O LIXO ELETRÔNICO COMO MATÉRIA-PRIMA PARA A CRIAÇÃO DE ARTIGOS DE DECORAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O LIXO ELETRÔNICO COMO MATÉRIA-PRIMA PARA A CRIAÇÃO DE ARTIGOS DE DECORAÇÃO"

Transcrição

1 FRANCINE WINKELMANN VANESSA ANDRÉIA SCHNEIDER O LIXO ELETRÔNICO COMO MATÉRIA-PRIMA PARA A CRIAÇÃO DE ARTIGOS DE DECORAÇÃO Sociedade Educacional Três de Maio Centro de Ensino Médio SETREM Curso Técnico de Informática Professores Orientadores: Daniele Rossi e Maidi Terezinha Dalri. Coodernação do Curso: Maidi Terezinha Dalri Três de Maio 2010 Sociedade Educacional Três de Maio Centro de Ensino Médio SETREM Av. Santa Rosa, Três de Maio RS Fone: CNPJ: /

2 DEDICATÓRIA Dedicamos esse trabalho a nossas famílias e amigos pelo apoio que nos deram durante a realização do mesmo. AGRADECIMENTOS Agradecemos a todos os professores do Curso Técnico em informática pela dedicação e ajuda prestada durante a realização desse trabalho. Determinação não garante o sucesso. Por outro lado, a falta de determinação é garantia de fracasso. (Tom Peters)

3 RESUMO Falar de lixo eletrônico é de extrema relevância, visto que a evolução tecnológica apresenta-se em constante avanço, gerando um ciclo onde o descarte de produtos por parte da população cresce de forma alarmante, assim, busca-se entender a problemática que norteia o lixo eletrônico e a partir disso, encontrar alternativas. Para tanto propõem-se a empresa Reciclart Decoração, que a partir do lixo eletrônico arrecadado constitui artigos de decoração e encaminha resíduos à empresa especializada no ramo. Buscando conscientizar as pessoas sobre o lixo eletrônico e divulgar a empresa, foram realizadas uma série de atividades, como palestra para estudantes, revista, jornal, manual de identidade visual, informativo, folder sobre a empresa e sua missão. Para o desenvolvimento utilizou-se, Pacote Microsoft Office, InDesign, Adobe CorelDraw, Page Maker e VMWare Workstation. Após uma série de pesquisas bibliográficas e de campo, salienta-se que o mesmo possui uma grande relevância, ao ponto que impulsiona a procura de soluções para questões preocupantes, despertando para o pensar em sustentabilidade e em formas de cuidar do meio ambiente. As hipóteses apresentadas validaram-se através da reciclagem adequada, com a elaboração de produtos com o lixo eletrônico gerando peças de grande beleza e valor estético para decoração. Portanto, este projeto é de fundamental importância para o grupo, visto que, com futuras técnicas em informática, torna-se necessário, não somente criar e conhecer as tecnologias, mas também, saber dar um destino correto a elas a partir de sua obsolescência. Palavras-Chave: Lixo eletrônico, reciclagem, informática. 3

4 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO OBJETIVOS Objetivo Geral Objetivos Específicos JUSTIFICATIVA REFERENCIAL: METODOLOGIA CRONOGRAMA CUSTOS RESULTADOS CONCLUSÕES REFERÊNCIAS

5 1. INTRODUÇÃO Sabe-se que cada vez mais a tecnologia está presente no dia-a-dia. Todos usufruem dela, através de produtos eletrônicos que se tem em casa ou até mesmo no local de trabalho. Por um momento, reflita sobre quantos aparelhos eletrônicos são utilizados no cotidiano, e em quantos já foram descartados. São milhares de DVDs, CD s, baterias, celulares, pilhas, computadores, televisores, rádios e lâmpadas fluorescentes, entre outros, que são descartadas todos os anos. Porém, o que nem todas as pessoas sabem, é qual o destino certo a ser dado a esses equipamentos, uma vez que os mesmos possuem em sua composição uma série de substâncias tóxicas perigosas à saúde humana e prejudiciais ao meio ambiente. Baseadas nessa importante problemática que é o lixo eletrônico, propõe-se a implantação de uma empresa de reciclagem, que transforme o lixo eletrônico oriundo de uma empresa de recolhimento, em material de decoração, para tanto, foram realizadas pesquisas de campo para detectar as principais carências que a comunidade percebe em relação à problemática do lixo. Buscando conscientizar as pessoas e divulgar a empresa foram realizadas uma série de atividades, como uma palestra para estudantes, revista e jornal sobre lixo eletrônico, manual de identidade visual para a empresa, bem como informativo e folder sobre a empresa e sua missão, entre outras. Para o desenvolvimento do projeto foram utilizadas as seguintes ferramentas: Microsoft Office Word, Microsoft Office Excel, Microsoft Office Power Point, Adobe InDesign, Adobe CorelDraw, Page Maker e VMWare Workstation. Para a realização do projeto interdisciplinar foram utilizados alguns softwares do pacote da Microsoft, como o Microsoft Office Word, que é um software que permite a editoração de textos, repleto de recursos, o Word é sem sombra de dúvidas o líder absoluto do mercado. Já o Microsoft Office Excel, é um programa de planilha eletrônica, onde você pode além de realizar cálculos, fazer gráficos. Enquanto que o Microsoft Office Power Point é usado para criar apresentações gráficas, em slides, onde se pode usar sons, vídeos, imagens e textos. 5

6 Entre os outros softwares que serão utilizados, está o Adobe InDesing, usado para criar, diagramar, visualizar e editar uma série de materiais, como revistas, jornais e demais documentos. O Adobe CorelDraw, é um editor gráfico, em que se pode alterar ou criar imagens digitais. Já o Page Maker, segue a mesma ideia do InDesing, sendo usado para diagramação, e por fim o VMWare Workstation, que é o programa mais conhecido do mercado para a realização da virtualização. Este relatório traz informações pertinentes ao projeto desenvolvido, contudo, este relatório traz az informações de forma resumida, o relatório completo da pesquisa desenvolvida estará a disposição dos avaliadores no stand do projeto. 2.OBJETIVOS 2.1 OBJETIVO GERAL Analisar a problemática do lixo eletrônico a partir de pesquisas que serão realizadas com o intuito de uma maior compreensão acerca do conhecimento das pessoas em relação ao lixo eletrônico, e propor uma empresa de reciclagem que se utilize do lixo eletrônico para produzir artigos de decoração, a empresa apresentará manual de identidade visual e todas as formas de divulgação necessárias. 2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Pesquisar sobre lixo eletrônico, o que é e seus impactos ambientais a nível mundial, nacional, estadual e municipal; - Analisar qual o atual destino que esse tipo de lixo recebe; - Realizar uma entrevista com um profissional da área, para obter mais informações; - Promover palestra de conscientização em uma escola pública; - Estudar uma possível solução para o lixo eletrônico; - Pesquisar em nível nacional quais são as ações voltadas ao lixo eletrônico e oportunidades existentes sobre o assunto; - Propor a criação de uma empresa que apresente uma solução específica; - Realizar análise financeira dos gastos necessários para implantação da empresa e funcionamento da mesma por seis meses e apresentar os resultados no Excel usando gráficos; - Pesquisar o custo para a constituição da empresa e a melhor forma de pagamento, bem como, apresentar um comparativo no Excel usando gráficos. - Pesquisar sobre os aspectos legais necessários para a constituição de uma empresa, os documentos, a rotina fiscal e administrativa; - Definir a área de foco para a empresa; - Escolher quais serão os produtos e serviços que a empresa desenvolverá; - Identificar os possíveis clientes e realizar uma pesquisa sobre a aceitação desse produto e da empresa; 6

7 - Desenvolver modelo de autorização que possa ser usado para utilização da imagem, em caso de entrevistas ou outras atividades relacionadas ao projeto; - Pesquisar sobre identidade visual e qual a sua importância para uma empresa; - Realizar a instalação de uma máquina virtual para posterior apresentação das atividades realizadas do projeto; - Apresentar no capítulo dois, levantamento bibliográfico sobre identidade visual, marca, slogan e materiais publicitários; - Elaborar um nome para a empresa, bem como seu manual de identidade visual; - Efetuar levantamento financeiro para realização de materiais de divulgação do projeto, com papéis reciclados e não reciclados; - Estudar os possíveis sistemas operacionais que a empresa poderia utilizar e os seus recursos, bem como descrevê-los no relatório; - Apresentar um antivírus para empresa; - Apresentar um software e um gerenciador de free para a empresa; - Promover a divulgação da empresa através de materiais de divulgação que obedeçam à identidade visual da mesma; - Apresentar os resultados do estudo sobre lixo eletrônico no capítulo dois e três, de acordo com o contexto, trazendo números e indicadores gráficos; - Relatar as informações pesquisadas e apresentá-las no capítulo dois ou três, com as respectivas referências; - Elaborar exemplo de um contrato de prestação de serviço ao cliente; - Elaborar uma mala direta, que dentro da empresa tenha a função de buscar informações filtradas na planilha do Excel; - Confeccionar em inglês um folder que contenha informações sobre lixo eletrônico; - Desenvolver através do Page Maker ou do Indesign um jornal que apresente dicas de cuidado com o lixo eletrônico e a entrevista com o profissional escolhido com a foto do mesmo. - Criar no Indesign uma revista; - Produzir blog que contenha informações do projeto e ações realizadas; - Apresentar aspectos relacionados ao projeto solicitados no capítulo dois e as ferramentas de informática utilizadas no semestre; - Elaborar um álbum virtual, intitulado Galeria dos Tesouros, com fotos de amigos ou parentes, a fim de tratar possíveis imperfeições e apresentar uma versão a cores já tratada, e outra em tons envelhecidos; - Relatar atividades do projeto com fotos; - Utilizar os recursos automáticos para geração da lista de figuras e inserção das mesmas; - Elaborar relatório científico que contenha documentadas todas as atividades desenvolvidas; - Criar o sumário de forma automática; - Desenvolver a postura e formas de apresentação para seminários e projetos; - Produzir a apresentação do trabalho usando o Power Point ou Br Office Impress; - Divulgar os resultados obtidos em trabalhos através da participação na Feira do PEIES, SAPS e Prêmio Técnico Empreendedor. 3 JUSTIFICATIVA Falar de lixo eletrônico é de extrema relevância, já que cada vez se faz mais necessário pensar em reciclagem, pois, o descarte de produtos por parte da população vem crescendo de forma alarmante, principalmente o de eletrônicos, como conseqüência da 7

8 constante evolução tecnológica, que faz com que a cada ano chegue ao acesso das pessoas produtos ainda mais modernos, estimulando a troca de aparelhos. Atualmente é preciso pensar em sustentabilidade como algo imediato, o que quer dizer que, as questões ambientais precisam ser tratadas com mais seriedade, levandose em consideração que a quantidade de lixo eletrônico tende a crescer cada vez mais, isso pode ser explicado, pela facilidade com a qual se pode adquirir qualquer eletrônico e também o consumismo. Além de que, o projeto propõe uma reflexão sobre lixo eletrônico, fazendo com que se pense até que ponto a evolução tecnológica é benéfica, de forma a que se pense em crescer tecnologicamente, mas com menos danos ao meio ambiente e a saúde humana. A solução proposta para a problemática do lixo eletrônico é a constituição de uma empresa, que recicle os eletrônicos fazendo novos produtos. De forma, a se alcançar a sustentabilidade, como foi citado anteriormente, aliando a tecnologia ao respeito ao meio ambiente. 4 REFERENCIAL: Amostra: p. 2) É uma subcoleção de elementos extraídos de uma população. (TRIOLA, 2005, Br Office: [...] é uma suíte de programas de escritório totalmente gratuita utilizada por milhões de brasileiros. (BR OFFICE, 2010) Brain Storn: Brain storn é uma palavra em inglês cuja tradução é tempestade mental. É uma metodologia de exploração de idéias, visando a obtenção das melhores soluções de um grupo de pessoas. (BARBOSA, 2007) Calculadora HP12-C: A calculadora HP12-C é uma máquina de uso relativamente simples, bastante utilizada nos cálculos pertinentes à Matemática Financeira [...] (MARQUES, 2010) Campanha Publicitária: 8

9 Campanha Publicitária é o termo utilizado pelos profissionais da área de publicidade para explicar o conjunto de anúncios dentro de um único planejamento para um determinado anunciante. (DICIONÁRIO BABYLON, 2010) Capital: O Capital é o valor aplicado através de alguma operação financeira. Também conhecido como: Principal, Valor Atual, Valor Presente ou Valor Aplicado. (SÓ MATEMÁTICA, 2010) Computação nas Nuvens: Computação nas nuvens, do inglês cloud computing, é o futuro da internet segundo o Google. Neste futuro as pessoas não precisarão instalar mais softwares. Tudo girará em torno da internet, que será uma plataforma completa de aplicações. O Google acredita nesta ideia e Gmail e Google Docs são alguns exemplos. (MAYUMI, 2010) CorelDraw: O CorelDRAW é um poderoso aplicativo utilizado na criação e no tratamento de imagens vetoriais e bitmap. As criações feitas nesse aplicativo vão desde simples logomarcas até as ilustrações tecnicamente mais complexas, dependendo, claro, do usuário, pois, ferramentas não faltam para essas criações. (MOZART, 1998, p. 10) Cores: O termo cor indica algo muito mais próximo da neurofisiologia do que da física. É algo que consiste mais no comportamento próprio de um indivíduo do que num fenômeno independente de validade universal. (UFSC, 2010) Desconto Composto: O desconto composto pode ser definido como a soma dos descontos simples, considerando cada período na operação e calculando sempre as taxas sobre o valor nominal da operação. (SANTOS, 2006) Desconto Simples: O desconto é calculado sobre o valor nominal (S) do título, utilizando-se taxa de juros simples. (BORBA, 2010) Desvio-Padrão: O desvio-padrão de um conjunto de valores amostrais é uma medida da variação dos valores em relação à média. (TRIOLA, 2005, p. 38) Editor de Textos: 9

10 Estatística: O Editor de Texto é um processador de texto muito versátil para quem precisa criar documentos de texto. Ele é equipado com ferramentas para formatar e definir o layout da página, editar e estilizar o texto, verificar a ortografia, criar tabelas e listas, importar gráficos, trabalhar com HTML e até mesmo adicionar arquivos de música e de filme. (SUPPORT APPLE, 2008) A estatística é uma coleção de métodos para planejar experimentos, obter dados e organizá-los, resumi-los, analisá-los, interpretá-los e deles extrair conclusões. (TRIOLA, 2005, p. 2) Estilos: Um estilo é um conjunto de características de formatação que podem ser aplicadas ao texto, tabelas e listas de seu documento para alterar rapidamente sua aparência. Ao aplicar um estilo, você aplica um grupo inteiro de formatos em uma simples operação. (MICROSOFT, 2010) Filtros: Filtrar é uma maneira rápida e fácil de localizar e trabalhar com um subconjunto de dados em um intervalo. Um intervalo filtrado exibe somente as linhas que atendem aos critérios especificados para uma coluna [...] (MICROSOFT, 2010) Folder: Folder é um impresso gráfico semelhante a um folheto, diferencia-se do folheto por ser elaborado com ilustrações coloridas e com dobras. (SITE 7, 2010) Fonte: As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial para manter o bom funcionamento do equipamento. (ALECRIM, 2007) Formatação Condicional: Formulários (Excel): A formatação condicional é um recurso do Microsoft Excel que define o formato de uma célula de acordo com as condições especificadas. A formatação condicional permite apresentar dados numéricos em diferentes cores. (MICROSOFT, 2010) Os formulários são utilizados para que possamos implementar funcionalidades que não seriam possíveis de ser implementadas somente com o uso de tabelas ou consultas. (BATTISTI, 2010) Formulários (Word): Permite elaborar questões como respostas múltiplas, respostas livres, etc. (TICS 5, 2010) 10

11 Fórmulas: (MICROSOFT, 2010) Fórmulas são equações que executam cálculos sobre valores na planilha. Funções: Funções são rotinas que têm como objetivo executar um conjunto de instruções e produzir um valor final. (TUDO SOBRE EXCEL, 2010) Gráfico: 2007, p. 206) Qualquer representação geométrica de um fenômeno quantitativo. (OLIVEIRA, Hiperlink (Excel): Cria um atalho ou salto que abre um documento armazenado em um servidor de rede, uma intranet ou na Internet. Quando você clica na célula que contém a função HYPERLINK, o Microsoft Excel abre o arquivo armazenado em local_vínculo. (MICROSOFT, 2010) Illustrator: [...] fornece precisão e potência com sofisticadas ferramentas de desenho, expressivos pincéis naturais, vários recursos para agilizar o trabalho do usuário [...] (ADOBE, 2010) Imagens Bitmap: Imagens bitmap são construídas com a formação de quadrados muito pequenos chamados pixel. (PORTAL DAS ARTES GRÁFICAS, 2010) Imagem Vetorial: Ao contrário das imagens mapeadas por bits, as imagens vetoriais, criadas em softwares de desenho, são compostas de linhas, ângulos e formas geométricas predefinidas por comandos no computador e por cálculos matemáticos não só a imagem em si, como também seu posicionamento em relação à página. (MARTINS, 2005, p. 21) Imagem: Do ponto de vista da computação podemos dizer que uma imagem contém uma imensa quantidade de informações e que um observador humano a interpreta global e qualitativamente. (MARQUES, 2004) InDesign: O InDesign é um aplicativo para layout de páginas direcionado para o mercado de pré-impressão profissional que necessita de precisão e qualidade em seus trabalhos. (VICENTINI, 2010) 11

12 Juro Composto: O regime de juros compostos é o mais comum no sistema financeiro e, portanto, o mais útil para cálculos de problemas do dia-a-dia. Os juros gerados a cada período são incorporados ao principal para o cálculo dos juros do período seguinte. (SÓ MATEMÁTICA, 2010) Juro Simples: O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidir apenas sobre o valor principal. (SÓ MATEMÁTICA, 2010) Lixo: Lixo, ou resíduo, é qualquer material considerado inútil, supérfluo, repugnante ou sem valor, gerado pela atividade humana. O conceito de lixo é uma concepção humana, porque em processos naturais não há lixo, apenas produtos inertes. (CODECA, 2010) Lixo Eletrônico: Podemos definir como LIXO ELETRÔNICO, ou E.LIXO, tudo o que é proveniente de equipamentos eletro-eletrônicos, incluindo aparelhos celulares, computadores, impressoras e periféricos. (INSTITUTO GEA, 2010) Logomarca: Mais conhecido como logotipo, a logomarca é a padronização da escrita de um nome. Se um nome for representado sempre com as mesmas características gráficas, seja por um desenho, letra ou ambos juntos, ele terá uma logomarca. Geralmente usada para apresentar nomes de empresas produtos ou serviços a logomarca procura expressar atributos dos mesmo através de suas formas cores e tipologia. (TONIOLLI, 2009) Manual de Identidade Visual: A identidade visual é o conjunto de elementos gráficos que irão finalizar a personalidade visual de um nome, idéia, produto ou serviço. (STRUNCK, 2000, p. 57) Marca: [...] ela dá sentido e define a identidade do produto/serviço no tempo e espaço. Isso significa que a marca extrapola os atributos físicos do produto e sua embalagem e incorpora conteúdos psíquicos na mente do consumidor. (FURRIER, 2004) Mascote: Mascote é o nome dado a um objeto ou ser que é escolhido como representante visual ou identificador de um elemento que se deseja denotar [...] (UOL, 2010) Matemática Financeira: A Matemática Financeira é uma ferramenta útil na análise de algumas alternativas de investimentos ou financiamentos de bens de consumo. Consiste em empregar procedimentos matemáticos para 12

13 Material Publicitário: simplificar a operação financeira a um Fluxo de Caixa. (SÓ MATEMÁTICA, 2010) [...] envolve comunicação de massa via jornal, revistas, rádio, televisão e outros veículos (p. ex. cartazes, placas em ponto de ônibus) ou comunicação direta ao consumidor via mala-direta. (CZINKOTA, 2001, p. 365) Média: A média aritmética de um conjunto de valores é o valor obtido somando-se todos eles e dividindo-se o total pelo número de valores [...] (TRIOLA, 2005, p. 32) Mediana: A mediana de um conjunto de valores é o valor do meio desse conjunto, quando os valores estão dispostos em ordem crescente (ou decrescente) [...] (TRIOLA, 2005, p. 32) Memória: A memória é o local onde o processador da máquina busca instruções (programas) para serem processados e onde ele armazena dados. (TORRES, 2007) Microsoft Office Word: Microsoft Power Point: Moda: (TRIOLA, 2005, p. 33) O Word é um software que permite criar documentos num computador. Pode utilizar o Word para criar texto utilizando fotografias ou ilustrações coloridas como imagens ou fundo e adicionar figuras, como mapas e tabelas. (MICROSOFT, 2010) O PowerPoint é um pacote completo de ferramentas para a criação de apresentações gráficas. Com ele o usuário consegue produzir uma apresentação sofisticada em poucos minutos e sem a necessidade de ser um expert no assunto. (SILVA, 1968, p. 224) A moda de um conjunto de dados é o valor que ocorre em maior freqüência. Montante: Montante é a soma do Capital com os juros. O montante também é conhecido como Valor Futuro. (SODRÉ, 2005) PageMaker: É um programa de editoração eletrônica simples de utilizar e extremamente profissional onde você pode usar os modelos predefinidos para criar diversas publicações, ou um modelo como ponto de partida para sua própria publicação. (FRAGA, 2002, p. 1) 13

14 Photoshop: O software Adobe Photoshop CS5 Extended ajuda a criar as mais modernas imagens para impressão, Web e vídeo. (ADOBE, 2010) Pixel: Picture element ou elemento de imagem é a menor unidade gráfica de uma imagem mapeada por bits, é um ponto gráfico individual. Os pixels combinados é que formam a imagem. (MARTINS, 2005, p. 16) Placa-mãe: Também conhecida como "motherboard" ou "mainboard", a placa-mãe é, basicamente, a responsável pela interconexão de todas as peças que formam o computador. (ALECRIM, 2005) Planilha Eletrônica: A planilha eletrônica é um conjunto de colunas e linhas, cuja intersecção denominamos de células. Cada célula possui um endereço único ou referência [...] (FUNDAÇÃO BRADESCO, 2010) População: Uma população é uma coleção de todos os elementos (valores, pessoas, medidas) a serem estudados. (TRIOLA, 2005, p. 2) Porcentagem: [...] pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades. (SANTOS, 2005) Probabilidades: Medida de incerteza dos fenômenos aleatórios. Traduz-se por um número real compreendido entre 0 e 1, ou, o que é a mesma coisa entre 0 e 100%. (OLIVEIRA, 2007, p. 208) Processador: Projeto: Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções que resultam em todas as tarefas que um computador pode fazer e, por esse motivo, são também referenciados como "cérebros" dessas máquinas. (ALECRIM, 2008) Um projeto sempre tem objetivos claramente definidos e tangíveis. Esses objetivos podem incluir a construção de um prédio, o desenvolvimento de um sistema de computador, a realização de um evento. O projeto somente estará concluído quando seu produto ou serviço for produzido. (AURÉLIO, 2004.) 14

15 Propaganda: A propaganda constitui-se um meio de promover vendas em massa. Nesse sentido, deve interessar, persuadir, convencer e levar à ação. Ela, baseando-se no conhecimento da natureza humana, tem de influenciar o comportamento do consumidor. Quanto mais se conhece as necessidades, os desejos e os impulsos, mais fácil é colocar em prática uma estratégia de propaganda. (SEBRAE SP, 2010) Razão: A divisão ou relação entre duas grandezas [...] (SILVA, 2010) Reciclagem: A reciclagem é um processo industrial que converte o lixo descartado (matéria-prima secundária) em produto semelhante ao inicial ou outro. Reciclar é economizar energia, poupar recursos naturais e trazer de volta ao ciclo produtivo o que é jogado fora. (AMBIENTE BRASIL, 2010) Regressão: Descrevem-se as relações lineares entre duas variáveis com o auxilio da equação e do gráfico de uma linha reta chamada regressão. Apresenta-se um método para determinar valores preditos em uma variável. (TRIOLA, 1999, p. 234) Resolução: [...] Refere a quantidade de pixels utilizados na imagem digital, como também a quantidade de informação que o pixel traz para compor a imagem. A resolução da imagem é medida em ppi (pixels per inch, pixels por polegada)[...] (MARTINS, 2005, p. 12) Sistema Operacional: Um sistema operacional é um conjunto de programas básicos e utilitários que fazem seu computador funcionar. (DEBIAN, 2010) Slogan: [..] é uma frase mais ou menos mnemônica com que um industrial, comerciante ou uma instituição procura manter o seu produto ou serviço na mente do publico. (CASTANHO, 2010) Software: O ingrediente que estabelece que o computador executará uma tarefa específica é o software instruções eletrônicas que em geral residem em um meio de armazenamento (NORTON, 1996, p. 21) Software Livre: 15

16 O termo free software foi criado, significando que qualquer pessoa tem liberdade de usar, estudar, compartilhar e distribuir este tipo de programa. (SILVA; MARTINS, 2000, p. 29) Software Proprietário: Subtotais: [...] é aquele cuja cópia, redistribuição ou modificação proibidos pelo seu criador ou distribuidor. Normalmente, a fim de que se possa utilizar, copiar, ter acesso ao código-fonte ou redistribuir, deve-se solicitar autorização ao proprietário, ou pagar para poder fazê-lo: será necessário, portanto, adquirir uma licença. As empresas que produzem estes softwares proprietários normalmente costumam planear também as suas desactualizações de forma a poderem aumentar o número de vendas, as versões novas nunca são compatíveis com os formatos anteriores para obrigar a novos gastos. (AICOURA, 2010) Permitem agrupar valores de uma tabela de acordo com a mudança de valor de um determinado campo [...] (NILO, 2008) Tabela de Frequência: Uma tabela de freqüência relaciona categorias (ou classes) de valores, juntamente com contagens (ou freqüências) do número de valores que se enquadram em cada categoria. (TRIOLA, 2005, p. 20) Tabela Dinâmica: Tabela Dinâmica é uma tabela interativa que resume uma grande quantidade de dados rapidamente, ou os combina de tabelas diferentes. É possível girar suas linhas e colunas para ver resumos diferentes dos dados de origem, filtrar os dados exibindo páginas diferentes ou exibir os detalhes das áreas de interesse. (UNIFESP, 2010) Tabela Price: A Tabela Price é um sistema de pagamento de dívida onde as prestações tem o mesmo valor, ou seja, o somatório de amortização mensal do capital mais juros mensais é constante (igual) ao longo do período do contrato. (MANUAL DE PERICIAS, 2010) Taxa: Taxa é um índice numérico relativo cobrado sobre um capital para a realização de alguma operação financeira. (SODRÉ, 2005) Variância: Para efeito de desenvolvimento algébrico costuma-se empregar a variância, que nada mais é senão o quadrado do desvio-padrão [...] (OLIVEIRA, 2007, p. 18) 16

17 Vetor: [...] um vetor é um tipo de imagem gráfica que pode ser escalada ao infinito sem distorção. (STUDIO Z, 2010) Virtualização: Web 2.0: A virtualização consiste na emulação de ambientes isolados, capazes de rodar diferentes sistemas operacionais dentro de uma mesma máquina, aproveitando ao máximo a capacidade do hardware, que muitas vezes fica ociosa em determinados períodos do dia, da semana ou do mês. (DUARTE, 2010) O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a segunda geração da World Wide Web --tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas com sites e serviços virtuais. A idéia é que o ambiente on-line se torne mais dinâmico e que os usuários colaborem para a organização de conteúdo. (FOLHA ONLINE, 2006) Windows XP: O Windows XP é o novo membro da família de sistemas operacionais da Microsoft. Ele chega para unificar, finalmente, todas as versões sobre uma mesma plataforma, desenvolvida a partir do Windows As letras XP significam experience (experiência). (TERRA, 2010) 5 METODOLOGIA A pesquisa foi desenvolvida por meio de uma abordagem quali-quantitativa, pois visa tanto o aspecto subjetivo quanto numérico dos resultados que foram obtidos na pesquisa. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo em uma escola pública, com o intuito de descobrir o que os estudantes sabem de lixo eletrônico e quantos sabem, a pesquisa constitui-se de dez perguntas, na qual o entrevistado marcava apenas uma das alternativas. Esta pesquisa foi desenvolvida de forma exploratória, pois teve como finalidade proporcionar maiores informações sobre o lixo eletrônico. Para tanto também foi utilizado o procedimento de pesquisa bibliográfica, através de livros, revistas e internet, para construir um embasamento teórico da temática proposta bem como das ferramentas que foram necessárias para o desenvolvimento do relatório. Além disso, também foi realizada uma pesquisa de campo em uma escola a fim de averiguar as concepções dos alunos sobre a problemática do lixo eletrônico e como procedem com ele. Por fim desenvolveu-se uma pesquisa-ação, pois foram realizadas palestras com estudantes e foi proposta a criação de uma empresa do ramo de reciclagem. 17

18 Quanto às técnicas, foram utilizados questionários e entrevistas estruturadas tanto com profissional da área quanto com estudantes de uma escola da rede pública. Outra técnica que se fez necessária para a conclusão do relatório foi a pesquisa de mercado, com a qual se buscou informações a respeito dos aspectos legais para constituição e implantação de uma empresa. 5.1 CRONOGRAMA Quadro1: Cronograma de atividades Atividades Propostas Mar Abr Maio Jun Jul Pesquisa sobre o lixo eletrônico, destino e possíveis soluções Proposta de implantação da empresa de reciclagem Entrevista com profissional da área Realização da pesquisa de campo Promover palestra de conscientização Análise do custo da implantação da empresa e funcionamento por seis meses, bem como as formas de pagamento Pesquisa de aspectos legais necessários para a empresa Escolha e desenvolvimento dos produtos da empresa Pesquisar sobre identidade visual e criar a da empresa Instalação da máquina virtual Escolha do nome da empresa Levantamento financeiro da divulgação do projeto, com papéis reciclados e não reciclados Pesquisar possíveis sistemas operacionais para a empresa Apresentar um antivírus para a empresa Apresentação um software e um gerenciador de free para a empresa Criação de materiais de divulgação para 18

19 empresa Elaboração do contrato de prestação de serviço ao cliente Criação de uma mala direta que busque informações filtradas no Excel Confecção de um folder em inglês sobre lixo eletrônico Desenvolvimento de um jornal informativo sobre lixo eletrônico Criação de uma revista Produção do blog com as ações do projeto Elaboração do álbum virtual Relatar ações do projeto Geração da lista de figuras e inserção das mesmas de forma automática Elaboração do relatório cientifico Produção do projeto em um software de apresentação Apresentação do projeto Fonte: SCHNEIDER; WINKELMANN, Legenda: Atividade proposta Atividade realizada 5.2 CUSTOS O projeto não teve custos, visto que utilizou-se de materiais reciclados. 6 RESULTADOS O projeto implicou na realização de diversas atividades, uma vez que este constitui-se de um projeto interdisciplinar do Curso Técnico em informática, e tem uma série de objetivos a se realizar, parte deles segue abaixo. PESQUISA Foram realizadas uma série de pesquisas, tanto na internet quanto em livros para compreender a problemática do lixo eletrônico. Contudo, ainda assim nos faltavam informações, partiu-se então para a elaboração de um questionário sobre lixo eletrônico para ser aplicado em uma pesquisa de campo. 19

20 Figura 1: Questionário da pesquisa de campo Fonte: SCHNEIDER; WINKELMANN, Esta pesquisa realizou-se em uma escola pública da cidade de Três de Maio, sendo que 121 estudantes participaram dela. Com a pesquisa compreendeu-se que grande parte dos entrevistados conhecem o que é lixo eletrônico, porém, poucos dão o destino correto, visto que, eles não sabem onde depositar seu lixo eletrônico. Figura 2: Gráfico representativo sobre o conhecimento da população sobre lixo eletrônico Você sabe o que é lixo eletrônico? 6% 2% 6% 2% Sim, sei o que é. Não, mas imagino o que seja. Não, não sei o que é. 84% Nunca ouvi falar. Outros. Fonte: SCHNEIDER; WINKELMANN, Uma das perguntas indagava as pessoas em relação a quantos eletrônicos elas já haviam descartado até o mês de junho, data da pesquisa. Uma parte significativa dos estudantes respondeu que em seis meses havia descartado de 1 à 3 eletrônicos, conforme pode ser visto na figura 3. Figura 3: Gráfico relativo a quantidade de lixo eletrônico que os entrevistados produzem 20

21 Aproximadamente quantos eletrônicos você já descartou nesse ano? 7% 6% 9% De 1 à 3 23% 55% De 4 à 6 De 7 à 9 De 10 à 12 Outros Fonte: SCHNEIDER; WINKELMANN, Entre as dez perguntas do questionário estava ainda a que indagava ao estudante em relação a sua percepção em relação a criação de uma empresa que dê destino ao lixo eletrônico, 62% dos entrevistados disse que seria uma ótima ideia, visto que, não há empresas focadas na reciclagem de eletrônico em nossa região, isto poderia vir a ser um diferencial. Figura 4: Gráfico em relação a opinião dos estudantes quanto a criação de uma empresa voltada para a reciclagem do lixo eletrônico O que você pensa da ideia de se criar uma empresa que faça produtos a partir do lixo eletrônico? 3% É uma ótima ideia. 8% 9% 18% 62% É bom mas acho que não daria certo. Não é necessário. Daria certo porque há poucas empresas nesse ramo. Outros Fonte: SCHNEIDER; WINKELMANN, PALESTRA DE CONSCIENTIZAÇÃO Foi realizada uma palestra informativa sobre lixo eletrônico. A palestra foi realizada no Instituto Estadual de Educação Cardeal Pacelli logo após a aplicação do questionário da pesquisa de campo. Pensou-se em fazer dessa forma para ser possível primeiramente saber qual o real conhecimento dos alunos sobre a questão e depois esclarecer-lhes, podendo dessa forma proporcionar aos estudantes para se tirar dúvidas e trocar opiniões. A palestra foi um momento muito gratificante porque foi possível transmitir a eles o conhecimento que adquirimos após as pesquisas. 21

Introdução ao Processamento de Dados (IPD)

Introdução ao Processamento de Dados (IPD) Universidade Federal de Pelotas Instituto de Física e Matemática Departamento de Informática Introdução ao Processamento de Dados (IPD) Estrutura da Apresentação Conceitos Básicos Processamento de Dados

Leia mais

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Software Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Definir e classificar os principais tipos de softwares Básico Aplicativos Software Categorias Principais de Software Básico Chamado de

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais

Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Guia definitivo de ferramentas de Planejamento para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Introdução à Informática Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel Roberto Zorzal AULA Informática: Aplicações e Benefícios Advocacia

Leia mais

Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Exemplos de fluxo de trabalho

Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Exemplos de fluxo de trabalho Fiery Network Controller para DocuColor 250/240 SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Exemplos de fluxo de trabalho 2005 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos

Leia mais

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress O pacote BrOffice é um pacote de escritório muito similar ao já conhecido Microsoft Office e ao longo do tempo vem evoluindo e cada vez mais ampliando as possibilidades

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

3) Na terminologia de domínios de um endereço para internet, COM significa: ( ) Comércio Eletrônico ( ) Arquivo executável ( ) Organização comercial

3) Na terminologia de domínios de um endereço para internet, COM significa: ( ) Comércio Eletrônico ( ) Arquivo executável ( ) Organização comercial Exercícios de Avaliação Internet Assinale a alternativa correta para as questões abaixo. 1) O serviço de procura ajuda-nos a encontrar documentos na World Wide Web. Dizemos ao serviço de pesquisa o que

Leia mais

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica

Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Ciências da Computação Disciplina:Computação Gráfica Professora Andréia Freitas 2012 7 semestre Aula 02 (1)AZEVEDO, Eduardo. Computação Gráfica, Rio de Janeiro: Campus, 2005 (*0) (2) MENEZES, Marco Antonio

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES Olá pessoal! Neste ponto resolverei a prova de Matemática Financeira e Estatística para APOFP/SEFAZ-SP/FCC/2010 realizada no último final de semana. A prova foi enviada por um aluno e o tipo é 005. Os

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB. Professora Andréia Freitas

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB. Professora Andréia Freitas TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Disciplina:FERRAMENTAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO WEB Professora Andréia Freitas 2012 3 semestre Aula 03 MEMORIA, F. Design para a Internet. 1ª Edição. Rio de Janeiro:

Leia mais

Sumário. Conteúdo Certificação OFFICE 2010

Sumário. Conteúdo Certificação OFFICE 2010 Conteúdo Certificação OFFICE 2010 Sumário Access 2010... 2 Excel Core 2010... 3 Excel Expert 2010... 4 Outlook 2010... 5 PowerPoint 2010... 8 Word Core 2010... 9 Word Expert 2010... 10 Access 2010 1. Gerenciando

Leia mais

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br Hardware e Software Professor: Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br Agenda Hardware Definição Tipos Arquitetura Exercícios Software Definição Tipos Distribuição Exercícios 2 Componentesde um

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam.

Maior Tranqüilidade - Todos esses benefícios, protegendo seus bens materiais e as pessoas que por ali circulam. 1 - APRESENTAÇÃO Este descritivo tem como objetivo, apresentar o Sistema de Identificação de Visitantes enfocando suas funcionalidades e condições técnicas necessárias de implantação. Vantagens do Sistema

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN

CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN CorelDRAW 11 1. UM PROGRAMA DE DESIGN Com o Corel você vai trabalhar com um dos aplicativos mais usados no campo do design e da auto-edição, já que permite operar com dois tipos de gráficos (vetoriais

Leia mais

Microsoft Word 11/10/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 6 Microsoft Office

Microsoft Word 11/10/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 6 Microsoft Office Curso Conexão Noções de Informática Agenda Microsoft Office: Microsoft Word; Microsoft Excel; Microsoft PowerPoint. Aula 6 Microsoft Office Email: leomezzomo@hotmail.com Site: leomezzomo.xpg.com.br O Microsoft

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça / SP EE: Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação

Leia mais

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional Visão geral do Microsoft Office Word 2007 Bem vindo ao Microsoft Office Word 2007, incluído na versão 2007 do Microsoft Office system. O Office Word 2007 é um poderoso programa de criação de documentos

Leia mais

Como Converter Arquivos.DOC em PDF

Como Converter Arquivos.DOC em PDF Como Converter Arquivos.DOC em PDF Conceito de Arquivo PDF O formato PDF (Portable Document Format), nativo do Adobe Acrobat, é considerado o sucessor do arquivo, chamado fechado (PRN, PS ou EPS). No Brasil

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

3 Processamento de Dados e Sistemas de Informações Contábil-Financeiros, 12

3 Processamento de Dados e Sistemas de Informações Contábil-Financeiros, 12 Apresentação, xiii Prefácio, xv Parte I Introdução ao Problema, 1 1 Introdução, 3 1.1 Problema, 3 1.2 Proposta, 5 2 A Organização, 7 2.1 Visão da empresa, 7 2.2 Sistema empresa, 9 3 Processamento de Dados

Leia mais

11/06/2013. O que é Software Aplicativo? Suítes de Software. Adquirindo Software SOFTWARES APLICATIVOS

11/06/2013. O que é Software Aplicativo? Suítes de Software. Adquirindo Software SOFTWARES APLICATIVOS 2 O que é Software Aplicativo? SOFTWARES APLICATIVOS Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Software que realiza tarefa útil específica Suítes de aplicativos Softwares empresariais Softwares

Leia mais

PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS. 1. Qualificação Social 100 horas

PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS. 1. Qualificação Social 100 horas PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS 1. Qualificação Social 100 horas INCLUSÃO DIGITAL - 30 horas (15 h de prática) Ementa: Introdução à informática, hardware e software. Descrição

Leia mais

Prof. André Di Thommazo

Prof. André Di Thommazo Unidade 3 Comunicação e Organização Pessoal Tipos de Arquivo Prof. André Di Thommazo Pacote de software para escritório Pacote de software para escritório é um conjunto de software destinados a atividades

Leia mais

PLANO DE ENSINO/AULA

PLANO DE ENSINO/AULA GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE GESTÃO PEDAGÓGICA E INCLUSÃO EDUCACIONAL COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA DE BRASÍLA PLANO DE ENSINO/AULA

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

ÍNDICE... 3 INTRODUÇÃO... 4. A série... 4

ÍNDICE... 3 INTRODUÇÃO... 4. A série... 4 EXCEL 2007 e 2010 2 ÍNDICE ÍNDICE... 3 INTRODUÇÃO... 4 A série... 4 01 LISTA COM VALIDAÇÃO... 5 02 FUNÇÕES FINANCEIRAS... 7 03 FUNÇÃO DE BANCO DE DADOS... 12 04 RÓTULOS... 15 05 TABELA DINÂMICA... 18 06

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PROJETO TELECENTROS COMUNITÁRIOS SOFTWARE DE APRESENTAÇÃO POWER POINT IMPRESS PREZI

Leia mais

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar.

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. Quais são eles? Vários outros programas 1 Sistema Básico

Leia mais

TI Verde: Sustentabilidade na área da tecnologia da informação TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TI Verde: Sustentabilidade na área da tecnologia da informação TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TI VERDE: SUSTENTABILIDADE NA ÁREA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Flávio Luiz de Azevedo BRAYNER Paulo Gustavo Sabino RAMOS Patrícia Verônica de Azevedo BRAYNER Resumo: Atualmente a Tecnologia da Informação

Leia mais

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) Prova Preambular Delegado São Paulo 2011 Módulo VI - Informática Confrontada com o gabarito oficial e comentada 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) a) Garante

Leia mais

Informática Básica para o PIBID

Informática Básica para o PIBID Universidade Federal Rural do Semi Árido Programa Institucional de Iniciação à Docência Informática Básica para o PIBID Prof. Dr. Sílvio Fernandes Roteiro O Tamanho e Resolução de imagens O Compactação

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE.

CURSOS OFERECIDOS. seus objetivos e metas. E também seus elementos fundamentais de Administração, como: PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE. CURSOS OFERECIDOS Access 2007 Aproximadamente 20 horas O aluno aprenderá criar Banco de Dados de forma inteligente, trabalhar com estoques, número de funcionários, clientes etc. Conhecerá ferramentas aprimoradas

Leia mais

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA PUBLICIDADE & PROPAGANDA Prova Semestral --> 50% da nota final. Sistema de avaliação Atividades em laboratório --> 25% da nota final Exercícios de práticos feitos nos Laboratórios de informática.

Leia mais

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica

Imagem digital - 1. A natureza da imagem fotográfica. A natureza da imagem fotográfica A natureza da imagem fotográfica PRODUÇÃO GRÁFICA 2 Imagem digital - 1 Antes do desenvolvimento das câmeras digitais, tínhamos a fotografia convencional, registrada em papel ou filme, através de um processo

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

RESULTADOS E DISCUSSÂO

RESULTADOS E DISCUSSÂO LIXO ELETRÔNICO - WIKI E-LIXO Origens e reaproveitamento Marcos Felipe Friske dos Santos 1 ; Angelo Augusto Frozza 2 RESUMO Este projeto surgiu com o intuito de dar uma nova função às máquinas caça-níqueis

Leia mais

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 1 PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 Juliana Gulka Biblioteca Central da UFSC juliana.gulka@ufsc.br PREZI X POWER POINT Quando falamos em slide hoje, lembramos de powerpoint. O prezi não vai matar

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

2 Editoração Eletrônica

2 Editoração Eletrônica 8 2 Editoração Eletrônica A década de 80 foi um marco na história da computação. Foi quando a maioria dos esforços dos desenvolvedores, tanto de equipamentos, quanto de programas, foram direcionados para

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais

acesse: vouclicar.com

acesse: vouclicar.com Transforme como sua empresa faz negócios, com o Office 365. Vouclicar.com A TI chegou para as pequenas e médias empresas A tecnologia é hoje o diferencial competitivo que torna a gestão mais eficiente,

Leia mais

Plano de Comunicação / 2008. O melhor portal de eventos. www.nabaladabh.com.br

Plano de Comunicação / 2008. O melhor portal de eventos. www.nabaladabh.com.br O Melhor Portal de Eventos Em Janeiro de 2004 observamos em Belo Horizonte a carência de um portal que divulgasse os principais eventos da cidade, abrangendo lazer, cultura e entretenimento, nascia o NaBaladaBH.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO COMISSIONADO VETOR PROGRAMADO

MANUAL DO USUÁRIO COMISSIONADO VETOR PROGRAMADO MANUAL DO USUÁRIO COMISSIONADO VETOR PROGRAMADO SETEMBRO DE 2010 MANUAL DO USUÁRIO COMISSIONADO VETOR PROGRAMADO SETEMBRO DE 2010 O QUE É UM USUÁRIO COMISSIONADO? Um usuário comissionado é uma pessoa que

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS

Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Criação de Consultas e Relatórios no Access CRIAÇÃO DE CONSULTAS E RELATÓRIOS NO ACCESS Sumário Conceitos / Autores chave... 3 1. Introdução... 4 2. Consultas... 5 3. Relatórios... 8 4. Conclusões... 11

Leia mais

Indicadores/ Descritores

Indicadores/ Descritores P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Humanas / Informática Professor(a): Ana Márcia e Pádua SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 1ª 2h/a 80h/a COMPETÊNCIA

Leia mais

APOSTILA INFORMÁTICA EMPRESARIAL

APOSTILA INFORMÁTICA EMPRESARIAL APOSTILA INFORMÁTICA EMPRESARIAL Apostila Active Brasil de Informática Empresarial Daniel de Menezes Gularte Omar Queiroz A livre distribuição dessa cópia está proibida, sendo de material exclusivo do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

Aula: BrOffice Impress primeira parte

Aula: BrOffice Impress primeira parte Aula: BrOffice Impress primeira parte Objetivos Conhecer as características de um software de apresentação; Saber criar uma apresentação rápida com os recursos de imagem e texto; Saber salvar a apresentação;

Leia mais

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO 40 Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO A AmericaSkills, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta

Leia mais

1.3 Não serão aceitos currículos encaminhados via correios ou fax.

1.3 Não serão aceitos currículos encaminhados via correios ou fax. 1 EDITAL N o 02/2006 DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO A Fundação Universidade do Tocantins - UNITINS, no uso de suas atribuições legais e em caráter excepcional, atendendo necessidades essenciais da Instituição,

Leia mais

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA

Bitmap X Vetorial OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA OS DOIS PRINCIPAIS TIPOS DE ARQUIVOS NA COMPUTAÇÃO GRÁFICA Editores vetoriais são frequentemente contrastadas com editores de bitmap, e as suas capacidades se complementam. Eles são melhores para leiaute

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

Plano de Curso. Conhecimentos Básicos do sistema operacional Windows, conceitos de internet.

Plano de Curso. Conhecimentos Básicos do sistema operacional Windows, conceitos de internet. Plano de Curso Auxiliar Administrativo DURAÇÃO 12 meses (115 horas). PRÉ- REQUISITOS Conhecimentos Básicos do sistema operacional Windows, conceitos de internet. OBJETIVO DO CURSO O aluno aprenderá a executar

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado

ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO MÓDULO INFORMÁTICA Manual do Associado OS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SÃO PRESTADOS PELA BRASIL ASSISTÊNCIA S.A., CNPJ: 68.181.221/0001-47 ASSISTÊNCIA BB PROTEÇÃO Ao necessitar de algum

Leia mais

ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES

ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES Para ter acesso às aulas interativas do Digital Basic Informática por 6 meses, siga os passos abaixo: A contagem do prazo de acesso de 6 meses

Leia mais

APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO

APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO APRESENTAÇÃO AO CANDIDATO COMO FAZEMOS? QUEM SOMOS? ByeByePaper é uma empresa que atua no segmento de Gestão Eletrônica de Documentos e Certificado Digital, oferecendo ferramentas para gestão de conteúdo

Leia mais

Seu dia é mais inteligente

Seu dia é mais inteligente Seu dia é mais inteligente O 2007 Microsoft Office system é uma plataforma de soluções inteligentes para tarefas operacionais, estratégicas e organizacionais. O conjunto de aplicativos e servidores e a

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO

ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO ACADEMIA DO CONCURSO PÚBLICO INFORMÁTICA PARA CONCURSOS (jabruas@uol.com.br) 1 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Office, OpenOffice, BrOffice e LibreOffice).

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Prof. Edberto Ferneda Software 1 Sistema Operacional Sistema Operacional Sistema Operacional Softwares aplicativos U s u á r i o s Freeware é o software pelo qual não se cobra

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL Introdução Aula 03: Pacote Microsoft Office 2007 O Pacote Microsoft Office é um conjunto de aplicativos composto, principalmente, pelos

Leia mais

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet.

Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites. Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Design, SEO, Marketing, Hospedagem e Administração de sites Esta apresentação contém links para acesso de conteúdo na Internet. Agência de Publicidade Divulgando, criando e comunicando nas mais diversas

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

A importância do design nos negócios

A importância do design nos negócios A importância do design nos negócios SUMÁRIO Apresentação 4 A importância do Design 5 Design de Comunicação 13 A Escada do Design 6 Design Gráfico 14 O processo do Design 7 Logomarca 15 Design & Inovação

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Softwares O que é Software? Conjunto de instruções/funções/tarefas que definem o que o computador deve executar para chegar

Leia mais

Informática I. Aula 25. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson

Informática I. Aula 25. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson Informática I Aula 25 Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 25-12/07/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de

Leia mais

Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1

Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1 Lançamento Agência Stamina: o Tesouro Perdido 1 Yuri HORIGUCHI 2 Mariana MENEZES 3 Vanessa SIMÕES 4 Manuela CORRAL 5 Centro Universitário do Pará, CESUPA Resumo A Agência Stamina, especializada em ações

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I

Microsoft PowerPoint XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA BÁSICA: Microsoft PowerPoint XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2007 2 S U M Á R I O

Leia mais

BrOffice.org, Writer e Calc. Introdução. Software que compõe a suíte

BrOffice.org, Writer e Calc. Introdução. Software que compõe a suíte Introdução O BrOffice.org traz uma proposta de software gratuito, onde encontramos poderosos aplicativos comerciais para edição de texto, planilha eletrônica, software de apresentação entre outros. A cada

Leia mais

FAT32 ou NTFS, qual o melhor?

FAT32 ou NTFS, qual o melhor? FAT32 ou NTFS, qual o melhor? Entenda quais as principais diferenças entre eles e qual a melhor escolha O que é um sistema de arquivos? O conceito mais importante sobre este assunto, sem sombra de dúvidas,

Leia mais

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico

Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico Ensino da Estatística na Educação Básica: Ferramenta Computacional como proposta para o processo pedagógico José Carlos Coelho Saraiva 1 GD6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância

Leia mais

Suponha que uma pasta esteja sendo exibida pelo Windows Explorer e os seguintes arquivos são exibidos:

Suponha que uma pasta esteja sendo exibida pelo Windows Explorer e os seguintes arquivos são exibidos: 14 PROVA DE CONHECIMENTOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA CÓD. 05 QUESTÃO 31: Suponha que uma pasta esteja sendo exibida pelo Windows Explorer e os seguintes arquivos são exibidos: Aqui existem um arquivo do tipo

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSOS. www.nacife.com. Adm. Jean Marc Nacife CONTATO: nacife@gmail.com (64) 9963-4589

CATÁLOGO DE CURSOS. www.nacife.com. Adm. Jean Marc Nacife CONTATO: nacife@gmail.com (64) 9963-4589 CATÁLOGO DE CURSOS www.nacife.com 2015 CAPACITAÇÃO DIGITAL Curso Interativo Basic: Informática Curso Interativo Operador: Informática INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA Número de Aulas: 07 Apostila: Não Possui Simulador

Leia mais

Questões Microsoft PowerPoint 2003

Questões Microsoft PowerPoint 2003 1. 2009.Cespe.MMA.MOF.Por meio de editores de texto e planilhas eletrônicas, é possível criar links para arquivos disponíveis na Internet, a partir da digitação do endereço de destino do arquivo no documento

Leia mais

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Sabemos que implementar e monitorar um Sistema de Gestão é um grande desafio, pois temos que planejar, controlar e verificar muitos registros, papéis,

Leia mais

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna

Status. Barra de Título. Barra de Menu. Barra de. Ferramentas Padrão. Caixa de nomes. Barra de. Ferramentas de Formatação. Indicadores de Coluna O que é uma planilha eletrônica? É um aplicativo que oferece recursos para manipular dados organizados em tabelas. A partir deles pode-se gerar gráficos facilitando a análise e interpretação dos dados

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Microsoft Word Folha

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

UNIDADE 6 APLICATIVOS

UNIDADE 6 APLICATIVOS UNIDADE 6 APLICATIVOS Professor: Leandro M. Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br 19/11/2010 Colégio Politécnico da UFSM 1 Tipos de Software Software de sistema Executa tarefas que são comuns nos sistemas

Leia mais

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE CELULAR X COMPUTADOR Atualmente, o Celular roubou a cena dos computadores caseiros e estão muito mais presentes na vida dos Brasileiros. APLICATIVO PARA CELULAR O nosso aplicativo para celular funciona

Leia mais