SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR"

Transcrição

1

2 SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR Características Sistema de isolamento térmico pelo exterior é um sistema de isolamento de paredes pelo exterior de edifícios existentes e construção nova, composto por um conjunto de produtos fornecidos pela LUSOMI. O sistema de isolamento térmico pelo exterior, mantém-se estável no tempo garantindo as suas performances iniciais, tais como, flexibilidade e resistência às alterações climatéricas. O sistema de isolamento térmico pelo exterior da LUSOMI, distingue-se pela sua alta permeabilidade à passagem do vapor aquoso com a vantagem de manter inalterado o equilíbrio natural entre ambiente externo e interno. Tal característica não só é atribuível ao tipo de painel termo-isolante, mas também a composição particular dos estuques de acabamento e do adesivo. Produtos da LUSOMI que compõem o sistema de isolamento térmico pelo exterior: Thermic Glue Grey (Adesivo) Thermic White (Argamassa de alisamento) Thermic Finish (Argamassa de acabamento) Placas EPS (Poliestireno expandido) Rede de reforço anti-fissuração e/ou rede anti-choque e anti-fissuração Calha de Ângulo em alumínio ou PVC com rede Calha de Arranque em alumínio Prego e bucha em PVC Locais de aplicação: O sistema de isolamento térmico pelo exterior é um sistema de isolamento térmico mas também dotado de boas características de isolamento acústico, aplicável em paredes de edifícios já existentes ou construção nova com as seguintes vantagens: Forte redução da dispersão de calor pelas paredes Eliminação das dispersões devidas a pontes térmicas Eliminação dentro dos edifícios das zonas de condensação Melhor conforto nas estações frias e nas estações quentes Melhor protecção em relação às infiltrações e aos agentes atmosféricos Regime térmico mais regular com consequência de variações dimensionais menores da estrutura e por consequente menores probabilidades de fissuração no interior do edifício 1

3 SEQUÊNCIA DOS TRABALHOS A EFECTUAR PARA A APLICAÇÃO DO SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR 1.º Montagem dos andaimes; 2.º Lavagem de toda a superfície com máquina de alta pressão, se necessário; 3.º Montagem e alinhamento da calha de arranque em alumínio; 4.º Aplicação/fixação das PLACAS EM E.P.S., densidade 25, classe M1, com: a. Fixação química com a cola específica THERMIC GLUE GREY; b. Fixação mecânica com PREGO BUCHA EM PVC; 5.º Regularização das juntas do EPS com THERMIC GLUE GREY; 6.º Regularização nas cabeças das Buchas com THERMIC GLUE GREY; 7.º Aplicação da primeira camada do produto THERMIC WHITE sobre as placas EPS; 8.º Aplicação da segunda camada do produto THERMIC WHITE, na qual serão incorporadas as seguintes redes: a. Rede de reforço REDOFLEX II com 200 gr/m 2 com tratamento anti-alcalino; b. REDE ANTI-CHOQUE com 500 gr/m 2 com tratamento anti-alcalino sobre todo o perímetro onde é colocado o sistema de isolamento térmico até pelo menos um metro de altura; c. Os ângulos serão criados e aperfeiçoados com uma PERFIL DE ÂNGULO específica em alumínio ou PVC e rede de fibra de vidro com tratamento anti-alcalino; 9.º Aplicação de pelo mais duas demãos do THERMIC WHITE até que cubra na totalidade a rede; 10.º Aplicação do produto THERMIC FINISH, este vai permitir fazer um acabamento areado de forma a poder receber qualquer tipo de tinta que seja impermeável à chuva e permeável ao vapor aquosa. 2

4 Acessórios utilizados no sistema de isolamento térmico pelo exterior PREGO E BUCHA Prego bucha em plástico de diversos comprimentos utilizada para a fixação das placas de Poliestireno Expandido, robusta e de fácil aplicação. PERFIL DE ALUMÍNIO OU PVC COM REDE Perfil de canto em alumínio perfurado com rede fibra de vidro anti-alcalina para sistema de isolamento térmico exterior. A rede de fibra de vidro permite uma aplicação muito mais rápida. Reforça esquinas e permite acabamentos de qualidade superior. EPS POLIESTIRENO EXPANDIDO Placa Lusomi EPS Poliestireno expandido. Densidade 25 auto extinguível, classe M1 CALHA DE ARRANQUE O perfil de arranque permite o suporte das placas de isolamento térmico para uma aplicação perfeita do sistema. 3

5 LIGAÇÕES DIVERSAS DO ISOLAMENTO THERMIC Interior Debaixo de uma varanda Enterrado Exterior COBERTURA PLANA TERRAÇO IMPERMEABILIZADO E REVESTIDO COM ELEMENTOS CERÂMICOS Exterior TERRAÇO Interior Impermeabilização JUNTA DE DILATAÇÃO 4

6 APLICAÇÃO DO SISTEMA TÉRMICO PELO EXTERIOR Prego / Bucha 1ª Camada de Thermic White Placas de EPS (Poliestireno expandido) Rede de Reforço ou Rede Anti-choque Thermic Glue Grey 2ª e 3ª Camada de Thermic White Última camada com Thermic Finish Pintura Perfil de Arranque 5 - Perfil de Ângulo 5 Exterior Parte Interior Perfil de Arranque Legenda: Suporte Thermic Glue Grey EPS Poliestireno expandido Prego / Bucha Perfil de Ângulo em alumínio ou PVC com rede e Perfil de Arranque Thermic White Rede de reforço Thermic Finish Pintura O suporte pode ser constituído por: Parede composta por tijolo sem reboco; Parede rebocada; Parede em betão; Elementos de vedação em betão; Pré-fabricados; O suporte tem de estar são, resistente, seco, limpo e suficientemente regular. Adesivo em pó pronto a usar que deve ser misturado com água no momento da utilização. Placa Lusomi EPS Poliestireno expandido. Densidade 20/25 auto extinguível, classe M1. Prego e Bucha em PVC. Perfil de Ângulo para cantos em PVC ou alumínio. Perfil de Arranque em alumínio. Argamassa de alisamento e incorporamento da rede Rede de Reforço (rede de armação em fibra de vidro com tratamento anti-alcalino) ou Rede Anti-choque Argamassa para acabamento final areado A pintura deve ser impermeável à chuva, mas permeável ao vapor aquoso. 5

7 SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR Na figura abaixo, visualizam-se algumas vantagens do SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR, estão representados exemplos de temperatura no Inverno numa parede não isolada e de seguida numa parede isolada com o sistema de isolamento térmico pelo exterior. É relevante a diferença quanto aos respectivos coeficientes térmicos de transmissão, evidenciam-se logo as vantagens deste sistema. Elimina-se a possibilidade de condensação no interior da estrutura. Transmissão atenuada e desfasada das oscilações térmicas diárias com efeitos positivos para o conforto ambiental. Ext. Int. Ext. Int a b c a b c d e Parede não isolada a - Reboco externo 1,5 cm b - Tijolo 25 cm c - Reboco interior 1,5 cm K = 1,75 kcal/(m h C) = 2,0 W/(m K) Parede isolada com Sistema de Isolamento Térmico a - Reboco externo 0,5 cm com argamassa de alisamento THERMIC WHITE e THERMIC FINISH b - EPS Poliestireno expandido, classe M1, 4 cm c - Adesivo THERMIC GLUE GREY d - Tijolo 25 cm e - Reboco interior 1,5 cm K = 0,52 kcal/(m h C) = 0,6 W/(m K) 6

8 O sistema de isolamento térmico pelo exterior não traz transtorno às pessoas que habitam nos edifícios durante a execução dos trabalhos no exterior dos edifícios. Antes da aplicação do sistema de isolamento térmico pelo exterior 7

9 Aplicação de ponto de cola THERMIC GLUE GREY sobre a placa de EPS Thermic Glue Grey PLACA EPS REDE DE REFORÇO OU REDE ANTI-CHOQUE 8

10 Calha de Arranque 9

11 Durante da aplicação do sistema de isolamento térmico pelo exterior 10

12 Após a aplicação do sistema de isolamento térmico pelo exterior 11

NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA

NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA NOVO Sika ThermoCoat NO FRIO E NO CALOR O CASACO TÉRMICO DA SUA CASA SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR ETICS CONFORTÁVEL POUPA ENERGIA IMPERMEÁVEL SEM CONDENSAÇÕES SEM FISSURAS prt.sika.com UM

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt rebetop color Pág. 2 utilização Revestimento

Leia mais

Fichas de Verificação

Fichas de Verificação Anexo 2 Fichas de Verificação 143 144 Sistemas de Isolamento Térmico pelo Exterior FICHA 1 ELEMENTOS DE PROJETO E CONTRATO 1. IDENTIFICAÇÃO Obra: REF. ª Local: PC 2. TÍTULO ELEMENTOS DE PROJETO E CONTRATO

Leia mais

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Introdução As exigências da reabilitação na relação com o existente A compatibilidade

Leia mais

ETICS, REBOCO REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 REDE DE REBOCO/ GESSO REDE DE PINTURA VÉU DE NOIVA. www.odem.pt_41

ETICS, REBOCO REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 REDE DE REBOCO/ GESSO REDE DE PINTURA VÉU DE NOIVA. www.odem.pt_41 REDE DE FIBRA DE VIDRO - CAPOTTO/ETICS - ETAG 004 150EU160 Material: alcalino-resistente malha de fibra de vidro Aplicabilidade: Sistema de isolamento térmico externo e reforço interno de reboco e revestimentos.

Leia mais

Isolamento Sustentável. Soluções Ideais para Reabilitação

Isolamento Sustentável. Soluções Ideais para Reabilitação Isolamento Sustentável A Gyptec Ibérica de capital nacional e inserida no Grupo Preceram, dedica-se à produção de placas de gesso laminado, através de métodos não poluentes e ambientalmente sustentáveis

Leia mais

Tecnologia: Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Sistema Teproterm

Tecnologia: Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Sistema Teproterm Tecnologia: Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Sistema Teproterm Índice ficha Técnica... 3 I - Introdução... 4 II Vantagens do sistema... 5 III O Sistema... 6 3.1 Argamassa TEPROTERM... 6 3.2

Leia mais

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS Vasco Peixoto de Freitas Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-1 www.patorreb.com Estrutura do Site Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-2

Leia mais

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema TEPROTERM 2 / 19 1. INTRODUÇÃO I Cerca de 1/3 do consumo mundial de energia destina-se a habitações

Leia mais

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação www.candigres.com :: candigres@candigres.com Índice Pág. 1.0 Cálculo do Material necessário 4 2.0 Preparação do suporte 4 2.1 Condições Gerais

Leia mais

Texsalastic. Impermeabilização Eficaz. EN e EN ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE. De acordo com:

Texsalastic. Impermeabilização Eficaz. EN e EN ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE. De acordo com: Texsalastic ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE Impermeabilização Eficaz De acordo com: EN 1504-9 e EN 1504- ama TEXSALASTIC é uma argamassa impermeável e flexível bicomponente. É composto por

Leia mais

1.- SISTEMA ENVOLVENTE...

1.- SISTEMA ENVOLVENTE... ÍNDICE.- SISTEMA ENVOLVENTE.....- Pavimentos em contacto com o terreno......- Lajes térreas.....- Fachadas......- Parte opaca das fachadas......- Aberturas em fachada.....- Paredes meeiras... 5..- Coberturas...

Leia mais

O que é o ICF? Vantagens

O que é o ICF? Vantagens O que é o ICF? É um sistema de construção constituído por blocos isolantes em EPS, poliestireno expandido (conhecido em Portugal como esferovite), que após montagem, são preenchidos com betão armado, formando

Leia mais

LSF. É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens.

LSF. É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens. LSF É mais do que um método construtivo... É um conceito de habitação totalmente novo! Convidamo-lo a conhecer todas as vantagens. Segurança Segurança Segurança Segurança Conforto Conforto Conforto Conforto

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007

FICHA TÉCNICA. Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior. nº 17. Nº Pág.s: Fevereiro 2007 nº 17 FICHA TÉCNICA Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior Nº Pág.s: 07 17 12 Fevereiro 2007 Isolamento Térmico de fachadas pelo exterior 01 Para responder às crescentes exigências de conforto higrotérmico,

Leia mais

0,5 kg/m² 11,2 12,0 12,8 14,0 15,2 16,4 0,6 kg/m² 12,9 13,7 14,5 15,7 16,9 17,7. tolerâncias dimensionais ( de acordo com EN 14509) desvios (mm)

0,5 kg/m² 11,2 12,0 12,8 14,0 15,2 16,4 0,6 kg/m² 12,9 13,7 14,5 15,7 16,9 17,7. tolerâncias dimensionais ( de acordo com EN 14509) desvios (mm) * esp. peso. espessura nominal 80 100 120 150 180 200 0,5 kg/m² 11,2 12,0 12,8 14,0 15,2 16,4 0,6 kg/m² 12,9 13,7 14,5 15,7 16,9 17,7 tolerâncias dimensionais ( de acordo com EN 14509) desvios (mm) comprimento

Leia mais

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito utilizados em fechamentos de edifícios comerciais e residências, estes painéis são uma

Leia mais

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014

Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias para Habitações de Interesse Social Painéis de garrafas PET e argamassa armada FICHA CATALOGRÁFICA NOVEMBRO/2014 Tecnologias, Sistemas Construtivos e Tipologias

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua D. Nuno Alvares Pereira, 53 2490 114 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topcola therm t2 argamassa

Leia mais

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT

PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT GANHANDO TEMPO PARA VOCÊ 100% BRASIL PAINÉIS ISOTÉRMICOS ISOJOINT Painéis ISOJOINT WALL PUR Construção civil Os Painéis ISOJOINT WALL PUR são constituídos de núcleo de PUR (poliuretano) ou PIR (Poliisocianurato)

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topcola therm t1 Pág. 2 ideal para

Leia mais

REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 REDE DE REBOCO REDE PARA PINTURA REDE REBOCO REDE REBOCO - ROLOS CORTADOS

REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 REDE DE REBOCO REDE PARA PINTURA REDE REBOCO REDE REBOCO - ROLOS CORTADOS REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 Material: alcalino-resistente malha de fibra de vidro Aplicabilidade: Sistema de isolamento térmico externo e reforço interno de reboco e revestimentos

Leia mais

Catálogo Geral

Catálogo Geral Catálogo Geral www.cfdoors.pt Painel de Frio Painel de Cobertura Painel Fachada Painel Fachada em Lã Rocha Painel Acústico Painel Cobertura Telha 2 Simbologia Simbologia dos revestimentos CF Doors identificando

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt Pág. 2 rebetop decor raiada areada utilização

Leia mais

FACHADA VENTILADA CERÂMICA

FACHADA VENTILADA CERÂMICA FACHADA VENTILADA CERÂMICA COVER SOLADRILHO Cover é a solução completa de fachada ventilada em cerâmica extrudida com peças alveolares de 18 mm de espessura. O Cover destaca-se pela sua leveza e facilidade

Leia mais

1.- SISTEMA ENVOLVENTE...

1.- SISTEMA ENVOLVENTE... ÍNDICE.- SISTEMA ENVOLVENTE.....- Envolvente exterior......- Fachadas.....- Muros abaixo da rasante.....- Pavimentos......- Lajes térreas.....- Coberturas......- Coberturas planas....5.- Aberturas verticais....-

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO 1. Para determinar a porosidade aberta de uma pedra calcária, utilizou-se um provete com as dimensões de 7.1 7.1 7.1 cm 3. Determinou-se a massa no estado

Leia mais

FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS

FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS FICHAS DE PATOLOGIAS DOS SISTEMAS ETICS Vasco Peixoto de Freitas Andreia Mota Miranda Laboratório de Física das Construções FACULDADE DE ENGENHARIA UNIVERSIDADE DO PORTO Vasco Peixoto de Freitas e Andreia

Leia mais

sistema de isolamento térmico pelo exterior O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

sistema de isolamento térmico pelo exterior O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes sistema de isolamento térmico pelo exterior O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes o sistema de isolamento térmico da viero Porquê usar o sistema de isolamento da viero?

Leia mais

AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL

AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL Primários/Isolantes SELCRIL ISOLAQUA Primário acrílico aquoso de cor branca, indicado para o exterior e interior. Foi concebido com resinas acrílicas de fácil penetração e de excelente

Leia mais

Lusomembrana, Lda. Tabela de preços Etics, Reboco e Gesso Cartonado Abril de 2014

Lusomembrana, Lda. Tabela de preços Etics, Reboco e Gesso Cartonado Abril de 2014 REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 Material:alcalino-resistente malha de fibra de vidro Aplicabilidade: Sistema de isolamento térmico externo e reforço interno de reboco e revestimentos

Leia mais

ETICS SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR

ETICS SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR ETICS SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR INDICE Pág. 1. Definição--------------------------------------------------------------------------------2 2. Vantagens do Sistema-----------------------------------------------------------------2

Leia mais

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO EPS POLIESTIRENO EXPANDIDO NO ETICS A ESCOLHA PARA UM ISOLAMENTO EFICIENTE, ECONÓMICO E SUSTENTÁVEL NICOLAU TIRONE SEMINÁRIO APFAC/ ITeCons FACHADAS

Leia mais

Sistemas para paredes

Sistemas para paredes Sistemas para paredes Wall Tech Descrição geral Aplicações Integra-se perfeitamente aos sistemas de pisos em MMA, formando um sistema monolítico único. Ideal para ambientes internos, é aplicável diretamente

Leia mais

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco A. Baio Dias 12 de Novembro 2008 UMinho, Portugal 1 Projecto cbloco 1. Objectivos do Projecto

Leia mais

Os materiais de proteção térmica devem apresentar:

Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Elevado calor específico Reduzida condutividade térmica Garantia de integridade durante a evolução do incêndio Resistência mecânica adequada Custo viável

Leia mais

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário:

(73) Titular(es): (72) Inventor(es): (74) Mandatário: (11) Número de Publicação: PT 106194 (51) Classificação Internacional: B32B 15/08 (2006) B32B 17/12 (2006) E04B 1/80 (2006) (12) FASCÍCULO DE PATENTE DE INVENÇÃO (22) Data de pedido: 2012.03.07 (30) Prioridade(s):

Leia mais

CONTRIBUTO DAS ARGAMASSAS NA SUSTENTABILIDADE. Roca Lisboa Gallery LISBOA

CONTRIBUTO DAS ARGAMASSAS NA SUSTENTABILIDADE. Roca Lisboa Gallery LISBOA CONTRIBUTO DAS ARGAMASSAS NA SUSTENTABILIDADE Roca Lisboa Gallery LISBOA 01.04.2016 ÍNDICE Sobre a Secil Argamassas Perspectiva de melhoramento do conforto O contributo das Argamassas Térmicas na Sustentabilidade

Leia mais

ifelt Introdução Ibérica Feltros A IbéricaFeltros Feltros Industriais, Lda., é uma empresa que iniciou a sua actividade em Maio de 2000.

ifelt Introdução Ibérica Feltros A IbéricaFeltros Feltros Industriais, Lda., é uma empresa que iniciou a sua actividade em Maio de 2000. Introdução A IbéricaFeltros Feltros Industriais, Lda., é uma empresa que iniciou a sua actividade em Maio de 2000. Esta Empresa tem a sua origem na Jomafil, e com os conhecimentos adquiridos ao longo de

Leia mais

Aplicação de XPS em sistema ETICS e suas vantagens

Aplicação de XPS em sistema ETICS e suas vantagens Fachadas energeticamente eficientes: contribuição dos ETICS/Argamassas Térmicas Aplicação de XPS em sistema ETICS e suas vantagens Oradora: Vera Silva Associação Portuguesa de Fabricantes de Argamassas

Leia mais

Técnicas das Construções I ALVENARIA. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana (14) AULA 6

Técnicas das Construções I ALVENARIA. Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana (14) AULA 6 200888 Técnicas das Construções I ALVENARIA Prof. Carlos Eduardo Troccoli Pastana pastana@projeta.com.br (14) 3422-4244 AULA 6 Objetivos: 1. DISCUTIR A IMPORTÂNCIA DA ALVENARIA DE VEDAÇÃO. 2. DISCUTIR

Leia mais

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de 2005 www.construlink.com CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS - PAREDES SIMPLES A necessidade

Leia mais

Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina.

Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina. FACHADA Composite Placas compostas em zinco para fachadas ventiladas ou paredes cortina. Vantagens Estética dos acabamentos em VMZINC Planimetria e robustez excepcionais Grande dimensão dos painéis e estabilidade

Leia mais

SILICONES E ISOLAMENTOS

SILICONES E ISOLAMENTOS S I L I C O N ES E I S O L A M EN TO S 110 01 ESPUMA POLIURETANO MANUAL PREGO LÍQUIDO FEPM750PT 750 ml 12 FLUX FIX EPRO100 é monocomponente, de longa duração para preenchimento, isolamento e colagem, com

Leia mais

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO

ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO ACEPE ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL DO POLIESTIRENO EXPANDIDO EPS POLIESTIRENO EXPANDIDO NO ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR ETICS NICOLAU TIRONE SEMINÁRIO APFAC FACHADAS ENERGETICAMENTE EFICIENTES LNEC, LISBOA

Leia mais

Renovação e reabilitação de fachadas

Renovação e reabilitação de fachadas Renovação e reabilitação de fachadas A Ardex é uma empresa multinacional com sede na Alemanha que, desde 1949, fabrica produtos de alta qualidade especialmente destinados à reparação e renovação de superfícies.

Leia mais

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Alvenaria de Vedação Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Considerações Gerais Alvenaria, pelo dicionário da língua portuguesa, é a arte ou ofício de pedreiro ou alvanel, ou ainda, obra composta

Leia mais

Paredes Fichas de Aplicação

Paredes Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação e Revestimento Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções Recomendadas Viroc

Leia mais

ISOLAMENTO DE TELHADOS COM ESPUMA DE POLIURETANO

ISOLAMENTO DE TELHADOS COM ESPUMA DE POLIURETANO ISOLAMENTO DE TELHADOS COM ESPUMA DE POLIURETANO A Aplitek desenvolveu no Brasil uma tecnologia para recuperação e isolamento de telhados, esta extraordinária solução teve sucesso no mundo nos últimos

Leia mais

Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática

Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática Reabilitação de edifícios com sistema ETICS: um caso de aplicação prática Reabilitação da Escola Secundária de Rio Tinto, Gondomar Vasco Pereira, Saint-Gobain Weber Portugal 1. Introdução 2. Reabilitação

Leia mais

FICHAS DE INSTALAÇÃO - CPC COMO INSTALAR CABINES DE DUCHE

FICHAS DE INSTALAÇÃO - CPC COMO INSTALAR CABINES DE DUCHE 1. Colocação da Base As bases independentemente da sua forma, podem ser: de pousar, sobre elevar e de encastrar. Pousar A base é instalada sobre o solo. Deverá no entanto escavar o chão para instalar o

Leia mais

CONFORTO AMBIENTAL Nosso papel na sustentabilidade

CONFORTO AMBIENTAL Nosso papel na sustentabilidade CONFORTO AMBIENTAL Nosso papel na sustentabilidade Parte 1 - Conforto higrotérmico dirigido à concepção arquitetônica (continuação) Arq. Cláudia Barroso-Krause, D.Sc. DTC PROARQ FAU/UFRJ Roteiro O conforto,

Leia mais

Argamassas de Revestimento

Argamassas de Revestimento Argamassas de Revestimento q Argamassa de revestimento é utilizada para revestir paredes, muros e tetos, os quais, geralmente, recebem acabamentos como pintura, cerâmicos, laminados, etc; q O revestimento

Leia mais

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS

Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento: RESIDENCIA - ANDRE CONGONHAS Orçamento parcial nº 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 m2 Corte de capoeira fina a foice 900,000 0,19 171,00 1.2 m2 Raspagem e limpeza manual de terreno 900,000 0,63 567,00

Leia mais

FLEXÍVEIS Suportam deformações de amplitude variável, dependendo de seu reforço à tração.

FLEXÍVEIS Suportam deformações de amplitude variável, dependendo de seu reforço à tração. IMPERMEABILIZAÇÃO Têm a função de proteger a edificação contra patologias que poderão surgir como possível infiltração de água. Classificação RÍGIDAS Baixa capacidade de deformação FLEXÍVEIS Suportam deformações

Leia mais

Telefones: (48) / Apoio:

Telefones: (48) / Apoio: UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Campus Universitário Trindade Florianópolis SC CEP 88040-900 Caixa Postal 476 Laboratório de Eficiência Energética

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO Junho 2009

MANUAL DE APLICAÇÃO Junho 2009 MANUAL DE APLICAÇÃO Junho 2009 ÍNDICE 0. Introdução 3 1. Sistemas de Isolamento Térmico pelo Exterior (ETICS) 4 2. Vantagens do Sistema ThermInnov 6 3. Componentes do Sistema ThermInnov 9 3.1 Suporte 9

Leia mais

ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15)

ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15) ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15) 3288 4888 1 - A marcação da base é fundamental para determinar o tamanho a ser usado na construção, fator

Leia mais

RESPIRÁVEL. Natural FLEXÍVEL. Durável AUTO-LIMPEZA. Repelente água. Catálogo

RESPIRÁVEL. Natural FLEXÍVEL. Durável AUTO-LIMPEZA. Repelente água. Catálogo AUTO-LIMPEZA Repelente água Catálogo SISTEMAS DE ISOLAMENTO SISTEMA DECORAÇÃO Índice Sistemas de Isolamento... Argamassa de colagem e barramento Espuma poliuretano TYTAN EOS... 3 Argamassa adesiva E para

Leia mais

Laboratório de Eficiência Energética em Edificações

Laboratório de Eficiência Energética em Edificações UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL Campus Universitário Trindade Florianópolis SC CEP 88040-970 Caixa Postal 476 Laboratório de Eficiência Energética

Leia mais

PATOLOGIAS DOS SISTEMAS DE ISOLAMENTO TÉRMICO DE FACHADAS PELO EXTERIOR DO TIPO ETICS

PATOLOGIAS DOS SISTEMAS DE ISOLAMENTO TÉRMICO DE FACHADAS PELO EXTERIOR DO TIPO ETICS PATOLOGIAS DOS SISTEMAS DE ISOLAMENTO TÉRMICO DE FACHADAS PELO EXTERIOR DO TIPO ETICS Vasco Peixoto de Freitas (Prof Catedrático FEUP) Laboratório de Física das Construções FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE

Leia mais

SOLUÇÕES PARA INTERIORES

SOLUÇÕES PARA INTERIORES SOLUÇÕES PARA INTERIORES TINTAS PLÁSTICAS Muráqua Paredes & Tectos Tinta plástica destinada à pintura de paredes interiores e tectos. Passimur Quartos & Salas Tinta plástica decorativa para interiores

Leia mais

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA NOTA PRÉVIA: O presente documento enuncia apenas a listagem dos itens incluidos no projecto, não descrevendo as suas características técnicas. Para a correcta interpretação destas medições deverão ser

Leia mais

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento Técnicas de construção Vedações Verticais Profa. Keila Bento Vedações verticais Definição UM SUBSISTEMA DOS EDIFÍCIOS CONSTITUÍDO PELOS ELEMENTOS QUE: DEFINEM E LIMITAM VERTICALMENTE O EDIFÍCIO E SEUS

Leia mais

VEDATOP SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

VEDATOP SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto é uma argamassa polimérica de base acrílica impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, blocos cerâmicos e de concreto, fibrocimento, rebocos e demais

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO VALOR (R$) ÍTEM DESCRIÇÃO

SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO VALOR (R$) ÍTEM DESCRIÇÃO SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO OBRA: FÓRUM TRABALHISTA DE UMUARAMA ENDEREÇO: Avenida Rio Branco, 3.700 - Centro Cívico

Leia mais

MANTA LÍQUIDA ACRÍLICA CIMENTÍCIA, FLEXÍVEL, BI-COMPONENTE

MANTA LÍQUIDA ACRÍLICA CIMENTÍCIA, FLEXÍVEL, BI-COMPONENTE MANTA LÍQUIDA ACRÍLICA CIMENTÍCIA, FLEXÍVEL, BI-COMPONENTE Polímero acrílico em emulsão aquosa PROPRIEDADES DA ARGAMASSA CERTIFICAÇÕES: Forte aderência Excelente impermeabilidade Resistente a variações

Leia mais

VEDAPREN FAST. -lajes expostas; -estruturas inclinadas como lajes, abóbadas, sheds, cúpulas e marquises; -telhas onduladas; -calhas de concreto.

VEDAPREN FAST. -lajes expostas; -estruturas inclinadas como lajes, abóbadas, sheds, cúpulas e marquises; -telhas onduladas; -calhas de concreto. Produto VEDAPREN FAST é uma manta líquida, de base acrílica, secagem ultrarrápida e aplicação a frio sem emendas, pronta para uso e moldada no local. Com alto rendimento, cobre a estrutura com uma proteção

Leia mais

.Permite utilização de perfis de

.Permite utilização de perfis de CAIXINOVA SG 350 CAIXA A CAIXINOVA SG é uma caixa pré-fabricada em poliestireno expandido de alta densidade. A base da caixa possui, na parede exterior um perfil de alumínio para suporte do reboco, e um

Leia mais

C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia

C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia C 10/2 PT Jornal Oficial da União Europeia 13.1.2017 Comunicação da Comissão no âmbito da execução do Regulamento (UE) n. o 305/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece condições harmonizadas

Leia mais

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA NOTA PRÉVIA:

CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA NOTA PRÉVIA: NOTA PRÉVIA: O presente documento enuncia apenas a listagem dos itens incluidos no projecto, não descrevendo as suas características técnicas. Para a correcta interpretação destas medições deverão ser

Leia mais

Piscinas e reservatórios enterrados Argamassa

Piscinas e reservatórios enterrados Argamassa Piscinas e reservatórios enterrados Argamassa Sistema Impermeabilizante especificado DRYKOTEC 1000 - Argamassa polimérica, bicomponente, a base cimento e agregados com polímeros acrílicos, se caracterizando

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua D. Nuno Alvares Pereira, 53 2490 114 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt Pág. 2 rebetop therm

Leia mais

INOVAÇÕES EM PERFIS. Características dos materiais e áreas de aplicação:

INOVAÇÕES EM PERFIS. Características dos materiais e áreas de aplicação: INOVAÇÕES EM PERFIS.1 Schlüter -BARIN S I S T E M A D E C A N A I S PARA VARANDAS E TERRAÇOS Aplicação e função Schlüter -BARIN é um sistema de canais para a drenagem de superfícies de varandas e terraços.

Leia mais

VANTAGENS. Modularidade. Máxima Flexibilidade. Inspecção. Montagem. As vantagens deste novo sistema são numerosas:

VANTAGENS. Modularidade. Máxima Flexibilidade. Inspecção. Montagem. As vantagens deste novo sistema são numerosas: O sistema Giacoklima é um sistema inovador ideal para a climatização no Verão e Inverno, que alia o bem estar ao baixo consumo energético. O elemento chave deste sistema é a utilização da água, que permite

Leia mais

Gestão da Construção - Anexo 7A1 - Mapa de quantidades Página 1

Gestão da Construção - Anexo 7A1 - Mapa de quantidades Página 1 DIMENSÕES QUANTIDADES comp. larg. alt. UN elemento parciais CAP. art. DESCRIÇÃO DOS TRABALHOS ELEMENTO 0 ESTALEIRO 0.1 Montagem e desmontagem de estaleiro 1 vg 1 ALVENARIAS 1.1 Tijolo Cerâmico 1.1.1 Paredes

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões Construção de Lavanderia na UBS/Bairro Alegria PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões Construção de Lavanderia na UBS/Bairro Alegria PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 3.3 73942/002 Prefeitura Municipal de São Miguel das Missões 1. SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 355,38 1.1 73801/001 DEMOLICAO DE PISO DE ALTA RESISTENCIA M² 8,25 R$ 17,84 R$ 22,30 R$ 183,98 1.2 LOCACAO CONVENCIONAL

Leia mais

EPS para Indústrias. Produtos e Aplicações. Projetos especiais. Sua melhor opção em EPS

EPS para Indústrias. Produtos e Aplicações. Projetos especiais. Sua melhor opção em EPS Sua melhor opção em EPS Produtos e Aplicações EPS para Indústrias Projetos especiais Pensando em todo o seu processo produtivo e em atender às suas mais particulares necessidades, o Grupo Isorecort possui

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto A VEDAMAX GLASS II é uma manta asfáltica com acabamento de polietileno que confere impermeabilidade, flexibilidade, boa aderência e rapidez na execução. Características Aparência: Preto(a) Composição

Leia mais

A argamassa seca de confiança

A argamassa seca de confiança A argamassa seca de confiança PREFASEC é a família de produtos da Morteros Tudela Veguín que engloba as argamassas utilizadas nas obras de alvenaria (muros, rebocos, estuques, rejuntes, ), bem como outros

Leia mais

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016 em, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas ABNT/CEE-185 ABNT NBR 16569 _ Parede e laje de concreto celular estrutural moldada no local para a construção de edificações Projeto, execução e controle Requisitos

Leia mais

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra 1 PREPARAÇÃO DO TERRENO 2709.43 20202 RASPAGEM e limpeza manual de terreno M2 25.00 0.00 0.87 0.00 0.87 21.75 20301 LIGAÇÃO provisória de água para obra e instalação sanitária provisória, instalação mínima

Leia mais

Assista o vídeo de demonstração de montagem

Assista o vídeo de demonstração de montagem :: Principais Vantagens :: Proteção à radiação térmica: reflete 95% do calor por radiação. Maior conforto térmico: impede a entrada de calor no verão e minimiza a saída no inverno. Economia: reduz ou elimina

Leia mais

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra

UNeB Relatório de Material e Mão-de-obra 1 PREPARAÇÃO DO TERRENO 2709.43 20202 RASPAGEM e limpeza manual de terreno M2 25.00 0.00 0.87 0.00 0.87 21.75 20301 LIGAÇÃO provisória de água para obra e instalação sanitária provisória, instalação mínima

Leia mais

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS

CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS CANTEIRO DE OBRA 1. ESPECIFICAÇOES TECNICAS DOS SERVIÇOS 1.1- FUNDAÇÕES Blocos em concreto simples 0.45mx0,40mx0,24m 1.4- COBERTURA Em telhas recicladas de tetra pack e alumínio. Uma cobertura ecologicamente

Leia mais

VEDATOP. Densidade: 1,23 g/cm³ Aparência: Cinza Composição básica: Aditivos especiais., Agregados minerais., Cimento.

VEDATOP. Densidade: 1,23 g/cm³ Aparência: Cinza Composição básica: Aditivos especiais., Agregados minerais., Cimento. Produto VEDATOP é uma argamassa polimérica de base acrílica impermeável de alta aderência e de fácil aplicação. Pode ser aplicado sobre concreto, blocos cerâmicos e de concreto, fibrocimento, rebocos e

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. somos especialistas em sistemas de isolamento cappotto ISOJOFER. Largo do Cruzeiro Calde - Viseu

MANUAL TÉCNICO. somos especialistas em sistemas de isolamento cappotto ISOJOFER. Largo do Cruzeiro Calde - Viseu MANUAL TÉCNICO somos especialistas em sistemas de isolamento cappotto ISOJOFER Largo do Cruzeiro. 55-77 Calde - Viseu Aplicação do sistema Condições Gerais para aplicação Como condições gerais de aplicação

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto VEDATOP é uma argamassa polimérica semiflexível impermeável, indicada para vedação e eliminação da umidade. Pode ser aplicado sobre concreto, blocos cerâmicos e de concreto, fibrocimento e demais

Leia mais

COLEÇÃO ECO FOIL. A porta pode ser HC (Honey Comb) ou Sólida; A portas tem capa de 3mm de espessura de HDF (Chapa de fibra de alta densidade);

COLEÇÃO ECO FOIL. A porta pode ser HC (Honey Comb) ou Sólida; A portas tem capa de 3mm de espessura de HDF (Chapa de fibra de alta densidade); COLEÇÃO ECO FOIL Coleção que possibilita ter a sensação dos padrões naturais da madeira, essa coleção é uma leitura dos modelos magazine de portas, onde temos a união do design com o melhor custo benefício.

Leia mais

AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO

AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO Inês Flores-Colen (I.S.T) Jorge de Brito (I.S.T) Fernando A. Branco (I.S.T.) Introdução Índice e objectivo Ensaio de arrancamento pull-off Estudo

Leia mais

Desempenho Térmico de edificações

Desempenho Térmico de edificações Desempenho Térmico de edificações PROFESSOR Roberto Lamberts ALEJANDRO NARANJO Unidade deportiva Atanasio Girardot - Medellín ECV 5161 UFSC FLORIANÓPOLIS estrutura introdução isolantes cálculos exemplos

Leia mais

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT STEEL FRAME O Steel Frame é uma alternativa já consolidada e amplamente usada há dezenas de anos em países desenvolvidos. Ao contrário das estruturas convencionais de construção, são usados perfis de aço

Leia mais

7 Technological Constraints. est of tructural dhesives. connections. resistance. high

7 Technological Constraints. est of tructural dhesives. connections. resistance. high Oct. >> Dec. Jan. >> Apr. Apr. >> Sep. 7 Technological Constraints est of tructural dhesives high connections resistance 1 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS... 82 1.1 COLAGEM COM ADESIVOS ESTRUTURAIS... 82 2 ESTUDO

Leia mais

Proteção para veículos LY41200 CAP400 PRO90 CAP150 PRO200 PRO60

Proteção para veículos LY41200 CAP400 PRO90 CAP150 PRO200 PRO60 Proteção para veículos LY41200 CAP400 PRO90 CAP150 PRO200 PRO60 LY41200 - Proteção Interiores LYNX 4 em 1 Integral 4 em 1 Proteção ideal para o interior do veículo As vantagens do Integral 4 em 1 LY41200

Leia mais

Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS. Termografia. Técnicas de Inspecçãoe Avaliação do Desempenho de Edifícios

Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS. Termografia. Técnicas de Inspecçãoe Avaliação do Desempenho de Edifícios Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS Técnicas de Inspecçãoe Avaliação do Desempenho de Edifícios Termografia Inês Simões www.itecons.uc.pt O que é a termografia infravermelha?

Leia mais

VEDATOP FLEX. Características do componente B Densidade: 1,03 g/cm³ Aparência: líquido de cor branca Composição básica: polímeros acrílicos

VEDATOP FLEX. Características do componente B Densidade: 1,03 g/cm³ Aparência: líquido de cor branca Composição básica: polímeros acrílicos Produto é uma argamassa polimérica, flexível, de base acrílica, com alta aderência e impermeabilidade. Adere perfeitamente a concreto, alvenaria e argamassa, acompanhando eventuais movimentações. Por isso,

Leia mais

VEDATOP FLEX COM FIBRAS

VEDATOP FLEX COM FIBRAS Produto VEDATOP FLEX FIBRAS é uma argamassa polimérica, flexível, com fibras sintéticas, termoplástica indicada para vedar e eliminar vazamentos e umidade. Adere perfeitamente a concreto, alvenaria e argamassa,

Leia mais

COLEÇÃO ECO POST FOIL

COLEÇÃO ECO POST FOIL COLEÇÃO ECO POST FOIL Coleção que expressa harmonia, criatividade, beleza, inovação e estimula o toque, o olhar e a sensação do alto luxo, sem esquecer a resistência a riscos. Essa coleção foi desenvolvida

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM 2013/14

MANUAL DE MONTAGEM 2013/14 greca LC Chapas em polimglass greca light, com passo de 143 mm. É produzida em várias cores com superfície brilhante e comprimento até 13.500 mm. greca 143 Chapas em polimglass greca, com passo de 143

Leia mais

SUPORTES HALFEN PARA ALVENARIA MA 06 P FACHADA

SUPORTES HALFEN PARA ALVENARIA MA 06 P FACHADA SUPORTES HALFEN PARA ALVENARIA MA 06 P FACHADA SUPORTES HALFEN PARA FACHADAS Sistema de suportes para alvenaria O princípio do sistema HK4 O sistema HK4 Estes suportes são sinónimo de uma perfeita afinação

Leia mais