REDE DE PERCURSOS PEDESTRES, EQUESTRES E DE BTT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REDE DE PERCURSOS PEDESTRES, EQUESTRES E DE BTT"

Transcrição

1 REDE DE PERCURSOS PEDESTRES, EQUESTRES E DE BTT Cooking and Nature Emotional Hotel, Alvados, Portugal Estudo efetuado por A2Z Consulting, Consultoria especializada em Turismo de Natureza Ytravel, lda Agosto-Setembro de 23

2 O objetivo deste estudo é apresentar uma rede de percursos pedestres, BTT e Equestres, centrada em Alvados, tendo em conta a existência dos serviços de alojamento e restauração (Cooking and Nature Emotional Hotel e Casa do Matos), e o facto de estar situada no coração do Parque Natural das Serras d'aire e Candeeiros o que permite partir à descoberta dos diversos pontos de interesse desta área. São propostos dois tipos de percursos no âmbito desta rede: percursos circulares, com partida e chegada a Alvados, facilitando a logística e permitindo a realização autónoma para quem tem estadia em Alvados, e percursos lineares que permitem cobrir um território mais vasto e interligar este local com outros possibilitando a criação de eventuais pacotes ou parcerias de serviços. Sugere-se a utilização de tecnologia móvel, GPS e/ou smartphones, para auxiliar os eventuais utilizadores dos percursos, já que estes não se encontram sinalizados no terreno e o mapa militar pode apresentar dificuldade de leitura para os utilizadores. São para isso fornecidos em anexo a este relatório os ficheiros dos itinerários em formato GPX (para GPS) e KML para google Earth, para além dos mapas em PDF. Por outro lado, oferecer a possibilidade dos utilizadores serem enquadrados por um guia local poderá oferecer oportunidades de interpretação dos pontos de interesse e aumentar o nível de satisfação final. Este último aspeto pode, também, ser conseguido através do investimento numa aplicação móvel que possa georeferenciar a informação interpretativa e disponibiliza-la à passagem por cada local de forma contextualizada. Sugere-se também o tratamento gráfico da informação disponibilizada neste relatório, incluindo a produção de infografias, de modo a permitir editar um folheto por cada percurso, e um eventual mapa de conjunto ou painel da rede. 2 de 23

3 Classificação dos Percursos Propostos O M.I.D.E. Método de Informação de Percursos é uma escala de classificação de percursos pedestres desenvolvido pela Federação Espanhola de Desportos de Montanha e Escalada e atualmente adotado por muitas outras entidades oficiais e que estabelece um standard de classificação cada vez mais comum e de fácil interpretação. As escalas apresentadas classificam e expressam as exigências técnicas e físicas dos percursos. A classificação M.I.D.E. de um percurso compreende 4 índices distintos (Meio, Itinerário, Deslocação, Esforço), cada um com uma classificação entre 1 e 5 pontos: Meio ÍNDICE Itinerário Deslocação SIGNIFICADO Esforço PONTUAÇÃO Há mais que 1 fator de risco Há vários fatores de risco Há bastantes fatores de risco Há muitos fatores de risco Meio Severidade do meio natural O meio não está isento de riscos Itinerário Dificuldade de orientação no itinerário Percurso guiado ou caminhos e cruzamentos bem definidos Trilhos ou sinalização de continuidade Exige a identificação precisa de acidentes geográficos e de pontos cardeais A navegação é Exige técnicas de interrompida por orientação e obstáculos que há que navegação fora de contornar ou trilhos ultrapassar Deslocação Dificuldade técnica da deslocação Marcha por superfície lisa (estradão, areal) Marcha por trilhos fáceis Marcha por trilhos ou terrenos irregulares É necessário o uso das mãos para manter o equilíbrio Requer passos de escalada para a progressão Esforço Esforço físico necessário, englobando transposição de desníveis Até 1 hora de marcha efetiva De 1 a 3 horas de marcha efetiva De 3 a 6 horas de marcha efetiva De 6 a 10 horas de marcha efetiva Mais de 10 horas de marcha efetiva 3 de 23

4 Índice de Percursos Propostos Percurso Pedestre e Equestre - do Castelejo (bordo) Percurso Pedestre - Alvados-Grutas (amarelo) Percurso Pedestre - da Fórnea (vermelho) Percurso Pedestre e Equestre - do Vale de Alvados (preto) Percurso Pedestre - pela Costa de Alvados (azul) 5.1 Variante do percurso Pedestre - Costa de Alvados (azul claro) 6. Percurso Pedestre, BTT e Equestre - Fátima-Alvados (vermelho) 7. Percurso Pedestre, BTT e Equestre - Batalha-Alvados (verde) 8. Percurso Pedestre - da Costa de Mira (verde escuro) 9. Percurso de BTT e Equestre - Alcobaça-Alvados (bordo) 10. Percurso de BTT e Equestre - pela Serra dos Candeeiros (amarelo) 11. Percurso Pedestre, BTT e Equestre - Alvados-Nasceste do Alviela (verde) 12. Percurso de BTT e Equestre - Parque Natural (cor de rosa) 13. Percurso de BTT e Equestre - Alvados-Alcaria (verde) 14. Percurso de BTT e Equestre - Fórnea (verde escuro) 15. Percurso Pedestre Caminho Ancestral do Padre (Laranja) É proposta uma rede de 15 percursos, e uma variante, com 10 opções de percursos pedestres (sendo 6 destes circulares e 4 lineares), 8 percursos possíveis de realizar em BTT (sendo 3 circulares e 5 lineares) e 10 percursos possíveis de realizar a cavalo (destes 5 são circulares e 5 são lineares). Com esta rede é possível assim construir múltiplos pacotes de vários dias e estadias de uma semana ou mais em Alvados para andar a pé, de BTT ou a Cavalo. No caso dos percursos lineares aconselha-se o transfer até ao ponto mais distante de Alvados, normalmente coincidente com um local de interesse para uma visita cultural, após a qual os utilizadores poderão decidir a sua hora de partida de volta para o Hotel pelo percurso escolhido. De seguida apresentam-se as fichas técnicas de cada percurso, sendo fornecidos, em anexo, o mapa e o itinerário em track de GPS e KML, assim como o gráfico de altimetria. 4 de 23

5 Mapa da rede 5 de 23

6 Caraterização dos Percursos Propostos 1. Nome: Percurso Pedestre e Equestre - do Castelejo Classificação: Sentido: Anti-Horário Tipo de percurso: Circular Distância: 6,70 km Tempo estimado a pé: 2h20m Tempo estimado a Cavalo: 1h10m Subida acumulada: 157m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeira da Canada; Vale da Canada; Serra do Castelejo. Descrição do Percurso: Percurso fácil, com início e final no Cooking and Nature Emotional Hotel. Este percurso irá leválo ao longo do Vale da Canada, contornando a serra do Castelejo e descendo para o Vale de Alvados. Na variante Equestre o percurso é feito maioritariamente a passo com pequenas adaptações. 6 de 23

7 2. Nome: Percurso Pedestre - Alvados-Grutas Classificação: Sentido: Horário Tipo de percurso: Circular Distância: 8,06 km Tempo estimado a pé: 2h30m Subida acumulada: 326m Tempo médio de visita as grutas: 1h Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Aldeia de Alvados; Grutas de Alvados; Moinho de vento, vistas panorâmicas sobre o vale de Alvados. Descrição do Percurso: Percurso com início e final no Cooking and Nature Emotional Hotel, passa no centro da aldeia de Alvados e sobe às grutas de Alvados, daí segue em direção à serra do Castelejo, onde pode observar um antigo moinho e obter uma excelente vista para todo o Vale de Alvados, continuando o percurso em direção a Alvados e terminando novamente no hotel. 7 de 23

8 3. Nome: Percurso Pedestre - da Fórnea Classificação: Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular em formato de raquete Distância: 10,98 km Tempo estimado: 3h Subida acumulada: 504m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeiro da Fórnea; Fórnea; Cova da Velha; Costa de Alvados. Descrição do Percurso: Percurso exclusivamente pedestre, em que se caminha ao lado do ribeiro da Fórnea até onde o mesmo surge à superfície, com uma pequena derivação pode aceder à Gruta da Cova da Velha, seguindo-se uma dura subida por este anfiteatro natural até ao topo que é contornado até atingir a Costa de Alvados. O troço feito ao longo do balcão superior da Costa de Alvados é recompensador pelas vistas panorâmicas sobre todo o Vale de Alvados. A descida faz-se por um trilho na diagonal em direção à Alvados e ao Hotel. 8 de 23

9 4. Nome: Percurso Pedestre e Equestre - do Vale de Alvados Classificação: Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular Distância: 12,85 km Tempo estimado a pé: 4h : 50m Tempo estimado a Cavalo: 2h : 15m Subida acumulada: 465m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Alvados; Ribeiro da Fórnea; Cova da Velha; Costa de Alvados. Descrição do Percurso: Percurso exclusivamente pedestre, em que se percorrem trilhos pelos campos agrícolas do vale na base da falésia da Pena da Falsa até chegar ao ribeiro da Fórnea, acompanhando esta linha de água até à sua surgência à superfície na Fórnea. Já na subida deste anfiteatro natural há uma derivação para visitar a gruta da Cova da Velha, antes de prosseguir a dura subida até ao topo que leva à Costa de Alvados. Aqui vemos o esforço recompensado com a paisagem que este troço proporciona. Falta apenas a descida em diagonal pela Costa até ao Hotel. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 9 de 23

10 5. Nome: Percurso Pedestre - pela Costa de Alvados Classificação: Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular Distância: 20,51 km Tempo estimado a pé: 5h: 42m Subida acumulada: 799m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeiro da Fórnea; Chão das Pias, Fórnea; Costa de Alvados; Campo de Lapiás; Algar do Ladoeiro; Moinho de vento. Descrição do Percurso: Percurso de elevado interesse paisagístico, começando por acompanhar o sopé da Costa de Alvados, atravessando depois o ribeiro da Fórnea e subindo ao Cabeço da Fórnea. A partir daqui, em toda a zona de Chão das Pias pode observar-se a gigantesca formação geológica que é o recollé da Fórnea, um dos pontos altos desta caminhada. Daqui faz-se a ligação ao balcão superior da Costa de Alvados onde se caminha lado a lado com os muros típicos de pedra solta ( chouzos ). Vamos contornar o Algar do Ladoeiro, mas alertamos para a necessidade de ter o máximo cuidado pois as lajes calcárias podem estar escorregadias e provocar uma perigosa queda. Mais à frente um Campo de Lapiás (formação geológica provocada pela erosão das lajes calcárias). Existe ainda um antigo moinho de vento, que no local proporciona uma excelente vista sobre o vale de Alvados. Após percorrer a cumeada da Serra do Castelejo faz-se a descida até ao Hotel com vistas para a depressão geológica de Alvados. 10 de 23

11 5.1 Nome. Variante do Percurso Pedestre - Costa de Alvados Classificação: Tipo de percurso: Linear Distância: 3,59 km Tempo estimado a pé: 1h Subida acumulada: 8m Descida acumulada: 300m Descrição do Percurso: Variante possível de realizar, para quem quiser encurtar o percurso por qualquer motivo existente. Iniciando na descida das curvas, seguindo em direção para o Vale da Canada, e terminando no Hotel. 11 de 23

12 6. Nome: Percurso Pedestre, BTT e Equestre - Fátima-Alvados Classificação: Tipo de percurso: Linear Distância: 21,90 km Tempo estimado a pé: 5h: 40m Tempo estimado de bicicleta: 2h:30m Tempo estimado a Cavalo: 3h:30m Subida acumulada: 467m Sentido Aconselhado: Fátima-Alvados, com um transfer de viatura até Fátima, partindo daí até Alvados. O sentido inverso é um pouco mais difícil devido ao maior acumulado de subidas (446m). Tempo médio de visita Santuário de Fátima: 1h Tempo médio de visita Parque Eco sensorial Pia do Urso: 40m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Santuário de Nossa Senhora de Fátima; Caminho dos Pastorinhos "Via sacra"; Moinhos de Vento; Pia do Urso (aldeia, Centro de BTT e Parque Eco sensorial); Alvados. Descrição do Percurso: Partindo do santuário seguimos até a rotunda sul, entramos no caminho dos pastorinhos "via sacra" até ao seu calvário. Continuamos por caminhos rurais e florestais até aos moinhos de vento. Já na Pia do Urso podemos visitar o Parque Eco sensorial e carregar energias num dos cafés ou restaurante. O percurso continua entrando na área do Parque Natural das Serras d'aire e Candeeiros, passando em várias aldeias típicas do maciço calcário estremenho até descer ao vale de Alvados e terminar no Cooking and Nature Emotional Hotel. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 12 de 23

13 7. Nome: Percurso Pedestre, BTT e Equestre Batalha-Alvados Classificação: Tipo de percurso: Linear Distância: 24,69 km Tempo estimado a pé: 6h: 20m Tempo em bicicleta: 2h: 40m Tempo estimado a Cavalo: 3h: 50m Subida acumulada: 756m Sentido aconselhado: Batalha-Alvados, com um transfer de viatura até à Batalha, partindo daí (Ponte da Boutaca) de volta até Alvados. No sentido inverso, torna-se mais fácil uma vez que sobe menos (415m) e desce mais, podendo também ser feito em bicicleta ou a pé. Tempo médio de visita ao Mosteiro da Batalha: 1h :30m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ponte da Boutaca; Mosteiro da Batalha; Igreja matriz da Batalha; Rio Lena, Minas das Barrojeiras atualmente desativadas; Antiga linha de caminho de ferro mineiro do Lena; Mata do Cerejal; Centro Hípico da Alcaria; Ribeiro da Fórnea; Costa de Alvados. Descrição do Percurso: Percurso com início na ponte da Boutaca, única do país pois mantém as casas dos portageiros. Pouco depois encontramos o magnífico Mosteiro da Batalha (património da humanidade UNESCO), que merece uma visita, passamos pela zona histórica da vila e sua igreja matriz. Entramos no percurso pedestre da antiga linha de caminho de ferro do Lena, atualmente desativada, e acompanhamos o Rio Lena. Existe uma pequena derivação para poder visitar as Minas das Barrojeiras, também já desativadas. Ao retomar o percurso, entramos na bela mata do Cerejal, um local magnífico e protegido em termos de conservação da natureza. Seguimos agora por trilhos já em ambiente de montanha e entramos no Parque Natural das Serras D'Aire e Candeeiros, com várias formações calcárias e vegetação autóctone do tipo mediterrânico. Chegando a Alcaria encontramos o Centro Hípico e seguimos por um pequeno trilho junto de algumas curiosas lapas aí existentes. Passamos o típico café da Bica (e uma fonte) e após um pequeno troço ao longo do Ribeiro da Fórnea, seguimos a Costa de Alvados pelo seu sopé até ao Hotel, percorrendo o espetacular vale de Alvados. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 13 de 23

14 8. Nome: Percurso Pedestre - da Costa de Mira Classificação: Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular Distância: km Tempo estimado: 8h Subida acumulada: 559m Tempo médio de visita as grutas: 1h Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Costa de Alvados; Ribeiro da Canada; Vale da Canada; Serra do Castelejo; Grutas de Santo António; Penedo Padrão; Costa de Mira; Nascente do Rio Pena; Moinho de Água; Grutas de Mira de Aire; Alvados. Descrição do Percurso: Percurso espetacular com uma série de pontos de interesse que o vão deixar fascinado. Inicia-se no Cooking and Nature Emotional Hotel e acompanha na parte inicial o Ribeiro da Canada até que entra no Vale da Canada, um lugar único. Daí segue em direção as grutas de Santo António, que merecem uma visita. A partir daqui já está no topo da Costa de Mira, passando no Penedo Padrão, local com umas enormes grutas, que poderá observar durante o seu percurso e vistas panorâmicas sobre o polje de Mira-Minde, formação geológica típica do Maciço Calcário Estremenho que nos Invernos de muita chuva se transforma no Mar de Minde. Depois de fazer a ingríme descida na diagonal da Costa de Mira, o percurso tem duas variantes. O percurso completo (em tempo seco) 14 de 23

15 segue virando à direita para o centro de Mira d'aire possibilitando visitar as imponentes Grutas de Mira de Aire e a nascente do Rio Pena, conhecida como Olho d'água, com interessantes formações calcárias na surgência existente no local. Pode, em alternativa, virar logo à esquerda e encurtar o percurso (obrigatoriamente no Inverno com o polje com água), poupando cerca de 8 km. O percurso é a partir deste ponto coincidente até Alvados e ao conforto do Hotel. 9. Nome: Percurso de BTT e Equestre - Alcobaça-Alvados Classificação: Nível 3 em 4 (Vermelho) Tipo de percurso: Linear, apropriado para bicicleta, considerando a sua distância. Distância: 40,10 km Tempo estimado de bicicleta: 4h Tempo estimado a Cavalo: 7h:15m Tempo médio de visita ao Mosteiro de Alcobaça: 1h30m Subida acumulada: 1055m Sentido Aconselhado: Alcobaça-Alvados, com um transfer de viatura até Alcobaça, partindo daí até Alvados. Poderá também ser efetuado no sentido inverso, ligeiramente mais fácil dado o menor desnível acumulado de subida (928m). Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Alcobaça; Mosteiro de Alcobaça; Arco da Memória; Ciclovia da Bezerra; Rio Lena; Vale do Lena; Ribeiro da Fórnea; Costa de Alvados. 15 de 23

16 Descrição do Percurso: Percurso com interesse histórico, sendo recomendada a visita ao Mosteiro de Alcobaça (património da humanidade UNESCO) bem como a sua famosa biblioteca dos antigos Monges de Cister, ainda antes de começar a pedalar em Alcobaça (ou no final do percurso caso seja feito no sentido inverso). De Alcobaça saímos pela asfaltada EN8 em direção à Serra dos Candeeiros, que subimos para obter uma magnífica vista panorâmica de toda a região ao longo da cumeada por onde pedalamos. Passamos pelo Arco da Memória e descemos até a aldeia da Bezerra onde entramos na Ciclovia que noutros tempos foi a antiga linha de comboio do Lena, agora Eco-pista, passando por um túnel, e já no final por um antigo moinho de vento. Descemos a serra e acompanhamos o Rio Lena até às suas nascentes. Subindo novamente passamos pelo Ribeiro da Fórnea e seguimos pelo sopé da Costa de Alvados até ao Hotel. Na variante Equestre o percurso é feito maioritariamente a trote e galope, com alguns pontos a passo. Altimetria 10. Nome: Percurso de BTT e Equestre - pela Serra dos Candeeiros Classificação: Nível 4 em 4 (Preto) Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular Distância: 53,27km Tempo estimado de bicicleta: 5h Tempo estimado a Cavalo: 9h Subida acumulada: 1250m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Costa de Alvados; Ribeira da Fórnea; Rio Lena; Vale do Lena; Ciclovia da Bezerra; Arco da Memória; Lagoas do Arrimal; Moinhos de Vento; Formações Calcárias; Ribeiro da Canada; Vale da Canada. 16 de 23

17 Descrição do Percurso: Percurso para os amantes de BTT, percorrendo o Planalto de Santo António e a Serra dos Candeeiros, utilizando trilhos típicos do Maciço Calcário Estremenho e usufruindo das paisagens típicas desta zona, suas aldeias e suas gentes. É um percurso que proporciona zonas técnicas, single tracks, a ciclovia Eco-pista da Bezerra, subidas íngremes, muita pedra e poucos pontos de água. É assim um percurso difícil para o qual se aconselha ter uma boa preparação física e experiência na prática de BTT, assim como equipamento adequado e levar uma boa reserva de água. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 17 de 23

18 11. Nome: Percurso Pedestre, BTT e Equestre - Alvados Nascente do Alviela Classificação: Tipo de percurso: Linear Distância: 18,34 km Tempo estimado a pé: 4h16m Tempo em bicicleta: 2h Tempo estimado a Cavalo: 3h Subida acumulada: 289m Sentido aconselhado: Alvados Nasceste do Alviela, no final, com um transfer de viatura até ao Hotel. No sentido inverso, torna-se mais difícil uma vez que sobe mais (160m), podendo também ser feito em bicicleta ou a pé. Se realizar o percurso de bicicleta, aconselhamos a levar cadeado e guardar a mesma no Carsoscópio, terminando o percurso a pé. Tempo médio de visita ao Centro Ciência Viva do Alviela Carsoscópio : 1h :30m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Costa de Alvados; Ribeiro da Canada; Serra do Cheirinho; Nascentes do Rio Alviela; Centro Ciência Viva do Alviela. Descrição do Percurso: Percurso com início no Hotel, seguimos pelo sopé da Costa de Alvados, e subimos o único ponto ingríme do percurso. Pouco depois encontramos a pequena povoação Barreira da Junqueira, com o seu agradável jardim. Seguimos agora por trilhos já em ambiente de montanha em pleno Parque Natural das Serras D'Aire e Candeeiros, com várias formações calcárias e vegetação autóctone do tipo mediterrânico. Chegando aos Olhos de Água encontramos o Centro Ciência Viva, que merece uma visita. Para terminar o percurso, seguimos por um pequeno trilho junto a Ribeira de Amiais, onde podemos observar um interessante canhão flúvio-cársico. Na variante Equestre o percurso é feito maioritariamente a trote e galope, com pequenas adaptações. 18 de 23

19 12. Nome: Percurso de BTT e Equestre - Parque Natural Classificação: Nível 3 em 4 (Vermelho) Sentido Aconselhado: Anti-horário Tipo de percurso: Circular Distância: 40,24 km Tempo estimado de bicicleta: 4h Tempo estimado a Cavalo: 7h: 15m Tempo médio de visita ao Centro de Ciência Viva do Alviela: 1h30m Subida acumulada: 864m Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Serra do Cheirinho; Costa de Alvados; Ribeiro da Canada; Nasceste do Rio Alviela; Centro Ciência Viva do Alviela; Serra de Eira; Moinhos de Vento. 19 de 23

20 Descrição do Percurso: Percurso para os amantes de BTT, percorrendo o planalto Este da Serra de Candeeiros em pleno Parque Natural, utilizando trilhos típicos do Maciço Calcário Estremenho e usufruindo das paisagens muito particulares desta zona, suas aldeias e suas gentes. É um percurso que proporciona zonas técnicas, single tracks, subidas íngremes, e muita pedra. É assim um percurso difícil mas muito interessante e que inclui com zonas agradáveis e de puro lazer, como a Nascente do Rio Alviela (conhecida como Olhos de Água), onde se encontra o Centro Ciência Viva, que merece uma visita. Aconselha-se ter uma boa preparação física e experiência na prática de BTT, assim como equipamento adequado, e levar uma boa reserva de água. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 13. Percurso de BTT e Equestre - Alvados - Alcaria Classificação: Nível 2 em 4 (Azul) Sentido Aconselhado: horário Tipo de percurso: Circular Distância: 15,18 km Tempo estimado de bicicleta: 1h30m Tempo estimado a Cavalo: 2h: 30m Subida acumulada: 312m 20 de 23

21 Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeiro da Fórnea; Fórnea; Costa de Alvados; Alcaria; Centro Hípico, Alvados. Descrição do Percurso: Percurso moderado, apropriado para um passeio de BTT, em que o seu grau é moderado e acessível a toda a gente. Saindo do Hotel entramos no estradão de terra batida em direção à Fórnea. Chegando lá, podemos admirar o seu esplendor máximo e a sua beleza singular. Voltamos atrás e seguimos o ribeiro da Fórnea até a estrada de alcatrão que nos vai levar à Alcaria. Passamos no centro hípico e seguimos agora para Alvados, passando no centro da aldeia e terminando no Hotel. Na variante Equestre o percurso é feito de forma mista a passo, trote e galope, com pequenas adaptações. 14. Percurso de BTT e Equestre - Fórnea Classificação: Nível 1 em 4 (Verde) Tipo de percurso: Linear Distância: 10,19 km Tempo estimado de bicicleta: 1h Tempo estimado a Cavalo: 1h: 20m Subida acumulada: 213m 21 de 23

22 Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeiro da Fórnea; Fórnea; Costa de Alvados; Alvados. Descrição do Percurso: Percurso fácil, apropriado para um passeio de BTT, em que o seu grau é fácil e acessível a toda a gente. Saindo do Hotel entramos no estradão de terra batida em direção à Fórnea. Chegando lá, podemos admirar o seu esplendor máximo e a sua beleza singular. Voltamos atrás, seguimos o ribeiro da Fórnea. Viramos à direita e terminamos no Hotel. Na variante Equestre o percurso é feito maioritariamente a trote e galope, com pequenas adaptações. 22 de 23

23 15. Percurso Pedestre Caminho Ancestral do Padre Classificação: Tipo de percurso: Circular Distância: 10,19 km Tempo estimado a pé: 2h16m Sentido aconselhado: Horário Subida acumulada: 213 m Classificação: Nível 2 em 4 Pontos de Interesse: Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros; Ribeiro da Fórnea; Costa de Alvados; Alvados. Descrição do Percurso: Percurso com início no carvalhal de Alvados, retomando o ancestral Caminho do Padre pela dificil subida linear da Costa de Alvados até ao planalto de Stº António. O caminho prossegue pela cumeada passando junto ao Algar das Gralhas e descendo na diagonal até Alvados. 23 de 23

AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo

AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo AS DINÂMICAS REGIONAIS E OS SEUS ACTORES Conhecer para estruturar e promover o sector do turismo Situa-se junto ao IC2, e entre as duas principais metrópoles do país, Lisboa e Porto. De destacar a sua

Leia mais

1. Circuito Turístico A

1. Circuito Turístico A TURISMO DE LISBOA E VALE DO TEJO PROGRAMAS DE VISITA NO RIBATEJO 1. Circuito Turístico A Ponto de partida: Santarém Ponto de chegada: Santarém Duração: Um dia Programa para grupos 9:00H Partida de Santarém

Leia mais

Road Bike Chall enge

Road Bike Chall enge Road Bike Chall enge is a registered trademark of Caminhos da Natureza Registered Company as RNAVT (National Registry of Travel Agencies and Tourism) and RNAAT (National Registry of Animation Agent and

Leia mais

Road Bike Chall enge Self GUIDED TOUR

Road Bike Chall enge Self GUIDED TOUR Road Bike Chall enge Self GUIDED TOUR 2015 is a registered trademark of Caminhos da Natureza Registered Company as RNAVT (National Registry of Travel Agencies and Tourism) and RNAAT (National Registry

Leia mais

Centro Hípico de Alcaria

Centro Hípico de Alcaria Bem-vindo ao Centro Hípico de Alcaria A natureza encarregou-se de esculpir o Parque Natural da Serra de Aire, e o Centro Hípico de Alcaria oferece-lhe o dorso de um cavalo para viajar entre os maravilhosos

Leia mais

REGULAMENTO GUIÃO 6ª ETAPA DATA:

REGULAMENTO GUIÃO 6ª ETAPA DATA: GUIÃO 6ª ETAPA DATA: REGULAMENTO O evento terá início às 23,00h do dia 12 de julho de 2014. O levantamento dos dorsais será das 20,00h às 23,00h. A concentração para partida é às 23,00h. PERCURSOS: Sendo

Leia mais

7162 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 294 17 de Dezembro de 2004

7162 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 294 17 de Dezembro de 2004 7162 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 294 17 de Dezembro de 2004 PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIO DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO Portaria n. o 1465/2004 de 17 de Dezembro

Leia mais

ALGARVE, 7 DIAS. A FAMOSA COSTA ALGARVIA EM BICICLETA HÍBRIDA 7 Dias / 6 Noites / 5 Dias a Pedalar

ALGARVE, 7 DIAS. A FAMOSA COSTA ALGARVIA EM BICICLETA HÍBRIDA 7 Dias / 6 Noites / 5 Dias a Pedalar ALGARVE, 7 DIAS A FAMOSA COSTA ALGARVIA EM BICICLETA HÍBRIDA 7 Dias / 6 Noites / 5 Dias a Pedalar Desde 1.710 euros O programa inclui - 7 dias de Passeio de Bicicleta Híbrida c/ Guia - Transferes de e

Leia mais

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante INTRODUÇÃO Algumas maravilhas de Portugal! Uma viagem ao interior de Portugal. A sua genuinidade, as suas tradições. Uma viagem por duas regiões

Leia mais

PATRIMÓNIO CULTURAL/HISTÓRICO

PATRIMÓNIO CULTURAL/HISTÓRICO PRAIA DE MELIDES Praia acessível 38º 07 44.31 N 8º 79 33.34 O Praia de extenso areal equipada com apoio de praia, restauração e estacionamentos, bem como condições de excelência ao nível ambiental e acessibilidades,

Leia mais

Bar / lanchonete. Pronto socorro. restaurante. loja de Bike. lan house. Bradesco Brasil vivo. camping. Farmácia. caixa real. claro oi. hotel.

Bar / lanchonete. Pronto socorro. restaurante. loja de Bike. lan house. Bradesco Brasil vivo. camping. Farmácia. caixa real. claro oi. hotel. A carta de navegação é uma inovação mundial do Programa Bem Vindo Turista. Um documento gerado pelos sites do Programa, em formato PDF, tamanho A4, colorido e totalmente gratuito. É uma ferramenta que

Leia mais

IBERSENDER 2009 ENCONTRO IBÉRICO DE PEDESTRIANISMO PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL

IBERSENDER 2009 ENCONTRO IBÉRICO DE PEDESTRIANISMO PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL PROGRAMA DO IBERSENDER 2009 ARCOS DE VALDEVEZ - PORTUGAL ORGANIZAÇÃO: APOIO: APRESENTAÇÃO Os percursos pedestres constituem hoje equipamentos de vital importância para o conhecimento e promoção de um território,

Leia mais

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 Partidas para os locais de origem 16 de Outubro de 2015 ITINERÁRIO PROGRAMA 8 DIAS DESTAQUE PORTUGAL

Leia mais

O KILOMETRO ZERO INTRODUÇÃO APOSTA NA QUALIDADE DE VIDA MAIS DESPORTO MAIS SAÚDE

O KILOMETRO ZERO INTRODUÇÃO APOSTA NA QUALIDADE DE VIDA MAIS DESPORTO MAIS SAÚDE O KILOMETRO ZERO INTRODUÇÃO O enfoque na atividade física surge como forma de compensar os efeitos nocivos do modo de vida da sociedade atual servindo as três funções do lazer: descanso, divertimento e

Leia mais

Zonas Espectáculo. Mapa Online em:

Zonas Espectáculo. Mapa Online em: ZE 1 Monte do Marco Esta Z.E. começa imediatamente após a partida e estende-se até ao Km 1,54. É uma zona bastante rápida mas interrompida por uma chicane natural ao km 0,57. Devido ao relevo e à ausência

Leia mais

Escola Profissional de S.Jorge Pólo das Flores Estagiário: Luís Miguel da Silva Cravinho Data: 15/04/2007

Escola Profissional de S.Jorge Pólo das Flores Estagiário: Luís Miguel da Silva Cravinho Data: 15/04/2007 Escola Profissional de S.Jorge Pólo das Flores Estagiário: Luís Miguel da Silva Cravinho Data: 15/04/2007 A Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores dá-vos as Boas-Vindas ao território do seu Concelho.

Leia mais

Passeio de Burro Albarda. Slide

Passeio de Burro Albarda. Slide Passeio de Burro Albarda - Passeio em albarda (em cima do burro) ou carroça no espaço envolvente á quinta da escola (Duração aprox. 30 minutos) 20 (Ep. Baixa) 22 (Ep. Média) 23 (Ep. Alta) 48 (Ep. Baixa)

Leia mais

PROGRAMA. 1. Descrição geral 1-5

PROGRAMA. 1. Descrição geral 1-5 PROGRAMA 1. Descrição geral O percurso pedestre, denominado Rota do Fumeiro, irá decorrer nas zonas serranas nas proximidades de Lamego, região bem conhecida pelos seus produtos de fumeiro, os quais dão

Leia mais

PROGRAMA SÁBADO 3 DE JULHO DOMINGO 4 DE JULHO SEGUNDA-FEIRA 5 DE JULHO

PROGRAMA SÁBADO 3 DE JULHO DOMINGO 4 DE JULHO SEGUNDA-FEIRA 5 DE JULHO PORTUGAL PROGRAMA SÁBADO 3 DE JULHO» Saída de Campinas no voo inaugurau da TAP Portugal para Lisboa» Recolha no Aeroporto em Bus Climatizado e transfer para Hotel em Sintra» Tarde (livre): Sintra - Passeio

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Trilhas e Passeios em Cunha:

Trilhas e Passeios em Cunha: Trilhas e Passeios em Cunha: CIRCUITO MONJOLO Cachoeira do Pimenta Distância: 12km (a partir do centro de Cunha) Percurso: Estrada do Monjolo - 8km em estrada de terra e 4km com calçamento (trechos íngremes)

Leia mais

MARVAO A CAVALO PROGRAMAS DE AVENTURA SAUDÁVEL

MARVAO A CAVALO PROGRAMAS DE AVENTURA SAUDÁVEL MARVAO A CAVALO PROGRAMAS Durma numa antiga estação de comboios e desfrute a natureza, a cavalo. A partir de 100 p/pessoa Não se exige qualquer experiência de montar a cavalo Para rotas personalizadas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO. (Revisto em Setembro 2014)

REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO. (Revisto em Setembro 2014) REGULAMENTO ESPECÍFICO BTT - XCO 2013 2017 (Revisto em Setembro 2014) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários e variantes da Modalidade 3 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Variantes da modalidade 3 3. Constituição

Leia mais

PROGRAMA. 1. Descrição geral 1-6

PROGRAMA. 1. Descrição geral 1-6 PROGRAMA 1. Descrição geral Este percurso pedestre irá decorrer nas zonas serranas nas proximidades de Lamego, região bem conhecida pelos seus produtos de fumeiro, os quais dão o nome ao evento. Após o

Leia mais

Experiências Algarve Nature Week

Experiências Algarve Nature Week Experiências Algarve Nature Week Passeios todo-o-terreno Algarve Discovery Jeep Trip Low Cost Passeio de jipe até à Fóia, com visita ao Parque da Mina. Vistas maravilhosas, numa experiência inesquecível.

Leia mais

Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG

Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG Regulamento para a utilização do PDA com receptor GPS para a realização e interpretação de percursos pedestres no PNPG 1. Os PDA s com receptor GPS, adiante designados por PDA s, constituem uma ferramenta

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA JOÃO AFONSO DE AVEIRO PROGRAMA DA VISITA DE ESTUDO: POR TERRAS DA MACARONÉSIA ROTEIRO GEOLÓGICO E PAISAGÍSTICO EM S. MIGUEL E SANTA MARIA (AÇORES) ANO LECTIVO DE

Leia mais

O que é a Orientação. Vem fazer Orientação. Orientação. O Percurso de Orientação

O que é a Orientação. Vem fazer Orientação. Orientação. O Percurso de Orientação O que é a Orientação Vem fazer Orientação A Orientação é um Desporto recente em Portugal, mas tem já 100 anos de existência enquanto desporto organizado. A Orientação é o desporto da floresta, é um desporto

Leia mais

BIRDWATCHING PREÇO 25 POR PESSOA. COMO RESERVAR: geral@quintadoconvento.pt www.quintadoconvento.pt +351 210 330 780 INFORMAÇÕES IMPORTANTES

BIRDWATCHING PREÇO 25 POR PESSOA. COMO RESERVAR: geral@quintadoconvento.pt www.quintadoconvento.pt +351 210 330 780 INFORMAÇÕES IMPORTANTES BIRDWATCHING SERRA DE MONTEJUNTO DIFICULDADE: BAIXA Nº MINIMO PARTICIPANTES: 2 Passeio pedestre pela Serra de Montejunto com a observação de aves de um dos maiores habitats preservados de aves do território

Leia mais

VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016

VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE 2016 VI DUATLO DE SÃO VICENTE - LAZER 2016 3 de ABRIL de 2016 Distância Standart: 10 Km Corrida / 38,6 Km Ciclismo / 5 km Corrida Distância Super Sprint: 2,5Km Corrida / 9,6 Km

Leia mais

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio:

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta BH tem espaço para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: Índice Quando você estiver pedalando. 04 Quando você estiver dirigindo. 10 Algumas

Leia mais

No Açor em redor do xisto

No Açor em redor do xisto No Açor em redor do xisto Casas de negro vestidas No meio de serras erguidas Mulheres de negro trajadas Rostos marcados De rugas sulcadas. M. Teresa Sá Carvalho [48] ROTAS DA REGIÃO Jan Fev Mar 2012 ELM

Leia mais

Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra

Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra Regulamento do 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra Artigo 1º (Âmbito) 1.1. O presente regulamento aplica-se ao evento desportivo 3º Passeio de BTT WÜRTH Sintra de caráter não competitivo, que irá realizar-se

Leia mais

Ficha de caracterização do meio envolvente da escola

Ficha de caracterização do meio envolvente da escola Ficha de caracterização do meio envolvente da escola 1. Identificação da Equipa Escola: Equipa: Localização Colégio Cidade Roda Os pequenos geólogos Redinha/ Pombal/ Leiria/ Portugal 2. Caracterização

Leia mais

Geopark Naturtejo da Meseta Meridional 1º Geoparque Português incluído na Rede Europeia e Global da UNESCO

Geopark Naturtejo da Meseta Meridional 1º Geoparque Português incluído na Rede Europeia e Global da UNESCO Geopark Naturtejo da Meseta Meridional 1º Geoparque Português incluído na Rede Europeia e Global da UNESCO Milhões de anos com histórias e paisagens para descobrir Em pleno coração do Geopark Naturtejo,

Leia mais

Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3" W 43 o 17' 49.2"

Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3 W 43 o 17' 49.2 Coordenadas (GPS): S 22 o 25' 40.3" W 43 o 17' 49.2" Origem: Rio de Janeiro 1. Ingressar na BR-040 (Rodovia Rio-Juiz de Fora-Belo Horizonte); 2. Passar pelo pedágio e logo em seguida subir à serra. 3.

Leia mais

REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013. (Atualizado a 10.04.2013)

REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013. (Atualizado a 10.04.2013) REGULAMENTO PARTICULAR DA TAÇA DE PORTUGAL CROSS COUNTRY MARATONA (XCM) 2013 1. INTRODUÇÃO (Atualizado a 10.04.2013) 1.1- A Taça de Portugal XCM é um troféu oficial da UVP/ Federação Portuguesa de Ciclismo.

Leia mais

DESCRITIVO DE PASSEIOS

DESCRITIVO DE PASSEIOS DESCRITIVO DE PASSEIOS BEACH PARK Localizada 25 km de Fortaleza, está a praia de Porto das Dunas, onde fica o Complexo Turístico do Beach park, composto do maior parque aquático da América Latina, com

Leia mais

ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA

ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA 1 ROAD - BOOK AMIGOS DA MONTANHA 2 APRESENTAÇÃO Este Road-Book vai ajudá-lo nos trajetos para as Zonas de Assistência e dar-lhe todas as informações que precisa para chegar a esses locais. O percurso atravessa

Leia mais

ESCAPADA DE VERÃO 3 DIAS

ESCAPADA DE VERÃO 3 DIAS ESCAPADA DE VERÃO 3 DIAS Porto - Régua - Porto Os cruzeiros de três dias a oferecem-lhe a possibilidade de desfrutar do Verão ao máximo. Aproveite o calor e venha conhecer e comparar a beleza do Douro

Leia mais

MONTANHAS DOLOMITAS & LAGO di GARDA Itália Bolzano, Cortina D Ampezzo & Sirmione de 06 a 20 Setembro 2015 14 dias/13noites

MONTANHAS DOLOMITAS & LAGO di GARDA Itália Bolzano, Cortina D Ampezzo & Sirmione de 06 a 20 Setembro 2015 14 dias/13noites MONTANHAS DOLOMITAS & LAGO di GARDA Itália Bolzano, Cortina D Ampezzo & Sirmione de 06 a 20 Setembro 2015 14 dias/13noites Dia 06 Set - Domingo - Porto Alegre / São Paulo / Milão - Atividades: Vôo para

Leia mais

Excursão de 3 dias em Portugal saindo de Lisboa: Fátima, Sintra, Évora, Cascais e Costa do Estoril

Excursão de 3 dias em Portugal saindo de Lisboa: Fátima, Sintra, Évora, Cascais e Costa do Estoril Excursão de 3 dias em Portugal saindo de Lisboa: Fátima, Sintra, Évora, Cascais e Costa do Estoril Operador: Viator Inc Dias de Saída na Semana Moeda: US$ Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom Dias Limite para Venda:

Leia mais

PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação

PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação PORTAS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS Programas de eventos e actividades de visitação PORTA DO LINDOSO Sábado - 29 de Maio Pinturas faciais (motivo das pinturas: fauna do Parque Nacional da Peneda-Gerês)

Leia mais

PREÇO/Diária Individual: R$ 260,00. Duplo: R$ 337,00. Individual: R$ 298,00. Duplo: R$ 387,00. Duplo: R$ 230,00. Individual: R$107,00

PREÇO/Diária Individual: R$ 260,00. Duplo: R$ 337,00. Individual: R$ 298,00. Duplo: R$ 387,00. Duplo: R$ 230,00. Individual: R$107,00 Confira os valores da hospedagem para os participantes e acompanhantes do XXIX Fonaje Fórum Nacional dos Juizados Especiais, durante o período de 25 a 27 de maio de 2011, na cidade de Bonito, MS. NOME

Leia mais

VIII Turismo. Rede Social de Pombal. 1. Alojamento. Pré-Diagnóstico Social do Concelho de Pombal 152/194

VIII Turismo. Rede Social de Pombal. 1. Alojamento. Pré-Diagnóstico Social do Concelho de Pombal 152/194 VIII Turismo O Concelho de Pombal integra-se na Região de Turismo Leiria-Fátima que abrange 8 concelhos, respectivamente: Alcobaça, Batalha, Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Pombal, Porto de Mós e Ourém.

Leia mais

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES 2011 13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES PROGRAMA VIAGEM AOS AÇORES 13 A 21 DE SETEMBRO DE 2011 1.º Dia 13 de Setembro FUNCHAL/ PONTA DELGADA / TERCEIRA Comparência dos senhores participantes no Aeroporto

Leia mais

Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto

Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto Nota inicial Genericamente, os principais problemas que encontrámos foram a proliferação de obstáculos à normal fluidez da circulação das bicicletas.

Leia mais

ASSALTO A SANTARÉM - TRAIL NOTURNO TREINO * LIVRE - EDIÇÃO 1-19 DEZ 2014 1. APRESENTAÇÃO 1.2. OBJETIVOS

ASSALTO A SANTARÉM - TRAIL NOTURNO TREINO * LIVRE - EDIÇÃO 1-19 DEZ 2014 1. APRESENTAÇÃO 1.2. OBJETIVOS ASSALTO A SANTARÉM - TRAIL NOTURNO TREINO * LIVRE - EDIÇÃO 1-19 DEZ 2014 1. APRESENTAÇÃO O Assalto a Santarém - Trail Noturno, será um evento de trail-running que vai percorrer as ruas e trilhos nas encostas

Leia mais

Aceite o desafio! Se ainda não conhece as condições desta campanha contacte a Futuro pelo telefone 707 222 222 ou consulte www.futuro-sa.

Aceite o desafio! Se ainda não conhece as condições desta campanha contacte a Futuro pelo telefone 707 222 222 ou consulte www.futuro-sa. Aceite o desafio! A Campanha FUTURO CHALLENGER é exclusiva para os clientes da Futuro Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A, que investirem nos Fundos PPR de 15/7 a 15/9. Se ainda não conhece as

Leia mais

Trekking nos Pirinéus

Trekking nos Pirinéus Intensidade Moderada (nível 3 em 5 max) 7 dias de caminhada moderada 6 noites em refúgios de montanha com possibilidade de 2 noites em Barcelona viagens em 2015 14 a 22/8-21 a 29/8-28/8 a 5/9 Parque Nacional

Leia mais

Açores. São Miguel, São Jorge, Pico e Faial. exótico e diversificado. férias ativas de intensidade moderada. viagens em Outubro 2015.

Açores. São Miguel, São Jorge, Pico e Faial. exótico e diversificado. férias ativas de intensidade moderada. viagens em Outubro 2015. Montes e Vales Açores férias ativas de intensidade moderada São Miguel, São Jorge, Pico e Faial viagens em Outubro 2015 www.montesevales.com Açores Como se escolhem quatro ilhas a visitar de entre nove

Leia mais

Concurso Planear Estarreja (orientações para a implementação)

Concurso Planear Estarreja (orientações para a implementação) (orientações para a implementação) Escolas Programa de Regeneração Urbana da Cidade de Estarreja Fases do Fase 1. Diagnóstico Fase 2. Estratégia e Plano de Ação 2 Exercícios para preparação de diagnóstico

Leia mais

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias)

PORTUGAL AUTÊNTICO (12 dias) Um roteiro exclusivo, para conhecer o autêntico Portugal, o seu povo, sua cultura e sua maravilhosa gastronomia. Viva uma experiência inesquecível em uma vinícola, pisando uvas e degustando de um vinho

Leia mais

C O N S E L H O L O C A L D E A C Ç Ã O S O C I A L D O C O N C E L H O D E P O R T O D E M Ó S P R É - D I A G N Ó S T I C O F E V E R E I R O

C O N S E L H O L O C A L D E A C Ç Ã O S O C I A L D O C O N C E L H O D E P O R T O D E M Ó S P R É - D I A G N Ó S T I C O F E V E R E I R O REDE SOCIAL C O N S E L H O L O C A L D E A C Ç Ã O S O C I A L D O C O N C E L H O D E P O R T O D E M Ó S P R É - D I A G N Ó S T I C O F E V E R E I R O 2 0 0 3 Í n d i c e Enquadramento Histórico 3

Leia mais

Os Percursos Pedestres nos AçoresA

Os Percursos Pedestres nos AçoresA Os Percursos Pedestres nos AçoresA Importância para a Monitorização e Valorização das Áreas Ambientais S. Diogo Caetano,, Eva A. Lima, Rita Melo, Teófilo Braga e Luís s N. Botelho Subida ao Pico da Vara,

Leia mais

!"#$%&'&()*(+#,-,)")*.(( /0112/01/((

!#$%&'&()*(+#,-,))*.(( /0112/01/(( !"#$%&'&()*(+#,-,)")*.(( /0112/01/((!"#$%&' +T4*.*3#"89&(PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP(1( A4&'4":".(+:;,*3#",.(PPPPPPPPPPPPPPPPPPPP(G( A4&'4":".(5.7&%".(3"(U"#64*V"(PPPP(P1F( A4&'4":".(WX),7&.(*()*(+-*3#64"(PP/1(

Leia mais

R010 NAT Patagônia Argentina

R010 NAT Patagônia Argentina R010 NAT Patagônia Argentina INTRODUÇÃO AO DESTINO A Ando leva você a um dos mais incríveis Patrimônios Universais da UNESCO! Aquele que estiver disposto a andar em suas trilhas magníficas, com certeza

Leia mais

ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA

ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA ALSÁCIA E FLORESTA NEGRA STRASBOURG * COLMAR * FREIBURG * TITISEE Luxembourg * Baden-Baden * Heidelberg 7 Dias / 6 Noites 1º DIA LISBOA / LUXEMBOURG Comparência no Aeroporto da Portela. Formalidades e

Leia mais

Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24" S Logitude: 44 3' 7.52" O

Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24 S Logitude: 44 3' 7.52 O Como chegar ao Verde Folhas 1. Coordenadas geográficas do Verde Folhas para GPS: Latitude: 20 5' 20.24" S Logitude: 44 3' 7.52" O Trajeto Rio de Janeiro Verde Folhas Se o GPS somente pedir o local onde

Leia mais

Agência de Desenvolvimento Turístico e Cultural da Rota dos Tropeiros do Paraná

Agência de Desenvolvimento Turístico e Cultural da Rota dos Tropeiros do Paraná 1ª etapa Na área central de Castro, estão distribuídos diversos prédios históricos tombados, além de diversas áreas verdes e de lazer como o Morro do Cristo, o Parque Lacustre e o Parque Dr. Libânio E.

Leia mais

Trilhas Guiadas. 1) Castelinho. Clássico de Petrópolis, o seu nome se deve a forma rochosa de seu Cume. Altitude: 1.245m

Trilhas Guiadas. 1) Castelinho. Clássico de Petrópolis, o seu nome se deve a forma rochosa de seu Cume. Altitude: 1.245m Trilhas Guiadas 1) Castelinho Clássico de Petrópolis, o seu nome se deve a forma rochosa de seu Cume. Altitude: 1.245m Duração: 1,3 horas para a subida Duração total do passeio: 4 horas, trilha aberta.

Leia mais

Regulamento 17ª Edição Raid BTT Alvalade-Porto Côvo 17 Maio 2015

Regulamento 17ª Edição Raid BTT Alvalade-Porto Côvo 17 Maio 2015 Regulamento 17ª Edição Raid BTT Alvalade-Porto Côvo 17 Maio 2015 Actividade organizada pela secção de B.T.T. do F. C. Alvaladense e Terras de Evasão, integrada no calendário Bike Team, adopta a denominação

Leia mais

Guia do Participante

Guia do Participante Guia do Participante Caro Participante, Começamos por agradecer a tua presença nesta nova prova que pretende dar a conhecer novos trilhos na região do Vouga. Após o adiamento forçado da data inicial da

Leia mais

Furnas do Realengo. Visita ao complexo de Furnas na comunidade de Três Barras interior do município de Morro Grande SC.

Furnas do Realengo. Visita ao complexo de Furnas na comunidade de Três Barras interior do município de Morro Grande SC. Furnas do Realengo Visita ao complexo de Furnas na comunidade de Três Barras interior do município de Morro Grande SC. As Furnas localizadas próximas ao Canyon Realengo, a 5 km da comunidade, são Paleotocas

Leia mais

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com Co-financiamento DIA 1 - LISBOA Chegada ao Aeroporto de Lisboa e translado para o hotel. Tempo livre para os primeiros contatos com esta maravilhosa Capital Europeia, conhecida pela sua luminosidade única

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo

Federação Portuguesa de Atletismo PRESSUPOSTOS A medição do percurso para a Lousado Vila Nova de Famalicão teve por base os seguintes pressupostos: Durante a competição os Atletas podem utilizar toda a largura da estrada entre a segunda

Leia mais

REGRAS OFICIAIS DA IAAF QUE TRATAM DE CORRIDAS 2014 / 2015

REGRAS OFICIAIS DA IAAF QUE TRATAM DE CORRIDAS 2014 / 2015 REGRAS OFICIAIS DA IAAF QUE TRATAM DE CORRIDAS 2014 / 2015 REGRA 240 CORRIDAS DE RUA 1. As distâncias padrão para homens e mulheres serão de 10km, 15km, 20km, Meia-Maratona, 25km, 30km, Maratona (42,195km),

Leia mais

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes:

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes: 01 O que é? A Rota Marcia Prado é uma proposta de caminho cicloturístico que possa ser percorrida por todo tipo de ciclista por um trajeto de São Paulo a Santos, pedalando pelo mínimo de rodovias possíveis,

Leia mais

Lisboa Clássica Meio-dia

Lisboa Clássica Meio-dia Lisboa Clássica Meio-dia Atrações Principais: Mosteiro dos Jerónimos*, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Museu dos Coches*, Alfama e Rossio. *Ambos encerrados à 2ª feira e substituídos pelo Palácio

Leia mais

DEMARCAÇÃO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL

DEMARCAÇÃO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL CAPÍTULO 5 DEMARCAÇÃO DA EXPLORAÇÃO FLORESTAL Demarcação da Exploração Florestal 53 APRESENTAÇÃO A demarcação das estradas, ramais de arraste, pátios de estocagem e a indicação da direção de queda das

Leia mais

~curso 4,.. ~.,... --

~curso 4,.. ~.,... -- ~curso 4,.. ~.,... -- Distancia: PCI'CUi'SO complclo (Ie I)i.i I LEl- 19Kms. l'el'cui'so I CdCHLJ'C - '121

Leia mais

Associação dos Amigos do Jardim Botânico da Ajuda ILHA DA MADEIRA FLORA E VEGETAÇÃO. 20 a 24 JUNHO 2012

Associação dos Amigos do Jardim Botânico da Ajuda ILHA DA MADEIRA FLORA E VEGETAÇÃO. 20 a 24 JUNHO 2012 ILHA DA MADEIRA FLORA E VEGETAÇÃO 20 a 24 JUNHO 2012 Acompanhamento de Botânica e Paisagem Doutor Jorge Capelo e Arq.ª Paisagista Sandra Mesquita Visitas previstas: Funchal, Jardim Monte Palace, Jardim

Leia mais

Birdwatching. Participantes: Idade mínima: 6 anos Mínimo 1 participantes Máximo 12 participantes

Birdwatching. Participantes: Idade mínima: 6 anos Mínimo 1 participantes Máximo 12 participantes Birdwatching - Nesta experiência os participantes terão oportunidade de realizar uma caminhada nas zonas envolventes das termas do Vimeiro e rio Alcabrichel onde poderão observar várias espécies de avifauna

Leia mais

d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções Artigo 2º - Respeito e Solidariedade pelo Homem e Sociedade

d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções Artigo 2º - Respeito e Solidariedade pelo Homem e Sociedade 1. ORGANIZAÇÃO a) Apresentação b) Inscrições c) Calendário d) Comissão organizadora nomes/contactos/funções 2. ÂMBITO/OBJECTIVO 3. DEFINIÇÕES 4. REGULAMENTAÇÃO Artigo 1º - Condições de Participação Artigo

Leia mais

Picos da Europa Cantábria, Astúria e Léon - Espanha

Picos da Europa Cantábria, Astúria e Léon - Espanha Trekking Nível 3 (1 mín / 5max) Picos da Europa Cantábria, Astúria e Léon - Espanha 3 dias de caminhada moderada 4 noites em refúgios/hotéis de montanha de 9/6 a 13/6 Montes e Vales uma história para contar

Leia mais

Instruções resumidas para acesso às parcelas do Módulo ComCerrado no Parque Estadual do Rio Preto

Instruções resumidas para acesso às parcelas do Módulo ComCerrado no Parque Estadual do Rio Preto Instruções resumidas para acesso às parcelas do Módulo ComCerrado no Parque Estadual do Rio Preto Elaborado por Fernando Pinho, Guilherme Ferreira, Izabela Barata e Lívia Dias Núcleo Biotrópicos/UFVJM

Leia mais

DESTAQUES ROTA DO AZEITE / CANOAGEM MONDEGO, TEJO, ALVA, ALVOCO CANYONING PENA E QUELHAS / CAMINHADAS NAS SERRANIAS DO CENTRO / PAINTBALL

DESTAQUES ROTA DO AZEITE / CANOAGEM MONDEGO, TEJO, ALVA, ALVOCO CANYONING PENA E QUELHAS / CAMINHADAS NAS SERRANIAS DO CENTRO / PAINTBALL NEWSLETTER NOVEMBRO / 2013 Convívio único! Experiências inesquecíveis! Paisagens, emoções e sabores do nosso Portugal! Profissionalismo da Trans Serrano DESTAQUES ROTA DO AZEITE / CANOAGEM MONDEGO, TEJO,

Leia mais

Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares

Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares Como chegar Gestão Curiosidades Estatísticas Festas Populares Geografia História Tradição Util Pública Centro urbano Além da oferta municipal, com clima agradável, incontáveis rios, cachoeiras e vilas

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

REGULAMENTO PBR 500 2015

REGULAMENTO PBR 500 2015 REGULAMENTO PBR 500 2015 ORGANIZAÇÃO A Organização do Portugal Bike Race 500K cabe à empresa Horizontes no Pinhal, Atividades Turístico Desportivas Lda., alvará do Turismo de Portugal RNAAT nº332/2011,

Leia mais

CENTRO BTT POMBAL E POMBAL DOUBLEDOWN. Proposta. Desporto

CENTRO BTT POMBAL E POMBAL DOUBLEDOWN. Proposta. Desporto Proposta Desporto CENTRO BTT POMBAL E POMBAL DOUBLEDOWN Uma proposta da Juventude Socialista de Pombal direcionada ao Presidente da câmara de Pombal e aos membros da Assembleia Municipal CENTRO BTT POMBAL

Leia mais

Catálogo Digital da Quinta Monte da Rocha Pág. 2

Catálogo Digital da Quinta Monte da Rocha Pág. 2 Catálogo Digital da Quinta Monte da Rocha Pág. 2 História da Quinta A história da «Quinta Monte da Rocha» remonta ao início dos anos 50, quando os nossos familiares abriram o estabelecimento como mercearia

Leia mais

Conhecer para estruturar e promover o sector do Turismo.

Conhecer para estruturar e promover o sector do Turismo. As Dinâmicas Regionais e os seus atores Conhecer para estruturar e promover o sector do Turismo. I.P.L. 26.10.2011 Praia do Osso da Baleia Trilhos de Interpretação da Natureza - Projecto Ecomatur I - Trilho

Leia mais

Estágio Ironconde Abril 2015

Estágio Ironconde Abril 2015 Estágio Ironconde Abril 2015 www.ironconde.com Estágio Ironconde Abril de 2015 Este estágio de triatlo oferece a oportunidade de treinar com um dos melhores treinadores triatlo de Portugal. Nosso objectivo

Leia mais

Dia 07.07.2011 (Quinta-feira) Encontrar-nos-emos no Aeroporto de Aracaju/SE (Com horário a combinar), onde realizaremos nosso Check In com destino ao

Dia 07.07.2011 (Quinta-feira) Encontrar-nos-emos no Aeroporto de Aracaju/SE (Com horário a combinar), onde realizaremos nosso Check In com destino ao Dia 07.07.2011 (Quinta-feira) Encontrar-nos-emos no Aeroporto de Aracaju/SE (Com horário a combinar), onde realizaremos nosso Check In com destino ao Aeroporto de Manaus/AM. Após desembarque seguiremos

Leia mais

Vistoria Ciclovias Orla Copacabana e Mané Garrincha

Vistoria Ciclovias Orla Copacabana e Mané Garrincha Vistoria Ciclovias Orla Copacabana e Mané Garrincha O estado geral do trecho vistoriado é muto bom, sendo perfeitamente utilizável em todo o percurso. Alguns trechos destacados com a numeração em vermelho

Leia mais

Campeonato Mineiro de Down Hill 2015 21 e 22 de Novembro Ouro Preto MG

Campeonato Mineiro de Down Hill 2015 21 e 22 de Novembro Ouro Preto MG Campeonato Mineiro de Down Hill 2015 21 e 22 de Novembro Ouro Preto MG Modalidade: Mountain Bike Down Hill O evento acontece na cidade mineira de Ouro Preto, nos dias 21 e 22 de Novembro de 2015, a organização

Leia mais

Cinemática Unidimensional

Cinemática Unidimensional Cinemática Unidimensional 1 INTRODUÇÃO Na Cinemática Unidimensional vamos estudar o movimento de corpos e partículas, analisando termos como deslocamento, velocidade, aceleração e tempo.os assuntos que

Leia mais

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

www.skyroad-granfondo.com

www.skyroad-granfondo.com www.skyroad-granfondo.com APRESENTAÇÃO Após as duas edições do Granfondo SKYROAD Aldeias do Xisto, o conceito e a marca SKYROAD consolidaram-se definitivamente no panorama dos eventos desportivos para

Leia mais

região madeira acaporama adrama madeira leste e porto santo madeira norte e oeste projetos leader 122

região madeira acaporama adrama madeira leste e porto santo madeira norte e oeste projetos leader 122 TERRITÓRIO região madeira madeira leste e porto santo acaporama 124 madeira norte e oeste adrama 126 projetos leader 122 minha terra 123 acaporama território madeira leste e porto santo www.acaporama.org

Leia mais

ROTEIRO DESERTO DE ATACAMA E ALTIPLANO BOLIVIANO

ROTEIRO DESERTO DE ATACAMA E ALTIPLANO BOLIVIANO ROTEIRO DESERTO DE ATACAMA E ALTIPLANO BOLIVIANO Por Ricardo Yoshio Kurihara (setembro de 2003) DISTÂNCIA TOTAL PERCORRIDA: 711 KM DURAÇÃO: 15 DIAS ALTITUDE: DE 2400 A 4850 m TEMPERATURA: DE - 20 C (NOITE)

Leia mais

1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua)

1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua) REGULAMENTO DA PROVA 1º TRIATLO DA FLORESTA (Integrado na Expo Mortágua) APRESENTAÇÃO A ABAADV Associação Beira Aguieira de Apoio ao Deficiente Visual, propõe-se realizar uma prova desportiva a que deu

Leia mais

Turismo na natureza em Bicicleta SINTRA. Oceano e várzea. 60km, 2 dias, 60% de vias não asfaltadas Praias, falésias, várzea, zonas rurais, aldeias

Turismo na natureza em Bicicleta SINTRA. Oceano e várzea. 60km, 2 dias, 60% de vias não asfaltadas Praias, falésias, várzea, zonas rurais, aldeias Turismo na natureza em Bicicleta SINTRA Oceano e várzea 60km, 2 dias, 60% de vias não asfaltadas Praias, falésias, várzea, zonas rurais, aldeias SINTRA Turismo em Bicicleta Roteiro de fim-de-semana para

Leia mais

Observar a paisagem. Nesta aula, vamos verificar como a noção de

Observar a paisagem. Nesta aula, vamos verificar como a noção de A U A UL LA Observar a paisagem Nesta aula, vamos verificar como a noção de paisagem está presente na Geografia. Veremos que a observação da paisagem é o ponto de partida para a compreensão do espaço geográfico,

Leia mais

RIO - PETRÓPOLIS - CRISTO REDENTOR E PÃO DE AÇÚCAR (AÉREO+TERRESTRE) 08/05 a 10/05/15-03 Dias

RIO - PETRÓPOLIS - CRISTO REDENTOR E PÃO DE AÇÚCAR (AÉREO+TERRESTRE) 08/05 a 10/05/15-03 Dias RIO - PETRÓPOLIS - CRISTO REDENTOR E PÃO DE AÇÚCAR (AÉREO+TERRESTRE) 08/05 a 10/05/15-03 Dias PROGRAMAÇÃO DIA A DIA» 08/05/15 (Sexta) 1º dia PORTO ALEGRE / RIO DE JANEIRO / PETRÓPOLIS: Às 06h apresentação

Leia mais

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação Cidade 1_2000 Cidade - Edifícios 1_2000 Cidade - Toponímia 1_2000 TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA Cidade - Altimetria 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Aqueduto

Leia mais

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL Identificação do ponto de partida: O Município de Montijo: - Integra a Rede Portuguesa das Cidades Saudáveis, com quatro

Leia mais