Comunicação e Expressão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comunicação e Expressão"

Transcrição

1 Comunicação e Expressão Redação em Língua Portuguesa Língua Portuguesa Literatura Brasileira Língua Inglesa Ciências Naturais e Exatas Matemática Física Química Biologia Humanidades e Atualidades História Geral e do Brasil Geografi a Geral e do Brasil Atualidades

2 Instruções para a realização do exame Composição do Exame 1 proposta para a Prova de Redação (dissertação) e 60 questões de múltipla escolha; Cada questão tem apenas UMA ALTERNATIVA CORRETA; As Provas são AUTO-EXPLICATIVAS. Nenhum supervisor ou auxiliar de sala está autorizado a prestar informações sobre as questões. Duração do Exame 4 horas; Você poderá retirar-se da sala somente após 1 hora e 30 minutos do início do exame. ATENÇÃO: no final do exame você deverá entregar ao Supervisor de Sala a Folha de Respostas e a Folha de Redação. Folha de Respostas Deverá ser preenchida com CANETA ESFEROGRÁFICA AZUL escrita grossa, nos campos ópticos próprios; Qualquer rasura invalidará sua resposta; Confira seu nome e número de inscrição impressos na Folha de Respostas com a etiqueta que está na sua carteira; ASSINE com caneta no campo indicado. A Folha de Respostas será considerada válida somente com a sua assinatura. Caso sua Folha de Respostas seja danificada ou esteja com erro, solicite ao Supervisor para substituí-la por outra em branco, que você deverá preencher como segue: ESCREVA, na parte superior, NÚMERO DE INSCRIÇÃO, SEU NOME, SUA ASSINATURA E A DATA DO EXAME; No campo INSCRIÇÃO da Folha de Respostas, você deverá marcar apenas UM ALGARISMO EM CADA LINHA; COLOQUE OS ZEROS do número de inscrição. Avaliação das Provas Questões de 61 a 71; Preencha apenas uma alternativa de cada questão. VOCÊ PODERÁ LEVAR O CADERNO DE QUESTÕES. Bom Exame!

3 Comunicação e Expressão Redação Prova de Redação - Instruções Leia atentamente a proposta. Não coloque nome. Use caneta para escrever sua Redação. Os examinadores irão avaliar sua Redação considerando sua capacidade em: 1 - Leitura e compreensão; 3 - Desenvolvimento do tema; 2 - Estrutura textual; 4 - Recursos da escrita. Não haverá revisão de prova. Não serão considerados poemas ou desenhos. ATENÇÃO. Verifique o número de seqüência na etiqueta da carteira em que você estiver assentado, para o preenchimento correto na folha de Redação. Leia atentamente o trecho da reportagem a seguir e escreva um TEXTO DISSERTATIVO no qual você discuta a seguinte questão: o aluno que tem um bom desempenho escolar deve receber dinheiro como forma de recompensa? Quais são as chances de uma criança receber algum dinheiro no fim do mês, vales para gastar no que bem entenda ou ainda um celular com direito a crédito ilimitado - sem que essas regalias sejam custeadas pelos pais? Em geral, zero. Na cidade de Nova York, as chances são bastante altas. O fato surpreende - a explicação, mais ainda. As crianças estão ganhando tais prêmios em escolas públicas. Só as mais brilhantes e esforçadas têm direito a eles. O programa faz parte de uma nova política do governo para incentivar os alunos a estudar mais. O princípio de recompensar bons estudantes não é um conceito novo, mas até então ele se restringia, basicamente, à distribuição de medalhas. A novidade está justamente nos benefícios financeiros, sistema sobre o qual os educadores do mundo todo vêm discutindo - e, em alguns casos, começam a implantar em suas escolas. O exemplo brasileiro mais próximo disso vem de Minas Gerais, onde o governo do estado passou a conceder reais aos estudantes de escolas públicas, sob a condição de completarem o ensino médio. O objetivo é fornecer um estímulo para que não abandonem a sala de aula para arranjar emprego. Esse programa, tal qual o de Nova York e outros nos Estados Unidos, tem um caráter experimental. Isso porque seus efeitos ainda não foram mensurados. Há, no entanto, indícios de que eles funcionam, com base na experiência. Diz a diretora Virginia Connelly, à frente de uma escola de Nova York: "Os estudantes reagem na hora a estímulos tão concretos e imediatos". Celulares e "zon dollars" (moeda que, em Nova York, vale como dinheiro em lojas instaladas junto das salas de aula) causam certa polêmica entre os especialistas. Eles concordam, porém, num ponto central: é preciso resgatar a imagem positiva dos bons alunos - e premiá-los de modo tão concreto pode ser um caminho para lhes conferir algum status. No geral, os melhores estudantes são vistos como seres bitolados e desinteressantes, e não como exemplos a ser seguidos. Essa distorção foi flagrada numa recente pesquisa conduzida pela prefeitura de Nova York. A metade dos alunos de lá afirma que os mais estudiosos da turma são alvo freqüente de desrespeito justamente quando se destacam em relação aos demais. Os novos prêmios, de algum modo, já começaram a mudar esse cenário - e a vida de estudantes como a americana Ashley Pimentel, de 13 anos. A menina abarrotou a carteira com os tais "zon dollars", pela postura exemplar na escola, também recompensada, e ainda levou mais 200 dólares (estes de verdade) por sair-se bem numa maratona de provas. Resume Ashley, uma ótima aluna: "Depois que passei a receber dinheiro quando tiro uma nota alta, ninguém mais ri de mim. Eles agora querem é ser como eu". No geral, a experiência revela, de fato, algum progresso nas escolas de Nova York onde tais medidas foram implantadas - mas, ainda assim, suscitam críticas por razões mais teóricas. Quem as desaprova diz, basicamente, que tornarse alguém mais instruído e culto precisa ser uma motivação por si só e que, quando se dá dinheiro por isso, a mensagem transmitida pelas escolas é justamente a inversa. Equivaleria a pagar a um neto para cuidar de um avô doente, dizem os críticos. Tanto a educação quanto o afeto incondicional, ambos valores nobres, deveriam prescindir de qualquer estímulo de natureza financeira. (Camila Pereira. Vá à escola, ganhe este celular. Revista Veja, 26/03/08) Julho 01

4 Folha de Redação Número de Seqüência Campi TAQ SBO Bloco Sala 02 Julho

5 Comunicação e Expressão Língua Portuguesa 1. Leia com atenção a tira abaixo: (Caco Galhardo, "Pônei", FSP, 21/03/08) Na tirinha Pônei, de Caco Galhardo, é CORRETO afirmar que a) a expressão London calling se associa a uma famosa letra de música de rock, enquanto que a expressão o menino da porteira se refere a uma passagem de um poema famoso de autor parnasiano. b) a expressão London calling se associa a possível letra de música de rock, enquanto que a expressão o menino da porteira se associa à letra de música caipira. c) a expressão London calling se associa a possível letra de música de rock, e nunca poderia estar presente em letra de música de autor brasileiro. d) o urso sugere que a expressão London calling identifica fielmente a origem do autor, que é o pônei. e) o pônei não encontra opção para uma letra de música que possa se associar à sua origem. 2. Leia com atenção o texto abaixo: O estudante Alan Teixeira da Cunha ficou famoso no ano passado porque a Universidade de Brasília o incluiu na cota reservada a negros e negou esse benefício a seu irmão gêmeo, Alex. Apesar do favorecimento, ambos tomaram pau no vestibular. Em janeiro, eles repetiram a prova. Alex levou bomba de novo, mas Alan passou para Educação Física. Ele estudou mais, tirou a maior nota entre os negros e teria sido aprovado mesmo se concorresse com brancos. (Felipe Patury, Ele não precisava da cota, Revista Veja, 02/04/08) Na passagem acima, foram usadas as expressões tomar pau e levar bomba. É CORRETO afirmar que elas a) constituem um exemplo de inadequação vocabular na escrita formal veiculada por uma revista de grande circulação. b) revelam um grande preconceito do autor do texto com relação à linguagem de certa classe social. c) revelam um grande preconceito do autor do texto com relação à sua recusa em usar gíria. d) revelam que a revista Veja não utilizou critérios para selecionar o nível de linguagem apresentado em suas seções. e) são comuns na gíria de falantes de diversas classes sociais brasileiras. Julho 3. Leia com atenção o texto abaixo: Transbugio. Esse nome diferente será dado à passarela para a travessia de macacos da espécie bugio, que vivem soltos em uma área da mata atlântica em frente ao Zoológico de São Paulo, na zona sul da capital. Atualmente, eles atravessam a movimentada Avenida Miguel Estéfano, que recorta a área de quase 900 mil metros quadrados do Parque Estadual Fontes do Ipiranga, onde fica o zôo, para buscar alimento e abrigo. Alguns já morreram atropelados ao tentar cruzar a via. O projeto da ponte já está pronto." (Marcela Spinosa, "Zôo cria passarela destinada a primatas", OESP, 09/03/08) No texto, a palavra transbugio trata-se de a) um neologismo, criação de palavra nova, que faz uso de recursos morfológicos, através do acréscimo de um prefixo bastante produtivo na língua portuguesa. b) um estrangeirismo, por ser termo importado de outro idioma, falado por comunidades que mantêm contacto com falantes da língua portuguesa. c) um neologismo, criação de palavra nova, que faz uso de prefixos e sufixos bastante produtivos na língua portuguesa. d) uma forma inexistente na língua portuguesa, caracterizando uma gíria profissional, de difícil compreensão para o falante não-especializado. e) um neologismo, criação de palavra nova, que faz uso de prefixos e sufixos raramente usados na língua portuguesa. 03

6 Comunicação e Expressão Língua Portuguesa 4. Assinale a alternativa em que a descrição da figura abaixo vem expressa de acordo com as normas da escrita padrão do português. 04 Revista Exame, n 08, 09/05/07 a) Uma criança parece ter espalhado tinta pelo chão e paredes de sua casa. Perto dela há um cachorro, onde a expressão denota surpresa ou curiosidade. O enquadramento destaca ambos, cachorro e criança. b) Uma criança, mostrada na foto sentada no chão, parece estar espalhando tinta pela casa. A seu lado tem um cachorro cuja expressão denota surpresa, onde parece estar curioso. c) Na foto aparecem um menino e um cachorro. O enquadramento destaca ambos. A tinta espalhada pela parede e pelo chão também foi usada no cachorro sobre cujo pêlo há marcas de tinta. d) A foto mostra um menino perto de um cachorro que parece surpreso, onde está espalhando tinta pela parede e chão da casa. e) Na foto mostra uma criança e um cachorro, cercados por tinta espalhada no ambiente da casa. O enquadramento destaca ambos, criança e cachorro. 5. Leia com atenção o texto abaixo: O tempo verbal composto induziu o redator ao engano, traído pela força atrativa da dupla Hugo Chávez e Fidel Castro. O bom analista de economia do jornal registrou: é um sintoma de fracassomania e de pavor do mercado a repercussão que têm merecido a teoria do alcoolismo de Hugo Chávez e de Fidel Castro. Ele escreveu têm, plural de terceira pessoa do presente do indicativo do verbo ter. No entanto, estava-se referindo à singular teoria (do alcoolismo) de Hugo Chávez e de Fidel Castro. Confundiu-se por causa da ordem inversa da frase e dos apêndices plurais Hugo e Fidel. Resultado: botou o verbo indevidamente no plural marcado pelo acento. Se não tivesse usado tempo verbal composto ( tem merecido ), é quase certo que não se enganaria, porque a distração seria flagrante, para não dizer escandalosa. (Josué Machado, Um divórcio infeliz, Revista Língua Portuguesa, Nov. 2007) De acordo com o texto, todas as afirmações abaixo estão corretas, EXCETO: a) o autor do texto mostra que o analista de economia de um jornal confundiu-se no uso da forma plural, e não singular, do verbo ter, como seria a correta em sua passagem sobre a teoria do alcoolismo dos dois políticos mencionados. b) o autor do texto mostra que o analista de economia de um jornal confundiu-se no uso de uma forma verbal do verbo ter, porque optou por um tempo verbal composto, o que talvez não aconteceria se o tempo verbal fosse simples. c) o autor do texto mostra que o analista de economia de um jornal se confundiu na escolha do plural, e não singular do verbo ter no presente do indicativo, devido à presença de ordem inversa em sua frase. d) o autor do texto mostra que houve um erro gramatical na escrita de um analista de economia de um jornal, o qual ignorou o fato de que o verbo ter deveria estar flexionado na terceira pessoa do plural do presente do indicativo, e não no singular. e) o autor do texto mostra que o analista de economia de um jornal se confundiu na escolha do plural, e não singular do verbo ter no presente do indicativo, devido à presença dos nomes de dois políticos em questão: Chávez e Fidel. 6. Leia com atenção o texto abaixo: Você sabe quanto custa a água que consumimos? Um real cada mil litros. Parece pouco, mas o custo poderá ser bem mais alto se a água não for utilizada de forma adequada, sem desperdícios. O cálculo da tarifa é progressivo: quanto maior o consumo, maior é o preço. A faixa de consumo de água por pessoa varia de 150 a 400 litros por dia. Só uma mudança no comportamento pode ajudar a se ter consumo responsável da água e, quem sabe, evitar a seca mundial anunciada. Para se ter uma idéia, as previsões sobre o planeta nos próximos 18 anos não são nada animadoras. A ONG Tearfund (Grã-Bretanha) adverte que duas em cada três pessoas em todo o mundo correm o risco de ficar sem água até De acordo com a entidade, o consumo mundial de água cresceu duas vezes mais rápido do que a população mundial no último século e os países mais pobres devem sofrer com isso nos próximos anos, já que serão forçados a deixar seus lares, provocando ondas de imigração. ( Educar para um futuro com água, A Tribuna, 24/03/08, p. A-19) No trecho acima, o fragmento Parece pouco, mas o custo poderá ser bem mais alto se a água não for utilizada de forma adequada, sem desperdícios apresenta as seguintes relações: a) oposição e condição, em relação ao conteúdo da oração anterior. b) oposição e causa, em relação ao conteúdo da oração anterior. c) causa e conseqüência, em relação ao conteúdo da oração anterior. d) condição e explicação, em relação ao conteúdo da oração anterior. e) finalidade e alternativa, em relação ao conteúdo da oração anterior. Julho

7 Comunicação e Expressão Literatura Brasileira 7. Após a Independência do Brasil, escritores se empenharam por escrever uma literatura nacional. O objetivo deles era enfatizar a diferença entre Portugal e a nova nação sulamericana, o Brasil. Dessa forma, procuraram explorar temas considerados genuinamente brasileiros. Dentre eles, destaca(m)-se a) a língua indígena. b) a religiosidade. c) o mar. d) os indígenas. e) a cultura brasileira. 8. Julho prosperidade de são paulo Ao redor desta vila Estão quatro aldeias de gentio amigo Que os padres da Companhia doutrinam Fora outro muito Que cada dia desce do sertão. (ANDRADE, Oswald. Pau-Brasil. São Paulo: Globo, 1991) No Manifesto da Poesia Pau-Brasil, Oswald de Andrade escreve: A poesia existe nos fatos. No poema prosperidade de são paulo, o fato tematizado é a) a evangelização dos índios e o conseqüente crescimento da cidade de São Paulo. b) os padres e a expansão do sertão. c) a fuga dos sertanejos provocada pelos padres. d) a organização indígena. e) a religiosidade e o progresso de São Paulo. 9. Entristeceu. Considerar-se plantado em terra alheia! Engano. A sina dele era correr mundo, andar para cima e para baixo, à toa, pela seca. Achava-se ali de passagem, era hóspede. Sim senhor, hóspede que se demorava demais, tomava amizade à casa, ao curral, ao chiqueiro das cabras, ao juazeiro que os tinha abrigado uma noite. (RAMOS, Graciliano. Vidas Secas. São Paulo: Martins Editora, 1970) Nesse fragmento de Vidas Secas, de Graciliano Ramos, aparece o principal tema do romance, que é a) a difícil comunicação entre os homens. b) a identidade Homem Animal. c) a falta de trabalho. d) o nomadismo provocado pela seca. e) a exploração da mão-de-obra no sertão. 10. Digestão A couve mineira tem gosto de bife inglês Depois do café e da pinga O gozo de acender a palha Enrolando o fumo De Barbacena ou de Goiás Conversa sentada. (ANDRADE, Oswald. Poesia Pau-Brasil. São Paulo: Globo, 1991) Assinale as duas características da poesia moderna que o poema Digestão apresenta. a) Temática universal e o coloquial. b) O uso do verso livre e a temática do cotidiano. c) Simetria rítmica e neologismo. d) Afirmação do nacionalismo e o falar erudito. e) O falar cotidiano e a paródia. 11. Machado de Assis, preso aos preconceitos de moralista, ainda alheio à formação do historiador do século XIX, concebeu as estruturas sociais como se movidas por sentimentos e paixões individuais. No jogo das forças sociais, o concurso de circunstâncias exteriores tem inegável peso, mas o que decide é a fibra do homem, rompendo caminhos à custa de sua ambição ( ). Com menores meios, com a mesma determinação, era o passo de Capitu, cujas idéias na prática faziam-se hábeis, sinuosas, surdas, e alcançavam o fim proposto, não de salto, mas aos saltinhos. (D. C., XVIII.) (FAORO, Raymundo. Machado de Assis: a pirâmide e o trapézio. São Paulo. Globo, 2001) Considerando a citação de Raymundo Faoro, assinale a alternativa que revela a idéia hábil de Capitu para atingir seu fim proposto que era casar-se com Bentinho. a) Capitu explode contra a mãe de Bentinho, Dona Glória, quando ela resolve cumprir a promessa de mandar o filho para o seminário. b) Capitu chamava Bentinho de bonito, mocetão, uma flor. c) Ela passava as mãos pelos cabelos de Bentinho dizendo que os achava lindíssimos. d) Capitu faz Bentinho jurar: juremos que nos havemos de casar um com o outro, haja o que houver. e) Capitu sugere que Dona Glória cumpra sua promessa, substituindo Bentinho por um mocinho órfão, fazendo-o ordenar-se à sua custa. 05

8 Comunicação e Expressão Literatura Brasileira / Língua Inglesa 12. Julgada em bloco, a literatura jesuítica brasileira do quinhentismo é uma típica manifestação barroca evidenciada nos temas, ideologia, estrutura, intenção. Literatura de missão buscava servir o ideal religioso e pedagógico da conversão e catequese. Procurava infundir nos espíritos uma concepção lúgubre e pessimista, quanto à vida na terra, mera transição para a eternidade; o sentimento de vaidade e inanidade da vida; do contraste entre a luz (celestial) e a escuridão (terrestre) (COUTINHO, Afrânio. Introdução à Literatura no Brasil. Rio de Janeiro. Ed. Dist. Livros Escolares, 1972) Considerando a citação de Afrânio Coutinho, assinale qual foi o maior representante da literatura jesuíta no Brasil. Sobre o fragmento do texto, é CORRETO afirmar que o grupo da Marinha Americana chamado Marines (Marine Corps) a) foi proibido de anunciar nas revistas Shape, Self e Fitness. b) sofreu muitas baixas na guerra do Iraque e, em especial, de soldados do sexo feminino. c) continua veiculando um tipo de machismo mesmo nos anúncios voltados às mulheres. d) está buscando recrutar mais mulheres para participarem de suas tropas. e) deixou de anunciar no American Idol por este programa não ser suficientemente patriótico. 14. a) Manoel da Nóbrega. b) José de Anchieta. c) Álvares de Azevedo. d) Gonçalves Dias. e) José de Alencar. 13. Sending in the Marines (to Recruit Women) By Douglas Quenqua The Marines are looking for a few good women. Actually, they will take as many as they can get. Faced with the difficulty of recruiting during a long and unpopular war, the United States Marine Corps has started marketing itself to women in a concerted way for the first time. It is running ads in magazines like Shape, Self and Fitness, which appeal mainly to female readers, as well as through more mainstream outlets like American Idol, where the message is a unisex one of patriotism rather than macho swagger. Another creative idea by The Fitness Company. Heavy Weights were placed at various subways in New York City which creates an illusion that the person holding the safety bar is doing weights. (http://www.hemmy.net) Na explicação do anúncio, doing weights pode ser traduzido como a) levantando pesos. b) fazendo sua leitura. c) tomando o metrô. d) matando o tempo. e) fazendo hora. (http://www.nytimes.com) 06 Julho

9 Comunicação e Expressão Língua Inglesa 15. Song: Umbrella Singers: Rihanna and Jay-Z (...) No clouds in my storms Let it rain, I hydroplane in the fame (eh-eh) Coming down with the Dow Jones When the clouds come we gone, we Rocafella(eh-eh) We fly higher than weather and G5s are better, you know me in anticipation, for precipitation. Stack chips for the rainy day Jay, Rain Man is back with little Miss Sunshine Rihanna where you at? ( ) (http://www.mp3lyrics.org) No trecho da canção Umbrella, interpretada por Rihanna e Jay-Z, encontram-se as palavras destacadas - higher e better -, cujas possíveis traduções são, respectivamente, a) mais baixo que; piores. b) mais alto que; melhores. c) piores que; melhores. d) mais longe que; melhores. e) mais perto que; piores. 16. (http://www.garfield.com) Na tirinha, os pronomes your e our referem-se, respectivamente, a) ao Grafield; aos seres humanos. b) ao Jon e ao Grafield; ao Garfield. c) ao Grafield; ao Garfield e ao Jon. d) aos gatos; ao Jon. e) ao Grafield e ao Garfield; ao Jon. 17. O Ano Em Que Meus Pais Saíram De Férias The Year My Parents Went Away on Vacation By: Gerald Peary It s Brazil 1970, and 12-year-old Mauro (Michel Joelsas) is too obsessed with Pelé to notice that his left-wing parents are flipping out over the country s military regime. Avowed enemies of the state, they drop their son off at his grandpa s home and go on vacation, disappearing underground to avoid arrest. But Mauro s grandfather is dead, so the lad ends up in the care of a sour-tempered old Orthodox Jew, Shlomo (Germano Haiut), surely the only Brazilian anywhere who s indifferent to his country s progress in the World Cup. ( ) (http://the phoenix.com) No fragmento do texto, a crítica ao filme No ano em que meus pais saíram de férias aponta que as férias são, na verdade, a) a passagem do catolicismo ao judaísmo. b) a fuga de Mauro frente às punições severas de seu pai. c) a fuga dos pais de Mauro da ditadura militar. d) a morte da avó de Mauro. e) a fuga dos pais de Mauro frente às loucuras do final da Copa de Julho 07

10 Comunicação e Expressão / Ciências Naturais e Exatas Língua Inglesa / Matemática 18. Considere que a união das necessidades é 101. Assinale a alternativa que apresenta a freqüência referente às três necessidades. a) 99. b) 76. c) 27. d) 100. e) 97. A sticker has been placed on the high voltage box depicting that Duracell s batteries were used. Cool advertisement found in Malaysia. (http://www.hemmy.net) Segundo a explicação do anúncio, este é interessante porque a) dá choque ao ser tocado. b) um adesivo foi colocado sobre a caixa de força. c) as pilhas são de verdade. d) há vários espalhados pela cidade. e) as caixas de força são de papelão. 20. Qual o domínio da função representada pela metade superior do círculo de raio 2 e centro em (0,0)? a) [0,2]. b) [-2,0]. c) [-2,2]. d) (-2,2). e) [-2,2). 21. Qual a área limitada pela função esboçada no gráfico? 19. Um E.T. que veio visitar o planeta Terra trouxe uma máquina capaz de medir se uma pessoa tinha sido contaminada por certas necessidades : de formulários, de repetição, de falta de sentido. A pessoa que apresentava as três necessidades ao mesmo tempo era definida como burocrata. O E.T. alertou que, em ambiente universitário ou em repartições públicas, o risco de contaminação é muito alto. Veja um dos resultados em 100 pessoas submetidas à máquina: Necessidades Freqüência Formulários 100 Repetição 100 Falta de sentido 99 Formulários e Repetição 99 Formulários e Falta de sentido 99 Repetição e Falta de sentido 99 a) b) c) 3. d) e) Formulários, Repetição e Falta de sentido X 08 Julho

11 Ciências Naturais e Exatas Matemática / Física 22. Qual polinômio divide a) b) c) x 7. x x 2 2 2x + 1. x x 4x + 5x 2? 26. A velocidade de um corpo deve se elevar de 5m/s para 20m/s com aceleração constante em 5s. Essa aceleração, em m/s 2, deve ser a) 3. b) 1,5. c) 5. d) 2,5. e) 4. d) e) 23. Calcule a soma de S = 2 + (2 + a) + (2 + 2.a) + (2 + 3.a) ( a) e assinale o resultado CORRETO. a) 5050.a. b) 5050.a c) 5050.a d) 505.a e) 202.a Se você está na esquina de um quarteirão (um quadrado) cuja área é 160 m 2, qual é a distância que você deve andar para dar a volta completa no quarteirão? a) 80 m. b) 100 m. c) 200 m. d) 40 m. e) 160 m. 25. A função horária do movimento de um corpo é dada no S.I por S = t + 3t 2. A velocidade do corpo, em m/s, no instante t = 2s é igual a a) 3. b) 5. c) 11. d) 17. e) x 2. x 5. Considere g=10m/s Uma máquina realiza um trabalho de J em 2 minutos. A potência média (em watts) da máquina foi de a) b) c) 200. d) e) O coeficiente de dilatação superficial de um material sólido e homogêneo é B =2,44 x 10-5 ºC -1. O coeficiente de dilatação cúbica do material em ºC -1 vale a) 7,32 x b) 1,22 x c) 3,66 x d) 4,88 x e) 2,44 x Assinale a proposição FALSA. a) A luz se propaga no vácuo. b) O som não se propaga no vácuo. c) O som se propaga nos líquidos. d) A velocidade da luz na água é maior que a velocidade da luz no ar. e) A velocidade do som é sempre menor que a velocidade da luz. 30. Um fio resistivo dissipa 4W de calor quando percorrido por uma constante de 1A. Quando o mesmo fio for percorrido por uma constante de 0,5A, a potência dissipada (em watts) será de a) 2. b) 1. c) 0,1. d) 20. e) 16. Julho 09

12 Ciências Naturais e Exatas Química Julho 10 1 CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS Com massa atômica referida ao isótopo 12 do Carbono H He Li Be B C N O F Ne Na Mg Al Si P S Cl Ar K Ca Sc Ti V Cr Mn Fe Co Ni Cu Zn Ga Ge As Se Br Kr Rb Sr Y Zr Nb Mo Tc (98) 44 Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe Cs Ba La-Lu 72 Hf Ta W Re Os Ir Pt Au Hg Tl Pb Bi Po (209) 85 At (210) 86 Rn (222) 7 87 Fr (223) 88 Ra (226) Ac-Lr 104 Rf (261) 105 Db (262) 106 Sg (266) 107 Bh (264) 108 Hs (277) 109 Mt (268) 110 Ds (271) 111 Rg (272) 112 Uub (285) 114 Uuq (289) Actinídeos 89 Ac (227) 90 Th Pa U Np (237) 94 Pu (244) 95 Am (243) 96 Cm (247) 97 Bk (247) 98 Cf (251) 99 Es (252) 100 Fm (257) 101 Md (258) 102 No (259) 103 Lr (262) Lantanídeos 57 La Ce Pr Nd Pm (145) 62 Sm Eu Gd Tb Dy Ho Er Tm Yb Lu Número Atômico Símbolo Massa Atômico

13 Ciências Naturais e Exatas Química 31. Um determinado átomo X tem configuração eletrônica 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 6. O íon X 3+ desse átomo terá configuração eletrônica igual a: a) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 3. b) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 3d 5. c) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 9. d) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2. e) 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d Qual das alternativas abaixo apresenta correspondência FALSA entre a fórmula e o nome da substância? a) CaO Óxido de cálcio Cal virgem. b) Ca (OH) 2 Cal hidratada Hidróxido de cálcio. c) H 3 C-COOH Ácido acético Ácido etanóico. d) NaOH Soda cáustica Hidróxido de sódio. e) Fe 2 O 3 Óxido ferroso Óxido de ferro II. 33. A figura abaixo indica a variação da quantidade de determinado reagente em função do tempo. Sabendo-se que a velocidade da reação pode ser definida como variação da quantidade de reagente em função do tempo, calcule a velocidade média da reação no intervalo de dez a vinte minutos, e assinale o resultado CORRETO. a) a pressão atmosférica local diminui com a altitude, possibilitando que a pressão de vapor do líquido se iguale à pressão externa em temperaturas menores. b) a pressão atmosférica local aumenta com a altitude, provocando redução na temperatura de ebulição. c) a pressão atmosférica local não varia com a altitude, porém a pressão de vapor do líquido aumenta com o aumento da altitude, diminuindo a temperatura de ebulição. d) a temperatura de ebulição da água é invariável, pois trata-se de uma constante física e não depende da altitude em que é feita a medida. e) quanto maior a altitude, maior é a disponibilidade de oxigênio, que facilita a ebulição da água. 35. Dada a equação química de deslocamento, em que um metal reage com ácido: Mg + 2 HCl MgCl 2 + H 2, é possível afirmar que a) todas as substâncias são do mesmo grupo funcional. b) estão representadas oito moléculas. c) estão presentes duas substâncias simples e duas compostas. d) não há variação do número de oxidação (NO x ) dos elementos. e) o ácido e o gás hidrogênio são substâncias simples. 36. Em um recipiente a 458º C, foi colocado gás iodídrico (HI (g) ) que se dissociou, formando hidrogênio gasoso (H 2(g) ) e iodo gasoso (I 2(g) ) segundo a reação: 2HI(g) 2H 2 (g) + I 2 (g) a) 0,2 mol/min. b) 0,04 mol/min. c) 0,02 mol/min. d) 4 mol/min. e) 0,4 mol/min. 34. Sabe-se que quanto maior a altitude local, menor é a temperatura de ebulição da água. Assinale a alternativa que explica CORRETAMENTE esse fenômeno. Depois de estabelecido o equilíbrio nessa temperatura, as amostras foram analisadas, tendo sido encontradas as seguintes concentrações: [HI] = 0,2 mol/l; [H 2 ] = [I 2 ] = 0,1 mol/l. O valor da constante de equilíbrio nessa temperatura é: a) 0,1. b) 4,0. c) 2,5. d) 0,25. e) 0,025. Julho 11

14 Ciências Naturais e Exatas Biologia / História Geral e do Brasil 37. Às vésperas da Olimpíada chinesa, autoridades de Pequim estão preocupadas com os altos índices de poluição gerados tanto pelo grande número de obras em construção na capital chinesa quanto pelos ventos vindos do deserto do Gobi. (Folha de São Paulo, 13/3/08). Dentre os principais poluentes, merece destaque a grande quantidade de CO (monóxido de carbono) que pode comprometer a performance de atletas em provas de resistência. Nesse sentido, quais são as estruturas e as células, respectivamente, cuja função é comprometida diretamente pelo excesso de CO 2? a) interleucinas e leucócitos. b) hemoglobina e eritrócitos (glóbulos vermelhos). c) tromboplastina e plaquetas. d) histamina e mastócitos. e) adrenalina e neurônios. 38. O fato de, em algumas flores, o androceu amadurecer antes do gineceu, é considerado uma adaptação que garante a) maior produtividade de frutos. b) floração mais prolongada da espécie. c) fecundação cruzada dos indivíduos. d) maior produção de sementes. e) polinização por pássaros e insetos. 39. Qual das substâncias abaixo citadas NÃO participa e nem é produzida na etapa fotoquímica da fotossíntese? a) O 2. b) CO 2. c) ATP. d) H 2 O. e) NADPH A doença hemolítica do recém-nascido é geralmente de prognóstico grave, devido à destruição maciça das hemáceas do organismo fetal durante a gravidez. Essa incompatibilidade materno-fetal resulta quando: a) mãe Rh + ; pai Rh - e filho Rh +. b) mãe Rh - ; pai Rh + e filho Rh -. c) mãe Rh - ; pai Rh + e filho Rh +. d) mãe Rh + ; pai Rh + e filho Rh -. e) mãe Rh - ; pai Rh - e filho Rh Verificou-se que plantas pertencentes a diversas espécies de um mesmo gênero apresentavam conjunto de cromossomos cujo número era múltiplo de um mesmo número básico. Qual dos seguintes mecanismos pode explicar esse fato? a) cruzamentos interespecíficos. b) mutações gênicas. c) seleção natural. d) adaptação. e) poliploidia. 42. Abaixo estão relacionados 5 animais, porém somente um realiza digestão intracelular. Qual é o referido animal? a) esponja. b) hidra. c) planária. d) minhoca. e) gafanhoto. 43. Como resultado da crise do Império Romano e dos desdobramentos das chamadas invasões bárbaras, a Europa ocidental entra no período da Idade Média, marcado pela organização do sistema feudal. Qual das alternativas abaixo apresenta características desse sistema? a) Poder político concentrado na figura do rei. b) Sociedade estamental, onde o indivíduo tem sua posição social definida pelas condições de nascimento. c) Sistema marcado pelos laços de dependência de homem para homem. d) Produção agrícola destinada exclusivamente ao comércio. e) Estão corretas as opções b e c. 12 Julho

15 Atualidades História Geral e do Brasil 44. As fazendas repletas de escravos, o endividamento de alguns fazendeiros com o comércio negreiro, o isolamento político brasileiro no panorama internacional, diante da pressão inglesa, e o temor gerado por repetidas rebeliões de escravos na Bahia (...) tornaram iminente a decisão política de pôr um fim ao comércio ilegal de escravos (...). (MATTOS, Hebe Maria. A face negra da Abolição. Revista Nossa História, ano 2, nº 19, maio 2005, p. 18) As condições indicadas no texto provocaram medidas que afetaram a instituição escravista no Brasil. A qual delas, especificamente, refere -se o trecho acima? a) À abolição definitiva da escravidão, em b) À expulsão dos holandeses do Brasil, grandes incentivadores do comércio de escravos. c) À Lei Eusébio de Queirós, de 1850, que extinguiu o tráfico de escravos no Brasil. d) À decisão de libertar os escravos que participassem da guerra contra o Paraguai. e) À Lei do Ventre livre, promulgada em Sobre a atuação dos jesuítas no Brasil colonial, é CORRETO afirmar que a) restringiram-se às atividades de natureza religiosa, voltadas à conversão dos indígenas. b) permaneceram no Brasil durante todo o período colonial, até a Independência, em c) limitaram-se às missões religiosas na atual região sul, onde se concentrava a população indígena do país. d) podem ser comparados aos senhores de engenhos, pois só estavam preocupados com o lucro da economia açucareira. e) além das atividades espirituais, participaram ativamente do modelo de exploração colonial, através da administração de suas propriedades e bens. 46. Durante o século de ouro da dinastia dos Habsburgos, período entre o final do século XV e meados do século XVII, a Espanha expandiu seu território além mar e viveu um momento privilegiado na produção das artes plásticas e literárias. Assinale a alternativa que NÃO traduz feitos desse século de ouro, relacionado à história da Espanha. a) Fernão Cortez inicia a conquista do Império Asteca. b) Miguel de Cervantes publica Dom Quixote. c) Francisco de Goya realiza as gravuras denominadas As desgraças da Guerra, que retratam as atrocidades de Napoleão ao invadir a Espanha. d) Diego Velásquez apresenta o quadro As Meninas, considerado a sua obra prima. e) Francisco Pizarro inicia a conquista dos territórios incas. 47. O século XIX foi um período de grande efervescência no universo da ciência (...) Nessa época, a antiga metáfora para designar a maneira de se interpretar as leis do mundo não se baseava mais no relógio como no Renascimento, mas nas máquinas térmicas e seus fluxos. (...) Essa explosão de temas e fenômenos sociais gerou uma onda de otimismo em relação ao futuro. O progresso era inevitável. (BRAGA, Marco, GUERRA, Andréia e REIS, José Cláudio. Breve história da Ciência Moderna. Vol. 4: A belle-époque da ciência séc. XIX. Rio de Janeiro: JZE, 2008) Qual das alternativas abaixo apresenta aspectos do desenvolvimento científico do século XIX? a) As máquinas térmicas foram importantes para impulsionar navios e trens e contribuíram para o desenvolvimento dos motores a combustão interna, fundamental para os futuros automóveis. b) Nesse século, assistimos ao advento do eletromagnetismo, que possibilitou a iluminação das cidades. c) O eletromagnetismo possibilitou estudos que contribuíram para a nova era das comunicações à distância. d) O reconhecimento de um mundo microscópico permitiu uma série de estudos fundamentais sobre os processos de geração da vida e, também, dos contágios. e) Todas as alternativas estão corretas foi um ano emblemático para a história contemporânea, pelas revoltas e contestações em várias partes do mundo. Qual dos eventos a seguir NÃO está relacionado ao ano de 1968? a) A ocupação do Tibete pelas tropas chinesas, que resultou no exílio de milhares de cidadãos daquela nação. b) A então Tchecoslováquia, por meio do Partido Comunista, anuncia um programa de reformas democráticas ocasionando a invasão desse país por tropas soviéticas. c) A Passeata dos Cem Mil, realizada no Brasil para protestar contra a ditadura militar. d) Estudantes e trabalhadores se unem por reformas na França, com destaque à tentativa dos estudantes de ocupar a Universidade de Sorbonne, em Paris. e) Movimentos organizados contra a Guerra do Vietnã e pelos Direitos Civis nos EUA. Julho 13

16 Atualidades Geografia Geral e do Brasil 49. Um abalo sísmico de 4,9 pontos na Escala Richter ocorreu no dia 9 de dezembro de 2007, no povoado de Caraíbas, município de Itacarambi, situado a 662 quilômetros de Belo Horizonte. O sismo danificou todas as casas, destruiu seis delas e matou uma menina de 5 anos. De acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade de São Paulo, contrariando a crença popular, esse tipo de desastre natural ocorre com relativa freqüência no Brasil, mas desperta pouca atenção principalmente porque a) não causa grandes danos e não faz vítimas. b) é de baixa intensidade. c) não é notificado pela imprensa. d) seus epicentros são em áreas desabitadas. e) o governo proíbe a divulgação de fenômenos catastróficos para não alarmar a população. 50. Embora dois terços da superfície da Terra sejam cobertos de água, uma em cada três pessoas não dispõe desse líquido em quantidade suficiente para atender às suas necessidades básicas. A explicação para o paradoxo da escassez na abundância reside nos seguintes fatos, EXCETO: a) a água é um recurso renovável pelo ciclo da evaporação-chuva e distribuído com fartura na maior parte do planeta, mas a ação humana afetou de forma decisiva a renovação dos recursos hídricos. b) em certas regiões do mundo, como o norte da China, o Oeste dos EUA e o Lago Chade, na África, a água vem sendo consumida em ritmo mais rápido do que pode ser renovada. c) estima-se que 50% dos rios do mundo estejam poluídos por esgotos, dejetos industriais e agrotóxicos. d) apenas 0,01% de toda a água existente no planeta é apropriada para beber ou ser usada na agricultura, já que o restante corresponde à água salgada dos mares e ao gelo nos pólos e no alto das montanhas. e) nos últimos 100 anos, a população do planeta quadriplicou, enquanto a demanda por água multiplicou por oito. 51. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), um em cada cinco jovens entre 18 e 29 anos que vive na zona urbana abandonou a escola antes de completar o ensino fundamental. No país, a Região Nordeste é a que possui o maior índice de jovens urbanos excluídos ( 35%). Na seqüência vêm as regiões: 14 a) Sudeste (31%); Sul (25%); Norte (19%) e Centro -Oeste (18%). b) Sul (40%); Sudeste (30%); Centro-Oeste (12%) e Norte (10%). c) Norte (31%); Centro-Oeste (25%), Sul (19%) e Sudeste (18%). d) Centro-Oeste (75%); Norte (34%); Sudeste (0,0%) e Sul (5%). e) Norte (60%); Sul (50%); Sudeste (20%) e Centro -Oeste ( 13%). 52. Nem todos os países africanos estão fadados a ser perdedores da globalização, a mendigar ajuda internacional e a penar em intermináveis conflitos armados. Comprova essa afirmação o fato de, nos últimos anos, a taxa anual de crescimento econômico da África Subsaariana mais conhecida como África Negra ter ficado além de 5%, portanto acima dos 3,5% da média mundial. Isso decorre, sobretudo, do fato de muitos países terem alcançado uma condição mínima: a) o equilíbrio demográfico. b) a estabilidade política. c) a estabilidade econômica. d) a eqüidade na distribuição da renda. e) a justiça na distribuição das terras rurais. 53. De acordo com pesquisadores do Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), a elevação da temperatura média na Amazônia, em razão do aquecimento global, deverá implicar em uma maior ocorrência de chuvas fortes e intensas na região da Bacia do Prata, que inclui, além de parte da Argentina e do Paraguai, principalmente Estados das seguintes regiões brasileiras: a) Centro-Oeste e Sudeste. b) Centro-Oeste e Nordeste. c) Norte e Nordeste. d) Norte e Centro-Oeste. e) Sudeste e Sul. 54. O Secretário-Geral das Nações Unidas classificou o aquecimento global como o desafio que definirá a nossa era e cobrou de governos de países ricos e pobres ação imediata para minimizar suas conseqüências. Em relação ao total de emissões no planeta, coloca-se em primeiro lugar o setor a) industrial. b) de transporte. c) florestal (desmatamento e queimadas). d) energético. e) agrícola. Julho

17 Atualidades 55. a) A luta contra a corrupção é um discurso moralista. b) A luta contra a corrupção é condição para garantir a democracia. c) A corrupção é inevitável à estrutura política. d) Tal como o aquecimento global, a corrupção é inevitável. e) A luta contra a corrupção é uma batalha vencida. (http://www2.uol.com.br/angeli/?imagem) O que parece uma chatice moralista, a luta contra a corrupção, pode ser um elemento chave para mobilizar e despertar num país a vontade de competir no mundo globalizado. No princípio, os ecologistas eram uns chatos, falando de viadinhos e baleias. Mas nada como um aquecimento na nuca para o planeta perceber que alguma coisa vai mal. Com a corrupção, talvez seja preciso um cheiro de fumaça para apressar as coisas: a estrutura política apodrecida tornou-se um obstáculo para o país. (Fernando Gabeira, A impossibilidade de esquecer a política In: Jornal Folha de São Paulo, 26/08/06) Tendo como referência o texto acima, assinale a alternativa CORRETA. 56. O filósofo francês Jean-Jacques Rousseau escreveu Do Contrato Social, em 1757, afirmando: O homem nasce livre, e por toda a parte encontra-se a ferros. O que se crê senhor dos demais, não deixa de ser mais escravo do que eles. Como adveio tal mudança? Ignoro-o. Que poderá legitimá-la? Creio poder responder esta questão. (In: Coleção Os Pensadores, São Paulo: Nova Cultural, 1987, p. 22) Conceber a liberdade como condição natural do homem foi um grande recurso para que os filósofos iluministas defendessem a liberdade política. Desse modo, é CORRETO afirmar que Rousseau pertence à seguinte corrente filosófica: a) pragmatismo. b) materialismo histórico. c) utilitarismo. d) iluminismo. e) racionalismo. 57. A liberdade é condição para o exercício da cidadania. Ser cidadão é participar das decisões políticas que afetam todo o conjunto de indivíduos que vivem sob a regência de um determinado código de leis. Se cumprir a lei é dever de todos os cidadãos, a impunidade para aqueles que não obedecem à lei é um atentado contra o exercício da cidadania. Pelo enunciado acima, é INCORRETO afirmar que a) se a liberdade é um direito, ela implica em deveres. b) cada indivíduo é livre para fazer o que bem quiser. c) todos devem obedecer à lei para que possa existir a cidadania. d) só existe liberdade quando a lei é respeitada por todos. e) a liberdade é uma conquista do exercício da cidadania. (http://www2.uol.com.br/adaoonline/v2/tiras/lavie) Julho 15

18 Atualidades 58. A tira acima faz referência a) ao poder paralelo das ruas. b) ao seqüestro como crime mais freqüente na sociedade brasileira. c) ao serviço secreto da Polícia Federal. d) à identificação das autoridades com as pessoas comuns. e) aos laços de solidariedade entre amigos. (Jornal Folha de São Paulo, 23/09/03) 59. Assinale a alternativa que indica o conhecimento ao qual as profecias oraculares pertencem. a) Artístico. b) Científico. c) Filosófico. d) Mítico. e) Senso comum. 60. O texto abaixo revela o importante papel que as profecias oraculares desempenharam na cultura grega antiga. O templo de Apolo, incrustado na fascinante paisagem montanhosa de Delfos, abrigava o poderoso oráculo e era o mais importante local religioso do antigo mundo grego. Os generais buscavam conselhos do oráculo a respeito de estratégias de guerra. Os colonizadores procuravam orientação antes de suas expedições para a Itália, Espanha e África. Os cidadãos consultavam-no sobre investimentos e problemas de saúde. As recomendações do oráculo emergem de forma notável nos mitos. Quando Orestes perguntou-lhe se deveria vingar a morte de seu pai, assassinado por sua mãe, o oráculo encorajou o. Édipo, avisado pelo oráculo de que mataria o pai e se casaria com a mãe, esforçou-se para evitar esse destino, mas fracassou de forma célebre. 16 (HALE, J.R. A Fonte do Poder no Oráculo de Delfos In: Revista Scientific American Brasil, ano 2, n 16, setembro de 2003, p. 59). (In: POCHANANN, M. e BORGES, A. Era FHC: a regressão do trabalho. São Paulo: Anita Garibaldi, 2002, p.16) O gráfico acima representa a evolução do desemprego no Brasil, um dos nossos principais problemas nas últimas décadas. O gráfico referese ao governo de a) Itamar Franco. b) Lula. c) José Sarney. d) Collor de Mello. e) Fernando Henrique Cardoso. Julho

19 Avaliação das Provas 61. A prova de REDAÇÃO pode ser caracterizada como a) temas atuais e apresentados com clareza. b) temas atuais e apresentados de modo confuso. c) temas que não dizem respeito à realidade do candidato. d) temas que exigem mais tempo para sua elaboração. e) repetição rotineira de temas de outros Vestibulares. 62. As questões da prova de LÍNGUA PORTUGUESA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 63. As questões da prova de LITERATURA BRASILEIRA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 64. As questões da prova de LÍNGUA INGLESA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 65. As questões da prova de MATEMÁTICA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 66. As questões da prova de FÍSICA avaliam principalmente 67. As questões da prova de QUÍMICA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 68. As questões da prova de BIOLOGIA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 69. As questões da prova de HISTÓRIA GERAL E DO BRASIL avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) compreensão das informações e estabelecimento de relações entre eventos e contextos históricos, geográficos e da atualidade. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 70. As questões da prova de GEOGRAFIA GERAL E DO BRASIL avaliam principalmente a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) compreensão das informações e estabelecimento de relações entre eventos e contextos históricos, geográficos e da atualidade. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). 71. As questões de Conhecimentos de FILOSOFIA E SOCIOLOGIA avaliam principalmente a) capacidade de reflexão sobre situações e conceitos da realidade social. b) capacidade de relacionar os conhecimentos com c) compreensão das informações e estabelecimento de relações entre eventos e contextos históricos, geográficos e da atualidade. d) compreensão do papel do cidadão nas diferentes instâncias sociais. e) As questões não possibilitam estabelecer relação entre os conhecimentos, conceitos e a) capacidade de reflexão. b) capacidade de memorização. c) capacidade de relacionar os conhecimentos com d) atualização dos conhecimentos em geral. e) treinamento anterior (macetes do Vestibular). vivência de cidadania. Julho 17

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

Medicina. Prova Discursiva. Caderno de Prova. Instruções. Informações Gerais. Boa prova! 16/12/2012

Medicina. Prova Discursiva. Caderno de Prova. Instruções. Informações Gerais. Boa prova! 16/12/2012 Prova Discursiva Medicina 16/12/2012 Caderno de Prova Este caderno, com 16 páginas numeradas sequencialmente, contém 5 questões de Biologia e 5 questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 Ca 40, 08 37 38 5 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 6 Cs 132, 91 Ba 137, 33 87 88 7 Fr Ra 223, 02 226, 03 CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA

Leia mais

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA

QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA QUÍMICA VESTIBULAR 2005 2ª ETAPA 1 2 3 4 5 6 7 1 1 1, 00 2 3 4 Li Be 6, 94 9, 01 11 12 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 K Ca 39, 10 40, 08 37 38 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 Cs Ba 132, 91 137, 33 87 88 Fr Ra 223,

Leia mais

Gabarito - Química - Grupo A

Gabarito - Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,5 ponto) Avaliador Revisor A estrutura dos compostos orgânicos começou a ser desvendada nos meados do séc. XIX, com os estudos de ouper e Kekulé, referentes ao comportamento químico do

Leia mais

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março

Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março. Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Física e Química A Prova Escrita

Leia mais

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão Teste Intermédio Física e Química A Versão Duração do Teste: 90 minutos 30.05.01 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de março Na folha de

Leia mais

Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir:

Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir: 1 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar, escrever

Leia mais

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores)

Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes C, diamante C, grafite Si, Ge, SiO 2, ZnS, etc. PF s e dureza elevados Insolúveis Isolantes (ou semicondutores) Sólidos covalentes TEV: rede 3D de ligações covalentes C, diamante (sp

Leia mais

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe

Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe A H,0 Li 7,0 Na 2,0 9 K 9,0 7 Rb 85,5 55 Cs,0 87 Fr (22) 2 2A Be 9,0 2 Mg 2,0 20 Ca 0,0 8 Sr 88,0 56 Ba 7,0 88 Ra (226) Elementos de Transição B B 5B 6B 7B 8B B 2B 5 6 7 A A 5A 6A 7A 78,5 8,0 8,0 86,0

Leia mais

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 10.03.2010

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos 10.03.2010 Teste Intermédio de Física e Química A Teste Intermédio Física e Química A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 10.03.2010 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Na folha de

Leia mais

Vestibular2014 MEDICINA. Prova Discursiva 17/11/2013

Vestibular2014 MEDICINA. Prova Discursiva 17/11/2013 Universidade Severino Sombra - USS Vestibular2014 Prova Discursiva MEDICINA 17/11/2013 Este caderno, com 16 páginas numeradas, contém 5 questões de Biologia e 5 questões de Química. A Classificação Periódica

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Química Coordenação de Pós-graduação

Universidade Federal de Goiás Instituto de Química Coordenação de Pós-graduação Universidade Federal de Goiás Instituto de Química Coordenação de Pós-graduação EXAME DE SELEÇÃO DO MESTRADO EM QUÍMICA 2013/1 IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Número de Inscrição: INSTRUÇÕES IMPROTANTES: -

Leia mais

2015.1 VESTIBULAR. Medicina. Prova Discursiva 02/11/2014

2015.1 VESTIBULAR. Medicina. Prova Discursiva 02/11/2014 VESTIBULAR 2015.1 Universidade Severino Sombra - USS Prova Discursiva Medicina 02/11/2014 Este caderno, com 16 páginas numeradas, contém 5 questões de Biologia e 5 questões de Química. A Classificação

Leia mais

BIOLOGIA/QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. COLE AQUI A ETIQUETA

BIOLOGIA/QUÍMICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. COLE AQUI A ETIQUETA 2 a Etapa BIOLOGIA/QUÍMICA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções

Leia mais

CONCEITO DE GEOQUÍMICA

CONCEITO DE GEOQUÍMICA UNIVERSIDADE FEDEREAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE GEOLOGIA GEOQUÍMICA GC 012 CONCEITO DE GEOQUÍMICA Profa. Dra. Eleonora Maria Gouvea Vasconcellos Introdução distribuição dos elementos químicos controlada

Leia mais

003. Ciências da Natureza e Matemática

003. Ciências da Natureza e Matemática VESTIBULAR 2013 Prova de Conhecimentos Específicos e Redação 16.12.2012 Assinatura do candidato 003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24) Confira seus dados impressos neste caderno. Assine

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

MEDICINA. Prova Discursiva 01/06/2014. Instruções. Informações Gerais. Boa prova!

MEDICINA. Prova Discursiva 01/06/2014. Instruções. Informações Gerais. Boa prova! Universidade Severino Sombra - USS Vestibular2014.2 Prova Discursiva MEDICINA 01/06/2014 Este caderno, com dezesseis páginas numeradas, contém cinco questões de Biologia e cinco questões de Química. A

Leia mais

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Físico-Química Versão 2 Teste Intermédio Físico-Química Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 18.04.2013 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro????????????

Leia mais

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer

A novidade é que o Brasil não é só litoral É muito mais é muito mais que qualquer zona sul Tem gente boa espalhada por este Brasil Que vai fazer CAUSAS: Acirramento da concorrência comercial entre as potências coloniais; Crise das lavouras de cana; Estagnação da economia portuguesa na segunda metade do século XVII; Necessidade de encontrar metais

Leia mais

2015.2 VESTIBULAR. Medicina. Prova Discursiva 31/05/2015

2015.2 VESTIBULAR. Medicina. Prova Discursiva 31/05/2015 VESTIBULAR 2015.2 Universidade Severino Sombra - USS Prova Discursiva Medicina 31/05/2015 Este caderno, com 16 páginas numeradas, contém 5 questões de Biologia e 5 questões de Química. A Classificação

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO 2º DIA GRUPO 2 SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO AUTORIZADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO 2º DIA GRUPO 2 SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO AUTORIZADO CADERNO DE QUESTÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO 2º DIA 07/06/2010 Biologia Química Redação SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA SÉRIE: 2º ano EM Exercícios de recuperação final DATA / / DISCIPLINA: QUÍMICA PROFESSOR: FLÁVIO QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA QUESTÃO 01 Em uma determinada transformação foi constatado que poderia ser representada

Leia mais

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens

1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA. 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens PAG - 1 1ª QUESTÃO MÚLTIPLA ESCOLHA 7,00 (sete) pontos distribuídos em 20 itens Marque no cartão de respostas a única alternativa que responde de maneira correta ao pedido de cada item: PORTUGUÊS Considere

Leia mais

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências Humanas baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS HUMANAS Elementary School 2 K5 Conteúdos Gerais Conteúdos Específicos Habilidades

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011

PROCESSO SELETIVO 2011 PROCESSO SELETIVO 2011 Anos 06/12/2010 INSTRUÇÕES 1. Confira, abaixo, o seu número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado. 2. Aguarde autorização para abrir o caderno de prova. Antes de iniciar

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

Processo Seletivo 2009-1

Processo Seletivo 2009-1 Processo Seletivo 2009-1 GRUP 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GIÁS PRÓ-REITRIA DE GRADUAÇÃ CENTR DE SELEÇÃ Química SÓ ABRA QUAND AUTRIZAD 1. Após autorização, verifique se este caderno está completo ou se contém

Leia mais

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte

COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais. 1º ano D. Arte COMUNICADO Nº 32/2014 SÉRIE: 1º ano / Ensino Médio ASSUNTO: Conteúdo das Avaliações Bimestrais Arte -Resumo Arte feminino plural Função pragmática ou utilitária Função naturalista As linguagens artísticas

Leia mais

Fig.: Esquema de montagem do experimento.

Fig.: Esquema de montagem do experimento. Título do Experimento: Tratamento de água por Evaporação 5 Conceitos: Mudanças de fases Materiais: Pote de plástico de 500 ml ou 1L; Filme PVC; Pote pequeno de vidro; Atilho (Borracha de dinheiro); Água

Leia mais

VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2010 EXCLUSIVAMENTE PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2010 EXCLUSIVAMENTE PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO VSTIBULAR D INVRNO PUC-Rio 2010 XCLUSIVAMNT PARA OS CURSOS D CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO D SISTMAS D INFORMAÇÃO GABARITO DA PROVA OBJTIVA D CONHCIMNTOS GRAIS BIOLOGIA Questão 1 Resposta: (C) diminuição do número

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos

ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nova Friburgo, de de 2014. Aluno (a): Gabarito Professor(a): ATIVIDADES EM QUÍMICA Recuperação paralela de conteúdos Nº: Turma:100 Assuntos: Estrutura atômica; Tabela Periódica; Propriedades periódicas;

Leia mais

Versão 1. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 1. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Física e Química A Versão 1 Teste Intermédio Física e Química A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 29.04.2013 11.º Ano de Escolaridade Na folha de respostas, indique de forma legível

Leia mais

O clima está diferente. O que muda na nossa vida?

O clima está diferente. O que muda na nossa vida? O clima está diferente. O que muda na nossa vida? 06/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada. 2 SUMÁRIO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013/2 DIREITO

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2013/2 DIREITO QUESTÃO 0 HISTÓRIA Leia atentamente o fragmento de texto abaixo: Atenas caminhava para a guerra civil, à medida que os pobres começavam a organizar-se e a exigir o perdão das dívidas e a redistribuição

Leia mais

COMPLEMENTO MATEMÁTICO

COMPLEMENTO MATEMÁTICO COMPLEMENTO MATEMÁTICO Caro aluno, A seguir serão trabalhados os conceitos de razão e proporção que são conteúdos matemáticos que devem auxiliar o entendimento e compreensão dos conteúdos de Química. Os

Leia mais

Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo.

Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. PROCESSO SELETIVO 2003/1 REDAÇÃO Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente as instruções abaixo. 1. 2. 3. 4. 5. 6. Este caderno de prova contém três temas para redação, uma folha

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009

INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 INFORMATIVO DO CANDIDATO 2009 Seleção Pré Vestibular Gratuito da ONG Oficina de Cidadania 2009 A Origem A ONG Oficina de Cidadania funciona desde 1998 e agrega outros projetos, todos com ações visando

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

Aula 3: Tabela Periódica

Aula 3: Tabela Periódica Aula 3: Tabela Periódica PESQUISA INDIVIDUAL N1 Pesquisa individual envolvendo Elementos Químicos Elaborar um folder colorido (papel A4) envolvendo os seguintes tópicos: 1. Histórico e curiosidades 2.

Leia mais

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx

Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de Admissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Soluções das Questões de Física do Processo Seletivo de dmissão à Escola Preparatória de Cadetes do Exército EsPCEx Questão Concurso 009 Uma partícula O descreve um movimento retilíneo uniforme e está

Leia mais

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas

Química Geral I. Experimento 3 Tendências Periódicas Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciência e Tecnologia Laboratório de Ciências Químicas Química Geral I Experimento 3 Tendências Periódicas 1 - OBJETIVOS Relacionar a reatividade química

Leia mais

VERIFICAÇÃO GLOBAL 4 HISTÓRIA 2ª ETAPA 7 a SÉRIE OLÍMPICA ENSINO FUNDAMENTAL

VERIFICAÇÃO GLOBAL 4 HISTÓRIA 2ª ETAPA 7 a SÉRIE OLÍMPICA ENSINO FUNDAMENTAL 1. Analise os quesitos a seguir e assinale, nos itens I e II, a única opção correta: (1,0 ponto) I. Observe a tirinha do Hagar e o texto de Alberto Caeiro: Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS EXERCÍCIOS Questão 01) O correto uso da tabela periódica permite determinar os elementos químicos a partir de algumas de suas características. Recorra a tabela periódica

Leia mais

TESTE DE SELEÇÃO PARA A 5ª SÉRIE (2009) ENSINO FUNDAMENTAL INSTRUÇÕES

TESTE DE SELEÇÃO PARA A 5ª SÉRIE (2009) ENSINO FUNDAMENTAL INSTRUÇÕES POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ DIRETORIA DE ENSINO COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR Cel PM FELIPPE DE SOUSA MIRANDA TESTE DE SELEÇÃO PARA A 5ª SÉRIE (2009) ENSINO FUNDAMENTAL INSTRUÇÕES 1. Este caderno de prova contém

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO:

Bom trabalho! DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL. SÉRIE: 2 a EM NOME COMPLETO: DISCIPLINA: FÍSICA PROFESSOR: Erich/ André DATA: 17/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2 a EM Circule a sua turma: Funcionários: 2 o A 2ºB Anchieta:2 o NOME COMPLETO:

Leia mais

A A A A A A A A A A A A A A A

A A A A A A A A A A A A A A A SOCIOLOGI 1 Nas democracias modernas, a cidadania se concretiza pelo acesso aos direitos constitucionais. Na sociedade brasileira, o texto da Constituição Federal de 1988 estende os direitos ao conjunto

Leia mais

Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS

Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS Relatório de Curso ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Marcus

GEOGRAFIA. Prof. Marcus GEOGRAFIA Prof. Marcus Migração e xenofobia Migração Trata-se de um fluxo de pessoas. Existe por diversos motivos, como: Fluxos globais, regiões superpovoadas, desemprego, desorganização, desigualdade,

Leia mais

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA 2 o DIA MANHÃ GRUPO 2 Novembro / 2011 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este

Leia mais

A Qualidade da Água nas Cidades de Campina Grande e Taperoá. *gicelia.moreira2009@gmail.com

A Qualidade da Água nas Cidades de Campina Grande e Taperoá. *gicelia.moreira2009@gmail.com A Qualidade da Água nas Cidades de e Gicélia Moreira (ID) 1,AntonioJoão S. Filho(ID) 1 Nataline C. S. Barbosa (ID) 1 Antonio N. de Souza (PG) Departamento de Química CCT-UEPB *gicelia.moreira2009@gmail.com

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Informações de Tabela Periódica CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO QUÍMICA CADERNO DE QUESTÕES 2014/2015 Folha de Dados Elemento H C N O F Al Cl Zn Sn I Massa atômica (u) 1,00 12,0 14,0

Leia mais

Para produzir energia elétrica e

Para produzir energia elétrica e Produção de energia elétrica A UU L AL A uma notícia de jornal: Leia com atenção o texto a seguir, extraído de Seca agrava-se em Sobradinho e ameaça causar novo drama social no Nordeste Para produzir energia

Leia mais

BIOLOGIA. Questões de 01 a 06

BIOLOGIA. Questões de 01 a 06 GRUPO 2 TIPO A BIO. 1 BIOLOGIA Questões de 01 a 06 01. Como todas as células eucariotas, as células caliciformes da traquéia humana apresentam compartimentos intracelulares chamados de organelas, especializados

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE OFICIAL CFO

CONCURSO PÚBLICO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE OFICIAL CFO CONCURSO PÚBLICO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE OFICIAL CFO Parecer da banca elaboradora referente aos recursos interpostos pelos candidatos sobre as questões de prova QUESTÃO 01 01) De acordo com o texto, assinale

Leia mais

A Matemática e o consumo de água: Interdisciplinando conteúdos Luciana de Freitas Baptista Oliveira 1 Thamiriz Martins Teixeira 2

A Matemática e o consumo de água: Interdisciplinando conteúdos Luciana de Freitas Baptista Oliveira 1 Thamiriz Martins Teixeira 2 A Matemática e o consumo de água: Interdisciplinando conteúdos Luciana de Freitas Baptista Oliveira 1 Thamiriz Martins Teixeira 2 Resumo: O artigo é oriundo de Projeto investigativo feito com alunos do

Leia mais

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2

EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 EDITAL Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO DA FACULDADE METROPOLITANA DE MARABÁ METROPOLITANA 2015/2 ART. 1º - DO OBJETO O presente Edital trata do EXAME DE SELEÇÃO de candidatos aos cursos da Faculdade Metropolitana

Leia mais

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio.

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto I Futebol de rua Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL GEOGRAFIA CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL 1. ASPECTOS GERAIS O Brasil atualmente apresenta-se como o quinto país mais populoso do mundo, ficando atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

Leia mais

Jogos Didáticos de Química 4

Jogos Didáticos de Química 4 Jogos Didáticos de Química 4 Jogos Didáticos de Química 5 APRESENTAÇÃO Esta publicação traz exemplos jogos didáticos destinados ao ensino de química. Os jogos elaborados até o momento contemplam conteúdos

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24)

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24) VESTIBULAR MEIO DE ANO 2012 Prova de Conhecimentos Específicos e Redação 23.06.2012 Assinatura do candidato 003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24) Confira seus dados impressos neste caderno.

Leia mais

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A

GRUPO V 2 o BIMESTRE PROVA A Sistema de Ensino PROVA V 2 o BIMESTRE PROVA A Valor da prova: 4,0 forum.netxplica.com Autoridades não conseguem forum.netxplica.com diminuir poluição para os Jogos Olímpicos. Tempestade de areia faz situação

Leia mais

Gestão Ambiental 19/3/2012. MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água. Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta

Gestão Ambiental 19/3/2012. MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água. Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta Gestão Ambiental Profª Denise A. F. Neves MÓDULO Gerenciamento e Controle de Poluição da Água Tema: DISPONIBILIDADE HÍDRICA: as Águas do Planeta Objetivos: Entender a distribuição da água no Planeta. Reconhecer

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Prova 1) 6º Ano / Ensino Fundamental

CONCURSO DE ADMISSÃO 2015/2016 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA (Prova 1) 6º Ano / Ensino Fundamental Leia atentamente o texto 1 e responda às questões de 01 a 12 e 18, assinalando a única alternativa correta. Texto 1 O pote vazio 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24

Leia mais

O Átomo. a + thomos = sem divisão

O Átomo. a + thomos = sem divisão O Átomo 1. O nome átomo tem origem na Grécia Antiga no sec. V a.c. Os pensadores antigos falavam da existência de partículas invisíveis e indivisíveis que formariam toda matéria. a + thomos = sem divisão

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009

CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009 CONCURSO VESTIBULAR DE INVERNO PUC-Rio 2009 PARA TODOS OS CURSOS, EXCETO PARA OS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO E DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROVA OBJETIVA DE CIÊNCIAS NATURAIS (BIOLOGIA,

Leia mais

Sólidos, líquidos e gases

Sólidos, líquidos e gases Mudanças de fase Sólidos, líquidos e gases Estado sólido Neste estado, os átomos da substâncias se encontram muito próximos uns dos outros e ligados por forças eletromagnéticas relativamente grandes. Eles

Leia mais

Metais alcalinos - Grupo 1A

Metais alcalinos - Grupo 1A Metais alcalinos - Grupo 1A Li / Na / K / Rb / Cs / Fr Na e K são os mais abundantes ns 1 - aparecem normalmente como iões positivos ( +) Não se encontram isolados na natureza / reacção com não-metais

Leia mais

Poluição do rio Tietê

Poluição do rio Tietê Poluição do rio Tietê Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente / Terra e Universo Tema Água e vida; uso dos recursos naturais / a ocupação do espaço e suas consequências / desequilíbrio ambiental / desenvolvimento

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 12014 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE FRUTA DE LEITE / MG - EDITAL 1014 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Agente Comunitário

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2. Entrevistador: Nome do entrevistado: Telefone: (xx)xxxxxxxx N : Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.Rural Estado: AC AP DF MA MT PE RJ RR SE AL BA ES MG PA PI RN RS SP AM CE GO MS PB PR

Leia mais

QUÍMICA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

QUÍMICA. Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém oito questões, constituídas de itens e subitens, abrangendo um total de quinze

Leia mais

ABRA APENAS QUANDO FOR AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções: 1- Verifique se o seu caderno de provas possui 18 questões.

ABRA APENAS QUANDO FOR AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções: 1- Verifique se o seu caderno de provas possui 18 questões. Processo Seletivo 211 Modalidade B 3º Ano ABRA APENAS QUANDO FOR AUTORIZADO Leia atentamente as instruções: 1 Verifique se o seu caderno de provas possui 18 questões. 2 Verifique se recebeu o caderno de

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Sistema de Ensino Unidade Portugal Série: 5 o ano (4 a série) Período: TARDE AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VIII PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Nome: Turma: Data: 19/9/2009 Valor da prova: 8,0 Nota: Eixo temático

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula

Poluição do ar. Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador. Deu no jornal. Nossa aula A UU L AL A Poluição do ar Segundo o pesquisador Paulo Saldiva, coordenador do laboratório de poluição atmosférica experimental da Faculdade de Medicina da USP, a relação entre o nível de poluição e a

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Caderno de Prova M12. Professor de Libras. Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú Secretaria de Educação Edital n o 005/2010

Caderno de Prova M12. Professor de Libras. Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú Secretaria de Educação Edital n o 005/2010 Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú Secretaria de Educação Edital n o 005/2010 http://actbalneario.fepese.org.br Caderno de Prova novembro 14 14 de novembro das 15 às 18 h 3 h de duração* 25 questões

Leia mais

TESTE 02 4 a UNIDADE. Bom trabalho! INSTRUÇÕES: Aluno(a): Turma N o 9 o ano Ensino Fundamental II Data 01 / 10 / 13

TESTE 02 4 a UNIDADE. Bom trabalho! INSTRUÇÕES: Aluno(a): Turma N o 9 o ano Ensino Fundamental II Data 01 / 10 / 13 Aluno(a): Turma N o 9 o ano Ensino Fundamental II Data 01 / 10 / 13 INSTRUÇÕES: TESTE 02 4 a UNIDADE I. Sua avaliação consta de 12 questões. Verifique se seu exemplar está completo. II. Utilize caneta

Leia mais

Polaridade de moléculas

Polaridade de moléculas Polaridade de moléculas 01. (Ufscar) É molécula polar: a) C 2 H 6. b) 1,2-dicloroetano. c) CH 3 Cl. d) p-diclorobenzeno. e) ciclopropano. 02. (Mackenzie) As fórmulas eletrônicas 1, 2 e 3 a seguir, representam,

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE PARA A FREQUÊNCIA DO CURSO DE LICENCIATURA EM ENGENHARIA QUÍMICA E BIOLÓGICA DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA Página 1 de 12 Provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior para titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Decreto-Lei n.º 113/2014, de

Leia mais

Casa Publicadora Brasileira Editora dos Adventistas do Sétimo Dia

Casa Publicadora Brasileira Editora dos Adventistas do Sétimo Dia TE QUERO VERDE Autoria: Ieda Martins de Oliveira Editora: Casa Publicadora Brasileira Turmas: 3º ao 7º ano Temas: Arte, Geografia, História, Ciências, Língua Portuguesa, Meio Ambiente, Pluralidade Cultural,

Leia mais

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC ÁFRICA Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM Ricamente ilustrada por fotos e desenhos, esta obra traça um painel detalhado da vida dos habitantes da África do Oeste: sua tradição oral, detalhes

Leia mais

DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS. -Atinge as Índias contornando a costa da África

DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS. -Atinge as Índias contornando a costa da África DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS EXPANSÃO MARÍTIMA início século XV ( 1415 ) DA CONQUISTA A COLONIZAÇÃO DAS AMÉRICAS EXPANSÃO MARÍTIMA início século XV ( 1415 ) PORTUGAL -Atinge as Índias contornando

Leia mais

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984)

Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) Problemas de termologia e termodinâmica vestibular UA (1984) 1 - Um corpo humano está a 69 0 numa escala X. Nessa mesma escala o ponto do gelo corresponde a 50 graus e o ponto a vapor 100 0. Este corpo:

Leia mais

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL A partir de meados do séc. XVI, o Império Português do Oriente entrou em crise. Que fatores contribuíram para essa crise? Recuperação das rotas

Leia mais