PROJETO TROTE SOLIDÁRIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO_

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO TROTE SOLIDÁRIO 2011 - PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO_"

Transcrição

1 PROJETO TROTE SOLIDÁRIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO_ 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL 1.1. Histórico da Prática Eficaz A cada ano, um número maior de Instituições de Ensino Superior IES adere à ideia do chamado trote cidadão, momento esse em que os calouros participam de campanhas de cunho educativo e social como doação de sangue, arrecadação de alimentos e roupas ou até mesmo na prestação de serviços voluntários. Desta forma, diversas são as iniciativas que buscam dar um novo re-significado a essa realidade. Nesse viés, estimular no âmbito educacional a criatividade, o despertar do senso crítico com vistas à realidade social brasileira, assim como a disseminação de uma cultura de paz e solidariedade, aonde antes havia violência gratuita e brincadeiras que expunha os calouros em situações desumanas e vexatórias. Nesse cenário, aumenta o número de universidades que incentivam e aderem ao Trote Solidário enquanto prática propositiva para o exercício da cidadania, ao estímulo do trabalho voluntário, por sua vez, buscamos oferecer aos calouros uma forma diferenciada de celebrar a sua vitória. A exemplo disso, o Núcleo de Pastoral da Universidade da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) há 04 anos incentiva no meio acadêmico o trote social e sem violência. Isso não significa, porém, que os trotes violentos tenham deixados de existir. A banalização da violência, característica presente em nossa sociedade, também contribui para que o trote não seja considerado como um desrespeito. As pessoas estão dessensibilizadas, lamenta o professor Antonio Zuin, autor do livro O trote na Universidade: Passagens de um rito de iniciação.

2 Participar do ritual, após ver pessoas próximas passarem por isso, passa a ser desejado pelo calouro, pois significa também que ele faz parte de um determinado grupo social, explica o professor Zuin (2002). O trote com pintura no corpo, pedágio e cabelo cortado é considerado, portanto, uma tradição na passagem do estudante à vida universitária. O curioso é que isso não é discutido. Não seria possível que novas tradições fossem criadas? O processo de passagem do calouro para a universidade tem sempre que ser marcado por violência física ou simbólica?, questiona o professor Zuin. Há uma série de outros eventos que poderiam caracterizar essa passagem, completa. Levando em consideração que todos os anos o Trote Tradicional é aplicado aos calouros nos arredores da PUCPR e, são muitos os universitários, professores, colaboradores, diretores e professores dos mais variados cursos que revelam não perceber nos trotes aplicados expressões significativas para os calouros enquanto cidadãos e futuros profissionais de diferentes áreas e, ao mesmo tempo, observando iniciativas de outras PUCs e Universidades do País aonde o trote tradicional vem perdendo espaço para o trote social, ecológico, cultural, solidário e/ou cidadão, o Núcleo de Pastoral, através do Projeto do Trote Solidário quer ser uma iniciativa para oferecer tanto aos universitários quanto às suas famílias, alternativas criativas e propositivas que possibilite expressar a alegria de passar no vestibular. O Núcleo de Pastoral da Universidade PUCPR possui o apoio concreto da Instituição para a execução do Projeto Trote Solidário/Cidadão (rito de passagem), a ser realizado em parceria com as Pró-reitorias, Decanatos, Direções de cursos, CAs e DCE da PUCPR. O presente relatório em tela apresenta o resultado através da compilação dos dados quantitativos e qualitativos das atividades e ações desenvolvidas, no decorrer do Projeto Trote Solidário/2011 da PUCPR.

3 1.2. Objetivo da Prática Eficaz Apresentar aos acadêmicos uma forma diferenciada de celebrar seu ingresso na Universidade, de comemorar sua vitória Rito de Passagem, e, com isso, fortalecer e disseminar uma cultura de paz e solidariedade de forma saudável, contrapondo-se aos trotes tradicionais que por vezes são humilhantes e não trazem expressões e resultados significativos para a formação dos acadêmicos, enquanto cidadãos e futuros profissionais. 1.3 Público alvo atingido Comunidade acadêmica (calouros e veteranos, representantes de turma, Centros Acadêmicos) e seus familiares; colaboradores da instituição, professores, comunidade externa e Instituições Beneficentes. Foi possível a parcerias e apoio com os stackholders, como o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (HEMEPAR), Rede de Supermercados Big, Mercadorama e Walmart, Renault, Diretório Central dos Estudantes (DCE). 1.4 Descrições das atividades Implantadas A Pontifícia Universidade Católica do Paraná, orientada por princípios éticos, cristãos e maristas, tem por missão desenvolver e difundir o conhecimento e a cultura e promover a formação integral e permanente dos cidadãos e profissionais comprometidos com a vida e com o progresso da sociedade. Nesse sentido, através de ações de solidariedade, cidadania e amor ao próximo, na última edição do Trote Solidário/2011 da PUCPR foram realizadas arrecadações de alimentos nos supermercados parceiros, e estes foram distribuídos pelos acadêmicos in lócuo para instituições beneficentes em situação de vulnerabilidade social. Foram arrecadados pelos acadêmicos quilos de alimentos não perecíveis e distribuídos para as seguintes instituições: Hospital Pequeno Cotolengo, Santa Casa de Misericórdia, Associação

4 Paranaense da Criança com Neoplasia, ProAção - Patronato Santo Antonio, Clinica de Reabilitação Tudo pela Vida e Centro de Assistência Social Divina Misericórdia. Num gesto de carinho, e, em atenção ao segmento do idoso, os acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo promoveram a revitalização do Lar dos Idosos do Bairro Tarumã, em Curitiba, PR. Foram realizadas atividades de pintura, montagem de mosaicos, paisagismo e montagem de piso concregrama, um piso de concreto especial, fabricado em formas de plástico. Sua textura aparenta pedra mineira, tornando o piso de fino acabamento. Ainda, em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (HEMEPAR), no que tange prestar atendimento hematológico e suporte hemoterápico eficiente, com segurança, rapidez e resolutividade, a edição do Trote Solidário/2011 realizou a doação de sangue e cadastro de medula óssea no campus Curitiba com vistas para promoção humana, pois doar sangue é colaborar para a preservação da vida, ou seja, é vida gerando vida. Com o intuito de saber o que nossos jovens pensam sobre a importância de participar de um Trote Solidário, no momento da doação de sangue e cadastro de medula óssea, foi aplicada uma pesquisa qualitativa de satisfação com perguntas abertas e fechadas. A pesquisa foi tabulada por categoria de análise e apresentada em forma de gráfico (no anexo). Nesse dia, através da comoção e mobilização foram coletadas 68 (sessenta e oito) bolsas de sangue e realizados 70 (setenta) cadastros Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Segundo dados do Ministério da Saúde, o número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Naquele ano, dos transplantes de medula realizados, apenas 10% dos doadores eram brasileiros cadastrados no REDOME. Agora há 2 milhões de doadores inscritos e o percentual subiu para 70%. O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo,

5 ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (5 milhões de doadores) e da Alemanha (3 milhões de doadores). Nesse contexto, percebemos o papel social da PUCPR no sentido de realizar campanhas de cunho educativo e social com a vinda do ônibus do HEMEPAR no campus. Contribuindo assim, para amenizar o drama vivido por milhares de famílias de todas as raças, credos e posições sociais que enfrentam dificuldades de encontrar doador no círculo familiar ou até mesmo no Brasil. Há doenças cuja principal dificuldade é a ausência de solidariedade, por isso, nesse caso, quanto maior o número de voluntários, mais fácil será encontrar um doador compatível e, assim, salvar vidas. No dia 21 de Fevereiro esteve no campus o ônibus do HEMEPAR para realizar, junto à comunidade acadêmica e colaboradores, o Cadastro de Medula Óssea, bem como doação de sangue. Nesse sentido, contamos com a participação de 69 candidatos, sendo 18 considerados inaptos por diversos fatores, 52 coletas (bolsas) de sangue, 03 pessoas foram consideradas como sorologia (apto, mas não foi possível coletar o sangue). Foram realizados 69 cadastros de medula óssea e 01 candidato desistiu no momento da coleta de sangue. Vale ressaltar, que numa edição do Trote Solidário, um acadêmico do curso de Farmácia foi doador compatível e pode salvar a vida de uma criança de 3 (três) anos de idade. No dia 28/02/2011 ocorreu o encerramento do Trote Solidário. Mais de 400 acadêmicos participaram da palestra motivacional proferida por Steven Dubner, que atua junto ao Comitê Paraolímpico Brasileiro, na Confederação Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas, e participou da Special Olympics nos Estados Unidos. Nesse evento, compareceram as Instituições Beneficentes para receberem a entrega simbólica dos alimentos e, os Centros Acadêmicos que obtiveram maior pontuação no quesito arrecadação de alimentos foram contemplados com premiação.

6 2. LIDERANÇA 2.1. Equipe envolvida com a Prática Pró Reitoria Comunitária: Prof.Ricardo Tescarollo (Pró Reitor Comunitário). Diretoria de Pastoral e Identidade Institucional: Alvanei Finamor (Diretor), Darly Fatuch Núcleo de Pastoral da Universidade PUCPR: Ana Lucia Langner (Assessora), Vera Lucia Costa da Silva (Assistente de Pastoral), Fabiano Popovisk (Agente de Pastoral), Jaqueline da Conceição Belo (Auxiliar de Agente de Pastoral), Emanuelle Luiza Monteiro (Assistente Administrativo), Sidney Lemes dos Santos (Agente de Pastoral) Participação da Alta Direção O Trote Solidário alinhado com os valores Éticos, Cristãos e Maristas da PUCPR, está contemplado no planejamento estratégico, e instituído enquanto política institucional da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Nesse sentido, o comprometimento com a prática eficaz contempla todo o organograma da instituição, desde o Reitor Ir. Clemente Ivo Juliatto, Irmãos Maristas (pois somos uma instituição marista), Diretoria de Pastoral e Identidade Institucional, até o Núcleo de Pastoral da Universidade que é responsável por toda gestão do projeto. 3. FOCO 3.1. Clientes Não se aplica 3.2. Docentes/Funcionários

7 Um foco importante (porém não o central nesse projeto) é relacionado aos docentes/funcionários no sentido de valorizar a ação e discutir com os acadêmicos o real valor dessa prática eficaz, bem como o diferencial que uma ação dessas pode oportunizar na vida acadêmica. 3.3 Administrativo Não se aplica 3.4. Econômico-Financeira Não se aplica 3.5. Acadêmico O foco principal do Trote Solidário da PUCPR é o acadêmico e a definição desse foco se dá tendo em vista que o acadêmico pode adentrar essa nova experiência de vida (a universidade), participando de ações concretas, porém simbólicas (arrecadação de alimentos não perecíveis, doação de sangue, cadastramento para doação de medula óssea, bem como outras ações de cunho social) e, se possível, que essa primeira ação solidária/voluntária se transforme em uma ação de comprometimento social, visando a transformação das realidades, visto que as profissões (hoje mais do que nunca) precisam ter esse olhar de comprometimento com o outro em suas diversas instâncias. Oportuniza-se desde o primeiro momento acadêmico essa possibilidade de perceber o quanto é importante ter um bom diploma, ser um excelente profissional e, ao mesmo tempo ter o comprometimento com um mundo melhor. 3.6 Comunidade Um foco também importante é a comunidade, porém no sentido de incentivar e valorizar a ação dos acadêmicos que adentram o mundo da Universidade

8 praticando ações de bem no encerramento do trote solidário são convidados os parceiros da Comunidade: hemobancos, responsáveis pelas redes de supermercados, parceiras e beneficiados, através do recebimento dos alimentos para que se façam presente expondo aos universitários o alcance, bem como a importância do gesto que fazem. 4. RESULTADOS 4.1 Formas de Avaliação a) No contexto atual, sobretudo no âmbito educacional das universidades, os calouros ao ingressarem são incentivados e/ou acometidos por algum tipo de violência, algumas de ordem física, psicológica e moral; muitas vezes confundidas por brincadeiras. Com base no exposto, essa atitudes caracterizam o Bullying, termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz (es) de se defender. b) Para obter feedback das ações desenvolvidas, foi aplicada pesquisa qualitativa em forma de questionário, com perguntas fechadas e abertas para obtenção de resultados e indicadores que nos permita pensar e repensar em novas práticas propositivas, no enfrentamento da violência e na intuição de uma nova organização de cultura. (pesquisa em anexo). 4.2 Orçamento investido O orçamento está em torno de R$20.000,00, devido à confecção de camisetas, flyers para divulgação do projeto, banners e outras necessidades.

9 4.3 Análise Financeira O retorno se dá em diversas instâncias; em primeiro lugar a ação ganha visibilidade e destaque nas mídias locais, fato este que auxilia em uma maior adesão por parte daqueles que, a principio, desconheciam a ação e que passam a participar, bem como por parte da comunidade que toma conhecimento e valoriza as iniciativas. 4.4 Indicadores Acadêmicos Como resultado positivo das ações anteriores do Trote Solidário, nesse ano de 2012 tivemos maior adesão dos calouros ingressantes na PUCPR, dos Centros Acadêmicos, e satisfação por parte dos colabores, gestores, Decanos, professores e Reitor. 4.5 Indicadores de Produtividade e/ou de satisfação dos colaboradores De forma geral, os colaboradores da PUCPR são pessoas que assumem o compromisso na construção de uma sociedade mais fraterna e sem violência. O Trote é reconhecido e apoiado desde a alta direção, assim como por todos os demais colaboradores que compõe a organização. 4.6 Indicadores de satisfação de clientes Para obter feedback das ações desenvolvidas, foi aplicada pesquisa qualitativa em forma de questionário, com perguntas fechadas e abertas para obtenção de resultados e indicadores que nos permita pensar e repensar em novas práticas propositivas, no enfrentamento da violência e na intuição de uma nova organização de cultura. (pesquisa em anexo). 4.7 Indicadores de captação de clientes Aumento de participação e adesão dos Centros Acadêmicos, calouros e veteranos no Trote Solidário de 2012 que está sendo realizado.

10 4.8 Resultados obtidos junto à comunidade Primeiramente o Projeto Trote Solidário está inserido no planejamento estratégico da instituição. O projeto atende as instituições que estão em situação de vulnerabilidade social. A exemplo disso, temos as instituições beneficiadas que são mantidas pela arrecadação de alimentos realizada pelos acadêmicos. Outra situação são as bolsas de sangue coletadas e encaminhadas aos Hemocentros da cidade de Curitiba, no PR. IMPORTANTE COMPROVAR AS AÇÕES DESCRITAS POR MEIO DE GRÁFICOS, ESTATÍSTICAS. FOTOS. ETC. ANEXO 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ PRÓ-REITORIA COMUNITÁRIA DIRETORIA DE PASTORAL E IDENTIDADE INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DO PROJETO TROTE SOLIDÁRIO 2011 Público: Acadêmicos da PUCPR Número de Participantes: 3000 alunos Atuação: Toda equipe de Pastoral 1. Breve Relato da Atividade

11 O presente relatório em tela apresenta o resultado através da compilação dos dados quantitativos e qualitativos das atividades e ações desenvolvidas, no decorrer do Projeto Trote Solidário/2011 da PUCPR. O TROTE SOLIDÁRIO foi realizado pelo Núcleo de Pastoral da Universidade em parceria com os Centros Acadêmicos e Diretório Central dos Estudantes (DCE). Tendo por finalidade, a inserção de uma cultura e paz no âmbito educacional, oferecendo aos calouros e veteranos uma nova forma de comemorar o rito de passagem. 2. Avaliação Dessa forma, através de ações solidárias como, por exemplo, a arrecadação de alimentos nos supermercados parceiros, recuperação do lar dos idosos realizado pelo curso de Arquitetura, doação de sangue e cadastro de medula óssea no campus PUCPR. Essas ações visam contribuir para formação de profissionais e pessoas comprometidas com a realidade social brasileira, no que tange a diminuição das desigualdades sociais e o pleno exercício da cidadania. O lançamento do TROTE SOLIDÁRIO ocorreu no dia 21 de fevereiro no campus da PUCPR com vinda do ônibus do Hemepar. Calouros, veteranos, familiares e colaboradores puderam realizar doação de sangue e cadastro de medula óssea. No cenário atual, a doação de sangue à pacientes acometidos por diversas patologias demandam por ações solidárias em atenção ao resgate daqueles que carecem por transfusão de sangue e doação de medula óssea. Tramita no Senado, projeto de lei que visa a mobilização do doador voluntário, cuja compatibilidade sangüínea permita doar medula óssea em vida, sem prejuízo à sua saúde, sobretudo nos casos em que o transplante de medula óssea é indicado para pacientes que sofrem de leucemia, linfomas, anemias graves e imunodeficiências congênitas, além de outras doenças relacionadas aos sistemas sangüíneo e imunológico.

12 O Núcleo de Pastoral da Universidade da PUCPR no sentido de contribuir com esse cenário realizou junto à comunidade acadêmica e colaboradores, uma ação solidária para o Cadastro de Medula Óssea, bem como doação de sangue. Nesse dia, através da comoção e mobilização foram coletadas 68 (sessenta e oito) bolsas de sangue e realizado 70 (setenta) cadastros Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (REDOME). Segundo dados do Ministério da Saúde, o número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Naquele ano, dos transplantes de medula realizados, apenas 10% dos doadores eram brasileiros localizados no Redome. Agora há 2 milhões de doadores inscritos e o percentual subiu para 70%. O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (5 milhões de doadores) e da Alemanha (3 milhões de doadores). Nesse contexto, percebemos o papel social da PUCPR no sentido de realizar campanhas de cunho educativo e social com a vinda do ônibus do Hemepar no campus. Contribuindo assim, para amenizar o drama vivido por milhares de famílias de todas as raças, credos e posições sociais que enfrentam dificuldades de encontrar doador no círculo familiar ou até mesmo no Brasil. Há doenças cuja principal dificuldade é a ausência de solidariedade, por isso, nesse caso, quanto maior o número de voluntários será mais fácil será encontrar um doador compatível e, assim, salvar vidas No dia 21 de Fevereiro esteve no campus o ônibus do Hemepar para realizar junto a comunidade acadêmica e colaboradores o Cadastro de Medula Óssea, bem como doação de sangue. Nesse sentido, contamos com a participação de 69 candidatos, sendo 18 considerados inaptos por diversos fatores, 52 coletas (bolsas) de sangue, 03 pessoas foi considerado sorologia (apto, mas não foi possível coletar o sangue, foram realizados 69 cadastros de medula óssea e 01 candidato desistiu no momento da coleta de sangue.

13 Entre os dias 21 à 25 de fevereiro os calouros vestindo a camiseta do TROTE SOLIDÁRIO realizarão a arrecadação de alimentos não perecíveis nos supermercados parceiros de forma a mobilizar o maior número possível de calouros em ações de solidariedade e cidadania. Os alimentos arrecadados serão encaminhados as entidades beneficentes como o Hospital Pequeno Cotolengo, Santa Casa de Misericórdia, Associação Paranaense das Crianças com Neoplasias, ProAção Patronato Santo Antonio e Centro de Assistência Social Divina Misericórdia.

14 O Trote Solidário PUCPR 2011 contou com a inscrição de 27 cursos entre os campus Curitiba e São José dos Pinhais. Dos 27 cursos, 13 cursos participaram ativamente na arrecadação de alimentos, doação de sangue e cadastro de medula óssea. Segue tabela abaixo com a descrição dos cursos participantes. Tabela dos cursos participantes: Curso KG Cadastro de Doação de Chinelos Total de Pontos Alimento Medula Sangue Engenharia Civil Direito SJP Marketing Biotecnologia Administração Medicina Veterinária SJP Direito Agronomia SJP Psicologia Engenharia Florestal SJP Filosofia Sociologia Técnico em

15 Publicidade TOTAL No dia 22 de fevereiro de 2011 o Portal Clique Arquitetura realizou uma ação voluntária em parceria com os calouros de arquitetura da PUC PR no Lar dos Idosos Recanto do Tarumã. Foram realizadas atividades de pintura, montagem de mosaicos, paisagismo e montagem de piso concregrama. Primeiramente o Portal Clique Arquitetura desenvolveu um projeto de paisagismo para o local e buscou as parcerias necessárias para a realização do evento. Os calouros participaram da ação promovendo o Trote Solidário e tornaram este dia uma data para ser lembrada por todos os envolvidos. Objetivo da Ação: mostrar como podemos, através da arquitetura, promover a qualidade de vida e o bem estar. Em especial, no caso deste lar de idosos, criar um espaço de convivência no jardim que fica em frente ao salão de jogos (um dos locais mais 15reqüentados) e tornar este local funcional, criando um espaço confortável e estimulante. Por que um Trote Solidário? Porque é uma ótima oportunidade de marcar a entrada destes jovens na faculdade. Aproximá-los um pouco da futura profissão e incentivar o cuidado com o próximo,

16 principalmente com quem apresenta necessidades especiais. Uma tarefa gratificante que expressa bem à responsabilidade social da formação em um curso superior. Este momento é para ser lembrado com orgulho e satisfação. É também uma oportunidade de conhecer melhor os colegas de turma. Para encerrar o TROTE SOLIDÁRIO, no dia 28 de fevereiro (segunda-feira), tivemos uma palestra motivacional com Steven Dubner (um dos dez palestrantes mais requisitados do Brasil), junto à palestra foi entregue de forma simbólica os alimentos arrecadados durante o Trote Solidário, até mesmo para que os alunos conhecerem um pouco mais acerca das entidades envolvidas. 3. Linhas de Ação para o Futuro Dar continuidade e fortalecer ainda mais esse excelente projeto apresentálo aos novos acadêmicos já no banho de lama na divulgação dos aprovados. Celebrar esse Rito de passagem, contrapondo-se aos trotes tradicionais que por vezes são humilhantes e não trazem expressões e resultados significativos para os alunos enquanto cidadãos e futuros profissionais. Propiciar ao jovem a possibilidade de reconhecer e exercitar plenamente sua função transformadora na sociedade. Fortalecer a parcerias com diretores de curso de decanos, de forma antecipatória envolver os centros acadêmicos, estimular entre os participantes, ações paralelas como exemplo o curso de Arquitetura e Urbanismo que nessa ultima edição desenvolveu um belíssimo trabalho no Lar dos Idosos Recanto do Tarumã. 4. Apresentação gráfica da pesquisas qualitativas e quantitativas O Núcleo da Pastoral da Universidade Católica do Paraná preocupado com a excelência dos projetos desenvolvidos, nesse ano aplicou pesquisa de avaliação e satisfação á comunidade acadêmica envolvida nas ações do Trote Solidário.

17 Para avaliação do Projeto Trote Solidário, nos apropriamos da pesquisa enquanto mecanismo para compreensão e apreensão da realidade, o instrumento utilizado para coleta de dados de um questionário com perguntas fechadas e aberta o qual foi aplicado junto à comunidade acadêmica. Esse instrumento nos trouxe subsídios para elucidar elementos constituintes e constitutivos para além do real aparente, que em consonância com as idéias de Martinelli (1998), o levantamento de suporte teórico nos remete e necessidade de realização de uma pesquisa qualitativa, que se compreende como um estudo baseado na experiência ou dados empíricos. Anexo II PESQUISA DE AVALIAÇÃO TROTE SOLIDÁRIO 2011 INTRODUÇÃO O Núcleo da Pastoral da Universidade Católica do Paraná preocupado com a excelência dos projetos desenvolvidos, nesse ano de 2011 aplicou pesquisa de avaliação e satisfação à comunidade acadêmica envolvida nas ações do Trote Solidário realizado entre os dias 21 a 28 de fevereiro no campus Curitiba. Com intuito de obter o feedback das ações desenvolvidas no decorrer do projeto Trote Solidário, aplicamos a pesquisa de avaliação x satisfação que contou com a participação de 145 acadêmicos de diversos cursos compondo a amostra aleatória. As respostas foram organizadas, analisadas e encontram-se resumidas nos gráficos apresentados a seguir. METODOLOGIA

18 Para avaliação do Projeto Trote Solidário, nos apropriamos da pesquisa enquanto mecanismo para compreensão e apreensão da realidade, o instrumento utilizado para coleta de dados foi um questionário com perguntas fechadas e abertas o qual foi aplicado junto à comunidade acadêmica. Esse instrumento nos trouxe subsídios para elucidar elementos constituintes e constitutivos para além do real aparente, que em consonância com as idéias de Martinelli (1998), o levantamento de suporte teórico nos remete e necessidade de realização de uma pesquisa qualitativa, que se compreende como um estudo baseado na experiência ou dados empíricos. PESQUISA APLICADA Pesquisa de avaliação: Trote Solidário 2011 Curso: Período: 1. Em sua opinião, você considera importante o Trote Solidário? ( ) Sim, considero importante ( ) Não considero importante ( ) Não tenho opinião formada 2. Com relação ao trote tradicional ou ritual de passagem em que os jovens são expostos a diferentes situações. Qual sua opinião? ( ) Deve permanecer ( ) Deve apresentar outras práticas como o Trote Solidário ( ) Ambos devem existir 3. O Trote Solidário (confraternização, doação de sangue, doação de alimentos, cadastro de Medula Óssea) tem como pano de fundo, estimular os acadêmicos ao comprometimento com a realidade social, para formação

19 humana e solidária. Nesse sentido, você acha que o Trote Solidário contribuirá para sua formação como pessoa? ( ) Sim, contribuirá para minha formação como pessoa/humana. ( ) Não acho que contribuirá para minha formação humana. ( ) Reforça valores como a solidariedade. 4. Você considera o Trote Solidário como prática que pode contribuir para uma sociedade menos violenta? ( ) Sim, pode contribuir ( ) Não, contribuirá ( ) Talvez seja uma forma que contribuirá 5. Em sua opinião, quais as ações que podem ser agregadas ao Trote Solidário? Considerações pessoais. APRESENTAÇÃO GRÁFICA DA PESQUISA

20 CONSIDERA IMPORTANTE O TROTE SOLIDÁRIO? Sim, considero importante Não considero importante Não tenho opinião formada 0% 1% 99% Fonte: Pesquisa PUCPR 2011 QUAL SUA OPINIÃO EM RELAÇÃO AO TROTE TRADICIONAL? Deve permancer Deve apresentar outras práticas como o "Trote Solidário" Ambos devem existir 50% 8% 42% Fonte: Pesquisa PUCPR 2011

21 EM SUA OPINIÃO, O TROTE SOLIDÁRIO CONTRIBUIRÁ PARA SUA FORMAÇÃO HUMANA? Sim, contribuirá para minha formação como pessoa/humana Não acho que contribuirá para minha formação human Reforça valores como a solidariedade 28% 0% 72% Fonte: Pesquisa PUCPR 2011 EM SUA OPINIÃO, O TROTE SOLIDÁRIO CONTRIBUIRÁ PARA UMA SOCIEDADE MENOS VIOLENTA? Sim, contribuirá Não contribuirá Talvez seja uma forma 31% 1% 68% Fonte: Pesquisa PUCPR 2011 CONSIDERAÇÕES PESSOAIS:

22 CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA Ajuda aos moradores de rua com doações de roupas, cobertas e etc.. Ajuda aos moradores de rua com ensino, alfabetização e melhoria da qualidade de vida. CURSO DE SERVIÇO SOCIAL Não conhecia muito essas ações, achei o máximo, estimula a participação e faz com os alunos se comprometam socialmente. Muito Bom! CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS Um dia de alegria em alas da pediatria em hospitais. CURSO DE FÍSICA Visitar pessoas necessitadas, levar a elas um abraço, uma conversa. Serviços sociais. Trabalho voluntário para distribuição dos materiais arrecadados. Motivação para as pessoas visitarem orfanatos, entre outros. Mas a iniciativa do Trote Solidário é de grande importância. CURSO DE ODONTOLOGIA Introdução dos calouros ao Projeto Comunitário logo no 1º período, assim os mesmos terão contato com a situação atual do País em relação à educação, saúde e o ambiente social que a maioria da população sobrevive. Outra vantagem para os calouros é de agilizar o processo do Projeto Comunitário para não haver dores de cabeça no término do curso. CURSO DE MATEMÁTICA Doações de roupas. A idéia do Trote Solidário é uma prática que deve continuar com uma maior mobilização de todos da Universidade, de coordenadores ao centro acadêmico. Precisa de uma maior divulgação. Visita a em orfanatos, asilos, hospitais etc... E até mesmo realização de atividades com essas pessoas. CURSO DE DIREITO

23 Acho que doação de sangue, cadastro de medula e doação de roupas e alimentos é muito interessante. Acredito da maneira que está, está bom. Penso que outras maneiras de como, por exemplo, levar, mostrar aos calouros a realidade social de uma maneira mais viva (real) seria interessante, mas sei que é meio inviável. A única sugestão que posso dar aos idealizadores é que deve ser feito semestralmente, uma vez que a PUC sempre cada semestre tem novos acadêmicos que devem ser orientados a praticar iniciativas úteis ao próximo. CURSO DE NUTRIÇÃO Palestras e trabalho voluntário. Brincadeiras que estimulem a consciência social e a ambiental dos universitários. Arrecadações de roupas, alimentos. Visita em abrigos e asilos. Palestras educativas. Ajudar a reformar casas de repouso, manutenção em orfanatos pintar paredes, cortar grama... CURSO DE PEDAGOGIA Acredito que a arrecadação de alimentos e a doação de sangue é bom, seria melhor arrecadar brinquedos, roupas, material escolar, por ai... amor ao próximo. Integrar com o trote tradicional, eventos culturais. CURSO DE QUÍMICA Poderiam ser mostrados os resultados obtidos através do Trote Solidário, ex. pessoas beneficiadas. Pode ser acrescentadas ao trote, além da doação de sangue, práticas de solidariedade em comunidades menos favorecidas. CURSO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA Visita a creches, asilos.

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Núcleo de Pastoral da Universidade Fone: (41) 3271-1397 E-mail: pastoral.ctba@pucpr.br

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Núcleo de Pastoral da Universidade Fone: (41) 3271-1397 E-mail: pastoral.ctba@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná Núcleo de Pastoral da Universidade Fone: (41) 3271-1397 E-mail: pastoral.ctba@pucpr.br REGULAMENTO DO TROTE SOLIDÁRIO DA REALIZAÇÃO Art. 1º. O Trote Solidário

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU)

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) CAMPANHA MAIS CIDADÃO (UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) APRESENTAÇÃO Nossa Missão: Desenvolver o potencial das pessoas e formar o cidadão profissional para atuar com brilhantismo no mercado de trabalho Estar sintonizados

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

Responsabilidade Social 360º

Responsabilidade Social 360º Responsabilidade Social 360º A Responsabilidade Social se apresenta como um tema cada vez mais importante no comportamento das organizações, exercendo impactos nos objetivos, estratégias e, até mesmo,

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo

Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo Educação para a Sustentabilidade Projeto ESPM Social São Paulo (Escola Superior de Propaganda e Marketing) Apresentação: Prof. Ismael Rocha Prof. Carlos Frederico Lucio São Paulo, julho de 2011 Indicadores

Leia mais

Objetivos propostos:

Objetivos propostos: ABEU Colégios e UNIABEU ABEU Solidário Doar é mais que dar! Por:Orientação Educacional 2011 Objetivos propostos: Estimular a percepção da empatia; Favorecer a prática de atitudes que resgatem o valor da

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Senior Dados da empresa Razão Social: Sorridents Franchising Ltda Nome Fantasia: Sorridents Clínicas Odontológicas

Leia mais

Formando o aluno para a responsabilidade social. Esther Carvalho Março 2010

Formando o aluno para a responsabilidade social. Esther Carvalho Março 2010 Formando o aluno para a responsabilidade social Esther Carvalho Março 2010 Missão "Servir com excelência, por meio da educação, formando cidadãos éticos, solidários e competentes" Visão "Ser referência

Leia mais

PASTORAL UNIVERSITÁRIA

PASTORAL UNIVERSITÁRIA PASTORAL UNIVERSITÁRIA Objetivos: 1. Oportunizar a comunidade educativa uma vivência de fraternidade que possibilite transcender os limites meramente humanos e a excelência acadêmica, com uma atitude de

Leia mais

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS PRÓ- DE EXTENSÃO INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS Olá! Você já deve ter feito uma dessas perguntas: O que são entidades estudantis? Para que servem? Qual a diferença entre um CA e um DA? Como criar

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA. Responsabilidade Social não é apenas adotar um sorriso.

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA. Responsabilidade Social não é apenas adotar um sorriso. PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA 1. Introdução Responsabilidade Social não é apenas adotar um sorriso. Não é trabalhar uma única vez em algum projeto social e ficar

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

1 Campanha do Agasalho

1 Campanha do Agasalho 1 Campanha do Agasalho A Cruz Vermelha de São Paulo encerrou, no dia 31 de julho, a Campanha do Agasalho 2011, que beneficiou quatro comunidades de São Paulo: Vila Brasilândia, Jardim Pantanal, Parelheiros

Leia mais

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados

ÍNDICE. 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6. 2013 Demarest Advogados www.demarest.com.br Todos os Direitos Reservados ÍNDICE 1. Responsabilidade Social 360º 1 2. Campanhas realizadas em 2013 6 1. RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º RESPONSABILIDADE SOCIAL 360º A Responsabilidade Social se apresenta como um tema cada vez mais

Leia mais

Relatório Anual. Instituto Nossa Ilhéus. Instituto Nossa Ilhéus

Relatório Anual. Instituto Nossa Ilhéus. Instituto Nossa Ilhéus Resumo da ONG O é uma iniciativa da sociedade civil organizada que tem por objetivo fortalecer a cidadania e a democracia participativa, tendo por base a sustentabilidade e o monitoramento social. O age

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG

NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG NÚCLEO CONSTRUÇÃO E CIDADANIA DO SICEPOT-MG SICEPOT-MG CONSTRUINDO UM MUNDO MELHOR O Núcleo Construção e Cidadania foi criado em 1995 para coordenar, planejar e executar as ações de Responsabilidade Social

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Dados da empresa Razão Social Cebrac - Consultoria e Franquia Ltda. Nome fantasia CEBRAC Data de fundação

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: FLY IDIOMAS Nome Fantasia: WIZARD Data de fundação: 10/07/2010 Número de funcionários:

Leia mais

Projeto Universitários Lassalistas em Missão

Projeto Universitários Lassalistas em Missão Projeto Universitários Lassalistas em Missão Apresentação O projeto Universitários Lassalistas em Missão surge como proposta aos Centro Universitários e Faculdades Lassalistas para oferecer aos acadêmicos

Leia mais

Dia Global do Voluntariado Jovem

Dia Global do Voluntariado Jovem Projeto: Dia Global do Voluntariado Jovem O Dia Global do Voluntariado Jovem, promovido desde 2000 pela oitava vez em mais de 120 países, será celebrado no Brasil nos dias 27, 28 e 29 de abril de 2007.

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico

O Dia D. 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE. e a culturalização de um. posicionamento estratégico O Dia D e a culturalização de um posicionamento estratégico 12º Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE Centro Universitário Franciscano uma universidade para suas aspirações Santa Maria é um polo educacional

Leia mais

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA!

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! Apresentação O Instituto Sicoob PR foi criado para cumprir o 7º princípio cooperativista Interesse pela comunidade. Com o suporte das Cooperativas

Leia mais

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Sumário Conceito de voluntário... 3 O que é e o que não é voluntariado... 3 Lei do voluntariado... 4 Voluntariado no Brasil... 4 Benefício do Voluntariado...

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Voluntariado No Colégio SESI - Um Exercício De Cidadania

Mostra de Projetos 2011. Voluntariado No Colégio SESI - Um Exercício De Cidadania Mostra de Projetos 2011 Voluntariado No Colégio SESI - Um Exercício De Cidadania Mostra Local de: Araucária. Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL Walid Makin Fahmy Sistema SESI SESI - Serviço Social da Indústria Entidade de direito privado, nos termos da lei civil, estruturada em

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE UBERLÂNDIA Fazenda Sobradinho, s/ nº, Município de Uberlândia, CEP: 38.400-974, telefone: (34) 3233-8800 Fax: (34) 3233-8833,

Leia mais

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO

VOLUNTÁRIO TIME ESPERANÇA HUMANO CARIDADE UNIÃO AJUDA AMIZADE TIME CUIDADO FELICIDADE UNIÃO MANUAL DO SERVIÇO PESSOAS PESSOAS AJUDA DOAÇÃO DOAÇÃO MANUAL DO VOLUNTÁRIO CARIDADE T I M E C O M U N I D A D E UNIÃO GRUPO AMIZADE PESSOAS G R U P O AJUDA T I M E TRABALHO FELICIDADEPESSOAS GRUPO SERVIÇO UNIÃO ESPERANÇA A J U D ASERVIÇO COMUNIDADE G R U

Leia mais

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil

Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis. Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Instituições de Longa Permanência: Desafios e Modelos Possíveis Neuma Nogueira Coordenadora do Grupo Vida - Brasil Há 17 anos promovendo os direitos dos idosos com qualidade de vida. Nossa História O Grupo

Leia mais

PROGRAMA ULBRASOL. Palavras-chave: assistência social, extensão, trabalho comunitário.

PROGRAMA ULBRASOL. Palavras-chave: assistência social, extensão, trabalho comunitário. PROGRAMA ULBRASOL Irmo Wagner RESUMO Com a intenção e o propósito de cada vez mais fomentar e solidificar a inserção da Universidade na Comunidade em que encontra-se inserida, aprimorando a construção

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: J&I Serviços Educacionais LTDA Nome Fantasia: Wizard Aparecidinha Data de fundação:

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto do LIXO ao LUXO

Mostra de Projetos 2011. Projeto do LIXO ao LUXO Mostra de Projetos 2011 Projeto do LIXO ao LUXO Mostra Local de: Arapongas. Categoria do projeto: Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: Escola Municipal de Cafeara - Educação Infantil e Ensino

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário Organizando Voluntariado na Escola Aula 1 Ser Voluntário Objetivos 1 Entender o que é ser voluntário. 2 Conhecer os benefícios de ajudar. 3 Perceber as oportunidades proporcionadas pelo voluntariado. 4

Leia mais

EXPEDIENTE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Reitor Clemente Ivo Juliatto. Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi

EXPEDIENTE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Reitor Clemente Ivo Juliatto. Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi 0 EXPEDIENTE Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR Reitor Clemente Ivo Juliatto Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi Pró-Reitor de Graduação e Pesquisa Robert Carlisle Burnett Pró-Reitor de Administração

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar Mostra de Projetos 2011 Inverno Solidário Cocamar Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Cocamar Inverno Solidário Cidade: Maringá Contato: thainara.melo@cocamar.br

Leia mais

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades

Leia mais

Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE

Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE Mostra de Projetos 2011 BRINQUEDOTECA: O LÚDICO NO RESGATE Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos finalizados. Nome da Instituição/Empresa: (Campo não preenchido). Cidade: Londrina.

Leia mais

Programa Voluntários Bradesco

Programa Voluntários Bradesco 18ª Audiência de Sustentabilidade Programa Voluntários Bradesco Agosto / 2009 Banco Bradesco Um dos maiores Bancos Privados da América Latina 22 Maior Banco no Mundo (Forbes Global 2000) Maior Seguradora

Leia mais

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Árvore Solidária. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Árvore Solidária Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Cooperativa Sicredi União PR/SP Cidade: O projeto

Leia mais

Reunião 3º ano Ensino Médio

Reunião 3º ano Ensino Médio Reunião 3º ano Ensino Médio ENSINO MÉDIO Aprofundamento da aprendizagem; Questionamentos sobre a vida pessoal; Apoio à escolha profissional; Autonomia para resolver problemas, buscando soluções próprias.

Leia mais

Voluntariado Empresarial

Voluntariado Empresarial Voluntariado Empresarial Agenda 09:00-09:10 Abertura e Introdução ao tema Voluntariado Empresarial 09:10 09:30 Jogo de Palavras conceito trabalho em grupos 09:30 10:15 Apresentação dos grupos e síntese

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

MANUAL DO VOLUNTÁRIO

MANUAL DO VOLUNTÁRIO MANUAL DO VOLUNTÁRIO Dentre todas as coisas que se pode doar a alguém, existe uma que é a mais valiosa: o tempo. E é isso que um voluntário faz. Disponibiliza seu tempo e sua energia para ajudar o próximo,

Leia mais

TRABALHO VOLUNTÁRIO RESUMO

TRABALHO VOLUNTÁRIO RESUMO 1 TRABALHO VOLUNTÁRIO Andréa de Azevedo Ribeiro ¹ Débora Lacerda Ritter ¹ Jéssica Figueira Viegas ¹ Kelly Viviane Rodrigues da Silva ¹ Almiro Ferreira² RESUMO O presente trabalho consiste em uma ação voluntária

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

REGULAMENTO GERAL II GINCANA - TROTE SOLIDÁRIO FURB - 2013/1

REGULAMENTO GERAL II GINCANA - TROTE SOLIDÁRIO FURB - 2013/1 REGULAMENTO GERAL II GINCANA - TROTE SOLIDÁRIO FURB - 2013/1 O presente documento regulamenta a II GINCANA - TROTE SOLIDÁRIO FURB, que será realizada de 11 a 16 de março de 2013, com o objetivo de, a partir

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO INSTITUCIONAL FTA

PROJETO DE EXTENSÃO INSTITUCIONAL FTA PROJETO DE EXTENSÃO INSTITUCIONAL FTA Faculdade de Tecnologia de Macapá - FTA ALESSANDRO SOUZA DE OLIVEIRA Diretor Geral FRANQUILÉIA L. BEZERRA Diretora Acadêmica Coordenadora de Curso (Gestão RH/Comercial/Hospitalar)

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO

ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO 1 IDENTIFICAÇÃO Título: ANJOS DA ENFERMAGEM: EDUCAÇÃO E SAÚDE ATRAVÉS DO LÚDICO Data de realização: Local de realização: IESUR Horário: será definido conforme cronograma Carga horária: definido conforme

Leia mais

No início de 2008, um grupo de amigos passou a se reunir para discutir problemas sociais da cidade do Rio de Janeiro, principalmente nas áreas de

No início de 2008, um grupo de amigos passou a se reunir para discutir problemas sociais da cidade do Rio de Janeiro, principalmente nas áreas de No início de 2008, um grupo de amigos passou a se reunir para discutir problemas sociais da cidade do Rio de Janeiro, principalmente nas áreas de educação, segurança e transporte público. O objetivo dessas

Leia mais

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES 1 CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES CANINDÉ 2013 2 ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES Trabalho realizado como requisito

Leia mais

Gestão de Qualidade. HCFMRP - USP Campus Universitário - Monte Alegre 14048-900 Ribeirão Preto SP Brasil

Gestão de Qualidade. HCFMRP - USP Campus Universitário - Monte Alegre 14048-900 Ribeirão Preto SP Brasil Gestão de Qualidade O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, visando a qualidade assistencial e a satisfação do cliente compromete-se a um entendimento

Leia mais

Reciclando e Sensibilizando

Reciclando e Sensibilizando Reciclando e Sensibilizando Mostra Local de: Pato Branco Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Escola Municipal Bairro Planalto Cidade:

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social: Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas físicas de Instituições Assistenciais da região do ABC paulista.

Leia mais

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Máster_McDonald s

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Máster_McDonald s Inscrições Prêmio ABF-AFRAS Categoria Franqueador Máster_McDonald s Nome empresa Arcos Dourados Comércio de Alimentos Ltda. Data de fundação 1979 Número de funcionários 48 mil Localização (cidade e estado

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA Salvador, Bahia Brasil, 19 e 20 de novembro de 2009 Mobilização Mundial Conferências

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica INTRODUÇÃO O Grupo Telefônica, consciente de seu importante papel na construção de sociedades mais justas e igualitárias, possui um Programa de

Leia mais

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015

ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 ABMES - 10 ANOS DA CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasília, 7 de julho de 2015 A ESTÁCIO HÁ 45 ANOS NOSSA VIDA É TRANSFORMAR A SUA. Somos uma empresa que tem na Educação o motivo

Leia mais

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação do Ministério da Educação, as Atividades Complementares passaram a figurar como importante componente dos Cursos Superiores

Leia mais

Histórico da organização

Histórico da organização Fevereiro, 2014 Histórico da organização Fundação da Cyrela em São Paulo Início do Programa de alfabetização Construindo Pessoas Abertura de capital. Passa a se chamar Cyrela Brazil Realty S.A. Início

Leia mais

Relatório Anual. Instituto Çarakura. Instituto Çarakura

Relatório Anual. Instituto Çarakura. Instituto Çarakura Resumo da ONG O é uma organização não governamental ambientalista que tem como finalidade promover atividades referentes a preservação e a conservação da natureza, a valorização da diversidade cultural

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

Em resposta a uma ética da exclusão, estamos todos desafiados a praticar uma ética da solidariedade. Herbert José de Souza, o Betinho

Em resposta a uma ética da exclusão, estamos todos desafiados a praticar uma ética da solidariedade. Herbert José de Souza, o Betinho Em resposta a uma ética da exclusão, estamos todos desafiados a praticar uma ética da solidariedade. Herbert José de Souza, o Betinho Estimado(a) colaborador(a) Em 06 de maio, daremos início à Campanha

Leia mais

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos...

Prêmio Vivaleitura. Dicas para se inscrever no. e outros projetos... Dicas para se inscrever no Prêmio Vivaleitura e outros projetos... 2011 Vaga Lume R. Aspicuelta, 678 Vila Madalena São Paulo SP 05433-011 (11) 3032-6032 www.vagalume.org.br falecom@vagalume.org.br 1) Apresentação

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais

- Ações Sociais 2014 -

- Ações Sociais 2014 - - Ações Sociais 2014 - A Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social foi criada, em 11 de março de 2014, com o objetivo de incentivar e implementar ações e projetos para a área, contando

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social Junho/2014 Desenvolvimento Sustentável Social Econômico

Leia mais

Sumário ( ) Carta do Presidente... 03. Fundo Jovem... 05. Resultados 2014... 06. Incentivos para investimentos... 08

Sumário ( ) Carta do Presidente... 03. Fundo Jovem... 05. Resultados 2014... 06. Incentivos para investimentos... 08 Balanço ocial 2014 umário ( ) Carta do Presidente... 03 Fundo Jovem... 05 Resultados 2014... 06 Incentivos para investimentos... 08 Parceiros, Associados e Mantenedores... 13 Ano de desafios... 16 Há 10

Leia mais

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre.

]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt. Nossas ações durante o ano de 2013. Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. Leitura livre. ]ÉÜÇtÄ wt XávÉÄt Informativo Anual das ações da ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO RIBEIRO. ANO 2013-1ª EDIÇÃO A equipe gestora está sempre preocupada com o desempenho dos alunos e dos educadores, evidenciando

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM

III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM III PRÊMIO PARAÍBA ABRAÇA ODM Faça parte desse abraço A Fundação Solidariedade ponto focal do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento,braço social do Sistema Correio de Comunicação, é uma Associação

Leia mais

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos

SAÚDE Transformar Laramara Convergys Projeto PAI Pronto Atendimento Itinerante Globalstar listagem oficial de todos os medicamentos gené- ricos Há cinco anos no Brasil, a Convergys elegeu a inclusão de portadores de deficiência como causa. Mundialmente, são mais de 125 projetos apoiados pela Convergys. Desde 2002, incentivamos ações que tenham

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - FUMCAD O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) aprovou três projetos do Instituto Saúde e Sustentabilidade para serem

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº24 19 a 25/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº24 19 a 25/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional DESAFIO, SUPERAÇÃO E SOLIDARIEDADE A Universidade Vila Velha - ES convida todos os seus alunos a participarem

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais