Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827"

Transcrição

1 Página 1 de 5 Certificação de Válvulas Industriais NBR Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos conforme Portaria Inmetro n.º 272 Válvulas Industriais para instalações de exploração, produção, refino e transporte de produtos de petróleo. 2. No recebimento deste questionário completamente preenchido, a SGS do Brasil, irá analisar as informações e preparar e submeter uma proposta (sem compromisso) detalhando os valores de taxas e atividades a serem executadas dentro da validade de um certificado. 3. No caso de vossa empresa já ser cliente da SGS do Brasil Ltda e estiver solicitando uma extensão de escopo, por favor, indique de maneira destacada quais os novos produtos e processos, novos endereços e outras informações relevantes. 4. Por gentileza retornar o questionário preenchido por para: e Seção 1. Dados Cadastrais da Organização Razão Social: Endereço completo da matriz: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual: A organização pertence a algum grupo? Especificar. Website da Organização: Representante (Contato) / Cargo: Fone: Fax:

2 Página 2 de 5 Seção 2: Endereços Adicionais Endereços Adicionais - Filiais Endereço 2 Atividades desenvolvidas: Endereço 3 Atividades desenvolvidas: Se houver outros endereços, ou atividades realizadas em outras localidades, favor preparar uma lista como anexo. Locais para Avaliação de Projeto, Ensaio de Protótipo e Assinatura Válvula Dentre os endereços adicionais citados acima, favor mencionar os locais onde as atividades acima serão executadas. Seção 3: Objeto da Certificação Descrição das Válvulas Objeto da Certificação: Família 1: (nome comercial)

3 Página 3 de 5 Descrição das Válvulas Objeto da Certificação: (continuação) Família 2: (nome comercial) Descrição das Válvulas Objeto da Certificação: (continuação) Família 3: (nome comercial) Se houver famílias adicionais, favor preparar uma lista como anexo, contendo as informações determinadas no quadro acima.

4 Página 4 de 5 Seção 4: Certificações Existentes / Extensões de Escopo (ver informações de preenchimento) A organização é certificada por algum Organismo Certificador? Sim Não Nome do Organismo de Certificador: Escopo da Certificação: Números e data de validade de cada certificado: Data da última auditoria: Freqüência atual das auditorias: Anual Semestral O Produto Objeto desta solicitação já é certificada conforme alguma norma (nacional ou Internacional)? Sim Não Nome do Organismo de Certificador: Norma da Certificação: Números e data de validade de cada certificado: Seção 5: Informações de Referência Houve algum contato anterior com pessoal da SGS (telefone, visita, )? Sim Não Em caso afirmativo informar abaixo o nome da pessoa e se houve visita prévia a este questionário. Como você ficou sabendo da SGS? Você é usuário de algum outro serviço do grupo SGS? Outros: Inspeção de Fabricação O(s) produto(s) objeto(s) desta certificação recebem inspeção durante a fabricação ou final da SGS, por sua conta ou solicitação de seus clientes? Sim Não Nome da empresa de consultoria externa (se aplicável)

5 Página 5 de 5 Seção 6: Requisitos Especiais, Adicionais e Comentários do Cliente Utilize este espaço para informações relevantes ao processo de certificação de válvula. Análise Crítica - Para uso exclusivo da SGS Interpretação Idioma Localidade Profissional Comercial Resp. Técnico Declaração Declaramos que concordamos em cumprir com os requisitos para a certificaçã e em fornecer quaisquer informacoes necessarias para a avaliacao dos produtos a serem certificados. Data e Local Assinatura do Cliente

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Página 1 de 6 Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos

Leia mais

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827

Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Página 1 de 5 Certificação de Válvulas Industriais NBR-15827 Informações para Preenchimento 1. Este questionário refere-se exclusivamente para solicitações de proposta dos serviços de Certificação de Produtos

Leia mais

Documentos do Sistema de Gestão da Qualidade da Cgcre. Acreditação de Provedores de Ensaios de Proficiência

Documentos do Sistema de Gestão da Qualidade da Cgcre. Acreditação de Provedores de Ensaios de Proficiência Documentos do Sistema de Gestão da Qualidade da Cgcre Acreditação de Provedores de Ensaios de Proficiência Rio de Janeiro (RJ), 01 e 02 / 09 / 2011 Suzana Saboia de Moura Divisão de Desenvolvimento de

Leia mais

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade Pág. 1 de 12 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é o de estabelecer os critérios de certificação da ABRACE, para prestação de serviços de avaliação da conformidade e certificação de Sistemas de Gestão.

Leia mais

Como criar uma boa publicação de vaga

Como criar uma boa publicação de vaga Como criar uma boa publicação de vaga Introdução O GerentedeRH.com é um sistema de gerenciamento de processos de Recrutamento & Seleção. Parte das informações processadas a partir do momento da publicação

Leia mais

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE 1 Índice 1. Solicitando acesso ao Portal de Fornecedor...3 2. Configurando o acesso ao Portal de Fornecedor...4 3. Acessando o Portal de

Leia mais

Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios.

Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios. 1. Introdução Este manual tem por objetivo orientar os usuários do Sistema da Secretaria de Desempenho no cadastramento e atualização de dados de Laboratórios. 2. Cadastramento de usuários O usuário que

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA. Art. 3º Informar que as críticas e sugestões a respeito da proposta de texto deverão ser encaminhadas para os seguintes endereços:

CONSULTA PÚBLICA. Art. 3º Informar que as críticas e sugestões a respeito da proposta de texto deverão ser encaminhadas para os seguintes endereços: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial- Inmetro Portaria n.º 031, de 24 de fevereiro de 2006. CONSULTA PÚBLICA

Leia mais

Considerando a elaboração da norma brasileira ABNT NBR 16001 Responsabilidade Social Requisitos;

Considerando a elaboração da norma brasileira ABNT NBR 16001 Responsabilidade Social Requisitos; Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial- Inmetro Portaria n.º 027, de 09 de fevereiro de 2006. O PRESIDENTE

Leia mais

PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO Palavra chave: certificacao, auditoria, organizacao, extensao, manutenção

PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO Palavra chave: certificacao, auditoria, organizacao, extensao, manutenção 1 de 16 1. OBJETIVO: Estabelecer a metodologia para a solicitação, extensão, manutenção e revalidação de certificados de conformidade. 2. APLICAÇÃO: Aplicável a todo processo de certificação, extensão

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. PORTARIA N.º 451, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 92)

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. PORTARIA N.º 451, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 92) MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO PORTARIA N.º 451, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 92) Estabelece procedimentos para o acesso ao sistema CAEPI - Certificado de Aprovação de Equipamento

Leia mais

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL SEPLAN ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS OFFICE OF INTERNATIONAL AFFAIRS

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL SEPLAN ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS OFFICE OF INTERNATIONAL AFFAIRS FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ALUNOS ESTRANGEIROS (FAVOR UTILIZAR LETRA DE FORMA) Foto 3x4 ( ) Aluno Intercambista ( ) Aluno Transferência 1. DADOS PESSOAIS Nome Completo: Data de Nascimento (DD/MM/AAAA): /

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE VÁLVULAS INDUSTRIAIS NBR-15.827:2007

CERTIFICAÇÃO DE VÁLVULAS INDUSTRIAIS NBR-15.827:2007 SGS do Brasil CERTIFICAÇÃO DE VÁLVULAS INDUSTRIAIS NBR-15.827:2007 No. Revisão Data IND-3039/2008 12 18/05/2012 MANUAL DE INSTRUÇÕES INDUSTRIAL Autor Aprovado Por Fabiane Vencato Marcelo Stenzel PROCEDIMENTO

Leia mais

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 MANUAL FORNECEDORES A Fundimisa Fundição e Usinagem Ltda pretende com este Manual aprimorar a relação com seus fornecedores e padronizar informações entre as partes.

Leia mais

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade

Procedimento Geral para Certificação de Sistema de Gestão da Qualidade Pág. 1 de 15 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é o de estabelecer os critérios de certificação da ABRACE, para prestação de serviços de avaliação da conformidade e certificação de Sistemas de Gestão.

Leia mais

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS:

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Caso a empresa já esteja cadastrada no Portal da ANVISA, seguir os passos abaixo. Caso contrário, verificar o Procedimento para Cadastro de Empresas,

Leia mais

Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG

Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE PESQUISA Guia de instruções passo a passo para o registro de Projetos de Pesquisa na PRPPG O Sistema de Acadêmico

Leia mais

Manual do Usuário Abertura de Autônomo

Manual do Usuário Abertura de Autônomo Manual do Usuário Abertura de Autônomo Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Abertura de autônomo... 6 Etapa 1 - Cadastro... 7 Etapa 2 - Endereço...

Leia mais

1. Informações Gerais:

1. Informações Gerais: 1. Informações Gerais: Razão Social: Contato/cargo: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Telefone: E mail: Fax: Segmento: website Obs.: Empresa já certificada ISO 9000 1994? 2. Por que a Empresa busca

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA ANÁLISE DE RISCO RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL

QUESTIONÁRIO PARA ANÁLISE DE RISCO RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL QUESTIONÁRIO PARA ANÁLISE DE RISCO RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL A INFORMAÇÕES GERAIS DA EMPRESA PROPONENTE DA COBERTURA DE SEGURO: Nome: CNPJ: Endereço: Home page: Telefone, fax e e-mail para contato:

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 9 1. OBJETIVO: Este procedimento estabelece o processo para concessão, manutenção, extensão e exclusão da certificação de Sistema de Gestão de Segurança da Informação, em conformidade com norma ABNT

Leia mais

CERTIFICAÇÃO E REGISTRO DE AUDITORES DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NA-011 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2

CERTIFICAÇÃO E REGISTRO DE AUDITORES DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE NA-011 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 Página: 1 de 15 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 4. CLASSIFICAÇÃO EM NÍVEIS DE CERTIFICAÇÃO 2 4.1 Auditor Interno 2 4.2 Auditor Aspirante 2 4.3 Auditor 3 4.4 Auditor Líder 3 5. PROCESSO

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA VERIFICAÇÃO DE DESEMPENHO DE RÁDIOS - GÊNIOS SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA VERIFICAÇÃO DE DESEMPENHO DE RÁDIOS - GÊNIOS SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO... Página 1de 5 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS...2 2. ESCOPO...3 3. MANUTENÇÃO...3 4. REFERÊNCIAS...3 5. DEFINIÇÕES...3 6. QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE DE AUDITORES...3 7. CONDIÇÕES GERAIS...4 8 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS...4

Leia mais

RSQM-DO-028-02-DECLARAÇÃO_DOCUMENTADA_PROCESSO_DE_CERTIFICAÇÃO

RSQM-DO-028-02-DECLARAÇÃO_DOCUMENTADA_PROCESSO_DE_CERTIFICAÇÃO PGMQ - TV O que é OCC? Organismos de Certificação Credenciado (Acreditado) pelo INMETRO Conduzem e concedem a certificação de conformidade, com base em normas nacionais, regionais, internacionais ou regulamentos

Leia mais

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido.

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 162, DE 12 DE MAIO DE 2006 (DOU de 16/05/06 Seção 1) Estabelece procedimentos para o cadastro de empresas e para a emissão

Leia mais

FORMULÁRIO PARA REQUISIÇÃO DE NOVOS FORNECEDORES

FORMULÁRIO PARA REQUISIÇÃO DE NOVOS FORNECEDORES FORMULÁRIO PARA REQUISIÇÃO DE NOVOS FORNECEDORES O requisitante deve preencher TODOS os campos deste formulário e encaminhá-lo ao departamento financeiro (Sr. José Ponciano). Favor preencher com onde for

Leia mais

SIRCP053 Versão: 1.1

SIRCP053 Versão: 1.1 Versão: 1.1 Lista de Figuras SIRCP053 Figura 1 Tela Principal...4 2/8 Sumário Apresentação / Objetivo(s)...4 Campos do Programa...4 3/8 Apresentação / Objetivo(s) Apresentamos neste material o SIRCP053.

Leia mais

Regulamento para a Certificação de Sistemas de Gestão Da Qualidade

Regulamento para a Certificação de Sistemas de Gestão Da Qualidade Regulamento para a Certificação de Sistemas de Gestão Da Qualidade Em vigor a partir de 19/11/2015 RINA Via Corsica, 12 16128 Genova - Itália Tel.: +39 01053851 Fax: +39 0105351000 Website: www.rina.org

Leia mais

CERTIFICAÇÃO E REGISTRO DE AUDITORES DE SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA-013 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2

CERTIFICAÇÃO E REGISTRO DE AUDITORES DE SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA-013 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 Página: 1 de 14 1. OBJETIVO 2 2. SIGLAS 2 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 4. CLASSIFICAÇÃO EM NÍVEIS DE CERTIFICAÇÃO 2 4.1 Auditor Interno 2 4.2 Auditor Aspirante 2 4.3 Auditor 3 4.4 Auditor Líder 3 5. PROCESSO

Leia mais

Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES

Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES Guia de Primeiros Passos - CONFIGURAÇÕES Este documento tem o objetivo principal de iniciar você de forma rápida e simples no sistema.aprog., configurando as funcionalidades à sua realidade. A série Primeiros

Leia mais

TRANSELETRON SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS LTDA SUMÁRIO

TRANSELETRON SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS LTDA SUMÁRIO Página 2 de 26 SUMÁRIO 1. Objetivo 05 2. Definições e Termos 05 3. Apresentação da Organização 05 3.1.1 Identificação 06 3.1.2 Histórico 06 3.1.3 Principais Clientes 06 3.1.4 Principais Fornecedores 07

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 126, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2009 (D.O.U. de 03/12/09 - Seção 1 - Págs. 120 e

Leia mais

Portaria n.º 341, de 24 de setembro de 2008

Portaria n.º 341, de 24 de setembro de 2008 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 341, de 24 de setembro de

Leia mais

I. INFORMAÇÕES GERAIS DA EMPRESA. 1. Razão Social (como deve aparecer no certificado)

I. INFORMAÇÕES GERAIS DA EMPRESA. 1. Razão Social (como deve aparecer no certificado) 2200 Powell St. Suite 725 Emeryville CA 94608 USA Phone: +1.510.452.8000 Fax: +1.510.452.6882 Programa de Conservação Florestal da SCS Formulário para Certificação de Cadeia de Custódia do FSC. Favor digitar

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. PORTARIA N.º 453, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 98)

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. PORTARIA N.º 453, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 98) MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO PORTARIA N.º 453, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2014 (DOU de 1º/12/2014 Seção I Pág. 98) Estabelece procedimentos para o credenciamento de laboratórios pelo Ministério do Trabalho

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física 11ª Região - Mato Grosso do Sul

Conselho Regional de Educação Física 11ª Região - Mato Grosso do Sul Informações necessárias para registro de Pessoa Jurídica: Cópia do comprovante de inscrição no CNPJ atualizado; Cópia da declaração de firma individual ou do contrato social, ata ou estatuto que a constituiu;

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 126, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2009 (D.O.U. de 03/12/09 Seção 1 Págs. 120 e 121)

Leia mais

PR-111 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6

PR-111 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6 Página: 1 de 12 1. OBJETIVO 2 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 2 3. SIGLAS E DEFINIÇÕES 2 4. PRÉ-REQUISITOS 2 5. CONTEÚDO DO CURSO 4 6. AVALIAÇÃO DOS ESTUDANTES 6 7. ADMINISTRAÇÃO DO ORGANISMO DE TREINAMENTO

Leia mais

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE PARA MEIOS DE HOSPEDAGEM

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE PARA MEIOS DE HOSPEDAGEM PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO DA SUSTENTABILIDADE PARA MEIOS DE HOSPEDAGEM 1. OBJETIVO Este procedimento estabelece os requisitos para Avaliação da Conformidade para Sistemas

Leia mais

Missão Institucional da REMEQ-PB Promover a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas de metrologia e qualidade, apoiando o desenvolvimento de pessoal e de infra-estrutura laboratorial,

Leia mais

Portaria n.º 387, de 23 de outubro de 2007.

Portaria n.º 387, de 23 de outubro de 2007. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 387, de 23 de outubro de

Leia mais

Módulo 4 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.5, 6.51, 6.5.2, 6.5.3, 6.5.4, 6.5.5, 6.5.6, 6.5.7, 6.6, 6.6.1, 6.6.2, 6.7, 6.

Módulo 4 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.5, 6.51, 6.5.2, 6.5.3, 6.5.4, 6.5.5, 6.5.6, 6.5.7, 6.6, 6.6.1, 6.6.2, 6.7, 6. Módulo 4 Interpretação da norma NBR ISO 19011:2002 requisitos: 6.5, 6.51, 6.5.2, 6.5.3, 6.5.4, 6.5.5, 6.5.6, 6.5.7, 6.6, 6.6.1, 6.6.2, 6.7, 6.8 Exercícios 6.5 Conduzindo atividades de auditoria no local

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 159, de 29 de junho de 2006.

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS INSTRUÇÕES HSBC Brasil Administradora de Consórcio Ltda. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E DOCUMENTOS 1- Preencher a Ficha Cadastral em sua totalidade de forma legível, datar e assinar com reconhecimento de

Leia mais

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE FORNECEDORES

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE FORNECEDORES VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO ARQUIVO SQ SIGLA DA UO SULOG RUBRICA SIGLA DA UO G-SCQ RUBRICA 1 OBJETIVO Definir os requisitos e procedimentos mínimos para avaliação e seleção de fornecedores, assegurando fontes

Leia mais

Secretaria da Saúde/RS

Secretaria da Saúde/RS Secretaria da Saúde/RS CADASTRO DO ÓRGÃO OU ENTIDADE E DO DIRIGENTE I IDENTIFICAÇÃO DO ÓRGÃO OU ENTIDADE 01 NOME 02- EXERCÍCIO 03-C.G.C 04- EA 05- TIPO 06- ENDEREÇO COMPLETO: 07 MUNICÍPIO 08- CAIXA POSTAL

Leia mais

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional Advogados Professional Indemnity Insurance

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional Advogados Professional Indemnity Insurance Seguro de Responsabilidade Civil Profissional Advogados Professional Indemnity Insurance 1 Informações Gerais Nome da Sociedade: CNPJ: Nº. e secção de Registro na OAB: Endereço: Telefone e e-mail: Site:

Leia mais

Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I.

Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I. Manual do Usuário Abertura de Microempreendedor Individual - M.E.I. Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Abertura de M.E.I. - Consulta Prévia...

Leia mais

Prezado (a) Senhor (a),

Prezado (a) Senhor (a), Prezado (a) Senhor (a), A CHIP & CIA em parceria com a BERI GER CO SULTI G trazem para Aracaju o Curso GERE CIAME TO DE PROJETOS, uma das ferramentas mais utilizadas nas organizações para melhor selecionar,

Leia mais

NOME: Primeiro Nome Nome do Meio Último Sobrenome Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando?

NOME: Primeiro Nome Nome do Meio Último Sobrenome Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando? FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ESPECIALIDADES CCSA, CFSA, CGAP NOME: Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando? DATA DE NASCIMENTO (dd/mm/aaaa): NOME DA

Leia mais

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br).

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). 1 Objetivo: Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). Acesso ao site Na página inicial do site da Mediservice, o prestador deve selecionar a opção Credenciado. 2 Caso

Leia mais

REGRA DE CERTIFICAÇÃO GERAL DE SISTEMAS DE GESTÃO

REGRA DE CERTIFICAÇÃO GERAL DE SISTEMAS DE GESTÃO Pagina 1 de 16 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é apresentar a Regra de Certificação Geral utilizada pela A ENOR Serviços de Certificação Brasil Ltda., ( AENOR Brasil), para realizar a prestação

Leia mais

FICHA DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS. Nome do interessado. Cidade onde pretende abrir o negócio

FICHA DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS. Nome do interessado. Cidade onde pretende abrir o negócio FICHA DE PRÉ-QUALIFICAÇÃO INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS Nome do interessado Cidade onde pretende abrir o negócio Preencha este Relatório e o envie à ODONTO BRASIL. Entraremos em contato com você em seguida.

Leia mais

Guia de Utilização. Como fazer cotações ou confirmar pedidos via website Sigma-Aldrich

Guia de Utilização. Como fazer cotações ou confirmar pedidos via website Sigma-Aldrich Guia de Utilização Como fazer cotações ou confirmar pedidos via website Sigma-Aldrich Data: Abril/2011 1 Instruções 1. Acesse a página http://www.sigmaaldrich.com 2. No inicio da página clique no link

Leia mais

2 NBR ISO 10005:1997. 1 Objetivo. 3 Definições. 2 Referência normativa

2 NBR ISO 10005:1997. 1 Objetivo. 3 Definições. 2 Referência normativa 2 NBR ISO 10005:1997 1 Objetivo 1.1 Esta Norma fornece diretrizes para auxiliar os fornecedores na preparação, análise crítica, aprovação e revisão de planos da qualidade. Ela pode ser utilizada em duas

Leia mais

Ficha de Inscrição Parceiros Legrand Cabeamento Estruturado

Ficha de Inscrição Parceiros Legrand Cabeamento Estruturado Ficha de Inscrição Parceiros Legrand Cabeamento Estruturado Informações da Empresa Nome Completo do Responsável Legal* Razão Social* Endereço * Cidade* CEP * Telefone * Fax * site * E-mail * Contato área

Leia mais

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novo Hamburgo/RS ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica SUMÁRIO Página LOGIN AO SISTEMA...3 EMITIR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...7 CONSULTAR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...12 CONSULTAR SOLICITAÇÕES DE CANCELAMENTO

Leia mais

Inscrição On-line Vision ERP

Inscrição On-line Vision ERP Inscrição On-line Vision ERP Este documento não pode ser copiado ou cedido fora dos termos contratuais. 1/17 www.icoms.com.br Índice 1. Introdução... 3 2. Logando no Sistema... 3 3. Cadastros... 3 3.1.

Leia mais

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Manual de Treinamento Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Sumário Introdução...3 Nova Proposta...9 Propostas Existentes...40 Configurações do Usuário...43 Histórico Consolidado do Cliente...47

Leia mais

Manual de Fornecedores

Manual de Fornecedores Manual de Fornecedores Fornecedores (Responsável pela Qualidade) Carimbo, Assinatura e data. 00 2 de 10 Índice 1. MANUAL DO FORNECEDOR... 3 1.1 INTRODUÇÃO... 3 1.2 OBJETIVO... 3 2. RELAÇÃO DE FORNECEDORES...

Leia mais

O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas

O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas O ciclo de vida das instalações elétricas e de instrumentação em Atmosferas Explosivas Roberval Bulgarelli Petrobras Refinaria Presidente Bernardes de Cubatão Coordenador do Subcomitê SC-31 do Cobei Bulgarelli

Leia mais

Dados Cadastrais Identificação da experiência Nome da Experiência: Gerenciamento da Satisfação do Cliente Categorias: Marketing de Relacionamento Responsáveis pela experiência Nome do dirigente: Cíntia

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO

ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ANEXO IV REFERENTE AO EDITAL DE PREGÃO Nº 022/2013 ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE Nº 001/2013 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a Contratação de empresa

Leia mais

4. Uso do SIG para gestão de informações do Dia C

4. Uso do SIG para gestão de informações do Dia C Manual de Orientação para Inscrição e Preenchimento e Envio de Relatórios do Dia C com uso do Sistema de Informações Gerenciais do Sistema Ocemg SIG 1. Objetivo Este manual tem por objetivo instruir os

Leia mais

1.1 O Certificado de Sistemas de Gestão da Qualidade SAS é um certificado de conformidade com a norma brasileira:

1.1 O Certificado de Sistemas de Gestão da Qualidade SAS é um certificado de conformidade com a norma brasileira: Documento analisado criticamente e aprovado quanto à sua adequação. * Revisão geral para atendimento à NBR ISO/IEC 17021-1:2015. Responsável: Carlos Henrique R. Figueiredo Diretor de Certificação 1 - Objetivo

Leia mais

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA

3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA 3 CURSO DE AUDITOR INTERNO PARA SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA (ISO 9001:2008; ISO 14001:2004 E OHSAS 18001:2007) Período: 28 de junho a 02 de julho de 2010. Das 8:30 às 17:00 horas Auditório do CREA-RJ:

Leia mais

Promoção. 200 no thermas

Promoção. 200 no thermas Promoção 200 no Thermas Regulamento dos Sorteios de Ingressos da Promoção 200 no thermas Descrição da Promoção e suas Regras ϕ O que é É uma promoção criada pela agência de viagens Thermas Fácil com o

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE VENDAS COMODATO DE DISPENSER

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE VENDAS COMODATO DE DISPENSER . INTRODUÇÃO A Política de Vendas Comodato de Dispenser visa definir os critérios para a concessão de aparelhos em comodato para os clientes. 2. ESCOPO Institucional 3. CAMPO DE APLICAÇÃO Área Comercial

Leia mais

Manual Cadastro Completo

Manual Cadastro Completo Manual Cadastro Completo Índice 1. Objetivo... 3 2. O Projeto e-suprir... 3 3. Fluxo do Processo de Cadastro... 3 4. Cadastro Simples... 4 5. Recebendo Usuário e Senha... 7 6. Cadastro Completo... 7 7.

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este procedimento estabelece o processo para concessão, manutenção, exclusão e extensão da certificação de processo gráfico de acordo com a norma ABNT NBR 15936-1. 2. DEFINIÇÕES Para

Leia mais

Portaria n.º 348, de 03 de outubro de 2008

Portaria n.º 348, de 03 de outubro de 2008 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL-INMETRO Portaria n.º 348, de 03 de outubro de

Leia mais

DADOS CADASTRAIS. Administração e Vendas. Edinei Monteiro Cel.: (51) 9321.6629 e 9727.6550 E-mail: autec.vendas@terra.com.br

DADOS CADASTRAIS. Administração e Vendas. Edinei Monteiro Cel.: (51) 9321.6629 e 9727.6550 E-mail: autec.vendas@terra.com.br PORTFÓLIO COMERCIAL DADOS CADASTRAIS Razão Social: AUTEC INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL LTDA. Atividade econômica principal: Fornecimento de serviços de representação comercial, comércio e manutenção de instrumentos

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO DPPH Nº 023 30/10/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

ANEXO III.A. FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo

ANEXO III.A. FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo ANEXO III.A FORMULÁRIO DO FABRICANTE OU IMPORTADOR DE PRODUTOS MÉDICOS 1- Identificação do Processo 1.1 Registro do Produto 1.2 Cadastramento do Produto 1.3 Alteração 1.4 Revalidação 1.5 Cancelamento 1.6

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte, Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurídica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à RFB a sua atualização cadastral.

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org

Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Registro de Propriedades - «Survey_Economy» www.doingbusiness.org Prezado Sr./Prezada Sra.,«Title» «FirstName» «LastName» Gostaríamos de lhe agradecer pela sua colaboração. Seu conhecimento na área de

Leia mais

FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS

FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS Para uso de profissionais da saúde, hospitais, clínicas, farmácias

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa

Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa 1 Manual para obtenção de Senha Web da Nota Fiscal Eletrônica Avulsa NF-e Avulsa. Artesão, Pessoa física e Prestadores de serviços. 2014. INTRODUÇÃO 2 A Nota Fiscal

Leia mais

Processo de Certificação PGMQ -TV RSQM-DO-028-04-DECLARAÇÃO_DOCUMENTADA_PROCESSO_DE_CERTIFICAÇÃO

Processo de Certificação PGMQ -TV RSQM-DO-028-04-DECLARAÇÃO_DOCUMENTADA_PROCESSO_DE_CERTIFICAÇÃO Processo de Certificação PGMQ -TV O que é OCC? Organismos de Certificação Credenciado (Acreditado) pela CGCRE Conduzem e concedem a certificação de conformidade, com base em normas nacionais, regionais,

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E/OU AMBIENTAL (ISO 9001 / 14001) Palavra chave: certificação, qualidade, meio ambiente, ISO, gestão

CERTIFICAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE E/OU AMBIENTAL (ISO 9001 / 14001) Palavra chave: certificação, qualidade, meio ambiente, ISO, gestão 1 de 8 1. OBJETIVO Estabelecer o processo para concessão, manutenção, extensão, suspensão e cancelamento de certificações de Sistema de Gestão da Qualidade, conforme a Norma NBR ISO 9001 e Sistema de Gestão

Leia mais

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO As instruções a seguir orientam a elaboração de propostas de Cursos de Aperfeiçoamento para aprovação e registro no Sistema de Informações

Leia mais

1.1 O Certificado de Sistemas da Gestão Ambiental SAS é um certificado de conformidade com a norma brasileira:

1.1 O Certificado de Sistemas da Gestão Ambiental SAS é um certificado de conformidade com a norma brasileira: Documento analisado criticamente e aprovado quanto à sua adequação. Responsável: Carlos Henrique R. Figueiredo Diretor de Certificação * Inclusão de notas do item 2.1."b" quanto a documentação necessária

Leia mais

Há 63 perguntas no questionário.

Há 63 perguntas no questionário. Questionário para aplicação da métrica LEFIS: desenvolvimento do governo eletrônico O principal objetivo deste questionário é avaliar a performance de websites de governo eletrônico considerando elementos

Leia mais

PORTARIA Nº 27, DE 07 DE MAIO DE 2002

PORTARIA Nº 27, DE 07 DE MAIO DE 2002 PORTARIA Nº 27, DE 07 DE MAIO DE 2002 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 19 da Lei 9.503, de 23 de setembro de 1997 que instituiu

Leia mais

EDITAL DE CERTIFICAÇÃO

EDITAL DE CERTIFICAÇÃO EDITAL DE CERTIFICAÇÃO Obter uma certificação da CBCT (Centro Brasileiro de Certificação em Tecnologia) significa a comprovação do conhecimento teórico e prático adquirido de um determinado assunto, perante

Leia mais

Proposta de Prestação de serviços de Marketing Digital

Proposta de Prestação de serviços de Marketing Digital Proposta de Prestação de serviços de Marketing Digital Proposta número:... 1 Apresentação do produto Com o objetivo de falar com o mundo técnico, abrangendo as áreas da normalização, qualidade, metrologia,

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 2.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 2.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 2.0 1 Atenção Siga cuidadosamente todas as orientações deste Manual durante o processo de inscrição online >> 1º Passo: Acessar o SalicWeb Para inscrever

Leia mais

PRÉ- REQUISITOS CADASTRO ELETRÔNICO

PRÉ- REQUISITOS CADASTRO ELETRÔNICO CADASTRO ELETRÔNICO Abaixo seguem as orientações sobre os serviços mais utilizados do Cadastro no efisco - ARE Virtual. OBS: Use sempre o navegador Internet Explorer para acessar o efisco - ARE Virtual

Leia mais

Manual de Cadastro de Proposta e Plano de Trabalho

Manual de Cadastro de Proposta e Plano de Trabalho MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS Portal dos Convênios SICONV Manual de Cadastro de Proposta e

Leia mais

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012

Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 Questionários MT-611-00004 Última Atualização 25/04/2012 I. Objetivos Após completar este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Entender os conceitos envolvidos no processo de avaliação realizado

Leia mais

ATLAS - Manual para Acesso Externo Fornecedor

ATLAS - Manual para Acesso Externo Fornecedor ATLAS - Manual para Acesso Externo Buscar e Criar Fornecedor Objetivo Utilizar os seguintes procedimentos para encontrar e criar um fornecedor no Sistema ATLAS. Pré-requisitos Ter o perfil de Usuário Operacional

Leia mais

LINK DEDICADO TASK. Proposta Comercial Task Software Data: 4 de dezembro de 2012. Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos.

LINK DEDICADO TASK. Proposta Comercial Task Software Data: 4 de dezembro de 2012. Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos. LINK DEDICADO TASK Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente, Eunice Dorino Consultora de Vendas eunice@task.com.br Tel.: 31 3123-1000 Rua Domingos Vieira, 348 Cj 1501 - Santa

Leia mais

Criação de Empresas Modelo Gestão de Empresas. Raphael Merchan DGR/SP Outubro/2010

Criação de Empresas Modelo Gestão de Empresas. Raphael Merchan DGR/SP Outubro/2010 Criação de Empresas Modelo Gestão de Empresas Raphael Merchan DGR/SP Outubro/2010 1 Criação de Empresas Modelo Gestão de Empresas ÍNDICE I) Definição II) Criação de Empresas III) Wizard de Configuração

Leia mais

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE CADASTROS 2 CADASTROS Tabela de Conteúdo Cadastro de Clientes 4 Cadastro de Produtos 5 1 Cadastro... de Produtos Básico 5 2 Cadastro... de Produtos Básico + Grade de Produtos 7 3 Cadastro... de Produtos

Leia mais

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão

Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Regulamento geral para a certificação dos Sistemas de Gestão Em vigor a partir de 01/04/2016 RINA Via Corsica 12 16128 Genova - Itália tel. +39 010 53851 fax +39 010 5351000 website : www.rina.org Normas

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL - CADEIA DE CUSTÓDIA REQUISITOS PADRÃO NORMATIVO: NBR 14.790:2014 - CERFLOR

RELATÓRIO DE AUDITORIA MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL - CADEIA DE CUSTÓDIA REQUISITOS PADRÃO NORMATIVO: NBR 14.790:2014 - CERFLOR RELATÓRIO DE AUDITORIA MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL - CADEIA DE CUSTÓDIA REQUISITOS PADRÃO NORMATIVO: NBR 14.790:2014 - CERFLOR EMPRESA AUDITADA: BIGNARDI INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PAPÉIS E ARTEFATOS LTDA.

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE Tefefone: (16)37119000 email: recam@franca.sp.gov. Sumário 1. Endereço para acessar o sistema... 3 2. Tipos de acesso ao sistema... 3 3. Termo de acesso cadastrado

Leia mais

6. Cadastros. Neste capítulo será explicado como gerenciar os cadastros dentro do SILAS.

6. Cadastros. Neste capítulo será explicado como gerenciar os cadastros dentro do SILAS. 6. Cadastros Neste capítulo será explicado como gerenciar os cadastros dentro do SILAS. Nesta seção o usuário poderá cadastrar, gerenciar e excluir cadastros de: - clientes, municípios, convênios, descontos.

Leia mais