Critérios de Avaliação da Disciplina de Geografia - 3º Ciclo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Critérios de Avaliação da Disciplina de Geografia - 3º Ciclo"

Transcrição

1 Critérios de Avaliação da Disciplina de Geografia - 3º Ciclo A função de avaliação corresponde à análise cuidada das aprendizagens conseguidas relativamente às planeadas, devendo traduzir-se numa descrição que, antes de mais informará alunos e professores dos objetivos e competências atingidas ou não, e ainda das aprendizagens que levantaram maiores dificuldades. A avaliação deve igualmente revestir-se de um caráter formativo, informando continuamente o aluno dos seus sucessos / insucessos, tendo em vista orientá-lo no sentido de ultrapassar as suas eventuais dificuldades, relativamente às aprendizagens pouco conseguidas. Por outro lado, com base na avaliação o professor poderá mais facilmente identificar pontos do processo de ensino-aprendizagem que não resultaram, e assim orientar as estratégias alternativas de reorganização e planificação curricular. Neste sentido, o grupo de Geografia propõe os seguintes parâmetros de avaliação, clarificando situações que se consideram importantes à progressão / retenção do aluno, que ao longo do processo de ensino-aprendizagem, carecem de informação necessária à tomada de decisões julgadas mais convenientes/pertinentes à construção das diversas vertentes da sua formação integral dos nossos discentes académica, cívica e pessoal. 1. Aquisição e compreensão de conhecimentos Saber Identificação de factos e fenómenos Localização de fenómenos geográficos Compreensão e interpretação de conceitos e noções básicas 2.Aptidões e Capacidades Saber Fazer Capacidade de pesquisar e interpretar informação geográfica utilizando diferentes recursos Capacidade em seleccionar e utilizar técnicas gráficas de forma a clarificar informação geográfica Capacidade de questionar situações concretas Capacidade em interpretar, analisar e problematizar relações entre fenómenos naturais e humanos 1

2 Capacidade de utilização de vocabulário específico da Geografia na elaboração de textos e trabalhos de pesquisa 3. Atitudes e Valores Ser/Saber Ser (Competências sócio-afectivas) Participação Responsabilidade Autonomia e iniciativa Organização Empenho nas actividades propostas Assiduidade e pontualidade Comportamento A avaliação dos alunos tem por base os critérios definidos neste documento e será feita atendendo à seguinte distribuição: Ver Grelha / síntese em Anexo Assim, com base neste paradigma, a atribuição dos níveis compreendidos entre 1 e 5, deverão ser tidos em conta os seguintes critérios: Nível um (Fraco) No sétimo ano, atendendo a que os alunos estão a iniciar a disciplina de Geografia, só será atribuído o nível um em casos excepcionais. No 8º e 9º ano será atribuído nível um quando o aluno manifestar um grande desfasamento em 2

3 conhecimentos, comportamentos e atitudes em relação aos exigidos no nível dois. Competências: Conhecimentos/aprendizagens Não adquire conceitos básicos Revela muita dificuldade na aquisição, compreensão e aplicação de conceitos básicos Não selecciona nem consegue organizar informação Não identifica factos e fenómenos geográficos Não interpreta gráficos e mapas Apresenta elementos de avaliação escrita entre 0 e 19 % Aptidões/Capacidades (transversais) Exprime-se oralmente e por escrito, com muita dificuldade Manifesta muita dificuldade na utilização de vocabulário geográfico Não realiza trabalhos de casa nem na sala de aula Não participa nas aulas Apresenta o caderno diário desorganizado Revela pouca criatividade Não manifesta atitudes de cooperação perante situações de trabalho em grupo Domina/aplica mal conhecimentos TIC, em contexto sala de aula Atitudes/Valores 3

4 É pouco assíduo É pouco pontual Não apresenta os materiais de apoio às aulas (manual, caderno diário ) Não se mostra solidário Revela muita dificuldade de concentração na maioria das aulas Tem um comportamento perturbador Perturba com muita frequência o ambiente de ensino/aprendizagem Revela pouco empenho/participação nas actividades de grupo Nível dois (Não Satisfaz) Conhecimentos/aprendizagens Não apreende a maioria dos conceitos básicos Revela bastante dificuldade na aquisição, compreensão e aplicação de conceitos básicos Não manifesta atitudes e hábitos de trabalho necessários para empreender um percurso de aprendizagem Revela dificuldade na selecção e organização de informação Não identifica ou identifica com dificuldade factos e fenómenos geográficos Não interpreta gráficos e mapas Apresenta elementos de avaliação escrita entre 20 e 49 % Aptidões/Capacidades (transversais) Exprime-se oralmente e por escrito, com muita dificuldade Manifesta dificuldades na utilização de vocabulário geográfico Não realiza a maioria das vezes os trabalhos de casa e na aula Não participa nas aulas com regularidade 4

5 Apresenta o caderno diário com alguma desorganização Revela pouca criatividade Não manifesta atitudes de cooperação perante situações de trabalho em grupo Domina/aplica mal conhecimentos TIC, em contexto sala de aula Atitudes/Valores É pouco assíduo É pouco pontual Não se mostra solidário Revela dificuldades de concentração na maioria das aulas Tem um comportamento perturbador Perturba com alguma frequência o ambiente de ensino/aprendizagem Revela pouco empenho/participação nas actividades de grupo Nível três (Satisfaz) Conhecimentos/aprendizagens Adquire alguns conceitos básicos, aplicando-os algumas vezes a novas situações Compreende e interpreta conceitos/noções básicas com alguma dificuldade Revela ainda alguma dificuldade na selecção e organização de informação Identifica factos e fenómenos geográficos com alguma dificuldade Identifica alguns factos e fenómenos geográficos, localizando-os no espaço Interpreta gráficos e mapas com alguma dificuldade Apresenta elementos de avaliação escrita entre 50 e 69 % Aptidões/Capacidades (transversais) 5

6 Exprime-se oralmente e por escrito, utilizando ainda com alguma dificuldade o vocabulário específico da disciplina Realiza com alguma frequência os trabalhos de casa e na aula Participa nas aulas com alguma regularidade Apresenta o caderno diário razoavelmente organizado Revela alguma criatividade Domina/aplica conhecimentos TIC, em contexto sala de aula Atitudes/Valores É assíduo e pontual na maioria das aulas É solidário Revela alguma facilidade de concentração na maioria das aulas Tem um comportamento razoável Não perturba o ambiente de ensino/aprendizagem Participa com algum empenho nas actividades de grupo Nível quatro (Satisfaz bem) Conhecimentos/aprendizagens Adquire a maioria dos conceitos básicos, aplicando-os a novas situações Compreende e interpreta conceitos/noções básicas com facilidade Revela facilidade na selecção e organização de informação Identifica a maioria dos factos e fenómenos geográficos, localizando-os no espaço Interpreta gráficos e mapas sem dificuldade Apresenta elementos de avaliação escrita entre 70 e 89 % 6

7 Aptidões/Capacidades (transversais) Exprime-se oralmente e por escrito, utilizando com facilidade o vocabulário específico da disciplina Realiza a maioria dos trabalhos de casa e na aula Participa nas aulas com bastante frequência Apresenta o caderno diário organizado Revela criatividade Domina/aplica bem conhecimentos TIC, em contexto sala de aula Atitudes/Valores É assíduo e pontual É solidário Revela facilidade de concentração/atenção Tem um comportamento bom Contribui para o bom ambiente de ensino/aprendizagem Participa com empenho nas actividades de grupo Nível cinco (Excelente) Conhecimentos/aprendizagens Adquire todos os conceitos básicos, aplicando-os a novas situações Compreende e interpreta conceitos/noções básicas com muita facilidade Revela facilidade na selecção e organização de informação Identifica sem qualquer dificuldade factos e fenómenos geográficos localizando-os no espaço Interpreta gráficos e mapas com facilidade Apresenta elementos de avaliação escrita entre 90 e 100 % 7

8 Aptidões/Capacidades (transversais) Exprime-se oralmente e por escrito, utilizando com bastante facilidade o vocabulário específico da disciplina Realiza todos os trabalhos de casa e na aula Participa activamente e com interesse nas actividades propostas Apresenta o caderno diário organizado Revela bastante criatividade Domina/aplica muito bem conhecimentos TIC, em contexto sala de aula Atitudes/Valores É assíduo e pontual É solidário Revela facilidade de concentração/atenção Tem um comportamento muito bom Contribui para o bom ambiente de ensino/aprendizagem Participa com muito entusiasmo nas actividades de grupo 8

9 Critérios de Avaliação GEOGRAFIA - 7º- 8º- 9º anos de escolaridade - ano lectivo: 2012/2013 Geografia Competências Sócio-afectivas Instrumentos Apreensão de conteúdos Conhecimentos/ aprendizagens (90%) Transversais (4%) Valores e atitudes (6%) Compreensão Interpretação e análise de documentos Resolução de problemas Testes / Fichas de avaliação 80% Trabalhos de pesquisa* Participação / Domínio da Língua Portuguesa Metodologia de Trabalho TIC Responsabilidade Cumprimento de regras Persistência / Empenho / interesse Autonomia / Sentido crítico Cooperação / Solidariedade Trabalho na aula Trabalhos de casa 10% Outros 9

10 Pesos (%) Total (100%) 100% *Observações: Caso não sejam efectuados, dever-se-á aplicar a regras da proporcionalidade direta Atribuição do peso das classificações ao longo do ano: 2º Período... Classificação do 1º Período (peso 25%) + Classificação do 2º Período (peso 75%) 3º Período... Classificação do 2º Período (peso 25%) + Classificação do 2º Período (peso 25%) + Classificação do 3º Período (peso 50%) 10

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa

Critérios de Avaliação do Ensino Básico - 2º Ciclo. Língua Portuguesa Critérios de Avaliação do Ensino Básico - º Ciclo Língua Portuguesa DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS PONDERAÇÃO NA CLASSIFICAÇÃO TIPOLOGIA DOS INSTRUMENTOS DE FINAL AVALIAÇÃO POR PERÍODO Teste(s) de compreensão oral

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Domínio Cognitivo (Nível dos Conhecimentos) Compreensão oral e escrita; Conhecimento de formas e regras de funcionamento da língua materna; Conhecimento e compreensão de conceitos

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja

Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja Psicologia B 12º ano Ano lectivo 2011/2012 Critérios de avaliação Competências: Equacionar a Psicologia no panorama geral das ciências; Capacidades de

Leia mais

Departamento Curricular de Línguas

Departamento Curricular de Línguas Escola Básica Integrada c/ji Fialho de Almeida- Cuba Departamento Curricular de Línguas Ano Lectivo de 2007/2008 Critérios de avaliação Em reunião de Departamento Curricular de Línguas e de acordo com

Leia mais

Critérios específicos de avaliação HISTÓRIA 3.º ciclo Ano letivo

Critérios específicos de avaliação HISTÓRIA 3.º ciclo Ano letivo Objeto de avaliação Conhecimentos e Capacidades Específicos Critérios específicos de avaliação HISTÓRIA 3.º ciclo Ano letivo 2016-2017 Itens/Parâmetros Compreensão histórica (Temporalidade Espacialidade

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2012/13 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação 0 Saber / 0 Saber Fazer 70% "0 Ser / Saber Ser" 25% Língua Portuguesa Inglês "0 Ser / 5% /Saber Ser" " O Saber /

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA. Critérios de avaliação do 3.º ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA. Critérios de avaliação do 3.º ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARELEJA Critérios de avaliação do 3.º ciclo Ano letivo 2017-18 Domínio das atitudes e valores nas disciplinas de Português, Inglês, Francês, Espanhol, Matemática, Ciências Naturais,

Leia mais

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013 Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático Língua Portuguesa 2012/2013 ATITUDES Formação para a cidadania. Apresentação dos materiais necessários, cumprimento de tarefas propostas, assiduidade,

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO

DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS 2016/2017 Quanto ao domínio das Capacidades/Conhecimentos, nomeadamente nos testes e trabalhos escritos, estes serão

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO ANO LETIVO 2014 /15. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO ANO LETIVO 2014 /15. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2014/15 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação Ponderação 0 Saber / 0 Saber Fazer 70% Português Inglês "0 Ser / Saber Ser" 25% "0 Ser / 5% /Saber Ser" " O Saber

Leia mais

EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA

EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXACTAS E DA NATUREZA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANO LECTIVO 2007/2008 INTRODUÇÃO A avaliação é um processo contínuo que implica uma recolha sistemática

Leia mais

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso

Agrupamento de Escolas Amadeo de Souza-Cardoso ANO LETIVO: 2016/2017 Amadeo de Souza-Cardoso Critérios Gerais de Avaliação do Agrupamento Dando cumprimento ao disposto no Decreto-Lei 139/2012, na sua redação atual, e no Despacho normativo nº 1-F/2016,

Leia mais

I Competências / Domínios a avaliar

I Competências / Domínios a avaliar O trabalho desenvolvido na disciplina de Português 2º ciclo visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos dois as do ciclo, metas linguísticas s domínios do oral e do escrito, competências de leitura

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Forte da Casa Ano Letivo de

Agrupamento de Escolas de Forte da Casa Ano Letivo de Agrupamento de Escolas de Forte da Casa Ano Letivo de 2016-2017 Critérios de Avaliação de História A e História da Cultura e das Artes 10º, 11º e 12 Anos O Departamento de História em conformidade com

Leia mais

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016/2017

Agrupamento de Escolas Francisco de Holanda. Ensino Secundário CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016/2017 16/17 Ensino Secundário 1. DOMÍNIO SÓCIO-AFETIVO (Formação pessoal Atitudes e valores) Assiduidade Pontualidade Atitudes (espírito desportivo, participação, interesse, responsabilidade, relações inter-pessoais)..

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2017/2018 Quadro de síntese 2º Ciclo Domínios da Avaliação O Saber 65% Português O Saber Fazer 25% O Ser / Saber Ser 10% O Saber 75% Inglês O Saber Fazer 10% O Ser / Saber

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento 1º Ciclo Grupos: 110 2016/2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO UTILIZADOR Critérios

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015 1º CICLO 1. Critérios Gerais Evolução da aquisição das aprendizagens; Utilização correta da língua

Leia mais

ÁREA DISCIPLINAR DE CONTABILIDADE (430 C)

ÁREA DISCIPLINAR DE CONTABILIDADE (430 C) ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ÁREA DISCIPLINAR DE CONTABILIDADE (430 C) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo de 2011/2012 Página 1 de 5 ESCOLA

Leia mais

Normas de funcionamento das disciplinas de História e Geografia

Normas de funcionamento das disciplinas de História e Geografia Direcção Regional de Educação do Centro MATERIAL NECESSÁRIO PARA A AULA Manual Escolar Caderno Diário Contrato Pedagógico Plano Individual de Trabalho ( PIT) Fichas de avaliação Caderneta escolar Outro

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Departamento Curricular do 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Avaliação das Atitudes/Comportamentos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento Ciências Sociais e Humanas Grupos: 200; 400; 410; 420; 430; 530 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Português- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão)

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) Nos termos da alínea e) do art.º 33.º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 75/2008 de 22

Leia mais

Critérios de Avaliação 1º CICLO

Critérios de Avaliação 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º CICLO 1. Introdução 1.1. Os critérios de avaliação definidos pelo Departamento Curricular do 1.º ciclo consideram os processos de aprendizagem, o contexto em que a mesma se desenvolve,

Leia mais

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico 1. Critérios de avaliação AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS 1.

Leia mais

Critérios de avaliação

Critérios de avaliação Agrupamento de Escolas de Amareleja 2.º ciclo Critérios de avaliação 2015-2016 Nomenclatura dos instrumentos de avaliação Classificação Nomenclatura 0% a 19% Fraco 20% a 49% Insuficiente 50% a 69 % Suficiente

Leia mais

2º Ciclo. (5º e 6º anos) PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE História e Geografia de Portugal AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ

2º Ciclo. (5º e 6º anos) PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE História e Geografia de Portugal AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ AGRUPAMENTO ESCOLAS DE SANTO ANDRÉ ESCOLA BÁSICA 2/3 DE QUINTA DA LOMBA PERFIL DO ALUNO NA ÁREA CURRICULAR DE História e Geografia de Portugal 2º Ciclo (5º e 6º anos) Ano letivo 2016-2017 PERFIL DO ALUNO

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS DEPARTAMENTO CURRICULAR: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos e capacidades

Leia mais

Ensino Secundário. Critérios de Avaliação. Outubro Colégio de Nossa Senhora do Rosário

Ensino Secundário. Critérios de Avaliação. Outubro Colégio de Nossa Senhora do Rosário Ensino Secundário Critérios de Avaliação Outubro 2015 - Colégio de Nossa Senhora do Rosário Pág.1 Índice Departamento de Artes Visuais e Tecnologias Desenho 3 Geometria Descritiva A 9 Oficina Multimédia

Leia mais

Critérios específicos de avaliação

Critérios específicos de avaliação Critérios específicos de 1. Aspetos a considerar na específica A sumativa expressa-se de forma descritiva em todas as áreas curriculares, com exceção das disciplinas de Português e Matemática no 4º ano

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2017 2018 PORTUGUÊS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO I- Introdução Os critérios de avaliação são definidos de acordo com o currículo, os programas das disciplinas e as metas curriculares, sendo operacionalizados pelos professores da

Leia mais

Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva

Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva Organização e Gestão do Desporto Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania Promover: a iniciativa

Leia mais

Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano

Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação DISCIPLINA DE GEOGRAFIA Ano Lectivo 2006/2007 3º Ciclo 7º Ano Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação A TERRA

Leia mais

Departamento de 2.º Ciclo Disciplina de Inglês

Departamento de 2.º Ciclo Disciplina de Inglês Aprender a ser / Aprender a viver com os outros Pilar de Aprendizagem Aprender a conhecer / Aprender a fazer CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de 2.º Ciclo ED. SETEMBRO DE 2016 DOMÍNIOS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3ºciclo Geografia 7ºano Metas de Aprendizagem Conteúdos Programáticos Critérios de Avaliação Instrumentos de Avaliação Domínio I A TERRA : Estudos

Leia mais

Educação Física Ensino Secundário

Educação Física Ensino Secundário Educação Física Ensino Secundário Critérios de Avaliação Conhecimentos 10 % Competências da Disciplina Atividade Física (40%) e Aptidão Física 60 % Competências Transversais Atitudes e valores 30 % 1.

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE FRANCÊS Componente de Formação Complementar Curso Vocacional de Informática e Multimédia Ano letivo 2015/2016

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE FRANCÊS Componente de Formação Complementar Curso Vocacional de Informática e Multimédia Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE FRANCÊS Componente de Formação Complementar Curso Vocacional de Informática e Multimédia Ano letivo 2015/2016 Competências Transversais Promoção da educação para a cidadania A língua

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO. 4.ª Revisão

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO. 4.ª Revisão CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ENSINO BÁSICO 4.ª Revisão Nos termos da alínea f) do artº 26º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 115-A/98 de 4 de Maio, com as alterações

Leia mais

Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS. Critérios de Avaliação / Indicadores / Operacionalização dos Indicadores

Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS. Critérios de Avaliação / Indicadores / Operacionalização dos Indicadores Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades Escola Básica e Secundária de Oliveira de Frades Disciplina: EDUCAÇÃO FÍSICA 5º, 6 º ANOS Critérios Específicos de Avaliação da Disciplina de Educação Física

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V Ensino Básico 2º Ciclo CIÊNCIAS NATURAIS Peso na Avaliação Final Testes de avaliação e/ou outros trabalhos escritos; Aquisição de conhecimentos; Domínio da Língua Portuguesa ao nível da expressão oral

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB 0 Introdução No Ensino Básico A avaliação constitui um processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar e certificador das diversas aquisições realizadas

Leia mais

Critérios de Avaliação 2015/2016

Critérios de Avaliação 2015/2016 Critérios de Avaliação Ano letivo 2015/2016 Critérios de Avaliação 2015/2016 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos

Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos Critérios Gerais de Avaliação 1º, 2º e 3º ciclos Ano letivo 2013-2014 INTRODUÇÃO - Avaliação (Decreto-Lei nº139/2012, de 5 de julho) - A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Loureiro

Agrupamento de Escolas de Loureiro GOVERNO DE PORTUGAL EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2016-2017 Agrupamento de Escolas de Loureiro GOVERNO DE PORTUGAL EDUCAÇÃO 2 o CICLO DO ENSINO BÁSICO EDUCAÇÃO VISUAL (5 o

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO O trabalho desenvolvido na disciplina de,, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos três as do Ciclo, competências linguística-comunicativas s domínios do oral e do escrito, competências de

Leia mais

Disciplina de Matemática. Critérios de Avaliação do Ensino Secundário

Disciplina de Matemática. Critérios de Avaliação do Ensino Secundário AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 2 DE BEJA ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3º CICLO D. MANUEL I ANO LECTIVO DE 2015-2016 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Disciplina de Matemática Critérios de Avaliação

Leia mais

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros:

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros: 3º ciclo Oferta Complementar: Apoio ao estudo da disciplina de Português Domínios Ponderação Componente cognitiva (capacidades e conhecimentos) Oralidade Leitura Escrita Gramática 80% Componente socioafetiva

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. JOSÉ DOMINGUES DOS SANTOS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. JOSÉ DOMINGUES DOS SANTOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação enquanto elemento integrante da prática letiva deve basear-se na seleção de objetivos e competências definidas por disciplina e ano curricular que, orientarão

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO Serão tidos em consideração os elementos de avaliação a seguir enumerados, essenciais para o desenvolvimento do

Leia mais

Disciplina: Educação Tecnológica

Disciplina: Educação Tecnológica Aprender a viver com os outros Pilar de Aprendizagem Aprender a fazer Aprender a conhecer Departamento do 2 o Ciclo Disciplina: Educação Tecnológica CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5 o ano Ed. Setembro 2016 Unidades

Leia mais

Cursos Profissionais Disciplina: PORTUGUÊS Anos: 10º; 11º e 12º

Cursos Profissionais Disciplina: PORTUGUÊS Anos: 10º; 11º e 12º PARÂMETROS GERAIS DE AVALIAÇÃO Integração escolar e profissionalizante Intervenções e Atividades na sala de aula: PESOS PARÂMETROS ESPECÍFICOS INSTRUMENTOS Peso 2 Peso 5 Comportamento-assiduidade-pontualidadecumprimento

Leia mais

COLÉGIO DE ALBERGARIA REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS

COLÉGIO DE ALBERGARIA REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS REGULAMENTO INTERNO MODELO DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS 1. INTRODUÇÃO De acordo com o Projecto Educativo do Colégio de Albergaria e a legislação em vigor sobre a avaliação das aprendizagens dos alunos nos vários

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO O trabalho desenvolvido na disciplina de Português, Secundário, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo do Ensi Secundário, competências de comunicação s domínios do oral e do escrito, competências

Leia mais

Escola Básica Integrada de Angra do Heroísmo. 1º Ciclo do Ensino Básico

Escola Básica Integrada de Angra do Heroísmo. 1º Ciclo do Ensino Básico Escola Básica Integrada de Angra do Heroísmo 1º Ciclo do Ensino Básico Ano lectivo 2009/2010 1 I. Introdução De acordo com a legislação em vigor (Portaria 72/2006 de 24 de Agosto), a avaliação deverá incidir

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO 2015-2016 Avaliação (Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho; Despacho Normativo nº 17-A/2015 de 22 de Setembro e Despacho Normativo nº 13/2014 de 15

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO A letivo: 2016/2017 O trabalho desenvolvido na disciplina de Francês, 3º Ciclo, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos três as do Ciclo, competências de comunicação s domínios da oralidade

Leia mais

2015-2016. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo

2015-2016. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo 2015-2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º Ciclo Setembro 2015 Este documento pretende dar a conhecer a todos os intervenientes no processo educativo os critérios de avaliação, e respetivas percentagens, a que

Leia mais

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação

DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação Níveis de Desempenho e Atribuição de Classificações (/ ) O processo de ensino em Educação Física visa desencadear nos alunos efeitos contínuos e progressivos,

Leia mais

Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo)

Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo) Departamento de Matemática Ano letivo 2016/17 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O ENSINO BÁSICO Grupo 230 Matemática (2ºciclo) Objeto de avaliação Itens/Parâmetros Instrumentos Ponderação Conteúdos da Testes

Leia mais

Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias. Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016

Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias. Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016 Departamento de Matemática, Ciências e Tecnologias Critérios de Avaliação da disciplina de Ciências da Natureza 2º ciclo Ano Letivo: 2015/2016 Parâmetros de avaliação: Domínio cognitivo 7 - Testes de avaliação

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo A avaliação, como parte integrante do processo de ensino/ aprendizagem, deverá ter em conta: Os programas e as metas curriculares em vigor para o 1º ciclo;

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PORTUGUÊS 2.º e 3.º CICLOS Domínios Avaliados Instrumentos de avaliação Ponderação Leitura - Educação Literária 30% Testes de avaliação escrita Gramática 12% (5/6) 60% Escrita

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CAPACIDADES INDICADORES INSTRUMENTOS Domínio Cognitivo (Saber) Componentes do Currículo Conceitos Identifica/Reconhece/Adquire conceitos; Domina

Leia mais

Critérios de Avaliação de Matemática

Critérios de Avaliação de Matemática COLÉGIO DA RAINHA SANTA ISABEL MATEMÁTICA Critérios de Avaliação de Matemática º e 3º Ciclo do Ensino Básico 01/013 A avaliação consiste no processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2014 / 2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS Na avaliação dos alunos intervêm todos os professores envolvidos,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO GONÇALO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2.º CICLO /2014 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO GONÇALO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2.º CICLO /2014 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Conhecimentos Avaliação escrita Avaliação oral Atitudes AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO GONÇALO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2.º CICLO - 2013/2014 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Comportamento, participação

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA 2014-2015 Escola Secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira 15/07/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA Ano Letivo 2014/15 A PRINCÍPIOS GERAIS 1 A avaliação

Leia mais

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação

EPHTL. Critérios Gerais de Avaliação EPHTL Critérios Gerais de Avaliação 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2016/2017 Introdução A avaliação é um processo regulador do ensino, que orienta o percurso escolar, certifica os conhecimentos

Leia mais

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos

Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de Avaliação 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Currículo das Áreas Disciplinares/Critérios de 5º Ano Disciplina: Português Metas Curriculares: Domínios/Objetivos Conteúdos Programáticos Critérios de Instrumentos de Comunicação oral Observação direta

Leia mais

Critérios de Avaliação Departamento de Português. 2016/2017 Agrupamento de Escolas de Miraflores

Critérios de Avaliação Departamento de Português. 2016/2017 Agrupamento de Escolas de Miraflores Critérios de Avaliação Departamento de Português 2016/2017 Agrupamento de Escolas de Miraflores Aprovado em reunião de Conselho Pedagógico a 21 de julho de 2016 Cálculo da classificação interna a atribuir

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação 1 Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação 2009/2010 Marinha Grande, 07 de Outubro de 2009 (actualizado a 03 de Novembro de 2009) prof. [Escolher a data] 2 Critérios de Avaliação Índice CRITÉRIOS

Leia mais

A avaliação visa certificar as diversas aprendizagens e competências adquiridas pelo aluno, no final de cada ciclo ( ).

A avaliação visa certificar as diversas aprendizagens e competências adquiridas pelo aluno, no final de cada ciclo ( ). Externato da Luz Ano Lectivo 2009 / 2010 Critérios de Avaliação Departamento de Ciências Humanas e Sociais Agrupamento História (3º Ciclo) Professor: Pedro Machado A avaliação é um elemento integrante

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO 152640 CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Ano Letivo 2015/2016 Agrupamento de Arcozelo Telef: 258 909 060 - Fax: 258 909 062 www.aearcozelo.pt Vilar Arcozelo

Leia mais

Planificação INGLÊS 5ºAno PCA Ano MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS Nº DE BLOCOS

Planificação INGLÊS 5ºAno PCA Ano MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS Nº DE BLOCOS Planificação INGLÊS 5ºAno PCA Ano 2015-16 MATRIZ DE CONTEÚDOS E DE PROCEDIMENTOS CONTEÚDOS PROCEDIMENTOS Nº DE BLOCOS Teste diagnóstico Atividades recuperação Unidade 0: O Mundo Inglês A importância do

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Ciências Naturais / CEF COZINHA -2º ano Planificação a Longo Prazo 2012-2013

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA DOMÍNIOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2016 / 2017 COGNITIVO - 60% SOCIOAFETIVO - 40% Oralidade Leitura Escrita

Leia mais

PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO. Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho

PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO. Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho PD15 Geogebra Uma visita aos programas de Matemática dos 2 e 3ºciclos RELATÓRIO Formanda: Maria Amélia de Jesus Mendes Coelho Prof: Titular do Grupo de Recrutamento 230 2º ciclo Agrupamento de Escolas

Leia mais

P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O

P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS GRUPO 10º B FILOSOFIA P S I C O L O G I A B 1 2 º A N O D I S POSITIVO DE AV AL I AÇ Ã O (Versão de 2010-2011) Psicologia B Avaliação / Pág. 1 de 8 1. MATRIZES

Leia mais

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação do aluno nas diferentes disciplinas e áreas curriculares disciplinares realiza-se em três domínios: afetivo, cognitivo, e psicomotor. Ou, usando uma terminologia

Leia mais

ANÁLISE DOS RESULTADOS ESCOLARES POR ANO DE ESCOLARIDADE E POR DISICPLINA 1º PERÍODO 2012/2013

ANÁLISE DOS RESULTADOS ESCOLARES POR ANO DE ESCOLARIDADE E POR DISICPLINA 1º PERÍODO 2012/2013 ANÁLISE DOS RESULTADOS ESCOLARES POR ANO DE ESCOLARIDADE E POR DISICPLINA 1º PERÍODO 2012/2013 Pretende-se com este relatório fazer uma análise global da forma como decorreu a avaliação dos alunos do 1.º

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA DOMÍNIOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2016 / 2017 COGNITIVO - 60% SOCIOAFETIVO - 40% Oralidade Leitura Escrita

Leia mais

Escola B 1,2,3/JI de Angra do Heroísmo. Critérios de Avaliação em Língua Estrangeira. (3º ciclo)

Escola B 1,2,3/JI de Angra do Heroísmo. Critérios de Avaliação em Língua Estrangeira. (3º ciclo) Escola B 1,2,3/JI de Angra do Heroísmo Critérios de Avaliação em Língua Estrangeira (3º ciclo) Departamento de Língua Estrangeira Ano Lectivo 2009/2010 1. Considerações Gerais 1. Pretende-se que a avaliação

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Higiene e Nutrição / 3º Ciclo Curso Vocacional de Turismo e Restauração 2º ano

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016

PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 2015/2016 PROJETO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 15/16 DISCIPLINA: GOSCS 12º Ano CURSO: TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE OBJETIVOS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania A língua

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO DEPARTAMENTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO DEPARTAMENTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FRANCISCO FERNANDES LOPES OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Grupo 430 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo de 2012/2013 Página 1 de 7 Ano Letivo de 2012/2013 CRITÉRIOS

Leia mais

Critérios de Avaliação /2016

Critérios de Avaliação /2016 Critérios de Avaliação - 2015/2016 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. INTRODUÇÃO Os Critérios de Avaliação do 1.º CEB, aprovados pelo Conselho Pedagógico em 29 de outubro de 2015, serão, no decorrer do presente

Leia mais

Critérios de Avaliação 2015/2016. Cursos Profissionalizantes

Critérios de Avaliação 2015/2016. Cursos Profissionalizantes Critérios de Avaliação 2015/2016 Cursos Profissionalizantes Índice Português 2 Comunicar em francês 3 Economia/Área de Integração/Gestão e Controlo/Comercializar e Vender/Comunicar no Ponto de Venda/Organizar

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO A lectivo:2016/2017 O trabalho desenvolvido na disciplina de Inglês, 2ºciclo, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos cinco as dos dois Ciclos, competências de comunicação s domínios da oralidade

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA Ano Letivo 2013/14

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA Ano Letivo 2013/14 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DE ESCOLA Ano Letivo 2013/14 A PRINCÍPIOS GERAIS 1 A avaliação deve ser rigorosa, clara e objetiva. 2 A avaliação deve contemplar os seguintes domínios: o domínio das atitudes/valores;

Leia mais

L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS. Ensino Básico e Secundário

L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS. Ensino Básico e Secundário Ano Letivo 2012/2013 L. PORTUGUESA /PORTUGUÊS Ensino Básico e Secundário Critérios de Avaliação COMPETÊNCIAS PONDERAÇÃO ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO COGNITIVAS / OPERACIONAIS Æ 60% Testes / Fichas de Avaliação

Leia mais

Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B.

Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B. Colégio São Francisco Xavier CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 5.º ANO - 2º C.E.B. ANO LETIVO 2015/16 Saber Fazer (Domínio Cognitivo) 80% DISCIPLINA: PORTUGUÊS DOMÍNIOS OBJETIVOS INSTRUMENTOS E PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( )

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( ) Critérios de Avaliação 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS A avaliação incide sobre os conhecimentos e capacidades definidas no currículo nacional e nas

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO A lectivo:2016/2017 O trabalho desenvolvido na disciplina de Inglês,, visa propiciar, estimular e desenvolver, ao longo dos cinco as dos dois Ciclos, competências de comunicação s domínios da oralidade

Leia mais

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*)

Critérios de avaliação. Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Matriz Curricular Ensino Básico - 1.º ciclo (*) Componentes do currículo Áreas disciplinares de frequência obrigatória: Português Matemática Estudo do Meio Expressões: Artísticas e Físico-Motoras. Apoio

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS REGIÃO ALENTEJO Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Milfontes, Odemira CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO 2016/2017 1 CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS

Leia mais

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO. Ano letivo 2013/2014

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO. Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO INTERNA A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa que permite a recolha

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas de Santo André (120340) Departamento de Matemática e Informática CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Matemática (Grupo 230) Matemática A (Grupo 500) Informática (Grupo 550) ÍNDICE e Respetivos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2017-2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Departamento do 1º ciclo CRITÉRIOS de AVALIAÇÃO 1º CICLO Enquadramento A avaliação interna das aprendizagens

Leia mais

EDUCAÇÃO. Saber ser / saber estar 70% Saber/ saber fazer 30% 65% - Gramática 15% 21,25% - Realização de tpc Atitudinais/ - Iniciativa linguística

EDUCAÇÃO. Saber ser / saber estar 70% Saber/ saber fazer 30% 65% - Gramática 15% 21,25% - Realização de tpc Atitudinais/ - Iniciativa linguística a tua a tua escola teu o o teu o teu futuro teu projeto 2016/17 II Critérios de Cursos Avaliação REPÚBLICA PORTUGUESA EDUCAÇÃO Profissionais Na avaliação dos alunos que frequentam os cursos profissionais

Leia mais