nassau r e v i s t a d a

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "nassau r e v i s t a d a"

Transcrição

1 EDIÇÃO Nº 3 - MARÇO DE 2011 r e v i s t a d a nassau faculdade maurício de nassau É sempre hora de começar, recomeçar ou repensar novas etapas de vida. Na Faculdade, esses relatos se encontram e constroem novos caminhos como o exemplo desta avó e neta que, juntas, viveram novas aventuras. A escolha é sua.

2 e d i t o r i a l Para incluir e acolher Janguiê Diniz Fundador e acionista controlador do Grupo Ser Educacional O ambiente acadêmico é antes de tudo um espaço de convivência. E é nesse convívio onde se dá o primeiro aprendizado. Seja no contato entre professor e aluno ou entre colegas. Por isso, lançamos nossa 3ª edição da Revista Nassau, uma publicação semestral nascida com o intuito principal de dar visibilidade às pessoas que fazem a instituição. Foi mais uma maneira que encontramos de contar um pouco dessas histórias de gente que está começando, recomeçando ou retomando uma nova etapa da vida. Casos de gente corajosa, ansiosa, admirável. Gente comum, como todos nós, que têm muito a ensinar. Sempre há alguém sentado ao seu lado ou cruzando seu caminho no corredor ou na cantina com um exemplo de vida surpreendente. Esta revista tem também o papel de resgatar essas histórias de superação. Se você olhar para os lados com um pouco mais de atenção vai encontrar dezenas ou centenas de situações semelhantes às contadas nestas próximas páginas. Parecidas, quem sabe, com as suas próprias lembranças. Relatos reais e dignos de serem narrados e reconhecidos sobre pessoas que seguiram em busca de seus sonhos. A semente para a realização começa a ser plantada dentro de cada sala de aula, de cada laboratório. E os frutos são colhidos pela sociedade com os conhecimentos adquiridos durante a vida acadêmica, que se transformam em atitudes socialmente responsáveis. Tem aqueles que desejam transformar o mundo, aqueles que já estão mudando o futuro e aqueles que estão modificando o próprio mundo interior. Às instituições de ensino cabe criar mecanismos que permitam à sociedade alcançar esses planos. Por tudo isso, também estamos sempre nos adaptando, implantando novos cursos, laboratórios e atividades. Mais importante do que isso, estamos nos tornando cada vez mais inclusivos, pois temos a missão de acolher nosso estudante e ajudá-lo nessa travessia. Temos um papel fundamental: que é o de garantir que a passagem pela Faculdade seja proveitosa, prazerosa e, especialmente, inspiradora. Sempre é tempo de iniciar uma nova busca, de construir novos caminhos e percorrê-los. Boa leitura e bom percurso. 3

3 í n d i c e í n d i c e MARATONA A surpreendente jovem que morou na selva e veio ao Recife correr atrás de um sonho 11 FISIOTERAPIA Tratamento inédito para distonia é criado por estudante e aplicado na Clínica Escola 12 PESQUISA A dolorosa rotina de quem tem dor de cabeça e sente o rendimento acadêmico cair 14 ODONTOLOGIA Estreias do Grupo Ser Educacional com Odontologia e nova sede em João Pessoa 16 MAPA UNIVERSITÁRIO Confira onde estão e quais são os cursos oferecidos pelas unidades Nassau 18 PÓS-GRADUAÇÃO Cursos sintonizados com o desenvolvimento da Região qualificam o profissional 20 NÚCLEO DE TALENTOS Ambiente é criado para atender alunos e ajudar a inseri-los no mercado de trabalho 22 APRENDIZADO Estudante ganha fama em programa de TV e volta para fazer sua história na Nassau FINANÇAS Projeto de organização do orçamento pessoal e empresarial ajuda a concretizar sonhos 26 TURISMO Professor, pai e herói ensina a futuros turismólogos o que é um atendimento integral 28 ENGENHARIA AMBIENTAL Com esperança no futuro, novos profissionais mudam conceitos para mudar o planeta 30 PAZ NO TRÂNSITO Monumento criado pela Nassau e órgãos públicos marca campanha pela segurança e paz no trânsito 32 GASTRONOMIA Na cozinha, aprendizes de chef descobrem novas formas de comunicação com o mundo 4 5 expediente 34 JORNALISMO Conheça quem faz e os bastidores do Classificação Livre, programa de TV feito por alunos 36 MODA Sonhos e fantasias deixam a vitrine e 20 transformam-se em realidades no universo fashion CARNAVAL Professora ouviu resposta atravessada de Capiba e acabou sendo amiga da família 40 INTERNET Pesquisa revela o perfil do consumidor de produtos e serviços no mundo virtual Edição nº 3 da Revista Nassau, uma publicação semestral do Grupo Ser Educacional GRUPO SER EDUCACIONAL Fundador: Janguiê Diniz CEO: Jânyo Diniz CIO: Joaldo Diniz Superintendente Acadêmico: Inácio Feitosa Superintendente financeiro: Nazareno Habib Diretor de Operações: Adriano Azevedo Diretora de Pós-Graduação: Vânia Campos Faculdade Maurício de Nassau Recife - Diretor: André Luis Silva Faculdade Maurício de Nassau João Pessoa - Diretor: Walter Cortez Faculdade Maurício de Nassau Campina Grande - Diretor: Rogério Xavier Faculdade Maurício de Nassau Natal - Diretor: Ana Paula Mello Faculdade Maurício de Nassau Maceió - Diretor: Pedro Guedes Faculdade Maurício de Nassau Salvador - Diretor: Heliete Rosa Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau - Coordenador: Sérgio Murilo Júnior A REVISTA Coordenação e Assessoria de Imprensa: Talita Vasques (DRT 3294/PE) Edição, reportagens e texto final: Julia Kacowicz Fotos: Chico Peixoto Projeto gráfico e diagramação: Engenho Com e Mkt Impressão: Gráfica FacForm Tiragem: 20 mil exemplares COMPORTAMENTO Além da formação acadêmica, alunos criam fortes laços afetivos durante a graduação 44 O (RE)COMEÇO A curiosa história de uma avó e uma neta que resolveram entrar juntas na Faculdade 46 METODOLOGIAS Provas Colegiadas e Diários de Classe Eletrônicos garantem eficácia nas avaliações e acesso a planos de ensino on-line 47 REDES SOCIAIS Onde achar o conteúdo extra desta Revista e manter-se atualizado sobre as novidades

4 m a r at o na m a r at o na Ela fala yanomami Nas caminhadas de até 10 horas entre as comunidades indígenas, Tatiana obteve resistência física, fortaleceu o gosto pela enfermagem e descobriu-se uma humanista Quando subiu no segundo lugar do pódio da 1ª Maratona Internacional do Recife, em novembro passado, a estudante Tatiana de Lima Bastos, 22 anos, chamou atenção. Ela não tinha o padrão físico de uma maratonista e não treinava de verdade há pelo menos dois anos. Mas levou o troféu. O feito ficou na memória dos organizadores que, dois meses depois, a indicaram para uma entrevista sobre a competição. A história de Tatiana foi além, ultrapassou o que a capa de um bom livro era capaz de revelar. A conquista da não atleta era apenas uma pista de que algo surpreendente fazia parte do histórico dela. Uma jovem que morou dois anos numa tribo indígena no meio da selva amazônica, em Manaus, e ganhou as páginas desta revista por simbolizar um pouco do estonteante escondido em todos nós. A corrida é o elo entre tudo. Se Tatiana não gostasse de correr, talvez não tivesse entrado e abandonado o curso de Educação Física para só então se tornar técnica de enfermagem, ir para a selva e retornar com a certeza de querer estudar Enfermagem. Se já não tivesse sido campeã em outras competiçoes, não teria se inscrito na maratona da Faculdade Maurício de Nassau nem chegado ao pódio. Mas Tatiana correu. E quem cruza com ela nos corredores da Nassau não imagina que ela é uma estudante do 2º período que já fez partos, suturas e acompanhou rituais indígenas. Nem que manteve a resistência de atleta com caminhadas de 10 horas entre uma tribo e outra para aplicar vacinas em índios. Tudo isso dois anos atrás quando passou no concurso da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para atuar, por dois anos, na tribo Pohoroá e cuidar de 300 índios. Quando disse que ia, minha mãe perguntou por que se eu tinha tudo o que precisava em casa. Mas eu precisava ver o mundo de outra forma, só sabia disso, lembra. A dimensão da experiência começou a ser sentida à medida que a jovem se afastava de casa e entrava na selva. O coração ia sempre mais apertado de medo e saudade. E eram apenas os primeiros dias dos dois anos em que chorou todas as noites. Na primeira semana, ela teve a companhia de uma equipe da Funasa. Depois ficou sozinha. Aprender a se virar sem energia elétrica e água encanada e dormir na rede foi fácil. Difícil era se acostumar aos sons e à escuridão da noite. Dormia sempre agarrada com minha bíblia, diz. De dia, a história era outra. Em sete meses, Tatiana aprendeu a se comunicar em Yanomami. Todo fim de tarde, jogava futebol com os índios. Tomava banho nas cachoeiras e aprendia 6 7

5 m a r at o na m a r at o na a cozinhar no fogo a lenha. No cardápio, precisou comer macaco, cobra e tatu. Nada tão assustador quanto realizar o primeiro dos cinco partos, ajudando no nascimento de crianças que ganharam nomes inusitados, como Ketchup e Esmalte. Ou acompanhar alguns dos rituais indígenas. Vi o segundo de bebês gêmeos ser enterrado vivo e outros serem mortos por várias razões. Mas não podia fazer nada, tinha que respeitar, lembra. Tatiana estava lá para cuidar dos índios na doença e nos acidentes, como fez quando um garoto de seis anos que estava brincando com um facão cortou a testa. Eles não tinham como tratar e fiz uma sutura. Foi a primeira, deixei ele japonês, brinca, puxando a testa até apertar o olho. Mas, às vezes, ela também precisava de ajuda. Nesse período, contraiu quatro malárias e levou uma picada de cobra venenosa. Em alguns casos, cuidou de si mesma. Em outros, técnicos de outras tribos foram ajudá-la. Na picada de cobra, precisou ir de helicóptero até a cidade mais próxima. Aventuras que mostraram à estudante de Enfermagem sua missão. Que fazem a família dela se orgulhar e sentir saudade antecipada quando ouvem os planos dessa verdadeira humanista em ir para a África. Hoje, ela sabe que a corrida simboliza um pouco isso. Essa pressa em conhecer o mundo e se fazer presente. Boa colocação já é tradição A consagração local dos atletas Nassau foi o pontapé para o bom desempenho do grupo nas competições nacionais, o que permitiu que a Nassau estivesse representada com uma das maiores delegações nos Jogos Universitários de Pernambuco (JUP s 2010). Segundo a coordenação de esportes da Faculdade, a unidade Recife contou com a presença de 147 atletas bem sucedidos, o que resultou na conquista do primeiro lugar geral do JUPs pelo quinto ano consecutivo. E, na disputa por equipes, a Faculdade foi campeã em 16 dos 18 torneios disputados. Mas não foi apenas a unidade Recife que marcou presença nos JUB s Em João Pessoa, a Nassau teve atletas classificados no basquete feminino, futsal feminino, natação e judô. Na unidade Maceió, a Faculdade foi representada pelas equipes de basquete feminino e vôlei masculino e, em Natal, classificaram-se para a competição nacional as equipes de basquete feminino e futsal feminino. DiÁrio de bordo Chegando à selva - Em março de 2008, começava a maior aventura de Tatiana. Ela deixou o apartamento de três quartos onde morava com a mãe, o padrasto e irmão, de 12 anos, no centro do Recife, com destino à tribo Pohoroá. Foram quase 24 horas de viagem de avião até Manaus, com várias escalas. E, de lá, mais quatro dias de viagem num barco de luxo com cabine para 100 pessoas até o interior do estado, de onde ela seguiu num barco monomotor, chamado de voadeira, por mais cinco dias, atracando sempre que ficava escuro nas áreas ribeirinhas para dormir em uma rede até clarear e seguir viagem. Encontros e saudades O contato com a família era feito, apenas aos domingos, pelo rádio da Funasa e por apenas cinco minutos. Só dava tempo de dizer e ouvir que estava tudo bem e que a saudade era grande. Nas idas à cidade, Tatiana conheceu uma pernambucana, técnica de laboratório, com quem compartilhou a falta que sentia de uma cama e de água gelada. Também pôde dividir o encantamento pela beleza do céu visto da tribo e os conhecimentos adquiridos na pesca e cozinha a lenha. A insistência da família foi grande e Tatiana voltou. A amiga pernambucana conheceu um caboclinho, apaixonaram-se e ela ficou por lá. O retorno Em 3 de agosto de 2010, Tatiana fez o caminho de volta. Trouxe a certeza de que queria ser enfermeira e matriculou-se imediatamente na Faculdade. Dois meses depois, passou na seleção para ser técnica de enfermagem no Imip, onde surpreende os colegas com suas habilidades adquiridas na selva. Em novembro, resolveu correr na maratona e surpreendeu até a mãe, que brincou com porte físico da filha. O resultado foi premiado com o desconto de 50% nas mensalidades até o fim do curso, garantindo a graduação da estudante, além do ânimo para voltar a correr. Corra também: mais prêmios do que a São Silvestre A Primeira Maratona Internacional do Recife, que estreou em 15 de novembro de 2010, incluiu a cidade no roteiro mundial do esporte de modo definitivo. Com mais de 2 mil inscritos entre atletas de ponta do Brasil e do mundo, de academia e corredores de ruas, a competição da Faculdade Maurício de Nassau distribuiu R$ 200 mil em oito categorias, numa premiação mais alta do que a tradicional São Silvestre. Neste ano, o sucesso será repetido com a mudança da maratona para o feriado de 1º de Maio. O belo trajeto, passando pelo Bairro do Recife e orla de Boa Viagem, será mantido. E mais uma novidade será a inclusão do percurso especial para a família de 5 km, somando-se aos já oferecidos de 10 km, 21 km e 42 km. Uma boa preparação ao longo do ano, definindo as melhores estratégias para superar os concorrentes e manter o controle na primeira parte da prova para estar bem no final e arrancar para vencer, repassa a dica, o mineiro Franck Caldeira, campeão da Maratona Internacional do Recife. Título inédito para o Nordeste Com a soma de 26 medalhas e 241 pontos na classificação geral, a unidade Recife da Faculdade Maurício de Nassau conquistou, num feito inédito, o título geral das Olimpíadas Universitárias (JUBs 2010). Foi a primeira vez que uma instituição de ensino do Nordeste ficou em primeiro lugar no esporte universitário do país. A façanha aconteceu em Blumenau, Santa Catarina. O resultado quebrou a hegemonia paulista da Universidade Paulista (Unip), que ia para o hexacampeonato. Entre os destaques esteve o grupo de atletismo da Nassau com sete medalhas e 121 pontos. Mas também houve festa no tatame da equipe de judô e na piscina, além dos times de vôlei, basquete, futsal e handebol. Com esse resultado, todas as equipes coletivas conseguiram lugar na divisão especial do JUBs E de parabéns também ficou a equipe de vôlei masculino da unidade Maceió que estreou na competição e sagrou-se campeã. Eficiência esportiva na Nassau Após um ano de conquistas, os atletas da Faculdade Maurício de Nassau receberam uma merecida coroação e levantaram o Troféu Eficiência, concedido pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e federações filiadas. A premiação reconheceu o esforço e desempenho dos estudantes, consagrados como os de melhor desempenho universitário do Brasil em Somando um total de 445 pontos, a Nassau obteve a maior classificação e trouxe mais um título, até então, inédito em uma instituição de ensino superior do Nordeste. Para isso, os bons resultados alcançados com o pentacampeonato nos Jogos Universitários de Pernambuco (JUP s 2010), a liderança na Liga Universitária e nas Olimpíadas Universitárias (JUB s) foram determinantes. 8 9

6 f i s i o t e r a p i a De pé, em frente ao professor e colegas de turma, Alessandro Machado, 25 anos, tentava disfarçar o nervosismo. Mas a suadeira na mão não deixava. Era justamente em momentos de tensão que a distonia invadia as mãos do então estudante de Fisioterapia. Mas era. No passado. A cena, que virou rotina a partir da adolescência, repetiu-se até o penúltimo semestre do curso na Faculdade Maurício de Nassau. Exatamente até o encontro entre ele e a professora Nely Varela. Juntos, iniciaram um estudo pioneiro e descobriram um tratamento terapêutico inédito para a hiperidrose a tão temida suadeira que pode afetar mãos, axilas e solas do pé. Antes mesmo de concluir o curso, o novo profissional descobriu uma técnica que poderia transformar a vida de quem sofre com o problema, começando por ele mesmo. A curiosidade da professora sobre o tema, que tem poucos registros acadêmicos, foi o primeiro passo. Em seguida, ela despertou o interesse no aluno. Juntou a vontade de me curar e de fazer um trabalho legal e inédito. Testei tudo primeiro em mim, ressalta Alessandro. Para testar o método, ele se submeteu a 10 sessões de correntes galvânicas (micro choques) e constatou que o equipamento usual da fisioterapia poderia reduzir as atividades das células sudoríparas. Na etapa seguinte, a técnica foi aplicada em pacientes voluntários na Clínica Escola de Fisioterapia da Faculdade e o resultado também foi positivo. Alguns relataram que sentiram uma melhora na qualidade de vida radical, ficaram mais seguros e otimistas, destaca o pesquisador. Foi assim com o técnico de laboratório de saúde Jairo Galdino, 34, que disse estar mais seguro para escrever e manusear os equipamentos. Ele lembra que, no passado, só não enfrentou o mal estar na hora da paquera ou namoro porque a mulher dele também tem distonia. Agora ela quer fazer o tratamento, brinca. Alessandro se formou no ano passado e a técnica foi adotada pela clínica. Mas ele pretende continuar os estudos, ampliando o período de acompanhamento dos pacientes e a área de testes para axilas e solas dos pés. Nos testes realizados, cada paciente foi submetido a cerca de 15 sessões de 14 minutos três vezes por semana. A simplici- Pesquisas acadêmicas ultrapassam as salas de aula e chegam à sociedade através de técnicas inovadoras e atendimento diferenciado na Clinica Escola de Fisioterapia Por um aperto de mão sequinho e sem constrangimento Juntou a vontade de me curar e de fazer um trabalho legal. Testei tudo primeiro em mim, diz Alessandro. dade da técnica surpreende. Só é preciso mergulhar a palma da mão em um recipiente com água, onde um eletrodo de corrente é posicionado e prender outro equipamento na região escapular (costas e ombro). O segredo está na troca de correntes entre esses eletrodos, que ajuda a reduzir a liberação de suor. Simples e com o potencial de transformar a vida de quem, antes, sentia constrangimento no convívio social e profissional A professora e orientadora do projeto, Nely Varela, destaca que a técnica valoriza a fisioterapia dermato-funcional e afasta o tratamento médico e cirúrgico como único tratamento disponível. Mais do que isso, acrescenta, possibilita aos pacientes uma atitude mais otimista e segura diante da vida. No fim das sessões, os voluntários atendidos deram uma nota ao grau de satisfação. Resta dúvida da aprovação? SERVIÇO Clínica Escola de Fisioterapia/Unidade Recife Localização: Rua Jornalista Paulo Bittencourt, 168 Derby, Recife Telefone: (81) Atendimento: Segunda a sexta, das 7h30 às 12h30 e das 14h às 19h Saiba mais sobre o curso nas unidades Nassau: 1 1

7 p e s qu i s a: cefa l e i a E quando a dor de cabeça atrapalha... Estudantes que sofrem com crises de cefaleia ou enxaqueca lutam como guerreiros para vencer ou ignorar essa desagradável companhia e manter o desempenho É difícil se concentrar. Ler nem pensar. Até ficar quietinho e só ouvir pode ser incômodo. Ser simpático e sorrir então... A irritabilidade é um sintoma natural em quem convive com dor de cabeça frequente. Então, nada de mau humor se encontrar muitas caras fechadas por aí. Tente imaginar que o colega de turma pode estar em sofrimento e, literalmente, desesperado para ficar sozinho em um quarto escuro. Que tal oferecer uma carona no fim da aula e depois ajudá-lo a recuperar a matéria perdida por causa da dor (nem que seja pela falta de concentração ou disponibilidade mental)? A estudante de Jornalismo da Faculdade Maurício de Nassau Camila Albino da Silva, 24 anos, já precisou dessa solidariedade. Mais de uma vez, ela deixou a sala porque não conseguia se concentrar. Só pensava na dor. Dói a cabeça toda. Às vezes é tão forte que meu único desejo é descansar muito e só passa assim. Nem tem remédio que resolva, descreve. O problema é tão comum que um grupo de alunos do curso de Enfermagem resolveu colocar no papel a relação entre o desempenho acadêmico e a prevalência da dor de cabeça entre os colegas de Comunicação Social. Camila nem esteve entre os 344 entrevistados. Mas o resultado foi tão abrangente, com o registro de cefaléia por 87,2% dos participantes, que a aluna - escolhida aleatoriamente para dar uma entrevista - se enquadrou completamente na matéria. Os pesquisadores descobriram que, nos três meses anteriores à pesquisa, 30,8% dos alunos entrevistados faltaram aulas, dos quais 17,4 % afirmaram ter perda de capacidade produtiva por até dois dias e 13,4 % por três ou mais dias. Da amostra, 8,7% dos estudantes procuraram serviços de urgência. Tudo por conta da indesejada companheira. Camila diz que sente o rendimento cair drasticamente quando está com dor. Já tive que deixar de apresentar trabalhos e faltar porque quando começa é resultado de esforço e preciso parar. Não preciso nem ir pro médico, ressalta, lembrando que as dores começaram a ficar mais intensas quando cursava o 3º ano do Ensino Médio. Era a pressão do vestibular, atesta. Agora, acredita, a dor vem com a correria do dia a dia, indo do estágio para a faculdade, passando o dia na rua... Também aluna de Jornalismo Izabella Bezerra, 25, conta que fez de tudo para manter a dor distante. Mudou até o horário do curso para a noite, achando que a inconveniente visita fossee ficar desestimulada de chegar sem, por exemplo, a desculpa do calor da parada de ônibus. Que nada, ela não precisa de motivo. E bate na porta quase todo dia. Agora no final do curso então... Acho que a pressão de não perder as cadeiras, de me sair bem, tudo isso favorece, justifica. Uma cobrança de Izabella que, mesmo com uma crise incessante de enxaqueca, insiste e permanece na sala. Não consigo ir pra casa, fico lá, lutando. Quando posso, tento deitar mais cedo para acordar melhor e recuperar no dia seguinte, conta. Guerreira como só ela; e como tantos. Como só quem compartilha dessa visita pode imaginar. A pesquisa A prevalência da dor de cabeça em 87,2% do público estudado, que teve a idade média de 23,4 anos e 57,3% de participação feminina, não surpreendeu os pesquisadores. O número estava dentro do percentual mundial. Entretanto, a indicação de um quadro de enxaqueca por 48,5% dos entrevistados ultrapassou a média de 27,5%, estabelecida pela comunidade científica. O orientador do estudo, professor e coordenador do curso de Enfermagem, Hugo Rafael Silva, acredita que os números podem ser justificados pela maior presença feminina, mais vulnerável às dores por questões hormonais e sociais. No entanto, ele destacou a importância dos DESCUBRA O IMPACTO DA DOR NA SUA VIDA Perguntas: Responda nunca, raramente, algumas vezes, com muita frequência ou sempre para as perguntas abaixo: 1. Quando você tem dor de cabeça, com que frequência a dor é muito forte? 2. Com que frequência as dores de cabeça limitam sua capacidade de realizar suas atividades diárias habituais, incluindo cuidar da casa, trabalhar, estudar ou atividades sociais? 3. Quando você tem dor de cabeça, com que frequência gostaria de poder se deitar para descansar? 4. Durante as últimas quatro semanas, com que frequência você se sentiu cansado demais para trabalhar ou realizar suas atividades diárias por causa das dores de cabeça? 5. Durante as últimas quatro semanas, com que frequência você sentiu que não estava mais aguentando ou se sentiu irritado por causa das dores de cabeça? 6. Durante as últimas quatro semanas, com que frequência suas dores de cabeça limitaram sua capacidade de se concentrar em seu trabalho ou em suas atividades diárias? Respostas: Some 6 pontos para cada nunca, 8 pontos para cada raramente, 10 para cada algumas vezes, 11 para cada com muita frequência e 13 para cada sempre. E veja o impacto que a dor tem na sua vida ao lado: Na enxaqueca A dor é recorrente e as crises duram de 4 a 72 horas (em crianças pode ser 1 hora) A dor é unilateral, pulsátil, tem intensidade moderada a intensa e piora com atividade física (pelo menos 2 dos 4 últimos critérios) Pode vir associada à náusea e/ ou fotofobia e fonofobia (1 dos 2) p e s qu i s a: cefa l e i a estudantes buscarem acompanhamento médico para evitar a automedicação e o controle da dor. A recomendação é especial para os alunos que sentem impacto grande em atividades rotineiras, o que foi indicado por 32% dos entrevistados e está relacionado a reprovações e redução do desempenho acadêmico. Faça o teste disponibilizado nesta página e confira qual o seu perfil. MAIS UMA DOR DE CABEÇA OU ENXAQUECA? Na cefaleia tensional A crise pode variar de 30 minutos a 7 dias A dor é bilateral, dá sensação de pressão ou aperto, tem intensidade leve a moderada e não piora com atividade física (pelo menos 2 dos 4 últimos critérios) Deve estar associada a apenas um dos sintomas seguintes, náuseas ou vômitos, fonofobia ou fotofobia Pontuação: Se você fez 50 pontos ou mais Você deve mostrar os resultados a seu médico. As dores de cabeça, que estão perturbando sua vida, podem constituir uma enxaqueca. Leve o HIT-6 com você, pois será mais fácil para o especialista compreender o quanto as dores afetam sua vida. Assim, ele poderá elaborar um programa de tratamento efetivo, que poderá incluir terapia medicamentosa. Se você fez 49 pontos ou menos Suas dores de cabeça não parecem estar causando impacto significativo. É recomendado que você fique atento e refaça o HIT-6 mensalmente para verificar uma possível evolução. No mais, aproveite o tempo com sua família e outras atividades. Sobre o Teste do impacto das dores de cabeça (Headache Impact Test HIT-6) O HIT-6 é uma ferramenta usada para medir o impacto que as dores de cabeça provocam na capacidade no trabalho e estudos, em casa e situações sociais. A pontuação indica o efeito das dores geram e a capacidade de atuar. O HIT foi desenvolvido por uma equipe internacional de especialistas em dor de cabeça, composta por neurologistas e clínicos gerais. Lembre-se, o teste não tem a intenção de oferecer aconselhamento médico. Para isso procure conversar com o seu médico

8 o d o n t o lo g i a o d o n t o lo g i a Cuidados com a boca e o paciente Com 150 vagas anuais, curso de Odontologia tem duração de cinco anos e segue a meta de capacitar o profissional para um atendimento integral e preventivo do paciente A odontóloga Regina Lopes circula pelos corredores da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Recife, com um tesouro nos braços. É o caçula do grupo Ser Educacional, nascido das mais de 300 páginas encadernadas e sempre carregadas com carinho. As folhas foram o ponto de partida dessa conquista. De um sonho concretizado com salas, laboratórios e professores. Tudo previsto pelo Projeto Político Pedagógico do Curso de Graduação em Odontologia, que a nova coordenadora segura sempre com tanto orgulho. Autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) em dezembro passado, o curso terá sua primeira turma iniciada neste ano. As linhas sairão do papel para permitir que os sonhos, agora dos novos alunos, virem realidade. Apenas uma visita da equipe do MEC foi necessária para a aprovação do curso. Os representantes do ministério tinham a missão de comprovar se tudo o que estava dito no tal projeto apresentado era verdade. Eles conheceram a estrutura física da Faculdade, participaram de reuniões com os docentes e com a coordenação e aprovaram a criação do novo curso. A partir de então, uma equipe de professores e consultores pôde se dedicar aos detalhes. Oferecer esse curso é um sonho antigo que conquistamos por mérito e esforço de atender às exigências e garantir uma boa formação profissional, esclarece Regina Lopes, que já era professora da instituição. A nova coordenadora ressaltou que o curso foi concebido com o objetivo de possibilitar uma formação generalista ao profissional com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS). O SUS é um dos principais empregadores do país e precisamos de profissionais qualificados para garantir um atendimento integral, destaca. A estratégia, segundo Regina, é qualificar o aluno para atender as necessidades sociais da saúde e atuar na prevenção bucal da população. Esse perfil diferenciado do programa letivo poderá ser observado pelos alunos já no primeiro semestre, quando terão contato com os serviços públicos de saúde coletiva, acompanhando visitas de funcionários do Programa da Saúde da Família (PSF). Também já no segundo período, os estudantes terão a disciplina de estratégia de saúde da família. O MEC recomenda o contato com os serviços de saúde coletiva o mais rápido possível. Nós priorizamos isso e organizamos tudo para atender disciplinas da área social, disse Regina. Ela também cita como diferencial a possibilidade dos estudantes manterem contato com os colegas de outros cursos, como fisioterapia, enfermagem e psicologia, desde o primeiro período. O nosso profissional não vai dividir o paciente em partes, mas tratá-lo de maneira biológica, psicológica e cultural, disse. Sempre com o projeto pedagógico em mãos, pronta para colocá-lo em movimento. Excelência em educação Avaliadas com louvor, as unidades da Faculdade Maurício de Nassau tiveram a excelência no ensino atestada pelos mais recentes Oferecer esse curso é um sonho antigo que conquistamos por mérito e esforço de atender às exigências e garantir uma boa formação profissional indicadores do Ministério da Educação (MEC). Na classificação, foram considerados o Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade), os Conceitos Preliminares de Cursos (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC). O principal destaque ficou com o curso de Gastronomia da unidade Recife, que obteve a melhor nota entre as instituições Norte/Nordeste. Em um conceito que varia de um a cinco nos CPC, Gastronomia obteve quatro, assim como o curso de Redes de Computadores. Como instituição, a unidade Recife alcançou a média três, mesmo índice obtido pelas unidades da Nassau em Maceió e Salvador. Os resultados foram calculados a partir de uma média ponderada dos conceitos dos cursos de graduação e pós-graduação. Na graduação, a pontuação é calculada a partir do CPC dos cursos, o que também propiciou índices satisfatórios diante do desempenho positivo dos estudantes no Enade. As unidades de João Pessoa, Campina Grande e Natal, por terem sido inauguradas recentemente, ainda não obtiveram o IGC. Nassau em João Pessoa ganha nova sede Ano novo, prédio novo para a Faculdade Maurício de Nassau, unidade João Pessoa. A nova sede, situada na Avenida Epitácio Pessoa, foi construída em mais de 30 mil metros de área, em 14 pavimentos. Espaço suficiente para abrigar um auditório com capacidade para 400 lugares, biblioteca, espaço cultural, laboratórios, núcleos de práticas, livraria e estacionamento. Uma estrutura criada para receber cerca de mil novos alunos, além dos veteranos, distribuídos em 10 cursos. Na entrada, uma placa com a frase do filósofo Immanuel Kant mantém um convite: O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. Os estudantes de Administração e Direito, que antes freqüentavam o prédio da Avenida Almirante Barroso, no Centro, serão transferidos para a nova estrutura, onde encontrarão com os calouros matriculados nos cursos de Ciências Contábeis, Fisioterapia, Enfermagem, Nutrição, Educação Física, Jornalismo, Psicologia e Publicidade e Propaganda.Além oferecer um espaço mais moderno numa localização privilegiada da capital paraibana, a mudança foi necessária para atender ao projeto da Faculdade de ampliar as opções de cursos recentemente autorizados pelo Ministério da Educação (MEC). Na construção do novo campus, avaliado em R$ 50 milhões, foram gerados 300 empregos diretos e 200 indiretos. Após a inauguração, outros cerca de 500 empregos serão gerados. E a inauguração foi apenas a primeira de uma série. Novos prédios também serão inaugurados nas unidades de Campina Grande, na Paraíba, e em Maceió, além da instalação de novas sedes em Caruaru, no Agreste pernambucano, e em Fortaleza

9 m a pa universitário m a pa universitário u n i da d e s da fac u l da d e mau r í c i o de na s s au Unidade FORTALEZA* Unidade NATAL Unidade JOÃO PESSOA Unidade CAMPINA GRANDE Unidade RECIFE Unidade CARUARU* Unidade Maceió Unidade SALVADOR RECIFE Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Rua Guilherme Pinto, Graças Rua Fernandes Vieira, Boa Vista Telefone / Fax:+55 (81) Cursos da Graduação: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Ciências Contábeis, Cinema Digital, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia de Telecomunicações, Farmácia, Fisioterapia, Jornalismo, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Radio e TV, Sistemas de Informação, Turismo Graduação Tecnológica: Design de Moda, Gastronomia, Gestão da Qualidade, Gestão Financeira, Radiologia, Redes de Computadores, Segurança no Trabalho, Sistemas para Internet NATAL Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Av. Engenheiro Roberto Freire, Capim Macio Telefone / Fax:+55 (84) Cursos da Graduação: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Fisioterapia, Pedagogia Graduação Tecnológica: Gestão da Qualidade, Redes de Computadores, Segurança no Trabalho JOÃO PESSOA Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Av. Avenida Epitácio Pessoa, bairro dos Estados Telefone / Fax:+55 (83) Cursos da Graduação: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Jornalismo, Nutrição, Psicologia CAMPINA GRANDE Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Rua Antonio Carvalho de Souza, Estação Velha Telefone / Fax:+55 (83) Cursos da Graduação: Administração, Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Psicologia SALVADOR Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Av. Tamburugy, 88 - Patamares CEP: Telefone / Fax:+55 (71) Cursos da Graduação: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Fisioterapia, Jornalismo, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Turismo Graduação Tecnológica: Gestão da Qualidade, Gestão de Pequenas e Médias Empresas, Gestão de Pessoas, Gestão Pública, Redes de Computadores, Sistemas para Internet Unidade NATAL Unidade CAMPINA GRANDE Unidade JOÃO PESSOA Unidade RECIFE MACEIÓ Faculdade Maurício de Nassau Endereço: Av. Sandoval Arroxelas, Ponta Verde Telefone / Fax:+55 (82) Unidade Maceió * FUTURAS INSTALAÇÕES DAS UNIDADES DE CARUARU E FORTALEZA Unidade CARUARU* Unidade FORTALEZA* Cursos da Graduação: Administração, Ciências Contábeis, Design Gráfico, Direito, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Jornalismo, Nutrição, Publicidade e Propaganda, Sistemas de Informação, Turismo Graduação Tecnológica: Redes de Computadores, Segurança no Trabalho Unidade SALVADOR

10 p ó s-gradua ç ã o e s p e c i a l i z a ç ã o Disposição para voltar à sala de aula O convívio com pessoas de várias áreas é muito bom, permite um grande aprendizado, discutimos novas tendências. E isso não se aprende só nos livros, destaca Clara. Cursos de pós-graduação permitem a qualificação do profissional e o preparam para novas exigências. Novidades incluem gestão de esportes, sustentabilidade e portos Algumas meninas sonhavam em ser comissárias de bordo. Outras, professoras ou modelos. Desde criança, Clara Teixeira, 28 anos, admirava a profissão de terapeuta ocupacional. Achava bonito. Ela cresceu e, há quatro anos, formou-se no curso que tanto admirava. No entanto, os caminhos não a levaram a uma atividade de terapeuta. Clara sempre atuou na área administrativa e descobriu que também gostava de lidar com gente de outra maneira. A jovem não colocou em prática o aprendizado mais específico do curso superior e encontrou nas especializações um meio de garantir um novo começo. Ou recomeço de sua carreira profissional. Em janeiro de 2010, Clara começou o curso de MBA em Gestão Empresarial na Business School da Faculdade Maurício de Nassau. Gostou tanto que, mesmo sem concluí-lo, iniciou o MBA em Gestão de Pessoas em janeiro deste ano. Optou por fazer um pequeno malabarismo durante dois meses até encerrar a primeira pós. Observei que essas qualificações seriam uma exigência do mercado e percebi que também estaria mais preparada para atuar na área em que encontrei espaço, justifica Clara. Estimulada pelo retorno à sala de aula, ela começou a estudar para um mestrado e pensa também em seguir a carreira acadêmica. Sempre admirei a terapia ocupacional e acabei me formando. Mas nunca atuei na área e estou descobrindo que gosto de outras coisas e quero me aperfeiçoar, disse. Os novos cursos irão contribuir nas atividades do dia a dia na Secretaria de Planejamento e Gestão do estado, onde Clara é técnica de planejamento. Mas ela reconhece também a troca de informação com os colegas na sala de aula como uma experiência enriquecedora. O convívio com pessoas de várias áreas é muito bom, permite um grande aprendizado, discutimos novas tendências. E isso não se aprende só nos livros, destaca. Antecipar-se às novas tendências de mercado, esclarece a diretora da pós-graduação da Nassau, Vânia Campos, é um dos objetivos dos novos cursos. Neste ano, ela cita como exemplo o lançamento de especializações em gestão de esportes, sustentabilidade e portuária. O QUE TEM DE NOVO NA PÓS-GRADUAÇÃO FOTOGRAFIA Objetivo: Possibilitar o conhecimento prático, instrumental e teórico-analítico que possibilitem a produção, a análise, a conservação e o restauro fotográfico, além de oferecer competência empreendedora e didática GESTÃO DA INOVAÇÃO Objetivo: Propiciar a formação das pessoas e o desenvolvimento da cultura de inovação, bem como da propriedade intelectual das empresas como grande instrumento transformador da competitividade MBA EM GESTÃO DO ESPORTE Objetivo: Propiciar qualificação no campo da gestão do esporte, orientados por uma perspectiva empreendedora e inovadora da gestão esportiva no cenário local, nacional e internacional GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE E EMPREENDEDORISMO SOCIAL NAS ORGANIZAÇÕES Objetivo: Capacitar profissionais na adoção de postura ética e suas competências competitivas a uma gestão de excelência, com ênfase na compreensão dos conceitos de sustentabilidade e responsabilidade social e sua inserção nas práticas organizacionais GESTÃO EMPRESARIAL EM NEGÓCIOS ELETRÔNICOS Objetivo: Gerar capacitação para gerenciamento de empresas que utilizem a internet como canal de produção, vendas, transações em geral, recrutamento, entre outras modalidades de trabalho Carga horária para os cinco acima: 360 h/a, com aulas quinzenais nas sextas-feiras, das 18h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h (15 meses) BANCO DE DADOS Objetivo: Formar profissionais especializados para atuar na nova visão empresarial de projeto, administração e segurança de informações das organizações. Aprimorar a qualificação do profissional de administração de banco de dados (DBA) Carga horária: 375 h/a, com aulas quinzenais nas sextas-feiras, das 18h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h (15 meses) MBA EM GESTÃO PORTUÁRIA Objetivo: Oferecer oportunidades de especialização nos conceitos, temas e práticas de logística e gestão portuária e formar especialistas em novas técnicas de gestão do segmento de portos Carga Horária: 450 h/a, com aulas quinzenais nas sextas-feiras, das 18h30 às 22h, e aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h (18 meses) A especialização está logo ali De Aracaju para o Recife, alunos enfrentam sete horas de viagem em busca da qualificação profissional E quando a sala de aula está à distância de 501 quilômetros? Bagagem pronta e pé na estrada. Tem sido assim para os sergipanos Dayane Eloá dos Anjos Maciel, 24 anos, Diogo Reis Souza, 23, e Luiz Carlos dos Santos, 47, que moram em Aracaju. Desde novembro do ano passado, a cada 15 dias, o fim de semana deles é no Recife. Especificamente, numa sala de pós graduação em Direito Processual do Business School da Faculdade Maurício de Nassau. Uma demonstração do esforço e interesse do trio pela qualificação profissional. A ideia partiu de Dayane depois de procurar, sem sucesso, uma especialização em Aracaju. Ela conta que acabou se interessando pelo curso da Nassau, pois ele abrangia mais áreas de interesse, como Direito Penal, Constitucional, Civil e Trabalho, além da docência no ensino superior. Achei uma ótima opção e os funcionários e coordenadores foram muito atenciosos. Depois disso, falei com meus amigos que também se interessaram, disse. Os três, que se conheceram na faculdade, concluíram o curso de Direito em dezembro passado e ficaram bastante animados por iniciar a pós de maneira imediata. A distância nem foi obstáculo. Nós vamos de carro próprio, mas às vezes quebra no meio da estrada. Mas nada disso é problema. estamos tirando tudo de letra, ressalta Dayane. O grupo sai de Aracaju às 4h do sábado e leva, em média, sete horas de viagem por conta dos atrasos na estrada com obras na BR Desde então, já acumulam aventuras para contar aos amigos e familiares. Nós vamos de carro próprio, mas às vezes quebra no meio da estrada. Mas nada disso é problema. estamos tirando tudo de letra, ressalta Dayane. O grupo sai de Aracaju às 4h do sábado e leva, em média, sete horas de viagem por conta dos atrasos na estrada com obras na BR. Assistem aula nas sextas-feiras à noite e, durante o dia, no sábado. No domingo, novamente às 4h, é hora de pegar a estrada para o retorno. Um fim de semana puxado e custoso. São várias as despesas, como combustível, alimentação e a despesa do carro quando ele quebra, brincou a advogada. Sorte do trio, o aluguel saiu em conta. Eles conseguiram fechar um acordo com a tia de um colega da turma, que mora em Caruaru (interior de Pernambuco) e também se hospeda com eles, de um primeiro andar de uma casa com sala, cozinha, banheiro e dois quartos. Agora é só esperar até dezembro deste ano para conseguir o título de especialista e seguirem para novas aventuras. Luiz pretende atuar na área criminal, Diogo em trabalhista e Dayane em cível. Em comum, todos têm o desejo de lecionar e a disposição clara para enfrentar as dificuldades até o futuro profissional promissor. PARA SABER MAIS: posgraduacao.mauriciodenassau.edu.br/home/entrada

11 n ú c l e o de ta l e n t o s n ú c l e o de ta l e n t o s Quem entra numa sala do Núcleo de Talentos da Faculdade Maurício de Nassau se impressiona com a quantidade de finais felizes que pode encontrar. As coordenadoras facilmente listam nome de alunos e ex-alunos que tiveram parte de suas histórias construídas ali. São Mirelas, Gabrielas, Brunos... E a memória precisa ser boa porque os estudantes ou profissionais que vão até lá estão apenas de passagem. De passagem para se encontrar na vida. O Núcleo é só um trampolim. Em 2010, quase 4 mil estudantes descobriram novos caminhos depois de uma visita ao espaço criado para ajudá-los a entrar no mercado de trabalho. Atenção, talentos de passagem Núcleo de Talentos da Faculdade Maurício de Nassau facilita o encontro entre as empresas, estudantes e ex-alunos em busca de uma oportunidade no mercado Fim de curso é angustiante. Queremos trabalhar, entrar no mercado, mas nem sempre é fácil, conta Mirela. PARA ATRAIR, CAPRICHE NO CURRÍCULO Comece por dados pessoais, com nome completo, idade, endereço e estado civil Não esqueça os contatos de telefone e Escreva seu objetivo, isto é, o que você pretende ao se candidatar àquela vaga Resuma suas experiências profissionais em um pequeno texto, sem detalhar as empresas e os períodos Organize uma lista das empresas por onde passou, sem repetir as atividades e coloque o período (ex. mês/ano a mês/ano) Detalhe sua formação naquela área profissional, desde cursos de idiomas até graduação e pós-graduação Se você tiver experiências em áreas diversificadas adapte o currículo para cada vaga pretendida, dando prioridade às atividades de interesse Se ainda tiver espaço, trate de outros assuntos aos quais atribua alguma relevância, como viagens internacionais, artigos publicados ou premiações Não esqueça de colocar a data no final da página Lembre-se de analisar bem a vaga e observar se você está dentro do perfil para não correr o risco de causar uma imagem negativa de caiu na rede é peixe CAUSE UMA BOA 1ª IMPRESSÃO O encantamento de Gabriela Lapenda, 22 anos, com o curso de Nutrição se assemelha à empolgação de uma criança num parque de diversão. Disposta a experimentar tudo até encontrar o que gosta mais. Ou, como também se enquadra, seja mais gratificante. No 7º período, ela está há cerca de um ano no grupo de pesquisa do IMIP, onde tem o orgulho de poder aprender com o professor e coordenador do setor, Malaquias Batista Filho. Lá, ela investiga tudo sobre nutrição. Obesidade, desnutrição e saúde pública são assuntos que a estudante conhece em números e estatísticas. O outro lado da moeda as pessoas e os casos reais - ela começou a conhecer em janeiro deste ano. Acho tudo em nutrição encantador. Mas esse estágio será ótimo, pois poderei acompanhar a realidade de cardápio, estoque e treinamento, diz Gabriela. Depois de uma visita ao núcleo, Gabriela conseguiu firmar um estágio na Secretaria Estadual de Educação, em Nazaré da Mata, Mata Norte de Pernambuco. E até nisso deu sorte, pois mora em Carpina, na mesma região. Acho tudo em nutrição encantador. Mas esse estágio será ótimo, pois poderei acompanhar a realidade de cardápio, estoque e treinamento, disse. E que realidade. Com duas nutricionistas formadas, a estudante será responsável por 60 escolas da região e terá a missão de manter uma merenda saudável para as crianças diante de dificuldades como adaptar o cardápio ao estoque, treinar as merendeiras e equilibrar os números que ela estuda no Imip. O estímulo ideal para quem tem o fôlego de iniciante e o desejo de mudar o mundo. E construir um novo mundo profissional é o que a administradora recém formada Mirela Silva, 27, pretende a partir da vaga de trainee em uma multinacional do setor de revestimento e proteção. Ela foi indicada à empresa pelo Núcleo de Talentos e passou por dois dias de intenso processo seletivo. A aprovação não poderia ser mais esperada, pois o contrato com o estágio antigo tinha sido encerrado e as novas contas começavam a chegar. Fim de curso é angustiante. Queremos trabalhar, entrar no mercado, mas nem sempre é fácil, conta, lembrando que trabalha desde cedo para ajudar em casa, tendo passado por ocupações em shoppings e telemarketing. Essas alternativas não estavam descartadas pela estudante, que priorizava algo na área. Agora sonha com a carreira na empresa e já planeja o futuro. Depois de quatro meses como trainee, Mirela deverá apresentar um plano de negócios que será julgado para uma recolocação no grupo. Eles têm várias filiais em outras cidades. Toparia sem problemas. Essa oportunidade veio em ótima hora, destacou, já com novos sonhos em mente. Sempre. Evite atrasos e se planeje para chegar com antecedência de uns 15 minutos Cumprimente o entrevistador com um aperto de mão seguro e seja você mesmo Mantenha contato visual, especialmente na hora das respostas Se souber qual é a empresa, se informe, é importante conhecer o histórico Cuidado com o perfume, não exagere Opte por roupas de cores neutras e evite modelos curtos, justos ou decotados Evite gírias, pois podem ser mal interpretadas A entrevista é de mão dupla, aproveite para tirar dúvidas e conhecer a vaga Seja profissional e não fale mal de seu atual ou antigo empregador Não revele informações confidenciais sobre sua empresa atual ou antiga Seja sincero quanto ao motivo da sua saída do antigo emprego Mostre interesse e entusiasmo se quiser realmente ocupar a nova vaga Agradeça a oportunidade Fonte: Núcleo de Talentos da Faculdade Maurício de Nassau

12 a p r e n d i z a d o a p r e n d i z a d o De aluno a aprendiz. E exemplo... A vida tem caminhos curiosos para mostrar novos destinos. Depois da fama em programa de TV, Rodrigo Solano começou a descobrir o próprio tempo Até hoje, quase um ano depois, Rodrigo Solano, 20 anos, não sabe exatamente o que o levou a desbancar candidatos. Era esse o número de inscritos que concorriam a uma das 16 vagas do programa televisivo Aprendiz Universitário 7. Também não tem certeza do que o levou até a final do mesmo reality show, concorrendo ao prêmio de R$ 1 milhão e um cargo no Grupo Doria Associados. Destino, carisma, compromisso, motivação? O dominó da Copa que ele criou na fase de seleção ou a prova em que se vestiu de coração para divulgar um produto? Mais provável ter sido de tudo isso um pouco. Um pouco de tudo em Solano, como ficou conhecido. O que o jovem logo percebeu foi a guinada que a experiência deu na vida dele. Quando seria possível ter ficado triste por ter ido até a final e não ter ganhado o 1º lugar no programa, ele sentiu os caminhos se abrirem. E parecia saber disso ainda no palco com as câmeras ligadas. O grupo veio todo me consolar. Precisou que eu dissesse que estava bem e que a outra concorrente tinha ganhado e merecia os abraços, relembra. Câmeras desligadas. Mas os convites foram tantos, inclusive em multinacionais sediadas em São Paulo, que um deles surgiu de onde o estudante do 6º período da Faculdade Mauricio de Nassau nem esperava. Exatamente da instituição onde estudava. E foi esse que ele aceitou. Aluno de Jornalismo, ele também assumiu o cargo de coordenador comercial da unidade da Maurício de Nassau no Recife. Escolheu permanecer na cidade natal, por enquanto. Pois é como se as idas a São Paulo para participar da seleção e gravar o programa e as viagens subsequentes de premiação para a Suíça, África do Sul, Espanha, entre outros destinos, tivessem chamado sua atenção para o tamanho do mundo. E, de certa forma, foi assim mesmo. Mas Solano não teve pressa. Eu nunca tinha viajado de avião, ficado tanto tempo fora. Imagine para minha mãe, que ficou sem o filho por seis meses. Todo dia ela ligava para a TV e o pessoal já sabia que era a dona Sônia querendo saber se o filho estava bem e tinha comido, conta brincando, apesar da fama da mãe ser mesmo verdadeira. A proposta da faculdade foi vista como o melhor convite por Solano. Não era hora. Depois cheguei a pensar se fiz certo, mas agora sei que vou morar fora um dia. Talvez em São Paulo ou outra cidade. A hora vai chegar, assegura. Impossível questionar. Solano mostrou que tem originalidade e competência, característica observada pelos milhões de espectadores do programa. Contra as possibilidades - com a internet caindo na prova de seleção, usando o brinco que ele se esqueceu de tirar para a entrevista, sem paletó para participar das gravações ele mostrou que tinha personalidade. Eu era o único diferente, assim mais largado. Pensei que ou seria o ridículo ou gostariam de mim, conclui. No Aprendiz, o jovem foi chamado de rei e conseguiu o feito inédito de fazer uma empresa adotar imediatamente uma ideia. Virou exemplo. De aprendiz transformou-se também em professor. VEJA MAIS: No site, confira a prova em que Solano se vestiu de coração e foi o vencedor. Solano foi contratado por ser um aluno com habilidades de destaque. Ele mostrou-se capaz de gerenciar a área comercial da instituição e aproveitamos a oportunidade de tê-lo na equipe, Bruno Burgos, gerente de marketing do Grupo Ser Educacional

13 f i na n ç a s f i na n ç a s Aluna de Ciências Contábeis, Vany Ribeiro atua como consultora de finanças pessoais e mostra que é possível sem mágica fazer o dinheiro render e concretizar sonhos Boa matemática e planejamento deixam tudo azul Ganhando menos de um salário mínimo fixo, Paulo Victor de Santana, 26 anos, assumiu uma prestação de R$ 206 em 36 vezes para comprar a moto dos sonhos. Sem controle do que saía da carteira, o editor de imagens continuava a gastar a média de R$ 150 em passeios nos fins de semana. E contava com uma renda de trabalhos extras que variava todo mês, para evitar buracos. Nem precisa ser bom com números para arriscar que ele entrou no vermelho. Ainda assim, conseguiu adiantar as parcelas em um ano e quitou o débito. Não foi milagre, nem ele foi um dos vencedores da mega-sena. Ele conheceu Helcivany Ribeiro, que conhece bem matemática e é boa de gestão financeira. Aluna do 6º período de Ciências Contábeis da Faculdade Maurício de Nassau e mulher do chefe de Paulo, Vany deu início a um projeto de consultoria financeira pessoal e empresarial. Ela queria mostrar que, com boa organização, é possível crescer mesmo com pouco dinheiro. É muito gratificante quando as pessoas começam a perceber que podem melhorar de vida. Mas é preciso realmente querer mudar os hábitos, defende. E entregar as contas para quem pode ajudar como fez Paulo Victor com a nova consultora, que foi logo cortando as farras e indicando as prioridades. No início da organização das finanças, ele passou a ganhar um salário mínimo fixo, o que ajudou nos cálculos. Eu guardava um dinheiro extra na poupança e achava que o rendimento iria ajudar a pagar a moto, mas Vany mostrou que era melhor adiantar as parcelas e fui pagando sempre duas, conta o editor, que cortou os juros e conseguiu antecipar o pagamento em um ano. Com um di- nheirinho sobrando, já que mora na casa do pai e divide as contas com ele, Paulo Victor resolveu investir nos equipamentos de trabalho e comprou um computador. Novamente com a ajuda de Vany, ele conseguiu economizar 20% porque não comprou o roteador na mesma loja. Paulo ia caindo nessas propagandas de promoção, mas mostrei que eles tiram de um lado e ganham em outro. Achamos um equipamento mais barato em outra loja, era só procurar, ensina. O aluno só não foi mais exemplar, pois, no fim do ano passado, caiu em tentação. Ansioso para ter um carro e economizar nos freelas que faz com filmagem, ele comprou um modelo zero sem consultar a professora. E levou um puxão de orelha. Assim que retirou o veículo da loja sofreu uma grande desvalorização, já que um modelo diferente foi lançado neste ano. Vi que paguei mais caro e deveria ter ficado com um semi-novo. Mas Vany me ajudou a organizar as contas e vai dar para pagar, sorri, pensando na economia que fará quando precisar ir de carro para algum evento. Enquanto isso, ele aproveita a moto para não precisar acordar tão cedo e ganhar tempo na hora de ir para o trabalho, na Madalena, e voltar para casa, em Olinda. Com tudo em dia, Paulo já pensa em alugar um apartamento perto do trabalho para economizar ainda mais no combustível e ganhar tempo livre para outros serviços. Para ele, vale a máxima de que tempo é dinheiro. Ele sonha e planeja com a aprovação de Vany, que observa no cliente um trabalho bem sucedido. Um estímulo novo para concluir o curso e seguir fazendo diferença na vida de outros. 10 passos para controlar as finanças Mude o comportamento financeiro através da disciplina e do autocontrole Organize as contas em três modalidades: Fixas, Fixas com valores variáveis e Variáveis Utilize o cartão de crédito apenas para despesas previstas no orçamento Faça do cheque o seu gerente, consulte e analise a possibilidade de uso, em vez de submeter-se aos juros impostos por um gerente Transfira as contas de receitas e despesas para uma planilha e aprenda a lê-las Estude que débitos podem ser reduzidos ou eliminados para direcioná-lo a algo mais construtivo Observe qual o percentual de cada conta em relação a sua renda, analisando se é ou não válido dispor da renda dessa forma Adote o método da caderneta diária, anotando desde o pão ao cafezinho. Chama-se disciplina Faça escolhas inteligentes, como sair uma ou duas vezes por mês ou ainda examinar junto a família se a assinatura de TV está cumprindo o papel de lazer. Caso contrário, reveja certos gastos Planeje. Este sim é o melhor e mais bem sucedido modo de controlar toda e qualquer finança É muito gratificante quando as pessoas começam a perceber que podem melhorar de vida. Mas é preciso realmente querer mudar os hábitos

14 t u r i s m o t u r i s m o Afirmar que o nascimento de um filho muda a vida dos pais parece lugar comum. Mas a chegada de Marília teve um impacto tão profundo em Arthur que fez, e ainda faz, diferença para dezenas, centenas, milhares (!?) de outras pessoas. Há 17 anos, a primogênita de Arthur nasceu cega. Dedicado, ele fez do inesperado uma motivação para buscar aprendizado. Como um bom pai, queria propiciar o melhor para a filha. Naquela época, ainda não existia a facilidade do Google. Nas escolas, se falava em integração, socialização. Inclusão só veio depois. Uma luta pessoal e profissional do administrador, professor e, depois, especialista em inclusão social. Foi aí que essa história começou a ficar diferente. Arthur Mendonça conta que, após o nascimento de Marília, mergulhou nos livros em busca de orientação, de como lidar com a diferença. As escolas eram obrigadas a recebê-la, mas não estavam preparadas. Ela não tinha o mesmo atendimento das outras crianças e isso não estava certo, relembra. Ao mesmo tempo, com uma nova sensibilidade despertada, Arthur assumia a direção do setor de recursos humanos do metrô do Recife. Estava na posição contrária. Era o gestor e outros precisavam de oportunidade. Ele não podia pecar estando do outro lado e incluiu uma cota para estagiários com deficiência. Abriu a porta para outros filhos e a janela para sua própria filha, ainda criança. A atitude foi reconhecida e o administrador foi convidado a coordenar projetos de acessibilidade na Superintendência de Apoio à Pessoa com Deficiência de Pernambuco. Financeiramente, ponderou, não era vantagem. Além disso, sairia de uma gestão de 3 mil funcionários para o universo do estado, com 14% de deficientes à espera de uma inclusão verdadeira. Mas o ganho pessoal, familiar e coletivo o motivaram. No dia a dia, Arthur começou a discutir a inclusão nos esportes, na educação, na empregabilidade e observou que a temática não incluía o turismo. Antes não tínhamos nada. Hoje, temos alguns hotéis preparados. Mas é preciso adaptar roteiros e treinar pessoas, observa, citando como ideias para um turista cego ou de baixa visão, por exemplo, a oferta de um cardápio ou roteiro áudio-descritivo. A partir de então, o caminho dele cruzou com o dos alunos de Turismo da Faculdade Maurício de Nassau. Entre uma provocação e outra, uma simulação aqui e outra ali, um congresso e uma feira, os futuros turismólogos aprendem que o turismo deve ser para todos. Em experiências com olhos vendados e cadeiras de rodas, os estudantes vivenciam o que sente um turista com necessidades diferentes e aprendem como devem agir sendo os profissionais. As simulações têm o objetivo de preparar os futuros profissionais e garantir que todos os próximos turistas aproveitem o passeio de forma integral. Mesmo que diferente. E Marília? Timidamente, ela conta os planos de cursar Direito e Jornalismo. Solta-se quando diz que adora viajar com a família e que já conhece o Brasil quase todo. Gostou mais de Gramado, de Brasília e das praias da Bahia. Com todo o aprendizado do pai, a filha ganhou mais liberdade. No percurso, ganhou até uma irmã, Geovana, 12. Minha experiência toda foi um ganho pessoal imenso. Deu uma guinada, éramos muito protetores. Agora damos uma autonomia a Marília ao ponto de dizer te vira. Eu queria abrir o caminho, preparar o chão para ela seguir, reflete, com o sonho de todo pai. Os caminhos foram abertos. Para Marília e tantos outros, alunos, deficientes e amigos. Estão todos na estrada. É FÁCIL AJUDAR, APRENDA A INCLUIR Se você quiser falar com uma pessoa surda, não grite. Ela não ouvirá e sua expressão parecerá agressiva Se quiser conversar com uma pessoa surda, chame atenção sinalizando com a mão ou tocando no braço dela Enquanto estiver falando, fique de frente para que ela possa ler seus lábios e converse normalmente, a não ser que ela peça para você falar devagar Para orientar uma pessoa com deficiência visual no deslocamento, nunca use ali ou aqui Lembre-se de indicar obstáculos encontrados no caminho como degraus, meios-fios, buracos e outros. Não esqueça do que está acima e pode bater na cabeça da pessoa Não evite palavras como cego, olhar ou ver. Isso não é nenhuma ofensa ou indelicadeza com a pessoa cega Tente descrever os ambientes com detalhes, como posição dos móveis, vista, se existe jardim, as cores e a apresentação das comidas Alunos vivenciam o que sente um turista com necessidades diferentes Se você estiver caminhando com uma pessoa que use muletas, procure andar no ritmo de marcha dela Se desejar, ofereça ajuda, mas não force. Se precisar de apoio, a pessoa aceitará a sua colaboração e lhe dirá o que fazer Cumprimente a pessoa com déficit intelectual de maneira respeitosa e não se esqueça de fazer o mesmo ao sair. Todo mundo gosta de ser tratado com respeito e atenção Fonte: Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD). Antes não tínhamos nada. Hoje, temos alguns hotéis preparados. Mas é preciso adaptar roteiros e treinar pessoas, observa Arthur. Turismo para todos Após o nascimento de uma filha cega, professor mergulha no universo da inclusão social. A causa vira sua profissão e, hoje, é transmitida aos estudantes

15 e n g e n h a r i a ambienta l e n g e n h a r i a ambienta l Construir, desconstruir e reconstruir Mente aberta, vontade de fazer diferente e de forma mais duradoura é prérequisito para ter sucesso na carreira e garantir o futuro da humanidade como conhecemos Aos 53 anos, quando mesmo nos dias de hoje alguns poderiam achar que era tarde, José Luís Loureiro recomeçou. Com uma carreira consolidada por 35 anos de experiência em construção civil, ele vislumbrou o futuro. E foi atrás dele. Mas a decisão desse paulistano apaixonado por Recife não está sendo contada nesta revista só porque ele encarou voltar a uma sala cheia de jovens e aulas de matemática básica. O que já seria uma bela lição. Ele aceitou reformular seus conceitos e práticas em um movimento bem mais difícil. Foi buscar na Engenharia Ambiental os caminhos para preservar o maior patrimônio da humanidade. A qualidade do meio ambiente está ligada a nossa vida, sempre foi nosso patrimônio maior. Mas agora não dá mais para viver sem considerar as soluções ambientais, destaca, ressaltando que pretende aliar sua experiência aos novos conhecimentos para criar alternativas mais sustentáveis. No 2º período do curso da Faculdade Maurício de Nassau, José Luís conta que já superou o susto pelo retorno às aulas e está confiante na escolha de investir no futuro. Ele acredita que a tendência é que os próximos empreendimentos só sejam aprovados após a análise de um engenheiro ambiental. Estarei pronto. Ainda quero fazer muito nessa vida, disse o pai de três filho e avô de sete netos, com a empolgação do recém-formado que será em alguns semestres. Na sala de aula, a vontade de colocar a mão na massa vem falando alto e um grupo de estudantes, coordenado pelo gestor do curso e professor, Marco Antônio Silva, está elaborando um projeto de Consultoria Junior de Engenharia Ambiental. Os alunos já atuaram na instituição, ministrando palestras para outras turmas, e desenvolveram atividades externas. A experiência de quem está no mercado também serve de exemplo, como a de José Luís e de Tatiane Marques da Silva, 28. Técnica em segurança do trabalho, a jovem buscou no curso superior uma capacitação para estar mais preparada às mudanças. E vem aplicando o conhecimento nas construções em que atua. Esse é um mercado em pleno crescimento e temos muito o que descobrir ainda, constata Tatiane. Empolgada e orgulhosa por estar trabalhando na construção de um dos primeiros prédios 100% verdes do Recife, ela lista as iniciativas que já coloca em prática, como coleta seletiva de resíduos e reaproveitamento de materiais. Mas sabe que ainda há muito o que mudar e implantar para deixar, no passado, o título de setor que mais esgota os recursos naturais. Um passado que se afasta com velocidade desses estudantes que em qualquer idade estão dispostos a começar, recomeçar e mudar conceitos. José Luís Loureiro vislumbrou o futuro no curso de Engenharia Ambiental e pretende unir o aprendizado à prática da construção civil. Orgulhosa por participar do projeto de um prédio verde, Tatiane Marques já atua de maneira sustentável A cada semestre, os estudantes da Faculdade Maurício de Nassau escolhem uma atividade para reforçar que o temido trote pode ser legal. No semestre passado, eles fizeram questão de atuar em Água Preta, cidade da Mata Sul de Pernambuco, devastada pelas enchentes em junho de A ação, desenvolvida em dezembro, reuniu alunos de vários cursos, que contribuíram com atuação em suas áreas específicas em um exemplo de cidadania. A turma de engenharia ambiental ficou responsável pela atuação na prevenção de tragédias futuras TROTE LEGAL e, assim, os grupos fizeram o reflorestamento das margens do rio. A Faculdade também reuniu material para doação que compôs 9 mil kits, incluindo material escolar e alimentos. A entrega foi feita em 14 escolas municipais e estaduais e encheu os participantes de vontade de ajudar ainda mais. Por isso, outras campanhas da instituição, como Faculdade na Comunidade, Estágio Social e Natal Solidário, também destinaram suas iniciativas para a cidade, oferecendo atendimento jurídico, de saúde, alimentação e atividades de lazer

16 pa z no trânsit o pa z no trânsit o Crucifixo alerta para os riscos na direção O crucifixo também lembra a morte, que pode ser provocada por acidentes automobilísticos. Queremos que cada motorista imagine seu veículo naquelas condições, se imagine envolvido em algum acidente de trânsito. A ideia é chocar e conscientizar ao mesmo tempo, destacou Sérgio Murilo Júnior. Monumento criado com carros e motos envolvidos em acidentes marca campanha, realizada em parceria pela Faculdade e órgãos públicos, pela segurança e paz no trânsito Instalado na principal via de acesso às praias do litoral Sul de Alagoas, às margens da BR 101, um crucifixo de 16 metros de altura dá o alerta para o risco de acidentes. O monumento foi criado com seis carros e uma moto destruídos em ocorrências de trânsito com a intenção de chocar, chamar a atenção e modificar o comportamento dos motoristas. A Ação do Crucifixo é uma iniciativa da Faculdade Maurício de Nassau, em parceria com órgãos estaduais e federais, inaugurada no ano passado, em Alagoas. Desde então, foi lançada em Salvador e as cidades do Recife, João Pessoa, Natal e Fortaleza serão as próximas a sediar o projeto. O coordenador executivo do Instituto Maurício de Nas- sau, Sérgio Murilo Júnior, destacou que o Instituto vem desenvolvendo uma ampla campanha pela paz no trânsito e respeito às vagas prioritárias para deficientes, idosos e gestantes. A próxima ação, acrescentou, será uma campanha pelo respeito às faixas de pedestres. Incentivamos os nossos alunos a refletir e mudar o comportamento no trânsito. Com o apoio deles, queremos provocar uma mudança de atitude na população, afirmou. Em relação ao monumento, ele esclareceu que o grupo estava em busca de um ícone que simbolizasse a violência no trânsito e decidiu pelo formato do crucifixo automotivo pois, além de lembrar a religiosidade, alerta para o perigo maior, da morte. O crucifixo também lembra a morte, que pode ser provocada por acidentes automobilísticos. Queremos que cada motorista imagine seu veículo naquelas condições, se imagine envolvido em algum acidente de trânsito. A ideia é chocar e conscientizar ao mesmo tempo, destacou. Em Alagoas, a campanha foi lançada, em junho passado, para marcar a abertura local da Semana Nacional do Trânsito com o apoio do Detran/AL, da Polícia Rodoviária Federal e do governo do estado. Assim, o crucifixo foi instalado ao lado do Posto da PRF, na cidade de Marechal, Região Metropolitana de Maceió, numa localização estratégica, pois, além de dar acesso às praias, leva aos municípios do interior movimentados pelas festas juninas. A ação do Detran ainda incluiu blitze educativas sobre a Lei Seca e a obrigatoriedade dos assentos automotivos para crianças, tendo o apoio dos estudantes da Faculdade na abordagem aos motoristas. Em Salvador, o combate ao consumo de bebida alcoólica e direção foi um dos focos da campanha lançada, em janeiro deste ano, com a instalação do crucifixo na Avenida Paralela. A iniciativa também contou a parceria do Detran/BA e do governo estadual e o ícone seguiu o mesmo modelo: 16 metros, formado por veículos destruídos ou semi-destruídos em colisões. Você não gostaria de ter seu veículo naquele monumento, não é?

17 g a s t ro n o m i a g a s t ro n o m i a Cozinhar para tratar bem É comum um prato limpo, o talento. Sempre fui encantada com culinária, acho uma verdadeira arte e, desde menina, me dedico a aprender, lembra. Aos 17 anos, ela fez o primeiro curso de doces e salgados. Mas a necessidade de trabalhar cedo, seguida pela vinda dos filhos e o trator que pode ser o dia a dia, adiaram os planos de um curso superior. Sem traumas. No tempo certo, ela matriculou-se no curso de Gastronomia e retomou os sonhos. Hoje, trabalha no setor administrativo de uma multinacional e cursa o 2º período. Na sala, deparou-se com a moda do homem que também cozinha e se animou em fazer do antigo hobby uma nova carreira profissional. Mônica descobriu que gastronomia vai bem além da receita, incluindo conhecimentos sobre nutrição, gestão e mercado. A possibilidade de cuidar também pela gastronomia saudável a tem atraído e, apesar de ressaltar que ainda é cedo, admite estar encantada por essa nova linguagem de amor. Prazeres além da mesa A cozinha é sim uma arte. E científica. Até Einstein concordaria, uma vez que para acertar aquela receita são exigidas experiências, erros e acertos. No entanto, a frase consolidada costuma servir de desculpa para quem diz não levar jeito e, já que não tem mesmo o perfil, garante que é melhor esperar na mesa. Bem, o fato é que o principal nem está na combinação química dos ingredientes. É quase como aquela letra de música sertaneja, que também virou propaganda: É o amor. Quem costuma dar uma de chef amador ou profissional, gosta de receber, agradar e, claro, comer. Essa costuma ser a essência, o ponto de partida. No caminho, também estão observadores de um mercado amplo e em alta, como o do mundo gastronômico e dos espaços gourmets. Uma enquete informal entre os alunos Gastronomia da Faculdade Maurício de Nassau indica que tudo começa pela paixão. E se mantém pelo desejo de ser bem sucedido na área, algo motivado pelo curso avaliado pelo Ministério da Educação (MEC) como o melhor entre as instituições do Norte/Nordeste. Alunos e ex-alunos, como Mônica Coelho, Sérgio Galvão, Thomás Sôlha e Leonardo Amaral revelam um pouco do perfil de quem arrisca e petisca. Confira também as receitas indicadas por eles. Bon appétit! Entrada Super Leve Por Mônica Coelho Ingredientes: 300 g de presunto fatiado (a gosto com ou sem capa de gordura) 200 g de azeitona fatiada 2 ovos 1 colher de maionese 1 creme de leite 1 limão 1 cebola pequena. ou melhor, raspado, roubar um sorriso de mães, avós e, talvez, mulheres em geral. Mônica Coelho, 38 anos, acredita que o segredo está no prazer de servir e conseguir se comunicar assim. Ela fala com a experiência de quem acompanhou o crescimento dos dois filhos, Caio, 16, e Ygor, 14, sempre com uma comidinha gostosa. Apesar da aprovação dos garotos, ela queria aprimorar Na folga, a arte é para a família Na casa de Thomás Sôlha, 26 anos, o fogão esteve sempre sobre o controle dos homens. A tradição começou com o pai e, aos oito anos, ele era o ajudante principal dos churrascos da família. Quando o assistente cresceu, a brincadeira virou fonte de renda. Ainda cursando Filosofia, o estudante começou a trabalhar em cozinhas de bares e restaurantes. A experiência deu mais ânimo e, mesmo com a graduação e o trabalho Pescada amarela com arroz de moqueca de professor, Thomás não conseguiu abandonar a cozinha. Voltou para a sala de aula no curso de Gastronomia da Nassau. Desta vez para aprimorar o hobby, o que fez tão bem que ficou até famoso. A ideia foi do colega de turma Leonardo Amaral que, ao saber que o Prazeres da Mesa ao Vivo (o maior reality show da enogastronomia) seria realizado na Faculdade, inscreveu os dois na competição. Com o tema A evolução da cozinha pernambucana, a dupla recebeu a missão de criar Por Thomás Sôlha e Leonardo Amaral Ingredientes: 500g de pescada amarela sal pimenta branca 30 ml de azeite de oliva 1 maracujá 20 g de açúcar 600 ml de caldo de peixe 30g de manteiga 10g farinha de trigo 8 unidades de ervilhas tortas 160g de arroz parboilizado 10 ml dendê 10 ml de leite de coco 20g abóbora 10g de cebola 2 dentes de alho 1 tomate 1 pimentão coentro cebolinha. um prato com um peixe e elaborou a Pescada Amarela com Arroz de Moqueca. Resultado: conquistaram o primeiro lugar regional. Foi o toque de mestre dos estudantes que estavam concluindo o curso. Thomás ainda dá aulas de filosofia, mas também atua como consultor e irá estrear como professor de cozinha asiática na Faculdade neste semestre. Ah, nos dias de folga, também vai para o fogão em casa. Geralmente aos domingos - dia de filé, rodeado de parentes e amigos. Modo de Preparo: Tempere os filés de pescada com sal e pimenta. Reserve, passe na farinha de trigo e chape por três minutos de cada lado. Para o molho, prepare o suco do maracujá, leve ao fogo, acrescente o caldo e um pouco de açúcar. Solte as ervilhas uma a uma na manteiga. Para moqueca, refolgue o alho e a cebola em azeite de dendê, depois acrescente pimentão, tomate, coentro, sal e refolgue o arroz. Em seguida acrescente o caldo do peixe, leite de coco e abóbora, finalizando com cebolinha. Monte o prato e sirva. Modo de preparo: Corte o presunto em quadrados pequenos e misture à azeitona fatiada dentro de um recipiente. Cozinhe os ovos por 8 minutos, parta-os retirando a gema das claras e corte as claras em formatos pequenos, colocando-as no recipiente. À colher de maionese, misture a cebola ralada, o suco de limão a gosto. Depois de amassadas, coloque as gemas no recipiente misturando com uma colher e adicionando o creme de leite. Arrume em um bonito recipiente e sirva com torradas. Risoto de lagosta ao forno Por Sérgio Galvão Ingredientes: 1 lagosta inteira (pesando cerca de 700 g 1 xícara de arroz para risoto (arbóreo) 100 g de queijo gruyere 1 colher de sopa de requeijão mix de cenoura, alho poro, salsa e cebola cortados em cubinhos sal e pimenta do reino a gosto 2 taças de vinho branco seco 100 ml de creme de leite fresco azeite alho triturado Modo de preparo: Base para o molho e risoto: Retire a calda da lagosta e reserve. Coloque para ferver a cabeça em água por 10 minutos, depois retire e reserve a água. Com auxilio de um cutelo, quebre em pedaços a cabeça e retorne a água do cozimento. Acrescente o mix de legumes, a pimenta e o sal, um copo de vinho branco e deixe cozinhar tampado por 10 minutos. Peneire o caldo resultante e reserve. A festa começa na cozinha O engenheiro elétrico Sérgio Galvão, 40 Para o risoto: Acrescente azeite à panela, refogue o arroz, acrescente o sal, pimenta do reino e um copo de vinho branco, ½ copo do caldo do cozimento da lagosta e vá mexendo para não grudar, acrescente o queijo gruyere ralado para que se incorpore ao risoto e adicione água se for necessário para que o risoto fique no ponto. Lembre-se, o arroz arbóreo ficará ao dente após o cozimento. Para a lagosta: retire a calda da lagosta, limpe o intestino na parte de baixo, salteie a mesma em azeite com alho, sal e pimenta do reino até que esteja assada. Cuidado para não passar do ponto e ressecar a lagosta. Em uma panela, coloque 300 ml do caldo do cozimento da lagosta restante, acrescente 1 colher sopa de requeijão e 100 ml de creme de leite fresco, prove o sal, deixe reduzir e reserve. anos, planeja trocar os cálculos por combinações, no mínimo, mais aromáticas. Estimulado pela aprovação dos jantares que coordena em casa, o hobby vem se tornando mais profissional. Até a matrícula no curso da Nassau, no ano passado, a intenção era ganhar mais elogios de quem provava suas receitas, por assim dizer. Após as primeiras aulas, o engenheiro observou que o curso oferecia um conhecimento amplo de um mercado em crescimento e podia ser uma alternativa no futuro. Mas isso tudo ficará para depois, garante. Quando estiver mais experiente e mais viajado, para conhecer as cozinhas do mundo. Vi a dimensão de atividades que estão disponíveis. No momento, essa é a área que tem me dado mais prazer, afirma. Por enquanto, ir para o fogão ainda é uma festa para poucos. E quando é na casa dele, avisa: a diversão começa na cozinha para ele e, em geral, as mulheres do grupo. O resto dos homens costuma ficar na sala. Deixo tudo separado, cortado e, enquanto preparo, vamos abrindo um vinho e conversando, explica. As especialidades do engenheiro são carnes vermelhas e frutos do mar. Uma das mais elogiadas é este risoto de lagosta abaixo

18 t v aberta t v aberta Esse é classificação livre Produzido, apresentado e editado por estudantes de Comunicação Social, programa televisivo sobre cinema é um laboratório real onde os estudantes se veem e são vistos retoques em si mesma e os primeiros em Binho. Após o gravando, a atenção e o profissionalismo dos estudantes entram em cena. Com dicas de filmes, lançamentos e entrevistas gravadas no estúdio, o programa semanal tem uma hora de duração e exibe sempre uma entrevista e um curta dos alunos ou ex-alunos da Nassau, além de vídeos de temas livre. A dupla apresentadora foi escolhida por uma comissão de professores da Faculdade entre 31 candidatos. Eles se completam, têm estilos diferentes e achamos que ia funcionar. Foi tudo adaptado, pois até o cenário tinha sido pensado para uma pessoa só, destaca o diretor. O objetivo principal, esclarece, foi disponibilizar um espaço de aprendizado intenso, onde o aluno pudesse trabalhar e se reconhecer. Com a mesma ideia, a Nassau também lançou o programa de entrevistas Opinião Brasil (2ª, às 22h, reprise na 3ª, às 14h). Com câmeras de alta definição e modernas ilhas de edição, os estudantes vivenciam o dia a dia de profissionais. E fazem bonito. SE LIGUE E ASSISTA: Classificação Livre Onde: Net Recife, canal 14 Quando: 22h, nas quartas-feiras e reprise às sextasfeiras, às 14h Revista para levar com você Com formato, linguagem e projeto gráfico inovadores, o lançamento da Revista DUE, em dezembro passado, constata que a nova geração de comunicólogos está movimentando o mercado. Lançada por duas publicitárias formadas na Faculdade e alunas da pós-graduação no MBA de Marketing Estratégico da unidade Maceió, Valná e Larissa Dantas, a publicação é um exemplo de visão diferenciada. O destaque fica com o formato pocket, que cabe na bolsa e é de fácil manuseio e transporte. Um atrativo pensado pelas duas estudantes empreendedoras para agradar as leitoras, que poderão ter uma DUE sempre a mão, no carro ou na bolsa. A diretora executiva da revista, Larissa, destaca que os textos são curtos e objetivos sobre temas que passam pela carreira profissional, moda, saúde, comportamento, turismo, cultura e arquitetura. Para agradar o público-alvo, entre adolescentes e adultos, a diretora editorial, Valná, ressalta que a linguagem é direta e inteligente, considerando o tempo como fator vital para os leitores. O projeto gráfico também foi criado por um aluno da Nassau, Caio Dantas, formado em Publicidade. Curioso? Procure uma DUE nas bancas de Maceió, a venda por R$ 9,90. Três, dois, um. Gravando. - Olá! Eu sou Binho Aguirre. - E eu sou Jaqueline Coêlho. Começa agora o Classificação Livre. Como café e leite, arroz e feijão ou goiabada e queijo, esses dois estudantes de Jornalismo da Faculdade Maurício de Nassau se completam. São opostos. Ela concluindo o curso, ele começando. Ela, a típica boneca. Ele, um cara sem vergonha, largadão e gente boa. Na tela, o casal perfeito. Tanto foi assim que a ideia inicial para o primeiro programa da instituição inteiramente produzido, apresentado e editado por alunos mudou. Em vez de só um apresentador, teriam dois. Binho e Jaqueline. A química da dupla e o esforço da equipe que fica por trás das câmeras deram tão certo que, três meses após a estreia em canal fechado, começa a ser discutida a possibilidade de exibição também em canal aberto. Todos estão animados, a visibilidade multiplicará em um clique. Mas antes da tecla on ser acionada e as frases do início deste texto saltarem da TV, muita coisa acontece. Em geral, o próximo programa começa a ser decidido a partir de uma intensa troca de s entre o grupo de monitores e produtores (também estudantes), os apresentadores e o diretor e coordenador do curso de Cinema, Eduardo Cavalcanti. Quando o espelho está fechado, o diretor faz os ajustes necessários e encaminha para os apresentadores. Nos dias de gravação, nas terças-feiras pela manhã, eles recebem a cópia do que deverão apresentar. E, antes de ir para a frente das câmeras, Jaqueline assume o papel de maquiadora e dá os últimos VEJA MAIS: confira no site o documentário feito por uma equipe da Faculdade sobre os bastidores dos programas de TV OS APRESENTADORES NA INTIMIDADE Jaqueline Coêlho Idade? 23 anos Período do curso? 8º período Experiência profissional? Produção na TV Tribuna Signo? Leão Namorando, ficando, solteira? Solteira Filme mais marcante? Diário de uma Paixão Livro preferido? A cabana Lazer favorito? Passar o tempo com os amigos Fábio Bezerra, ou melhor, Binho Aguirre Idade? 25 anos Período? 2º período Experiência profissional? Em locução Signo? Peixes Namorando, ficando, solteiro? Solteiro Filme mais marcante? Menina de Ouro Livro preferido? Dom Casmurro Lazer favorito? Ir ao cinema e sair com amigos

19 m o da m o da Projeto Vitrine Nassau oferece aos estudantes a oportunidade de atuar junto a equipes consagradas ou desempenhar, eles mesmos, o papel de grandes estilistas Pensou em moda, a primeira impressão é a do glamour. Uma relação falsa que, aos poucos, vem sendo desconstruída por histórias tristes de modelos desnutridas e doentes. Mas o que acontece antes da passarela ainda é uma incógnita mesmo para a maioria dos admiradores desse universo. E revelar o trabalho duro que está por trás do planejamento de um desfile e da confecção das roupas é a missão principal do Projeto Vitrine Nassau, o coração do curso de Design de Moda da Faculdade Maurício de Nassau. A cada mês, os estudantes vivem a rotina de estresse e atividade pesada que fazem parte do lançamento de uma coleção. Quem sobrevive também recebe os aplausos quando as luzes se apagam ou se acendem, entrando no ciclo de superação a cada estação. Desempenhando um papel semelhante a uma espinha dorsal do programa letivo, a Vitrine está instalada no corredor central do prédio do Centro Superior de Tecnologia, na unidade Recife. A cada mês, os manequins trocam de roupa e, nessa produção, os estudantes usam o conhecimento adquirido em todas as disciplinas, de estilismo a confecção. É o centro de tudo. Uma oportunidade dos alunos terem contato com representantes de grandes marcas e vivenciarem o momento mais esperado por quem atua no setor, destaca o coordenador do curso, o professor Marcos Sales, também ressaltando que o curso orienta na gestão do negócio e visão de mercado. A cada semestre, a intenção é dividir o espaço entre nomes consagrados e alunos iniciantes. Ou nem tanto. A vitrine que fechou 2010 foi da aluna Sindel Medeiros, 22 anos, da marca Joana Julião, iniciada pela mãe dela. A garota conta que sempre viveu entre costuras e confecções e, quando chegou no 3º ano do ensino médio, não fugiu da carreira. Sempre gostei de moda, mas também sempre soube que não é glamour. Gosto de criar conceitos, colocar em prática. Mas é muito trabalho, afirma, lembrando que ainda pensa em cursar Direito ou seguir na Joana Julião Sindel Medeiros A vitrine como o coração da Moda Joana Julião carreira acadêmica. Mas só depois de se satisfazer com a moda. Sindel observa que o curso está contribuindo, principalmente, no aspecto empreendedor, o que é positivo para o estabelecimento da marca que leva os nomes dos avôs maternos. A importância do marketing e da inspiração para as coleções também estão se fortalecendo com as aulas. Para a criação da última vitrine com o tema As Mil e uma noites, ela conta que se inspirou em um livro árabe que estava lendo. A história, acrescentou, se passa na Turquia e descreve com detalhes as belezas das mulheres. A estudante pensou até em colocar um véu em todas as modelos, mas reconsiderou achando que poderia ser uma agressão à cultura árabe. O cenário e o menu do coquetel, entretanto, entraram no clima com pufes, incensos e mini kibes sendo servidos. O QUE FOI O MUNDO MODA NASSAU Pernambucanos em alta Aprender a manusear equipamentos e máquinas de primeira linha e assumir a responsabilidade de organizar grandes eventos ficou mais fácil para os alunos de Moda. No semestre passado, eles tiveram aulas de criação de figurinos, modelagem e de questões conceituais e comerciais com mestres pra lá de especiais. Desenvolvido pela estilista e figurinista Carol Azevedo, pelo modelista e estilista Manoel Ozi e pelo pesquisador e estilista Eduardo Ferreira, o 3º Ciclo de Informação Moda&Mercado encantou os participantes dos três cursos. O evento foi realizado em parceria pela Faculdade Maurício de Nassau e pelo ModaMercado, rede de profissionais de moda. estilo ao ar livre as noivas de melk Os estudantes do curso de Design de Moda marcaram presença no maior evento de moda ao ar livre do Nordeste, o Moda Recife, sediado em uma estrutura em frente ao Paço Alfândega, no Bairro do Recife. Além de participar da organização da exposição de moda em lounge, os alunos puderam acompanhar a caprichada programação que contou com nomes como Marília Carneiro, consultora de estilo da Rede Globo, que assina o figurino da novela Ti Ti Ti e fez uma visita à instituição para continuar o bate-papo com estudantes. A apresentadora do programa Tamanho Único do canal GNT, Chiara Gadaleta, também ministrou uma palestra sobre moda sustentável e tirou dúvidas dos alunos da Nassau. Num projeto inédito, o estilista Melk-Zda preparou uma coleção de vestidos de noiva especialmente para o Projeto Vitrine Nassau Noivas. Foi a segunda vez que o profissional prestigiou a instituição, a primeira foi na estreia do projeto, com a vitrine de abertura. No evento, os estudantes puderam vivenciar os preparativos para um grande evento, como uma festa de casamento. Como manda o figurino, a programação foi seguida de palestras, pocket desfile e exposição dos vestidos Melk-Zda Melk-Zda Club Noir BZ/Bizarro Sá.Maria Club Noir Sá.Maria Figa

20 m o da c a r nava l É carnaval! Campeão dos concursos de fantasias, Severino Queiroga é aluno bolsista do curso de Design de Moda e garante o ar festivo e alegre nas atividades da Faculdade O calendário de Severino Queiroga Silva, 45 anos, é diferente dos demais foliões. Enquanto os mais animados e saudosos começam a contar os dias que faltam para o próximo carnaval a partir da Quarta-feira de Cinzas, a cabeça desse artista está trabalhando desde as prévias. E já pensando no ano que vem. É que, para ele, o bom mesmo são as grandes festas do Recife, como os bailes Municipal e Bal Masqué. Ocasiões em que esse amante da folia fica irreconhecível. Ele gosta da animação da rua, mas se satisfaz mesmo é por trás de uma pomposa, original e irreverente fantasia, quando arranca suspiros nos grandes salões. Queiroga, como é conhecido, é campeão de concursos de fantasias no carnaval. Historicamente, está sempre no pódio e costuma dividir as primeiras colocações com os mesmos concorrentes. Em 2010, foi o vencedor da categoria Originalidade do Municipal e do concurso de Máscaras do Bal Masqué. E a premiação ainda trouxe uma boa surpresa. Pelo destaque com o figurino Senhor do Universo, produzido com materiais recicláveis, Queiroga ganhou também uma bolsa para o curso de Design de Moda da Faculdade Maurício de Nassau. E desde outubro passado estava pensando no Projeto Vitrine Nassau de carnaval. As fantasias de 2011 ainda são um segredo guardado a sete chaves. A única pista é que será diferente de tudo já feito. Gosto muito de criar. Sempre gostei de montar figurinos e o curso me deu a oportunidade de aprender outras técnicas, além de conseguir um diploma e fazer novos contatos. Mas quem senta ao meu lado nem imagina como fico no carnaval, diverte-se. A criação de 2010 ainda é um xodó do artista, especialmente porque rendeu a bolsa de estudos. Mas ele destaca a dinâmica da proposta. Entrei no palco sentado em um disco voador e, no meio da apresentação, virei um ET, relembra, garantindo que o projeto desse ano será tão surpreendente quanto o de 2010, que ainda teve o toque especial de incluir a temática da preservação ambiental com os materiais recicláveis. Já foram tantas as criações que Queiroga tem dificuldade para lembrar Gosto muito de criar. Sempre gostei de montar figurinos e o curso me deu a oportunidade de aprender outras técnicas, qual foi a primeira fantasia criada por ele quando tinha 18 anos. Sempre gostei de carnaval, de sair em troça na comunidade. Já me vesti de Mamonas, mas não lembro mais qual foi a primeira. Sei que aprimorei bastante desde então, ressalta.no início, acrescenta, as roupas eram feitas por ele na máquina e com cola quente. Hoje, o artista fica mais solto para criar e tem costureiras que trabalham diretamente para ele. No tempo livre, atua como figurinista em festas e eventos. E, passou a festa, o planejamento já está na surpresa do ano seguinte. Para ele, é sempre carnaval. - O que me chateou foi que, durante as três horas que lá passei, ninguém parou! A amiga de Capiba De um alerta atravessado surgiu a amizade de mais de 20 anos entre o poeta do frevo e a professora Terêsa Otranto. Mais uma foliã que se sente órfã da poesia no carnaval Quando casou, a carioca Terêsa Otranto mudou-se para o Recife. Precisamente para o Edifício Yemanjá, na Rua da Aurora, às margens do Rio Capibaribe. Em certo fim de tarde, encantada pela imagem vista da janela, ela desceu pra sentar-se na mureta que ladeava o rio. A beleza era tanta que a moça de 22 anos perdeu a hora. Até que observou dois senhores e uma senhora se aproximarem. Ela tomou coragem e perguntou-lhes as horas. A resposta de um dos senhores foi meio atravessada: Tarde demais para uma mulher de respeito estar sentada aí! Era Capiba. Terêsa ainda não o conhecia. A surpresa veio no dia seguinte. Acostumada a trabalhar no Rio de Janeiro, os dias recifenses eram longos demais e ela se matriculou em uma academia para acelerar o tempo. Lá, o primeiro contato foi justamente com a senhora que tinha visto - É tarde demais para uma mulher de respeito estar sentada aí! na noite anterior. Ela pediu desculpas pelo comportamento do marido e me explicou tudo, surgindo a partir dali uma grande amizade. Só então Terêsa descobriu que Zezita era mulher de Capiba e compreendeu a resposta. Aquele local chamava-se quemme-quer e era frequentado por mulheres de vida sexual de risco, justifica Terêsa. Em tom de brincadeira, ainda responde que havia ficado chateada era por ninguém ter parado lá durante as três horas em que permaneceu no local. A amizade transformou-se também em uma admiração. Tanto que um dos livros da escritora, doutora em multiculturalismo e professora da Faculdade Maurício de Nassau, foi dedicado ao mestre do frevo, Capiba: A Expressão da Tristeza e da Saudade na Máscara do Folião. Terêsa foi uma das maiores entusiastas da homenagem prestada ao mestre pela Faculdade com a inaugura- Capiba: o solitário carnavalesco Filho de um maestro da banda municipal de Surubim, no Agreste pernambucano, Lourenço da Fonseca Barbosa tocava trompa já aos oito anos. Não fugiu da herança genética e, aos 20, gravou seu primeiro disco como Capiba. Apesar de gostar da vida boêmia, não era adepto de álcool. Tornouse funcionário do Banco do Brasil e chegou a formar-se em Direito na lendária Faculdade de Direito do Recife. Nunca exerceu. Fundou e foi diretor da orquestra Jazz Band Acadêmica e compos mais de 200 canções, a maioria de frevo. Mas também de samba e música erudita.teve parceiros consagrados, como Carlos Pena Filho, Vinícius de Moraes, Ariano Suassuna e Manuel Bandeira. No fim de dezembro de 1997, aos 93 anos, Capiba se despediu. Deixou para eternidades sua obra. ção de um auditório com seu nome, em 2009, no dia em que ele completaria 105 anos. A professora acredita que o frevo perdeu muito do seu charme com a ausência de Capiba e, além disso, sente a falta de um poeta popular como ele, que dialogava de igual para igual com os eruditos, como na composição Europa, França e Bahia, em que conversa com Drummond e Ascenso Ferreira. Com os alunos dos cursos de Enfermagem, Segurança no Trabalho, Farmácia e Radiologia, a professora divide um pouco do que conheceu sobre Capiba. Como todo artista, diz ela, ele era um homem solitário mesmo em meio a um bloco carnavalesco. E era surdo por conveniência. Quando o assunto não o interessava, fazia que não ouvia. Se fosse do agrado, ouvia tudo com muita atenção. Sorte que tenha se interessado quando a jovem lhe perguntou as horas às margens do Capibaribe. Melhor o alerta atravessado a um silêncio sem amizade

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões

8 Passos para o Recrutamento Eficaz. Por Tiago Simões 8 Passos para o Recrutamento Eficaz Por Tiago Simões Uma das coisas que aprendi na indústria de marketing de rede é que se você não tem um sistema de trabalho que comprovadamente funcione, muito provavelmente

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo II Capítulo II Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo Dois Como uma nota de $10 me deixou mais rico do que todos os meus amigos Das centenas de estratégias de construção de riqueza que

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas?

Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? 2 Você já teve a experiência de enviar um email e, em pouco tempo, ver pedidos de orçamento e vendas sendo concretizadas? É SOBRE ISSO QUE VOU FALAR NESTE TEXTO. A maioria das empresas e profissionais

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado. alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para

No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado. alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para QUAL NEGÓCIO DEVO COMEÇAR? No E-book anterior 5 PASSOS PARA MUDAR SUA HISTÓRIA, foi passado alguns exercícios onde é realizada uma análise da sua situação atual para então definir seus objetivos e sonhos.

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Rio de Janeiro, 10 de junho de 2008 Humberto Cordeiro Carvalho admitido pela companhia em 1 de julho de 1981. Eu nasci em 25 de maio de 55 em Campos do Goytacazes. FORMAÇÃO Segundo grau Escola

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCERIA:

REALIZAÇÃO: PARCERIA: REALIZAÇÃO: PARCERIA: A partir de agora você descobrirá a importância do planejamento financeiro pessoal e familiar, aprenderá a lidar melhor com o seu dinheiro, controlar suas despesas e tomar decisões

Leia mais

Segredos. 7do Empreendedor de 7SUCESSO

Segredos. 7do Empreendedor de 7SUCESSO 7 Segredos 7 Segredos empreendedor magnético 2015. Empreendedor Magnético www.empreendedormagnetico.com.br Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte,

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária.

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. POR ONDE COMEÇAR??? 1. Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. Vai ganhar confiança, aprender

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos 3D.ACDEMY.COM.BR COMO GERAR RENDA COM PROJETO VERSÃO 1.0

Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos 3D.ACDEMY.COM.BR COMO GERAR RENDA COM PROJETO VERSÃO 1.0 Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos CAIO HENRIQUE TEODORO DOS SANTOS Página 1 Versão 1.0 2013 Esforcei-me ao máximo para transmitir em poucas páginas algumas dicas

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

Relatório de Atividades Maio e Junho

Relatório de Atividades Maio e Junho Relatório de Atividades Maio e Junho ANA LISE MENSAL MAIO/JUNHO Devido a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 o horário do Projeto Construindo o Saber Pré Vestibular durante a semana foi modificado (16h50min

Leia mais

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA:

PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Fundo Perpétuo de Educação PESQUISA DE CABELEIREIRA/TÉCNICO DE ESTÉTICA: Os depoimentos, ensinamentos e metas dos participantes mais bem sucedidos. A escolha da escola fez a diferença na sua colocação

Leia mais

Dos cursos de MBA, apenas 2,5% são feitos pela internet

Dos cursos de MBA, apenas 2,5% são feitos pela internet Dos cursos de MBA, apenas 2,5% são feitos pela internet Cursos de Master Business Administration (MBA) a distância são minoria no Brasil se comparados aos presenciais. Dos cerca de 4,1 mil MBAs registrados

Leia mais

É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR

É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR É PROIBIDO O USO COMERCIAL DESSA OBRA SEM A AUTORIZAÇÃO DO AUTOR Introdução: Aqui nesse pequeno e-book nós vamos relacionar cinco super dicas que vão deixar você bem mais perto de realizar o seu sonho

Leia mais

Diagnosticando os problemas da sua empresa

Diagnosticando os problemas da sua empresa Diagnosticando os problemas da sua empresa O artigo que você vai começar a ler agora é a continuação da matéria de capa da edição de agosto de 2014 da revista VendaMais. O acesso é restrito a assinantes

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

Curso de Graduação em Administração

Curso de Graduação em Administração Curso de Graduação em Administração O curso de Administração da ESPM forma excelentes profissionais há mais de uma década. Iniciado em 1990, formou sua primeira turma em 1994, quando o curso tinha cinco

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso.

Cliocar Acessórios: A construção de um negócio. A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. Cliocar Acessórios: A construção de um negócio A história de um empresário que saiu da estaca zero e construiu uma loja virtual de sucesso. 2 Conteúdo Resumo executivo... 2 Conhecendo o mercado... 2 Loja

Leia mais

Associação Lar do Neném

Associação Lar do Neném Criança Esperança 80 Associação Lar do Neném Recife-PE Marília Lordsleem de Mendonça Abraço solidário Todas as crianças são de todos : esse é o lema do Lar do Neném, uma instituição criada há 26 anos em

Leia mais

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 Os 3 Passos Estratégicos para ser Aprovado em Concursos Priorizando os temas do Edital Gerson Aragão Ex-Defensor Público VERSÃO 2.1 Atualizado 12.11.2015 Índice Apresentação.. 03

Leia mais

Respostas dos alunos sobre o curso

Respostas dos alunos sobre o curso Respostas dos alunos sobre o curso Aplicação INDICADOR: ENSINO QUESTÃO: EM TERMOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA, QUE ATIVIDADES VOCÊ CITARIA COMO UM DIFERENCIAL DO CURSO? FACULDADE: PÇL - NÚCLEO DE ARTE E TECNOLOGIA

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7 Sumário Introdução - O novo hábito... 1 Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3 Sobre o vocabulário... 4 Benefícios... 7 Perguntas Frequentes sobre o Orçamento Doméstico... 10 Capítulo 2 - Partindo

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

EDITAL Nº 01 DE 17 DE JANEIRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/MATRÍCULA PARA INGRESSO NO CURSO SUPERIOR NA MODALIDADE À DISTÂNCIA CALENDÁRIO

EDITAL Nº 01 DE 17 DE JANEIRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/MATRÍCULA PARA INGRESSO NO CURSO SUPERIOR NA MODALIDADE À DISTÂNCIA CALENDÁRIO CENTRO UNIVERSITÁRIO MAURICIO DE NASSAU UNINASSAU REITORIA CREDENCIADO PELA PORTARIA DO MEC Nº 1.239, BAIRRO DAS GRAÇAS RECIPE - PE EDITAL Nº 01 DE 17 DE JANEIRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/MATRÍCULA PARA

Leia mais

Quem mais torce, incentiva, acompanha e

Quem mais torce, incentiva, acompanha e Capa esporte de pai para filho Edgard Rondina, o filho Felipe e uma paixão em comum: velejar no Lago Paranoá Por Leane Ribeiro Quem mais torce, incentiva, acompanha e muitas vezes até sofre com a carreira

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

EDITAL nº 092/2014 VALORES DOS SERVIÇOS EDUCACIONAIS PARA O ANO DE 2015

EDITAL nº 092/2014 VALORES DOS SERVIÇOS EDUCACIONAIS PARA O ANO DE 2015 EDITAL nº 092/2014 VALORES DOS SERVIÇOS EDUCACIONAIS PARA O ANO DE 2015 Por ordem do Prof. Me. João Batista Gomes de Lima, Magnífico Reitor do Centro Universitário São Camilo Campus Ipiranga, inscrito

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça?

Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Você Gostaria Que Eu Lhe Desse Um Plano, Para ATRAIR 3 Ou 4 Vezes Mais Clientes Para O Seu Negócio, De Graça? Caro amigo (a) Se sua empresa está sofrendo com a falta de clientes dispostos a comprar os

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008 CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008 2 Cliente: Fharos Veículo: Revista Posto de Observação Data: Agosto/2008 3 4 Cliente: Fharos

Leia mais

CONHECENDO A PSICOTERAPIA

CONHECENDO A PSICOTERAPIA CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015 INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas? Se a resposta é sim, então você não

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO BEM VINDO AO GUIA DE 10 PASSOS DE COMO MELHORAR MUITO A SUA VIDA FINANCEIRA! APROVEITE! 1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO Quando se trata do nosso dinheiro, a emoção sempre tende a ser um problema.

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

> Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes

> Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes > Folha Dirigida, 18/08/2011 Rio de Janeiro RJ Enem começa a mudar as escolas Thiago Lopes Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), inicialmente, tinha como objetivo avaliar o desempenho

Leia mais

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172

Vida Universitária Maio 2007 Ano XVII Nº 172 Mercado exige velocidade na atualização profissional Trabalhadores precisam estar capacitados para solucionar problemas, ser criativos e flexíveis e gostar da sua atividade A competição pela colocação

Leia mais

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956).

Benedicto Silva. Foto 1. Minha mãe e eu, fotografados pelo meu pai (setembro de 1956). 1. INTRODUÇÃO 1.1. MINHA RELAÇÃO COM A FOTOGRAFIA Meu pai tinha uma câmara fotográfica. Ele não era fotógrafo profissional, apenas gostava de fotografar a família e os amigos (vide Foto 1). Nunca estudou

Leia mais

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso

12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Novo Negócio 12 Dicas Para Montar Um Negócio De Sucesso Vinícius Gonçalves Equipe Novo Negócio Espero sinceramente que você leia este PDF até o final, pois aqui tem informações muito importantes e que

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

1 Onde estou e aonde quero chegar

1 Onde estou e aonde quero chegar Seu futuro é agora O Programa RENDA MAIS da Fundação Atlântico tem como objetivo fomentar o conhecimento sobre educação financeira e previdenciária junto aos seus Participantes. No módulo de Educação Financeira

Leia mais

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR

Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR Diogo Caixeta 6 PASSOS PARA CONSTRUIR UM NEGÓCIO DIGITAL DE SUCESSO! WWW.PALAVRASQUEVENDEM.COM WWW.CONVERSAODIGITAL.COM.BR INTRODUÇÃO Você está cansado de falsas promessas uma atrás da outra, dizendo

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online.

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online. Você gostaria de aprender o que os negócios campeões em vendas online fazem? Como eles criam empresas sólidas na internet, que dão lucros por vários e vários anos? A grande verdade é que a maioria das

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor.

OSVALDO. Como também foi determinante a motivação e a indicação feita por um professor. OSVALDO Bom dia! Meu nome é Osvaldo, tenho 15 anos, sou de Santa Isabel SP (uma cidadezinha próxima à Guarulhos) e, com muito orgulho, sou bolsista ISMART! Ingressei no ISMART este ano e atualmente estou

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você.

Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Universidade Anhembi Morumbi On-line. Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. Tudo a um clique de você. Educação a Distância Anhembi Morumbi Agora você pode estudar em uma universidade internacional

Leia mais

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com.

Controle Financeiro. 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz. Emerson Machado Salvalagio. www.guiadomicroempreendedor.com. Controle Financeiro 7 dicas poderosas para um controle financeiro eficaz Emerson Machado Salvalagio Quando abrimos uma empresa e montamos nosso próprio negócio ou quando nos formalizamos, após algum tempo

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade...

3. Os erros têm sido cometidos exatamente onde há maior dificuldade... Entrevista com PEDRO MANDELLI Consultor na área de mudança organizacional, Pedro Mandelli é um dos maiores especialistas em desenho e condução de processos de mudança em organizações. É professor da Fundação

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Monitoramento das Notícias da UNISUL Dia 27 de Fevereiro de 2013 JORNAIS Sobre a saúde e a doença no Mundo Diário Catarinense

Leia mais

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS

DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS DICA 1. VENDA MAIS ACESSÓRIOS Uma empresa sem vendas simplesmente não existe, e se você quer ter sucesso com uma loja você deve obrigatoriamente focar nas vendas. Pensando nisso começo este material com

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa?

5 Eu vou fazer um horário certo para tomar meus remédios, só assim obterei melhor resultado. A TV poderia gravar algum programa? Antigamente, quando não tinha rádio a gente se reunia com os pais e irmãos ao redor do Oratório para rezar o terço, isso era feito todas as noites. Eu gostaria que agora a gente faça isso com os filhos,

Leia mais

Pra que serve tudo isso?

Pra que serve tudo isso? Capítulo 1 Pra que serve tudo isso? Parabéns! Você tem em mãos a base para o início de um bom planejamento financeiro. O conhecimento para começar a ver o dinheiro de outro ponto de vista, que nunca foi

Leia mais

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO A Sra Mary Kay já dizia: nada acontece enquanto você não vende alguma coisa. Se você está

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA EM 3 CAPÍTULOS. Capítulo I. Finanças Pessoais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA EM 3 CAPÍTULOS. Capítulo I. Finanças Pessoais 1 EDUCAÇÃO FINANCEIRA EM 3 CAPÍTULOS Capítulo I Finanças Pessoais 2 CAPÍTULO II Introdução ao Sistema Financeiro 3 CAPÍTULO III Alternativas de Investimento 4 O Brasil necessita um sistema financeiro saudável,

Leia mais

A importância de um plano de aposentadoria complementar

A importância de um plano de aposentadoria complementar INFORMATIVO É a melhor maneira de planejar a sua aposentadoria; Poupança com 100% de rentabilidade - Parte Patrocinadora; Rentabilidade totalmente revertida ao participante Datusprev sem fins lucrativos;

Leia mais

Assunto Investimentos femininos

Assunto Investimentos femininos Assunto Investimentos femininos SOPHIA MIND A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado.

Leia mais

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL

CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL CURSO A DISTÂNCIA DISSEMINADORES DE EDUCAÇÃO FISCAL 2013 1. IDENTIFICAÇÃO GRUPO DE EDUCAÇÃO FISCAL ESTADUAL DE GOIÁS GEFE/GO 2. APRESENTAÇÃO O curso a distância de Disseminadores de Educação Fiscal constitui

Leia mais

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA 3 Programa Astra de qualidade de vida no trabalho e na família 5 Afinal, qual é o meu orçamento mensal? 7 Planejamento do mês 9 Estou no azul, o que posso fazer? 11

Leia mais

Minha lista de sonhos

Minha lista de sonhos Licença No: # 122314/LS Fone: +55-11 5539-4719 E mail: vagner@programavirandoojogo.com.br Web: www.programavirandoojogo.com.br 2015 Minha lista de sonhos Com visão 2025 PREPARADO POR VAGNER MOLINA Rua

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Mensagem do Administrador

Mensagem do Administrador Educação Financeira Índice 1. Mensagem do administrador... 01 2. O Cartão de crédito... 02 3. Conhecendo sua fatura... 03 4. Até quanto gastar com seu cartão... 07 5. Educação financeira... 08 6. Dicas

Leia mais

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS Desânimo total Acho que minhas forças estão indo abaixo, ando meio desmotivado!!!! Não quero desanimar, mas os fatores externos estão superando minha motivação... cobrança

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

EDITAL Nº 03/2015 DE HISTÓRICO ESCOLAR DE 2015

EDITAL Nº 03/2015 DE HISTÓRICO ESCOLAR DE 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO MAURICIO DE NASSAU UNINASSAU REITORIA CREDENCIADO PELA PORTARIA DO MEC Nº 1.239, DE 20 DE RUA GUILHERME PINTO, 114 BAIRRO DAS GRAÇAS RECIFE - PE EDITAL Nº 03/2015 DE HISTÓRICO ESCOLAR

Leia mais

Você sabe onde quer chegar?

Você sabe onde quer chegar? Você sabe onde quer chegar? O Ibmec te ajuda a chegar lá. Gabriel Fraga, Aluno de Administração, 4º periodo, Presidente do Ibmex, Empresa Jr. Ibmec. Administração Ciências Contábeis Ciências Econômicas

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

7 Negócios Lucrativos

7 Negócios Lucrativos 7 Negócios Lucrativos CAPÍTULO 1 Mentalidade Geralmente empreendedores ficam caçando uma maneira nova de ganhar dinheiro constantemente, e de fato é isso que faz com que uns cheguem ao topo e outros não,

Leia mais

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki 10 Dicas para Sair DEFINITIVAMENTE das Dívidas Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki Elton Parente Lições de Kim e Robert Kyosaki sobre Como Sair das Dívidas A seguir estão os 10 passos que Kim e Robert

Leia mais