LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A."

Transcrição

1 Relatório Anual do Agente Fiduciário a Emissão de Debêntures Não Conversíveis LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A.

2 Rio de Janeiro, 28 de abril de 2006 Senhores Debenturistas Comissão de Valores Mobiliários CETIP Prezados Senhores, Na qualidade de agente fiduciário da 1ª emissão de debêntures da LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A. apresentamos a V.Sas. o relatório anual sobre a referida emissão, atendendo o disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 28, de 23 de novembro de 1983 e na Escritura de Emissão. Este relatório foi elaborado com base nas Demonstrações Financeiras Padronizadas DFP relativas a 31/12/2005, demais informações fornecidas pela Emissora e controles internos deste Agente Fiduciário. Informamos, também, que este relatório encontra-se à disposição dos debenturistas na sede da companhia emissora; na Pavarini DTVM, e na Comissão de Valores Mobiliários. A versão eletrônica deste relatório foi enviada à companhia emissora, estando também disponível em nosso website Atenciosamente, Agente Fiduciário

3 Denominação social Endereço da sede Relatório Anual do Agente Fiduciário Informações sobre a Emissora CNPJ / Diretor de Relações com Investidores Valores mobiliários Av. Dr. Chucri Zaidan, 920, 16 o andar - São Paulo SP Tel Fax Aparecido Carlos Correia Galdino Tel Fax Ações negociadas em Bolsas de Valores Debêntures Dados gerais Exercício social: 01/01 a 31/12 Atividade: Participação em outras sociedades Situação: Operacional Controle acionário Auditor Independente Jornais onde a Companhia divulga informações Privado nacional PriceWaterhouseCoopers Auditores Independentes Diário Oficial do Estado de São Paulo Gazeta Mercantil Título Emissor Características das Debêntures da 1 Série Debêntures simples Registro CVM SEP/GER/DEB 94/027 de 15/08/94 Data de início de distribuição 18 de agosto de 1994 Forma Espécie Conversibilidade Emissão/série Nominativas não endossáveis Subordinada Não conversíveis, permutáveis Primeira/1ª Data da AGE 28 de abril de 1994 e 1º de julho de 1994 Data de emissão 1º de julho de 1994 Data de vencimento Data da próxima repactuação Não há Não há Quantidade de títulos da emissão Quantidade de títulos da série Valor nominal na data de emissão R$ ,00 Valor total da emissão R$ ,00 Atualização do Valor Nominal Valor nominal corrigido pelo IPC-R até 30/06/95 e IGP- DI após esta data

4 Juros Remuneratórios Datas de pagamento de juros Prêmio de Garantia de Rendimentos Datas de pagamento do prêmio Amortização antecipada Datas de pagamento das amortizações Fórmula de permuta Código CETIP 0,01% do montante da receita líquida mensal do Shopping Center Iguatemi Rio Todo dia 16 do mês subseqüente ao vencido, devidos a partir do primeiro mês em que forem recebidos os aluguéis relativos aos espaços do Shopping Center A diferença entre os rendimentos pagos e a remuneração de 6% ao ano após os seis primeiros anos Até 30 dias após o término do 6º ano Não há Não há Cada debênture equivale a fração ideal de 0,01% do Shopping Center, permutável a qualquer tempo LFON11 Título Emissor Características das Debêntures da 2 Série Debêntures simples Registro CVM SEP/GER/DEB 95/025 de 30/05/95 Data de início de distribuição 31 de maio de 1995 Forma Espécie Conversibilidade Emissão/série Nominativas não endossáveis Subordinada Não conversíveis Primeira/2ª Data da AGE 28 de abril de 1994 e 1º de julho de 1994 Data de emissão 1º de julho de 1994 Data de vencimento 1º de julho de 2024 Data da próxima repactuação Não há Quantidade de títulos da emissão Quantidade de títulos da série Valor nominal na data de emissão R$ 9.000,00 Valor total da emissão R$ ,00 Atualização monetária Juros Remuneratórios Datas de pagamento de juros Prêmio Valor nominal corrigido pelo IPC-R até 30/06/95 e após pelo IGP-DI 3% ao ano 1 ano após a data da abertura do Shopping e os demais na mesma data dos anos subseqüentes A diferença entre os rendimentos pagos e 0,01% do montante da receita líquida mensal do Shopping Center Iguatemi Rio

5 Datas de pagamento do prêmio Prêmio de Garantia de Rendimentos Amortização antecipada Datas de pagamento das amortizações Fórmula de permuta Código CETIP Nas datas de pagamento de juros A diferença entre os rendimentos pagos e a remuneração de 6% ao ano após os seis primeiros anos Não há Não há Não há LFON21 Posição das Debêntures Data 1 série 2 série 31/12/05 Emitidas /12/05 Canceladas /12/05 Em circulação /12/05 Em tesouraria 0 0 Destinação dos Recursos Os recursos da emissão foram destinados à construção do Shopping Center Iguatemi -Rio, inaugurado em 29 de setembro de 1996 e aberto ao público em 30 de setembro de Garantia As debêntures da 1 a emissão são da espécie garantia subordinada, reconhecendo preferência tão somente aos acionistas da empresa, no ativo remanescente, em caso de haver liquidação da sociedade. A emissão conta com fiança de Intervenientes nos termos da Cláusula III da escritura de emissão. Permuta das Debêntures Caso tenham interesse em participar do Shopping Center Iguatemi Rio (terreno e acessões) de propriedade da La Fonte Empresa de Shopping Centers S.A. e da Itaboraí Participações S.A., objeto da matrícula n o 5019 do 10 o Ofício do Registro de Imóveis do Rio de Janeiro, os debenturistas poderão, a qualquer tempo, permutar as debêntures por frações ideais do referido Shopping Center. Cada debênture equivalerá à fração ideal de 0,01% do Shopping Center (terreno e acessões) e o negócio deverá ocorrer no prazo máximo de 60 (sessenta dias) a contar da data de manifestação. Os rendimentos pro rata porventura devidos no período, acumulados até a data da permuta, serão pagos ou creditados aos debenturistas na época e forma do pagamento efetuado aos demais debenturistas, mesmo que esse se dê posteriormente à data de permuta. Até a data deste relatório não houve permuta das debêntures da 1 a emissão por fração ideal do Shopping Center Iguatemi Rio.

6 Prêmio de Garantia do Rendimento Nos termos da Cláusula II.14 da escritura de emissão, na hipótese dos rendimentos recebidos pelos debenturistas durante os 6 primeiros anos, contados a partir da data da abertura das portas do Shopping Center ao público e atualizados monetariamente, não atingirem montante correspondente a 6% ao ano do valor das debêntures por eles integralizado e também atualizado monetariamente, a Emissora deverá pagar aos debenturistas, em até 30 dias após o término do 6 o ano, um prêmio correspondente ao total da diferença verificada. Em 25 de setembro de 2002 foi solicitada à Companhia definição quanto à data de pagamento do prêmio de garantia do rendimento. Em função da divergência dos valores do prêmio de garantia apurados pela Cia. e pelo Agente Fiduciário prodeceu-se à troca de planilhas e correspondências entre o Agente Fiduciário, a Companhia e os debenturistas para a confirmação dos valores efetivamente pagos e recebidos durante o período que antecedeu a data de pagamento do prêmio. Este processo se estendeu até o início de Após a definição do valor do prêmio de garantia devido, no valor de R$ 1.371,55/deb apurado em 30/09/02, e somente para as debêntures da 1 a série, nos termos da escritura de emissão, foi promovida reunião em 9 de março de 2004, na sede do Agente Fiduciário, com a presença de representantes da Cia. e dos debenturistas a fim de apreciarem, preliminarmente, proposta de aditamento à escritura de emissão e proposta relativa ao pagamento do prêmio de garantia. As propostas continuaram em análise. Posteriormente foi recalculado o valor do prêmio de garantia de rendimento devido em 30 de setembro de 2002 tendo sido obtidos os seguintes valores: (i) R$ 5.739,64 por debênture da 1 a série e (ii) R$ 3.410,39 por debênture da 2 a série. Em 30 de julho de 2004 os debenturistas, com ciência deste agente fiduciário, notificaram a Cia. acerca do inadimplemento no pagamento do prêmio de garantia, exigindo pagamento incontinenti acrescido de juros moratórios. Em 18 de agosto de 2004 a Companhia pagou o prêmio de garantia do rendimento aos debenturistas nos termos das notificações de 30 de julho de Processos Judiciais Autores: LA FONTE PARTICIAPÇÕES S.A. e IGUATEMI EMPRESA DE SHOPPING CENTERS S.A. Réus: PREVI-BANERJ CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO SISTEMA BANERJ Em Liquidação Extra Judicial Local: 5ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro Processo nº Valor da causa: R$ ,99 Trata-se de ação ordinária que objetiva, em síntese, alterar o indexador utilizado IGP-DI na apuração dos prêmios estabelecidos na escritura de emissão de debêntures pelo INPC e ver compensados, em pagamentos futuros, valores que teriam sido pagos, segundo alegam, a maior. A ação está em fase de perícia.

7 Pagamento de Rendimentos Mês Referência Rendimentos Data Pagamento Rendimentos R$ Rendimentos R$/deb Dez/04 07-jan ,72 83,84 17-jan ,96 65,33 Jan/05 10-fev ,52 75,44 16-fev ,02 43,68 Fev/05 07-mar ,16 42,44 16-mar ,31 32,12 Mar/05 06-abr ,72 52,61 15-abr ,74 36,46 Abr/05 06-mai ,01 37,93 16-mai ,19 30,62 Mai/05 06-jun ,54 45,71 16-jun ,18 41,06 Jun/05 06-jul ,84 43,99 18-jul ,01 32,93 Jul/05 05-ago ,02 46,88 16-ago ,16 37,97 Ago/05 06-set ,86 52,48 16-set ,44 34,52 Set/05 06-out ,64 38,72 17-out ,88 28,43 Out/05 08-nov ,76 49,53 16-nov ,22 34,93 Nov/05 06-dez ,94 51,57 16-dez ,12 37,13

8 Eventos Legais e Societários 20/04/ ESCLARECIMENTO AO MERCADO

9 28/04/ ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Relatório Anual do Agente Fiduciário ) EXAME, DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AO EXERCÍCIO SOCIAL ENCERRADO EM 31/12/2004. Prestados todos os esclarecimentos solicitados e, apresentado o parecer do Conselho Fiscal foi aprovado, abstendose de votar os legalmente impedidos, bem como a acionista Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil - PREVI, por maioria, sem qualquer ressalva, o Relatório da Administração, bem como as demonstrações financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31/12/2004 e publicadas no Diário Oficial do Estado de São Paulo e Gazeta Mercantil na data de 20 de abril de ) DESTINAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO E DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS. Após os esclarecimentos necessários, foi aprovada, abstendo-se de votar os legalmente impedidos, bem como a acionista Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil - PREVI, por maioria, a destinação do resultado do exercício encerrado em 31/12/2004, no valor de R$ ,97 (quatro milhões, setecentos e quarenta e oito mil, dois reais e noventa e sete centavos) à conta de resultados acumulados. Os senhores acionistas aprovaram ainda, com abstenção da acionista Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil - PREVI, por maioria, a não distribuição de dividendos relativos ao referido exercício social encerrado em 31/12/ ) ELEIÇÃO DOS MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DOS MEMBROS DO CONSELHO FISCAL E, QUANTO A ESTES ÚLTIMOS DOS RESPECTIVOS SUPLENTES, BEM COMO FIXAÇÃO DA REMUNERAÇÃO DOS ADMINISTRADORES. Foram eleitos e/ou reeleitos, por unanimidade, os seguintes membros: 1.) Conselho de Administração, com mandato de um ano, ou seja, até a próxima assembléia geral ordinária: como Presidente: CARLOS FRANCISCO RIBEIRO JEREISSATI, brasileiro, casado, economista, residente na Capital do Estado de São Paulo, com domicílio na Avenida Dr. Chucri Zaidan, nº º. andar, Vila Cordeiro, portador da Carteira de Identidade RG nº IFP/RJ e inscrito no CPF/MF sob nº ; como Primeiro Vice-Presidente: BALDOMERO BARBARÁ NETO, brasileiro, casado, industrial, portador da Carteira de Identidade RG nº IFP/RJ e inscrito no CPF/MF sob nº , residente e domiciliado na Capital do Estado de São Paulo, na Rua Padre João Manoel, 328, 12º andar; como simplesmente conselheiros os senhores: JEAN-JACQUES FAUST, brasileiro, casado, industrial, residente e domiciliado na Capital do Estado do Rio de Janeiro, na Rua Almirante Pereira Guimarães, 28, apto. 801, portador da Carteira de Identidade RG nº IFP/RJ e inscrito no CPF/MF sob nº ; LUIZ RODRIGUES CORVO, brasileiro, casado, advogado, portador da Carteira de Identidade RG nº SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob nº , residente e domiciliado na Capital do Estado de São Paulo, na Alameda Lorena, 1041, apto. 23; SERGIO BERNSTEIN, brasileiro, casado, engenheiro, residente na Capital do Estado de São Paulo, com domicílio na Avenida Dr. Chucri Zaidan, nº º. andar, Vila Cordeiro, portador da Carteira de Identidade RG nº SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob nº e, JOSÉ MARIA DE CESARINO HENRIQUES SOARES, brasileiro, casado, administrador de empresas, domiciliado e residente nesta Capital, na Alameda Tietê, n.º 488, 5º. andar, portador da cédula de identidade de RG n.º IFP/RJ e inscrito no CPF/MF sob n.º Foi aprovada, outrossim, por unanimidade, a fixação da remuneração anual global do Conselho de Administração em R$ ,00 (duzentos e cinqüenta mil reais) e da Diretoria em R$ ,00 (trezentos mil reais). 2.) Instalação do Conselho Fiscal e eleição dos seguintes membros, com mandato de um ano, ou seja, até a próxima assembléia geral Ordinária: como membros efetivos ANTONIO ROBERTO CATALANO, brasileiro, casado, advogado, residente e domiciliado na Capital do Estado de São Paulo, na Rua Carmine Rocco, nº. 04, portador da Carteira de Identidade RG nº e inscrito no CPF/MF sob nº ; RUI ORTIZ DE SIQUEIRA, brasileiro, casado, advogado, residente na Capital do Estado de São Paulo, com domicílio na Avenida Dr. Chucri Zaidan, nº º. andar, Vila Cordeiro, portador da Carteira de Identidade RG nº SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob nº e CLAUDIO GERSTNER, brasileiro, casado, bancário, residente na Capital do Estado de São Paulo, com domicílio na Rua São Bento, n 413 Centro, portador da Carteira de Identidade RG n SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob o n e, como suplentes, respeitada a ordem de eleição acima: PAULO VIVAN, brasileiro, casado, administrador de empresas, portador da Carteira de Identidade RG nº SSP/SP, residente e domiciliado na Capital do Estado de São Paulo, na Rua José Machado Ribeiro, nº. 71; MARIA FRANCISCA THEREZA FIUSA, brasileira, advogada, divorciada, portadora da Carteira de Identidade RG nº e inscrita no CPF/MF sob nº , residente e domiciliada na Capital do Estado de São Paulo, na Rua Padre João Manuel, 600, apto. 73; e BRAS FERREIRA MACHADO, brasileiro, casado, bancário, residente em Brasília, com domicílio na SBS, Edifício Sede III, 10 andar Brasília DF, portador da Carteira de Identidade RG n SSP/DF e inscrito no CPF/MF sob o n Foi aprovada, outrossim, por unanimidade, a remuneração anual global do Conselho Fiscal no valor de R$ ,00 (noventa mil reais). 16/05/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ELEIÇÃO DOS MEMBROS DA DIRETORIA. Foram reeleitos, por unanimidade, os seguintes membros da Diretoria, com mandato de um ano, a contar desta data: como Diretor - Presidente: CARLOS FRANCISCO RIBEIRO JEREISSATI, brasileiro, economista, portador da Cédula de Identidade RG n.º IFP/RJ, inscrito no CPF/MF sob n.º e, como Diretores - Gerentes: SERGIO BERNSTEIN, brasileiro, casado, engenheiro civil, portador da Carteira de Identidade RG n.º

10 SSP/SP, inscrito no CPF sob n.º ; APARECIDO CARLOS CORREIA GALDINO, brasileiro, viúvo, administrador, portador da Carteira de Identidade RG n.º SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n.º e, CARLOS JEREISSATI, brasileiro, solteiro, administrador de empresas, portador da Carteira de Identidade RG n.º , inscrito no CPF sob n.º , todos residentes e domiciliados na Capital do Estado de São Paulo, com escritório na Av. Dr. Chucri Zaidan, n.º 920, 16º andar. O Sr. Aparecido Carlos Correia Galdino exercerá também as funções de Diretor de Relações com Investidores, nos termos da legislação vigente. 28/07/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Após detida análise das matérias da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade, o seguinte: (i) Lido o parecer do Conselho Fiscal da Companhia, anexo à ata de reunião do Conselho Fiscal, realizada em 27 de julho de 2005, aprovar e autorizar a Oferta, no limite de R$ ,96 (cento e quatro milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove reais e noventa e seis centavos), a ser realizada exclusivamente no Brasil, nos termos da Instrução CVM n. 400, de 29 de dezembro de 2003 ("Instrução CVM 400"). A Oferta contemplará o direito de preferência dos atuais acionistas da Companhia, na proporção de suas participações acionárias no capital social da Companhia, admitidas reservas de sobras. São as seguintes as características e prazos da Oferta: Quantidade de Ações Ofertadas: Oferta pública primária para distribuição de até (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e até (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal de emissão da Companhia ("Ações"). A Oferta será realizada em mercado de balcão não organizado, no Brasil, nos termos da Instrução CVM 400; Preço de Emissão das Ações: o preço de emissão por ação ordinária e por ação preferencial será de R$1,01 (um real e um centavo) (o "Preço de Emissão"). O Preço de Emissão das Ações foi definido com base no laudo de avaliação econômicofinanceira especialmente elaborado pelo Banco Pactual S.A. ("Laudo de Avaliação"). Nos termos do inciso I do parágrafo 1º do artigo 170 da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976 ("Lei 6404/76), a escolha do critério de determinação do Preço de Emissão reflete a perspectiva fundamentada da rentabilidade futura da Companhia. O Laudo de Avaliação está em consonância com o disposto no artigo 170, parágrafo primeiro, inciso I, da Lei 6404/76. O Laudo de Avaliação, após análises e discussões prévias dos membros do Conselho de Administração, foi aprovado, por unanimidade, pelo Conselho de Administração. Uma cópia do Laudo de Avaliação será arquivada na sede da Companhia e estará à disposição dos acionistas da Companhia e dos participantes da Oferta e também estará disponível na página da Companhia na rede mundial de computadores para consulta; Público Alvo da Oferta:as Ações serão oferecidas exclusivamente (a) aos atuais acionistas da Companhia, assim considerados aqueles que detenham ações de emissão da Companhia na data de publicação do Aviso ao Mercado ("Acionistas"); e (b) a investidores qualificados, assim considerados, instituições financeiras; companhias seguradoras e sociedades de capitalização; entidades abertas e fechadas de previdência privada; fundos de investimento regulados e fiscalizados pelo Banco Central do Brasil; pessoas jurídicas não financeiras com patrimônio líquido superior a R$ ,00 (cinco milhões de reais); carteiras de valores mobiliários de valor superior a R$ ,00 (quinhentos mil reais) administradas, discricionariamente, por administrador autorizado pela CVM a prestar serviços de administração de carteira, nos termos do artigo 23 da Lei n.º 6.385/76; e outros investidores qualificados assim definidos pela CVM, que venham a firmar a declaração exigida nos termos do parágrafo 4º do artigo 4º da Instrução CVM n.º 400/03, não havendo esforço disseminado de venda e colocação (em conjunto, "Investidores Qualificados"); Procedimentos da Oferta Pública: Após a publicação do aviso ao mercado ("Aviso ao Mercado"), o encerramento do período de reservas e a concessão do registro da Oferta pela CVM, a instituição financeira coordenadora da Oferta Pública efetuará a distribuição pública das Ações, por meio de sua colocação junto aos Acionistas e aos Investidores Qualificados, em mercado de balcão não organizado, observado o disposto na Instrução CVM n.º 400/03 e no Contrato de Colocação (abaixo definido), não havendo esforço disseminado de venda e colocação; Destinação dos Recursos: Os recursos provenientes da Oferta serão de, aproximadamente, R$ ,00 (cento e três milhões de reais), após a dedução de comissões e despesas estimadas, os quais serão empregados na redução do endividamento da Companhia e de suas controladas. A Diretoria da Companhia fica desde já autorizada a praticar todos os atos necessários para a obtenção dos competentes registros relativos à Oferta, incluindo, mas não se limitando, a: (a) tomar todas as providências necessárias à realização da Oferta perante os Acionistas, os Investidores Qualificados e, em especial, junto à Comissão de Valores Mobiliários CVM, à Bolsa de Valores de São Paulo BOVESPA e à Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia CBLC; e (b) assinar todos e quaisquer contratos, comunicações, notificações, certificados e documentos que considerar necessários ou apropriados para a realização da Oferta, incluindo, mas não se limitando, ao Contrato de Coordenação e Distribuição Pública Primária de Ações Ordinárias e Preferenciais de Emissão da (o "Contrato de Colocação") e aos demais contratos pertinentes. (ii) Aprovar o aumento do capital social da Companhia, dentro do limite do seu capital autorizado, no contexto e no limite da Oferta, mediante a emissão de até (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e até (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, com redução do prazo para exercício do direito de preferência dos acionistas, nos termos do artigo 172, inciso I da Lei

11 6404/76, a serem integralizadas à vista, no ato da subscrição, em moeda corrente do País. As ações emitidas em razão do referido aumento de capital serão colocadas através de Oferta a ser realizada nos termos indicados no item (i) acima. A Diretoria da Companhia fica desde já autorizada a tomar todas as providências e praticar todos os atos necessários à realização do aumento de capital nos termos ora aprovados. (iii) Conforme previsão no parágrafo 5º, do artigo 8º, do Estatuto Social da Companhia, e nos termos do artigo 172, inciso I, da Lei 6404/76, o prazo para o exercício do direito de preferência pelos Acionistas, para subscrição das Ações, na proporção da sua participação no capital social da Companhia, não superior a 5 (cinco) dias, será estabelecido no Aviso ao Mercado, sendo certo que, mediante solicitação no pedido de reserva, será facultado aos Acionistas, na proporção de sua participação no capital social, reserva de sobras com relação às Ações que não tenham sido reservadas pelos demais acionistas. (iv) Aprovar a contratação do Banco Itaú BBA S.A. como instituição financeira coordenadora da Oferta, bem como os termos e condições do Contrato de Colocação. (v) Ratificar, confirmar e aprovar todos os atos já praticados pela administração da Companhia, bem como todas as despesas já incorridas, relativamente à Oferta. 31/08/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Após detida análise da matéria da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade, o seguinte: (i) ratificar as deliberações tomadas na reunião do conselho de administração da companhia de 28 de julho de 2005, a respeito da Oferta, para tanto prestando os seguintes esclarecimentos e justificativas para o critério adotado para fixação do preço de emissão das ações objeto da Oferta ("Ações"). Dispõe o artigo 170 da Lei nº 6.404/76, no seu 1º, que, no aumento de capital mediante subscrição pública ou particular de ações, o preço de emissão deverá ser fixado, sem diluição injustificada da participação dos antigos acionistas, ainda que tenham direito de preferência para subscrevê-las, tendo em vista, alternativamente ou conjuntamente, (i) a perspectiva de rentabilidade da companhia, (ii) o valor do patrimônio líquido da ação, (iii) a cotação de suas ações em Bolsa de Valores ou no mercado de balcão organizado, admitido ágio ou deságio em função das condições do mercado. O preço de emissão das Ações, de R$1,01 (um real e um centavo) por ação ordinária e preferencial, foi definido com base em laudo de avaliação econômico-financeira especialmente elaborado pelo Banco Pactual S.A. ("Laudo de Avaliação"). Dentre os critérios de precificação previstos no artigo 170 da Lei nº 6.404/76, foi escolhido aquele que reflete a perspectiva fundamentada da rentabilidade futura da Companhia. Tal critério se justifica pelo fato de tratar-se eminentemente de empresa "holding", isto é, um veículo de participações, cujo valor econômico resulta do valor presente dos fluxos de caixa futuros gerados pelas sociedades controladas operacionais ( Sociedades Controladas ), proporcionalmente à sua participação nas respectivas Sociedades Controladas. O trabalho de avaliação econômico-financeira consistiu na projeção do comportamento futuro dos parâmetros econômicos básicos das Sociedades Controladas que tiveram seus fluxos de caixa projetados. O trabalho foi desenvolvido em duas etapas consecutivas: (a) a identificação de parâmetros econômicos que influenciam na operação das Sociedades Controladas; e (b) a projeção dos resultados esperados das Sociedades Controladas. A etapa de identificação de parâmetros econômicos que influenciam na operação das Sociedades Controladas baseou-se em: (1) análises dos demonstrativos históricos; e (2) confrontação dos dados históricos das Sociedades Controladas com variáveis macroeconômicas que consideram os ambientes econômico, social e político no qual as Sociedades Controladas estão inseridas. Na etapa que representa a avaliação econômico-financeira, projetou-se um cenário que busca retratar realisticamente as expectativas operacionais, econômicas e financeiras futuras para as Sociedades Controladas. Os resultados econômico-financeiros futuros projetados para as Sociedades Controladas foram trazidos a valor presente pelas taxas de desconto que representam seus respectivos custos médios ponderados de capital, obtendo-se o valor operacional de La Fonte Telecom S.A. e Iguatemi Empresa de Shopping Centers S.A., empresas que detêm participação nas Sociedades Controladas. Por outro lado, os critérios previstos nos incisos II e III do 1º da Lei nº 6.404/76 foram descartados por não se adequarem para determinação do preço de emissão das Ações. A cotação em Bolsa de Valores ou em mercado de balcão organizado das ações emitidas pela Companhia não reflete o real valor da Companhia uma vez que tais ações não possuem liquidez. Da mesma forma, o valor de patrimônio líquido da Companhia não reflete seu real valor, por se tratar de uma sociedade eminentemente "holding"; e (ii) Ratificar, confirmar e aprovar todos os atos já praticados pela administração da Companhia, bem como todas as despesas já incorridas, relativamente à Oferta. 08/09/2005 AVISO AO MERCADO Nos termos do disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) nº 358, de 03 de janeiro de 2002, e no artigo 53 da Instrução CVM nº 400, de 29 de dezembro de 2003 ( Instrução CVM nº 400/03 ), LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A., na qualidade de emissora ( Companhia ) e o BANCO ITAÚ BBA S.A., na qualidade de instituição líder da distribuição ( Instituição Líder ), vêm a público comunicar que, em 28 de julho de 2005, foi requerido perante a CVM o registro de uma oferta pública primária de (quarenta e um milhões,

12 seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, todas nominativas, escriturais, sem valor nominal, de emissão da Companhia, ao preço de R$ 1,01 (hum real e um centavo) por ação ( Preço por Ação ), perfazendo o montante total de R$ ,96 22/09/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Após detida análise da matéria da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade, o seguinte: (i) ratificar as deliberações tomadas nas reuniões do conselho de administração da companhia de 28 de julho e 31 de agosto de 2005, a respeito da Oferta, para tanto esclarecendo que a Oferta será mantida ainda que não haja distribuição total das ações ordinárias e preferenciais previstas para a Oferta, bem como que não há quantidade mínima de ações a serem subscritas ou montante mínimo de recursos a ser captado. Caso os recursos captados com a Oferta não sejam suficientes para os fins a que se destinam, a Companhia procurará outros meios para reduzir seu endividamento e o de suas controladas; e (ii) ratificar, confirmar e aprovar todos os atos já praticados pela administração da Companhia, bem como todas as despesas já incorridas, relativamente à Oferta. 28/09/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Após detida análise da matéria da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade, o seguinte: (i) ratificar as deliberações tomadas nas reuniões do conselho de administração da companhia de 28 de julho, 31 de agosto e 22 de setembro de 2005, a respeito da Oferta, para tanto esclarecendo que a Oferta será mantida ainda que não haja distribuição total das ações ordinárias e preferenciais previstas para a Oferta, sendo certo, neste caso, que a Oferta será mantida apenas se for subscrito o montante mínimo de R$ ,00 (noventa milhões de reais). A subscrição de montante mínimo de R$ ,00 (noventa milhões de reais) será suficiente para os fins a que se destina, não precisando a Companhia procurar outros meios para reduzir seu endividamento e o de suas controladas; e (ii) ratificar, confirmar e aprovar todos os atos já praticados pela administração da Companhia, bem como todas as despesas já incorridas, relativamente à Oferta. 28/10/ ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA PRIMÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DE LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº / na Avenida Brigadeiro Faria Lima, º andar São Paulo SP Código ISIN ações ordinárias nº BRMLFTACNOR6 Código ISIN ações preferenciais nº BRMLFTACNPR3 Nos termos do disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ("CVM") nº 358, de 3 de janeiro de 2002, e no artigo 52 da Instrução CVM n.º 400, de 29 de dezembro de 2003 ("Instrução CVM n.º 400/03"), La Fonte Participações S.A., na qualidade de emissora ("Companhia") e o Banco Itaú BBA S.A., na qualidade de instituição líder da distribuição ("Instituição Líder"), vêm a público comunicar o início da oferta pública primária de (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, todas nominativas, escriturais, sem valor nominal, de emissão da Companhia, ao preço de R$1,01 (hum real e um centavo) por ação ("Preço por Ação"), perfazendo o montante total de R$ ,96 1 CARACTERÍSTICAS DA OFERTA 1.1 Aprovações Societárias. A autorização para realização do aumento de capital da Companhia, a realização da Oferta (conforme definido abaixo), as condições para o exercício do direito de preferência pelos atuais acionistas da Companhia na subscrição de ações da Oferta, o número de ações a serem emitidas no aumento de capital realizado no âmbito da Oferta e a correspondente fixação do Preço por Ação foram obtidas, estabelecidas,

13 aprovadas ou fixadas, conforme o caso, em reunião do conselho fiscal da Companhia realizada em 27 de julho de 2005, cuja ata foi arquivada na Junta Comercial do Estado de São Paulo em 01 de agosto de 2005 (nº /05-8) e nas reuniões do conselho de administração da Companhia, realizadas em 28 de julho, 31 de agosto, 22 e 28 de setembro de 2005, cujas atas foram arquivadas na Junta Comercial do Estado de São Paulo em 01 de agosto (nº /05-1), 02 de setembro (nº /05-6), 26 de setembro (nº /05-8) e 30 de setembro de 2005 (n.º /05-0). 1.2 Oferta. Serão ofertadas por meio de distribuição pública primária ("Oferta"), (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, todas nominativas, escriturais, sem valor nominal, de emissão da Companhia ("Ações"). A Oferta será realizada em mercado de balcão não organizado, no Brasil, nos termos da Instrução CVM n.º 400/ A distribuição pública das Ações será realizada exclusivamente para Acionistas e Investidores Qualificados (conforme definidos abaixo), em conformidade com os procedimentos estabelecidos na Instrução CVM n.º 400/ Ações do Lote Suplementar. Não haverá a opção de distribuição de lote suplementar prevista no artigo 24 da Instrução CVM n.º 400/ Ações Adicionais. Não haverá o acréscimo de ações previsto no parágrafo 2º, do artigo 14 da Instrução CVM n.º 400/ Preço por Ação. O Preço por Ação foi fixado com base no laudo de avaliação econômico-financeira especialmente elaborado pelo Banco Pactual S.A. ("Laudo de Avaliação"). Nos termos do inciso I, do parágrafo 1º, do artigo 170 da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976 ("Lei 6404/76"), a escolha do critério de determinação do Preço por Ação reflete a perspectiva fundamentada da rentabilidade futura da Companhia tendo, para tanto, sido utilizada metodologia de desconto a valor presente do fluxo de caixa projetado para o acionista. O Laudo de Avaliação está em consonância com o disposto no artigo 170, parágrafo 1º, inciso I, da Lei 6404/76. O Laudo de Avaliação encontra-se arquivado na sede da Companhia à disposição dos Acionistas da Companhia e dos Investidores Qualificados participantes da Oferta, e também disponível na página da Companhia na rede mundial de computadores para consulta (www.lafonte.com.br). Dentre os critérios de precificação previstos no artigo 170 da Lei nº 6404/76, foi escolhido aquele que reflete a perspectiva fundamentada da rentabilidade futura da Companhia. Tal critério se justifica pelo fato de tratar-se eminentemente de empresa holding, isto é, um veículo de participações, cujo valor econômico resulta do valor presente dos fluxos de caixa futuros gerados pelas sociedades controladas operacionais ("Sociedades Controladas"), proporcionalmente à sua participação nas respectivas Sociedades Controladas. O trabalho de avaliação econômicofinanceira consistiu na projeção do comportamento futuro dos parâmetros econômicos básicos das Sociedades Controladas que tiveram seus fluxos de caixa projetados. O trabalho foi desenvolvido em duas etapas consecutivas: (a) a identificação de parâmetros econômicos que influenciam na operação das Sociedades Controladas; e (b) a projeção dos resultados esperados das Sociedades Controladas. A etapa de identificação de parâmetros econômicos que influenciam na operação das Sociedades Controladas baseou-se em: (1) análises dos demonstrativos históricos; e (2) confrontação dos dados históricos das Sociedades Controladas com variáveis macroeconômicas que consideram os ambientes econômico, social e político no qual as Sociedades Controladas estão inseridas. Na etapa que representa a avaliação econômico-financeira, projetou-se um cenário que busca retratar realisticamente as expectativas operacionais, econômicas e financeiras futuras para as Sociedades Controladas. Os resultados econômico-financeiros futuros projetados para as Sociedades Controladas foram trazidos a valor presente pelas taxas de desconto que representam seus respectivos custos médios ponderados de capital, obtendo-se o valor operacional de La Fonte Telecom S.A. e Iguatemi Empresa de Shopping Centers S.A., empresas que detêm participação nas Sociedades Controladas. Por outro lado, os critérios previstos nos incisos II e III do 1º da Lei nº 6.404/76 foram descartados por não se adequarem para determinação do preço de emissão das Ações. A cotação em Bolsa de Valores ou em mercado de balcão organizado das ações emitidas pela Companhia não reflete o real valor da Companhia uma vez que tais ações não possuem liquidez. Da mesma forma, o valor de patrimônio líquido da Companhia não reflete seu real valor, por se tratar de uma sociedade eminentemente holding Valor Patrimonial e Cotações. Em 31 de junho de 2005, o valor patrimonial da Companhia era equivalente a R$0,51 (cinqüenta e um centavos de reais) por ação. As ações da Companhia têm como principal mercado de negociação a Bolsa de Valores de São Paulo Bovespa. As ações ordinárias da Companhia são negociadas sob o código "MLFT3", enquanto as ações preferenciais sob o código "MLFT4". A tabela abaixo demonstra, para os períodos ali indicados, a variação dos preços máximos e mínimos de venda em Reais, além do preço médio ponderado pelo volume de ações negociadas na Bovespa, por lote de ações. Devido ao fato das ações ordinárias da Companhia não terem sido negociadas diariamente na Bovespa, as mesmas não apresentam valor de negociação para determinados períodos constantes das tabelas abaixo. Em decorrência do limitado mercado de negociação para as ações da Companhia os preços listados abaixo podem não ser um indicativo de preço pelos quais as Ações serão negociadas.

14 R$ por Lote de mil Ações Ordinárias R$ por lote de mil Ações Preferenciais Máximo Mínimo Média Ponderada Máximo Mínimo Média Ponderada ,3197 0,5207 0, ,3471 0,4933 0, ,2924 0,4110 0, ,3500 0,3500 0,3500 0,2912 0,5144 0, ,4300 0,5339 0, até 31 de julho ,4500 0,5100 0,4956 R$ por lote de mil Ações Ordinárias R$ por lote de mil Ações Preferenciais Máximo Mínimo Média Ponderada Máximo Mínimo Média Ponderada º Trimestre ,3679 0,3773 0,3718 2º Trimestre ,3773 0,4853 0,4391 3º Trimestre ,4950 0,5144 0,4957 4º Trimestre... 0,3500 0,3500 0,3500 0,2912 0,4950 0, º Trimestre ,4853 0,5339 0,5211 2º Trimestre ,4900 0,5300 0,5237 3º Trimestre ,4700 0,5300 0,5122 4º Trimestre ,4300 0,5100 0, º Trimestre ,4500 0,5100 0,4933 2º Trimestre ,4800 0,5100 0,4996 R$ por lote de mil Ações Ordinárias R$ por lote de mil Ações Preferenciais Máximo Mínimo Média Ponderada Máximo Mínimo Média Ponderada Fevereiro de ,4900 0,5000 0,4960 Março de ,4800 0,5000 0,4911 Abril de ,4500 0,5100 0,4938 Maio de ,4800 0,5100 0,4989 Junho de ,5000 0,5000 0,5000 Julho de ,5000 0,5000 0, Estabilização do Preço das Ações. A Instituição Líder não realizará atividades de estabilização do Preço das Ações. 1.7 Direitos, Vantagens e Restrições das Ações. As Ações garantem aos seus titulares todos os direitos assegurados, respectivamente, às ações ordinárias e preferenciais já emitidas pela Companhia, nos termos previstos no estatuto social da Companhia e na Lei 6404/76. De acordo com o estatuto social da Companhia, as ações preferenciais têm os seguintes direitos, vantagens e características: (a) ressalvado os casos previstos em lei, não dão direito de voto nas deliberações em assembléias gerais da Companhia; (b) têm prioridade no recebimento do dividendo mínimo, prevalecendo, em cada exercício, o que for maior: (i) de 10% (dez por cento) do valor do capital social pelas mesmas representado; ou (ii) de 3% (três por cento) do valor do patrimônio líquido da ação; e (c) têm direito de participar dos lucros distribuídos em igualdade de condições com as ações ordinárias, depois de a estas assegurado dividendo igual ao mínimo prioritário. Adicionalmente, as Ações farão jus a todos os demais benefícios a elas assegurados, inclusive ao recebimento integral de dividendos e demais proventos de qualquer natureza que vierem a ser declarados pela Companhia a partir da data de sua subscrição, referentes ao período iniciado em 1º de janeiro de 2005, nos termos da Lei 6404/76 e do estatuto social da Companhia, inclusive ao dividendo mínimo obrigatório a que se refere o artigo 202 da Lei 6.404/76, em montante equivalente a 40% (quarenta por cento) do lucro líquido, diminuído ou acrescido do valor de lucros a realizar transferidos para a reserva respectiva, e de lucros anteriormente registrados nesta reserva, que tenham sido realizados no exercício. 1.8 Regime de Colocação. Sem prejuízo do disposto no artigo 18 da Instrução CVM n.º 400/03, a Instituição Líder envidará seus melhores esforços para realizar a colocação das Ações dentro do prazo máximo de até 3 (três) dias úteis, contados a partir da data da publicação deste Anúncio de Início de Distribuição ("Prazo de Distribuição"). Conforme previsto no parágrafo 5º do artigo 8º do estatuto social da Companhia, e nos termos do artigo 172, inciso

15 I, da Lei 6.404/76 e do item 2 abaixo, os acionistas da Companhia, assim considerados aqueles que detinham ações de emissão da Companhia na data de publicação do Aviso ao Mercado ("Acionistas") tiveram prazo de 5 (cinco) dias úteis contado da data da publicação do Aviso ao Mercado para o exercício do seu direito de preferência para subscrição das Ações, na proporção da sua participação no capital social da Companhia, sendo certo que, quando indicado no Pedido de Reserva, foi facultado ainda aos Acionistas, na proporção de sua participação no capital social, solicitarem reserva de sobras com relação às Ações que não foram reservadas pelos demais Acionistas nos termos do item 2 abaixo no exercício dos seus respectivos direitos de preferência. 1.9 Público Alvo. As Ações serão oferecidas exclusivamente (a) aos Acionistas; e (b) a investidores qualificados, assim considerados, para os fins da Oferta, instituições financeiras; companhias seguradoras e sociedades de capitalização; entidades abertas e fechadas de previdência privada; fundos de investimento regulados e fiscalizados pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM; pessoas jurídicas não financeiras com patrimônio líquido superior a R$ ,00 (cinco milhões de reais); carteiras de valores mobiliários de valor superior a R$ ,00 (quinhentos mil reais) administradas, discricionariamente, por administrador autorizado pela CVM a prestar serviços de administração de carteira, nos termos do artigo 23 da Lei n.º 6.385/76; e outros investidores qualificados assim definidos pela CVM (em conjunto, "Investidores Qualificados"), não tendo havido esforço disseminado de venda e colocação Liquidação da Oferta. A liquidação física e financeira da Oferta deverá ser realizada no 3º (terceiro) dia útil contado a partir da publicação deste Anúncio de Inicio de Distribuição ("Data de Liquidação"), de acordo com o disposto no Contrato de Coordenação e Colocação de Ações Ordinárias e Preferenciais de Emissão de La Fonte Participações S.A. ("Contrato de Colocação") Destinação dos Recursos. Os recursos provenientes da Oferta serão, após a dedução de comissões e despesas estimadas, empregados na redução do endividamento da Companhia e de suas controladas. 2 PROCEDIMENTO DA OFERTA 2.1 A Instituição Líder efetuará a distribuição pública das Ações, por meio de sua colocação junto aos Acionistas e aos Investidores Qualificados, em mercado de balcão não organizado, observado o disposto na Instrução CVM n.º 400/03 e no Contrato de Colocação, não havendo esforço disseminado de venda e colocação. I. durante o período de 8 de setembro de 2005 a 14 de setembro de 2005, inclusive ("Período de Reserva de Acionista"), os Acionistas interessados em exercer seu direito de preferência na proporção de suas respectivas participações no capital social da Companhia e, durante o período de 15 de setembro de 2005 a 21 de setembro de 2005, inclusive ("Período de Reserva de Investidor Qualificado", ou, em conjunto com Período de Reserva de Acionista, "Período de Reserva"), os Investidores Qualificados interessados em participar da Oferta deverão ter, necessariamente, formalizado seus pedidos de reserva de Ações junto à Instituição Líder, mediante preenchimento de formulário específico ("Pedido de Reserva"), sem necessidade de depósito do valor do investimento pretendido; II. aos Acionistas que preencheram o Pedido de Reserva foi assegurado, ainda, o direito de manifestarem, no Pedido de Reserva, seu interesse na aquisição de sobras das Ações que não tenham sido objeto de exercício do direito de preferência pelos demais Acionistas; III. os Acionistas que exerceram seus respectivos direitos de preferência terão preferência para subscrição das Ações, na proporção das suas respectivas participações no capital social da Companhia, incluindo, para aqueles Acionistas que assim se manifestaram, para subscrição de sobras das Ações que não forem objeto de exercício do direito de preferência pelos demais Acionistas; IV. aos Pedidos de Reserva de Investidores Qualificados que tenham excedido o total de Ações remanescentes após o atendimento dos Pedidos de Reservas dos Acionistas, foi dada prioridade pela Instituição Líder, a seu exclusivo critério, aos Investidores Qualificados que melhor atendiam o objetivo da Oferta de criar uma base diversificada de acionistas, integrada por investidores com diferentes critérios de avaliação das perspectivas da Companhia, seu setor de atuação e a conjuntura macroeconômica brasileira e internacional; V. até às 16 horas do 1º (primeiro) dia útil subseqüente ao encerramento do Período de Reserva, foram informados aos Acionistas e aos Investidores Qualificados, pela Instituição Líder, com base nos Pedidos de Reserva recebidos, por meio do seu respectivo endereço eletrônico, ou, na sua falta, por telefone ou correspondência, a quantidade de Ações a eles alocadas e o respectivo valor do investimento, sendo que, em qualquer caso, o valor máximo do investimento será limitado àquele indicado no respectivo Pedido de Reserva; VI. até às 10 horas da Data de Liquidação, cada Acionista e cada Investidor Qualificado deverá efetuar o pagamento do valor indicado no item V acima, em recursos imediatamente disponíveis, por meio do seu agente de custódia na CBLC; VII. na Data de Liquidação, a CBLC entregará a cada Acionista e a cada Investidor Qualificado que tenha efetuado Pedido de Reserva, de acordo com o procedimento previsto no Contrato de Colocação, a quantidade de Ações a eles alocadas, desde que efetuado o pagamento previsto no item VI acima;

16 VIII. caso (a) seja verificada divergência relevante entre as informações constantes do Prospecto Preliminar ou do Prospecto Definitivo (em conjunto, "Prospectos") que altere substancialmente o risco assumido pelo Acionista ou pelo Investidor Qualificado, ou a sua decisão de investimento; (b) a Oferta seja suspensa, nos termos do artigo 20 da Instrução CVM n.º 400/03; e/ou (c) a Oferta seja modificada, nos termos do artigo 27 da Instrução CVM n.º 400/03, o Acionista e o Investidor Qualificado poderão desistir do Pedido de Reserva, devendo, para tanto, informar sua decisão à Instituição Líder (i) até às 16 horas do 5º (quinto) dia útil subseqüente à data de disponibilização do Prospecto Definitivo, no caso da alínea (a) acima; e (ii) até às 16 horas do 5º (quinto) dia útil subseqüente à data em que foi comunicada por escrito a suspensão ou modificação da Oferta, no caso das alíneas (b) e (c) acima. Caso o Acionista e/ou Investidor Qualificado não informem sua decisão de desistência do Pedido de Reserva nos termos deste inciso, o Pedido de Reserva respectivo será considerado válido e o Acionista e/ou o Investidor Qualificado deverão efetuar o pagamento do valor do investimento na Data da Liquidação. Caso o Acionista e/ou o Investidor Qualificado já tenham efetuado o pagamento nos termos do inciso VI acima e venham a desistir do Pedido de Reserva nos termos deste inciso, os valores depositados por tal Acionista e/ou Investidor Qualificado serão devolvidos sem juros ou correção monetária, sem reembolso e com dedução, se for o caso, dos valores relativos à incidência da Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira ("CPMF"), no prazo de 3 (três) dias úteis contados do pedido de cancelamento do Pedido de Reserva; IX. na hipótese de cancelamento da Oferta ou na hipótese de resilição do Contrato de Colocação, todos os Pedidos de Reserva serão automaticamente cancelados e a Instituição Líder comunicará aos Acionistas e aos Investidores Qualificados que tenham efetuado Pedido de Reserva, o cancelamento da Oferta, o que poderá ocorrer, inclusive, através de publicação de aviso ao mercado. Caso o Acionista ou o Investidor Qualificado já tenham efetuado o pagamento nos termos do item VI acima, os valores depositados por tal Acionista ou Investidor Qualificado serão devolvidos sem juros ou correção monetária, sem reembolso e com dedução, se for o caso, dos valores relativos à incidência da CPMF, no prazo de 3 (três) dias úteis contados da comunicação do cancelamento da Oferta; e X. Em caso de excesso de demanda superior a um terço das Ações, fica vedada a colocação, pela Instituição Líder, de Ações junto aos Investidores Qualificados que sejam (a) administradores da Companhia, (b) controladores ou administradores da Instituição Líder, ou (c) outras pessoas vinculadas à Oferta, bem como os cônjuges ou companheiros, ascendentes, descendentes e colaterais até o segundo grau de cada uma das pessoas referidas nas alíneas (a), (b) ou (c) acima. 2.2 A subscrição das Ações no âmbito da Oferta será formalizada mediante assinatura de boletim de subscrição próprio. 3 INFORMAÇÕES SOBRE A COMPANHIA A Companhia, que é controlada pelo Grupo Jereissati, é uma companhia aberta, registrada na CVM sob o n , com ações negociadas na Bovespa, cujas principais receitas advêm de participações societárias no capital de outras sociedades e da prestação de serviços de assessoria e consultoria econômica, financeira e tributária. Para maiores informações sobre a Companhia, incluindo seu setor de atuação, suas atividades e sua situação econômico-financeira, os investidores deverão consultar as informações periódicas e eventuais que estão disponíveis nos Prospectos da Oferta e no site da CVM (www.cvm.com.br). 3.1 Artigo 56 da Instrução CVM n.º 400/03. A Companhia e a Instituição Líder declaram que são verdadeiras, consistentes, corretas e suficientes as informações prestadas por ocasião da presente Oferta, em especial, nos Prospecto, que (a) contêm as informações relevantes necessárias ao conhecimento, pelos investidores, da oferta, das Ações, da Companhia suas controladas, diretas e indiretas, e suas respectivas atividades e situações econômico financeiras, dos riscos inerentes às atividades da Companhia e de suas controladas, diretas e indiretas; e (b) foram elaborados de acordo com as normas pertinentes. 4 INSTITUIÇÃO ESCRITURADORA DAS AÇÕES A instituição financeira contratada para a prestação de serviços de escrituração das Ações é o Banco Itaú S.A. 5 NÚMERO DE REGISTRO E DATA DE INÍCIO DA OFERTA CVM/SRE/SEC/2005/4821, em 27 de outubro de A Oferta inicia-se nesta data, com a publicação deste anúncio de início de distribuição. 6 INFORMAÇÕES ADICIONAIS Quaisquer informações complementares sobre a Companhia e a Oferta poderão ser solicitadas à Instituição Líder, na Av. Brigadeiro Faria Lima, nº º andar, São Paulo, SP, Cep ou no site da Companhia (www.lafonte.com.br), da Instituição Líder (www.itaubba.com.br) ou da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia CBLC (www.bovespa.com.br), ou à CVM (www.cvm.gov.br), nos endereços abaixo: Comissão de Valores Mobiliários Centro de Consulta Rua Sete de Setembro 111, 5º andar Rio de Janeiro, RJ Comissão de Valores Mobiliários Rua Formosa 367, 20º andar São Paulo, SP

17 Encontra-se abaixo um cronograma estimado das etapas da Oferta, informando os principais eventos a partir da publicação do Aviso ao Mercado, publicado na forma do artigo 53 da Instrução CVM n.º 400/03: N.º Evento 1 Publicação do Aviso ao Mercado e início do Período de Reserva de Acionista Data de Realização/ Data Prevista 8 de setembro de Encerramento do prazo do Período de Reserva de Acionista de setembro de Início do Período de Reserva de Investidor Qualificado de setembro de Encerramento do Período de Reserva de Investidor Qualificado de setembro de Assinatura do Contrato de Colocação e de outros contratos relacionados à Oferta e informação aos Acionistas e Investidores Qualificados da quantidade de Ações que caberá a cada um de setembro de Registro da Oferta de outubro de Publicação do Anúncio de Início... No dia seguinte a concessão do registro 8 Data de Liquidação... Três dias úteis após a publicação do anúncio de início 9 Publicação do Anúncio de Encerramento... No dia seguinte após a liquidação da oferta pública (1) Os prazos previstos acima são meramente indicativos e estão sujeitos a alterações e antecipações sem aviso prévio, a critério da Companhia e da Instituição Líder. A contagem dos prazos deverá ser feita em dias úteis. A Companhia e a Instituição Líder alertam ao público alvo da Oferta, que: (i) a decisão de subscrição das Ações deve basear-se nas informações contidas no prospecto, no Laudo de Avaliação e nas informações periódicas e eventuais apresentadas pela Companhia nos termos exigidos por lei; (ii) devem consultar seus próprios advogados e consultores antes de tomar uma decisão de investimento, já que o investimento em ações implica em riscos para o investidor; (iii) a Instituição Líder está à disposição dos interessados para prestar, por telefone (031 11) , esclarecimentos sobre as condições da Oferta; e (iv) os Prospectos e o Laudo de Avaliação encontram-se disponíveis na sede social da Companhia, assim como em sua página na rede mundial de computadores. O investimento em ações representa um investimento de risco, posto que é um investimento em renda variável e, assim, investidores que pretendam investir nas Ações estão sujeitos à volatilidade do mercado de capitais. Ainda assim, não há nenhuma classe ou categoria de investidor que esteja proibida por lei de adquirir as Ações. "O registro da presente Oferta não implica, por parte da CVM, garantia de veracidade das informações prestadas ou em julgamento sobre a qualidade da Companhia, bem como sobre as ações a serem distribuídas". Instituição Líder

18 03/11/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Relatório Anual do Agente Fiduciário DELIBERAÇÕES: Após detida análise da matéria da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade, o seguinte: (i) foi verificada a subscrição de (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais, representando 100% (cem por cento) do total de ações emitidas no aumento do capital social aprovado na Reunião do Conselho de Administração realizada em 28 de julho de 2005, ratificada pelas Reuniões do Conselho de Administração realizadas em 31 de agosto, 22 e 28 de setembro de 2005, subscrição efetivada no contexto da Oferta Pública; (ii) foi verificada a integralização de (quarenta e um milhões, seiscentas e dez mil, oitocentas e quarenta e uma) ações ordinárias e (sessenta e dois milhões, trezentas e quarenta e nove mil, quinhentas e cinqüenta e cinco) ações preferenciais emitidas no aumento de capital social aprovado na Reunião do Conselho de Administração realizada em 28 de julho de 2005, ratificada pelas Reuniões do Conselho de Administração realizadas em 31 de agosto, 22 e 28 de setembro de 2005, representando 100% (cem por cento) do total de ações emitidas em referido aumento do capital social, ficando homologado o aumento do capital social da Companhia em R$ ,96 (cento e quatro milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove reais e noventa e seis centavos), passando o Capital Social da Companhia de R$ ,20 (quatrocentos e cinqüenta e nove milhões, quinhentos e quarenta mil, setecentos e dez reais e vinte centavos) dividido em (oitocentas e cinqüenta e nove milhões, novecentas e setenta e oito mil, trezentas e cinqüenta e cinco) ações, sendo (trezentas e quarenta e quatro milhões, duzentas e doze mil e sessenta e cinco) ações ordinárias e (quinhentas e quinze milhões, setecentas e sessenta e seis mil, duzentas e noventa) ações preferenciais, todas nominativas, sem valor nominal, para R$ ,16 (quinhentos e sessenta e quatro milhões, quinhentos e quarenta mil, setecentos e dez reais e dezesseis centavos), dividido em (novecentas e sessenta e três milhões, novecentas e trinta e oito mil e setecentas e cinqüenta e uma), sendo (trezentas e oitenta e cinco milhões, oitocentas e vinte e duas mil e novecentas e seis) ações ordinárias e (quinhentas e setenta e oito milhões, cento e quinze mil e oitocentas e quarenta e cinco) ações preferenciais, nominativas e sem valor nominal; e (iii) alterar o artigo 5 do Estatuto Social da Companhia, para refletir o novo valor do capital social da Companhia, como segue: Artigo 5º - O capital social é de R$ ,16 (quinhentos e sessenta e quatro milhões, quinhentos e quarenta mil, setecentos e dez reais e dezesseis centavos), dividido em (novecentas e sessenta e três milhões, novecentas e trinta e oito mil e setecentas e cinqüenta e uma), sendo (trezentas e oitenta e cinco milhões, oitocentas e vinte e duas mil e novecentas e seis) ações ordinárias e (quinhentas e setenta e oito milhões, cento e quinze mil e oitocentas e quarenta e cinco) ações preferenciais, nominativas e sem valor nominal..

19 04/11/2005 ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DE DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS

20 08/12/ ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Relatório Anual do Agente Fiduciário APRECIAÇÃO DO RESULTADO DA COMPANHIA RELATIVO AO TERCEIRO TRIMESTRE DE Foram apresentados e apreciados pelos senhores Conselheiros os resultados da Companhia relativos ao terceiro trimestre de 2005, compreendendo a Demonstração do Resultado do 3º Trimestre e o Balanço Patrimonial, com comparativos em relação ao mesmo período do ano 2004, acompanhados do Relatório da Revisão Trimestral, da Auditoria, que foi encaminhado aos Srs. Conselheiros, antecipadamente. 12/12/2005 ESCLARECIMENTOS AO MERCADO São Paulo, 12 de dezembro de À Bolsa de Valores de São Paulo At. Sr. Nelson Barroso Ortega Gerência de Acompanhamento de Empresas Ref: Ofícios GAE 2256/05 de 01/12/2005, GAE 2280/05 de 06/12/2005 Ofício/CVM/SEP/GEA-2/Nº 602/05 Em resposta as correspondências de V.Sas., informamos que a empresa La Fonte Participações S/A e sua Direção, desconhecem os motivos pelos quais suas ações tenham oscilado de forma significativa nos últimos pregões da BOVESPA. Não existe nenhum fato, do conhecimento da Empresa, que possa justificar as oscilações verificadas. Atenciosamente, LA FONTE PARTICIPAÇÕES S/A Aparecido Carlos Correia Galdino Diretor de Relações com Investidores 10/01/ COMUNICADO Sociedade Fiduciária Brasileira - Serviços, Negócios e Participações Ltda., sociedade com sede na Rua Vergueiro n 1855, 8 andar, conjunto 81 - parte, Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , vem, nos termos do Art. 12 da Instrução CVM n 358/2002, informar a alienação de participação acionária relevante na, companhia aberta com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima n 2232, 9 andar - parte, Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , em 10/01/2006, correspondente a (trinta e oito milhões, quinhentas e oitenta e duas mil e trezentas) ações ordinárias e (noventa e cinco milhões, duzentas e sessenta e cinco mil e quinhentas) ações preferenciais, representativas, respectivamente, de 10,00% do capital votante, 16,48% do capital não votante e 13,89 % do capital total da referida companhia. Com a referida alienação, a Sociedade Fiduciária Brasileira - Serviços, Negócios e Participações Ltda. reduziu sua participação acionária na, passando a deter (cento e dezoito milhões, duzentas e trinta e dois mil, quatrocentas e vinte e três) ações ordinárias e (cento e sessenta e quatro milhões, quatrocentas e sessenta mil, quinhentas e setenta e uma) ações preferenciais, representativas, respectivamente, de 30,64% do capital votante, 28,45% do capital não votante e 29,33% do capital total da companhia. São Paulo, 10 de janeiro de Sociedade Fiduciária Brasileira - Serviços, Negócios e Participações Ltda. 10/01/ COMUNICADO Fundação Atlântico de Seguridade Social, entidade fechada de previdência complementar, com sede na Rua Lauro Müller n 116, salas 1807 e 1808, Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , vem, nos termos do Art. 12 da Instrução CVM n 358/2002, informar a aquisição de participação acionária relevante na, companhia aberta com sede na Av. Brigadeiro Faria Lima n 2232, 9 andar - parte, Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , em 10/01/2006, correspondente a (trinta e oito milhões, quinhentas e oitenta e duas mil e trezentas) ações ordinárias e (noventa e cinco milhões, duzentas e sessenta e cinco mil e

LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A.

LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A. Relatório Anual do Agente Fiduciário 2006 1 a Emissão de Debêntures Não Conversíveis LA FONTE PARTICIPAÇÕES S.A. Rio de Janeiro, 27 de abril de 2007 Senhores Debenturistas Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL. CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA

INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL. CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO PARA DELIBERAÇÃO EM ASSEMBLEIA GERAL ESPECIAL

Leia mais

GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS

GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS Nos termos da Instrução CVM nº 358/02, conforme alterada, a Gol Linhas

Leia mais

ÍNDICE. Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES

ÍNDICE. Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO Definições... 5 Resumo das Características da Oferta... 7 2. INFORMAÇÕES SOBRE OS ADMINISTRADORES, CONSULTORES E AUDITORES Administradores da Emissora... 13 Coordenador Líder... 13

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES PROGRESSO. no montante total de até

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES PROGRESSO. no montante total de até UBS PACTUAL SERVIÇOS FINANCEIROS S.A. DTVM comunica o início da distribuição, de até 240 (duzentas e quarenta) cotas, escriturais, com valor inicial de R$1.000.000,00 (um milhão de reais), de emissão do

Leia mais

Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, os administradores das companhias abaixo qualificadas,

Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, os administradores das companhias abaixo qualificadas, INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DO BANCO ABN AMRO REAL S.A. PELO BANCO SANTANDER (BRASIL) S.A. (NOVA DENOMINAÇÃO SOCIAL DO BANCO SANTANDER S.A., EM FASE DE HOMOLOGAÇÃO

Leia mais

Código ISIN nº BRCMGDDBS017. Rating: Fitch A+ (bra)

Código ISIN nº BRCMGDDBS017. Rating: Fitch A+ (bra) AVISO AO MERCADO Companhia Aberta CNPJ/MF n 06.981.180/0001-16 Avenida Barbacena, 1200 17º andar, Ala A1 Belo Horizonte MG 30190-131 Código ISIN nº BRCMGDDBS017 Rating: Fitch A+ (bra) O BB Banco de Investimento

Leia mais

BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7

BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7 BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP Companhia Aberta CNPJ/MF nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 CVM 02090-7 MATERIAL PARA A ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DA BHG S.A. BRAZIL HOSPITALITY GROUP, A

Leia mais

PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A.

PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. PROPOSTA DA DIRETORIA PARA AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL DA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA S.A. Senhores Conselheiros, Esta Diretoria, visando a restabelecer a estrutura de capital da Ferrovia Centro-Atlântica

Leia mais

PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Assembleia Geral de Debenturistas de 7 de agosto de 2014

PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Assembleia Geral de Debenturistas de 7 de agosto de 2014 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Assembleia Geral de Debenturistas de 7 de agosto de 2014 Proposta da Administração Senhores Debenturistas: O Conselho de Administração da Lupatech S.A. ( Lupatech ou Companhia

Leia mais

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340. GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.833 FATO RELEVANTE GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. ( Companhia ), em atendimento

Leia mais

MATERIAL PUBLICITÁRIO

MATERIAL PUBLICITÁRIO OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM ATÉ QUATRO SÉRIES, DA QUARTA EMISSÃO DA EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. EDP ENERGIAS DO BRASIL

Leia mais

Instrumento de Protocolo e Justificação de Incorporação de Ações dos Acionistas da Ibi Participações S.A. firmado com o Banco Bradesco S.A.

Instrumento de Protocolo e Justificação de Incorporação de Ações dos Acionistas da Ibi Participações S.A. firmado com o Banco Bradesco S.A. Bradesco S.A. Banco Bradesco S.A., com sede na Cidade de Deus, Prédio Vermelho, 4 o andar, Vila Yara, Osasco, SP, CEP 06029-900, CNPJ n o 60.746.948/0001-12, com seus atos constitutivos arquivados na Junta

Leia mais

BFB LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL

BFB LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL BFB LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL Simples INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES DA BFB LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL Relatório do Agente Fiduciário PETRA

Leia mais

TELEFÔNICA BRASIL S.A.

TELEFÔNICA BRASIL S.A. PROTOCOLO DE INCORPORAÇÃO DE AÇÕES E INSTRUMENTO DE JUSTIFICAÇÃO DE GVT PARTICIPAÇÕES S.A. POR TELEFÔNICA BRASIL S.A. DATADO DE 12 DE MAIO DE 2015 TEXT_SP/9643470v13/2523/923 PROTOCOLO DE INCORPORAÇÃO

Leia mais

Administrado por BOLETIM DE SUBSCRIÇÃO DE COTAS DA 2ª EMISSÃO

Administrado por BOLETIM DE SUBSCRIÇÃO DE COTAS DA 2ª EMISSÃO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO THE ONE Administrado por RIO BRAVO INVESTIMENTOS DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. CNPJ n.º 72.600.026/0001-81 Avenida Chedid Jafet, n.º 222, bloco

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO DE ENCERRAMENTO DA PRIMEIRA LIQUIDAÇÃO DAS COTAS REMANESCENTES DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DO

COMUNICADO AO MERCADO DE ENCERRAMENTO DA PRIMEIRA LIQUIDAÇÃO DAS COTAS REMANESCENTES DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DO COMUNICADO AO MERCADO DE ENCERRAMENTO DA PRIMEIRA LIQUIDAÇÃO DAS COTAS REMANESCENTES DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA CORPORATIVA CNPJ/MF n.º 03.683.056/0001-86

Leia mais

Anúncio de Início da Distribuição Pública de Cotas da Primeira Emissão do

Anúncio de Início da Distribuição Pública de Cotas da Primeira Emissão do Anúncio de Início da Distribuição Pública de Cotas da Primeira Emissão do COGITU FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES CNPJ/MF n.º 18.653.262/0001-10 Código ISIN das Cotas: BRCGTUCTF009 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A. CNPJ/MF n 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817-0 COMPANHIA ABERTA

LOJAS AMERICANAS S.A. CNPJ/MF n 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817-0 COMPANHIA ABERTA LOJAS AMERICANAS S.A. CNPJ/MF n 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817-0 COMPANHIA ABERTA Senhores Acionistas, Apresentamos, a seguir, a proposta da administração acerca das matérias constantes da ordem do

Leia mais

INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL. CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA

INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL. CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA INEPAR S.A. INDÚSTRIAS E CONSTRUÇÕES - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL CNPJ/MF n 76.627.504/0001-06 NIRE 35.3.0035492.3 COMPANHIA ABERTA PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO PARA DELIBERAÇÃO EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ: 02.558.154/0001-29 NIRE 3130002551-9 Companhia Aberta Assembleia Geral Extraordinária Realizada em 9 de março de 2009 1. Data, Hora e Local. Realizada, em primeira

Leia mais

MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA

MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DE 2015 DO MAGAZINE LUIZA S.A. DATA: 27 DE

Leia mais

Perfazendo o montante total de

Perfazendo o montante total de ANÚNCIO DE INÍCIO DE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO, DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM TRÊS SÉRIES, DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DA EDP - ENERGIAS DO BRASIL S.A.

Leia mais

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA 1/5 MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADAS EM 30 DE ABRIL DE 2008 DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

SÃO PAULO ALPARGATAS S.A. CNPJ.MF. 61.079.117/0001-05 NIRE 35 3000 25 270 Companhia Aberta

SÃO PAULO ALPARGATAS S.A. CNPJ.MF. 61.079.117/0001-05 NIRE 35 3000 25 270 Companhia Aberta SÃO PAULO ALPARGATAS S.A. CNPJ.MF. 61.079.117/0001-05 NIRE 35 3000 25 270 Companhia Aberta Atas das Assembléias Gerais Ordinária e Extraordinária realizadas sucessivamente em 26/03/2004. I LOCAL, DATA

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE AÇÕES À VISTA PARA INVESTIDORES INSTITUCIONAIS

CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE AÇÕES À VISTA PARA INVESTIDORES INSTITUCIONAIS CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE AÇÕES À VISTA PARA INVESTIDORES INSTITUCIONAIS Redecard S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ/MF n.º 01.425.787/0001-04 Av. Andrômeda, 2.000, Bloco 10, Níveis 4

Leia mais

Formulário de Referência - 2011 - DURATEX S.A. Versão : 6. 3.3 - Eventos subsequentes às últimas demonstrações financeiras 1

Formulário de Referência - 2011 - DURATEX S.A. Versão : 6. 3.3 - Eventos subsequentes às últimas demonstrações financeiras 1 Índice 3. Informações financ. selecionadas 3.3 - Eventos subsequentes às últimas demonstrações financeiras 1 18. Valores mobiliários 18.5 - Descrição dos outros valores mobiliários emitidos 2 19. Planos

Leia mais

RIO BRAVO CRÉDITO IMOBILIÁRIO II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF nº 15.769.670/0001-44. Administrador e Coordenador Líder

RIO BRAVO CRÉDITO IMOBILIÁRIO II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF nº 15.769.670/0001-44. Administrador e Coordenador Líder RIO BRAVO CRÉDITO IMOBILIÁRIO II FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF nº 15.769.670/0001-44 Administrador e Coordenador Líder Rio Bravo Investimentos Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. FIBRIA CELULOSE S.A. (nova denominação social de Votorantim Celulose

Leia mais

ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 NIRE 33.300.281.762

ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 NIRE 33.300.281.762 ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. CNPJ/MF nº 06.082.980/0001-03 NIRE 33.300.281.762 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 22 DE JULHO DE 2014 1. DATA, HORA E LOCAL: aos vinte e dois dias

Leia mais

VOTORANTIM FINANÇAS S.A.

VOTORANTIM FINANÇAS S.A. VOTORANTIM FINANÇAS S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2009 VOTORANTIM FINANÇAS S.A. 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário

Leia mais

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue

II. MESA: Presidente: Paulo Roberto Lopes Ricci Secretário: Luiz Cláudio Ligabue BB SEGURIDADE PARTICIPAÇÕES S.A. (subsidiária integral do Banco do Brasil S.A.) ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 I. DATA, HORA E LOCAL: Em 31 de dezembro de 2012

Leia mais

Código ISIN da Primeira Série: BRCMGTDBS021 Código ISIN da Segunda Série: BRCMGTDBS039 AVISO AO MERCADO R$ 2.700.000.000,00

Código ISIN da Primeira Série: BRCMGTDBS021 Código ISIN da Segunda Série: BRCMGTDBS039 AVISO AO MERCADO R$ 2.700.000.000,00 CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. Companhia Aberta CVM nº 02032-0 CNPJ nº 06.981.176/0001-58 NIRE 0623221310098 Avenida Barbacena, nº 1.200, 12º andar, ala B1, Bairro Santo Agostinho 30190-131, Belo Horizonte

Leia mais

PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS CURSO DE DIREITO

PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS CURSO DE DIREITO PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS CURSO DE DIREITO Disciplina: Direito Empresarial II JUR 1022 Turma: C02 Prof.: Luiz Fernando Capítulo VI SOCIEDADES ANÔNIMAS 1. Evolução Legal: a) Decreto n. 575/49;

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities IV CNPJ/MF Nº 20.265.

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities IV CNPJ/MF Nº 20.265. ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities IV CNPJ/MF Nº 20.265.434/0001-20 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT D.T.V.M. LTDA. ( Administrador

Leia mais

Aporte Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. 1º Relatório Anual do Agente Fiduciário. 4ª. Emissão de Debêntures Não Conversíveis

Aporte Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. 1º Relatório Anual do Agente Fiduciário. 4ª. Emissão de Debêntures Não Conversíveis BV LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL S.A. 4ª. Emissão de Debêntures Aporte Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. 1º Relatório Anual do Agente Fiduciário 2007 4ª. Emissão de Debêntures Não Conversíveis

Leia mais

IC CLUBE DE INVESTIMENTO CNPJ n. 07.847.689/0001-33 ESTATUTO SOCIAL

IC CLUBE DE INVESTIMENTO CNPJ n. 07.847.689/0001-33 ESTATUTO SOCIAL IC CLUBE DE INVESTIMENTO CNPJ n. 07.847.689/0001-33 ESTATUTO SOCIAL I - DENOMINAÇÃO E OBJETIVO Artigo 1 - O IC Clube de Investimento é constituído por número limitado de membros que têm por objetivo a

Leia mais

Telefônica Brasil S.A.

Telefônica Brasil S.A. Este anúncio é de caráter exclusivamente informativo, não se tratando de oferta de venda de valores mobiliários. ANÚNCIO DE ENCERRAMENTO DE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO PRIMÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS E

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities II CNPJ/MF: 10.348.

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities II CNPJ/MF: 10.348. ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 2ª EMISSÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities II CNPJ/MF: 10.348.185/0001-83 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2013. FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2013. FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 RELATÓRIO ANUAL 2013 FOZ DO ATLÂNTICO SANEAMENTO S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2014 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...

Leia mais

PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008

PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008 PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008 Condicionado Não Condicionado Pedido de Reserva ( Pedido de Reserva ou Pedido ) relativo à oferta pública de distribuição de até 434.783 (quatrocentas e trinta

Leia mais

BANCO PANAMERICANO S.A. CNPJ/MF n.º 59.285.411/0001-13 Avenida Paulista, nº. 2240 CEP 01310-300 - Bela Vista, São Paulo - SP AVISO AOS ACIONISTAS

BANCO PANAMERICANO S.A. CNPJ/MF n.º 59.285.411/0001-13 Avenida Paulista, nº. 2240 CEP 01310-300 - Bela Vista, São Paulo - SP AVISO AOS ACIONISTAS BANCO PANAMERICANO S.A. CNPJ/MF n.º 59.285.411/0001-13 Avenida Paulista, nº. 2240 CEP 01310-300 - Bela Vista, São Paulo - SP AVISO AOS ACIONISTAS O Banco Panamericano S.A. ( Companhia ) vem a público comunicar

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DE LOJAS AMERICANAS S.A. REALIZADA EM 11 DE MARÇO DE 2014, ÀS 10:00 H. I.

Leia mais

MATERIAL PUBLICITÁRIO

MATERIAL PUBLICITÁRIO MATERIAL PUBLICITÁRIO DA OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM ATÉ 3 (TRÊS) SÉRIES, DA 5ª (QUINTA) EMISSÃO DA PETRÓLEO BRASILEIRO

Leia mais

ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A.

ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A. ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A. CNPJ 61.532.644/0001-15 AVISO AOS ACIISTAS Companhia Aberta AUMENTO DO CAPITAL SOCIAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES, APROVADO PELO CSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM

Leia mais

MAXI RENDA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII

MAXI RENDA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE COTAS DO MAXI RENDA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII MAXI RENDA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA OFERTA ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

FATOR VERITA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII

FATOR VERITA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII OFERTA PÚBLICA DE COTAS DE DISTRIBUIÇÃO DO FATOR VERITÁ FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII FATOR VERITA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA PARA

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA SECUNDÁRIA DE CERTIFICADO DE DEPÓSITO DE AÇÕES (UNITS) ANHANGUERA EDUCACIONAL PARTICIPAÇÕES S.A. MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA OFERTA VAREJO Performance do Período

Leia mais

Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03

Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03 Data da publicação: 02/07/03 no DOE e Folha de S Paulo Registro JUCESP: 126.460/03-6 em 27/06/03 BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 73.178.600/0001-18 NIRE 35.300.137.728

Leia mais

VALE FERTILIZANTES S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 19.443.985/0001-58 NIRE 31.300.035.476

VALE FERTILIZANTES S.A. (Companhia Aberta) CNPJ/MF nº 19.443.985/0001-58 NIRE 31.300.035.476 ATA DA 93ª ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 1. DATA, HORA E LOCAL: Aos 18 dias de janeiro de 2011, às 11:00 horas, na sede social da Companhia, localizada na Cidade de Uberaba, Estado de Minas Gerais, na

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 8ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF Nº 10.347.

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 8ª EMISSÃO DE COTAS DO. Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF Nº 10.347. ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DA 8ª EMISSÃO DE COTAS DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF Nº 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT D.T.V.M. LTDA. ( Administrador

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MAKIRA DO BRASIL S.A. PELA TOTVS S.A. ENTRE OS ADMINISTRADORES DE MAKIRA DO BRASIL S.A. TOTVS S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MAKIRA DO BRASIL S.A. PELA TOTVS S.A. ENTRE OS ADMINISTRADORES DE MAKIRA DO BRASIL S.A. TOTVS S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA MAKIRA DO BRASIL S.A. PELA TOTVS S.A. ENTRE OS ADMINISTRADORES DE MAKIRA DO BRASIL S.A. E TOTVS S.A. DATADO DE 23 DE JULHO DE 2008 PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE

Leia mais

Prospecto de Distribuição Pública Primária de Ações Ordinárias e Preferenciais de Emissão da. Marcopolo S.A. Avenida Marcopolo, 280 Caxias do Sul - RS

Prospecto de Distribuição Pública Primária de Ações Ordinárias e Preferenciais de Emissão da. Marcopolo S.A. Avenida Marcopolo, 280 Caxias do Sul - RS Prospecto de Distribuição Pública Primária de Ações Ordinárias e Preferenciais de Emissão da Marcopolo S.A. Avenida Marcopolo, 280 Caxias do Sul - RS Preço de Emissão: R$ 3,15 por Ação Preferencial R$

Leia mais

EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A.

EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A. AVISO AO MERCADO DE OFERTA PÚBLICA DE DISTRIBUIÇÃO, DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA, EM ATÉ QUATRO SÉRIES, DA 4ª (QUARTA) EMISSÃO DA EDP ENERGIAS DO BRASIL S.A.

Leia mais

DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t

DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t DGB Logística Distribuição Geográfica do Brasil S.A 1ª Emissão de Debêntures Simples t ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5 POSIÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2012. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.

RELATÓRIO ANUAL 2012. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com. SISTEMA DE ENSINO ABRIL EDUCAÇÃO S.A 2ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5

Leia mais

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56 COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56 ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 8 DE ABRIL DE 2004 1 - DATA E LOCAL: No

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

PEDIDO DE RESERVA. SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF n.º 15.538.445/0001-05

PEDIDO DE RESERVA. SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF n.º 15.538.445/0001-05 PEDIDO DE RESERVA SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF n.º 15.538.445/0001-05 Administração GERAÇÃO FUTURO CORRETORA DE VALORES S.A. ( Administrador ) Praça XV de Novembro, n.º 20,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA CORPORATIVA

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA CORPORATIVA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE COTAS DO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA CORPORATIVA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIO BRAVO RENDA CORPORATIVA MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PLATINUM

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PLATINUM ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO PLATINUM I Denominação e Objetivo Artigo 1º O Clube de Investimento PLATINUM é constituído por número limitado de membros que têm por objetivo a aplicação de recursos

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES MULTISETORIAL CNPJ/MF n.º 09.068.796./0001-99 Código ISIN das Quotas: BRMGENCTF005 R$500.000.

FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES MULTISETORIAL CNPJ/MF n.º 09.068.796./0001-99 Código ISIN das Quotas: BRMGENCTF005 R$500.000. Prospecto Definitivo de Distribuição Pública das Quotas da Primeira Emissão do FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES MULTISETORIAL CNPJ/MF n.º 09.068.796./0001-99 Código ISIN das Quotas: BRMGENCTF005

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO:

ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: ESTATUTO SOCIAL DE CORRÊA RIBEIRO S/A COMÉRCIO E INDÚSTRIA CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E PRAZO DE DURAÇÃO: Denominação Artigo 1º - Corrêa Ribeiro S/A Comércio e Indústria é uma sociedade

Leia mais

RENOVA ENERGIA S.A. Companhia Aberta. CNPJ nº 08.534.605/0001-74 NIRE 35.300358.295

RENOVA ENERGIA S.A. Companhia Aberta. CNPJ nº 08.534.605/0001-74 NIRE 35.300358.295 RENOVA ENERGIA S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 08.534.605/0001-74 NIRE 35.300358.295 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 25 DE FEVEREIRO DE 2010 1. DATA, HORA E LOCAL: Aos 25 dias do

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DAS 361ª E 362ª SÉRIES DA 1ª EMISSÃO DA

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS DAS 361ª E 362ª SÉRIES DA 1ª EMISSÃO DA LEIA ATENTAMENTE O TERMO DE SECURITIZAÇÃO, O FORMULÁRIO DE REFERÊNCIA E O PROSPECTO ANTES DE ACEITAR A OFERTA, EM ESPECIAL A SEÇÃO FATORES DE RISCO DO PROSPECTO. ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A. 25 DE FEVEREIRO DE 2010 PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA HFF

Leia mais

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES Banco ABC Brasil S.A. ( Companhia ), vem a público comunicar

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA T4F ENTRETENIMENTO S.A.

DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA T4F ENTRETENIMENTO S.A. DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA PRIMÁRIA E SECUNDÁRIA DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA T4F ENTRETENIMENTO S.A. MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA OFERTA DE VAREJO Performance do Período ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS

COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS COSAN LOGÍSTICA S.A. ( Companhia ), em continuidade ao Fato Relevante de 28 de abril de 2016

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples

LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples LOCALIZA RENT A CAR S.A. 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS... 6 POSIÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL 2012. BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1

RELATÓRIO ANUAL 2012. BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples. Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 BRASILFACTORS S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples Abril 2013 www.fiduciario.com.br Página 1 ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA... 3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES... 3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS... 6 ASSEMBLÉIAS

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DAS COTAS DO GIF I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES CNPJ/MF: 08.872.941/0001-27

ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DAS COTAS DO GIF I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES CNPJ/MF: 08.872.941/0001-27 ANÚNCIO DE INÍCIO DA DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DAS COTAS DO GIF I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES CNPJ/MF: 08.872.941/0001-27 BEM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. comunica o início

Leia mais

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades.

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Apresentamos as Demonstrações Financeiras da Mehir Holdings S.A. referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2004 e as respectivas Notas

Leia mais

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 00.108.786/0001-65. VIVAX S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 01.402.

NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 00.108.786/0001-65. VIVAX S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 01.402. NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 00.108.786/0001-65 VIVAX S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 01.402.946/0001-47 BRASIL TV A CABO PARTICIPAÇÕES S.A. Companhia Fechada CNPJ/MF nº

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO FIDUS

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO FIDUS ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO FIDUS I DENOMINAÇÃO E OBJETIVO ARTIGO 1º - O CLUBE DE INVESTIMENTO FIDUS constituído por número limitado de membros que têm por objetivo a aplicação de recursos

Leia mais

Anúncio de Início da Oferta Pública de Distribuição de cotas do ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII

Anúncio de Início da Oferta Pública de Distribuição de cotas do ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII Anúncio de Início da Oferta Pública de Distribuição de cotas do ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII CNPJ/MF nº 13.555.918/0001-49 Foco Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.,

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO INVESTIDORES DE PERNAMBUCO

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO INVESTIDORES DE PERNAMBUCO ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO INVESTIDORES DE PERNAMBUCO I - Denominação e Objetivo Artigo 1º - O CLUBE DE INVESTIMENTO INVESTIDORES DE PERNAMBUCO, constituído por número limitado de membros

Leia mais

R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais) Código ISIN das COTAS: BRMFIICTF008 Código de Negociação na BM&FBOVESPA: MFII11

R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais) Código ISIN das COTAS: BRMFIICTF008 Código de Negociação na BM&FBOVESPA: MFII11 AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE PROSPECTO PRELIMINAR ESTÃO SOB ANÁLISE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS, A QUAL AINDA NÃO SE MANIFESTOU A SEU RESPEITO. O PRESENTE PROSPECTO PRELIMINAR ESTÁ SUJEITO A COMPLEMENTAÇÃO

Leia mais

WTC AMAZONAS SUITE HOTEL S.A.

WTC AMAZONAS SUITE HOTEL S.A. WTC AMAZONAS SUITE HOTEL S.A. 1ª Emissão de Debêntures Simples, Não Conversíveis em Ações, Espécie Subordinada Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício 2003 CARACTERÍSTICAS DA DEBÊNTURE Registro

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. 1 PROPÓSITO A presente Política de Negociação de Valores Mobiliários tem como propósito estabelecer regras para

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA FLUMINENSE S.A. 19 de outubro de 2015 INSTRUMENTO PARTICULAR

Leia mais

MINERVA S.A. CNPJ nº 67.620.377/0001-14 NIRE 35.300.344.022. Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada em 03 de abril de 2012

MINERVA S.A. CNPJ nº 67.620.377/0001-14 NIRE 35.300.344.022. Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada em 03 de abril de 2012 MINERVA S.A. CNPJ nº 67.620.377/0001-14 NIRE 35.300.344.022 Ata de Reunião do Conselho de Administração realizada em 03 de abril de 2012 Data, Horário e Local: 03 de abril de 2012, às 9h00, na sede social

Leia mais

Apostila Mercado de Capitais Uninove. Parte VIII Os Títulos do Mercado de Capitais Os Títulos de Divida

Apostila Mercado de Capitais Uninove. Parte VIII Os Títulos do Mercado de Capitais Os Títulos de Divida Apostila Mercado de Capitais Uninove Parte VIII Os Títulos do Mercado de Capitais Os Títulos de Divida Titulos de Divida Debentures 2 O que são Debêntures? Debêntures são títulos emitidos por sociedades

Leia mais

CONDIÇÕES DO AUMENTO. I - se o aumento será mediante subscrição pública ou particular;

CONDIÇÕES DO AUMENTO. I - se o aumento será mediante subscrição pública ou particular; TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM N o 13, DE 30 DE SETEMBRO DE 1980, COM AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA INSTRUÇÃO CVM N o 370/2002. Dispõe acerca de aumento de capital por subscrição de ações e registro

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições utilizadas na presente Política de Negociação têm os significados que lhes são atribuídos

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DE CLUBE DE INVESTIMENTO GRUPOINVEST

ESTATUTO SOCIAL DE CLUBE DE INVESTIMENTO GRUPOINVEST ESTATUTO SOCIAL DE CLUBE DE INVESTIMENTO GRUPOINVEST I - Denominação e Objetivo Artigo 1º - O Clube de Investimento GRUPOINVEST, doravante designado simplesmente Clube constituído por número limitado de

Leia mais

MANUAL DOS ACIONISTAS

MANUAL DOS ACIONISTAS CIELO S.A. CNPJ/MF nº 01.425.787/0001-04 NIRE 35.300.147.073 Companhia Aberta de Capital Autorizado MANUAL DOS ACIONISTAS PROPOSTA DE DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO (ANEXO 9-11-II DA INST. CVM 481) PROPOSTA

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS Nos termos do artigo 157, parágrafo 4º da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme

Leia mais

ANDRADE GUTIERREZ CONCESSÕES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

ANDRADE GUTIERREZ CONCESSÕES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 ANDRADE GUTIERREZ CONCESSÕES S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG COMPANHIA ABERTA NIRE 31.300.036.375 CNPJ Nº 17.281.106/0001-03

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG COMPANHIA ABERTA NIRE 31.300.036.375 CNPJ Nº 17.281.106/0001-03 COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG COMPANHIA ABERTA NIRE 31.300.036.375 CNPJ Nº 17.281.106/0001-03 ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADAS EM 27 DE ABRIL DE 2005

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. CNPJ 02.328.280/0001-97 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.238.280/0001-97 Rua Ary Antenor de Souza, nº 321,

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA PREVISÃO REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA. pela BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S.A. Datado de 15 de abril de 2011 O presente Protocolo

Leia mais

PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, A Administração da Brasil Insurance Participações e Administração S.A., nos termos do que dispõem a legislação pertinente e o Estatuto Social, e objetivando

Leia mais

No montante de até. Taxa de Ingresso/Distribuição Primária (%) (**)

No montante de até. Taxa de Ingresso/Distribuição Primária (%) (**) Este documento é uma minuta inicial sujeita a alterações e complementações, tendo sido arquivado na Comissão de Valores Mobiliários - CVM para fins exclusivos de análise e exigências por parte da CVM.

Leia mais

SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII

SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DA PRIMEIRA EMISSÃO DO SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII SP DOWNTOWN FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BM&FBOVESPA OFERTA

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL DE COTISTAS REALIZADA EM 04 DE MAIO DE 2012 I. Data, Hora e Local da Reunião: Aos 03 de maio,

Leia mais

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199

PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199 PDG REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.950.811/0001-89 NIRE 33.300.285.199 ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 08 DE MAIO DE 2012 1. DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

SUL AMÉRICA S.A. EXERCÍCIO DE 2014

SUL AMÉRICA S.A. EXERCÍCIO DE 2014 SUL AMÉRICA S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente Fiduciário

Leia mais