(baseado em 6 avaliações)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(baseado em 6 avaliações)"

Transcrição

1 Experimento cadastrado por Helder de Figueiredo e Paula em 29/10/2009 Classificação Total de exibições: 7077 (até 25/09/2012) (baseado em 6 avaliações) Palavras-chave: Circuitos Elétricos; Fonte de Tensão Regulável; Aproveitamento de Sucata Onde encontrar o material? em laboratórios e lojas especializadas Quanto custa o material? até 10 reais Tempo de apresentação até 10 minutos Dificuldade intermediário Segurança requer cuidados básicos Introdução Siga as instruções e construa uma fonte de tensão regulável a partir da fonte de um computador antigo. Esta fonte é barata, de alta potência e muito versátil para uso em laboratórios didáticos. Os conhecimentos necessários para isso são mínimos. Basta baixar e imprimir o arquivo "Fonte de Tensão Regulável.pdf" e seguir as instruções passo a passo. Materiais necessários Dissipador de calor para Transistor 2N3055 (pode ser substituído por cooler de computador estragado) Transistor 2N3055 Fonte do gabinete de um computador inutilizado Resistor de 470 R e 5 Watts Resistor de 470 R com 1/2 ou 1/4 de Watt Transistor TIP 41 Potenciômetro de 5 Kilo Ohms Retângulo de madeira de 7 x 13 cm Pequeno pedaço de fio de cobre rígido Ferro de solda Furadeira e jogo de brocas para madeira e para metal broca chata para madeira Lixa 2 retângulos de madeira de 7 x 4 cm pedaços de 15 cm de fio flexível de diversas cores Materiais utilizados 2012 pontociência / 1

2 Preparando Passo 1 o dissipador de calor para receber o Transistor 2N3055 Se você estiver usando um cooler retirado de um computador danificado, será preciso fazer os furos para adaptação do Transistor 2N3055. Use o Transistor para marcar os locais dos orifícios que serão usados para a fixação do transistor no cooler. Com uma régua, faça mais duas marcações onde serão feitos dois orifícios largos por meio dos quais serão introduzidos os fios soldados nos terminais do Transistor. Marcando as posições dos orifícios do cooler Furando o cooler com brocas de metal Cooler furado Passo 2 Identificando os terminais do Transistor 2N3055 Observe, na parte inferior do arquivo "Fonte de Tensão Regulável.pdf", as instruções para identificação dos 3 terminais do transistor 2N3055: a base, o emissor e o coletor. Identificação dos terminais do Transistor 2N pontociência / 2

3 Soldando Passo fios 3 no Transistor 2N3055 e conectando-o ao dissipador de calor Solde o fio vermelho no Emissor do Transistor 2N3055 e o fio azul na Base. Passe os fios já soldados e isolados com fita isolante nos dois orifícios existentes no dissipador de calor. Parafuse o Transistor ao dissipador de calor. O fio branco (ver foto a seguir) será parafusado no Coletor (carcaça do Transistor) e também no dissipador. Certifique-se que identificou os terminais E e B antes de soldar Insira os fios soldados nos terminais nos orifícios largos feitos no cooler O fio branco foi preso no cooler e na carcaça do Transistor Passo 4 Preparando a placa de madeira que funcionará como base do circuito Recorte o esquema de ligação dos componentes do circuito de regulação da tensão que se encontra no arquivo "Fonte de Tensão Regulável.pdf". Coloque esse esquema sobre uma folha de papel carbono e transfira-o para a placa de madeira. Em seguida, utilize brocas adequadas para fazer os orifícios onde serão fixados os bornes vermelho e preto, o potenciômetro e o interruptor da fonte do computador. Registrando o esquema do circuito sobre a madeira Circuito desenhado sobre a placa Passo 5 Fixando o potenciômetro na placa de madeira Utilize uma broca chata de madeira para criar uma depressão na madeira, sem perfurá-la, na posição que foi sinalizada no 2012 pontociência / 3

4 esquema do circuito por meio de uma linha circular e pontilhada. Depois disso, utilize uma broca comum e mais fina que permita perfurar a madeira no ponto central da região onde foi produzida a depressão. O diâmetro dessa segunda broca deve ser tal que apenas o eixo do potenciômetro possa ser inserido na madeira, de modo a que esse eixo possa ser manipulado por quem utilizará esse circuito de regulação da tensão proveniente da fonte de computador. Vire a placa de madeira e olhe para a ponta do eixo do potenciômetro. Utilize a porca que vem junto do potenciômetro para fixá-lo nessa posição. Usando a broca chata para fazer a depressão na madeira Usando uma broca comum para fazer o orifício por onde entrará o eixo do potenciômetro Potenciômetro fixado na madeira Passo 6 Usando pedaços de fio de cobre rígido para conectar os bornes a outros elementos do circuito Lixe bem dois pedaços de fio de cobre rígido com 4 cm de comprimento e depois utilize o segmento metálico dos bornes para dobrar uma extremidade de cada fio em forma circular. Dobrando o fio de cobre rígido ao redor dos bornes Passo 7 Soldando o resistor de 470 R e 5 Watts na extremidade dos bornes Introduza os bornes nos orifícios feitos na placa de madeira. Use as porcas dos bornes para fixar os pedaços de fio rígido que serão usados para conectar os bornes a outros fios. Depois disso, solde os terminais do resistor de 470 R e 5 Watts na extremidade dos bornes pontociência / 4

5 Bornes e Potenciometro fixados na madeira: Vista Anterior Bornes e Potenciometro fixados na madeira: Vista Posterior Resistor soldado aos bornes Passo 8 Fixando o transistor Tip 41 na placa de madeira Com um parafuso pequeno e auto-atarrachante, fixe o transistor Tip 41 na posição 11 do esquema de circuito colado sobre a placa de madeira. Fixando o transistor Tip 41 Passo 9 Fixando um pequeno parafuso na posição 14 para conexão entre elementos do circuito Lixe bastante a parte de cima de um pequeno parafuso que será atarraxado na posição 14 do circuito. Esse procedimento é necessário para que a solda de estanho consiga aderir ao parafuso. Feito isso, solde na cabeça do parafuso o resistor da posição 13 e os fios 8 e 9 menconados na legenda do arquivo "Fonte de Tensão Regulável.pdf" pontociência / 5

6 Resistor soldado no parafuso da posição 14 Soldando fio 9 no parafuso da posição 14 Soldando fio 8 no parafuso da posição 14 Passo 10 Soldando os terminais do potenciômetro a outros elementos do circuito Siga o esquema do circuito e solde pequenos pedaços de fio aos terminais do potenciômetro. Um dos terminais será soldado ao pedaço de fio rígido preso na base do borne preto (posição 2). Outro terminal será conectado a um dos 3 terminais do transistor Tip 41. O resistor que ocupará a posição 13 pode ser soldado diretamente ao terceiro terminal do potenciômetro. Solda no Terminal 1 do Potenciometro Solda no Terminal 2 do Potenciometro Solda no Terminal 3 do Potenciometro Passo 11 Soldando os terminais do transistor Tip 41 a outros elementos do circuito O primeiro terminal do transistor Tip 41 já foi soldado a um dos terminais do potenciômetro. Seguindo o esquema do circuito, solde o terminal do meio do Tip 41 a um pequeno fio que terá sua outra extremidade soldada ao parafuso colocado na posição 14. O terceiro e último terminal do Tip 41 deverá ser soldado ao fio 7, que teve sua outra extremidade soldada à base do transistor 2N pontociência / 6

7 Solda no terminal do meio do Transistor TIP 41 Solda no terminal 3 do Transistor TIP 41 Passo 12 Testando o circuito com um voltimetro Ligue os bornes aos terminais de um voltimetro e mexa no pontenciometro para verificar se o circuito está regulando adequadamente a tensão da fonte originaria de um computador. Teste do circuito utilizando um multímetro. Passo 13 Colando e pregando as partes laterais de madeira na placa do circuito Cole e depois fixe com pregos finos e pequenos as laterais da placa de madeira pontociência / 7

8 Base de madeira com laterais. Passo 14 Furando a parte superior da fonte do computador Com um pincel atômico ou caneta para quadro branco, passe uma camada de tinta na cabeça do Transistor 2N3055 e encoste-a sobre a tampa da fonte de tensão. Isso deixará uma marca sobre a tampa. Estenda essa marca desenhando o formato de todo o transistor na tampa. Use uma furadeira com broca de metal e uma tesoura de cortar metal para fazer um buraco na tampa, de modo a encaixar todo o Transistor. Faça outros dois furos menores na tampa para parafusar o cooler e as laterais da base de madeira na tampa de metal. Depois de fixar a caixa de madeira e o cooler na tampa da fonte de tensão, volte a fixá-lo na fonte, concluindo o projeto. Passando pincel atômico no Transistor Fazendo a marca na tampa da fonte Marca estendida com o mesmo pincel atômico Buraco feito na tampa para encaixar o Transistor. Parafusando o transistor à tampa Parafusando as laterais da base de madeira à tampa Projeto concluído! Passo 15 Concluindo a montagem Agora sua fonte está pronta. Para torná-la ainda mais interessante, coloque um botão sobre o eixo do potenciômetro e utilize um voltímetro para fazer marcações sobre a placa de madeira, de modo que seja possível ao futuro usuário da fonte saber que tensão está sendo gerada, sem a necessidade de conectar um voltimetro aos terminais da fonte pontociência / 8

9 Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Montagem de Fonte de Tensão Regulável a partir da Fonte de um computador Potenciometro com tampa e marcações de escala 2012 pontociência / 9

Adaptando um apontador laser. Introdução. Materiais Necessários

Adaptando um apontador laser. Introdução. Materiais Necessários dução Adapte um apontador laser, usando materiais simples, para funcionar em um suporte fixo, com pilhas e ser ligado através de um interruptor. Ideal para demonstrações utilizando laser. Materiais Necessários

Leia mais

(baseado em 11 avaliações)

(baseado em 11 avaliações) Experimento cadastrado por Xambim Baldez em 30/06/2008 Classificação Total de exibições: 9512 (até 16/11/2011) (baseado em 11 avaliações) Palavras-chave: física,fonte,heron,garrafa,pet,energia,potencial,pressão,atmosf

Leia mais

Parte 3 Montagem Final e Ajustes

Parte 3 Montagem Final e Ajustes 1/ 11 PY2MG Manual Montagem Maritaca Parte 3 Montagem Final e Ajustes 2/ 11 PY2MG 1- Escolha o gabinete que vai alojar o transceptor. Caso queira, oriente-se pela foto abaixo em que informamos os controles

Leia mais

A diferença está no conector da chave liga/desliga eco e alimentação, estes se forem ligados a echo plus sem alteração, podem danificar o rádio.

A diferença está no conector da chave liga/desliga eco e alimentação, estes se forem ligados a echo plus sem alteração, podem danificar o rádio. Passo a Passo para instalação da placa Echo Plus nos radios: Super Star 3900 Voyager VR94, VR95 e VR9000 Alan 87 e 8001 Galaxy Pluto MegaSTAR MG95, MG97, MG98 e MG990 E demais modelos baseados no mesmo

Leia mais

Manual Montagem FMRX1

Manual Montagem FMRX1 1 PY2MG Manual Montagem FMRX1 Receptor Superheteródino FM 1,5 a 110MHz 2 PY2MG Siga as instruções passo a passo para ter sucesso na montagem. Não tenha pressa e ao colocar os componentes, seja cuidadoso.

Leia mais

Passo a Passo para instalação da placa Echo Plus nos rádios:

Passo a Passo para instalação da placa Echo Plus nos rádios: Passo a Passo para instalação da placa Echo Plus nos rádios: Cobra 148GTL Cobra 148GTL-F Voyager VR-148GTL E outros modelos que possam ser baseados no chassi Uniden PC-412 ou na placa fabricada pela Texas

Leia mais

luminária em pvc

luminária em pvc 24 luminária em pvc www.dremel.com.br 25 gabarito na página: 90 1 ferramenta Dremel Série 300 1 broca de corte ref. 561 1 disco de corte EZ Lock ref. EZ476 1 acoplamento multiestação de trabalho ref. 2500

Leia mais

Nintendo GameCube Regional Modificação

Nintendo GameCube Regional Modificação Nintendo GameCube Regional Modificação chave seletora Modificar o seu Nintendo GameCube para jogar jogos de importação. Redigido por: Grandmaster Xiffle ifixit CC BY-NC-SA /Www.ifixit.com Página 1 de 13

Leia mais

várias experiências, um só lugar

várias experiências, um só lugar Intro 01 Introdução Muitos aparelhos no nosso dia a dia possuem motores elétricos, como o liquidificador e a furadeira, por exemplo. Que tal construir um modelo didático de motor elétrico para aprender

Leia mais

EXPERIMENTO 2: ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES E A LEI DE OHM

EXPERIMENTO 2: ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES E A LEI DE OHM EXPERIMENTO 2: ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES E A LEI DE OHM 2.1 OBJETIVOS Ler o valor nominal de cada resistor através do código de cores. Medir as resistências equivalentes das associações Verificar o comportamento

Leia mais

Versão Mutirão, Rev. 0

Versão Mutirão, Rev. 0 Página 1 de 1 Manual Montagem PA Ararinha 4b Versão Mutirão, Rev. 0 Foto PA protótipo Página 2 de 2 Siga corretamente as instruções e encontrando alguma coisa diferente do informado no manual, não prossiga

Leia mais

PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA

PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA MANUAL PARA A FABRICAÇÃO DE UMA PRENSA PARA ESTÊNCIL A TINTA Vivaldo Armelin Júnior 2006 Todos os direitos Reservados e pertencentes ao Portal ArteEducar. Proibido qualquer uso que não seja em sala de

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência. Oficina de Eletricidade e Magnetismo

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência. Oficina de Eletricidade e Magnetismo Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência Oficina de Eletricidade e Magnetismo AUTORIA: Welington Cerqueira Júnior e Glênon Dutra Observe a Figura

Leia mais

Adaptado, por José de Pinho Alves Filho, do Manual de construção de equipamentos, publicado pela SEE/PR, CECIPr

Adaptado, por José de Pinho Alves Filho, do Manual de construção de equipamentos, publicado pela SEE/PR, CECIPr GALVANÔMETRO 1 Santos Diez Arribas Departamento de Física ICEG Passo Fundo RS Alfredo Mullen da Paz Colégio de Aplicação UFSC Florianópolis SC Vários experimentos de Eletricidade deixam de ser realizados

Leia mais

Manual Montagem CWDecoder. Parte1

Manual Montagem CWDecoder. Parte1 1/ 10 PY2MG Manual Montagem CWDecoder Software de IK3OIL Parte1 2/ 10 PY2MG Siga as instruções passo a passo para ter sucesso na montagem. Não tenha pressa e ao colocar os componentes, seja cuidadoso.

Leia mais

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura pelo comprimento dos pés)

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura pelo comprimento dos pés) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável

Leia mais

Manual Montagem EQMIC PY2MG

Manual Montagem EQMIC PY2MG 1 Manual Montagem EQMIC PY2MG 2 Atenção= Antes de iniciar a montagem, lembre-se de usar ferro de solda de 30W para soldagem dos componentes. Use solda de boa qualidade, liga tipo 60/40. Siga as instruções

Leia mais

LABORATÓRIO TRANSFORMADOR CASEIRO

LABORATÓRIO TRANSFORMADOR CASEIRO LABORATÓRIO TRANSFORMADOR CASEIRO Santos Diez Arribas Depto de Física UPF Passo Fundo RS Um aparelho que é bastante usado nos laboratórios de Física é o transformador, particularmente em experiências em

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA PERSONALIZAÇÃO DE BONECOS COM A MÁQUINA 3D FACE DOLL Identificação dos elementos da Máquina 3D Face Doll: Antes de ligar a máquina 3D Face Doll e iniciar seu trabalho é indispensável

Leia mais

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1

LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 LABORATÓRIO ATIVIDADES 2013/1 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO LABORATÓRIO MÓDULO III AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL TURNO NOITE CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL CARGA HORÁRIA EIXO TECNOLÓGICO CONTROLE

Leia mais

Jogo de Iluminação. Material Necessário

Jogo de Iluminação. Material Necessário Jogo de Iluminação Material Necessário Material encontrado na sucata: 6 Latas Chaveador de impressora Madeira Pregos Parafusos Chinelo Arame Obs.: Tomar cuidado para não usar material enferrujado. Material

Leia mais

Terceira parte - Roteiro das Modificações Mecânicas

Terceira parte - Roteiro das Modificações Mecânicas Terceira parte - Roteiro das Modificações Mecânicas Passemos agora as modificações mecânicas no virador. Primeiro devemos desmontá-lo, remover e descartar as duas engrenagens, o motor com seu suporte plástico,

Leia mais

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura por sistema de pinos)

MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável em altura por sistema de pinos) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) MESA PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO (Regulável

Leia mais

Móvel com Curvas Acentuadas. Esquema de apoio fácil de adaptar

Móvel com Curvas Acentuadas. Esquema de apoio fácil de adaptar Móvel com Curvas Acentuadas Os móveis para banheiro, na sua maioria, são retangulares. A forma arredondada pode ser uma saída criativa e interessante, além de manter o espaço livre. Esquema de apoio fácil

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P

MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P MANUAL DE INSTRUÇÕES MOTOR INTERIOR CE 100 Q MOTOR EXTERIOR CE 100 P BEST 2 AVISOS O ar aspirado não deve ser canalizado por uma conduta já utilizada para evacuar fumos produzidos por aparelhos alimentados

Leia mais

III CONSTRUÇÃO DOS SUPORTES DAS BOBINAS

III CONSTRUÇÃO DOS SUPORTES DAS BOBINAS III CONSTRUÇÃO DOS SUPORTES DAS BOBINAS Serão construídos dois suportes, um para a bobina transmissora, o qual será fixado na barra do detector de metal em posição vertical e outro, para a bobina receptora

Leia mais

Construa uma. Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D

Construa uma. Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D Construa uma Celestial Casinha na Árvore de Papel em 3D 2 Modelos de folhagens Obs: Imprima as páginas 2 e 3 em papel branco. Recorte os modelos para usar como molde para criar a folhagem de fundo. Coloque

Leia mais

MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO

MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO MESA ADAPTÁVEL PARA CADEIRA DE RODAS MANUAL DE CONFECÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA TECNOLOGIA ASSISTIVA (http://www.damec.ct.utfpr.edu.br/assistiva/) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO

Leia mais

ROTEIRO DE MONTAGEM DO MATERIAL DA AULA PRÁTICA EQUAÇÃO DE BERNOULLI

ROTEIRO DE MONTAGEM DO MATERIAL DA AULA PRÁTICA EQUAÇÃO DE BERNOULLI CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO VICENTE DO SUL ROTEIRO DE MONTAGEM DO MATERIAL DA AULA PRÁTICA EQUAÇÃO DE BERNOULLI PROFESSOR RAFHAEL BRUM WERLANG 1.0 OBJETIVO Este roteiro destina-se a auxiliar

Leia mais

Router CNC. Manual. Estrutura Física. A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes:

Router CNC. Manual. Estrutura Física. A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes: Manual Estrutura Física A estrutura física da C37 Router CNC é composta das seguintes partes: Mesa MDF 15mm 01 X número 01 01 X número 02 01 X número 03 01 X número 04 01 X número 05 01 X número 06 01

Leia mais

Aparador. Há sempre espaço para o design. Aparador Elemento atrativo e prática arrumação num só: O aparador numa moderna mistura de materiais.

Aparador. Há sempre espaço para o design. Aparador Elemento atrativo e prática arrumação num só: O aparador numa moderna mistura de materiais. Aparador Há sempre espaço para o design. Aparador Elemento atrativo e prática arrumação num só: O aparador numa moderna mistura de materiais. 1 Introdução Mistura de materiais num só! Este aparador irá

Leia mais

Manual Montagem Pesqueiro Artur pag.1. Exclusividade Nauticurso.com Produzido por Marcelo Matrangolo

Manual Montagem Pesqueiro Artur pag.1. Exclusividade Nauticurso.com Produzido por Marcelo Matrangolo Manual Montagem Pesqueiro Artur pag.1 Exclusividade Nauticurso.com Produzido por Marcelo Matrangolo Manual Montagem Pesqueiro Artur pag.2 Ilustração de corte a laser e numeração de peças Manual Montagem

Leia mais

Pendurador Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagens de latas de folhas-de-flandres

Pendurador Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagens de latas de folhas-de-flandres Pendurador 1 Técnica utilizada: reaproveitamento de embalagens de latas de folhas-de-flandres Materiais 2 Tinta esmalte verde ou na cor desejada à base de água Pincel de cerdas série 815 n 18 1 prego grande

Leia mais

..... Newton C. Braga

..... Newton C. Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Newton C Braga Alguns conselhos para soldagem de componentes

Leia mais

Emissão : Dez/2006 Nº.: INFO- 002/06

Emissão : Dez/2006 Nº.: INFO- 002/06 Página 1 de 7 Prezado Concessionário Estamos informando com o presente boletim, os procedimentos para substituição da tela frontal do capuz dos tratores 1155 pela grade perfurada que pode ser aplicada

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELOS: SUNNY, SUNNY CONTR FHARO Obrigado por adquirir o. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o em local seguro para consultas

Leia mais

Manual da Nova Garra Mecânica

Manual da Nova Garra Mecânica Manual da Nova Garra Mecânica 1 Para começar o manual da Garra, vamos iniciar pela própria garra ou seja, a parte que agarra objetos. Parafuse a cantoneira de 12 furos em uma engrenagem de 36 dentes e

Leia mais

5/8wave antenas VHF vertical RE-A144V58 / 1

5/8wave antenas VHF vertical RE-A144V58 / 1 5/8wave antenas VHF vertical RE-A144V58 / 1 Schematic fig1 Por Guy, de ON6MU http://translate.googleusercontent.com/translate_c?hl=pt-...late.google.com.br&usg=alkjrhiqafajxsfynud1ewfzhuod-iyajg (1 de

Leia mais

LINHA DECOUPAGE E PATCHWORK. Cesta para Bordado. Estilotex. Possibilidades criativas no mundo das artes.

LINHA DECOUPAGE E PATCHWORK. Cesta para Bordado. Estilotex. Possibilidades criativas no mundo das artes. LINHA DECOUPAGE E PATCHWORK Cesta para Bordado Estilotex. Possibilidades criativas no mundo das artes. Material utilizado: Kit de cartonagem Artesa Cartonagem de cesta para bordados Pincel de cabo amarelo

Leia mais

Concurso de tecnologia assistiva de baixo custo do tipo faça você mesmo. Ficha de inscrição

Concurso de tecnologia assistiva de baixo custo do tipo faça você mesmo. Ficha de inscrição Concurso de tecnologia assistiva de baixo custo do tipo faça você mesmo Ficha de inscrição Título da TA proposta: ERG - Apoio para o movimento de se levantar Componente 1 Nome: Roberto Gutierrez Beraldo

Leia mais

Construa o seu Forno Solar Alternativo e Antipoluidor.

Construa o seu Forno Solar Alternativo e Antipoluidor. Construa o seu Forno Solar Alternativo e Antipoluidor. José Cordeiro Albano, Ambientalista e Pesquisador Independente; Lúcio Roberto Galvão de Araújo, Químico Ambiental e Pesquisador (CECITEC/UECE) Material

Leia mais

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO

MANUAL DO CONSUMIDOR VENTILADOR DE TETO VENTILADOR DE TETO MODELO: Obrigado por adquirir o. Antes de utilizar o seu produto leia atentamente este manual de instruções. Após a leitura guarde-o em local seguro para consultas futuras. Este aparelho

Leia mais

Baú-Cama. Lápis de Noiva

Baú-Cama. Lápis de Noiva Baú-Cama Lápis de Noiva Para fazer o baú, você vai precisar de tábuas para as laterais e tampa, uma prancha para o fundo, parafusos, porcas e arruelas, dobradiças e trinco. Fizemos o nosso baú com medidas

Leia mais

ELETRICIDADE CAPÍTULO 2 ELEMENTOS DOS CIRCUITOS ELÉTRICOS

ELETRICIDADE CAPÍTULO 2 ELEMENTOS DOS CIRCUITOS ELÉTRICOS ELETRICIDADE CAPÍTULO 2 ELEMENTOS DOS CIRCUITOS ELÉTRICOS 2.1 - INTRODUÇÃO - EXISTEM CINCO ELEMENTOS BÁSICOS IDEAIS QUE SÃO UTILIZADOS EM CIRCUITOS ELÉTRICOS. - ELEMENTOS ATIVOS (GERAM ENERGIA ELÉTRICA)

Leia mais

Manual Montagem RX/TX Ararinha 4b Parte 1 PY2MG Versão Mutirão Rev. 0

Manual Montagem RX/TX Ararinha 4b Parte 1 PY2MG Versão Mutirão Rev. 0 Manual Montagem RX/TX Ararinha 4b Parte 1 PY2MG Versão Mutirão Rev. 0 1 Siga corretamente as instruções e encontrando alguma coisa diferente do informado no manual, não prossiga a montagem, procure primeiro

Leia mais

Manual do Usuário ALF-3000/GII

Manual do Usuário ALF-3000/GII Manual do Usuário ALINHADOR DE FAROL ALF 3000/GII O ALF-3000/GII realiza alinhamento de faróis de veículos e caminhões, com ajuste do corpo do alinhador no sentido horizontal e vertical, através de um

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

Curso de Capacitação Artesanato com Garrafas PET

Curso de Capacitação Artesanato com Garrafas PET Curso de Capacitação Artesanato com Garrafas PET Fazendo Arte com PET Módulo I Corte e Dobradura 7 peças ATELIER ARTES, COISAS & TROÇOS Cláudia Gianini (5511) 3272-8111 contato@artesecoisas.com.br www.artesecoisas.com.br

Leia mais

Iluminação no porta-malas e porta luvas Fiesta MK4/5 / serve para todos os carros

Iluminação no porta-malas e porta luvas Fiesta MK4/5 / serve para todos os carros Iluminação no porta-malas e porta luvas Fiesta MK4/5 / serve para todos os carros Este tutorial foi desenvolvido para o Fiesta MK4/5, Mas podem ser utilizadas para qualquer carro, apenas alterando algumas

Leia mais

Robô segue luz. Vanderlei Alves S. da Silva. Introdução

Robô segue luz. Vanderlei Alves S. da Silva. Introdução Robô segue luz Vanderlei Alves S. da Silva Introdução O mundo da robótica é algo realmente fascinante e podemos encontrar uma série de robôs capazes de fazer coisas incríveis. Alguns bem complexos de serem

Leia mais

Instalação do Kit da Chave do Sensor da Porta do NetShelter AP9513

Instalação do Kit da Chave do Sensor da Porta do NetShelter AP9513 Instalação do Kit da Chave do Sensor da Porta do NetShelter AP9513 Este kit é para utilização com o NetShelter VX, NetShelter SX, ou outros gabinetes padrão de 19 polegadas. Componentes Chave (2) Ímã (2)

Leia mais

1 pedaço de 18cm x 8cm (7" x 3") Superior Frontal 1 pedaço de 18cm x 18cm (7" x 7") Inferior Frontal 1 pedaço de 18cm x 23cm (7" x 9") Costas

1 pedaço de 18cm x 8cm (7 x 3) Superior Frontal 1 pedaço de 18cm x 18cm (7 x 7) Inferior Frontal 1 pedaço de 18cm x 23cm (7 x 9) Costas projetos Urso Love Karen Jennings Wilson Você vai amar esta bolsinha (13cm x 18cm) com zíper "Urso Love"! Muito fácil de fazer utilizando apenas um bastidor de sua máquina de bordar. O corte utilizado

Leia mais

Exercícios Práticos - Anos Anteriores

Exercícios Práticos - Anos Anteriores Exercícios Práticos - Anos Anteriores Indução Magnética Neste experimento você demonstrará que um motor (de um toca CD/DVD) poderá ser utilizado para gerar corresnte elétrica e, portanto, acender um LED.

Leia mais

BTR 086B VF50R Termostato Eletrônico Fim de Degelo

BTR 086B VF50R Termostato Eletrônico Fim de Degelo BTR 086B-04-10 VF50R Termostato Eletrônico Fim de Degelo Este boletim tem como finalidade informar à rede de STAs sobre o novo termostato de fim de degelo Coel desenvolvido para aplicação no freezer vertical

Leia mais

Manual Montagem Lcmeter4

Manual Montagem Lcmeter4 Página 1 de 8 Manual Montagem Lcmeter4 Rev. 0 LCmeter4 colocado em um gabinete O gabinete não faz parte do Kit Página 2 de 8 Antes de iniciar a montagem, leia o manual até o final, pois muitas perguntas

Leia mais

QUADROS SISTEMA VDI. Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI. Corpo Reforçado com mais entradas para eletrodutos.

QUADROS SISTEMA VDI. Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI. Corpo Reforçado com mais entradas para eletrodutos. QUADROS SISTEMA VDI Localização no Website TIGRE: Obra predial Eletricidade Quadros Sistema VDI NOVEMBRO/2009 Função: Abrigar tubulações, fiações e dispositivos das instalações de Telefone (Voz), Rede

Leia mais

Adaptação de um Pisca Alerta na TIGER 800 XC com ABS (ano 2013) www. ger800.com.br. Sílvio Manzano Itanhaém SP

Adaptação de um Pisca Alerta na TIGER 800 XC com ABS (ano 2013) www. ger800.com.br. Sílvio Manzano Itanhaém SP Adaptação de um Pisca Alerta na TIGER 800 XC com ABS (ano 2013) www. ger800.com.br Sílvio Manzano Itanhaém SP A parte elétrica da moto permaneceu intacta. Não foi cortado ou descascado nenhum fio. Funciona

Leia mais

Linha expression Divirta-se fazendo um caminho de mesa com círculos passo a passo. Comprimento aproximado de 60 X 220 cm (24 X 85 )

Linha expression Divirta-se fazendo um caminho de mesa com círculos passo a passo. Comprimento aproximado de 60 X 220 cm (24 X 85 ) Linha expression Divirta-se fazendo um caminho de mesa com círculos passo a passo. Comprimento aproximado de 60 X 220 cm (24 X 85 ) Materiais necessários: PFAFF quilt expression 4.2 Sapatilha PFAFF de

Leia mais

(baseado em 17 avaliações)

(baseado em 17 avaliações) Experimento cadastrado por Leandro Fantini em 30/11/2008 Classificação Total de exibições: 18733 (até 24/06/2014) (baseado em 17 avaliações) Palavras-chave: química, moeda, cobe, zinco em pó, latão, NaOH,

Leia mais

Esquema de instalação:

Esquema de instalação: Bucha (x) Papeleira Antes de instalar este produto leia atentamente as instruções contidas. produto em condições diferentes das especificadas nesta instrução. Composição: Em termoplástico, parafuso em

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Risco Zero1. -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Risco Zero1. -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão Manual de Instruções de Instalação e Garantia Risco Zero1 -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão Revisão 0 - V. Jan/2013 Parabéns! Você acabou de adquirir a solução para o acionamento da motobomba

Leia mais

Manual de Instalação do Batten Car

Manual de Instalação do Batten Car Manual de Instalação do Batten Car Ferramentas necessários: Ferramentas 1) Pano de limpeza 2) Lima redonda 3) Lima chata 4) Alicate 5) Grampo 6) Fita isolante 7) Fita métrica 8) Serra 9) Parafusadeira

Leia mais

#03 PROJETO MESA DE GRAVAÇÃO PEQUENA

#03 PROJETO MESA DE GRAVAÇÃO PEQUENA A mesa de gravação de matrizes de serigrafia é um equipamento fundamental para quem quer gravar suas próprias telas. Este equipamento existe em diversos modelos, com preços e recursos técnicos. A intenção

Leia mais

Já conhece a nova garrafa Yoggi?

Já conhece a nova garrafa Yoggi? Já conhece a nova garrafa Yoggi? Date : 20 de Julho de 2016 A tecnologia está cada vez mais presente em todos os momentos da nossa vida e as marcas não querem ficar de fora desta revolução digital. De

Leia mais

Estação Power 10. Instruções de montagem

Estação Power 10. Instruções de montagem Estação Power 10 Instruções de montagem (Náilon) (Náilon) (Náilon) (Náilon) (curvo) - 1 - LISTA DE PARTES N o Descrição Qtd. 1 Tubo de suporte 1 2 Tubo em T 1 3 Viga horizontal 1 4 Tubo de guia 2 5 Tubo

Leia mais

Use sempre uma pulseira Anti-estática para não danificar o hardware

Use sempre uma pulseira Anti-estática para não danificar o hardware Aprenda a montar seu computador Recomendações: Use sempre uma pulseira Anti-estática para não danificar o hardware Colocação da Placa Mãe no Gabinete. Vamos pegar a placa-mãe sem nenhum periférico adicional

Leia mais

Ajuste Laser Lens potência óptica

Ajuste Laser Lens potência óptica Redigido por: agronbac INTRODUÇÃO Isso corrige o problema de discos de jogos não está sendo lido corretamente. FERRAMENTAS: Nintendo GameCube Ferramenta Bit (1) Phillips # 1 chave de fenda (1) Phillips

Leia mais

Movimento Pendular regulável

Movimento Pendular regulável A SERRA DE RECORTES A serra de Recortes (ou Tico-tico) serve para fazer cortes em curva ou rectilíneos numa variedade de materiais: painéis de madeira, tubos de cobre, perfis de alumínio, placas de fibrocimento,

Leia mais

Instruções de montagem do Irrigador Solar. Washington Luiz de Barros Melo

Instruções de montagem do Irrigador Solar. Washington Luiz de Barros Melo Instruções de montagem do Irrigador Solar Washington Luiz de Barros Melo Versão 8/2015 1 Irrigador Solar Irrigação ativada pelo sol Washington Luiz de Barros Melo 1. As partes do irrigador O irrigador

Leia mais

#02 PROJETO MESA DE IMPRESSÃO SIMPLES FIXA NA PAREDE

#02 PROJETO MESA DE IMPRESSÃO SIMPLES FIXA NA PAREDE Esse projeto é essencial para impressão na serigrafia em superfícies planas. Essa mesa simples ou berço é muito comum no uso de impressões de camisetas já costuradas. Vamos criar uma mesa com uma estrutura

Leia mais

ADAPTANDO A CHAVE DO ASTRA C/ 2 BOTÕES NA CHAVE CANIVETE DO GOLF

ADAPTANDO A CHAVE DO ASTRA C/ 2 BOTÕES NA CHAVE CANIVETE DO GOLF ADAPTANDO A CHAVE DO ASTRA C/ 2 BOTÕES NA CHAVE CANIVETE DO GOLF Para começar quero pedir a autorização do uso das fotos do Sr. Denis do Astraclub.com.br, pois a minha chave canivete já estava pronta e

Leia mais

Manual de montagem. Adaptação da tomada frontal ISOBUS. Última atualização: V

Manual de montagem. Adaptação da tomada frontal ISOBUS. Última atualização: V Manual de montagem Adaptação da tomada frontal ISOBUS Última atualização: V8.20161221 30322559-02-PT Leia e respeite este manual de instruções. Guarde este manual de instruções para utilização futura.

Leia mais

Experiência 1: Resistores, códigos de cores e ohmímetro

Experiência 1: Resistores, códigos de cores e ohmímetro Experiência 1: Resistores, códigos de cores e ohmímetro Objetivos: - Ler o valor nominal de cada resistor por meio do código de cores; - Utilizar o ohmímetro para as medidas de resistência elétrica. Teoria.

Leia mais

Instruções de Montagem do

Instruções de Montagem do Instruções de Montagem do Irrigador Solar Washington Luiz de Barros Melo Versão 8/2015 1 Irrigador Solar Irrigação ativada pelo sol Washington Luiz de Barros Melo 1. As partes do irrigador O irrigador

Leia mais

Associação de Resistores

Associação de Resistores Associação de Resistores Objetivo: Medir a corrente elétrica e a diferença de potencial em vários ramos e pontos de um circuito elétrico resistivo. Materiais: (a) Três resistências nominadas R 1, R 2 e

Leia mais

PROTETOR SALIVAR BETA. manual do usuário

PROTETOR SALIVAR BETA. manual do usuário PROTETOR SALIVAR BETA manual do usuário PARABÉNS! Você acaba de adquirir um produto com a qualidade Glasart. Com a compra deste produto, seu estabelicimento está demonstrando cuidado com seus clientes

Leia mais

Filtros Passa alta e passa baixa

Filtros Passa alta e passa baixa Filtros Passa alta e passa baixa Objetivo: Medir a corrente elétrica sobre o indutor e o capacitor em um circuito em paralelo de corrente alternada (AC). Materiais: (a) Dois resistores de igual resistência

Leia mais

Montar o banco de musculação BM 120

Montar o banco de musculação BM 120 pdf_created_bygerardbm pdf_completion 20-30 min pdf_difficulty Simples Como montar o banco de musculação BM 120 1 / 20 pdf_step 1/38 http://www.decathlon.com.br/ pdf_step 2/38 1. Cabe ao proprietário garantir

Leia mais

Professor Ventura Ensina Tecnologia

Professor Ventura Ensina Tecnologia Professor Ventura Ensina Tecnologia Experimento PV007 Projetos em Matriz de Contato Ensino Médio Direitos Reservados - Newton C. Braga 1 Prof. Ventura Ensina Tecnologia Projetos em Matriz de Contato As

Leia mais

Física Experimental III GFB025 Prof. Raul F. Cuevas

Física Experimental III GFB025 Prof. Raul F. Cuevas Curvas Equipotencias e Campo Elétrico Objetivos: Estudar a distribuição das curvas equipotenciais em uma regiao onde existe um campo elétrico definido por uma configuração especifica de eletrodos. Constroir

Leia mais

Olá, aí vão algumas opções e dicas para confeccionar uma toca climatizada. O primeiro passo é providenciar e separar o material que será utilizado.

Olá, aí vão algumas opções e dicas para confeccionar uma toca climatizada. O primeiro passo é providenciar e separar o material que será utilizado. Por Tatiane Coutinho Olá, aí vão algumas opções e dicas para confeccionar uma toca climatizada. O primeiro passo é providenciar e separar o material que será utilizado. - Cano de PVC de 100mm com 50 cm;

Leia mais

Aula Prática 5 Ligação Série e Paralelo, Lei de Ohm e Leis de Kirchhoff

Aula Prática 5 Ligação Série e Paralelo, Lei de Ohm e Leis de Kirchhoff Aula Prática 5 Ligação Série e Paralelo, Lei de Ohm e Leis de Kirchhoff Disciplinas: Física III (DQF 06034) Fundamentos de Física III (DQF 10079) Depto Química e Física- CCA/UFES Estratégia: Montagem e

Leia mais

Processos de Reparação

Processos de Reparação Processos de Reparação Quais as ferramentas a utilizar para soldar dessoldar Para soldarmos e dessoldarmos os componentes precisamos de ter as seguintes ferramentas tais como: Ferro de soldar; Soldadura:

Leia mais

Disk Station. Guia de Instalação Rápida DS409+, DS409. ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_

Disk Station. Guia de Instalação Rápida DS409+, DS409. ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_ Disk Station DS409+, DS409 Guia de Instalação Rápida ID do Documento: Synology_QIG_4bay2_20090616 INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA Leia estas instruções de segurança cuidadosamente antes de usar, e mantenha este

Leia mais

LABORATÓRIO DE ELETRICIDADE BÁSICA ROTEIRO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDAS

LABORATÓRIO DE ELETRICIDADE BÁSICA ROTEIRO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDAS Nome: Nota: LABORATÓRIO DE ELETRICIDADE BÁSICA ROTEIRO 1 INSTRUMENTOS DE MEDIDAS OBJETIVOS O objetivo deste experimento é orientar os alunos quanto à utilização correta de instrumentos de medidas elétricas,

Leia mais

Manual de Instalação Central Multimídia RENEGADE VR300. Veículo RENEGADE 2015 até 2017

Manual de Instalação Central Multimídia RENEGADE VR300. Veículo RENEGADE 2015 até 2017 Manual de Instalação Central Multimídia RENEGADE VR300 Veículo RENEGADE 2015 até 2017 AVISO IMPORTANTE! ESTE MANUAL É SOMENTE PARA UTILIZAÇÃO DE TÉCNICOS ESPECIALIZADOS E COM CONHECIMENTO SOBRE O PROCESSO.

Leia mais

ELETROIMÃ. Parte I. 2. Observar as forças de origem magnética produzidas a partir de corrente elétrica e compará-las com um ímã.

ELETROIMÃ. Parte I. 2. Observar as forças de origem magnética produzidas a partir de corrente elétrica e compará-las com um ímã. ELETROIMÃ Parte I Shizue Shimizu Introdução Uma bobina quando percorrida por corrente elétrica, constitui um ímã. Portanto, a corrente elétrica tem efeito magnético. Com esta experiência, vamos verificar

Leia mais

DIY: Como construir um minibar

DIY: Como construir um minibar DIY: Como construir um minibar Impressione os seus convidados com a construção de um versátil minibar. Faça cocktails para a happy hour ou sirva a sobremesa no seu minibar! Este bar sobre rodas é simultaneamente

Leia mais

Karen Jennings Wilson. Tecido branco com flocos de neve. Tecido de algodão na cor azul claro

Karen Jennings Wilson. Tecido branco com flocos de neve. Tecido de algodão na cor azul claro projetos Pássaro de Inverno Karen Jennings Wilson Esta bolsinha "Pássaro de Inverno" 13cm x 18cm (5" x 7") com zíper manterá você alegre e organizada durante o inverno! Tem espaço suficiente para celular

Leia mais

Manual de Instruções e Termo de Garantia

Manual de Instruções e Termo de Garantia Manual de Instruções e Termo de Garantia 1.Identificação dos itens. 2.Marque na porta a altura do centro da maçaneta (sugestão: 1,10m em relação ao piso). 4.Com auxílio de ferramentas (formão, furadeira,

Leia mais

ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO

ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO ROTEIRO DE EXPERIMENTO ELETROSCÓPIO MATERIAS UTILIZADOS (Ver figura 1) 1 pote de vidro com tampa (pote de conserva); 40 cm de fio de cobre (1,5mm de diâmetro); 1 alicate; 1 pistola de cola quente; 1 bastão

Leia mais

Adaptador de montagem no teto

Adaptador de montagem no teto SADT - 100EC Adaptador de montagem no teto imagine as possibilidades Obrigado por adquirir este produto Samsung. Para receber um atendimento mais completo, registre seu produto no site www.samsung.com/global/register

Leia mais

Sumário. Revisão; Capacitor; Associação de Capacitor; Capacitor Caseiro;

Sumário. Revisão; Capacitor; Associação de Capacitor; Capacitor Caseiro; Aula 03 1 Sumário Revisão; Capacitor; Associação de Capacitor; Capacitor Caseiro; 2 3 Revisão Resistores O resistor é responsável por dificultar a passagem de corrente pelo circuito. Já tentaram isso,

Leia mais

TABELA 1 - MEDIDAS DO CORPO

TABELA 1 - MEDIDAS DO CORPO TABELA 1 - MEDIDAS DO CORPO Essa Tabela reune as medidas tiradas rente ao corpo e deverá ser utilizada para Tecido Plano ou Malha com Baixa Elasticidade. Tabela 2 - Medidas para Malha de Média Elasticidade

Leia mais

1 de /03/ :35

1 de /03/ :35 1 de 485 03/03/2015 15:35 925387.982014.157758.4595.6720459.31 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00098/2014 (SRP) Às 10:08 horas do dia 05 de dezembro de 2014, reuniram-se

Leia mais

IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal

IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal IDEIA DIY: Crie um quadro para giz artesanal Anuncie o menu que servirá ao almoço ou ao jantar com um quadro de ardósia artesanal. Emoldurado, este quadro inclui uma pequena prateleira para colocar objetos

Leia mais

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq ertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwer tyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui opasdfghjklzxcvbnmqwertyuiop

qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq ertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwer tyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui opasdfghjklzxcvbnmqwertyuiop qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqw ertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwer tyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty Brinquedo Adaptado Ficha de Atividade Como adaptar um uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui brinquedo

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LISTA DE PEÇAS 2 Porcas (tipo mola) 2003 HONDA FIT FAROL DE NEBLINA MAR Farol de Neblina Direito

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LISTA DE PEÇAS 2 Porcas (tipo mola) 2003 HONDA FIT FAROL DE NEBLINA MAR Farol de Neblina Direito MANUAL DE INSTALAÇÃO Acessório Modelo Aplicável 2003 HONDA FIT No. da publicação Data de emissão MAR. 2003 LISTA DE PEÇAS 2 Porcas (tipo mola) Farol de Neblina Direito 2 Parafusos Auto-Travantes Farol

Leia mais

Removendo a tampa de acesso à placa do sistema

Removendo a tampa de acesso à placa do sistema As opções de memória e de interfaces previamente instaladas podem ser facilmente removidas usando o procedimento exposto nas páginas seguintes. 1 Desligue a impressora. 1 2 Desconecte o cabo de alimentação.

Leia mais

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800

BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800 BARRA ANTI-PÂNICO MODELO 1800 PARA FAZER A INSTALAÇÃO, CONTRATE UM UM PROFISSIONAL QUALIFICADO, A SOPRANO A SOPRANO NÃO NÃO SE RESPONSABILIZA SE POR DANOS POR DANOS CAUSADOS CAUSADOS À BARRA À FECHADURA

Leia mais