Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética"

Transcrição

1 Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética

2 1ª PARTE: Filosofia e Ciência Nascimento da Filosofia e da Ciência Revolução Científica Cientificismo e Crise das Ciências Humanas 2ª PARTE: Ética Acadêmica e Profissional Crise da Ética Categorização da Ética Ética Normativa Ética Aplicada 3ª PARTE: Bioética Construção da Bioética Teorias da Bioética Atuação da Bioética

3 Nascimento da Filosofia e da Ciência Revolução Científica Cientificismo e Crise das Ciências Humanas

4 Mitologia Nascimento da Filosofia e da Ciência Pré-socráticos: Filosofia = Ciência Sócrates: Prova Científica Medicina Hipócrates FONTE: Aranha MLA. Filosofando: introdução à filosofia. 2.ed. São Paulo: Moderna, p

5 Laicização Fragmentação do Saber: Objeto Específico de Pesquisa Método Científico: Experimentação Matematização Ciências Particulares: Cisão moderna entre a Filosofia e a Ciência FONTE: Aranha MLA. Filosofando: introdução à filosofia. 2.ed. São Paulo: Moderna, p

6 Cientificismo Único conhecimento correto é o científico; Crise das Ciências Humanas: Problema da Simplificação Problema da Experimentação Problema da Matematização Problema da Objetividade Problema do Método: Tendência Naturalista: Positivismo (Comte) Sociologia: Física Social Tendência Humanista: Crítica ao Positivismo FONTE: Aranha MLA. Filosofando: introdução à filosofia. 2.ed. São Paulo: Moderna, p

7 Crise da Ética Categorização da Ética Ética Normativa Ética Aplicada

8 Cientificismo: Neutralidade Axiológica da Ciência (Weber) A Ética não é Neutra Objetividade A Ética é Normativa Pós-Modernismo: Falência da Metanarrativas Totalizantes: A Ética é Universal FONTE: Cortina A, Martinéz E. Ética. 2.ed. São Paulo: Loyola, p

9 ÉTICA ÉTICA DAS VIRTUDES ÉTICA NORMATIVA METAÉTICA TEORIA DOS VALORES TEORIA DAS OBRIGAÇÕES ÉTICA APLICADA ÉTICA CONSEQUENCIALISTA ÉTICA DEONTOLÓGICA BIOÉTICA FONTE: Aires, Almeida, org. (2003) Dicionário Escolar de Filosofia. Lisboa: Plátano. Disponível em:

10 Teoria dos Valores (Antiguidade): O que torna boa ou valiosa a vida de uma pessoa? Epicurismo: Satisfação dos desejos Hedonismo: Prazer conhecimento, amizade, apreciação da beleza Teoria das Obrigações (séc. XVIII): O que é agir de uma forma moralmente acertada? Consequencialismo: Avaliar as conseqüências dos atos Deontologia: Evitar realizar determinados atos (deveres): Tratados de Deveres: Códigos de Ética Profissional Ética Aplicada (últimas décadas). FONTE: Aires, Almeida, org. (2003) Dicionário Escolar de Filosofia. Lisboa: Plátano. Disponível em:

11 No artigo How Medicine Saved The Life of Ethics, Stephen Toulmin sustenta que, na primeira metade do século XX, a reflexão filosófica dos países anglo-saxões tinha se tornado tão abstrato e geral que os filósofos tinham acabado por perder todo o contato com as questões concretas que surgiam na prática, médica ou outra. O interesse dos filósofos pela prática é recente; ele se manifestou nos EUA antes que na Europa, especialmente sob os temas de Ética Aplicada e de Moral de Situação (1). Entre as tarefas da Ética (...) não figura só o esclarecimento do que é a moralidade e a fundamentação desta, mas a aplicação de suas descobertas [princípios éticos] aos diferentes âmbitos da vida social (...) Não parece conveniente fazer uma aplicação mecânica dos princípios éticos aos diferentes campos de ação, é mister averiguar quais são os bens internos que cada uma dessas atividades deve trazer para a sociedade e quais valores e hábitos é preciso incorporar para alcançá-los. Nessa tarefa, os eticistas não podem agir sozinhos, eles precisam desenvolvê-la cooperativamente com os especialistas de cada campo (...) a ética aplicada é necessariamente interdisciplinar (2). FONTE (1): Apud Durand G. Introdução Geral à Bioética. 2.ed. São Paulo: Loyola, p FONTE (2): Cortina A, Martinéz E. Ética. 2.ed. São Paulo: Loyola, p. 147.

12 Construção da Bioética Teorias da Bioética Atuação da Bioética

13 Repercussão Social: Holocausto Segunda Grande Guerra Mundial (- 1945); Caso Tuskegee ( ); Documentos Internacionais com Diretrizes Éticas: Código de Nuremberg (1947); Declaração Universal de Direitos Humanos ONU (1948); Declaração de Helsinque I (1964); Belmont Report: Principialismo (1978) Repercussão Acadêmica: Bioética: a Ciência da Sobrevivência Potter (1970); Bioética: Ponte para o Futuro Potter (1971); Bioethics as a discipline Callahan (1971); Library of Congress em Washington (1974); Journal of Philosophy and Medicine (1976); Encyclopedia of Bioethics (1978); Instituições de Bioética: Hastings Center em Nova Iorque (1969); Kennedy Institute of Ethics em Georgetown (1971); National Commision for the Protection of Human Subjects of Biomedical and Behavioral Research ( ); FONTE: Hottois G, Missa JN. Bioética. In: Nova enciclopédia da bioética. Lisboa: Instituto Piaget, p

14 Não-maleficência TEORIA DOS PRINCÍPIOS Autonomia Justiça Beneficência TEORIA DOS REFERENCIAIS Dignidade Autonomia Justiça Não-maleficência Beneficência Solidariedade Vulnerabilidade Confidencialidade Privacidade Responsabilidade Qualidade de Vida Sobrevivência Serenidade FONTE: Hossne WS. Bioética princípios ou referenciais?. In: O Mundo da Saúde. São Paulo: 2006: out/dez 30 (4):

15 Bioética e Meio Ambiente Direito dos Animais Biotecnologia: Biopolítica? Alocação de Recursos Critérios Éticos nas Políticas Públicas: Utilitarismo (Bentham e Mill) Eqüidade (John Rawls) Bioética Clínica Aplicação dos Referenciais Bioéticos

16 O progresso tecno-científico, ocasionado pela compartimentação do saber, não conduziu à evolução ético-moral do homem. A Bioética oferece um espaço público neutro para que a pluralidade de crenças comunitárias e individuais possam coexistir e debater o sentido e os valores que norteiam a vida humana.

17 Aires, Almeida, org. (2003) Dicionário Escolar de Filosofia. Lisboa: Plátano. Disponível em: Aranha MLA. Filosofando: introdução à filosofia. 2.ed. São Paulo: Moderna, p. 9 Cortina A, Martinéz E. Ética. 2.ed. São Paulo: Loyola, p Durand G. Introdução Geral à Bioética. 2.ed. São Paulo: Loyola, p Hottois G, Missa JN. Bioética. In: Nova enciclopédia da bioética. Lisboa: Instituto Piaget, p Hossne WS. Bioética princípios ou referenciais?. In: O Mundo da Saúde. São Paulo: 2006: out/dez 30 (4):

Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas Disciplina de Bioética

Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas Disciplina de Bioética PRINCÍPIOS PIOS DA BIOÉTICA Profa. Dra. Laís s Záu Z u Serpa de Araújo Tipos de Teorias Éticas 1. UTILITARISMO conseqüências - Stuart Mill 2. KANTISMO obrigação Immanuel Kant Tipos de Teorias Éticas 3.

Leia mais

BIOÉTICA Origem. Princípios e Referenciais da Bioética. Principais Documentos

BIOÉTICA Origem. Princípios e Referenciais da Bioética. Principais Documentos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA, JÚLIO DE MESQUITA FILHO (UNESP) Campus Botucatu Curso de Pós -Graduação de Bases da Cirurgia BIOÉTICA Origem. Princípios e Referenciais da Bioética. Principais Documentos

Leia mais

Princípios éticos e Bioética: a abordagem principialista. José Roberto Goldim

Princípios éticos e Bioética: a abordagem principialista. José Roberto Goldim Princípios éticos e Bioética: a abordagem principialista José Roberto Goldim Princípio s.m....3 ditame moral; regra, lei, preceito (foi educado sob princípios rígidos) (não cede por uma questão de princípios)

Leia mais

Bioética e Bioéticas. M. Patrão Neves.

Bioética e Bioéticas. M. Patrão Neves. Bioética e Bioéticas M. Patrão Neves Bioética ou Bioéticas reivindicar o originário paradigma ocidental como único verdadeiro; adoptar um modelo epistemológico e rígido acolher como legítimas todas as

Leia mais

CEP COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS

CEP COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Gestão Aplicadas à Regeneração Tecidual Módulo Junho TIRA DÚVIDAS CEP COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS Profa. Dra. Denise Nicodemo CEP... ética

Leia mais

INTRODUÇÃO À BIOÉTICA

INTRODUÇÃO À BIOÉTICA INTRODUÇÃO À BIOÉTICA 11 DE FEVEREIRO DE 2013 (2ª aula) Sumário da Aula Anterior: Apresentação do docente. Normas de funcionamento da disciplina. Processo de avaliação. Breve discussão do conteúdo programático.

Leia mais

BIOÉTICA PROF. ARCHANGELO P. FERNANDES

BIOÉTICA PROF. ARCHANGELO P. FERNANDES BIOÉTICA PROF. ARCHANGELO P. FERNANDES 1 DEONTOLOGIA Provem do grego deon, deontos (dever) e logos (tratado). É o estudo dos deveres de um grupo profissional. 2 BIOÉTICA Bioética bios = vida e ética =

Leia mais

Introdução a Ética e Bioética. Ética e Bioética em Saúde

Introdução a Ética e Bioética. Ética e Bioética em Saúde Introdução a Ética e Bioética Ética e Bioética em Saúde Antonio Leite Professor Assistente-A Graduado em Odontologia Especialista em Saúde Coletiva Mestre em Ciência Área de concentração: Epidemiologia,

Leia mais

Clóvis de Barros Filho

Clóvis de Barros Filho Clóvis de Barros Filho Sugestão Formação: Doutor em Ciências da Comunicação pela USP (2002) Site: http://www.espacoetica.com.br/ Vídeos Produção acadêmica ÉTICA - Princípio Conjunto de conhecimentos (filosofia)

Leia mais

Fundamentos da Bioética. Carlos A. M. Gottschall

Fundamentos da Bioética. Carlos A. M. Gottschall Fundamentos da Bioética Carlos A. M. Gottschall A ÉTICA COMEÇOU PELA MEDICINA A MEDICINA PRIMITIVA E A MAGIA Medicina teocrática: Santidade Lei Palavra Ervas Faca Conceito de Ética Valor da Vida Abrangência

Leia mais

A Bioética e os desafios no séc. XXI para as populações vulneráveis

A Bioética e os desafios no séc. XXI para as populações vulneráveis A Bioética e os desafios no séc. XXI para as populações vulneráveis M. Patrão Neves A Bioética e os desafios no séc. XXI para as populações vulneráveis 1. (retrospectivo e propedêutico) Perspectivas da

Leia mais

Ética e Bioética em Medicina do Trabalho

Ética e Bioética em Medicina do Trabalho Ética e Bioética em Medicina do Trabalho Vera Lucia Zaher zaher@usp.br Câmara Técnica de Medicina do Trabalho - CFM Laboratório de Investigação Médica 01 FMUSP Associação Paulista de Medicina do Trabalho/

Leia mais

Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD COD

Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD COD CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 de outubro de 2015) No caso específico da disciplina de FILOSOFIA, do 10º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível do

Leia mais

Ética em Ensaios Clínicos

Ética em Ensaios Clínicos Ética em Ensaios Clínicos Alexander R. Precioso Diretor da Divisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilância Instituto Butantan Pesquisador Instituto da Criança HC / FMUSP Introdução A história das pesquisas

Leia mais

A dimensão ética do tratamento

A dimensão ética do tratamento SOCIEDADE PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA A dimensão ética do tratamento filipe almeida ÉTICA: Reflexão Agir humano Agir humano: eu) Comigo mesmo (eu tu) Com os outros (tu universo) Com a biosfera (universo

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: MORAL E ÉTICA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: MORAL E ÉTICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA : METODOLOGIA DA PESQUISA ASSUNTO: MORAL E ÉTICA PROFESSOR : Romilson Lopes Sampaio MORAL E ÉTICA Etimologia Ética é originada

Leia mais

Filosofia (aula 20) Dimmy Chaar Prof. de Filosofia. SAE

Filosofia (aula 20) Dimmy Chaar Prof. de Filosofia. SAE Filosofia (aula 20) Prof. de Filosofia SAE leodcc@hotmail.com Teorias Éticas - Antropocentrismo; - Reflexão Filosófica; - Ascensão da Burguesia; - Surgimento do Capitalismo; - Visa tornar-se senhor da

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA, DIANÓSTICO E TRATAMENTO DO CÂNCER DE COLO. ÉTICA EM PESQUISA Prof. Dr. Israel Nunes Alecrin

EPIDEMIOLOGIA, DIANÓSTICO E TRATAMENTO DO CÂNCER DE COLO. ÉTICA EM PESQUISA Prof. Dr. Israel Nunes Alecrin 2011 EPIDEMIOLOGIA, DIANÓSTICO E TRATAMENTO DO CÂNCER DE COLO ÉTICA EM PESQUISA Prof. Dr. Israel Nunes Alecrin Ética em pesquisa Princípios Éticos Responsabilidade do Pesquisador Conduta Científica Conflito

Leia mais

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL 13 & 15 DE FEVEREIRO DE 2013 (3ª aula) Sumário da Aula Anterior: Definições de Ética. Teorias consequencialistas e teorias deontológicas. Definições de Bioética. A Bioética

Leia mais

O. 8. BITTÇ~R EDU~RDO. Curso de Etica Jurídica. É ti c a geral e profissional. 12ª edição, revista, atualizada e modificada ..

O. 8. BITTÇ~R EDU~RDO. Curso de Etica Jurídica. É ti c a geral e profissional. 12ª edição, revista, atualizada e modificada .. EDU~RDO O. 8. BITTÇ~R "" Curso de Etica Jurídica É ti c a geral e profissional 12ª edição, revista, atualizada e modificada.. ~ o asaraiva SUMÁRIO Prefácio... 15 Apresentação... 19 PARTE I-Ética Geral

Leia mais

Teorias éticas. Capítulo 20. GRÉCIA, SÉC. V a.c. PLATÃO ARISTÓTELES

Teorias éticas. Capítulo 20. GRÉCIA, SÉC. V a.c. PLATÃO ARISTÓTELES GRÉCIA, SÉC. V a.c. Reflexões éticas, com um viés político (da pólis) _ > como deve agir o cidadão? Nem todas as pessoas eram consideradas como cidadãos Reflexão metafísica: o que é a virtude? O que é

Leia mais

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA 12º ANO PLANIFICAÇÃO OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT ESCOLA SECUNDÁRIA ALBERTO SAMPAIO 1 Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA

Leia mais

Sigilo. Coleguismo Honra. Justiça. Responsabilidade. Zelo. Honestidade. Igualdade. Respeito. Competência Liberdade. Solidariedade.

Sigilo. Coleguismo Honra. Justiça. Responsabilidade. Zelo. Honestidade. Igualdade. Respeito. Competência Liberdade. Solidariedade. O QUE É ÉTICA? Coleguismo Honra Sigilo Justiça Igualdade Zelo Responsabilidade Honestidade Competência Liberdade Respeito Lealdade Solidariedade Etimologia: Ética= ethos (grego) = costumes, modo de ser,

Leia mais

ÉTICA PROFISSIONAL NA PSICOPEDAGOGIA DR. ANGELO BARBOSA

ÉTICA PROFISSIONAL NA PSICOPEDAGOGIA DR. ANGELO BARBOSA ÉTICA PROFISSIONAL NA PSICOPEDAGOGIA DR. ANGELO BARBOSA ÉTICA: Ética vem do grego ethos que significa modo de ser. É a forma que o homem deve se comportar no seu meio social. A ética pode ser o estudo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PROFESSORA: Adriana de Souza Medeiros Batista 1. EMENTA: Antecedentes teóricos, históricos, perspectiva contemporânea da bioética. Ética

Leia mais

A Teoria Ética Utilitarista de Jeremy Bentham e Stuart Mill

A Teoria Ética Utilitarista de Jeremy Bentham e Stuart Mill A Teoria Ética Utilitarista de Jeremy Bentham e Stuart Mill Definição do Utilitarismo! Por princípio da utilidade, entendemos o princípio segundo o qual toda a ação, qualquer que seja, deve ser aprovada

Leia mais

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim Positivismo ou sociologia da ordem Comte e Durkheim Por que a palavra positivismo? Positivo: o que é palpável, baseado nos fatos; o que pode ser observado. Para Comte, o termo positivo designa o real em

Leia mais

ÉTICA BIOMÉDICA - INTRODUÇÃO

ÉTICA BIOMÉDICA - INTRODUÇÃO ÉTICA BIOMÉDICA - INTRODUÇÃO 27 DE FEVEREIRO & 1 DE MARÇO DE 2013 (7ª aula) Sumário da Aula Anterior: O Contrato Social: definição, pontos fortes e fragilidades. Ética das Virtudes. Conceito de virtude

Leia mais

Ética. e Deontologia. M. Patrão Neves.

Ética. e Deontologia. M. Patrão Neves. Ética e Deontologia M. Patrão Neves Ética e Deontologia Sinopse 1. Conceitos fundamentais: ética, moral, direito e deontologia 2. Ética do cuidado alimentar e nutricional: comissões de ética; comissões

Leia mais

Ficha de filosofia. A necessidade de fundamentação da moral Análise comparativa de duas perspectivas filosóficas. Fundamento e critérios da moralidade

Ficha de filosofia. A necessidade de fundamentação da moral Análise comparativa de duas perspectivas filosóficas. Fundamento e critérios da moralidade Ficha de filosofia A necessidade de fundamentação da moral Análise comparativa de duas perspectivas filosóficas Fundamento e critérios da moralidade Ética deontológica Ética consequencialista Respeito

Leia mais

Componente Curricular: DEONTOLOGIA E BIOÉTICA EM ENFERMAGEM PLANO DE CURSO

Componente Curricular: DEONTOLOGIA E BIOÉTICA EM ENFERMAGEM PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: DEONTOLOGIA E BIOÉTICA EM ENFERMAGEM Código: ENF-203 Pré-requisito: Nenhum

Leia mais

Teorias Éticas e M. Patrão Neves

Teorias Éticas e   M. Patrão Neves Teorias Éticas e Cuidados de Saúde M. Patrão Neves Teorias Éticas e Cuidados de Saúde 0. Medicina e Ética 1. O solilóquio tranquilo da Ética Hipocrática 2. O ruidoso diálogo da pluralidade das éticas contemporâneas

Leia mais

Princípios prima facie da Bioética.

Princípios prima facie da Bioética. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Princípios prima facie da Bioética. Anamaria Feijó HISTÓRICO!!! Estas ações foram considerados crimes contra a humanidade! crimes contra a humanidade!

Leia mais

Modernidade: o início do pensamento sociológico

Modernidade: o início do pensamento sociológico Modernidade: o início do pensamento sociológico Os dois tipos de solidariedade Solidariedade Mecânica Solidariedade Orgânica Laço de solidariedade Consciência Coletiva Divisão social do trabalho Organização

Leia mais

Justiça Equitativa e Autonomia Política em John Rawls

Justiça Equitativa e Autonomia Política em John Rawls Justiça Equitativa e Autonomia Política em John Rawls XI Salão de Iniciação Científica PUCRS Bolsista Apresentador: Iuri Hummes Specht 1, Thadeu Weber 2 (orientador) 1 Faculdade de Filosofia, PUCRS, 2

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE ÉTICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PROFESSORES: Adriana de Souza Medeiros Batista Marcelo Fernandes Cipreste 1. EMENTA: Antecedentes teóricos, históricos, perspectiva contemporânea

Leia mais

Hans Kelsen. Prof. Nogueira. O que é Justiça?

Hans Kelsen. Prof. Nogueira. O que é Justiça? Hans Kelsen Prof. Nogueira O que é Justiça? Biografia Básica 1881 1973 Austríaco Judeu Biografia Básica 1 ed. Teoria Pura do Direito 1934 O que é Justiça? 1957 2 ed. Teoria Pura do Direito 1960 Histórico

Leia mais

BIOÉTICA Paulo Fraga da Silva 1

BIOÉTICA Paulo Fraga da Silva 1 BIOÉTICA Paulo Fraga da Silva 1 Tornam-se visíveis os recentes avanços da Ciência e da Tecnologia e as notáveis transformações sociais resultantes destas conquistas. Naturalmente, o impacto das inovações

Leia mais

Utilitarismo 1. Conceitos chave. Bem Supremo. Felicidade. Útil = Moral. O único Princípio ético (critério segundo o qual se avaliam as boas/más ações)

Utilitarismo 1. Conceitos chave. Bem Supremo. Felicidade. Útil = Moral. O único Princípio ético (critério segundo o qual se avaliam as boas/más ações) Utilitarismo 1 1748-1832 Conceitos chave Bem Supremo FELICIDADE Felicidade PRAZER E AUSÊNCIA DE DOR Útil = Moral O QUE PROMOVE A FELICIDADE O único Princípio ético (critério segundo o qual se avaliam as

Leia mais

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA Profº Ney Jansen Sociologia Ao problematizar a relação entre indivíduo e sociedade, no final do século XIX a sociologia deu três matrizes de respostas a essa questão: I-A sociedade

Leia mais

Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do

Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do positivismo como forma de análise sociológica. Análise que pretende

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 2014 / 2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR ANO LETIVO de 014 / 015 PLANIFICAÇÃO de Filosofia 10º ANO Gestão Temporal do Programa UNIDADE CONTEÚDO LETIVOS I Módulo inicial II A acção humana e os valores 1.

Leia mais

Ética, Deontologia. Prática Profissional. M. Patrão Neves.

Ética, Deontologia. Prática Profissional. M. Patrão Neves. Ética, Deontologia e Prática Profissional M. Patrão Neves Ética, Deontologia e Prática Profissional Tese: A Deontologia e a Ética contribuem (diferente e decisivamente) para a qualificação da prática profissional.

Leia mais

Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte.

Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte. Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte. CCJ0001 - Fundamentos de Ciências Sociais Profa. Ivana Schnitman Centro

Leia mais

Uma Leitura Sobre as Escolhas dos Conteúdos.

Uma Leitura Sobre as Escolhas dos Conteúdos. Uma Leitura Sobre as Escolhas dos Conteúdos. Os conteúdos disciplinares devem ser tratados, na escola, de modo contextualizado, estabelecendo-se, entre eles, relações interdisciplinares e colocando sob

Leia mais

Curso de Especialização em Cuidado Integral com a Pele no Âmbito da Atenção Básica

Curso de Especialização em Cuidado Integral com a Pele no Âmbito da Atenção Básica Parte 3 Bem-vindo ao curso! Rosmari Wittmann Vieira Os referenciais teóricos da Ética são utilizados para justificar as ações. São compreendidos pelos: 1. Princípios (deveres); 2. Direitos Humanos (direitos);

Leia mais

Biografia Básica. Austríaco. Judeu

Biografia Básica. Austríaco. Judeu Biografia Básica 1881 1973 Austríaco Judeu Biografia Básica 1 ed. Teoria Pura do Direito 1934 O que é Justiça? 1957 2 ed. Teoria Pura do Direito 1960 Histórico Revolução francesa. Liberdade, igualdade

Leia mais

DEZEMBRO DE 2012 Revista de Bioética. v. 21, n. 1, 2013

DEZEMBRO DE 2012 Revista de Bioética. v. 21, n. 1, 2013 Emancipação CONSELHO na NACIONAL luta pela DE equidade SAÚDE/ em pesquisas RESOLUÇÃO com Nº seres 466, humanos DE 12 DE Dirceu B. Greco Revista de Bioética. v. 21, n. 1, 2013 Para que o progresso científico

Leia mais

FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ PLANO DE ENSINO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Filosofia Professor: Dr. Rodrigo Santiago E-mail: rodrigosantiago_18@hotmail.com Período letivo:

Leia mais

A Resolução nº 196/96 do Conselho Nacional de Saúde e o principialismo bioético

A Resolução nº 196/96 do Conselho Nacional de Saúde e o principialismo bioético A Resolução nº 196/96 do Conselho Nacional de Saúde e o principialismo bioético Maria Elisa Gonzalez Manso médica hematologista e hemoterapeuta, pós-graduada em Administração de Serviços de Saúde (FGV-SP),

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré requisito: Nenhum Período Letivo: 2014.1 Professor:

Leia mais

PPC Professor Jorgemar Nunes Lemos PLANEJAMENTO DE FILOSOFIA

PPC Professor Jorgemar Nunes Lemos PLANEJAMENTO DE FILOSOFIA PPC Professor Jorgemar Nunes Lemos PLANEJAMENTO DE FILOSOFIA 1. Justificativa: Fundamentos teóricos da disciplina A Filosofia é um modo de pensar, é uma postura diante do mundo. A filosofia não é um conjunto

Leia mais

O CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA DE 1988 E A SUA REVISÃO

O CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA DE 1988 E A SUA REVISÃO O CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA DE 1988 E A SUA REVISÃO Cavalcante * Cons.Antonio de Padua Introdução Nos últimos meses o Conselho Federal de Medicina resolveu estabelecer a revisão do atual Código de Ética Médica,

Leia mais

OS FUNDAMENTOS DA BIOÉTICA: um saber inter, multi e transdisciplinar

OS FUNDAMENTOS DA BIOÉTICA: um saber inter, multi e transdisciplinar OS FUNDAMENTOS DA BIOÉTICA: um saber inter, multi e transdisciplinar Gilzane Silva Naves * RESUMO A bioética é um saber em movimento de consolidação. Este artigo procura analisar os seus fundamentos e

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Curso: Ciências Biológicas Disciplina: Bioética Professor(es):Paulo Fraga da Silva Carga horária: 1,5 horas Ementa: DRT: 109713.7 Código

Leia mais

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O MUNDO?

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O MUNDO? BIOÉTICA... O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O MUNDO? Destruição... Aquecimento global... FOME VIVEMOS UMA MUDANÇA DE ÉPOCA, E SEU NÍVEL MAIS PROFUNDO É O CULTURAL. (APARECIDA, 44) MUDANÇAS MUITO RÁPIDAS EM

Leia mais

BIOÉTICA, ÉTICA E EQUOTERAPIA

BIOÉTICA, ÉTICA E EQUOTERAPIA BIOÉTICA, ÉTICA E EQUOTERAPIA Clair da Graça de Souza Zamo 1 Renata de Souza Zamo 2 A formação do caráter e a prática da virtude constituem a base da experiência e da Bioética. Francesco Bellino. Os antigos

Leia mais

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I 1.1 1.2 1.3 Conhecimento filosófico, religioso, científico e senso comum. Filosofia e lógica. Milagre Grego.

Leia mais

I º - 2º

I º - 2º 23.4 Tema Transversal I Disciplina - Ética e Deontologia Profissional Código - Tipo - Núclear Nível - 1 Ano - 1º Semestre - 2º Créditos - 1 = 25 horas (15 de contacto + 10 de estudo). 1. Introdução Sendo

Leia mais

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Sumário INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Capítulo I Introdução Capítulo II Dogmática Jurídica Notas Preliminares Capítulo III Fontes do Direito Capítulo IV Lei Capítulo V Costume Capítulo

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular: ÉTICA GERAL Código: DIR-361 CH Total: 60H Pré-requisito: ------------ Período Letivo: 2014.2

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FILOSOFIA DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60110) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano /2018

Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano /2018 Planificação Anual - Disciplina Filosofia 10º Ano - 2017/2018 OBJECTIVOS GERAIS DO PROGRAMA DE FILOSOFIA 10º ANO Domínio cognitivo - Apropriar-se progressivamente da especificidade da filosofia Reconhecer

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ÉTICA E DEONTOLOGIA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular ÉTICA

Leia mais

AULA 02 O Conhecimento Científico

AULA 02 O Conhecimento Científico 1 AULA 02 O Conhecimento Científico Ernesto F. L. Amaral 06 de agosto de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Aranha, Maria Lúcia de Arruda; Martins, Maria Helena Pires. 2003. Filosofando: introdução à filosofia.

Leia mais

P r o g r a m a p a r a o s c u r s o s d e F i s i o t e r a p i a e D i e t é t i c a. Docente: Pedro Valinho Gomes

P r o g r a m a p a r a o s c u r s o s d e F i s i o t e r a p i a e D i e t é t i c a. Docente: Pedro Valinho Gomes B i o é t i c a P r o g r a m a p a r a o s c u r s o s d e F i s i o t e r a p i a e D i e t é t i c a Docente: Pedro Valinho Gomes Enquadramento Todos os profissionais que exercem a sua actividade no

Leia mais

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (cont. 2)

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (cont. 2) INTRODUÇÃO À FILOSOFIA MORAL (cont. 2) 20 & 22 DE FEVEREIRO DE 2013 (5ª aula) Sumário da Aula Anterior: O Subjectivismo: definição, pontos fortes e fragilidades. O Subjectivismo Simples. O Argumento da

Leia mais

Riscos e proteção Tribunal de Nuremberg 9/12/ pessoas (20 médicos) crimes de guerra Experimentos com seres humanos Código de Nuremberg

Riscos e proteção Tribunal de Nuremberg 9/12/ pessoas (20 médicos) crimes de guerra Experimentos com seres humanos Código de Nuremberg Riscos e proteção Tribunal de Nuremberg 9/12/1946 23 pessoas (20 médicos) crimes de guerra Experimentos com seres humanos Código de Nuremberg (19/08/1947) Marco na história da humanidade Aspectos éticos

Leia mais

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO Índice 609 ÍNDICE Pág. Prefácio... 7 Plano da obra... 11 Abreviaturas... 13 Bibliografia Geral... 15 Parte I CONCEITO DE DIREITO Capítulo 1 A vida do Homem em sociedade 1. Observações preliminares... 23

Leia mais

NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010

NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010 NODARI, Paulo César. Sobre ética: Aristóteles, Kant e Levinas. Caxias do Sul: Educs, 2010 12 Daniel José Crocoli * A obra Sobre ética apresenta as diferentes formas de se pensar a dimensão ética, fazendo

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Debates na Sociologia. 1. Qual é a natureza da ação social? 2. Qual é a natureza da ordem social? 3. Qual é a dinâmica da mudança social?

Debates na Sociologia. 1. Qual é a natureza da ação social? 2. Qual é a natureza da ordem social? 3. Qual é a dinâmica da mudança social? Debates na Sociologia 1. Qual é a natureza da ação social? - Componentes racionais e não-racionais; 2. Qual é a natureza da ordem social? - Coação versus adesão normativa; 3. Qual é a dinâmica da mudança

Leia mais

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política S u m á r i o Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política CAPÍTULO I Filosofia do Direito I: O Conceito de Justiça, O Conceito de Direito, Equidade, Direito e Moral...3 I. O conceito

Leia mais

Informação-Exame Final Nível de Escola para N.E.E. Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro Prova de Filosofia 10º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 225 2015 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Pp Elaine Laranjeira Souza

Pp Elaine Laranjeira Souza Pp Elaine Laranjeira Souza CBO 2394-25 Pedagoga UEFS Psicopedagoga Clínica, Institucional e Hospitalar - FACCEBA Neuropsicopedagoga em formação - UCAMPROMINAS CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 CAPÍTULO III Seção

Leia mais

Profª Priscilla Maia da Silva. Profissional de Educação Física, moral e as formas jurídicas

Profª Priscilla Maia da Silva. Profissional de Educação Física, moral e as formas jurídicas Profª Priscilla Maia da Silva Profissional de Educação Física, moral e as formas jurídicas Introdução 1) O que é um código de ética profissional? Perspectiva histórica Surgimento do código de ética profissional

Leia mais

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 Sumário Nota, xi 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 2 Sobre a Filosofia do Direito, 10 A especificidade da filosofia do direito, 11 Filosofia do direito e filosofia,

Leia mais

Prof. Msc. Carlos Alberto Frias Junior. UFMA Universidade Federal do Maranhão

Prof. Msc. Carlos Alberto Frias Junior. UFMA Universidade Federal do Maranhão Prof. Msc. Carlos Alberto Frias Junior UFMA Universidade Federal do Maranhão Ética Etimologicamente falando, ética vem do grego "ethos", e tem seu correlato no latim "morale", com o mesmo significado:

Leia mais

UMA CRÍTICA BIOÉTICA AO ATUAL CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA BRASILEIRO

UMA CRÍTICA BIOÉTICA AO ATUAL CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA BRASILEIRO UMA CRÍTICA BIOÉTICA AO ATUAL CÓDIGO DE ÉTICA MÉDICA BRASILEIRO INTRODUÇÃO: Este projeto tem inicio com preocupações pessoais referentes ao exercício ético-profissional da medicina, em especial à normatização

Leia mais

Dignidade Humana e Justiça Social

Dignidade Humana e Justiça Social Dignidade Humana e Justiça Social Francisco José Vilas Bôas Neto Francisco José Vilas Bôas Neto Dignidade Humana e Justiça Social Belo Horizonte 2013 Lista de Siglas 1) CKTM Construtivismo Kantiano na

Leia mais

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto.

MORAL E ÉTICA. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. MORAL E ÉTICA O homem é um ser dotado de senso moral. Consciência Moral: noção de bem e mal/certo e errado/justo e injusto. Senso moral se manifesta em sentimentos, atitudes, juízos de valor Moral vem

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SOCIOLOGIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO ENSINO MÉDIO SÉRIE: 3ª TURMAS: ABC ETAPA: 1ª ANO: 2017 PROFESSORA: GIOVANNA SILVA ALUNO(A): Nº: I INTRODUÇÃO Este roteiro tem como objetivo orientá-lo nos estudos de recuperação.

Leia mais

Escola Nova. Renovação da escola pública burguesa. História da Educação Escola Nova. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

Escola Nova. Renovação da escola pública burguesa. História da Educação Escola Nova. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa Escola Nova Renovação da escola pública burguesa Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa Escola Nova não diz respeito a um só tipo de escola, ou sistema didático determinado, mas a todo um conjunto de princípios

Leia mais

O psicoterapeuta frente ao paciente agressor de sua companheira: uma reflexão bioética

O psicoterapeuta frente ao paciente agressor de sua companheira: uma reflexão bioética O psicoterapeuta frente ao paciente agressor de sua companheira: uma reflexão bioética Schlindwein Zanini, Rachel. Neuropsicóloga, Doutora em Ciências da Saúde, Área de Concentração: Neurociências, pela

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ADM 112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.1 Professor: Ana Paula dos Santos Lima CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA NACIONAL PARA ESTUDANTES DE MEDICINA

CÓDIGO DE ÉTICA NACIONAL PARA ESTUDANTES DE MEDICINA CÓDIGO DE ÉTICA NACIONAL PARA ESTUDANTES DE MEDICINA PREÂMBULO Enquanto Estudantes de Medicina e, essencialmente, com o início da prática clínica, somos confrontados com a vida humana e obrigados a saber

Leia mais

SISTEMAS ECONÔMICOS. Capitalista Socialista Misto

SISTEMAS ECONÔMICOS. Capitalista Socialista Misto SISTEMAS ECONÔMICOS Capitalista Socialista Misto 1 Sistema Econômico / Organização Econômica Principais formas:. Economia de Mercado (ou descentralizada, tipo capitalista) Sistema de concorrência pura

Leia mais

O Princípio da Dignidade da Pessoa Humana como Fundamento Jurídico para Bioética

O Princípio da Dignidade da Pessoa Humana como Fundamento Jurídico para Bioética Seção Especial - Em Poucas Palavras O Princípio da Dignidade da Pessoa Humana como Fundamento Jurídico para Bioética LAURA AFFONSO DA COSTA LEVY Advogada, Especialista em Direito de Família e Sucessões

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia do Direito Código: DIR-210 CH Total: 60 h Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2016.2 Turma:

Leia mais

ÉTICA NA PRÁTICA CLÍNICA

ÉTICA NA PRÁTICA CLÍNICA BIOÉTICA E ÉTICA MÉDICA Da bioética à ética médica: princípios, fundamentos e normativas Ética e deontologia A RELAÇÃO TERAPÊUTICA O DOENTE O doente e a tomada de decisão Consentimento informado Privacidade

Leia mais

Assinalar a importancia da proximidade do académico do estudo da filosofía do direito;

Assinalar a importancia da proximidade do académico do estudo da filosofía do direito; 1 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: PERÍODO: II CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: FILOSOFIA JURÍDICA NOME DO CURSO: DIREITO 2 EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Filosofia, Direito

Leia mais

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental

FAMÍLIA AS SOCIEDADES. Sociedade primeira e fundamental AS SOCIEDADES Sociedade primeira e fundamental FAMÍLIA A família é a sociedade da natureza humana, é a primeira e principal escola, onde o ser humano recebe formação e educação EMPRESA Atividade que várias

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PARA ESTUDANTES DE MEDICINA

CÓDIGO DE ÉTICA PARA ESTUDANTES DE MEDICINA Departamento de Direitos Humanos e Paz CÓDIGO DE ÉTICA PARA ESTUDANTES DE MEDICINA ANEM/PorMSIC Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior Avenida Infante D. Henrique 6200-506 Covilhã

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ÉTICA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ÉTICA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular ÉTICA (26128)

Leia mais

REPENSAR A ÉTICA HIPOCRÁTICA

REPENSAR A ÉTICA HIPOCRÁTICA Centro de Estudos de Bioética Pólo Açores REPENSAR A ÉTICA HIPOCRÁTICA 27 de Janeiro de 2001 Furnas Repensar a Ética Hipocrática Furnas, 27 de Janeiro de 2001 A evolução da Ética Médica e o surgimento

Leia mais

Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa

Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa Sociologia Introdução à ciência da sociedade Cristina Costa Introdução Aparecimento das condições históricas exigiu análise da vida social Amadurecimento do pensamento científico Interesse pela vida material

Leia mais

Álvaro Luiz Montenegro Valls

Álvaro Luiz Montenegro Valls Álvaro Luiz Montenegro Valls Formação: -Doutorado em Filosofia (1981) Atuação profissional: - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil. São Leopoldo - RS Linha de pesquisa: Sistemas éticos

Leia mais

Ética deontológica (do dever) de I. Kant. Influências

Ética deontológica (do dever) de I. Kant. Influências Ética deontológica (do dever) de I. Kant Influências Ética Kantiana Influências Iluminismo* Séc. XVII/XVIII ( 1650-1790) Revolução francesa Séc. XVIII (1789) Pietismo** Séc. XVII Física Newtoniana Sec.

Leia mais

A ÉTICA E A DEONTOLOGIA PROFISSIONAL. Cristina Gonçalves

A ÉTICA E A DEONTOLOGIA PROFISSIONAL. Cristina Gonçalves A ÉTICA E A DEONTOLOGIA PROFISSIONAL Cristina Gonçalves A ética e a deontologia profissional Cristina Gonçalves 3 A ética e a deontologia profissional Cristina Gonçalves 4 A ética e a deontologia profissional

Leia mais

DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FILOSOFIA PROFESSOR: ENRIQUE MARCATTO DATA: VALOR: 20 pontos NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 3ª EM TURMA: Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Esta atividade contém

Leia mais