Desafios e limitações do ensino do espanhol em Portugal no ensino Básico e Secundário

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desafios e limitações do ensino do espanhol em Portugal no ensino Básico e Secundário"

Transcrição

1 2.ª tarde de Espanhol da UBI Desafios e limitações do ensino do espanhol em Portugal no ensino Básico e Secundário Paula Pinto Presidente da Comissão Executiva

2 Escolas, alunos e professores do Ensino Básico e Secundário * Escolas: 579 Professores: 872 Alunos: do 3.º Ciclo do Ensino Básico do Ensino Secundário * Dados baseados no documento da Consejería de Educación em Portugal, disponível em

3 Escolas Menos 1% de escolas relativamente a No entanto, neste levantamento tem-se em conta escolas e agrupamentos

4 Professores Mais 20% de professores relativamente a 2010

5 Alunos Mais 19% de alunos relativamente a 2010

6 2.ª tarde de Espanhol da UBI A nossa associação Paula Pinto Presidente da Comissão Executiva

7 Objetivos A APPELE (Associação Portuguesa de Professores de Espanhol Língua Estrangeira) assume-se como um coletivo de professores de Espanhol organizados em torno das questões relacionadas com o ensino da língua espanhola e da cultura dos países hispanófonos.

8 Assim, propõe-se a: Objetivos Promover o desenvolvimento do ensino da Língua e da Cultura dos Países de Língua Oficial Espanhola; Estimular o intercâmbio de ideias e experiências relevantes para o ensino da disciplina de Espanhol; Apoiar iniciativas que contribuam para a inovação pedagógica; Fomentar a participação dos associados em projetos de formação contínua; Divulgar informações, pareceres e atividades de interesse para os associados; Colaborar com outras associações de professores, privilegiando as dos professores de línguas; Intervir na política educativa, nomeadamente no que respeita à disciplina de Espanhol.

9 Quem somos? Órgãos (Biénio 2011/2013)

10 Atividades realizadas nos últimos mandatos Participação no Projecto Galapro, promovido pela Universidade de Aveiro. Colaboração nos seminários do Instituto Cervantes, em parceria com a Consejería de Educación, tanto em 2009, 2010, como em Colaboração nos cursos de atualização do Instituto Cervantes, em parceria com a Consejería de Educación em 2009, 2010, 2011 e 2012.

11 Atividades realizadas nos últimos mandatos Co-organização do I Foro de Español Lengua extranjera em Lisboa, promovido pela editorial SGEL e em colaboração com a FSCH-UNL, Universidad de Nebrija e Consejería de Educación. Co-organização do II Foro de Español Lengua extranjera, promovido pela editorial SGEL e em colaboração com a Babelium, Universidade Católica, Universidad de Nebrija e Consejería de Educación.

12 Atividades realizadas nos últimos mandatos Colaboração na 4.ª e 5.ª edições das Jornadas de estudos Espanhóis e Hispano-Americanos da Universidade do Minho, em Braga, tanto em 2010, como em Colaboração no IV Congreso em Évora, promovido pela Consejería de Educación e Universidade de Évora em 2011.

13 Atividades realizadas nos últimos mandatos Em acordo com as restantes associações de professores, reativação da FNAPLV (Federação Nacional de Associações de Professores de Línguas Vivas) em setembro de Pela FNAPLV realização de uma petição pelo eventual ajuste à revisão curricular em novembro de 2011.

14 Atividades realizadas nos últimos mandatos Em setembro, aprovação da APPELE como entidade avaliadora e certificadora de manuais escolares; e, entre Novembro de 2011 e Janeiro de 2012, a equipa Científico- Pedagógica avaliou e certificou: Club Prisma.pt - Edinumen Compañeros - SGEL En Línea Plus - SGEL Mañana 1 - Anaya Mochila - Santillana Nuevos Amigos - SM

15 Atividades realizadas nos últimos mandatos Em dezembro, renovação da página da associação. Em dezembro de 2011, reunião com o MEC para a apresentação do projeto de revisão curricular. Consequentemente, apresentação do seu parecer em janeiro de 2012.

16 Atividades realizadas nos últimos mandatos Em fevereiro de 2012, através da FNAPLV, organização de um colóquio intitulado (Re)valorizar as línguas estrangeiras no currículo. Em abril deste ano, conclusão do processo de certificação, junto do CCPFC de Braga, da APPELE como entidade formadora de profesores.

17 A nossa nova página:

18

19 Arquivo

20 Muito obrigado!

CURRICULUM VITAE. Bilingue : Português / Espanhol ( mãe espanhola )

CURRICULUM VITAE. Bilingue : Português / Espanhol ( mãe espanhola ) CURRICULUM VITAE Marta Maria Torres de Sá Fialho Data de Nascimento: 5 de Março de 1959 Bilingue : Português / Espanhol ( mãe espanhola ) Habilitações 1982 Licenciatura em Línguas e Literaturas Clássicas,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE ABRANTES CURRICULUM VITAE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE ABRANTES CURRICULUM VITAE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE ABRANTES CURRICULUM VITAE ALCINO JOSÉ BRÁS HERMÍNIO Curriculum Vitae Alcino José Brás Hermínio Página 1/6 INFORMAÇÃO PESSOAL Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) BRÁS HERMÍNIO,

Leia mais

Manual para Jovens Empreendedores: Comportamentos e Competências

Manual para Jovens Empreendedores: Comportamentos e Competências Manual para Jovens Empreendedores: Comportamentos e Competências Manual para Jovens Empreendedores: Comportamentos e Competências Num Mundo aberto em que os desafios e oportunidades são uma constante,

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Nome LUCIANA CARDOSO Endereço(s) de correio electrónico Telemóvel (+351) 962 630 058 lucardosorenzini@gmail.com Nacionalidade Argentino-Portuguesa Data de nascimento

Leia mais

ESTATUTOS DO CENTRO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Artigo 1.º (Natureza, Membros)

ESTATUTOS DO CENTRO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA. Artigo 1.º (Natureza, Membros) ESTATUTOS DO CENTRO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Artigo 1.º (Natureza, Membros) 1. O Centro de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, também designado abreviadamente como

Leia mais

Jornadas da APEESP 2014

Jornadas da APEESP 2014 Jornadas da APEESP 2014 Programa Completo RETIFICADO (a partir de Taller 7) 1ª Jornada 23 de agosto de 2014 Taller 1 10h 13h Aquí, ali, allá y en todas las clases: construyendo propuestas didácticas para

Leia mais

LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO

LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO Maria António Henriques Jorge Ferreira Hörster Professora Associada do Grupo de Estudos Germanísticos LIÇENÇA SABÁTICA ANO LECTIVO DE 2007-2008 RELATÓRIO Investigação No período em causa, desenvolvi investigação

Leia mais

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção

Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento. (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (2010-2015) ENED Plano de Acção 02 Estratégia Nacional de

Leia mais

2º Encontro Local Educação para a Cidadania Global na Escola - Seixal

2º Encontro Local Educação para a Cidadania Global na Escola - Seixal 2º Encontro Local Educação para a na Escola - Seixal Camara Municipal do Seixal, 30 de abril de 2014 Encontro organizado em conjunto pela Rede ECG e pela C. M. do Seixal e que contou com a participação

Leia mais

O Conceito de Cluster

O Conceito de Cluster O Conceito de Cluster Conjunto de empresas, relacionadas entre si, que desenvolvem competências específicas, formando um pólo produtivo especializado e com vantagens competitivas. Antecedentes As empresas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

Leia mais

Nuno Miguel Lopes da Silva

Nuno Miguel Lopes da Silva Nuno Miguel Lopes da Silva Data de Nascimento: 08 de Janeiro de 1974 Local de Nascimento: Portimão Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: Divorciado H A B I L I T A Ç Õ E S L I T E R Á R I A S Formação

Leia mais

Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO

Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BACHARELADO 11 B 12 B 15 D 16 A 17 D 18 E 19 B 20 E 21 E 23 D 25 B 26 C 27 A 28 C 29 A 30 E 31 B 32 C 33 D 34 E 36 C 37 D 38 D 39 B Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BACHARELADO

Leia mais

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria, bolsista CAPES/REUNI. E-mail: sarita_mota@hotmail.com.

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria, bolsista CAPES/REUNI. E-mail: sarita_mota@hotmail.com. 1 Graduada em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e mestre em Letras pela mesma instituição. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Maria,

Leia mais

IERA um projeto gerador de oportunidades. 30 de junho de 2015 celso guedes de carvalho

IERA um projeto gerador de oportunidades. 30 de junho de 2015 celso guedes de carvalho IERA um projeto gerador de oportunidades 30 de junho de 2015 celso guedes de carvalho um projeto da Região A criação da IERA foi um desafio estratégico assumido por 14 parceiros comprometidos com a promoção

Leia mais

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Na Escola Superior de Educação

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Na Escola Superior de Educação IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Maria Luísa de Solla Mendes da Fonseca Data de nascimento: 7 de Novembro de 1950 BI nº 6065179 Lisboa Rua Sacadura Cabral, 76, 1ºEsq.- Cruz Quebrada 1495-713 Lisboa Telefone: 965009978

Leia mais

PORTAL DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL

PORTAL DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL PORTAL DA CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL EMPRESAS DO SETOR DA CONSTRUÇÃO Empresas do setor da construção que possuam produtos ou serviços que contribuam para o desenvolvimento mais sustentável do setor. a quem

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURITIBA 2015 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

PORTUGUÊS E ESPANHOL AO SUL DAS AMÉRICAS

PORTUGUÊS E ESPANHOL AO SUL DAS AMÉRICAS VII COLÓQUIO PELSE (AUGM) PORTUGUÊS E ESPANHOL LÍNGUAS SEGUNDAS E ESTRANGEIRAS II ENPORTU - ENCONTRO DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA DO URUGUAI II EUPELE - ENCUENTRO URUGUAYO DE PROFESORES

Leia mais

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural

Agrupamento de escolas de Coruche. CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Agrupamento de escolas de Coruche CURSO PROFISSIONAL Ano letivo 2014/2015 Técnico de Turismo Ambiental e Rural Componente de formação: Sócio-cultural: Total de horas (a) (ciclo de formação) Português Língua

Leia mais

EDITAL Nº 09/2015/PROCULT

EDITAL Nº 09/2015/PROCULT EDITAL Nº 09/2015/PROCULT SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA BOLSA DE CULTURA DO NÚCLEO DE LÍNGUAS E CULTURAS ESTRANGEIRAS (NLC) NO ÂMBITO DA PRÓ- REITORIA DE CULTURA 2016 A Pró-Reitoria de Cultura torna pública

Leia mais

PROJETO PÓS ZARCO ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-MATOSINHOS. "Uma Escola de Oportunidades"

PROJETO PÓS ZARCO ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-MATOSINHOS. Uma Escola de Oportunidades ESCOLA SECUNDÁRIA JOÃO GONÇALVES ZARCO-MATOSINHOS "Uma Escola de Oportunidades" Dossiê de Apresentação do Projeto Pós...Zarco I. O PROJETO PÓS ZARCO No ano letivo de 2005/2006, a Escola Secundária João

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 30/2014 PROCESSO SELETIVO. Valor Bolsa. Pré-requisitos/ Titulação

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 30/2014 PROCESSO SELETIVO. Valor Bolsa. Pré-requisitos/ Titulação PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL 30/2014 PROCESSO SELETIVO A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Triângulo Mineiro torna público que estarão abertas as inscrições para a realização do Processo

Leia mais

Comunidade Acadêmica da Faculdade ASCES

Comunidade Acadêmica da Faculdade ASCES Edital 01/2012-15/02/2012 Para: Assunto: Comunidade Acadêmica da Faculdade ASCES Edital de seleção do Núcleo de Relações Internacionais atividades discentes O Núcleo de Relações Internacionais da Faculdade

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

A atividade do Instituto Camões na Extremadura

A atividade do Instituto Camões na Extremadura A atividade do Instituto Camões na Extremadura Teresa Jorge Ferreira Leitora do Instituto Camões na Universidade da Extremadura tjorgeferreira@instituto-camoes.pt 122 P á g i n a I S S N : 1988-8430 Tejuelo,

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Endereço(s) de correio electrónico Telemóvel 918297980 Rua das Quintãs, nº11 S. Roque, 4560-604 Penafiel (Portugal)

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

Leia mais

Cognição e Aprendizagem em História e Ciências Sociais. Isabel Barca, Ana Catarina Simão, Júlia Castro, Carmo Barbosa, Marília

Cognição e Aprendizagem em História e Ciências Sociais. Isabel Barca, Ana Catarina Simão, Júlia Castro, Carmo Barbosa, Marília Projectos de investigação Cognição e Aprendizagem em História e Ciências Sociais Coordenador: Isabel Barca Equipa de investigação Isabel Barca, Ana Catarina Simão, Júlia Castro, Carmo Barbosa, Marília

Leia mais

Projectos de investigação

Projectos de investigação Teses e Projectos de Investigação 261 Projectos de investigação Software Educativo Multimédia: Estrutura, Interface e Aprendizagem Responsável: Ana Amélia Amorim Carvalho Departamento de Currículo e Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL Art. 1º Para os efeitos deste regulamento, designa-se

Leia mais

Regulamento. ARTIGO 1 (Objecto) O NUTRITION AWARDS, tem os seguintes objectivos:

Regulamento. ARTIGO 1 (Objecto) O NUTRITION AWARDS, tem os seguintes objectivos: Regulamento A Associação Portuguesa dos Nutricionistas e o Grupo GCI Gestores de Comunicação Integrada, com o apoio institucional do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação, em parceria com a Direcção-Geral

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA

CIRCULAR INFORMATIVA CIRCULAR INFORMATIVA Nº. 14 Data: 2013/02/13 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: - Regulamento dos Grupos de Investigação da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de

Leia mais

Rede Portuguesa de Matemática na Indústria

Rede Portuguesa de Matemática na Indústria Rede Portuguesa de Matemática na Indústria Apresentação dos resultados dos grupos de trabalho Adérito Araújo FCT/UNL, 15 de Julho de 2014 Grupos de trabalho Grupo 1: Levantamento de outras redes nacionais

Leia mais

Iniciativa Move-te, faz Acontecer

Iniciativa Move-te, faz Acontecer Iniciativa Move-te, faz Acontecer Entidades Promotoras: Associação CAIS (Projecto Futebol de Rua): Fundada em 1994, a Associação CAIS tem como Missão contribuir para o melhoramento global das condições

Leia mais

PROFESSOR RESPONSÁVEL: Patrícia Roberta de Almeida Castro Machado

PROFESSOR RESPONSÁVEL: Patrícia Roberta de Almeida Castro Machado MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE LETRAS NOME DA DISCIPLINA: Estágio 2 (espanhol) PROFESSOR RESPONSÁVEL: Patrícia Roberta de Almeida Castro Machado CARGA HORÁRIA SEMESTRAL:

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia, Benavente. Data final da candidatura : 2013-10-29. Ficheiro gerado em : 30/10/2013 16:10:28

Agrupamento de Escolas de Samora Correia, Benavente. Data final da candidatura : 2013-10-29. Ficheiro gerado em : 30/10/2013 16:10:28 Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Samora Correia, Benavente Data final da candidatura : 2013-10-29 Grupo de Recrutamento: 350 - Espanhol Ficheiro gerado em : 30/10/2013 16:10:28 Ordenação Graduação

Leia mais

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM

Setor Educacional do MERCOSUL - SEM MERCOSUL Setor Educacional do MERCOSUL - SEM Os Ministros de Educação do MERCOSUL se reúnem duas vezes por ano há 22 anos para elaborar, coordenar e executar políticas públicas em Educação entre países

Leia mais

A BIBLIOTECA COMO EMBAIXADA CULTURAL : a cultura espanhola e hispano-americana em Recife

A BIBLIOTECA COMO EMBAIXADA CULTURAL : a cultura espanhola e hispano-americana em Recife A BIBLIOTECA COMO EMBAIXADA CULTURAL : a cultura espanhola e hispano-americana em Recife Autora: ANA PAULA ALMEIDA Introdução Falar línguas abre caminho para novas oportunidades profissionais e um requisito

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação Pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada Tavares Soares, Arthur José Rua Carlos Martins, 234, 1º direito 4535-537 Mozelos Santa Maria da Feira Portugal Telefones

Leia mais

Findo o segundo quadrimestre (janeiro- agosto 2011) da atividade do gabinete de

Findo o segundo quadrimestre (janeiro- agosto 2011) da atividade do gabinete de GABINETE DE FORMAÇÃO PRÓ-REITORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO Volume 1 Número 2 MAIO/ AGOSTO 2011 Ficha Técnica Director: António José Silva 1 - EDITORIAL Equipa GFORM: Cristiana Rego,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS

APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC)

DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) Escola de Enfermagem Wenceslau Braz DISCIPLINA: ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES (AAC) INTRODUÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso de Enfermagem da Escola de Enfermagem Wenceslau Braz (EEWB) da cidade

Leia mais

A REDE DAS ESCOLAS ASSOCIADAS DA UNESCO

A REDE DAS ESCOLAS ASSOCIADAS DA UNESCO A REDE DAS ESCOLAS ASSOCIADAS DA UNESCO Em 1953, a UNESCO lançou a Rede de Escolas Associadas da UNESCO e desde então tem realizado um importante trabalho na área da educação, no aconselhamento técnico,

Leia mais

Curso Livre Online. 3.ª edição. Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR

Curso Livre Online. 3.ª edição. Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR Curso Livre Online 3.ª edição Gestão e Valorização de Coleções Paleontológicas e Arqueológicas em Museus PLANO MODULAR Apresentação da entidade organizadora Centro Português de Geo História e Pré-História

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE FUNDAÇÃO RUI CUNHA E 0 ISCTE - INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA PREÂMBULO Considerando que a FUNDAÇÃO RUI CUNHA (FRC) foi constituída em 2012, com sede em Macau, tendo como

Leia mais

ISCTEM/UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Actualmente a frequentar o 2º Ano do Doutoramento em Direito Área de Concentração em Direito Público

ISCTEM/UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Actualmente a frequentar o 2º Ano do Doutoramento em Direito Área de Concentração em Direito Público CURRICULUM VITAE 1. DADOS BIBLIOGRÁFICOS NOME Gildo Manuel Espada DATA DE NASCIMENTO 19.02.79 NACIONALIDADE Moçambicana 2. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS ISCTEM/UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Actualmente a frequentar

Leia mais

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas

Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Cooperação entre instituições de ensino superior portuguesas e cubanas Instituição Portuguesa Instituição Cubana Objectivos / áreas de cooperação Validade Universidade do Algarve Universidade de Pinar

Leia mais

Workshop 20 de Junho de 2014. Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina

Workshop 20 de Junho de 2014. Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina Workshop 20 de Junho de 2014 O O Plataforma de recursos minerais UE, África e América Latina QUEM SOMOS Os parceiros do projecto Kandandu são empresas, universidades, associações e redes da área dos recursos

Leia mais

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998

Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Decreto n.º 17/2000 Acordo entre a República Portuguesa e a República de Cuba sobre Cooperação Cultural, assinado em Havana em 8 de Julho de 1998 Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição,

Leia mais

PROGRAMA LISTA M. Índice Geral

PROGRAMA LISTA M. Índice Geral Índice Geral A. Projecto de Credibilização e Revitalização da Associação Académica da Universidade Lusófona. - Hoje e no Futuro, em defesa dos teus direitos.2 B. Projecto de apoio às actividades académico-culturais.

Leia mais

EDITAL. 5- Os prazos para candidatura, selecção, seriação, matrícula, inscrição e reclamação são os fixados no anexo 1;

EDITAL. 5- Os prazos para candidatura, selecção, seriação, matrícula, inscrição e reclamação são os fixados no anexo 1; EDITAL 1- Faz-se público que está aberto concurso, de 3 de Julho a 19 de Setembro de 2008, para admissão ao Curso de Formação Especializada em Ensino da Língua Estrangeira (Inglês e Francês) na Educação

Leia mais

Introdução à Arqueologia Preventiva

Introdução à Arqueologia Preventiva Curso Livre Online Introdução à Arqueologia Preventiva Plano Modular Apresentação da entidade organizadora Centro Português de Geo História e Pré-História (CPGP) Formado em outubro de 1993, constituiu-se

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Constituem-se em atividades que, a partir do eixo fundamental do currículo, propiciem experiências teórico-práticas que permitam a flexibilização do mesmo (CEPE 70/04). Assim,

Leia mais

A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO

A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO A INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA E A SUA EVOLUÇÃO Alexandre Homem de Cristo A ciência política cresceu e afirmou-se enquanto disciplina científica em Portugal, desde os anos 1990, sendo a face mais evidente

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

Id: 41594 (46 years)

Id: 41594 (46 years) Ver foto Id: 41594 (46 years) DADOS PESSOAIS: Gênero: Feminino País: Other Country, Região:, Cidade: Tavira, Portugal Ver CV completo Grave o CV TRABALHO DESEJADO: Objectivo: docente ou tecnico superior

Leia mais

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015

OCPLP Organização Cooperativista dos Povos de Língua Portuguesa. Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 Proposta de Plano de Atividades e Orçamento 2014-2015 1 Índice: I Enquadramento II Eixos de Intervenção Estratégica III Proposta de Orçamento IV Candidaturas a Programas de Apoio 2 I Enquadramento Estratégico

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS ENCONTRO DA COMISSÃO SECTORIAL PARA A EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO CS/11 ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE APRESENTAÇÃO DO TRABALHO GT2 - Ensino Superior

Leia mais

PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA

PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA 500 PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA Renata Aparecida de Freitas 1 FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Lorena - SP Este trabalho

Leia mais

A realidade atual da licenciatura em Letras Espanhol no Brasil

A realidade atual da licenciatura em Letras Espanhol no Brasil A realidade atual da licenciatura em Letras Espanhol no Brasil Adriana Quadros Matos 1 Soraia C. E. K. Salerno 2 Resumo Esta comunicação visa apresentar nossa pesquisa acadêmica cujo objetivo é conhecer

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Ana Teresa Bernardo Guia RUA CENTRO REPUBLICANO, 70 2º ESQ 2300 359 TOMAR, PORTUGAL Telefone 966 166 243 Correio

Leia mais

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças Plano de Ação 2014 Contexto Externo Ameaças Oportunidades Manutenção de uma situação sócio/económica adversa com impacto nas empresas, nomeadamente ao nível da adoção de políticas de redução de efetivos,

Leia mais

Manual de Atividades Complementares

Manual de Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual de Atividades Complementares Belo Horizonte 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementar

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE ENSINO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Ensino PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR INDÍCE A) Noção... 2 B) Objetivos... 2 C) Destinatários... 2 D) Serviços do Centro de Atividades e Recursos (C.A.R.)... 2 E) Atividades... 3 F) Condições

Leia mais

EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012)

EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012) EQUIPA DE FORMADORES (2011/2012) Adelaide Carreira é licenciada em Matemática pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, onde exerce funções, encontra-se na fase final da elaboração da sua tese

Leia mais

POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DE COLEÇÕES BIBLIOTECA WILHELM HEINRICH

POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DE COLEÇÕES BIBLIOTECA WILHELM HEINRICH POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO DE COLEÇÕES BIBLIOTECA WILHELM HEINRICH UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU - UNIGUAÇU POLÍTICA DE DESENVILVIMENTO DE COLEÇÕES BIBLIOTECA WILHELM HEINRICH A implantação

Leia mais

Proposta AGTURB-MG. 2. Estrutura do ICBH. literatura, uns 600 materiais didáticos, 300 CDs e 260 DVDs a disposição dos nossos

Proposta AGTURB-MG. 2. Estrutura do ICBH. literatura, uns 600 materiais didáticos, 300 CDs e 260 DVDs a disposição dos nossos Proposta AGTURB-MG 1. Estrutura do curso 2011 1 módulo 2 módulo 3 módulo Total Níveis A2.1 + A2.2 B1.1. + B1.2 B1.3 + B1.4 Iniciante-Intermediário-Avançado Carga horária 120 120 120 360 horas Meses do

Leia mais

Rui Filipe Ferreira Linhares

Rui Filipe Ferreira Linhares INFORMAÇÃO PESSOAL Rui Filipe Ferreira Linhares Rua do Terreiro, nº 285 - Vila Frescaínha S.Martinho, 4750-830 Barcelos (Portugal) 915359834 rfflinhares@gmail.com Data de nascimento 3 out 89 Nacionalidade

Leia mais

Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar Biénio 2015-2017. Lista B. Programa de Candidatura

Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar Biénio 2015-2017. Lista B. Programa de Candidatura Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar Biénio 2015-2017 Lista B Programa de Candidatura Introdução A presente lista candidata à SPTF é composta por um conjunto de colegas ligados pelas ideias que partilham

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir

Leia mais

PAULA FREITAS REBELO DA FONSECA CURRICULUM VITAE

PAULA FREITAS REBELO DA FONSECA CURRICULUM VITAE PAULA FREITAS REBELO DA FONSECA CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS Data de Nascimento: 30 setembro 1971 Naturalidade: Estados Unidos da América Nacionalidade: Portuguesa e Norte Americana (EUA) Morada: Urbanização

Leia mais

Narrativas e intercâmbio de experiências para o reconhecimento do locus do Português na Argentina"

Narrativas e intercâmbio de experiências para o reconhecimento do locus do Português na Argentina VIII CONGRESSO NACIONAL DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS da Associação Argentina de Professores de Português Narrativas e intercâmbio de experiências para o reconhecimento do locus do Português na Argentina"

Leia mais

Realização das Noites de Sociologia, encontro tertúlia subordinado a um tema, e que habitualmente se realiza em junho.

Realização das Noites de Sociologia, encontro tertúlia subordinado a um tema, e que habitualmente se realiza em junho. Índice 1. Introdução... 3 2. Atividades científicas, de formação e divulgação....3 3. Publicações.. 3 4. Internet... 4 5. Secções Temáticas e Núcleos Regionais 4 6. Outras atividades....4 2 1. Introdução

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES

REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES REGULAMENTO INTERNO DOS MESTRADOS EM ENSINO - FORMAÇÃO DE PROFESSORES Artigo 1º Âmbito O Regulamento interno dos mestrados em ensino formação inicial de professores aplica-se aos seguintes ciclos de estudo

Leia mais

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

Guia de Livros Didáticos PNLD 2014 APRESENTAÇÃO

Guia de Livros Didáticos PNLD 2014 APRESENTAÇÃO Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Guia de Livros Didáticos PNLD 2014 Ensino fundamental Anos Finais Brasília 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM

Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM Luísa Solla, ILTEC/ESE Setúbal e Fabíola Santos, ILTEC luisa.solla@sapo.pt fabiola.santos@iltec.pt

Leia mais

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L.

joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt 1 Junho de 2007 até à actualidade BPLD&A, Borges da Ponte, Linhares Dias & Associados, Sociedade de Advogados, R.L. M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome FURTADO SOUSA, JOÃO MIGUEL Morada Telefone Fax Correio electrónico Profissional: jfs@bpldadvogados.com / joaofurtadosousa-48992a@adv.oa.pt Nacionalidade

Leia mais

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt.

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt. C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO Correio electrónico Morada RUA JOSÉ RELVAS Nº. 532 A 538, 2090-106 ALPIARÇA/RUA PAULO OLIVEIRA N.º 44 1. ESQ, 2300 TMR

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 Biblioteca Escolar GIL VICENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GIL VICENTE ESCOLA GIL VICENTE EB1 CASTELO BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 As atividades constantes do presente

Leia mais

EDITAL Nº 21/10. Regulamento

EDITAL Nº 21/10. Regulamento MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL EDITAL Nº 21/10 Regulamento - - - Frederico Fernandes Pereira, Presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, torna público que, por deliberação deste órgão

Leia mais

2.2.4. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes de Pós Graduação

2.2.4. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes de Pós Graduação 2.2.4. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes de Pós Graduação Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO

ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO De acordo com a alínea b) do n.º 2 do artigo 74.º-A do ECDU, a avaliação dos docentes deve considerar as quatro vertentes de actividade académica: a) Investigação; b) Ensino;

Leia mais

CURRICULUM VITAE DETALHADO

CURRICULUM VITAE DETALHADO CURRICULUM VITAE DETALHADO DE PEDRO MANUEL RODRIGUES DE CARVALHO SABUGAL, FEVEREIRO DE 2011 ÍNDICE 1. DADOS BIOGRÁFICOS...2 2. QUALIFICAÇÃO...3 2.1. Formação Académica...3 2.2. Provas Públicas...4 2.3.

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Preparação da dissertação de doutoramento em Linguística Descritiva Portuguesa, na Faculdade de Letras do Porto.

CURRICULUM VITÆ. Preparação da dissertação de doutoramento em Linguística Descritiva Portuguesa, na Faculdade de Letras do Porto. CURRICULUM VITÆ Sónia Valente Rodrigues Faculdade de Letras da Universidade do Porto Centro de Linguística da Universidade do Porto (Unidade I & D 22/94) I Dados Biográficos Nome: Sónia Maria Cordeiro

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 4 DE ÉVORA SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA ANDRÉ DE GOUVEIA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS INGLÊS ESPANHOL FRANCÊS ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO

Leia mais

Regulamento da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa

Regulamento da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa Regulamento da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Proposta aprovada por unanimidade na reunião do Conselho Científico Plenário da Faculdade de Direito realizada no dia 14 de Outubro

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA. CAPITULO I Dos Fins REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR DO CURSO DE FARMÁCIA Aprovado na CamEx, na 80ª Sessão, realizada em 11 de junho de 2014, apreciada no CONSEPE, na 47ª Sessão, realizada

Leia mais

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação

4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS. O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação 4º CONGRESSO NACIONAL DOS ECONOMISTAS O Papel das Instituições de Ensino Superior na Dinâmica da Criação de Empresas, por meio de Redes De Inovação Maria José Madeira Silva 1, Jorge Simões 2, Gastão Sousa

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro DGEstE Direção de Serviços da Região Centro Bibliotecas Escolares - Plano Anual de Atividades (PAA) Ano letivo 2014/2015 Este PAA encontra-se estruturado em 4 domínios (seguindo as orientações da RBE)

Leia mais

22 Workshop: A organização dos Arquivos Familiares à luz da Ciência da Informação: teoria e prática Organização: GI Historiografia

22 Workshop: A organização dos Arquivos Familiares à luz da Ciência da Informação: teoria e prática Organização: GI Historiografia PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2011 [As actividades programadas poderão vir a ser alteradas em função dos cortes operados pela FCT, quanto ao financiamento de 2010. Todas as alterações serão assinaladas atempadamente]

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO

REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE TRANCOSO ÍNDICE Regulamento do Conselho Municipal de Juventude de Trancoso... 1 Preâmbulo... 1 CAPÍTULO I... 2 Parte Geral... 2 Artigo 1º... 2 Lei Habilitante

Leia mais

Concurso de Ideias e Projectos

Concurso de Ideias e Projectos Concurso de Ideias e Projectos Regulamento Promotor Colaboração Apoios CONCURSO DE IDEIAS E PROJECTOS EMPREENDEDORISMO COMÉRCIO E SERVIÇOS Regulamento Art. 1º - Entidade Promotora O concurso de ideias

Leia mais