ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR"

Transcrição

1 ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DE PERNAMBUCO CADFOR SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO GERÊNCIA DE CADASTRO DE FORNECEDORES, MATERIAIS E SERVIÇOS

2 ORIENTAÇÕES INICIAIS Como se tornar um fornecedor do Estado de Pernambuco? O primeiro passo é acompanhar os avisos de licitações e identificar os produtos e serviços que tenham relação com sua empresa. Para isso a empresa pode consultar o Painel de Licitações do Estado através do endereço Quais os canais de comunicação entre o fornecedor e o Governo do Estado? Através do Portal de Compras do Estado acessando o site o empresário terá acesso aos credenciamentos no CADFOR e ao Redecompras, além de acompanhar todas as licitações no Painel de Licitações, assim como todas a informações necessárias para participação em processos licitatórios e esclarecimento de dúvidas.

3 ORIENTAÇÕES INICIAIS Como participar de um Pregão Eletrônico do Governo do Estado de Pernambuco? Para participar dos processos de pregão eletrônico do Estado de Pernambuco, o fornecedor deverá realizar o credenciamento no Redecompras, através do preenchimento online do formulário disponível no Portal clicando no link Acesso Fornecedores>Credenciamento> No Redecompras; Passadas 48 horas da conclusão do cadastro, o fornecedor deverá se dirigir à agência da Caixa Econômica Federal escolhida, apresentar os documentos comprobatórios relacionados abaixo e receber o login; Cópias do contrato social e alterações; CNPJ; Comprovante de endereço da empresa (caso não seja correntista da Caixa Econômica Federal); Cópias da identidade, CPF e comprovante de endereço dos sócios e/ou representantes; De posse do login o fornecedor deverá entrar em contato com a Central de Suporte do sistema e solicitar a senha, através dos telefones (81) /7748/7746/7763.

4 ORIENTAÇÕES INICIAIS Qual o objetivo do CADFOR? O Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado de Pernambuco - CADFOR-PE tem por objetivo manter as informações de identificação e qualificação dos fornecedores de materiais, serviços e obras do Governo do Estado de Pernambuco, obedecendo assim o Art. 34 da Lei nº 8.666/93. Por que é importante o fornecedor estar inscrito no Cadastro de Fornecedores do Estado de Pernambuco CADFOR/PE? A inscrição no CADFOR-PE é condição necessária para a realização de contratações com o Estado. Apenas o fornecedor que está cadastrado e com suas informações atualizadas no cadastro pode contratar com o Estado. É condição necessária a inscrição no Cadastro de Fornecedores do Estado CADFOR/PE de qualquer pessoa física ou jurídica, que venha a fornecer mercadorias ou prestar serviços ao Governo do Estado, para poder receber empenhos e participar de processos de aquisição.

5 ORIENTAÇÕES INICIAIS Como efetuar sua inscrição no CADFOR/PE? O fornecedor deverá preencher o formulário padrão para cadastro e encaminhar as informações necessárias para o CADFOR-PE. As inscrições podem ser feitas pessoalmente ou enviadas pelos Correios para o Cadastro de Fornecedores do Estado de Pernambuco.

6 TIPOS DE CADASTRO Cadastro de Pessoa Física Cadastro simplificado Cadastro de Pessoa Jurídica Cadastro Simplificado Cadastro Completo

7 CADASTRO DE PESSOA FÍSICA Documentação necessária: Formulário de cadastro devidamente preenchido; Carteira de Identidade; CPF; Comprovante de Endereço; Para os serviços de natureza técnica, apresentar a Carteira de Registro na Entidade Profissional.

8 CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA - SIMPLIFICADO Utilizado após a conclusão do certame licitatório, para os fornecedores vencedores das licitações, tradicionais ou eletrônicas, nas modalidades Convite, Concorrência, Pregão e nos processos de Dispensa de Licitação e Inexigibilidade. A Nota de Empenho só será emitida quando o fornecedor estiver cadastrado e atualizado. Neste cadastro não há emissão do Certificado de Registro de Fornecedores. Documentação necessária: Formulário de cadastramento devidamente preenchido; Cópia do CNPJ; Contrato social ou estatuto acompanhado de posteriores alterações contratuais onde conste o capital social da empresa; Comprovante ou cartão de inscrição estadual (CIE) e municipal (CIM), se houver. Podendo este último ser substituído por alvará de licença e funcionamento expedido pela prefeitura do domicílio sede da empresa;

9 CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA - SIMPLIFICADO Documentação necessária: Certidão de Regularidade com o FGTS; Certidão de Regularidade com o INSS (Certidão Negativa de Débitos CND); Certidão de Regularidade com a Fazenda Estadual; Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas, emitida pelo Tribunal Superior do Trabalho, em cumprimento à Lei /2011; Atestado de Capacidade Técnica emitido por entidade pública ou privada; Registro ou inscrição no órgão ou entidade competente (de acordo com o objeto social da empresa); Declaração de enquadramento da pessoa jurídica como microempresa ou empresa de pequeno porte, de acordo com os requisitos indicados no art. 3 da Lei Complementar 123/2006, quando couber; Declaração de cumprimento do disposto no art. 7, XXXIII, da CF/88.

10 CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA - COMPLETO O Cadastro Completo atribui ao fornecedor o Certificado de Registro de Fornecedores (CRF). Este documento, só emitido pela Gerência de Cadastro de Fornecedores, Materiais e Serviços do Estado de Pernambuco, atesta a regularidade jurídica, econômica, social, fiscal e de capacitação técnica do fornecedor e tem validade de 01 ano. O fornecedor que possui CRF válido e atualizado tem maior facilidade operacional para participar das licitações do Estado, pois poderá ser dispensado, no todo ou em parte, da documentação exigida na fase de habilitação. Documentação necessária: Toda a documentação já informada anteriormente para cadastro simplificado; Certidão de Regularidade da Fazenda Federal; Certidão de Regularidade da Fazenda Municipal;

11 CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA - COMPLETO Documentação necessária: Certidão negativa de falência e recuperação judicial, expedida pelo distribuidor da sede da pessoa jurídica (se nada dispuser acerca de validade, considera-se vigente por 180 dias); Balanço Patrimonial e Demonstrações Contábeis do último exercício financeiro, assinado pelo Contador e pelo Diretor da Empresa, com o Livro Diário (Termo de Abertura e Encerramento) devidamente inscritos no Registro Comercial. Certidão emitida pelo Conselho Regional de Contabilidade de prova de regularidade do contador que assina o Balanço Patrimonial. Observações: Empresa com lucro presumido ou optante do Simples Nacional é dispensada por lei da escrituração do Livro Diário. Nestes casos, deve ser apresentado o balanço patrimonial inscrito no Registro Comercial e a comprovação da dispensa legal. Os Microempreendedores Individuais (MEI) estão desobrigados de produzir balanço patrimonial de acordo com o Código Civil, art , que dispensa o pequeno empresário de tais obrigações.

12 CADASTRO DE PESSOA JURÍDICA - COMPLETO Documentação necessária Observações: Empresa com lucro presumido ou optante do Simples Nacional é dispensada por lei da escrituração do Livro Diário. Nestes casos, deve ser apresentado o balanço patrimonial inscrito no Registro Comercial e a comprovação da dispensa legal. Os Microempreendedores Individuais (MEI) estão desobrigados de produzir balanço patrimonial de acordo com o Código Civil, art , que dispensa o pequeno empresário de tais obrigações.

13 PASSO A PASSO: COMO ACESSAR INFORMAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA INSCRIÇÃO, RENOVAÇÃO OU ALTERAÇÃO DO CADASTRO DE FORNECEDORES PE

14 ACESSO AO PORTAL DO REDECOMPRAS Acesse o Portal de Compras digitando o endereço

15 LINK ACESSO A FORNECEDORES Clique no link Acesso a Fornecedores e em seguida em Credenciamento

16 ACESSO A INFORMAÇÕES REFERENTES À DOCUMENTAÇÃO PARA CADASTRAMENTO Para acesso a informações referentes aos documentos para cadastramento e aos formulários de Pessoa Física e Jurídica basta clicar em No CADFOR ATENÇÃO: NÃO CONFUNDIR CREDENCIAMENTO NO CADFOR COM CREDENCIAMENTO NO REDECOMPRAS NO REDECOMPRAS É a realização de cadastro on-line no Portal para se obter LOGIN e SENHA de acesso ao sistema de Compras Eletrônicas e permitir a participação em pregões eletrônicos.

17 ACESSO A INFORMAÇÕES REFERENTES À DOCUMENTAÇÃO PARA CADASTRAMENTO

18 OUTROS SERVIÇOS DISPONÍVEIS NO PORTAL DE COMPRAS Emissão de certidões e confirmação de autenticidade nos sites oficiais

19 OUTROS SERVIÇOS DISPONÍVEIS NO PORTAL DE COMPRAS Acesso aos sites oficiais das Fazendas Estaduais e Municipais das principais Unidades da Federação Consulta e emissão do CPF, CNPJ, ao SIMPLES, Regularidade do Contador perante CRC

20 PARA VISUALIZAÇÃO E EMISSÃO DO CRF Para visualização e emissão do Certificado de Registro de Fornecedor, além de acesso a informações como vigência do CRF e validades das certidões deve-se clicar em CRF

21 PARA VISUALIZAÇÃO E EMISSÃO DO CRF 1 Passo Digitar o CNPJ da empresa 2 Passo Clicar no botão LOCALIZAR

22 PARA VISUALIZAÇÃO E EMISSÃO DO CRF Para visualizar a data de vigência do CRF clicar no sinal + ao lado do CNPJ Para visualizar o quadro de certidões e suas validades clicar na Razão Social da Empresa Para emissão do CRF, clique em EMITIR CRF

23 PARA VISUALIZAÇÃO E EMISSÃO DO CRF Clique para visualizar e imprimir o CRF

24 PARA VISUALIZAÇÃO E EMISSÃO DO CRF O Certificado é apresentado no arquivo extensão PDF, podendo ser SALVO e/ou IMPRESSO

25 PARA VISUALIZAÇÃO DA VALIDADE DO CRF E VENCIMENTO DAS CERTIDÕES No mesmo link de emissão do CRF é possível identificarmos o prazo de validade e o vencimento das certidões registradas no cadastro. Segue o link Para visualizar a data de vigência do CRF clicar no sinal + ao lado do CNPJ. Com esse acesso é possível visualizar o n do CRF e sua validade. Para visualizar o quadro de certidões e suas validades clicar na Razão Social da Empresa, será aberto um pop-up apresentando todas as certidões.

26 PRINCIPAIS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELOS FORNECEDORES PARA EMISSÃO DO CRF PELO PORTAL Quando o fornecedor encontra-se com alguma penalidade aplicada pelos órgãos estaduais em virtude de descumprimento contratual; Quando as certidões constantes do CRF encontram-se vencidas. Neste caso, o fornecedor deve encaminhar as certidões atualizadas ao CADFOR; Quando o CRF está vencido é necessário realizar a renovação junto ao CADFOR/PE, na Gerência de Cadastro de Fornecedores, Materiais e Serviços da Secretaria de Administração Estadual; Os fornecedores que optam por realizar a inscrição no cadastro simplificado não possuem CRF.

27 PRINCIPAIS DIFICULDADES ENCONTRADAS PELOS FORNECEDORES PARA EFETUAR O CADASTRAMENTO NO CADFOR Envio incompleto da documentação para o cadastro. Após análise, o processo entra em exigência, o que afeta diretamente o prazo de cadastramento do fornecedor; Os fornecedores que são contribuintes da Fazenda Estadual (possuem inscrição estadual junto à Secretaria da Fazenda Estadual/PE) e suas informações cadastrais encontram-se desatualizadas (como o capital social, natureza jurídica, endereço, sócios, razão social, participação societária e CNAE) devem, antes de solicitar o cadastro no CADFOR/PE, realizar a atualização de seus dados, através do seu contador, diretamente no sistema e-fisco e comparecer à Agência da Receita Estadual (ARE) do seu domicílio sede com documentos que comprovem a atualização dos dados; Quando o endereço da empresa não encontra-se cadastrado no efisco. Neste caso, o procedimento de inclusão acontece através de uma solicitação realizada pelo CADFOR à SEFAZ; Eventual falha no sistema.

28 OBSERVAÇÕES Todos os documentos devem ser apresentados em cópia autenticada por Cartório ou cópia e original para conferência por funcionário devidamente credenciado pelo CADFOR/PE; Os documentos de pedidos de cadastros devem ser encaminhados para o CADFOR, na Secretaria de Administração do Estado; Os cadastros, tanto simplificado quanto completo, têm validade de 01 ano. Após esse prazo deve ser realizada a renovação com o envio dos mesmos documentos exigidos para o primeiro cadastro, com exceção do Atestado de Capacidade Técnica. Na renovação deve-se apresentar a última alteração contratual consolidada; Na vigência de 01 ano de validade do cadastro, durante esse período o fornecedor poderá encaminhar ao CADFOR as certidões para que o seu cadastro permaneça sempre atualizado. Estas certidões podem ser enviadas por (nos casos de certidões emitidas pela Internet), Correios ou presencialmente. Quando as certidões não são emitidas na Internet, devem ser encaminhadas devidamente autenticadas por cartório; Independentemente da participação em certames licitatórios, sendo vencedor ou não, o CADFOR/PE estará aberto a todos os interessados em realizar os seus cadastros. Outros órgãos podem realizar o cadastro, de forma descentralizada.

29 LOCALIZAÇÃO E HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO CADFOR/PE O CADFOR funciona na Gerência de Cadastro de Fornecedores, Materiais e Serviços do Estado GECAD, da Secretaria de Administração do Estado, na Avenida Engenheiro Antonio de Goés, nº 194 1º andar Pina Recife/PE CEP: Horário de funcionamento: 07:30 às 16:00 hrs (segunda a sexta-feira)

30 CADASTRO DE FORNECEDORES DO ESTADO DE PERNAMBUCO s para contato: Telefones: /7862/7864/7865/7867. Prazo máximo para cadastro: 3 dias úteis.

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO NEGRINHO EDITAL Nº 005/2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA. De conformidade com o disposto no artigo 34 da Lei Federal nº 8666, de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA DE CADASTRAMENTO ÚNICO DE FORNECEDOR INTRODUÇÃO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Pato Branco Diretoria de Planejamento e Administração Departamento de Materiais e Patrimônio ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO NO SISTEMA

Leia mais

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras

Prefeitura do Município de Piracicaba Secretaria Municipal de Administração Departamento de Material e Patrimônio Divisão de Compras O, por intermédio da, comunica que, de acordo com o que dispõe a Lei Federal nº 8.666/93 e suas alterações, os Srs. Fornecedores da Prefeitura do Município de Piracicaba que desejarem se inscrever no CERTIFICADO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC"

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL CRC MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" DO MUNICÍPIO DE PARAÚNA/GO, PARA CADASTRO DE FORNECEDORES/PRESTADORES DE SERVIÇOS. RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

Leia mais

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax:

FICHA DE REGISTRO CADASTRAL. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA. Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DADOS DO FORNECEDOR RAZÃO SOCIAL: CNPJ: INSC. EST.: Endereço: Bairro: Cep: Cidade: Estado: DDD: Fone: Fax: e-mail: Site: ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA Endereço: Bairro: Cep:

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO DA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DO CÂMPUS DE ASSIS DA UNESP Emissão de Certificado de Registro Cadastral nos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA CADASTRO DE FORNECEDORES INSTRUÇÕES GERAIS. 1. OBJETIVO Estabelecer normas e procedimentos para efeito de habilitação em licitações da Prefeitura Municipal de Porto Ferreira, nos termos da Lei Federal

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MUNICÍPIO DE CAICÓ / RN CNPJ Nº: / Av. Cel. Martiniano, 993 Centro COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO EDITAL DE INSCRIÇÃO E/OU RENOVAÇÃO A na forma do art. 34, 1 da Lei n 8.666/93, torna público que para fornecimento de materiais e prestações de serviços ao Município de Caicó / RN, os interessados deverão

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC"

MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL CRC MANUAL DE PROCEDIMENTOS CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" CISSUL - CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE PARA GERENCIAMENTO DA REDE DE Página 1 de 5 SETOR DE LICITAÇÕES INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA PARA CADASTRO DE FORNECEDORES O Município de Colinas do Tocantins, Estado do Tocantins, com fundamento nos artigos 34 a 37 da Lei nº 8.666/93 e demais alterações, torna público

Leia mais

PROCEDIMENTO CADASTRAL

PROCEDIMENTO CADASTRAL PROCEDIMENTO CADASTRAL SERVIÇOS DE LIMPEZA CONTROLE DE PRAGAS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE PILHAS E BATERIAS COLETA, TRANSPORTE DESCONTAMINAÇÃO E DESTINAÇÃO

Leia mais

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA

REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA REQUERIMENTO DE CADASTRO DE FORNECEDOR PESSOA JURÍDICA Solicitamos o Cadastro de Fornecedores da UniRV - Universidade de Rio Verde, nos termos da Lei nº 8666/93 Art. 27,28 e 29 atualizada, conforme informações

Leia mais

NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE

NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE NORMAS PARA O REGISTRO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO SAAE (SEÇÃO III DOS REGISTROS CADASTRAIS ART. 34 AO 37 DA LEI Nº 8.666/93 E ALTERAÇÕES POSTERIORES.) 1 Requerimento do interessado: a) Conforme modelo

Leia mais

NÚMERO DA PÁGINA 01/06

NÚMERO DA PÁGINA 01/06 01/06 JOSÉ AUGUSTO DE CARVALHO GONÇALVES NUNES, Diretor Presidente da ÁGUAS E ESGOTOS DO PIAUÍ S/A - AGESPISA, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto Social da Empresa e, CONSIDERANDO a conveniência

Leia mais

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013

DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013 DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES EDITAL DE CHAMAMENTO N.º 001/2013 Raul Camilo Isotton, Prefeito em exercício de Dois Vizinhos/PR, no uso de suas atribuições, em especial o contido na Lei Federal n.º

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA PAULISTA DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO. DIVISÃO DE LICITAÇÃO, COMPRAS E ALMOXARIFADO. DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA INSCRIÇÃO E REGISTRO NO QUADRO DE FORNECEDORES DESTA PREFEITURA Endereço: Av. Antonio Pires Pimentel, n 2015 CEP: 12.914.000 Bragança

Leia mais

MANUAL DO FORNECEDOR DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

MANUAL DO FORNECEDOR DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. MANUAL DO FORNECEDOR DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO www.compras.rj.gov.br MANUAL DO FORNECEDOR DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1) Apresentação 2) Compras Públicas 2.1) Modalidades de Licitação

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas 1. O microempreendedor individual pode participar de compras públicas? Sim, o Microempreendedor (MEI), pode participar de licitações. A Administração deverá

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO

PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO PROCEDIMENTOS PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS À SANEAGO Para estar apto a fornecer produtos ou serviços à Saneago, o interessado deve protocolar, simultaneamente, duas solicitações: CRC + CHF/M

Leia mais

EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N /2014

EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N /2014 EDITAL 008/2016 CONVÊNIO N 813037/2014 CONTRATAÇÃO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE WEBDESIGN NO AMBITO DO CONVÊNIO N 813037/2014 ENTRE O INSTITUTO DH E A SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS)

CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) CADASTRO DE FORNECEDORES - CRC (MATERIAL/SERVIÇOS) ÍNDICE RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA CADASTRO DE FORNECEDORES DE MATERIAL/SERVIÇOS PÁGINA 2 FICHA DE INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES PÁGINA 4 DECLARAÇÃO

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014.

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014. EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014. O Prefeito Municipal de Guabiju, no uso de suas atribuições legais, em especial o art. 34, 1º da Lei 8.666/93 e suas posteriores alterações e em virtude da realização

Leia mais

ANEXO X MANUAL DE CADASTRAMENTO NO GDH. Este manual poderá sofrer alterações devido a implementações de rotinas no sistema, as

ANEXO X MANUAL DE CADASTRAMENTO NO GDH. Este manual poderá sofrer alterações devido a implementações de rotinas no sistema, as ANEXO X MANUAL DE CADASTRAMENTO NO GDH Este manual poderá sofrer alterações devido a implementações de rotinas no sistema, as quais serão notificadas aos interessados. INSCRIÇÃO DO INSTRUTOR NO GDH Analisados

Leia mais

Exigências para cadastro de parceiros, que deverão ser numeradas e enviadas completas ao gestor responsável:

Exigências para cadastro de parceiros, que deverão ser numeradas e enviadas completas ao gestor responsável: Caro Parceiro, Os documentos e informações na lista abaixo são indispensáveis para aprovação do jurídico no cadastro de novos parceiros. Na ausência de qualquer informação, por favor, contate imediatamente

Leia mais

Universidade Municipal de São Caetano do Sul FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES

Universidade Municipal de São Caetano do Sul FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES FICHA DE REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÕES Requeremos por meio desta, junto ao Setor de Compras e Licitações Registro n.º EMPRESA Inscrição ( ) Revalidação ( ) Razão Social:...

Leia mais

MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES

MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES MANUAL DE CADASTRAMENTO DE FORNECEDORES Curitiba, OUTUBRO de 2005 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 03 REGISTRO CADASTRAL DO SESC I FICHA CADASTRAL... 04 Finalidade... 04 PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO DE FORNECEDORES

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO

CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO CADASTRO DE FORNECEDORES REGULAMENTO O Movimento Brasil Competitivo, organização da sociedade civil de interesse público e associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, com sede estabelecida

Leia mais

INSTITUTO DE TÉCNICA E GESTÃO MODERNA. Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM

INSTITUTO DE TÉCNICA E GESTÃO MODERNA. Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM Aviso de Seleção de Prestador de Serviço Concorrência n 032/2017 Objeto: Contratação de empresa especializada no fornecimento de Materiais de Consumo Hospitalar

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1

CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 CONCORRÊNCIA Nº 01/2016 PROCESSO SESI-CN 0201/2016 SESSÃO DE ABERTURA: 16/12/2016 às 10h00 SESI - CONSELHO NACIONAL ESCLARECIMENTO 1 A Comissão de Licitação do Conselho Nacional do SESI vem por meio desta

Leia mais

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO

DOS CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA PARTICIPAÇÃO Ofício Nº. 195/2017 - FPMA Araucária, 22 de setembro de 2017. Dispensa de licitação, em caráter emergencial, para contratação de assessoria contábil pelo período de 180 (cento e oitenta) dias. Ilustríssimo

Leia mais

Documentação necessária para alteração cadastral

Documentação necessária para alteração cadastral Documentação necessária para alteração cadastral Segunda via de cadastro Preencher requerimento de 2ª via de cadastro Cópia da taxa paga de 2ª via (requerer nas unidades dos rápidos) Alteração de sócio:

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/ SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2016 - SELEÇÃO DE PROPOSTA PARA ACORDO DE COOPERAÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS E RECOMENDAÇÕES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PORTFÓLIO DE SERVIÇOS ( SMART CAMPUS ) PARA

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ MANUAL DE ACESSO E FUNCIONALIDADES DO PORTAL DE SERVIÇOS PJ. Área de Negócio: Portal CRM-PR Pessoa Jurídica

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ MANUAL DE ACESSO E FUNCIONALIDADES DO PORTAL DE SERVIÇOS PJ. Área de Negócio: Portal CRM-PR Pessoa Jurídica CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO PARANÁ MANUAL DE ACESSO E FUNCIONALIDADES DO PORTAL DE SERVIÇOS PJ Área de Negócio: Portal CRM-PR Pessoa Jurídica INFORMAÇÕES SOBRE O LOGIN PESSOA JURÍDICA 1 ACESSO AO

Leia mais

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017.

DECRETO Nº DE 02 DE JANEIRO 2017. Gabinete do Praça Duque de Caxias nº 39 Centro Areal/RJ Tel.:(24)2257-399 Cep.: 25.845-000 E-mail: governo@areal.rj.gov.br DECRETO Nº.508 DE 02 DE JANEIRO 207. Altera 3º do Artigo 2 do Decreto nº 86, de

Leia mais

ÍNDICE. sexta-feira, 1 de abril de 2016

ÍNDICE. sexta-feira, 1 de abril de 2016 ÍNDICE SIAT ONLINE Considerações Gerais Benefícios Pessoas Físicas. Benefícios Pessoas Jurídicas. Tela Inicial Consulta Débito de IPTU Emitir Guias de IPTU Emitir Guias Diversas Emitir Certidão Contribuinte

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

Aprovação de Cadastro de Proponente Unidade Cadastradora

Aprovação de Cadastro de Proponente Unidade Cadastradora MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Aprovação de Cadastro de Proponente

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE 2017 PROCESSO DE BAIXA - DISTRATO/EXTINÇÃO DE EMPRESAS PROCESSO DE BAIXA Como acontece com os processos de abertura e alteração, o processo de baixa é composto por uma série

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE 2016 PROCESSO DE BAIXA - DISTRATO/EXTINÇÃO DE EMPRESAS 1 PROCESSO DE BAIXA Como acontece com os processos de abertura e alteração, o processo de baixa é composto por uma série

Leia mais

PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL. Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas.

PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL. Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas. PASSO A PASSO PARA A COMPRA DO CERTIFICADO DIGITAL Atenção: Este processo é de extrema importância para todas as Pessoas Jurídicas. O certificado digital será utilizado no envio das declarações junto à

Leia mais

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT

Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT Informações Gerais Sobre o Cadastro de Fornecedores LIGHT O cadastro da Light é feito exclusivamente on line, através do Portal de Fornecedores com apoio do Sistema Websupply. Não há recebimento de documentação

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em

Leia mais

Como ser um fornecedor da SAE: cadastramento

Como ser um fornecedor da SAE: cadastramento Guia Rápido Como ser um fornecedor da SAE: cadastramento Rapidez, celeridade e segurança empresarial em contratações Para começar... Este guia foi elaborado como orientação de cadastramento de fornecedor

Leia mais

4. Se Prestador de serviço ou fornecedor de bem tipo PESSOA FÍSICA:

4. Se Prestador de serviço ou fornecedor de bem tipo PESSOA FÍSICA: INSTRUÇÃO NORMATIVA PROAD Nº 001/2017 Estabelece novos procedimentos para formalização de processos de Reconhecimentos de Débito para PRESTADORES DE SERVIÇO ou FORNECEDORES DE BENS e OUTROS SEM VÍNCULO

Leia mais

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão)

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) Conteúdo: 1. Dados do responsável e contabilista 2. Emissão de balancete para conferência 3. Gerando arquivo ECD no sistema JOTEC 4. Utilizando o programa validador

Leia mais

Sistema NFS-e. 03/2010 Versão 1.3. EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A.

Sistema NFS-e. 03/2010 Versão 1.3. EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A. Sistema NFS-e 03/2010 Versão 1.3 EDZA Planejamento, Consultoria e Informática S.A. Para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, o usuário deverá acessar a aplicação através do site da prefeitura clicando no

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4.

CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES Aprovado o pedido será concedido o CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL- Anexo A-4. 1/9 CONDIÇÕES GERAIS PARA REGISTRO CADASTRAL DE FORNECEDORES A inscrição no Cadastro de Fornecedores da CET é regulada pelas presentes Condições Gerais, nos termos da Seção III - DOS REGISTROS CADASTRAIS

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Obrigatório para todos os membros da família

ANEXO I RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Obrigatório para todos os membros da família Página 4 de 8 ANEXO I RELAÇÃO DE DOCUMENTOS Obrigatório para todos os membros da família Não serão analisados processos com documentação incompleta e/ou ficha socioeconômica incompleta e/ou rasurada. Nesses

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 23 Índice ÍNDICE... 2 1.

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FAZER ADESÃO AO CERTIFICADO DIGITAL DO SERPRO

PROCEDIMENTOS PARA FAZER ADESÃO AO CERTIFICADO DIGITAL DO SERPRO PROCEDIMENTOS PARA FAZER ADESÃO AO CERTIFICADO DIGITAL DO SERPRO Este documento dará uma breve descrição dos passos que deverão ser seguidos para a aquisição dos certificados digitais do SERPRO. Informações

Leia mais

Manual de Orientações. Recadastramento

Manual de Orientações. Recadastramento Manual de Orientações Recadastramento PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITATIBA SECRETARIA DE PLANETAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUMÁRIO 1. ACESSO... 4 1.1 INÍCIO DO RECADASTRAMENTO... 5 1.2 LOGIN... 6 2 RECADASTRAMENTO...

Leia mais

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel

Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Orientações para transferência de cota Contemplada com bem Bem Imóvel Nesse documento você encontra todas as orientações para efetuar a transferência de titularidade de sua cota de maneira ágil e fácil.

Leia mais

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016)

Área exclusiva do Contador. Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) Área exclusiva do Contador Versão 2.3 (03/2016) Versão 2.3 (03/2016) SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 4 APRESENTAÇÃO... 4 O QUE É GISSONLINE?... 4 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 4 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE...

Leia mais

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS

EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS a EXIGÊNCIAS/ASPECTOS TRIBUTÁRIOS PARA AS CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS DA ALCOA & COLIGADAS I) Dados cadastrais a) Razão Social: b) CNPJ: c) Inscrição Estadual: d) Inscrição Municipal: e) Endereço: f) Cidade:

Leia mais

09/11/ :24:09 Manual do Portal de Serviços

09/11/ :24:09 Manual do Portal de Serviços ÍNDICE 1 -SIAT ONLINE Considerações Gerais 1.1 - Benefícios Pessoas Físicas. 1.2 - Benefícios Pessoas Jurídicas. 1.3 - Tela Inicial anônimos 1.4 Acesso Restrito Direcionado a Empresas 2 - Consulta Débito

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA ANALISE DE CRÉDITO IMÓVEL IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal IMÓVEL URBANO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto de Constituição Comprovante de renda

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA

Prefeitura Municipal de Itiuba-BA Edição Nº 030/2912 00091 Quarta-Feira Quit-Feira 0815 de de Março Maio de 2013 2012 1 A Prefeitura Municipal de Itiuba, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras ANEXO

Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras ANEXO POLÍTICA ANTITRUSTE DAS EMPRESAS ELETROBRAS Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras ANEXO Versão 2.0 19/05/2014 1 A proposta de patrocínio deverá ser apresentada à Eletrobras, preferencialmente,

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT-0002

INSTRUÇÃO DE TRABALHO IT-0002 Páginas: 1 de 9 Pré-Cadastro O pré-cadastro é a etapa inicial do processo de cadastramento de fornecedores da Rumo e deve ser realizado pelo fornecedor através do site www.rumolog.com, seguindo os passos

Leia mais

Prestador Versão 2.3 (03/2016)

Prestador Versão 2.3 (03/2016) Prestador Versão 2.3 (03/2016) Sumário INTRODUÇÃO... 4 APRESENTAÇÃO... 4 O QUE É GISSONLINE?... 4 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 4 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 4 1º ACESSO DE EMPRESAS ESTABELECIDAS

Leia mais

SUMÁRIO. 1. Conhecendo o sistema Certidões Negativas Cadastros das certidões... 6

SUMÁRIO. 1. Conhecendo o sistema Certidões Negativas Cadastros das certidões... 6 SUMÁRIO 1. Conhecendo o sistema... 3 2. Certidões Negativas... 5 2.1 Cadastros das certidões... 6 2.2 Exclusões de Negativas cadastradas com erro... 7 3. Geração de Anexo de Nota Fiscal... 8 3.1. Como

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016 MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA VISÃO DO FORNECEDOR V. 07/07/2016 ÍNDICE 1. SIGEC HOC APRESENTAÇÃO... 3 2. PRÉ-CADASTRO... 3 2.1. Gerar usuário e senha... 3 3. LOGIN NO SISTEMA PRÉ CADASTRO... 4 3.1. Recuperar

Leia mais

Solicitando o Cartão BNDES

Solicitando o Cartão BNDES Solicitando o Cartão BNDES Atualizado em 04/05/2011 Pág.: 1/18 Introdução Este manual destina-se a orientar as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) na solicitação do Cartão BNDES no Portal de Operações

Leia mais

MOSAICO. Mosaico T U T O R I A L SISTEMA DE CONTROLE DE RADIODIFUSÃO S I S T E M A M O S A I C O

MOSAICO. Mosaico T U T O R I A L SISTEMA DE CONTROLE DE RADIODIFUSÃO S I S T E M A M O S A I C O T U T O R I A L D O S I S T E M A M O S A I C O MOSAICO SISTEMA DE CONTROLE DE RADIODIFUSÃO Plataforma desenvolvida para gerir recursos de espectro, cuja gestão está a cargo da Superintendência de Outorga

Leia mais

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO

ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO ANEXO À PORTARIA Nº 616/SAS, DE 16 DE MARÇO DE 2016. Formulário de Requerimento FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO Desejo receber comunicações da GEOS/SAS, via Correios, no endereço da sede social da empresa.

Leia mais

EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL Nº 027/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU A Diretoria de Pós-graduação e Extensão do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições torna pública

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL Administração Regional de Rondônia

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL Administração Regional de Rondônia EDITAL DE CREDENCIAMENTO INSTRUTORIA N.º 001/2012 O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural SENAR Administração Regional Rondônia, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 04.293.236/0001-14, com sede na Avenida Getúlio

Leia mais

TUTORIAL DISPENSA DE LICITAÇÃO FORNECEDOR

TUTORIAL DISPENSA DE LICITAÇÃO FORNECEDOR TUTORIAL DISPENSA DE LICITAÇÃO FORNECEDOR Acesse o site www.bec.sp.gov.br. Selecione a opção Login, no menu à esquerda, e clique em Negociações Eletrônicas. Coordenadoria de Entidades Descentralizadas

Leia mais

REFORMA OU CONSTRUÇÃO

REFORMA OU CONSTRUÇÃO Ficha Cadastral Cópia simples do Cartão de CNPJ Inscrição Estadual ou Municipal REFORMA OU CONSTRUÇÃO 1ª ETAPA - DOCUMENTOS CONSORCIADO PESSOA JURÍDICA Contrato Social e sua última alteração ou Estatuto

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Certificado de Registro Cadastral - CRC (Instituído pelo art. 34 da Lei 8.666, de 1993 e regulamentado pelo art. 1 do Decreto n 3.722, de 2001) CNPJ / CPF: 02.037.069/0001-15 Razão Social / Nome: G REFRIGERACAO

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)

Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) Manual de Acesso ao Sistema Pessoa Física Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE II

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE II LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE II 2017 ALTERAÇÃO DE ATO CONSTITUTIVO - - O Módulo Integrador da JUCEMG nos permitiu emitir praticamente todos os documentos que compõem o processo de alteração. Externo ao

Leia mais

CONVITE PARA LICITAÇÃO

CONVITE PARA LICITAÇÃO CONVITE PARA LICITAÇÃO A Caixa Escolar Padre José Maria Xavier, convida a empresa para participar do processo licitatório, cujo objeto é a Contratação de Empresa de Consultoria e Eventos, para a Maratona

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO Prefeitura da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste

PROGRAMA DE ESTÁGIO Prefeitura da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste PROGRAMA DE ESTÁGIO Prefeitura da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste REGULAMENTO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO DA PREFEITURA DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE OURO PRETO DO OESTE Agência Virtual de

Leia mais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais

Companhia de Saneamento de Minas Gerais COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA MG CNPJ/MF 17.281.106/0001 03 Rua Mar de Espanha 525 Belo Horizonte MG NORMAS DE CREDENCIAMENTO PARA INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS 1. DA FINALIDADE A COMPANHIA DE

Leia mais

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP

Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Bem Vindo ao Sistema ISSMAP Portal de Emissão de Nota Fiscal de Serviço 1º Modulo: Cadastro no Sistema SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 ACESSO... 3 1. REALIZANDO CADASTRO NO SISTEMA... 4 1.1 Pessoa Física... 5

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2017 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 7 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL

CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL CHECK-LIST TRANSFERÊNCIA DE COTA CONTEMPLADA COM O BEM IMÓVEL Cedente: cliente atual que está vendendo a cota. Cessionário: cliente que está adquirindo a cota. A apresentação dos documentos solicitados

Leia mais

ITBI Online. Manual do Usuário

ITBI Online. Manual do Usuário ITBI Online Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO Este manual foi desenvolvido para orientar o cidadão/contribuinte na utilização do sistema de ITBI Online da Prefeitura. Acesse o site da Prefeitura e nele

Leia mais

Pessoa Física e Pessoa Jurídica

Pessoa Física e Pessoa Jurídica MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SicafWeb Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores

Leia mais

1º Para os casos de transferência externa serão aceitas apenas as inscrições para áreas afins,

1º Para os casos de transferência externa serão aceitas apenas as inscrições para áreas afins, EDITAL NRCA-SJP N.º 06/2016 DISPÕE SOBRE OS PROCESSOS DE INGRESSO POR TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADOR DE DIPLOMA AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS. A Coordenadora do Núcleo

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO CREA-PA

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO CREA-PA MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO CADASTRO DE FORNECEDORES DO CREA-PA MAIO/2013 1. INTRODUÇÃO O cadastro de fornecedores é uma instituição da Lei 8.666/93, e tem por finalidade a emissão do Certificado

Leia mais

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR

FICHA CADASTRAL DE POSTO REVENDEDOR RESOLUÇÃO ANP Nº41, DE 06/11/2013 Exclusiva para pedido de autorização 1/2 01 TIPO DE VAREJISTA 02 INSCRIÇÃO CNPJ COMBUSTÍVEL LÍQUIDO GNV AMBOS / - 04 IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME ( firma, razão social

Leia mais

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil Manual de Cadastro de Instituições de Ensino MPE 1. OBJETIVO......... 3 2. ETAPAS......... 3 3.1. Acesso ao Portal para cadastro...... 3 3.2. Alteração de d Senha......... 5 3.3. Envio dos documentos obrigatórios

Leia mais

Tomador Versão 2.3 (06/2016)

Tomador Versão 2.3 (06/2016) Tomador Versão 2.3 (06/2016) Sumário INTRODUÇÃO... 3 APRESENTAÇÃO... 3 O QUE É GISSONLINE?... 3 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 3 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 3 1º ACESSO DE EMPRESAS ESTABELECIDAS

Leia mais

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES

MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES MANUAL DE SOLICITAÇÃO DE CERTIDÕES WWW.CRICOSTARICA.COM.BR Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. OBJETIVO DESTE DOCUMENTO... 3 2. CADASTRANDO-SE NO WEBSITE... 4 3. ACESSANDO O SISTEMA... 6 4. ALTERANDO MEUS

Leia mais

CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR MICROEMPREEND INDIVIDUAL COM A COM A CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR

CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR MICROEMPREEND INDIVIDUAL COM A COM A CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL COM A COM A CONHECENDO O CAMINHO PARA SE TORNAR MICROEMPREEND Seja bem-vindo ao nosso pequeno manual que vai te ensinar passo a passo como

Leia mais

INSTITUTO DE TÉCNICA E GESTÃO MODERNA. Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM

INSTITUTO DE TÉCNICA E GESTÃO MODERNA. Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM Instituto de Técnica e Gestão Moderna - ITGM Aviso de Seleção de Prestador de Serviço Concorrência n 027/2017 Objeto: Contratação de empresa especializada para prestação de serviço de Limpeza Hospitalar,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PROCEDIMENTO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS EM REALIZAR ESTUDOS RELATIVOS À GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

CHAMADA PÚBLICA PROCEDIMENTO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS EM REALIZAR ESTUDOS RELATIVOS À GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CHAMADA PÚBLICA PROCEDIMENTO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS EM REALIZAR ESTUDOS RELATIVOS À GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA 1. OBJETO Constitui objeto desta Chamada Pública a seleção de INTERESSADOS na realização

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 6 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

Anexo I Análise Técnica (POI nº 27) Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de Coleta de Óleo Lubrificante Usado ou Contaminado.

Anexo I Análise Técnica (POI nº 27) Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de Coleta de Óleo Lubrificante Usado ou Contaminado. Anexo I Análise Técnica (POI nº 7) Legislação: Resolução ANP nº 0, de 9/06/009. Requerente: CNPJ: Processo nº: Objetivo: Autorização para o exercício da atividade de Coleta de Óleo Lubrificante Usado ou

Leia mais

ZOOTECNIA Palmeira das Missões

ZOOTECNIA Palmeira das Missões MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 022 de 21 de maio de 2014 RETIFICAÇÃO AO EDITAL 20/05/2014 DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS, NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento

CONSELHO REGIONAL DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS NO ESTADO DA BAHIA CORE-BA. Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Relação de Serviços e Prazos de Atendimento Registros Presencial: 02-dias (certidão) e 15 dias (carteirinha ou certificado). Certidões Imediata Alteração contratual 05 dias úteis Cancelamento de Registro

Leia mais

REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA COMO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA COMO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA COMO MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conforme tabela de atividades econômicas no Portal do Empreendedor para enquadramento no momento da emissão do MEI, alertamos que, a única

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SicafWeb Sistema Unificado de Cadastramento de Fornecedores

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA V3

MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA V3 MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA V3 ÍNDICE MANUAL DO USUÁRIO AO SISTEMA... 1 ÍNDICE... 2 1. SIGEC HOC APRESENTAÇÃO... 3 2. PRÉ-CADASTRO... 3 2.1. GERAR USUÁRIO E SENHA... 3 3. LOGIN NO SISTEMA PRÉ CADASTRO...

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA De acordo com a Lei Federal 6.839/1980, é obrigatório o registro das entidades prestadoras de serviços nos órgãos competentes para a fiscalização.

Leia mais

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de

1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência/tomada de preços é a Prestação de Serviços de INFORMÁTICA, AUDIVISUAL, MÍDIA DESK E EQUIPAMENTOS DE TRADUÇÃO

Leia mais

1 NOTA FISCAL DE PRODUTOR 2 BENEFÍCIOS PARA O PRODUTOR 3 BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE. ELETRÔNICA NFP-e. COM A EMISSÃO DA NFP-e

1 NOTA FISCAL DE PRODUTOR 2 BENEFÍCIOS PARA O PRODUTOR 3 BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE. ELETRÔNICA NFP-e. COM A EMISSÃO DA NFP-e 1 NOTA FISCAL DE PRODUTOR ELETRÔNICA NFP-e É um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação

Leia mais