Direito Previdenciário

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito Previdenciário"

Transcrição

1 Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes

2 SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa ou à família, no âmbito residencial destas, por mais de 2 dias por semana (LC 150/2015, art. 1º).

3 SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Lei 8.213/91 (redação dada pela LC 150/2015) Art º Somente poderão beneficiar-se do auxílioacidente os segurados incluídos nos incisos I, II, VI e VII do art. 11 desta Lei. Art. 65. O salário-família será devido, mensalmente, ao segurado empregado, inclusive o doméstico, e ao segurado trabalhador avulso, na proporção do respectivo número de filhos ou equiparados nos termos do 2º do art. 16 desta Lei, observado o disposto no art. 66.

4 CONTRIBUIÇÃO DO EMPREGADOR DOMÉSTICO LC 150, art. 34. O Simples Doméstico assegurará o recolhimento mensal, mediante documento único de arrecadação, dos seguintes valores: I - 8% a 11% de contribuição previdenciária, a cargo do empregado doméstico, nos termos do art. 20 da Lei 8.212/91; II - 8% de contribuição patronal previdenciária para a seguridade social, a cargo do empregador doméstico; III - 0,8% de contribuição social para financiamento do seguro contra acidentes do trabalho; IV - 8% de recolhimento para o FGTS; V - 3,2%, destinada ao pagamento da indenização compensatória da perda do emprego; e VI - IR retido na fonte, se incidente. 1º As contribuições, os depósitos e o imposto incidem sobre a remuneração paga ou devida no mês anterior, a cada empregado, incluída na remuneração a gratificação de Natal.

5 CONTRIBUIÇÃO DO EMPREGADOR DOMÉSTICO A partir da competência 10/2015 (LC 150, art. 34, 7º) Destinação Alíquota Base de cálculo Para a seguridade social Para financiamento do seguro contra acidentes do trabalho 8% Remuneração paga ou devida a cada empregado doméstico, 0,8% incluída na remuneração a gratificação natalina Até a competência 09/2015 (Lei 8.212/91, art. 24) Para a seguridade social 12% SC do empregado doméstico a seu serviço.

6 Prazo para recolher contribuições Lei 8.212/91 (redação dada pela LC 150/2015) Art V - o empregador doméstico é obrigado a arrecadar e a recolher a contribuição do segurado empregado a seu serviço, assim como a parcela a seu cargo, até o dia 7 do mês seguinte ao da competência; [...] 2º Se não houver expediente bancário nas datas indicadas: I - nos incisos II e V do caput deste artigo, o recolhimento deverá ser efetuado até o dia útil imediatamente posterior; e

7 Prazo para recolher contribuições LC 150/2015 Art. 35. O empregador doméstico é obrigado a pagar a remuneração devida ao empregado doméstico e a arrecadar e a recolher a contribuição prevista no inciso I do art. 34, assim como a arrecadar e a recolher as contribuições, os depósitos e o imposto a seu cargo discriminados nos incisos II, III, IV, V e VI do caput do art. 34, até o dia 7 do mês seguinte ao da competência.

8 MP 676: O segurado pode optar pela Aposentadoria por TC sem incidência do FP Idade + TC TC mínimo Data do requerimento Homem Mulher Homem Mulher Até 31/12/ De 1º/01/2017 a 31/12/ De 1º/01/2019 a 31/12/ De 1º/01/2020 a 31/12/ De 1º/01/2021 a 31/12/ A partir de 1º/01/

9 FATOR PREVIDENCIÁRIO Será calculado considerando-se a idade, a expectativa de sobrevida e o tempo de contribuição do segurado ao se aposentar, mediante a fórmula: f = fator previdenciário; Es = expectativa de sobrevida no momento da aposentadoria; Tc = tempo de contribuição até o momento da aposentadoria; Id = idade no momento da aposentadoria; e a = alíquota de contribuição correspondente a 0,31.

10 A cota individual da pensão por morte cessará: V - para cônjuge ou companheiro (art. 77, 2º): a) se inválido ou com deficiência, pela cessação da invalidez ou pelo afastamento da deficiência, respeitados os períodos mínimos decorrentes da aplicação das alíneas b e c ; b) em 4 meses, se o óbito ocorrer sem que o segurado tenha vertido 18 contribuições mensais ou se o casamento ou a união estável tiverem sido iniciados em menos de 2 anos antes do óbito do segurado A alínea b não será aplicada se o óbito do segurado decorrer de acidente de qualquer natureza ou de doença profissional ou do trabalho. Nesse caso, aplicam-se as alíneas a ou c, conforme o caso.

11 A cota individual da pensão por morte cessará: V - para cônjuge ou companheiro: c) transcorridos os seguintes períodos, se o óbito ocorrer depois de vertidas 18 contribuições mensais e pelo menos 2 anos após o início do casamento ou da união estável: Idade do beneficiário na data do óbito do segurado Menos de 21 anos Entre 21 e 26 anos Entre 27 e 29 anos Entre 30 e 40 anos Entre 41 e 43 anos Duração da cota individual do cônjuge ou companheiro 3 anos 6 anos 10 anos 15 anos 20 anos 44 anos ou mais Vitalícia

12 Pensão por morte Art º Perde o direito à pensão por morte, após o trânsito em julgado, o condenado pela prática de crime de que tenha dolosamente resultado a morte do segurado. 2º Perde o direito à pensão por morte o cônjuge, o companheiro ou a companheira se comprovada, a qualquer tempo, simulação ou fraude no casamento ou na união estável, ou a formalização desses com o fim exclusivo de constituir benefício previdenciário, apuradas em processo judicial no qual será assegurado o direito ao contraditório e à ampla defesa.

13 Renda mensal do auxílio-doença Art O auxílio-doença não poderá exceder a média aritmética simples dos últimos 12 salários-decontribuição, inclusive em caso de remuneração variável, ou, se não alcançado o número de 12, a média aritmética simples dos salários-de-contribuição existentes.

Prof. Adilson Sanchez

Prof. Adilson Sanchez Prof. Adilson Sanchez Adilson Sanchez Advogado especializado em Direito Previdenciário e do Trabalho. Professor da UNI-FMU. Mestre em Direito. Conferencista pela OAB/SP desde 1987. Coordenador do Curso

Leia mais

Informativo 17/2015. PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº , de 17 de junho de DOU de

Informativo 17/2015. PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº , de 17 de junho de DOU de Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Informativo 17/2015 PUBLICADA LEI QUE PROMOVE ALTERAÇÕES NOS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Lei nº 13.135, de 17 de junho de 2015 - DOU de 18.06.2015 Através

Leia mais

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1

11/09/2015 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 143 Dir. Previdenciário Prof. Marcos 144 1 143 144 1 145 Lei 8213/91 alterada pela Lei nº 12.873/2013 Salário Maternidade Art. 71-A. Ao segurado ou segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança

Leia mais

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social

Lei e MP Novas Regras para Previdência Social Lei 13.135 e MP 676 - Novas Regras para Previdência Social LEI N. 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004, nº 8.112, de 11 de dezembro

Leia mais

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15

Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Diário Oficial da União - Seção 1 - págs. 1 a 3-18/06/15 Atos do Poder Legislativo LEI Nº 13.135, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 de junho de 2004,

Leia mais

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli

Pensão por Morte. Prof. Danilo Ripoli Pensão por Morte Prof. Danilo Ripoli Definição: A pensão por morte é o benefício da previdência social devido aos dependentes do segurado em função da morte deste. Será devido ao conjunto de dependentes

Leia mais

SALÁRIO DE BENEFÍCIO: ARTS. 31 A 34 DO DECRETO 3048/99 Prof. Andreson Castelucio 1. ITER PARA O CÁLCULO DO BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO 2. CONCEITO DE SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO 3. CONCEITO DE SALÁRIO DE BENEFÍCIO

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Carlos Mendonça Direito Previdenciário Direito Previdenciário Carlos Mendonça CÁLCULO DOS BEnEFÍCIOS Salário de Benefício Lei 8.213/91, Art. 28. O valor do benefício de prestação continuada, inclusive

Leia mais

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13

<<Direito Previdenciário>> - <<INSS>> Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Aulas 11 13 - Professor: Melissa Folmann Aulas: 11-13 Prof > wwwaprovaconcursoscombr Página 1 de 15 Aulas 11 13 4 Benefícios previdenciários dos dependentes

Leia mais

ABRIL 2015 DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO

ABRIL 2015 DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO GENÉRICO LEI 8212/91 Art. 22 I - vinte por cento sobre o total das remunerações pagas, destinadas a retribuir o trabalho III - vinte por cento segurados contribuintes

Leia mais

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287

CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 CONSTITUIÇÃO PEC Nº 287 Artigo 201 Art. 1º Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

Direito Previdenciário. Prof. Kerlly Huback

Direito Previdenciário. Prof. Kerlly Huback Direito Previdenciário Contatos Facebook www.facebook.com/kerlly.huback Grupo Facebook Loucos por Previdenciário e Tributário Carência x Período de Graça Havendo perda da qualidade de segurado, as contribuições

Leia mais

TABELA COMPARATIVA ENTRE AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NA LEI RELACIONAS À MP 664

TABELA COMPARATIVA ENTRE AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NA LEI RELACIONAS À MP 664 TABELA COMPARATIVA ENTRE AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NA LEI 8.213 RELACIONAS À MP 664 DISPOSITIVO LEGAL NA LEI 8.213 REDAÇÃO ANTERIOR DA LEI 8.213 REDAÇÃO ORIGINAL DA MP 664 REDAÇÃO DO PLV 4/2015 ENVIADO À

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 6 09/01/2015 11:04 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Exposição de motivos Vigência Altera as Leis n o 8.213,

Leia mais

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado.

Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. INFORME JURÍDICO 06/01/2015 411 Prezados (as) Auxílio Doença: Empregador será responsável pela remuneração dos primeiros 30 dias de afastamento do empregado. Divulgamos a Medida Provisória 664/2014 que

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676, DE 17 DE JUNHO DE 2015. Exposição de motivos Prof. Anderson Castelucio Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social.

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais

Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais Resumo Aula-tema 04: Benefícios Previdenciários - Regras Gerais O Regime Geral de Previdência Social compreende prestações, devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente do trabalho, expressas

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES

DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS. PROF. ADRIANA MENEZES DIREITO PREVIDENCIÁRIO CONCURSO INSS PROF. ADRIANA MENEZES www.adrianamenezes.com DÚVIDAS QUANTO À LEGISLAÇÃO A SER COBRADA NA PROVA E A PROVA EM SI. Será cobrada a legislação previdenciária em vigor até

Leia mais

7) FALSO, pois serve ao modelo de benefício definido, como regra.

7) FALSO, pois serve ao modelo de benefício definido, como regra. GABARITO CHARLIE: 1) FALSO, pois o INSS É UMA AUTARQUIA. 2) FALSO, pois a lei Eloy de Miranda é de 1923. 3) FALSO. Bismarck era muito mais capital e menos estatal. A proteção do berço..etc..era de Beveridge,

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02

DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 DIREITO PREVIDENCIÁRIO QUADRO 02 CONTEÚDO PRESTAÇÕES EM GERAL BENEFÍCIOS CARÊNCIA SALÁRIO DE BENEFÍCIO FATOR PREVIDENCIÁRIO RENDA MENSAL INICIAL SEGURADOS 1.aposentadoria por invalidez 2.aposentadoria

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016

LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 LEI MUNICIPAL Nº 2.242/2016 DE 15 DE JUNHO DE 2016 Altera a Lei Municipal n. 1.554, de 04 de julho de 2005 que Reestrutura o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Barra do Bugres/MT e, dá

Leia mais

Orçamento de Pessoal Aula

Orçamento de Pessoal Aula Orçamento de Pessoal Aula 6 30-05-2012 Prof. Procópio Aula 6 30-05-2012 Salário Família Imposto de Renda Encargos Sociais Exercícios Salário Família Benefício previdenciário que corresponde a uma quota

Leia mais

PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido.

PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido. PENSÃO CIVIL 1 O que é? É um benefício concedido mensalmente aos dependentes, devidamente habilitados, do servidor falecido. 2 Requisitos: a) Falecimento do servidor. b) Habilitação dos beneficiários.

Leia mais

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1

Sumário. nota do autor...11 nota do autor 2ª edição a seguridade social no brasil...15 CAPÍTULO 1 nota do autor...11 nota do autor 2ª edição...13 CAPÍTULO 1 a seguridade social no brasil...15 1. Evolução histórica e composição...15 2. Definição e natureza jurídica...16 3. Competência legislativa...17

Leia mais

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na

A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na A reforma da Previdência (PEC 287/16), em discussão na Câmara dos Deputados, teve muitas alterações no substitutivo aprovado na comissão e, na quarta-feira (9). Para conhecer o parecer do relator, deputado

Leia mais

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil.

Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Bom dia, hoje farei breves considerações sobre a aposentadoria por idade urbana. Espero que seja útil. Diz o art. 48, da Lei 8.213/91: Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida

Leia mais

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016

Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016 Calendário Mensal das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciárias Outubro de 2016 Nota: Em caso de feriados estaduais e municipais, os vencimentos das obrigações principais deverão ser antecipados

Leia mais

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.

Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8. Segue quadro comparativo sobre as alterações trazidas pela MP nº 664/2014, no tocante à pensão deixada pelo servidor público federal Lei 8.112/90: Lei nº 8.112/90 redação anterior à Medida Provisória nº

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016 Previdência Dia: 07 Trabalhista/Previdenciária Mês: 11/2016 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

Veja a análise comparativa da Reforma da Previdência; destaques serão votados na terça (9) Ter, 09 de Maio de :54

Veja a análise comparativa da Reforma da Previdência; destaques serão votados na terça (9) Ter, 09 de Maio de :54 A Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) marcou a votação dos 12 destaques que faltam para a aprovação do texto na terça-feira, 9. O presidente da comissão, deputado Carlos Marun (PMDB-MS),

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA 2015 ALEXANDRE CORRÊA NOVAS REGRAS PARA : CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE AUXÍLIO DOENÇA ATESTADOS MÉDICOS SEGURO DESEMPREGO ABONO SALARIAL SEGURO DESEMPREGO WEB RAIS 2014 No dia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 P R EV ID ÊN C IA P EC 287 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO MAIO 2017 R EFO R M A D A P R EV ID ÊN C IA P EC 287 EC 20/98 fim da aposentadoria proporcional, criação do 85/95 para o servidor público EC 41/03 Aposentadoria por

Leia mais

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem.

Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. (): Acerca do conceito e dos princípios da seguridade social no Brasil, julgue os itens que se seguem. 80 A seguridade social representa um conjunto integrado de ações direcionadas à proteção exclusiva

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Secretaria Executiva de Assistência Social Gerência de Projetos e Capacitação Centro Universitário Tabosa de Almeida ASCES/UNITA INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária Ministério da Previdência Social INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO Todos que se inscrevem na Previdência Social podem escolher como vão contribuir. Isso permite que o segurado

Leia mais

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2

ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 ALTERAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 POSTERIOR CONVERSÃO NA LEI Nº 13.135 1 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676/2015 2 1 LEI 13.135/2015, Art. 5 o Os atos praticados com base em dispositivos da Medida

Leia mais

PEC 287/ Reforma da Previdência

PEC 287/ Reforma da Previdência PEC 287/2016 - Reforma da Previdência Diana Dias Sampaio Economista - UFSM Secretária Geral do ATENS Sindicato Nacional 1. Reforma radical, ampla e desumana; De cunho exclusivo do interesse financeiro

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita

DIREITO PREVIDENCIÁRIO. Professora: Renata Salles Mesquita DIREITO PREVIDENCIÁRIO Professora: Renata Salles Mesquita EMPREGADO, TRABALHADOR AVULSO E EMPREGADO DOMÉSTICO: ESSES CONTRIBUEM COM UM PERCENTUAL SOBRE OS SEUS SALÁRIOS-DE-CONTRIBUIÇÃO, DEVENDO SER RESPEITADOS

Leia mais

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site:: ADRIANA MENEZES

Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes Site::  ADRIANA MENEZES ADRIANA MENEZES Facebook: https://www.facebook.com/profadrianamenezes QUADROS RESUMOS DE BENEFÍCIOS Atualizado - Lei 13.135/2015 e Lei Complementar 150/2015 Salário de SB Renda mensal inicial RMI Data

Leia mais

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo

Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questões Passíveis de Recurso Direito Previdenciário - Prova Cubo Questão 52: 52. Na década de 30 do século passado, as caixas de aposentadoria e pensões foram reunidas nos institutos de aposentadoria

Leia mais

TRIBUTAÇÃO SOBRE OS SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS

TRIBUTAÇÃO SOBRE OS SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS TRIBUTAÇÃO SOBRE OS SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS Vander Zambeli Vale Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de Betim Fiscalização Autuações da Receita Federal Cruzamento de dados Cobrança dos últimos

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL

DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL DIREITO PREVIDENCIÁRIO SEGURIDADE SOCIAL Questões criadas pela Profª. Celia Martins dos Santos nos moldes das questões do ano de 2016 PROF.ª CELIA MARTINS Q.01 Manutenção da qualidade de Segurado Mantém

Leia mais

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio

O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio O Regime Geral de Previdência Social - RGPS e a PEC 287 de 2016 CURITIBA-PR, 14 DEZ 2016 Expositor: Luciano Fazio 1 SUMÁRIO 1. O que é Previdência Social 2. Déficit do Regime Geral de Previdência Social

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016 Previdência Trabalhista/Previdenciária Mês: 12/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

Medida Provisória nº 529, de 2011

Medida Provisória nº 529, de 2011 Medida Provisória nº 529, de 2011 Altera os arts. 21 e 24 da Lei no 8.212, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre o Plano de Custeio da Previdência Social, para estabelecer alíquota diferenciada de contribuição

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Da Seguridade Social - Da Previdência Social Professor: André Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional Seção III DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Art. 201. A PREVIDÊNCIA

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA

PROCESSO JUDICIAL PREVIDENCIÁRIO PROGRAMA PROGRAMA I. SEGURIDADE SOCIAL E PREVIDÊNCIA SOCIAL 2. Princípios e Características da Seguridade Social 2.1. Solidariedade 2.2 Universalidade da Cobertura e do Atendimento 2.3. Uniformidade e Equivalência

Leia mais

Art. 201, 11 da CF Autoriza a incidência de contribuição previdenciária sobre os ganhos habituais. Verba indenizatória não é ganho habitual.

Art. 201, 11 da CF Autoriza a incidência de contribuição previdenciária sobre os ganhos habituais. Verba indenizatória não é ganho habitual. 1 DIREITO PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: Salário de Benefício PONTO 2: Fator Previdenciário PONTO 3: Renda Mensal do Benefício PONTO 4: Etapas para o cálculo do Benefício Previdenciário PONTO 5: Art. 201, 11

Leia mais

RGPS CÁLCULO DA RENDA MENSAL

RGPS CÁLCULO DA RENDA MENSAL RGPS CÁLCULO DA RENDA MENSAL Sergio Geromes Profsergiogeromes CÁLCULO DE RMI NOÇÕES PRELIMINARES RENDA MENSAL INICIAL RMI: Valor do primeiro pagamento recebido pelo segurado, obtida mediante a aplicação

Leia mais

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger

OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Jane Lucia Wilhelm Berwanger OS TRABALHADORES RURAIS E REFORMA DA PREVIDÊNCIA Jane Lucia Wilhelm Berwanger HISTÓRICO PREVIDÊNCIA RURAL Estatuto do Trabalhador Rural Lei n. 4.214/63 Lei Complementar 11/71 Constituição Federal Leis

Leia mais

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)...

S u m á r i o. 1. A Seguridade Social na Constituição de Capítulo 1 Notas Introdutórias Seguridade Social (arts. 194 a 204)... S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias... 1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988...1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)...1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social...1 1.1.2.

Leia mais

DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 1/25 DAS PRESTAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL Prestações Previdenciárias art. 18, Lei 8.213/91 e art. 25 Dec. 3.048/99 I. Quanto ao Segurado: (a) Aposentadoria Por invalidez

Leia mais

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11

Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 Capítulo 2 Direito Previdenciário... 11 Sumário Capítulo 1 Origem e evolução histórica e legislativa no Brasil e no mundo... 1 1.1. Introdução...1 1.2. Assistência social...1 1.3. Mutualismo...2 1.4. Seguro privado...2 1.5. Seguro social...3

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 17 EDITAL SISTEMATIZADO CARREIRAS FISCAIS... 19 1. Receita Federal do Brasil... 19 2. Ministério do Trabalho e Emprego... 21 CAPÍTULO

Leia mais

MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA

MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA MINIRREFORMA PREVIDENCIÁRIA Olá Concurseiros! =) O artigo de hoje traz as principais mudanças operadas pela Medida Provisória n.º 664/2014, publicada em 30/12/2014, que trouxe, no apagar das luzes de 2014,

Leia mais

DICAS DE JANEIRO / 2015

DICAS DE JANEIRO / 2015 DICAS DE JANEIRO / 2015 DICA 01 Vamos começar com as alterações trazidas pela MP 664/2014 Já está em vigor: 1º, art. 74, Lei 8.213/91. Não terá direito à pensão por morte o condenado pela prática de crime

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO RESUMO DAS INFORMAÇÕES

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO RESUMO DAS INFORMAÇÕES RESUMO DAS INFORMAÇÕES Data de Corte DIA 23 APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS, DE ACORDO COM A RELAÇÃO DE BENEFICIO CONSIGNÁVEL. PENSÃO POR MORTE: ESPÉCIE 21 IDADE: 27 ANOS ATÉ 43 ANOS 11 MESES E 29 DIAS

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO. Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações: Art

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO. Art. 1º A Constituição passa a vigorar com as seguintes alterações: Art PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Altera os arts. 37, 40, 42, 149, 167, 195, 201 e 203 da Constituição, para dispor sobre a seguridade social, estabelece regras de transição e dá outras providências. Art.

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC. 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Questões realizadas pela Fundação Carlos Chagas FCC 1. O financiamento da Seguridade Social, incluindo a assistência social: a) é tripartite, a cargo do Poder Público, das empresas

Leia mais

Tron Informática

Tron Informática 13º Salário Gratificação Natalina 1 Veja uma vídeo-aula sobre este assunto em: http://www.trontv.com.br/t/index.php/videos/gestao-contabil/fp/76-como-calcular calcular-o-13-salario.html A Gratificação

Leia mais

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores

A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores A FTICE e a CNTI através da 1ª Secretaria da Região Nordeste Ceará, Piauí e Maranhão, convidam os dirigentes sindicais, trabalhadoras e trabalhadores para o debate NÃO AO DESMONTE DA PREVIDÊNCIA. O evento

Leia mais

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1

S u m á r i o. Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Introdutórias...1 1. A Seguridade Social na Constituição de 1988... 1 1.1. Seguridade Social (arts. 194 a 204)... 1 1.1.1. Natureza do Direito à Seguridade Social... 1 1.1.2.

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver

Parecer Consultoria Tributária Segmentos - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre salários e férias do empregado quando ela tiver - THZMPX - Dedução INSS da base de imposto de renda sobre 19/02/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 6 3. Análise da Legislação... 7 4. Conclusão... 9

Leia mais

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE

MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE MUDANÇAS NAS REGRAS DO SEGURO-DESEMPREGO, ABONO SALARIAL ANUAL, AUXILIO-DOENÇA E PENSÃO POR MORTE Em 30/12/2014, por meio das Medidas Provisórias 664 e 665, publicadas no Diário Oficial da União, as normas

Leia mais

APOSENTADORIA POR IDADE

APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE APOSENTADORIA POR IDADE Fundamentação Legal Artigo 201, I, da CF Artigos 48 a 51 da Lei 8213/91 Artigos 51 a 54 Do Decreto 3048/99 Artigos 225 a 233 da IN 77 Conceito APOSENTADORIA

Leia mais

Prof. Paulo Isaac Facebook: Paulo Isaac

Prof. Paulo Isaac Facebook: Paulo Isaac Prof. Paulo Isaac Prof.pauloisaac@yahoo.com.br Facebook: Paulo Isaac Advogado Previdenciário Sociedade de Advogados; Exservidor INSS Sócio Isaac e Coelho Pós Graduado em Direito Previdenciário e em Direito

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A DEZEMBRO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 07 08 09 09 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 20 20 21 22 23 23 24 25 26 27 28 29 30 30 31-1

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A JANEIRO / 2017 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 13 14 15 15 16 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31

Leia mais

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS

REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS REFORMA DA PREVIDÊNCIA análise da PEC 287/2016 no RGPS Fábio Souza fabio@idsamericalatina.com.br abril/2017 4 PONTOS ESSENCIAIS DA REFORMA Igualdade formal Aplicabilidade imediata Idade mínima Redução

Leia mais

Previdência e sua reforma Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação

Previdência e sua reforma Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação XXXVII ENDP Encontro Nacional dos Dirigentes de Pessoas das IFE Previdência e sua reforma Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação A PEC287/2016 na versão do substitutivo Arthur

Leia mais

PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: DEPENDENTES DOS SEGURADOS PONTO 2: ROL DE DEPENDENTES; CARÊNCIA PONTO 3: BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS; FATOR PREVIDENCIÁRIOS

PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: DEPENDENTES DOS SEGURADOS PONTO 2: ROL DE DEPENDENTES; CARÊNCIA PONTO 3: BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS; FATOR PREVIDENCIÁRIOS PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: DEPENDENTES DOS SEGURADOS PONTO 2: ROL DE DEPENDENTES; CARÊNCIA PONTO 3: BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS; FATOR PREVIDENCIÁRIOS DEPENDENTES DOS SEGURADOS: São aquelas pessoas que não

Leia mais

Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades concomitantes será calculado com base na som

Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades concomitantes será calculado com base na som Atividade concomitante e fator previdenciário Dra. Marina Vasques Duarte de Barros Falcão - JFSC Art. 32 da LEI 8.213/91 Art. 32. O salário-de-benefício do segurado que contribuir em razão de atividades

Leia mais

Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho

Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho Resumo Aula-tema 08: Salário-família, salário-maternidade, auxílio-reclusão, pensão por morte e acidente de trabalho Consoante já enfatizado nos resumos das aulas-temas anteriores, o estudo e a aplicação

Leia mais

PENSÃO POR MORTE. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3.

PENSÃO POR MORTE. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Artigo 201, inciso V, da CF; Artigos 74 a 79 da Lei 8.213/91 (LB); Artigos 105 a 115 do Decreto 3.048/99; e Artigos 364 a 380, da IN 77. CONCEITO A pensão por morte é o benefício previdenciário

Leia mais

Planejamento Previdenciário

Planejamento Previdenciário Planejamento Previdenciário I. Identificar o que o Cliente precisa e o que você pode oferecer Regime Previdenciário; Contagem do TC; Cálculo; Concessão de Benefício Adm.; Concessão Judicial; Revisão da

Leia mais

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário;

III proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; 1 A Previdência Social A Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MARÇO DE 2010

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MARÇO DE 2010 CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MARÇO DE 2010 DIA OBRIGAÇÃO FATO GERADOR 05 (6ª feira) Cadastro Geral de Empregados e Desempregado - CAGED (1ª via) GFIP FGTS Enviar ao Ministério do Trabalho a relação de admissões

Leia mais

Sínteses da Reforma da Previdência

Sínteses da Reforma da Previdência Sínteses da Reforma da Previdência 1 Sumário Tipos de Aposentadoria e Proventos do Servidor Público... 04 Regra atual...04 Regra do Substitutivo da Comissão Especial...05 Críticas à Proposta do Substitutivo

Leia mais

FATOR PREVIDENCIÁRIO E PERÍODO BÁSICO DE CÁLCULO

FATOR PREVIDENCIÁRIO E PERÍODO BÁSICO DE CÁLCULO CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O PL 3.299- A/2008 FATOR PREVIDENCIÁRIO E PERÍODO BÁSICO DE CÁLCULO Matusalém dos Santos Advogado Especialista em Previdência

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 03/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 01 (DE 08 DE JANEIRO DE 2016)

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 01 (DE 08 DE JANEIRO DE 2016) PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº. 01 (DE 08 DE JANEIRO DE 2016) Dispõe sobre o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e dos demais valores constantes do Regulamento da

Leia mais

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015

REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 REDAÇÃO FINAL MEDIDA PROVISÓRIA Nº 676-A DE 2015 PROJETO DE LEI DE CONVERSÃO Nº 15 DE 2015 Altera as Leis nºs 8.212, de 24 de julho de 1991, e 8.213, de 24 de julho de 1991, para tratar da associação do

Leia mais

DICAS DE NOVEMBRO / 2014

DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICA 01 O segurado especial é o único segurado da previdência social que poderá ter sua inscrição feita após sua morte. DICA 02 O benefício de prestação continuada da Assistência

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA

LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA LEI COMPLEMENTAR Nº 41 DE 26/12/ 2001 ( DOPE 27/12/2001) SALÁRIO FAMÍLIA NOTA: Ver Lei Complementar nº 43/2002,Lei Complementar nº48/2003.atualizada até Lei complementar nº64, de 20 de dezembro de 2004.

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL 1

PREVIDÊNCIA SOCIAL 1 PREVIDÊNCIA SOCIAL 1 SEGURIDADE SOCIAL NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL ORDEM SOCIAL PRIMADO DO TRABALHO Art. 193. A ordem social tem como base o primado do trabalho, e como objetivo o bem-estar e a justiça sociais.

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

PEC 287/2016 Reforma da Previdência

PEC 287/2016 Reforma da Previdência PEC 287/2016 Reforma da Previdência Apresentação para a AFPESP Antônio Augusto de Queiroz Diretor de Documentação do DIAP São Paulo/SP, 29 de março de 2017 Escopo Geral da Reforma 1 1. Reforma ampla e

Leia mais

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação

PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação PEC287/2016 Os impactos para os servidores Prof. Eduardo Rolim de Oliveira Presidente do PROIFES-Federação Pequeno Glossário da Previdência As Formas de aposentadoria Voluntária por tempo de contribuição:

Leia mais

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL REGIMES DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Regimes Previdenciários Principal Complementar Setor Público Setor Privado RGPS Oficial (União, Estados, Municípios e DF) Privado Civil (União, Estados, Municípios e DF) Militar

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

ROTEIRO OPERACIONAL CARTÃO DE CRÉDITO CONSIGNADO SETOR PÚBLICO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS E-MAILS DE CONTATO BANCO DAYCOVAL Negócio Roteiro Operacional Promotora MESA DE ANALISE CARTÃO CONSIGNADO cartaoliberacao@bancodaycoval.com.br Empréstimo Cartão Débito C/C SUPORTE PROMOTORA suportepromotora@bancodaycoval.com.br

Leia mais

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DA PREVIDENCIA SOCIAL E SALÁRIO FAMÍLIA Portaria Interministerial MTPS/MF nº 1/2016, de 8 de janeiro de 2016.

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DA PREVIDENCIA SOCIAL E SALÁRIO FAMÍLIA Portaria Interministerial MTPS/MF nº 1/2016, de 8 de janeiro de 2016. Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Di Informativo 02/2016 TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DA PREVIDENCIA SOCIAL E SALÁRIO FAMÍLIA Portaria Interministerial MTPS/MF nº 1/2016, de 8 de janeiro de 2016.

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Abordagem Prática

DIREITO PREVIDENCIÁRIO Abordagem Prática Gláucio Diniz de Souza DIREITO PREVIDENCIÁRIO Abordagem Prática ADENDO (revisão e atualizações) Página 129, item 3.5 Outro caso em que não se descaracteriza a condição de segurado especial: A incidência

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES ABRIL DE 2010

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES ABRIL DE 2010 CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES ABRIL DE 2010 DIA OBRIGAÇÃO FATO GERADOR Cadastro Geral de Empregados e Desempregado - CAGED (1ª via) Enviar ao Ministério do Trabalho a relação de admissões e desligamentos ocorridos

Leia mais

Benefícios. Beneficiários. Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Direito Previdenciário

Benefícios. Beneficiários. Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Empregado (art. 9, I) Direito Previdenciário Benefícios Direito Previdenciário Obrigatórios (art. 9º) Segurados Facultativos (art. 11) Dependentes (art. 16) Beneficiários Empregado (I) Empdo doméstico (II) Contribuinte individual (V) Trabalhador

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A FEVEREIRO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 05 06 07 08 09 10 10 11 12 13 14 15 15 16 17 18 19 19 20 21 22 23 24 25 26 27 25 28 29 29-1 - AGENDA

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A MARÇO / 2015 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 06 07 08 09 10 10 11 12 13 13 14 15 16 16 17 18 19 20 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 31 31-1

Leia mais

A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da

A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da A ANFIP, com o objetivo de esclarecer os segurados do Regime Geral da Previdência Social (INSS) sobre a forma de estabelecer o valor da aposentadoria, vem através destas transparências demonstrar como

Leia mais

DECRETO Nº , DE 9 DE MARÇO DE PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973

DECRETO Nº , DE 9 DE MARÇO DE PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973 DECRETO Nº 71.885, DE 9 DE MARÇO DE 1973. PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973 O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 81, item III, da Constituição, e tendo em vista o disposto

Leia mais

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte?

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? 1 Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? A MP 664 de dezembro de 2014 previu uma carência de 24 meses para a obtenção do benefício pensão por morte. Depois de muita discussão no Congresso

Leia mais

CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA

CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA CURSO NOVOS SERVIDORES LEI 8.112/90 BENEFÍCOS DA SEGURIDADDE APOSENTADORIA 1 2 OBJETIVO: Orientar e esclarecer de forma sucinta, a luz da legislação, um dos benefícios da seguridade social APOSENTADORIA.

Leia mais