UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ELABORAÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM DO ALUNO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ELABORAÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM DO ALUNO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ELABORAÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS COMO ALTERNATIVA DE APRENDIZAGEM DO ALUNO PROGRAMA DE ATUALIZAÇÃO PEDAGÓGICA PAP/PROGRAD Prof. Marcos Antonio Ferreira Júnior Centro de Ciências da Saúde - Departamento de Enfermagem

2 Objetivo Subsidiar teoricamente o uso de Mapas Conceituais na prática do Professor Universitário da UFRN por meio de uma abordagem construtivista de ensino com uso prático do software CMAP TOOLS. 2

3 Mapas Conceituais Mapas Conceituais são representações gráficas semelhantes a diagramas, que indicam relações entre conceitos ligados por palavras. Representam uma estrutura que vai desde os conceitos mais abrangentes até os menos inclusivos. São utilizados para auxiliar a ordenação e a sequenciação hierarquizada dos conteúdos de ensino, de forma a oferecer estímulos adequados ao aluno. 3

4 Atividade inicial TEMA: BIOLOGIA 1. Na folha de papel sulfite recebida estabeleça a definição do tema a ser trabalhado. 2. Descreva as palavras-chaves do tema. 3. Crie um diagrama que estabeleça de forma visual seu tema trabalhado, indicando relações entre os conceitos ou palavras utilizados para representação gráfica. 4

5 5

6 Abordagem Cognitivista do Processo Pedagógico O que é Cognição? Quem são os principais teoristas Cognitivistas? Teoria Psicogenética Jean Piaget Teoria da Instrução Jerome Brunner Teoria Sócio-Interacionista Lev Semenovitch Vygotsky Teoria da Aprendizagem Significativa David Ausubel 6

7 Abordagem Cognitivista do Processo Pedagógico Características essenciais Preocupação em como se dá a aprendizagem. Estabelece processos centrais para a aprendizagem. Capacidade em integrar e processar informações. Interação entre indivíduo e meio. Processo da Regulação e Equilibração. 7

8 Abordagem Cognitivista do Processo Pedagógico 8

9 A Teoria da Aprendizagem Significativa APRENDIZAGEM Processo pelo qual se formam e se desenvolvem as estruturas cognitivas, responsáveis pelo conhecimento, ou seja, pela compreensão dos significados. O aluno precisa, no mínimo, estabelecer relações de semelhança ou diferença entre as informações novas e as já incorporadas. 9

10 A Teoria da Aprendizagem Significativa Se OPÕE à aprendizagem memorista, repetitiva ou mecânica por se basearem nas associações casuísticas ou arbitrárias, sem integrar seus elementos à estrutura cognitiva. A Aprendizagem Significativa ocorre quando uma nova informação é incorporada de forma substantiva (não arbitrária) pela estrutura cognitiva, motivada por intenção de relacionar experiências, fatos ou idéias. 10

11 A Teoria da Aprendizagem Significativa A Aprendizagem Significativa pode ocorrer: Descoberta: o aluno descobre. Recepção: são apresentadas ao aluno. O que define se a aprendizagem é significativa ou não é a verificação de que o material apresentado tem ligações com idéias anteriores já adquiridos. 11

12 A Teoria da Aprendizagem Significativa 12

13 Aprendizagem Significativa 13

14 Aprendizagem Significativa 14

15 Aprendizagem Significativa 15

16 Aprendizagem Significativa Pode se processar em diferentes níveis de complexidade: Aprendizagem de representações, palavras ou símbolos. Aprendizagem de conceitos. Aprendizagem de proposições (nível mais complexo). 16

17 Aprendizagem Significativa 17

18 Aprendizagem Significativa 18

19 Aprendizagem Significativa 19

20 Mapas Conceituais

21 Mapas Conceituais: uma técnica para a Aprendizagem Significativa Os mapas conceituais têm por objetivo representar relações significativas entre conceitos na forma de proposições. Uma proposição é constituída de dois ou mais termos conceituais unidos por palavras para formar uma unidade semântica (NOVAK; GOWIN, 1988). 21

22 22

23 Mapas Conceituais: uma técnica para a Aprendizagem Significativa São instrumentos que permitem descobrir as concepções equivocadas ou interpretações não aceitas de um conceito, ilustradas por uma frase que inclui no conceito. Devem ser hierárquicos, quer dizer, os conceitos mais gerais devem situar-se na parte superior, e os conceitos mais específicos e menos inclusivos na parte inferior. 23

24 Mapas Conceituais: uma técnica para a Aprendizagem Significativa Também podem ser considerados instrumentos úteis para negociar significados, quer dizer, os alunos sempre trazem alguma coisa deles mesmos para a negociação. Não são como uma tábua rasa ou um recipiente vazio que o professor deve preencher. 24

25 Mapa Conceitual 25

26 Exemplo de Mapa Conceitual 26

27 Exemplo de Mapa Conceitual 27

28 Software de apoio: MindJet/Mindman 28

29 Software de apoio: Inspiration 29

30 Software de apoio: IHMC CmapTools 30

31 IHMC CmapTools

32 CmapTools O software CmapTools é desenvolvido pelo Institute for Human and Machine Cognition (IHMC) da University of West Florida/USA. É um dos mais populares softwares para a construção e compartilhamento de Mapas Conceituais. Download: 32

33 CmapTools 33

34 CmapTools Instrumentalização do software. 34

35 Atividade Final TEMA: Livre escolha por área 1. Em dupla, por computador, definir o tema a ser trabalhado para construção de um Mapa Conceitual no CmapTools. 2. Seguir os passos do artigo fornecido. 3. Uso do software e posterior apresentação. 35

36 Referências Bibliográficas AUSUBEL, D., Educational Psychology: A Cognitive View, Holt, Rinehart & Winston, (New York), MOREIRA, M.A. e BUCHEWEITZ, B. Novas estratégias de ensino e aprendizagem: os mapas conceituais e o Vê epistemológico, Lisboa: Platano Edições técnicas, MOREIRA, M.A. e MASINI, E.F.S. (1982) Aprendizagem significativa: a teoria de aprendizagem de David Ausubel. São Paulo: Editora Moraes. NOVAK, J.D., "Concept Mapping: A Strategy for Organizing Knowledge", pp in Glynn, S.M. & Duit, R. (eds.), Learning Science in the Schools: Research Reforming Practice, Lawrence Erlbaum Associates, (Mahwah), NOVAK, J.D., "Concept Mapping: A Useful Tool for Science Education", Journal of Research in Science Teaching, Vol.27, No.10, (20 December 1990), pp

37 Obrigado! Prof. Marcos Antonio Ferreira Júnior Departamento de Enfermagem

DESIGN AND EDUCATIONAL VIDEO CONTENTS GUIDE

DESIGN AND EDUCATIONAL VIDEO CONTENTS GUIDE 12 DESIGN E ROTEIRO DE VÍDEOS EDUCATIVOS Marcia Izabel Fugisawa Souza Tércia Zavaglia Torres Fernando Attique Máximo RESUMO Propõe-se a elaboração de design e roteiro de conteúdo de vídeos educativos sob

Leia mais

Construir um mapa de conceitos com o CmapTools

Construir um mapa de conceitos com o CmapTools TUTORIAIS CienTIC8 Construir um mapa de conceitos com o CmapTools O CmapTools é uma poderosa ferramenta gratuita de apoio à construção de mapas de conceitos. Foi desenvolvida pelo Institute of Human Machine

Leia mais

Fig. 1. Exemplo de Mapa Conceitual simples

Fig. 1. Exemplo de Mapa Conceitual simples 1. Mapas Conceituais Os Mapas Conceituais, desenvolvidos por John Novak [Novak,1977], são utilizados como uma linguagem para descrição e comunicação de conceitos dentro da teoria de assimilação. Representam

Leia mais

Universidade Federal de Roraima Departamento de Física Mestrado Profissional em Ensino de Física. Fundamentos Teóricos em Ensino e Aprendizagem

Universidade Federal de Roraima Departamento de Física Mestrado Profissional em Ensino de Física. Fundamentos Teóricos em Ensino e Aprendizagem Universidade Federal de Roraima Departamento de Física Mestrado Profissional em Ensino de Física. Fundamentos Teóricos em Ensino e Aprendizagem Elementos básicos da Teoria de Aprendizagem Significativa

Leia mais

MAPA CONCEITUAL E A MODELAGEM CONCEITUAL DE SISTEMAS DE HIPERTEXTO

MAPA CONCEITUAL E A MODELAGEM CONCEITUAL DE SISTEMAS DE HIPERTEXTO hipertexto MAPA CONCEITUAL E A MODELAGEM CONCEITUAL DE SISTEMAS DE HIPERTEXTO Profa. Gercina Lima 2 DEFINIÇÕES: Modelagem conceitual para sistemas de O mapeamento conceitual envolve a identificação de

Leia mais

CONHECIMENTO E SUAS RELAÇÕES COM OUTROS CONCEITOS: CONSTRUÇÃO DE UM MAPA CONCEITUAL PARA AMBIENTES DE INOVAÇÃO

CONHECIMENTO E SUAS RELAÇÕES COM OUTROS CONCEITOS: CONSTRUÇÃO DE UM MAPA CONCEITUAL PARA AMBIENTES DE INOVAÇÃO CONHECIMENTO E SUAS RELAÇÕES COM OUTROS CONCEITOS: CONSTRUÇÃO DE UM MAPA CONCEITUAL PARA AMBIENTES DE INOVAÇÃO Área temática: Gestão do Conhecimento Organizacional Rejane Frozza frozza@unisc.br Liane Kipper

Leia mais

Utilização de mapas conceituais para elaboração de conteúdo da disciplina de gerenciamento de riscos

Utilização de mapas conceituais para elaboração de conteúdo da disciplina de gerenciamento de riscos ISSN 1984-9354 Utilização de mapas conceituais para elaboração de conteúdo da disciplina de gerenciamento de riscos Moacyr Machado Cardoso Junior ITA Tiago José Menezes Gonçalves ITA Rodrigo Arnaldo Scarpel

Leia mais

Construindo disciplinas de Gestão de Pessoas com Mapas Conceituais

Construindo disciplinas de Gestão de Pessoas com Mapas Conceituais Construindo disciplinas de Gestão de Pessoas com Mapas Conceituais Dra. Sonia Mara Thater Romero 1 Ms. Sergio da Costa Nunes 2 1 soniaromero@pop.com.br 2 sergiocnunes@pop.com.br 1 Doutora em Psicologia,

Leia mais

O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS DE PÓS-GRADUAÇÃO O USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA PERCEPÇÃO DE ALUNOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Resumo José Hiram Salengue Noguez Alfredo Luiz da Costa Tillmann O presente trabalho faz parte de uma pesquisa qualitativa ainda em fase

Leia mais

Para o especialista em Psicologia Educacional, o conhecimento prévio do aluno é a chave para a aprendizagem significativa

Para o especialista em Psicologia Educacional, o conhecimento prévio do aluno é a chave para a aprendizagem significativa Para o especialista em Psicologia Educacional, o conhecimento prévio do aluno é a chave para a aprendizagem significativa Elisângela Fernandes (novaescola@fvc.org.br) DAVID AUSUBEL Filho de imigrantes

Leia mais

Uma Experiência de uso de Mapas Conceituais para Avaliação de Conhecimentos

Uma Experiência de uso de Mapas Conceituais para Avaliação de Conhecimentos Uma Experiência de uso de Mapas Conceituais para Avaliação de Conhecimentos Renato Rocha Souza Escola de Ciência da Informação/Universidade Federal de Minas Gerais Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha -

Leia mais

OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA UML 2.0

OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA UML 2.0 OBJETOS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO DA UML 2.0 Tanaka. Sergio Akio 1, Tanaka. Simone Sawasaki 2, Alves. Jean Pierre R 3 3 Departamento de Sistemas e Computação Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL) Londrina,

Leia mais

ABRIL/2004 A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E AS POSSÍVEIS FORMAS DE APLICAÇÕES COM MAPAS CONCEITUAIS

ABRIL/2004 A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E AS POSSÍVEIS FORMAS DE APLICAÇÕES COM MAPAS CONCEITUAIS 1 ABRIL/2004 A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E AS POSSÍVEIS FORMAS DE APLICAÇÕES COM MAPAS CONCEITUAIS Solange Tieko Sakaguti UNIGRAN CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS solange@dourados.br Educação a Distância

Leia mais

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS

COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS COMO CRIAR MAPAS CONCEITUAIS UTILIZANDO O CMAPTOOLS Luiz Antonio Schalata Pacheco schalata@cefetsc.edu.br Sabrina Moro Villela Pacheco sabrinap@cefetsc.edu.br EDIÇÃO PRELIMINAR Sumário 1 INTRODUÇÃO...3

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS EM MATEMÁTICA ATRAVÉS DA ESTRATÉGIA DOS MAPAS CONCEITUAIS Cristiane Carvalho Bezerra de Lima Universidade Federal da Paraíba - UFPB profacristiane@yahoo.com.br Romero Tavares Universidade

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

MAPAS CONCEITUAIS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA MAPAS CONCEITUAIS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA LUCHETTA, Luís Henrique - UNIASSELVI luish_geo@hotmail.com Eixo Temático: Comunicação e Tecnologia Agência Financiadora: Não contou com financiamento Resumo Propõe-se

Leia mais

Interdisciplinaridade e mapas conceituais: uma aula de ecologia

Interdisciplinaridade e mapas conceituais: uma aula de ecologia Interdisciplinaridade e mapas conceituais: uma aula de ecologia Carlos Alberto Fonseca Jardim Vianna Palavras-chave: Mapas conceituais. Interdisciplinaridade. Ecologia e ensino. Introdução Desde que o

Leia mais

Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) (Educação Física): (Ciências):

Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) (Educação Física): (Ciências): Disciplina: Fundamentos Metodologia do Ensino dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental III (Educação Física/Ciências) Código da Disciplina: EDU333 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 6º P

Leia mais

A PADRONIZAÇÃO DE ANALOGIAS NO ENSINO DE MODELOS ATÔMICOS NOS LIVROS DE QUÍMICA PARA ENSINO MÉDIO

A PADRONIZAÇÃO DE ANALOGIAS NO ENSINO DE MODELOS ATÔMICOS NOS LIVROS DE QUÍMICA PARA ENSINO MÉDIO A PADRONIZAÇÃO DE ANALOGIAS NO ENSINO DE MODELOS ATÔMICOS NOS LIVROS DE QUÍMICA PARA ENSINO MÉDIO Siqueira, T.P. 1 ; Nunes, A.R. 2 ; Alves, D.A. 3 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano,

Leia mais

Profª Esp. Simone Mourão Abud. Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira, 1983)

Profª Esp. Simone Mourão Abud. Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira, 1983) Abordagem Familiar Instrumentos de Abordagem Familiar: GENOGRAMA E ECOMAPA Profª Esp. Simone Mourão Abud Abordagem: ato ou efeito de abordar Abordar: aproximar-se de; tratar de; chegar; encostar (Ferreira,

Leia mais

O USO DE MAPAS CONCEITUAIS POR ALUNOS DE ENSINO MÉDIO DE JOVENS E ADULTOS

O USO DE MAPAS CONCEITUAIS POR ALUNOS DE ENSINO MÉDIO DE JOVENS E ADULTOS O USO DE MAPAS CONCEITUAIS POR ALUNOS DE ENSINO MÉDIO DE JOVENS E ADULTOS Alex de Santana Rodrigues 1 Cristiane S. da Silva 2 Resumo. Este artigo visa descrever e refletir sobre uma metodologia utilizada

Leia mais

METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA COM APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS

METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA COM APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS ! 1 de! 10 METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM: RELATO DE EXPERIÊNCIA COM APRENDIZAGEM BASEADA EM PROJETOS Wilson da Silva Doutor em Educação (Unicamp) e professor do ISE Sion e Uniandrade RESUMO O pressente

Leia mais

A Utilização de Mapas Conceituais na Compreensão de Novas Tecnologias na Educação

A Utilização de Mapas Conceituais na Compreensão de Novas Tecnologias na Educação A Utilização de Mapas Conceituais na Compreensão de Novas Tecnologias na Educação Marcos A. Betemps 1, Vitor B. Manzke 1, Vera L. Bobrowski 1,2, Rogério A. Freitag 1,3, Cristiano da S. Buss 1 1 Núcleo

Leia mais

MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS

MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS MODELAGEM CONCEITUAL EM MATEMÁTICA. UMA EXPERIÊNCIA COM O USO DO SOFTWARE CMAPTOOLS Dr. André Ricardo Magalhães andrerm@gmail.com Universidade do Estado da Bahia Brasil Modalidade: Comunicação Breve Nível

Leia mais

METODOLOGIAS ATIVAS o que elas têm em comum? Material desenvolvido pelo Núcleo de Práticas Pedagógicas

METODOLOGIAS ATIVAS o que elas têm em comum? Material desenvolvido pelo Núcleo de Práticas Pedagógicas METODOLOGIAS ATIVAS o que elas têm em comum? Material desenvolvido pelo Núcleo de Práticas Pedagógicas O ensino pautado em conteúdo escaneado tem futuro? Metodologias Ativas: o que ela têm em comum? 1.

Leia mais

SIMULAÇÃO E MODELAGEM COMPUTACIONAIS COMO AUXÍLIO À APRENDIZAGEM DE GRÁFICOS DA CINEMÁTICA

SIMULAÇÃO E MODELAGEM COMPUTACIONAIS COMO AUXÍLIO À APRENDIZAGEM DE GRÁFICOS DA CINEMÁTICA SIMULAÇÃO E MODELAGEM COMPUTACIONAIS COMO AUXÍLIO À APRENDIZAGEM DE GRÁFICOS DA CINEMÁTICA Dr. Ives Solano Araujo Dr. Marco A. Moreira Drª Eliane A. Veit UFRGS Gráficos da cinemática, ou seja,... Por que

Leia mais

Integração das Tecnologias e Currículo - ITCL 2013.2

Integração das Tecnologias e Currículo - ITCL 2013.2 Universidade Federal do Ceará - Faculdade de Educação Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira Linha de Pesquisa: LECE - Educação, Currículo e Ensino Integração das Tecnologias e Currículo - ITCL

Leia mais

O SOFTWARE WINPLOT COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE SISTEMAS LINEARES NA EDUCAÇÃO BÁSICA

O SOFTWARE WINPLOT COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE SISTEMAS LINEARES NA EDUCAÇÃO BÁSICA O SOFTWARE WINPLOT COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE SISTEMAS LINEARES NA EDUCAÇÃO BÁSICA GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Resumo Prof a. Dr a. Julhane A. Thomas

Leia mais

Formas de organizar os conteúdos CONTEÚDOS ESCOLARES

Formas de organizar os conteúdos CONTEÚDOS ESCOLARES Formas de organizar os conteúdos CONTEÚDOS ESCOLARES Multidisciplinaridade: é a organização de conteúdos mais tradicional. Os conteúdos escolares são apresentados por matérias independentes umas das outras.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR DE BIOLOGIA E GEOLOGIA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é uma componente essencial do processo de ensino-aprendizagem e deve ser sistemática e cuidadosa para ser objetiva e rigorosa.

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning)

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning) 1 MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning) Marco Antonio Moreira Instituto de Física - UFRGS 90501-970 Porto Alegre - RS, Brasil www.if.ufrgs.br/~moreira

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UMA OFICINA DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA EM ALUNOS DE NÍVEL TÉCNICO

AVALIAÇÃO DE UMA OFICINA DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA EM ALUNOS DE NÍVEL TÉCNICO AVALIAÇÃO DE UMA OFICINA DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA EM ALUNOS DE NÍVEL TÉCNICO Prof. Dra. Maria Judith Sucupira da Costa LINS Faculdade de Educação / UFRJ Edson Seiti MIYATA Faculdade de Educação / UFRJ RESUMO:

Leia mais

A Pedagogia de Jerome Bruner Ramiro Marques

A Pedagogia de Jerome Bruner Ramiro Marques A Pedagogia de Jerome Bruner Ramiro Marques Jerome S. Bruner nasceu em 1915. Doutorou-se em Psicologia, em 1941, na Harvard University, após ter concluído, em 1937, a licenciatura na Duke University. Foi,

Leia mais

Ubirajara Carnevale de Moraes Universidade Presbiteriana Mackenzie bira@mackenzie.com.br São Paulo, SP, Brasil

Ubirajara Carnevale de Moraes Universidade Presbiteriana Mackenzie bira@mackenzie.com.br São Paulo, SP, Brasil Relatando a Experiência de Alunos de um Curso de Pós-graduação em Tecnologia Educacional na Elaboração de Mapas Conceituais e de Navegação, usando Softwares Específicos Melanie Lerner Grinkraut Universidade

Leia mais

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC A história da construção do conhecimento pessoal é a história da vida de cada um de nós, pois construímos esse conhecimento de uma maneira específica e individual. A teoria a respeito dos Mapas Conceituais

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1. Marco Antonio Moreira Instituto de Física - UFRGS Porto Alegre - RS Brasil

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1. Marco Antonio Moreira Instituto de Física - UFRGS Porto Alegre - RS Brasil MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 O que são mapas conceituais. Marco Antonio Moreira Instituto de Física - UFRGS 90501-970 Porto Alegre - RS Brasil De um modo geral, mapas conceituais, ou

Leia mais

Trabalho de Grupo. Escola Superior de Educação de Viseu Licenciatura: Educação Básica Unidade Curricular: TIC 1º Ano - 2º Semestre 2013/2014

Trabalho de Grupo. Escola Superior de Educação de Viseu Licenciatura: Educação Básica Unidade Curricular: TIC 1º Ano - 2º Semestre 2013/2014 1. ACTIVIDADE Esta actividade irá ser realizada pelas crianças e tem como objectivo a produção de um vídeo original com base na disciplina de Educação Musical. Para esta actividade irão ser utilizadas

Leia mais

Aplicação de mapas conceituais e storyboard como metodologia no desenvolvimento de aplicativo gamificado para o ensino de ciências

Aplicação de mapas conceituais e storyboard como metodologia no desenvolvimento de aplicativo gamificado para o ensino de ciências Aplicação de mapas conceituais e storyboard como metodologia no desenvolvimento de aplicativo gamificado para o ensino de ciências Fernando Chade De Grande e-mail: tiensdesenhos@hotmail.com João Fernando

Leia mais

APROXIMAÇÕES ENTRE O PISA E SAEB

APROXIMAÇÕES ENTRE O PISA E SAEB APROXIMAÇÕES ENTRE O PISA E SAEB PISA Breve histórico Educação comparada: antiga área de investigação Sputinik, 1957 IEA: International Association for the Evaluation of Educational Achievement, 1958 1960:

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning)

MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning) MAPAS CONCEITUAIS E APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA 1 (Concept maps and meaningful learning) Marco Antonio Moreira Instituto de Física - UFRGS 90501-970 Porto Alegre - RS, Brasil http://moreira.if.ufrgs.br

Leia mais

HIPÓTESES E ESTRATÉGIAS DE LEITURA ALGUMAS CONSIDERAÇÕES¹

HIPÓTESES E ESTRATÉGIAS DE LEITURA ALGUMAS CONSIDERAÇÕES¹ HIPÓTESES E ESTRATÉGIAS DE LEITURA ALGUMAS CONSIDERAÇÕES¹ ¹ Material organizado por Rosa M.A. Barros e Ione Cardoso Oliveira a partir dos textos das Unidades 6 a 8 do Módulo 1 - PROFA HIPÓTESES DE LEITURA

Leia mais

Mapas conceituais: estratégia pedagógica para construção de conceitos na disciplina química orgânica

Mapas conceituais: estratégia pedagógica para construção de conceitos na disciplina química orgânica Ciências & Cognição 2007; Vol 12: 86-95 Submetido em 03/10/2007 Aceito em 26/11/2007 ISSN 1806-5821 Publicado on line em 03 de dezembro de 2007 Artigo Científico Mapas

Leia mais

UMA INVESTIGAÇÃO NO ENSINO DE FÍSICA: USO DA MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL

UMA INVESTIGAÇÃO NO ENSINO DE FÍSICA: USO DA MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL UMA INVESTIGAÇÃO NO ENSINO DE FÍSICA: USO DA MODELAGEM E SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL Humberto da Silva Oliveira UEPB humberto.oliveira@ymail.com Morgana Lígia de Farias Freire UEPB morgana.ligia@bol.com.br

Leia mais

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS

PLANO DE ENSINO OBJETIVOS PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do Componente Curricular: Matemática III Curso: Técnico de Nível Médio Integrado em Mineração Série/Período: 3º ano Carga Horária: 2 a/s - 80 h/a - 67

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização Gestão de Recursos Humanos Aula 3 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Comunicação nas empresas Motivação dos talentos humanos Comunicação Processo de comunicação Contextualização Barreiras

Leia mais

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dr. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Msc. Saulo Popov Zambiasi (saulopz@gmail.com) Informação - ICPG - Criciuma - SC 1 Conceitos de Inteligência e Inteligência Artificial.

Leia mais

Introdução à Interação Humano-Computador. Teorias de IHC Engenharia Cognitiva. Fragmentação de IHC

Introdução à Interação Humano-Computador. Teorias de IHC Engenharia Cognitiva. Fragmentação de IHC Introdução à Interação Humano-Computador Teorias de IHC Engenharia Cognitiva Professora: Raquel Oliveira Prates http://www.dcc.ufmg.br/~rprates/ihc \ Aula 1: 14/05 Fragmentação de IHC A grande quantidade

Leia mais

Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução. O jogo

Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução. O jogo Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução A química estuda as substâncias e suas transformações químicas. Essas substâncias são formadas de átomos de elementos

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA: INTRODUÇÃO

TÍTULO: AUTORES: ÁREA TEMÁTICA: INTRODUÇÃO TÍTULO: MATERIAIS BOTÂNICOS COMO INSTRUMENTOS DE ENSINO DE BIOLOGIA: UMA ARTICULAÇÃO ENTRE ENSINO DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. AUTORES: Marsílvio Gonçalves Pereira 1, Zoraida M. de Medeiros Gouveia

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE MAPA CONCEITUAL COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE TRABALHOS CIENTÍFICOS USE OF CONCEPT MAP AS A TOOL FOR ANALYSIS OF SCIENTIFIC WORK

UTILIZAÇÃO DE MAPA CONCEITUAL COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE TRABALHOS CIENTÍFICOS USE OF CONCEPT MAP AS A TOOL FOR ANALYSIS OF SCIENTIFIC WORK UTILIZAÇÃO DE MAPA CONCEITUAL COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE DE TRABALHOS CIENTÍFICOS M. S. T. ARAÚJO 1 e R. FORMENTON 2* 1 Universidade Cruzeiro do Sul 2 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: da visão clássica à visão crítica 1 (Meaningful learning: from the classical to the critical view)

APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: da visão clássica à visão crítica 1 (Meaningful learning: from the classical to the critical view) APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: da visão clássica à visão crítica 1 (Meaningful learning: from the classical to the critical view) Marco Antonio Moreira Instituto de Física da UFRGS Caixa Postal 15051 - Campus

Leia mais

MAPA CONCEITUAL: ENREDANDO CONCEITOS Relato de experiência na formação continuada de professores

MAPA CONCEITUAL: ENREDANDO CONCEITOS Relato de experiência na formação continuada de professores MAPA CONCEITUAL: ENREDANDO CONCEITOS Relato de experiência na formação continuada de professores Yára Christina Cesário Pereira 1 Resumo O presente relato apresenta os desdobramentos de uma oficina sobre

Leia mais

USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA AUTORIA DE CURSOS A DISTÂNCIA

USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA AUTORIA DE CURSOS A DISTÂNCIA USO DE MAPAS CONCEITUAIS NA AUTORIA DE CURSOS A DISTÂNCIA Anderson Ricardo Yanzer Cabral Resumo Em instituições que trabalham com o desenvolvimento de cursos e treinamentos a distância um dos grandes desafios

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 213 aprovado pela portaria Cetec nº 134 de 04/10/2014 Etec: ERMELINDA GIANNINI TEIXEIRA Código: 0187 Município: SANTANA

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO E CONCEITUAÇÃO DE UMA ONTOLOGIA APLICADA ÀS ETAPAS DE ENGENHARIA DE REQUISITOS

ESPECIFICAÇÃO E CONCEITUAÇÃO DE UMA ONTOLOGIA APLICADA ÀS ETAPAS DE ENGENHARIA DE REQUISITOS ESPECIFICAÇÃO E CONCEITUAÇÃO DE UMA ONTOLOGIA APLICADA ÀS ETAPAS DE ENGENHARIA DE REQUISITOS Baby Ane Silva Oliveira Marla Teresinha Barbosa Geller 1 2 RESUMO O trabalho descreve as fases de Especificação

Leia mais

UNIDADE 01 CIÊNCIA TECNOLOGIA SOCIEDADE

UNIDADE 01 CIÊNCIA TECNOLOGIA SOCIEDADE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E UNIDADE 01 CIÊNCIA TECNOLOGIA SOCIEDADE 1 Todos possuem conceitos variados sobre os termos ciência, sociedade e tecnologia. Ao consultarmos o dicionário Aurélio, encontramos

Leia mais

AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NO ESTUDO DO CÁLCULO NA PERSPECTIVA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NO ESTUDO DO CÁLCULO NA PERSPECTIVA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO NO ESTUDO DO CÁLCULO NA PERSPECTIVA DA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA Anderon Melhor Miranda 1 Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP / EMFOCO profanderon@hotmail.com Resumo:

Leia mais

Pensamento e linguagem

Pensamento e linguagem Pensamento e linguagem Função da linguagem Comunicar o pensamento É universal (há situações que nem todos sabem fazer), mas todos se comunicam Comunicação verbal Transmissão da informação Características

Leia mais

Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar no Ensino de Conceitos Químicos

Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar no Ensino de Conceitos Químicos UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PIBID-PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA BOLSISTA: LIANE ALVES DA SILVA Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar

Leia mais

Metodologia do Ensino

Metodologia do Ensino Metodologia do Ensino Prof. Eduardo Henrique de M. Lima Definições: - Planejamento é uma necessidade constatnte em todas as áreas da atividade humana; - Planejar é analisar uma dada realidade, refletindo

Leia mais

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V3(1), pp. 1-11, 2013

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V3(1), pp. 1-11, 2013 ESTRUTURAS HIERÁRQUICAS INAPROPRIADAS OU LIMITADAS EM MAPAS CONCEITUAIS: UM PONTO DE PARTIDA PARA PROMOVER A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA (Limited or Inappropriate Propositional Hierarchies in concept maps:

Leia mais

A Interação entre a Educação Básica e a

A Interação entre a Educação Básica e a A Interação entre a Educação Básica e a Educação Superior: a visão do FOPROP (Fórum dos Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação das Universidades Brasileiras) Jorge Audy Presidente FOPROP Nacional audy@pucrs.br

Leia mais

Exemplo de Vê Epistemológico. O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1. Leonardo Sartori Porto

Exemplo de Vê Epistemológico. O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1. Leonardo Sartori Porto Exemplo de Vê Epistemológico O uso de analogias para gerar mudanças conceituais 1 Leonardo Sartori Porto Nosso projeto de pesquisa visa investigar se o uso de analogias no ensino de ciências pode facilitar

Leia mais

Aprendizagem de Matemática no Jardim de Infância. Glória Ramalho 2 Dezembro de 2014 II Seminário de Psicologia e Orientação em Contexto Escolar

Aprendizagem de Matemática no Jardim de Infância. Glória Ramalho 2 Dezembro de 2014 II Seminário de Psicologia e Orientação em Contexto Escolar Aprendizagem de Matemática no Jardim de Infância Glória Ramalho 2 Dezembro de 2014 II Seminário de Psicologia e Orientação em Contexto Escolar Temas Princípios e constrangimentos na abordagem da Matemática

Leia mais

DESAFIANDO CONCEPÇÕES ALTERNATIVAS COM KIT LEGO: Releitura do experimento de lançamento vertical em movimento com o uso de um Kit LEGO.

DESAFIANDO CONCEPÇÕES ALTERNATIVAS COM KIT LEGO: Releitura do experimento de lançamento vertical em movimento com o uso de um Kit LEGO. DESAFIANDO CONCEPÇÕES ALTERNATIVAS COM KIT LEGO: Releitura do experimento de lançamento vertical em movimento com o uso de um Kit LEGO. 1. Introdução Alexandre Martins Cristovão Alexandre de Matos Fábio

Leia mais

MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE. Competências a serem Desenvolvidas:

MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE. Competências a serem Desenvolvidas: MÓDULO 3 - CONTAR HISTÓRIAS COMO RECURSO PEDAGÓGICO E SENSIBILIZAÇÃO DE EDUCADORES: INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS Competências a serem Desenvolvidas: O participante desenvolve o recurso de contar

Leia mais

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V4(1), pp. 68-80, 2014

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V4(1), pp. 68-80, 2014 MAPAS CONCEITUAIS COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DAS RELAÇÕES ENTRE QUESTÕES ENERGÉTICAS E SEUS IMPACTOS AMBIENTAIS (Concept maps as a tool for assessment of relations between energy issues and their environmental

Leia mais

Como elaborar um relatório

Como elaborar um relatório Francisco Carrapiço, 2001 Biologia Celular Como elaborar um relatório 1. O que é um relatório? Um relatório de uma actividade prática, é uma exposição escrita de um determinado trabalho ou experiência

Leia mais

Índice. 1. O Alfabetizador Ao Desenhar, A Criança Escreve?...5

Índice. 1. O Alfabetizador Ao Desenhar, A Criança Escreve?...5 GRUPO 5.4 MÓDULO 2 Índice 1. O Alfabetizador...3 1.1. Contribuições ao Educador-Alfabetizador... 4 1.2. Ações do professor alfabetizador... 4 2. Ao Desenhar, A Criança Escreve?...5 2 1. O ALFABETIZADOR

Leia mais

A c o m u n i c a ç ã o m a t e m á t i c a e m c r i a n ç a s c o m N E E. Dedicatória

A c o m u n i c a ç ã o m a t e m á t i c a e m c r i a n ç a s c o m N E E. Dedicatória Dedicatória Às minhas filhas, meus anjos de luz, e ao meu marido, por todo o apoio e compreensão indispensáveis para a elaboração deste trabalho, mas também para a realização deste meu sonho: Concluir

Leia mais

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA Biologia 2015 Ensino Secundário O presente documento divulga informação relativa à PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA do ensino secundário da disciplina de

Leia mais

Introdução Introdução

Introdução Introdução Introdução 13 1 Introdução Sistemas multi-agentes [Jennings and Wooldridge, 1999] [Wooldridge and Ciancarini, 2000] são sociedades com agentes autônomos e heterogêneos que podem trabalhar em conjunto para

Leia mais

Informática Básica. Coordenação do Curso: Equipe de Formação: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes

Informática Básica. Coordenação do Curso: Equipe de Formação: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes GUIA DA DISCIPLINA Informática Básica Coordenação do Curso: Andreia Prado Diva Mendonça Garcia Waléria Batista da Silva Vaz Mendes Equipe de Formação: Fernanda Quaresma da Silva Hailton David Lemos Maurílio

Leia mais

A TECNOLOGIA COMO PROPULSORA DE APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS. Aline Reis de Camargo Universidade Federal de Pelotas - UFPEL

A TECNOLOGIA COMO PROPULSORA DE APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS. Aline Reis de Camargo Universidade Federal de Pelotas - UFPEL A TECNOLOGIA COMO PROPULSORA DE APRENDIZAGENS SIGNIFICATIVAS Aline Reis de Camargo Universidade Federal de Pelotas - UFPEL Município: São Francisco de Paula COOPESERRA - Colégio Expressão INTRODUÇÃO O

Leia mais

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos

AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos 1 AULA 06 Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos Ernesto F. L. Amaral 19 de março de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Severino, Antônio Joaquim. 2007. Metodologia do trabalho científico.

Leia mais

MODELAGEM E DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA HIPERMÍDIA DE ENSINO VOLTADA AO SETOR AGROPECUÁRIO, USANDO OOHDM

MODELAGEM E DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA HIPERMÍDIA DE ENSINO VOLTADA AO SETOR AGROPECUÁRIO, USANDO OOHDM MODELAGEM E DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA HIPERMÍDIA DE ENSINO VOLTADA AO SETOR AGROPECUÁRIO, USANDO OOHDM RESUMO Rodrigo de Oliveira André Luiz Zambalde Rêmulo Maia Alves Sérgio Augusto Carvalho Gomes

Leia mais

Scopus e Web of Science

Scopus e Web of Science Scopus e Web of Science Objetivos de aprendizagem: No final desta sessão os formandos deverão ser capazes de: 1. Explicar o que é uma base bibliográfica e indicar que tipo de dados aí são disponibilizados;

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. 2. Objetivo da proposta didática - Promover o entendimento dos alunos sobre leitura e interpretação de tabelas e gráficos.

PROPOSTA DIDÁTICA. 2. Objetivo da proposta didática - Promover o entendimento dos alunos sobre leitura e interpretação de tabelas e gráficos. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Tanara da Silva Dicetti 1.2 Público alvo: 6º e 7º ano 1.3 Duração: 2 horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Leitura e

Leia mais

WBS Schedule Pro Para Controle de Cronogramas

WBS Schedule Pro Para Controle de Cronogramas WBS Schedule Pro Para Controle de Cronogramas WBS Schedule Pro Controle de Cronogramas Introdução Muitos podem já conhecer e concordar que a ferramenta WBS Chart Pro é uma das melhores opções para a construção

Leia mais

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância Seminário de Educação a Distância na Administração Pública: Cursos Mistos e Redes Virtuais Formando profissionais de saúde com as novas tecnologias: a experiência da ENSP/Fiocruz na educação à distância

Leia mais

Aulas: Sumário / Resumo

Aulas: Sumário / Resumo Aulas: Sumário / Resumo a. Aula 1 (05-03-07) Aula em que foi apresentada a disciplina, e a plataforma que será usada na disciplina (teleduc); (aula em que não estive presente). b. Aula 2 (12-03-07) Aula

Leia mais

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Português 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Setembro Prestar atenção ao que ouve de modo a cumprir instruções. Manifestar sensações e sentimentos pessoais, suscitados pelos

Leia mais

UMA NOVA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA

UMA NOVA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA UMA NOVA ABORDAGEM PARA O ENSINO DE ESTATÍSTICA NOS CURSOS DE ENGENHARIA PEDRO FERREIRA FILHO ESTELA MARIS P. BERETA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA - UFSCar 1. AGENDA I. Motivação II. Diagnóstico III. Necessidades

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência do 3.º Ciclo da

Leia mais

AULA: Introdução à Informática I

AULA: Introdução à Informática I Campus Muriaé Professor: Luciano Gonçalves Moreir Disciplina: Informática Aplicada I AULA: Introdução à Informática I O que é Informática? Pode dizer-se que informática é ciência que estuda o processamento

Leia mais

HARMONIA DO MUNDO. Documentário da série Avisos da Natureza: lições não aprendidas

HARMONIA DO MUNDO. Documentário da série Avisos da Natureza: lições não aprendidas HARMONIA DO MUNDO Documentário da série Avisos da Natureza: lições não aprendidas SINOPSE Um professor de física discute e apresenta uma proposta de atividade sobre o documentário A Harmonia dos Mundos,

Leia mais

MATEMÁTICA LÚDICA E INVESTIGATIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL: CONSTRUINDO A TRIGONOMETRIA

MATEMÁTICA LÚDICA E INVESTIGATIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL: CONSTRUINDO A TRIGONOMETRIA MATEMÁTICA LÚDICA E INVESTIGATIVA NO ENSINO FUNDAMENTAL: CONSTRUINDO A TRIGONOMETRIA Bárbara de Medeiros Marinho 1 Vinícius Borovoy Sant'Ana 2, Karina Costa Nascimento 3, Bruno Penedo Gonçalo Souza 4 Daniela

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

Autor: Prof. Luís Havelange Soares Instituição: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Campus Campina Grande

Autor: Prof. Luís Havelange Soares Instituição: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Campus Campina Grande Contribuições do uso do Geogebra no estudo de funções Autor: Prof. Luís Havelange Soares Instituição: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Campus Campina Grande Aspectos motivacionais

Leia mais

Informação - Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional

Informação - Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional Informação - Exame a Nível de Escola Equivalente a Exame Nacional Espanhol Prova 847 2016 10º e 11º Anos de Escolaridade 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de

Leia mais

A TEORIA SÓCIO-CULTURAL DA APRENDIZAGEM E DO ENSINO. Leon S. Vygotsky ( )

A TEORIA SÓCIO-CULTURAL DA APRENDIZAGEM E DO ENSINO. Leon S. Vygotsky ( ) A TEORIA SÓCIO-CULTURAL DA APRENDIZAGEM E DO ENSINO Leon S. Vygotsky (1896-1934) O CONTEXTO DA OBRA - Viveu na União Soviética saída da Revolução Comunista de 1917 - Materialismo marxista - Desejava reescrever

Leia mais

Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais ISSN 2176-171X

Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais ISSN 2176-171X OS MAPAS CONCEITUAIS NA PESQUISA DA PRÁTICA DA TUTORIA NA EDUCAÇÃO ONLINE Fernando Silvio Cavalcante Pimentel - prof.fernandoscp@gmail.com * Cleide Jane de Sá Araújo Costa - cleidejanesa@gmail.com ** *

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Química Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR ANEXO 5.2.2. PLANO DE AÇÃO PROFESSOR Rua Bruxelas, nº 169 São Paulo - SP CEP 01259-020 Tel: (11) 2506-6570 escravonempensar@reporterbrasil.org.br www.escravonempensar.org.br O que é o plano de ação? O

Leia mais

Elaboração de Projetos

Elaboração de Projetos Elaboração de Projetos 2 3. tecnologia Mapas Conceituais: uma breve revisão CAVELLUCCI, Lia Cristina Barata. Mapas conceituais: uma breve revisão. [S.l.: s.n.], [2009?]. O mapa conceitual foi criado na

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS: UMA FERRAMENTA PEDAGÓGICA NA CONSECUÇÃO DO CURRÍCULO. Romero Tavares Departamento de Física UFPB www.fisica.ufpb.

MAPAS CONCEITUAIS: UMA FERRAMENTA PEDAGÓGICA NA CONSECUÇÃO DO CURRÍCULO. Romero Tavares Departamento de Física UFPB www.fisica.ufpb. MAPAS CONCEITUAIS: UMA FERRAMENTA PEDAGÓGICA NA CONSECUÇÃO DO CURRÍCULO Romero Tavares Departamento de Física UFPB www.fisica.ufpb.br/~romero Gil Luna Coordenação de Física CEFET-PB gil-luna@bol.com.br

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA PLANO DE ENSINO Semestre 2015.1 IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DISCIPLINA PRÉ-REQUISITOS EXA 471 Metodologia e didática do ensino --------------------------------------------- de química CURSO DEPARTAMENTO ÁREA

Leia mais

Lição 2 Modelos Estatísticos

Lição 2 Modelos Estatísticos 37 Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car o conceito de modelos estatísticos; identifi car a fi nalidade dos modelos estatísticos; identifi car exemplos de modelos estatísticos

Leia mais

ARTIGO. As concepções de desenvolvimento e aprendizagem na teoria psicogenética de Jean Piaget.

ARTIGO. As concepções de desenvolvimento e aprendizagem na teoria psicogenética de Jean Piaget. ARTIGO 13 As concepções de desenvolvimento e aprendizagem na teoria psicogenética de Jean Piaget. Ana Lúcia Jankovic Barduchi Mestre em Psicologia pela USP, Doutoranda em Educação pela Unicamp. Professora

Leia mais