O Facebook como Ferramenta de Comunicação da Marca Origens. Nayara Miranda da Silva Costa UVV - Universidade Vila Velha, Vila Velha, ES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Facebook como Ferramenta de Comunicação da Marca Origens. Nayara Miranda da Silva Costa UVV - Universidade Vila Velha, Vila Velha, ES"

Transcrição

1 O Facebook como Ferramenta de Comunicação da Marca Origens Nayara Miranda da Silva Costa UVV - Universidade Vila Velha, Vila Velha, ES RESUMO As redes sociais deixaram de ser um ambiente online de interação somente entre amigos e familiares e tornaram-se, também, um eixo próximo e direto entre empresas e clientes. O Facebook permite que empresas façam desse meio, uma fonte eficaz de comunicação, onde o consumidor final tem a oportunidade de conferir de qualquer lugar as novidades, além de permitir que o cliente interaja por meio de opiniões e sugestões. O objeto de estudo deste artigo é a Origens Marca, uma loja de roupas femininas e masculinas, que atua no mercado capixaba desde 2009, com matriz localizada na Praia do Canto, em Vitória, Espírito Santo. O objetivo é analisar a principal fonte de comunicação da loja, o Facebook, de que forma é utilizado, quais as estratégias e qual a repercussão disso para a loja. PALAVRAS-CHAVE: Comunicação Mercadológica; Facebook; Origens; Redes Sociais. INTRODUÇÃO As condições sociais do mundo contemporâneo, com destaque para a presença da tecnologia digital, têm mudado de maneira significativa nossas formas de interação. Desse modo, nossas possibilidades de interagir socialmente com os outros sofrem mudanças, construções e reconstruções, sendo que, dentro deste contexto, as mídias sociais se destacam como notórios meios de interação e difusores de informação do nosso cotidiano. Graduada no curso de Comunicação Social Jornalismo, pela Faesa em 2009/2, e estudante do curso MBA em Comunicação integrada e Novas Mídias, da UVV.

2 Além da comunicação entre usuários dentro das redes sociais, cada vez mais as corporações têm percebido esta ferramenta virtual como um meio de contato privilegiado com o consumidor. Empresas grandes e pequenas têm utilizado esses canais para promover a marca, aumentar seu mercado consumidor e impulsionar vendas. O presente estudo parte, portanto, de um campo delimitado de pesquisa, que são as redes sociais enquanto ferramentas mercadológicas. Dentro deste universo, analisamos o perfil da empresa de roupas femininas e masculinas, Origens Marca, na rede Facebook. Para este artigo, fizemos um estudo teórico que buscou discutir como as redes sociais trouxeram mudanças para nossas formas de interagir e como estas foram apropriadas tanto pelo mercado consumidor como pelo corporativo. Também discutimos a relação entre moda e Facebook. A análise do perfil da marca Origens permitiu exemplificar a revisão bibliográfica encontrada ao longo do artigo. Durante o processo, usamos prints para destacar a relevância de cada detalhe observado, com o objetivo de sintetizar as citações de cada autor com base nas possibilidades abordadas e no que é utilizado dessa mídia. 1. CONCEITO DE REDES SOCIAIS Na atualidade, tratar a temática das redes sociais, implica associar o termo à socialização entre pessoas por mediação via computador. Estas redes conectadas tecnologicamente importam conceitos advindos de várias ações cotidianas, seja um pequeno coquetel que estabelece o momento de socialização entre amigos, ou evento de relacionamento profissional. No ambiente virtual temos uma continuação da vida social, já que usamos inicialmente o critério de adicionar em nossa rede, pessoas com as quais já temos algum tipo de relação, e a partir daí, são estabelecidos outros critérios pessoais que possibilitam conhecer novas pessoas que tenham interesses interligados de alguma forma. Redes Sociais são, antes de tudo, relações entre pessoas, estejam elas interagindo em causa própria, em defesa de outrem ou em nome de uma organização, mediadas ou não por sistemas informatizados; são métodos de interação que

3 sempre visam algum tipo de mudança concreta a vida das pessoas, no coletivo e/ou nas organizações participantes (AGUIAR, 2007, p.2). Para Santaella, uma rede acontece quando os agentes, suas ligações e trocas constituem os nós e elos de redes caracterizadas pelo paralelismo e simultaneidade das múltiplas operações que aí se desenrolam (SANTAELLA, 2003, p.89). Estas ligações e trocas entre os nós podem acontecer em um ambiente denominado ciberespaço, ao qual Santaella (2003) define como a ligação entre essas redes e os computadores, no qual é estabelecida uma relação entre os terminais das máquinas espacialmente individualizados e entre atores que se relacionam em um espaço de representações e interação. Em sua análise sobre redes sociais, Sonia Aguiar engloba nesse campo de redes mediadas por computador, todos os grupos e movimentos que se organizam online e as respectivas questões sociais, econômicas e jurídicas decorrentes de suas ações (AGUIAR, 2007, p.4). A interação e ligação dos atores em suas redes são dadas de acordo com seus determinados interesses. Essa relação independe da forma como é feita (real ou virtual), já que o resultado gerado é um conjunto de relações que dependem tanto das redes reais quanto das virtuais (AGUIAR, 2007, p.2). Quando ligado às redes digitais, o computador permite que as pessoas troquem todo tipo de mensagens entre indivíduos ou no interior de grupos, participem de conferências eletrônicas sobre milhares de temas diferentes, tenham acesso às informações públicas contidas nos computadores que participam da rede, disponham da força de cálculo de máquinas situadas a milhares de quilômetros, construam juntos mundos virtuais puramente lúdicos ou mais sérios -, constituam uns para os outros uma imensa enciclopédia viva, desenvolvam projetos políticos, amizades, cooperações (SANTAELLA, 2003, p.103). Raquel Recuero (2009) caracteriza as redes sociais na internet em dois tipos: redes emergentes e redes de filiação ou redes de associação. As redes emergentes são consideradas aquelas nas quais existe interação, porém, esta depende mais do indivíduo que criou a rede e sua disponibilidade para interagir, como exemplo, os weblogs e fotologs, onde é necessária uma postagem para que os demais façam comentários sobre. Já as redes de filiação ou redes associativas são exemplificadas por meio das mídias sociais Twitter, Orkut e Facebook, onde existem grupos de amigos, que advém de redes de convívios sociais já existentes e que estabelecem outros vínculos novos sem necessariamente ter algum tipo de relação anterior, apenas um interesse comum, e que permite por meio dessa

4 ferramenta uma interação mútua instantânea, por meio de recados e chat online. Recuero complementa ao afirmar que As redes sociais do tipo emergente são aquelas expressas a partir das interações entre os atores sociais. São redes cujas conexões entre os nós emergem através das trocas sociais realizadas pela interação social e pela conversação através da mediação do computador. [...] Nas redes de filiação, há apenas um conjunto de atores, mas são redes de dois modos porque é estudado um conjunto de eventos aos quais um determinado ator pertence. Chama-se rede de dois modos porque são medidas duas variáveis: além dos atores-indivíduos são observados os eventos. Cada um desses eventos é, ainda, um elemento de conexão de um conjunto de atores. As redes de filiação seriam, assim, constituídas de dois tipos de nós: os atores e os grupos (RECUERO, 2009, p.94). Estas redes sociais das quais este artigo trata são, portanto, redes de filiação informatizadas que se iniciam nos grupos de conhecimento e convívios sociais já existentes e que se expandem por meio de interesses mútuos entre eles, abrindo espaço para inserções de novos agentes, inclusive as marcas e os apreciadores destas marcas. 2. O Facebook como ferramenta da Comunicação Mercadológica O Facebook foi criado em 2004 pelo americano Mark Zuckerberg quando ainda era estudante da Universidade de Harvard. O objetivo inicial de Zuckerberg com a criação da rede social era a interação entre os alunos da faculdade, um meio de estreitar as relações. O foco inicial do Facebook era criar uma rede de contatos em um momento crucial da vida de um jovem universitário: o momento em que este sai da escola e vai para a universidade, o que, nos Estados Unidos, quase sempre representa uma mudança de cidade e um espectro novo de relações sociais. O sistema, no entanto, era focado em escolas e colégios e, para entrar nele, era preciso ser membro de alguma das instituições reconhecidas (RECUERO, 2009, p.171). A ideia conquistou o mundo. De acordo com uma pesquisa feita pelo especialista Nick Burcher publicada no site do grupo IDG Now em 04 de janeiro de 2012, o Brasil é o quarto país que mais acessa a rede social. Os dados apresentam um aumento de 300% na utilização da rede social do ano de 2010 para o ano de A mobilidade também contribui para o aumento significativo de pessoas que fazem parte desse universo virtual, assim também como o crescimento de empresas físicas, virtuais e

5 autônomos que usam desse meio para comercializar e divulgar seus produtos. Bronsztein e Pimenta (2011) destacam o Twitter e o Facebook como as redes sociais que tem mais acesso via mobile, indicando o Facebook como o maior site de rede social mobile do mundo. A Internet pode contribuir para a expansão dos vínculos sociais em uma sociedade que parece estar passando por uma rápida individualização e uma ruptura cívica. Parece que as comunidades virtuais são mais fortes do que os observadores em geral acreditam (CASTELLS, 2008, p.445). O Facebook deixou de ser um espaço somente de relações sociais/pessoais para se transformar também em um espaço de negócios. A comunicação mercadológica sofreu mudanças drásticas com o boom dessas mídias sociais. O comunicar deixou de ser função de um profissional da área para fazer parte de um meio em que todos têm o mesmo poder, poder de informar, de criticar, opinar e divulgar. A tecnologia da informação invadiu o espaço da atividade de relações públicas e modificou a relação entre comunicadores e públicos. O poder de comunicar, antes restrito aos grandes grupos de mídia e aos conglomerados corporativos, passa a estar, também nas mãos do público (TERRA, 2011, p.4). Com o surgimento desta rede, os estabelecimentos comerciais fizeram dela um espaço para se aproximar dos seus clientes e por meio destes, conquistar outros. Afinal, nesse contexto em que o consumidor tem maior autonomia, a qualificação é pulverizada para toda uma rede de contatos em apenas um clique (GRIGOLETTI, 2011, p.11). Essa aproximação tornou-se necessária para que as marcas ficassem cada vez mais íntimas dos consumidores, e o acesso às informações mais prático e rápido. Terra ainda afirma em estudo que as empresas descobriram a eficácia dessa mídia social e a estão utilizando para estreitar o relacionamento com o consumidor final. Porém, ainda não há fórmula pronta que auxilie nesta tarefa. (TERRA, 2011, p.5 apud COUTINHO, 2007, p.12). As formas de comunicação que cada perfil e/ou página utilizam vai de acordo com cada objetivo. Nesse contexto, a propaganda chamada boca-a-boca também pode fazer parte da comunicação mercadológica. Com o Facebook essa propaganda criou novas maneiras de expressão, onde os clientes têm a liberdade de colocar sua opinião sobre o produto. As empresas frequentemente empregam técnicas para acelerar a difusão de novos produtos e serviços utilizando a propaganda boca a boca. Com o

6 surgimento e crescimento da Internet, passa-se a discutir-se como utilizar os canais interpessoais virtuais para aumentar o potencial do marketing boca a boca (BENTIVEGNA, 2002, p.80). Segundo Bentivegna o desafio é destacar uma mensagem publicitária dentre tantas que são disparadas diariamente aos consumidores, em especial àqueles ligados a internet. A Internet impõe um novo modo de pensar ao profissional acostumado a lidar com redes reais em que as ligações entre os nodos são conexões físicas, como os trilhos de um trem. Nas redes virtuais, por outro lado, as ligações entre os nodos são invisíveis, embora sejam absolutamente fundamentais para a dinâmica do mercado (BENTIVEGNA, 2002, p.81). No caso específico da junção entre Facebook e moda, assunto do próximo tópico, é possível observar vários tipos de abordagens para atrair o público. Entre elas lookbooks especiais de acordo com cada estação, promoções em altos percentuais em toda loja, além dos charmosos coquetéis em comemoração aos aniversários da loja, sempre com o mesmo objetivo: aproximar e vender. 3. A Moda e o Facebook A comunicação nas redes sociais permite muito mais que apenas uma informação emitida, há a participação/interação, que possibilita que o leitor seja também um emissor/comunicador direto. Tratando especificamente do objeto de estudo, percebemos o interesse a partir do instante em que o ator adiciona ou curte a página de uma determinada loja, marca ou até mesmo uma pessoa qualquer autônoma que revende produtos da moda. A partir desse meio Facebook é possível a interação e negociação para adquirir o objeto desejado. Uma comodidade que antes dos sistemas de comercialização eletrônica de produtos não era permitida, dado o fato que era necessário deslocar-se do local em que se estava para conferir e posteriormente adquirir o produto desejado. No início do século XXI, a comunicação social e o marketing dominam o espetáculo e reestetizam a produção, construindo uma variedade de discursos de consumo centrados na expansão de necessidades. Com isso, uma parcela do planeta assiste à explosão ininterrupta de códigos sob a égide da sedução mercadológica pós- moderna. Esta sociedade seduzida generaliza o múltiplo,

7 estimula a pluralidade de produtos e serviços e desencadeia inúmeras redes de comunicação, propiciando, assim, um certo sentimento de não-acabamento, que oscila entre o heteronômico e o anônimo no cotidiano (FILHO; CASTRO, 2007, p.64). Dentre essas redes de comunicação estão os sites de redes sociais, em especial o Facebook. A moda e o Facebook se relacionam intimamente quando observamos a grande demanda de lojas, e até mesmo de pessoas autônomas que usam desse meio para se aproximar de seus clientes. Os produtos que estão na moda são reinventados a cada estilo próprio que cada um dá a seu modo de ver e gostar. É uma forma de identificação seja de grupos ou até mesmo pessoal e de humor. Esta está cada vez mais se propagando e atingindo todas as classes, com inúmeras possibilidades de compra. O sentido da moda está nas vivências, nas representações e naquilo que orienta a relação das pessoas com as roupas, aprovando e desaprovando, emitindo juízos de valor. É assim que deve se dar a compreensão de seu sentido: como algo que sinaliza, que aponta cotidianamente direções, significados e instrumentos de julgamento para as roupas. E isso só é possível porque a roupa significa algo, e exatamente por significar algo ela pode ser usada como instrumento de mediação entre o indivíduo e o sentido que ela imprime em suas ações. Algo se torna acessível por meio das roupas, há um interesse que orienta esse uso simbólico (BERGAMO, 1998, p.??). Segundo Marcos Cobra, a propaganda, no cinema, na televisão, no outdoor, na revista ou em outro veículo, precisa apresentar a coleção e estimular a lembrança da marca, além de magnetizar o comprador. A propaganda pode ser criativa, comunicativa e, sobretudo, persuasiva (COBRA, 1997, p.5). Mesmo sendo uma rede em que todos podem acessar e fazer parte, são necessários alguns aspectos para atrair a atenção das clientes online. Entre eles está o serviço que é oferecido e o preço. As pessoas querem saber informações sobre o objeto que deseja (valor, marca, formas de pagamento, como adquirir o produto, etc.) e caso não seja atendido ali pela rede social, é possível que não se interesse mais em ter aquela página ou perfil em sua rede, o que pode fazer desta facilidade, também um risco.

8 4. Caso Origens A utilização das mídias sociais como ferramentas de comunicação mercadológica pela marca Origens tem suas estratégias neste momento explicitadas para a conexão entre as reflexões teóricas e práticas A Origens Marca A Origens surgiu com a proposta de aliar moda, bem-estar, natureza e sustentabilidade. Segundo Igor Sousa Almeida e Rafael Miranda, proprietários da marca, a ideia de conceito da Origens é a moda ligada também à cultura, viagens, esportes e meio ambiente. A primeira coleção foi lançada no verão de Uma marca passa a significar não apenas um produto ou serviço, mas incorpora um conjunto de valores e atributos tangíveis e intangíveis relevantes para o consumidor e que contribuem para diferenciá-la daquelas que lhe são similares. Assim, ao adquirir um produto, o consumidor não compra apenas um bem mas todo conjunto de valores e atributos da marca (PINHO, 1996, p.43). Na atualidade a marca distribui suas roupas para cidades do Espírito Santo, e para lojas em Minas Gerais e Bahia. A Origens também tem buscado participar de eventos como o Vitória Moda Show, um dos maiores eventos de moda do Espírito Santo; o Super Mercado da Moda, evento realizado a cada três meses que dispõe de stands para as marcas capixabas exporem seus produtos, que compreendem artesanatos, acessórios e roupas. Tal atuação rendeu à Origens o troféu de marca revelação no Prêmio Hype 2012, que prestigia moda e estilo (figura 1).

9 Figura 1 Prêmio Hype O Facebook é a principal ferramenta de comunicação estratégica da marca Origens. As postagens são feitas de acordo com a demanda, e vão desde promoções especiais para datas comemorativas (figura 2), até previews de cada estação primavera/verão, outono/inverno com dicas de looks (figura 3), além de posts relacionados a conscientização do meio ambiente (figura 4).

10 Figura 2 Promoções especiais para datas comemorativas Figura 3 Previews de cada estação com dicas de looks

11 Figura 4 Post relacionado com a conscientização do meio ambiente Estudaremos neste artigo as formas que a Origens utiliza o Facebook e a relação existente entre essa rede e consolidação da marca. Esse estudo de caso tem como objetivo mostrar a funcionalidade profissional das redes sociais, em especial, o Facebook. A Origens foi escolhida por ser uma marca que vem crescendo e ganhando seu espaço dentro e fora do Espírito Santo usando o Facebook como uma de suas principais ferramentas de comunicação A comunicação e o Facebook Origens A comunicação da empresa estudada, antes das redes sociais online, era pautada em propagandas em jornais impressos, matérias pagas em revistas, distribuição de folders, e quando se tratava de internet, utilizava apenas o site próprio e s marketing. Esse tipo de comunicação, além de aliviar custos, dá ao público a possibilidade de disseminar suas impressões sobre o que foi dito. Neto (2011) discorre sobre esta

12 possibilidade e sobre como o consumidor quer ser atingido nessa era de globalização, onde a interatividade passa a ser necessária. A comunicação evoluiu para um patamar fortemente marcado por um cunho tecnológico, dentro de um cenário cada vez mais global, social e ambiental. (...) Assim, a comunicação digital assume uma importância primordial para as organizações. As palavras-chave são cada vez mais: interactividade, personalização, globalização, integração, aproximação, convergência e democratização da informação. Desta forma, o consumidor é quem tem a palavra final, assumindo o papel de actor principal. Estas novas regras indicam que para captar a atenção do consumidor é necessário dar-lhe algo em troca, fazendo com que este se sinta parte integrante do produto (NETO, 2011, p.29). A Origens ainda possui um site, e tem a marca constantemente divulgada em impressos (figura 5). Porém, tem priorizado a interação pela presença do cliente no estabelecimento ou por meio do Facebook. Inclusive, conteúdos veiculados em meios de massa, são imediatamente postados no Facebook, buscando uma ação de compartilhamento entre os membros da rede para ampliar a abrangência da notícia. Figura 5 Matéria de Capa da Revista AG divulgada no Facebook

13 Na rede social os clientes e até mesmo desconhecidos podem interagir. Não é apenas um canal exclusivo para quem conhece a loja, mas sim um meio para quem não a conhece fisicamente conferir produtos e participar ativamente das ações. As redes sociais aqui em questão se organizam para constituir um sujeito do conhecimento e que, ao mesmo tempo, é produtor de conhecimento. No caso do Facebook, isso ocorre pela possibilidade de colocar em circulação e compartilhar textos, artigos, vídeos, eventos, excertos, lançamentos de livros, campanhas, etc. (DIAS; COUTO, 2011, p.637). A página reserva aos 'amigos', as novas coleções, as peças disponíveis na loja, a numeração e valores. Perguntas sobre numerações ou valores dos produtos não anunciados são respondidas via inbox, de forma que quem terá acesso é apenas a pessoa interessada, conforme destacado na figura 6. Figura 6 Perguntas sobre valores respondidas inbox Visualizações de promoções, coleções novas e antigas, são feitas por meio dos álbuns, todos separados por coleções e eventos (figura 7). Também é possível conferir de que evento a Origens vai participar, os prêmios que concorre, dicas e comentários.

14 Figura 7 Álbuns de fotos Segundo Mezrich (2010), o Facebook é uma ferramenta que incrementa a cena social, tornando mais ágil as ações. Esse imediatismo e instantaneidade permitem que um comentário possa ser uma ação eficiente de comunicação, pois conquistam novos contatos e potenciais clientes para as marcas, numa ação profunda à medida que os comentários se proliferem nas redes. O surgimento da internet proporcionou que as pessoas pudessem difundir as informações de forma mais rápida e interativa. Tal mudança criou novos canais e, ao mesmo tempo, uma pluralidade de novas informações circulando nos grupos sociais (RECUERO, 2009, p. 119). Isso também exige da loja um imediatismo nas respostas e postagens frequentes. Um perfil no Facebook desatualizado não interessa às pessoas que fazem parte desse grupo. Mezrich (2010) afirma que o Facebook pode ser viciante ao passo que o usuário não acessa somente uma vez ao dia, muito pelo contrário, o acesso acontece várias vezes por dia, seja para atualizar a página, adicionar amigos ou acrescentar fotos.

15 O Facebook não anula os demais meios tradicionais de comunicação, mas dá rapidez às informações e facilidade para obter de forma cômoda o que se deseja. À exemplo do que citamos logo acima, a figura 8 mostra o imediatismo no momento em que a Origens responde via Facebook uma solicitação. Figura 8 Solicitação de um cliente via chat do Facebook De acordo com um dos proprietários, Igor Sousa, a criação do Facebook da Origens se deu em junho de No começo era usado apenas para divulgação de eventos, mas no início deste ano a rede social passou a ser usada como ferramenta de divulgação de produtos da loja e de ações que a marca participa. A cada novidade (um novo lookbook, peças novas que chegaram na loja e promoções) são feitas as atualizações de posts no Facebook, sem uma quantidade específica por mês, e é

16 realizada pela gerente da loja ou pelos próprios proprietários. Em menos de um ano com o Facebook ativo, a loja atingiu parte do objetivo, que é o aumento das vendas, e fazer com que mais pessoas conheçam a marca Origens. Em análise, no mês de agosto de 2012 foram realizadas 8 postagens. Em setembro de 2012, 10 postagens e em outubro de 2012, 26 postagens. O aumento de pouco mais que o dobro entre os meses de agosto e setembro para o mês de outubro, ocorre porque neste último foram realizadas ações para a divulgação da nova coleção de verão País Tropical (figura 9), além do novo layout do site (figura 10), o lançamento do Instagram (figura 11) e a chamada para o novo concurso para estampar com um desenho a camisa da marca Origens (figura 12). Tais ações movimentam o Facebook e motivam as pessoas que possuem a marca em sua rede de contatos a comentar, curtir e interagir em busca de novidades e, como exemplificado na figura 12, também se posicionar de forma ainda mais ativa, participando de um concurso no qual há a possibilidade de divulgação do nome, além de levar uma recompensa em espécie no caso de ser o(a) ganhador(a). Figura 9 Divulgação da nova coleção de verão País Tropical

17 Figura 10 Novo layout do site Figura 11 - Lançamento do Instagram

18 Figura 12 - Concurso para estampar com um desenho a camisa da marca Origens Nos meses usados para a análise (agosto, setembro e outubro), as postagens sobre o novo lookbook, postado em 23 de outubro; e o prêmio Hype, em 12 de setembro, foram as que receberam o maior número de curtições. A postagem com os proprietários recebendo o prêmio Hype, representado na figura 1, recebeu 175 curtidas; enquanto o álbum com o lookbook de verão, recebeu 83 curtidas (figura 13).

19 Figura 13 Lookbook de verão Os posts mais próximos a esses números que receberam uma quantidade similar de likes foi a matéria da Origens no Jornal A Gazeta com 55 curtições, seguida da postagem com a coleção masculina de verão, com 52 curtições.

20 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Após a discussão teórica com base no conceito de redes sociais, com ênfase nas redes online, e no Facebook como ferramenta mercadológica e sua ligação com a moda, pôde-se compreender esse universo baseado em estudos realizados por especialistas e também idealizadores dessas mídias, quando ainda não se imaginava tal interação versátil desconstruindo a primeira ideia de receptor emissor. O estudo apresentou a mobilidade da ferramenta Facebook, que permite além da publicidade sem custos e com uma velocidade instantânea, a troca dessas funções, no qual o emissor passa, por meio de opiniões e/ou informações obtidas, a ser também o receptor da mensagem. Além desta vertente, podemos destacar também a funcionalidade dessa rede, sendo possível atualizar em tempo real promoções, novos looks e fazer lançamento de novidades independente de horários. A busca da Origens pela tecnologia de informação por meio da rede Facebook atendeu as suas expectativas sob as vendas e a visão da loja para o Estado. Expandiu a gama de clientes, o que gerou também uma expansão no espaço físico e uma reestruturação do site e de componentes que viessem somar com o Facebook, o chamado Instagram, que acrescenta e possibilita ainda mais o imediatismo citado durante o artigo. Tais ações exemplificaram, por meio de prints ao longo do estudo de caso, a eficácia sobre a forma que a Origens utiliza o Facebook e o porquê de ser considerada a principal mídia de comunicação, divulgação e crescimento da marca.

21 6. REFERÊNCIAS AGUIAR, Sonia. Redes Sociais na Internet: Os desafios à pesquisa. Rio de Janeiro, BENTIVEGNA, Fernando Jucá. Fatores de impacto no sucesso do Marketing boca a boca Online. São Paulo, BERGAMO, Alexandre. O campo da moda. São Paulo BRONSZTEIN, Karla Regina Macena Patriota; PIMENTA, Rodrigo Duguay da Hora. Redes Sociais baseadas em localização: Um novo princípio para Mídia Publicitária. Pernambuco, CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. 11ª Edição. São Paulo, São Paulo: Paz e Terra, COBRA, Marcos. Algumas Reflexões acerca do Marketing da Moda. São Paulo, DIAS, Cristiane; COUTO, Olivia Ferreira do. As redes sociais na divulgação e formação do sujeito do conhecimento: Compartilhamento e produção através da circulação de ideias. Santa Catarina, FILHO, Clóvis de Barros; CASTRO, Gisela. Comunicação e práticas de consumo. São Paulo: Saraiva, GRIGOLETTI, Elizangela. A Banalização do Curtir. Curitiba, IDG Now. Acessado no dia 11 de outubro de 2012, às 15:30 horas. Disponível em MEZRICH, Ben. Bilionários por acaso: A criação do Facebook, uma história de sexo, dinheiro, genialidade e traição. Rio de Janeiro: Intrínseca, NETO; Ivo Emanuel Campos Machado. Os Desafios dos Média Sociais na Comunicação Organizacional: A Emergência do Facebook Como Ferramenta de Comunicação. Lisboa, PINHO, José Benedito. O poder das marcas. São Paulo: Summus, RECUERO, Raquel. Redes Socias na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

22 SANTAELLA, Lucia. Culturas e artes do pós-humano: De cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, TERRA, Carolina Frazon. O que as organizações precisam fazer para serem bem vistas nas mídias sociais sob a ótica da Comunicação Organizacional e das Relações Públicas. São Paulo

"Todo Mundo Usa": Facebook como ferramenta de comunicação e entretenimento 1

Todo Mundo Usa: Facebook como ferramenta de comunicação e entretenimento 1 "Todo Mundo Usa": Facebook como ferramenta de comunicação e entretenimento 1 Adelino SILVA 2 Fábio SILVA 3 Resumo Preeminentemente entendida como um ambiente de interação entre amigos e familiares, as

Leia mais

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing

3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing 26 3 As Mídias Sociais como Ferramentas de Marketing O surgimento das mídias sociais está intimamente ligado ao fenômeno da geração de conteúdo pelo usuário e ao crescimento das redes sociais virtuais

Leia mais

Mídia Kit. Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier. Jornalistas

Mídia Kit. Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier. Jornalistas Mídia Kit Produzido por Luis Daniel da Silva Rodrigo Almeida Tancy Costa Mavignier Jornalistas Índice Quem somos... 3 Conteúdo... 3 Temática... 4 Periodicidade... 5 Redes Sociais... 5 Estatísticas de visitas...

Leia mais

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS)

MARKETING NAS REDES SOCIAIS. Carlos Henrique Cangussu (Discente do 2º ano do curso de Administração das Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS) 1 MARKETING NAS REDES SOCIAIS Angela de Souza Brasil (Docente Esp. Faculdades Integradas de Três Carlos Henrique Cangussu Daniel Barbosa Maia Elisandra Inês Peirot Schneider Marcelo Da Silva Sivestre Tiago

Leia mais

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil

As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil As Comunidades Virtuais e a Produção do Capital Social: 1 Uma análise sob a comunidade Lollapalooza Brasil Samira NOGUEIRA 2 Márcio Carneiro dos SANTOS 3 Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA

Leia mais

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia completo de como criar uma Página no Facebook Como começar Criando uma Página Conhecendo a Página Configurações iniciais Estabelecendo conversas Autor Felipe Orsoli

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo

Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo Uso estratégico do Facebook Como sua empresa pode explorar a rede social ao máximo www.talk2.com.br 03 Introdução 3 05 06 07 10 10 12 20 CONSTRUÇÃO DE ESTRATÉGIAS 2.1Facebook e a predileção pelas marcas

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO!

Como deixar seu negócio on-line. Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! Como deixar seu negócio on-line Tendências e a força das mídias sociais no VAREJO! A palavra de ordem das redes sociais é interação. Comparando a internet com outros meios de comunicação em massa como

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Moda e Internet: Uma reflexão sobre a ascensão dos blogs de moda no Ceará. Moema Mesquita da Silva Braga 1 Rafael Alves 2

Moda e Internet: Uma reflexão sobre a ascensão dos blogs de moda no Ceará. Moema Mesquita da Silva Braga 1 Rafael Alves 2 Moda e Internet: Uma reflexão sobre a ascensão dos blogs de moda no Ceará. Moema Mesquita da Silva Braga 1 Rafael Alves 2 Resumo: Com a ascensão das novas tecnologias muitos campos de saber estão aos poucos

Leia mais

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae

E-books. Marketing no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Marketing no Facebook Marketing de conteúdo e engajamento na rede Marketing de conteúdo no Facebook Tipos de conteúdo Edge Rank e os fatores de engajamento Facebook Ads

Leia mais

Cinco pontos sobre redes sociais na Internet

Cinco pontos sobre redes sociais na Internet Cinco pontos sobre redes sociais na Internet Por Raquel Recuero (*) Nos últimos anos, assistimos a um crescimento espantoso das chamadas tecnologias de comunicação. Essas tecnologias tornaram-se mais rápidas,

Leia mais

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O

e S p e c I A L c A r A S FASHION 2013 p r I m A v e r A - v e r ã O especial caras FASHION 2013 primavera - verão Há tendências que nunca saem de moda; CARAS Fashion é uma delas. Publicado em duas edições anuais (Primavera/Verão e Outono/Inverno), este especial traz em

Leia mais

HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP

HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP 1 HASHTAGS: ROMPIMENTOS COM DIZERES SEDIMENTADOS* Autora: Vânia Lúcia Coelho- Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto- FFCLRP/USP RESUMO: Há muito que áreas como a Biblioteconomia e

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes

C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO. A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes C.P.F. DOS ENVOLVIDOS: 105111179-06 085997089-29 093745209-23 KRIO A integração entre a tecnologia e a comunicação para Jovens Aprendizes FLORIANÓPOLIS 2014 2 RESUMO: O projeto apresentado é resultado

Leia mais

Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1

Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1 Mídias Sociais e Marketing Digital: um novo modelo de comunicação entre empresa e consumidor 1 Anadelly Fernandes Pereira ALVES 2 Universidade de Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, RN RESUMO O artigo

Leia mais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Penélope da Silva Almeida SANTOS Universidade Sagrado Coração

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet. Análise:

Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet. Análise: Texto: Cinco pontos sobre redes sociais na Internet Por Raquel Recuero Análise: Introdução: Ao longo da história do homem contemporâneo tivemos diversos avanços nas chamadas tecnologias de comunicação,

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Redes sociais online como espaço de conscientização ambiental: uma análise de conteúdo do site O Eco 1

Redes sociais online como espaço de conscientização ambiental: uma análise de conteúdo do site O Eco 1 Redes sociais online como espaço de conscientização ambiental: uma análise de conteúdo do site O Eco 1 Ligia Couto Gomes 2 Universidade Estadual de Londrina Rodolfo Rorato Londero 3 Universidade Estadual

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre.

Trabalhando em conjunto, trabalhando sempre. A AVY COMUNICAÇÃO A AVY Comunicação é uma agência de comunicação e marketing que desenvolve diferentes soluções utilizando a experiência e criatividade de sua equipe para gerar valor institucional, fidelidade

Leia mais

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória.

Projeto Leve Amor. Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Projeto Leve Amor Bruno Barros de Souza 1 Helber Lopes de Souza 2 Leticia Abreu 3 AEV Associação Educacional de Vitória. Vitória - ES RESUMO Exposição de conteúdo referente a idealização de um projeto

Leia mais

Interagindo com a Webcore 1

Interagindo com a Webcore 1 Interagindo com a Webcore 1 Fernando de França LOPES 1 André Gaspar dos SANTOS 2 Carolina Olivieri da Silva FABOSSI 3 Daniel de Souza CORREA 4 Laís Akemi YOKOHAMA 5 Paula Renata Camargo de JESUS 6 Universidade

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANTÔNIO TAVARES PEREIRA ROMILSON BARSANULFO DA SILVA A IMPORTÂNCIA DAS REDES SOCIAIS PARA A COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL

Leia mais

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br MIDIA KIT 15 www.naporteiracast.com.br O QUE É PODCAST? O termo podcast é a junção das palavras ipod (dispositivo de reprodução de arquivos digitais fabricado pela Apple) e broadcast (transmissão, em inglês).

Leia mais

Durante três dias, Vitória se torna o centro da moda capixaba, com desfile de grandes marcas no evento Vitória Moda.

Durante três dias, Vitória se torna o centro da moda capixaba, com desfile de grandes marcas no evento Vitória Moda. APRESENTAÇÃO Durante três dias, Vitória se torna o centro da moda capixaba, com desfile de grandes marcas no evento Vitória Moda. Reunindo cerca de 10 mil pessoas no Centro de Convenções de Vitória, em

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD!

Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! Uma solução completa para sua estrátegia de SOCIAL MEDIA HELLO WORLD! SocialSuite Rua Claudio Soares, 72-16 andar +55 11 3032 1982 São Paulo - SP Brasil Introdução Esse material foi desenvolvido pela equipe

Leia mais

Minuto Enfermagem. Idealizado em 2013 pelo Núcleo IPÊ Soluções Interativas. No ar há 2 anos conhecendo novos amigos e espalhando conhecimento.

Minuto Enfermagem. Idealizado em 2013 pelo Núcleo IPÊ Soluções Interativas. No ar há 2 anos conhecendo novos amigos e espalhando conhecimento. 2015-1º semestre Minuto Enfermagem O Minuto Enfermagem é um portal que dispõe de notícias, artigos, reportagens, entrevistas, fotos, vídeos, divulgação de eventos entre outros, que prima pela qualidade

Leia mais

Resenha. Fernanda Gabriela Gadelha ROMERO 1

Resenha. Fernanda Gabriela Gadelha ROMERO 1 Resenha As redes sociais na internet: instrumentos de colaboração e de produção de conhecimento (Redes Sociais na Internet. Raquel Recuero. Porto Alegre: Sulina, 2009) Fernanda Gabriela Gadelha ROMERO

Leia mais

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc

Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Twitter @MarcelAyres Linkedin Meadiciona Renata Cerqueira Diretora de Monitoramento Online. Twitter @renatacbc Marcel Ayres Diretor de Planejamento. Também faz parte, como pesquisador, do Grupo de Pesquisa em Interações, Tecnologias Digitais e Sociedade. Desenvolve pesquisas sobre Realidade Aumentada, Mídias Digitais

Leia mais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais

O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais O novo desafio das marcas: uma visão global dos hábitos dos clientes em dispositivos móveis e redes sociais SDL Campaign Management & Analytics Introdução Prezado profissional de marketing, A ideia de

Leia mais

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação

Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação Paradigmas e paradoxos da sociedade da informação As mudanças DebatePapo Mídia Dalton Pastore - ABAP Caio Barsotti - SECOM José Alves - IVC Orlando Lopes - ABA Impacto da Tecnologia Individualização Acesso

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações

Publicidade. Monitoramento: Percepções sobre Publicidade. Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Crédito da imagem: ronnestam.com Anúncio Upex Publicidade Relatório de Monitoramento de Marcas e Conversações Introdução Foram realizadas buscas na mídia social Twitter, através de ferramenta de monitoramento

Leia mais

Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178

Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178 Social-Commerce IT CARLOS MASSA SIMPONE 70609178 INDICE INTRODUÇÃO DIFINIÇÃO COMO FUNCIONA AS ETAPAS HISTORIA RELACIONAMENTO PRATICAS REDES SOCIAS EXEMPLOS VANTAGEM INTRODUÇÃO Comumente pode se entender

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

A internet como influência para o consumo dos jovens brasileiros

A internet como influência para o consumo dos jovens brasileiros 3 A internet como influência para o consumo dos jovens brasileiros A internet é um meio de comunicação utilizado por pessoas de várias idades do mundo inteiro, e as finalidades dessa utilização podem variar

Leia mais

www.artesanatoja.com

www.artesanatoja.com GANHE DINHEIRO COM UMA LOJA VIRTUAL Conheça os principais veículos de vendas online utilizados por artesãos na internet e saiba como é fácil ter uma loja online para ganhar dinheiro já! Sempre que produzimos

Leia mais

Moda - para as que gostam de sempre estar por dentro das novidades.

Moda - para as que gostam de sempre estar por dentro das novidades. SOBRE A AMIS A AMIS JÓIAS é especializada no atacado e varejo de jóias e semi jóias. Sendo reconhecida pela qualidade, beleza e diversidade de produtos, apresenta tendências e modelos arrojados de brincos,

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

A PUBLICIDADE NAS REDES SOCIAIS E AS PEQUENAS MARCAS DE MODA PERNAMBUCANA. Rita de Cássia Nunes. nunes.decassia@gmail.com

A PUBLICIDADE NAS REDES SOCIAIS E AS PEQUENAS MARCAS DE MODA PERNAMBUCANA. Rita de Cássia Nunes. nunes.decassia@gmail.com A PUBLICIDADE NAS REDES SOCIAIS E AS PEQUENAS MARCAS DE MODA PERNAMBUCANA Rita de Cássia Nunes nunes.decassia@gmail.com INTRODUÇÃO Com o surgimento e disseminação da internet, os veículos comunicacionais

Leia mais

O ORKUT COMO FERRAMENTA INTERATIVA NO CONTEXTO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: UMA EXPERIÊNCIA DA BIBLIOTECA CENTRAL DA UFPE 1 INTRODUÇÃO

O ORKUT COMO FERRAMENTA INTERATIVA NO CONTEXTO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: UMA EXPERIÊNCIA DA BIBLIOTECA CENTRAL DA UFPE 1 INTRODUÇÃO O ORKUT COMO FERRAMENTA INTERATIVA NO CONTEXTO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA: UMA EXPERIÊNCIA DA BIBLIOTECA CENTRAL DA UFPE Lílian Lima de Siqueira MELO Especialista em Gestão e Tecnologia da Informação

Leia mais

WWW.CLUBDOFITNESS.COM.BR

WWW.CLUBDOFITNESS.COM.BR WWW.CLUBDOFITNESS.COM.BR SOBRE O SITE O Fitness Club, teve seu inicio em 2011 foi criado com o objetivo de fornecer informação sobre saúde, bem estar, bodybuilding, pilates, suplementos alimentares e fitness

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE MÍDIAS SOCIAIS COMO COMPLEMENTO PARA AÇÕES DE MARKETING: ANÁLISE DO CASO FORD E FACEBOOK 1

A UTILIZAÇÃO DE MÍDIAS SOCIAIS COMO COMPLEMENTO PARA AÇÕES DE MARKETING: ANÁLISE DO CASO FORD E FACEBOOK 1 A UTILIZAÇÃO DE MÍDIAS SOCIAIS COMO COMPLEMENTO PARA AÇÕES DE MARKETING: ANÁLISE DO CASO FORD E FACEBOOK 1 Rodrigo Augusto Chervinski 2 Cristiano Medeiros Souza 3 RESUMO: Cada vez mais a publicidade na

Leia mais

Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP

Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP Movimentos sociais e internet: uma análise sobre as manifestações de 2013 no Brasil Lucas Arantes Zanetti 1 Lívia Cadete da Silva 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista,

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Sobre o site. mídia kit. www.nivelepico.com

Sobre o site. mídia kit. www.nivelepico.com 2013 Sobre o site O Nível Épico é um site de entretenimento que tem como objetivo manter o público informado sobre as últimas novidades da cultura pop. Fundado em 2010, traz conteúdos sobre cinema, literatura,

Leia mais

Interatividade UniNorte 1

Interatividade UniNorte 1 Interatividade UniNorte 1 Anne Caroline BARROS 2 Francisco BARBOZA 3 Heverton PAULA 4 Igor SANTOS 5 Eudóxia Pereira da SILVA 6 Márcio Alexandre dos Santos SILVA 7 Centro Universitário do Norte (UniNorte),

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

APRESENTA COPA. Capixaba

APRESENTA COPA. Capixaba APRESENTA COPA Capixaba de APRESENTAÇÃO O mercado de jogos eletrônicos têm crescido exponencialmente no Brasil. O que se verifica hoje no país é uma grande empatia com games, que colocam o Brasil como

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET CONCEITOS, OBJETIVOS, BENEFÍCIOS E TENDÊNCIAS Renato Schumacher

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

Mídia Kit Jornal Correio

Mídia Kit Jornal Correio Mídia Kit Jornal Correio Com mais de 77 anos de tradição, o Jornal Correio faz parte da história de Uberlândia e não para de evoluir. De olho no que acontece no país e no mundo, é um jornal moderno, completo

Leia mais

Facebook como ferramenta de comunicação com o eleitor: estudo de caso da Fanpage do Senador Romário 1. Universidade Veiga de Almeida, Cabo Frio, RJ

Facebook como ferramenta de comunicação com o eleitor: estudo de caso da Fanpage do Senador Romário 1. Universidade Veiga de Almeida, Cabo Frio, RJ Facebook como ferramenta de comunicação com o eleitor: estudo de caso da Fanpage do Senador Romário 1 Aimée Barbosa de SOUZA² Universidade Veiga de Almeida, Cabo Frio, RJ Resumo Este artigo aborda a comunicação

Leia mais

@JoaoKepler. Vendas 3.0

@JoaoKepler. Vendas 3.0 @JoaoKepler VENDAS 3.0 Inovação, Branding e Insights Como vender seu clube na nova era da comunicação utilizando a internet, e-mail, e redes sociais. O que vamos falar aqui hoje? O Poder da Internet, dos

Leia mais

MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota

MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01. Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota MÍDIA MATERIAL DE REFERÊNCIA TEÓRICA 01 Prof. Rodrigo Duguay a partir de material base da Profa. Dra. Karla Patriota MÍDIA Definição Mídia. Sf (ing. mass media) Propag. 1 Veículo ou meio de divulgação

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO.

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. São Paulo - SP 2016 RENAN ROCHA ALVES - RA: 6448758 E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING

Leia mais

cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015

cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015 cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015 Facebook A página do Facebook foi atualizada com um post por dia, no começo dos trabalhos, depois dois posts por dia, e próximo ao dia

Leia mais

Você necessita de uma divulgação especial?

Você necessita de uma divulgação especial? Coloque a sua marca em uma vitrine privilegiada e seja visto por um público qualificado, que busca informação de credibilidade sobre comércio exterior, logística e internacionalização de empresas. Você

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Mídia kit Outubro/2015

Mídia kit Outubro/2015 Mídia kit Outubro/2015 Quem somos? O Viajadora é um blog feito por duas amigas de infância que gostam de viajar gastando o mínimo possível, mas aproveitando ao máximo. De tanto dar dicas para os amigos,

Leia mais

MBA Comunicação Integrada e Novas Mídias. Prof. Eduardo Ambrósio

MBA Comunicação Integrada e Novas Mídias. Prof. Eduardo Ambrósio ARENAS DA COMUNICAÇÃO COM O MERCADO ENTRETENIMENTO FEIRAS MKT ESPORTIVO MKT DIGITAL VAREJO PUBLICIDADE E PROPAGANDA MODA ENTRETENIMENTO ARENAS DA COMUNICAÇÃO COM O MERCADO ENTRETENIMENTO Viagens Culinária

Leia mais

Participação política na internet: o caso do website Vote na web

Participação política na internet: o caso do website Vote na web Participação política na internet: o caso do website Vote na web Lívia Cadete da Silva 1 Lucas Arantes Zanetti 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP RESUMO

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA

SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA SITES E BLOGS CONSTRUINDO A SUA MARCA Paula Junqueira 7º CONGRESSO RIO DE EDUCAÇÃO CONSTRUINDO A SUA MARCA A marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa. As mídias sociais são

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

E um dia, quem sabe, poderemos despertar para o ser empreendedor. E ganhar dinheiro com esta história toda.

E um dia, quem sabe, poderemos despertar para o ser empreendedor. E ganhar dinheiro com esta história toda. COMÉRCIO ELETRÔNICO Introdução O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos e formas de

Leia mais

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br

Copyright 2013 Academia NED. Todos os Direitos Reservados. AcademiaNED.com.br Copyright 2013 Academia NED Todos os Direitos Reservados AcademiaNED.com.br CONTEÚDO Introdução... 4 1 - Certifique-se de que sua FanPage é atraente... 5 a. Foto de Capa... 5 b. Foto de Perfil... 5 c.

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

1. Reputação da marca na web. Por Sandra Turchi

1. Reputação da marca na web. Por Sandra Turchi Conceito dos 3R's da comunicação digital: Relevância, Relacionamento e Reputação práticas adotadas para o desenvolvimento da imagem corporativa nas mídias sociais 1. Reputação da marca na web Por Sandra

Leia mais

Apresentação. Damérica

Apresentação. Damérica Apresentação Damérica A Editora No mercado desde 2009, a Editora Damérica edita duas revistas mensais: A Revista SC e Revistinha Camboriú. Edita também, revistas, livros para empresas e pessoas físicas.

Leia mais

Campanha Promocional Amor Perfeito 1. Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5

Campanha Promocional Amor Perfeito 1. Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5 Campanha Promocional Amor Perfeito 1 Fernanda Bento ZEN 2 Maria Gabriela PIEPER 3 Cynthia Morgana Boos de QUADROS 4 Venilton REINERT 5 FURB Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, SC RESUMO No planejamento

Leia mais

O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias

O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) O uso do Facebook como ferramenta para promoção de serviços em bibliotecas universitárias Rebeka Maria de Carvalho Santos Godeiro (UFERSA) - rebeka_carvalho@hotmail.com

Leia mais

3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO

3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO 3 A13 DE SETEMBRO RIOCENTRO A Bienal do Livro Rio é o maior evento literário do país, um grande encontro que tem o livro como astro principal. Para o leitor, é a oportunidade de aproximação com seus autores

Leia mais

Mídia Kit /agosto de 2013

Mídia Kit /agosto de 2013 Mídia Kit /agosto de 2013 Sobre o portal O portal MOB GROUND tem por missão unir o que cada vez faz mais falta nos principais veículos jornalísticos do Brasil: textos frenéticos, bem apurados e que causem

Leia mais

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente Você quer falar com o segmento de duas rodas? É fácil! MídiaKit 2015 Use a REVISTA DUAS RODAS Muito mais que uma revista 40 Anos andando na frente Liderança Absoluta de ponta a ponta A história de Duas

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242.

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242. 1 2 Apresentação O Portal Brasil Postos é uma plataforma digital desenvolvida para a geração de negócios, relacionamento e informação para o segmento de postos de combustíveis, lubrificação e Lojas de

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia:

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: INTRODUÇÃO Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: 1450 Imprensa de Gutemberg 1940 Primeiras transmissões na TV 1960 Internet começa a ser desenvolvida 1973 Primeira ligação

Leia mais

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana

Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Mídias sociais: apoio a qualidade de vida e a mobilidade humana Nuria Sampietro (01); Roberto Sganzerla (02); Sara Benenkanp (03). SBCTrans Endereço: Rua Monteiro Lobato, 151 Jd. Montanhão São Bernardo

Leia mais