiliar padrão normal R8 N e um comparativo com o preço de venda no mercado. / Jorge Henrique Feitoza Santana. - Caruaru: O Autor, f ; il.; 30 cm. Orientador: Flávio Eduardo Gomes Diniz. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) Universidade Federal de Pernambuco, CAA. Engenharia Civil, Inclui bibliografia. 1. Avaliação de imóveis Caruaru-PE. 2. Especulação imobiliária. 3. CUB/m². I. Diniz, Flavio Eduardo Gomes (orientador). II. Título. 620 CDD (23. ed.) UFPE (CAA )

4 JORGE HENRIQUE FEITOZA SANTANA ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Engenharia Civil do Centro Acadêmico do Agreste - CAA, da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Engenharia Civil. Área de concentração: Engenharia/Engenharia Civil/Construção Civil Aprovado em: Caruaru, 25 de outubro de Banca examinadora: Prof. Dr. Flávio Eduardo Gomes Diniz Universidade Federal de Pernambuco UFPE (Orientador) Prof. Dr. José Moura Soares Universidade Federal de Pernambuco UFPE (Avaliador) Prof. MSc. Roberto Evaristo de Oliveira Neto Universidade Federal de Pernambuco UFPE (Avaliador) Prof. Dr. Elder Alpes de Vasconcelos Universidade Federal de Pernambuco UFPE (Coordenador da disciplina)

5

6 Dedico este trabalho a minha família, em especial aos meus pais José Santana e Maria do Socorro Feitoza, a minha irmã Jamile Feitoza e a minha avó Maria da Conceição Galindo.

7 AGRADECIMENTOS Agradeço primeiramente a Deus, por me dar a oportunidade e a força de vontade pra seguir em frente. Aos meus pais, José Santana e Maria do Socorro Feitoza, por estarem sempre ao meu lado, sendo os maiores exemplos de empenho e dedicação da minha vida. A minha irmã, Jamile Feitoza, e minha avó Maria Galindo pelos incentivos e conselhos prestados. Aos Professores do curso de Engenharia Civil UFPE/CAA, em especial o Profº Flávio Diniz orientador deste trabalho, pela sabedoria e dedicação na busca pela formação de profissionais qualificados. Aos colegas de curso, pelo companheirismo demonstrado ao longo desses anos. A todos os membros da Ordem DeMolay que sempre estiveram ao meu lado nessa caminhada.

8 RESUMO ANÁLISE DO CUB/M 2 EM CARUARU/PE PARA RESIDÊNCIA MULTIFAMILIAR PADRÃO NORMAL R8 N E UM COMPARATIVO COM O PREÇO DE VENDA NO MERCADO. A viabilidade de um empreendimento está diretamente ligada a sua necessidade (procura) e ao custo a ela relacionado. Na construção civil este custo é conhecido como CUB/m 2, custo unitário básico por metro quadrado, e tem seu cálculo determinado através da NBR 12721:2006. Esse custo é determinado de acordo com um padrão construtivo, e o estudo aqui feito tem por objetivo apresentar este valor para o padrão R8-N no município de Caruaru/PE. A necessidade é outro fator determinante na viabilidade econômica de um empreendimento. A avaliação de imóveis apresenta um valor confiável e seguro, analisando o momento do mercado com uma visão técnica e crítica. Assim como a análise do CUB/m 2 este trabalho também apresenta uma avaliação de venda dos imóveis do padrão construtivo escolhido. Os valores obtidos representam um panorama do mercado caruaruense, tendo o CUB/m 2 variado de R$ 952,10 à R$ 959,45, entre os meses de Março e Julho de 2012, vale ressaltar que esses valores não se afastaram muito do que se apresentou nos estados mais representativos de todas as demais regiões, a saber São Paulo, Distrito Federal, Paraná e Amazonas. Além desses estados, o CUB/m 2 em Caruaru foi comparado ao do estado de Pernambuco, que mesmo não sendo o mais representativo do Nordeste, aproxima-se mais da realidade do município. Conclui-se que, após análise dos dados encontrados com o CUB/m 2 e a avaliação de imóveis, a região estudada encontra-se em um momento de grande especulação imobiliária, haja vista que não foi encontrado um valor muito discrepante entre o custo de Caruaru e dos estados tidos como referência. Palavras-chave: CUB/m 2. Avaliação de imóveis. Valor de mercado.

9 ABSTRACT ANALYSIS IN CUB/M 2 EM CARUARU/PE RESIDENCE TO NORMAL STANDARD R8 N AND A COMPARISON WITH THE SALES PRINCE IN THE MARKET. The viability of a project is directly linked to your need (demand) and the cost related to it. In this construction cost is known as CUB/m2, basic unit cost per square meter, and its calculation is determined by NBR 12721:2006. This cost is determined by a standard constructive, and the study done here aims to present this value to the standard R8-N in the city of Caruaru / PE. The need is another factor in the economic viability of a project. The evaluation of real estate has a value and trusted by analyzing the current market with a technical overview and critique. As the analysis of CUB/m2 this work also presents a review of the sale of real estate constructive pattern chosen. The values obtained represent an overview of the market caruaruense, having CUB/m2 varied from R$ to R$ , between the months of March and July, it highlight that these values are not far away from that presented in states most representative of all other regions, namely São Paulo, Distrito Federal, Amazonas and Paraná. Besides these states, the CUB/m2 Caruaru was compared to the state of Pernambuco, who despite not being the most representative in the Northeast, is closer to the reality of the city. We conclude that, after data analysis with CUB/m2 and property valuation, the study area is in a time of great speculation, considering that not found a very discrepant between cost and Caruaru the states taken as reference. Keywords: CUB/m2. Property valuation. Market value.

10 LISTA DE TABELAS Tabela 1- Projetos-padrão residenciais conforme a ABNT NBR / Tabela 2 - Projetos-padrão Comerciais CAL e CSL conforme a ABNT NBR / Tabela 3 - Projetos-padrão Galpão Industrial e Residência Popular conforme a ABNT NBR / Tabela 4 - Caracterização dos projetos-padrão conforme a ABNT NBR / Tabela 5 - Especificações dos acabamentos no orçamento do projeto-padrão para residência popular conforme a ABNT NBR / Tabela 6 - Lote básico de insumos com seu respectivo coeficiente físico conforme a ABNT NBR / Tabela 7 - Família de insumos para o padrão normal conforme a ABNT NBR / Tabela 8 Valores de Fe para diferentes padrões construtivos, segundo Gomes, Tabela 9 Projeto-padrão representativo SINDUSCON S...54 Tabela 10 Preços coletados no mês de março em R$ Tabela 11 Análise estatística Março Tabela 12 Memorial de calculo do CUB-Março Tabela 13 Valores do CUB discriminados nos estados escolhidos para comparação Tabela 14 Preços coletados no mês de abril em R$ Tabela 15 Análise estatística - Abril Tabela 16 Memorial de calculo do CUB-Abril Tabela 17 Valores do CUB discriminados nos estados escolhidos para comparação Tabela 18 Preços coletados no mês de maio em R$ Tabela 19 Análise estatística - Maio Tabela 20 Memorial de calculo do CUB-Maio Tabela 21 Valores do CUB discriminados nos estados escolhidos para comparação Tabela 22 Preços coletados no mês de junho em R$ Tabela 23 Análise estatística - Junho Tabela 24 Memorial de calculo do CUB-Junho Tabela 25 Valores do CUB discriminados nos estados escolhidos para comparação Tabela 26 Preços coletados no mês de julho em R$ Tabela 27 Análise estatística - Julho Tabela 28 Memorial de calculo do CUB-Julho... 76

11 Tabela 29 Valores do CUB discriminados nos estados escolhidos para comparação Tabela 30 Calculo do R$/m2 para as amostras Tabela 31 Fatores aplicados às amostras Tabela 32 Números críticos de CHAUVENET Tabela 33 Valores percentis para distribuição de Student...82

12 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas CAL-8 Edifício comercial andares livres CBIC Câmara Brasileira da Indústria da Construção CB Comitê Brasileiro CE Comissão de Estudos CSL-8 Edifício comercial com lojas salas CSL-16 Edifício comercial com lojas salas CUB Custo Unitário Básico da Construção Civil GI Galpão industrial IFPE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco NBR Norma Brasileira R1-B Residência unifamiliar padrão baixo R1-N Residência unifamiliar padrão normal R1-A Residência unifamiliar padrão alto RP1Q - Residência unifamiliar popular PIS - Residência multifamiliar projeto de interesse social PP-B Residência multifamiliar prédio popular padrão baixo PP-N Residência multifamiliar prédio popular padrão normal R8-B Residência multifamiliar padrão baixo R8-N Residência multifamiliar padrão normal R8-A Residência multifamiliar padrão alto R16-N Residência multifamiliar padrão normal R16-A Residência multifamiliar padrão alto UFPE Universidade Federal de Pernambuco UPE Universidade de Pernambuco SINDUSCON Sindicato da Indústria da Construção Civil

13 LISTA DE GRÁFICOS Gráfico 1 CUB-Caruaru e demais estados representativos em Março...62 Gráfico 2 CUB-Caruaru e demais estados representativos em Abril...66 Gráfico 3 CUB-Caruaru e demais estados representativos em Maio...70 Gráfico 4 CUB-Caruaru e demais estados representativos em Junho...74 Gráfico 5 CUB-Caruaru e demais estados representativos em Julho...78 Gráfico 6 CUB-Caruaru e demais estados representativos entre Março e Julho...79

14 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO Justificativa Motivação Objetivos Objetivo Geral Objetivos Específicos REFERENCIAL TEÓRICO O Custo Unitário Básico Aparatos legais e técnicos Conceitos Objetivos Evolução Normativa A ABNT NBR / Os projetos-padrão da ABNT NBR / Caracterização dos projetos-padrão Padrões de acabamento Especificações de acabamento Lote básico de insumos Família dos insumos AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS Métodos para identificar o valor de um imóvel Método Comparativo direto Método Involutivo Método Evolutivo Método da Capitalização de renda Homogeneização das amostras METODOLOGIA DO TRABALHO Metodologias de cálculo do CUB/m CUB/m 2 representativo CUB médio Brasil... 55

15 3.4 Coletas de preços Método de cálculo RESULTADOS E DISCUSSÃO Análise estatística de consistência Cálculo do CUB/m Avaliação de imóveis CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS... 86

16 13 1 INTRODUÇÃO O mercado imobiliário de Caruaru e região passa por um momento de grande expansão com a construção de novas edificações a cada dia. O crescimento imobiliário da cidade é condicionado pelo desenvolvimento regional, que se expressa com a chegada de novos investimentos no setor industrial, educacional, com a implantação dos campi da UFPE, IFPE e UPE, e principalmente no que se refere à infraestrutura de serviços. Este rápido crescimento no setor da construção civil da cidade não vem acompanhado de uma evolução na análise e nos procedimentos construtivos. A grande procura por imóveis se reproduz em uma produção em larga escala que também vem associada de preços elevados. A partir de sua criação, com a Lei Federal nº de dezembro de 1964, o CUB/m 2 (Custo Unitário Básico por metro quadrado) vem exercendo importante participação no mercado imobiliário brasileiro. O CUB/m 2 é peça essencial para o dia-a-dia da construção civil, sendo um fator determinante para a avaliação inicial dos empreendimentos, assim como possibilita um acompanhamento histórico dos custos. Este custo representa um valor parcial da obra por não levar em consideração gastos como fundação, rebaixamento de lençol freático, impostos, emolumentos imobiliários, projetos e outros. É de responsabilidade do Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON) de cada estado apresentar mensalmente o valor do CUB/m 2 para o mês avaliado, regulados pela Lei Federal nº e pela NBR :2006. O CUB/m 2 tem então como principal papel disciplinar o mercado imobiliário para um padrão do custo dos imóveis. Aliado a estes conhecimentos é feita uma análise de mercado para atribuir justo valor as edificações. A análise do CUB/m 2 e do valor médio dos apartamentos para o padrão R8 N serve para apresentarmos um comparativo sobre o comportamento do mercado de vendas e a estrutura de gastos que as construtoras enfrentam. A avaliação é utilizada para agregar valor a algum imóvel, e constitui um importante meio para subsidiar transações financeiras de compra, venda, heranças, indenizações, entre outros. Uma avaliação expressa à opinião do avaliador, mas é montada com base na situação do mercado e processada através de mecanismos técnicos. 1.1 Justificativa O custo se apresenta como o principal fator de viabilidade de um empreendimento. A obtenção de um parâmetro confiável de custo da indústria da construção civil no município de

17 14 Caruaru e uma apresentação técnica dos dados das vendas de mercado serão a base da pesquisa deste trabalho. 1.2 Motivação Apresentar um panorama da construção civil em Caruaru/PE analisando os custos e uma posterior análise do preço de venda do padrão construtivo de uma residência multifamiliar padrão normal R8 N. 1.3 Objetivos Objetivo Geral Este trabalho tem como objetivo geral encontrar o valor com CUB/m 2 para o padrão construtivo R8-N em Caruaru/PE e após uma avaliação de empreendimentos, com o mesmo padrão construtivo, apresentar um panorama do mercado imobiliário local Objetivos Específicos De acordo com os objetivos gerais deste trabalho, são objetivos específicos: Apresentar a evolução do CUB/m 2 na cidade de Caruaru/PE para os meses analisados (Março, Abril, Maio, Junho e Julho) e comparar com o CUB/m 2 PE e de estados representativos de cada região do país; Estabelecer qual a participação percentual de material de construção e de mão de obra no valor total do CUB/m 2 ; Avaliar edificações com o padrão construtivo analisado, apresentando um panorama do mercado imobiliário local; Comparar os valores do CUB/m 2 encontrados com os valores obtidos através das avaliações de imóveis.

18 15 2 REFERENCIAL TEÓRICO 2.1 O Custo Unitário Básico O CUB/m² teve origem através da Lei Federal nº de 16 de dezembro de Em seu artigo 54, a referida Lei determina: Art. 54: Os sindicatos estaduais da indústria da construção civil ficam obrigados a divulgar mensalmente até o dia 5 de cada mês, os custos unitários de construção a serem adotados nas respectivas regiões jurisdicionais, calculados com observância dos critérios e normas a que se refere o inciso I, do artigo anterior. Então, para complemento, é necessário observar as considerações estabelecidas pelo artigo 53 da Lei: Art. 53: O Poder Executivo, através do Banco Nacional da Habitação, promoverá a celebração de contratos com a ABNT, no sentido de que esta, tendo em vista o disposto na Lei nº 4.150, de novembro de 1962, prepare, no prazo máximo de 120 dias, normas que estabeleçam, para cada tipo de prédio que padronizar: I - critérios e normas para cálculo de custos unitários de construção, para uso dos sindicatos, na forma do art. 54; II - critérios e normas para execução de orçamentos de custo de construção, para fins de disposto no artigo 59; III - critérios e normas para a avaliação de custo global de obra, para fins da alínea h, do art. 32; IV - modelo de memorial descritivo dos acabamentos de edificação, para fins do disposto no art. 32; V - critério para entrosamento entre o cronograma das obras e o pagamento das prestações, que poderá ser introduzido nos contratos de incorporação inclusive para o efeito de aplicação do disposto no 2º do art º O número de tipos padronizados deverá ser reduzido e na fixação se atenderá primordialmente: a) o número de pavimentos e a existência de pavimentos especiais (subsolo, pilotis etc.); b) o padrão da construção (baixo, normal, alto), tendo em conta as condições de acabamento, a qualidade dos materiais empregados, os equipamentos, o número de elevadores e as inovações de conforto; c) as áreas de construção. Portanto, estes dois artigos da Lei Federal 4.591/64 esclarecem três aspectos muito importantes: 1. A responsabilidade de calcular o CUB/m² é dos Sindicatos da Indústria da Construção Civil; 2. Período para divulgação: os Sindicatos da Indústria da Construção Civil devem divulgar o CUB/m² até o dia 05 do mês, ou seja, o CUB/m² de janeiro deve ser divulgado até

19 16 o dia 05 de fevereiro, o CUB/m² de fevereiro deve ser calculado e divulgado até o dia 05 de março e assim sucessivamente; 3. Cabe à ABNT, através da Comissão de Estudo de Avaliação de Custos Unitários na Construção Civil (CE-02:139.13) do Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB-02), elaborar a Norma que estabelece a metodologia a ser adotada pelos SINDUSCON s de todo o país para o cálculo do CUB/m². Assim, o CUB/m² passou a partir da publicação de sua primeira Norma Brasileira (ABNT NB-140/1965), a serem calculados e divulgados todos os meses pela maioria dos SINDUSCON s, atendendo as diversas especificações estabelecidas (SINDUSCON-MG, 2007) Aparatos legais e técnicos Conforme detalhado anteriormente, o CUB/m² possui um aparato legal que é a Lei 4.591/64. Além dela, o CUB/m² também possui seu aparato técnico, conforme esclarecido pelo artigo 53 da referida Lei. Atualmente a Norma brasileira que estabelece a metodologia de cálculo do CUB/m² é a ABNT NBR /2006, portanto, este é a referência técnica do CUB/m² (SINDUSCON-MG, 2007) Conceito De acordo com o item 3.9 da Norma Brasileira ABNT NBR /2006, o conceito de Custo Unitário Básico é o seguinte: Custo por metro quadrado de construção do projeto-padrão considerado, calculado de acordo com a metodologia estabelecida em 8.3, pelos Sindicatos da Indústria da Construção Civil, em atendimento ao disposto no artigo 54 da Lei nº 4.591/64 e que serve de base para a avaliação de parte dos custos de construção das edificações. O CUB/m² representa o custo parcial da obra e não o global, isto é, não levam em conta os demais custos adicionais. De acordo com a ABNT NBR /2006, item 8.3.5: Na formação destes custos unitários básicos não foram considerados os seguintes itens, que devem ser levados em conta na determinação dos preços por metro quadrado de construção, de acordo com o estabelecido no projeto e especificações correspondentes a cada caso particular: fundações, submuramentos, paredesdiafragma, tirantes, rebaixamento de lençol freático, elevador (es), equipamentos e instalações, tais como: fogões, aquecedores, bombas de recalque, incineração, arcondicionado, calefação, ventilação e exaustão, outros; playground (quando não

20 17 classificado como área construída), obras e serviços complementares, urbanização, recreação (piscinas, campos de esporte), ajardinamento, instalação e regulamentação do condomínio, e outros serviços; impostos, taxas e emolumentos cartoriais; projetos: projetos arquitetônicos, projeto estrutural, projeto de instalação, projetos especiais; remuneração do construtor e remuneração do incorporador Objetivo O objetivo básico do CUB/m² é disciplinar o mercado de incorporação imobiliária, servindo como parâmetro na determinação dos custos dos imóveis. Em função da credibilidade do referido indicador, alcançada ao longo dos seus mais de 40 anos de existência, a evolução relativa do CUB/m² também tem sido utilizada como indicador macroeconômico dos custos do setor da construção civil. Publicada mensalmente, a evolução do CUB/m² demonstra a evolução dos custos das edificações de forma geral (SINDUSCON-MG, 2007) Evolução Normativa De acordo com SINDUSCON-MG (2007), desde a sua criação, o CUB/m² já passou por algumas alterações normativas: ABNT NB-140/1965: Norma original elaborada para atender a Lei 4.591/64 e disciplinar as incorporações imobiliárias. ABNT NBR /1992: Esta norma atualizou os acabamentos dos projetos-padrão da ABNT NB 140/1965 sem alteração dos projetos-básicos da década de 60. Incorporou, ainda, novos lotes básicos de insumos (material e mão de obra). ABNT NBR /1999: Através desta Norma introduziram-se no cálculo do CUB/m² os projetos comerciais (salas, lojas e andares livres), casa popular e galpão industrial. Mantiveram-se os projetos habitacionais antigos. ABNT NBR /2006: A maior revisão da Norma desde a sua criação, com a introdução de novos projetos-padrão e novo lote básico. Foi uma ampla revisão, e que entrou em vigor em 01/02/ A ABNT NBR /2006 A ABNT NBR /2006 foi publicada no dia 28 de agosto de 2006 e é resultado de um amplo processo de revisão da Norma anterior, a ABNT NBR /1999. Esta revisão

21 18 iniciou-se em maio de 2000 e foi de grande importância para o setor da construção civil. Resultado de mais de seis anos de estudos técnicos e de amplas discussões no âmbito da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e suas entidades filiadas, envolveu todos os agentes do mercado imobiliário nacional. Ela mantém os conceitos teóricos básicos anteriores, mas apresenta profundas alterações em seu conteúdo, em função da sua obrigatória adaptação ao disposto na legislação e aos novos projetos arquitetônicos atualmente praticados. A revisão da Norma buscou a modernização do CUB/m² e a melhor adaptação à atual realidade dos novos insumos, novas técnicas e tecnologias, novos índice de produtividade, enfim, do atual processo construtivo nacional, uma vez que a antiga Norma baseava-se nos processos construtivos de E, sem dúvida alguma, de lá para cá, muita coisa mudou. Entre as principais alterações introduzidas estão os novos projetos-padrão (novos projetos arquitetônicos, estruturais e de instalações). Além disso, ocorreu a adaptação às novas legislações urbanas, subsolos, terrenos definidos, projetos diferentes para cada padrão de acabamento, inexistência de diferenciação pelo número de quartos, novo lote básico de insumos e introdução de metodologia de orientação para a coleta de preços do CUB/m². Os projetos-padrão foram totalmente refeitos, sem qualquer ponto de equivalência ou semelhança com os projetos anteriores. Foram considerados os aspectos do mercado atual de edificações na definição dos projetos arquitetônicos, levando-se em conta que a Norma, por ter abrangência nacional, deve procurar consolidar um projeto que atenda as inúmeras legislações municipais. Em 01/02/2007 entrou em vigor a Norma Brasileira ABNT NBR /2006, estabelecendo uma completa alteração na Norma anterior (ABNT NBR /1999). O processo de revisão, que resultou na Norma hoje em vigor, atendeu antiga aspiração do setor e da sociedade (SINDUSCON-MG, 2007) Os projetos-padrão da ABNT NBR /2006 A ABNT NBR /2006, em seu item 3.3, define projetos-padrão como: Projetos selecionados para representar os diferentes tipos de edificações, que são usualmente objeto de incorporação para construção em condomínio e conjunto de edificações, definidos por suas características principais: a) número de pavimentos; b) número de dependências por unidade; c) áreas equivalentes à área de custo padrão privativas das unidades autônomas; d) padrão de acabamento da construção e e) número total de unidades.

22 19 De acordo com a ABNT NBR /2006, os projetos-padrão utilizados no cálculo do CUB/m² são os mostrados na Tabela 1, na Tabela 2 e na Tabela 3. Tabela 1- Projetos-padrão residenciais conforme a ABNT NBR /2006. Padrão Baixo Padrão Normal Padrão Alto R-1 R-1 R-1 PP-4 PP-4 R-8 R-8 R-8 R-16 PIS R-16 Tabela 2 - Projetos-padrão Comerciais CAL e CSL conforme a ABNT NBR /2006 Padrão Normal Padrão Alto CAL-8 CSL-8 CSL-16 CAL-8 CSL-8 CSL-16 Tabela 3 - Projetos-padrão Galpão Industrial e Residência Popular conforme a ABNT NBR /2006. Padrão RP1Q GI Caracterização dos projetos-padrão Será mostrada a seguir, na Tabela 4, a caracterização completa dos projetos-padrão. Tabela 4 - Caracterização dos projetos-padrão conforme a ABNT NBR /2006. Sigla Nome e Descrição Dormitórios Área Real (m²) Área Equivalente (m²) R1-B Residência unifamiliar padrão baixo: 1 pavimento, com 2 dormitórios, sala, 2 58,64 51,94

23 20 R1-N R1-A RP1Q PIS PP-B banheiro, cozinha e área para tanque. Residência unifamiliar padrão normal: 1 pavimento, 3 dormitórios, sendo um suíte com banheiro, banheiro social, sala, circulação, cozinha, área de serviço com banheiro e varanda (abrigo para automóvel). Residência unifamiliar padrão alto: 1 pavimento, 4 dormitórios, sendo um suíte com banheiro e closet, outro com banheiro, banheiro social, sala de estar, sala de jantar e sala íntima, circulação, cozinha, área de serviço completa e varanda (abrigo para automóvel). Residência unifamiliar popular: 1 pavimento, 1 dormitório, sala, banheiro e cozinha. Residência multifamiliar - Projeto de interesse social: Térreo e 4 pavimentos/tipo. Pavimento térreo: Hall, escada, 4 apartamentos por andar, com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área de serviço. Na área externa estão localizados o cômodo da guarita, com banheiro e central de medição. Pavimento-tipo: Hall, escada e 4 apartamentos por andar, com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área de serviço. Residência multifamiliar - Prédio popular - padrão baixo: térreo e 3 pavimentos-tipo. Pavimento térreo: 3 106,44 99, ,82 210, ,56 39, ,45 978, ,07 927,08

24 21 PP-N R8-B Hall de entrada, escada e 4 apartamentos por andar com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área de serviço. Na área externa está localizados o cômodo de lixo, guarita, central de gás, depósito com banheiro e 16 vagas descobertas. Pavimentotipo: Hall de circulação, escada e 4 apartamentos por andar, com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área de serviço. Residência multifamiliar - prédio popular - padrão normal: Pilotis e 4 pavimentos-tipo. Pilotis: Escada, elevador, 32 vagas de garagem cobertas, cômodo de lixo, depósito, hall de entrada, salão de festas, copa, 3 banheiros, central de gás e guarita. Pavimento-tipo: Hall de circulação, escada, elevadores e quatro apart. por andar, com três dormitórios, sendo um suíte, sala de estar/jantar, banheiro social, cozinha, área de serviço com banheiro e varanda. Residência multifamiliar padrão baixo: Pavimento térreo e 7 pavimentos-tipo. Pavimento térreo: Hall de entrada, elevador, escada e 4 apartamentos por andar, com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área para tanque. Na área externa estão localizados o cômodo de lixo e 32 vagas descobertas. Pavimento-tipo: Hall de circulação, escada e , , , ,51

25 22 R8-N R8-A apartamentos por andar, com 2 dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área para tanque. Residência multifamiliar, padrão normal: Garagem, pilotis e oito pavimentos-tipo. Garagem: Escada, elevadores, 64 vagas de garagem coberta, cômodo de lixo depósito e instalação sanitária. Pilotis: Escada, elevadores, hall de entrada, salão de festas, copa, 2 banheiros, central de gás e guarita. Pavimento-tipo: Hall de circulação, escada, elevadores e quatro apartamentos por andar, com três dormitórios, sendo um suíte, sala estar/jantar, banheiro social, cozinha, área de serviço com banheiro e varanda. Residência multifamiliar, padrão alto: Garagem, pilotis e oito pavimentostipo. Garagem: Escada, elevadores, 48 vagas de garagem coberta, cômodo de lixo, depósito e instalação sanitária. Pilotis: Escada, elevadores, hall de entrada, salão de festas, salão de jogos, copa, 2 banheiros, central de gás e guarita. Pavimento-tipo: Halls de circulação, escada, elevadores e 2 apartamentos por andar, com 4 dormitórios, sendo um suíte com banheiro e closet, outro com banheiro, banheiro social, sala de estar, sala de jantar e sala íntima, circulação, cozinha, área de serviço completa e , , , ,79

26 23 varanda. Residência multifamiliar, padrão normal: Garagem, pilotis e 16 R16-N pavimentos-tipo. Garagem: Escada, elevadores, 128 vagas de garagem coberta, cômodo de lixo depósito e instalação sanitária. Pilotis: Escada, elevadores, hall de entrada, salão de festas, copa, 2 banheiros, central de , ,50 gás e guarita. Pavimento-tipo: Hall de circulação, escada, elevadores e quatro apartamentos por andar, com três dormitórios, sendo um suíte, sala de estar/jantar, banheiro social, cozinha e área de serviço com banheiro e varanda. R16-A Residência multifamiliar, padrão alto: Garagem, pilotis e 16 pavimentostipo. Garagem: Escada, elevadores, 96 vagas de garagem coberta, cômodo de lixo, depósito e instalação sanitária. Pilotis: Escada, elevadores, hall de entrada, salão de festas, salão de jogos, copa, 2 banheiros, central de gás e guarita. Pavimento-tipo: Halls , ,40 de circulação, escada, elevadores e 2 apartamentos por andar, com 4 dormitórios, sendo um suíte com banheiro e closet, outro com banheiro, banheiro social, sala de estar, sala de jantar e sala íntima, circulação, cozinha, área de serviço completa e varanda. CSL-8 Edifício comercial, com lojas e salas: , ,55

file://///192.168.0.100/clientes/sinduscon/cub/outubro_2007.htm

file://///192.168.0.100/clientes/sinduscon/cub/outubro_2007.htm 1 of 5 19/12/2013 09:54 CUB 2006 (NBR 12.721:2006) CUSTOS UNITÁRIOS DA CONSTRUÇÃO VALE DO PIRANGA OUTUBRO DE 2007 Estes Custos Unitários foram calculados conforme disposto na ABNT NBR 12.721:2006, em cumprimento

Leia mais

ABNT NBR 12.721:2006 AVALIAÇÃO DE CUSTOS UNITÁRIOS DE CONSTRUÇÃO PARA INCORPORAÇÃO IMIBILIÁRIA E OUTRAS DISPOSIÇÕES PARA CONDOMÍNIOS EDIFÍCIOS

ABNT NBR 12.721:2006 AVALIAÇÃO DE CUSTOS UNITÁRIOS DE CONSTRUÇÃO PARA INCORPORAÇÃO IMIBILIÁRIA E OUTRAS DISPOSIÇÕES PARA CONDOMÍNIOS EDIFÍCIOS ABNT NBR 12.721:2006 AVALIAÇÃO DE CUSTOS UNITÁRIOS DE CONSTRUÇÃO PARA INCORPORAÇÃO IMIBILIÁRIA E OUTRAS DISPOSIÇÕES PARA CONDOMÍNIOS EDIFÍCIOS NBR 12.721 OBJETIVO Esta Norma estabelece os critérios para

Leia mais

ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ÁREA TOTAL CASA: 48,00m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 65,00m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ÁREA TOTAL CASA: 48,00m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 65,00m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS 1 1.1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas 01520.8.1.1 m² 7,50 1.2 Ligação provisória de água para a obra

Leia mais

CUSTO UNITÁRIO BÁSICO (CUB/m²): PRINCIPAIS ASPECTOS

CUSTO UNITÁRIO BÁSICO (CUB/m²): PRINCIPAIS ASPECTOS CUSTO UNITÁRIO BÁSICO (CUB/m²): PRINCIPAIS ASPECTOS CUSTO UNITÁRIO BÁSICO (CUB/m²): PRINCIPAIS ASPECTOS Ficha Técnica REALIZAÇÃO Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais - Sinduscon-MG

Leia mais

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS CUB, Custos, Preços, Custos unitários

PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS CUB, Custos, Preços, Custos unitários PLANEJAMENTO E CONTROLE DE OBRAS CUB, Custos, Preços, Custos unitários Professora: Eng. Civil Mayara Custódio, Msc. Definições: Projetos padrão: Projetos considerados na norma, selecionados para representar

Leia mais

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98

JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 JANEIRO/2008 Ano IX - Nº 98 Entendendo o CUB/AL O CUB/AL é apurado por pesquisa direta de preços entre as Construtoras e lojas de materiais de construção que atuam no Estado de Alagoas. Os itens que compõem

Leia mais

Planta Popular Pré Aprovada Tipo 3

Planta Popular Pré Aprovada Tipo 3 1 Aprovada Previamente pela Prefeitura Municipal de Volta Redonda através do Processo Administrativo nº 5629/98, decreto 8050, artº. 4. Esquema de Arquitetura - 1º Pavimento 2 Esquema de Ampliação 2º Pavimento

Leia mais

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO PESQUISA DE PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO FEVEREIRO 2008 RESULTADOS DE RIO BRANCO - ACRE Outras informações: (68) 3212-4200 / 3212-4246 / 3212-4284 Ano 04 - Nº. 37 1. OBJETIVO O objetivo desta pesquisa

Leia mais

file://///192.168.0.100/clientes/sinduscon/cub/fevereiro_2006.htm

file://///192.168.0.100/clientes/sinduscon/cub/fevereiro_2006.htm 1 of 6 18/12/2013 15:38 Prezados Senhores, As tabelas abaixo transcritas se referem aos custos unitários básicos de construção (m 2 ), calculadas conforme a Lei 4.591 de 16/12/64 e o disposto na NBR-12.721/99

Leia mais

Ficha técnica. Realização

Ficha técnica. Realização Ficha técnica Realização Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais Sinduscon-MG Rua Marília de Dirceu, 226 3º e 4º andares Lourdes CEP: 30170-090 Belo Horizonte MG Telefone (31)

Leia mais

ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 80,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² ÁREA DE INFILTRAÇÃO: 80,20m² ITEM ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS ENDEREÇO: Rua nº 01 - Loteamento Maria Laura ÁREA TOTAL CASA: 67,50m² 1 INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA 1.1 Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas

Leia mais

Cálculo do Custo Unitário Básico (CUB/m²) de construção para residência unifamiliar na cidade de Caruaru/PE

Cálculo do Custo Unitário Básico (CUB/m²) de construção para residência unifamiliar na cidade de Caruaru/PE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE TECNOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL LENILSON DE ANDRADE TORRES Cálculo do Custo Unitário Básico (CUB/m²) de construção

Leia mais

ACABAMENTOS Revestimentos (Tipos de Acabamento e área em m²) Parede Teto Piso. (m²) (m) Tipo (m²) Tipo (m²) Tipo (m²) Tipo (m)

ACABAMENTOS Revestimentos (Tipos de Acabamento e área em m²) Parede Teto Piso. (m²) (m) Tipo (m²) Tipo (m²) Tipo (m²) Tipo (m) 1 de 13 Nome Ambientes Área Pédireito Sala sala 9,00 3,00 Quarto q2 9,00 3,00 Quarto q1 9,00 3,00 Cozinha/Área Serviço cozcopa ACABAMENTOS Revestimentos (Tipos de Acabamento e área em m²) Parede Teto Piso

Leia mais

Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer

Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer Memorial Descritivo Memorial Descritivo Condomínio Residencial Renascer Um novo tempo. Sua nova vida. Incorporação e Construção: JDC Engenharia Ltda Empreendimento: Construção de 2 torres residenciais,

Leia mais

Residencial Recanto do Horizonte

Residencial Recanto do Horizonte MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Recanto do Horizonte FUNDAÇÃO E ESTRUTURA As Fundações serão executadas de acordo com o projeto estrutural, elaborado de acordo com as normas técnicas pertinentes e baseadas

Leia mais

CUB e Preço de Venda

CUB e Preço de Venda CUB e Preço de Venda Histórico do CUB: O CUB Custo Unitário Básico tem amparo na Lei 4.591 de 16 de dezembro de 1964, que dispõe sobre as incorporações imobiliárias. Com amparo nesta Lei, surgiu em 1965

Leia mais

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo BLOCO C 1. SERVIÇOS INICIAIS 1.1 LOCACAO DE OBRA POR m2 CONSTRUIDO M2 397,48 2,99 1.187,47 1.187,47 2. MOVIMENTOS DE TERRA 2.1 BALDRAME E BLOCOS DE FUNDAÇÃO 2.1.1 ESCAVACAO MANUAL DE VALAS EM MAT.1a CAT.,ATE

Leia mais

Planta Popular Pré Aprovada Tipo P-1

Planta Popular Pré Aprovada Tipo P-1 1 Planta Baixa A implantação da obra deverá respeitar: A existência da calçada; O afastamento frontal de 3,00m; Os afastamentos laterais de 1,50m; A garagem poderá se utilizar de 1/3 do afastamento frontal

Leia mais

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015

Rua Cruzeiro dos Peixotos, 499 Sala 1008 Bairro Aparecida UBERLÂNDIA-MG TELEFONES: (034) 3231-4235 & 9102-7015 Biblioteca Educa Campus Educa Materiais Projetos Hidro-sanitário e Prevenção e Combate a Incêndio Lista de materiais do Térreo Esgoto - Caixas de Passagem Caixa de areia pluvial com grelha CAG- 60x60cm

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ. 1 DADOS INICIAIS 1.1 ENDEREÇO: Rua dos Goytacazes, nº.: 447/447-A Bairro Centro Campos dos Goytacazes RJ. 1.2 PRÉDIO MULTIFAMILIAR COMPOSTO DE 1.2.1 TÉRREO / BLOCOS 01/02 (01) Portaria, (53) cinqüenta

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO O

MEMORIAL DESCRITIVO O MEMORIAL DESCRITIVO O presente memorial tem por objetivo estabelecer requisitos técnicos, definir materiais e padronizar os projetos e execuções da obra localizada na Rua Jorge Marcelino Coelho, s/n, Bairro

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE MEMORIAL DESCRITIVO 40ª CIRETRAN PRÉDIO-SEDE Local: Município: Área Estim.: 271,18 m² Av. Cascavel, Quadra 39, Lote 14, Bairro Primavera II Primavera do Leste MT SETEMBRO / 2008 SUMÁRIO 1 INFORMAÇÕES GERAIS:

Leia mais

Qualquer dúvida sobre o cálculo deste CUB/m² deve ser consultada junto ao Sinduscon responsável pela sua divulgação.

Qualquer dúvida sobre o cálculo deste CUB/m² deve ser consultada junto ao Sinduscon responsável pela sua divulgação. Diretoria Executiva 20011/2015 Presidente: Leomar Pereira Delgado 1º Vice-Presidente: Aurélio Marangon Sobrinho 2º Vice-Presidente: Sérgio Henrique Batista Campos 3º Vice-Presidente: Carlos Eduardo Christino

Leia mais

3.2. VIGAS BALDRAME R$ 0,00 0,00 Forma plana chapa compensada plastificada, esp.= 3.2.1. 12mm util. 5x

3.2. VIGAS BALDRAME R$ 0,00 0,00 Forma plana chapa compensada plastificada, esp.= 3.2.1. 12mm util. 5x PLANILHA ORÇAMENTÁRIA UF: RS MUNICÍPIO: SÃO MIGUEL DAS MISSÕES Descrição do item Un de Valor Quant 1. SERVIÇOS PRELIMINARES Medida Unitário Total % 1.1. Abrigo provisório para alojamento e depósito m²

Leia mais

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS

Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS MEMORIAL DESCRITIVO: APRESENTAÇÃO DO EMPREENDIMENTO: LOCALIZAÇÃO: Rua Dante Francisco Zattera, Quadra 4907, lote 14, Loteamento Cidade Nova II. Bairro Distrito Industrial Caxias do Sul RS DESCRIÇÃO: Edifício

Leia mais

FUNDAÇÃO PROFESSOR MARTINIANO FERNANDES- IMIP HOSPITALAR - HOSPITAL DOM MALAN

FUNDAÇÃO PROFESSOR MARTINIANO FERNANDES- IMIP HOSPITALAR - HOSPITAL DOM MALAN 25% 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 12.734,82 1.1 COTAÇÃO MOBILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, FERRAMENTAS E PESSOAL. M² 200,00 2,57 3,21 642,50 1.2 74220/001 TAPUME DE CHAPA DE MADEIRA COMPENSADA, E= 6MM, COM PINTURA

Leia mais

Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO

Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO 1 Rua Inê Targino Puppim Praia de Itapoã Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO 1. DESCRIÇÃO GERAL Térreo O acesso ao conjunto dos três edifícios, sendo edifícios A, B e C, que serão implantados no terreno,

Leia mais

End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO

End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO End. Rua Gonçalves Dias, 1075 MEMORIAL DO EMPREENDIMENTO INFORMAÇÕES GERAIS Endereço do Empreendimento Rua Gonçalves Dias, N 1075 Menino Deus - Porto Alegre RS Composição do Apartamento Tipo 03 Dormitórios

Leia mais

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho

Memorial Descritivo. Prédio: Residencial 25 de Julho Memorial Descritivo Prédio: Residencial 25 de Julho 1. Descrição do prédio. O prédio a ser construído compõe-se de 16 pavimentos mais casa de máquinas, constituído de 46 (quarenta e seis) unidades autônomas

Leia mais

PRIMEIRO PISO: Piso em cimento polido, paredes com pintura plástica, com marcação de numeração das vagas na garagem.

PRIMEIRO PISO: Piso em cimento polido, paredes com pintura plástica, com marcação de numeração das vagas na garagem. 1 DESCRIÇÃO DO PRÉDIO 1.1 FUNDAÇÕES E ESTRUTURA Fundação de estacas pré-fabricadas de concreto até profundidade definida em projeto. O prédio é todo estruturado desde a fundação até a caixa de água sendo

Leia mais

Planilha Orçamentária proposta pela "Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni"

Planilha Orçamentária proposta pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni Planilha Orçamentária proposta pela "Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni" Processo: 0369323-92/2011 - MINISTÉRIO DA SAÚDE Data do orçamento: 19/062013 Micípio: Taquaritinga/SP Mês do

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO

ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO ESPECIFICAÇÕES DO EMPREENDIMENTO TÉRREO HALL SOCIAL DO TÉRREO Portas corta-fogo Placas de e cerâmica Forro de gesso com pintura PVA sobre massas Ferro c/pintura esmalte sintético acetinado vermelha HALL

Leia mais

-, - SÃO JOSÉ DA LAPA-MG

-, - SÃO JOSÉ DA LAPA-MG .0.002.003.004 02 02.0 02.002 02.003 02.004 02.005 03 03.0 03.002 03.003 03.004 PRELIMINARES 2,91 5.187,89 Placa de obra em lona com impressão digital, instalada 0,23 402,57 Limpeza manual de terreno com

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MEMÓRIA DE CÁLCULO Objeto: Centro de Referência de Assistência Social CRAS Proprietário: Endereço: Área da Edificação: 165,30 m² Pavimento: Térreo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS Mod.: 00.76 Folha Timbrada Revisão 01 Mar/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS Mod.: 00.76 Folha Timbrada Revisão 01 Mar/2011 ORÇAMENTO C/BDI Itens Descrição dos Serviços Unid. Quant. 1. DEMOLIÇÕES Preço Unitário R$ Preço Total R$ 1.1 De paredes de tijolos m³ 20 60,66 1.213,20 1.2 De alvenaria de pedra m³ 5 70,16 350,80 1.3 De

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA DATA agosto/2013 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.2 74209/001 Aquisição e assentamento de placas de obra em aço galvanizado. Abrigo Provisorio de madeira executado na obra para m² 6,00 157,35 944,10 1.3 01520.8.1.1

Leia mais

Planilha Orçamento - GLOBAL

Planilha Orçamento - GLOBAL 2. SERVIÇOS PRELIMINARES 2. 1. ADMINISTRAÇÃO DA OBRA Planilha Orçamento - GLOBAL 2. 1. 1. DESPESAS COM PESSOAL CONTRAMESTRE 3,00 MS 2.940,96 8.822,88 0,00 0,00 8.822,88 - - 11.028,60 11.028,60 2. 2. MEDICINA

Leia mais

ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE

ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE ANEXO I PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: AMPLIAÇÃO E REFORMA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE JUAZEIRO DO NORTE - CE ITEM ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO UNID QUANT P. UNIT TOTAL 1.0 OBRAS CIVIS 123.197,588 1.1 IMPLANTAÇÃO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS

MEMORIAL DESCRITIVO. Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Nihal Rua Aragão Bozano, 131 Lotes 2, Quadra 57, Torres, RS 1. LOCALIZAÇÃO: O empreendimento localiza-se à Rua Aragão Bozano,131 Lotes 2, Quadra 57, Praia Grande, Torres/RS.

Leia mais

ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. 1.00 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.01 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO M2 6,00

ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. 1.00 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.01 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO M2 6,00 MEMORIAL DE CÁLCULO OBRA: AMPLIAÇÃO DA UNIDADE DE ATENDIMENTO NO DISTRITO DE RIO BRANCO LOCAL: ZONA RURAL, DISTRITO DE RIO BRANCO ÁREA: 77,05M² ITEM DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS UNID. QUANT. 1.00 SERVIÇOS

Leia mais

Residencial Geraldo Pacheco

Residencial Geraldo Pacheco Residencial Geraldo Pacheco 1/6 Memorial Descritivo Rua Rio Branco, esquina com Rua Marajó, Parque das Castanheiras, Vila Velha - ES Projeto arquitetônico - Sandro Pretti Planejado de acordo com normas

Leia mais

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA

CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA CONDOMÍNIO VILLA TORLONIA MEMORIAL DESCRITIVO OBS.: OS ITENS COM * SERÃO ENTREGUES PELO COMPRADOR QUANDO O IMÓVEL FOR VENDIDO NA OPÇÃO DE VENDA SEM ACABAMENTO...1 1 O IMÓVEL...3 2 ESPECIFICAÇÕES GERAIS...3

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL MEMÓRIA DE CÁLCULO Objeto: CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Proprietário: Endereço: Área da Edificação: 165,30 M² Pavimento: térreo Área do Terreno: 450,00 M² INTRODUÇÃO Este documento técnico

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m²

Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m² Casa de alto padrão Veja os custos detalhados dessa obra de aproximadamente 470 m² Características empreendimento > Área construída de 471,37 m² > Terreno com 1.1690 m² de área > Residência assobradada,

Leia mais

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS:

VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: Á PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO EM ANEXO. VIMOS SOLICITAR A ANALISE DO PROJETO ARQUITETÔNICO TRATA-SE DE UM CONJUNTO RESIDENCIAL VERTICAL COM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS: - 12 EDIFICIOS COM 10

Leia mais

Edifício Brahim Depes

Edifício Brahim Depes Edifício Brahim Depes 1/8 Memorial Descritivo Empreendimento situado na avenida Carlos Moreira Lima, em Bento Ferreira, Vitória ES. Utilização mista residencial e comercial, constituído por duas torres

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ.

MEMORIAL DESCRITIVO. 1.1 - ENDEREÇO: Rua Aurélio Francisco Gomes, nºs. 96/102 - Bairro Flamboyant - Campos dos Goytacazes- RJ. MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda das unidades do Prédio Residencial denominado ARBORETTO. 1- DADOS INICIAIS: 1.1 - ENDEREÇO:

Leia mais

Condomínio de casas. Veja os custos detalhados dessa obra com 1.220,70 m². Características

Condomínio de casas. Veja os custos detalhados dessa obra com 1.220,70 m². Características Condomínio de casas Veja os custos detalhados dessa obra com 1.220,70 m² Características Empreendimento > Área construída de 1.220,70 m² > Casas padrão médio com dois pavimentos > Casas localizadas em

Leia mais

Anexo XII - Planilha de COMPOSIÇÃO DE CUSTO UNITÁRIO

Anexo XII - Planilha de COMPOSIÇÃO DE CUSTO UNITÁRIO PROCESSO / Nº 002/2012 7.0 COBERTURA 7.2 Cobertura em telha Gravicolor - Brasilit (M2) Ajudante de telhadista H 0,220000 3,04 0,67 Telhadista H 0,220000 4,12 0,91 1,58 Telha Gravicolor M2 1,230000 60,37

Leia mais

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Vila Dique Nazaré

Prefeitura Muncipal de Porto Alegre Escola Municipal Vila Dique Nazaré BLOCO JARDIM 1. SERVIÇOS INICIAIS 1.1 LOCAÇÃO DE OBRA POR m2 CONSTRUÍDO M2 361,57 3,28 1.184,14 1.184,14 2. MOVIMENTOS DE TERRA 2.1 BALDRAME E BLOCOS DE FUNDAÇÃO 2.1.1 ESCAVAÇÃO MANUAL DE VALAS EM MAT.1ª

Leia mais

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068

CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 MEMORIAL DESCRITIVO CONDOMÍNIO JARDIM SHANGRI-LÁ. Empreendimento Incorporado no Cartório do 5º Ofício sob a Matrícula 77.068 1 - Descrição Geral 1.1 - Descrição Geral do Empreendimento Condomínio Residencial

Leia mais

Será revestido em granito, vidro temperado fume e cerâmica, de acordo com o detalhamento feito pelos responsáveis técnicos.

Será revestido em granito, vidro temperado fume e cerâmica, de acordo com o detalhamento feito pelos responsáveis técnicos. 1 DESCRIÇÃO DO PRÉDIO 1.1 FUNDAÇÕES E ESTRUTURA Fundação em estacas escavadas a trado até profundidade definida em projeto. O prédio é todo estruturado desde a fundação até a caixa de água sendo a alvenaria

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO AV. OTTO NIEMEYER, Nº1006, 1018

MEMORIAL DESCRITIVO AV. OTTO NIEMEYER, Nº1006, 1018 MEMORIAL DESCRITIVO AV. OTTO NIEMEYER, Nº1006, 1018 pg.1/11 MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS Endereço: AV Otto Niemeyer, 1006 e 1018 Tristeza - Porto Alegre/RS ÍNDICE 01. APRESENTAÇÃO...03 02. ÁREAS...03

Leia mais

Planilha de Orçamento GLOBAL

Planilha de Orçamento GLOBAL Prefeitura Municipal de 1. SERVIÇOS INICIAIS.1 DEMOLICAO ESTRUTURA DE MADEIRA DE TELHADO.2 DEMOLICAO DE ALVENARIA DE TIJOLOS MACICOS (E=15CM).3 DEMOLICAO DE PISO DE TABUAS CORRIDAS.4 RETIRADA DE ESQUADRIAS.5

Leia mais

Aula 7. Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas DECIV. Gestão de Obras em Construção Civil

Aula 7. Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas DECIV. Gestão de Obras em Construção Civil Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas DECIV CIV 431 Aula 7 POLÍTICAS ADMINISTRATIVAS DE OBRAS RESIDÊNCIAIS Caso Real ORGANOGRAMA DA OBRA SUPERINTENDENTE APOIO CDP CONTROLE PRODUÇÃO ADM. CONTRATO

Leia mais

Residencial Baron de Montesquieu

Residencial Baron de Montesquieu MEMORIAL DESCRITIVO Residencial Baron de Montesquieu Construção e Incorporação: Projeto Arquitetônico: CREA: 1602835253 Engenheiro Responsável: CREA: 1603582959 Registro de Incorporação: EUNÁPIO TORRES

Leia mais

Residencial José Saramago

Residencial José Saramago O Empreendimento O1 Bloco, 03 Pavimentos Tipo, 03 unidades residenciais por Pavimento Tipo, sendo 03 coberturas. Apartamentos de 03 Quartos, 02 Quartos e 01 Quarto. Apartamentos com 01 ou 02 vagas de Garagem.

Leia mais

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório

Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m². Recepção Esterilização Assepsia. Lixo. Despensa Ambulatório Farmácia Consultório Clínica veterinária Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 450 m² Corte AA B Recepção Esterilização Assepsia Sala de curativos Lavanderia Canil Corte BB A Lavagem Sala de espera Jardim

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural;

MEMORIAL DESCRITIVO. Hall de Acesso: Piso: pedra natural do tipo granito, mármore ou similar; Rodapé: cerâmico e/ou pedra natural; MEMORIAL DESCRITIVO A seguir sucintamente descreveremos os materiais de acabamento de cada dependência de uso privativo e de uso comum do Edifício Comercial a ser construído na Rua Dr. Valle, 553, bairro

Leia mais

Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32. Estimativa Custo de Reforma. Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente

Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32. Estimativa Custo de Reforma. Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente Cliente: Exemplo 26/06/2012 Estado: TO 07:11:32 Estimativa Custo de Reforma Resumo da Estimativa de Custos de Reforma Residencial por Ambiente Ambientes Custos Parcias Mão de Obra Material (%) 1 Sala de

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante Lote LOTE 01 Item(*) Código Especificação Unidade Marca/Modelo Unitário Valor Total 00002 00025449 CABO FLEXIVEL 10MM - METRO 300,0 00003 00025243 CABO FLEXIVEL 2,5MM - METRO 600,0 00004 00025244 CABO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO MEU APÊ SALVADOR NORTE

MEMORIAL DESCRITIVO MEU APÊ SALVADOR NORTE MEMORIAL DESCRITIVO MEU APÊ SALVADOR NORTE 1. DESCRIÇÃO GERAL O Empreendimento MEU APÊ SALVADOR NORTE está situado na cidade de Salvador-Ba, na Travessa Acalanto, s/nº, São Cristóvão, será construído em

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO JUDIT DOS MARES GUIA DO APARTAMENTO TIPO: Porcelanato 60 cm x 60 cm. Gesso corrido com pintura látex.

MEMORIAL DESCRITIVO JUDIT DOS MARES GUIA DO APARTAMENTO TIPO: Porcelanato 60 cm x 60 cm. Gesso corrido com pintura látex. MEMORIAL DESCRITIVO JUDIT DOS MARES GUIA 1 - DAS UNIDADES AUTÔNOMAS : 1.1 - DO APARTAMENTO TIPO: 1.1.1. SALAS DE ESTAR/JANTAR 60 cm x 60 cm. Gesso corrido com pintura látex 1.1.2. QUARTOS/CLOSET Laminado

Leia mais

Memorial Descritivo de Acabamentos

Memorial Descritivo de Acabamentos Memorial Descritivo de Acabamentos Nome do Empreendimento: CRISRETELI RESIDENCE Endereço: AVENIDA COPACABANA ESQUINA COM A RUA OURO PRETO, S/N PRAIA DO MORRO GUARAPARI / ES Incorporação: AS FILHOS CONSTRUÇÕES

Leia mais

Ministério da Educação

Ministério da Educação Ministério da Educação Obra: CONSTRUÇÃO DE QUADRA COBERTA COM VESTIÁRIO (25,80x38m) Município: Senador Pompeu Endereço: Rua SDO S/N - LOCALIDADE DE KM 27 - Zona Rural do Município Memorial de Cálculo 1

Leia mais

Memorial Descritivo de Acabamento

Memorial Descritivo de Acabamento Memorial Descritivo de Acabamento Rua Lara Campos Centro - Tietê - SP Maio/09 V.1 A. EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS TÉCNICOS: A1. Sensoriamento Perimetral: Serão executadas tubulações secas para a futura instalação,

Leia mais

OUROVERDE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA

OUROVERDE ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA MEMORIAL DESCRITIVO ESTATÍSTICA - ÁREA DO TERRENO... 455,00 m2 - AREA SUBSOLO... 267,36 m2 - AREA CONSTRUÍDA PAVIMENTO TÉRREO... 285,96 m2 - ÁREA CONSTRUIDA DO 1º PAVIMENTO... 165,78 m2 - ÁREA CONSTRUÍDA

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DE ACABAMENTOS. Rua São Manoel, 2061 e Rua São Luiz, 1112 PORTO ALEGRE - RS

MEMORIAL DESCRITIVO DE ACABAMENTOS. Rua São Manoel, 2061 e Rua São Luiz, 1112 PORTO ALEGRE - RS MEMORIAL DESCRITIVO DE ACABAMENTOS Rua São Manoel, 2061 e Rua São Luiz, 1112 PORTO ALEGRE - RS ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. O PROJETO 3. ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS 4. ACABAMENTOS - 01- 1 APRESENTAÇÃO Tem

Leia mais

DEPARTAMENTO DE PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DPI.E AHE SANTO ANTÔNIO CADERNO DE VALORES

DEPARTAMENTO DE PATRIMÔNIO IMOBILIÁRIO DPI.E AHE SANTO ANTÔNIO CADERNO DE VALORES UNITÁRIOS PARA CONSTRUÇÕES GRUPO 02 - CANTEIRO DE OBRA E MATERIAIS BÁSICOS 02520822 Abertura manual de poço de água e outros, Ø 1,20 m, prof. acima de 2 m m 172,73 02520821 Abertura manual de poço de água

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 1.0 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 Limpeza do Canteiro de Obras. 1,00 vb 1.2 Locação da Obra. 236,69 m² 1.3 Licenças e Taxas. 1,00 vb 1.4 Projeto Arquitetônico. 1,00 vb 1.5 Projeto Estrutural. 1,00 vb 1.6 Projeto

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI.

MEMORIAL DESCRITIVO. RESERVATÓRIO SUPERIOR: Este pavimento abrigará os reservatórios de água conforme projeto específico aprovado pelo SAMAE e PPCI. MEMORIAL DESCRITIVO MAGNO RESIDENCIAL Rua José Caberlon, lote 18, quadra 3878, Bairro Bela Vista, Caxias do Sul INCORPORAÇÃO: SUPREMA INCORPORADORA Rua Alfredo Chaves, 927/505 Centro Caxias do Sul. O presente

Leia mais

Escola de Educação Infantil

Escola de Educação Infantil Escola de Educação Infantil Veja os custos detalhados dessa obra com aproximadamente 300 m² A Características Pátio coberto Refeitório Pátio descoberto minimaternal Térreo Cozinha A Pátio coberto Pátio

Leia mais

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55.

2 Trabalhos Em Terra 2.1 Escavações manuais m³ 156,15 19,46 3.038,68 79517/1 15,57 2.2 Aterro compactado m³ 109,00 34,06 3.712,54 55. 1 Serviços Iniciais 1.1 Placa para obra m² 2,00 329,21 658,42 74209/1 263,37 1.2 Barracão de obra em chapa de mad. Compensada, telha 4 mm m² 24,00 173,43 4.162,32 74242/1 138,74 1.3 Locação da obra m²

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R I A L D E S C R I T I V O 1. OBRA RESIDENCIAL BENVENUTO 2. LOCALIZAÇÃO Rua Pst. William Richard Schisler Filho, 1236, esquina com Rua Lucindo Priano Ferreira - Itacorubi - Florianópolis - SC

Leia mais

Edifício Varadero Residencial

Edifício Varadero Residencial Edifício Varadero Residencial MEMORIAL DESCRITIVO PADRÃO 1. Infra-Estrutura: 2. Supra-Estrutura: 3. Alvenarias: Movimentação de Terra: Será realizada a limpeza do terreno, removendo todo o obstáculo que

Leia mais

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO

SPLENDIDO RESIDENCE MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO CONDIÇÕES GERAIS: Estas especificações fazem parte integrante dos Contratos de Compra e Venda, das unidades do Prédio Residencial denominado Splendido 1 DADOS INICIAIS: 1.1 ENDEREÇO:

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA FONTES DE : SINAPI REFERENCIAL 05/14, MERCADO UNITÁRIO TOTAL 1.00 ADMINISTRAÇÃO LOCAL R$ 4.086,08 1.1 Mestre de obras mês 2,00 R$ 17,22 R$ 34,44 22,53% R$ 42,19 SINAPI IS 4069 1.2 PPRA/PCMSO und 1,00 R$

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R I A L D E S C R I T I V O 1. OBRA RESIDENCIAL SOLAR DA PRIMAVERA 2. LOCALIZAÇÃO R. Pireneus - Córrego Grande - Florianópolis - SC 3. DESCRIÇÃO O empreendimento será constituído por 02 Torres

Leia mais

ANEXO - II. PLANILHA ESTIMATIVA DE PREÇOS E SERVIÇOS Preço Descrição Und Qnt

ANEXO - II. PLANILHA ESTIMATIVA DE PREÇOS E SERVIÇOS Preço Descrição Und Qnt FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO ASSESSORIA ESPECIAL DE ENGENHARIA PLANILHA ESTIMATIVA DE PREÇOS E SERVIÇOS Preço Descrição Und Qnt Preço Total Unitário

Leia mais

VARA DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA PLANILHA DE ORÇAMENTO

VARA DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA PLANILHA DE ORÇAMENTO OBRA: REFORMA DA 01. SERVIÇOS INICIAIS 86.825,78 01.01 COMP 01 ADMINISTRAÇÃO LOCAL DA OBRA (ACOMPANHAMENTO TÉCNICO E VIGILÂNCIA) MÊS 3,00 20.923,38 4.902,35 25.825,73 77.477,19 01.02 74209/001 PLACA DE

Leia mais

FLEX. 1.2 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Será implantado canteiro de obras dimensionado de acordo com o porte e as necessidades da obra.

FLEX. 1.2 INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Será implantado canteiro de obras dimensionado de acordo com o porte e as necessidades da obra. MEMORIAL DESCRITIVO 1 HABITAÇÃO 1 EQUIPAMENTO COMUNITÁRIO IDENTIFICAÇÃO: Proponente : MRV Engenharia e Participações S.A. Construtora : MRV Engenharia e Participações S.A. Empreendimento : Residencial

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF MÊS DE REFERÊNCIA JULHO/ 2015 BDI 20% Item Discriminação Unid. Quant. 1 SERVIÇOS

Leia mais

CUSTO UNITÁRIO BÁSICO PARA A REGIÃO DE SANTA ROSA - RS TEMA: CONSTRUÇÃO CIVIL

CUSTO UNITÁRIO BÁSICO PARA A REGIÃO DE SANTA ROSA - RS TEMA: CONSTRUÇÃO CIVIL PEC I - Primeiro Painel Temático de Pesquisa da Engenharia Civil da UNIJUÍ 14 de Outubro de 2014 CUSTO UNITÁRIO BÁSICO PARA A REGIÃO DE SANTA ROSA - RS TEMA: CONSTRUÇÃO CIVIL Acadêmica: Gabriela Meller

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida)

MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) MEMORIAL DESCRITIVO DA OBRA (Versão resumida) TAMANHO E DEPENDÊNCIAS DO IMÓVEL Definido com o Corretor de Imóveis da negociação em conjunto com nosso Escritório de Arquitetura parceiro: FRAN Arquitetura

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA Item Descrição dos serviços MÃO DE 1. SERVIÇOS PRELIMINARES 1. 1 SONDAGEM 1. 1. 1 SONDAGEM DE RECONHECIMENTO DO SUBSOLO COM TUBO DE REVESTIMENTO DIÂMETRO 21/2 M 42,00 - - - 43,50 43,50 1.827,00 TOTAL ITEM

Leia mais

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 DECRETO Nº 1627 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre a atualização do artigo 1º, da Lei da Lei Complementar nº 241 de 24 de Fevereiro de 2015, onde trata da Tabela nº 05, Anexo II - Planta Genérica

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA www.pmvc.com.br

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA www.pmvc.com.br Obra: Construção de quadra coberta com vestiário (25,80x38m) Município: Vitória da Conquista Endereço: Escola Municipal Zélia Saldanha - Povoado de Simão PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA www.pmvc.com.br

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS

MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS MEMORIAL DESCRITIVO 1. INFORMAÇÕES GERAIS Este PRÉDIO terá uso exclusivo RESIDENCIAL e terá 15 (quinze) pavimentos, sendo que o 1º Piso estará o hall de entrada, garagens e área do Complexo de Lazer; o

Leia mais

Área Privativa Total Real do Apartamento 110 (Coluna 23 da NBR-12.721):

Área Privativa Total Real do Apartamento 110 (Coluna 23 da NBR-12.721): MEMORIAL DESCRITIVO do Edifício Residencial e Comercial VIA NATURAE Avenida Eugênio Pacheco de Queiroz, 492, Jardim Camburi - Vitória - ES - CEP 29.092-170 I. Composição: Pavto Sub-solo: Sub-Solo, com

Leia mais

Edifício Residencial Korintos

Edifício Residencial Korintos Edifício Residencial Korintos 1/6 Memorial Descritivo LOCALIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO - TERRENO Rodovia do Sol Praia de Itaparica Vila Velha Empreendimento de utilização mista comercial e residencial com

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS PASEO COPACABANA AVENIDA COPACABANA, Nº 953 PORTO ALEGRE - RS

MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS PASEO COPACABANA AVENIDA COPACABANA, Nº 953 PORTO ALEGRE - RS MEMORIAL DESCRITIVO DOS ACABAMENTOS PASEO COPACABANA AVENIDA COPACABANA, Nº 953 PORTO ALEGRE - RS ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. O PROJETO 2.1 Localização 2.2 O empreendimento 3. ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

Leia mais

EDIFÍCIO MAXIM S. 1.5 Cozinha e Sala de Almoço Em cerâmica esmaltada das marcas Cecrisa, Eliane, Portobello ou similar.

EDIFÍCIO MAXIM S. 1.5 Cozinha e Sala de Almoço Em cerâmica esmaltada das marcas Cecrisa, Eliane, Portobello ou similar. 1 EDIFÍCIO MAXIM S LOCALIZAÇÃO: AV. SÍLVIO VIANNA, BAIRRO PONTA VERDE, MACEIÓ - AL. EMPREENDIMENTO: Composto por 12(doze) pavimentos, sendo, 01(um) subsolos, 01(um) pilotis, 9(nove) pavimentos tipos, 02(duas)

Leia mais

BWB CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA

BWB CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA RESIDENCIAL PRIMA SONATA Rua Ernesto Marsiaj, Bairro Petrópolis, Caxias do Sul INCORPORAÇÃO: BWB CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA Rua: Alcides Longhi, 333 sala 01 Villagio Iguatemi Caxias do Sul O presente

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O A. O EMPREENDIMENTO Serão construídas 03 (três) torres de apartamentos de arquitetura contemporânea compostos por 2 (dois) subsolos, térreo e 13 (treze) pavimentos tipo, com amplos espaços de convívio

Leia mais

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS FUNDO MUN. DE HABITACAO E Folha: 1/10 RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS De acordo com o Artigo 16 da Lei Nr. 8.666, de 21 de Junho de 1993, alterada pela Lei Nr. 8.883, de 08 de Junho de 1994, esta é a relação

Leia mais

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA.

INFORMAÇÕES BÁSICAS. Projeto Fundação e Estaqueamento: STAN FUND E CONST. CIVIS LTDA. INFORMAÇÕES BÁSICAS Nome do Empreendimento: Villa Aribiri Residencial Clube Endereço : RUA PASTOR JOÃO PEDRO DA SILVA, ARIBIRÍ VILA VELHA - ES CEP 29.119-021 Realização : GRUPO WIG PIANA DE MARTIN CONSTRUTORA

Leia mais

O melhor do plástico. Construindo um Novo Tempo

O melhor do plástico. Construindo um Novo Tempo O melhor do plástico. Construindo um Novo Tempo Índice Acessórios para Banheiro... Válvulas... 3 Torneiras-Bóia... 3 Caixas... 3 Sifões... 3 Ferramentas para Construção... 4 Caixas Sifonadas... 4 Bombonas...

Leia mais

VILLAGE CORAL GARDENS Edifícios Tulip e Jasmine (Torres B e C)

VILLAGE CORAL GARDENS Edifícios Tulip e Jasmine (Torres B e C) 1 VILLAGE CORAL GARDENS Edifícios Tulip e Jasmine (Torres B e C) Rua Inê Targino Puppim, s/nº - Quadra D2 - Praia de Itapoã - Vila Velha/ES MEMORIAL DESCRITIVO 1. DESCRIÇÃO GERAL TÉRREO O acesso ao conjunto

Leia mais