Curso de Biologia Exercício

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "www.profdorival.com.br Curso de Biologia Exercício"

Transcrição

1 Curso de Biologia Exercício Questão 01 Os estudos com o RNA ribossômico, em diferentes espécies, revelou semelhanças e diferenças nas seqüências nucleotidicas. As diferenças constatadas nos rrnas podem ser reconhecidas como a) mutações sofridas pelo RNA. b) erros ocorridos no processo da transcrição. c) variações em seqüências dos ribonucleotídeos. d) mutações de posições, entre grupos fosfato e pentose, nas moléculas de rrnas. e) variações no código genético dessas diferentes espécies. Questão 02 No decorrer da primeira metade do século XX, o bioquímico austríaco Erwin Chargaff e colaboradores, analisando amostras do DNA de diversas espécies, constataram que o número de moléculas de adenina era muito similar ao número de moléculas de timina e que o número de moléculas de guanina era também similar ao número de moléculas de citosina. Identifique, na estrutura do DNA, a característica que é compatível com esses dados. Questão 03 A figura esquematiza as bases moleculares da anemia falciforme, doença hereditária que afeta a hemoglobina, o q u e r e p e r c u t e n a f o r m a d a s h e m á c i a s, desencadeando, assim, uma série de sintomas, como cansaço físico, anemia, dor, febre, déficit funcional dos órgãos, etc. A partir da análise da ilustração, pode-se afirmar que a alteração do material genético responsável pela anemia falciforme 01 ) surge pela substituição de um único nucleotídeo. 02) é restrita ao processo de transcrição. 03) envolve alteração simultânea em quatro códons. 04) conduz à troca do aminoácido valina por ácido glutâmico. 05) constitui um exemplo de aneuploidia. Questão 04 A interpretação de fenômenos biológicos passa, preliminarmente, pela compreensão da constituição química e da estrutura celular e de suas interrelações para o estabelecimento da dinâmica da celula. Uma condição básica para esse entendimento é reconhecer que 01) a localização do DNA, no núcleo, é fundamental para essa relação. 02) as proteínas e os ácidos nucléicos são formados pelas mesmas unidades monoméricas. 03) o DNA nuclear é produzido a partir de cópia do RNA citossólico. 04) a seqüência polinucleotídica do gene define a ordem dos aminoácidos na cadeia polipeptídica. 05) a diversidade de proteínas celulares é inversamente proporcional à diversidade do DNA nuclear. Questão 05 Em 1953, os bioquímicos James Watson e Francis Crick, em um trabalho publicado na revista Nature, apresentaram um modelo para a molécula do DNA. A apresentação desse trabalho pode ser considerada como o mais importante evento do século XX, porque ele apresentava a estrutura de uma molécula que pode explicar 01) o funcionamento químico do gene. 02) o mecanismo básico de obtenção de energia. 03) as propriedades de um homopolímero. 04) a origem da vida sem depender de uma evolução bioquímica. 05) a preservação invariável das características hereditárias. Questão 06 O programa genético de uma célula está contido em sua coleção de moléculas informativa e a expressão dessa informação é encontrada na coleção das proteínas celulares. A conversão da informação em proteínas celulares envolve processos relacionados, que devem propiciar a decodificação da mensagem genética. Essa decodificação subordina-se, basicamente, 01 ) ao estabelecimento de pares corretos entre as bases nitrogenadas. 02) à transformação do DNA em RNA e do RNA em proteínas. 03) à sintese da cadeia polipeptídica a partir da correspondência direta nucleotídeo / aminoácido. 04) à tradução do DNA em RNA e à transcrição do RNA em polipeptídio. 05) à formação da cadeia polipeptídica como filamento complementar do DNA. Questão 07 O modelo estrutural da molécula de DNA proposto por Jim Watson e Francis Crick, em 1953, trabalho científico que Ihes assegurou o prêmio Nobel, satisfazia às exigências especificadas pelos geneticistas, na época, entre outras razões, porque 01) o mecanismo de replicação da molécula impedia a preservação de mutações. 02) os pares de base repetiam-se em seqüências, invariavelmente iguais, ao longo da molécula. 03) cada filamento da dupla hélice seria capaz de orientar a sintese de um filamento complementar. 04) a substância DNA seria constituída por moléculas que sempre apresentavam o mesmo número de pares de nucleotídeos. 05) a variabilidade do material genético, entre as espécies, seria assegurada pelo número de moléculas de DNA. Questão 08

2 O Projeto Genoma Humano estimou em cerca de 30 mil o número de genes de nossa espécie. No entanto sabemos que o corpo humano contém, no mínimo, entre 100 mil e 150 mil tipos diferentes de proteínas. Os cientistas descobriram que uma mesma molécula de pré-rna mensageiro pode sofrer tipos diferentes de splicing (corte e emenda) em diferentes tipos celulares. (Amabis, p. 147) Com base na estrutura dos genes, pode-se considerar como produto do splicing alternativo que 01)! um gene tem informação suficiente para a síntese de uma glicoproteína. 02)! Grandes seqüências não informacionais, nos RNAs mensageiros maduros, continuam ativas. 03)! Os íntrosn, nos pré-mrnas, têm informação para a síntese de uma proteína e os éxons, para outra. 04)! A produção de diferentes proteínas pode estar associada a uma única seqüência nucleotídica. 05)! RNAs mensageiros diferentes podem originar a mesma proteína. Questão 09 O potencial do DNA, para exercer o controle dos processos celulares, passa pela capacidade de 01) proporcionar em todas as células a decodificação completa do genoma. 02) definir as proteínas celulares e controlar a sua síntese. 03) regularizar a distribuição dos genes nos diferentes tecidos do organismo. 04) submeter-se a diferentes códigos genéticos para ser traduzido. 05) manter, de forma invariável, a seqüência de suas bases. Questão 10 Um evento decisivo no mecanismo da decodificação da informação genética para garantir a fidelidade da tradução é 01) o reconhecimento códon/anticódon estabelecido pelo emparelhamento entre trios complementares do RNAt e do RNAm. 02) a formação das ligações peptídicas entre dois aminoácidos, na construção da cadeia polipeptídica. 03) a formação do complexo ribossômico pela associação das suas duas subunidades maior e menor. 04) a ligação correta, através de pontes de hidrogênio, entre o anticódon e um determinado aminoácido. 05) a interação do aminoácido com o seu códon específico. Questão 11 A técnica laboratorial conhecida como PCR (reação de polimerização em cadeia) é uma extraordinária tecnologia na identificação genética, pois consegue, a partir de uma pequena amostra de DNA, obter um número incontável de cópias idênticas do gene. A característica do DNA fundamental para a formação de cópias idênticas é 01) a capacidade do DNA polimerase para selecionar no meio o nucleotídeo correto e transportá-lo para a fita modelo. 02) a divisão equitativa do filamento de DNA da molécula-mãe em dois filamentos-filhos. 03) o emparelhamento específico que se estabelece entre as bases nitrogenadas dos nucleotídeos. 04) a utilização de um filamento de RNA para servir de molde. 05) a habilidade da enzima para determinar a seqüência dos nucleotídeos na molécula do DNA. Questão 12 A figura abaixo ilustra uma técnica utilizada pela engenharia genética na produção de insulina humana. A respeito do conhecimento pertinente a essa técnica, é possível afirmar: 01) A técnica ilustra o processo de formação de organismos clones a partir da introdução do núcleo de células somáticas em óvulos previamente enucleados. 02) A técnica objetiva destruir bactérias parasitas a partir da introdução de genes letais que impedem os processos de transcrição e tradução do material genético bacteriano. 03) O plasmídeo vetor é utilizado nessa técnica para ativar a tradução do material genético introduzido e, consequentemente garantir a produção da proteína bacteriana. 04) O material genético presente no nucleoide bacteriano comanda a síntese de insulina humana a partir da replicação de porções específicas da sua molécula de DNA. 05) A transgenia produz DNA recombinante que, ao ser introduzido no organismo hospedeiro, comanda a formação da estrutura primária de cadeias polipeptídicas específicas. Questão 13 Entre as características do DNA, que define o seu papel como molécula da hereditariedade, destaca-se: 01) a organização polinucleotídica que oferece um molde para produção de moléculas de DNA e RNA. 02) o encadeamento específico de nucleotídeos, impossibilitando a ocorrência de alterações em sua seqüência. 03) a presença de açúcar e de fosfato na constituição dos monômeros na dupla hélice. 04) a capacidade de sintetizar, diretamente, cadeias polipeptídicas em ribossomos citoplasmáticos. 05) a constante degradação e ressíntese das informações genéticas a cada ciclo celular. Questão 14 A figura detalha o mecanismo molecular que envolve a replicação do DNA. A análise do diagrama confirma princípios que sustentam a replicação da molécula do DNA com a eficiência exigida, entre os quais se pode destacar: 01) A base molecular do processo é uma interação espontânea entre

3 as bases, formando pares aleatórios. 02) A fidelidade da replicação exige que a nova fita mantenha a mesma seqüência de bases do filamento modelo. 03) A preservação da seqüência nucleotídica de um gene decorre da inviabilidade de mutações durante a replicação. 04) A ocorrência de várias forquilhas de replicação aumenta o tempo necessário para a duplicação da molécula. 05) A replicação semiconservativa produz moléculas-filha geneticamente idênticas à molécula-mãe original. 01) nos ribossomos. 02) na região do nucléolo. 03) no carioplasma. 04) no citossol. 05) no retículo endoplasmático. Questões 18 e 19 A figura esquematiza processos que estão envolvidos no fluxo da informação genética. Questão 15 A biotecnologia envolvida na obtenção de transgênicos tem como suporte a 01) singularidade de todos os genes no genoma de cada espécie biológica. 02) universalidade dos processos de transcrição e tradução da mensagem genética. 03) grande diferença nos mecanismos de hereditariedade entre as espécies. 04) possibilidade de modificar o cariótipo da espécie, adaptando-a melhor ao ambiente. 05) inibição do mecanismo que controla a expressão de genes estranhos ao organismo. Questões 16 e 17 A figura ilustra, esquematicamente, um estágio na replicação da molécula que contém a informação hereditária. Ouestão 18 A ilustração esquematiza, entre outros processos, 01) o funcionamento de mrna como molécula hereditária. 02) a montagem de uma cadeia polissacarídica. 03) a transcrição do RNA em DNA. 04) a biossíntese de uma molécula de DNA. 05) a tradução da informação genética. Questão 19 A formação da ligação peptídica, evento fundamental para a síntese da proteína, ocorre 01) nos ribossomos. 02) na superfície do retículo endoplasmático liso. 03) no compartimento nuclear. 04) na face interna da membrana celular. 05) nos compartimentos lisossômicos. Questão 16 O mecanismo que garante a fidelidade do processo, de modo a produzir moléculas geneticamente idênticas à molécula-mãe é a 01) replicação semi-conservativa, preservando uma fita antiga. 02) utilização apenas de quatro tipos de nucleotídeos. 03) participação de enzimas específicas para a formação de cada par de bases. 04) ação específica da DNA polimerase para fazer as pontes de hidrogênio. 05) formação de pares de bases púricas e pares de bases pirimídicas Questão 20 A definição que encerra com mais propriedade o significado atual do gene é 01) Conjunto de fragmentos que se desprendem da molécula de DNA para servir diretamente de molde à biossíntese de proteínas. 02) Seqüência nucleotídica que contém uma informação, na maioria das vezes, para a síntese de uma cadeia polipeptídica. 03) Arranjo tridimensional de diferentes tipos de aminoácidos com função estrutural ou catalítica. 04) Molécula constituída de fosfato, açúcar-desoxirribose e uma base nitrogenada púrica ou pirimídica. 05) Associação de nucleotídeos organizados linearmente em um genoma. Questão 17 O processo representado é típico de célula procariótica e realiza-se

4 Questões de 01 a 03 Até recentemente acreditava-se que a produção de metilmercúrio forma mais tóxica do mercúrio, que provoca sérios problemas de saúde acontecia principalmente no sedimento do fundo de rios e lagos. Agora, estudos revelam que o processo é mais intenso em outro microambiente, formado por raízes de plantas aquáticas flutuantes aquapés (Eichhormia crassipes) e detritos, comum em ambientes aquáticos brasileiros, conforme se vê na ilustração. Questão 01 O metilmercúrio MeHg é muito solúvel em gordura, atingindo facilmente o interior das células, e tem efeitos tóxicos variáveis e irreversíveis. A facilidade com que o metilmercúrio ingerido com os alimentos alcança o interior das células, está associada à A) camada bilipídica que integra o mosaico fluido da ultra-estrutura da membrana plasmática. B) ocorrência de transporte ativo, permitindo a incorporação inicial de metilmercúrio contra o gradiente de concentração. C) ausência de seletividade da membrana em relação ao tamanho das moléculas a serem transportadas. D) emissão de pseudópodos, condição exigida para o englobamento de metais pesados. E) alta permeabilidade dos lipídios de membrana a compostos químicos positivamente carregados. Questão 02 A partir da análise da ilustração, é correto afirmar: A) A incorporação do metilmercúrio impede a reciclagem do carbono nos ecossistemas aquáticos tropicais. B) O ciclo biogeoquímico do mercúrio é fundamental à vida por fornecer um nutriente essencial ao metabolismo celular. C) A ocorrência de metilação em águas superticiais evidencia a independência entre os fatores bióticos e abióticos do ecossistema. D) A metilação do mercúrio em sistemas aquáticos depende da comunidade bacteriana local. E) A transformação do mercúrio inorgânico em metilmercúrio é realizada por células das raízes dos aguapés. Questão 03 A análise ecológica da situação apresentada permite afirmar: A) As plantas aquáticas constituem a fonte de contaminação com metilmercúrio para os níveis tróficos superiores. B) Nos ecossistemas tropicais, apenas os herbívoros se contaminam com o MeHg, ao se alimentarem de aquapés. C) A participação de elementos das cadeias alimentares na formação do metilmercúrio torna inviável a adoção de medidas para reduzir os índices de contaminação. D) Peixes predadores oceânicos, como o atum, são preservados da contaminação pelo mercúrio. E) Animais que integram os mais altos níveis das cadeias alimentares são os mais vulneráveis à bioacumulação de metilmercúrio em seu organismo. Questão 04 A apresentação, em 1972, por Singer e Nicholson, da concepção de membrana biológica, segundo o modelo que foi denominado de mosaico fluido, constituiu uma contribuição decisiva para o desenvolvimento da biologia celular e molecular. A apresentação desse modelo foi fundamental para o estudo da célula, entre outros aspectos, porque ele podia explicar 01) o estabelecimento de gradientes iônicos entre compartimentos celulares. 02) o transporte ativo através da bicamada lipidica. 03) a presença dos radicais polissacaridicos na face citossólica da membrana. 04) o transporte de íons, contrariando um gradiente eletroquímico, sem uso de energia celular. 05) a existência de poros fixos para o intercâmbio de água. Questões 05 e 06 A bactéria Listeria monacytogenes é um agente causador de doenças, que se aproveita da maquinaria da célula invadida para se alastrar. Ela pode ser ingerida por quem toma leite ou come queijo não pasteurizado; em pacientes com o sistema imunológico comprometido, como os aidéticos, pode ser mortal. A Listeria monacytogenes age como um covalo de Tróia no sistema imunológico, deixando-se capturar por uma célula de defesa, o macrófago. A célula "engole" o micróbio e o prende em um compartimento, um vacúolo. Para escapar, a Listeria produz a proteína LLO (listeriolisina O), que cria buracos na parede do vacúolo (fagossomo) e, assim, a bactéria é liberada na parte Iíquida do citoplasma celular. As vantegens desse "estilo de vida" para o patógeno são várias: o micróbio evita o ataque de anticorpos do sistema de defesa, tem uma fonte de nutrientes e a célula Ihe serve de "táxi" para outras regiões do corpo. Questão 05 O processo de captura de Listeria monocytogenes pelo macrófago envolve 01 ) passagem da bactéria através de proteínas específicas da membrana da célula hospedeira. 02) alteração da forma da membrana do macrófago, para englobar o microorganismo a ser capturado. 03) acoplamento de L. monocytogenes a um determinado íon em processo de co-transporte. 04) deslocamento de componentes orgânicos da Listeria contra um gradiente de concentração. 05) destruição local da membrana, com posterior regeneração, possibilitando a entrada de bactéria no macrófago.

5 Questão 06 Considerando-se o ciclo lisossômico e os eventos a ele associados, pode-se afirmar que a liberação da Listeria no citossol do macrófago impossibilita 01) a produção de enzimas digestivas pelo retículo endoplasmático rugoso. 02) o empacotamento de enzimas digestivas em vesículas do complexo de Golgi. 03) o brotamento de novas vesículas lisossômicas no complexo de Golgi. 04) a destruição intracelular da bactéria por ação de enzimas lisossômicas da célula hospedeira. 05) o ciclo autofágico para a digestão de organelas destruídas durante a invasão. Questões 07 e 08 A figura esquematiza a estrutura da membrana plasmática, destacando a participação de um dos seus componentes no intercâmbio de substâncias entre os meios intra e extracelular. Questão 07 Na situação descrita, 01 ) os fosfolipídios são as moléculas transportadoras dos íons Na+ e K+. 02) as concentrações de íons Na+ e K+ se diferenciam nas soluções intra e extracelular. 03) o trânsito de íons está subordinado à estabilidade conformacional das moléculas transportadoras. 04) as proteínas dispostas em dupla camada facilitam o trânsito de solventes orgânicos para o meio intracelular. 05) o tamanho das moléculas de água impede a sua passagem entre as moléculas indicadas em I. Questão 08 A reação química indicada em II 01) ocorre, apenas, em alguns tipos celulares. 02) corresponde à fosforilação de uma molécula de ADP. 03) depende de enzima com ação restrita à matriz mitocondrial. 04) disponibiliza energia para as atividades celulares. 05) garante ao vírus a sua autonomia metabólica. Questão 09 O quadro a seguir apresenta dados relativos à concentração dos íons K+, Na+ e Cl- dentro e fora da célula nervosa de uma lula, uma espécie de molusco. Íons! Concentração molar! Dentro!Fora K+! 0,400! 0,020 Na+! 0,050! 0,440 Cl-! 0,120! 0,560 Com relação aos eventos associados ao transporte dos íons K+, Na+ e Cl-, através da membrana de uma célula nervosa, pode-se afirmar: 01) Os gradientes de concentração dos íons K+, Na+ e Cl- são mantidos, mesmo após a morte da célula. 02) O transporte de íons K+ para fora da célula ocorre contra o gradiente de concentração. 03) Os íons Cl- passam, principalmente, difundindo-se através da bicamada lipídica em direção à solução citoplasmática. 04) O transporte de íons Cl- para dentro da célula gasta energia fornecida por moléculas de ATP. 05) O transporte de íons Na+ para o meio extracelular é realizado por meio de proteínas que compõem a membrana. Questão 10 Há muito tempo, os biologistas já imaginavam a ocorrência de um envoltório celular que agisse como uma barreira, regulando a entrada e a saída de substâncias na célula. Hoje, está constatada a existência da membrana plasmática, que atua ativamente no intercâmbio entre a célula e o meio extemo. (Soares, p. 147) Sobre a propriedade da membrana plasmática referida no texto, é correto afirmar: 01) A permeabilidade seletiva fica evidenciada na igualdade da composição química das soluções intra e extracelulares. 02) A permeabilidade preferencial por solventes orgânicos revela a disposição de proteínas em dupla camada na membrana. 03) A estrutura glicoprotéica da membrana impede a passagem de monossacarídeos para o meio citoplasmático. 04) Moléculas de proteínas respondem pelo transporte de íons entre os meios intra e extracelular. 05) A passagem de íons pela membrana ocorre, invariavelmente, contra o gradiente eletroquímico. Questão 11 A - A água do mar é isotônica para muitos invertebrados. B - O aumento da salinidade de um lago determina a morte de animais. Considerando-se aspectos da fisiologia da membrana plasmática e os fatos apresentados, A e B, é correto afirmar que: 01) a membrana plasmática dos invertebrados não se deixa atravessar por moléculas de água. 02) a solução extracelular, em B, é hipotônica em relação ao conteúdo intracelular. 03) a desidratação das células pode ser a causa da morte dos animais referidos no fato B. 04) o deslocamento de sais para o interior das células, em B, requer, necessariamente, gasto de energia. 05) os sais atravessam a membrana plasmática, deslocando-se entre as moléculas da bicamada lipídica. Questão 12 A ilustração, simplíficadamente, apresenta os prováveis caminhos da vida, delineando as supostas relações filogenéticas entre os grandes agrupamentos biológicos que se configuram na atual Biosfera.

6 A análise do diagrama sugere que: 01)! a Terra era colonizada por microorganismos procarióticos e eucarióticos, há três bilhões de anos. 02)! o estabelecimento da célula compartimentalizada subordinou-se à evolução da pluricelularidade. 03)! eventos envolvidos com as endossimbioses foram decisivos na evolução das arquebactérias. 04)! a propriedade de auto-selagem da membrana celular desempenhou papel crucial na evolução do domínio Eucaria. 05)! a organização no nível da unicelularidade é restrita às espécies bacterianas. Questão 13 A composição do meio intracelular é diferente daquela observada no meio extracelular. Por exemplo, células animais mantêm, maior a concentração dos íons potássio K= - no meio intracelular do que no meio extracelular. O mecanismo de transporte de substâncias através da membrana plasmática que mantém a situação descrita 01) é viabilizado por proteínas de membranas. 02) requer o englobamento de substâncias. 03) implica, necessariamente, a lise celular. 04) prescinde da energia liberada na hidrólise. 05) ocorre a favor do gradiente de concentração de íons. Questão 14 O estudo de aspectos mortofisiológicos da membrana plasmática evidencia 01) a arrumação das proteínas em dupla-camada, homogeneizando as superfícies externa e interna da membrana. 02) a disposição de cada uma das moléculas de fosfolipídio atravessando a membrana, de uma face a outra. 03) a impermeabilidade a íons inorgânicos e orgânicos. 04) o requerimento de energia no transporte de substâncias que mantêm algumas soluções intracelulares hiperosmóticas. 05) a prevenção da lise de células submetidas a condições hipoosmóticas. Questão 15 A figura mostra a dinâmica do receptor de membrana na captura do LDL, principal transportador do colesterol. A análise da ilustração permite afirmar: 01) O colesterol se liga irreversivelmente aos receptores protéicos da membrana. 02) Os receptores de membrana são componentes da bicamada lipídica. 03) A partícula LDL ligada ao colesterol é transportada passivamente para o interior da célula. 04) O mecanismo de ação do receptor é característico de canal iônico. 05) A ocorrência da aterosclerose pode estar relacionada com a baixa produção de receptores protéicos. Questão 16 A partir da análise da ilustração, que destaca um dos mecanismos de transporte através das membranas celulares pode-se afirmar: 01) Os íons difundem-se livremente pela bicamada lipídica. 02) O transporte passivo de íons, através das membranas, envolve um custo energético para a célula. 03) A proteína transporta os íons a favor de um gradiente de concentração. 04) A proteína interage com a membrana através de suas regiões hidrofílicas. 05) A mudança de conformação da proteína, desencadeada pela fosforilação da molécula, condiciona o transporte do íon. Questão 17 Uma das promessas da terapia genética ficou mais próxima das clínicas. [...] Foi possível a uma equipe de 25 cientistas da Alemanha e dos Estados Unidos bloquear o funcionamento de um gene e baixar o colesterol em camundongos, utilizando uma nova técnica, baseada na chamada interferência de RNA. Genes defeituosos podem causar doenças. "Silenciar" esses genes é um objetivo que se conseguia

7 razoavelmente em células em proveta, o chamado experimento "in vitro". Mas era grande a dificuldade em exportar os resultados para dentro de um organismo vivo, o experimento "in vivo". Ironicamente, a idéia era silenciar um gene que facilita o acúmulo de colesterol, e o meio para fazê-io envolveu conjugar uma molécula de colesterol ao RNA sintético ---, sirna -, o que facilitou a entrada do conjunto nos tecidos celulares. Para entender a técnica, é preciso lembrar o chamado "dogma central" da biologia molecular. Para que a informação contida nos genes possa resultar na produção de uma proteína, são necessárias duas etapas. A seqüência de DNA do gene é copiada na forma de mrna. Depois, o mrna se traduz em uma proteína. A adição do colesterol ao sirna, facilitando a sua entrada na célula, se fundamenta em A) comunicação entre o meio intra e extracelular através de canais iônicos. B) função de histocompatibilidade associada a carboidratos que integram o glicocálix. C) atividade fisiológica da membrana relacionada à sua organização celular. D) absorção de moléculas por transporte ativo, independentemente da natureza química do soluto. E) formação de vesículas desprovidas de receptores protéicos. Organelas e Citoesqueleto Questão 01 A figura mostra a interação entre componentes do sistema de endomembranas, a respeito dos quais é correto afirmar 01) O compartimento A encontra-se desenvolvido, sobretudo em células com intensa síntese de fosfolipídios. 02) Os polissomos, numa célula eucariótica, encontramse aderidos às membranas de B. 03) As atividades do compartimento C estão direcionadas para a digestão intracelular. 04) Enzimas respiratórias devem concentrar-se no interior da organela D. 05) As estruturas A, B e C apresentam membrana de natureza lipoprotéica. Questão 02 O fígado é o maior órgão dos vertabrados e o que apresenta maior diversidade funcional, destacando-se a produção de proteínas do plasma sangüíneo e da bile. Felizmente, quando um pedaço do figado humano sofre certos tipos de lesão, substâncias são liberadas, dando um sinal para as células se multiplicarem, o que pode ocorrer ordenadamente. Há um intervalo entre uma divisão e outra, dando tempo para as células se formarem com perfeição. A produção de proteínas do plasma sangüíneo pelo fígado permite afirmar que as células hepáticas apresentam 01 ) cromatina com atividade transcricional inibida. 02) mitocôndrias em pequena quantidade. 03) retículo endoplasmático rugoso desenvolvido. 04) atividade lisossômica intensa. 05) complexo de Golgi reduzido. Questão 03 A análise química de uma célula evidencia, qualitativa e quantitativamente, a sua composição molecular. Esses dados permitem que sejam feitas interpretações da organização da célula, mas não podem explicar o seu funcionamento. As múltiplas funções da célula não podem ser deduzidas a partir de elementos analisados de forma fragmentar, porque 01) a vida da célula depende de elementos químicos que são exclusivos da vida. 02) a organização celular é diferenciada em níveis que se caracterizam pela uniformidade química das estruturas subcelulares. 03) os processos celulares resultam de interações que se estabelecem entre os diferentes níveis de organização. 04) as funções celulares expressam propriedades individuais das biomoléculas. 05) os elementos químicos perdem, na organização celular, as suas funções, adquirindo novas propriedades. Questão 04 Em 1838, o zoólogo Schwann e, em 1839, o botânico Schleiden, com base em observações e experimentações que investigavam a organização dos seres vivos e desenvolvidas por diferentes pesquisadores a partir da histórica descoberta de Hooke, formularam, independentemente, uma teoria, cujos princípios deveriam subsidiar todas as áreas do conhecimento que se relacionavam com o estudo da vida. A contribuição fundamental dessa teoria para a evolução das ciências é sintetizada na afirmativa: 01) A vida, em qualquer de suas manifestações, é a expressão da organização e dinâmica da célula. 02) Os organismos mais simples, como as bactérias e as leveduras, são desprovidos de organização celular. 03) Em organismos unicelulares e pluricelulares, os planos básicos de organização são, entre si, profundamente diferenciados. 04) A constituição química elementar da célula é qualitativamente diferenciada da composição elementar do ambiente não-vivo. 05) O núcleo é a unidade morfológica e funcional da célula. Questão 05 A ilustração apresenta uma célula acinosa do pâncreas, em que estão destacados aspectos envolvidos na secreção do suco pancreático.

8 A partir da análise da ilustração e dos conhecimentos sobre processos celulares, pode-se afirmar: 01 ) A presença de um número elevado da organela I revela o pequeno consumo de moléculas de carboidratos. 02) A organela II é exclusiva de células secretoras, como as do ácino pancreático. 03) A síntese de enzimas do suco pancreático ocorre em ribossomos aderidos à membrana de III. 04) O processo de exocitose representado corresponde à excreção de resíduos da digestão. 05) O processo de secreção das enzimas do suco p a n c r e á t i c o d e p e n d e, a p e n a s, d e e v e n t o s citoplasmáticos. Questão 06 O figado tem o papel de modificador químico de substâncias absorvidas no trato gestro-intestinal antes que elas alcancem o resto do corpo. Por exemplo, o álcool ingerido e outras drogas alcançam as células do fígado e aí são metabolizadas. É por isso que o fígado é freqüentemente danificado em usuários do álcool e entre os que abusam de drogas. O fígado também remove toxinas, pesticidas, carcinógenos e outros venenos, convertendo-os em formas menos tóxicas. O papel do fígado, considerado no texto, envolve adaptações celulares que podem ser reveladas 01) por um maior desenvolvimento do retículo endoplasmático liso. 02) por uma profunda regressão do retículo endoplasmático rugoso. 03) pela expansão do citoesqueleto, aumentando a superfície celular. 04) pela presença, em grande número, de ribossomos livres. 05) por um incremento da atividade digestiva do complexo de Golgi. Questão 07 D) eventos múltiplos de endocitose realizados pelo lisossomo, garantindo a incorporação do material a ser digerido. E) deslocamento de 1-T até que se estabeleça uma isotonia entre o lisossomo e o citossol. Questão 08 Algumas enfermidades que acometem a espécie humana, como a doença de Tay-Sachs, estão associadas à disfunção no metabolismo dos lisossomos. A atividade celular mais diretamente comprometida com a disfunção metabólica referida no texto é a 01) degradação de moléculas de glicose. 02) síntese de cadeias polipeptídicas. 03) produção de lipídios. 04) secreção de polissacarídeos. 05) hidrólise de macromoléculas. Questão 08 Acredita-se que certas doenças inflamatórias, como a artrite reumática, são causadas pela liberação de enzimas hidrolíticas para o espaço extracelular, provocando estragos aos materiais das articulações. O uso de cortisona e hidrocortisona como antiinflamatórios tem permitido um controle razoável dessas doenças. O êxito da utilização da cortisona e da hidrocortisona no controle da artrite reumática pode ser atribuído, mais diretamente, à ação dessas substâncias, 01)! na endocitose mediada por receptores. 02) na síntese de proteínas orgânicas em polissomos livres. 03) na estabilidade da membrana dos lisossomos. 04)! no transporte interno de substâncias através do retículo endoplasmático 05)! no armazenamento de proteínas em nível de vesículas do complexo do Golgi. Questões 09 e 10 A figura ilustra uma célula eucariótica, com ênfase nas inter-relações de seus componentes. Retículo endoplasmático Lisossomo Hidrolases Mitocôndria ph 5 H + Autofagossomo ATP H + ADP Citossol Fagolisossomo As diferenças entre os conteúdos de compartimentos celulares, conforme exemplificado na ilustração, envolvem A) transporte de substâncias através da bicamada lipídica, a favor de um gradiente de concentração. B) concentração de enzimas hidrolíticas, o que irá favorecer o rompimento do lisossomo, liberando-as no citoplasma. C) atividade ATPásica ao nível da membrana, efetivando uma bomba de prótons, que acidifica o interior do lisossomo. Questão 09 A informação para a síntese de proteínas numa célula eucariótica 01)! é transcrita e processada no interior dos vacúolos. 02)! é traduzida em ribossomos livres ou ligados ao retículo endoplasmático.

9 03)! restringe-se a produtos para consumo interno na célula. 04)! envolve a participação de vesículas endocitadas, 05)! está contida em estruturas citossólicas, os lisossomos. Questão 10 A compartimentalização típica das células eucarióticas é vantajosa porque 01)! permite a ocorrência da respiração aeróbica. 02)! garante maior eficiência metabólica. 03)! possibilita o confinamento de substâncias tóxicas. 04)! impede o intercâmbio de materiais entre as organelas e o citossol. 05)! oportuniza a criação de vias metabólicas independentes. Questão 11 A ilustração esquematiza uma célula eucariótica. Questão 01 Pelomyxa palustris é uma espécie de protozoário amebino de grandes dimensões, mas desprovido de mitocôndrias, que sobrevive mantendo uma permanente associação com bactérias aeróbicas que vem na intimidade do seu ambiente citoplasmático. A relação é indispensável à sobrevivência do protozoário, porque as bactérias 01) realizam os processos fermentativos com mais eficiência. 02) contribuem, com suas próprias enzimas, para a digestão intracelular no protozoário. 03) dispõem de uma organização enzimática para a oxidação completa da glicose. 04) garantem um suprimento mais rico em carboidratos para o protozoário. 05) enriquecem o patrimônio genético da ameba. Questões 02 e 03 O esquema mostra processos biológicos responsáveis pelo fluxo de energia em um ecossistema. Considerando-se aspectos da morfologia e da fisiologia da célula ilustrada, é correto afirmar: 01)! A organela indicada em A revela a natureza heterotrófica de sua nutrição. 02)! O compartimento indicado em B guarnece as moléculas que fazem o controle das atividades celulares. 03)! Uma rede de filamentos contráteis estabelece a corrente citoplasmática indicada por setas. 04)! A parede celular compromete as trocas hídricas entre o citoplasma e o meio externo. 05)! A redução do espaço ocupado pelo hialoplasma decorre do tamanho e da posição do núcleo. Questão 12 A figura esquematiza uma célula eucariótica. Em associação com outros aspectos, a célula representada na ilustração pode ser identificada como animal pela presença de: A) ribossomos. B) retículo endoplasmático. C) complexo de Golgi. D) centríolos. E) mitocôndrias. Questão 02 A análise do esquema permite afirmar que o processo A 01) é realizado pelos seres químioautotróficos. 02) constitui a fonte de átomos de carbono para a síntese de moléculas orgânicas. 03) faz a conversão direta da energia química em luminosa. 04) envolve reações que degradam moléculas de glicose. 05) promove a lise do gás carbônico, resultando em liberação de oxigênio para o meio. Questão 03 As vias metabólicas B e C apresentam, como característica comum, 01) envolvimento de reações químicas exclusivas de condições de aerobiose. 02) produtos finais em forma de compostos inorgânicos, como o H2O e o CO2. 03) recomposição de moléculas de ATP, a partir de ADP e fosfato.

10 04) oxidação completa da molécula de glicose. 05) dependência de um conjunto enzimático existente, apenas, entre os seres heterotróficos. Questão 04 A história da vida é intrinsecamente associada à evolução dos mecanismos que asseguram às células a energia necessária para manter a sua ordem e se reproduzir. (16) A cadela respiratória permitiu um melhor aproveitamento energético dos NADs da glicólise. (32) O estabelecimento da fotossíntese aeróbica condicionou a evolução da respiração. (64) As células são sistemas fechados que mantêm a sua organização dependendo de uma recuperaçao cíclica de energia. Questão 05 O diagrama ilustra o ciclo energético de uma molécula biológica. Essa molécula tem um papel fundamental para a vida da célula porque 01)armazena energia para ser usada, apenas, em momentos especiais da célula. 02) permite que as reações ocorram dispensando a presença de enzimas. 03) potencializa a energia solar na forma de radiações luminosas. 04) Hidrolisa-se, gerando uma molécula de maior teor energético. 05) assegura o suprimento energético imediato para os processos celulares. Com base na compreensão dos processos de fermentação e de respiração, a análise comparativa dos dois diagramas permite concluir: (01) A fermentação é um processo associado aos primórdios da história da vida. (02) A preservação da glicólise como etapa preliminar da respiração ofereceu o piruvato como substrato para reações da respiração. (04) A utilização de um composto orgânico para recuperação dos NADs reduzidos é uma inovação da respiração aeróbica. (08) A fermentação e a respiração são processos paralelos, mas não interrelacionados. Questão 06 Para compensar as perdas de água decorrentes das próprias atividades celulares, os organismos necessitam ingerir áqua, o que fazem através da alimentação. Uma pequena parcela de água pode, contudo, ser produzida em decorrência do metabolismo celular em reações, como 01) hidrólise da sacarose, resultando em moléculas de glicose e frutose, isômeros de cadeia. 02) digestão da cadeia polipeptídica com liberação de moléculas de aminoácidos. 03) redução do oxigênio molecular na respiração aeróbica. 04) redução do acetaldeído na fermentação alcoólica. 05) conversão do piruvato em lactato na fermentação láctica. Questão 07 As primeiras células provavelmente utilizavam a fermentação como mecanismo universal para obtenção de energia. A fermentação constituiu-se um mecanismo estratégico garantindo o estabelecimento da vida, nas condições da Terra primitiva, porque 01) libera subprodutos orgânicos sem valor energético. 02) converte o piruvato em moléculas mais oxidadas. 03) exige pouca disponibilidade de glicose para a célula.

11 04) possibilita a regeneração dos NADs+ em condições anaeróbicas. 05) apresenta um elevado rendimento em moléculas de ATP, por cada molécula de glicose. Questão 08 Em situações de intensa atividade muscular, exigida, por exemplo, por um trabalho ou por uma atividade esportiva, face à demanda maior de energia, o suprimento de oxigênio proporcionado pelo sistema circulatório é insuficiente para manter o metabolismo da glicose. O diagrama esquematiza um mecanismo alternativo de obtenção de energia que permite que o metabolismo energetico não seja interrompido, embora haja um rendimento energético menor. Questão 10 As mitocôndrias são constituintes celulares próprios dos eucariotos. A complexidade funcional e estrutural da célula eucariótica se estabeleceu e está associada à ocorrência das mitocôndrias. Identifique essa relação. Questão 11 A figura esquematiza os processos de glicólise e de gliconeogênese em um músculo estriado e no fígado, respectivamente. Com base nas informaçoes e no diagrama, identifique a) um dado na reação que evidencia que o potencial energético da glicose foi parcialmente utilizado. b) a molécula que, nesse processo, substitui o oxigênio. c) a estratégia do mecanismo que permite a continuidade do metabolismo energético. Questão 09 O esquema faz referência a vias metabólicas da degradação da glicose. A partir da análise da ilustração, é correio afirmar que: 01) a produção de energia celular é mais eficiente quando realizada pelo processo indicado em A. 02) os resíduos finais da degradação da glicose, pela via metabólica B, têm grande potencial energético. 03) a via de desdobramento do ácido pirúvico é definida, unicamente, pelo conjunto enzimático da célula. 04) a transferência de elétrons do NADH para o oxigênio ocorre na etapa l. 05) a participação dos citocromos, na etapa II, permite um aproveitamento eficiente da energia liberada na síntese de ATP. A partir da análise da ilustração, pode-se afirmar: 01)! O lactado é produzido no músculo em conseqüência de grande atividade respiratória em nível celular. 02)! A glicose presente no fígado pode ficar estocada no órgão ou ser transportada de volta ao músculo através do sangue. 03)! O lactado produzido no fígado é convertido diretamente em moléculas de glicose a serem consumidas no órgão. 04)! Células musculares realizam a conversão de glicose a lactado em um processo endergônico e aeróbico. 05)! G l i c ó l i s e e g l i c o n e o g ê n e s e o c o r r e m simultaneamente em grande intensidade, independente dos níveis celulares de ATP. Questão 12 Os seres vivos são sistemas complexos e altamente organizados, que, a partir de um ambiente caótico, constroem uma ordem, usando muita energia disponibilizada, principalmente em moléculas de ATP. O diagrama ilustra, de forma simplificada, um ciclo do ATP numa dinâmica celular, envolvendo a ATPase Na/K.

12 Considerando-se processos bioenergéticos básicos, a análise do diagrama sugere que: 01) a hidrólise do ATP é uma reação endergônica. 02) a respiração é o processo exclusivo de geração de ATP. 03) a fosforilação ativa um substrato protéico, promovendo uma ação celular. 04) o ADP é um subproduto irreversível da desfosforilação do ATP. 05) a energia liberada é totalmente reaproveitada para a síntese de um novo ATP. Questão 14 O diagrama mostra duas variações (A e B) de um processo biológico de produção celular de energia. toda a energia liberada na cadeia respiratória é perdida como calor. Questão 15 Considerando-se as informações do texto e os conhecimentos sobre o processo aeróbico da respiração, é correto afirmar que a ação do dinitrofenol reflete-se na célula, 01) impossibilitando a degradação total da glicose. 02) bloqueando a transferencia de elétrons através dos citocromos. 03) impedindo que a energia liberada no transporte de elétrons seja utilizada na síntese do ATP. 04) inibindo a redução dos aceptores intermediários de hidrogénio - NAD e FAD. 05) aumentando o gradiente de concentração de H+ entre os compartimentos mitocondriais. Questão 16 Em relação ao processo de deslocamento de H+, da matriz mitocondrial para o compartimento externo da mitocôndria, é correto afirmar que 01) ocorre a favor do gradiente eletroquímico 02) requer a participação de proteínas específicas nas cristas mitocondriais. 03) envolve a formação de canais por invaginações da membrana mitocondrial interna. 04) evidencia a disposição dos lipídios de membranas biológicas em camada única. 05) utiliza, de forma imediata, a energia liberada na hidrólise do ATP. Fotossíntese A partir da análise da ilustração, é correto afirmar: 01)! O processo bioenergético esquematizado requer a participação do oxigénio. 02)! A pequena produção de ATP, no processo considerado, deve-se à natureza orgânica do produto final. 03)! A liberação de CO2, na variação A do processo, ocorre no interior da mitocôndria. 04)! O conjunto enzimático envolvido na degradação da glicose é idêntico em fungos e! células musculares. 05)! A via representada em B Constitui o único mecanismo de produção de energia! p a r a a s células musculares. Questões 15 e 16 Segundo a teoria quimiosmótica de Mitchell, a produção de ATP na cadeia respiratoria está fortemente acoplada à passagem de H+ nas cristas mitocondriais. Os H+ acumulam-se no lado de fora da membrana mitocondrial interna, movidos pela energia liberada na cadeia transportadora de elétrons. Os H+ retornam à matriz mitocondrial, unicamente, através de um canal na ATP sintetase, um conjunto de proteínas que viabiliza a produção de moléculas de ATP Bioquímicos descobriram, em laboratório, que algumas substâncias, como o dinitrofenol, são capazes de conduzir H+ do compartimento externo para o interno das mitocôndrias. Embora a glicose seja metabolizada, Questões 01 e 02 As figuras esquematizadas representam organelas envolvidas no fluxo de energia nas células eucarióticas. Questão 01 Comparando-se os processos que ocorrem nessas organelas, depreende-se: 01) Em I, ocorre a conversão de produtos ricos em energia em produtos com baixo teor energético. 02) Em II, ocorre um processo em que a energia química pode ser reciclada em energia luminosa. 03) Em I e II, ocorrem processos diretamente dependentes da energia luminosa. 04) Il representa uma organela especializada para armazenar a energia obtida pela oxidação dos alimentos. 05) I e II representam estruturas celulares especializadas para utilizar o oxigênio como oxidante final em reações respiratórias.

13 Questão 02 É uma característica comum às duas organelas representadas 01) possuir material genético e autoduplicar-se. 02) depender do DNA celular para produzir todas as suas proteínas. 03) apresentar pigmentos para absorção das radiações luminosas. 04) participar dos processos de endocitose. 05) ocorrer universalmente nos seres heterotróficos. Questão 03 O diagrama relaciona, simplificadamente, os processos básicos de oxirredução que ocorrem na fotossíntese. gás carbônico maior vilão do aquecimento global da atmosfera. As diatomáceas, algas microscópicas que habitam a superfície marinha, capturam o CO2 e o metabolizam em um processo dependente de luz. Diante dos resultados obtidos, os pesquisadores têm uma má notícia: a fixação de carbono acumulado no fundo do mar não ocorreu. Os oceanos não podem captar os 6 bilhões de toneladas de CO2 que a humanidade lança no ar por ano. (Folha de S. Paulo, p. A15) O processo bioenergético a que o texto faz referência 01) incorpora o carbono inorgânico em combustíveis orgânicos celulares. 02) envolve reações químicas extracelulares. 03) libera oxigênio proveniente da decomposição do FeSO4. 04) constitui o único mecanismo celular de fosforilação do ADP. 05) pode ser realizado em qualquer profundidade dos mares. Questão 06 A reação seguinte resume o processo global da fotossíntese aeróbica que envolve seqüências de reações complexas e interrelacionadas que conduzem à formação da glicose. 6CO2 + 6 H2O + energia --> C6H12O6 + 6O2 Considerando-se que esse mecanismo se realiza nos cloroplastos, é correto afirmar: 01) AH2 e BH2 representam, respectivamente, água e carboidrato. 02) O composto B resultou da oxidação do NADPH. 03) O processo indicado em I envolve, especificamente, enzimas que atuam na fase escura. 04) 0 NADPH atua como aceptor final de elétrons. 05) A luz solar é captada na etapa II. Questão 04 Alguns organismos são capazes de absorver a energia luminosa do Sol, que "viaja" cerca de 160 milhões de quilômetros, possibilitando o seu aproveitamento, direta ou indiretamente, por quase todas as formas de vida. Considerando-se aspectos característicos do processo referido no texto, é correto afirmar: 01 ) Os cloroplastos são os únicos sítios de conversão da energia luminosa existentes em seres autotróficos. 02) A dissociação do gás carbônico libera oxigênio, que se acumula na atmosfera e em massas aquáticas. 03) A energia das ligações químicas da glicose resulta de uma conversão da energia luminosa. 04) A captação da energia luminosa depende, primariamente, de aceptores intermediários de elétrons. 05) A conversão da energia luminosa é iniciada com a redução das moléculas de CO2. Questão 05 Um grupo de pesquisadores acaba de adicionar mais uma pitada de sal ao debate sobre efeito estufa literalmente. Eles "adubaram as águas do oceano Antártico, normalmente pobres de ferro, com o sal FeSO4, para estimular algas microscópicas a absorver o O evento preliminar que desencadeia o processo é a 01) fixação do CO2 pela enzima carboxilase/oxigenase. 02) decomposição da água liberando O2 03) captação, por uma molécula aceptora, de um elétron da clorofila excitado pela luz. 04) conversão do fóton em elétron, que reduz o NADP. 05) decomposição da luz pelos pigmentos vegetais. Questão 07 Sobre os eventos bioquímicos próprios da fotossíntese e sua relação com a organização celular, é correto afirmar: 01) As reações da fase clara ocorrem no ambiente bidimensional de membranas biológicas dotadas de fotossistemas e transportadoras de elétrons. 02) A fotossíntese exige a organização celular eucariótica, ocorrendo apenas nas condições específicas próprias dos cloroplastos. 03) A fixação de CO2 atmosférico depende diretamente da energia luminosa, ocorrendo no interior dos tilacóides. 04) O evento crucial da fotossíntese é a síntese de moléculas de ATP a serem utilizadas imediatamente na construção de proteínas. 05) A presença de complexos de citocromos na membrana externa dos cloroplastos evidencia a importância dessa estrutura na conversão da energia luminosa em energia química. Questão 08 Os gráficos mostram a relação da luz com a fotossíntese: o gráfico A apresenta curvas que se referem ao espectro de absorção da luz pelas clorofilas a e b e pelos caratenóides; o gráfico B se refere à eficácia dos vários comprimentos de onda na fotossíntese, avaliada pela liberação de O2.

14 índices de mortalidade, afetar colheitas e causar secas... e há uma hipótese que defende que a diminuição dos campos de gelo na Groenlândia e na Antártida Ocidental poderá aumentar o nível do mar até um metro, neste século. Este aquecimento global da Terra, conhecido como efeito estufa, ocorre quando as moléculas de certos gases poluentes, presentes na atmosfera, absorvem a radiação infravermelha refletida pela superfície da Terra, ao ser atingida pela radiação solar. Tem-se observado, no entanto, que a vegetação do Hemisfério Norte está mais verde, mais exuberante e mais robusta que há vinte anos. Alguns pesquisadores têm atribuído este fato ao aquecimento global; outros, entretanto, chamam atenção de que este é um efeito mais imediato. Futuramente, "o calor pode matar as plantas, e, mortas, elas viram gás carbônico", afirma Luiz Gylvan Meira Filho, vice-presidente do IPCC. A partir da análise dos gráficos, pode-se afirmar: 01) As maiores taxas de fotossíntese coincidem com a absorção da luz pelas clorofilas, nas faixas violeta-azul e laranja-vermelho. 02) As taxas de O2 liberado pela fotossíntese são as mesmas em todos os comprimentos de onda. 03) Os caratenóides refletem, principalmente, a luz de comprimentos de onda menores que 550nm. 04) Os pigmentos fotossintetizantes atuam no interior de organelas citoplasmáticas em todos os seres vivos. 05) As clorofilas a e b são os únicos pigmentos que atuam na fotossíntese. Questão 09 A vida é energizada pelo Sol. Toda a energia usada pelas células vivas tem, como fonte primária, a luz solar, absorvida e transformada pêlos vegetais e outros seres autotróficos. O processo bioquímico de conversão de energia, referido no texto, envolve: 01) consumo do oxigênio atmosférico. 02) decomposição de moléculas de CO2. 03) transferência de energia diretamente da clorofila para a glicose. 04) dependência direta da luz para o desenvolvimento de cada uma das etapas. 05) utilização dos hidrogênios da água na síntese de glicose. Questões 10 a 12 Já em 1827, o matemático francês Fourier descreveu como o dióxido de carbono causaria o aquecimento da atmosfera, advertindo, desse modo, que o homem também poderia afetar o clima. No relatório elaborado recentemente, denominado "Mudanças climáticas 2001: impacto adaptação e vulnerabilidade" (Painel Internacional sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas - IPCC), foi divulgado um panorama alarmante para o século XXI. As ondas de calor vão aumentar os Questão 10 Considerando-se os processos biológicos associados ao efeito estufa, a análise do texto permite afirmar: 01)! Os troncos das árvores são depósitos de carbono orgânico caracterizados pela impossibilidade de reutilização na biosfera. 02)! O aumento de densidade da vegetação acima da linha do Equador tem contribuído para a aceleração do efeito estufa. 03)! A vegetação atual do Hemisfério Norte apresenta redução nas trocas gasosas que ocorrem ao nível dos estômatos foliares. 04)! A produção de gás carbônico, a partir de plantas mortas pelo calor, resulta de um processo espontâneo de degradação de compostos orgânicos. 05)! A exuberância da vegetação atual do Hemisfério Norte pode ser atribuída à maior disponibilidade de matéria-prima para a síntese de carboidratos. Questão 11 Sobre fatores relacionados com o efeito estufa, é correto afirmar: 01)! Dentre as radiações emitidas pelo Sol, não visíveis ao olho humano, apenas uma provoca o efeito estufa. 02)! As moléculas apolares são as que mais contribuem para o aprisionamento de energia térmica na atmosfera. 03)! Chuva e neve evitam o efeito estufa, trazendo o excesso de gases poluentes à superfície da Terra. 04)! A vaporização de moléculas de água na atmosfera libera calor, ampliando o aquecimento atmosférico. 05)! A intensidade do efeito estufa é inversamente proporcional à concentração de H2O(g) na atmosfera. Questão 12 Entre os gases presentes na atmosfera poluída, estão NO, NO2, SO2, CO2, CO e CH4. Em relação a essas substâncias, é correto afirmar: 01)! CO e NO reagem com bases produzindo sal e água. 02) CO e CO2 resultam da combustão total de hidrocarbonetos. 03) SO2 e NO2 contribuem para a formação da chuva ácida.

15 04) A halogenação do CH4 é considerada reação de adição. 05) CO2 e SO2 são espécies isoeletrônicas Questão 13 Tal como a gasolina que explode nos cilindros de um motor de carro, a glicose é o combustível "queimado" no interior das células para a liberação da energia necessária às suas diversas atividades. Em relação aos processos de obtenção de energia, pode-se afirmar: 01) A combustão da glicose e da gasolina são reações que apresentam variação positiva de entalpia. 02) A energia química armazenada na gasolina e nas moléculas da glicose é convertida, totalmente, em calor. 03) A degradação do ácido pirúvico exige, invariavelmente, a presença de oxigênio na célula. 04) A via metabólica que desdobra a glicose em duas moléculas de piruvato é restrita às formas de vida unicelulares. 05) O gás produzido pela respiração aeróbica resulta da descarboxilação de moléculas orgânicas oxidadas. Questão 14 Palha de cana, casca de arroz, capim, casca de café, serragem, enfim, resíduos agrícolas que iriam para o lixo são a matéria-prima do bio-óleo, um novo combustível que pode se tomar uma alternativa ao petróleo e substituir o óleo diesel na geração de energia em usinas termelétricas, por exemplo. Entretanto, segundo pesquisa do Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético da UNICAMP a utilização mais promissora do bio-óleo estaria na substituição do fenol petroquímico usado na produção de resinas fenólicas para a fabricação de madeira compensada, principalmente. A utilização industrial do bio-óleo revela 01)! a natureza pouco poluente dos combustíveis nãorenováveis. 02)! o aproveitamento da energia solar transformada e estocada em moléculas orgânicas. 03)! a inclusão das angiospermas no segundo nível trófico das cadeias alimentares. 04)! a possibilidade de substituição de compostos oxigenados saturados na produção de resinas. 05)! a igualdade de poder calorífico entre o bio-óleo e o óleo diesel. Questões 15 a 17 Processos essenciais à vida, como a fotossíntese e a respiração, emergem da interação de eventos que evoluíram em nível de membranas que se estabelecem em organelas-chave da vida: mitocôndrias e cloroplastos. Questão 15 A figura apresenta, em um mesmo esquema, aspectos comuns da membrana mitocondrial e da membrana do tilacóide, relacionados à produção de ATP. A análise comparativa evidencia que 01)! cloroplasto e mitocôndria são organelas ecologicamente equivalentes. 02)! a síntese de ATP, em mitocôndrias e em cloplastos, emerge de condições eletroquímicas estabelecidas no transporte de elétrons. 03)! o fluxo de prótons, através da ATP sintetase, envolve um custo energético, por realizar-se contra um gradiente de concentração. 04)! a fácil difusão dos íons, através da bicamada lipídica, condiciona a criação de um gradiente de H+. 05)! as similaridades constatadas entre os processos da fotossíntese e da respiração decorrem da utilização dos mesmos substratos para a produção de ATP. Questão 16 A bem sucedida adaptação de uma estrutura membranosa a função fotossintética, entre outros aspectos, pode ser reconhecida 01)! na localização estratégica das moléculas de clorofila que as tornam mais eficientes na absorção da luz verde. 02)! na associação das clorofilas a pigmentos acessórios, condicionando uma menor produtividade primária da organela. 03)! no aproveitamento dos compartimentos tilacóides para a síntese da glicose. 04)! na utilização da membrana externa do cloroplasto, como superfície fotossintética. 05)! na concentração das moléculas de clorofila em fotossistemas, propiciando a sua interação com complexos moleculares eficientes no transporte de elétrons. Questão 17 Mutações no DNA da mitocôndria podem prejudicar a integridade da organela, repercutindo com patologias identificadas como doenças mitocondriais. A partir do reconhecimento do papel da mitocôndria na dinâmica da célula e de sua participação na fecundação humana, é correto considerar:

16 01)! Os genes mitocondriais são igualmente herdados do espermatozóide e do óvulo. 02)! As mutações se expressam de forma mais evidente nas mulheres. 03)! As alterações mitocondriais se manifestam nos diferentes tecidos sob padrões bastante uniformes. 04)! As estruturas orgânicas de natureza muscular e nervosa devem se mostrar mais suscetíveis a essas doenças. 05)! As mutações que ocorrem em momentos mais tardios do desenvolvimento apresentam o maior risco de herdabilidade. Núcleo Questão 01 A expressão 2n = 42, referente a um determinado cariótipo, permite a seguinte interpretação: 01) O genoma haplóide da espécie contém 21 cromossomos. 02) Esse número deve variar a cada geração. 03) Esse cariótipo é representado por dois tipos morfológicos de cromossomos. 04) A expressão 2n refere-se aos cromossomos autossômicos. 05) A expressão 2n = 42 identifica um cariótipo humano. Questão 02 Os dados numéricos seguintes, obtidos do inventário genético da levedura Saccharomyces cerevisiae, referem-se a alguns aspectos de um conjunto gênico haplóide dessa espécie. Sendo a levedura Saccharomyces cerevisiae uma célula diplóide, esses dados correspondem a características citológicas e moleculares dessa levedura, entre as quais se identifica 01) o valor de 2n é igual a 8. 02) a localização de 6100 genes por cromossomo. 03) a ocorrência de 12 milhões de bases púricas por genoma haplóide. 04) a presença de apenas 32 cromátides no final da prófase mitótica. 05) a formação de células haplóides contendo genes. Questão 03 A figura ilustra componentes essenciais à manifestação da vida em uma célula. A organização celular apresentada tem como uma de suas características a 01) presença de uma parede celular que possibilita a passagem de íons e grandes moléculas pela bicamada lipidica. 02) ausência de um sistema interno de membranas compartimentando a célula em regiões funcionalmente distintas. 03) incorporação de proteínas obtidas pela alimentação, devido à falta de ribossomos livres ou associados a membranas. 04) associação do DNA com proteínas, formando estruturas lineares que constituem o cariótipo da espécie. 05) ocorrência de citocinese, independente da replicação do material genético durante a interfase. Questão 04 No ano de 2000, cientistas anunciaram a identificação de 97% do genoma humano. Para eles, o objetivo precípuo desse trabalho foi 01) Determinar o número de cromossomos do cariótipo humano. 02) Identificar seqüências nucleotídicas dos genes. 03) Organizar o cariótipo humano conforme a mortologia e o tamanho dos cromossomos. 04) Reconhecer todas as doenças genéticas humanas. 05) Definir as bases nitrogenadas que são específicas do genoma humano. Questão 05 W. S. Sutton, cientista fundador da Citogenética, disse em um de seus trabalhos nos primeiros anos do século XX: "Não indagamos antes se um cromossomo inteiro ou parte de um deles deve ser considerado como sendo a base de um único alelomorfo (no sentido de loco). A resposta deve favorecer, sem dúvida, a segunda possibílídade, pois, de outro modo, o número dos caracteres diferentes de um indivíduo não poderia exceder o número de cromossomos da célula germinatíva, o que contraria os fatos." A questão levantada por Sutton foi posteriormente elucidada quando se evidenciou experimentalmente que 01) os cromossomos são estruturas nucleares constituídas essencialmente de proteínas. 02) cada cromossomo influencia a manifestação de um único caráter em todas as suas formas alternativas. 03) muitos genes ocorrem em um cromossomo, formando uma única seqüência linear. 04) os genes não ocupam uma posição definida, sendo impossível conhecer sua ordem nos cromossomos. 05) a distribuição dos caracteres nas famílias obedece estritamente à segregação de blocos de gener. Questão 06 A ilustração, ao tempo em que esquematiza o fluxo da informação genética, aponta para a complexidade química da célula, cuja compreensão mais profunda constitui o desafio da Biologia na atualidade.

17 Questão 03 O processo descrito no texto permite a recomposição do fígado e está associado a um tipo de divisão celular que 01 ) é exclusivo dos seres pertencentes ao Reino Animal. 02) impede uma posterior diferenciação das célulasfilhas. 03) envolve o aparecimento de lamela média. 04) prescinde da ocorrência de interfase. 05) possibilita a formação de dois núcleos-filhos com a mesma composição cromossômica da célula-mãe. Considerando-se as relações indicadas, uma célula em atividade normal deve 01) expressar todos os genes presentes no genoma, ao longo do ciclo celular. 02) conservar as subunidades ribossomais unidas após a tradução de um RNAm. 03) produzir seletivamente os diferentes tipos de proteínas em resposta ao seu contexto. 04) armazenar, em seu citoplasma, os metabólitos derivados de processos energéticos mitocondriais. 05) manter constante sua composição química, impedindo a entrada de íons e moléculas. Ciclo Celular, Mitose e Meiose Questão 01 Sobre os aspectos do processo de divisão celular, e correto afirmar: A) As células representadas prescindem da formação de um fuso mitótico. B) A replicação semiconservativa do DNA garante a produção de duas células-filhas. C) Uma ameba sofre citocinese sem prévia ocorrência de mitose. D) A disposição dos cromossomos na metáfase favorece a distribuição eqüitativa das cromátides irmãs. E) A possibilidade de divisão celular precisa independe de um ciclo de compactação da cromatina. Questões 02 e 03 O fígado é o maior órgão dos vertabrados e o que apresenta maior diversidade funcional, destacando-se a produção de proteínas do plasma sangüíneo e da bile. Felizmente, quando um pedaço do figado humano sofre certos tipos de lesão, substâncias são liberadas, dando um sinal para as células se multiplicarem, o que pode ocorrer ordenadamente. Há um intervalo entre uma divisão e outra, dando tempo para as células se formarem com perfeição. (Superinteressante, p e Campbell, p. 906) Questão 02 A produção de proteínas do plasma sangüíneo pelo fígado permite afirmar que as células hepáticas apresentam O1 ) cromatina com atividade transcricional inibida. 02) mitocôndrias em pequena quantidade. 03) retículo endoplasmático rugoso desenvolvido. 04) atividade lisossômica intensa. 05) complexo de Golgi reduzido. Questão 04 Um dos pioneiros nos estudos da citogenética, o pesquisador Sutton, em 1903, com base em estudos comparativos entre o comportamento dos fatores hereditários mendelianos e os eventos cromossômicos que ocorrem na meiose, apresentou algumas conclusões que foram decisivas para a fundamentação dessa nova ciência que caminhou os seus primeiros passos, juntamente, com o século XX. Esses estudos possibilitaram a Sutton concluir: 01) A contribuição hereditária do espermatozóide é bem menor que a do gameta feminino. 02) O número de cromossomos duplica a cada nova geração celular. 03) Os fatores hereditários são igualmente transportados pelo núcleo e pelo citoplasma. 04) A ligação de uma geração a outra é feita pelos gametas. 05) Os cromossomos ocorrem no núcleo e no citoplasma. Questão 05 A ilustração mostra momentos de um processo de divisão celular. A análise da ilustração permite concluir: 01) O processo esquematizado envolve duas replicações do DNA e duas divisões celulares. 02) As cromátides-irmã de cada cromossomo, representadas em B, apresentam genes maternos e paternos. 03) A segregação dos pares de homólogos, indicada em C, determina a condição haplóide das células-filha. 04) A constituição cromossômica, em D, conduz à formação de células-filha geneticamente idênticas entre si. 05) As células indicadas em E podem constituir tecidos orgânicos, como o epitelial e o muscular. Questão 06

18 Entre as características do material genético e sua transmissão, destaca-se a 01) fidelidade na replicação durante uma etapa específica da interfase. 02) flexibilidade no pareamento de bases necessárias para a separação das cromátides-irmã na anáfase. 03) equivalência entre um nucleotídeo e um aminoácido, durante a tradução da mensagem genética. 04) degradação parcial das cadeias polinucleotídicas que constituem a dupla hélice durante a transcrição. 05) manutenção do mesmo grau de compactação da cromatina em todo o ciclo celular. Questões 07 e 08 O esquema se relaciona a um dos processos de divisão celular. Questão 07 A análise do diagrama permite concluir que 01) o processo esquematizado envolve duas replicações do material genético e duas divisões celulares. 02) o evento I converte uma célula haplóide em diplóide. 03) o evento II permite o aparecimento de cromátides com combinações gênicas inexistentes na célula-mãe. 04) o evento III separa os elementos de cada par de homólogos. 05) as células-filha resultantes são geneticamente idênticas. Questão 08 O processo de divisão esquematizado 01 ) possibilita a estabilidade numérica dos cromossomos das células somáticas de um indivíduo. 02) forma células responsáveis pela reprodução sexuada em vegetais 03) garante a manutenção do número de cromossomos entre os indivíduos normais de uma espécie biológica. 04) favorece o aparecimento de indivíduos de reprodução sexuada geneticamente idênticos. 05) permite a produção de clones de mamíferos, como ovelhas e porcos. Questão 09 O estabelecimento da reprodução sexuada no sistema vivo está associado à inovação do mecanismo da meiose. A meiose é essencial no ciclo reprodutivo sexual, porque 01) produz gametas contendo, apenas, os cromossomos sexuais. 02) possibilita a ocorrência da fecundação sem que se duplique o cariótipo da espécie. 03) distribui, às células-filhas, os cromossomos maternos e paternos em dois lotes distintos. 04) reduz, progressivamente, o número de cromossomos da espécie. 05) estabelece a diferenciação morfológica entre gametas masculinos e femininos. Questão 10 A evolução da meiose fez-se como uma adaptação da mitose, envolvendo duas divisões sucessivas. Dentre as adaptações celulares para a realização da meiose, um passo necessário é 01) um aumento na viscosidade do nucleoplasma, para impedir o movimento dos cromossomos. 02) o desenvolvimento de uma sinalização cromossômica para o reconhecimento, entre si, dos cromossomos de um mesmo par. 03) a manutenção do envoltório nuclear, garantindo a organização do processo. 04) a diminuição das forças de interação entre as cromátides irmãs, permitindo que se separem na metáfase I. 05) a formação de um complexo para impedir o intercâmbio de segmentos entre cromátides homólogas. Questão 11 Entre os fenômenos complexos, "cujas análises ultrapassam os limites da genética comum", está a divisão celular das células eucarióticas, sobre a qual se pode afirmar: (01) A replicação do material genético é um pré-requisito essencial aos propósitos da mitose. (02) O processo mitótico em células neoplásicas dispensa o crescimento da célula e ocorre numa rápida seqüência de eventos. (04) A mitose consome o mesmo tempo do ciclo celular normal, independente do tecido ou organismo considerado. (08) A dinâmica altamente eficiente da divisão mitótica prescinde de mecanismos regulatórios inerentes à célula. (16) Condições ambientais, como disponibilidade de nutrientes, interferem decisivamente no desenvolvimento da divisão celular. (32) Eventos citoplasmáticos organizam e coordenam a cinética dos cromossomos ao longo do processo de divisão. Questão 12 Muitas substâncias têm efeito mutagênico. A colchicina, utilizada no tratamento de doenças humanas, por exemplo, inibe a formação do fuso mitótico. Um efeito imediato esperado em tecido de crescimento rápido submetido à colchicina é 01) a interrupção da duplicação da cromatina em suas células. 02) a aceleração da atividade ribossômica em células interfásicas. 03) a descompactação do material cromossômico metafásico.

19 04) o bloqueio no processo de separação de cromátidesirmã. 05) o aumento do número de células em telófase. Questão 13 O diagrama representa, esquematicamente, o ciclo celular mitótico, processo que mantem a dinâmica dos tecidos proliferativos, e indica os dois momentos do ciclo em que a célula decide pela continuidade ou interrupção do processo. a) 46 cromossomos duplicados e 46 cromossomos simples. b) 46 cromossomos simples e 23 cromossomos simples. c) 23 cromossomos duplicados e 23 cromossomos simples. d) 23 cromossomos simples e 23 cromossomos simples. e) 23 cromossomos simples e nenhum cromossomo. Questão 16 Ainda faltava uma peça no quebra-cabeça da dupla hélice, pois não havíamos testado experimentalmente a nossa idéia de que, na replicação do DNA, as duas fitas se abrem mais ou menos como um zíper. Max Delbruck, por exemplo, temia que abri-la como um zíper pudesse gerar alguns emaranhados terríveis. Essa lacuna foi preenchida com o uso de experiências simples e sucintas, como a de Meselson e Stahl, em que analisou por várias gerações de bactérias amostras de DNA, conforme o diagrama ilustra. (WATSON, 2005, p. 72). A análise do ciclo exige a compreensão de que 01) o estágio mitótico, embora mais rápido do que a interfase, se carateriza pela ocorrência do fenômeno da autoduplicação dos cromossomos. 02) deficiências no processo de síntese de enzimas devem ser um sinal no primeiro ponto de checagem, que bloqueia o ciclo. 03) a inibição da montagem dos microtúbulos compromete diretamente a evolução da telófase. 04) a compactação acentuada de cada cromossomo deve ser confirmada, no segundo pente de checagem, para que ocorra a continuidade do ciclo. 05) os eventos da transcrição são os acontecimentos principais que decorrem na fase S. Questão 14 A figura ilustra um cromossomo a partir de registros da observação de células em mitose, cuja interpretação exige a compreensão de que: 01)! a duplicação do material genético ocorre no desenvolvimento do processo mitótico. 02)! a configuração do cromossomo expressa uma adaptação, que possibilita a realização do processo, preservando a integridade do DNA. 03)! cada cromátide é constituída por uma seqüência de genes, que deve ser diferenciada, entre as duas, pela ocorrência de alelos alternativos. 04)! a organização do cromossomo envolve a associação a proteínas específicas sintetizadas no próprio núcleo. 05)! a região do centrômero mantém os filamentos unidos, garantindo o deslocamento dos dois para um mesmo pólo da célula. Os "emaranhados terríveis" imaginados por Max Delbruck são evitados no ciclo celular, porque 01) a molécula de DNA constituinte de um cromossomo é fragmentada em vários segmentos para que ocorra o processo de replicação. 02) os cromossomos sofrem um processo de compactação, como condição prévia para a replicação do DNA. 03) "a abertura do zíper" de uma extremidade à outra da molécula de DNA ocorre como um fenômeno contínuo e extremamente rápido. 04) cada cromossomo, no momento da replicação, ligase pelo centrômero a fibras do fuso mitótico. 05) as longas moléculas do DNA em eucariotos replicam-se a partir de vários pontos de origem estabelecidos como uma estratégia evolutiva. Questão 15 Durante a ovulogênese da mulher, são produzidos dois corpúsculos polares. O primeiro e o segundo corpúsculos polares humanos contêm, respectivamente,

PROF. DORIVAL FILHO dorivalfilho@uol.com.br. Membrana Plasmática. Parede Celular. Moneras peptoglicano (ou peptidoglicano).

PROF. DORIVAL FILHO dorivalfilho@uol.com.br. Membrana Plasmática. Parede Celular. Moneras peptoglicano (ou peptidoglicano). PROF. DORIVAL FILHO dorivalfilho@uol.com.br MEMBRANAS CELULARES Toda célula precisa estar envolvida por algum tipo de estrutura que controle o que nela pode entrar e sair. É a membrana plasmática a responsável

Leia mais

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas.

ALUNO(a): Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas citoplasmáticas. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 3º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) Observe o esquema a seguir, no qual I e II representam diferentes estruturas

Leia mais

Questões complementares

Questões complementares Questões complementares 1. Definir célula e os tipos celulares existentes. Caracterizar as diferenças existentes entre os tipos celulares. 2. Existe diferença na quantidade de organelas membranares entre

Leia mais

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos

Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Biologia Celular: Transformação e armazenamento de energia: Mitocôndrias e Cloroplastos Prof. MSc Ana Paula

Leia mais

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA

PROFESSOR GUILHERME BIOLOGIA Laranjeiras do Sul: Av. 7 de Setembro, 1930. Fone: (42) 3635 5413 Quedas do Iguaçu: Pça. Pedro Alzide Giraldi, 925. Fone: (46) 3532 3265 www.genevestibulares.com.br / contato@genevestibulares.com.br PROFESSOR

Leia mais

Trabalho Online. 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / /

Trabalho Online. 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / / Trabalho Online NOME: Nº.: DISCIPLINA: BIOLOGIA I PROFESSOR(A): LEANDRO 3ª SÉRIE TURMA: 3101 2º Bimestre Nota: DATA: / / 1. A seguir estão representados três modelos de biomembranas: a) A que constituintes

Leia mais

A descoberta da célula

A descoberta da célula A descoberta da célula O que são células? As células são a unidade fundamental da vida CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula)

Leia mais

Prof. Felipe de Lima Almeida

Prof. Felipe de Lima Almeida Prof. Felipe de Lima Almeida No século XVI, dois holandeses, fabricantes de óculos, descobriram que duas lentes montadas em um tubo poderiam ampliar a imagem de objetos que, normalmente, não eram vistos

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ==============================================================================================

BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES - BIOLOGIA - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Ácidos Nucleicos 01- Os

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº

EXERCÍCIOS ON LINE 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº EXERCÍCIOS ON LINE 3º Bimestre DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A): LEANDRO 1ª SÉRIE TURMA: 1101 DATA: NOME: Nº 1. Qual a composição química da membrana plasmática? 2. A célula apresenta membrana plasmática

Leia mais

Células procarióticas

Células procarióticas Pró Madá 1º ano Células procarióticas Citosol - composto por 80% de água e milhares de tipos de proteínas, glicídios, lipídios, aminoácidos, bases nitrogenadas, vitaminas, íons. Moléculas de DNA e ribossomos

Leia mais

Prof.: Ramon L. O. Junior 1

Prof.: Ramon L. O. Junior 1 CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL DISCIPLINA: BIOLOGIA UNIDADE II NOÇÕES DE MORFOLOGIA E FISIOLOGIA CELULAR Prof.: Ramon Lamar de Oliveira Junior TIPOS CELULARES CÉLULA PROCARIOTA X 1 a 2 micrômetros (mm) Ausência

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufc) Na(s) questão(ões) a seguir escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. Respiração e Fermentação 1. (Fuvest) O fungo 'Saccharomyces cerevisiae' (fermento de padaria) é um anaeróbico facultativo. Quando cresce na ausência de oxigênio, consome muito mais glicose do que quando

Leia mais

Professor Antônio Ruas

Professor Antônio Ruas Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Componente curricular: BIOLOGIA APLICADA Aula 3 Professor Antônio Ruas 1. Assuntos: Introdução à história geológica

Leia mais

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br

Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br Profa. Josielke Soares josisoares@ig.com.br A célula é a menor unidade estrutural básica do ser vivo. A palavra célula foi usada pela primeira vez em 1667 pelo inglês Robert Hooke. Com um microscópio muito

Leia mais

Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano

Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano Escola Secundária do Monte de Caparica Disciplina de Biologia 10 º Ano Teste de avaliação Nome ----------------------------------------------------------------------- Numero -------------------------------

Leia mais

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS

CITOPLASMA. Características gerais 21/03/2015. Algumas considerações importantes: 1. O CITOPLASMA DAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS CITOPLASMA Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: Biologia e Histologia São dotadas de membrana plasmática; Contêm citoplasma

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO

METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO METABOLISMO ENERGÉTICO: RESPIRAÇÃO CELULAR E FERMENTAÇÃO Mitocôndria - Organela em forma de grão ou bastonete. É formada por duas membranas: a mais interna forma uma série de dobras ou septos chamados

Leia mais

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS Apesar da diversidade entre os seres vivos, todos guardam muitas semelhanças, pois apresentam material genético (DNA) em que são encontradas todas as informações

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR Retículo endoplasmático Invólucro nuclear Núcleo Mitocôndria Procarionte fotossintético Cloroplasto Procarionte ancestral Eucariote ancestral

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS LAGES CURSO TÉCNICO EM BIOTECNOLOGIA. Aluno: Módulo I

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS LAGES CURSO TÉCNICO EM BIOTECNOLOGIA. Aluno: Módulo I INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS LAGES CURSO TÉCNICO EM BIOTECNOLOGIA Aluno: Módulo I Professor: Leandro Parussolo Unidade Curricular: Biologia Celular ATIVIDADE

Leia mais

Os primeiros indícios de que o DNA era o material hereditário surgiram de experiências realizadas com bactérias, sendo estas indicações estendidas

Os primeiros indícios de que o DNA era o material hereditário surgiram de experiências realizadas com bactérias, sendo estas indicações estendidas GENERALIDADES Todo ser vivo consiste de células, nas quais está situado o material hereditário. O número de células de um organismo pode variar de uma a muitos milhões. Estas células podem apresentar-se

Leia mais

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe!

Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Aula: 2 Temática: Ácidos Nucléicos Hoje estudaremos a bioquímica dos ácidos nucléicos. Acompanhe! Introdução: Os ácidos nucléicos são as moléculas com a função de armazenamento e expressão da informação

Leia mais

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson

ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS. Prof. Emerson ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS Prof. Emerson Algumas considerações importantes: Apesar da diversidade, algumas células compartilham ao menos três características: São dotadas de membrana plasmática; Contêm

Leia mais

1- Considere as características das células A, B e C da tabela: ela indica a presença (+) ou ausência (- ) de alguns componentes.

1- Considere as características das células A, B e C da tabela: ela indica a presença (+) ou ausência (- ) de alguns componentes. Membrana Plasmática 1- Considere as características das células A, B e C da tabela: ela indica a presença (+) ou ausência (- ) de alguns componentes. Componentes celulares Célula A Célula B Célula C Membrana

Leia mais

Centríolos. Ribossomos

Centríolos. Ribossomos Ribossomos Os ribossomos são encontrados em todas as células (tanto eucariontes como procariontes) e não possuem membrana lipoprotéica (assim como os centríolos). São estruturas citoplasmáticas responsáveis

Leia mais

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes.

O CITOPLASMA. Prof. André Maia. O Movimento amebóide é um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes. O CITOPLASMA Prof. André Maia Conceito É a região da célula localizada entre a membrana plasmática e o núcleo, preenchida por uma substância gelatinosa (semi-líquida), na qual estão mergulhadas as organelas

Leia mais

Célula Robert Hooke (século XVII) Mathias Schleiden (1838) Theodor Swann Rudolf Virchow (1858)

Célula Robert Hooke (século XVII) Mathias Schleiden (1838) Theodor Swann Rudolf Virchow (1858) Célula Introdução Robert Hooke (século XVII) deu o nome de célula (pequenos compartimentos) às pequenas cavidades separadas por paredes, que ele observou em cortiça e outros tecidos, usando microscópio

Leia mais

O citoplasma das células

O citoplasma das células UNIDADE 2 ORIGEM DA VIDA E BIOLOGIA CELULAR CAPÍTULO 8 Aula 1/3 Eucariontes x Procariontes Estruturas citoplasmáticas: Citoesqueleto Centríolos, cílios e flagelos 1. CÉLULAS PROCARIÓTICAS E EUCARIÓTICAS

Leia mais

QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO. Prof.

QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO. Prof. Questão 01 QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO Prof. Cláudio Góes O mundo vivo é construído de tal forma que podemos estabelecer

Leia mais

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA".

1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou impressão digital de DNA. Ácidos Nuclêicos 1. (Unesp) A ilustração apresenta o resultado de um teste de paternidade obtido pelo método do DNA-Fingerprint, ou "impressão digital de DNA". a) Segundo o resultado acima, qual dos homens,

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEÍCA O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown, é uma estrutura

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO Componente Curricular: Biologia Professor: Leonardo Francisco Stahnke Aluno(a): Turma: Data: / /2015 EXERCÍCIOS DE REVISÃO CITOPLASMA E METABOLISMO 1. A respeito da equação ao lado, que representa uma

Leia mais

Profª Eleonora Slide de aula. Fotossíntese: As Reações da Etapa Clara ou Fotoquímica

Profª Eleonora Slide de aula. Fotossíntese: As Reações da Etapa Clara ou Fotoquímica Fotossíntese: As Reações da Etapa Clara ou Fotoquímica Fotossíntese Profª Eleonora Slide de aula Captação da energia solar e formação de ATP e NADPH, que são utilizados como fontes de energia para sintetizar

Leia mais

MEMBRANA PLASMÁTICA (Modelos da Ultra-Estrutura)

MEMBRANA PLASMÁTICA (Modelos da Ultra-Estrutura) MEMBRANA PLASMÁTICA (Modelos da Ultra-Estrutura) A membrana plasmática é uma estrutura altamente diferenciada, que delimita a célula e lhe permite manter a sua individualidade relativamente ao meio externo.

Leia mais

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS

CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS CITOLOGIA CONHECENDO AS CÉLULAS A história da Citologia Hans e Zaccharias Janssen- No ano de 1590 inventaram um pequeno aparelho de duas lentes que chamaram de microscópio. Robert Hooke (1635-1703)- Em

Leia mais

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Células e Membranas As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Organelas são compartimentos celulares limitados por membranas A membrana plasmática é por si só uma organela.

Leia mais

BIOFÍSICA MEMBRANAS BIOLÓGICAS

BIOFÍSICA MEMBRANAS BIOLÓGICAS BIOFÍSICA MEMBRANAS BIOLÓGICAS CÉLULA Unidade fundamental dos seres vivos Menor estrutura biológica capaz de ter vida autônoma Átomos Moléculas Estruturas supramoleculares Células tecidos órgãos Sistemas

Leia mais

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009)

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) Nome do Candidato Classificação Leia as seguintes informações com atenção. 1. O exame é constituído

Leia mais

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. Sgrillo.ita@ftc.br

Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo. Sgrillo.ita@ftc.br Dra. Kátia R. P. de Araújo Sgrillo Sgrillo.ita@ftc.br A conversão do fluxo de elétrons em trabalho biológico requer transdutores moleculares (circuito microscópico), análogos aos motores elétricos que

Leia mais

Exercícios de Citoplasma e organelas

Exercícios de Citoplasma e organelas Exercícios de Citoplasma e organelas Material de apoio do Extensivo 1. (PUC) No interior da célula, o ATP produzido em um processo (I) é utilizado na síntese de enzimas digestivas (II) e no mecanismo de

Leia mais

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA

A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA A DESCOBERTA DA CÉLULA VIVA O mundo microscópico A quase 400 anos... No início, o instrumento era considerado um brinquedo, que possibilitava a observação de pequenos objetos. Zacharias Jansen e um microscópio

Leia mais

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data:

Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: Ficha de Exercícios A Célula (VERSÃO CORRIGIDA) Ano lectivo: 10º ano Turma: Data: 1- A célula é uma importante estrutura do mundo vivo. Todos os seres vivos começam por existir sob a forma de célula. Alguns

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: RONNIELLE CABRAL ROLIM Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com ÁCIDOS NUCLEICOS ÁCIDOS NUCLÉICOS: são substâncias formadoras de genes, constituídas por um grande

Leia mais

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno:

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: 1. Diferencie e explique a diferença Célula eucariota de célula procariota quanto

Leia mais

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO

M E T B O L I S M O CATABOLISMO ANABOLISMO METABOLISMO É o conjunto das reações químicas que ocorrem num organismo vivo com o fim de promover a satisfação de necessidades estruturais e energéticas. ...metabolismo Do ponto de vista físico-químico,

Leia mais

Bioenergética. Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti

Bioenergética. Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti Bioenergética Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti Natal/RN Fevereiro de 2011 Substratos para o exercício O corpo utiliza nutrientes carboidratos, gorduras e proteínas consumidos diariamente para

Leia mais

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas

08/10/2012. Citologia. Equipe de Biologia. De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas. Água Sais minerais. Substâncias orgânicas Citologia Equipe de Biologia De que são formados os seres vivos? Substâncias inorgânicas Água Sais minerais Substâncias orgânicas Carboidratos Lipídios Proteínas Vitaminas Ácidos nucleicos .

Leia mais

Ácidos nucléicos. São polímeros compostos por nucleotídeos. Açúcar - pentose. Grupo fosfato. Nucleotídeo. Base nitrogenada

Ácidos nucléicos. São polímeros compostos por nucleotídeos. Açúcar - pentose. Grupo fosfato. Nucleotídeo. Base nitrogenada ÁCIDOS NUCLÉICOS Ácidos nucléicos São polímeros compostos por nucleotídeos Açúcar - pentose Nucleotídeo Grupo fosfato Base nitrogenada Composição dos Ácidos nucléicos pentoses: numeração da pentose: pentose

Leia mais

Equipe de Biologia. Biologia

Equipe de Biologia. Biologia Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Biologia Data: Biologia Ácidos nucléicos Os ácidos nucléicos são moléculas gigantes (macromoléculas), formadas por unidades monoméricas menores

Leia mais

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes

Microscópio de Robert Hooke Cortes de cortiça. A lente possibilitava um aumento de 200 vezes CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula é a Citologia (do grego: cito = célula; logos = estudo). A invenção do microscópio no final do século XVI revolucionou a Biologia. Esse instrumento possibilitou

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA

COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA COMUNICAÇÃO DA INFORMAÇÃO NAS MOLÉCULAS DE DNA E RNA Andréia Cristina Hypólito José 11075810 Fernando Caldas Oliveira 11085410 Giovana Zaninelli 11017210 Renato Fernandes Sartori 11061110 Rodrigo de Mello

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto SÍNTESE PROTEICA

Universidade Federal de Ouro Preto SÍNTESE PROTEICA Universidade Federal de Ouro Preto SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DE MACROMOLÉCULAS Macromoléculas: Proteínas - aa Carboidratos - monossacarídeos Lipídeos ácidos graxos Macromoléculas celulares: em constante

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE RESPIRAÇÃO CELULAR Processo de produção de energia a partir da degradação completa de compostos orgânicos energéticos (ex.:

Leia mais

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE

METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE METABOLISMO ENERGÉTICO RESPIRAÇÃO CELULAR FERMENTAÇÃO FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE RESPIRAÇÃO CELULAR Processo de produção de energia a partir da degradação completa de compostos orgânicos energéticos (ex.:

Leia mais

Técnico em Biotecnologia Módulo I. Biologia Celular. Aula 4 - Sistema de Endomembranas. Prof. Leandro Parussolo

Técnico em Biotecnologia Módulo I. Biologia Celular. Aula 4 - Sistema de Endomembranas. Prof. Leandro Parussolo Técnico em Biotecnologia Módulo I Biologia Celular Aula 4 - Sistema de Endomembranas Prof. Leandro Parussolo SISTEMA DE ENDOMEMBRANAS Se distribui por todo o citoplasma É composto por vários compartimentos

Leia mais

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS

O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS O CITOPLASMA E SUAS ORGANELAS Citoplasma região entre a membrana plasmática e o núcleo (estão presentes o citosol e as organelas). Citosol material gelatinoso formado por íons e moléculas orgânicas e inorgânicas

Leia mais

Painéis Do Organismo ao Genoma

Painéis Do Organismo ao Genoma Painéis Do Organismo ao Genoma A série de 5 painéis do organismo ao genoma tem por objetivo mostrar que os organismos vivos são formados por células que funcionam de acordo com instruções contidas no DNA,

Leia mais

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula

MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR. Mito: filamento Chondrion: partícula MITOCÔNDRIA E RESPIRAÇÃO CELULAR Mito: filamento Chondrion: partícula QUALQUER TRABALHO NA CÉLULA REQUER ENERGIA: -Movimento celular, secreção de substâncias, transmissão dos impulsos nervosos, contração

Leia mais

Biologia Celular - Prof. Douglas

Biologia Celular - Prof. Douglas LISTA DE EXERCÍCIOS - BIOLOGIA [Supletivo São Benedito] Biologia Celular - Prof. Douglas Q1 - (CEFET-MG/2012-1) Associou-se corretamente as estruturas existentes nas células aos tipos celulares exemplificados,

Leia mais

Introdução à Biologia Celular e Molecular. Profa. Luciana F. Krause

Introdução à Biologia Celular e Molecular. Profa. Luciana F. Krause Introdução à Biologia Celular e Molecular Profa. Luciana F. Krause Níveis de organização Desenvolvimento da Teoria Celular Século XVII desenvolvimento das lentes ópticas Robert Hooke (1665) células (cortiça)

Leia mais

RESUMO: Organelas Celulares

RESUMO: Organelas Celulares RESUMO: Organelas Celulares Organelas são estruturas presentes nas células, comuns a muitos tipos delas. Isto é, são compartimentos celulares limitados por membranas. Essas organelas desenvolvem funções

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO I BIOENERGÉTICA: CICLO DE KREBS Ciclo de Krebs Considerações Gerais Esta denominação decorre da homenagem ao bioquímico Hans Krebs, a qual lhe valeu o Prémio Nobel de Fisiologia

Leia mais

1. (MOJI-SP) A membrana plasmática, apesar de invisível ao microscópio óptico, está presente:

1. (MOJI-SP) A membrana plasmática, apesar de invisível ao microscópio óptico, está presente: Exercícios de aprofundamento Biologia Aula 1 1. (MOJI-SP A membrana plasmática, apesar de invisível ao microscópio óptico, está presente: a em todas as células, seja ela procariótica ou eucariótica. b

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular

RESPIRAÇÃO CELULAR. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Respiração Celular RESPIRAÇÃO CELULAR A MAIS QUÍMICA DAS REAÇÕES BIOLÓGICAS Questão certa em vestibulares

Leia mais

Existem diversos tipos de transporte que podem ocorrer através da membrana plasmática. Vejamos abaixo:

Existem diversos tipos de transporte que podem ocorrer através da membrana plasmática. Vejamos abaixo: MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTES MEMBRANA PLASMÁTICA A membrana plasmática é constituída de uma camada dupla de lipídeos. Nesta camada, existem moléculas de proteínas encaixadas. Essas moléculas de proteínas

Leia mais

GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO

GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO GENÉTICA VII APLICAÇÕES DO CONHECIMENTO GENÉTICO Prof. Jose Amaral/2012/2013 Metabolismo de controle O metabolismo é controlado pelos ácidos nucléicos, compostos que coordenam uma série de reações em que

Leia mais

Mitocôndrias e Cloroplastos

Mitocôndrias e Cloroplastos Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Departamento de Morfologia Biologia Celular Mitocôndrias e Cloroplastos Características gerais de mitocôndrias e cloroplastos Mitocôndrias

Leia mais

CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL

CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL CITOPLASMA,HIALOPLASMA, MATRIZ CITOPLASMÁTICA OU CITOSOL Massa líquida que contém diversas substâncias, canais, bolsas e as organelas citoplasmáticas. COMPOSIÇÃO DO CITOPLASMA O componente aquosa do citoplasma

Leia mais

ORBITAIS DE ELÉTRONS, FLUORESCÊNCIA E FOTOSSÍNTESE.

ORBITAIS DE ELÉTRONS, FLUORESCÊNCIA E FOTOSSÍNTESE. Atividade didático-experimental ORBITAIS DE ELÉTRONS, FLUORESCÊNCIA E FOTOSSÍNTESE. O objetivo desta atividade é proporcionar contato com alguns fenômenos e conceitos físicos e químicos que permitem avançar

Leia mais

Organelas Citoplasmáticas I

Organelas Citoplasmáticas I Organelas Citoplasmáticas I Profº Me. Fernando Belan Alexander Fleming Ribossomos São formados por RNAr + Proteínas; O RNAr é produzido no núcleo, por alguns cromossomos específicos(satélites) Os ribossomos

Leia mais

O fluxo da informação é unidirecional

O fluxo da informação é unidirecional Curso - Psicologia Disciplina: Genética Humana e Evolução Resumo Aula 3- Transcrição e Tradução Dogma central TRANSCRIÇÃO DO DNA O fluxo da informação é unidirecional Processo pelo qual uma molécula de

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia Membrana Plasmática e Fisiologia Celular

Exercícios de Aprofundamento Biologia Membrana Plasmática e Fisiologia Celular 1. (Fuvest 2015) Nas figuras abaixo, estão esquematizadas células animais imersas em soluções salinas de concentrações diferentes. O sentido das setas indica o movimento de água para dentro ou para fora

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

M.O. coloração verde JANUS oxidação do corante citocromos; M.E.T. ultra estrutura; Células eucariontes; Tamanho 0,2 a 1 µm de diâmetro;

M.O. coloração verde JANUS oxidação do corante citocromos; M.E.T. ultra estrutura; Células eucariontes; Tamanho 0,2 a 1 µm de diâmetro; Apoptose Produção de energia Mitocôndria Introdução As mitocôndrias (mitos, filamento e condria, partícula) são organelas citoplasmáticas de forma arredondada ou alongada, existentes em praticamente todos

Leia mais

Profª Eleonora Slide de aula. Introdução ao Estudo da Bioquímica

Profª Eleonora Slide de aula. Introdução ao Estudo da Bioquímica Introdução ao Estudo da Bioquímica Introdução aracterísticas Químicas da Matéria Viva A maioria dos organismos é constituída de apenas 16 elementos químicos Ligações não covalentes são importantes na estrutura

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CELULAR. A célula é a unidade básica formadora dos seres

ORGANIZAÇÃO CELULAR. A célula é a unidade básica formadora dos seres ORGANIZAÇÃO CELULAR 1. INTRODUÇÃO A célula é a unidade básica formadora dos seres vivos. De acordo com a estrutura celular, os seres vivos classificam-se em procariontes e eucariontes. Os primeiros caracterizam-se

Leia mais

COMPONENTES CELULARES

COMPONENTES CELULARES www.fondosypantallas.com COMPONENTES CELULARES Prof. Cristino Rêgo 8º Ano Ensino Fundamental II Robert Hooke Cientista inglês, mecânico e meteorologista: formulou a primeira teoria sobre as propriedades

Leia mais

BIOLOGIA MOLECULAR. Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas

BIOLOGIA MOLECULAR. Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas BIOLOGIA MOLECULAR Ácidos Nucléicos e Síntese de Proteínas Nucleotídeos São moléculas formadas pela união de um açúcar ou pentose, uma base nitrogenada e um grupo fosfato. Os Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)

Leia mais

Bases Moleculares da Hereditariedade

Bases Moleculares da Hereditariedade UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROG. DE PÓS GRAD. EM GENET. E MELHORAMENTO NÚCLEO DE ESTUDOS EM GENET. E MELHORAMENTO Bases Moleculares da Hereditariedade Ministrante: João Paulo

Leia mais

DNA E SÍNTESE PROTEICA

DNA E SÍNTESE PROTEICA Genética Animal DNA e síntese proteica 1 DNA E SÍNTESE PROTEICA Estrutura do DNA: -Molécula polimérica, cujos monômeros denominam-se nucleotídeos. -Constituição dos nucleotídeos: açúcar pentose (5 -desoxirribose)

Leia mais

N1101 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia.

N1101 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. N1101 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. Questão 01 B110006RJ Os seres vivos obtêm energia a partir da matéria orgânica que se encontra no organismo, comumente, na forma

Leia mais

CITOLOGIA MEMBRANA PLASMÁTICA TEORIA CELULAR: 06/05/2015 TIPOS CELULARES: DESCOBERTA DA CÉLULA: R. Hooke (1665)

CITOLOGIA MEMBRANA PLASMÁTICA TEORIA CELULAR: 06/05/2015 TIPOS CELULARES: DESCOBERTA DA CÉLULA: R. Hooke (1665) DESCOBERTA DA CÉLULA: R. Hooke (1665) CITOLOGIA TEORIA CELULAR: CÉLULA É A UNIDADE MORFOLÓGICA E FISIOLÓGICA DOS SERES VIVOS. Schleiden e Schwann: Todo ser vivo é formado de células. Virchow: Toda célula

Leia mais

Genes. Menor porção do DNA capaz de produzir um efeito que pode ser detectado no organismo. Região do DNA que pode ser transcrita em moléculas de RNA.

Genes. Menor porção do DNA capaz de produzir um efeito que pode ser detectado no organismo. Região do DNA que pode ser transcrita em moléculas de RNA. Genes Menor porção do DNA capaz de produzir um efeito que pode ser detectado no organismo. Região do DNA que pode ser transcrita em moléculas de RNA. Ácidos nucleicos Os ácidos nucléicos são macromoléculas

Leia mais

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA?

O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS? O QUE SÃO SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS? QUAL A FUNÇÃO BIOLÓGICA DE CADA UMA? SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS: CARBONO, HIDROGÊNIO, OXIGÊNIO E NITROGÊNIO FORMAM CADEIAS LONGAS E COMPLEXAS

Leia mais

Resoluções de Atividades

Resoluções de Atividades Resoluções de Atividades Sumário Aula 16 Citoplasma I... 1 Aula 17 Citoplasma II... 2 Aula 18 Metabolismo energético Respiração... 3 Aula 19 Metabolismo energético Respiração e fermentação... 4 01 C 02

Leia mais

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano

Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano Educadora: Daiana Araújo C. Curricular:Ciências Naturais Data: / /2013 Estudante: 8º Ano O termo célula foi usado pela primeira vez pelo cientista inglês Robert Hooke, em 1665. Por meio de um microscópio

Leia mais

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA

ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLEÍCOS RIBOSSOMO E SÍNTESE PROTEÍCA ÁCIDOS NUCLÉICOS: Moléculas orgânicas complexas, formadas polimerização de nucleotídeos (DNA e RNA) pela Contêm a informação que determina a seqüência de aminoácidos

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

Química do material genético

Química do material genético 1 O NÚCLEO No núcleo estão os cromossomos, onde estão "armazenadas" as informações genéticas de cada espécie. Os seguintes componentes constituem o núcleo celular: Membrana Nuclear: também chamada de carioteca

Leia mais

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano.

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. Tipo de itens O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. 1. Quais são as suas principais funções? Transporte de nutrientes, defesa, regulação térmica e controlo 2. Quais os seus constituintes?

Leia mais

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre

Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Exercícios para Prova 1 de Biologia 1 Trimestre Pessoal a matéria da prova de Biologia é dos Módulos 1 a 5 (Edgard) e Módulo 1 (Ricardo). Parte I O Gabarito está na última folha. 1. Ordene as categorias

Leia mais

Lista de Exercícios RESPIRAÇÃO CELULAR. Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net

Lista de Exercícios RESPIRAÇÃO CELULAR. Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net Lista de Exercícios RESPIRAÇÃ CELULAR Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net 01 - (FGV/2013) cianeto é uma toxina que atua bloqueando a última das três etapas do processo respiratório aeróbico,

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR COMPOSTOS INORGÂNICOS: ÁGUA- SAIS MINERAIS COMPOSTOS ORGÂNICOS: CARBOIDRATOS COMPOSTOS INORGÂNICOS Não apresentam Carbono em sua estrutura DOIS TIPOS: Água e Sais Minerais ÁGUA:

Leia mais

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal)

BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) BIOLOGIA CELULAR Células Procariontes Eucariontes (animal e vegetal) Thiago Campos Monteiro UFMS / CPCS Créditos: Prof a Elisângela de Souza Loureiro Tamanho das células Existem células de vários tamanhos.

Leia mais

TRANSCRICAO E PROCESSAMENTO DE RNA

TRANSCRICAO E PROCESSAMENTO DE RNA TRANSCRICAO E PROCESSAMENTO DE RNA Número de genes para RNA RNA ribossômico - rrna Os rrnas correspondem a 85 % do RNA total da célula, e são encontrados nos ribossomos (local onde ocorre a síntese proteíca).

Leia mais

QUESTÃO 40 PROVA DE BIOLOGIA II. A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar:

QUESTÃO 40 PROVA DE BIOLOGIA II. A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar: 22 PROVA DE BIOLOGIA II QUESTÃO 40 A charge abaixo se refere às conseqüências ou características da inflamação. A esse respeito, é INCORRETO afirmar: a) Se não existisse o processo inflamatório, os microorganismos

Leia mais

Questão 13. Questão 15. Questão 14. alternativa E. alternativa C

Questão 13. Questão 15. Questão 14. alternativa E. alternativa C Questão 13 A cidade de São Paulo, atravessada por dois grandes rios, Tietê e Pinheiros, e seus inúmeros afluentes, é freqüentemente assolada por grandes enchentes nos períodos chuvosos. Após as enchentes,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ BIOLOGIA PROVA DE TRANSFERÊNCIA FACULTATIVA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR 02/12/2012 Candidato: GABARITO Curso Pretendido: OBSERVAÇÕES: 01 Prova SEM consulta

Leia mais