SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS"

Transcrição

1 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM DEZEMBRO/2013

2 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL DISPONIBILIZADO - BRASIL (R$ BILHÕES) 157* 32,6 27,2 5,4 53,4 46,5 39,5 44,4 123, , , , /04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 *previsão CRÉDITO EMPRESARIAL FAMILIAR Fonte: MAPA - MDA 2

3 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO EMPRESARIAL - BRASIL (R$ BILHÕES) 122,6 136* 65,9 64,9 86, ,2 93, ,2 115,2 35,2 27,2 41,9 42, ,5 44, /04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 *previsão DISPONIBILIZADO UTILIZADO Fonte: SPA/MAPA 3

4 (R$ BILHÕES) EVOLUÇÃO DO CRÉDITO PRONAF - BRASIL 21* ,4 7 5, ,8 8,1 13 9,5 11,5 11,4 12,9 4,4 03/04 04/05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 *previsão DISPONIBILIZADO UTILIZADO Fonte: MDA - BACEN 4

5 RECURSOS APLICADOS jan/2012 a dez/2012 BRASIL AGRÍCOLA Custeio Investimento Comercialização Algodão ,81 255, ,95 Arroz , ,25 Café , , ,99 Cana de açúcar , , ,62 Feijão , ,20 Laranja , , ,70 Milho , ,51 Soja , ,66 Trigo , ,10 Outros , , ,19 Total¹ , , ,17 Total² ,73 Créditos à Cooperativa³ ,58 TOTAL ,31 17% 13% 47% 23% Fonte: BACEN - MAPA Custeio Investimento Comercialização Cooperativas 5

6 RECURSOS APLICADOS jan/2012 a dez/2012 BRASIL Pecuária Custeio Investimento Comercialização Avicultura , , ,20 Bovinos Carne , , ,70 Bovinos Leite , , ,20 Caprinos 7.026, ,00 Ovinos , ,00 Suínos , , ,50 Outros , , ,10 Total¹ , , ,70 Total² ,80 9% 43% 48% Custeio Investimento Comercialização Fonte: BACEN - MAPA 6

7 EVOLUÇÃO DOS RECURSOS FINANCEIROS APLICADOS ano civil 16,25 (R$ BILHÕES) 14,31 12,35 9,91 10,54 7,68 6,28 5 3,65 4,8 2,99 3,71 3,01 1,63 1,93 2,29 1,6 1,67 0,27 1,22 0,5 0,7 1,11 0,13 0,56 0,66 0,88 0,97 1,21 8,74 7,62 5,97 6,2 6,61 4,61 3,6 2,99 2,14 2,3 2,74 3,09 2,04 2,9 1, Total Custeio Investimento Comercialização Fonte: Banco Central do Brasil Considerando Fontes advindas de bancos públicos e privados. DEAGRI/SPA/MAPA 7

8 RECURSOS FINANCEIROS APLICADOS na safra 2012/2013 Banco do Brasil Agricultura Empresarial Contratos Recursos (R$mil) Evolução % Custeio ,3 Investimento ,9 Comercialização ,4 Outros Total ,5 Agricultura Familiar Custeio ,7 Investimento ,1 Total ,4 Total ,5 Sicoob - Crediminas Recursos Aplicados (R$mil) Investimento Custeio Comercialização Modeagro Pronamp Pronaf Outros Total TOTAL APLICADO: R$ ,00 APLICAÇÃO PREVISTA PARA A SAFRA 2013/2014: R$ 12 BILHÕES PELO BANCO DO BRASIL Fonte: Banco do Brasil, Sistema Sicoob Crediminas. Setembro/

9 RECURSOS FINANCEIROS APLICADOS E NÚMEROS DE CONTRATOS POR SAFRA 10,9 R$ bilhões nº contratos (mil) 9,1 8,2 7,2 5,1 5,1 3,6 3,8 2, /05 05/06 06/07 07/08 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 *Valor contabilizado a partir de 1º de julho de 2013 até outubro/2013. Fonte: Banco do Brasil. Novembro/2013 9

10 RECURSOS FINANCEIROS APLICADOS na safra 2012/2013 Fonte: Banco do Brasil. Novembro/2013 Produtos Valores R$ milhões Contratos Café 2.782, Bovinos - Leite 1.079, Bovinos - Carne 1.005, Milho 855, Soja 654, Bovinos - Misto 412, Laticínios 360, Fornecimento a Cooperados 265,52 63 Cana de açúcar 234, Tratores 195, Suinocultura 183, Máquinas e Implementos 176, Pastagem 168, Colhedoras 157, Florestas 149, Outros 2.306, Total ,

11 RECURSOS FINANCEIROS APLICADOS na safra 2012/2013 Regiões de Planejamento Valores R$ milhões Contratos Alto Paranaíba 1.752, Central 1.383, Centro-Oeste de Minas 1.008, Jequitinhonha/Mucuri 297, Zona da Mata 750, Noroeste de Minas 966, Norte de Minas 460, Rio Doce 471, Sul de Minas 2.541, Triângulo 1.353, Total , Fonte: Banco do Brasil. Novembro/

12 DISTRIBUIÇÃO DO CRÉDITO APLICADO na safra 2012/2013 CRÉDITO: R$ 10,9 BILHÕES 9% 4% 4% 6% CONTRATOS: 164 mil 12% 6% 16% 8% 13% 9% 4% 9% 3% 5% 9% 8% 7% 17% Fonte: Banco do Brasil. Novembro/ % 28% 12

13 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO APLICADO primeiro trimestre da safra 2013/2014 Regiões de Planejamento Safra 2012/2013 Safra 2013/2014 R$ mil Contratos R$ mil Contratos Alto Paranaíba , , Central , , Centro Oeste , , Jequitinhonha/Mucuri , , Zona da Mata , , Noroeste , , Norte de Minas , , Rio Doce , , Sul de Minas , , Triângulo , , TOTAL , , Fonte: Banco do Brasil Dados de Novembro/2013 referentes aos meses de Julho/Agosto/Setembro/

14 R$ milhões EVOLUÇÃO DO CRÉDITO APLICADO primeiro trimestre da safra 2013/ % -30% % -25% -3% 62% 8% 18% 21% 25% 0 1º trimestre Safra 12/13 1º trimestre Safra 13/14 Fonte: Banco do Brasil Dados de Novembro/2013 referentes aos meses de Julho/Agosto/Setembro/

15 contratos EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE CONTRATOS primeiro trimestre da safra 2013/ % 37% 10% 175% 30% 58% 135% 36% 7% 35% 1º trimestre Safra 12/13 Fonte: Banco do Brasil Dados de Novembro/2013 referentes aos meses de Julho/Agosto/Setembro/

16 Mesorregião EVOLUÇÃO DO PROGRAMA ABC 2011/ / /2014 Contratos R$ mil Contratos R$ mil Contratos R$ mil Campo das Vertentes , , ,2 Central Mineira , , ,1 Jequitinhonha , , ,7 Metropolitana de BH , , ,8 Noroeste de Minas , , ,4 Norte de Minas , , ,9 Oeste de Minas , , ,2 Sul/Sudoeste de Minas , , ,8 Triângulo/Alto Paranaíba , , ,8 Vale do Mucuri , , ,3 Vale do Rio Doce , , ,4 Zona da Mata , , ,9 TOTAL , , ,1 16

17 12 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA E ECONOMIA AGRÍCOLA Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/nº - Bairro Serra Verde, Prédio Gerais 10º andar, Belo Horizonte - MG CEP: Telefone: (31)

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS Maio/2014 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL DISPONIBILIZADO - BRASIL (R$ BILHÕES)

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO CRÉDITO RURAL EM MINAS GERAIS JANEIRO/2014 EVOLUÇÃO DO CRÉDITO RURAL DISPONIBILIZADO - BRASIL (R$ BILHÕES)

Leia mais

Dezembro/2015 Belo Horizonte - MG

Dezembro/2015 Belo Horizonte - MG SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Dezembro/2015 Belo Horizonte - MG 2 03. Apresentação ÍNDICE 04. Dados de Minas Gerais 05. Área,

Leia mais

Julho/2015 Belo Horizonte - MG

Julho/2015 Belo Horizonte - MG SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Julho/2015 Belo Horizonte - MG 2 03. Apresentação ÍNDICE 04. Dados de Minas Gerais 05. Área, Produção

Leia mais

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio Diretoria de Agronegócios BB e o Agronegócio Importância do Agronegócio no Brasil + 35% nas exportações do país 197,9 40,9% 41,1% 37,4% 55,1 58,2 60,4 20,6 23,8 24,8 41,9% 73,1 30,6 160,6 40,4% 137,5 118,3

Leia mais

PREÇOS CORRENTES 14/08/2015

PREÇOS CORRENTES 14/08/2015 PREÇOS CORRENTES 14/08/2015 SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Cotações Base Agrícola 05. Açúcar 07.

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro

Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro Maringá(PR) 18.05.2012 Bilhões de Pessoas Cenário Global Demanda População Mundial Mundial por Alimentos Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro Cenário Global Urbanização 1,34 bi hab. 1,2 bi hab.

Leia mais

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural VP Negócios Emergentes SN Agronegócios Crédito Rural Agronegócio no Brasil fonte: SECEX/MDIC PIB Brasil 2013 R$ 4.838 bi Agronegócios R$ 1.020 bi * 21.08% US$ Bilhões 300 250 200 Exportações Brasileiras

Leia mais

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio São Paulo, 22 de Setembro de 2015 Parece que estamos decolando ECONOMIA A BRASILEIR Agronegócio - Balança Comercial

Leia mais

PREÇOS CORRENTES 14/01/2014

PREÇOS CORRENTES 14/01/2014 PREÇOS CORRENTES 14/01/2014 SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Cotações Base Agrícola 05. Açúcar 07.

Leia mais

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE.

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. PRODUTOR RURAL: fale com o gerente do seu banco e saiba como ter acesso aos créditos e benefícios do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015. DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. Para

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010

Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010 Plano Agrícola e Pecuário 2009/2010 EDILSON GUIMARÃES Secretário de Política Agrícola Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 26 de junho de 2009 Principais Objetivos do PAP 2009-2010 Aumentar

Leia mais

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 Água Energia Evolução da População Mundial 1950 2011 2050 2,5 bi 7,5 bi 9,3 bi Evolução dos Famintos 1950 2011 2050 0,5 bi 0,9 bi 1,3 bi Alimentos Lixo Pobreza

Leia mais

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências AMCHAM 13 de Julho de 2016 Agronegócio - Balança Comercial - US$ Bilhões Fonte: WTO. Elaboração MBAGro. Brasil: Liderança Global no Agronegócio Suco de laranja

Leia mais

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO. PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Janeiro/2015 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Rural 05. Habitantes no

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO (VBP) AGROPECUÁRIO Julho/2015 R$ milhões VBP PRINCIPAIS PRODUTOS AGRÍCOLAS LAVOURAS

Leia mais

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos www.imea.com.br Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos Daniel Latorraca Superintendente Agenda Visão da cadeia de grãos nos últimos 10 anos Visão da pecuária nos últimos

Leia mais

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF)

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF) 23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ Restinga Seca - RS 21-02-2013 Protagonista do Agronegócio Mundial Brasil Protagonista do Agronegócio Mundial População crescerá 2,15 bilhões de habitantes até 2050, elevando

Leia mais

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio Junho de GILMAN VIANA RODRIGUES SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MATRIZ ENERGÉTICA MUNDIAL EVOLUÇÃO DO USO DE FONTES

Leia mais

Principais Objetivos PAP 2011/2012

Principais Objetivos PAP 2011/2012 Cenário Cenário Cenário Baixos estoques mundiais de alimentos Tendência de elevação gradual da Selic Relativa estabilidade da taxa de câmbio Preços agrícolas em níveis historicamente elevados Crescente

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL Março/2014 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População

Leia mais

Estrutura produtiva: 370 unidades e mais de 1000 municípios com atividade vinculadas à indústria sucroenergética no país.

Estrutura produtiva: 370 unidades e mais de 1000 municípios com atividade vinculadas à indústria sucroenergética no país. PERFIL DA PRODUÇÃO Estrutura produtiva: 370 unidades e mais de 1000 municípios com atividade vinculadas à indústria sucroenergética no país. 935 mil empregos formais (RAIS 2014). Divisas Externas: US$

Leia mais

Financiamento Agropecuário na Safra 2015/16. Relatório Julho 2015 a Março 2016 (01/04/2016)

Financiamento Agropecuário na Safra 2015/16. Relatório Julho 2015 a Março 2016 (01/04/2016) Financiamento Agropecuário na Safra 2015/16 Relatório Julho 2015 a Março 2016 (01/04/2016) Balanço dos Financiamentos no Plano Agrícola e Pecuário 2015/16 Finalidade (R$ milhões) jul/2013 - mar/2014 jul/2014

Leia mais

Dezembro/2014 Belo Horizonte - MG

Dezembro/2014 Belo Horizonte - MG SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Dezembro/2014 Belo Horizonte - MG 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Dados Gerais do PIB do Agronegócio

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. MÁRCIO NOME Nº 7º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

PREÇOS CORRENTES 15/03/2013

PREÇOS CORRENTES 15/03/2013 PREÇOS CORRENTES 15/03/2013 SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. Cotações Base Agrícola 05. Açúcar 07.

Leia mais

Meio Rural X Meio Agrário:

Meio Rural X Meio Agrário: Introdução Rural X Urbano: Urbano: presença de construções (casas, prédios, comércio, escolas, hospitais, etc.); Rural: presença maior da natureza e atividades agrárias; Meio Rural X Meio Agrário: Rural:

Leia mais

LSPA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Dezembro de Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil

LSPA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Dezembro de Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil Diretoria de Pesquisas Coordenação de Agropecuária Gerência de Agricultura LSPA Dezembro de 2013 Levantamento Sistemático da Produção Agrícola Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas

Leia mais

Quadro resumo do crédito do Pronaf

Quadro resumo do crédito do Pronaf Pronaf custeio Quadro resumo do crédito do Pronaf 2016-2017 Linha Finalidade/empreendimento Condições Encargos (taxa de juros) Para financiamentos destinados ao cultivo de arroz, feijão, mandioca, feijão

Leia mais

Economia Mineira: estrutura produtiva e desempenho recente

Economia Mineira: estrutura produtiva e desempenho recente Economia Mineira: estrutura produtiva e desempenho recente O objetivo deste boxe é apresentar a estrutura da economia mineira, situando-a no contexto nacional, e avaliar a sua evolução recente bem como

Leia mais

ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados

ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA ANO INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO Audiência pública da Comissão de Agricultura Câmara dos Deputados Cesar José de Oliveira MDA 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DO COOPERATIVISMO

Leia mais

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011 PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011 Mais crédito, mais segurança e juros menores. Do Plano Safra 2002/2003 ao Plano Safra 2010/2011, o volume de recursos oferecidos por meio do Pronaf para custeio

Leia mais

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014 Programa ABC Banco do Brasil Safra 2013/2014 Balanço da Safra 2012/2013 Plano Safra 2012/2013 Crédito Rural - Desembolsos R$ 61,5 bilhões CRESCIMENTO de 28% em relação à safra anterior R$ 6,5 bilhões acima

Leia mais

Tabela de produtos esquema de rebate 7 (Janeiro 2013) COD PRODUTO CONSIDERAR RELATORIO

Tabela de produtos esquema de rebate 7 (Janeiro 2013) COD PRODUTO CONSIDERAR RELATORIO Tabela de produtos esquema de rebate 7 (Janeiro 2013) COD PRODUTO CONSIDERAR RELATORIO 90001 AVICULTURA INTEGRADA 0.10 1 90002 SUINOCULTURA INTEGRADA 0.10 1 3500 ALHO 0.30 2 11500 CEBOLA 0.30 2 21219 QUEIJOS

Leia mais

NÚMEROS DA PECUÁRIA PARANAENSE Ano 2017

NÚMEROS DA PECUÁRIA PARANAENSE Ano 2017 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA RURAL Elaboração: SEAB/DERAL/DCA/PECUÁRIA Data: 04/01/2017 NÚMEROS DA PECUÁRIA PARANAENSE Ano

Leia mais

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações.

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. PISCICULTURA CUSTEIO INVESTIMENTO Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. financiar as despesas normais de custeio da produção agrícola e pecuária. Linhas de Crédito

Leia mais

Crédito Agro Principais Linhas de Crédito. Fortaleza (CE), maio de 2014

Crédito Agro Principais Linhas de Crédito. Fortaleza (CE), maio de 2014 Crédito Agro Principais Linhas de Crédito Fortaleza (CE), maio de 2014 Agricultura Familiar Principais Linhas de Crédito Pronaf Custeio - Beneficiários: Agricultores familiares, exceto dos grupos A e B;

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

A MANDIOCA NA AGRICULTURA FAMILIAR

A MANDIOCA NA AGRICULTURA FAMILIAR A MANDIOCA NA AGRICULTURA FAMILIAR 13º CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA Kelma Christina M. S. Cruz Botucatu/SP, 15 de julho de 2009 SISAN Alimentação Escolar PAA Política de Abastecimento Sociobio diversidade

Leia mais

AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO AMEAÇAS E OPORTUNIDADES PARA O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Junho/2008 Três Pontas/MG Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento DIMENSÃO DEMOGRÁFICO DIMENSÃO SOCIOECONÔMICA DIMENSÃO SEGURANÇA

Leia mais

Diretoria de Agronegócios. Safra 2013/2014

Diretoria de Agronegócios. Safra 2013/2014 Diretoria de Agronegócios Safra 2013/2014 Agricultura Empresarial Custeio Custeio MCR 6.2 e MCR 6.4 Equalizado 1) Limite recursos controlados: R$ 800 mil, por beneficiário/safra, independentemente da cultura;

Leia mais

O BB em Mato Grosso 1.968. Posição em Agosto/2011. Agências 571. Pontos de Atendimento. PABs + PAEs. Correspondentes. Terminais de Autoatendimento

O BB em Mato Grosso 1.968. Posição em Agosto/2011. Agências 571. Pontos de Atendimento. PABs + PAEs. Correspondentes. Terminais de Autoatendimento O BB em Mato Grosso Agências 571 Posição em Agosto/2011 Terminais de Autoatendimento Municípios com Presença do BB 267 Correspondentes 202 Número de Municípios com Presença do BB 897 126 102 PABs + PAEs

Leia mais

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Agosto de 2014 Mapa agrícola brasileiro registrou alterações relevantes nos últimos 20 anos, em busca de espaço para expansão da fronteira agrícola com custos mais competitivos Departamento de Pesquisas

Leia mais

AGRONEGÓCIO NO BRASIL O CAMPO E A GERAÇÃO DE RIQUEZA MODELOS DE FINANCIAMENTO E NOVAS FONTES RENATO BURANELLO

AGRONEGÓCIO NO BRASIL O CAMPO E A GERAÇÃO DE RIQUEZA MODELOS DE FINANCIAMENTO E NOVAS FONTES RENATO BURANELLO AGRONEGÓCIO NO BRASIL O CAMPO E A GERAÇÃO DE RIQUEZA MODELOS DE FINANCIAMENTO E NOVAS FONTES RENATO BURANELLO RENATO BURANELLO Doutor e Mestre em Direito Comercial pela Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

Ações de apoio à Produção Agrícola Gilson Bittencourt

Ações de apoio à Produção Agrícola Gilson Bittencourt Ações de apoio à Produção Agrícola Gilson Bittencourt gilson.bittencourt@fazenda.gov.br 1 Ações de apoio à Produção Agrícola Safra 2008/2009 Lançamento do Plano de Safra da Agricultura Empresarial com

Leia mais

O papel do cooperativismo na segurança alimentar. Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR

O papel do cooperativismo na segurança alimentar. Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR O papel do cooperativismo na segurança alimentar Robson Mafioletti Eng. Agrônomo, Msc. Economia Aplicada Superintendente da OCEPAR 41-3200 1102 SEGURANÇA ALIMENTAR TECNOLOGIA INDICADORES DO AGRONEGÓCIO

Leia mais

SEGURO RURAL PSR. Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural Privado

SEGURO RURAL PSR. Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural Privado SEGURO RURAL PSR Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural Privado O QUE É O PSR Apoio do Governo Federal ao produtor rural para contratação de apólice de seguro rural, por meio de subvenção econômica.

Leia mais

Fernando Penteado Secretário Executivo

Fernando Penteado Secretário Executivo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista O Banco do Agronegócio Familiar FEAP-BANAGRO Fernando Penteado Secretário Executivo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (FEAP) O que é o FEAP É um Fundo

Leia mais

Regularização da comercialização de produtos de origem animal nos MLP s Luciana Rapini

Regularização da comercialização de produtos de origem animal nos MLP s Luciana Rapini Regularização da comercialização de produtos de origem animal nos MLP s Luciana Rapini Coordenadora do Programa do Queijo Minas Artesanal Saúde Pública Produtos de origem animal: - derivados lácteos, cárneos,

Leia mais

A CRISE DA SUINOCULTURA BRASILEIRA. Marcelo Dias Lopes Presidente Associação Brasileira dos Criadores de Suínos - ABCS

A CRISE DA SUINOCULTURA BRASILEIRA. Marcelo Dias Lopes Presidente Associação Brasileira dos Criadores de Suínos - ABCS A CRISE DA SUINOCULTURA BRASILEIRA Marcelo Dias Lopes Presidente Associação Brasileira dos Criadores de Suínos - ABCS Suinocultura Brasileira: Grandes Resultados 1,65 Milhão de Matrizes Tecnificadas 3,4

Leia mais

I - COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO

I - COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO I - COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO 1) COOPERATIVA DOS EMPRESÁRIOS RURAIS DO TRIÂNGULO MINEIRO CERTRIM - Fundação: 18-01-1966 - Nº de Associados: 4.380 - Matriz: Av. Barão do Rio Branco nº 534, bairro São Benedito

Leia mais

O que falaram os censos do IBGE

O que falaram os censos do IBGE O que falaram os censos do IBGE Eliseu Alves Pesquisador, Assessor do Diretor-Presidente da Embrapa Seminários Temas Estratégicos, Embrapa Estudos e Capacitação, Brasiília, 23 de junho de 2012 Autores

Leia mais

Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES

Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES Competitividade da Agropecuária Brasileira no Atual Cenário 6º CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTILIZANTES André Nassar São Paulo, 29/8/216 Sumário 1. O Agro na economia brasileira 2. Demanda por produtos agropecuários

Leia mais

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 AGE - ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA Chefe da AGE: Derli Dossa. E-mail: derli.dossa@agricultura.gov.br Equipe Técnica: José Garcia Gasques. E-mail: jose.gasques@agricultura.gov.br

Leia mais

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL Ideias Centrais Metodologia de Construção do Programa Quatro instâncias: 1. Fóruns de discussão regionalizados Um coordenador regional; Espaço de discussão permanente; Diálogo

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária

Leia mais

A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo. Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos

A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo. Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos A Importância da Carne de Porco e seus Derivados no Mundo Fabiano Coser Diretor Executivo Associação Brasileira dos Criadores de Suínos Brasília Capital do Brasil "Deste Planalto Central, desta solidão

Leia mais

ITABIRA. Tabela 1. Estrutura Fundiária do Município de Itabira

ITABIRA. Tabela 1. Estrutura Fundiária do Município de Itabira ITABIRA Aspectos gerais O município de Itabira pertence à microrregião de Itabira, e à mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte, conta com uma área de 1.256,5 Km 2 Com uma altitude máxima de 1.672m

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar Maio de 2014 AGRICULTURA FAMILIAR LEI Nº 11.326, DE 24 DE JULHO DE 2006 Art. 3º considera-se agricultor familiar e empreendedor familiar rural

Leia mais

Seguros Rurais Mais do que Apólices. Aline A. Milani 10/2015

Seguros Rurais Mais do que Apólices. Aline A. Milani 10/2015 Seguros Rurais Mais do que Apólices Aline A. Milani 10/2015 Grandezas do Agronegócio Brasileiro Cria aproximadamente 37% de todos os empregos do País Responde por aproximadamente 39% das exportações Cerca

Leia mais

A Agricultura do Brasil e do Paraná

A Agricultura do Brasil e do Paraná Governo do Estado do Paraná A Agricultura do Brasil e do Paraná Políticas Públicas para a Produção de Biodiesel Orlando Pessuti Vice-Governador Abril/2007 BRASIL 5º Maior país do mundo PIB de US$ 1,0 trilhão

Leia mais

Art. 3º O PNCRC/Vegetal 2010/2011 inicia-se em julho de 2010 e tem vigência até junho de 2011.

Art. 3º O PNCRC/Vegetal 2010/2011 inicia-se em julho de 2010 e tem vigência até junho de 2011. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 21, DE 2 DE SETEMBRO DE 2010 O SECRETÁRIO SUBSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO MINISTÉRIO DA

Leia mais

PANORAMA DA AGROPECUÁRIA

PANORAMA DA AGROPECUÁRIA PANORAMA DA AGROPECUÁRIA SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO BELO HORIZONTE-MG NOVEMBRO/2006 ÍNDICE 1. Estado de Minas Gerais 2. Informações do Agronegócio 3. Produção agrícola

Leia mais

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional

Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável. Financiamento do Desenvolvimento Regional Banco do Brasil Desenvolvimento Sustentável Financiamento do Desenvolvimento Regional Desenvolvimento Regional Sustentável - DRS Visão Participativa - Concertação BB Associações Universidades Região Empresas

Leia mais

ABERTURA SEXTA-FEIRA DIA 27

ABERTURA SEXTA-FEIRA DIA 27 IX FESTIVAL ESTADUAL NOSSA ARTE PROGRAMAÇÃO ABERTURA SEXTA-FEIRA DIA 27 festival * outras apresentações poderão ser incluídas na programação até o DIA 10/03- Abertura da exposição de artesanato, artes

Leia mais

Financiamentos para o Agronegócio

Financiamentos para o Agronegócio Financiamentos para o Agronegócio Banco do Brasil Maior Parceiro do Agronegócio Carteira em Dez/2012 R$ 100 bilhões Banco do Brasil Sustentabilidade e Meio Ambiente Programa ABC Em Dezembro de 2012 R$

Leia mais

Lançamento do Plano Safra 2012/2013 Banco do Brasil

Lançamento do Plano Safra 2012/2013 Banco do Brasil Lançamento do Plano Safra 2012/2013 Banco do Brasil Plano Safra 2011/2012 Volume de crédito rural desembolsado R$ 2.965,9 bilhões CRESCIMENTO de 59,8% Plano Safra 2011/2012 Comparativo: Safras 2010/2011

Leia mais

ANÁLISE DAS MUDANÇAS AS NO EMPREGO RURAL: o desempenho da agricultura familiar

ANÁLISE DAS MUDANÇAS AS NO EMPREGO RURAL: o desempenho da agricultura familiar Seminário Análise dos Resultados da PNAD 2004 ANÁLISE DAS MUDANÇAS AS NO EMPREGO RURAL: o desempenho da agricultura familiar Prof. Dr. Sergio Schneider Deptº Sociologia e PGDR - UFRGS Algumas considerações

Leia mais

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2009/2010 MAISAGRICULTURA FAMILIAR PARA MAIS BRASILEIROS

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2009/2010 MAISAGRICULTURA FAMILIAR PARA MAIS BRASILEIROS PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2009/2010 MAISAGRICULTURA FAMILIAR PARA MAIS BRASILEIROS Fortalecimento e ampliação das políticas públicas O Plano Safra da Agricultura Familiar 2009/2010 fortalece

Leia mais

Palavras-chave: Valor da produção municipal. PIB agropecuário. Produção agropecuária.

Palavras-chave: Valor da produção municipal. PIB agropecuário. Produção agropecuária. A evolução do PIB Agropecuário dos Municípios Osni Morinishi Rocha Resumo: A importância do crescimento da produção agropecuária municipal na formação do produto interno bruto municipal e, por conseguinte,

Leia mais

BOM DIA, SÔ JOÃO! BOM DIA, DONA ESPERANÇA!

BOM DIA, SÔ JOÃO! BOM DIA, DONA ESPERANÇA! ESTE MATERIAL FOI PREPARADO PELA EQUIPE DA SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO PARA QUE VOCÊ POSSA SABER MAIS SOBRE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA RURAL DE TERRAS DEVOLUTAS. VAMOS COMEÇAR? A HISTÓRIA

Leia mais

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO

CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO SEGUE FIRME NO ANO O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro estimado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados

Leia mais

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural

O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural 7º Seminário Estadual de Agricultura O Desenvolvimento da Agricultura e Política Rural Deputado Estadual José Milton Scheffer Vice-Presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da ALESC Território

Leia mais

SISTEMA SINDICAL RURAL ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE

SISTEMA SINDICAL RURAL ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE ESPAÇO RESERVADO PARA O NOME DO PALESTRANTE QUEM SOMOS? Entidade sindical Por quê? Reconhecidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego Sindicato: 1º grau FAEMG: 2º grau CNA: 2º grau ORGANIZAÇÃO E ATUAÇÃO

Leia mais

*Consulte informações no site. LINHA DE FINANCIAMENTO PARA O VALE DO RIBEIRA. TAXA DE JURO ZERO* E LONGO PRAZO PARA APOIAR O DESENVOLVIMENTO DO VALE.

*Consulte informações no site. LINHA DE FINANCIAMENTO PARA O VALE DO RIBEIRA. TAXA DE JURO ZERO* E LONGO PRAZO PARA APOIAR O DESENVOLVIMENTO DO VALE. LINHA DE FINANCIAMENTO PARA O VALE DO RIBEIRA. TAXA DE JURO ZERO* E LONGO PRAZO PARA APOIAR O DESENVOLVIMENTO DO VALE. OBJETIVO Promover o desenvolvimento econômico dos municípios situados na região do

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Setembro de 2012 A política agrícola anunciada para a agricultura empresarial se caracterizou por assegurar o necessário apoio ao produtor rural.

Leia mais

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira Vice Presidente FARSUL Terra arável disponível, por pessoa no mundo Brasil EUA Rússia Índia China União Européia Congo Austrália

Leia mais

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO C E N Á R I O S - A G R O N E G Ó C I O 2 3 CRESCIMENTO POPULACIONAL

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa Índice de Confiança do Agronegócio Realização Parceiros Pesquisa Motivações Motivações Medir, trimestralmente, as expectativas dos diferentes agentes do agronegócio, como indústria de insumos, cooperativas,

Leia mais

Rata Esporte Clube vence o Campeonato do Lixão

Rata Esporte Clube vence o Campeonato do Lixão Rata Esporte Clube vence o Campeonato do Lixão Foi realizada domingo, 4, em Santanense, a final do Campeonato do Lixão. No jogo que encerrou a competição, o Rata Esporte Clube venceu Os Margosos por 2

Leia mais

1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL

1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA 1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL Tema: Políticas Públicas no Brasil para o Desenvolvimento da Pecuária Sustentável Plano ABC Elvison

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS DE MINAS GERAIS 2008

PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS DE MINAS GERAIS 2008 PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS DE MINAS GERAIS 2008 INTRODUÇÃO O Produto Interno Bruto dos Municípios é um trabalho realizado pelos órgãos estaduais de estatística sob a coordenação do IBGE; em Minas

Leia mais

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Avião Brasil e a Recuperação da Economia Parece que estamos decolando DESEQUILÍBRIO

Leia mais

Pedro Loyola Federação da Agriculturas do Estado do Paraná (FAEP) - Brasil ALASA 2012 - QUEBEC - CANADA

Pedro Loyola Federação da Agriculturas do Estado do Paraná (FAEP) - Brasil ALASA 2012 - QUEBEC - CANADA Pedro Loyola Federação da Agriculturas do Estado do Paraná (FAEP) - Brasil ALASA 2012 - QUEBEC - CANADA SEGURO RURAL EVOLUÇÃO PSR 2005-2014 SITUAÇÃO 2015 ORÇAMENTO PSR 2016 NOVAS REGRAS 2016-2018 CONCLUSÕES

Leia mais

PANORAMA MACROECONÔMICO FÓRUM FINANCEIRO, COPLACANA PIRACICABA 30/11/2015

PANORAMA MACROECONÔMICO FÓRUM FINANCEIRO, COPLACANA PIRACICABA 30/11/2015 PANORAMA MACROECONÔMICO FÓRUM FINANCEIRO, COPLACANA PIRACICABA 30/11/2015 Contas Nacionais Contas Nacionais Contas Nacionais Contas Nacionais Contas Nacionais Inflação Taxa de Câmbio Taxa de Câmbio Taxa

Leia mais

Divisão Geoeconômica

Divisão Geoeconômica Divisão Geoeconômica Essa divisão (ou regionalização) foi proposta pelo geógrafo em 1967 (a do IBGE atual se baseia na de 1969). Nela o Brasil é dividido em três regiões econômicas: Amazônia, Nordeste

Leia mais

Aula9 A ECONOMIA BRASILEIRA. Débora Barbosa da Silva

Aula9 A ECONOMIA BRASILEIRA. Débora Barbosa da Silva Aula9 A ECONOMIA BRASILEIRA META Levar o aluno a compreender a organização econômica do Brasil e sua participação no mercado mundial. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: Conhecer os diferentes

Leia mais

Agenda Estratégica Priorizada... 32

Agenda Estratégica Priorizada... 32 Sumário Apresentação................................................................... 8 Metodologia................................................................... 9 Apresentação...................................................................

Leia mais

Cooperativismo Agropecuário

Cooperativismo Agropecuário Cooperativismo Agropecuário rio Camara Temática de Insumos Agropecuários Paulo Cesar Dias Junior Brasília, 25 de novembro de 2013 Sistema OCB. Você participa. Todos crescem. OCB: Atuação Representação

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

Crédito Rural. Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011

Crédito Rural. Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011 Ciclo de Palestras e Debates Crédito Rural Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011 CONTEXTUALIZAÇÃO FINANCIAMENTO DO AGRONEGÓCIO BNDES LINHAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO

Leia mais

Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário

Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário Janeiro - 2011 Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar Programa Nacional de Fortalecimento Da Agricultura Familiar OBJETIVO Fortalecer

Leia mais

V AVISULAT Porto Alegre/RS

V AVISULAT Porto Alegre/RS V AVISULAT Porto Alegre/RS Avanços e desafios para o agronegócio brasileiro no mercado externo. Eduardo Sampaio Marques Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio SRI/MAPA Panorama do Agronegócio

Leia mais

CONCEITOS DA CONTABILIDADE RURAL

CONCEITOS DA CONTABILIDADE RURAL CONCEITOS DA CONTABILIDADE RURAL Instituto Federal Goiano Disciplina de Elaboração e Gestão de Projetos Agronegócio (Noturno) Bruno Maia, Eng Agrônomo, M. Sc. ROTEIRO Classificação das atividades agrícolas.

Leia mais

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes moraes.luis@terra.com.br Entendendo o problema 38%: prop. rurais 4%: urbano 58%: qual destinaçã ção? 58%: ponto de partida do

Leia mais

PORTARIA Nº 195, DE 30 DE JULHO DE 2014.

PORTARIA Nº 195, DE 30 DE JULHO DE 2014. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Dat a de atuali zação: 12.12.2016 Secretaria de Defesa Agropecuária SDA EUROFINS DO BRASIL ANÁLISES DE ALIMENTOS Nome Empresarial: EUROFINS DO BRASIL

Leia mais