CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº /01

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.00306/01"

Transcrição

1 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº /01 1. CONCEITOS OBJETIVO DO SEGURO GARANTIAS DO SEGURO RISCOS EXCLUÍDOS CONTRATAÇÃO CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO DE SEGURADOS PAGAMENTO DOS PRÊMIOS VIGÊNCIA, RENOVAÇÃO DO SEGURO E INÍCIO DA VIGÊNCIA ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA CESSAÇÃO DA COBERTURA DO SEGURO EXTINÇÃO DO CONTRATO DE SEGURO ALTERAÇÃO DO CONTRATO DE SEGURO OCORRÊNCIA DO SINISTRO FORMAS DE PAGAMENTO DO CAPITAL SEGURADO PERDA DO DIREITO À INDENIZAÇÃO MODIFICAÇÕES DE RISCO INSTITUIÇÃO E MUDANÇA DE BENEFICIÁRIO ÂMBITO TERRITORIAL DE COBERTURA DO FORO DISPOSIÇÕES FINAIS MANUAL DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA EMERGENCIAL EM VIAGEM PARA O PLANO PORTO EUROPA 1. OBSERVAÇÕES BÁSICAS FORMA DE PAGAMENTO PERÍODO DE VIGÊNCIA E RENOVAÇÃO CONDIÇÕES DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA DEFINIÇÕES ÂMBITO TERRITORIAL DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS E LIMITES EXCLUSÕES E LIMITAÇÕES FORO

2 1. CONCEITOS 1.1. Acidentes Pessoais Para fins deste Seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada, exclusivo e diretamente externo, súbito, involuntário e violento, causador de lesão física que, por si só e independentemente de toda e qualquer outra causa, tenha como consequência direta a morte ou a Invalidez Permanente Total ou Parcial, do Segurado ou torne necessário tratamento médico Incluem-se, ainda, no conceito de acidente pessoal as lesões decorrentes de: a) o suicídio, ou a sua tentativa, que será equiparado, para fins de indenização, a acidente pessoal, observada a l egislação em vigor; b) ação da temperatura do ambiente ou influência atmosférica, quando a elas o Segurado ficar sujeito em decorrência de acidente coberto; c) escapamento acidental de gases e vapores; d) sequestros e tentativas de sequestros, dos quais o Segurado seja a vítima; e) alterações anatômicas ou funcionais da coluna vertebral, de origem traumática, causadas exclusivamente por fraturas ou luxações radiologicamente comprovadas Não se incluem no conceito de acidente pessoal, para os fins deste Seguro: a) as doenças (incluídas as profissionais), moléstias ou enfermidades, quaisquer que sejam suas causas, ainda que provocadas, desencadeadas ou agravadas, direta ou indiretamente, por acidente coberto; b) as intercorrências ou complicações consequentes da realização de exames, tratamentos clínicos ou cirúrgicos, quando não decorrentes de acidentes não cobertos; c) as lesões decorrentes, dependentes, predispostas ou facilitadas por esforços repetidos ou microtraumas cumulativos, ou que tenham relações de causa e efeito com os mesmos, assim como as lesões classificadas como: lesão por Esforços Repetitivos LER, lesões Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho DORT, Lesão por Trauma Continuado ou Contínuo LTC, os similares que venham a ser aceitas pela classe médico-científica, bem como as suas consequências pós-tratamentos, inclusive cirúrgicos, em qualquer tempo; e d) situações reconhecidas por instituições oficiais de previdência ou assemelhadas, como invalidez acidentária, nas quais o evento causador da lesão não se enquadre integralmente na caracterização É o profissional legalmente licenciado para a prática da medicina. Não serão aceitos como Médico-assistente o próprio Segurado, seu cônjuge, seus dependentes, parentes consanguíneos ou afins, mesmo que habilitados a exercer a prática da medicina Nota Técnica Atuarial É o documento, previamente protocolizado na SUSEP, que contém a descrição e o equacionamento técnico do plano. CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº / Prêmio É a importância paga pelo Segurado à Seguradora para que esta garanta o risco contratado Processo SUSEP É o registro deste plano na SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), o que não implica por parte da autarquia algum incentivo ou recomendação à sua comercialização Proponente É a pessoa que propõe sua Contratação à apólice e que passará à condição de Segurado somente após sua aceitação pela Seguradora, com o devido pagamento do prêmio correspondente Proposta de Contratação É o documento mediante o qual o proponente expressa a intenção de contratar o Seguro, especificando as garantias e Capitais Segurados propostos e manifestando pleno conhecimento e concordância com os termos estabelecidos nestas Condições Gerais. A Proposta de Contratação, desde que o risco seja aceito pela Seguradora, faz parte integrante do contrato Renda Certa É a série de pagamentos periódicos a que tem direito o(s) Beneficiário(s) ou o próprio Segurado, de acordo com a estrutura do plano Essa forma de indenização é cabível no pagamento das coberturas pela Morte ou Invalidez Total por Acidente do Segurado e será feita em no máximo 24 (vinte e quatro) parcelas, distribuídas por um período, determinado antecipadamente pelo Segurado na contratação do Seguro Riscos Excluídos São aqueles riscos, previstos nas condições gerais e/ou especiais, que não serão cobertos pelo plano Segurado É a pessoa física com idade entre 16 (dezesseis) e 70 (setenta) anos, quando do protocolo da Proposta de Contratação na Seguradora, habilitada a ser incluída na apólice de Seguro Seguradora É a pessoa jurídica legalmente constituída, que emite a apólice, assumindo o risco de indenizar o Beneficiário/Segurado caso ocorra um dos eventos cobertos pelo Seguro Sinistro É a ocorrência de um evento danoso, que, desde que esteja expressamente previsto no contrato de Seguro, observadas suas condições gerais, particulares e especiais, será indenizado pela Seguradora, respeitados os limites de cobertura contratados Vigência do Seguro É o período de 01 (um) ano no qual a apólice de Seguro está em vigor, sendo facultada a contratação por períodos diferentes (dias, meses ou anos). 2. OBJETIVO DO SEGURO Este Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao Segurado ou aos seus Beneficiários na ocorrência 2

3 de um acidente coberto, exceto se decorrentes de riscos excluídos, desde que respeitadas as condições contratuais. 3. GARANTIAS DO SEGURO 3.1. As garantias do presente Seguro dividem-se em básicas e adicionais São consideradas garantias básicas: a) Morte Acidental; b) Invalidez Permanente por Acidente É considerada garantia adicional: a) Despesas Médico-Hospitalares. b) Diárias por Incapacidade Temporária 3.3. Para a efetivação do Seguro, será obrigatória a contratação de pelo menos uma das coberturas básicas oferecidas Indenização por Morte Acidental Consiste no pagamento do capital Segurado relativo à Cobertura Básica, de uma só vez ou, por renda certa, ao(s) Beneficiário(s) do Segurado indicado(s) na Proposta de Contratação, após a morte acidental do mesmo, desde que ocorrida posteriormente ao início de vigência e dentro do período de cobertura do Seguro Indenização por Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente É a indenização paga ao próprio Segurado, relativa à perda, à redução ou à impotência funcional definitiva, total ou parcial, de um membro ou órgão por lesão física, causada por acidente pessoal coberto, desde que esteja terminado o tratamento ou esgotados os recursos terapêuticos disponíveis para recuperação e, constatada e avaliada a invalidez permanente quando da alta médica definitiva O pagamento da indenização corresponderá aos percentuais descritos na Tabela abaixo, de acordo com grau de invalidez permanente. INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL INVALIDEZ PERMANENTE PARCIAL DIVERSOS DISCRIMINAÇÃO % Perda total da visão de ambos os olhos Perda total do uso de ambos os membros superiores Perda total do uso de ambos os membros inferiores Perda total do uso de ambas as mãos Perda total do uso de um membro superior e um membro inferior Perda total do uso de uma das mãos e de um dos pés Perda total do uso de ambos os pés Alienação mental total incurável DISCRIMINAÇÃO % Perda total da visão de um olho...30 Perda total da visão de um olho, quando o Segurado já não tiver a outra vista...70 Surdez total incurável de ambos os ouvidos...40 Surdez total incurável de um dos ouvidos...20 Mudez incurável...50 Fratura não consolidada do maxilar inferior...20 Imobilidade do segmento cervical da coluna vertebral...20 Imobilidade do segmento tóraco-lombo-sacro da coluna vertebral...25 INVALIDEZ PERMANENTE PARCIAL MEMBROS SUPERIORES DISCRIMINAÇÃO % Perda total do uso de um dos membros superiores...70 Perda total do uso de uma das mãos...60 Fratura não consolidada de um dos úmeros...50 Fratura não consolidada de um dos segmentos rádio-ulnares...30 Anquilose total de um dos ombros...25 Anquilose total de um dos cotovelos...25 Anquilose total de um dos punhos...20 Perda total do uso de um dos polegares, inclusive o metacarpiano...25 Perda total do uso de um dos polegares,, exclusive o metacarpiano...18 Perda total do uso da falange distal do polegar...9 Perda total do uso de um dos dedos indicadores Perda total do uso de um dos dedos mínimos ou um dos dedos médios...12 Perda total do uso de um dos dedos anulares...9 Perda total do uso de qualquer falange, excluídas as do polegar indenização equivalente a 1/3 do valor do dedo respectivo 3

4 INVALIDEZ PERMANENTE PARCIAL MEMBROS INFERIORES IMPORTANTE DISCRIMINAÇÃO % Perda total do uso de um dos membros inferiores...70 Perda total do uso de um dos pés...50 Fratura não consolidada de um fêmur...50 Fratura não consolidada de um dos segmentos tíbio-peroneiros...25 Fratura não consolidada da rótula...20 Fratura não consolidada de um pé...20 Anquilose total de um dos joelhos...20 Anquilose total de um dos tornozelos...20 Anquilose total de um quadril...20 Perda total de um dos pés, isto é perda de todos os dedos e de uma parte do mesmo pé...25 Amputação do 1º (primeiro) dedo...10 Amputação de qualquer outro dedo...3 Perda total do uso de uma falange do 1º dedo,indenização equivalente a ½, e dos demais dedos, equivalente a 1/3 do respectivo dedo Encurtamento de um dos membros inferiores: de 5 (cinco) centímetros ou mais...15 de 4 (quatro) centímetros...10 de 3 (três) centímetros...6 menos de 3 (três) centímetros sem indenização A reintegração do capital Segurado é automática após cada acidente, sem a cobrança de prêmio adicional, desde que a invalidez seja parcial Não estando abolidas por completo as funções do membro ou órgão lesado, a indenização por perda parcial é calculada pela aplicação, à percentagem prevista no plano para sua perda total, do grau de redução funcional apresentado Na falta de indicação da percentagem de redução e, sendo informado apenas o grau desta redução (máximo, médio e mínimo), a indenização será calculada, respectivamente, na base de 75% (setenta e cinco per cento), 50% (cinquenta per cento) e 25% (vinte e cinco per cento) Em todos os casos de Invalidez Parcial não especificados na tabela, a indenização será estabelecida tomando-se por base a diminuição permanente da capacidade física do Segurado, independentemente da sua profissão. Na falta de indicação da percentagem de redução e, sendo informado apenas o grau desta redução (máximo, médio e mínimo), a indenização será calculada, respectivamente, na base de 75% (setenta e cinco por cento), 50% (cinquenta por cento) e 25% (vinte e cinco por cento) Quando do mesmo acidente resultar invalidez de mais de um membro ou órgão, a indenização será calculada somando-se as percentagens respectivas, cujo total não pode exceder a 100% (cem por cento) do capital Segurado para a garantia coberta por esta cláusula. Da mesma forma, havendo duas ou mais lesões em um mesmo membro ou órgão, a soma das percentagens correspondentes não pode exceder à da indenização prevista para sua perda total A perda ou agravamento da redução funcional de um membro ou órgão já defeituoso antes do acidente não dá direito a indenização, salvo quando previamente declarado pelo Segurado na contratação do Seguro, caso em que se deduzirá do grau de invalidez definitiva o grau de invalidez preexistente, comprovado mediante laudo médico informando o grau de perda funcional A perda de dentes e os danos estéticos, em conseqüência de acidente, não dão direito à indenização por invalidez permanente; A constatação da Invalidez Permanente por Acidente se fará através declaração médica subscrita por profissional devidamente habilitado na sua especialização. A aposentadoria por invalidez concedida por instituições oficiais de previdência, ou assemelhadas, não caracteriza por si só o estado de invalidez permanente As indenizações por Morte e Invalidez Permanente não se acumulam em consequência de um mesmo evento. Se, depois de paga uma indenização por Invalidez Permanente verificar-se a morte do Segurado, em consequência do mesmo acidente, a Seguradora pagará a indenização devida pelo caso de Morte, deduzida a importância já paga por Invalidez Permanente As indenizações por Despesas Médico-Hospitalares e Diárias por Incapacidade Temporária, são cumulativas com qualquer outra garantia do presente Seguro Despesas Médico-Hospitalares e Odontológicas É a indenização de Despesas Médico-Hospitalares e Odontológicas, decorrentes de acidente coberto, efetuadas exclusivamente pelo Segurado para seu tratamento, desde que iniciado nos trinta primeiros dias contados da data do evento, sob orientação médica, incluindo diárias hospitalares necessárias para o seu restabelecimento do Segurado, observados os critérios de liquidação de sinistro constantes do subitem O Capital Segurado, por evento, para a garantia de Despesas Médico-Hospitalares e Odontológicas, corresponderá à percentagem do Capital Segurado para a garantia de Morte, conforme indicado na Proposta de Contratação. 4

5 Cabe ao Segurado a livre escolha dos prestadores de serviços médico-hospitalares e odontológicos, desde que legalmente habilitados Desde que preservada a livre escolha, pode a Seguradora estabelecer acordos ou convênios com prestadores de serviços médico-hospitalares e odontológicos para facilitar a prestação de assistência ao Segurado A comprovação das despesas médico-hospitalares deverá ser feita mediante a apresentação dos comprovantes originais das despesas e dos relatórios do médico assistente As despesas efetuadas no exterior devem ser ressarcidas com base no câmbio oficial de venda da data do efetivo pagamento realizado pelo Segurado, respeitando o limite de cobertura estabelecido, atualizadas monetariamente pelo Segurado, quando da liquidação do sinistro Esta cobertura se extingue com o esgotamento da importância contratada, conforme o disposto no subitem acima Diárias por Incapacidade Temporária É caracterizada pela impossibilidade contínua e ininterrupta de o Segurado exercer qualquer atividade relativa a sua profissão ou ocupação, durante o período em que se encontrar sob tratamento médico As Diárias pela incapacidade temporária são devidas a partir do 16º (décimo sexto) dia da caracterização da incapacidade/afastamento (franquia) Pelo mesmo acidente, o número de diárias indenizadas não pode superar a quantidade contratada, limitada a 360 (trezentos e sessenta) diárias O capital Segurado de cada diária de incapacidade temporária não pode ser superior a 1/30 (um trinta avos) do maior capital estabelecido para as garantias básicas. 4. RISCOS EXCLUÍDOS 4.1. Estão excluídos da garantia deste Seguro os eventos ocorridos em consequência: a) do uso de material nuclear para quaisquer fins, incluindo a explosão nuclear provocada ou não, bem como a contaminação radioativa ou exposição a radiações nucleares ou ionizantes; b) de atos ou operações de guerra, declarada ou não, de terrorismo, de guerra química ou bacteriológica, de guerra civil, de guerrilha, de revolução, agitação, motim, revolta, sedição, sublevação ou outras perturbações de ordem pública e delas decorrentes, exceto quando se tratar da prestação de serviço militar ou de atos de humanidade em auxílio de outrem; c) de doenças; d) epidemias declaradas ou não; e) doação e transplante intervivos; e f) suicídio cometido dentro dos primeiros 24 meses de vigência do Seguro ou da sua recondução ou reabilitação, caso tenha havido suspensão do contrato neste período Além dos riscos excluídos nas alíneas do subitem anterior, estão expressamente excluídos da cobertura de Morte Acidental e Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente os eventos e/ou acidentes decorrentes de: a) a hérnia e suas consequências; b) o parto ou aborto e suas consequências; c) as perturbações e intoxicações alimentares de qualquer espécie, bem como as intoxicações decorrentes da ação de produtos químicos, drogas ou medicamentos, salvo quando prescritos por médico, em decorrência de acidente coberto; d) os envenenamentos, ainda que acidentais, por absorção de substâncias tóxicas ressalvado o disposto na alínea c do subitem ou entorpecentes; e e) quaisquer perturbações mentais, salvo a alienação mental total e incurável, decorrente de acidente coberto Também ficam excluídos os acidentes e/ou eventos ocorrido em consequência: a) de competições ILEGAIS em aeronaves, embarcações e veículos a motor; b) direta ou indireta de quaisquer alterações mentais compreendidas entre elas as consequentes da ação do álcool, de drogas ou entorpecentes, de uso fortuito, ocasional ou habitual; c) tufões, furacões, ciclones, terremotos, maremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões da natureza; d) de quaisquer acidentes citados no subitem 4.1, alíneas a e b ; e) de ato reconhecidamente perigoso que não seja motivado por necessidade justificada, salvo se a morte ou incapacidade do Segurado provier de meio de transporte mais arriscado, da prestação de serviço militar, da prática de esporte ou de atos de humanidade em auxílio do outrem; f) quaisquer consequências decorrentes de atos ilícitos dolosos praticados pelo Segurado, pelo Beneficiário ou pelo representante de um ou de outro; g) do Segurado dirigir veículo automotor, ou qualquer outro tipo de veículo e/ou equipamento que requeiram aptidão, sem que possua habilitação legal e apropriada Em se tratando de Despesas Médico-Hospitalares e Odontológicas, além dos riscos excluídos acima, não estão abrangidas as coberturas para: a) estados de convalescença (após a alta médica) e as despesas de acompanhantes. b) aparelhos que se referem a órteses de qualquer natureza e a próteses de caráter permanente, salvo as próteses ou órteses implantadas pela primeira vez Estão também excluídos das coberturas deste Seguro, quaisquer pagamentos, mesmo em consequência de evento coberto, decorrentes de: a) danos morais e estéticos: pela natureza compensatória, não se encontram cobertos pela presente apólice as indenizações por DANOS MORAIS E ESTÉTICOS, 5

6 decorrentes de qualquer evento coberto por este contrato, no qual esteja o Segurado obrigado a pagar, sejam elas provenientes de ação judicial ou extrajudicial, bem como nos casos de acordo amigável. Dano estético é todo e qualquer dano físico/corporal causado a pessoas que embora não acarretando sequelas que interfiram no funcionamento do organismo, impliquem em redução ou eliminação dos padrões de beleza ou estética. Dano moral é toda e qualquer ofensa ou violação que mesmo sem ferir ou causar estragos aos bens patrimoniais de uma pessoa, ofenda aos seus princípios e valores de ordem moral, tais como os que se referem à sua honra, aos seus sentimentos, à sua dignidade e/ou à sua família, sendo em contraposição ao patrimônio material, tudo aquilo que não seja suscetível de valor econômico, ficando a cargo do juiz no processo o reconhecimento da existência de tal dano bem como a fixação de sua extensão e eventual reparação, devendo ser sempre caracterizado como uma punição que se direciona especificamente contra o efetivo causador dos danos. b) lucros cessantes resultantes da paralisação, temporária ou definitiva, das atividades profissionais do Segurado em virtude da ocorrência de qualquer risco coberto e indenizável. c) perdas e danos decorrentes direta ou indiretamente, de qualquer evento, mesmo quando coberto pela apólice Sem prejuízo das exclusões anteriores, também estão excluídos quaisquer tipos de eventos decorrentes de agravamento de risco ocasionados intencionalmente pelo Segurado, conforme disposto no Código Civil. 5. CONTRATAÇÃO Considera-se contratado o Seguro quando a Proposta de Contratação, devidamente preenchida e assinada pelo proponente, for aceita pela Seguradora, momento em que esta emite a respectiva apólice de Seguro. 6. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO DE SEGURADOS 6.1. Para que haja a aceitação dos proponentes por parte da Seguradora, será necessário o preenchimento obrigatório da Proposta de Contratação, sempre observando os limites de idade entre 16 (dezesseis) e 70 (setenta) anos para o ingresso, e as boas condições de saúde A aceitação ocorrerá no prazo máximo de 15 (quinze) dias, contados da data do recebimento da Proposta de Contratação pela Seguradora. Caso seja solicitado algum documento ou exame complementar, esse prazo ficará suspenso voltando a correr a partir da data em que se der a entrega da documentação na Seguradora. A solicitação de documentos complementares, para análise de aceitação do risco ou da alteração da Proposta de Contratação, poderá ser feita apenas uma vez, durante o referido prazo A Seguradora fornecerá ao proponente, obrigatoriamente, o protocolo que identifique a proposta por ela recepcionada, com indicação da data e hora de seu recebimento A inexistência de manifestação expressa da Seguradora dentro daquele prazo, implicará na aceitação automática do Seguro A aceitação do Proponente no Seguro será caracterizada pela emissão do Certificado Individual, em seu nome, com a indicação das garantias contratadas, do início e término de vigência, do período de cobertura e das demais condições pertinentes ao seu Seguro A não aceitação da Proposta de Contratação, será comunicada ao proponente por escrito, no prazo máximo de 15 (quinze) dias contados do protocolo de recebimento na Seguradora, dispondo ao mesmo todos os valores por ele destinados à Seguradora, devidamente atualizados pelo índice de correção estabelecido neste contrato (item 9.1). Em caso de recusa do risco, em que tenha havido adiantamento de valor para futuro pagamento parcial ou total de prêmio, o valor do adiantamento é devido no momento da formalização da recusa, devendo ser restituído ao proponente, integralmente, no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos a contar da recusa, sendo que em caso de mora da Seguradora será computado, além da correção monetária acima, Juros de Mora de 6% ao ano pro rata tempore correspondente ao número de dias decorridos a partir do 11º dia, incluindo este Avaliação da Taxa: A Seguradora efetuará avaliações anuais da taxa utilizada para o cálculo do prêmio, a fim de corrigir possíveis desvios entre a taxa aplicada e a taxa real calculada com base nos sinistros verificados no decorrer de vigência da apólice. Havendo necessidade de ajustes e, preservados os direitos do Segurado, a taxa reajustada será aplicada a partir do próximo aniversário anual de cada apólice em vigor nesta Seguradora, desde que haja anuência expressa do Segurado, que deverá ser comunicado à respeito da alteração mediante aviso prévio de, no mínimo, 60 dias que antecedam o final de vigência da apólice. 7. PAGAMENTO DOS PRÊMIOS 7.1. O pagamento dos prêmios será efetuado, conforme opção indicada na Proposta de Contratação, à vista ou parcelado A primeira parcela do prêmio será de acordo com a opção do Segurado, mencionado na Proposta de Contratação Os prêmios relativos às demais parcelas serão pagos, conforme opção feita na Proposta de Contratação, até a data do vencimento do respectivo documento de cobrança O pagamento do prêmio até a data de seu vencimento manterá o Seguro em vigor até o último dia do período de cobertura a que o pagamento se refere Quando a data limite para pagamento dos prêmios cair em dia que não haja expediente bancário, o pagamento do prêmio poderá ser efetuado no 1º dia útil, posterior ao vencimento, em que houver expediente bancário. 8. VIGÊNCIA, RENOVAÇÃO DO SEGURO E INÍCIO DA VIGÊNCIA 8.1. A vigência do Seguro será de 1(um) ano, sendo facultada a contratação por períodos diferentes (dias, meses ou anos) A renovação poderá ocorrer de forma automática uma única vez, nos termos da Lei, desde que não haja desistência expressa da Seguradora ou do Segurado até 60 (sessenta) dias antes de seu vencimento. 6

7 A partir da segunda renovação, somente poderá ser feita de forma expressa, servindo-se o Segurado de meio que demonstre sua vontade em renovar o Seguro Nos casos de recebimento da Proposta de Contratação com adiantamento de valor para futuro pagamento parcial ou total do prêmio, o início vigência da apólice será a partir das 24 horas do dia da recepção da Proposta de Contratação pela Seguradora, ficando condicionada à compensação, caso o adiantamento de valor ocorra através de cheque Nos casos de recebimento da Proposta de Contratação sem adiantamento de valor para futuro pagamento parcial ou total do prêmio, o início vigência da apólice será a partir das 24 horas da data de aceitação da Proposta de Contratação pela Seguradora, ou em data posterior, desde que expressamente determinada na Proposta de Contratação Este Seguro não poderá ser renovado caso a Seguradora tenha suspendido a sua comercialização e/ou o produto tenha sido arquivado perante a SUSEP, desde que seja dada ciência ao Segurado, até 60 (sessenta) dias antes do seu vencimento Caso o valor da importância segurada atinja o Limite Técnico estabelecido pela Seguradora, o Seguro poderá não ser renovado Caso o capital Segurado seja superior ao limite técnico, tal valor deverá ser considerado para efeito de pagamento de indenização, independentemente das penalidades cabíveis de não repasse de valor excedente ao referido limite Em cada renovação será emitida nova Apólice pela Seguradora A Renovação deste Seguro também poderá ficar condicionada a aplicação de um AGRAVO no valor do prêmio do Seguro, desde que seja dada ciência ao Segurado, até 60 (sessenta) dias antes do seu vencimento. Este agravo será o percentual necessário de reajuste que deverá incidir sobre a cobertura específica contratada, levando em conta os critérios de reavaliação do risco de cada cobertura. 9. ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA 9.1. Os capitais Segurados, bem como os prêmios deste Seguro, serão atualizados anualmente pelo IPCA/IBGE (Índice de Preços ao Consumidor Amplo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) ou, na falta deste, pelo IPC/FIPE (Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Tal atualização sempre ocorrerá na data de início de vigência da apólice Quando a periodicidade de pagamento do prêmio for anual, os capitais Segurados deverão ser atualizados pelo índice pactuado, desde a data da última atualização do prêmio ou da contribuição até a data e ocorrência do respectivo evento gerador Caberá ao Segurado solicitar à Seguradora, por escrito e em comum acordo, o aumento do capital Segurado, que se submeterá novamente às regras de análise e aceitação do risco Não se aplica a atualização monetária à garantia adicional de Diárias de Incapacidade Temporária, se contratada. 10. CESSAÇÃO DA COBERTURA DO SEGURO Se, após a data estabelecida para pagamento do prêmio, este não tiver sido quitado, as coberturas deste Seguro cessarão a partir do último dia de vigência do período de cobertura a que se referir o último prêmio pago, ficando o Segurado e seus Beneficiários sem direito a receber indenização referente a qualquer garantia contratada no caso de ocorrência do sinistro. 11. EXTINÇÃO DO CONTRATO DE SEGURO Caso, não seja efetuado o pagamento dos prêmios na data do seu vencimento, o Seguro fica automaticamente cancelado, não produzindo efeitos, direitos ou obrigações, desde a data de inadimplência, não cabendo qualquer restituição de prêmios anteriormente pagos, independente de notificação e/ou interpelação judicial ou extrajudicial Haverá ainda a possibilidade de cancelamento por mútuo consentimento das partes contratantes No caso do subitem supra, a Seguradora poderá reter o prêmio recebido, além dos emolumentos, a parte proporcional ao tempo decorrido A cobertura prevista por este Seguro se extingue pela ocorrência da Morte Acidental ou Invalidez Permanente Total por Acidente do Segurado Extingue-se ainda o Seguro: a) no final do prazo de vigência; b) com o esgotamento da Importância Segurada, ou seja, com o pagamento integral da indenização; c) terminado o período de vigência, observada a possibilidade de renovação conforme critérios estabelecidos no item 8 acima Em qualquer das situações acima se dá automaticamente a extinção do contrato de Seguro sem restituição dos prêmios Fica ainda a Seguradora isenta de qualquer responsabilidade e o contrato automaticamente cancelado, se o Segurado, seus prepostos ou Beneficiários agirem com dolo, fraude, simulação ou culpa grave, bem como qualquer conduta que tenha por fim a obtenção de vantagem indevida quando da contratação do Seguro, durante o período de vigência e na liquidação de eventual sinistro. 12. ALTERAÇÃO DO CONTRATO DE SEGURO Nenhuma alteração neste contrato será válida se não for feita através de documento escrito, mediante a emissão do respectivo endosso, com a concordância das partes contratantes, cabendo salientar que qualquer pedido de alteração será submetido às mesmas regras utilizadas para a aceitação do Seguro. 13. OCORRÊNCIA DO SINISTRO Ocorrendo sinistro coberto pelo Seguro deverá ser comunicado imediatamente pelo Segurado ou seus Beneficiários, através do formulário AVISO DE SINISTRO, ou de carta registrada ou telegrama dirigido à Seguradora; Na comunicação, por carta ou telegrama, deverão 7

8 constar: data, hora, local e causa do sinistro A comunicação feita por carta ou telegrama não exonera o Segurado, seu representante ou seus Beneficiários, da obrigação de apresentar o formulário AVISO DE SINISTRO O aviso de sinistro deverá ser acompanhado, conforme a natureza do evento, dos documentos básicos abaixo relacionados: Em caso de Morte Acidental do Segurado: a) Aviso de Sinistro, preenchido pelo Beneficiário, no campo Informações do Segurado, em caso de acidente; b) cópia autenticada da Certidão de Óbito; c) cópia autenticada do RG ou outro documento de identificação e CPF do Segurado e do(s) Beneficiário(s); d) cópia autenticada e atualizada (extraída após o óbito) da Certidão de Casamento do Segurado; e) Declaração de Únicos Herdeiros; f) cópia autenticada de declaração do INSS informando quem são os dependentes do Segurado na Previdência Social g) caso o(s) Beneficiário(s) seja(m) filho(s), cópia autenticada da Certidão de Nascimento/Certidão de Casamento do(s) mesmo(s), bem como RG, CPF e Comprovante de residência; h) Boletim de Ocorrência Policial, se for o caso; i) Laudo Conclusivo de Exame Necroscópico elaborado pelo IML; j) Carteira Nacional de Habilitação do falecido quando se tratar de acidente automobilístico, em que o mesmo seja condutor do veículo; k) cópia autenticada do CAT - Comunicação de Acidente do Trabalho, se for o caso; e, l) Autorização para crédito em conta, no caso de eventual pagamento Em Caso de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente a) Aviso de Sinistro preenchido e assinado pelo Segurado ou representante(s) legal(is) e médico-assistente; b) cópia autenticada do RG e CPF e comprovante de residência do Segurado; c) cópia autenticada do CAT Comunicação de Acidente do Trabalho, se for o caso; d) cópia autenticada do atestado de alta médica definitiva, informando as sequelas deixadas pelo acidente, discriminando o grau de redução funcional do membro ou órgão lesado; e) cópia autenticada de todos os resultados dos exames médicos realizados; f) Carteira Nacional de Habilitação do Segurado quando se tratar de acidente automobilístico, em que o mesmo tenha sido condutor do veículo; e g) Autorização para crédito em conta, no caso de eventual pagamento Despesas Médico-Hospitalares (DMH) e Odontológicas a) Aviso de Sinistro, preenchido e assinado pelo Segurado ou representante(s) legal(is) e médico assistente; b) cópia autenticada do CPF, RG e comprovante de residência do Segurado; c) originais de todos comprovantes de despesas médicohospitalares; d) cópia autenticada de todos os resultados dos exames médicos realizados; e) cópia autenticada da CAT Comunicação de Acidente de Trabalho se for o caso; f) boletim de ocorrência policial, se for o caso; g) Carteira Nacional de Habilitação do Segurado quando se tratar de acidente automobilístico, em que o mesmo tenha sido condutor do veículo; e h) Autorização para crédito em conta, no caso de eventual pagamento Diárias de Incapacidade Temporária a) cópia do RG e CPF do Segurado; b) relatório médico onde deverá constar a data do sinistro, diagnóstico e tratamento realizado; c) todos os Exames Complementares realizados, com os respectivos laudos médico; d) tratando-se de acidente de trabalho, juntar formulário de comprovação de Acidente de Trabalho; e e) tratando-se de acidente de trânsito ou qualquer outro acidente com intervenção de autoridade policial, juntar Boletim de Ocorrência Para efeito de prova da incapacidade temporária, a Seguradora, além da auditoria médica, poderá exigir perícia médica Todas as despesas efetuadas para a comprovação da incapacidade, relativas aos documentos mencionados no subitem 13.8, correrão por conta do Segurado ou seu representante Para todas as coberturas contratadas, os documentos pessoais deverão ser apresentados em cópias autenticadas, exceto Aviso de Sinistro e comprovantes de despesas, os quais deverão ser apresentados em via original O prazo máximo, após a entrega da documentação exigida pela Seguradora, para a liquidação do sinistro será de 30 (trinta) dias As documentações anteriormente mencionadas não são taxativas, podendo a Seguradora, em caso de dúvida fundada e justificável, solicitar outras complementares para análise e elucidação do sinistro, tais como documentos médicos, atestados de autoridades administrativas, sendo que o prazo para liquidação de que trata o subitem anterior ficará suspenso até a data da entrega dos documentos complementares solicitados e, sua a contagem será reiniciada a parir do dia útil subsequente àquele em que forem completamente atendidas as exigências A tramitação de Inquérito Policial não será causa para indeferimento do pagamento de indenização. Nos casos em que a única dúvida a esclarecer seja quanto ao direito do(s) Beneficiário(s), a Seguradora consignará o valor da indenização, caso o sinistro esteja coberto A constatação da Invalidez Permanente por Acidente conforme definida no subitem 3.5 se fará por declaração médica subscrita por profissional, devidamente habilitado na sua especialização e eventual perícia realizada na esfera administrativa ou judicial Nos casos de divergências sobre a Invalidez Permanente por Acidente, a Seguradora proporá ao Segurado, por meio de correspondência escrita, dentro do prazo de 15(quinze) dias, a contar da data da 8

9 contestação, a constituição de junta médica A junta médica será constituída por 3 (três) membros, sendo um nomeado pela Seguradora, outro pelo Segurado e um terceiro, desempatador, escolhido pelos dois nomeados. Havendo a utilização deste recurso, as partes convencionarão a forma de instituição da arbitragem. Cada uma das partes pagará os honorários do médico que tiver designado; os do terceiro serão pagos, em partes iguais, pelo Segurado e pela Seguradora O prazo para constituição da junta médica será de, no máximo, 15 (quinze) dias a contar da data de indicação do membro nomeado pelo Segurado A comprovação das Despesas Médico-Hospitalares previstas no subitem 3.6 deverá ser feita mediante a apresentação dos comprovantes originais das despesas e dos relatórios do médico-assistente, discriminado o tratamento realizado e o material utilizado., 14. FORMAS DE PAGAMENTO DO CAPITAL SEGURADO Para recebimento da indenização, deverá ser plenamente provada a ocorrência do evento coberto, bem como todas as circunstâncias a ele relacionadas, sendo facultado à Seguradora quaisquer medidas tendentes à elucidação do sinistro As despesas efetuadas com a comprovação do evento e documentos de habilitação correrão por conta dos interessados, salvo as diretamente realizadas pela Seguradora As indenizações por morte natural e acidental, indenização especial por acidente ou invalidez total por acidente podem ser pagas integral ou parcialmente, sob a forma de renda certa, desde que tenha havido opção expressa do Segurado neste sentido, devendo as partes estabelecer o valor da renda mínima inicial O valor da renda será atualizado anualmente, no mês em que ocorreu o evento causador do sinistro, pelo índice de correção estabelecido no subitem 9.1, acumulado nos últimos 12 meses que antecedem o mês de atualização, além da aplicação de juros de até 6% (seis per cento) ao ano Além da atualização monetária prevista no subitem destas Condições Gerais, ao valor da renda será acrescido o montante resultante da diferença gerada entre a atualização mensal da Provisão Matemática de Benefícios Concedidos, e a atualização anual aplicada às rendas Mesmo que o Beneficiário indicado pelo Segurado venha a falecer durante o período de recebimento das parcelas do benefício, os pagamentos não se interromperão e serão efetuados, limitados ao saldo residual e ao período indicado inicialmente pelo Segurado, ao cônjuge não separado judicialmente e o restante ao(s) herdeiros do Segurado, obedecida a ordem de sucessão hereditária Se o pagamento da Indenização devida ocorrer após o prazo de 30 (trinta) dias estipulado para a liquidação do sinistro, contados da entrega da documentação constante nos subitens 13.5, 13.6, 13.7, aplicar-se-á, a partir do 31º (trigésimo primeiro) dia, correção monetária pelo índice estabelecido neste contrato, considerandose a variação apurada entre o último índice publicado antes da data da exigibilidade da obrigação pecuniária e aquele publicado imediatamente anterior à data de sua efetiva liquidação, mais juros de mora de 6% ao ano a partir dessa data. 15. PERDA DO DIREITO À INDENIZAÇÃO a) O Segurado perderá o direito à indenização se agravar intencionalmente o risco; b) Ficará prejudicado o direito à indenização, além de ser obrigado ao pagamento do prêmio vencido se o Segurado, seu representante ou seu corretor de Seguros fizerem declarações inexatas ou omitir circunstancias que possam influir na aceitação da Proposta de Contratação ou no valor do prêmio.; c) No caso de fraude ou tentativa de fraude simulando sinistro ou agravando suas consequências; d) No caso de inobservância da cláusula 17 (Modificações de Risco) por parte do Segurado Se a inexatidão ou omissão nas declarações não resultar de má-fé do Segurado, a Seguradora poderá: Na hipótese de não ocorrência de sinistro: a) cancelar o Seguro, retendo, do prêmio originalmente pactuado, a parcela proporcional ao tempo decorrido; ou b) Permitir a continuidade do Seguro, cobrando a diferença de prêmio cabível ou restringindo a cobertura contratada Na hipótese de ocorrência de sinistro com pagamento parcial do capital Segurado: a) Cancelar o Seguro, após pagamento da indenização, retendo, do prêmio originalmente pactuado, acrescido da diferença cabível, a parcela calculada proporcionalmente ao tempo decorrido; ou b) Permitir a continuidade do Seguro, cobrando a diferença de prêmio cabível ou deduzindo-a do valor a ser pago ao Segurado ou ao Beneficiário ou restringindo a cobertura contratada para riscos futuros Na hipótese de ocorrência do sinistro com pagamento integral do Capital Segurado, o Seguro será CANCELADO, após o pagamento da indenização, deduzindo, do valor a ser indenizado, a diferença de prêmio cabível. 16. MODIFICAÇÕES DE RISCO Quaisquer alterações ocorridas durante a vigência da apólice que impliquem em circunstâncias que modifiquem a natureza dos riscos cobertos, deverão ser comunicadas à Seguradora para que se façam os devidos ajustes Consideram-se alterações de risco, entre outras, as seguintes ocorrências: a) mudança de profissão do Segurado; b) mudança de residência do Segurado para outro país. c) prática de esportes (profissional ou amador) tais 9

10 como: balonismo, asa-delta, voo livre, paraquedismo, hipismo, mergulho com equipamentos de ar comprimido, esqui aquático e na neve, motociclismo, automobilismo, boxe, lutas livres, artes marciais e demais esportes considerados de alto risco. d) uso habitual de substâncias alcoólicas ou entorpecentes de quaisquer espécies, bem como o hábito de fumar O Segurado está obrigado a comunicar à Seguradora, logo que saiba, qualquer fato suscetível de agravar o risco coberto, sob pena de perder direito à cobertura, caso fique comprovado que se silenciou por má-fé Tal comunicação será submetida novamente à análise de aceitação do Risco Poderá a Seguradora, dentro dos 15(quinze) dias seguintes ao recebimento do aviso de agravação do risco, dar ciência, por escrito, da decisão de cancelar a cobertura contratada ou cobrar a diferença de prêmio cabível O cancelamento do Seguro em razão da situação descrita no subitem acima só será eficaz 30 (trinta) dias após a notificação ao Segurado, devendo ser restituída a diferença do prêmio calculada proporcionalmente ao período a decorrer A não comunicação de circunstâncias que caracterizem o agravamento de risco implicará na perda ao direito da indenização do Seguro, conforme previsto no artigo 769 do Novo Código Civil que dispõe sobre o dever do Segurado em comunicar ao Segurador todo incidente que de qualquer modo possa agravar o risco. 17. INSTITUIÇÃO E MUDANÇA DE BENEFICIÁRIO Cabe exclusivamente ao Segurado nomear ou substituir seus Beneficiários, através de documento escrito No caso de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente o próprio Segurado será o Beneficiário Se o Segurado não renunciar à faculdade, ou se o Seguro não tiver como causa declarada a garantia de alguma obrigação, é lícita a substituição do Beneficiário, por ato entre vivos ou de última vontade O Segurador, que não for cientificado oportunamente da substituição, desobrigar-se-á pagando o capital Segurado ao antigo Beneficiário Na falta de indicação da pessoa ou Beneficiário, ou se por qualquer motivo não prevalecer a que for feita, o capital Segurado será pago por metade ao cônjuge não separado judicialmente, e o restante aos herdeiros do Segurado, obedecida a ordem da vocação hereditária Na falta das pessoas indicadas neste artigo, serão Beneficiários os que provarem que a morte do Segurado os privou dos meios necessários à subsistência É válida a instituição do companheiro como Beneficiário, se ao tempo do contrato o Segurado era separado judicialmente, ou já se encontrava separado de fato O Segurado poderá substituir seus Beneficiários, a qualquer tempo, mediante aviso prévio e escrito à Seguradora Nenhuma alteração de Beneficiários terá validade se não constar na declaração escrita do Segurado. 18. ÂMBITO TERRITORIAL DE COBERTURA O Seguro dará cobertura por todo o Globo Terrestre. 19. DO FORO As questões judiciais, entre Segurado ou Beneficiário e a Seguradora, serão processadas no foro do domicílio do Segurado ou do Beneficiário, conforme o caso Na hipótese de inexistência de relação de hipossuficiência entre as partes, será válida a eleição de foro diverso daquele previsto no subitem acima. 20. DISPOSIÇÕES FINAIS A aceitação do Seguro estará sujeira à análise do risco Este Seguro é por prazo determinado tendo a Seguradora a faculdade de não renovar a apólice na data de vencimento, sem devolução dos prêmios pagos nos termos da apólice O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização Não haverá devolução ou resgate de prêmios ao Segurado O Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de Seguros, no site por meio do número do seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF Os tributos decorrentes do presente Contrato de Seguro serão pagos por quem a lei determinar. 10

11 MANUAL DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA EMERGENCIAL EM VIAGEM PARA O PLANO PORTO EUROPA 1. OBSERVAÇÕES BÁSICAS Os serviços descritos neste voucher são caracterizados como serviços complementares às garantias do seguro, e, portanto, possuem regras e limitações próprias, não podendo ser confundidos com um plano de saúde ou mesmo o próprio seguro. Estes serviços não se propõem em momento algum ao pagamento de indenizações. 2. FORMA DE PAGAMENTO O pagamento será realizado pelo usuário através de cartão de crédito, e os valores definidos em dólares, serão convertidos em reais ao câmbio turismo venda* da data de compra do voucher de assistência em viagem, ou da última cotação disponível. (*) Fonte: Folha de São Paulo. 3. PERÍODO DE VIGÊNCIA E RENOVAÇÃO 3.1. Os serviços de assistência serão disponibilizados aos usuários, durante o período de vigência contratado, não podendo em hipótese alguma ultrapassar 120 (cento e vinte) dias Após a contratação de determinado período, o mesmo não poderá ser prorrogado ou renovado enquanto o usuário estiver em viagem. 4. CONDIÇÕES DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA 4.1. Os serviços oferecidos nestas condições detalhadas são de assistência emergencial e, por não se confundirem com um seguro ou plano de saúde, somente serão prestados em situações emergenciais, que se caracterizem como um dos eventos previstos, definidos no item 5 dessas condições Por não se confundirem com um seguro ou plano de saúde, os serviços de assistência emergencial têm regras próprias e coberturas limitadas e não se propõem em momento algum ao pagamento de indenizações O titular do voucher de Assistência em Viagem - PLANO PORTO EUROPA terá direito aos serviços de assistência abaixo discriminados, aceitando assim as condições gerais que regem o seu uso, em todos os termos Ocorrendo um dos eventos previstos nesse produto, o usuário deverá entrar em contato com a Central de Assistência, através de ligação telefônica a cobrar para o número (55 11) DEFINIÇÕES Usuário: Entende-se por usuário, a pessoa física, contratante do seguro viagem fornecido pela PORTO SEGURO, com no máximo 69 anos, 11 meses e 29 dias, e devidamente cadastrada junto à Central de Assistência. Central de Assistência: É a Inter Partner Assistance Prestadora de Serviços de Assistência 24 h Ltda., responsável pela organização e execução dos serviços de assistência emergencial. Cadastro: É o conjunto de informações relativas aos usuários, que terão direito a utilização dos serviços. Prestadores: São as pessoas físicas ou jurídicas integrantes dos cadastros e registros da Central de Assistência, aptas a prestar sob coordenação da Central de Assistência, todos os serviços previstos e necessários ao atendimento dos usuários. Evento: É a urgência decorrente de acidente ou enfermidade, de natureza súbita, involuntária e imprevista que possa prejudicar a expectativa de vida e/ou funções orgânicas do usuário. Acidente: É todo evento com data caracterizada, provocada única e diretamente por causa externa, súbita e violenta, causador de lesão física que, por si só e independentemente de qualquer outra causa, torne necessário o tratamento médico. Enfermidade: Estado patológico agudo, manifestado após a saída do usuário do seu município de domicílio, que não seja decorrente de doença crônica ou de base, caracterizada como preexistente à data de início da viagem, que necessite de intervenção médica, clínica ou cirúrgica, com ou sem investigação laboratorial e/ou radiológica emergencial, que deva ser realizado impreterivelmente antes do retorno do usuário ao seu município de domicílio. A intervenção médica ou cirúrgica nas condições supracitadas deverá estar comprovada através de laudo médico detalhado, por escrito. Urgência: Absoluta ou Relativa: Urgência Absoluta (emergência): Toda enfermidade que necessite de intervenção médica, clínica ou cirúrgica, dentro das 24 (vinte e quatro) horas subsequentes à enfermidade vigente, e que disto dependam o prognóstico vital e/ou funcional do usuário. Urgência Relativa: Toda enfermidade que necessite de intervenção médica, clínica ou cirúrgica, com ou sem investigação laboratorial e/ ou radiológica, que deva ser realizada impreterivelmente antes do retorno do usuário ao seu Município de domicílio. A intervenção médica ou cirúrgica nas condições supracitadas deverá estar devidamente comprovada e justificada através de laudo médico detalhado, por escrito, e que disto dependam a expectativa de vida e/ou funções orgânicas do usuário. Doença Pode ser: Crônica: Toda enfermidade que o usuário for portador há mais de 30 (trinta) dias. De Base: Disfunção de qualquer órgão do usuário que necessite de controle clínico e/ou laboratoriais periódicos. Aguda: doença de início súbito não decorrente de uma doença prévia. Preexistente: estado patológico, pré-diagnosticado ou existente anteriormente ao início da vigência dos serviços de assistência. Limite: É o critério de limitação ou exclusão do direito aos serviços, estabelecido em função do tempo, quantidade máxima de utilização dos serviços, ou ainda do valor máximo previsto para a prestação do serviço. Local de residência: É o endereço de residência ou domicílio permanente constante do cadastro do usuário, informado por este no ato de aquisição do voucher. Equipe Médica: É composta pelo Médico indicado pela Central de Assistência, seja ele da Central de evento ou da Central de origem do Contrato, pelo Médico que prestar atendimento no local do evento e eventualmente pelo médico coordenador Geral da Central de Assistência, que detém poder decisório em caso de eventuais divergências. 6. ÂMBITO TERRITORIAL Os serviços de Assistência Emergencial serão elegíveis quando o usuário desembarcar em qualquer um dos países do continente Europeu, incluindo os pertencentes ao Tratado de Schengen. 7.DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS E LIMITES Todos os serviços de assistência descritos nestas condições gerais deverão ser PREVIAMENTE solicitados à Central de Assistência, através de ligação telefônica a cobrar para o número (55 11) , a fim de que esta organize e/ou autorize a prestação dos mesmos. Os serviços organizados sem autorização prévia ou participação da Central de Assistência não serão reembolsados ao usuário ou a quem tiver feito qualquer pagamento em nome deste. A prestação dos serviços será feita de acordo com a infraestrutura, regulamentos, legislação e costumes do país/local do evento, localização, horário, natureza e urgência do atendimento requerido Assistência Médica Em caso do usuário encontrar-se em situação de URGÊNCIA, decorrente de acidente ou manifestação de enfermidade, a Central de Assistência organizará a prestação do serviço de assistência 11

12 médica, até o limite máximo previsto para cada contrato, desde que o mesmo tenha solicitado a prévia intermediação da Central de Assistência para a indicação de prestador de serviço e coordenação do serviço de assistência médica. Os valores serão pagos diretamente ao prestador de serviço indicado pela Central de Assistência para cobertura das despesas com profissionais da área médica, diárias hospitalares, serviços de enfermagem, exames médicos complementares e medicamentos utilizados no atendimento hospitalar, relativos ao evento relatado à Central de Assistência, conforme a seguir detalhado: Consultas com especialistas: O usuário terá direito a um médico especialista (em situações de emergência devidamente caracterizadas), sem antes ter sido examinado por um médico clínico geral, quando houver autorização da Equipe Médica da Central de Assistência, e desde que sejam respeitadas as impossibilidades legais e éticas do país em que se encontre o usuário. Exames Médicos complementares: Serão cobertos os custos de exames de esclarecimento diagnóstico de enfermidades agudas, somente quando forem comprovadamente necessários (de acordo com critérios clínicos) e cujo resultado venha a auxiliar na tomada de decisões da Equipe Médica da Central de Assistência, interferindo diretamente na expectativa de vida e/ ou funções orgânicas do usuário. Internação hospitalar: Será coberta quando for recomendada pela equipe médica que assiste o usuário no local do evento, a quem caberá a indicação do estabelecimento adequado à natureza do quadro clínico apresentado pelo usuário. Na ausência de tal indicação, caberá a Equipe Médica da Central de Assistência fazêlo. Intervenções cirúrgicas: Têm cobertura prevista quando delas dependerem a expectativa de vida e/ou funcional do usuário em curto prazo (15 dias); devendo ser previamente autorizadas pela Equipe Médica da Central de Assistência. Excepcionalmente nos casos de URGÊNCIA ABSOLUTA, cujo risco potencial de morte requeira que a assistência seja efetuada dentro de um prazo exíguo, que impossibilite o acionamento prévio da Central de Assistência, o usuário poderá recorrer a médicos e serviços não indicados pela Central de Assistência. Nessa situação, a Central de Assistência deverá ser comunicada logo que o usuário seja internado ou ANTES DA ALTA HOSPITALAR, para que as despesas de atendimento, junto ao hospital, sejam arcadas diretamente pela Central de Assistência. Limite : ,00 (Trinta mil euros) por evento, para acidente ou enfermidade Assistência Odontológica Em caso do usuário necessitar de intervenção odontológica de emergência, a Central de Assistência providenciará o pronto atendimento, arcando com as despesas da consulta, até o limite preestabelecido. Não poderá o serviço de emergência ser acionado para tratamento de lesão caracterizada como pré-existente ou reparação de qualquer prótese ou órtese que venha ser danificada por descuido do usuário. Limite: 500,00 (Quinhentos euros) Assistência Farmacêutica Havendo prescrição de medicamentos originários de um atendimento médico/odontológico emergencial, decorrente de evento, atendido pela Central de Assistência, o valor destes medicamentos será incluído na conta hospitalar. Caso estes medicamentos não possam ser incluídos na conta hospitalar ou do dentista, a Central de Assistência indicará ao usuário a farmácia mais próxima onde ele possa, por conta própria, adquirir os medicamentos. Importante: O limite deste serviço é complementar ao de Assistência Médica/Odontológica, portanto, o valor especificado abaixo somente será utilizado caso os medicamentos possam ser incluídos na conta hospitalar ou do dentista. Limite: 500,00 (Quinhentos euros) Hospedagem em Hotel Após Alta Hospitalar Em caso de tornar-se necessária a hospedagem do usuário em hotel, imediatamente após este ter recebido alta hospitalar e, se este repouso foi prescrito pelo médico local ou pela Equipe Médica da Central de Assistência, as despesas decorrentes deste serviço serão suportadas pela Central de Assistência, pelo período máximo de 05 (cinco) dias. Na eventualidade de ser escolhido pelo usuário um hotel cujo valor da diária seja superior aos limites aqui estabelecidos, será de sua exclusiva responsabilidade o custeio da diferença. Em nenhuma hipótese será aceita a compensação de valores, caso o hotel escolhido tenha diárias em valor inferior ao estipulado. Importante: Este serviço inclui apenas o pagamento da estadia no hotel, estando excluídas as despesas extras como: alimentação, divertimento, entretenimento, locações, telefone, fax, celular, etc. Limite: 100,00 (cem euros) por diária / Máximo de 05 (cinco) diárias Remoção Inter Hospitalar Se, em caso de acidente ou enfermidade, o usuário for levado para unidade hospitalar sem capacidade técnica de atendê-lo e por razões médicas, necessitar ser removido para outro hospital, a Central de Assistência, se responsabilizará pela transferência do usuário para o hospital mais próximo e capacitado tecnicamente para atendê-lo, através do meio de transporte que a equipe médica da Central de Assistência considerar mais apropriado, ouvindo o médico que atende o usuário. Caso seja solicitado pelo médico que atende o usuário, o mesmo poderá ser acompanhado por um médico ou enfermeiro designado pelo Departamento Médico da Central de Assistência. Esta transferência será feita mediante apresentação de pedido do médico que atende o usuário no local do evento. O pedido do médico local deve informar por ESCRITO: 1. Que o local onde o usuário está internado, segundo critérios exclusivamente médicos, não tem condições técnicas e estruturais para atendê-lo; 2. Qual o estado de saúde do usuário (descrição clínica detalhada), qual (is) o(s) tratamento(s) e medicamento(s) que vem(êm) sendo aplicado(s) ao usuário; 3. Qual o meio de transporte recomendado para a remoção inter-hospitalar podendo ser feita por ambulância, carro, avião comercial ou avião UTI e sua justificativa clínica para tanto; 4. Qual o hospital mais próximo com condições de receber o usuário e se o usuário tem condições clínicas de ser removido até este hospital; Independente dos itens anteriores, a remoção ainda precisará da anuência da Equipe Médica da Central de Assistência, a qual poderá decidir sobre a necessidade da remoção inter-hospitalar, bem como sobre o meio de transporte que será utilizado (ambulância, carro, avião comercial ou avião UTI). Se necessário, de acordo com critérios médicos, um médico ou uma enfermeira deverá acompanhar o paciente. Importante 1: A Transferência em avião UTI só será coberta quando: For realizada dentro do mesmo continente (quando o usuário estiver em viagem ao exterior); Se a natureza dos ferimentos ou da enfermidade exigir esse meio de locomoção, a critério do médico local ou da Equipe Médica da Central de Assistência; Se a causa clínica da indicação da UTI aérea for exclusiva e diretamente relacionada à queixa inicial do usuário (razão da internação), e for considerado o único meio de transporte viável para a otimização do prognóstico, estando o paciente em Unidade 12

13 de Emergência do Hospital de origem; Se o usuário estiver internado em Unidade de Urgências (UTI, Pronto-Socorro) do Hospital e não tiver tido alta hospitalar; Se o destino do usuário for outro hospital (nunca a sua residência). Importante 2: Se o serviço de remoção for realizado para o território brasileiro, caberá ao usuário e/ou sua família: O dever de localizar e garantir uma vaga hospitalar para o usuário. Enviar para a Equipe Médica da Central de Assistência uma confirmação por escrito (por fax ou ) da vaga, devidamente assinada e identificada com o Código Regional de Medicina (CRM) do médico do hospital para onde ele deverá ser transferido. A remoção do paciente só será iniciada quando a vaga hospitalar de destino estive garantida e comprovada desta forma. Limite : Ilimitado 7.6. Traslado Médico/Repatriamento Médico Caso o usuário internado no Exterior por período igual ou superior a 20 (vinte) dias, sem que exista previsão de alta médica, não se encontre em condições de retornar ao seu domicílio como passageiro regular (segundo critérios médicos), a Central de Assistência, organizará o retorno do usuário (desde que o procedimento seja efetuado integralmente pela Central de Assistência) pelo meio de transporte mais adequado. O serviço inclui a organização da viagem de retorno com coordenação no embarque e na chegada, com a infraestrutura necessária: adequação do meio de transporte eleito, através de complementação tecnológica da aparelhagem médica necessária, acompanhamento médico e/ou de enfermeira, ambulâncias, UTI móvel terrestre se necessário. Importante 1: A Transferência em avião UTI só será coberta quando realizada dentro do mesmo continente. Este serviço será prestado mediante apresentação de pedido do médico que atende o usuário no local do evento. O pedido do médico local deve informar por ESCRITO: 1. Qual o estado de saúde do usuário (descrição clínica detalhada), qual (is) o(s) tratamento(s) e medicamento(s) que vem (êm) sendo aplicado(s) ao usuário; 2. Qual o meio de transporte recomendado para o retorno ao domicílio, podendo ser feita por ambulância simples, carro ou avião comercial ou U.T.I e sua justificativa clínica para tanto. O avião comercial poderá ser adaptado com maca, oxigênio ou extra-seat, quando necessário. Caso ocorram divergências entre os pareceres da Equipe Médica, o Departamento Médico da Central de Assistência, especializado em Cuidados Intensivos e Transporte de Doentes Graves, estará apto a dirimí-las. Importante 2: A Central de Assistência se sub-rogará nos direitos do usuário de negociar junto às Companhias Aéreas, agentes e operadores turísticos, a(s) passagem (ns) original (is) do usuário. Portanto, a(s) passagem (ns) original (is) do usuário, passará (ão) a ser da Central de Assistência devendo o usuário enviá-la(s), assim que retornar ao Município de domicílio, juntamente com o Termo de Sub-rogação assinado. Importante 3: Estão excluídas Remoções médicas intercontinentais em avião UTI; Limite : Ilimitado 7.7. Retorno ao domicílio após alta hospitalar Em caso do usuário, após ter recebido alta hospitalar, não se encontrar em condições de retornar ao seu domicílio como passageiro regular (segundo critérios médicos), a Central de Assistência, organizará o retorno do usuário (desde que o procedimento seja efetuado integralmente pela Central de Assistência) pelo meio de transporte mais adequado. O serviço inclui a organização da viagem de retorno com coordenação no embarque e na chegada, com a infraestrutura necessária: adequação do meio de transporte eleito, através de complementação tecnológica da aparelhagem médica necessária, acompanhamento médico e/ou de enfermeira, ambulâncias, UTI móvel terrestre se necessário. Neste serviço não será utilizado avião UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Este serviço será prestado mediante apresentação de pedido do médico que atende o usuário no local do evento. O pedido do médico local deve informar por ESCRITO: 1. Qual o estado de saúde do usuário (descrição clínica detalhada), qual (is) o(s) tratamento(s) e medicamento(s) que vem(êm) sendo aplicado(s) ao usuário; 2. Qual o meio de transporte recomendado para o retorno ao domicílio, podendo ser feita por ambulância simples, carro ou avião comercial e sua justificativa clínica para tanto. O avião comercial poderá ser adaptado com maca, oxigênio ou extra-seat, quando necessário. Caso ocorram divergências entre os pareceres da Equipe Médica, o Coordenador Médico da Central de Assistência, especializado em Cuidados Intensivos e Transporte de Doentes Graves, estará apto a dirimí-las. Considera-se alta hospitalar clinicamente justificável para os fins objeto deste produto, a liberação clínica do usuário para retorno a domicílio, desde que devidamente fundamentada a sua indicação pelo médico que está cuidando do paciente, não se responsabilizando a Central de Assistência, pelo retorno de usuário em outras condições. Importante: A Central de Assistência se sub-rogará nos direitos do usuário de negociar junto às Companhias Aéreas, agentes e operadores turísticos, a(s) passagem(ns) original(is) do usuário. Portanto, a(s) passagem(ns) original(is) do Usuário, passará(ão) a ser da Central de Assistência devendo o usuário enviá-la(s), assim que retornar ao Município de domicílio, juntamente com o Termo de Sub-rogação assinado. Limite : Ilimitado 7.8. Visita ao usuário hospitalizado Se, em consequência de evento previsto, o usuário desacompanhado, permanecer hospitalizado em unidade hospitalar localizada fora do seu município de domicílio, por um período superior a 10 (dez) dias, a Central de Assistência irá a seu critério e, conforme a distância e os meios de transporte disponíveis para o local do evento, providenciar uma passagem aérea classe econômica ou rodoviária, de ida e volta e 5 (cinco) diárias de hotel, para uma pessoa indicada pelo usuário para que esta possa acompanhá-lo. Na eventualidade de ser escolhido pelo usuário/acompanhante um hotel cujo valor da diária seja superior aos limites aqui estabelecidos, será de sua exclusiva responsabilidade o custeio da diferença. Em nenhuma hipótese será aceita a compensação de valores, caso o hotel escolhido tenha diárias em valor inferior estipulado. Importante: Não será permitida em hipótese alguma a prorrogação do período descrito acima. Este serviço inclui apenas o pagamento da estadia no hotel, estando excluídas as despesas extras como: alimentação, divertimento, entretenimento, locações, telefone, fax, celular etc. Limite: Passagem aérea classe econômica ou rodoviária e 05 (cinco) diárias de hotel no limite de 100,00 por dia (Cem euros) Garantia de Viagem de Regresso Em caso do usuário possuir um bilhete aéreo com data ou limitação de regresso e, em razão de doença ou acidente que tenha sido acompanhado pela Equipe Médica da Central de Assistência, estiver obrigado a retardar ou adiantar seu regresso programado, será assumida, pela Central de Assistência, a diferença de tarifa para que essa viagem prossiga fora da data fixada ou de limitação. 13

14 A Central de Assistência se sub-rogará nos direitos do usuário de negociar junto às Companhias Aéreas, agentes e operadores turísticos, a(s) passagem (ns) do usuário. Portanto, a(s) passagem (ns) original(is) do usuário, passará(ão) a ser da Central de Assistência e o usuário deverá enviá-la(s), assim que retornar ao Município de domicílio ou local de destino, juntamente com o Termo de Sub-rogação assinado. Importante: A diferença paga pela Central de Assistência para adiantar ou retardar o regresso do usuário, obedecerá às mesmas condições da passagem originária Assistência Jurídica Caso o usuário esteja em viagem fora do território brasileiro e venha se envolver em algum problema inesperado com um terceiro, que necessite de acompanhamento jurídico, e solicite uma consulta e/ou instauração de processos judiciais, a Central de Assistência arcará com o valor dos honorários deste profissional. Limite: 1.000,00 (Mil euros) Adiantamento para pagamento de fiança Quando o usuário estiver em viagem ao exterior, e for exigida fiança judicial, para a concessão de liberdade provisória do usuário, a Central de Assistência providenciará o adiantamento do valor estipulado para o pagamento da fiança. Importante: A liberação deste valor será feita mediante assinatura de Termo de Reconhecimento de Dívida, pelo Associado ou seu representante legal, que deverá ser reconhecido em consulado brasileiro ou cartório. O valor adiantado deverá ser devolvido à Central de Assistência no prazo máximo de 60 (sessenta) dias, ao câmbio turismo da data do reembolso. Limite: 2.000,00 (Dois mil euros) Orientação e envio em caso de perda de documentos a) Documentos Pessoais Em casos de extravio (perda, furto ou roubo) de qualquer documento pessoal, imprescindível para prosseguimento da viagem, a Central de Assistência, sempre que possível, fornecerá informações relativas à como proceder com a polícia local, endereços e telefones de consulados ou embaixadas, cartões de crédito indicando o número de telefone para cancelamento. Poderá ainda entrar em contato com os familiares, a fim de enviar cópias desses documentos ao usuário. Importante: O Limite de peso do documento deverá ser no máximo de 01 (um) Kg, dentro das exigências de postagem. b) Documentos Empresariais Em casos de extravio de qualquer documento imprescindível ao seu trabalho (disquetes, CDs, relatórios etc.), a Central de Assistência, sempre que possível enviará cópias desses documentos ao usuário, desde que a empresa as disponibilize. Importante: O Limite de peso do documento deverá ser no máximo de 01 (um) Kg dentro das exigências de postagem Regresso antecipado por falecimento de parente ou cônjuge Em caso de falecimento de um parente ou cônjuge, a Central de Assistência deverá organizar e assumir as despesas adicionais resultantes do retorno antecipado do usuário ao seu Município de domicílio. Importante 1: O usuário deverá retornar com passagem aérea - classe econômica - sempre que não puder utilizar a passagem original emitida com prazo determinado. Nesse sentido, a Central de Assistência se sub-rogará nos direitos do usuário de negociar junto às Companhias Aéreas, agentes e operadores turísticos, a(s) passagem(s) do usuário. Portanto, a(s) passagem(ns) original(is) do usuário, passará(ão) a ser da Central de Assistência e o usuário deverá enviá-la(s), assim que retornar ao Município de domicílio ou local de destino, juntamente com o Termo de Sub-rogação assinado. Importante 2: Para os fins deste serviço, considera-se parente os pais, irmãos e filhos. Limite: Ilimitado Acompanhamento de menores Caso o usuário esteja viajando com criança(s) menor (es) de 12 (doze) anos sob sua responsabilidade, e, por razões de acidente ou enfermidade não possa embarcá-la(s) para que retorne(m) ao Município de domicílio, a Central de Assistência cuidará dos seguintes serviços: acompanhamento do(s) menor(es) até o aeroporto, formalidades de embarque, coordenação com a companhia aérea para a condição de menor desacompanhado, informação aos pais ou parentes dos dados referentes ao retorno Repatriamento de Corpo Caso o usuário venha a falecer durante a viagem, a Central de Assistência se atentará às formalidades administrativas necessárias para o retorno do corpo, transportando-o em esquife standard, até o Município de domicílio do usuário no Brasil (ou distância equivalente), não estando incluídas as despesas relativas ao funeral e enterro ou cremação. Os serviços de assistência serão prestados a partir do momento em que o corpo do falecido se encontrar liberado pelas autoridades policiais e que não existia nenhum obstáculo físico, material, policial ou judicial que impeça a sua remoção do local do acidente. Limite: Ilimitado Localização e Encaminhamento de Bagagem Em caso de extravio de bagagens, o usuário deverá comunicar o fato à Cia. Aérea, obtendo uma prova por escrito desta notificação (PIR Property Irregularity Report), para que esta possa proceder à localização da bagagem. Feito isto, o usuário deverá contatar a Central de Assistência para que esta possa realizar o monitoramento do processo de localização da bagagem junto à Cia. Aérea, bem como informar seu domicílio transitório para que, no caso da companhia transportadora notificar a localização da bagagem, esta possa lhe ser enviada Retorno de familiares Caso os familiares do usuário possuam passagem aérea com data ou limitação de regresso, e em razão de doença, acidente súbito ou falecimento do usuário, acompanhados pela Equipe Médica da Central de Assistência, os familiares estiverem obrigados a, adiantar seu regresso ao Brasil, ou a permanecer no país do evento, a Central de Assistência assumirá a diferença de tarifa para que a viagem dos familiares do usuário prossiga fora da data fixada ou de limitação. A Central de Assistência se sub-rogará nos direitos dos familiares do usuário de negociar junto às Companhias Aéreas, agentes e operadores turísticos, a(s) passagem(s) destes. Portanto, as passagens originais dos familiares, passarão a ser da Central de Assistência, devendo os familiares enviá-las, assim que retornarem ao Município de domicílio, juntamente com o Termo de Sub-rogação assinado. Para os fins deste serviço, entende-se por familiares o cônjuge, os pais e os filhos do usuário Transmissão de mensagens Em caso de solicitação por parte do usuário, a Central de Assistência transmitirá mensagens urgentes, desde que relacionadas a um caso de assistência, a uma ou mais pessoas indicadas pelo usuário, residentes no Brasil Porto Viaje Bem Assessoria Pré-Viagem 14

15 Antes mesmo do início da viagem, assim que a compra do Plano escolhido for efetivada, o usuário terá a sua disposição um serviço especializado para ajudar e orientar sobre questões da sua viagem, possibilitando que o mesmo possa organizar todos os detalhes na preparação da mesma, seja de turismo ou de negócios. O objetivo deste serviço é prestar todo o suporte e informação relacionado a um determinado local, nas seguintes especialidades: Viagem Destinos exóticos, lugares remotos, ecoturismo, viagens de férias ou de negócios, viagens para a prática de esportes radicais ou esportes de inverno, viagens de aventura, viagens de fim de semana, feriados prolongados. Serviços oferecidos: Reserva e compra de passagem aérea, de navio, de trem; Elaboração e organização de pacotes de viagem personalizados; Indicação e reserva de hotel; Organização de Transfer (IN/OUT) ; Organização de Locação de veículos; Indicação de City tour, passeios temáticos e city guides; Montagem de Agenda Cultural (eventos culturais, esportivos e sociais); Indicação de passeios, trilhas, roteiros e caminhadas relacionadas à localidade de destino; Informações de como chegar ao local de destino, obtenção de mapas, tels. e ends úteis; Elaboração de roteiros de viagem e pesquisa de localidade. Entretenimento e Cultura Serviços oferecidos: Compra e entrega de ingressos para teatro, espetáculos musicais, shows, eventos diversos; Compra e entrega de ingressos para torneios esportivos nacionais e internacionais, automobilismo, jogos de futebol; Elaboração de Agenda Cultural e dicas relacionadas à programação noturna; Importante: TODOS OS CUSTOS RELACIONADOS COM AS SOLICITAÇÕES DOS SERVIÇOS DO PORTO VIAGEM BEM SERÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DO USUÁRIO. 8. EXCLUSÕES E LIMITAÇÕES Estão limitados os serviços de Assistência nos seguintes casos: a) Os serviços de assistência serão disponibilizados aos usuários, durante o período de vigência contratado, desde que o mesmo esteja em viagem em um dos países descritos no Âmbito Territorial. Ressaltamos que a permanência em viagem não deverá ultrapassar 120 (cento e vinte dias). b) O usuário somente poderá utilizar-se dos serviços de assistência com a prévia autorização da Central de Assistência, exceto na ocorrência de situações onde sua vida esteja em risco; c) Os Serviços de Assistência não se aplicarão as complicações que venham a ocorrer durante a viagem do usuário, decorrentes de qualquer inobservância de prescrição médica; d) Os serviços de assistência não poderão ser prestados quando não houver cooperação por parte do usuário ou outro que vier a requerer assistência em seu nome, no que se refere às informações requisitadas pela Central de Assistência (dados imprescindíveis ao atendimento, como o nome, endereço, nº. de identificação, e outros que se tornarem necessários). e) Em situações que o Departamento Médico da Central de Assistência não conseguir obter laudos médicos de forma satisfatória caberá ao usuário obtê-los diretamente do médico que o trata e/ ou do Hospital no qual encontrar-se internado; vale lembrar que o poder de obtenção de laudos é direito do usuário e a Central de Assistência não pagará por qualquer tipo de laudo e/ou tradução de línguas não universais. Caso não tenhamos tal colaboração o usuário perderá o direito de atendimento; f) O não comparecimento nas consultas médicas agendadas pela Central de Assistência será considerado injustificável e os custos resultantes desta ficaram por conta do usuário. Estão excluídas as prestações de serviço de assistência: De caráter geral: a) Toda e qualquer entrega de dinheiro, a título de reembolso de despesas, não será realizada pela Central de Assistência, em virtude da proibição contida na Resolução CNSP nº 102 de b) Eventos resultantes de fenômenos da natureza de caráter extraordinário, tais como: inundações, terremotos, erupções vulcânicas, furacões, maremotos e queda de meteoritos, desde que a Central de Assistência fique impossibilitada de prestar os serviços de assistência emergencial. c) Eventos resultantes de explosão, liberação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioatividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas; d) Eventos resultantes de ocorrências em situações de guerra, comoções sociais, atos de terrorismo e sabotagem, greves, decretação de estado de calamidade pública, detenção por parte de autoridade em decorrência de delito que não seja um acidente, salvo se o usuário provar que a ocorrência não tem relação com os referidos eventos. e) Eventos resultantes de atos ou atividades das Forças Armadas ou de Forças de Segurança em tempos de Guerra. Em relação às pessoas: a) Restituição de despesas efetuadas diretamente pelo usuário; b) Solicitação de assistência de caráter não emergencial, para qualquer serviço e especificamente para os serviços médicos tais como: Controle clínico e/ou laboratorial e/ou radiológico ou doenças pré-diagnosticadas ou existentes anteriormente à data de viagem, bem como continuação de tratamentos iniciados no Brasil; atos médicos eletivos, explorações clínicas e/ou cirúrgicas de doenças crônicas ou doenças de base. c) Infecções, enfermidades, lesões ou processos resultantes de ação criminal e/ou de tentativa de suicídio perpetrada direta ou indiretamente pelo usuário; d) Ocorrências havidas durante o voo e conexões para cidade de destino ou no voo e conexões durante o voo de retorno para a cidade de origem; e) Atendimentos médicos que não guardem a devida correspondência aos sintomas relatados à Central de Assistência e retorno para reavaliações ambulatoriais; f) Tratamento de moléstias, estado patológicos ou qualquer tipo de ocorrência que venha gerar solicitação por parte do usuário dos serviços da Central de Emergência, que sejam provocados pela ingestão intencional de drogas, narcóticos, abuso de bebidas alcoólicas, ou pelo uso de remédios sem receita médica, mesmo que anterior a data do embarque; g) ratamento de moléstias, estado patológicos ou qualquer tipo de ocorrência que venha gerar solicitação por parte do usuário dos serviços da Central de Emergência, que sejam decorrentes de Acidente de trânsito, onde restar comprovada a ingestão de drogas, narcóticos, bebidas alcoólicas, ou uso de remédios sem receita médica, pelo terceiro condutor do veiculo onde o usuário seja passageiro ou do usuário na condição de condutor do veículo acidentado; h) Quadros que envolvam patologia de origem psiquiátrica e psicológica; i) Problemas de gravidez após o 6º mês de gestação, exames de pré-natal e o parto; problemas de gravidez antes do 6º mês, em gestações consideradas de risco pelos exames pré-natais (clínicos e paraclínicos). Problemas ocasionados por interrupção voluntária de gravidez e/ou complicações decorrentes desta; j) Ortodontia, Lentes, órteses, próteses e acessórios em geral; 15

16 k) Serviços prestados por pessoas que tenham grau de parentesco ou amizade com o usuário, salvo quando previamente autorizados pela Empresa Prestadora de Serviços; l) Remoções médicas em avião UTI quando o paciente não estiver internado em centro hospitalar de urgências (UTI, Pronto-Socorro), ainda que tenha passado por consulta médica ou tratamento durante a viagem; m) Remoções médicas de pacientes que tenham tido alta hospitalar; n) Remoções médicas que já tiverem sido iniciadas sem a prévia discussão do caso com o Departamento Médico da Empresa Prestadora de Serviços; o) Remoções médicas intercontinentais em avião UTI; p) Consultas, atendimentos ou exames médicos que não se relacionem à queixa apresentada à Central de Assistência pelo usuário; q) Pagamento de despesas médico-hospitalares havidas pelo usuário em território brasileiro, observado o âmbito territorial; r) Práticas não reconhecidas como medicina tradicional no local da viagem; s) Viagens em veículos impróprios ou em condições impróprias ao transporte de passageiros ; t) Acidentes e/ou enfermidades decorrentes da participação em qualquer tipo de pratica esportiva como e não se limitando a (esportes de combate [todos os tipos de luta, inclusive Capoeira], alpinismo, caça, acidentes decorrente de todo tipo de mergulho, espeleologia, esportes praticados com veículos aéreos, terrestres e aquáticos e respectivos treinos preparatórios, balonismo, motociclismo, asa delta, paraquedismo, surf, windsurfe, paraglyder, kart e ski na neve e aquático, etc.) ou participar de apostas como rachas ou acidentes decorrentes do uso de armas. u) Gastos com reeducação funcional, massagens e sessões de fisioterapia (de pacientes que não se encontrem em enfermaria, Unidade de Terapia Semi-intensiva ou Intensiva); v) Doenças, para as quais a vacinação é sabidamente recomendada para o local de destino; w) Acidente ou Doença do Trabalho; x) Intervenções ou tratamentos de ordem estética; y) Gastos assumidos pelo usuário consequentes à inobservância das orientações do médico responsável e/ou do Departamento Médico da Central de Assistência, salvo exceções com justificativas cabíveis, que serão analisadas pelo Departamento Médico da Central de Assistência. z) No caso de traslado de corpo, estão excluídas despesas relativas ao funeral, sepultamento e jazigo. Em relação ao PORTO VIAJE BEM: a) Todo e qualquer custo que envolva a aquisição dos serviços solicitados; b) Solicitações que atentem contra a moral, os bons costumes ou que sejam ilegais, tanto no Brasil quanto no exterior; c) Além das exclusões citadas anteriormente. 9 FORO O foro competente para dirimir eventuais questões oriundas destas Condições Detalhadas será sempre o do domicílio do cliente. Atendimento Vida e Previdência: (Gde. São Paulo) (Demais Localidades) SAC: (cancelamento, informação e reclamação) (atendimento exclusivo para pessoas com deficiência auditiva) - Ouvidoria: Site: 16

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL Condições Especiais Processo SUSEP 10.005473/99-33 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE IPA 1. Objetivo do Seguro 2.

Leia mais

SEGURO VIDA EM GRUPO

SEGURO VIDA EM GRUPO SEGURO VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA A GARANTIA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE 1 - INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE ( IPA ): É a garantia do

Leia mais

INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE

INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE 1. OBJETIVO DA COBERTURA O objetivo desta cobertura é garantir o pagamento de uma indenização ao segurado, em caso de sua invalidez permanente total ou

Leia mais

Condições Especiais. Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente. Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19

Condições Especiais. Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente. Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19 Condições Especiais Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19 19 1. Objetivo do Seguro Esta Condição Especial integra as Condições Gerais do Plano

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/2006-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/2006-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/06-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA Cláusula

Leia mais

CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE

CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE 1. COBERTURA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL (IPA): 1.1. É a garantia do pagamento de uma indenização referente

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01 1. CONCEITOS... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 3 3. GARANTIAS DO SEGURO... 3 4. RISCOS EXCLUÍDOS... 5 5. CONTRATAÇÃO... 6

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES Seguro Acidentes Pessoais Automobilístico Morte acidental decorrente de acidente de trânsito, exceto em meio de transporte coletivo O Seguro a que se refere este

Leia mais

SEGURO COMPREENSIVO DE VIAGEM CONDIÇÕES ESPECIAIS

SEGURO COMPREENSIVO DE VIAGEM CONDIÇÕES ESPECIAIS SEGURO COMPREENSIVO DE VIAGEM CONDIÇÕES ESPECIAIS 1 CONDIÇÃO ESPECIAL DA COBERTURA BÁSICA MORTE ACIDENTAL TRANSPORTE PÚBLICO 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo desta Condição Especial é o de incluir a cobertura

Leia mais

CERTIFICADO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO

CERTIFICADO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO DIVERSAS TOTAL CERTIFICADO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO Seguradora: QBE Brasil Seguros S.A. Apolice nº 07.69.0000003 Estipulante: Brazilian Assist Representações e Turismo Ltda. 1.

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005463/99-80 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INDENIZAÇÃO ESPECIAL POR ACIDENTE IEA 1. Objetivo do Seguro 2. Definições 3. Garantias do Seguro

Leia mais

SEGURO VIDA PREMIADA ITAÚ ITAÚ SEGUROS S/A PROCESSO SUSEP 10.004800.99-11

SEGURO VIDA PREMIADA ITAÚ ITAÚ SEGUROS S/A PROCESSO SUSEP 10.004800.99-11 SEGURO VIDA PREMIADA ITAÚ ITAÚ SEGUROS S/A PROCESSO SUSEP 10.004800.99-11 CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE VIDA EM GRUPO ITAÚ 1. OBJETIVO DO SEGURO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de um capital

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS MULHER Susep: 15414.003158/2009-93

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS MULHER Susep: 15414.003158/2009-93 1. CONCEITOS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS MULHER Susep: 15414.003158/2009-93 1.1 Acidentes Pessoais Para fins deste seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada, exclusivo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS SIMPLES SUSEP Nº 154 /2006-39

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS SIMPLES SUSEP Nº 154 /2006-39 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA MAIS SIMPLES SUSEP Nº 154 5414.00298 4.002981/2006- /2006-39 1. CONCEITOS... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 3 3. GARANTIAS DO SEGURO... 3 4. RISCOS EXCLUÍDOS... 5 5. CONTRATAÇÃO...

Leia mais

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA Cláusulas Complementares

Leia mais

1. CONCEITOS. 1.3. Beneficiário É a pessoa física ou jurídica a favor da qual é devida a indenização em caso de morte acidental do Segurado.

1. CONCEITOS. 1.3. Beneficiário É a pessoa física ou jurídica a favor da qual é devida a indenização em caso de morte acidental do Segurado. CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01 1. CONCEITOS 1.1. Acidentes Pessoais Para fins deste Seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada,

Leia mais

ACIDENTES PESSOAIS BENEFÍCIO BÁSICO DE ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS (COMBO)

ACIDENTES PESSOAIS BENEFÍCIO BÁSICO DE ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS (COMBO) ACIDENTES PESSOAIS BENEFÍCIO BÁSICO DE ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS; AP 616 - ACIDENTES PESSOAIS (COMBO) (PROC. SUSEP Nº 15414.004510/2012-11) da Capemisa Seguradora de Vida e Previdência

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.000306/01 1. CONCEITOS 1.1. Acidentes Pessoais Para fins deste Seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada,

Leia mais

Manual do Segurado Seguro Mais Saber

Manual do Segurado Seguro Mais Saber Manual do Segurado Seguro Mais Saber 1. Definições 1.1 Acidente Pessoal É o evento, ocorrido com o Segurado, com data e hora caracterizada e perfeitamente conhecida, exclusivo e diretamente externo, súbito,

Leia mais

BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137

BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137 BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137 1 OBJETIVO 1.1. Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao

Leia mais

SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90

SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90 SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90 1 MANUAL DO SEGURADO SEGURO PRESTAMISTA 1. OBJETIVO 1.1. Este seguro tem por objetivo garantir ao Segurado, na ocorrência

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.00306/01

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.00306/01 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL SUSEP Nº 005.00306/01 1. CONCEITOS...2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 2 3. GARANTIAS DO SEGURO... 3 4. RISCOS EXCLUÍDOS... 5 5. CONTRATAÇÃO...6 6.

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada

Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada 5 Página 0 de 9 1. OBJETIVO DO SEGURO 1.1. O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao Segurado ou a seu(s) Beneficiário(s), na ocorrência

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE

CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE A Cardif do Brasil Vida e Previdência S.A., doravante denominada Seguradora e o BR Home Centers S/A., doravante denominada Estipulante, especificam nestas Condições

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO Seguro de Acidentes Pessoais

MANUAL DO SEGURADO Seguro de Acidentes Pessoais MANUAL DO SEGURADO Seguro de Acidentes Pessoais 1. Definições 1.1 Estipulante É a pessoa jurídica representada pelo Banco Itaucard S.A. cadastrado sob o CNPJ nº 17.192.451/0001-70, que por conta do Segurado,

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO SEGURO DE PROTEÇÃO CONTRA PERDA OU ROUBO DE CARTÃO DE CRÉDITO

TERMO DE ADESÃO AO SEGURO DE PROTEÇÃO CONTRA PERDA OU ROUBO DE CARTÃO DE CRÉDITO TERMO DE ADESÃO AO SEGURO DE PROTEÇÃO CONTRA PERDA OU ROUBO DE CARTÃO DE CRÉDITO O presente Termo indica as condições do Seguro de Proteção contra Perda ou Roubo de CARTÃO DE CRÉDITO oferecido pelo Banco

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Estas Condições aplicam-se a todas as Garantias contratadas pelo Estipulante, Sub-Estipulante e/ou Segurado, dentro da apólice. O registro deste plano

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado. Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx

CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado. Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Nº contrato: Capital Segurado Morte Acidental R$ Auxílio Funeral...R$ Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR

CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR A Cardif do Brasil Vida e Previdência S.A., doravante denominada Seguradora e o Carrefour Comércio e Indústria Ltda., doravante denominada Estipulante,

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 Cobertura de Invalidez Permanente por Categoria de Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA

Leia mais

OBJETIVO CAPITAL SEGURADO

OBJETIVO CAPITAL SEGURADO OBJETIVO Assegurar aos participantes da SIAS, que aderiram ao seguro, uma indenização aos próprios ou ao(s) seu(s) beneficiário(s), em caso de falecimento ou invalidez, bem como propiciar a utilização

Leia mais

ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO

ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES DO VEÍCULO SEGURADO AS COBERTURAS ADICIONAIS ACIDENTES PESSOAIS COM PASSAGEIROS E/OU ACIDENTES PESSOAIS COM TRIPULANTES NÃO PODERÃO

Leia mais

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Estipulante: COMERCIAL ALCIDES ARAÚJO LTDA. ( RIO CENTER )

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Estipulante: COMERCIAL ALCIDES ARAÚJO LTDA. ( RIO CENTER ) PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Estipulante: COMERCIAL ALCIDES ARAÚJO LTDA. ( RIO CENTER ) Sub Estipulante: COMERCIAL ALCIDES ARAÚJO LTDA. ( RIO CENTER ) Apólice A.P.C.

Leia mais

Mais Tranquilidade Premiada

Mais Tranquilidade Premiada Mais Tranquilidade Premiada Manual do segurado PRODUTO MAIS TRANQUILIDADE PREMIADA MANUAL DO SEGURADO 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao

Leia mais

Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista Preço Fixo

Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista 5 Página 0 de 10 1. OBJETIVO DO SEGURO O objetivo do Seguro Prestamista é garantir, total ou parcialmente, o pagamento da dívida contraída ou compromisso assumido pelo Segurado, caso

Leia mais

2 ÂMBITO TERRITORIAL O presente seguro abrange os acidentes ocorridos em qualquer parte do globo terrestre.

2 ÂMBITO TERRITORIAL O presente seguro abrange os acidentes ocorridos em qualquer parte do globo terrestre. 1 OBJETIVO 1.1 O presente seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma importância, limitado ao valor do Capital Segurado contratado, ao Segurado ou a seu(s) beneficiário(s), decorrente de eventos

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS I PROCESSO SUSEP Nº

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS I PROCESSO SUSEP Nº CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS I PROCESSO SUSEP Nº 15414.002245/2011-48 1. CONCEITOS 1.1 Acidentes Pessoais Para fins deste seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada,

Leia mais

Acidentes Pessoais Coletivo Bradesco Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo

Acidentes Pessoais Coletivo Bradesco Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo Acidentes Pessoais Coletivo Bradesco Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo Condições Gerais Capítulo I Objetivo do Seguro... 3 Capítulo II Definições... 3 Capítulo III Coberturas... 7 Capítulo IV Contratação

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS 1. DEFINIÇÕES... 4 2. OBJETIVO DO SEGURO... 10 3. GARANTIAS DO SEGURO... 10 4. RISCOS EXCLUÍDOS... 10 5.

Leia mais

De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO

De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO (Aprovado pela Susep através do Processo Susep n.º 001-02392/88) TÍTULO I Do Objetivo do Plano O Plano de Pecúlio com Resgate, a seguir

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA Condições Gerais e Particulares Processo SUSEP Nº. 10.005464/99-42 1 OURO VIDA GARANTIA Reúne as Condições Gerais e Particulares referentes à Garantia Básica

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS 1 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Conteúdo 1. Objetivo do seguro... 3 2. Definições... 3 3. Estipulante... 4 4. Cobertura do seguro... 5 5. Riscos excluídos...

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual - Despesas Médicas e Hospitalares - Produto 101 Março/2006 2 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Territorial da

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS 1 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Conteúdo 1. Objetivo do seguro 2. Definições 3. Estipulante 4. Coberturas do seguro 5. Riscos excluídos 6. Âmbito geográfico de cobertura

Leia mais

Proteção Hospitalar Plus Familiar

Proteção Hospitalar Plus Familiar Proteção Hospitalar Plus Familiar Manual do segurado 1. OBJETIVO DO SEGURO PRODUTO PROTEÇÃO HOSPITALAR PLUS FAMILIAR MANUAL DO SEGURADO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização

Leia mais

Condições Gerais de Acidentes Pessoais de Passageiros

Condições Gerais de Acidentes Pessoais de Passageiros Condições Gerais de Acidentes Pessoais de Passageiros 1) OBJETIVO Este seguro garante o pagamento de uma indenização ao segurado ou aos seus beneficiários, caso aquele venha a sofrer um acidente pessoal,

Leia mais

RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA

RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA 1. OBJETIVO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao Segurado ou a seus Beneficiários, até o limite das respectivas importâncias

Leia mais

DIÁRIA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA DECORRENTE DE ACIDENTE

DIÁRIA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA DECORRENTE DE ACIDENTE DIÁRIA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA DECORRENTE DE ACIDENTE 1. OBJETIVO DA COBERTURA O objetivo desta cobertura é garantir o pagamento de uma indenização diária ao segurado, durante o período em que se verificar

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS. Índice

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS. Índice SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS Índice 1. OBJETIVO DO SEGURO... 2 2. CONCEITO DA COBERTURA... 2 3. RISCOS EXCLUÍDOS... 3 4. ÂMBITO TERRITORIAL DE COBERTURA... 4 5. DA VIGÊNCIA DA

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PROCESSO SUSEP Nº

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PROCESSO SUSEP Nº CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PROCESSO SUSEP Nº 005-00737/00 1. CONCEITOS...2 2. OBJETIVO DO SEGURO...3 3. GARANTIAS DO SEGURO...3 4.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 82 - APC. Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo. Processo SUSEP nº. 005-00113/00

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 82 - APC. Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo. Processo SUSEP nº. 005-00113/00 CONDIÇÕES GERAIS RAMO 82 - APC Seguro de Acidentes Pessoais Coletivo Processo SUSEP nº. 005-00113/00 São Paulo SP 21 de fevereiro de 2014 Índice 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. BENEFICIÁRIO... 6

Leia mais

Serão aceitos no seguro todos os proponentes que estejam em boas condições de saúde e em plena atividade de trabalho.

Serão aceitos no seguro todos os proponentes que estejam em boas condições de saúde e em plena atividade de trabalho. Estipulante: 0 Ramo de Atividade: Serviços Relacionados a Comunicação Corretora: Opipari Corretora de Seguros Ref.: Condições Gerais do Seguro de Pessoas GRUPO SEGURADO Poderão ser incluídos no presente

Leia mais

Vida Protegida. Vida Protegida

Vida Protegida. Vida Protegida Vida 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao (s) Beneficiário(s), na ocorrência de Eventos Cobertos pela(s) Cobertura(s) contratada(s), exceto

Leia mais

501-502. Condições Gerais Morte por Acidente e Invalidez por Acidente

501-502. Condições Gerais Morte por Acidente e Invalidez por Acidente 501-502 Condições Gerais Morte por Acidente e Invalidez por Acidente ÍNDICE 1) OBJETIVO DO SEGURO 03 2) DEFINIÇÕES 03 3) COBERTURAS DO SEGURO 05 4) RISCOS EXCLUÍDOS 07 5) ÂMBITO GEOGRÁFICO DA COBERTURA

Leia mais

ASSISTÊNCIA ESCOLAR. Importante: Para execução dos serviços é imprescindível que seja realizado o contato coma empresa prestadora de serviço.

ASSISTÊNCIA ESCOLAR. Importante: Para execução dos serviços é imprescindível que seja realizado o contato coma empresa prestadora de serviço. CÓDIGO: PREV1 1. OBJETIVO DO SERVIÇO 1.1. Plano Individual Morte Acidental 1.1.1. A assistência funeral individual oferece, em caso de falecimento do segurado principal, em caso de Morte Acidental, a prestação

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11 2 BEM TOTAL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO

MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao (s) Beneficiário(s), na ocorrência de Eventos Cobertos pela(s) Cobertura(s)

Leia mais

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1.

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1. 1. OBJETO 1.1. Este contrato de seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Tomador perante o Segurado, conforme os termos da apólice e até o valor da garantia fixado nesta, e de acordo

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005462/99-17 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL POR ACIDENTE IPTA 1. Objetivo do Seguro 2. Definições

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG. - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA -

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG. - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA - Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA - Julho/2006 4L Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito

Leia mais

548 mar/2015. Condições Gerais Seguro de Pessoas Individual Invalidez Acidental

548 mar/2015. Condições Gerais Seguro de Pessoas Individual Invalidez Acidental 548 mar/2015 Condições Gerais Seguro de Pessoas Individual Invalidez Acidental ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS 1) OBJETIVO DO SEGURO...4 2) DEFINIÇÕES...4 3) COBERTURAS DO SEGURO...6 4) RISCOS EXCLUÍDOS...8 5)

Leia mais

CONDIÇÕES DO SEGURO EDUCACIONAL UNICARIOCA

CONDIÇÕES DO SEGURO EDUCACIONAL UNICARIOCA CONDIÇÕES DO SEGURO EDUCACIONAL UNICARIOCA 1. DO SEGURO 1.1 OBJETIVO: O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao beneficiário, até o limite das respectivas importâncias

Leia mais

Seguro Prestamista Condições Gerais

Seguro Prestamista Condições Gerais A Zurich Santander Brasil Seguros e Previdência S/A (atual denominação social da Santander Seguros S/A), designada seguradora, e o proponente, aqui designado segurado, contratam o Seguro Prestamista Cobertura,

Leia mais

MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista.

MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista. MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista. Aqui você vai encontrar informações sobre o plano contratado, coberturas

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES CONTRATUAIS Plano Coletivo - Venda Individual Seguro Viagem Internacional - Plano Classic

RESUMO DAS CONDIÇÕES CONTRATUAIS Plano Coletivo - Venda Individual Seguro Viagem Internacional - Plano Classic RESUMO DAS CONDIÇÕES CONTRATUAIS Plano Coletivo - Venda Individual Seguro Viagem Internacional - Plano Classic Resumo das Condições Contratuais - Capemisa Travel Internacional - Peixe Urbano Página 1 de

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA

RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA 1. OBJETIVO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização aos seus beneficiários, na ocorrência de um dos

Leia mais

PROCESSO SUSEP Nº 005.00089/00

PROCESSO SUSEP Nº 005.00089/00 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVOS PROCESSO SUSEP Nº 005.00089/00 1. CONCEITOS...3 2. OBJETIVO DO SEGURO...4 3. GARANTIAS DO SEGURO...4 4. OUTROS RISCOS COBERTOS...5 5. RISCOS EXCLUÍDOS...5

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS PASSAGEIROS Condições Gerais e Condições Particulares

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS PASSAGEIROS Condições Gerais e Condições Particulares SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS PASSAGEIROS Condições Gerais e Condições Particulares ÍNDICE - CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS PASSAGEIROS Glossário de Termos Técnicos... 3 Cláusula 1 Objetivo

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO VIAGEM

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO VIAGEM CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO VIAGEM 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente seguro tem por objetivo garantir ao segurado, durante o período de viagem previamente estabelecido no contrato,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS VIDA PREMIADO

CONDIÇÕES GERAIS VIDA PREMIADO CONDIÇÕES GERAIS VIDA PREMIADO 1. OBJETIVO DO SEGURO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de um capital ao SEGURADO ou aos seus beneficiários na ocorrência de um dos eventos cobertos pelas

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO VIDA EM GRUPO

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO VIDA EM GRUPO 1. OBJETIVO DO SEGURO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de um capital ao SEGURADO ou aos seus beneficiários na ocorrência de um dos eventos cobertos

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA Condições Gerais PROCESSO SUSEP: 15414.100997/2003-63 ÍNDICES CONDIÇÕES GERAIS 1. Objetivo do seguro... 3 2. Definições... 3 3. Coberturas do seguro... 6 4. Riscos excluídos...

Leia mais

2. Riscos Excluídos de Todas as Coberturas. a) Internação por doença grave, acidentes corporais graves ou morte do:

2. Riscos Excluídos de Todas as Coberturas. a) Internação por doença grave, acidentes corporais graves ou morte do: Condições Gerais CONDIÇÕES GERAIS - SEGURO DE CANCELAMENTO Seguradora: QBE Brasil Seguros S.A. Estipulante: Corporate Travel Viagens e Turismo Ltda. Processo SUSEP nº 15414.000585/2007-58 Apólice 07.69.0000009

Leia mais

Condições Gerais Capital Global. - Morte Acidental -

Condições Gerais Capital Global. - Morte Acidental - Condições Gerais Capital Global - Morte Acidental - Novembro/2007 2G Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Geográfico da Garantia do Seguro... 07 4. Da Garantia do

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual - Morte Acidental- Produto 101 Março/2006 2 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Territorial da Cobertura... 08 4.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO SUSEP Nº 005-000089/00 C.N.P.J. 61.198.164/0001-60

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO SUSEP Nº 005-000089/00 C.N.P.J. 61.198.164/0001-60 C.N.P.J. 61.198.164/0001-60 1. CONCEITOS 1.1 Acidentes Pessoais Para fins deste seguro, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada, exclusivo e diretamente externo, súbito, involuntário

Leia mais

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606 BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Gerais Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74 Apólice nº 13.606 COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL CNPJ: 28.196.889/0001-43 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS

Leia mais

Características do Seguro Vida Premiada

Características do Seguro Vida Premiada INFORMAÇÕES PRELIMINARES Características do Seguro Vida Premiada As condições e limitações do produto e dos serviços disponibilizados na íntegra estão previstas nas Condições Gerais do Seguro, disponíveis

Leia mais

Características do Seguro Vida Segura Mais

Características do Seguro Vida Segura Mais Características do Seguro Vida Segura Mais INFORMAÇÕES PRELIMINARES As condições e limitações do produto e dos serviços disponibilizados na íntegra estão previstas nas Condições Gerais do Seguro, disponíveis

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVOS PROCESSO Nº 05.00089/00

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVOS PROCESSO Nº 05.00089/00 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVOS PROCESSO Nº 05.00089/00 1. CONCEITOS... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 3 3. GARANTIAS DO SEGURO... 3 4. OUTROS RISCOS COBERTOS... 5 5. RISCOS EXCLUÍDOS...

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS TROCO SOLIDÁRIO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS TROCO SOLIDÁRIO Seguradora: QBE Brasil Seguros S/A Estipulante: Midway S/A - Cred., Financ. e Investiment. Apólice

Leia mais

Nº do Contrato: Vigência: Prêmio do Seguro: COBERTURAS - QUADRO RESUMO

Nº do Contrato: Vigência: Prêmio do Seguro: COBERTURAS - QUADRO RESUMO certificado de seguro Apólice nº 900194 - Processo SUSEP nº 15414.004673/2004-86 Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Nº do Contrato: Vigência: Prêmio do Seguro: Certificamos que o Segurado, identificado

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS 1. OBJETIVO DO SEGURO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento do capital segurado contratado ao próprio segurado ou a seu(s) beneficiário(s), caso

Leia mais

RENDA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA RTI 699 (PROC. SUSEP Nº 15414.004510/2012-11) da Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A

RENDA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA RTI 699 (PROC. SUSEP Nº 15414.004510/2012-11) da Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A RENDA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA RTI 699 (PROC. SUSEP Nº 15414.004510/2012-11) da Capemisa Seguradora de Vida e Previdência S/A CONDIÇÃO ESPECIAL DA GARANTIA BÁSICA DE RENDA POR INCAPACIDADE TEMPORÁRIA

Leia mais

CONDIÇÕES CONTRATUAIS - SEGURO VIDA PREMIADO IBI / C&A. Apólice 93.103.536

CONDIÇÕES CONTRATUAIS - SEGURO VIDA PREMIADO IBI / C&A. Apólice 93.103.536 1. OBJETIVO CONDIÇÕES CONTRATUAIS - SEGURO VIDA PREMIADO IBI / C&A Apólice 93.103.536 1.1. Este Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao Segurado ou ao(s) seu(s) Beneficiário(s)

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO TEMPORÁRIO SUSEP Nº 10.005843/99-51

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO TEMPORÁRIO SUSEP Nº 10.005843/99-51 CNPJ 61.198.164/0001-60 CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO TEMPORÁRIO SUSEP Nº 10.005843/99-51 1. CONCEITOS 1.1 Acidentes Pessoais Para fins deste seguro, considera-se acidente pessoal o evento

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 93. Seguro de Pessoas. Processo SUSEP nº 005-00149/00

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 93. Seguro de Pessoas. Processo SUSEP nº 005-00149/00 CONDIÇÕES GERAIS RAMO 93 Seguro de Pessoas Processo SUSEP nº 005-00149/00 ÍNDICE: 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. BENEFICIÁRIO... 5 4. GARANTIAS... 5 4.1. Garantia Básica de Morte... 5 4.2. Garantia

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE VIDA

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE VIDA MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE VIDA 1. OBJETIVO DO SEGURO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento do capital segurado contratado ao próprio segurado ou a seu(s) beneficiário(s), caso ocorra algum

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. RAMO 93 - VG Seguro de Vida em Grupo Registro SUSEP: 005-00149/00

CONDIÇÕES GERAIS. RAMO 93 - VG Seguro de Vida em Grupo Registro SUSEP: 005-00149/00 CONDIÇÕES GERAIS RAMO 93 - VG Seguro de Vida em Grupo Registro SUSEP: 005-00149/00 ÍNDICE: 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. BENEFICIÁRIO... 5 4. GARANTIAS... 5 4.1. Garantia Básica de Morte... 5

Leia mais

Allianz Acidentes Pessoais Individual

Allianz Acidentes Pessoais Individual Allianz Acidentes Pessoais Individual Prezado(a) cliente, Parabéns! Você acaba de adquirir o Allianz Acidentes Pessoais Individual, um dos seguros mais completos do mercado, desenvolvido especialmente

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005463/99-80 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE DOENÇA TERMINAL DT 1. Objetivo do Seguro...2 2. Definições...2 3. Garantias do Seguro... 2 4. Riscos

Leia mais

Harmonia Corretora de Seguros Manual para Sinistro em Seguros de Vida e Acidentes Pessoais

Harmonia Corretora de Seguros Manual para Sinistro em Seguros de Vida e Acidentes Pessoais Harmonia Corretora de Seguros Manual para Sinistro em Seguros de Vida e Acidentes Pessoais CONCEITO DE ACIDENTE PESSOAL: "Para fins de seguro, Acidente Pessoal é o evento exclusivo e diretamente externo,

Leia mais

546 mai/2013. Condições Gerais Vida Inteira

546 mai/2013. Condições Gerais Vida Inteira 546 mai/2013 Condições Gerais Vida Inteira ÍNDICE 1) OBJETIVO DO SEGURO 3 2) DEFINIÇÕES 3 3) COBERTURAS DO SEGURO 4 4) RISCOS EXCLUÍDOS 5 5) ÂMBITO GEOGRÁFICO DA COBERTURA 5 6) CARÊNCIAS 5 7) ACEITAÇÃO

Leia mais