Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T09 e 1S09 (R$ milhões - USGAAP)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T09 e 1S09 (R$ milhões - USGAAP)"

Transcrição

1 Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T09 e 1S09 (R$ milhões - USGAAP) Julho,

2 Divisão de aluguel de carros Receita líquida (R$ milhões) 197,1 271,3 CAGR: 31,3% 357,2 442,7 585,7 278,6 4,8% 291,9 141,0-0,1% 140,8 Frota média alugada (Quantidade) CAGR: 34,6% ,4% ,1% Mesmo num cenário desfavorável a receita cresceu 4,8% no 1S09. 2

3 Divisão de aluguel de frotas Receita líquida (R$ milhões) 127,8 149,2 CAGR: 21,3% 190,2 228,2 276,9 127,7 19,1% 152,1 66,0 15,5% 76,2 Frota média alugada (Quantidade) CAGR: 23,1% ,6% ,9% O aumento da receita decorreu do aumento de volume e de preços. 3

4 Quantidade Investimento em frota Comprados Vendidos Investimento líquido (R$ milhões) 190,1 493,1 303,0 241,8 690,0 448,2 340,0 930,3 590,3 207, ,9 853,2 352, ,3 983,2 208,6 700,3 491,7-260,8 152,3 413,1 252,9-60,2 475,7 222,8 136,1 196,3 Compras (inclui acessórios) Receita de venda A frota da divisão de aluguel de carros já está ajustada. 4

5 Frota no final do período e taxa de utilização Frota no final do período (quantidade) CAGR: 21,5% ,5% S08 1S09 Aluguel de carros Aluguel de frotas Taxa de utilização Divisão de aluguel de carros 69,6% 2,5 p.p. 72,1% 72,8% 3,4 p.p. 76,2% 1S08 1S09 2T08 2T09 Meta para taxa de utilização em 2009: mínimo de 72%. 5

6 Receita líquida consolidada Frota média alugada (quantidade) CAGR: 28,8% ,5% 3,5% Aluguel de carros Aluguel de frotas Receita líquida (R$ milhões) CAGR: 30,8% 876, , ,4 634,4 853,2 590,3 448,2 303,0 331,4 428,7 555,1 678, ,7 983,2 872,5-4,4% 902,8 862,7 491,7 413,1 9,4% 411,1 449,6-3,7% 432,3 416,5 222,8 196,3 209,5 220,2 5,1% Aluguéis Seminovos 6

7 Margem de EBITDA EBITDA consolidado (R$ milhões) CAGR: 26,4% 403,5 504,1 54,5-8,1% 197,5 36,5 161,0 277,9 59,1 218,8 311,3 26,9 284,4 46,4 357,1 449,6 244,4 224,5 33,0 4,7 4,0% 211,4 219,8-11,7% 123,6 109,1 13,2 1,6 110,4 107,5-2,6% Aluguéis Seminovos Divisões S08 1S09 2T08 2T09 Aluguel de carros 40,1% 45,3% 42,0% 44,5% 44,3% 45,5% 39,4% 46,2% 37,9% Aluguel de frotas 63,4% 62,3% 69,1% 68,7% 67,0% 64,3% 67,1% 66,4% 68,8% Aluguel Consolidado 48,6% 51,0% 51,2% 52,6% 51,5% 51,4% 48,9% 52,7% 48,8% Seminovos 12,0% 13,2% 4,6% 5,4% 5,5% 6,7% 1,1% 5,9% 0,8% A margem de EBITDA do Seminovos reflete as atuais condições de mercado. 7

8 Depreciação por carro Divisão de aluguel de carros (R$) 2.546, , ,7 322,9 492,3 939,1 332, S09 2T09 anualizado Divisão de aluguel de frotas (R$) 1.845, , , , , , , S09 2T09 anualizado A taxa de depreciação está ajustada às atuais condições de mercado. 8

9 Lucro líquido (R$ milhões) Lucro líquido 190,2 90,6 106,5 138,2 127,4 107,1-46,5% 57,3 53,6-49,4% 27,1 Reconciliação EBITDA x lucro líquido 1S08 1S09 Var. R$ 2T08 2T09 Var. R$ EBITDA de aluguel de carros e frotas 211,4 219,8 8,4 110,4 107,5 (2,9) EBITDA de seminovos 33,0 4,7 (28,3) 13,2 1,6 (11,6) EBITDA Consolidado 244,4 224,5 (19,9) 123,6 109,1 (14,5) Depreciação de carros (30,4) (70,0) (39,6) (18,5) (40,1) (21,6) Depreciação de outros imobilizados (8,5) (10,7) (2,2) (4,4) (5,4) (1,0) Despesas financeiras, líquidas (52,7) (65,5) (12,8) (24,7) (26,8) (2,1) Imposto de renda e contribuição social (45,7) (21,0) 24,7 (22,4) (9,7) 12,7 Lucro líquido do período 107,1 57,3 (49,8) 53,6 27,1 (26,5) Principais impactos no resultado: aumento da depreciação de carros e queda do EBITDA de seminovos. 9

10 Fluxo de caixa livre - FCF FCF antes do crescimento (R$ milhões) 52,0 58,2 118,2 250,7 205,7 107,4 369,8% 504,6 81,7 172,6% 222,7 Fluxo de Caixa Livre - R$ milhões S08 1S09 EBITDA 197,5 277,9 311,3 403,5 504,1 244,4 224,5 Receita na venda de carros (303,0) (448,2) (590,3) (853,2) (983,2) (491,7) (413,1) Custo dos carros vendidos 248,7 361,2 530,4 760,0 874,5 434,2 384,1 EBITDA sem receita e custo dos carros vendidos 143,2 190,9 251,4 310,3 395,4 186,9 195,5 (-) Imposto de Renda e Contribuição Social - corrente (40,9) (32,7) (42,7) (63,4) (52,8) (38,9) (26,9) Variação do capital de giro 6,2 (24,2) (4,8) 13,3 (44,8) (19,1) (18,8) Caixa gerado antes do capex 108,5 134,0 203,9 260,2 297,8 128,9 149,8 Receita na venda de carros 303,0 448,2 590,3 853,2 983,2 491,7 413,1 Capex de carros para renovação (349,3) (496,0) (643,3) (839,0) (1.035,4) (504,0) (152,3) Variação na conta de fornecedores de carros (capex) ,4 Capex líquido para renovação (46,3) (47,8) (53,0) 14,2 (52,2) (12,3) 359,2 Capex outros imobilizados (10,2) (28,0) (32,7) (23,7) (39,9) (9,2) (4,4) Fluxo de caixa livre antes do crescimento 52,0 58,2 118,2 250,7 205,7 107,4 504,6 Capex de carros para crescimento (143,8) (194,0) (287,0) (221,9) (299,9) (196,3) - Variação na conta de fornecedores de carros (capex) (21,9) (25,5) 222,0 (51,0) (188,9) 61,5 - Fluxo de Caixa Livre (113,7) (161,3) 53,2 (22,2) (283,1) (27,4) 504,6 10

11 Reconciliação da dívida líquida Fluxo de caixa livre 504,6 Dívida líquida 31/12/ ,5-22,4-45,5 Dívida líquida 30/06/ ,8 Dividendos e JCP Juros Var. (R$) R$ milhões Set/08 Dez/08 Mar/09 Jun/09 Dez/Jun Dívida bruta (principal + juros) 1.352, , , ,3-176,1 (-) Caixa 151,0 129,9 185,2 390,5 260,6 Dívida líquida 1.201, , ,6 817,8-436,7 A dívida líquida foi reduzida em R$436,7 milhões. 11

12 Dívida líquida x valor da frota (R$ milhões) 281,3 612,2 535,8 900,2 440, , , , ,5 765,1 817, , S09 Dívida líquida Valor da frota SALDOS EM FINAL DE PERÍODO S09 Dívida líquida / Valor da frota (USGAAP) 46% 60% 36% 51% 72% 57% Dívida líquida / EBITDA (USGAAP) 1,4x 1,9x 1,4x 1,9x 2,5x 1,8x(*) Dívida líquida / EBITDA (BRGAAP) 1,1x 1,5x 1,0x 1,3x 1,8x 1,3x(*) Dívida líquida / Patrimônio líquido (USGAAP) 1,0x 1,4x 0,7x 1,3x 2,0x 1,2x (*) anualizado Os ratios de endividamento melhoraram significativamente no 1S09 em relação a

13 Perfil da dívida Perfil da dívida líquida (Principal R$ milhões) 520,4 2S R$170,4 335,9 0,4 1S R$350,0 110,0 109,6 66, Caixa 390,5 O caixa atual é superior à divida com vencimento no 1S10. 13

14 Performance RENT3 Desempenho RENT3 X IBOVESPA % % Volume RENT3 RENT3 IBOVESPA Volume médio diário (R$ milhões) Volume médio diário (# ações) 13,5 4,6 10,6 8,4 6,9 829,7 729,5 687,5 648,7 670, A RENT3 foi incluída no índice Market Vectors Brazil Small-caps do Van Eck (EUA). 14

15 Destaques Financeiros: Geração de caixa de R$ 504,6 milhões Redução da dívida líquida em R$ 436,7 milhões A forte geração de caixa foi a estratégia adotada para fortalecer a solidez financeira no cenário de baixa liquidez. 15

16 Destaques Frota: Ajuste da frota com redução de carros desde o início da crise Taxa de utilização 76,2% no 2T09 72,1% no 1S09 Reinício da renovação da frota* * Prorrogação da redução do IPI até setembro/09 e retorno gradual a partir de outubro/09 16

17 Ativo diferenciado, líquido e flexível Compra Venda Venda líquida Preço médio de venda 4T S Total Mesmo num cenário desfavorável, a Localiza vendeu carros com uma queda de apenas 3,3% nos preços médios em relação aos praticados antes da crise, com o mercado superaquecido. As despesas de vendas passaram de 5,4% para 8,2% no mesmo período. O modelo de negócios da Localiza através de uma plataforma integrada, único na indústria de aluguel de carros, permite o gerenciamento dos nossos ativos diferenciados, que são líquidos e flexíveis, adaptando rapidamente a companhia às condições macroeconômicas. 17

18 Destaques Distribuição: Aumento do número de agências e lojas # de agências corporação S09 # de lojas para venda de seminovos S09 18

19 Perspectivas para o 2S09 Dívida: Contratação de dívida apenas para alongar o prazo de amortização Queda das despesas financeiras líquidas em decorrência da queda do CDI Divisão de aluguel de carros: Renovação a frota Redução das despesas de manutenção de depreciação Taxa de utilização mínima de 72% em 2009 Divisão de aluguel de frotas: Aumento da tarifa média de aluguel para novos contratos e renovações 19

20 2 8,0 2 0,0 1 2,0 4,0 (4,0) Perspectivas para 2010 Cenário macroeconômico após o Plano Real de 1994 Câmbio fixo Câmbio flutuante 1973: 1ª crise petróleo 1979: 2ª crise petróleo 1987: crash da NYSE 1990: Plano Collor 1994 Crise do México 1995 Criação do PROER 1997 Crise da Ásia 1998 Crise da Rússia 2000 Crash da NASDAQ 2001 Crise da Argentina 2002 Eleição do Lula 2008 Crise do Subprime 2009 Crise de liquidez e -9 Frota da Localiza PIB Juros real (CDI) PIB médio 3,1% 1,9% 4,7% -0,5% Juros real médio 22,0% 10,8% 9,0% 5,2% Frota (CAGR) 10,1% = 3,2X o PIB 15,2% = 8,0X o PIB 22,8% = 4,8X o PIB - Para 2010 a expectativa do mercado é de crescimento de 3,5% do PIB e juros reais de 4,5% (Focus). Fonte: BACEN, Focus e Localiza 20

21 Obrigado! 21

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados - 4T07 / 2007 (R$ milhões - USGAAP)

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados - 4T07 / 2007 (R$ milhões - USGAAP) Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados - 4T07 / 2007 (R$ milhões - USGAAP) 1 Destaques do 4T07 Frota média alugada Receita líquida Quantidade 26.211 12.106 14.105 30,6% 25,9% 34,6% 34.226

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T10 R$ milhões, USGAAP Agência Aeroporto Internacional de Guarulhos São Paulo Brasil Inauguração: 11/06/2010 14 de julho de 2010 1 Destaques 2T10 R$ milhões 2T09 2T10

Leia mais

O flexível modelo de negócios da Localiza mostrou-se eficaz durante o período de crise.

O flexível modelo de negócios da Localiza mostrou-se eficaz durante o período de crise. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 4T09 e 2009 R$ milhões, USGAAP O flexível modelo de negócios da Localiza mostrouse eficaz durante o período de crise. Março, 2010 1 Plataforma integrada de negócios

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 1T10 - R$ milhões, USGAAP Goldman Sachs: The BRICs Nifty 50: The EM e DM winners, novembro de 2009 Maio, 2010 1 A Localiza começou suas atividades em 1973 com 6 fuscas

Leia mais

Estruturação e Organização de Empresas. Valuation. Consultoria para empresas em recuperação judicial. Consultoria em Planejamento Estratégico

Estruturação e Organização de Empresas. Valuation. Consultoria para empresas em recuperação judicial. Consultoria em Planejamento Estratégico Estruturação e Organização de Empresas Consultoria em Planejamento Estratégico Valuation Consultoria para empresas em recuperação judicial ASCENSÃO E QUEDA DO NEGÓCIO MATURIDADE CRESCIMENTO CRESCIMENTO

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T10 R$ milhões, USGAAP Agência Aeroporto Internacional de Guarulhos São Paulo Brasil Inauguração: 11/06/2010 Julho, 2010 1 A Localiza começou suas atividades em 1973

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 6 de maio de 2016 Magazine Luiza Destaques Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA e Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Aumento da receita bruta de 3% totalizando

Leia mais

Resultados do ano de 2015

Resultados do ano de 2015 Resultados do ano de 2015 2 de março de 2016 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T12 e 2012

Divulgação de Resultados do 4T12 e 2012 Divulgação de Resultados do 4T12 e 2012 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011, têm como base os números preliminares preparados

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013

Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013 R$ milhões R$ milhões R$ milhões R$ milhões Divulgação de Resultados do 4T13 e 2013 As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário e, a partir de 2011,

Leia mais

Índice. e. Fontes de financiamento para capital de giro e para investimentos em ativos nãocirculantes

Índice. e. Fontes de financiamento para capital de giro e para investimentos em ativos nãocirculantes Formulário de Referência Item 10 Comentário dos Diretores Índice 10.1 Comentários dos diretores 01 a. Condições financeiras e patrimoniais gerais 01 b. Estrutura de capital e possibilidade de resgate de

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016 Divulgação de Resultados 06 de Maio de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

Resultados do 2T15 Agosto, 2015

Resultados do 2T15 Agosto, 2015 Resultados do Agosto, 2015 Destaques Operacional Redução de 0,61 p.p. nas perdas totais no vs., totalizando 9,3% FEC de 3,50 vezes, 14,6% menor do que no ; DEC de 9,97 horas, 22,2% maior do que Investimentos

Leia mais

Conference Call Resultados 2T12. 8 de agosto de 2012

Conference Call Resultados 2T12. 8 de agosto de 2012 Conference Call Resultados 2T12 8 de agosto de 2012 Márcio Utsch 2 2T12: Crescimento em linha com o Plano Estratégico VOLUME DE VENDAS 1) Volume consolidado foi 10,9% maior: Mercado doméstico: cresceu

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

EBITDA atinge R$60,7 milhões no 1T16 com Margem EBITDA de 61,1%, ambos recordes históricos para a Companhia

EBITDA atinge R$60,7 milhões no 1T16 com Margem EBITDA de 61,1%, ambos recordes históricos para a Companhia Resultados 1T16 EBITDA atinge R$60,7 milhões no 1T16 com Margem EBITDA de 61,1%, ambos recordes históricos para a Companhia Belo Horizonte, 26 de abril de 2016 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica)

Leia mais

Resultados do 3T13. 7 de Novembro de 2013

Resultados do 3T13. 7 de Novembro de 2013 Resultados do 7 de Novembro de 2013 2 Grupo Eucatex Destaques Gerais do Receita Líquida R$ 292,9 milhões, crescimento de 17,5% EBITDA Recorrente R$ 60,7 milhões, aumento de 22,9% Margem EBITDA 20,7%, elevação

Leia mais

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes 1 Pilares Estratégicos 1 Forte cultura corporativa, cujo principal foco é a valorização das pessoas 2 Plataforma de vendas integrada, com múltiplos canais de venda 3 Grande base de clientes, com CRM visando

Leia mais

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES Dezembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS PARA 2010

ANEXO DE METAS FISCAIS PARA 2010 ANEXO DE METAS FISCAIS PARA 2010 METAS RECEITAS DESPESAS VALORES VALORES CONSTANTES 2010 2010 2011 2011 PIB 2012 PIB 2012 PIB Nota : O cálculo das metas acima descritas foi realizado considerando-se o

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 46 Fornecedores 41.785 Aplicações Financeiras 5.541 Provisão

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

MERCADO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO DADOS SUSEP E PROJEÇÕES

MERCADO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO DADOS SUSEP E PROJEÇÕES MERCADO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO DADOS SUSEP E PROJEÇÕES 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras

Leia mais

Resultados Título da apresentação

Resultados Título da apresentação Resultados 2015 Título da apresentação Aviso Legal Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros do Banco Pan. Essas declarações estão baseadas

Leia mais

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Reunião APIMEC - 3T13 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Ressalvas sobre considerações futuras As afirmações contidas neste documento quanto a perspectivas de negócios para a Santos Brasil Participações

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados do 1T07 (R$ milhões - USGAAP)

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados do 1T07 (R$ milhões - USGAAP) Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados do 1T07 (R$ milhões - USGAAP) 1 Plataforma integrada de negócios 145 agências 23.825 carros 1.000.000 indivíduos 14.000 corporações 1.828 colaboradores

Leia mais

Conference Call. Resultado do 3T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 09/11/2015

Conference Call. Resultado do 3T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 09/11/2015 Conference Call Resultado do 3T15 Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 09/11/2015 Márcio Utsch CEO Destaques das marcas Resultado consolidado 2 Destaques das marcas Havaianas MI Aumento dos volumes

Leia mais

MARISA LOJAS S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures

MARISA LOJAS S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures MARISA LOJAS S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 MARISA LOJAS S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício

Leia mais

Economia Brasileira: da estabilidade macroeconômica ao crescimento sustentado

Economia Brasileira: da estabilidade macroeconômica ao crescimento sustentado Economia Brasileira: da estabilidade macroeconômica ao crescimento sustentado Junho de 2010 Wilson R. Levorato Diretor Geral Brasil e a crise internacional: porque nos saímos tão bem? Onde estamos? Cenário

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2016

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2016 Resultados 1º Trimestre de 2016 11 de Maio de 2016 Receita líquida atinge R$ 17,8 bilhões, com crescimento de 10,9% no segmento alimentar 1T16: Receita líquida: R$ 17,8 bilhões EBITDA (1) : R$ 484 milhões

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A.

LOCALIZA RENT A CAR S.A. LOCALIZA RENT A CAR S.A. 2ª Emissão Pública de Debêntures Junho 2007 1 Agenda A Localiza Rent a Car Oportunidades de crescimento e Vantagens competitivas Informações Financeiras e Operacionais A Emissão

Leia mais

ÍNDICES DE RENTABILIDADE

ÍNDICES DE RENTABILIDADE ÍNDICES DE ENTABILIDADE MÚLTIPLA ESCOLHA 1. Uma firma apresentou a seguinte demonstração do resultado: DEMONSTAÇÃO DO ESULTADO 31.12 % 31.12 +1% nas vendas aument o % Vendas...... 2. 1 4. +1 ( )Custo das

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Aula 9- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis. Prof.

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. Aula 9- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis. Prof. ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Aula 9- Unidade II - A análise tradicional das demonstrações contábeis Prof.: Marcelo Valverde Unidade II. Análise tradicional das demonstrações contábeis 2.4. Análise

Leia mais

3º Trimestre de 2011

3º Trimestre de 2011 Contas Nacionais Trimestrais Indicadores de Volume e Valores Correntes 3º Trimestre de 2011 Coordenação de Contas Nacionais 06 de dezembro de 2011 Revisões nas Contas Nacionais Trimestrais No 3º trimestre

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 1T16

Teleconferência de Resultados do 1T16 Teleconferência de Resultados do 1T16 04/ 05 / 2016 1 Destaques & Portfólio Destaques do 1T16 Properties registra no trimestre receita líquida de R$127,0 milhões e EBITDA ajustado de R$102,1 milhões A

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA. Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA. Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Cap.1 A decisão financeira e a empresa 1. Introdução 2. Objetivo e Funções da

Leia mais

Release de Resultados 1T de abril de 2016

Release de Resultados 1T de abril de 2016 Release de Resultados 1T16 27 de abril de 2016 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

ULTRAPAR. ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03

ULTRAPAR. ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03 ULTRAPAR ULTRAPAR Aquisição da Shell Gás - Ago/03 Este documento pode conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia. Palavras

Leia mais

O impacto da crise do subprime nas variáveis macroeconômicas brasileiras

O impacto da crise do subprime nas variáveis macroeconômicas brasileiras PCA 2009 O impacto da crise do subprime nas variáveis macroeconômicas brasileiras Autores: Ariel de Lazari dos Santos (Colégio Salesiano Região Oceânica) Mateus Valim Coutinho de Souza (Colégio Marília

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP)

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP) Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP) 0 Destaques 2006: Crescimento com rentabilidade (R$ milhões, USGAAP) Frota média alugada Taxa de utilização aluguel de

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ DURATEX S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ DURATEX S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 7 Demonstração

Leia mais

WEBCAST Teleconferência

WEBCAST Teleconferência São Paulo Avenida Cidade Jardim WEBCAST Teleconferência 08-11-2007 Goiânia Avenida 85 APRESENTAÇÃO RESULTADOS - 3º TRIMESTRE 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Resultados 1T11 - R$ milhões, IFRS

Localiza Rent a Car S.A. Resultados 1T11 - R$ milhões, IFRS Localiza Rent a Car S.A. Resultados 1T11 - R$ milhões, IFRS Maio/2011 1 1. Plataforma de negócios 2. Oportunidades de Crescimento 3. Vantagens Competitivas 4. Resultados 5. 1T11 Financials 6. Sumário 2

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

Conference Call. Resultado do 2T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015

Conference Call. Resultado do 2T15. Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015 Conference Call Resultado do 2T15 Márcio Utsch CEO Fabio Leite de Souza CFO 10/08/2015 Márcio Utsch CEO Destaques das marcas Resultado consolidado 2 Destaques das marcas Havaianas Lançamento da coleção

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 14 de maio de 2012 - A Unidas S.A. anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário.

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. (BOVESPA:UGPA4/NYSE: UGP) INFORMAÇÕES E RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2006 (São Paulo, Brasil, 10 de maio de 2006) Diversas iniciativas gerenciais de contenção de custos

Leia mais

Localiza Rent a Car e o Mercado de Capitais FIEMG / APIMEC-MG

Localiza Rent a Car e o Mercado de Capitais FIEMG / APIMEC-MG Localiza Rent a Car e o Mercado de Capitais FIEMG / APIMEC-MG Dezembro de 2005 O Mercado de capitais brasileiro ressurgiu em 2004... ... com inúmeras aberturas de capital Fazer a abertura de capital é

Leia mais

Apresentação de Resultados do 3T07 7 de novembro de 2007

Apresentação de Resultados do 3T07 7 de novembro de 2007 Apresentação de Resultados do 3T07 7 de novembro de 2007 Destaques 3T07 Lucro líquido de R$45,5 milhões Resultados consolidados Companhia de menor custo no mercado (CASK consolidado = R$14,2 centavos /

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T05

Divulgação de Resultados 3T05 Localiza Anuncia EBITDA de R$70,8 milhões no 3T05 Receita Líquida cresce 49,1% e EBITDA cresce 31,1% Belo Horizonte, 8 de novembro de 2005 - A Localiza Rent A Car S.A. (Bovespa: RENT3), a maior rede de

Leia mais

Marcial Portela Brasil

Marcial Portela Brasil Marcial Portela Brasil Informação Importante Banco Santander (Brasil) SA ("Santander Brasil") e Banco Santander, SA ("Santander"), ambos alertam que esta apresentação contém declarações prospectivas. Estas

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12

Apresentação de Resultados 2T12 Apresentação de Resultados 2T12 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos

Leia mais

ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/ (R$) ,29

ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/ (R$) ,29 ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/2009 1. Informar o lucro líquido do exercício. (R$) 864.940.364,29 2. Informar o montante global e o valor por ação dos dividendos,

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 28 de outubro de 2005 Mensagem do Panorama do Mercado Resultados Financeiros Ambiente Regulatório Conclusão Mensagem do A TIM Participações está crescendo em um

Leia mais

EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011

EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011 EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011 ECORODOVIAS ESTRUTURA SOCIETÁRIA A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Resultados 4T10 e 2010 - R$ milhões, USGAAP

Localiza Rent a Car S.A. Resultados 4T10 e 2010 - R$ milhões, USGAAP Localiza Rent a Car S.A. Resultados 4T10 e 2010 R$ milhões, USGAAP Fevereiro/2011 1 1. Plataforma de negócios 2. Oportunidades de Crescimento 3. Vantagens Competitivas 4. Resultados 5. 4T10 Financials

Leia mais

3º Trimestre de 2008. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008. Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR) 2T08

3º Trimestre de 2008. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008. Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR) 2T08 3º Trimestre de 2008 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 La Vita (Vitoria-ES) 2T08 Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) 1T08 Viver Caxias (Caxias do Sul-RS) 3T08 Viver São J. Pinhais (São

Leia mais

Sustentabilidade incorporada à Cultura Organizacional. Luciana Villa Nova GEP Brasil 2015

Sustentabilidade incorporada à Cultura Organizacional. Luciana Villa Nova GEP Brasil 2015 Sustentabilidade incorporada à Cultura Organizacional Luciana Villa Nova GEP Brasil 2015 Onde Atuamos A companhia está presente em 7 países com a marca Natura e em 14 países com a marca Aesop Noruega Suécia

Leia mais

Resultados da Mills no 1T16

Resultados da Mills no 1T16 Resultados da Mills no 1T16 Relações com Investidores BM&FBOVESPA: MILS3 Rio de Janeiro, 5 de maio de 2016 - A Mills Estruturas e Serviços de Engenharia S.A. (Mills) apresenta os seus resultados referentes

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas 0 Disclaimer Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam ou podem afetar o nosso

Leia mais

PAINEL III - O MERCADO DE CAPITAIS CHAVE DO DESENVOLVIMENTO BRASILEIRO: COMO UNIVERSALIZAR O USO DO MERCADO DE CAPITAIS PELAS EMPRESAS DO PAÍS

PAINEL III - O MERCADO DE CAPITAIS CHAVE DO DESENVOLVIMENTO BRASILEIRO: COMO UNIVERSALIZAR O USO DO MERCADO DE CAPITAIS PELAS EMPRESAS DO PAÍS PAINEL III - O MERCADO DE CAPITAIS CHAVE DO DESENVOLVIMENTO BRASILEIRO: COMO UNIVERSALIZAR O USO DO MERCADO DE CAPITAIS PELAS EMPRESAS DO PAÍS Rio de Janeiro, 18/05/2016 Carlos A. Rocca CEMEC Centro de

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ GUARARAPES CONFECÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/ GUARARAPES CONFECÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO / Informações referentes a Novembro de 2013 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SKY VAN GOGH MULTIMERCADO 02.908.387/0001-04 Informações referentes a Novembro de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P M A I O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 28 de junho de 2016 Em maio, crédito imobiliário somou R$ 3,9 bilhões Poupança

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

Análise CEPLAN Clique para editar o estilo do título mestre. Recife, 26 de janeiro de 2010.

Análise CEPLAN Clique para editar o estilo do título mestre. Recife, 26 de janeiro de 2010. Análise CEPLAN Recife, 26 de janeiro de 2010. Temas que serão discutidos na Análise Ceplan A conjuntura econômica título em mestre 2010 e perspectivas para 2011 (Brasil, Nordeste, Estados); Informe especial

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CNPJ Nº /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CNPJ Nº / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ: Nº 10.561.127/0001-33 Informações referentes à Setembro de 2014 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o GRADUAL FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9%

EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Resultados 3T15 EBITDA cresce 10,8% no 3T15 e Margem EBITDA atinge 57,9% Belo Horizonte, 10 de novembro de 2015 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) (BM&FBOVESPA: LCAM3) divulga seus resultados

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 1T10

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 1T10 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 1T10 TELECONFERÊNCIAS 12/05/2010 (quarta-feira) AGENDA 2010 Uma só empresa, melhor e mais forte SUMÁRIO EXECUTIVO 1 PRESENÇA NACIONAL 2 2 1 720 escolas associadas no Ensino Básico

Leia mais

Lucro líquido atinge R$6,4 milhões no 1T15, crescimento de 28,6%

Lucro líquido atinge R$6,4 milhões no 1T15, crescimento de 28,6% Resultados 1T15 Lucro líquido atinge R$6,4 milhões no 1T15, crescimento de 28,6% Belo Horizonte, 6 de maio de 2015 - A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) (BM&FBOVESPA: LCAM3) divulga seus resultados

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2T13 Receita Bruta R$ 1.369,8 MILHÕES +24% Receita Líquida R$ 1.210,5 MILHÕES +22% Lucro Bruto

Leia mais

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras NOTAS EXPLICATIVAS DAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS - ITR (Em milhares de Reais, exceto quando indicado de outra forma) 1 - CONTEXTO OPERACIONAL Bicicletas Monark S.A. ( Companhia ) tem por objetivo a industrialização

Leia mais

VAB Emprego Crédito Mercado Investimentos Perspectivas

VAB Emprego Crédito Mercado Investimentos Perspectivas Balanço 2014 VAB Emprego Crédito Mercado Investimentos Perspectivas Taxa de crescimento do VAB (PIB) Construção Civil (%) Fonte: IBGE * valor projetado pela CBIC Taxa de crescimento do VAB (PIB) - 3º trimestre

Leia mais

ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 ---

ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 --- ANÁLISE FINANCEIRA E DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 2012 --- SUMÁRIO Análise Financeira 04 Resumo Econômico-Financeiro 06 Resultados s 07 Resultado por Área de Negócio 08 Demonstração do Valor Adicionado 08 Liquidez

Leia mais

Resultados do 1T16. Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI

Resultados do 1T16. Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI Resultados do Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI Captação Graduação Crescimento da captação presencial (+1,9%) Penetração FIES apenas 8,4% da captação de graduação presencial,

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006 06 de Março de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 4T06: Forte crescimento e sólida performance financeira

Leia mais

UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n / Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO

UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n / Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n. 04.437.534/0001-30 Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP 01333-010 - São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO Revisão de Rating A Unidas S.A. ( Unidas ou Companhia

Leia mais

Rentabilidade, eficiência e controle da inadimplência como direcionadores do resultado

Rentabilidade, eficiência e controle da inadimplência como direcionadores do resultado Resultado 3T15 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias futuras sobre

Leia mais

Perspectivas do Crédito Imobiliário no Brasil. Octavio de Lazari Junior Presidente - ABECIP

Perspectivas do Crédito Imobiliário no Brasil. Octavio de Lazari Junior Presidente - ABECIP Perspectivas do Crédito Imobiliário no Brasil Octavio de Lazari Junior Presidente - ABECIP São Paulo 5 de dezembro de 2012 Fiabci Brasil - Perspectivas 2013 Agenda 1 - Brasil: Ambiente Macroeconômico 2

Leia mais

Cielo Day. CFO Clovis Poggetti Jr

Cielo Day. CFO Clovis Poggetti Jr Cielo Day CFO Clovis Poggetti Jr Aviso Legal A companhia faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE?

POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? POR QUE FEIRAS EM TEMPOS DE CRISE? Ligia Amorim Diretora geral da NürnbergMesse Brasil 1ª vice-presidente do capítulo América Latina da UFIthe Global Association of the Exhibition Industry. Vice-presidente

Leia mais

Destaques do Período. CADE aprova a fusão No dia 7 de novembro o CADE aprovou a fusão sem restrições.

Destaques do Período. CADE aprova a fusão No dia 7 de novembro o CADE aprovou a fusão sem restrições. 1 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da B2W, eventualmente expressas neste

Leia mais

Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos.

Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos. Declaração de Projeções Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos. Estas projeções e estimativas têm embasamento, em grande

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE

NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE Prof. Wanderson S. Paris, M.Eng. prof@cronosquality.com.br NOÇÕES DE CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO BALANÇO PATRIMONIAL DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS X ATIVIDADES

Leia mais

2º Expertise Day. SulAmérica Investimentos

2º Expertise Day. SulAmérica Investimentos 2º Expertise Day SulAmérica Investimentos O que fazemos? Equipamentos Sistemas de Gestão Serviços e Meios de Pagamento Soluções em Tecnologia para Varejo e Hotelaria 2 Onde Estamos EUA (Bathpage):. Fábrica

Leia mais

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF

I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 1 I. AMBIENTE DE MERCADO II. RESULTADOS III. NOVOS PROJETOS UTVM IV. NOVOS PROJETOS UF 2 Crédito ainda em Expansão, mas Desacelerando 30,7% Crescimento do Crédito 15,1% 20,6% 18,8% 16,4% 14,7% 11,7% 2008

Leia mais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Resultados 2T14 e 1S14 Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Belo Horizonte, 5 de agosto de 2014 - A Companhia

Leia mais

3T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA

3T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA São Paulo, 6 de novembro de 2014. A Linx S.A. (BOVESPA: LINX3; Bloomberg: LINX3:BZ e Reuters: LINX3.SA), líder em tecnologia de gestão empresarial para

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015

Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015 Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015 17 / 02 / 2016 1 Destaques & Portfólio Destaques do 4T15 e 2015 BR Properties registra EBITDA Ajustado de R$ 614 milhões com margem de 86% em 2015 No mês de

Leia mais

UMe Sobre a Um Investimentos

UMe Sobre a Um Investimentos UMe Sobre a Um Investimentos A UM INVESTIMENTOS é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 44 anos. Atualmente é a maior corretora de investimentos brasileira nas redes sociais,

Leia mais

O Brasil no cenário automotivo internacional Automóveis e comerciais leves

O Brasil no cenário automotivo internacional Automóveis e comerciais leves O Brasil no cenário automotivo internacional Automóveis e comerciais leves Abril, 211 1 Agenda Automóveis e comerciais leves Visão do mercado automotivo global Perspectivas regionais do setor automotivo

Leia mais

CORTICEIRA AMORIM COM

CORTICEIRA AMORIM COM CORTICEIRA AMORIM COM CRESCIMENTO DE 5,2% NAS VENDAS Valor global das Vendas atinge 123,6 milhões de euros no primeiro trimestre Mozelos, Portugal, 5 de Maio de 2008 [Euronext Lisbon: COR; ISIN: PTCOR0AE0006],

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES / Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER DIVIDENDOS AÇÕES 03.396.639/0001-26 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

Sistema de Contas Nacionais Brasil

Sistema de Contas Nacionais Brasil Diretoria de Pesquisas Sistema de Contas Nacionais Brasil 2004-2008 Coordenação de Contas Nacionais Rio, 05/11/2010 Divulgações do SCN Já divulgados os dois primeiros trimestres de 2010, HOJE - ano 2008

Leia mais

Ultrapar Participações S.A. Agosto 2014

Ultrapar Participações S.A. Agosto 2014 Ultrapar Participações S.A. Agosto 2014 Considerações iniciais Previsões acerca de eventos futuros Este documento pode conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais