REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU ICMS PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU ICMS PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA"

Transcrição

1 REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE QUE APURA SEU PRÓPRIO EM CONTA GRÁFICA A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (SefazMT) esclarece as regras para a operacionalização do repasse ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, instituído pela Lei Complementar nº 144/2003 e alterado pela Lei Complementar nº 460, de 26/12/2011, que acrescentou os incisos IX e X ao artigo 14 da Lei nº 7.098/98. A partir de 01/04/2012 no cálculo do devido nas saídas promovidas por estabelecimento matogrossense sujeito ao regime normal de apuração, deverá ser observado o acréscimo destinado ao referido Fundo nas operações realizadas com os seguintes produtos e serviços: a) armas e munições, suas partes e acessórios, classificados no capítulo 93 da NCM/SH; b) embarcações de esporte e de recreação, classificadas no código da NCM; c) bebidas classificadas nos códigos , 22.04, 22.05, , 2207 e da NCM/SH; d) cigarro, fumo e seus derivados, classificados no capítulo 24 da NCM/SH; e) jóias classificadas nos códigos a da NCM/SH; f) cosméticos e perfumes classificados nos códigos , 33.04, 33.05, da NCM/SH. g) serviços onerosos de comunicação, exceto telefonia fixa comutada. Em relação às mercadorias listadas acima nos itens a a f acima, o valor do adicional ao Fundo deverá ser apurado e recolhido pelo contribuinte matogrossense,tanto no caso de receber essa mercadoria em operações interestaduais quanto no caso de saída dessas mercadorias promovidas por estabelecimento industrial matogrossense ( 2º e 3º, art. 13, Anexo XIV, R). O contribuinte deverá apurar em sua Escrituração Fiscal Digital (EFD) o valor devido ao fundo, recolhendo a diferença positiva entre o valor apurado e o valor recolhido por antecipação, lançado de ofício pela SEFAZMT (se houver). O recolhimento deverá ser efetuado diretamente ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, por meio de Documento de Arrecadação DAR1/AUT, com o código de receita OBS: Para apuração do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, é vedado o uso de crédito de qualquer espécie, não previsto na legislação relativa ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza. O valor do fundo referente à diferença de que trata o inciso X do artigo 14 da lei 7098/98, bem como ao adicional de 2%, poderá ser deduzido do a recolher, utilizandose para isso o ajuste a crédito no registro E111 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Estorno de débito para abatimento da parcela dedutível do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme art. 14, X da lei 7098/98 O valor total do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza deverá ser declarado, para fins de controle, no registro E115 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Débitos de diferencial de alíquota Total recolhido no mês a título de Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme Lei Complementar n 460, de 26 de dezembro de Contribuintes que entregam GIA deverão utilizar o código de detalhamento 0130 do campo OUTROS CRÉDITOS para abater o valor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza da apuração do.

2 REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE PRESTADOR DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO. Em relação às mercadorias listadas acima no ítem g, o valor do adicional ao Fundo deverá ser apurado e recolhido pelo contribuinte matogrossense,. O contribuinte deverá apurar em sua Escrituração Fiscal Digital (EFD) o valor devido ao fundo. O recolhimento deverá ser efetuado diretamente ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, por meio de Documento de Arrecadação DAR1/AUT, com o código de receita O adicional de 2%, poderá ser deduzido do a recolher, utilizandose para isso o ajuste a crédito no registro E111 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Estorno de débito para abatimento da parcela dedutível do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme art. 14, X da lei 7098/98 O valor total do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza deverá ser declarado, para fins de controle, no registro E115 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Débitos de diferencial de alíquota Total recolhido no mês a título de Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme Lei Complementar n 460, de 26 de dezembro de Contribuintes que entregam GIA deverão utilizar o código de detalhamento 0130 do campo OUTROS CRÉDITOS para abater o valor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza da apuração do. OBS: Para apuração do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, é vedado o uso de crédito de qualquer espécie, não previsto na legislação relativa ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza.

3 REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO NA ESTIMATIVA SEGMENTADA OU ESTIMATIVA NORMAL (PORTARIA 100/99) O valor do adicional ao Fundo deverá ser apurado e recolhido pelo contribuinte integrante do regime de estimativa segmentada ou estimativa normal. O contribuinte deverá apurar em sua Escrituração Fiscal Digital (EFD) o valor devido ao fundo, recolhendo a diferença positiva entre o valor apurado e o valor recolhido por antecipação, lançado de ofício pela SEFAZMT. O recolhimento deverá ser efetuado diretamente ao Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza, por meio de Documento de Arrecadação DAR1/AUT, com o código de receita O valor total do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza apurado deverá ser declarado, para fins de controle, no registro E115 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Débitos de diferencial de alíquota Total recolhido no mês a título de Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme Lei Complementar n 460, de 26 de dezembro de Contribuintes que entregam GIA deverão utilizar o código de detalhamento 0130 do campo OUTROS CRÉDITOS para abater o valor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza da apuração do. Atenção: O valor do fundo referente à diferença de que trata o inciso X do artigo 14 da lei 7098/98, bem como ao adicional de 2%, não poderá ser deduzido do estimado. Portanto, para tais empresas, é vedado o uso do ajuste a crédito no registro E111 da Escrituração Fiscal Digital, com o código MT Estorno de débito para abatimento da parcela dedutível do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza conforme art. 14, X da lei 7098/98

4 E X E M P L O S APURAÇÃO NORMAL Ex.: valor contábil: R$1.000,00 Alíquota do : 37% Alíquota do fundo: 12% Fundo a recolher: R$120,00 a recolher: apurado120 Se o contribuinte recolheu o fundo lançado pela GINF, pode abater dos R$120,00 apurado. I OPERAÇÃO INTERESTADUAL COM DESTINO A MATO GROSSO 1) Operação interestadual com produtos sujeitos ao Regime de Estimativa Simplificado (carga média): armas e munições, embarcações de esporte e de recreação, jóias, cosméticos e perfumes. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO REMETENTE: Indústria da Região SUDESTE DESTINATÁRIO: Comércio varejista de produtos farmacêuticos (CNAE 47717/01) A TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} 1.000,00 B ALÍQUOTA INTERESTADUAL 7% C DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 66,66 D ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% E PERCENTUAL DE CARGA TRIBUTÁRIA MÉDIA 17% F DO ST ESTIMATIVA SIMPLIFICADO ( A x E ) 170,00 G BASE DE CALCULO [(C + F) / D] 639,62 H PERCENTUAL DO FUNDO 2% I DO ADICIONAL AO FUNDO CÓDIGO 9888 (H x A) 20,00 EMISSÃO DA NOTA FISCAL

5 INDÚSTRIA FARMACÊUTICA ABC S/A _SÃO PAULO SP Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE CNPJ..: xxx I.E.: xxx NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 6401 IE ST MT xxx DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nome da Firma: DROGARIA XYZ LTDA CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNIDADE QUANTIDADE UNITÁRIO TOTAL ALÍQUOTA DO IPI IPI Shampoo Kg 100 9, ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO DO BASE DE CALCULO DO TOTAL DOS 66,66 639,62 170,00 DO FRETE DO SEGURO OUTRAS DESPESAS ACESSORIAS TOTAL DO IPI 47,62 TOTAL DA NOTA 1.170,00 TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda FRETE POR CONTA 1. EMITENTE 2. DESTINATÁRIO 1 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

6 2) Operação interestadual com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média): bebidas, cigarro, fumo e seus derivados. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERESTADUAL REMETENTE: Indústria da Região SUDESTE DESTINATÁRIO: Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral CNAE: 46397/01 A TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} 1.000,00 B ALÍQUOTA INTERESTADUAL 7% C DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 66,66 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 40% E BASE DE CALCULO (A x D) * 1.400,00 F BASE DE CÁLCULO REDUZIDA (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x E) 1.021,58 G ALÍQUOTA INTERNA 37% H DO ST [(F x G) C] 311,32 I PERCENTUAL DO FUNDO 12% J DO ADICIONAL AO FUNDO CÓDIGO 9888 (F x I) 122,58 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. INDÚSTRIA DE BEBIDAS S/A SÃO PAULO SP CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS EMISSÃO DA NOTA FISCAL Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE Nome da Firma: COMÉRCIO DE PROUTOS ALIMENTÍCOS LTDA NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 6401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNIDADE QUANTIDADE UNITÁRIO TOTAL ALÍQUOTA IPI DO IPI Cerveja l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO DO BASE DE CALCULO DO TOTAL DOS 66, ,58 DO FRETE DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda FRETE POR CONTA 3. EMITENTE 4. DESTINATÁRIO 1 311,32 TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF TOTAL DA NOTA 1.311,32 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

7 II OPERAÇÃO INTERNA EM MATO GROSSO 1) Operação interna com produtos sujeitos ao Regime de Estimativa Simplificado (carga média):armas e munições, embarcações de esporte e de recreação, jóias, cosméticos e perfumes. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERNA REMETENTE: Cosméticos Mato Grosso Indústria S/A (CNAE 20631/00) DESTINATÁRIO: Comércio varejista de produtos farmacêuticos A TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} 1.000,00 B ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% C DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x B) 352,38 D MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 33% E AGREGADO (A x D) 330,00 F PERCENTUAL DE CARGA TRIBUTÁRIA MÉDIA (Anexo XVI) 20% G DO ST ESTIMATIVA SIMPLIFICADO (E x F) 66,00 H BASE DE CALCULO [(C + G) / B] 1.130,75 I PERCENTUAL DO FUNDO 3% J DO ADICIONAL AO FUNDO CÓDIGO 9888 (I x A) 30,00 EMISSÃO DA NOTA FISCAL COSMÉTICOS MATO GROSSO INDÚSTRIA S/A CUIABÁ MT CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nome da Firma: DROGARIA XYZ LTDA Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 5401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNIDADE QUANTIDADE UNITÁRIO TOTAL ALÍQUOTA IPI DO IPI Shampoo Kg 100 9, ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO DO BASE DE CALCULO DO TOTAL DOS 352, ,75 DO FRETE DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda FRETE POR CONTA 5. EMITENTE 6. DESTINATÁRIO 1 66,00 TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF TOTAL DA NOTA 1.066,00 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

8 2) Operação interna com produtos excluídos do Regime de Estimativa Simplificado (carga média): bebidas, cigarro, fumo e seus derivados. DEMONSTRATIVO DO CÁLCULO DO IMPOSTO OPERAÇÃO INTERNA REMETENTE: Mato Grosso Indústria Bebidas S/A DESTINATÁRIO: Comércio varejista de bebidas CNAE: 4723 A TOTAL DAS OPERAÇÕES {Valor Total dos Produtos ()+ IPI (47,62) + Frete (0,00)+ Seguro (0,00)+ Outras Despesas (0,00)} 1.000,00 B BASE DE CÁLCULO REDUZIDA (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x ) 694,95 C ALÍQUOTA INTERNA DE DO PRODUTO 37% D DO OPERAÇÃO PRÓPRIA (Valor Total dos Produtos x C) 257,13 E MARGEM DE LUCRO (Anexo XI) 40% F BASE DE CALCULO [A x(1+ E)]* 1.400,00 G BASE DE CÁLCULO REDUZIDA ST (Anexo VIII, art. 53: 72,97% x F) 1.021,58 H ALÍQUOTA INTERNA 37% I DO ST [(G x H) D] 120,85 J PERCENTUAL DO FUNDO 12% K DO ADICIONAL AO FUNDO CÓDIGO 9888 (G x J) 122,58 (*)Obs.; a base de cálculo deverá ser substituída pela lista de preços mínimos, quando houver. EMISSÃO DA NOTA FISCAL MATO GROSSO INDÚSTRIA DE BEBIDAS S/A CUIABÁ MT CNPJ..: xxx IE ST MT xxx I.E.: xxx DESTINATÁRIO DAS MERCADORIAS Nome da Firma: BAR E RESTAURANTE XYZ LTDA Nota Fiscal N.º xxxxxxx 1ª VIA CLIENTE NAT. DA OPERAÇÃO: VENDA 5401 DATA DE EMISSÃO: xx.xx.xx CNPJ: xxx Inscrição Estadual: xxx Município: Cuiabá Estado: MT DESCRIÇÃO DOS UNIDADE QUANTIDADE UNITÁRIO TOTAL ALÍQUOTA IPI DO IPI Cerveja l , ,62 CÁLCULO DO IMPOSTO BASE DE CALCULO DO BASE DE CALCULO DO TOTAL DOS 694,95 257, ,58 DO FRETE DO OUTRAS DESPESAS SEGURO ACESSORIAS TRANSPORTADOR/VOLUMES TRANSPORTADOS NOME/RAZÃO SOCIAL Transportes Bom Ltda FRETE POR CONTA 7. EMITENTE 8. DESTINATÁRIO 1 120,85 TOTAL DO IPI 47,62 PLACA DO VEÍCULO AKT 1020 RO UF TOTAL DA NOTA 1.120,85 CNPJ/CPF xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO

REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO REPASSE AO FUNDO ESTADUAL DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DA POBREZA PELO CONTRIBUINTE CREDENCIADO SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (SefazMT) esclarece as regras para a operacionalização

Leia mais

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL GOVERNO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE ANÁLISE DA RECEITA PÚBLICA GERÊNCIA DE RECUPERAÇÃO DA RECEITA PÚBLICA DECRETO nº 2334/2010 de 18 de janeiro de 2010, Procedimentos

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE ICMS Substituição Tributação por CNAE 18/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

Econet Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas 1

Econet Calendário de Obrigações e Tabelas Práticas 1 Econet Calendário Obrigações e Tabelas Práticas 1 CALENDÁRIO MENSAL DAS OBRIGAÇÕES FISCAIS DE ABRIL 2012 ICMS / MT 02.04 (2ª feira) Transportador Revendor Retalhista (TRR) - Informações Relativas às Operações

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES INTERESTADUAIS DESTINADAS A CONSUMIDOR FINAL NÃO CONTRIBUINTE EC 87/15 e CONVÊNIO ICMS 93/2015 1. APRESENTAÇÃO Este documento visa traçar as orientações gerais sobre alterações promovidas

Leia mais

Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO)

Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO) Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO) LANÇAMENTO LIVRO FISCAL COMPRA INTERESTADUAL VALOR RECOLHIDO ANTES DA SAIDA DA MERCADORIA Essa observação deve

Leia mais

Posicionamento Consultoria de Segmentos Obrigações Acessórias para o AMPARA-RS

Posicionamento Consultoria de Segmentos Obrigações Acessórias para o AMPARA-RS Posicionamento Consultoria de Segmentos Obrigações Acessórias para o AMPARA-RS 09/11/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. Procedimento SEFAZ -

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Fundo Estadual de Combate e Erradicação a Pobreza - MS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Fundo Estadual de Combate e Erradicação a Pobreza - MS Fundo 04/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Analise da Legislação... 3 2.1. Estado do Mato Grosso do Sul... 3 3. Normas Legais... 4 4. Documentos Fiscais... 8 4.1. Documento Fiscal

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 13 Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas Protocolo ICMS 17/1985 Alterações: Protocolo 09/1986, 10/87, 51/91, 08/98, 26/01, 37/01, 42/08,

Leia mais

Estado do Ceará DECRETO Nº , DE 29 DE FEVEREIRO 2016.

Estado do Ceará DECRETO Nº , DE 29 DE FEVEREIRO 2016. Estado do Ceará DECRETO Nº 31.894, DE 29 DE FEVEREIRO 2016. *Publicado no DOE em 29/02/2016. Estabelece procedimentos relativos ao cálculo e recolhimento do Adicional do ICMS destinado ao Fundo Estadual

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE ICMS Substituição Tributação por CNAE 24/01/2017 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações

Leia mais

IBEF Grupo de Estudos Tributários Maio 2016

IBEF Grupo de Estudos Tributários Maio 2016 www.pwc.com.br IBEF Grupo de Estudos Tributários Maio 2016 Emenda Constitucional 87/2015 Alteração na forma de recolhimento do ICMS e o entendimento da Sefaz SP Alteração no art. 155 da Constituição Federal

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Ex-Instituto Paulista de Contabilidade - Fundado em 1919) ÓRGÃO DE PROFISSÃO LIBERAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS DISPOSIÇÕES GERAIS CONCEITOS Lei Complementar

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CONTRIBUINTE ESTADUAL E EC 87

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CONTRIBUINTE ESTADUAL E EC 87 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CONTRIBUINTE ESTADUAL E EC 87 - Inscrição estadual para contribuintes de outras unidades da federação (1 a 4) - Mudança no nº da inscrição estadual de contribuintes de outras

Leia mais

Pergunte à CPA. Transferência de Mercadorias e Bens. Apresentação: Helen Mattenhauer

Pergunte à CPA. Transferência de Mercadorias e Bens. Apresentação: Helen Mattenhauer Pergunte à CPA Transferência de Mercadorias e Bens Apresentação: Helen Mattenhauer 08/08/2013 Conceito Para efeitos da aplicação da legislação do imposto considera-se transferência, a operação que decorra

Leia mais

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL Perguntas & Respostas EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 PRINCIPAIS CARACTERÍSITCAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) O que é? A EC 87/2015 altera a sistemática de cobrança do ICMS

Leia mais

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0

Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 Perguntas & Respostas Adicional na alíquota do ICMS destinado ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza do Paraná - FECOP Versão 1.0 1. Qual a legislação aplicável ao adicional na alíquota do ICMS destinado

Leia mais

ICMS FRONTEIRA ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO ASPECTOS FISCAIS INSTRUTOR: MARCELO REOLON

ICMS FRONTEIRA ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO ASPECTOS FISCAIS INSTRUTOR: MARCELO REOLON ICMS FRONTEIRA ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO ASPECTOS FISCAIS INSTRUTOR: MARCELO REOLON CONCEITOS ANTECIPAÇÃO E DIFERENCIAL DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS: Art. 4 - Nas operações com mercadorias ou bens considera-se

Leia mais

2º Na hipótese do inciso I do parágrafo 1º, a substituição tributária caberá ao estabelecimento da empresa industrial ou ao contribuinte substituto

2º Na hipótese do inciso I do parágrafo 1º, a substituição tributária caberá ao estabelecimento da empresa industrial ou ao contribuinte substituto Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 12 Substituição Tributária das Operações com Lâmina de Barbear, Aparelho de Barbear Descartável, Isqueiro. Protocolo ICMS 16/1985 Alterações: Protocolo 09/1986,10/87,50/91,07/98,14/00,

Leia mais

Guia do ICMS - São Paulo: Operações e prestaçãos interestaduais a consumidor final localizado em outro Estado-Regras nacional

Guia do ICMS - São Paulo: Operações e prestaçãos interestaduais a consumidor final localizado em outro Estado-Regras nacional Guia do ICMS - São Paulo: Operações e prestaçãos interestaduais a consumidor final localizado em outro Estado-Regras nacional Resumo: Visando auxiliar nossos leitores quanto aos procedimentos a serem aplicados

Leia mais

MANUAL DE RECOLHIMENTO DO ICMS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E SUAS ATRIBUIÇÕES

MANUAL DE RECOLHIMENTO DO ICMS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E SUAS ATRIBUIÇÕES MANUAL DE RECOLHIMENTO DO ICMS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO E SUAS ATRIBUIÇÕES VERSÃO II INFORMATIVO SEFAZ/MT O Governo do estado de Mato Grosso publicou no dia 30 de novembro de 2016 o Decreto n 751/2016

Leia mais

EMENDA CONSTITUCIONAL nº 87/15

EMENDA CONSTITUCIONAL nº 87/15 EMENDA CONSTITUCIONAL nº 87/15 1. Quais as operações abrangidas pela EC nº 87/15, de 16/04/2015? As operações e prestações que destinem bens e serviços a consumidor final não contribuinte do ICMS, localizado

Leia mais

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015.

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015. AGENDA TRIBUTÁRIA ICMS/SP PARA O MÊS DE MARÇO 01/03 3 Feira Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista TRR, das informações relativas às operações interestaduais

Leia mais

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015.

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015. AGENDA TRIBUTÁRIA ICMS/SP PARA O MÊS DE FEVEREIRO 02/02 3 Feira Principal COMBUSTÍVEIS Arquivo Magnético Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista TRR, das

Leia mais

Comunicado CAT 14, de

Comunicado CAT 14, de Comunicado CAT 14, de 25 07 2016 (DOE 26 07 2016) O Coordenador da Administração Tributária declara que as datas fixadas para cumprimento das Obrigações Principais e Acessórias, do mês de AGOSTO de 2016,

Leia mais

Índice. Gustavo Prado Gerente de Consultoria ASIS Projetos

Índice. Gustavo Prado Gerente de Consultoria ASIS Projetos Índice O que é a Substituição Tributária? 3 Convênio ICMS nº 52/2017: Introdução 4 Convênios Revogados 5 Pontos de Atenção 6 Mercadorias 7 Responsabilidade 8 Cálculo 9 Exemplificando o Cálculo (MVA) 10

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017

AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017 AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE 2017 - COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017 Declara as datas fixadas para cumprimento das obrigações principais e acessórias do mês de fevereiro de 2017. O Coordenador

Leia mais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais Atráves do Decreto 46.81, de 11-1-009, foram realizadas alterações no RICMS/RS que tratam

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Antecipação tributária do imposto - entrada de mercadoria proveniente de outra UF - SP

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Antecipação tributária do imposto - entrada de mercadoria proveniente de outra UF - SP Segmentos mercadoria proveniente de outra UF - SP 11/05/2016 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Antecipação Tributária...

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS/MT Mudanças no prenchimento da EFD ICMS/IPI em decorrências de alterações introduzidas na Portaria 7/2017

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS/MT Mudanças no prenchimento da EFD ICMS/IPI em decorrências de alterações introduzidas na Portaria 7/2017 ICMS/MT Mudanças no prenchimento da EFD ICMS/IPI em decorrências de alterações introduzidas na Portaria 7/2017 26/05/2017 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas

Leia mais

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009 DECRETO N 29.816, DE 06 DE AGOSTO DE 2009 * Publicado no DOE em 07/08/2009. ALTERA DISPOSIÇÕES DO DECRETO 24.569, DE 31 DE JULHO DE 1997, QUE CONSOLIDA E REGULAMENTA A LEGISLAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Produtor Rural Classificação; Forma de tributação; Diferimento; Diferencial de alíquota; Cta; Cndi; Nfi; Desincorporação de ativo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução Base de Cálculo ICMS-ST no Simples Nacional - GO

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução Base de Cálculo ICMS-ST no Simples Nacional - GO 16/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6. Referências...

Leia mais

Título: Como realizar o cálculo do ICMS Diferencial de Alíquota, nas Saídas para Fora do estado a não contribuinte para empresas do Simples Nacional?

Título: Como realizar o cálculo do ICMS Diferencial de Alíquota, nas Saídas para Fora do estado a não contribuinte para empresas do Simples Nacional? Título: Como realizar o cálculo do ICMS Diferencial de Alíquota, nas Saídas para Fora do estado a não contribuinte para empresas do Simples Nacional? 1 PARÂMETROS; 1.1 Acesse o menu CONTROLE, clique em

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 SUMÁRIO LIVRO I - PARTE TEÓRICA CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 2. BASE LEGAL... 20 2.1. Substituição Tributária nas Operações Internas...

Leia mais

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1. OPERAÇÕES INTERNAS 1.1-BASE DE CÁLCULO - OPERAÇÃO INTERNA No RICMS/SP temos as hipóteses de definição da base de cálculo do ICMS-ST

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DE ICMS. MARÇO/2016 As palestras, ministradas pelos servidores Ricardo Oliveira e Denise Salazar, da Superintendência de Tributação

ATUALIZAÇÃO DE ICMS. MARÇO/2016 As palestras, ministradas pelos servidores Ricardo Oliveira e Denise Salazar, da Superintendência de Tributação ATUALIZAÇÃO DE ICMS MARÇO/2016 As palestras, ministradas pelos servidores Ricardo Oliveira e Denise Salazar, da Superintendência de Tributação CEST Código Especificador da Substituição Tributária SEGMENTOS

Leia mais

Rio de Janeiro > Janeiro/2017

Rio de Janeiro > Janeiro/2017 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Rio de Janeiro

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução base de cálculo do ICMS para fins de desconto Zona Franca

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução base de cálculo do ICMS para fins de desconto Zona Franca Zona Franca 16/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares...

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.122a

Cordilheira Escrita Fiscal 2.122a LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF.

Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF. Roteiro apuração Diferencial de alíquota nas vendas a consumidor final de outra UF. Versão 1.0.0 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. CONFIGURAÇÕES... 4 2.1 Pacote 3623 Rotinas especiais... 4 2.2 Novos códigos

Leia mais

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS Slide 1 Slide 2 Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS É o instituto jurídico previsto na Constituição da República que autoriza, desde de que prevista em lei, a possibilidade de atribuir a outrem, sujeito

Leia mais

https://www.iobonlineregulatorio.com.br/templates/coreonline/onlineho...

https://www.iobonlineregulatorio.com.br/templates/coreonline/onlineho... 1 de 16 02/10/2017 17:25 Agenda de Obrigações Estadual - São Paulo - Outubro/2017 Orientações IOB Esta agenda contém as principais obrigações a serem cumpridas nos prazos previstos na legislação em vigor.

Leia mais

Pontos Especiais IVA AJUSTADO CONVÊNIO ICMS 93/2015 E EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015

Pontos Especiais IVA AJUSTADO CONVÊNIO ICMS 93/2015 E EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 Pontos Especiais IVA AJUSTADO CONVÊNIO ICMS 93/2015 E EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 Substituição Tributária O regime de ST é uma obrigação tributária que transfere ao sujeito passivo a responsabilidade

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos Fundo Estadual de Combate e Erradicação a Pobreza - MA

Posicionamento Consultoria De Segmentos Fundo Estadual de Combate e Erradicação a Pobreza - MA Fundo 13/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Analise da Legislação... 3 2.1. Estado do Maranhão... 3 3. Normas Legais... 4 3.1. Decreto 21.725/2005... 4 3.2. Resolução Administrativa

Leia mais

Distrito Federal > Setembro/2016

Distrito Federal > Setembro/2016 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 21/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Análise da Consultoria... 3 2.1. ImpostoRetidoSt... 5 (Imposto Retido por ST)...

Leia mais

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015 PUBLICADA NO D.O.E. Nº 27.328 DE 03.11.2015 Institui e aprova o documento denominado Mapa de Apuração do ICMS - Segmento Atacadista de Medicamentos, drogas e produtos correlatos e o Manual de Instrução

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Recolhimento de ICMS ST sobre a operação de frete

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Recolhimento de ICMS ST sobre a operação de frete 09/02/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1 Alíquota prevista para a operação... 7 4. Conclusão... 10 5. Referências...

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS PARA O MÊS DE JULHO 2016.: (ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL) :. DISTRITO FEDERAL

OBRIGAÇÕES FISCAIS PARA O MÊS DE JULHO 2016.: (ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL) :. DISTRITO FEDERAL OBRIGAÇÕES FISCAIS PARA O MÊS DE JULHO 2016.: (ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL) :. DISTRITO FEDERAL PRAZO NATUREZA DISCRIMINAÇÃO 01.07 Contribuintes Normais (sem atualização monetária) Prazo para o recolhimento

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL DISTRITO FEDERAL MARÇO DE Contribuintes Normais (sem atualização monetária)

OBRIGAÇÕES FISCAIS ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL DISTRITO FEDERAL MARÇO DE Contribuintes Normais (sem atualização monetária) OBRIGAÇÕES FISCAIS ÂMBITO ESTADUAL E MUNICIPAL DISTRITO FEDERAL MARÇO DE 2016 PRAZO NATUREZA DISCRIMINAÇÃO Contribuintes Normais (sem atualização monetária) 01.03 Prazo para o recolhimento do ISS contribuintes

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 46.429, DE 23 DE JUNHO DE 2009. (publicado no DOE nº 117, de 24 de junho de 2009) Modifica o Regulamento

Leia mais

Obrigações Estaduais de Alagoas - Agosto 2011

Obrigações Estaduais de Alagoas - Agosto 2011 Obrigações Estaduais de Alagoas - Agosto 2011 Dia: 02 ICMS-AL - Transmissão Eletrônica de Dados - Operações Interestaduais com Combustíveis - Transportador Revendedor Retalhista -TRR As informações relativas

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Transferência ICMS em MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Transferência ICMS em MG Nota 07/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares... 6 6. Referências...

Leia mais

SPED FISCAL: ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL (EFD) ATO COTEPE/ICMS 44, DE 19 DE OUTUBRO DE 2015

SPED FISCAL: ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL (EFD) ATO COTEPE/ICMS 44, DE 19 DE OUTUBRO DE 2015 SPED FISCAL: ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL (EFD) ATO COTEPE/ICMS 44, DE 19 DE OUTUBRO DE 2015 Introduziu os novos registros C101/D101 para complementação da escrituração de cada documento fiscal Introduziu

Leia mais

ATENÇÃO SEGUE ABAIXO A LEI CORRESPONDENE A ESSA COBRANÇA. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais com autopeças.

ATENÇÃO SEGUE ABAIXO A LEI CORRESPONDENE A ESSA COBRANÇA. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais com autopeças. ATENÇÃO Senhores clientes pessoa jurídica (REVENDEDORES), informamos que nas operações referente a venda de peças, componentes e acessórios para veículos automotores, o calculo dos impostos é diferenciado.

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA EXECUTIVA DE FAZENDA DECRETO Nº 1.284, DE 06 DE JUNHO DE 2003. Publicado no DOE em 09 de junho de 2003. Dispõe sobre a sistemática de tributação do ICMS para operações realizadas

Leia mais

Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016

Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016 Alíquotas Internas do Estado de Rondônia - Exercício de 2016 1. Introdução Neste trabalho focalizaremos as alíquotas do ICMS aplicáveis às operações e prestações internas de cada Estado e do Distrito Federal,

Leia mais

CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 2

CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 2 CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA MÓDULO 2 Índice 1. Impostos incidentes sobre o valor agregado...3 1.1 Fato gerador... 3 1.2 Contribuintes... 4 1.3 Competência... 4 1.4 Princípios constitucionais... 4 1.5 Base

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Diferencial de Alíquota mercadoria com ICMS-ST/São Paulo

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Diferencial de Alíquota mercadoria com ICMS-ST/São Paulo Diferencial 26/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Mercadoria sujeita a Substituição Tributária... 4 3.2. ICMS

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS ST para transportadoras de produtos da Petrobrás

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS ST para transportadoras de produtos da Petrobrás 10/02/2014 Orientações Consultoria Tributária de Segmentos Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Decreto Nº 20.686, De 28

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Informações do ICMS retido de transporte na NF-e

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Informações do ICMS retido de transporte na NF-e Informações do ICMS retido de transporte na NF-e 15/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Regulamento

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG 15/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Responsabilidade

Leia mais

Operação Concorrência Leal Simples Nacional

Operação Concorrência Leal Simples Nacional Operação Concorrência Leal Simples Nacional O que é? Cruzamento da DASN de 2010 e 2011 dos 130 mil contribuintes optantes pelo Simples Nacional com informações : Vendas a Entes Estaduais e Municipais (2010

Leia mais

DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015.

DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015. DOE: 27.07.2015 PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015. Credencia empresas do ramo de autopeças, veículos e pneus sediadas neste Estado como contribuintes substitutos, para recolhimento do imposto devido

Leia mais

O Guia Prático das Operações de Circulações de Mercadorias. Facilitador: Paulo Almada

O Guia Prático das Operações de Circulações de Mercadorias. Facilitador: Paulo Almada O Guia Prático das Operações de Circulações de Mercadorias Facilitador: Paulo Almada Dec. 31.270/13 - ICMS-ST MATERIAL DE CONSTRUÇÃO, FERRAGENS E FERRAMENTAS Dec. 31.270/13 Art. 11. O disposto neste Decreto

Leia mais

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Erros na emissão. Apresentação: José A. Fogaça Neto

Pergunte à CPA. Nota Fiscal Erros na emissão. Apresentação: José A. Fogaça Neto Pergunte à CPA Nota Fiscal Erros na emissão Apresentação: José A. Fogaça Neto 12/01/2015 Portaria CAT 162/2008 Artigo 40 - Aplica-se à NF-e e ao DANFE subsidiariamente a disciplina relativa à Nota Fiscal,

Leia mais

21:24:15]

21:24:15] ICMS/SP - Antecipação tributária do imposto na entrada de mercadoria proveniente de outra Unidade da Federação 2 de Maio de 2012 Em face da publicação da 43/2012 - DOE SP de 14.04.2012; 47/2012 - DOE SP

Leia mais

Page 1 of 5 RICMS 2000 - Atualizado até o Decreto 55.438, de 17-02-2010. SEÇÃO II - DAS OPERAÇÕES COM ÁLCOOL CARBURANTE SUBSEÇÃO I - DAS OPERAÇÕES COM ÁLCOOL ETÍLICO HIDRATADO CARBURANTE Artigo 418 - Na

Leia mais

ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15

ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15 ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15 Palestrante: Márcio Schuch Silveira, Contador, Mestre em Ciências Contábeis, Empresário Contábil, Vice Presidente Técnico do CRCRS e professor

Leia mais

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INTRODUÇÃO A GIA-ST (Guia Nacional de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária) é a declaração que contém as informações

Leia mais

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Breve Histórico das alterações Lei Complementar 147 de 2014 O primeiro fator a impulsionar as alterações na

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS DEMONSTRAÇÃO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Para toda remessa de demonstração haverá retorno. Quando a remessa

Leia mais

ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS. Alexandre Galhardo. Introdução

ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS. Alexandre Galhardo. Introdução ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS Alexandre Galhardo Introdução Substituição Tributária (ST) é um instituto criado e implementado pelas Unidades da Federação antes

Leia mais

Aula 3 Imposto de Renda Pessoa Jurídica CSLL Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Prof. Dr. Érico Hack

Aula 3 Imposto de Renda Pessoa Jurídica CSLL Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Prof. Dr. Érico Hack Aula 3 Imposto de Renda Pessoa Jurídica CSLL Contribuição Social sobre o Lucro Líquido Prof. Dr. Érico Hack IR Pessoa Jurídica Pessoa Física equiparada à pessoa jurídica (Empresas individuais) Empresário

Leia mais

Número NF e. Dados da NF e FORD MOTOR COMPANY BRASIL LTDA. Nome / Razão Social MARCOS DA PAZ BRUMMER. 1 Consumidor final. Tipo de Emissão.

Número NF e. Dados da NF e FORD MOTOR COMPANY BRASIL LTDA. Nome / Razão Social MARCOS DA PAZ BRUMMER. 1 Consumidor final. Tipo de Emissão. Chave de Acesso 29 1608 03.470.727/0016 07 55 008 000.502.831 123.535.487 1 Número NF e 502831 Versão 3.10 Dados da NF e Modelo Série Número Data de Emissão Data Saída/Entrada Valor Total da Nota Fiscal

Leia mais

OBRIGAÇÕES ESTADUAIS/RS DE MARÇO DE 2014

OBRIGAÇÕES ESTADUAIS/RS DE MARÇO DE 2014 OBRIGAÇÕES ESTADUAIS/RS DE MARÇO DE 2014 05/03/2014 GIA/Água Natural Próprio - Distribuidora de de Fornecedores de água natural canalizada Prazo final para transmitir pela internet a GIA relativa ao mês

Leia mais

Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014

Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014 Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014 01/07-3 Feira Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista - TRR, das informações relativas às operações

Leia mais

DECRETO Nº , DE 1º DE AGOSTO DE 2013.

DECRETO Nº , DE 1º DE AGOSTO DE 2013. DECRETO Nº 31.270, DE 1º DE AGOSTO DE 2013. Publicado no DOE em 02/08/2013 DISPÕE SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA COM CARGA LÍQUIDA DO ICMS NAS OPERAÇÕES COM MATERIAL DE CONSTRUÇÃO, FERRAGENS

Leia mais

1 PARÂMETROS DA EMPRESA

1 PARÂMETROS DA EMPRESA Como realizar o cálculo do ICMS Diferencial de Alíquota, nas Saídas para Fora do estado a Não Contribuinte de ICMS, conforme Emenda Constitucional nº 87/2015? Através desta solução, será possível realizar

Leia mais

Registro obrigatório, todos os campos são de preenchimento obrigatório; XXXXXXX LTDA.

Registro obrigatório, todos os campos são de preenchimento obrigatório; XXXXXXX LTDA. LEIAUTE DO ARQUIVO DE EQUIVALÊNCIA DE CÓDIGOS 2.1 - REGISTRO TIPO 01 - MESTRE DO ESTABELECIMENTO REGISTRO 01: MESTRE DO ESTABELECIMENTO N CAMPO DESCRIÇÃO TIPO TAM DEC 01 REG Texto fixo contendo "01". C

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST 13/06/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 4 3.1 RICMS-MG... 4 3.2 Orientação

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 A venda fora do estabelecimento deve ser realizada

Leia mais

Pergunte à CPA. Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de

Pergunte à CPA. Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de 27/11/2014 Pergunte à CPA Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de 27.11.2014 Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui

Leia mais

16.2 CONTRIBUINTES BENEFICIÁRIOS DO DECRETO Nº / ATACADISTAS EM GERAL 06

16.2 CONTRIBUINTES BENEFICIÁRIOS DO DECRETO Nº / ATACADISTAS EM GERAL 06 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 02 2. CONTRIBUINTES SUJEITOS AO FEEF... 02 3. BASE DE CÁLCULO DO FEEF... 02 4. ALÍQUOTA... 02 5. VALOR DO DEPÓSITO MENSAL PARA O FEEF... 02 6. DISPENSA DO DEPÓSITO... 03 7. SITUAÇÃO

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE SETEMBRO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE SETEMBRO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE SETEMBRO DE 2016 Até: Sexta-feira, dia 9 Histórico: Substituição tributária Imposto devido por substituição tributária relativamente à seguinte mercadoria: - energia elétrica

Leia mais

ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final

ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida por qualquer modo ou meio, sem autorização prévia da CISS. Todos os direitos

Leia mais

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016)

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016) Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão 3.7.4 (03/2016) 1 Cabeçalho do Arquivo 1 1 1 1 A Tipo de registro (deve ser "1") 2 2 7 6 A Constante CVSOFT 3 8 22 15 A Constante LIVROS FISCAIS

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem 25/05/2016 Sumário Título do documento Sumário... 1 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 2.2 RICMS-RS... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 08 A 14 DE FEVEREIRO DE 2017 Até: Quinta-feira, dia 9 Histórico: Substituição tributária Imposto retido antecipadamente por substituição tributária nas operações com energia elétrica

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - Tributação ICMS-IPI

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - Tributação ICMS-IPI Venda Fora do Estabelecimento (Ambulante) - 28/05/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 5 3.1 Método convencional das vendas

Leia mais

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal. Nº 195 Conteúdo - Atos publicados em junho de 2016 Divulgação em julho de 2016

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal. Nº 195 Conteúdo - Atos publicados em junho de 2016 Divulgação em julho de 2016 www.pwc.com.br Clipping Legis IOF/Câmbio e títulos ou valores mobiliários - Esclarecimentos - IN RFB nº 1.649/2016 Consolidação de débitos objetos da reabertura dos parcelamentos da Lei nº 11.941/2009

Leia mais

DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA

DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA É comum que no dia-a-dia das empresas comerciais ocorram problemas, principalmente na operação de aquisição de mercadorias, dentre eles destacamos: Desacordo

Leia mais

Portal da Nota Fiscal Eletrônica

Portal da Nota Fiscal Eletrônica Página 1 de 6 Chave de Acesso 29-1609-03.470.727/0016-07-55-008-000.515.092-123.571.888-4 Número NF-e 515092 Versão 3.10 Dados da NF-e Modelo Série Número Data de Emissão Data Saída/Entrada Valor Total

Leia mais

No rodapé de cada slide é indicado o instrumento legal que dá base às informações. É recomendado que cheque se não ocorreu nenhuma alteração.

No rodapé de cada slide é indicado o instrumento legal que dá base às informações. É recomendado que cheque se não ocorreu nenhuma alteração. Versão 11/03/2014 Não é pretensão desta apresentação esgotar totalmente os procedimentos de ICMS ST. Representa opinião da ABIHPEC podendo haver entendimento divergente. No rodapé de cada slide é indicado

Leia mais

São Paulo OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAIS. Agenda de Obrigações Fiscais. Dezembro de 2017

São Paulo OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAIS. Agenda de Obrigações Fiscais. Dezembro de 2017 OBRIGAÇÕES ESTADUAL E MUNICIPAL de AGENDA DE OBRIGAÇÕES ESTADUAIS No quadro a seguir, relacionamos os prazos de e as obrigações acessórias do, aplicáveis aos fatos geradores ocorridos nos meses de outubro/17

Leia mais

Portaria CAT 53, de

Portaria CAT 53, de Publicado no D.O.E. (SP) de 25/05/2013 Portaria CAT 53, de 24-05-2013 Disciplina a atribuição, por regime especial, da condição de sujeito passivo por substituição tributária, conforme inciso VI do artigo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST Segmentos Registro de Documento Fiscal pelo contribuinte substituído no recebimento de mercadorias retidas com ICMS-ST nos produtos combustíveis e lubrificantes previstas pelo Convênio ICMS nº. 110/2007

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Base de cálculo do ICMS retido por Substituição Tributária na venda pelo substituído

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Base de cálculo do ICMS retido por Substituição Tributária na venda pelo substituído Base de pelo substituído 13/05/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 7 5. Informações Complementares...

Leia mais