PLANILHA DE ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL (versão 7.0)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANILHA DE ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL (versão 7.0)"

Transcrição

1 TERMOS DE USO PLANILHA DE ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL (versão 7.0) - Defina o seu orçamento com base nas despesas fixas e/ou variáveis estimadas; - Acompanhe a movimentação entre contas, investimentos e valores em espécie; - Revise os gráficos automáticos e planeje suas despesas para o ano seguinte. AJUDA ONLINE Antes de iniciar o preenchimento de sua planilha, informe o ano desejado, ao lado, e revise as dicas de 2015 FAÇA UMA DOAÇÃO VISÃO ANUAL ORÇAMENTO INDIQUE AQUI!

2 SALDO MENSAL POR CONTA (2015) SALDO MENSAL # CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 CC-H1 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO , , , , ,50 2 PP-H1 HEITOR - POUPANÇA BCO , , , , , , , , , ,17 3 INV-H2 HEITOR - FUNDO AÇÕES BCO , , , , , ,52 4 CC-H2 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO PP-H3 HEITOR - POUPANÇA BCO DIN-H1 HEITOR - EM ESPÉCIE CC-O1 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO PP-O1 OLÍVIA - POUPANÇA BCO INV-O2 OLÍVIA - FUNDO AÇÕES BCO 1 10 CC-O2 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO PP-O3 OLÍVIA - POUPANÇA BCO 2 12 DIN-O1 OLÍVIA - EM ESPÉCIE SALDO MENSAL POR CONTA (2015) HEITOR - CONTA CORRENTE BCO 1 HEITOR - POUPANÇA BCO 1 HEITOR - FUNDO AÇÕES BCO HEITOR - CONTA CORRENTE BCO 2 HEITOR - POUPANÇA BCO 2 HEITOR - EM ESPÉCIE OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO 1 OLÍVIA - POUPANÇA BCO 1 OLÍVIA - FUNDO AÇÕES BCO OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO 2 OLÍVIA - POUPANÇA BCO 2 OLÍVIA - EM ESPÉCIE HISTÓRICO DE MOVIMENTAÇÕES POR GRUPO (2015) INFORMAÇÕES DO GRUPO DE CONTAS SALDO MENSAL TOTAL POR GRUPO DE CONTAS # CÓDIGO DESCRIÇÃO 1 CC TODAS AS CONTAS CORRENTES 7.260, , , , ,50 2 PP TODAS AS POUPANÇAS 4.206, , , , , , , , , ,17 3 INV TODOS OS INVESTIMENTOS , , , , , , HISTÓRICO DE MOVIMENTAÇÕES POR GRUPO (2015) TODAS AS CONTAS CORRENTES TODAS AS POUPANÇAS TODOS OS INVESTIMENTOS

3 2015 EIRO/2015 SALDO POR CONTA MOVIMENTAÇÕES DO MÊS SALDO INFORMAÇÕES DO LANÇAMENTO TRANFERÊNCIAS DESPESA # CÓDIGO DESCRIÇÃO MÊS ANT. ATUAL PREVISTO %VAR. MÊS # DATA DESCRIÇÃO SAÍDA ENTRADA VALOR CÓDIGO 1 CC-H1 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO , ,50 11,9% 1 03/01/15 SALÁRIO MENSAL CC-H PP-H1 HEITOR - POUPANÇA BCO , ,50 0,6% 2 04/01/15 ALUGUEL RECEBIDO CC-H INV-H2 HEITOR - FUNDO AÇÕES BCO , 3 04/01/15 SALÁRIO MENSAL CC-O CC-H2 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO ,5% 4 05/01/15 SALÁRIO MENSAL CC-O PP-H3 HEITOR - POUPANÇA BCO ,0% 6 DIN-H1 HEITOR - EM ESPÉCIE ,0% 6 12/01/15 RENDIMENTOS APLICAÇÃO (0,65%) PP-H1 6,50 7 CC-O1 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO ,0% 7 12/01/15 RENDIMENTOS APLICAÇÃO () INV-H PP-O1 OLÍVIA - POUPANÇA BCO ,0% 9 INV-O2 OLÍVIA - FUNDO AÇÕES BCO 1 0,0% 9 15/01/15 CONDOMÍNIO CC-H1 500 M01 10 CC-O2 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO ,0% 10 15/01/15 ALUGUEL CC-H M03 11 PP-O3 OLÍVIA - POUPANÇA BCO 2 0,0% 11 29/01/15 IPTU CC-H1 80 M02 12 DIN-O1 OLÍVIA - EM ESPÉCIE 0,0% 12 21/01/15 ROS GASTOS CC-H1 96 M04 EIRO/ /01/15 ENERGIA ELÉTRICA CC-H1 120 U01 MOVIMENTAÇÃO MENSAL POR CONTA TRANSFERÊNCIAS 14 23/01/15 PLANO DE SAÚDE CC-H1 800 S /01/15 ACADEMIA CC-H1 200 S /01/15 FEIRA MENSAL CC-H1 166,50 A /01/15 SEGURO DO VEÍCULO CC-H1 300 R /01/15 COMBUSTÍVEL CC-O1 282 R02 # CÓDIGO DESCRIÇÃO ENTRADA SAÍDA VAR. MÊS %MÊS ANT /01/15 PRESTAÇÕES VEÍCULO CC-O1 400 R04 1 CC-H1 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO ,50 237,50 11,9% 20 29/01/15 PÓS-GRADUAÇÃO CC-O1 180 E01 2 PP-H1 HEITOR - POUPANÇA BCO 1 6,50 6,50 0, 21 28/01/15 COMPRAS CC-O1 515 C01 3 INV-H2 HEITOR - FUNDO AÇÕES BCO , 22 28/01/15 DIARISTA CC-O1 400 G01 4 CC-H2 HEITOR - CONTA CORRENTE BCO ,5% 5 PP-H3 HEITOR - POUPANÇA BCO 2 0,0% 24 28/01/15 TRANSFERÊNCIA PARA INVESTIMENTO CC-O2 PP-O DIN-H1 HEITOR - EM ESPÉCIE 0,0% 25 28/01/15 TRANSFERÊNCIA PARA INVESTIMENTO CC-H1 INV-H CC-O1 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO ,0% 8 PP-O1 OLÍVIA - POUPANÇA BCO ,0% 9 INV-O2 OLÍVIA - FUNDO AÇÕES BCO 1 0,0% 10 CC-O2 OLÍVIA - CONTA CORRENTE BCO ,0% 11 PP-O3 OLÍVIA - POUPANÇA BCO 2 0,0% 12 DIN-O1 OLÍVIA - EM ESPÉCIE 0,0% EIRO/2015 SALDO PREVISTO POR GRUPO DE CONTAS INFORMAÇÕES DO GRUPO VARIAÇÃO NO SALDO # CÓDIGO DESCRIÇÃO MÊS ANT. VAR. MÊS PREVISTO %MÊS ANT. 1 CC TODAS AS CONTAS CORRENTES , ,50 159, 2 PP TODAS AS POUPANÇAS , ,50 250,5% 3 INV TODOS OS INVESTIMENTOS , EIRO/2015 ACOMPANHAMENTO DE DESPESAS ORÇAMENTO INFORMAÇÕES DO GRUPO DE DESPESAS TOTAL DO MÊS /15 # CÓDIGO DESCRIÇÃO PREVISTO REALIZADO %VAR. PREV 1 M01 MORADIA CONDOMÍNIO ,0% 2 M02 MORADIA IPTU ,0% 3 M03 MORADIA ALUGUEL ,0% 4 M04 MORADIA ROS ,0% 5 U01 UTILITIES ENERGIA ELÉTRICA ,0% 6 U02 UTILITIES ÁGUA POTÁVEL ENCANADA 80 7 U03 UTILITIES DIVERSOS (ÁGUA MINERAL, GLP) S01 SAÚDE PLANO DE SAÚDE ,0% 9 S02 SAÚDE REMÉDIOS S03 SAÚDE ACADEMIA ,0% 11 C01 COMPRAS ,0% 12 L01 LAZER A01 ALIMENTAÇÃO ALMOÇO A02 ALIMENTAÇÃO COMPRA MENSAL A03 ALIMENTAÇÃO FEIRAS SEMANAIS ,50 11,0% 16 T01 TELECOM CELULAR T02 TELECOM INTERNET T03 TELECOM FIXO R01 CARRO SEGURO DO VEÍCULO, IMPOSTOS E TAXAS ,0% 20 R02 CARRO COMBUSTÍVEL ,0% 21 R03 CARRO CONSERTOS R04 CARRO PRESTAÇOES ,0% 23 B01 BANCO TAXAS, JUROS ETC E01 EDUCAÇÃO / TREINAMENTO ,0% 25 V01 VIAGEM P01 PESSOAL DÍZIMO G01 SERVIÇOS GERAIS (FAXINA, LAVANDERIA ETC.) ,0% TOTAL DE DESPESAS EM EIRO/ ,50-39,

4 2015 ORÇAMENTO 2015 ORÇAMENTO ANUAL E ACOMPANHAMENTO DE DESPESAS (2015) INFORMAÇÕES DO GRUPO DE DESPESA TRIMESTRE 1 TRIMESTRE 2 TRIMESTRE 3 TRIMESTRE 4 MÉDIA # CÓDIGO DESCRIÇÃO PREV. P/ MÊS ANUAL 1 M01 MORADIA CONDOMÍNIO M02 MORADIA IPTU M03 MORADIA ALUGUEL M04 MORADIA ROS ,58 5 U01 UTILITIES ENERGIA ELÉTRICA ,50 6 U02 UTILITIES ÁGUA POTÁVEL ENCANADA 80 7 U03 UTILITIES DIVERSOS (ÁGUA MINERAL, GLP) S01 SAÚDE PLANO DE SAÚDE S02 SAÚDE REMÉDIOS S03 SAÚDE ACADEMIA C01 COMPRAS ,58 12 L01 LAZER A01 ALIMENTAÇÃO ALMOÇO A02 ALIMENTAÇÃO COMPRA MENSAL A03 ALIMENTAÇÃO FEIRAS SEMANAIS , , , ,63 16 T01 TELECOM CELULAR T02 TELECOM INTERNET T03 TELECOM FIXO R01 CARRO SEGURO DO VEÍCULO, IMPOSTOS E TAXAS R02 CARRO COMBUSTÍVEL ,50 21 R03 CARRO CONSERTOS R04 CARRO PRESTAÇOES B01 BANCO TAXAS, JUROS ETC E01 EDUCAÇÃO / TREINAMENTO V01 VIAGEM P01 PESSOAL DÍZIMO G01 SERVIÇOS GERAIS (FAXINA, LAVANDERIA ETC.) , , , ,13 TOTAL DE DESPESAS TOTAL ORÇADO MÉDIA ANUAL , , , ,90

5 ACOMPANHAMENTO POR GRUPOS DE DESPESAS (2015) INFORMAÇÕES DO GRUPO DE DESPESA TRIMESTRE 1 TRIMESTRE 2 TRIMESTRE 3 TRIMESTRE 4 MÉDIA # CÓDIGO DESCRIÇÃO PREV. P/ MÊS ANUAL 1 M MORADIA ,58 2 U UTILITIES ,50 3 S SAÚDE C COMPRAS ,58 5 L LAZER A ALIMENTAÇÃO , , , ,63 7 T TELECOM R CARRO ,50 9 E EDUCAÇÃO/TREINAMENTO V VIAGENS P ROS GASTOS PESSOAIS G SERVIÇOS GERAIS B ROS SERVIÇOS , , , , , , % 1 9% 10% 11% 3 3 1% 6% 0% 1% 3 1% , % 8 MORADIA UTILITIES SAÚDE COMPRAS LAZER ALIMENTAÇÃO TELECOM CARRO EDUCAÇÃO/TREINAMENTO VIAGENS ROS GASTOS PESSOAIS SERVIÇOS GERAIS ROS SERVIÇOS

ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL - 2011

ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL - 2011 ORÇAMENTO FAMILIAR E PESSOAL - 0 SALDO MENSAL POR CONTA (0) CONTA SALDO MENSAL 0 OL-CC NOME DO BANCO (OLÍVIA),,,.0,.,0.,0.,.,.,0.,.0,., OL-CC NOME DO BANCO (OLÍVIA),0,0,0,0,0.0,0.0,0.,0..,0.,0 OL-INV POUPANÇA

Leia mais

Educação Financeira ETEC Araçatuba Maio de 2010

Educação Financeira ETEC Araçatuba Maio de 2010 Educação Financeira ETEC Araçatuba Maio de 2010 O Planejamento Financeiro Pessoal te ajudará a... monitorar sua situação financeira; criar um quadro visual de gastos; reduzir os gastos por impulso; gastar

Leia mais

Programa de Educação Financeira & Previdenciária

Programa de Educação Financeira & Previdenciária Programa de Educação Financeira & Previdenciária 2017 Planejamento Financeiro QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DA FALTA DE CONTROLE FINANCEIRO? CONSEQÜÊNCIAS DA FALTA DE CONTROLE FINANCEIRO NO TRABALHO Desmotivação

Leia mais

SALDO MENSAL POR CONTA

SALDO MENSAL POR CONTA >> ORÇAMENTO FAMILIAR 2010 MENSAL POR CONTA CONTAS DESCRIÇÃO 1 BCC1 C/C BANCO 1 (BRUNO) 200 0 50 50 50 50 50 50 50 50 50 50 2 BCC2 C/C BANCO 2 (BRUNO) 550 1.0 1.750 1.750 1.750 1.750 1.750 1.750 1.750

Leia mais

Como fazer um Planejamento Financeiro Pessoal. Este conteúdo faz parte da série: Finanças Pessoais Ver 8 posts dessa série

Como fazer um Planejamento Financeiro Pessoal. Este conteúdo faz parte da série: Finanças Pessoais Ver 8 posts dessa série Este conteúdo faz parte da série: Finanças Pessoais Ver 8 posts dessa série O que é: O planejamento financeiro pessoal é uma ferramenta de gestão aplicada aos seus recebimentos e gastos. Como o próprio

Leia mais

5Anote tudo que você gasta.

5Anote tudo que você gasta. FI NAN ÇAS. 5Anote tudo que você gasta. Provavelmente você já deve ter escutado essa dica, apesar de parecer algo simples, ela é essencial para você que quer começar a guardar dinheiro ou conseguir poupar

Leia mais

MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA 2 EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira tem como objetivo ensinar as pessoas a tomarem consciência dos seus gastos e das suas rendas. As rendas são limitadas, e é preciso

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR IDENTIFICAR RENDIMENTOS E DESPESAS

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR IDENTIFICAR RENDIMENTOS E DESPESAS ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR IDENTIFICAR RENDIMENTOS E DESPESAS Índice Planear o orçamento familiar Tipos de rendimentos Tipos de despesas Estrutura de despesas Saldo do orçamento familiar

Leia mais

DIA DA SAÚDE FINANCEIRA. Despertar da Consciência Financeira. Lavínia Martins, CFP Miriam Bruno, CFP 29/10/2016

DIA DA SAÚDE FINANCEIRA. Despertar da Consciência Financeira. Lavínia Martins, CFP Miriam Bruno, CFP 29/10/2016 DIA DA SAÚDE FINANCEIRA Despertar da Consciência Financeira Lavínia Martins, CFP Miriam Bruno, CFP 29/10/2016 Finanças = Dinheiro Quais são as funções do dinheiro? Sistema de preços Meio de troca Reserva

Leia mais

PESQUISA ECONÔNICO/FINANCEIRA DENTRO DO

PESQUISA ECONÔNICO/FINANCEIRA DENTRO DO PESQUISA ECONÔNICO/FINANCEIRA DENTRO DO SEU CONTEXTO FAMILIAR Amauri de Sousa Freitas Junior Profª. Nádia Nara de Godoy Faculdade Metropolitana de Rio do Sul FAMESUL Curso de Ciências Contábeis (CTB0072)

Leia mais

Orçamento. (continuação) 06/09/2016. Orçamento de Vendas. Orçamento de Produção. Orçamento de Estoque Final

Orçamento. (continuação) 06/09/2016. Orçamento de Vendas. Orçamento de Produção. Orçamento de Estoque Final Orçamento (continuação) Vendas Estoque Final Produção matéria-prima direta mão-de-obra direta custos indiretos de fabricação Custo dos Produtos Vendidos investimentos financiamentos Caixa despesas de vendas

Leia mais

Cadê. o dinheiro que estava aqui?

Cadê. o dinheiro que estava aqui? Cadê o dinheiro que estava aqui? Você sabe o quanto ganha por mês? Você sabe o quanto tem de Cartão a pagar? Você sabe o valor preciso da sua pronta entrega? O que é Receita e Despesa? Receita Anote seus

Leia mais

Sistema de Custos do Governo Federal: Experiências Exitosas Seminário com os Gestores dos Programas de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos Estados

Sistema de Custos do Governo Federal: Experiências Exitosas Seminário com os Gestores dos Programas de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos Estados Sistema de Custos do Governo Federal: Experiências Exitosas Seminário com os Gestores dos Programas de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos Estados 2016 Orçamento Doméstico mês janeiro/2016 RECEITAS DESPESAS

Leia mais

Instituto Nossa Ilhéus. Prestação de Contas. Maio/2016

Instituto Nossa Ilhéus. Prestação de Contas. Maio/2016 Instituto Nossa Ilhéus Prestação de Contas Maio/2016 Responsável: Eulina Menezes Lavigne Diretora Administrativo-Financeira RECEITAS 197,92 Receita Poupança 192,7 (06/05/2016) Rendimento de Poupança 192,7

Leia mais

ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA

ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA ORGANIZE SUA VIDA FINANCEIRA O endividamento inicia com o hábito de primeiro gastar e depois ver como pagar ou, se a mensalidade cabe no bolso, efetuar a compra. Para que isso não aconteça, o primeiro

Leia mais

Controle financeiro pessoal em épocas de crise. Dicas práticas para melhorar o controle financeiro pessoal

Controle financeiro pessoal em épocas de crise. Dicas práticas para melhorar o controle financeiro pessoal Controle financeiro pessoal em épocas de crise Atualmente quase todos os dias somos impactados por notícias de que a crise está complicada e piorando o controle financeiro pessoal e familiar da maioria

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010

PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO DE 2010 RESTOS A PAGAR DE 2009 PAGOS EM 2010 VI e AR 73.190,00 Valores Líquidos da folha (Serviços médicos p/ funcionários + HE) 17.712,04 Entidades Públicas Credoras (Cota

Leia mais

OS PRINCIPAIS ORÇAMENTOS

OS PRINCIPAIS ORÇAMENTOS OS PRINCIPAIS ORÇAMENTOS 1. Introdução Os orçamentos que podem ocorrer em um projeto durante sua vida útil serão apresentados a seguir. Portanto, é importante estabelecer, também, a determinação da vida

Leia mais

Orçamento apertado: como organizar as finanças? CONTAS EM ORDEM

Orçamento apertado: como organizar as finanças? CONTAS EM ORDEM Guia Financeiro 4 Orçamento apertado: como organizar as finanças? Alguns sinais indicam que suas finanças precisam de maior atenção: ao fechar o mês no vermelho, ao atrasar a fatura do cartão de crédito,

Leia mais

Planilha - Contábil-Financeira Mensal

Planilha - Contábil-Financeira Mensal Planilha ContábilFinanceira Mensal Hospital: Instituto SANTÉ Hospital Regional Terezinha Gaio Basso Mês/Ano: agosto16 CNES: 6683134 UNIDADE: HOSPITAL REGIONAL TEREZINHA GAIO BASSO RESPONSÁVEL: JEFERSON

Leia mais

render Como fazer meu dinheiro

render Como fazer meu dinheiro render Como fazer meu dinheiro APRESENTAÇÃO A J2S Consultoria é uma empresa que oferece orientação e acompanhamento no planejamento orçamentário e financeiro, com definição de metas para curto, médio e

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL

DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL DOCUMENTAÇÃO PARA RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL - 2018 RELAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA: Para análise e renovação da Bolsa de Estudo Social, o aluno deverá entregar XEROX de toda

Leia mais

Curso Profissional de Técnico Apoio à Gestão Desportiva GPPD Módulo 6 Gestão Orçamental

Curso Profissional de Técnico Apoio à Gestão Desportiva GPPD Módulo 6 Gestão Orçamental DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALGARVE Jardins de Infância: Guia; Vale Parra. Escolas de 1º ciclo: nº1 de Albufeira; Sesmarias; Vale Parra; EB da Guia. EB23 D. Martim Fernandes Sede: ES de Albufeira.

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

Instituto de Economia - UFRJ IEE Economia do Empreendedorismo Professora: Renata La Rovere Tutor: Guilherme Santos

Instituto de Economia - UFRJ IEE Economia do Empreendedorismo Professora: Renata La Rovere Tutor: Guilherme Santos Instituto de Economia - UFRJ IEE 531 - Economia do Empreendedorismo 2016.2 Professora: Renata La Rovere Tutor: Guilherme Santos Ferramentas Mais Utilizadas: 1) Balanço Patrimonial 2) Demonstrativo de Resultados

Leia mais

Prof Flávio S. Ferreira

Prof Flávio S. Ferreira Prof Flávio S. Ferreira flavioferreira@live.estacio.br http://flaviosferreira.wordpress.com 1 Conceitos Introdutórios Receita produto da venda Gasto sacrifício financeiro Investimento gasto ativado em

Leia mais

ORÇAMENTO EMPRESARIAL

ORÇAMENTO EMPRESARIAL ORÇAMENTO EMPRESARIAL Engenharia de Produção Prof. Flávio Smania Ferreira flavioferreira@live.estacio.br http://flaviosferreira.wordpress.com ORÇAMENTO DE CUSTO DE PRODUÇÃO Orçamento do Custo de Produção

Leia mais

Anexo 7 Questionário Sócio Econômico

Anexo 7 Questionário Sócio Econômico Anexo 7 Questionário Sócio Econômico Dados do candidato: Nome: RG: Data de emissão: Órgão emissor: CPF: Data de nascimento: Sexo: Endereço completo: e-mail do candidato: celular do candidato ( ) Escolaridade:

Leia mais

Para onde vai o meu dinheiro????? Treinamento Online com a Diretora De Vendas Ana Carolina Avelar

Para onde vai o meu dinheiro????? Treinamento Online com a Diretora De Vendas Ana Carolina Avelar Para onde vai o meu dinheiro????? Treinamento Online com a Diretora De Vendas Ana Carolina Avelar Você gostaria de: Sair do vermelho? Saber quanto você tem sobrando esse mês Não ficar mais no negativo

Leia mais

METODOLOGIA Plano amostral

METODOLOGIA Plano amostral METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 646 casos, gerando um erro máximo de 3,9% com uma confiança de 95%. Alocação amostral:

Leia mais

B A L A N Ç O P A T R I M O N I A L

B A L A N Ç O P A T R I M O N I A L Folha: 00001 A T I V O ATIVO 5.009.984,38 ATIVO CIRCULANTE 1.143.610,93 DISPONIVEL 698.029,65 CAIXA GERAL 9.534,77 CAIXA 9.534,77 BANCOS CONTA MOVIMENTO - RECURSOS 311.021,36 LIVRES BANCO DO BRASIL S/A

Leia mais

O que é controle de contas a pagar

O que é controle de contas a pagar O que é controle de contas a pagar Um controle de contas a pagar serve para anotar e projetar todas as despesas de uma empresa, desde pagamentos futuros, contas parceladas e valores que apesar de não estarem

Leia mais

GESTÃO DO NEGÓCIO MARY KAY

GESTÃO DO NEGÓCIO MARY KAY GESTÃO DO NEGÓCIO MARY KAY EU ANTES DE MARY KAY DIQ. GESTÃO DO NEGÓCIO MARY KAY COMO VENDER? SABER O QUE QUER PARA DEFINIÇÃO DAS METAS PESSOAIS A parte mais importante do planejamento Financeiro e do

Leia mais

Balancete Referente ao Período: 01/01/2017 a 31/01/2017 Todas unidades

Balancete Referente ao Período: 01/01/2017 a 31/01/2017 Todas unidades Balancete Referente ao Período: 01/01/2017 a 31/01/2017 Conta Total Receita 50.143,31 Receitas com doações 36.961,07 Doação Nacional PJ 2.500,00 Doação Nacional PF 4.791,00 Doação não identificada 1.340,07

Leia mais

Tabela - Despesa familiar total

Tabela - Despesa familiar total Plano tabular da POF 2002-2003 1 Tabela - Despesa familiar total Despesa total - 1 + 2 + 3 +... + 14 Despesas correntes - 1 + 2 + 3 +... + 12 Despesas de consumo - 1 + 2 + 3 +... + 11 1 - Alimentação -

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO MEC/SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS CAMPUS SÃO JOÃO DEL REI FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO Modalidades a ser solicitada pelo estudante: (Enumere as modalidades conforme

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 13.924.391,04 12.410.778,06 11.048.573,43-15.286.595,67 11 - ATIVO CIRCULANTE 10.134.525,70 11.829.474,94

Leia mais

1. Planilhas de Gastos Pessoais

1. Planilhas de Gastos Pessoais Este conteúdo faz parte da série: Finanças Pessoais Ver 8 posts dessa série Para começar, quando você está buscando uma planilha de gastos no Google (ou no Bing), não fica claro (para as ferramentas de

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA CAMARA MUNICIPAL DE SALVADOR RECEITAS X DESPESAS 2015

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA CAMARA MUNICIPAL DE SALVADOR RECEITAS X DESPESAS 2015 RECEITAS X DESPESAS 2015 RECEITAS JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ Repasse de Inativos PMS 5.071,83 9.761,76 5.472,38 5.539,98 5.667,28 5.788,79 5.739,96 24.411,51 67.453,49 Repasse dos

Leia mais

Finanças Pessoais e Carreira

Finanças Pessoais e Carreira Finanças Pessoais e Carreira Prof. José Pio Martins Economista Reitor da Universidade Positivo Jul/2016 Introdução Suas opções Abrir escritório Ser empregado Ser empreendedor Autônomo (PJ) Público Privado

Leia mais

Modalidades a serem solicitadas pelo aluno (enumere as modalidades conforme interesse):

Modalidades a serem solicitadas pelo aluno (enumere as modalidades conforme interesse): INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS MURIAÉ ANEXO I FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO Modalidades a serem solicitadas pelo aluno (enumere as modalidades conforme

Leia mais

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS

A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas DADOS ESTATÍSTICOS DADOS ESTATÍSTICOS A Economia Portuguesa Dados Estatísticos Páginas I. DADOS NACIONAIS 1. POPULAÇÃO 1.1 População Residente por Sexo e Grupo Etário: Censos 1 1.2 População Residente - Estimativas 1 2.

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,15 79,0% 48,0% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 223.231.871,00 175.752.903,15 79,0% 48,0% DIRETAS 124.922.481,00 97.722.227,55 78,0% 26,9%

Leia mais

Orçamento Doméstico. Dezembro Área de Estudos Econômicos

Orçamento Doméstico. Dezembro Área de Estudos Econômicos Orçamento Doméstico Dezembro - 2016 Área de Estudos Econômicos Orçamento Doméstico A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL Pet-Programa de Educação Tutorial Ensino, Pesquisa, Extensão; Palestras, cursos, minicursos, workshop, visitas técnicas, etc; Realização de atividades extracurriculares

Leia mais

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8%

ORÇAMENTO 2017 (R$) Realizada (Jan-Set) , ,17 78,0% 53,8% ORÇAMENTO 2017 (R$) RECEITAS Estimada (Jan-Dez) Realizada (Jan-Set) Exec.(%) Peso (%) RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES 297.710.288,00 232.588.782,17 78,0% 53,8% DIRETAS 167.768.456,00 130.056.354,04 78,0% 30,3%

Leia mais

Balancete de Verificação Folha: 1

Balancete de Verificação Folha: 1 Balancete de Verificação Folha: 1 Período : 01/01/2014 a 31/12/2014 1 ATIVO 574.462,15D 5.084.367,48 4.857.447,83 801.381,800 i.i ATTVO CIRCULANTE 283.088,210 5.024.945,04 4.783.385,90 524.647,350 1.1.1

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Assunto: Plano Financeiro (II parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 33.116.209,56 12.143.097,36 11.212.070,16-34.047.236,76 11 - ATIVO CIRCULANTE 21.518.018,92 11.760.886,15

Leia mais

Planejamento Financeiro! Vale a Pena ser Consultora?? Qual o meu retorno Financeiro?

Planejamento Financeiro! Vale a Pena ser Consultora?? Qual o meu retorno Financeiro? Planejamento Financeiro! Vale a Pena ser Consultora?? Qual o meu retorno Financeiro? Pauta... 1 Realidade Financeira ( diagnóstico); 2 Fluxo de Caixa; Quanto necessito de Renda?; 3 Abrindo minha Franquia

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA BOLSA DE ESTUDO 2017

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA BOLSA DE ESTUDO 2017 FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA BOLSA DE ESTUDO 2017 I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DADOS DO ALUNO Nome: Nº de Matrícula: Data de Nasc. / / Naturalidade Sexo: Raça: RG (do aluno) Nº CPF (do aluno) Nº: NIS:

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor Junho

Análise de Endividamento do Consumidor Junho Análise de Endividamento do Consumidor A Análise de Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes, pois englobam

Leia mais

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR

MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR MANUAL DE ORÇAMENTO FAMILIAR INTRODUÇÃO Todo cidadão pode desenvolver habilidades para melhorar sua qualidade de vida e a de seus familiares, a partir de atitudes comportamentais e de conhecimentos básicos

Leia mais

7. Análise da Viabilidade Econômica de. Projetos

7. Análise da Viabilidade Econômica de. Projetos 7. Análise da Viabilidade Econômica de Projetos 7. Análise da Viabilidade Econômica de Terminologia em Custos: Gasto Investimento Custo Despesa Perda Desembolso 1 7. Análise da Viabilidade Econômica de

Leia mais

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016

USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 1 USP: PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2016 Com base no Projeto de Lei Orçamentária do Estado de São Paulo para 2016, (Projeto de Lei nº 071/2015), encaminhada à Assembleia Legislativa, e nas vigentes Diretrizes

Leia mais

Primeiros passos. O que temos a pagar. f i ado, assim. t ambém o que t i ramos de QUER SABER COMO ISSO ODE MAXIMAR SEU NEGÓCIO?

Primeiros passos. O que temos a pagar. f i ado, assim. t ambém o que t i ramos de QUER SABER COMO ISSO ODE MAXIMAR SEU NEGÓCIO? Primeiros passos O que temos a receber Verificar o que entrará de cheque, cartão, e f i ado, assim como a data de cada pagamento. O que temos a pagar Verificar o que ainda tem de f atura MK para vir em

Leia mais

Balancete Analítico (Valores em Reais)

Balancete Analítico (Valores em Reais) 00001 10000 1000000000 A T I V O 162.027,47 1.749.768,95 1.706.319,66 205.476,76 11000 1100000000 ATIVO CIRCULANTE 131.860,18 1.690.993,67 1.662.262,09 160.591,76 11100 1101000000 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

Primeiros passos. O que temos a pagar. f i ado, assim. t ambém o que t i ramos de QUER SABER COMO ISSO ODE MAXIMAR SEU NEGÓCIO?

Primeiros passos. O que temos a pagar. f i ado, assim. t ambém o que t i ramos de QUER SABER COMO ISSO ODE MAXIMAR SEU NEGÓCIO? Primeiros passos O que temos a receber Verificar o que entrará de cheque, cartão, e f i ado, assim como a data de cada pagamento. O que temos a pagar Verificar o que ainda tem de f atura MK para vir em

Leia mais

De acordo com o histórico, classifique as atividades em Operacional, Investimentos ou Financiamentos:

De acordo com o histórico, classifique as atividades em Operacional, Investimentos ou Financiamentos: 3.5 EXERCÍCIO DE CLASSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES: De acordo com o histórico, classifique as atividades em Operacional, Investimentos ou Financiamentos: HISTÓRICO Pela Aquisição de Mercadorias at. ch Pelo ICMS

Leia mais

Sempre que encontrar este botão, poderá acessar Manual Passo-a-Passo ou Guia de Referência, disponíveis para aquela janela.

Sempre que encontrar este botão, poderá acessar Manual Passo-a-Passo ou Guia de Referência, disponíveis para aquela janela. ABA: FINANCEIRO BOTÃO: LANÇAR OPÇÃO: SAÍDA (CONTA A PAGAR) OPÇÃO: ENTRADA (CONTA A RECEBER) O QUE É POSSÍVEL FAZER NESTA ÁREA DO SISTEMA Adicionar novas entradas e saídas de valores Provisionar novas entradas

Leia mais

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA 31/07/2014 - Brasília DF SERGIO RAZERA Diretor-Presidente Fundação Agência

Leia mais

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS?

COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 1 COMO LIDAMOS COM O NOSSO DINHEIRO? FINANÇAS PESSOAIS COMO LIDAMOS COM O DIHEIRO DOS OUTROS? 2 ALGUNS CONCEITOS 3 CONCEITOS ECONÔMICO PATRIMÔNIO FINANCEIRO RECEITAS/DESPESAS DE PATRIMÔNIO CAPITAL FÍSICO

Leia mais

FINANÇAS PESSOAIS ALGUNS PASSOS PARA UMA VIDA FINANCEIRA SUADÁVEL

FINANÇAS PESSOAIS ALGUNS PASSOS PARA UMA VIDA FINANCEIRA SUADÁVEL FINANÇAS PESSOAIS ALGUNS PASSOS PARA UMA VIDA FINANCEIRA SUADÁVEL VOCÊ SABE COMO CONTROLAR SUAS FINANÇAS? RESPONDA AS QUESTÕES ABAIXO DE FORMA SINCERA Acha que o que ganha é suficiente? Sabe quantas compras

Leia mais

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: /

CRESS/MT- 20ª Região Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: / Conselho Regional de Serviço Social - CRESS 20ª Região/MT CNPJ: 00.809./0001-01 Relação de s N. Emp. N. Baixa Processo Data Pgto Favorecido Valor Valor Liq. Documento Número Conta 00.809./0001-01 - Conselho

Leia mais

11-dez/07; 27-ago/10. Agências reguladoras. 3-ago/06; 15-ago/08; 18-fev/09. Animais, planos de saúde para. Arte, investimento em

11-dez/07; 27-ago/10. Agências reguladoras. 3-ago/06; 15-ago/08; 18-fev/09. Animais, planos de saúde para. Arte, investimento em Índice Estes são todos os artigos já publicados pela DINHEIRO & DIREITOS. Ao lado de cada item, estão o número e o mês da edição em que o artigo foi publicado. 13 o salário 11-dez/07; 29-dez/10 Acidente

Leia mais

Empresa 4 BETA Balanço Patrimonial em 31/12/X0

Empresa 4 BETA Balanço Patrimonial em 31/12/X0 1. Cenário: 1 A Empresa sec 5fabrica somente o produto. O processo orçamentário começa em outubro, antes do final do período contábil a 31 de Dezembro. Os resultados esperados no ano corrente, a se encerrar

Leia mais

ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO RESIDÊNCIA JURÍDICA UERJ 2012 ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO CENTRO DE PRODUÇÃO 1 1. DAS INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. A isenção de taxa de inscrição do Processo Seletivo Treinamento em Direito 2012 é um benefício

Leia mais

APOIO EMERGENCIAL GRADUAÇÃO

APOIO EMERGENCIAL GRADUAÇÃO APOIO EMERGENCIAL 2016 - GRADUAÇÃO APOIO SOLICITADO Auxílio Moradia Auxílio Transporte Auxílio Alimentação Alojamento (Para uso do aluno) APOIO CONCEDIDO Auxílio Moradia Auxílio Transporte Auxílio Alimentação

Leia mais

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro...

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro... FASCÍCULO IV VAMOS PLANEJAR... Se você ainda não iniciou seu planejamento financeiro, é importante fazê-lo agora, definindo muito bem seus objetivos, pois, independentemente da sua idade, nunca é cedo

Leia mais

Unidade/Depto: Tempo de trabalho na USP. Nome da Criança: Data Nasc: / /. Nome do pai: Nome da Mãe: Endereço da Família: Nº Complemento: Bairro:

Unidade/Depto: Tempo de trabalho na USP. Nome da Criança: Data Nasc: / /. Nome do pai: Nome da Mãe: Endereço da Família: Nº Complemento: Bairro: ALUNO DE GRADUAÇÃO P.G. MESTRADO DOUTORADO Unidade/Curso: Semestre: Período: Página 1 de 6 DOCENTE PÓS DOC. Unidade/Depto: Tempo de trabalho na USP FUNCIONÁRIO FUNC.CRECHE Básico Técnico Superior Unidade:

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 29.031.312,06 19.432.382,85 18.277.805,85-30.185.889,06 11 - ATIVO CIRCULANTE 17.463.277,42 17.841.176,56

Leia mais

Administração Financeira. Quem não sabe administrar tostões, não saberá administrar milhões.

Administração Financeira. Quem não sabe administrar tostões, não saberá administrar milhões. Administração Financeira Quem não sabe administrar tostões, não saberá administrar milhões. PALAVRAS INICIAIS MATERIAIS ESSENCIAIS Primeiro Passo: Controle Suas Despesas! Tenha um Orçamento. Lance suas

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos 1 ATIVO 1.01 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO 1.01.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01.02 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.01.02.01 Bancos - Conta específica do Fundo Partidário 1.01.01.01.03

Leia mais

4. Estado Civil do Estudante: ( ) Viúvo(a) ( ) Divorciado(a) ( ) Companheiro(a) ( ) Outros. Qual?

4. Estado Civil do Estudante: ( ) Viúvo(a) ( ) Divorciado(a) ( ) Companheiro(a) ( ) Outros. Qual? QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO IFAM 2017 IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE: Nome: Curso: Série/ Módulo: Turno: CPF: RG: Endereço: Rua/Av./Estrada ou Comunidade: Nº Bairro: Cidade: Ponto de referência: Telefones:

Leia mais

SSC570 - Empreendedorismo Profa. Ellen Francine ICMC/USP

SSC570 - Empreendedorismo Profa. Ellen Francine ICMC/USP SSC570 - Empreendedorismo Profa. Ellen Francine ICMC/USP 1 O sucesso de um empreendimento depende muito da capacidade de se administrar financeiramente o negócio. O acompanhamento sistemático das finanças

Leia mais

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II

Administração de Finanças Pessoais e de Família. Prof. Dr. Fabio Junges - Módulo II Administração de Finanças Pessoais e de Família Prof. Dr. Fabio Junges - fabio@fabiojunges.com.br Módulo II Alguma mudança nestas últimas duas semanas em relação às suas finanças e da sua família? Módulo

Leia mais

Como você administra seu dinheiro

Como você administra seu dinheiro Controle Financeiro Como você administra seu dinheiro Geralmente o dinheiro parece nunca ser suficiente para ninguém. Mas será que somos educados para lidar com o dinheiro e administrar nossas finanças?

Leia mais

COMO SAIR DAS DÍVIDAS

COMO SAIR DAS DÍVIDAS PRIMEIRO PASSO Monte seu orçamento familiar de forma que você consiga organizar tanto as contas como as dívidas e, assim, pagar as contas com 60% de sua renda. Talvez no primeiro momento você consiga diminuir

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS (Resumo do balancete mensal período de 01/04/2017 a 30/04/2017)

PRESTAÇÃO DE CONTAS (Resumo do balancete mensal período de 01/04/2017 a 30/04/2017) (Resumo do balancete mensal período de 01/04/2017 a 30/04/2017) SALDO ANTERIOR Descrição Valor em R$ Cooperjuris Conta Capital R$ 33.544,82 Cooperjuris Conta Corrente R$ 9,70 Banco do Brasil Aplicação

Leia mais

Colégio Imaculada Conceição

Colégio Imaculada Conceição Anexo II SOLICITAÇÃO DE BOLSA SOCIAL 2018 I - DADOS DO/A ALUNO/A: Nome: CPF (aluno) Matrícula/RA: Período: Ensino: Idade Rua: Nº Complemento: Bairro: Cidade: CEP: UF: Fone Res: Fone recado: Cel. Resp:

Leia mais

Orçamento Doméstico. Junho Área de Estudos Econômicos

Orçamento Doméstico. Junho Área de Estudos Econômicos Orçamento Doméstico Junho - 2017 Área de Estudos Econômicos Orçamento Doméstico A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE CAMPUS MACAÉ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE CAMPUS MACAÉ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE CAMPUS MACAÉ Edital de Retificação N. 001 MACAE, de 27 de abril de 2017 Edital original N 003 MACAE, de 20 de abril de 2017. A DIREÇÃO-GERAL

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESPÍRITO SANTO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESPÍRITO SANTO DELIBERAÇÃO PRES CAU/ES N 01, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2012. Aprova o Orçamento - Exercício do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo (CAU/ES). O presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Use o Dinheiro com Sabedoria Serasa Experian e Educação Financeira O Programa Serasa Experian de Educação Financeira Sonhos Reais é uma iniciativa que alia o conhecimento

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO. Telefone de contato do aluno: Cel: ( ) Tel.: ( )

ANEXO I FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO. Telefone de contato do aluno: Cel: ( ) Tel.: ( ) GOVERNO FEDERAL - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS AVANÇADO SANTOS DUMONT RUA

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017

PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017 PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL EXERCÍCIO 2016 18ª Assembléia Geral do CIUENP Realizada no dia 31 de Março de 2017 ARRECADAÇÃO DE RECEITAS TRANSFERÊNCIA DOS MUNICÍPIOS (11ª a 14ª Regional de Saúde) R$ 9.325.998,93

Leia mais

Instruções. Bom trabalho! Page 1

Instruções. Bom trabalho! Page 1 Instruções Você deve fazer todos os exercícios num MESMO arquivo do LibreOffice Calc. A planilha deve ter o nome Avaliacao Calc Seu Nome Cada exercício deve estar numa aba diferente, com o nome de Exercício

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO 1 Informações sobre os sócios, pois são responsáveis pela proposta do negócio. Caso ocorra necessidade, inserir mais campos, linhas ou colunas. Sócio 1 - Nome: Sócio 2 - Nome:

Leia mais

Contas Nacionais. Professor Gilmar Ferreira Curso de Exercícios de Macroeconomia - ESAF

Contas Nacionais. Professor Gilmar Ferreira Curso de Exercícios de Macroeconomia - ESAF Contas Nacionais 1. (ESAF- AFRF - 2005) Considere as seguintes informações para uma economia hipotética (em unidades monetárias): Investimento bruto total: 700 Depreciação: 30 Déficit do balanço de pagamentos

Leia mais

ANEXO II FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO- EDITAL

ANEXO II FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO- EDITAL ANEXO II FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO- EDITAL 2016.1 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL Opção desejada: ( ) Auxílio Moradia ( ) Auxílio Transporte ( ) Auxílio Didático ( ) Auxílio Alimentação * Outro membro

Leia mais

Empréstimos para a aquisição de produtos: O que sua empresa pode ganhar com isso? Palestrante: PhD Reinaldo Domingos

Empréstimos para a aquisição de produtos: O que sua empresa pode ganhar com isso? Palestrante: PhD Reinaldo Domingos Empréstimos para a aquisição de produtos: O que sua empresa pode ganhar com isso? Palestrante: PhD Reinaldo Domingos Revendo Conteúdos 1. Tamanho de sua empresa ou do seu negócio. 2. A importância do produto

Leia mais

PLANO DE CONTAS SINSEMPRO

PLANO DE CONTAS SINSEMPRO Página : 1 1 01 ATIVO 2 01.1 ATIVO CIRCULANTE 3 01.1.01 DISPONIBILIDADES 4 01.1.01.01 FUNDO FIXO 5 01.1.01.01.0001 Fundo fixo 10 01.1.01.03 BANCO CONTA MOVIMENTO 11 01.1.01.03.0001 Santander - C/C 13000024-5

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$

DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$ PARTIDO: ÓRGÃO DO PARTIDO: DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS EXERCÍCIO MUNICÍPIO: TÍTULO DA CONTA DESCRIÇÃO DA CONTA TOTAL R$ 4. RECEITAS 4.1 RECEITAS OPERACIONAIS 4,1.1. RECEITAS OPERACIONAIS - FUNDO

Leia mais

BALANCETE BANESE C/C ADOTE UM MANANCIAL 521,12D BANESE C/C PROJ TA NA MEDIDA 67,27D

BALANCETE BANESE C/C ADOTE UM MANANCIAL 521,12D BANESE C/C PROJ TA NA MEDIDA 67,27D 0001 1 1 ATIVO 4.550.584,91D 25.270.462,18 28.009.046,39 1.812.000,70D 2 1.1 ATIVO CIRCULANTE 4.307.914,86D 25.260.680,50 27.949.174,26 1.619.421,10D 3 1.1.1 DISPONIBILIDADE 4.133.051,37D 25.080.245,06

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DO INSTITUTO DE PSICOLOGIA - USP FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO

PROGRAMA DE MONITORIA DO INSTITUTO DE PSICOLOGIA - USP FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO IMPORTANTE 1. O Serviço Social alerta que no caso de falsificação de documentos, falseamento ou omissão de dados para obtenção dos apoios e auxílios, o aluno será desclassificado do processo seletivo.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Quem não sabe administrar tostões, não sabe administrar milhões. Atenção para estas perguntas: Você possui uma conta corrente ou poupança separada para o seu negócio? O que você

Leia mais

PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP 13º SALÁRIO

PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP 13º SALÁRIO PESQUISA PULSO BRASIL FIESP/CIESP 13º SALÁRIO NOVEMBRO/2014 SUMÁRIO Os resultados desta pesquisa demonstram que a situação financeira das pessoas este ano está muito semelhante à situação de 2013, no entanto,

Leia mais

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06 CRESS/SC - 12ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 76.557.099/0001-99 Período: 01/08/2014 à 31/08/2014 Balancete Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo CRESS/SC - 12ª Região Período:

Leia mais